SlideShare uma empresa Scribd logo
PRODUÇÃO TEXTUAL
INTERDISCIPLINAR
EM GRUPO – PTG
CURSO: Engenharia Elétrica
PRODUÇÃO TEXTUAL
INTERDISCIPLINAR
EM GRUPO – PTG
TEMOS A PRONTA ENTREGA
WhatsApp: (91) 98764-0830
E-mail:direcionamentouniversitario@gmail.com
TEMOS A PRONTA ENTREGA
WhatsApp: (91) 98764-0830
E-mail:direcionamentouniversitario@gmail.com
TEMOS A PRONTA ENTREGA
WhatsApp: (91) 98764-0830
E-mail:direcionamentouniversitario@gmail.com
PRODUÇÃO TEXTUAL
INTERDISCIPLINAR
EM GRUPO – PTG
Curso: Engenharia Elétrica Semestre: 5º Flex/ 6ºRegular
Objetivos da
Aprendizagem:
A produção textual é um procedimento metodológico de ensino
aprendizagem que tem por objetivos:
• Instigar os alunos, apoiados nas informações presentes
na BNCC sobre a área da linguagem como ferramenta
norteadora, para o planejamento de atividades
diferenciadas.
• Relacionar teoria e prática, a fim de proporcionar
embasamento para atuação em atividades
extracurriculares.
• Desenvolver os estudos independentes, sistemáticos e o
autoaprendizado.
• Favorecer a aprendizagem.
Promover a aplicação da teoria e conceitos para a
solução de problemas práticos relativos à profissão.
Prezados alunos,
Sejam bem-vindos a este semestre!
A proposta de Produção Textual Interdisciplinar em Grupo (PTG) terá a seguinte temática:
desenvolvimento de uma fonte sem transformador. Escolhemos esta temática para possibilitar a
aprendizagem interdisciplinar dos conteúdos desenvolvidos nas disciplinas deste semestre.
Situação Geradora de Aprendizagem (SGA)
Atualmente existem basicamente dois tipos de fonte de alimentação em corrente contínua:
as fontes chaveadas e as fontes lineares. As fontes chaveadas ganharam visibilidade por apresentar
um rendimento superior a 80%, no entanto, apresentam uma maior complexidade se comparado as
fontes lineares. As fontes lineares regulam a tensão de saída a partir de circuitos eletrônicos de
retificação. As referidas fontes ainda podem ser classificadas como isoladas ou não isoladas. A mais
comum é a fonte isolada, em que um transformador é utilizado como estratégia para readequação
dos níveis de tensão e isolação da rede elétrica. Para aplicações que demandam baixo consumo e
TEMOS A PRONTA ENTREGA
WhatsApp: (91) 98764-0830
E-mail:direcionamentouniversitario@gmail.com
PRODUÇÃO TEXTUAL
INTERDISCIPLINAR
EM GRUPO – PTG
que ocupe pouco espaço, uma alternativa é a fonte sem transformador. Contudo, esse tipo de fonte
possui algumas limitações devido a disponibilidade de componentes e a estabilidade no
funcionamento.
Considere que você é o engenheiro projetista da KFB, uma empresa que atua no ramo de
Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) para vários setores de tecnologia. Você recebeu um novo desafio,
em que é necessário projetar uma fonte sem transformador para alimentar uma carga constante de
5,1 V e 15 mA. A fonte deve ser ligada em uma alimentação de 110 Vca. Para desenvolver esse
trabalho, você deve seguir algumas etapas: i) explicar a teoria por trás desse tipo de fonte; ii) projetar
os componentes para que o circuito opere nas especificações; iii) realizar um estudo comparativo
com fontes lineares isoladas.
Agora é com você!
TAREFAS
O desafio é projetar e simular uma fonte linear sem transformador, com o objetivo de discutir
as vantagens e desvantagens dessa tecnologia, como entrega adequada dos níveis de tensão e
corrente solicitados e a eficiência energética. Para isso, são necessárias soluções para as tarefas
propostas pelo setor de P&D, considerando os aspectos pertinentes às disciplinas do semestre.
Agora que vocês já sabem desta missão, elaborem um relatório dessa análise a ser entregue
a seu superior, em que deverá ser apresentado obrigatoriamente os passos descritos a seguir, nessa
sequência.
Para elaboração de todos os passos descritos mais à frente, será necessário fazer a simulação
do circuito eletrônico proposto. Para isso, sugerimos que utilize o software MultisimLive ou LTSpice.
Para o primeiro caso, você pode realizar as simulações on-line através do link:
https://www.multisim.com/. Para o segundo caso, você pode realizar download do software LTSpice
através do link: https://www.analog.com/en/design-center/design-tools-and-calculators/ltspice-
simulator.html
TEMOS A PRONTA ENTREGA
WhatsApp: (91) 98764-0830
E-mail:direcionamentouniversitario@gmail.com
PRODUÇÃO TEXTUAL
INTERDISCIPLINAR
EM GRUPO – PTG
Tarefa 1:
Para o desenvolvimento desse circuito, o primeiro passo é conhecê-lo e compreender o seu
funcionamento. A Figura 1 ilustra um dos possíveis esquemas de um circuito de fonte de tensão CC
sem transformador. Assim, você deve explicar a teoria por trás desse tipo de fonte, explicando a
função de cada componente do circuito, bem como o seu funcionamento. Apresente também o que
acontece com a tensão de saída quando há uma mudança na corrente exigida da fonte, seja para
mais ou menos.
Figura 01: Exemplo de circuito de fonte sem transformador.
C1
110 VRMS D1 Zener
R1 D2
C2
Carga
5,1V e 15mA
Fonte: elaborada pelo autor.
Tarefa 2:
Nesta tarefa vocês devem efetivamente projetar o circuito de fonte de tensão sem
transformador, especificando os valores escolhidos para cada componente. A tensão e corrente de
saída devem ser de 5,1 V e 15mA. Sabendo disso, responda as seguintes perguntas que irão te guiar
no projeto e validação do circuito:
• Tomando como base o circuito da Figura 1, calcule o valor da reatância capacitiva do capacitor
C1. Determine também o valor do capacitor C2 e do resistor para a polarização do zener. Feito
os cálculos, apresente uma figura com o circuito projetado.
