SlideShare uma empresa Scribd logo
Erupção Dentária
Histologia e Embriologia Oral - Texto - Atlas - Correlações
Clínicas. KATCHBURIAN & ARANA ISBN: 9788527721431
Processo pelo qual o dente se desloca do local em que inicia seu
desenvolvimento até o plano oclusal funcional.
Erupção Dentária
1. Fase de movimentação pré-
eruptiva;
2. Fase de erupção intraóssea;
3. Fase de Penetração na Mucosa;
4. Fase de erupção pré-oclusal;
5. Fase erupção pós-oclusal;
Os dentes estão se formando em períodos distintos, enquanto alguns estão em erupção,
outros estão ainda desenvolvendo a coroa.
Erupção Dentária
Erupção Dentária
Podem ocorrer variações nesta cronologia?
Erupção Dentária
TEORIAS DA ERUPÇÃO DENTÁRIA
• Crescimento da Raiz
• Formação do Ligamento Periodontal
• Remodelação do osso da cripta
• Ação do folículo dentário e do Retículo
Teorias da Erupção Dentária
Crescimento Radicular
Fase de Raiz
Dentina radicular e periodonto de
sustentação estão em formação.
Enquanto forma-se a raiz, o germe inicia
seu deslocamento para oclusal, devido a
resistência gerada pelo osso da base da
cripta e pelo folículo dental.
Entretanto, dentes erupcionam sem que haja formação de raiz (displasias)
Teorias da Erupção Dentária
Crescimento Radicular
Teorias da Erupção Dentária
Crescimento Radicular
Provavelmente relacionada com a velocidade de erupção
Teorias da Erupção Dentária
Formação do Ligamento Periodontal
A formação do LP envolve intensa síntese e secreção de matriz
extra-celular em especial colágeno, fibronectina e proteoglicanos.
Interações entre esta matriz e os fibroblastos confere
contractibilidade e motilidade ao LP.
Por isso, a gênese do LP foi associada à erupção dentária.
Entretanto, os casos de Osteopetrose (forma LP mas dente não
erupciona) e Displasias dentárias (dente sem raiz) invalidam esta teoria.
Teorias da Erupção Dentária
Formação do Ligamento Periodontal
Teorias da Erupção Dentária
Remodelação do Osso da Cripta
Reabsorção de osso da cripta é observado em todas as paredes
ósseas durante movimento eruptivo.
Osso alveolar forma-se devido a presença do dente, se o dente não
se forma não se forma osso alveolar, apenas o osso do processo
alveolar.
Entretanto, as regiões de formação e reabsorção óssea ocorrem
como consequência da pressão gerada pelo movimento eruptivo e
não o contrário.
Teorias da Erupção Dentária
Ação do Folículo Dental e Retículo Estrelado
Teoria mais aceita.
Retículo estrelado induz o folículo dental a influenciar no início da reabsorção do osso
alveolar adjacente ao germe dentário.
Canal gubernacular -> processo eruptivo.
Retículo estrelado -> fator de crescimento e interleucinas ->
Fator Estimulante de Colônias -> Osteoclastos.
Modificações na composição química do folículo dental
também estariam envolvidas neste processo.
Teorias da Erupção Dentária
Ação do Folículo Dental e Retículo Estrelado
ESTÁGIO PRÉ-ERUPTIVO: até a formação
completa da coroa;
ESTÁGIO ERUPTIVO: até atingir o plano oclusal;
ESTÁGIO PÓS-ERUPTIVO: após atingir o plano
oclusal.
Erupção Dentária
Fase de movimentação pré-eruptiva
• Fase de coroa
• Coroa maior > Reabsorção da cripta óssea
Epitélio oral
Região do
gubernáculo
Processo
alveolar
Papila dentária
Folículo
dentário
Osteoclastos
Papila dentária Alça cervical
Folículo
dentário
Osteoclastos Processo alveolar
Papila dentária
Folículo Dentário
Osso da maxila
Processo alveolar
Epitélio oral
Língua
A continuação da proliferação da bainha coincide com o início do processo de erupção dentária.
Fase de movimentação pré-eruptiva
Katchburian, E.; Arana, V.; 2012
FasedeRaiz
Proliferação celular na alça
cervical origina o diafragma
epitelial e a bainha de
Hertwig.
O início da formação da raiz coincide com leves movimentos em vários sentidos 
deslocamento oclusal do dente.
Estruturas contínuas e
constituídas pelas mesmas
célula.
Katchburian, E.; Arana, V.; 2012
Fase de Raiz
Fase de raiz em que se observa a formação
da dentina radicular e do periodonto de
inserção, em particular o ligamento
periodontal.
