SlideShare uma empresa Scribd logo
ESCOLA DE AVIAÇÃO ASAS DE SOCORRO
CURSO DE MECÂNICO DE MANUTENÇÃO
AERONÁUTICA – MÓDULO BÁSICO
ELETRICIDADE BÁSICA & MOTORES E GERADORES
GABARITO
NOME:_____________________________________________________
DATA:___/___/___. AVALIAÇÃO:______________________
____________________________________________________________
01- É considerada fonte auxiliar de energia nas aeronaves:
a) Gerador
b) Bateria
c) Inversor
d) Alternador
(B)
02- As células de uma bateria são conectadas em:
a) Série.
b) Paralelo.
c) Série/Paralelo.
d) Só há uma célula.
(A)
03- Na recarga da bateria no avião, quem mantém a voltagem constante é:
a) Gerador.
b) Alternador.
c) Regulador de voltagem.
d) Amperímetro.
(C)
04- O fusível é um:
a) Resistor variável.
b) Protetor térmico.
c) Dispositivo de proteção.
d) Dispositivo de controle.
(C)
05- O que é uma chave “Push – Button”?
a) Chave para contato momentâneo.
b) Chave com dois pólos e duas posições.
c) Chave rotativa.
d) Chave toggle.
(A)
1
06- Efeito da corrente elétrica nos cristais é chamado de efeito:
a) Eletromagnético.
b) Termoelétrico.
c) Eletroquímico
d) Piezoelétrico.
(D)
07- Que instrumento mede Resistência de isolação?
a) Ohmimetro.
b) Multímetro.
c) Voltímetro.
d) Megometro.
(D)
08- Qual a freqüência CA usada na aviação:
a) 110 hertz.
b) 300 hertz.
c) 60 hertz.
d) 400 hertz.
(D)
09- Quantidade de ciclos repetidos por segundo é chamada de:
a) Alternação.
b) Freqüência.
c) Pólo.
d) Corrente.
(B)
10- Num capacitor, o Dielétrico é:
a) O eletrodo.
b) Um não condutor que separa as placas.
c) A capacitância.
d) Condutor.
(B)
11- O FARAD é:
a) Energia elétrica acumulada.
b) Quantidade de capacitância.
c) Carga elétrica acumulada.
d) Equivalente a 6.28 X 10 18
de elétrons.
(B)
12- O que é um retificador?
a) Gerador AC.
b) Gerador DC.
c) Dispositivo para transforamr AC e DC.
d) Moto gerador.
(C)
2
13- O núcleo do átomo é formado por:
a) Prótons.
b) Elétrons.
c) Prótons e nêutrons.
d) Elétrons e nêutrons.
(C)
14- Como são chamados os elétrons que participam das transferências de cargas?
a) Elétrons de transferências .
b) Elétrons livres.
c) Elétrons de órbita externa.
d) Elétrons e nêutrons.
(B)
15- Se eu aproximar um corpo de carga positiva com um de carga negativa, o que
ocorre?
a) Eles se atraem.
b) Eles se repelem.
c) Não ocorre nada.
d) Equilibram as cargas.
(A)
16- Quem limita ou restringe a passagem de corrente é:
a) A diferença de potencial.
b) A carga acumulada.
c) A corrente elétrica.
d) A resistência.
(D)
17- A bateria é uma fonte de energia:
a) Mecânica.
b) Química.
c) Fotoelétrica.
d) Térmica.
(B)
18- Se ligarmos duas pilhas em paralelo teremos em relação a uma única pilha:
a) A mesma voltagem, a mesma corrente.
b) O dobro da voltagem, a mesma corrente.
c) A mesma voltagem, o dobro da corrente.
d) O dobro da voltagem, o dobro da corrente.
(C)
19- Instrumento usado para medir resistência:
a) Potenciômetro
b) Amperímetro
c) Ohmimetro
d) Voltímetro
(C)
3
20- Um circuito alimentado por uma bateria de 24V, acende uma lâmpada de 6 ohm de
resistência de filamento. Qual a corrente que passa por esse circuito?
a) 3 A
b) 4 A
c) 144 A
d) 20 A
(B)
21- A potência elétrica da lâmpada acima será de:
a) 6W
b) 480W
c) 72W
d) 96W
(D)
22- A resistência total de um circuito em série é:
a) O dobro das resistências.
b) A metade das resistências.
c) A soma das resistências.
d) Multiplicação das resistências.
(C)
23- O que é um potenciômetro?
