SlideShare uma empresa Scribd logo
Emprego de “o qual” Para evitar excesso de  quê , o redator exagera no emprego de  qual Prof. Hélio Consolaro - Araçatuba - SP
1 - Use  o qual  (e suas flexões a qual, os quais e as quais) quando o relativo estiver afastado do antecedente ou puder permitir mais de uma interpretação:  Prof. Hélio Consolaro - Araçatuba - SP
O presidente da delegação, o qual compareceu à sessão inaugural do congresso, garantiu.. . Outros exemplo:  Uma amiga dos candidatos, a qual era preciso trazer para cá... Prof. Hélio Consolaro - Araçatuba - SP
2-  O qual  também é a forma empregada no lugar de  que  e  quem  depois das preposições  sem  e  sob  e de todas as que tenham duas ou mais sílabas (além das locuções prepositivas):   Prof. Hélio Consolaro - Araçatuba - SP
O remédio  sem o qual  não podia viver.  Os patrões  para os quais  trabalhava.  As declarações  segundo as quais  o deputado mudaria de partido.  Os entraves  apesar dos q uais levou avante a iniciativa.  Os temas  sobre os quais  evitava falar.  As palestras  após as quais  se retirou.  Os adversários  contra os quais  se bateu.   Prof. Hélio Consolaro - Araçatuba - SP
3 - Com as preposições  a, com, de, em  e  por  emprega-se, de preferência,  que :  A cidade  a que  chegou.  A roupa  com que  viajou.  O assunto  de que  tratou.  As casas  em que  morou.  Os princípios  por que  se bateu.   Prof. Hélio Consolaro - Araçatuba - SP
4 -  O qual  é também a forma usada depois de certos indefinidos, numerais e superlativos:  Mesmo assim comprou os livros,  alguns dos quais  sabia que nunca iria ler.   A comitiva,  parte da qual  se dispersou, não conseguiu concluir a viagem.   Reuniu-se com os ministros,  dois dos quais  iriam representá-lo na solenidade.   Tinha dois irmãos,  o mais novo dos quais  era o seu preferido.   Prof. Hélio Consolaro - Araçatuba - SP

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Regras do uso do dicionário
Regras do uso do dicionárioRegras do uso do dicionário
Regras do uso do dicionário
Filipa Guerreiro
 
Como usar o dicionário
Como usar o dicionárioComo usar o dicionário
Como usar o dicionário
anammjorge
 
Direito DicionáRio 180304
Direito   DicionáRio 180304Direito   DicionáRio 180304
Direito DicionáRio 180304
Augusto Seixas
 
Alfabeto e dicionário
Alfabeto e dicionárioAlfabeto e dicionário
Alfabeto e dicionário
piefohmania
 
A
AA
Verbos
VerbosVerbos
Acordo ortografico da_lingua_portuguesa_- transparências
Acordo ortografico da_lingua_portuguesa_- transparênciasAcordo ortografico da_lingua_portuguesa_- transparências
Acordo ortografico da_lingua_portuguesa_- transparências
vandacrivillari
 
Aula de Português
Aula de PortuguêsAula de Português
Aula de Português
Laize Helena
 
Consultar um dicionário
Consultar um dicionárioConsultar um dicionário
Consultar um dicionário
Bescas
 
Slide referenciação bibliográfica segundo normas da abnt slide
Slide referenciação bibliográfica segundo normas da abnt slideSlide referenciação bibliográfica segundo normas da abnt slide
Slide referenciação bibliográfica segundo normas da abnt slide
Vera Moreira Matos
 
Língua portuguesa juridica
Língua portuguesa juridicaLíngua portuguesa juridica
Língua portuguesa juridica
Hijo Noleto
 
Texto e linguagem slide
Texto e linguagem   slideTexto e linguagem   slide
Texto e linguagem slide
Ana Novaes
 
Inglês instrumental (1)
Inglês instrumental (1)Inglês instrumental (1)
Inglês instrumental (1)
Andreia Spegiorin
 
Normas da abnt referência
Normas da abnt   referênciaNormas da abnt   referência
Normas da abnt referência
Viviane Dantas Martins
 
1) a linguagem forense aula para inicio
1) a linguagem forense aula para inicio1) a linguagem forense aula para inicio
1) a linguagem forense aula para inicio
Agassis Rodrigues
 