• No circuito da Figura 1, qual a função do capacitor C1? Ele pode ser substituído por alguma
fonte controlada (fonte de tensão controlado por tensão, fonte de tensão controlado por
corrente, fonte de corrente controlado por tensão, fonte de corrente controlado por
corrente)? Nesse caso, qual o valor do ganho?
TEMOS A PRONTA ENTREGA
WhatsApp: (91) 98764-0830
E-mail:direcionamentouniversitario@gmail.com
PRODUÇÃO TEXTUAL
INTERDISCIPLINAR
EM GRUPO – PTG
• Na simulação computacional, sem o circuito de carga (ou seja, sem o zener e o resistor de
carga), mensure a corrente no capacitor C2 e justifique o valor obtido.
• Para comprovar o funcionamento do circuito eletrônico proposto, através de ensaios
computacionais, plote os valores de corrente elétrica e tensão na carga;
• Plote a tensão retificada, com e sem o filtro capacitivo;
• Plote a tensão após o capacitor de acoplamento C1 e o diodo D2, sem a carga.
• No circuito apresentado na Figura 1, é possível afirmar que o diodo D1 é desnecessário no
circuito, ou seja, que o circuito também funcionaria com a sua remoção? Qual o
funcionamento do circuito com a remoção do diodo D1? Responda as perguntas e apresente
uma simulação dessa hipótese.
Tarefa 3:
Realize um estudo comparativo entre uma fonte linear sem transformador e uma fonte linear
com um transformador. A fonte com transformador pode ser projetada para uma retificação em meia
onda com um filtro capacitivo. Considere a mesma carga (5,1 V e 15 mA). Realize a simulação em
ambiente computacional, considerando um transformador com relação 10:1. Apresente a simulação
da fonte com transformador projetada e compare com as simulações realizadas para a fonte sem
transformador. Indique também as vantagens e desvantagens de cada uma das fontes.
Tarefa 4:
No circuito da fonte com transformador, o elemento principal e mais custoso passa a ser
justamente o transformador. Para o processo de fabricação do transformador deve ser utilizado um
material magnético que seja capaz de transferir o campo magnético do primário para o secundário
com a menor dispersão e perdas possíveis. Qual o tipo de material mais recomendado para ser
utilizado no núcleo de um transformador e por quê?
Tarefa 5:
Após a finalização das etapas anteriores, você e sua equipe precisam elaborar um documento,
no formato de um projeto, a fim de que vocês possam visualizar com mais clareza todas as etapas
necessárias para concretização do projeto. Sendo assim, a organização e formatação devem ser feitas
TEMOS A PRONTA ENTREGA
WhatsApp: (91) 98764-0830
E-mail:direcionamentouniversitario@gmail.com
PRODUÇÃO TEXTUAL
INTERDISCIPLINAR
EM GRUPO – PTG
de acordo com as normas da ABNT. Devem ser observados os seguintes quesitos: fonte utilizada,
parágrafo, espaçamento entre linhas e citações. As citações devem seguir as orientações para
citações diretas e indiretas (NBR 10520 de 2002). Finalizando o projeto, também devem ser
apresentadas as referências (NBR 6023 de 2002) utilizadas para a elaboração do documento.
NORMAS PARA ELABORAÇÃO E ENTREGA DA PRODUÇÃO TEXTUAL
1. O trabalho será realizado em grupos, de 02 a 07 alunos, no máximo.
2. A formação dos grupos é de responsabilidade dos alunos; no entanto, solicitamos que sigam
as orientações do Tutor Presencial, responsável por cadastrar os grupos no sistema.
3. Importante: somente o líder do grupo conseguirá cadastrar o trabalho finalizado no sistema,
o que deverá ser feito na pasta específica (“atividades interdisciplinares”), obedecendo ao
prazo limite de postagem, conforme disposto no cronograma do curso. Não existe
prorrogação para a postagem da atividade.
4. O trabalho final deve conter, depois de pronto, capa e folha de rosto padrão da Universidade,
sendo organizado no que tange à sua apresentação visual (tipos e tamanhos de fontes,
alinhamento do texto, espaçamentos, adentramento de parágrafos, apresentação correta de
citações e referências, entre outros elementos importantes), conforme modelo disponível no
AVA.
5. A produção textual é um trabalho original e, portanto, não poderá haver trabalhos idênticos
aos de outros alunos ou com reprodução de materiais extraídos da internet. Os trabalhos
plagiados serão invalidados, sendo os alunos reprovados na atividade. Lembre-se de que a
prática do plágio constitui crime, com pena prevista em lei (Lei n.º 9.610), e deve ser evitada
no âmbito acadêmico.
6. Importante: O trabalho deve ser enviado em formato Word. Não serão aceitos, sob nenhuma
hipótese, trabalhos enviados em PDF.
A seguir, apresentamos a vocês alguns dos critérios avaliativos que nortearão a análise do
Tutor a Distância para atribuir o conceito à produção textual:
• Normalização correta do trabalho, em respeito às normas da ABNT, com atendimento ao
número de páginas solicitadas.
• Apresentação de estrutura condizente com a proposta apresentada (com introdução,
desenvolvimento e conclusão).
• Uso de linguagem acadêmica adequada, com clareza e correção, atendendo à norma
padrão.
• Atendimento à proposta, contemplando todos os itens solicitados, com objetividade,
criatividade, originalidade e autenticidade.
• Fundamentação teórica do trabalho, com as devidas referências dos autores
eventualmente citados.
PRODUÇÃO TEXTUAL
INTERDISCIPLINAR
EM GRUPO – PTG
Lembre-se de que seu Tutor a Distância está à disposição para lhes atender em suas dúvidas
e, também, para repassar orientações sempre que vocês precisarem. Aproveite esta oportunidade
para realizar um trabalho com a qualidade acadêmica de nível universitário.
Bom trabalho a todos!
Equipe de professores
TEMOS A PRONTA ENTREGA
WhatsApp: (91) 98764-0830
E-mail:direcionamentouniversitario@gmail.com