a) Medidor de potência.
b) Carga da bateria.
c) Resistor variável.
d) Célula da bateria.
(C)
24- Se colocarmos um núcleo de ferro em uma bobina teremos:
a) Um ímã permanente.
b) Um eletroímã.
c) Uma magnetita.
d) Um pólo positivo.
(B)
25- Um pedaço de fio utilizado em um circuito, possui uma resistência de 10Ω. Se este
fio fosse substituído por outro, do mesmo material e comprimento, porém com uma
seção transversal reduzida pela metade, a resistência seria:
a) 20Ω.
b) 5Ω.
c) 10Ω.
d) 15Ω.
(A)
26- A lei de Ohm pode ser definida como:
a) I = E2
/R
b) W = I2
. R
c) R = E/I
d) I = R/E
(C)
4
27- O fusível é sempre ligado em:
a) Paralelo com a carga.
b) Série ou paralelo com a carga.
c) Série com a carga.
d) Paralelo com o circuito.
(C)
28- As instalações para aparelhos elétricos são feitas em paralelo a fim de:
a) Economizar a potência consumida.
b) Permitir o uso individual do aparelho sem que os demais entrem em
funcionamento.
c) Permitir o uso de fios de bitola pequena.
d) Permitir o uso individual e diminuir a potência.
(B)
29- Num circuito, a corrente varia:
a) Diretamente proporcional à resistência.
b) Inversamente proporcional à resistência.
c) A resistência não tem influência.
d) Depende apenas da tensão da fonte.
(B)
30- De que maneiras a eletricidade estática pode ser produzida?
a) Por contato e fricção.
b) Por magnetismo e eletromagnetismo.
c) Por contato, fricção ou indução.
d) Por fricção ou indução.
(C)
5
31- Um gerador é uma máquina que transforma energia mecânica em energia elétrica,
pela:
a) Rotação.
b) Indução eletromagnética.
c) Capacitância.
d) Geração espontânea.
(B)
32- Para se obter um gerador CC, de um gerador CA, Troca-se os anéis coletores por:
a) Segmentos coletores.
b) Escovas.
c) Induzido.
d) Indutor.
(A)
33- O gerador que produz corrente contínua é chamado de:
a) Alternador.
b) Dínamo.
c) Gerador.
d) Dinamotor.
B
34- Quando o rotor de um motor gira num campo magnético, uma voltagem é induzida
em seus enrolamentos. Esta voltagem é chamada:
a) Força eletromotriz
b) Força eletrodinâmica.
c) Força contra-eletromotriz.
d) Força contra-eletrodinâmica.
C (9-61)
35- A velocidade do motor pode ser controlada pela variação:
a) Da corrente nos enrolamentos do campo.
b) Da tensão nos enrolamentos do induzido.
c) Da tensão no rotor.
d) N.D.A.
A (9-63)
36- Em geral, os motores ..... são mais econômicos do que os motores ......
a) CC – CA.
b) CA – CC.
c) AD – DC.
d) CA – AC.
B (9-65)
6
31- Um gerador é uma máquina que transforma energia mecânica em energia elétrica,
pela:
a) Rotação.
b) Indução eletromagnética.
c) Capacitância.
d) Geração espontânea.
(B)
32- Para se obter um gerador CC, de um gerador CA, Troca-se os anéis coletores por:
a) Segmentos coletores.
b) Escovas.
c) Induzido.
d) Indutor.
(A)
33- O gerador que produz corrente contínua é chamado de:
a) Alternador.
b) Dínamo.
c) Gerador.
d) Dinamotor.
B
34- Quando o rotor de um motor gira num campo magnético, uma voltagem é induzida
em seus enrolamentos. Esta voltagem é chamada:
a) Força eletromotriz
b) Força eletrodinâmica.
c) Força contra-eletromotriz.
d) Força contra-eletrodinâmica.
C (9-61)
35- A velocidade do motor pode ser controlada pela variação:
a) Da corrente nos enrolamentos do campo.
b) Da tensão nos enrolamentos do induzido.
c) Da tensão no rotor.
d) N.D.A.
A (9-63)
36- Em geral, os motores ..... são mais econômicos do que os motores ......
a) CC – CA.
b) CA – CC.
c) AD – DC.
d) CA – AC.
B (9-65)
6

