SlideShare uma empresa Scribd logo
No:

Nome:
Ano: 9º

Turma:

Ensino Fundamental

Data:

EXERCÍCIOS SOBRE ELETRIZAÇÃO
Profa.: Ana Paula Souto

Observe a tabela Triboelétrica ao lado, que informa a tendência dos materiais a ganhar ou perder elétrons após a
eletrização por atrito. Responda às questões 1, 2 e 3 abaixo:
1) Para cada combinação de materiais, que foram atritados um com o outro, INDIQUE:
 A característica elétrica de cada material depois do atrito (neutro, eletrizado
positivamente, eletrizado negativamente);
 O resultado da transferência de elétrons entre os materiais (considerando que
não há perda de elétrons para o ar);
Siga o exemplo:
a) Couro: Eletrizado positivamente/perdeu elétrons
Papel: Eletrizado negativamente/ ganhou elétrons
b) Pele humana seca: ____________________/________
PVC: _______________________________/________
c) borracha: ___________________________/________
vidro: ______________________________/________
d) lã: _________________________________/________
isopor: _____________________________/________
e) PVC: _______________________________/________
madeira: ___________________________/________
f) aço: _______________________________/________
couro: _____________________________/________
g) cabelo humano: _____________________/________
borracha dura: ______________________/________
h) filme PVC: __________________________/________
seda: ______________________________/________
i) poliéster: __________________________/________
pele humana seca: ___________________/________
2) EXPLIQUE, a partir da tabela, o motivo de o material de Nylon ficar eletrizado positivamente e o de Isopor ficar
eletrizado negativamente, depois do atrito entre eles (Nylon e Isopor).
___________________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________________

3) Um bastão de vidro é atritado com um pedaço de papel filme e ambos ficam eletrizados. Sobre tal situação, é
CORRETO afirmar que o bastão pode ter
a)
b)
c)
d)

ganhado prótons e o papel filme ganhado elétrons.
perdido prótons e o papel filme ganhado prótons.
perdido elétrons e o papel filme ganhado elétrons
ganhado elétrons e o papel filme perdido prótons.
4) Considere um experimento no qual foram seguidos os procedimentos abaixo:



Atritou-se uma esfera de isopor (presa a um fio isolante em um suporte também isolante) com camisa de
poliéster;
Atritou-se um bastão de vidro com um filme de PVC.

Ao aproximar o bastão de vidro à esfera de isopor, observou-se que havia forte repulsão entre os materiais.
a) Considerando que, ao serem eletrizados, a esfera de isopor adquire cargas elétricas (+) e a camisa de
poliéster, cargas (-), qual deve ser o sinal das cargas do bastão de vidro eletrizado? JUSTIFIQUE sua
resposta.
___________________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________________
b) O que deve acontecer se aproximarmos o filme de PVC da esfera de isopor? Haverá atração ou repulsão?
JUSTIFIQUE sua resposta.
___________________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________________
5) [UFMG] Em uma aula, o Prof. Antônio apresenta uma montagem com
suporte isolante e duas esferas neutras dependuradas, como representado
na figura ao lado. Uma das esferas é de plástico - material isolante - e a
outra é de cobre - material condutor. Inicialmente, o Prof. Antônio aproxima
um bastão eletricamente carregado (sem ocorre contato), primeiro, da
esfera de plástico e, depois, da esfera de cobre.
Com base nessas informações, é CORRETO afirmar que
a)
b)
c)
d)

as duas esferas se afastam do bastão.
as duas esferas se aproximam do bastão.
a esfera de plástico não se movimenta e a de cobre se afasta do bastão.
a esfera de plástico não se movimenta e a de cobre se aproxima do bastão.

6) Dispõe-se de quatro esferas metálicas (do mesmo tamanho e do mesmo material) A, B, C e D. Nenhuma delas
está neutra. Verifica-se que A repele B, que A atrai C, que C repele D e que D está carregada positivamente.
ESCREVA, em cada esfera abaixo, o nome de suas respectivas cargas elétricas.

Esfera A

Esfera B

Esfera C

7) Um corpo eletricamente neutro
a)
b)
c)
d)

não possui cargas negativas nem positivas.
possui número diferente de cargas positivas e negativas.
possui o mesmo número de cargas positivas e negativas.
não existe, pois todos os corpos possuem cargas elétricas.

Esfera D
8) Uma esfera metálica está presa por um fio isolante a um suporte também isolante. Um tubo de PVC eletrizado
negativamente é aproximado da esfera, sem ocorrer contato. Inicialmente, observa-se uma atração entre o tubo
de PVC e a esfera. A figura ilustra a situação

A partir dessas informações, é CORRETO afirmar que a esfera
a)
b)
c)
d)

transferiu elétrons para o tubo de PVC, tornou-se positiva e assim foi atraída.
poderia estar neutra ou positivamente eletrizada e por isso foi atraída.
estava eletrizada negativamente, por isso foi atraída pelo tubo de PVC.
foi atraída porque era metálica, se fosse de material isolante seria repelida.

