SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 8
Gil Vicente,
Farsa de Inês Pereira
Texto analisado
Um pretendente para Inês
Lia. Inês Pereira é concertada
pera casar com alguém?
Mãe Até ‘gora com ninguém
não é ela embaraçada.
Lia. Eu vos trago um casamento
em nome do Anjo bento.
Filha, não sei se vos praz.
Inês E quando, Lianor Vaz?
Lia. Eu vos trago aviamento.
Inês Porém, não hei de casar
senão com homem avisado,
ainda que pobre pelado,
seja discreto em falar.
Lia. Eu vos trago um bom marido,
rico, honrado, conhecido;
diz que em camisa vos quer.
Inês Primeiro, eu hei de saber
se é parvo, se sabido.
Lia. Nesta carta que aqui vem
pera vós, filha, d’amores,
veredes vós, minhas flores,
a discrição que ele tem.
Inês Mostrai-ma cá, quero ver.
Lia. Tomai. E sabedes vós ler?
Mãe Hui! E ela sabe latim,
e gramática e alfaqui,
e tudo quanto ela quer.
Gil Vicente, Farsa de Inês Pereira,
Porto, Porto Editora, 2014 [pp. 18-19]
concertada: comprometida.
concertada
aviamento: rapidez.
aviamento
avisado: sensato.
avisado
pobre pelado: sem dinheiro.
pobre pelado
em camisa: sem dote.em camisa
alfaqui: sábio muçulmano (a Mãe toma,
erradamente, o alfaqui pelo nome de uma
ciência difícil).
alfaqui
Lia. Inês Pereira é concertada
pera casar com alguém?
Mãe Até ‘gora com ninguém
não é ela embaraçada.
Lia. Eu vos trago um casamento
em nome do Anjo bento.
Filha, não sei se vos praz.
Inês E quando, Lianor Vaz?
Lia. Eu vos trago aviamento.
Inês Porém, não hei de casar
senão com homem avisado,
ainda que pobre pelado,
seja discreto em falar.
Lia. Eu vos trago um bom marido,
rico, honrado, conhecido;
diz que em camisa vos quer.
Inês Primeiro, eu hei de saber
se é parvo, se sabido.
Lia. Nesta carta que aqui vem
pera vós, filha, d’amores,
veredes vós, minhas flores,
a discrição que ele tem.
Inês Mostrai-ma cá, quero ver.
Lia. Tomai. E sabedes vós ler?
Mãe Hui! E ela sabe latim,
e gramática e alfaqui,
e tudo quanto ela quer.
A alcoviteira Lianor
Vaz quer saber
se Inês está
comprometida,
pois encontrou
um pretendente
para a jovem.
Qual é o ASSUNTO
do excerto?
Lianor Vaz quer saber
se Inês está
comprometida
Lianor Vaz
encontrou um
pretendente para
Inês
Representação
do quotidiano
(combinação
de casamento)
O pretendente enviou
uma carta a Inês,
para se dar a conhecer
Lia. Inês Pereira é concertada
pera casar com alguém?
Mãe Até ‘gora com ninguém
não é ela embaraçada.
Lia. Eu vos trago um casamento
em nome do Anjo bento.
Filha, não sei se vos praz.
Inês E quando, Lianor Vaz?
Lia. Eu vos trago aviamento.
Inês Porém, não hei de casar
senão com homem avisado,
ainda que pobre pelado,
seja discreto em falar.
Lia. Eu vos trago um bom marido,
rico, honrado, conhecido;
diz que em camisa vos quer.
Inês Primeiro, eu hei de saber
se é parvo, se sabido.
Lia. Nesta carta que aqui vem
pera vós, filha, d’amores,
veredes vós, minhas flores,
a discrição que ele tem.
Inês Mostrai-ma cá, quero ver.
Lia. Tomai. E sabedes vós ler?
Mãe Hui! E ela sabe latim,
e gramática e alfaqui,
e tudo quanto ela quer.
• Inês
• Lianor Vaz
• Mãe (de Inês)
Quem são as
PERSONAGENS
intervenientes
na ação?
Lianor Vaz,
a alcoviteira
Mãe de
Inês Pereira
Inês Pereira
Lia. Inês Pereira é concertada
pera casar com alguém?
Mãe Até ‘gora com ninguém
não é ela embaraçada.
Lia. Eu vos trago um casamento
em nome do Anjo bento.
Filha, não sei se vos praz.
Inês E quando, Lianor Vaz?
Lia. Eu vos trago aviamento.
Inês Porém, não hei de casar