Katchburian, E.; Arana, V.; 2012
Fase de Raiz
Células da camada
interna da bainha
radicular de Hertwig
Células
ectomensequimais
da papila dentária
2
Odontoblastos
3
Formação de dentina
radicular aumentando
gradualmente a raiz
Erupção Dentária
Fase de erupção
intraóssea
Dente se move no sentido vertical
Modificações na Matriz
extracelular
Monócitos se fundem >
Osteoclastos reabsorvem osso e
formam uma via eruptiva mais
definida.
Epitélio oral
Osteoclasto
Processo
alveolar
Osteoclasto
Folículo dentário
Papila dentária
Torna-se muito denso
Aumento da vascularização
Aumento do conteúdo de
colágeno e proteoglicanos
Fibras colágenas aumentam em
número e tornam-se mais
grossas
Aumento no conteúdo de líquido
Tissular
Folículo Dentário
Germe Dentário
Processo Alveolar
MODIFICAÇÃO DO FOLÍCULO DENTAL
Os osteoclastos são células
responsáveis pela reabsorção óssea
da porção oclusal da cripta,
estabelecendo a Via Eruptiva.
Porção
oclusal da
cripta
Osteoclastos
Processo
alveolar
Germe
dentário
Erupção Dentária
Fase de erupção intraóssea
Erupção Dentária
Predominância de reabsorção óssea na metade oclusal da cripta caracteriza o
estabelecimento da via eruptiva
Erupção Dentária
• 1 – 10 µm/Dia
Exodontia
precoce
Erupção Dentária
Fase de Penetração na Mucosa
Processo alveolar
Periodonto em
formação
Epitélio Juncional
em formação
Epitélio oral
Lâmina própria
Aceleração da erupção;
Ep. Reduzido > IgE
Compressão de vasos
sanguíneos e estruturas
adjacentes > Prurido.
Erupção Dentária
Por que a erupção dos dentes ocorre sem sangramen
Erupção Dentária
Fase de erupção pré-oclusal
Dente já na cavidade oral;
Erupção até o plano Funcional;
75µm/ Dia;
Hábitos parafuncionais.
Erupção Dentária
Erupção Dentária
Fase de erupção pós-oclusal
O dente espontaneamente tem
movimentação vertical por toda vida;
Falta de contato.
Erupção Dentária
Erupção Dentária
Reabsorção e Exfoliação dos dentes decíduos
Reabsorção e Exfoliação dos dentes decíduos
Formação da via eruptiva está relacionada com a reabsorção e
esfoliação dos dentes decíduos
Reabsorção radicular caracteriza-se pela destruição de tecidos duros
e moles da raiz e parte da coroa do dente decíduo.
Os odontoclastos são semelhantes aos osteoclastos, porém são
responsáveis pela reabsorção de cemento, dentina e esmalte.
Morte celular programada (apoptose) das células da polpa e
ligamento periodontal.
Reabsorção e Exfoliação
dos dentes decíduos
A reabsorção dos dente
decíduo é desencadeada pela
erupção do dente permanente
correspondente, crescimento
da face e ossos maxilares, ação
dos músculos da mastigação e
forças oclusais.
Processo alveolar
Raiz do dente decíduo
Germe do dente
permanente
Osso basal
Reabsorção e Exfoliação dos dentes decíduos
Eventos da Reabsorção dos dentes decíduos
Aparecimento dos odontoclastos na superfície
radicular externa, reabsorvendo cemento e
dentina radicular.
Chegam a câmara pulpar após pronunciada
reabsorção radicular.
Reabsorvem algumas áreas de dentina
coronária, enquanto que em outras áreas
permanecem os odontoblastos.
Em fases tardias de reabsorção, os
osteoclatos não são vistos na superfície
dentinária, porém estão presentes na
polpa.
A superfície dentinária fica recoberta por
tecido semelhante ao cemento ou por
tecido fibroso.
Em fases ainda mais avançadas ocorre
reabsorção de esmalte pelos osteoclatos
Reabsorção e Exfoliação dos dentes decíduos
Eventos da Reabsorção dos dentes decíduos
Erução Dental
FATORES SISTÊMICOS
Hipopituitarismo;
Hipotireoidismo;
Síndrome de Down;
Disostose cleidocranial;
Desnutrição;
Hiperpituitarismo;
Hipertireoidismo;
Drogas;
Crianças pré-maturas;
Fatores Interferentes
FATORES LOCAIS
Anquilose dental;
Desarmonia dento-facial;
Persistência anormal de decíduo;
Anomalia do germe do
permanente;
Neoplasias;
Nódulos de Bohn
Sinais e Sintomas
O dente em erupção pressiona a lâmina
própria da mucosa oral, comprimindo
levemente os vasos sanguíneos e outras
estruturas e ocasionando prurido na região de
mucosa.
Sinais e Sintomas
Cisto de Erupção ou Hematoma de
Erupção.
Erupção Dentária