001.introducao
001.introducao001.introducao
resumopel_vm
resumopel_vmresumopel_vm
resumopel_vm
351207027
 

Mais procurados (17)

Regras do uso do dicionário
Regras do uso do dicionárioRegras do uso do dicionário
Regras do uso do dicionário
 
Como usar o dicionário
Como usar o dicionárioComo usar o dicionário
Como usar o dicionário
 
Direito DicionáRio 180304
Direito   DicionáRio 180304Direito   DicionáRio 180304
Direito DicionáRio 180304
 
Alfabeto e dicionário
Alfabeto e dicionárioAlfabeto e dicionário
Alfabeto e dicionário
 
A
AA
A
 
Verbos
VerbosVerbos
Verbos
 
Acordo ortografico da_lingua_portuguesa_- transparências
Acordo ortografico da_lingua_portuguesa_- transparênciasAcordo ortografico da_lingua_portuguesa_- transparências
Acordo ortografico da_lingua_portuguesa_- transparências
 
Aula de Português
Aula de PortuguêsAula de Português
Aula de Português
 
Consultar um dicionário
Consultar um dicionárioConsultar um dicionário
Consultar um dicionário
 
Slide referenciação bibliográfica segundo normas da abnt slide
Slide referenciação bibliográfica segundo normas da abnt slideSlide referenciação bibliográfica segundo normas da abnt slide
Slide referenciação bibliográfica segundo normas da abnt slide
 
Língua portuguesa juridica
Língua portuguesa juridicaLíngua portuguesa juridica
Língua portuguesa juridica
 
Texto e linguagem slide
Texto e linguagem   slideTexto e linguagem   slide
Texto e linguagem slide
 
Inglês instrumental (1)
Inglês instrumental (1)Inglês instrumental (1)
Inglês instrumental (1)
 
Normas da abnt referência
Normas da abnt   referênciaNormas da abnt   referência
Normas da abnt referência
 
1) a linguagem forense aula para inicio
1) a linguagem forense aula para inicio1) a linguagem forense aula para inicio
1) a linguagem forense aula para inicio
 
001.introducao
001.introducao001.introducao
001.introducao
 
resumopel_vm
resumopel_vmresumopel_vm
resumopel_vm
 

Destaque

Quem NãO Escreve Bem 2
Quem NãO Escreve Bem 2Quem NãO Escreve Bem 2
Quem NãO Escreve Bem 2
Hélio Consolaro
 
Reescrita exemplo
Reescrita   exemploReescrita   exemplo
Reescrita exemplo
Hélio Consolaro
 
Intertextualidade
IntertextualidadeIntertextualidade
Intertextualidade
Hélio Consolaro
 
A impessoalidade nos textos dissertativos
A impessoalidade nos textos dissertativosA impessoalidade nos textos dissertativos
A impessoalidade nos textos dissertativos
Hélio Consolaro
 
Funções da linguagem.pptx
Funções da linguagem.pptxFunções da linguagem.pptx
Funções da linguagem.pptx
preuniversitarioitab
 
Construção do parágrafo
Construção do parágrafoConstrução do parágrafo
Construção do parágrafo
Hélio Consolaro
 
Estruturação dos parágrafos
Estruturação dos parágrafosEstruturação dos parágrafos
Estruturação dos parágrafos
Tio Pablo Virtual
 
Relatorio final pronto!
Relatorio final pronto!Relatorio final pronto!
Relatorio final pronto!
Silvio Medeiros
 
Modelo relatorio
Modelo relatorioModelo relatorio
Modelo relatorio
rsaloes
 

Destaque (9)

Quem NãO Escreve Bem 2
Quem NãO Escreve Bem 2Quem NãO Escreve Bem 2
Quem NãO Escreve Bem 2
 
Reescrita exemplo
Reescrita   exemploReescrita   exemplo
Reescrita exemplo
 
Intertextualidade
IntertextualidadeIntertextualidade
Intertextualidade
 
A impessoalidade nos textos dissertativos
A impessoalidade nos textos dissertativosA impessoalidade nos textos dissertativos
A impessoalidade nos textos dissertativos
 
Funções da linguagem.pptx
Funções da linguagem.pptxFunções da linguagem.pptx
Funções da linguagem.pptx
 
Construção do parágrafo
Construção do parágrafoConstrução do parágrafo
Construção do parágrafo
 
Estruturação dos parágrafos
Estruturação dos parágrafosEstruturação dos parágrafos
Estruturação dos parágrafos
 
Relatorio final pronto!
Relatorio final pronto!Relatorio final pronto!
Relatorio final pronto!
 