senão com homem avisado,
ainda que pobre pelado,
seja discreto em falar.
Lia. Eu vos trago um bom marido,
rico, honrado, conhecido;
diz que em camisa vos quer.
Inês Primeiro, eu hei de saber
se é parvo, se sabido.
Lia. Nesta carta que aqui vem
pera vós, filha, d’amores,
veredes vós, minhas flores,
a discrição que ele tem.
Inês Mostrai-ma cá, quero ver.
Lia. Tomai. E sabedes vós ler?
Mãe Hui! E ela sabe latim,
e gramática e alfaqui,
e tudo quanto ela quer.
• Lianor Vaz:
alcoviteira/casamenteira,
dissimulada, pragmática,
bajuladora
• Inês Pereira: ansiosa por
casar, idealista, desejosa
de ascensão social, culta
• Mãe de Inês Pereira:
ansiosa pelo casamento
da filha
Quais são as
CARACTERÍSTICAS DAS
PERSONAGENS?
Lianor Vaz
• alcoviteira /
casamenteira
Representação
do quotidiano
(combinação de casamento)
• bajuladora
• dissimulada
Inês Pereira
• ansiosa por
casar
• idealista e
desejosa de
ascensão social
• com alguma
cultura
Mãe de Inês
Pereira
• ansiosa pelo
casamento da
filha
• pragmática
Lia. Inês Pereira é concertada
pera casar com alguém?
Mãe Até ‘gora com ninguém
não é ela embaraçada.
Lia. Eu vos trago um casamento
em nome do Anjo bento.
Filha, não sei se vos praz.
Inês E quando, Lianor Vaz?
Lia. Eu vos trago aviamento.
Inês Porém, não hei de casar
senão com homem avisado,
ainda que pobre pelado,
seja discreto em falar.
Lia. Eu vos trago um bom marido,
rico, honrado, conhecido;
diz que em camisa vos quer.
Inês Primeiro, eu hei de saber
se é parvo, se sabido.
Lia. Nesta carta que aqui vem
pera vós, filha, d’amores,
veredes vós, minhas flores,
a discrição que ele tem.
Inês Mostrai-ma cá, quero ver.
Lia. Tomai. E sabedes vós ler?
Mãe Hui! E ela sabe latim,
e gramática e alfaqui,
e tudo quanto ela quer.
Antagonismo Mãe
e Lianor Vaz / Inês:
• oposição de
interesses e
conceções de vida
• conflito
intergeracional
Que relações se
estabelecem entre as
PERSONAGENS?
Lianor Vaz
• interesse em casar
Inês com um
homem “rico,
honrado, conhecido”
Inês Pereira
• interesse em casar
com um homem
“avisado” e
“discreto”, ainda
que pobre
Inês Porém, não hei de casar
senão com homem avisado,
ainda que pobre pelado,
seja discreto em falar.
Lia. Eu vos trago um bom marido,
rico, honrado, conhecido;
diz que em camisa vos quer.
Inês Primeiro, eu hei de saber
se é parvo, se sabido.
Lia. Nesta carta que aqui vem
pera vós, filha, d’amores,
veredes vós, minhas flores,
a discrição que ele tem.
Inês Mostrai-ma cá, quero ver.
Lia. Tomai. E sabedes vós ler?
Mãe Hui! E ela sabe latim,
e gramática e alfaqui,
e tudo quanto ela quer.
Linguagem expressiva
• Cómico de linguagem
• Expressões coloquiais
• Interjeições
Como se caracteriza
a LINGUAGEM?
Cómico de linguagem
(uso indevido da
palavra “alfaqui”
pela Mãe)
Interjeição
(“Hui!”)
Expressão
coloquial
Expressão
coloquial
O excerto apresentado ilustra algumas das características das peças de Gil Vicente:
Tópicos de análise
• representação de um episódio:
– que aborda o relacionamento familiar (Inês e Mãe);
– que reflete um aspeto da vida quotidiana – o casamento – opondo
duas conceções de “marido” – uma pragmática (Lianor Vaz), outra
idealizada (Inês);
– em que surgem representados tipos sociais: jovem rapariga em idade
de casar e que deseja ascender socialmente (Inês), alcoviteira/
casamenteira (Lianor);
• texto caracterizado por uma linguagem expressiva, de carácter popular,
pelo cómico de linguagem (cf. emprego incorreto do termo “alfaqui”).