9) Observando as três figuras abaixo COMPLETE, nos retângulos, as respectivas formas de eletrização dos
corpos: (a seta com dupla orientação exemplifica um movimento de vaivém)

10) No experimento em sala de aula, atritamos um canudinho em uma folha de papel. Ao aproximarmos esse
canudinho eletrizado a pedaços de papel neutros, percebemos que houve atração. EXPLIQUE o motivo de os
pedaços de papel serem atraídos pelo canudinho eletrizado.
___________________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________________
11) EXPLIQUE o fato de, no experimento em sala de aula, o canudinho eletrizado por atrito ficar preso à parede e,
depois de um certo tempo, cair.
___________________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________________
12) EXPLIQUE o fato de os canudinhos eletrizados por atrito pelo mesmo material se repelirem.
___________________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________________
GABARITO:
1) b) Pele humana seca: Eletrizado positivamente/perdeu elétrons
PVC: Eletrizado negativamente/ ganhou elétrons
c) borracha: Eletrizado negativamente/ ganhou elétrons
vidro: Eletrizado positivamente/perdeu elétrons
d) lã: Eletrizado positivamente/perdeu elétrons
isopor: Eletrizado negativamente/ ganhou elétrons
e) PVC: Eletrizado negativamente/ ganhou elétrons
madeira: Eletrizado positivamente/perdeu elétrons
f)

aço: Eletrizado negativamente/ ganhou elétrons
couro: Eletrizado positivamente/perdeu elétrons

g) cabelo humano: Eletrizado positivamente/perdeu elétrons
borracha dura: Eletrizado negativamente/ ganhou elétrons
h) filme PVC: Eletrizado negativamente/ ganhou elétrons
seda: Eletrizado positivamente/perdeu elétrons
i)

poliéster: Eletrizado negativamente/ ganhou elétrons
pele humana seca: Eletrizado positivamente/perdeu elétrons

2) A partir da tabela, pode-se observar que o Nylon tem mais tendência a perder elétrons e o Isopor tem mais
tendência a ganhar elétrons. Assim, quando se atrita esses dois materiais há uma transferência de elétrons do
Nylon para o Isopor. O resultado é o Nylon ficar eletrizado positivamente e o Isopor ficar eletrizado negativamente.
3) B (vidro tem mais tendência de perder elétrons do que o papel filme. Transferência de elétrons do vidro para o
papel filme de PVC)
4.a) O bastão de vidro apresenta cargas positivas, pois cargas de mesmo sinal se repelem.
b) Uma vez que o bastão de vidro ficou eletrizado positivamente (como indicado no item anterior), significa que
houve transferência de elétrons do bastão para o filme de PVC, que ficou eletrizado negativamente. Como o
isopor está eletrizado positivamente, haverá atração ao aproximá-lo ao filme de PVC, pois materiais eletrizados
com cargas diferentes se atraem.
5) B (todo material eletrizado atrai materiais neutros, bons e maus condutores elétricos)
6) D+, C+, A-, B7) C
8) B
9) Eletrização por atrito ; eletrização por contato
10) Todo material eletrizado, como o canudinho, atrai materiais neutros, como os pedaços de papel.
11) Todo material eletrizado, como o canudinho, atrai materiais neutros, como a parede. Além disso, o canudinho
interage com o ar, possibilitando que as moléculas de água conduzam o excesso de cargas para a terra.
12) Por terem sido eletrizado por atrito com o mesmo material, os dois canudinhos ficaram eletrizados com a
mesma carga. Assim, quando cargas do mesmo sinal se aproximam, elas se repelem.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Lista de exercícios de revisão energia e máquinas simples 9° ano dudunegão
Lista de exercícios de revisão   energia e máquinas simples 9° ano  dudunegãoLista de exercícios de revisão   energia e máquinas simples 9° ano  dudunegão
Lista de exercícios de revisão energia e máquinas simples 9° ano dudunegão
Eduardo Oliveira
 
As rochas (Ciências 6º ano)
As rochas (Ciências 6º ano)As rochas (Ciências 6º ano)
As rochas (Ciências 6º ano)
Ewerton Marinho
 
O ar - Texto e atividade
O ar - Texto e atividadeO ar - Texto e atividade
O ar - Texto e atividade
Mary Alvarenga
 
Origem da vida
Origem da vidaOrigem da vida
Origem da vida
Andrea Barreto
 
Eletromagnetismo
Eletromagnetismo Eletromagnetismo
Eletromagnetismo
JosRicardodeSouzaAra
 
Modelo atómico exerccios 2
Modelo atómico exerccios 2Modelo atómico exerccios 2
Modelo atómico exerccios 2
Fidel Fernandes Teixeira
 
Aula 6º ano - Introdução às ciências, método científico, ciências e senso comum
Aula 6º ano - Introdução às ciências, método científico, ciências e senso comumAula 6º ano - Introdução às ciências, método científico, ciências e senso comum
Aula 6º ano - Introdução às ciências, método científico, ciências e senso comum
Leonardo Kaplan
 
Prova de recuperação ciências 9 ano pronta
Prova de recuperação  ciências   9 ano prontaProva de recuperação  ciências   9 ano pronta
Prova de recuperação ciências 9 ano pronta
Tâmara Maria Rodrigues
 
Eletricidade e magnetismo
Eletricidade e magnetismoEletricidade e magnetismo
Eletricidade e magnetismo
Cristina Brandão
 
Prova do 5 e 6 ano
Prova do 5 e 6 anoProva do 5 e 6 ano
Prova do 5 e 6 ano
Kristyna Figueiredo
 
Tabela periódica 9º ano
Tabela periódica 9º anoTabela periódica 9º ano
Tabela periódica 9º ano
Carlos Magno Braga
 