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Simulado de eletricidade básica
Simulado de eletricidade básicaSimulado de eletricidade básica
Simulado de eletricidade básica
Evanildo Leal
 
Instalações elétricas industriais_slides_parte_i
Instalações elétricas industriais_slides_parte_iInstalações elétricas industriais_slides_parte_i
Instalações elétricas industriais_slides_parte_i
Jeziel Rodrigues
 
Estudo dos receptores
Estudo dos receptoresEstudo dos receptores
Estudo dos receptores
Marco Antonio Sanches
 
Aula 9: O degrau de potencial. Caso II: Energia maior que o degrau
Aula 9: O degrau de potencial. Caso II: Energia maior que o degrauAula 9: O degrau de potencial. Caso II: Energia maior que o degrau
Aula 9: O degrau de potencial. Caso II: Energia maior que o degrau
Adriano Silva
 
Relatório diodos
Relatório diodos Relatório diodos
Relatório diodos
Victor Said
 
Gases perfeitos questões resolvidas - termologia
Gases perfeitos   questões resolvidas - termologiaGases perfeitos   questões resolvidas - termologia
Gases perfeitos questões resolvidas - termologia
Drica Salles
 
Mcc
MccMcc
TCC Energia Solar Fotovoltaica
TCC Energia Solar FotovoltaicaTCC Energia Solar Fotovoltaica
TCC Energia Solar Fotovoltaica
Thomas Brum
 
Eletronica 03
Eletronica 03Eletronica 03
Corrente elétrica
Corrente elétricaCorrente elétrica
Corrente elétrica
O mundo da FÍSICA
 
Lista 22 espelho esférico
Lista 22 espelho esféricoLista 22 espelho esférico
Lista 22 espelho esférico
rodrigoateneu
 
Introdução a eletrostática
Introdução a eletrostáticaIntrodução a eletrostática
Introdução a eletrostática
O mundo da FÍSICA
 
Condutores em equilíbrio eletrostático(1).
Condutores em equilíbrio eletrostático(1).Condutores em equilíbrio eletrostático(1).
Condutores em equilíbrio eletrostático(1).
Ajudar Pessoas
 
.Problemas de eletricidade.
.Problemas de eletricidade..Problemas de eletricidade.
.Problemas de eletricidade.
Dayanne Sousa
 
Potência Elétrica-Exercícios
Potência Elétrica-ExercíciosPotência Elétrica-Exercícios
Potência Elétrica-Exercícios
jucimarpeixoto
 
Chapitre 3 mli mcc
Chapitre 3 mli mccChapitre 3 mli mcc
Chapitre 3 mli mcc
OUAJJI Hassan
 
Física – eletricidade corrente elétrica 01 – 2013
Física – eletricidade corrente elétrica 01 – 2013Física – eletricidade corrente elétrica 01 – 2013
Física – eletricidade corrente elétrica 01 – 2013
Jakson Raphael Pereira Barbosa
 
ELETRICIDADE BÁSICA - POTÊNCIA ELÉTRICA
ELETRICIDADE BÁSICA - POTÊNCIA ELÉTRICAELETRICIDADE BÁSICA - POTÊNCIA ELÉTRICA
ELETRICIDADE BÁSICA - POTÊNCIA ELÉTRICA
MSGAMA GESTÃO&EMPRESAS
 
Aula3 retificadores
Aula3 retificadoresAula3 retificadores
Aula3 retificadores
betrovinc
 