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Resumo da disciplina de Português - 10 Ano
Resumo da disciplina de Português - 10 AnoResumo da disciplina de Português - 10 Ano
Resumo da disciplina de Português - 10 Ano
Rui Oliveira
 
Sermão de santo antónio aos peixes
Sermão de santo antónio aos peixesSermão de santo antónio aos peixes
Sermão de santo antónio aos peixes
vermar2010
 
Os Maias de Eça de Queirós - personagens
Os Maias de Eça de Queirós - personagensOs Maias de Eça de Queirós - personagens
Os Maias de Eça de Queirós - personagens
Lurdes Augusto
 

Mais procurados (20)

Cap iv repreensões geral
Cap iv repreensões geralCap iv repreensões geral
Cap iv repreensões geral
 
Cesário Verde-Sistematização
Cesário Verde-SistematizaçãoCesário Verde-Sistematização
Cesário Verde-Sistematização
 
Os Maias - Jantar no Hotel Central
Os Maias - Jantar no Hotel CentralOs Maias - Jantar no Hotel Central
Os Maias - Jantar no Hotel Central
 
Resumo da disciplina de Português - 10 Ano
Resumo da disciplina de Português - 10 AnoResumo da disciplina de Português - 10 Ano
Resumo da disciplina de Português - 10 Ano
 
Sermão de santo antónio aos peixes
Sermão de santo antónio aos peixesSermão de santo antónio aos peixes
Sermão de santo antónio aos peixes
 
As cantigas de amigo
As cantigas de amigoAs cantigas de amigo
As cantigas de amigo
 
Temáticas de Cesário verde
Temáticas de Cesário verdeTemáticas de Cesário verde
Temáticas de Cesário verde
 
Os Lusíadas - Reflexões do Poeta
Os Lusíadas - Reflexões do PoetaOs Lusíadas - Reflexões do Poeta
Os Lusíadas - Reflexões do Poeta
 
Sermão de Santo António - Resumo
Sermão de Santo António - ResumoSermão de Santo António - Resumo
Sermão de Santo António - Resumo
 
Contextualização histórico literária - Sermão
Contextualização histórico literária - SermãoContextualização histórico literária - Sermão
Contextualização histórico literária - Sermão
 
Canto viii 96_99
Canto viii 96_99Canto viii 96_99
Canto viii 96_99
 
Power point "Frei Luís de Sousa"
Power point "Frei Luís de Sousa"Power point "Frei Luís de Sousa"
Power point "Frei Luís de Sousa"
 
Resumos de Português: Camões lírico
Resumos de Português: Camões líricoResumos de Português: Camões lírico
Resumos de Português: Camões lírico
 
Erros meus, má fortuna, amor ardente
Erros  meus, má fortuna, amor ardenteErros  meus, má fortuna, amor ardente
Erros meus, má fortuna, amor ardente
 
