SlideShare uma empresa Scribd logo
Ética na Computação Jacques P. Sauvé Novembro de 2006
Definições de  “Ética na Computação” Como problemas éticos são agravados ou transformados pela Tecnologia de Informação (TI) Definições de políticas sobre como TI deveria ser usada O que é adequado? O que não o é? Impacto de TI sobre valores humanos tais como saúde, riqueza, oportunidades, liberdade, democracia, conhecimento, privacidade, segurança, realização pessoal, etc. Padrões de conduta de profissionais da computação (ética profissional)
Exemplos de Problemas de Ética Independentemente da definição usada, podemos examinar tópicos típicos relacionados à ética Computadores no trabalho Crime com computador Privacidade e anonimato Propriedade intelectual Globalização  Ética profissional
Computadores no trabalho (Problemas éticos e sociais que surgem com a TI no trabalho) Computadores geram desemprego Mas ... criam outros empregos Computadores alteram muitos empregos Por exemplo, trabalhadores ficam meramente apertando botões e perdem  skills Mas ... certos novos empregos precisam de  skills  altamente sofisticados Computadores podem afetar a saúde das pessoas Stress, LER, radiação de monitores, ...
Crime com computador Vírus,  worms , cavalos de Tróia, bombas lógicas Fraude Freqüentemente perpetrada através de profissionais de computação
Privacidade e anonimato Acesso a grandes bancos de dados com informação pessoal sobre cidadãos Acesso a informação sensível Informação médica, p. ex. Anonimato pode funcionar como uma forma de obter privacidade Mas pode ser usado para lavagem de dinheiro, comércio de drogas, terrorismo ou se aproveitar de gente indefesa
Propriedade intelectual Há debates sobre o que pode ser protegido na área de software Código fonte? Código objeto? Algoritmo?  Look-and-feel ? Como proteger? Patente? Copyright? Há problemas imensos com pirataria Há investidas com  Free   Software Há um grande debate sobre a obtenção de patentes sobre algoritmos Limitar a ciência? Só grandes empresas teriam cacife para fazer software?
Globalização Grandes redes como a Internet e a Web podem ter grande impacto Homogeneização da cultura? As leis de que país se aplicam quando estou na rede? Que práticas de negócio são aceitáveis quando estou na rede? Aumentaremos o hiato entre ricos e pobres? No final das contas, a TI é boa? Quando? Onde?
Ética profissional Examinando o código de Ética da ACM Como o profissional deve se comportar? Veremos o código da ACM: Imperativos morais gerais Responsabilidades profissionais específicas Imperativos de liderança organizacional Na sua vida profissional, siga esses princípios éticos
Imperativos morais gerais Devo contribuir para a sociedade e o bem-estar humano Devo evitar causar mal/danos a outros Devo ser honesto e digno de confiança Devo ser justo e agir para não discriminar Devo honrar direitos de propriedade, incluindo  copyrights  e patentes Devo dar crédito adequado à propriedade intelectual Devo respeitar a privacidade dos outros Devo honrar acordos de confiança
Responsabilidades profissionais específicas (1) Devo tentar atingir a máxima qualidade, eficácia e dignidade nos processos e produtos de trabalho profissional Devo adquirir e manter competência profissional Devo conhecer e respeitar as leis relacionadas ao trabalho profissional Devo aceitar e prover avaliação ("review“) profissional apropriada
Responsabilidades profissionais específicas (2) Devo dar avaliações de sistemas de computadores e seu impacto de forma compreensiva e completa, incluindo uma análise de possíveis riscos Devo honrar contratos, acordos e responsabilidades designadas Devo melhorar o conhecimento público da computação e de suas conseqüências Devo acessar recursos de computação e comunicação apenas quando receber autorização para tal
Imperativos de liderança organizacional (1) Articular responsabilidades sociais dos membros de uma unidade organizacional e encorajar a aceitação plena dessas responsabilidades Gerenciar recursos humanos e materiais para projetar e construir sistemas de informação que melhorem a qualidade de vida Reconhecer usos autorizados dos recursos computacionais e de comunicação de uma organização
Imperativos de liderança organizacional (2) Assegurar que usuários e outros que serão afetados por um sistema tenham suas necessidades claramente articuladas durante a avaliação e o projeto de requisitos; eventualmente, o sistema deve ser validado contra esses requisitos Articular e dar suporte a políticas que protejam a dignidade de usuários e outros afetados por um sistema computacional Criar oportunidades para que os membros da organização aprendam os princípios e limitações de sistemas computacionais
Referências http://plato.stanford.edu/entries/ethics-computer/ http://www.acm.org/constitution/code.html http:// www.google.com/corporate/software_principles.html
Obrigado.