Exercícios sobre células
Exercícios sobre célulasExercícios sobre células
Exercícios sobre células
MINEDU
 
Lista de exercícios - estrutura atômica e distribuição eletrônica
Lista de exercícios - estrutura atômica e distribuição eletrônicaLista de exercícios - estrutura atômica e distribuição eletrônica
Lista de exercícios - estrutura atômica e distribuição eletrônica
Profª Alda Ernestina
 
I.2 O sistema solar
I.2 O sistema solarI.2 O sistema solar
I.2 O sistema solar
Rebeca Vale
 
Apostila eletrostática
Apostila eletrostáticaApostila eletrostática
Apostila eletrostática
Marco Antonio Sanches
 
Corrente elétrica
Corrente elétricaCorrente elétrica
Corrente elétrica
O mundo da FÍSICA
 
Lista de exercícios - Separação de misturas.docx
Lista de exercícios - Separação de misturas.docxLista de exercícios - Separação de misturas.docx
Lista de exercícios - Separação de misturas.docx
JooPauloGaldino3
 
Aula sobre tabela periódica
Aula sobre tabela periódicaAula sobre tabela periódica
Aula sobre tabela periódica
Augusto Sérgio Costa Souza
 
Atividade de celula
Atividade de celulaAtividade de celula
Atividade de celula
maricel loch
 
I.1 A origem do universo
I.1 A origem do universoI.1 A origem do universo
I.1 A origem do universo
Rebeca Vale
 

Mais procurados (20)

Lista de exercícios de revisão energia e máquinas simples 9° ano dudunegão
Lista de exercícios de revisão   energia e máquinas simples 9° ano  dudunegãoLista de exercícios de revisão   energia e máquinas simples 9° ano  dudunegão
Lista de exercícios de revisão energia e máquinas simples 9° ano dudunegão
 
As rochas (Ciências 6º ano)
As rochas (Ciências 6º ano)As rochas (Ciências 6º ano)
As rochas (Ciências 6º ano)
 
O ar - Texto e atividade
O ar - Texto e atividadeO ar - Texto e atividade
O ar - Texto e atividade
 
Origem da vida
Origem da vidaOrigem da vida
Origem da vida
 
Eletromagnetismo
Eletromagnetismo Eletromagnetismo
Eletromagnetismo
 
Modelo atómico exerccios 2
Modelo atómico exerccios 2Modelo atómico exerccios 2
Modelo atómico exerccios 2
 
Aula 6º ano - Introdução às ciências, método científico, ciências e senso comum
Aula 6º ano - Introdução às ciências, método científico, ciências e senso comumAula 6º ano - Introdução às ciências, método científico, ciências e senso comum
Aula 6º ano - Introdução às ciências, método científico, ciências e senso comum
 
Prova de recuperação ciências 9 ano pronta
Prova de recuperação  ciências   9 ano prontaProva de recuperação  ciências   9 ano pronta
Prova de recuperação ciências 9 ano pronta
 
Eletricidade e magnetismo
Eletricidade e magnetismoEletricidade e magnetismo
Eletricidade e magnetismo
 
Prova do 5 e 6 ano
Prova do 5 e 6 anoProva do 5 e 6 ano
Prova do 5 e 6 ano
 
Tabela periódica 9º ano
Tabela periódica 9º anoTabela periódica 9º ano
Tabela periódica 9º ano
 
Exercícios sobre células
Exercícios sobre célulasExercícios sobre células
Exercícios sobre células
 
Lista de exercícios - estrutura atômica e distribuição eletrônica
Lista de exercícios - estrutura atômica e distribuição eletrônicaLista de exercícios - estrutura atômica e distribuição eletrônica
Lista de exercícios - estrutura atômica e distribuição eletrônica
 
I.2 O sistema solar
I.2 O sistema solarI.2 O sistema solar
I.2 O sistema solar
 
Apostila eletrostática
Apostila eletrostáticaApostila eletrostática
Apostila eletrostática
 
Corrente elétrica
Corrente elétricaCorrente elétrica
Corrente elétrica
 
Lista de exercícios - Separação de misturas.docx
Lista de exercícios - Separação de misturas.docxLista de exercícios - Separação de misturas.docx
Lista de exercícios - Separação de misturas.docx
 
Aula sobre tabela periódica
Aula sobre tabela periódicaAula sobre tabela periódica
Aula sobre tabela periódica
 
Atividade de celula
Atividade de celulaAtividade de celula
Atividade de celula
 
I.1 A origem do universo
I.1 A origem do universoI.1 A origem do universo
I.1 A origem do universo
 

Destaque

Questões Corrigidas, em Word: Eletrostática - Conteúdo vinculado ao blog ...
Questões Corrigidas, em Word:  Eletrostática  - Conteúdo vinculado ao blog   ...Questões Corrigidas, em Word:  Eletrostática  - Conteúdo vinculado ao blog   ...
Questões Corrigidas, em Word: Eletrostática - Conteúdo vinculado ao blog ...
Rodrigo Penna
 
Questões 01 - 3ºANO
Questões 01 - 3ºANOQuestões 01 - 3ºANO
Questões 01 - 3ºANO
Betine Rost
 