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Periodontia em Odontologia
Periodontia em OdontologiaPeriodontia em Odontologia
Periodontia em Odontologia
Elisabete Arruda
 
Dentística
DentísticaDentística
Dentística
Dr.João Calais.:
 
Cirurgia Odontológica - apostila
Cirurgia Odontológica - apostilaCirurgia Odontológica - apostila
Cirurgia Odontológica - apostila
Jonathan Cardoso Gomes Rodrigues
 
Resumo de Periodontia - Classificação dos Retalhos Periodontais [Parte #2]
Resumo de Periodontia - Classificação dos Retalhos Periodontais [Parte #2]Resumo de Periodontia - Classificação dos Retalhos Periodontais [Parte #2]
Resumo de Periodontia - Classificação dos Retalhos Periodontais [Parte #2]
André Milioli Martins
 
Anestesia em mandíbula
Anestesia em mandíbulaAnestesia em mandíbula
Anestesia em mandíbula
politocasi
 
Exodontia simples
Exodontia simplesExodontia simples
Exodontia simples
Adriana Mércia
 
Endodontia (Revisão e resumo)
Endodontia (Revisão e resumo)Endodontia (Revisão e resumo)
Endodontia (Revisão e resumo)
Jonathan Cardoso Gomes Rodrigues
 
Trabalho articuladores
Trabalho articuladoresTrabalho articuladores
Trabalho articuladores
mayana silva
 
Moldagem inicial
Moldagem inicialMoldagem inicial
Moldagem inicial
Italo Gabriel
 
Periodontia
PeriodontiaPeriodontia
Periodontia
Oyara Mello
 
Alterações do desenvolvimento dentário
Alterações do desenvolvimento dentárioAlterações do desenvolvimento dentário
Alterações do desenvolvimento dentário
Rômulo Augusto
 
Revisão anatômica dental
Revisão anatômica dentalRevisão anatômica dental
Revisão anatômica dental
profguilhermeterra
 
Nomenclatura e Classificação das Cavidades
Nomenclatura e Classificação das CavidadesNomenclatura e Classificação das Cavidades
Nomenclatura e Classificação das Cavidades
profguilhermeterra
 
Anestesia local em odontologia
Anestesia local em odontologiaAnestesia local em odontologia
Anestesia local em odontologia
Lucas Almeida Sá
 
Principios de oclusão
Principios de oclusãoPrincipios de oclusão
Principios de oclusão
Italo Gabriel
 
Anatomia do periodonto
Anatomia do periodontoAnatomia do periodonto
Anatomia do periodonto
andressaElopes
 
Dentição decídua
Dentição decíduaDentição decídua
Dentição decídua
Thiara Cerqueira
 
Histologia do Esmalte, Dentina, Polpa e Cemento
Histologia do Esmalte, Dentina, Polpa e CementoHistologia do Esmalte, Dentina, Polpa e Cemento
Histologia do Esmalte, Dentina, Polpa e Cemento
Raphael Machado
 
RESUMÃO DE CIRURGIA NA ODONTOLOGIA
RESUMÃO DE CIRURGIA NA ODONTOLOGIARESUMÃO DE CIRURGIA NA ODONTOLOGIA
RESUMÃO DE CIRURGIA NA ODONTOLOGIA
Rayssa Mendonça
 
Cárie com interesse à Dentística
Cárie com interesse à DentísticaCárie com interesse à Dentística
Cárie com interesse à Dentística
profguilhermeterra
 

Mais procurados (20)

Periodontia em Odontologia
Periodontia em OdontologiaPeriodontia em Odontologia
Periodontia em Odontologia
 
Dentística
DentísticaDentística
Dentística
 
Cirurgia Odontológica - apostila
Cirurgia Odontológica - apostilaCirurgia Odontológica - apostila
Cirurgia Odontológica - apostila
 
Resumo de Periodontia - Classificação dos Retalhos Periodontais [Parte #2]
Resumo de Periodontia - Classificação dos Retalhos Periodontais [Parte #2]Resumo de Periodontia - Classificação dos Retalhos Periodontais [Parte #2]
Resumo de Periodontia - Classificação dos Retalhos Periodontais [Parte #2]
 
Anestesia em mandíbula
Anestesia em mandíbulaAnestesia em mandíbula
Anestesia em mandíbula
 
Exodontia simples
Exodontia simplesExodontia simples
Exodontia simples
 
Endodontia (Revisão e resumo)
Endodontia (Revisão e resumo)Endodontia (Revisão e resumo)
Endodontia (Revisão e resumo)
 
Trabalho articuladores
Trabalho articuladoresTrabalho articuladores
Trabalho articuladores
 
Moldagem inicial
Moldagem inicialMoldagem inicial
Moldagem inicial
 
Periodontia
PeriodontiaPeriodontia
Periodontia
 
Alterações do desenvolvimento dentário
Alterações do desenvolvimento dentárioAlterações do desenvolvimento dentário
Alterações do desenvolvimento dentário
 
Revisão anatômica dental
Revisão anatômica dentalRevisão anatômica dental
Revisão anatômica dental
 
Nomenclatura e Classificação das Cavidades
Nomenclatura e Classificação das CavidadesNomenclatura e Classificação das Cavidades
Nomenclatura e Classificação das Cavidades
 
Anestesia local em odontologia
Anestesia local em odontologiaAnestesia local em odontologia
Anestesia local em odontologia
 
Principios de oclusão
Principios de oclusãoPrincipios de oclusão
Principios de oclusão
 
Anatomia do periodonto
Anatomia do periodontoAnatomia do periodonto
Anatomia do periodonto
 
