SlideShare uma empresa Scribd logo
Estrutura
geológica,
relevo
e
riquezas
minerais na Amazônia

Professor : Rubenilton Rodrigues
Rubenilton Rodrigues

Arcabouço geológico e a sociedade

No decorrer da evolução humana e
crescente domínio
de tecnologias, a
natureza
veio
sendo
transformada, adaptada e mercantilizada.
O advento da agricultura, da siderurgia e
metalurgia imprimiu uma exploração
crescente da litosfera¹.
________________________
1. Litosfera¹: Camada rochosa da Terra que envolve rochas e
solos
Rubenilton Rodrigues

Formação geológica inicial da Amazônia: os
crátons e suas riquezas
Situada numa
estável
região
geológica,
distante
da zona de colisão
das placas tectônicas
e constituídas de
rochas
muito
antigas, descrevemo
s a base da estrutura
geológica amazônica
inicial.
Fig. 1 – rochas magmáticas
Quadro 1 – Eras geológicas e os principais acontecimentos no Brasil e no Mundo

Características ou acontecimentos
ERAS

Cenozoica

Mesozoica

Paleozoica
Arqueozoica e Proterozoica
(Pré-Cambriano)

Gerais

No Brasil

• Formação das cordilheiras atuais:
Alpes, Andes, Himalaia, Rochosas
(Terciário)
• Internas glaciações, na América do
Norte, a glaciação chegou a região dos
Grandes Lagos

• Formação das bacias sedimentares
terciários e quaternários (Pantanal,
Amazônia etc.)
• Atividade vulcânica e formação de
ilhas vulcânicas ( Arquipélago de
Noronha, Ilha trindade e outras)

•
•
•
•

Intensa atividade vulcânica
Início da separação dos continentes
Formação do petróleo
Formação de bacias sedimentares

• Derrames basálticos na Região Sul (
Formação
do
planalto
arenitobasáltico)
• Formação do petróleo
• Formação de bacias sedimentares

• Desenvolvimento do processo
de
sedimentação e formação de bacias
sedimentares
• Formação de jazidas carboníferas

• Formação de bacias sedimentares
antigas
• Formação de bacias carboníferas do
sul do país

• Formação das rochas mais antigas
(magmáticas)
• Formação dos escudos cristalinos
• Formação de minerais metálicas

• Formação dos escudos cristalinos
(Brasileiro e Guiano)
• Formação das
jazidas minerais
metálicas
• Formação das serras do mar e
mantiqueira

Fonte: LEINZ, Victor e Amaral, Sérgio Estanislau do. Geologia Geral, 12 ed. São Paulo: Nacional, 1995.
Rubenilton Rodrigues

O
início
da
sedimentares

formação

das

bacias

O
relevo
terrestre
é
formado
por
forças
antagônicas, opostas, onde as forças internas ou endógenas da Terra (o
magma em correntes de convecção², o movimento das placas e
outros) trabalham na construção do relevo. Já os agentes externos (ou
exógenos), erosivos, entalham, modelam e esculpem as formas
diversas em variados contextos de climas diferentes.
Fig. 2 – Forças
antagônicas que
agem sobre a
formação
do
relevo terrestre

Forças Exógenas
Denudação

Transporte

Forças Endógenas
Rubenilton Rodrigues

A) Quanto a Amazônia era um mar: a formação de petróleo e o
gás na Amazônia.
Estudos geológicos apontam
que o início da formação das bacias
sedimentares ocorreu na Era Paleozoica
e se estende até os dias atuais, pois a
Bacia Amazônica ainda recebe enorme
carga de sedimentos que descem dos
Andes, pela ação das águas. Esse
enorme período de formação da bacia
sedimentar amazônica é dominado por
Éon Fanerozoico.
No Paleozoico, entre os
períodos Devoniano e Carbonífero, o
cráton amazônico sofreu um processo de
rebaixamento chamado subsidência e o
mar
invadiu
a
Bacia
Amazônica,
fenômeno
denominado
Transgressão Marinha. Esse imenso
mar permaneceu durante longo intervalo
de tempo, recebendo sedimentos e
dando continuidade ao processo
de
deposição sedimentar.

Fig 3 – Cachoeira de Pedra Furada no município
de Presidente Figueiredo
Rubenilton Rodrigues

B) O recuo do mar: fecha-se o canal do oceano Pacífico e a
guinada para o Atlântico
Na era Mesozoica (período
jurássico – 180 milhões de anos), se inicia
a separação entre os continentes africano
e Sul-Americano, devido à movimentação
das placas tectônicas, onde ocorrem
imensos derrames de magma no
Brasil, chamados derrames basálticos. A
América do Sul, conforme vai se
separando da África, começa aí o encontro
das placas, a de Nazca, no Oceano
Pacífico. O choque dessas duas placas sul
– americana e nazca vai gerar o
soerguimento e dobramento (Orogênese)
da primeira, surgindo a Cordilheira dos
Andes, que lentamente vai fechando a
entrada do Oceano Pacífico na Bacia
Amazônica. À medida que os Andes
continuam a soerguer, o mar amazônico
vai recuando e declividade passa a escoar
as águas para Oceano Atlântico, onde se
encontra a sua foz.