Modelo relatorio
Modelo relatorioModelo relatorio
Modelo relatorio
 

Mais de Hélio Consolaro

20 anos do Rotary Clube Araçatuba - Cruzeiro do Sul - Araçatuba-SP
20 anos do Rotary Clube Araçatuba - Cruzeiro do Sul - Araçatuba-SP20 anos do Rotary Clube Araçatuba - Cruzeiro do Sul - Araçatuba-SP
20 anos do Rotary Clube Araçatuba - Cruzeiro do Sul - Araçatuba-SP
Hélio Consolaro
 
Programação do Sesc Birigui junho de 2013
Programação do Sesc Birigui junho de 2013Programação do Sesc Birigui junho de 2013
Programação do Sesc Birigui junho de 2013
Hélio Consolaro
 
Pesquisa institucional fac fea - 2004-2012
Pesquisa institucional fac fea - 2004-2012Pesquisa institucional fac fea - 2004-2012
Pesquisa institucional fac fea - 2004-2012
Hélio Consolaro
 
Lagoa p b3
Lagoa p b3Lagoa p b3
Lagoa p b3
Hélio Consolaro
 
Lagoa primeira página
Lagoa primeira páginaLagoa primeira página
Lagoa primeira página
Hélio Consolaro
 
Zrg sons & vínculos 2012
Zrg sons & vínculos 2012Zrg sons & vínculos 2012
Zrg sons & vínculos 2012
Hélio Consolaro
 
Revista da turma_da_monica_sobre_drogas[1]1
Revista da turma_da_monica_sobre_drogas[1]1Revista da turma_da_monica_sobre_drogas[1]1
Revista da turma_da_monica_sobre_drogas[1]1
Hélio Consolaro
 
Semana da literatura
Semana da literaturaSemana da literatura
Semana da literatura
Hélio Consolaro
 
Osni
Osni Osni
Zé renato 2
Zé renato 2Zé renato 2
Zé renato 2
Hélio Consolaro
 
Livro rotary club de araçatuba cruzeiro do sul
Livro rotary club de araçatuba cruzeiro do sulLivro rotary club de araçatuba cruzeiro do sul
Livro rotary club de araçatuba cruzeiro do sul
Hélio Consolaro
 
Festara 2011
Festara 2011Festara 2011
Festara 2011
Hélio Consolaro
 
Livro e blog
Livro e blogLivro e blog
Livro e blog
Hélio Consolaro
 
Canção birigui
Canção biriguiCanção birigui
Canção birigui
Hélio Consolaro
 
Coral reunidas
Coral  reunidasCoral  reunidas
Coral reunidas
Hélio Consolaro
 
Concurso resultado 2011
Concurso   resultado 2011Concurso   resultado 2011
Concurso resultado 2011
Hélio Consolaro
 
Emília goulart
Emília goulartEmília goulart
Emília goulart
Hélio Consolaro
 
Banda de tatuí
Banda de  tatuíBanda de  tatuí
Banda de tatuí
Hélio Consolaro
 
Belúcio
BelúcioBelúcio

Mais de Hélio Consolaro (20)

20 anos do Rotary Clube Araçatuba - Cruzeiro do Sul - Araçatuba-SP
20 anos do Rotary Clube Araçatuba - Cruzeiro do Sul - Araçatuba-SP20 anos do Rotary Clube Araçatuba - Cruzeiro do Sul - Araçatuba-SP
20 anos do Rotary Clube Araçatuba - Cruzeiro do Sul - Araçatuba-SP
 
Programação do Sesc Birigui junho de 2013
Programação do Sesc Birigui junho de 2013Programação do Sesc Birigui junho de 2013
Programação do Sesc Birigui junho de 2013
 