Questões 1 s 2° bimestre _com gabarito
Questões  1 s  2° bimestre _com gabaritoQuestões  1 s  2° bimestre _com gabarito
Questões 1 s 2° bimestre _com gabarito
Ionara Urrutia Moura
 
A Carga Elétrica, Eletrização e Processos de Eletrização
A Carga Elétrica,  Eletrização e Processos de EletrizaçãoA Carga Elétrica,  Eletrização e Processos de Eletrização
A Carga Elétrica, Eletrização e Processos de Eletrização
Rafael Costa
 
Processos de Eletrização e Força Eletrica
Processos de Eletrização e  Força EletricaProcessos de Eletrização e  Força Eletrica
Processos de Eletrização e Força Eletrica
Escolas
 
Eletrização por Atrito
Eletrização por AtritoEletrização por Atrito
Eletrização por Atrito
Kaíne Colodetti
 
Revisao 9º ano fisica Prova Bimestral e Recuperação
Revisao 9º ano fisica Prova Bimestral e RecuperaçãoRevisao 9º ano fisica Prova Bimestral e Recuperação
Revisao 9º ano fisica Prova Bimestral e Recuperação
Paulo Souto
 
1 lista de_exercicios_do_2_bim_do_2_ano_do_em_eletr_e_forca_de_coulomb
1 lista de_exercicios_do_2_bim_do_2_ano_do_em_eletr_e_forca_de_coulomb1 lista de_exercicios_do_2_bim_do_2_ano_do_em_eletr_e_forca_de_coulomb
1 lista de_exercicios_do_2_bim_do_2_ano_do_em_eletr_e_forca_de_coulomb
Karla Kelli II
 
Exercícios extras_processos de eletrização e lei de coulomb
Exercícios extras_processos de eletrização e lei de coulombExercícios extras_processos de eletrização e lei de coulomb
Exercícios extras_processos de eletrização e lei de coulomb
O mundo da FÍSICA
 
Lista 3 ano
Lista 3 anoLista 3 ano
Lista 3 ano
Betine Rost
 
Trabfis Eletriz
Trabfis EletrizTrabfis Eletriz
Trabfis Eletriz
Cristiane Tavolaro
 
Aula 2: Estrutura atômica e ligação interatômica
Aula 2: Estrutura atômica e ligação interatômicaAula 2: Estrutura atômica e ligação interatômica
Aula 2: Estrutura atômica e ligação interatômica
Faculdade Pitágoras de Maceió
 
Lista 1 - Processos de Eletrização e Lei de Coulomb
Lista 1 - Processos de Eletrização e Lei de CoulombLista 1 - Processos de Eletrização e Lei de Coulomb
Lista 1 - Processos de Eletrização e Lei de Coulomb
Gustavo Mendonça
 
Aula Força Elétrica, cap 4 2º Ano
Aula Força Elétrica, cap 4 2º AnoAula Força Elétrica, cap 4 2º Ano
Aula Força Elétrica, cap 4 2º Ano
Daniel Japiassú
 
Força elétrica
Força elétricaForça elétrica
Força elétrica
Marco Antonio Sanches
 
3 ano mod 24 e 25 - eletrização por atrito, contato e indução
3 ano   mod 24 e 25 - eletrização por atrito, contato e indução3 ano   mod 24 e 25 - eletrização por atrito, contato e indução
3 ano mod 24 e 25 - eletrização por atrito, contato e indução
eduardorsilva
 
Força elétrica parte 1
Força elétrica parte 1Força elétrica parte 1
Força elétrica parte 1
Paulo Victor
 
Slides eletrostatica
Slides eletrostaticaSlides eletrostatica
Slides eletrostatica
Warlle1992
 
Questões Corrigidas, em Word: Espelhos Imagens - Conteúdo vinculado ao blog...
Questões Corrigidas, em Word:  Espelhos Imagens  - Conteúdo vinculado ao blog...Questões Corrigidas, em Word:  Espelhos Imagens  - Conteúdo vinculado ao blog...
Questões Corrigidas, em Word: Espelhos Imagens - Conteúdo vinculado ao blog...
Rodrigo Penna
 
Questões Corrigidas, em Word: Cinemática gráficos - Conteúdo vinculado ao bl...
Questões Corrigidas, em Word:  Cinemática gráficos - Conteúdo vinculado ao bl...Questões Corrigidas, em Word:  Cinemática gráficos - Conteúdo vinculado ao bl...
Questões Corrigidas, em Word: Cinemática gráficos - Conteúdo vinculado ao bl...
Rodrigo Penna
 

Destaque (20)

Questões Corrigidas, em Word: Eletrostática - Conteúdo vinculado ao blog ...
Questões Corrigidas, em Word:  Eletrostática  - Conteúdo vinculado ao blog   ...Questões Corrigidas, em Word:  Eletrostática  - Conteúdo vinculado ao blog   ...
Questões Corrigidas, em Word: Eletrostática - Conteúdo vinculado ao blog ...
 