Fonte: google
Rubenilton Rodrigues

O geomorfologia da Amazônia
Geologicamente, limita-se ao norte e ao sul com os
escudos cristalinos brasileiros e das guianas, respectivamente;
ao longo da borda oeste, com a Cordilheira dos Andes. Entre as
feições antigas existentes, encontra-se uma depressão preenchida
por uma cobertura sedimentar de caráter fluvial e lacustre. Ao
norte e ao sul da calha do médio e baixo rio Amazonas, os
escudos cristalinos e os sedimentos terciários. Todas estas e outras
formações
geológicas
datam
de
milhões
de
anos.
Fig . 4 – esboço gráfico amazônico

Perfil Norte-Sul da Região Amazônica
Planalto Residual
Norte- Amazônica

Depressão
Marginal do
Norte- Amazônica

Planalto da
Amazônia
oriental

Planície
Amazônica

Planalto Residual
Sul- Amazônica
Fig. 5 – brasil as grandes unidades estruturais (Petri & Faúlfaro, 1983)
A

B
A

B

Fonte: Google
Rubenilton Rodrigues

Planaltos
 São

formas
residuais, pois estão
cercadas por áreas
mais
baixas
que
ressaltam seus relevos
mais
altos
que
ofereceram
maior
resistência
aos
agentes erosivos
 São encontrados em
estruturas
sedimentares ou em
escudos cristalinos.
Fonte: Google
Rubenilton Rodrigues

Depressões






São unidades geradas por
erosão
diferencial, geradas no
contato entre estruturas
mais
resistentes
(cristalinas) e estruturas
mais
frágeis
(sedimentares).
Apesar de terem altitudes
baixas
como
as
planícies, predominam a
erosão nessas unidades.
Trata-se da unidade de
relevo mais comum do
Amazonas, segundo o
IBGE.
Rubenilton Rodrigues

Planícies
 Essencialmente

planas; difere pois recebem
sedimentos ,estando em estado de deposição
recente “aluvial”.
 São as menores unidades do relevo existentes
tanto na Amazônia quanto no Brasil.
 Na
Amazônia
predominam
as
planícies
fluviais, apesar da existência das litorâneas.
Estrutura geológica, relevo e riquezas minerais da Amazônia
Estrutura geológica, relevo e riquezas minerais da Amazônia
Rubenilton Rodrigues

O relevo na Amazônia

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Climas do Brasil
Climas do BrasilClimas do Brasil
Climas do Brasil
moajr2
 
Relevo nordestino
Relevo nordestinoRelevo nordestino
Relevo nordestino
profleofonseca
 
Regioes brasil
Regioes brasilRegioes brasil
Regioes brasil
Prof.Paulo/geografia
 
Relevo agentes formadores e erosivos
Relevo agentes formadores e erosivosRelevo agentes formadores e erosivos
Relevo agentes formadores e erosivos
Professor
 
A estrutura da terra 6o ano
A estrutura da terra 6o anoA estrutura da terra 6o ano
A estrutura da terra 6o ano
Nahya Paola Souza
 
Estrutura interna da terra
Estrutura interna da terraEstrutura interna da terra
As Bacias Hidrográficas - 6º Ano (2017)
As Bacias Hidrográficas - 6º Ano (2017)As Bacias Hidrográficas - 6º Ano (2017)
As Bacias Hidrográficas - 6º Ano (2017)
Nefer19
 
Estrutura geológica e formas de relevo terrestre - atualizado
Estrutura geológica e formas de relevo terrestre - atualizadoEstrutura geológica e formas de relevo terrestre - atualizado
Estrutura geológica e formas de relevo terrestre - atualizado
Jones Godinho
 
Localização do território brasileiro
Localização do território brasileiroLocalização do território brasileiro
Localização do território brasileiro
Gabrielly Peixoto
 
Relevo Brasileiro
 Relevo Brasileiro Relevo Brasileiro
Relevo Brasileiro
Stéfano Silveira
 
Litosfera
LitosferaLitosfera
Brasil – domínios morfoclimáticos
Brasil – domínios morfoclimáticosBrasil – domínios morfoclimáticos
Brasil – domínios morfoclimáticos
Professor
 
Formas de relevo e morfologia litorânea
Formas de relevo e morfologia litorâneaFormas de relevo e morfologia litorânea
Formas de relevo e morfologia litorânea
Gerson Coppes
 
Hidrografia geral e do Brasileira
Hidrografia geral e do Brasileira Hidrografia geral e do Brasileira
Hidrografia geral e do Brasileira
Artur Lara
 
Nordeste
NordesteNordeste
Região centro oeste
Região centro oesteRegião centro oeste
Região centro oeste
John Joseph
 
Dinâmica da terra
Dinâmica da terraDinâmica da terra
Dinâmica da terra
Raquel Avila
 
Domínios Morfoclimáticos do Brasil
Domínios Morfoclimáticos do BrasilDomínios Morfoclimáticos do Brasil
Domínios Morfoclimáticos do Brasil
Rogério Bartilotti
 
Biomas do brasil (Prof° Elves Alves)
Biomas do brasil (Prof° Elves Alves)Biomas do brasil (Prof° Elves Alves)
Biomas do brasil (Prof° Elves Alves)
elves0927
 
Eras geológicas
Eras geológicasEras geológicas
Eras geológicas
Cláudia Moura
 

Mais procurados (20)