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Etica

etica.ppt
etica.pptetica.ppt
etica.ppt
Edmundo Seifert
 
79270375 seguranca
79270375 seguranca79270375 seguranca
79270375 seguranca
Marco Guimarães
 
Sig parte 6
Sig parte 6Sig parte 6
Sig parte 6
Pedro Neto
 
Código de ética na informática
Código de ética na informáticaCódigo de ética na informática
Código de ética na informática
Wesley Germano Otávio
 
Etica informatica MENO SILVA UNTL
Etica informatica MENO SILVA UNTLEtica informatica MENO SILVA UNTL
Etica informatica MENO SILVA UNTL
Bua-Nurak Gimata
 
Sistemas da Informação - Etica
Sistemas da Informação - EticaSistemas da Informação - Etica
Sistemas da Informação - Etica
Universal.org.mx
 
LIVRO PROPRIETÁRIO - CENÁRIOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO
LIVRO PROPRIETÁRIO - CENÁRIOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃOLIVRO PROPRIETÁRIO - CENÁRIOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO
LIVRO PROPRIETÁRIO - CENÁRIOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO
Os Fantasmas !
 
Comitê Digital - Código de Conduta Digital
Comitê Digital - Código de Conduta DigitalComitê Digital - Código de Conduta Digital
Comitê Digital - Código de Conduta Digital
aberje
 
Gesiti seguranca,inovacao-e-sociedade abipti
Gesiti seguranca,inovacao-e-sociedade abiptiGesiti seguranca,inovacao-e-sociedade abipti
Gesiti seguranca,inovacao-e-sociedade abipti
University of North Carolina at Chapel Hill
 
Gesiti seguranca,inovacao-e-sociedade abipti
Gesiti seguranca,inovacao-e-sociedade abiptiGesiti seguranca,inovacao-e-sociedade abipti
Gesiti seguranca,inovacao-e-sociedade abipti
University of North Carolina at Chapel Hill Balloni
 
Ismai05
Ismai05Ismai05
Ismai05
Marco Coelho
 
Ética em Inteligência Artificial - Demandas
Ética em Inteligência Artificial - DemandasÉtica em Inteligência Artificial - Demandas
Ética em Inteligência Artificial - Demandas
ssuser152941
 
Informatica
InformaticaInformatica
Informatica
Lucas Dos Santos
 
WSI Digital Summit 2016 - Como as Empresas podem ter Sucesso neste Mundo comp...
WSI Digital Summit 2016 - Como as Empresas podem ter Sucesso neste Mundo comp...WSI Digital Summit 2016 - Como as Empresas podem ter Sucesso neste Mundo comp...
WSI Digital Summit 2016 - Como as Empresas podem ter Sucesso neste Mundo comp...
WSI Digital Marketing
 
Capítulo 12 - Questões éticas e sociais em sistemas de informação
Capítulo 12 - Questões éticas e sociais em sistemas de informaçãoCapítulo 12 - Questões éticas e sociais em sistemas de informação
Capítulo 12 - Questões éticas e sociais em sistemas de informação
Everton Souza
 
Ética e Deontologia em Engenharia de Software
Ética e Deontologia em Engenharia de SoftwareÉtica e Deontologia em Engenharia de Software
Ética e Deontologia em Engenharia de Software
Pedro Monteiro
 
[36717-11301-1-571046][31100-36717]AD4_Envio_versao_final_artigo_apos_defesa
[36717-11301-1-571046][31100-36717]AD4_Envio_versao_final_artigo_apos_defesa[36717-11301-1-571046][31100-36717]AD4_Envio_versao_final_artigo_apos_defesa
[36717-11301-1-571046][31100-36717]AD4_Envio_versao_final_artigo_apos_defesa
Luciano Madeira
 
Aula 2 - Governança da Internet
Aula 2 - Governança da InternetAula 2 - Governança da Internet
Aula 2 - Governança da Internet
Diólia de Carvalho Graziano
 
Engenharia social
Engenharia socialEngenharia social
Engenharia social
Kurte Wagner
 