Mais conteúdo relacionado

Mais de HELENO FAVACHO

PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_FISIOTERAPIA.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_FISIOTERAPIA.pdfPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_FISIOTERAPIA.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_FISIOTERAPIA.pdf
HELENO FAVACHO
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_FINANCEIRA.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_FINANCEIRA.pdfPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_FINANCEIRA.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_FINANCEIRA.pdf
HELENO FAVACHO
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_HOSPITALAR.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_HOSPITALAR.pdfPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_HOSPITALAR.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_HOSPITALAR.pdf
HELENO FAVACHO
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_PUBLICA.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_PUBLICA.pdfPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_PUBLICA.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_PUBLICA.pdf
HELENO FAVACHO
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_LOGISTICA TECNOLOGIA
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_LOGISTICA TECNOLOGIAPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_LOGISTICA TECNOLOGIA
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_LOGISTICA TECNOLOGIA
HELENO FAVACHO
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_SEGURANCA_PUBLICA.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_SEGURANCA_PUBLICA.pdfPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_SEGURANCA_PUBLICA.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_SEGURANCA_PUBLICA.pdf
HELENO FAVACHO
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_-_MATEMATICA_2a_LICENCIATURA.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_-_MATEMATICA_2a_LICENCIATURA.pdfPROJETO_DE_EXTENSAO_-_MATEMATICA_2a_LICENCIATURA.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_-_MATEMATICA_2a_LICENCIATURA.pdf
HELENO FAVACHO
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_PROCESSOS_GERENCIAIS.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_PROCESSOS_GERENCIAIS.pdfPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_PROCESSOS_GERENCIAIS.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_PROCESSOS_GERENCIAIS.pdf
HELENO FAVACHO
 
PROJETO DE EXTENSÃO I - PEDAGOGIA LICENCIATURA
PROJETO DE EXTENSÃO I - PEDAGOGIA LICENCIATURAPROJETO DE EXTENSÃO I - PEDAGOGIA LICENCIATURA
PROJETO DE EXTENSÃO I - PEDAGOGIA LICENCIATURA
HELENO FAVACHO
 