Climas do Brasil
Climas do BrasilClimas do Brasil
Climas do Brasil
 
Relevo nordestino
Relevo nordestinoRelevo nordestino
Relevo nordestino
 
Regioes brasil
Regioes brasilRegioes brasil
Regioes brasil
 
Relevo agentes formadores e erosivos
Relevo agentes formadores e erosivosRelevo agentes formadores e erosivos
Relevo agentes formadores e erosivos
 
A estrutura da terra 6o ano
A estrutura da terra 6o anoA estrutura da terra 6o ano
A estrutura da terra 6o ano
 
Estrutura interna da terra
Estrutura interna da terraEstrutura interna da terra
Estrutura interna da terra
 
As Bacias Hidrográficas - 6º Ano (2017)
As Bacias Hidrográficas - 6º Ano (2017)As Bacias Hidrográficas - 6º Ano (2017)
As Bacias Hidrográficas - 6º Ano (2017)
 
Estrutura geológica e formas de relevo terrestre - atualizado
Estrutura geológica e formas de relevo terrestre - atualizadoEstrutura geológica e formas de relevo terrestre - atualizado
Estrutura geológica e formas de relevo terrestre - atualizado
 
Localização do território brasileiro
Localização do território brasileiroLocalização do território brasileiro
Localização do território brasileiro
 
Relevo Brasileiro
 Relevo Brasileiro Relevo Brasileiro
Relevo Brasileiro
 
Litosfera
LitosferaLitosfera
Litosfera
 
Brasil – domínios morfoclimáticos
Brasil – domínios morfoclimáticosBrasil – domínios morfoclimáticos
Brasil – domínios morfoclimáticos
 
Formas de relevo e morfologia litorânea
Formas de relevo e morfologia litorâneaFormas de relevo e morfologia litorânea
Formas de relevo e morfologia litorânea
 
Hidrografia geral e do Brasileira
Hidrografia geral e do Brasileira Hidrografia geral e do Brasileira
Hidrografia geral e do Brasileira
 
Nordeste
NordesteNordeste
Nordeste
 
Região centro oeste
Região centro oesteRegião centro oeste
Região centro oeste
 
Dinâmica da terra
Dinâmica da terraDinâmica da terra
Dinâmica da terra
 
Domínios Morfoclimáticos do Brasil
Domínios Morfoclimáticos do BrasilDomínios Morfoclimáticos do Brasil
Domínios Morfoclimáticos do Brasil
 
Biomas do brasil (Prof° Elves Alves)
Biomas do brasil (Prof° Elves Alves)Biomas do brasil (Prof° Elves Alves)
Biomas do brasil (Prof° Elves Alves)
 
Eras geológicas
Eras geológicasEras geológicas
Eras geológicas
 

Destaque

Tipos de investigacion
Tipos de investigacionTipos de investigacion
Tipos de investigacion
Fred Anco Ramirez
 
Eras geológicas no brasil
Eras geológicas no brasilEras geológicas no brasil
Eras geológicas no brasil
geolourdes
 
Apresentação amazônia
Apresentação   amazôniaApresentação   amazônia
Apresentação amazônia
Victor Ygor
 
Solos Da AmazôNia (Pedologia)
Solos Da AmazôNia (Pedologia)Solos Da AmazôNia (Pedologia)
Solos Da AmazôNia (Pedologia)
Virna Salgado Barra
 
Solos do Amazonas
Solos do AmazonasSolos do Amazonas
Solos do Amazonas
Portal do Vestibulando
 
GEO PSC1 - Solos e Relevo da Amazônia
GEO PSC1 - Solos e Relevo da AmazôniaGEO PSC1 - Solos e Relevo da Amazônia
GEO PSC1 - Solos e Relevo da Amazônia
Diego Lopes
 
Estrutura Geológica do Brasil
Estrutura Geológica do BrasilEstrutura Geológica do Brasil
Estrutura Geológica do Brasil
Marco Santos
 
Algas.resumo
Algas.resumoAlgas.resumo
Algas.resumo
Edicléia Bonini
 
Relieful ghetarilor de calota
Relieful ghetarilor de calotaRelieful ghetarilor de calota
Relieful ghetarilor de calota
Ionut Dumitru
 
Formação das Ondas
Formação das OndasFormação das Ondas
Formação das Ondas
Filipe Marques
 
Modulo 16 - O Complexo Amazônico
Modulo 16  - O Complexo AmazônicoModulo 16  - O Complexo Amazônico
Modulo 16 - O Complexo Amazônico
Claudio Henrique Ramos Sales
 
Prof Demetrio Melo - Brasil: Estrutura Geológica e Relevo
Prof Demetrio Melo - Brasil: Estrutura Geológica e RelevoProf Demetrio Melo - Brasil: Estrutura Geológica e Relevo
Prof Demetrio Melo - Brasil: Estrutura Geológica e Relevo
Deto - Geografia
 
Solos tropicais e uso da terra
Solos tropicais e uso da terraSolos tropicais e uso da terra
Solos tropicais e uso da terra
Roberto Nunes
 
Bacia do Amazonas
Bacia do AmazonasBacia do Amazonas
Geomorfologia litorânea
Geomorfologia litorâneaGeomorfologia litorânea
Geomorfologia litorânea
Henrique Soares
 
Aula 1b a formação relevo do brasileiro
Aula 1b a formação relevo do brasileiroAula 1b a formação relevo do brasileiro
Aula 1b a formação relevo do brasileiro
geopedrote
 