Tutorialitil2
Tutorialitil2Tutorialitil2
Tutorialitil2
Nicole Aires
 

Semelhante a Etica (20)

etica.ppt
etica.pptetica.ppt
etica.ppt
 
79270375 seguranca
79270375 seguranca79270375 seguranca
79270375 seguranca
 
Sig parte 6
Sig parte 6Sig parte 6
Sig parte 6
 
Código de ética na informática
Código de ética na informáticaCódigo de ética na informática
Código de ética na informática
 
Etica informatica MENO SILVA UNTL
Etica informatica MENO SILVA UNTLEtica informatica MENO SILVA UNTL
Etica informatica MENO SILVA UNTL
 
Sistemas da Informação - Etica
Sistemas da Informação - EticaSistemas da Informação - Etica
Sistemas da Informação - Etica
 
LIVRO PROPRIETÁRIO - CENÁRIOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO
LIVRO PROPRIETÁRIO - CENÁRIOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃOLIVRO PROPRIETÁRIO - CENÁRIOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO
LIVRO PROPRIETÁRIO - CENÁRIOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO
 
Comitê Digital - Código de Conduta Digital
Comitê Digital - Código de Conduta DigitalComitê Digital - Código de Conduta Digital
Comitê Digital - Código de Conduta Digital
 
Gesiti seguranca,inovacao-e-sociedade abipti
Gesiti seguranca,inovacao-e-sociedade abiptiGesiti seguranca,inovacao-e-sociedade abipti
Gesiti seguranca,inovacao-e-sociedade abipti
 
Gesiti seguranca,inovacao-e-sociedade abipti
Gesiti seguranca,inovacao-e-sociedade abiptiGesiti seguranca,inovacao-e-sociedade abipti
Gesiti seguranca,inovacao-e-sociedade abipti
 
Ismai05
Ismai05Ismai05
Ismai05
 
Ética em Inteligência Artificial - Demandas
Ética em Inteligência Artificial - DemandasÉtica em Inteligência Artificial - Demandas
Ética em Inteligência Artificial - Demandas
 
Informatica
InformaticaInformatica
Informatica
 
WSI Digital Summit 2016 - Como as Empresas podem ter Sucesso neste Mundo comp...
WSI Digital Summit 2016 - Como as Empresas podem ter Sucesso neste Mundo comp...WSI Digital Summit 2016 - Como as Empresas podem ter Sucesso neste Mundo comp...
WSI Digital Summit 2016 - Como as Empresas podem ter Sucesso neste Mundo comp...
 
Capítulo 12 - Questões éticas e sociais em sistemas de informação
Capítulo 12 - Questões éticas e sociais em sistemas de informaçãoCapítulo 12 - Questões éticas e sociais em sistemas de informação
Capítulo 12 - Questões éticas e sociais em sistemas de informação
 
Ética e Deontologia em Engenharia de Software
Ética e Deontologia em Engenharia de SoftwareÉtica e Deontologia em Engenharia de Software
Ética e Deontologia em Engenharia de Software
 
[36717-11301-1-571046][31100-36717]AD4_Envio_versao_final_artigo_apos_defesa
[36717-11301-1-571046][31100-36717]AD4_Envio_versao_final_artigo_apos_defesa[36717-11301-1-571046][31100-36717]AD4_Envio_versao_final_artigo_apos_defesa
[36717-11301-1-571046][31100-36717]AD4_Envio_versao_final_artigo_apos_defesa
 
Aula 2 - Governança da Internet
Aula 2 - Governança da InternetAula 2 - Governança da Internet
Aula 2 - Governança da Internet
 
Engenharia social
Engenharia socialEngenharia social
Engenharia social
 
Tutorialitil2
Tutorialitil2Tutorialitil2
Tutorialitil2
 

Último

Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
Ceiça Martins Vital
 
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Luzia Gabriele
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Falcão Brasil
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
SheylaAlves6
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
Manuais Formação
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Falcão Brasil
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
Marcelo Botura
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Falcão Brasil
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
 