A representação na amada na lírica de Camões
A representação na amada na lírica de CamõesA representação na amada na lírica de Camões
A representação na amada na lírica de Camões
 
Amor de perdição
Amor de perdiçãoAmor de perdição
Amor de perdição
 
Os maias-resumo-e-analise
Os maias-resumo-e-analiseOs maias-resumo-e-analise
Os maias-resumo-e-analise
 
Síntese Sermão de Santo António aos Peixes
Síntese Sermão de Santo António aos PeixesSíntese Sermão de Santo António aos Peixes
Síntese Sermão de Santo António aos Peixes
 
Resumos de Português: Heterónimos De Fernando Pessoa
Resumos de Português: Heterónimos De Fernando PessoaResumos de Português: Heterónimos De Fernando Pessoa
Resumos de Português: Heterónimos De Fernando Pessoa
 
Os Maias de Eça de Queirós - personagens
Os Maias de Eça de Queirós - personagensOs Maias de Eça de Queirós - personagens
Os Maias de Eça de Queirós - personagens
 

Último

ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
azulassessoria9
 
atividade-de-portugues-paronimos-e-homonimos-4º-e-5º-ano-respostas.pdf
atividade-de-portugues-paronimos-e-homonimos-4º-e-5º-ano-respostas.pdfatividade-de-portugues-paronimos-e-homonimos-4º-e-5º-ano-respostas.pdf
atividade-de-portugues-paronimos-e-homonimos-4º-e-5º-ano-respostas.pdf
Autonoma
 
O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...
O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...
O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...
azulassessoria9
 
Aprender as diferentes formas de classificar as habilidades motoras é de extr...
Aprender as diferentes formas de classificar as habilidades motoras é de extr...Aprender as diferentes formas de classificar as habilidades motoras é de extr...
Aprender as diferentes formas de classificar as habilidades motoras é de extr...
azulassessoria9
 
O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...
O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...
O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...
azulassessoria9
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Eró Cunha
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
azulassessoria9
 

Último (20)

ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
 
atividade-de-portugues-paronimos-e-homonimos-4º-e-5º-ano-respostas.pdf
atividade-de-portugues-paronimos-e-homonimos-4º-e-5º-ano-respostas.pdfatividade-de-portugues-paronimos-e-homonimos-4º-e-5º-ano-respostas.pdf
atividade-de-portugues-paronimos-e-homonimos-4º-e-5º-ano-respostas.pdf
 
O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...
O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...
O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...
 
Aprender as diferentes formas de classificar as habilidades motoras é de extr...
Aprender as diferentes formas de classificar as habilidades motoras é de extr...Aprender as diferentes formas de classificar as habilidades motoras é de extr...
Aprender as diferentes formas de classificar as habilidades motoras é de extr...
 
O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...
O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...
O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
 
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaQuando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
 
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptxRENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
 
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptxSlides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
 
13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
 
Historia de Portugal - Quarto Ano - 2024
Historia de Portugal - Quarto Ano - 2024Historia de Portugal - Quarto Ano - 2024
Historia de Portugal - Quarto Ano - 2024
 
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºano
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºanoCATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºano
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºano
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
 
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São PauloCurrículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Cantos do fim do século
Sistema de Bibliotecas UCS  - Cantos do fim do séculoSistema de Bibliotecas UCS  - Cantos do fim do século
Sistema de Bibliotecas UCS - Cantos do fim do século
 
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da provaESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
 
Apresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União EuropeiaApresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
 