Questões 01 - 3ºANO
Questões 01 - 3ºANOQuestões 01 - 3ºANO
Questões 01 - 3ºANO
 
Questões 1 s 2° bimestre _com gabarito
Questões  1 s  2° bimestre _com gabaritoQuestões  1 s  2° bimestre _com gabarito
Questões 1 s 2° bimestre _com gabarito
 
A Carga Elétrica, Eletrização e Processos de Eletrização
A Carga Elétrica,  Eletrização e Processos de EletrizaçãoA Carga Elétrica,  Eletrização e Processos de Eletrização
A Carga Elétrica, Eletrização e Processos de Eletrização
 
Processos de Eletrização e Força Eletrica
Processos de Eletrização e  Força EletricaProcessos de Eletrização e  Força Eletrica
Processos de Eletrização e Força Eletrica
 
Eletrização por Atrito
Eletrização por AtritoEletrização por Atrito
Eletrização por Atrito
 
Revisao 9º ano fisica Prova Bimestral e Recuperação
Revisao 9º ano fisica Prova Bimestral e RecuperaçãoRevisao 9º ano fisica Prova Bimestral e Recuperação
Revisao 9º ano fisica Prova Bimestral e Recuperação
 
1 lista de_exercicios_do_2_bim_do_2_ano_do_em_eletr_e_forca_de_coulomb
1 lista de_exercicios_do_2_bim_do_2_ano_do_em_eletr_e_forca_de_coulomb1 lista de_exercicios_do_2_bim_do_2_ano_do_em_eletr_e_forca_de_coulomb
1 lista de_exercicios_do_2_bim_do_2_ano_do_em_eletr_e_forca_de_coulomb
 
Exercícios extras_processos de eletrização e lei de coulomb
Exercícios extras_processos de eletrização e lei de coulombExercícios extras_processos de eletrização e lei de coulomb
Exercícios extras_processos de eletrização e lei de coulomb
 
Lista 3 ano
Lista 3 anoLista 3 ano
Lista 3 ano
 
Trabfis Eletriz
Trabfis EletrizTrabfis Eletriz
Trabfis Eletriz
 
Aula 2: Estrutura atômica e ligação interatômica
Aula 2: Estrutura atômica e ligação interatômicaAula 2: Estrutura atômica e ligação interatômica
Aula 2: Estrutura atômica e ligação interatômica
 
Lista 1 - Processos de Eletrização e Lei de Coulomb
Lista 1 - Processos de Eletrização e Lei de CoulombLista 1 - Processos de Eletrização e Lei de Coulomb
Lista 1 - Processos de Eletrização e Lei de Coulomb
 
Aula Força Elétrica, cap 4 2º Ano
Aula Força Elétrica, cap 4 2º AnoAula Força Elétrica, cap 4 2º Ano
Aula Força Elétrica, cap 4 2º Ano
 
Força elétrica
Força elétricaForça elétrica
Força elétrica
 
3 ano mod 24 e 25 - eletrização por atrito, contato e indução
3 ano   mod 24 e 25 - eletrização por atrito, contato e indução3 ano   mod 24 e 25 - eletrização por atrito, contato e indução
3 ano mod 24 e 25 - eletrização por atrito, contato e indução
 
Força elétrica parte 1
Força elétrica parte 1Força elétrica parte 1
Força elétrica parte 1
 
Slides eletrostatica
Slides eletrostaticaSlides eletrostatica
Slides eletrostatica
 
Questões Corrigidas, em Word: Espelhos Imagens - Conteúdo vinculado ao blog...
Questões Corrigidas, em Word:  Espelhos Imagens  - Conteúdo vinculado ao blog...Questões Corrigidas, em Word:  Espelhos Imagens  - Conteúdo vinculado ao blog...
Questões Corrigidas, em Word: Espelhos Imagens - Conteúdo vinculado ao blog...
 
Questões Corrigidas, em Word: Cinemática gráficos - Conteúdo vinculado ao bl...
Questões Corrigidas, em Word:  Cinemática gráficos - Conteúdo vinculado ao bl...Questões Corrigidas, em Word:  Cinemática gráficos - Conteúdo vinculado ao bl...
Questões Corrigidas, em Word: Cinemática gráficos - Conteúdo vinculado ao bl...
 

Semelhante a Exercicio de Eletrização

Exercício - 3° série - Vesp..doc
Exercício - 3° série - Vesp..docExercício - 3° série - Vesp..doc
Exercício - 3° série - Vesp..doc
leonardo mardegan
 
Exercícios eletrostática
Exercícios eletrostáticaExercícios eletrostática
Exercícios eletrostática
Victor Said
 
Atividades de fisica i, ii, iii e iv bimestre de 2020
Atividades de fisica  i, ii, iii e iv bimestre de 2020Atividades de fisica  i, ii, iii e iv bimestre de 2020
Atividades de fisica i, ii, iii e iv bimestre de 2020
Joabe Claudio da Silva
 
amanhaeletrizaçaoporatritocontatoinduçao.pdf
amanhaeletrizaçaoporatritocontatoinduçao.pdfamanhaeletrizaçaoporatritocontatoinduçao.pdf
amanhaeletrizaçaoporatritocontatoinduçao.pdf
TopsAvakinImvu
 
Ap fisica modulo 19 exercicios
Ap fisica modulo 19 exerciciosAp fisica modulo 19 exercicios
Ap fisica modulo 19 exercicios
comentada
 
1ºlista eletrostática eletrização.
1ºlista eletrostática eletrização.1ºlista eletrostática eletrização.
1ºlista eletrostática eletrização.
Adriano S Santos
 
3 eletrostatica
3 eletrostatica3 eletrostatica
3 eletrostatica
dessaam
 
Lista 16 eletrostatica1
Lista 16 eletrostatica1Lista 16 eletrostatica1
Lista 16 eletrostatica1
rodrigoateneu
 