Dentição decídua
Dentição decíduaDentição decídua
Dentição decídua
 
Histologia do Esmalte, Dentina, Polpa e Cemento
Histologia do Esmalte, Dentina, Polpa e CementoHistologia do Esmalte, Dentina, Polpa e Cemento
Histologia do Esmalte, Dentina, Polpa e Cemento
 
RESUMÃO DE CIRURGIA NA ODONTOLOGIA
RESUMÃO DE CIRURGIA NA ODONTOLOGIARESUMÃO DE CIRURGIA NA ODONTOLOGIA
RESUMÃO DE CIRURGIA NA ODONTOLOGIA
 
Cárie com interesse à Dentística
Cárie com interesse à DentísticaCárie com interesse à Dentística
Cárie com interesse à Dentística
 

Semelhante a Erupção Dentária

Resumo movimentao e exfoliao
Resumo movimentao e exfoliaoResumo movimentao e exfoliao
Resumo movimentao e exfoliao
Antonio Filho
 
Odontogênese
OdontogêneseOdontogênese
Odontogênese
André Ferreira
 
Patologia odontogenese
Patologia odontogenesePatologia odontogenese
Patologia odontogenese
Eduardo Solimeo
 
Histologia Oral
Histologia Oral Histologia Oral
Histologia Oral
MarianaKurodaPazGona
 
Rizólise.
Rizólise.Rizólise.
Rizólise.
Marcos Gomes
 
Cárie dentária 2012 1
Cárie dentária 2012 1Cárie dentária 2012 1
Cárie dentária 2012 1
Guilherme Terra
 
Trabalho Odontogênese.pdf
Trabalho Odontogênese.pdfTrabalho Odontogênese.pdf
Trabalho Odontogênese.pdf
VictorMonteiro73
 
EMBRIOLOGIA HUMANA: ODONTOGÊNESE
EMBRIOLOGIA HUMANA: ODONTOGÊNESEEMBRIOLOGIA HUMANA: ODONTOGÊNESE
EMBRIOLOGIA HUMANA: ODONTOGÊNESE
GabrielaSoares07
 
Principais Alterações dos Seios Maxilares de Interesse do Cirurgião-dentista
Principais Alterações dos Seios Maxilares de Interesse do Cirurgião-dentistaPrincipais Alterações dos Seios Maxilares de Interesse do Cirurgião-dentista
Principais Alterações dos Seios Maxilares de Interesse do Cirurgião-dentista
DidaticaMPCO
 
Criecominteressedentstica 111115154555-phpapp02
Criecominteressedentstica 111115154555-phpapp02Criecominteressedentstica 111115154555-phpapp02
Criecominteressedentstica 111115154555-phpapp02
Elizangela Zago
 
Oclusão normal na dentição decídua
Oclusão normal na dentição decíduaOclusão normal na dentição decídua
Oclusão normal na dentição decídua
Luana Chagas Miguel
 
Princípios cirúrgicos e manobras fundamentais 2013
Princípios cirúrgicos e manobras fundamentais 2013Princípios cirúrgicos e manobras fundamentais 2013
Princípios cirúrgicos e manobras fundamentais 2013
Guilherme Terra
 
Odontogênese
OdontogêneseOdontogênese
Oclusão normal na dentição mista
Oclusão normal na dentição mistaOclusão normal na dentição mista
Oclusão normal na dentição mista
Luana Chagas Miguel
 
Odontologia -cariologia
Odontologia  -cariologiaOdontologia  -cariologia
Odontologia -cariologia
Bruna Colen
 
periodonto-doenca-periodontal-e-seus-marcadores.pdf
periodonto-doenca-periodontal-e-seus-marcadores.pdfperiodonto-doenca-periodontal-e-seus-marcadores.pdf
periodonto-doenca-periodontal-e-seus-marcadores.pdf
kawannaskv
 
Anatomia dentaria e periodontal 2.pdf
Anatomia dentaria e periodontal 2.pdfAnatomia dentaria e periodontal 2.pdf
Anatomia dentaria e periodontal 2.pdf
LaisaBrunaRibeiro
 
aula 13 - histologia - pffacasvevevebeevvefe
aula 13 - histologia - pffacasvevevebeevvefeaula 13 - histologia - pffacasvevevebeevvefe
aula 13 - histologia - pffacasvevevebeevvefe
AirexTV
 
Etiologia das maloclusões
Etiologia das maloclusõesEtiologia das maloclusões
Etiologia das maloclusões
edmarchristovam
 
[Repeo] numero 7 artigo 3
[Repeo] numero 7 artigo 3[Repeo] numero 7 artigo 3
[Repeo] numero 7 artigo 3
Edson Zacqueu
 

Semelhante a Erupção Dentária (20)

Resumo movimentao e exfoliao
Resumo movimentao e exfoliaoResumo movimentao e exfoliao
Resumo movimentao e exfoliao
 
Odontogênese
OdontogêneseOdontogênese
Odontogênese
 
Patologia odontogenese
Patologia odontogenesePatologia odontogenese
Patologia odontogenese
 
Histologia Oral
Histologia Oral Histologia Oral
Histologia Oral
 
Rizólise.
Rizólise.Rizólise.
Rizólise.
 