Análise da farsa de Inês Pereira - 10º ano

  • 1. Gil Vicente, Farsa de Inês Pereira Texto analisado
  • 2. Um pretendente para Inês Lia. Inês Pereira é concertada pera casar com alguém? Mãe Até ‘gora com ninguém não é ela embaraçada. Lia. Eu vos trago um casamento em nome do Anjo bento. Filha, não sei se vos praz. Inês E quando, Lianor Vaz? Lia. Eu vos trago aviamento. Inês Porém, não hei de casar senão com homem avisado, ainda que pobre pelado, seja discreto em falar. Lia. Eu vos trago um bom marido, rico, honrado, conhecido; diz que em camisa vos quer. Inês Primeiro, eu hei de saber se é parvo, se sabido. Lia. Nesta carta que aqui vem pera vós, filha, d’amores, veredes vós, minhas flores, a discrição que ele tem. Inês Mostrai-ma cá, quero ver. Lia. Tomai. E sabedes vós ler? Mãe Hui! E ela sabe latim, e gramática e alfaqui, e tudo quanto ela quer. Gil Vicente, Farsa de Inês Pereira, Porto, Porto Editora, 2014 [pp. 18-19] concertada: comprometida. concertada aviamento: rapidez. aviamento avisado: sensato. avisado pobre pelado: sem dinheiro. pobre pelado em camisa: sem dote.em camisa alfaqui: sábio muçulmano (a Mãe toma, erradamente, o alfaqui pelo nome de uma ciência difícil). alfaqui
  • 3. Lia. Inês Pereira é concertada pera casar com alguém? Mãe Até ‘gora com ninguém não é ela embaraçada. Lia. Eu vos trago um casamento em nome do Anjo bento. Filha, não sei se vos praz. Inês E quando, Lianor Vaz? Lia. Eu vos trago aviamento. Inês Porém, não hei de casar senão com homem avisado, ainda que pobre pelado, seja discreto em falar. Lia. Eu vos trago um bom marido, rico, honrado, conhecido; diz que em camisa vos quer. Inês Primeiro, eu hei de saber se é parvo, se sabido. Lia. Nesta carta que aqui vem pera vós, filha, d’amores, veredes vós, minhas flores, a discrição que ele tem. Inês Mostrai-ma cá, quero ver. Lia. Tomai. E sabedes vós ler? Mãe Hui! E ela sabe latim, e gramática e alfaqui, e tudo quanto ela quer. A alcoviteira Lianor Vaz quer saber se Inês está comprometida, pois encontrou um pretendente para a jovem. Qual é o ASSUNTO do excerto? Lianor Vaz quer saber se Inês está comprometida Lianor Vaz encontrou um pretendente para Inês Representação do quotidiano (combinação de casamento) O pretendente enviou uma carta a Inês, para se dar a conhecer
  • 4. Lia. Inês Pereira é concertada pera casar com alguém? Mãe Até ‘gora com ninguém não é ela embaraçada. Lia. Eu vos trago um casamento em nome do Anjo bento. Filha, não sei se vos praz. Inês E quando, Lianor Vaz? Lia. Eu vos trago aviamento. Inês Porém, não hei de casar senão com homem avisado, ainda que pobre pelado, seja discreto em falar. Lia. Eu vos trago um bom marido, rico, honrado, conhecido; diz que em camisa vos quer. Inês Primeiro, eu hei de saber se é parvo, se sabido. Lia. Nesta carta que aqui vem pera vós, filha, d’amores, veredes vós, minhas flores, a discrição que ele tem. Inês Mostrai-ma cá, quero ver. Lia. Tomai. E sabedes vós ler? Mãe Hui! E ela sabe latim, e gramática e alfaqui, e tudo quanto ela quer. • Inês • Lianor Vaz • Mãe (de Inês) Quem são as PERSONAGENS intervenientes na ação? Lianor Vaz, a alcoviteira Mãe de Inês Pereira Inês Pereira