PROJETO DE EXTENSÃO I - NUTRIÇÃO BACHARELADO
PROJETO DE EXTENSÃO I - NUTRIÇÃO BACHARELADOPROJETO DE EXTENSÃO I - NUTRIÇÃO BACHARELADO
PROJETO DE EXTENSÃO I - NUTRIÇÃO BACHARELADO
HELENO FAVACHO
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_ANALISE_E_DESENVOLVIMENTO_DE_SISTEMAS.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_ANALISE_E_DESENVOLVIMENTO_DE_SISTEMAS.pdfPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_ANALISE_E_DESENVOLVIMENTO_DE_SISTEMAS.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_ANALISE_E_DESENVOLVIMENTO_DE_SISTEMAS.pdf
HELENO FAVACHO
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_ADMINISTRACAO.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_ADMINISTRACAO.pdfPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_ADMINISTRACAO.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_ADMINISTRACAO.pdf
HELENO FAVACHO
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_DE_TURISMO.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_DE_TURISMO.pdfPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_DE_TURISMO.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_DE_TURISMO.pdf
HELENO FAVACHO
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_AMBIENTAL.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_AMBIENTAL.pdfPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_AMBIENTAL.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_AMBIENTAL.pdf
HELENO FAVACHO
 
PROJETO_DE_EXTENSÃO MATEMÁTICA licenciatura
PROJETO_DE_EXTENSÃO MATEMÁTICA licenciaturaPROJETO_DE_EXTENSÃO MATEMÁTICA licenciatura
PROJETO_DE_EXTENSÃO MATEMÁTICA licenciatura
HELENO FAVACHO
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_Engenharia_Mecanica.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_Engenharia_Mecanica.pdfPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_Engenharia_Mecanica.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_Engenharia_Mecanica.pdf
HELENO FAVACHO
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_ENGENHARIA_DE_PRODUCAO.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_ENGENHARIA_DE_PRODUCAO.pdfPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_ENGENHARIA_DE_PRODUCAO.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_ENGENHARIA_DE_PRODUCAO.pdf
HELENO FAVACHO
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_MARKETING_DIGITAL.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_MARKETING_DIGITAL.pdfPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_MARKETING_DIGITAL.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_MARKETING_DIGITAL.pdf
HELENO FAVACHO
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_MARKETING TECNOLOGIA
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_MARKETING TECNOLOGIAPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_MARKETING TECNOLOGIA
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_MARKETING TECNOLOGIA
HELENO FAVACHO
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_DA_QUALIDADE.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_DA_QUALIDADE.pdfPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_DA_QUALIDADE.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_DA_QUALIDADE.pdf
HELENO FAVACHO
 

Mais de HELENO FAVACHO (20)

PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_FISIOTERAPIA.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_FISIOTERAPIA.pdfPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_FISIOTERAPIA.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_FISIOTERAPIA.pdf
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_FINANCEIRA.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_FINANCEIRA.pdfPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_FINANCEIRA.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_FINANCEIRA.pdf
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_HOSPITALAR.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_HOSPITALAR.pdfPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_HOSPITALAR.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_HOSPITALAR.pdf
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_PUBLICA.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_PUBLICA.pdfPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_PUBLICA.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_PUBLICA.pdf
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_LOGISTICA TECNOLOGIA
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_LOGISTICA TECNOLOGIAPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_LOGISTICA TECNOLOGIA
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_LOGISTICA TECNOLOGIA
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_SEGURANCA_PUBLICA.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_SEGURANCA_PUBLICA.pdfPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_SEGURANCA_PUBLICA.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_SEGURANCA_PUBLICA.pdf
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_-_MATEMATICA_2a_LICENCIATURA.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_-_MATEMATICA_2a_LICENCIATURA.pdfPROJETO_DE_EXTENSAO_-_MATEMATICA_2a_LICENCIATURA.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_-_MATEMATICA_2a_LICENCIATURA.pdf
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_PROCESSOS_GERENCIAIS.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_PROCESSOS_GERENCIAIS.pdfPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_PROCESSOS_GERENCIAIS.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_PROCESSOS_GERENCIAIS.pdf
 
PROJETO DE EXTENSÃO I - PEDAGOGIA LICENCIATURA
PROJETO DE EXTENSÃO I - PEDAGOGIA LICENCIATURAPROJETO DE EXTENSÃO I - PEDAGOGIA LICENCIATURA
PROJETO DE EXTENSÃO I - PEDAGOGIA LICENCIATURA
 
PROJETO DE EXTENSÃO I - NUTRIÇÃO BACHARELADO
PROJETO DE EXTENSÃO I - NUTRIÇÃO BACHARELADOPROJETO DE EXTENSÃO I - NUTRIÇÃO BACHARELADO
PROJETO DE EXTENSÃO I - NUTRIÇÃO BACHARELADO
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_ANALISE_E_DESENVOLVIMENTO_DE_SISTEMAS.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_ANALISE_E_DESENVOLVIMENTO_DE_SISTEMAS.pdfPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_ANALISE_E_DESENVOLVIMENTO_DE_SISTEMAS.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_ANALISE_E_DESENVOLVIMENTO_DE_SISTEMAS.pdf
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_ADMINISTRACAO.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_ADMINISTRACAO.pdfPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_ADMINISTRACAO.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_ADMINISTRACAO.pdf
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_DE_TURISMO.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_DE_TURISMO.pdfPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_DE_TURISMO.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_DE_TURISMO.pdf
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_AMBIENTAL.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_AMBIENTAL.pdfPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_AMBIENTAL.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_AMBIENTAL.pdf
 