Lista 01 eletrostatica
Lista 01 eletrostaticaLista 01 eletrostatica
Lista 01 eletrostatica
Nádia Preciso
 
Eletrostática fundamentos
Eletrostática   fundamentosEletrostática   fundamentos
Eletrostática fundamentos
Marco Antonio Sanches
 
Eletrização
EletrizaçãoEletrização
Eletrização
Vlamir Gama Rocha
 
Atividade 01 lab inf 3º ano
Atividade 01 lab inf 3º anoAtividade 01 lab inf 3º ano
Atividade 01 lab inf 3º ano
Prof X
 
Introdução à eletricidade
Introdução à eletricidadeIntrodução à eletricidade
Introdução à eletricidade
Marcelo Ipiau
 
Exercícios de eletrostática
Exercícios de eletrostáticaExercícios de eletrostática
Exercícios de eletrostática
Roberto Bagatini
 
Reatividade metais 2006
Reatividade metais 2006Reatividade metais 2006
Reatividade metais 2006
Tuninho Do Rock
 
Apostila Eletricidade Básica.pdf
Apostila Eletricidade Básica.pdfApostila Eletricidade Básica.pdf
Apostila Eletricidade Básica.pdf
NatanaelGeraldoSilva
 
Roteiro 1 atividades investigativas no computador
Roteiro 1 atividades investigativas no computadorRoteiro 1 atividades investigativas no computador
Roteiro 1 atividades investigativas no computador
Samuel Robaert
 
Quimica 1
Quimica 1 Quimica 1
Quimica 1
larissahaas
 
Aula 1
Aula 1Aula 1
Documento eletrico
Documento eletricoDocumento eletrico
Documento eletrico
Nazildo Souza
 

Semelhante a Exercicio de Eletrização (20)

Exercício - 3° série - Vesp..doc
Exercício - 3° série - Vesp..docExercício - 3° série - Vesp..doc
Exercício - 3° série - Vesp..doc
 
Exercícios eletrostática
Exercícios eletrostáticaExercícios eletrostática
Exercícios eletrostática
 
Atividades de fisica i, ii, iii e iv bimestre de 2020
Atividades de fisica  i, ii, iii e iv bimestre de 2020Atividades de fisica  i, ii, iii e iv bimestre de 2020
Atividades de fisica i, ii, iii e iv bimestre de 2020
 
amanhaeletrizaçaoporatritocontatoinduçao.pdf
amanhaeletrizaçaoporatritocontatoinduçao.pdfamanhaeletrizaçaoporatritocontatoinduçao.pdf
amanhaeletrizaçaoporatritocontatoinduçao.pdf
 
Ap fisica modulo 19 exercicios
Ap fisica modulo 19 exerciciosAp fisica modulo 19 exercicios
Ap fisica modulo 19 exercicios
 
1ºlista eletrostática eletrização.
1ºlista eletrostática eletrização.1ºlista eletrostática eletrização.
1ºlista eletrostática eletrização.
 
3 eletrostatica
3 eletrostatica3 eletrostatica
3 eletrostatica
 
Lista 16 eletrostatica1
Lista 16 eletrostatica1Lista 16 eletrostatica1
Lista 16 eletrostatica1
 
Lista 01 eletrostatica
Lista 01 eletrostaticaLista 01 eletrostatica
Lista 01 eletrostatica
 
Eletrostática fundamentos
Eletrostática   fundamentosEletrostática   fundamentos
Eletrostática fundamentos
 
Eletrização
EletrizaçãoEletrização
Eletrização
 
Atividade 01 lab inf 3º ano
Atividade 01 lab inf 3º anoAtividade 01 lab inf 3º ano
Atividade 01 lab inf 3º ano
 
Introdução à eletricidade
Introdução à eletricidadeIntrodução à eletricidade
Introdução à eletricidade
 
Exercícios de eletrostática
Exercícios de eletrostáticaExercícios de eletrostática
Exercícios de eletrostática
 
Reatividade metais 2006
Reatividade metais 2006Reatividade metais 2006
Reatividade metais 2006
 
Apostila Eletricidade Básica.pdf
Apostila Eletricidade Básica.pdfApostila Eletricidade Básica.pdf
Apostila Eletricidade Básica.pdf
 
Roteiro 1 atividades investigativas no computador
Roteiro 1 atividades investigativas no computadorRoteiro 1 atividades investigativas no computador
Roteiro 1 atividades investigativas no computador
 
Quimica 1
Quimica 1 Quimica 1
Quimica 1
 
Aula 1
Aula 1Aula 1
Aula 1
 
Documento eletrico
Documento eletricoDocumento eletrico
Documento eletrico
 

Mais de Daniel Brito

Ordem bipolar da guerra fria
Ordem bipolar da guerra friaOrdem bipolar da guerra fria
Ordem bipolar da guerra fria
Daniel Brito
 
Bric's
Bric'sBric's
Bric's
Daniel Brito
 
Arcadismo
ArcadismoArcadismo
Arcadismo
Daniel Brito
 
Bebidas Alcoolicas
Bebidas AlcoolicasBebidas Alcoolicas
Bebidas Alcoolicas
Daniel Brito
 
Blocos Economicos
Blocos EconomicosBlocos Economicos
Blocos Economicos
Daniel Brito
 