Pesquisa institucional fac fea - 2004-2012
Pesquisa institucional fac fea - 2004-2012Pesquisa institucional fac fea - 2004-2012
Pesquisa institucional fac fea - 2004-2012
 
Lagoa p b3
Lagoa p b3Lagoa p b3
Lagoa p b3
 
Lagoa primeira página
Lagoa primeira páginaLagoa primeira página
Lagoa primeira página
 
Zrg sons & vínculos 2012
Zrg sons & vínculos 2012Zrg sons & vínculos 2012
Zrg sons & vínculos 2012
 
Carta mensal
Carta mensal Carta mensal
Carta mensal
 
Revista da turma_da_monica_sobre_drogas[1]1
Revista da turma_da_monica_sobre_drogas[1]1Revista da turma_da_monica_sobre_drogas[1]1
Revista da turma_da_monica_sobre_drogas[1]1
 
Semana da literatura
Semana da literaturaSemana da literatura
Semana da literatura
 
Osni
Osni Osni
Osni
 
Zé renato 2
Zé renato 2Zé renato 2
Zé renato 2
 
Livro rotary club de araçatuba cruzeiro do sul
Livro rotary club de araçatuba cruzeiro do sulLivro rotary club de araçatuba cruzeiro do sul
Livro rotary club de araçatuba cruzeiro do sul
 
Festara 2011
Festara 2011Festara 2011
Festara 2011
 
Livro e blog
Livro e blogLivro e blog
Livro e blog
 
Canção birigui
Canção biriguiCanção birigui
Canção birigui
 
Coral reunidas
Coral  reunidasCoral  reunidas
Coral reunidas
 
Concurso resultado 2011
Concurso   resultado 2011Concurso   resultado 2011
Concurso resultado 2011
 
Emília goulart
Emília goulartEmília goulart
Emília goulart
 
Banda de tatuí
Banda de  tatuíBanda de  tatuí
Banda de tatuí
 
Belúcio
BelúcioBelúcio
Belúcio
 

Último

Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Luzia Gabriele
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
AntHropológicas Visual PPGA-UFPE
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
JocelynNavarroBonta
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Falcão Brasil
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdfAtividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
sesiomzezao
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
felipescherner
 

Último (20)

Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdfAtividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
 

Emprego de o qual

  • 1. Emprego de “o qual” Para evitar excesso de quê , o redator exagera no emprego de qual Prof. Hélio Consolaro - Araçatuba - SP
  • 2. 1 - Use o qual (e suas flexões a qual, os quais e as quais) quando o relativo estiver afastado do antecedente ou puder permitir mais de uma interpretação: Prof. Hélio Consolaro - Araçatuba - SP
  • 3. O presidente da delegação, o qual compareceu à sessão inaugural do congresso, garantiu.. . Outros exemplo: Uma amiga dos candidatos, a qual era preciso trazer para cá... Prof. Hélio Consolaro - Araçatuba - SP
  • 4. 2- O qual também é a forma empregada no lugar de que e quem depois das preposições sem e sob e de todas as que tenham duas ou mais sílabas (além das locuções prepositivas): Prof. Hélio Consolaro - Araçatuba - SP
  • 5. O remédio sem o qual não podia viver. Os patrões para os quais trabalhava. As declarações segundo as quais o deputado mudaria de partido. Os entraves apesar dos q uais levou avante a iniciativa. Os temas sobre os quais evitava falar. As palestras após as quais se retirou. Os adversários contra os quais se bateu. Prof. Hélio Consolaro - Araçatuba - SP
  • 6. 3 - Com as preposições a, com, de, em e por emprega-se, de preferência, que : A cidade a que chegou. A roupa com que viajou. O assunto de que tratou. As casas em que morou. Os princípios por que se bateu. Prof. Hélio Consolaro - Araçatuba - SP
  • 7. 4 - O qual é também a forma usada depois de certos indefinidos, numerais e superlativos: Mesmo assim comprou os livros, alguns dos quais sabia que nunca iria ler. A comitiva, parte da qual se dispersou, não conseguiu concluir a viagem. Reuniu-se com os ministros, dois dos quais iriam representá-lo na solenidade. Tinha dois irmãos, o mais novo dos quais era o seu preferido. Prof. Hélio Consolaro - Araçatuba - SP