Cárie dentária 2012 1
Cárie dentária 2012 1Cárie dentária 2012 1
Cárie dentária 2012 1
 
Trabalho Odontogênese.pdf
Trabalho Odontogênese.pdfTrabalho Odontogênese.pdf
Trabalho Odontogênese.pdf
 
EMBRIOLOGIA HUMANA: ODONTOGÊNESE
EMBRIOLOGIA HUMANA: ODONTOGÊNESEEMBRIOLOGIA HUMANA: ODONTOGÊNESE
EMBRIOLOGIA HUMANA: ODONTOGÊNESE
 
Principais Alterações dos Seios Maxilares de Interesse do Cirurgião-dentista
Principais Alterações dos Seios Maxilares de Interesse do Cirurgião-dentistaPrincipais Alterações dos Seios Maxilares de Interesse do Cirurgião-dentista
Principais Alterações dos Seios Maxilares de Interesse do Cirurgião-dentista
 
Criecominteressedentstica 111115154555-phpapp02
Criecominteressedentstica 111115154555-phpapp02Criecominteressedentstica 111115154555-phpapp02
Criecominteressedentstica 111115154555-phpapp02
 
Oclusão normal na dentição decídua
Oclusão normal na dentição decíduaOclusão normal na dentição decídua
Oclusão normal na dentição decídua
 
Princípios cirúrgicos e manobras fundamentais 2013
Princípios cirúrgicos e manobras fundamentais 2013Princípios cirúrgicos e manobras fundamentais 2013
Princípios cirúrgicos e manobras fundamentais 2013
 
Odontogênese
OdontogêneseOdontogênese
Odontogênese
 
Oclusão normal na dentição mista
Oclusão normal na dentição mistaOclusão normal na dentição mista
Oclusão normal na dentição mista
 
Odontologia -cariologia
Odontologia  -cariologiaOdontologia  -cariologia
Odontologia -cariologia
 
periodonto-doenca-periodontal-e-seus-marcadores.pdf
periodonto-doenca-periodontal-e-seus-marcadores.pdfperiodonto-doenca-periodontal-e-seus-marcadores.pdf
periodonto-doenca-periodontal-e-seus-marcadores.pdf
 
Anatomia dentaria e periodontal 2.pdf
Anatomia dentaria e periodontal 2.pdfAnatomia dentaria e periodontal 2.pdf
Anatomia dentaria e periodontal 2.pdf
 
aula 13 - histologia - pffacasvevevebeevvefe
aula 13 - histologia - pffacasvevevebeevvefeaula 13 - histologia - pffacasvevevebeevvefe
aula 13 - histologia - pffacasvevevebeevvefe
 
Etiologia das maloclusões
Etiologia das maloclusõesEtiologia das maloclusões
Etiologia das maloclusões
 
[Repeo] numero 7 artigo 3
[Repeo] numero 7 artigo 3[Repeo] numero 7 artigo 3
[Repeo] numero 7 artigo 3
 

Mais de Rômulo Augusto

Saúde Bucal na Gravidez
Saúde Bucal na GravidezSaúde Bucal na Gravidez
Saúde Bucal na Gravidez
Rômulo Augusto
 
Politicas publicas de saúde
Politicas publicas de saúdePoliticas publicas de saúde
Politicas publicas de saúde
Rômulo Augusto
 
Carcinoma ex Adenoma Pleomorfico
Carcinoma ex Adenoma PleomorficoCarcinoma ex Adenoma Pleomorfico
Carcinoma ex Adenoma Pleomorfico
Rômulo Augusto
 
Doença relacionada a IgG4 e Sindrome de Sjogren
Doença relacionada a IgG4 e Sindrome de SjogrenDoença relacionada a IgG4 e Sindrome de Sjogren
Doença relacionada a IgG4 e Sindrome de Sjogren
Rômulo Augusto
 
Prevenção e doenças bucais
Prevenção e doenças bucais Prevenção e doenças bucais
Prevenção e doenças bucais
Rômulo Augusto
 
Processo Saúde-doença e Higiene Dental
Processo Saúde-doença  e Higiene DentalProcesso Saúde-doença  e Higiene Dental
Processo Saúde-doença e Higiene Dental
Rômulo Augusto
 
Instrumentais odontologicos
Instrumentais odontologicosInstrumentais odontologicos
Instrumentais odontologicos
Rômulo Augusto
 
Ergonomia em odontologia
Ergonomia em odontologia Ergonomia em odontologia
Ergonomia em odontologia
Rômulo Augusto
 
Equipamentos em odontologia
Equipamentos em odontologiaEquipamentos em odontologia
Equipamentos em odontologia
Rômulo Augusto
 
Doenças ocupacionais em odontologia
Doenças ocupacionais em odontologiaDoenças ocupacionais em odontologia
Doenças ocupacionais em odontologia
Rômulo Augusto
 
Biossegurança nas ações de saúde
Biossegurança nas ações de saúdeBiossegurança nas ações de saúde
Biossegurança nas ações de saúde
Rômulo Augusto
 