Religiosidade Na ESPANHA
Religiosidade Na ESPANHAReligiosidade Na ESPANHA
Religiosidade Na ESPANHA
Daniel Brito
 
Simulado Rumo Ao IFPA Campus Belém
Simulado Rumo Ao IFPA Campus BelémSimulado Rumo Ao IFPA Campus Belém
Simulado Rumo Ao IFPA Campus Belém
Daniel Brito
 
A regência verbal e nominal
A regência verbal e nominalA regência verbal e nominal
A regência verbal e nominal
Daniel Brito
 

Mais de Daniel Brito (8)

Ordem bipolar da guerra fria
Ordem bipolar da guerra friaOrdem bipolar da guerra fria
Ordem bipolar da guerra fria
 
Bric's
Bric'sBric's
Bric's
 
Arcadismo
ArcadismoArcadismo
Arcadismo
 
Bebidas Alcoolicas
Bebidas AlcoolicasBebidas Alcoolicas
Bebidas Alcoolicas
 
Blocos Economicos
Blocos EconomicosBlocos Economicos
Blocos Economicos
 
Religiosidade Na ESPANHA
Religiosidade Na ESPANHAReligiosidade Na ESPANHA
Religiosidade Na ESPANHA
 
Simulado Rumo Ao IFPA Campus Belém
Simulado Rumo Ao IFPA Campus BelémSimulado Rumo Ao IFPA Campus Belém
Simulado Rumo Ao IFPA Campus Belém
 
A regência verbal e nominal
A regência verbal e nominalA regência verbal e nominal
A regência verbal e nominal
 

Último

Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIALA GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
ArapiracaNoticiasFat
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
MariaJooSilva58
 
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdfRelatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Falcão Brasil
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
Manuais Formação
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Falcão Brasil
 
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LEDPlano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
luggio9854
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdfAula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
ProfessoraSilmaraArg
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
Manuais Formação
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Falcão Brasil
 

Último (20)

Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIALA GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
 
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdfRelatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
Elogio da Saudade .
Elogio da Saudade                          .Elogio da Saudade                          .
Elogio da Saudade .
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
 
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LEDPlano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdfAula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
 
VIAGEM AO PASSADO -
VIAGEM AO PASSADO                        -VIAGEM AO PASSADO                        -
VIAGEM AO PASSADO -
 