PROJETO_DE_EXTENSÃO MATEMÁTICA licenciatura
PROJETO_DE_EXTENSÃO MATEMÁTICA licenciaturaPROJETO_DE_EXTENSÃO MATEMÁTICA licenciatura
PROJETO_DE_EXTENSÃO MATEMÁTICA licenciatura
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_Engenharia_Mecanica.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_Engenharia_Mecanica.pdfPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_Engenharia_Mecanica.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_Engenharia_Mecanica.pdf
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_ENGENHARIA_DE_PRODUCAO.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_ENGENHARIA_DE_PRODUCAO.pdfPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_ENGENHARIA_DE_PRODUCAO.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_ENGENHARIA_DE_PRODUCAO.pdf
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_MARKETING_DIGITAL.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_MARKETING_DIGITAL.pdfPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_MARKETING_DIGITAL.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_MARKETING_DIGITAL.pdf
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_MARKETING TECNOLOGIA
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_MARKETING TECNOLOGIAPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_MARKETING TECNOLOGIA
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_MARKETING TECNOLOGIA
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_DA_QUALIDADE.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_DA_QUALIDADE.pdfPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_DA_QUALIDADE.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_DA_QUALIDADE.pdf
 

Último

Apresentação concreto autodesempenho 123
Apresentação concreto autodesempenho 123Apresentação concreto autodesempenho 123
Apresentação concreto autodesempenho 123
GabrielGarcia356832
 
AE03 - LOGISTICA EMPRESARIAL UNICESUMAR 52/2024
AE03 - LOGISTICA EMPRESARIAL UNICESUMAR 52/2024AE03 - LOGISTICA EMPRESARIAL UNICESUMAR 52/2024
AE03 - LOGISTICA EMPRESARIAL UNICESUMAR 52/2024
Consultoria Acadêmica
 
Simbologia e Terminologia de Instrumentação da Norma ISA 5.1 - Simbologia_ISA...
Simbologia e Terminologia de Instrumentação da Norma ISA 5.1 - Simbologia_ISA...Simbologia e Terminologia de Instrumentação da Norma ISA 5.1 - Simbologia_ISA...
Simbologia e Terminologia de Instrumentação da Norma ISA 5.1 - Simbologia_ISA...
pereiramarcossantos0
 
ÁREAS DE ATUAÇÃO DO ENGENHEIRO CIVIL.pdf
ÁREAS DE ATUAÇÃO DO ENGENHEIRO CIVIL.pdfÁREAS DE ATUAÇÃO DO ENGENHEIRO CIVIL.pdf
ÁREAS DE ATUAÇÃO DO ENGENHEIRO CIVIL.pdf
RoemirPeres
 
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL COMUNICAÇÃO ASSERTIVA E INTERPESSOA...
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL COMUNICAÇÃO ASSERTIVA E INTERPESSOA...AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL COMUNICAÇÃO ASSERTIVA E INTERPESSOA...
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL COMUNICAÇÃO ASSERTIVA E INTERPESSOA...
Consultoria Acadêmica
 
Segurança nos trabalhos em altura, normas SST
Segurança nos trabalhos em altura, normas SSTSegurança nos trabalhos em altura, normas SST
Segurança nos trabalhos em altura, normas SST
ClaudioArez
 
Aula Vigor de Sementes - Aula Vigor de Sementes
Aula Vigor de Sementes - Aula Vigor de SementesAula Vigor de Sementes - Aula Vigor de Sementes
Aula Vigor de Sementes - Aula Vigor de Sementes
WeltonAgostinhoDias1
 
Dimensionamento de eixo. estudo de caso.pdf
Dimensionamento de eixo. estudo de caso.pdfDimensionamento de eixo. estudo de caso.pdf
Dimensionamento de eixo. estudo de caso.pdf
RodrigoQuintilianode1
 
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL EMPREENDEDORISMO CORPORATIVO UNICES...
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL EMPREENDEDORISMO CORPORATIVO UNICES...AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL EMPREENDEDORISMO CORPORATIVO UNICES...
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL EMPREENDEDORISMO CORPORATIVO UNICES...
Consultoria Acadêmica
 
AULA LEI DOS SENOS OU COSSENOS - parte final (3) (1).pdf
AULA LEI DOS SENOS OU COSSENOS - parte final (3) (1).pdfAULA LEI DOS SENOS OU COSSENOS - parte final (3) (1).pdf
AULA LEI DOS SENOS OU COSSENOS - parte final (3) (1).pdf
MaxwellBentodeOlivei1
 
Elementos de Máquina aplicados na tornearia mecânica.ppt
Elementos de Máquina aplicados na tornearia mecânica.pptElementos de Máquina aplicados na tornearia mecânica.ppt
Elementos de Máquina aplicados na tornearia mecânica.ppt
Wagner Moraes
 

Último (11)