Mais de Rômulo Augusto (11)

Saúde Bucal na Gravidez
Saúde Bucal na GravidezSaúde Bucal na Gravidez
Saúde Bucal na Gravidez
 
Politicas publicas de saúde
Politicas publicas de saúdePoliticas publicas de saúde
Politicas publicas de saúde
 
Carcinoma ex Adenoma Pleomorfico
Carcinoma ex Adenoma PleomorficoCarcinoma ex Adenoma Pleomorfico
Carcinoma ex Adenoma Pleomorfico
 
Doença relacionada a IgG4 e Sindrome de Sjogren
Doença relacionada a IgG4 e Sindrome de SjogrenDoença relacionada a IgG4 e Sindrome de Sjogren
Doença relacionada a IgG4 e Sindrome de Sjogren
 
Prevenção e doenças bucais
Prevenção e doenças bucais Prevenção e doenças bucais
Prevenção e doenças bucais
 
Processo Saúde-doença e Higiene Dental
Processo Saúde-doença  e Higiene DentalProcesso Saúde-doença  e Higiene Dental
Processo Saúde-doença e Higiene Dental
 
Instrumentais odontologicos
Instrumentais odontologicosInstrumentais odontologicos
Instrumentais odontologicos
 
Ergonomia em odontologia
Ergonomia em odontologia Ergonomia em odontologia
Ergonomia em odontologia
 
Equipamentos em odontologia
Equipamentos em odontologiaEquipamentos em odontologia
Equipamentos em odontologia
 
Doenças ocupacionais em odontologia
Doenças ocupacionais em odontologiaDoenças ocupacionais em odontologia
Doenças ocupacionais em odontologia
 
Biossegurança nas ações de saúde
Biossegurança nas ações de saúdeBiossegurança nas ações de saúde
Biossegurança nas ações de saúde
 

Último

NUTRIÇÃO E DIETETICA APLICADA A ENFERMAGEM grau tecnico.pptx
NUTRIÇÃO E DIETETICA APLICADA A ENFERMAGEM grau tecnico.pptxNUTRIÇÃO E DIETETICA APLICADA A ENFERMAGEM grau tecnico.pptx
NUTRIÇÃO E DIETETICA APLICADA A ENFERMAGEM grau tecnico.pptx
RAILANELIMAGOMES
 
anomalias dentárias imaginologia odontologia
anomalias dentárias imaginologia odontologiaanomalias dentárias imaginologia odontologia
anomalias dentárias imaginologia odontologia
SmeladeOliveira1
 
CORP SSMA PROC 01 Análise preliminar de riscos - APR revisada.docx
CORP SSMA PROC 01 Análise preliminar de riscos - APR revisada.docxCORP SSMA PROC 01 Análise preliminar de riscos - APR revisada.docx
CORP SSMA PROC 01 Análise preliminar de riscos - APR revisada.docx
bentosst
 
Diagnóstico de línga pela Medicina Tradicional Chinesa
Diagnóstico de línga pela Medicina Tradicional ChinesaDiagnóstico de línga pela Medicina Tradicional Chinesa
Diagnóstico de línga pela Medicina Tradicional Chinesa
Misael Rabelo de Martins Custódio
 
ALOP-2020 revista de tratamiento odontopediatria.pdf
ALOP-2020 revista de tratamiento odontopediatria.pdfALOP-2020 revista de tratamiento odontopediatria.pdf
ALOP-2020 revista de tratamiento odontopediatria.pdf
DentiKi
 
Rejuvenescimento da Pele- Dicas e Tratamentos
Rejuvenescimento da Pele- Dicas e TratamentosRejuvenescimento da Pele- Dicas e Tratamentos
Rejuvenescimento da Pele- Dicas e Tratamentos
Werberth Ladislau Rodrigues da Silveira
 

Último (6)

NUTRIÇÃO E DIETETICA APLICADA A ENFERMAGEM grau tecnico.pptx
NUTRIÇÃO E DIETETICA APLICADA A ENFERMAGEM grau tecnico.pptxNUTRIÇÃO E DIETETICA APLICADA A ENFERMAGEM grau tecnico.pptx
NUTRIÇÃO E DIETETICA APLICADA A ENFERMAGEM grau tecnico.pptx
 
anomalias dentárias imaginologia odontologia
anomalias dentárias imaginologia odontologiaanomalias dentárias imaginologia odontologia
anomalias dentárias imaginologia odontologia
 
CORP SSMA PROC 01 Análise preliminar de riscos - APR revisada.docx
CORP SSMA PROC 01 Análise preliminar de riscos - APR revisada.docxCORP SSMA PROC 01 Análise preliminar de riscos - APR revisada.docx
CORP SSMA PROC 01 Análise preliminar de riscos - APR revisada.docx
 
Diagnóstico de línga pela Medicina Tradicional Chinesa
Diagnóstico de línga pela Medicina Tradicional ChinesaDiagnóstico de línga pela Medicina Tradicional Chinesa
Diagnóstico de línga pela Medicina Tradicional Chinesa
 