Domínio Morfoclimático da Amazônia - 31C
Domínio Morfoclimático da Amazônia - 31CDomínio Morfoclimático da Amazônia - 31C
Domínio Morfoclimático da Amazônia - 31C
Fábio Luz
 
Senhora
SenhoraSenhora
História da Vida e da Terra
História da Vida e da TerraHistória da Vida e da Terra
História da Vida e da Terra
cpfss
 
Formação e Transformação do Relevo Terrestre
Formação e Transformação do Relevo TerrestreFormação e Transformação do Relevo Terrestre
Formação e Transformação do Relevo Terrestre
Mauricio Martins
 

Destaque (20)

Tipos de investigacion
Tipos de investigacionTipos de investigacion
Tipos de investigacion
 
Eras geológicas no brasil
Eras geológicas no brasilEras geológicas no brasil
Eras geológicas no brasil
 
Apresentação amazônia
Apresentação   amazôniaApresentação   amazônia
Apresentação amazônia
 
Solos Da AmazôNia (Pedologia)
Solos Da AmazôNia (Pedologia)Solos Da AmazôNia (Pedologia)
Solos Da AmazôNia (Pedologia)
 
Solos do Amazonas
Solos do AmazonasSolos do Amazonas
Solos do Amazonas
 
GEO PSC1 - Solos e Relevo da Amazônia
GEO PSC1 - Solos e Relevo da AmazôniaGEO PSC1 - Solos e Relevo da Amazônia
GEO PSC1 - Solos e Relevo da Amazônia
 
Estrutura Geológica do Brasil
Estrutura Geológica do BrasilEstrutura Geológica do Brasil
Estrutura Geológica do Brasil
 
Algas.resumo
Algas.resumoAlgas.resumo
Algas.resumo
 
Relieful ghetarilor de calota
Relieful ghetarilor de calotaRelieful ghetarilor de calota
Relieful ghetarilor de calota
 
Formação das Ondas
Formação das OndasFormação das Ondas
Formação das Ondas
 
Modulo 16 - O Complexo Amazônico
Modulo 16  - O Complexo AmazônicoModulo 16  - O Complexo Amazônico
Modulo 16 - O Complexo Amazônico
 
Prof Demetrio Melo - Brasil: Estrutura Geológica e Relevo
Prof Demetrio Melo - Brasil: Estrutura Geológica e RelevoProf Demetrio Melo - Brasil: Estrutura Geológica e Relevo
Prof Demetrio Melo - Brasil: Estrutura Geológica e Relevo
 
Solos tropicais e uso da terra
Solos tropicais e uso da terraSolos tropicais e uso da terra
Solos tropicais e uso da terra
 
Bacia do Amazonas
Bacia do AmazonasBacia do Amazonas
Bacia do Amazonas
 
Geomorfologia litorânea
Geomorfologia litorâneaGeomorfologia litorânea
Geomorfologia litorânea
 
Aula 1b a formação relevo do brasileiro
Aula 1b a formação relevo do brasileiroAula 1b a formação relevo do brasileiro
Aula 1b a formação relevo do brasileiro
 
Domínio Morfoclimático da Amazônia - 31C
Domínio Morfoclimático da Amazônia - 31CDomínio Morfoclimático da Amazônia - 31C
Domínio Morfoclimático da Amazônia - 31C
 
Senhora
SenhoraSenhora
Senhora
 
História da Vida e da Terra
História da Vida e da TerraHistória da Vida e da Terra
História da Vida e da Terra
 
Formação e Transformação do Relevo Terrestre
Formação e Transformação do Relevo TerrestreFormação e Transformação do Relevo Terrestre
Formação e Transformação do Relevo Terrestre
 

Semelhante a Estrutura geológica, relevo e riquezas minerais da Amazônia

Estrutura geológica e Formação do relevo Brasileiro.
Estrutura geológica e Formação do relevo Brasileiro.Estrutura geológica e Formação do relevo Brasileiro.
Estrutura geológica e Formação do relevo Brasileiro.
Fernando Bueno
 
G E O L O G I A E A AÇÃ O H U M A N A 2º M B 2010
G E O L O G I A  E  A  AÇÃ O  H U M A N A 2º  M B 2010G E O L O G I A  E  A  AÇÃ O  H U M A N A 2º  M B 2010
G E O L O G I A E A AÇÃ O H U M A N A 2º M B 2010
ProfMario De Mori
 
Estrutura geológica do Brasil
Estrutura geológica do BrasilEstrutura geológica do Brasil
Estrutura geológica do Brasil
Kamila Joyce
 
Estrutura geológica 2010
Estrutura geológica 2010Estrutura geológica 2010
Estrutura geológica 2010
landipaula
 
Geografia 1 ano
Geografia 1 anoGeografia 1 ano
Geografia 1 ano
Junior Oliveira
 
Geomorfologia brasileira recursos minerais
Geomorfologia brasileira   recursos mineraisGeomorfologia brasileira   recursos minerais
Geomorfologia brasileira recursos minerais
Julia Selistre
 
Prof demetrio melo brasil estrutura geológica e relevo
Prof demetrio melo   brasil estrutura geológica e relevoProf demetrio melo   brasil estrutura geológica e relevo
Prof demetrio melo brasil estrutura geológica e relevo
Deto - Geografia
 
Brasil natureza ii
Brasil  natureza iiBrasil  natureza ii
Brasil natureza ii
Salageo Cristina
 