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
 

Etica

  • 1. Ética na Computação Jacques P. Sauvé Novembro de 2006
  • 2. Definições de “Ética na Computação” Como problemas éticos são agravados ou transformados pela Tecnologia de Informação (TI) Definições de políticas sobre como TI deveria ser usada O que é adequado? O que não o é? Impacto de TI sobre valores humanos tais como saúde, riqueza, oportunidades, liberdade, democracia, conhecimento, privacidade, segurança, realização pessoal, etc. Padrões de conduta de profissionais da computação (ética profissional)
  • 3. Exemplos de Problemas de Ética Independentemente da definição usada, podemos examinar tópicos típicos relacionados à ética Computadores no trabalho Crime com computador Privacidade e anonimato Propriedade intelectual Globalização Ética profissional
  • 4. Computadores no trabalho (Problemas éticos e sociais que surgem com a TI no trabalho) Computadores geram desemprego Mas ... criam outros empregos Computadores alteram muitos empregos Por exemplo, trabalhadores ficam meramente apertando botões e perdem skills Mas ... certos novos empregos precisam de skills altamente sofisticados Computadores podem afetar a saúde das pessoas Stress, LER, radiação de monitores, ...
  • 5. Crime com computador Vírus, worms , cavalos de Tróia, bombas lógicas Fraude Freqüentemente perpetrada através de profissionais de computação
  • 6. Privacidade e anonimato Acesso a grandes bancos de dados com informação pessoal sobre cidadãos Acesso a informação sensível Informação médica, p. ex. Anonimato pode funcionar como uma forma de obter privacidade Mas pode ser usado para lavagem de dinheiro, comércio de drogas, terrorismo ou se aproveitar de gente indefesa
  • 7. Propriedade intelectual Há debates sobre o que pode ser protegido na área de software Código fonte? Código objeto? Algoritmo? Look-and-feel ? Como proteger? Patente? Copyright? Há problemas imensos com pirataria Há investidas com Free Software Há um grande debate sobre a obtenção de patentes sobre algoritmos Limitar a ciência? Só grandes empresas teriam cacife para fazer software?
  • 8. Globalização Grandes redes como a Internet e a Web podem ter grande impacto Homogeneização da cultura? As leis de que país se aplicam quando estou na rede? Que práticas de negócio são aceitáveis quando estou na rede? Aumentaremos o hiato entre ricos e pobres? No final das contas, a TI é boa? Quando? Onde?
  • 9. Ética profissional Examinando o código de Ética da ACM Como o profissional deve se comportar? Veremos o código da ACM: Imperativos morais gerais Responsabilidades profissionais específicas Imperativos de liderança organizacional Na sua vida profissional, siga esses princípios éticos
  • 10. Imperativos morais gerais Devo contribuir para a sociedade e o bem-estar humano Devo evitar causar mal/danos a outros Devo ser honesto e digno de confiança Devo ser justo e agir para não discriminar Devo honrar direitos de propriedade, incluindo copyrights e patentes Devo dar crédito adequado à propriedade intelectual Devo respeitar a privacidade dos outros Devo honrar acordos de confiança
  • 11. Responsabilidades profissionais específicas (1) Devo tentar atingir a máxima qualidade, eficácia e dignidade nos processos e produtos de trabalho profissional Devo adquirir e manter competência profissional Devo conhecer e respeitar as leis relacionadas ao trabalho profissional Devo aceitar e prover avaliação ("review“) profissional apropriada
  • 12. Responsabilidades profissionais específicas (2) Devo dar avaliações de sistemas de computadores e seu impacto de forma compreensiva e completa, incluindo uma análise de possíveis riscos Devo honrar contratos, acordos e responsabilidades designadas Devo melhorar o conhecimento público da computação e de suas conseqüências Devo acessar recursos de computação e comunicação apenas quando receber autorização para tal
  • 13. Imperativos de liderança organizacional (1) Articular responsabilidades sociais dos membros de uma unidade organizacional e encorajar a aceitação plena dessas responsabilidades Gerenciar recursos humanos e materiais para projetar e construir sistemas de informação que melhorem a qualidade de vida Reconhecer usos autorizados dos recursos computacionais e de comunicação de uma organização
  • 14. Imperativos de liderança organizacional (2) Assegurar que usuários e outros que serão afetados por um sistema tenham suas necessidades claramente articuladas durante a avaliação e o projeto de requisitos; eventualmente, o sistema deve ser validado contra esses requisitos Articular e dar suporte a políticas que protejam a dignidade de usuários e outros afetados por um sistema computacional Criar oportunidades para que os membros da organização aprendam os princípios e limitações de sistemas computacionais