  • 5. Lia. Inês Pereira é concertada pera casar com alguém? Mãe Até ‘gora com ninguém não é ela embaraçada. Lia. Eu vos trago um casamento em nome do Anjo bento. Filha, não sei se vos praz. Inês E quando, Lianor Vaz? Lia. Eu vos trago aviamento. Inês Porém, não hei de casar senão com homem avisado, ainda que pobre pelado, seja discreto em falar. Lia. Eu vos trago um bom marido, rico, honrado, conhecido; diz que em camisa vos quer. Inês Primeiro, eu hei de saber se é parvo, se sabido. Lia. Nesta carta que aqui vem pera vós, filha, d’amores, veredes vós, minhas flores, a discrição que ele tem. Inês Mostrai-ma cá, quero ver. Lia. Tomai. E sabedes vós ler? Mãe Hui! E ela sabe latim, e gramática e alfaqui, e tudo quanto ela quer. • Lianor Vaz: alcoviteira/casamenteira, dissimulada, pragmática, bajuladora • Inês Pereira: ansiosa por casar, idealista, desejosa de ascensão social, culta • Mãe de Inês Pereira: ansiosa pelo casamento da filha Quais são as CARACTERÍSTICAS DAS PERSONAGENS? Lianor Vaz • alcoviteira / casamenteira Representação do quotidiano (combinação de casamento) • bajuladora • dissimulada Inês Pereira • ansiosa por casar • idealista e desejosa de ascensão social • com alguma cultura Mãe de Inês Pereira • ansiosa pelo casamento da filha • pragmática
  • 6. Lia. Inês Pereira é concertada pera casar com alguém? Mãe Até ‘gora com ninguém não é ela embaraçada. Lia. Eu vos trago um casamento em nome do Anjo bento. Filha, não sei se vos praz. Inês E quando, Lianor Vaz? Lia. Eu vos trago aviamento. Inês Porém, não hei de casar senão com homem avisado, ainda que pobre pelado, seja discreto em falar. Lia. Eu vos trago um bom marido, rico, honrado, conhecido; diz que em camisa vos quer. Inês Primeiro, eu hei de saber se é parvo, se sabido. Lia. Nesta carta que aqui vem pera vós, filha, d’amores, veredes vós, minhas flores, a discrição que ele tem. Inês Mostrai-ma cá, quero ver. Lia. Tomai. E sabedes vós ler? Mãe Hui! E ela sabe latim, e gramática e alfaqui, e tudo quanto ela quer. Antagonismo Mãe e Lianor Vaz / Inês: • oposição de interesses e conceções de vida • conflito intergeracional Que relações se estabelecem entre as PERSONAGENS? Lianor Vaz • interesse em casar Inês com um homem “rico, honrado, conhecido” Inês Pereira • interesse em casar com um homem “avisado” e “discreto”, ainda que pobre
  • 7. Inês Porém, não hei de casar senão com homem avisado, ainda que pobre pelado, seja discreto em falar. Lia. Eu vos trago um bom marido, rico, honrado, conhecido; diz que em camisa vos quer. Inês Primeiro, eu hei de saber se é parvo, se sabido. Lia. Nesta carta que aqui vem pera vós, filha, d’amores, veredes vós, minhas flores, a discrição que ele tem. Inês Mostrai-ma cá, quero ver. Lia. Tomai. E sabedes vós ler? Mãe Hui! E ela sabe latim, e gramática e alfaqui, e tudo quanto ela quer. Linguagem expressiva • Cómico de linguagem • Expressões coloquiais • Interjeições Como se caracteriza a LINGUAGEM? Cómico de linguagem (uso indevido da palavra “alfaqui” pela Mãe) Interjeição (“Hui!”) Expressão coloquial Expressão coloquial
  • 8. O excerto apresentado ilustra algumas das características das peças de Gil Vicente: Tópicos de análise • representação de um episódio: – que aborda o relacionamento familiar (Inês e Mãe); – que reflete um aspeto da vida quotidiana – o casamento – opondo duas conceções de “marido” – uma pragmática (Lianor Vaz), outra idealizada (Inês); – em que surgem representados tipos sociais: jovem rapariga em idade de casar e que deseja ascender socialmente (Inês), alcoviteira/ casamenteira (Lianor); • texto caracterizado por uma linguagem expressiva, de carácter popular, pelo cómico de linguagem (cf. emprego incorreto do termo “alfaqui”).