Geologia geomorfologia e mineraçao no brasil
Geologia geomorfologia e mineraçao no brasilGeologia geomorfologia e mineraçao no brasil
Geologia geomorfologia e mineraçao no brasil
Prof.Paulo/geografia
 
Geologia E A AçãO Humana 2º Mc 2010
Geologia E A AçãO Humana 2º Mc 2010Geologia E A AçãO Humana 2º Mc 2010
Geologia E A AçãO Humana 2º Mc 2010
ProfMario De Mori
 
Geologiaerelevodobrasil 110327065444-phpapp02
Geologiaerelevodobrasil 110327065444-phpapp02Geologiaerelevodobrasil 110327065444-phpapp02
Geologiaerelevodobrasil 110327065444-phpapp02
Bruno-machado Bruno
 
CN: A tectonica de placas
CN: A tectonica de placasCN: A tectonica de placas
CN: A tectonica de placas
nelsonesim
 
A estrutura da terra
A estrutura da terraA estrutura da terra
A estrutura da terra
Prof.Paulo/geografia
 
G E O L O G I A E A AÇÃ O H U M A N A 2º M A 2010
G E O L O G I A  E  A  AÇÃ O  H U M A N A 2º  M A 2010G E O L O G I A  E  A  AÇÃ O  H U M A N A 2º  M A 2010
G E O L O G I A E A AÇÃ O H U M A N A 2º M A 2010
ProfMario De Mori
 
Abalos Sismicos No Brasil E No Mundo
Abalos Sismicos No Brasil E No MundoAbalos Sismicos No Brasil E No Mundo
Abalos Sismicos No Brasil E No Mundo
Planeta Diário Online
 
AULA 2 - RELEVO DO BRASIL
AULA 2 - RELEVO DO BRASILAULA 2 - RELEVO DO BRASIL
AULA 2 - RELEVO DO BRASIL
CADUCOCFRENTE2
 
Estrutura geologica e relevo do brasil
Estrutura geologica e relevo do brasilEstrutura geologica e relevo do brasil
Estrutura geologica e relevo do brasil
Atalibas Aragão
 
N aula estrut evol da terra_relevo
N aula estrut evol da terra_relevoN aula estrut evol da terra_relevo
N aula estrut evol da terra_relevo
Péricles Penuel
 
3 tectónica de placas
3   tectónica de placas3   tectónica de placas
3 tectónica de placas
margaridabt
 
Estrutura e rochas
Estrutura e rochasEstrutura e rochas
Estrutura e rochas
Professor
 

Semelhante a Estrutura geológica, relevo e riquezas minerais da Amazônia (20)

Estrutura geológica e Formação do relevo Brasileiro.
Estrutura geológica e Formação do relevo Brasileiro.Estrutura geológica e Formação do relevo Brasileiro.
Estrutura geológica e Formação do relevo Brasileiro.
 
G E O L O G I A E A AÇÃ O H U M A N A 2º M B 2010
G E O L O G I A  E  A  AÇÃ O  H U M A N A 2º  M B 2010G E O L O G I A  E  A  AÇÃ O  H U M A N A 2º  M B 2010
G E O L O G I A E A AÇÃ O H U M A N A 2º M B 2010
 
Estrutura geológica do Brasil
Estrutura geológica do BrasilEstrutura geológica do Brasil
Estrutura geológica do Brasil
 
Estrutura geológica 2010
Estrutura geológica 2010Estrutura geológica 2010
Estrutura geológica 2010
 
Geografia 1 ano
Geografia 1 anoGeografia 1 ano
Geografia 1 ano
 
Geomorfologia brasileira recursos minerais
Geomorfologia brasileira   recursos mineraisGeomorfologia brasileira   recursos minerais
Geomorfologia brasileira recursos minerais
 
Prof demetrio melo brasil estrutura geológica e relevo
Prof demetrio melo   brasil estrutura geológica e relevoProf demetrio melo   brasil estrutura geológica e relevo
Prof demetrio melo brasil estrutura geológica e relevo
 
Brasil natureza ii
Brasil  natureza iiBrasil  natureza ii
Brasil natureza ii
 
Geologia geomorfologia e mineraçao no brasil
Geologia geomorfologia e mineraçao no brasilGeologia geomorfologia e mineraçao no brasil
Geologia geomorfologia e mineraçao no brasil
 
Geologia E A AçãO Humana 2º Mc 2010
Geologia E A AçãO Humana 2º Mc 2010Geologia E A AçãO Humana 2º Mc 2010
Geologia E A AçãO Humana 2º Mc 2010
 
Geologiaerelevodobrasil 110327065444-phpapp02
Geologiaerelevodobrasil 110327065444-phpapp02Geologiaerelevodobrasil 110327065444-phpapp02
Geologiaerelevodobrasil 110327065444-phpapp02
 
CN: A tectonica de placas
CN: A tectonica de placasCN: A tectonica de placas
CN: A tectonica de placas
 
A estrutura da terra
A estrutura da terraA estrutura da terra
A estrutura da terra
 
G E O L O G I A E A AÇÃ O H U M A N A 2º M A 2010
G E O L O G I A  E  A  AÇÃ O  H U M A N A 2º  M A 2010G E O L O G I A  E  A  AÇÃ O  H U M A N A 2º  M A 2010
G E O L O G I A E A AÇÃ O H U M A N A 2º M A 2010
 