Exercicio de Eletrização

  • 1. No: Nome: Ano: 9º Turma: Ensino Fundamental Data: EXERCÍCIOS SOBRE ELETRIZAÇÃO Profa.: Ana Paula Souto Observe a tabela Triboelétrica ao lado, que informa a tendência dos materiais a ganhar ou perder elétrons após a eletrização por atrito. Responda às questões 1, 2 e 3 abaixo: 1) Para cada combinação de materiais, que foram atritados um com o outro, INDIQUE:  A característica elétrica de cada material depois do atrito (neutro, eletrizado positivamente, eletrizado negativamente);  O resultado da transferência de elétrons entre os materiais (considerando que não há perda de elétrons para o ar); Siga o exemplo: a) Couro: Eletrizado positivamente/perdeu elétrons Papel: Eletrizado negativamente/ ganhou elétrons b) Pele humana seca: ____________________/________ PVC: _______________________________/________ c) borracha: ___________________________/________ vidro: ______________________________/________ d) lã: _________________________________/________ isopor: _____________________________/________ e) PVC: _______________________________/________ madeira: ___________________________/________ f) aço: _______________________________/________ couro: _____________________________/________ g) cabelo humano: _____________________/________ borracha dura: ______________________/________ h) filme PVC: __________________________/________ seda: ______________________________/________ i) poliéster: __________________________/________ pele humana seca: ___________________/________ 2) EXPLIQUE, a partir da tabela, o motivo de o material de Nylon ficar eletrizado positivamente e o de Isopor ficar eletrizado negativamente, depois do atrito entre eles (Nylon e Isopor). ___________________________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________________________ 3) Um bastão de vidro é atritado com um pedaço de papel filme e ambos ficam eletrizados. Sobre tal situação, é CORRETO afirmar que o bastão pode ter a) b) c) d) ganhado prótons e o papel filme ganhado elétrons. perdido prótons e o papel filme ganhado prótons. perdido elétrons e o papel filme ganhado elétrons ganhado elétrons e o papel filme perdido prótons.
  • 2. 4) Considere um experimento no qual foram seguidos os procedimentos abaixo:   Atritou-se uma esfera de isopor (presa a um fio isolante em um suporte também isolante) com camisa de poliéster; Atritou-se um bastão de vidro com um filme de PVC. Ao aproximar o bastão de vidro à esfera de isopor, observou-se que havia forte repulsão entre os materiais. a) Considerando que, ao serem eletrizados, a esfera de isopor adquire cargas elétricas (+) e a camisa de poliéster, cargas (-), qual deve ser o sinal das cargas do bastão de vidro eletrizado? JUSTIFIQUE sua resposta. ___________________________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________________________ b) O que deve acontecer se aproximarmos o filme de PVC da esfera de isopor? Haverá atração ou repulsão? JUSTIFIQUE sua resposta. ___________________________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________________________ 5) [UFMG] Em uma aula, o Prof. Antônio apresenta uma montagem com suporte isolante e duas esferas neutras dependuradas, como representado na figura ao lado. Uma das esferas é de plástico - material isolante - e a outra é de cobre - material condutor. Inicialmente, o Prof. Antônio aproxima um bastão eletricamente carregado (sem ocorre contato), primeiro, da esfera de plástico e, depois, da esfera de cobre. Com base nessas informações, é CORRETO afirmar que a) b) c) d) as duas esferas se afastam do bastão. as duas esferas se aproximam do bastão. a esfera de plástico não se movimenta e a de cobre se afasta do bastão. a esfera de plástico não se movimenta e a de cobre se aproxima do bastão. 6) Dispõe-se de quatro esferas metálicas (do mesmo tamanho e do mesmo material) A, B, C e D. Nenhuma delas está neutra. Verifica-se que A repele B, que A atrai C, que C repele D e que D está carregada positivamente. ESCREVA, em cada esfera abaixo, o nome de suas respectivas cargas elétricas. Esfera A Esfera B Esfera C 7) Um corpo eletricamente neutro a) b) c) d) não possui cargas negativas nem positivas. possui número diferente de cargas positivas e negativas. possui o mesmo número de cargas positivas e negativas. não existe, pois todos os corpos possuem cargas elétricas. Esfera D
  • 3. 8) Uma esfera metálica está presa por um fio isolante a um suporte também isolante. Um tubo de PVC eletrizado negativamente é aproximado da esfera, sem ocorrer contato. Inicialmente, observa-se uma atração entre o tubo de PVC e a esfera. A figura ilustra a situação A partir dessas informações, é CORRETO afirmar que a esfera a) b) c) d) transferiu elétrons para o tubo de PVC, tornou-se positiva e assim foi atraída. poderia estar neutra ou positivamente eletrizada e por isso foi atraída. estava eletrizada negativamente, por isso foi atraída pelo tubo de PVC. foi atraída porque era metálica, se fosse de material isolante seria repelida. 9) Observando as três figuras abaixo COMPLETE, nos retângulos, as respectivas formas de eletrização dos corpos: (a seta com dupla orientação exemplifica um movimento de vaivém) 10) No experimento em sala de aula, atritamos um canudinho em uma folha de papel. Ao aproximarmos esse canudinho eletrizado a pedaços de papel neutros, percebemos que houve atração. EXPLIQUE o motivo de os pedaços de papel serem atraídos pelo canudinho eletrizado. ___________________________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________________________ 11) EXPLIQUE o fato de, no experimento em sala de aula, o canudinho eletrizado por atrito ficar preso à parede e, depois de um certo tempo, cair. ___________________________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________________________ 12) EXPLIQUE o fato de os canudinhos eletrizados por atrito pelo mesmo material se repelirem. ___________________________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________________________
  • 4. GABARITO: 1) b) Pele humana seca: Eletrizado positivamente/perdeu elétrons PVC: Eletrizado negativamente/ ganhou elétrons c) borracha: Eletrizado negativamente/ ganhou elétrons vidro: Eletrizado positivamente/perdeu elétrons d) lã: Eletrizado positivamente/perdeu elétrons isopor: Eletrizado negativamente/ ganhou elétrons e) PVC: Eletrizado negativamente/ ganhou elétrons madeira: Eletrizado positivamente/perdeu elétrons f) aço: Eletrizado negativamente/ ganhou elétrons couro: Eletrizado positivamente/perdeu elétrons g) cabelo humano: Eletrizado positivamente/perdeu elétrons borracha dura: Eletrizado negativamente/ ganhou elétrons h) filme PVC: Eletrizado negativamente/ ganhou elétrons seda: Eletrizado positivamente/perdeu elétrons i) poliéster: Eletrizado negativamente/ ganhou elétrons pele humana seca: Eletrizado positivamente/perdeu elétrons 2) A partir da tabela, pode-se observar que o Nylon tem mais tendência a perder elétrons e o Isopor tem mais tendência a ganhar elétrons. Assim, quando se atrita esses dois materiais há uma transferência de elétrons do Nylon para o Isopor. O resultado é o Nylon ficar eletrizado positivamente e o Isopor ficar eletrizado negativamente. 3) B (vidro tem mais tendência de perder elétrons do que o papel filme. Transferência de elétrons do vidro para o papel filme de PVC) 4.a) O bastão de vidro apresenta cargas positivas, pois cargas de mesmo sinal se repelem. b) Uma vez que o bastão de vidro ficou eletrizado positivamente (como indicado no item anterior), significa que houve transferência de elétrons do bastão para o filme de PVC, que ficou eletrizado negativamente. Como o isopor está eletrizado positivamente, haverá atração ao aproximá-lo ao filme de PVC, pois materiais eletrizados com cargas diferentes se atraem. 5) B (todo material eletrizado atrai materiais neutros, bons e maus condutores elétricos) 6) D+, C+, A-, B7) C 8) B 9) Eletrização por atrito ; eletrização por contato 10) Todo material eletrizado, como o canudinho, atrai materiais neutros, como os pedaços de papel. 11) Todo material eletrizado, como o canudinho, atrai materiais neutros, como a parede. Além disso, o canudinho interage com o ar, possibilitando que as moléculas de água conduzam o excesso de cargas para a terra. 12) Por terem sido eletrizado por atrito com o mesmo material, os dois canudinhos ficaram eletrizados com a mesma carga. Assim, quando cargas do mesmo sinal se aproximam, elas se repelem.