ALOP-2020 revista de tratamiento odontopediatria.pdf
ALOP-2020 revista de tratamiento odontopediatria.pdfALOP-2020 revista de tratamiento odontopediatria.pdf
ALOP-2020 revista de tratamiento odontopediatria.pdf
 
Rejuvenescimento da Pele- Dicas e Tratamentos
Rejuvenescimento da Pele- Dicas e TratamentosRejuvenescimento da Pele- Dicas e Tratamentos
Rejuvenescimento da Pele- Dicas e Tratamentos
 

Erupção Dentária

  • 2. Histologia e Embriologia Oral - Texto - Atlas - Correlações Clínicas. KATCHBURIAN & ARANA ISBN: 9788527721431
  • 3. Processo pelo qual o dente se desloca do local em que inicia seu desenvolvimento até o plano oclusal funcional.
  • 4.
  • 5.
  • 6.
  • 7. Erupção Dentária 1. Fase de movimentação pré- eruptiva; 2. Fase de erupção intraóssea; 3. Fase de Penetração na Mucosa; 4. Fase de erupção pré-oclusal; 5. Fase erupção pós-oclusal;
  • 8. Os dentes estão se formando em períodos distintos, enquanto alguns estão em erupção, outros estão ainda desenvolvendo a coroa.
  • 11. Podem ocorrer variações nesta cronologia?
  • 12.
  • 13. Erupção Dentária TEORIAS DA ERUPÇÃO DENTÁRIA • Crescimento da Raiz • Formação do Ligamento Periodontal • Remodelação do osso da cripta • Ação do folículo dentário e do Retículo
  • 14. Teorias da Erupção Dentária Crescimento Radicular Fase de Raiz Dentina radicular e periodonto de sustentação estão em formação. Enquanto forma-se a raiz, o germe inicia seu deslocamento para oclusal, devido a resistência gerada pelo osso da base da cripta e pelo folículo dental.
  • 15. Entretanto, dentes erupcionam sem que haja formação de raiz (displasias) Teorias da Erupção Dentária Crescimento Radicular
  • 16. Teorias da Erupção Dentária Crescimento Radicular
  • 17. Provavelmente relacionada com a velocidade de erupção
  • 18. Teorias da Erupção Dentária Formação do Ligamento Periodontal A formação do LP envolve intensa síntese e secreção de matriz extra-celular em especial colágeno, fibronectina e proteoglicanos. Interações entre esta matriz e os fibroblastos confere contractibilidade e motilidade ao LP. Por isso, a gênese do LP foi associada à erupção dentária. Entretanto, os casos de Osteopetrose (forma LP mas dente não erupciona) e Displasias dentárias (dente sem raiz) invalidam esta teoria.
  • 19. Teorias da Erupção Dentária Formação do Ligamento Periodontal
  • 20. Teorias da Erupção Dentária Remodelação do Osso da Cripta Reabsorção de osso da cripta é observado em todas as paredes ósseas durante movimento eruptivo. Osso alveolar forma-se devido a presença do dente, se o dente não se forma não se forma osso alveolar, apenas o osso do processo alveolar. Entretanto, as regiões de formação e reabsorção óssea ocorrem como consequência da pressão gerada pelo movimento eruptivo e não o contrário.
  • 21. Teorias da Erupção Dentária Ação do Folículo Dental e Retículo Estrelado Teoria mais aceita. Retículo estrelado induz o folículo dental a influenciar no início da reabsorção do osso alveolar adjacente ao germe dentário.
  • 22. Canal gubernacular -> processo eruptivo. Retículo estrelado -> fator de crescimento e interleucinas -> Fator Estimulante de Colônias -> Osteoclastos. Modificações na composição química do folículo dental também estariam envolvidas neste processo. Teorias da Erupção Dentária Ação do Folículo Dental e Retículo Estrelado
  • 23. ESTÁGIO PRÉ-ERUPTIVO: até a formação completa da coroa; ESTÁGIO ERUPTIVO: até atingir o plano oclusal; ESTÁGIO PÓS-ERUPTIVO: após atingir o plano oclusal.
  • 24. Erupção Dentária Fase de movimentação pré-eruptiva • Fase de coroa • Coroa maior > Reabsorção da cripta óssea
  • 25. Epitélio oral Região do gubernáculo Processo alveolar Papila dentária Folículo dentário Osteoclastos
  • 26. Papila dentária Alça cervical Folículo dentário Osteoclastos Processo alveolar
  • 27. Papila dentária Folículo Dentário Osso da maxila Processo alveolar Epitélio oral Língua A continuação da proliferação da bainha coincide com o início do processo de erupção dentária. Fase de movimentação pré-eruptiva
  • 28. Katchburian, E.; Arana, V.; 2012 FasedeRaiz Proliferação celular na alça cervical origina o diafragma epitelial e a bainha de Hertwig. O início da formação da raiz coincide com leves movimentos em vários sentidos  deslocamento oclusal do dente. Estruturas contínuas e constituídas pelas mesmas célula.