Abalos Sismicos No Brasil E No Mundo
Abalos Sismicos No Brasil E No MundoAbalos Sismicos No Brasil E No Mundo
Abalos Sismicos No Brasil E No Mundo
 
AULA 2 - RELEVO DO BRASIL
AULA 2 - RELEVO DO BRASILAULA 2 - RELEVO DO BRASIL
AULA 2 - RELEVO DO BRASIL
 
Estrutura geologica e relevo do brasil
Estrutura geologica e relevo do brasilEstrutura geologica e relevo do brasil
Estrutura geologica e relevo do brasil
 
N aula estrut evol da terra_relevo
N aula estrut evol da terra_relevoN aula estrut evol da terra_relevo
N aula estrut evol da terra_relevo
 
3 tectónica de placas
3   tectónica de placas3   tectónica de placas
3 tectónica de placas
 
Estrutura e rochas
Estrutura e rochasEstrutura e rochas
Estrutura e rochas
 

Mais de Portal do Vestibulando

Idade Média - Feudalismo - Reino Franco
Idade Média - Feudalismo - Reino FrancoIdade Média - Feudalismo - Reino Franco
Idade Média - Feudalismo - Reino Franco
Portal do Vestibulando
 
Sociedades Pré-colombianas: Toltecas, Olmecas, Incas, Nazca, Maias, Astecas
Sociedades Pré-colombianas: Toltecas, Olmecas, Incas, Nazca, Maias, AstecasSociedades Pré-colombianas: Toltecas, Olmecas, Incas, Nazca, Maias, Astecas
Sociedades Pré-colombianas: Toltecas, Olmecas, Incas, Nazca, Maias, Astecas
Portal do Vestibulando
 
Independência dos EUA
Independência dos EUAIndependência dos EUA
Independência dos EUA
Portal do Vestibulando
 
Ditadura militar anos de chumbo (1964-1985)
Ditadura militar   anos de chumbo (1964-1985)Ditadura militar   anos de chumbo (1964-1985)
Ditadura militar anos de chumbo (1964-1985)
Portal do Vestibulando
 
07 revolução mexicana
07   revolução mexicana07   revolução mexicana
07 revolução mexicana
Portal do Vestibulando
 
Período entre guerras - crise de 1929 - nazifascismo
Período entre guerras - crise de 1929 - nazifascismoPeríodo entre guerras - crise de 1929 - nazifascismo
Período entre guerras - crise de 1929 - nazifascismo
Portal do Vestibulando
 
Guerra Fria - Atualizada
Guerra Fria - AtualizadaGuerra Fria - Atualizada
Guerra Fria - Atualizada
Portal do Vestibulando
 
Nova República
Nova RepúblicaNova República
Nova República
Portal do Vestibulando
 
Brasil Pré-colonial - contexto histórico
Brasil Pré-colonial - contexto históricoBrasil Pré-colonial - contexto histórico
Brasil Pré-colonial - contexto histórico
Portal do Vestibulando
 
Absolutismo
AbsolutismoAbsolutismo
Questão Palestina
Questão PalestinaQuestão Palestina
Questão Palestina
Portal do Vestibulando
 
Descolonização afro-asiática
Descolonização afro-asiáticaDescolonização afro-asiática
Descolonização afro-asiática
Portal do Vestibulando
 
África nos tempos de tráfico atlântico
África nos tempos de tráfico atlânticoÁfrica nos tempos de tráfico atlântico
África nos tempos de tráfico atlântico
Portal do Vestibulando
 
Brasil Pré-colonial - contexto histórico
Brasil Pré-colonial - contexto históricoBrasil Pré-colonial - contexto histórico
Brasil Pré-colonial - contexto histórico
Portal do Vestibulando
 
Brasil Colônia: revoltas nativistas e separatistas
Brasil Colônia: revoltas nativistas e separatistasBrasil Colônia: revoltas nativistas e separatistas
Brasil Colônia: revoltas nativistas e separatistas
Portal do Vestibulando
 
Brasil: Economia Colonial
Brasil: Economia ColonialBrasil: Economia Colonial
Brasil: Economia Colonial
Portal do Vestibulando
 
Brasil Pré-colonial - contexto histórico
Brasil Pré-colonial - contexto históricoBrasil Pré-colonial - contexto histórico
Brasil Pré-colonial - contexto histórico
Portal do Vestibulando
 
Cuca Vestibulares - Maratona PSC 1 - Manaus
Cuca Vestibulares - Maratona PSC 1 - ManausCuca Vestibulares - Maratona PSC 1 - Manaus
Cuca Vestibulares - Maratona PSC 1 - Manaus
Portal do Vestibulando
 
Religiões de matriz africana
Religiões de matriz africanaReligiões de matriz africana
Religiões de matriz africana
Portal do Vestibulando
 
Morfologia - Classes Gramaticais
Morfologia - Classes GramaticaisMorfologia - Classes Gramaticais
Morfologia - Classes Gramaticais
Portal do Vestibulando
 

Mais de Portal do Vestibulando (20)

Idade Média - Feudalismo - Reino Franco
Idade Média - Feudalismo - Reino FrancoIdade Média - Feudalismo - Reino Franco
Idade Média - Feudalismo - Reino Franco
 