Apresentação concreto autodesempenho 123
Apresentação concreto autodesempenho 123Apresentação concreto autodesempenho 123
Apresentação concreto autodesempenho 123
 
AE03 - LOGISTICA EMPRESARIAL UNICESUMAR 52/2024
AE03 - LOGISTICA EMPRESARIAL UNICESUMAR 52/2024AE03 - LOGISTICA EMPRESARIAL UNICESUMAR 52/2024
AE03 - LOGISTICA EMPRESARIAL UNICESUMAR 52/2024
 
Simbologia e Terminologia de Instrumentação da Norma ISA 5.1 - Simbologia_ISA...
Simbologia e Terminologia de Instrumentação da Norma ISA 5.1 - Simbologia_ISA...Simbologia e Terminologia de Instrumentação da Norma ISA 5.1 - Simbologia_ISA...
Simbologia e Terminologia de Instrumentação da Norma ISA 5.1 - Simbologia_ISA...
 
ÁREAS DE ATUAÇÃO DO ENGENHEIRO CIVIL.pdf
ÁREAS DE ATUAÇÃO DO ENGENHEIRO CIVIL.pdfÁREAS DE ATUAÇÃO DO ENGENHEIRO CIVIL.pdf
ÁREAS DE ATUAÇÃO DO ENGENHEIRO CIVIL.pdf
 
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL COMUNICAÇÃO ASSERTIVA E INTERPESSOA...
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL COMUNICAÇÃO ASSERTIVA E INTERPESSOA...AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL COMUNICAÇÃO ASSERTIVA E INTERPESSOA...
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL COMUNICAÇÃO ASSERTIVA E INTERPESSOA...
 
Segurança nos trabalhos em altura, normas SST
Segurança nos trabalhos em altura, normas SSTSegurança nos trabalhos em altura, normas SST
Segurança nos trabalhos em altura, normas SST
 
Aula Vigor de Sementes - Aula Vigor de Sementes
Aula Vigor de Sementes - Aula Vigor de SementesAula Vigor de Sementes - Aula Vigor de Sementes
Aula Vigor de Sementes - Aula Vigor de Sementes
 
Dimensionamento de eixo. estudo de caso.pdf
Dimensionamento de eixo. estudo de caso.pdfDimensionamento de eixo. estudo de caso.pdf
Dimensionamento de eixo. estudo de caso.pdf
 
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL EMPREENDEDORISMO CORPORATIVO UNICES...
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL EMPREENDEDORISMO CORPORATIVO UNICES...AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL EMPREENDEDORISMO CORPORATIVO UNICES...
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL EMPREENDEDORISMO CORPORATIVO UNICES...
 
AULA LEI DOS SENOS OU COSSENOS - parte final (3) (1).pdf
AULA LEI DOS SENOS OU COSSENOS - parte final (3) (1).pdfAULA LEI DOS SENOS OU COSSENOS - parte final (3) (1).pdf
AULA LEI DOS SENOS OU COSSENOS - parte final (3) (1).pdf
 
Elementos de Máquina aplicados na tornearia mecânica.ppt
Elementos de Máquina aplicados na tornearia mecânica.pptElementos de Máquina aplicados na tornearia mecânica.ppt
Elementos de Máquina aplicados na tornearia mecânica.ppt
 