  • 29. Katchburian, E.; Arana, V.; 2012 Fase de Raiz Fase de raiz em que se observa a formação da dentina radicular e do periodonto de inserção, em particular o ligamento periodontal.
  • 30. Katchburian, E.; Arana, V.; 2012 Fase de Raiz Células da camada interna da bainha radicular de Hertwig Células ectomensequimais da papila dentária 2 Odontoblastos 3 Formação de dentina radicular aumentando gradualmente a raiz
  • 31. Erupção Dentária Fase de erupção intraóssea Dente se move no sentido vertical Modificações na Matriz extracelular Monócitos se fundem > Osteoclastos reabsorvem osso e formam uma via eruptiva mais definida. Epitélio oral Osteoclasto Processo alveolar Osteoclasto Folículo dentário Papila dentária
  • 32. Torna-se muito denso Aumento da vascularização Aumento do conteúdo de colágeno e proteoglicanos Fibras colágenas aumentam em número e tornam-se mais grossas Aumento no conteúdo de líquido Tissular Folículo Dentário Germe Dentário Processo Alveolar MODIFICAÇÃO DO FOLÍCULO DENTAL
  • 33. Os osteoclastos são células responsáveis pela reabsorção óssea da porção oclusal da cripta, estabelecendo a Via Eruptiva. Porção oclusal da cripta Osteoclastos Processo alveolar Germe dentário Erupção Dentária Fase de erupção intraóssea
  • 35. Predominância de reabsorção óssea na metade oclusal da cripta caracteriza o estabelecimento da via eruptiva
  • 36. Erupção Dentária • 1 – 10 µm/Dia Exodontia precoce
  • 37.
  • 38. Erupção Dentária Fase de Penetração na Mucosa Processo alveolar Periodonto em formação Epitélio Juncional em formação Epitélio oral Lâmina própria Aceleração da erupção; Ep. Reduzido > IgE Compressão de vasos sanguíneos e estruturas adjacentes > Prurido.
  • 39. Erupção Dentária Por que a erupção dos dentes ocorre sem sangramen
  • 40. Erupção Dentária Fase de erupção pré-oclusal Dente já na cavidade oral; Erupção até o plano Funcional; 75µm/ Dia; Hábitos parafuncionais.
  • 42. Erupção Dentária Fase de erupção pós-oclusal O dente espontaneamente tem movimentação vertical por toda vida; Falta de contato.
  • 45. Reabsorção e Exfoliação dos dentes decíduos
  • 46. Reabsorção e Exfoliação dos dentes decíduos Formação da via eruptiva está relacionada com a reabsorção e esfoliação dos dentes decíduos Reabsorção radicular caracteriza-se pela destruição de tecidos duros e moles da raiz e parte da coroa do dente decíduo. Os odontoclastos são semelhantes aos osteoclastos, porém são responsáveis pela reabsorção de cemento, dentina e esmalte. Morte celular programada (apoptose) das células da polpa e ligamento periodontal.
  • 47. Reabsorção e Exfoliação dos dentes decíduos A reabsorção dos dente decíduo é desencadeada pela erupção do dente permanente correspondente, crescimento da face e ossos maxilares, ação dos músculos da mastigação e forças oclusais. Processo alveolar Raiz do dente decíduo Germe do dente permanente Osso basal
  • 48. Reabsorção e Exfoliação dos dentes decíduos Eventos da Reabsorção dos dentes decíduos Aparecimento dos odontoclastos na superfície radicular externa, reabsorvendo cemento e dentina radicular. Chegam a câmara pulpar após pronunciada reabsorção radicular. Reabsorvem algumas áreas de dentina coronária, enquanto que em outras áreas permanecem os odontoblastos.
  • 49.
  • 50. Em fases tardias de reabsorção, os osteoclatos não são vistos na superfície dentinária, porém estão presentes na polpa. A superfície dentinária fica recoberta por tecido semelhante ao cemento ou por tecido fibroso. Em fases ainda mais avançadas ocorre reabsorção de esmalte pelos osteoclatos Reabsorção e Exfoliação dos dentes decíduos Eventos da Reabsorção dos dentes decíduos
  • 51. Erução Dental FATORES SISTÊMICOS Hipopituitarismo; Hipotireoidismo; Síndrome de Down; Disostose cleidocranial; Desnutrição; Hiperpituitarismo; Hipertireoidismo; Drogas; Crianças pré-maturas; Fatores Interferentes FATORES LOCAIS Anquilose dental; Desarmonia dento-facial; Persistência anormal de decíduo; Anomalia do germe do permanente; Neoplasias;
  • 52.
  • 54. Sinais e Sintomas O dente em erupção pressiona a lâmina própria da mucosa oral, comprimindo levemente os vasos sanguíneos e outras estruturas e ocasionando prurido na região de mucosa.
  • 55. Sinais e Sintomas Cisto de Erupção ou Hematoma de Erupção.

Notas do Editor

  1. Remodelação do osso alveolar segue o padrão do movimento eruptivo do dente em formação.
  2. o fator 1 de estimulação de colônia (CSF-1) o fator de crescimento epidérmico (EGF)