Sociedades Pré-colombianas: Toltecas, Olmecas, Incas, Nazca, Maias, Astecas
Sociedades Pré-colombianas: Toltecas, Olmecas, Incas, Nazca, Maias, AstecasSociedades Pré-colombianas: Toltecas, Olmecas, Incas, Nazca, Maias, Astecas
Sociedades Pré-colombianas: Toltecas, Olmecas, Incas, Nazca, Maias, Astecas
 
Independência dos EUA
Independência dos EUAIndependência dos EUA
Independência dos EUA
 
Ditadura militar anos de chumbo (1964-1985)
Ditadura militar   anos de chumbo (1964-1985)Ditadura militar   anos de chumbo (1964-1985)
Ditadura militar anos de chumbo (1964-1985)
 
07 revolução mexicana
07   revolução mexicana07   revolução mexicana
07 revolução mexicana
 
Período entre guerras - crise de 1929 - nazifascismo
Período entre guerras - crise de 1929 - nazifascismoPeríodo entre guerras - crise de 1929 - nazifascismo
Período entre guerras - crise de 1929 - nazifascismo
 
Guerra Fria - Atualizada
Guerra Fria - AtualizadaGuerra Fria - Atualizada
Guerra Fria - Atualizada
 
Nova República
Nova RepúblicaNova República
Nova República
 
Brasil Pré-colonial - contexto histórico
Brasil Pré-colonial - contexto históricoBrasil Pré-colonial - contexto histórico
Brasil Pré-colonial - contexto histórico
 
Absolutismo
AbsolutismoAbsolutismo
Absolutismo
 
Questão Palestina
Questão PalestinaQuestão Palestina
Questão Palestina
 
Descolonização afro-asiática
Descolonização afro-asiáticaDescolonização afro-asiática
Descolonização afro-asiática
 
África nos tempos de tráfico atlântico
África nos tempos de tráfico atlânticoÁfrica nos tempos de tráfico atlântico
África nos tempos de tráfico atlântico
 
Brasil Pré-colonial - contexto histórico
Brasil Pré-colonial - contexto históricoBrasil Pré-colonial - contexto histórico
Brasil Pré-colonial - contexto histórico
 
Brasil Colônia: revoltas nativistas e separatistas
Brasil Colônia: revoltas nativistas e separatistasBrasil Colônia: revoltas nativistas e separatistas
Brasil Colônia: revoltas nativistas e separatistas
 
Brasil: Economia Colonial
Brasil: Economia ColonialBrasil: Economia Colonial
Brasil: Economia Colonial
 
Brasil Pré-colonial - contexto histórico
Brasil Pré-colonial - contexto históricoBrasil Pré-colonial - contexto histórico
Brasil Pré-colonial - contexto histórico
 
Cuca Vestibulares - Maratona PSC 1 - Manaus
Cuca Vestibulares - Maratona PSC 1 - ManausCuca Vestibulares - Maratona PSC 1 - Manaus
Cuca Vestibulares - Maratona PSC 1 - Manaus
 
Religiões de matriz africana
Religiões de matriz africanaReligiões de matriz africana
Religiões de matriz africana
 
Morfologia - Classes Gramaticais
Morfologia - Classes GramaticaisMorfologia - Classes Gramaticais
Morfologia - Classes Gramaticais
 

Último

28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
SheylaAlves6
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
Falcão Brasil
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
Manuais Formação
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Falcão Brasil
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
portaladministradores
 
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdfEscola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Falcão Brasil
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
Administração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptx
Administração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptxAdministração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptx
Administração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptx
helenawaya9
 
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdfIntendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
Falcão Brasil
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Falcão Brasil
 
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdfgestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
Maria das Graças Machado Rodrigues
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Bibliotecas Escolares AEIDH
 
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIALA GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
ArapiracaNoticiasFat
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
Marcelo Botura
 

Último (20)

28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
 
VIAGEM AO PASSADO -
VIAGEM AO PASSADO                        -VIAGEM AO PASSADO                        -
VIAGEM AO PASSADO -
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
 
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdfEscola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
Administração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptx
Administração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptxAdministração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptx
Administração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptx
 
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdfIntendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
 
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdfgestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
 
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIALA GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
 