Engenharia Elétrica - desenvolvimento de uma fonte sem transformador.pdf

  • 1. PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDISCIPLINAR EM GRUPO – PTG CURSO: Engenharia Elétrica PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDISCIPLINAR EM GRUPO – PTG TEMOS A PRONTA ENTREGA WhatsApp: (91) 98764-0830 E-mail:direcionamentouniversitario@gmail.com TEMOS A PRONTA ENTREGA WhatsApp: (91) 98764-0830 E-mail:direcionamentouniversitario@gmail.com TEMOS A PRONTA ENTREGA WhatsApp: (91) 98764-0830 E-mail:direcionamentouniversitario@gmail.com
  • 2. PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDISCIPLINAR EM GRUPO – PTG Curso: Engenharia Elétrica Semestre: 5º Flex/ 6ºRegular Objetivos da Aprendizagem: A produção textual é um procedimento metodológico de ensino aprendizagem que tem por objetivos: • Instigar os alunos, apoiados nas informações presentes na BNCC sobre a área da linguagem como ferramenta norteadora, para o planejamento de atividades diferenciadas. • Relacionar teoria e prática, a fim de proporcionar embasamento para atuação em atividades extracurriculares. • Desenvolver os estudos independentes, sistemáticos e o autoaprendizado. • Favorecer a aprendizagem. Promover a aplicação da teoria e conceitos para a solução de problemas práticos relativos à profissão. Prezados alunos, Sejam bem-vindos a este semestre! A proposta de Produção Textual Interdisciplinar em Grupo (PTG) terá a seguinte temática: desenvolvimento de uma fonte sem transformador. Escolhemos esta temática para possibilitar a aprendizagem interdisciplinar dos conteúdos desenvolvidos nas disciplinas deste semestre. Situação Geradora de Aprendizagem (SGA) Atualmente existem basicamente dois tipos de fonte de alimentação em corrente contínua: as fontes chaveadas e as fontes lineares. As fontes chaveadas ganharam visibilidade por apresentar um rendimento superior a 80%, no entanto, apresentam uma maior complexidade se comparado as fontes lineares. As fontes lineares regulam a tensão de saída a partir de circuitos eletrônicos de retificação. As referidas fontes ainda podem ser classificadas como isoladas ou não isoladas. A mais comum é a fonte isolada, em que um transformador é utilizado como estratégia para readequação dos níveis de tensão e isolação da rede elétrica. Para aplicações que demandam baixo consumo e TEMOS A PRONTA ENTREGA WhatsApp: (91) 98764-0830 E-mail:direcionamentouniversitario@gmail.com
  • 3. PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDISCIPLINAR EM GRUPO – PTG que ocupe pouco espaço, uma alternativa é a fonte sem transformador. Contudo, esse tipo de fonte possui algumas limitações devido a disponibilidade de componentes e a estabilidade no funcionamento. Considere que você é o engenheiro projetista da KFB, uma empresa que atua no ramo de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) para vários setores de tecnologia. Você recebeu um novo desafio, em que é necessário projetar uma fonte sem transformador para alimentar uma carga constante de 5,1 V e 15 mA. A fonte deve ser ligada em uma alimentação de 110 Vca. Para desenvolver esse trabalho, você deve seguir algumas etapas: i) explicar a teoria por trás desse tipo de fonte; ii) projetar os componentes para que o circuito opere nas especificações; iii) realizar um estudo comparativo com fontes lineares isoladas. Agora é com você! TAREFAS O desafio é projetar e simular uma fonte linear sem transformador, com o objetivo de discutir as vantagens e desvantagens dessa tecnologia, como entrega adequada dos níveis de tensão e corrente solicitados e a eficiência energética. Para isso, são necessárias soluções para as tarefas propostas pelo setor de P&D, considerando os aspectos pertinentes às disciplinas do semestre. Agora que vocês já sabem desta missão, elaborem um relatório dessa análise a ser entregue a seu superior, em que deverá ser apresentado obrigatoriamente os passos descritos a seguir, nessa sequência. Para elaboração de todos os passos descritos mais à frente, será necessário fazer a simulação do circuito eletrônico proposto. Para isso, sugerimos que utilize o software MultisimLive ou LTSpice. Para o primeiro caso, você pode realizar as simulações on-line através do link: https://www.multisim.com/. Para o segundo caso, você pode realizar download do software LTSpice através do link: https://www.analog.com/en/design-center/design-tools-and-calculators/ltspice- simulator.html TEMOS A PRONTA ENTREGA WhatsApp: (91) 98764-0830 E-mail:direcionamentouniversitario@gmail.com
  • 4. PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDISCIPLINAR EM GRUPO – PTG Tarefa 1: Para o desenvolvimento desse circuito, o primeiro passo é conhecê-lo e compreender o seu funcionamento. A Figura 1 ilustra um dos possíveis esquemas de um circuito de fonte de tensão CC sem transformador. Assim, você deve explicar a teoria por trás desse tipo de fonte, explicando a função de cada componente do circuito, bem como o seu funcionamento. Apresente também o que acontece com a tensão de saída quando há uma mudança na corrente exigida da fonte, seja para mais ou menos. Figura 01: Exemplo de circuito de fonte sem transformador. C1 110 VRMS D1 Zener R1 D2 C2 Carga 5,1V e 15mA Fonte: elaborada pelo autor. Tarefa 2: Nesta tarefa vocês devem efetivamente projetar o circuito de fonte de tensão sem transformador, especificando os valores escolhidos para cada componente. A tensão e corrente de saída devem ser de 5,1 V e 15mA. Sabendo disso, responda as seguintes perguntas que irão te guiar no projeto e validação do circuito: • Tomando como base o circuito da Figura 1, calcule o valor da reatância capacitiva do capacitor C1. Determine também o valor do capacitor C2 e do resistor para a polarização do zener. Feito os cálculos, apresente uma figura com o circuito projetado. • No circuito da Figura 1, qual a função do capacitor C1? Ele pode ser substituído por alguma fonte controlada (fonte de tensão controlado por tensão, fonte de tensão controlado por corrente, fonte de corrente controlado por tensão, fonte de corrente controlado por corrente)? Nesse caso, qual o valor do ganho? TEMOS A PRONTA ENTREGA WhatsApp: (91) 98764-0830 E-mail:direcionamentouniversitario@gmail.com
  • 5. PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDISCIPLINAR EM GRUPO – PTG • Na simulação computacional, sem o circuito de carga (ou seja, sem o zener e o resistor de carga), mensure a corrente no capacitor C2 e justifique o valor obtido. • Para comprovar o funcionamento do circuito eletrônico proposto, através de ensaios computacionais, plote os valores de corrente elétrica e tensão na carga; • Plote a tensão retificada, com e sem o filtro capacitivo; • Plote a tensão após o capacitor de acoplamento C1 e o diodo D2, sem a carga. • No circuito apresentado na Figura 1, é possível afirmar que o diodo D1 é desnecessário no circuito, ou seja, que o circuito também funcionaria com a sua remoção? Qual o funcionamento do circuito com a remoção do diodo D1? Responda as perguntas e apresente uma simulação dessa hipótese. Tarefa 3: Realize um estudo comparativo entre uma fonte linear sem transformador e uma fonte linear com um transformador. A fonte com transformador pode ser projetada para uma retificação em meia onda com um filtro capacitivo. Considere a mesma carga (5,1 V e 15 mA). Realize a simulação em ambiente computacional, considerando um transformador com relação 10:1. Apresente a simulação da fonte com transformador projetada e compare com as simulações realizadas para a fonte sem transformador. Indique também as vantagens e desvantagens de cada uma das fontes. Tarefa 4: No circuito da fonte com transformador, o elemento principal e mais custoso passa a ser justamente o transformador. Para o processo de fabricação do transformador deve ser utilizado um material magnético que seja capaz de transferir o campo magnético do primário para o secundário com a menor dispersão e perdas possíveis. Qual o tipo de material mais recomendado para ser utilizado no núcleo de um transformador e por quê? Tarefa 5: Após a finalização das etapas anteriores, você e sua equipe precisam elaborar um documento, no formato de um projeto, a fim de que vocês possam visualizar com mais clareza todas as etapas necessárias para concretização do projeto. Sendo assim, a organização e formatação devem ser feitas TEMOS A PRONTA ENTREGA WhatsApp: (91) 98764-0830 E-mail:direcionamentouniversitario@gmail.com
  • 6. PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDISCIPLINAR EM GRUPO – PTG de acordo com as normas da ABNT. Devem ser observados os seguintes quesitos: fonte utilizada, parágrafo, espaçamento entre linhas e citações. As citações devem seguir as orientações para citações diretas e indiretas (NBR 10520 de 2002). Finalizando o projeto, também devem ser apresentadas as referências (NBR 6023 de 2002) utilizadas para a elaboração do documento. NORMAS PARA ELABORAÇÃO E ENTREGA DA PRODUÇÃO TEXTUAL 1. O trabalho será realizado em grupos, de 02 a 07 alunos, no máximo. 2. A formação dos grupos é de responsabilidade dos alunos; no entanto, solicitamos que sigam as orientações do Tutor Presencial, responsável por cadastrar os grupos no sistema. 3. Importante: somente o líder do grupo conseguirá cadastrar o trabalho finalizado no sistema, o que deverá ser feito na pasta específica (“atividades interdisciplinares”), obedecendo ao prazo limite de postagem, conforme disposto no cronograma do curso. Não existe prorrogação para a postagem da atividade. 4. O trabalho final deve conter, depois de pronto, capa e folha de rosto padrão da Universidade, sendo organizado no que tange à sua apresentação visual (tipos e tamanhos de fontes, alinhamento do texto, espaçamentos, adentramento de parágrafos, apresentação correta de citações e referências, entre outros elementos importantes), conforme modelo disponível no AVA. 5. A produção textual é um trabalho original e, portanto, não poderá haver trabalhos idênticos aos de outros alunos ou com reprodução de materiais extraídos da internet. Os trabalhos plagiados serão invalidados, sendo os alunos reprovados na atividade. Lembre-se de que a prática do plágio constitui crime, com pena prevista em lei (Lei n.º 9.610), e deve ser evitada no âmbito acadêmico. 6. Importante: O trabalho deve ser enviado em formato Word. Não serão aceitos, sob nenhuma hipótese, trabalhos enviados em PDF. A seguir, apresentamos a vocês alguns dos critérios avaliativos que nortearão a análise do Tutor a Distância para atribuir o conceito à produção textual: • Normalização correta do trabalho, em respeito às normas da ABNT, com atendimento ao número de páginas solicitadas. • Apresentação de estrutura condizente com a proposta apresentada (com introdução, desenvolvimento e conclusão). • Uso de linguagem acadêmica adequada, com clareza e correção, atendendo à norma padrão. • Atendimento à proposta, contemplando todos os itens solicitados, com objetividade, criatividade, originalidade e autenticidade. • Fundamentação teórica do trabalho, com as devidas referências dos autores eventualmente citados.
  • 7. PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDISCIPLINAR EM GRUPO – PTG Lembre-se de que seu Tutor a Distância está à disposição para lhes atender em suas dúvidas e, também, para repassar orientações sempre que vocês precisarem. Aproveite esta oportunidade para realizar um trabalho com a qualidade acadêmica de nível universitário. Bom trabalho a todos! Equipe de professores TEMOS A PRONTA ENTREGA WhatsApp: (91) 98764-0830 E-mail:direcionamentouniversitario@gmail.com