Estrutura geológica, relevo e riquezas minerais da Amazônia

  • 2. Rubenilton Rodrigues Arcabouço geológico e a sociedade No decorrer da evolução humana e crescente domínio de tecnologias, a natureza veio sendo transformada, adaptada e mercantilizada. O advento da agricultura, da siderurgia e metalurgia imprimiu uma exploração crescente da litosfera¹. ________________________ 1. Litosfera¹: Camada rochosa da Terra que envolve rochas e solos
  • 3. Rubenilton Rodrigues Formação geológica inicial da Amazônia: os crátons e suas riquezas Situada numa estável região geológica, distante da zona de colisão das placas tectônicas e constituídas de rochas muito antigas, descrevemo s a base da estrutura geológica amazônica inicial. Fig. 1 – rochas magmáticas
  • 4. Quadro 1 – Eras geológicas e os principais acontecimentos no Brasil e no Mundo Características ou acontecimentos ERAS Cenozoica Mesozoica Paleozoica Arqueozoica e Proterozoica (Pré-Cambriano) Gerais No Brasil • Formação das cordilheiras atuais: Alpes, Andes, Himalaia, Rochosas (Terciário) • Internas glaciações, na América do Norte, a glaciação chegou a região dos Grandes Lagos • Formação das bacias sedimentares terciários e quaternários (Pantanal, Amazônia etc.) • Atividade vulcânica e formação de ilhas vulcânicas ( Arquipélago de Noronha, Ilha trindade e outras) • • • • Intensa atividade vulcânica Início da separação dos continentes Formação do petróleo Formação de bacias sedimentares • Derrames basálticos na Região Sul ( Formação do planalto arenitobasáltico) • Formação do petróleo • Formação de bacias sedimentares • Desenvolvimento do processo de sedimentação e formação de bacias sedimentares • Formação de jazidas carboníferas • Formação de bacias sedimentares antigas • Formação de bacias carboníferas do sul do país • Formação das rochas mais antigas (magmáticas) • Formação dos escudos cristalinos • Formação de minerais metálicas • Formação dos escudos cristalinos (Brasileiro e Guiano) • Formação das jazidas minerais metálicas • Formação das serras do mar e mantiqueira Fonte: LEINZ, Victor e Amaral, Sérgio Estanislau do. Geologia Geral, 12 ed. São Paulo: Nacional, 1995.
  • 5. Rubenilton Rodrigues O início da sedimentares formação das bacias O relevo terrestre é formado por forças antagônicas, opostas, onde as forças internas ou endógenas da Terra (o magma em correntes de convecção², o movimento das placas e outros) trabalham na construção do relevo. Já os agentes externos (ou exógenos), erosivos, entalham, modelam e esculpem as formas diversas em variados contextos de climas diferentes. Fig. 2 – Forças antagônicas que agem sobre a formação do relevo terrestre Forças Exógenas Denudação Transporte Forças Endógenas
  • 6. Rubenilton Rodrigues A) Quanto a Amazônia era um mar: a formação de petróleo e o gás na Amazônia. Estudos geológicos apontam que o início da formação das bacias sedimentares ocorreu na Era Paleozoica e se estende até os dias atuais, pois a Bacia Amazônica ainda recebe enorme carga de sedimentos que descem dos Andes, pela ação das águas. Esse enorme período de formação da bacia sedimentar amazônica é dominado por Éon Fanerozoico. No Paleozoico, entre os períodos Devoniano e Carbonífero, o cráton amazônico sofreu um processo de rebaixamento chamado subsidência e o mar invadiu a Bacia Amazônica, fenômeno denominado Transgressão Marinha. Esse imenso mar permaneceu durante longo intervalo de tempo, recebendo sedimentos e dando continuidade ao processo de deposição sedimentar. Fig 3 – Cachoeira de Pedra Furada no município de Presidente Figueiredo
  • 7. Rubenilton Rodrigues B) O recuo do mar: fecha-se o canal do oceano Pacífico e a guinada para o Atlântico Na era Mesozoica (período jurássico – 180 milhões de anos), se inicia a separação entre os continentes africano e Sul-Americano, devido à movimentação das placas tectônicas, onde ocorrem imensos derrames de magma no Brasil, chamados derrames basálticos. A América do Sul, conforme vai se separando da África, começa aí o encontro das placas, a de Nazca, no Oceano Pacífico. O choque dessas duas placas sul – americana e nazca vai gerar o soerguimento e dobramento (Orogênese) da primeira, surgindo a Cordilheira dos Andes, que lentamente vai fechando a entrada do Oceano Pacífico na Bacia Amazônica. À medida que os Andes continuam a soerguer, o mar amazônico vai recuando e declividade passa a escoar as águas para Oceano Atlântico, onde se encontra a sua foz. Fonte: google
  • 8. Rubenilton Rodrigues O geomorfologia da Amazônia Geologicamente, limita-se ao norte e ao sul com os escudos cristalinos brasileiros e das guianas, respectivamente; ao longo da borda oeste, com a Cordilheira dos Andes. Entre as feições antigas existentes, encontra-se uma depressão preenchida por uma cobertura sedimentar de caráter fluvial e lacustre. Ao norte e ao sul da calha do médio e baixo rio Amazonas, os escudos cristalinos e os sedimentos terciários. Todas estas e outras formações geológicas datam de milhões de anos. Fig . 4 – esboço gráfico amazônico Perfil Norte-Sul da Região Amazônica Planalto Residual Norte- Amazônica Depressão Marginal do Norte- Amazônica Planalto da Amazônia oriental Planície Amazônica Planalto Residual Sul- Amazônica
  • 9. Fig. 5 – brasil as grandes unidades estruturais (Petri & Faúlfaro, 1983)
  • 11. Rubenilton Rodrigues Planaltos  São formas residuais, pois estão cercadas por áreas mais baixas que ressaltam seus relevos mais altos que ofereceram maior resistência aos agentes erosivos  São encontrados em estruturas sedimentares ou em escudos cristalinos. Fonte: Google
  • 12. Rubenilton Rodrigues Depressões    São unidades geradas por erosão diferencial, geradas no contato entre estruturas mais resistentes (cristalinas) e estruturas mais frágeis (sedimentares). Apesar de terem altitudes baixas como as planícies, predominam a erosão nessas unidades. Trata-se da unidade de relevo mais comum do Amazonas, segundo o IBGE.
  • 13. Rubenilton Rodrigues Planícies  Essencialmente planas; difere pois recebem sedimentos ,estando em estado de deposição recente “aluvial”.  São as menores unidades do relevo existentes tanto na Amazônia quanto no Brasil.  Na Amazônia predominam as planícies fluviais, apesar da existência das litorâneas.