Formulaire d-electrotechnique-www.cours-online.com
Formulaire d-electrotechnique-www.cours-online.comFormulaire d-electrotechnique-www.cours-online.com
Formulaire d-electrotechnique-www.cours-online.com
morin moli
 

Mais procurados (20)

Simulado de eletricidade básica
Simulado de eletricidade básicaSimulado de eletricidade básica
Simulado de eletricidade básica
 
Instalações elétricas industriais_slides_parte_i
Instalações elétricas industriais_slides_parte_iInstalações elétricas industriais_slides_parte_i
Instalações elétricas industriais_slides_parte_i
 
Estudo dos receptores
Estudo dos receptoresEstudo dos receptores
Estudo dos receptores
 
Aula 9: O degrau de potencial. Caso II: Energia maior que o degrau
Aula 9: O degrau de potencial. Caso II: Energia maior que o degrauAula 9: O degrau de potencial. Caso II: Energia maior que o degrau
Aula 9: O degrau de potencial. Caso II: Energia maior que o degrau
 
Relatório diodos
Relatório diodos Relatório diodos
Relatório diodos
 
Gases perfeitos questões resolvidas - termologia
Gases perfeitos   questões resolvidas - termologiaGases perfeitos   questões resolvidas - termologia
Gases perfeitos questões resolvidas - termologia
 
Mcc
MccMcc
Mcc
 
TCC Energia Solar Fotovoltaica
TCC Energia Solar FotovoltaicaTCC Energia Solar Fotovoltaica
TCC Energia Solar Fotovoltaica
 
Eletronica 03
Eletronica 03Eletronica 03
Eletronica 03
 
Corrente elétrica
Corrente elétricaCorrente elétrica
Corrente elétrica
 
Lista 22 espelho esférico
Lista 22 espelho esféricoLista 22 espelho esférico
Lista 22 espelho esférico
 
Introdução a eletrostática
Introdução a eletrostáticaIntrodução a eletrostática
Introdução a eletrostática
 
Condutores em equilíbrio eletrostático(1).
Condutores em equilíbrio eletrostático(1).Condutores em equilíbrio eletrostático(1).
Condutores em equilíbrio eletrostático(1).
 
.Problemas de eletricidade.
.Problemas de eletricidade..Problemas de eletricidade.
.Problemas de eletricidade.
 
Potência Elétrica-Exercícios
Potência Elétrica-ExercíciosPotência Elétrica-Exercícios
Potência Elétrica-Exercícios
 
Chapitre 3 mli mcc
Chapitre 3 mli mccChapitre 3 mli mcc
Chapitre 3 mli mcc
 
Física – eletricidade corrente elétrica 01 – 2013
Física – eletricidade corrente elétrica 01 – 2013Física – eletricidade corrente elétrica 01 – 2013
Física – eletricidade corrente elétrica 01 – 2013
 
ELETRICIDADE BÁSICA - POTÊNCIA ELÉTRICA
ELETRICIDADE BÁSICA - POTÊNCIA ELÉTRICAELETRICIDADE BÁSICA - POTÊNCIA ELÉTRICA
ELETRICIDADE BÁSICA - POTÊNCIA ELÉTRICA
 
Aula3 retificadores
Aula3 retificadoresAula3 retificadores
Aula3 retificadores
 
Formulaire d-electrotechnique-www.cours-online.com
Formulaire d-electrotechnique-www.cours-online.comFormulaire d-electrotechnique-www.cours-online.com
Formulaire d-electrotechnique-www.cours-online.com
 

Destaque

Eletricidade 02 gabarito
Eletricidade 02 gabaritoEletricidade 02 gabarito
Eletricidade 02 gabarito
Evanildo Leal
 
Rc rl rlc
Rc rl rlcRc rl rlc
Rc rl rlc
Henrique Delgado
 
Seminário 5º C - Geradores e motores
Seminário 5º C - Geradores e motores Seminário 5º C - Geradores e motores
Seminário 5º C - Geradores e motores
Escola Santi
 
Noções de eletricidade
Noções de eletricidadeNoções de eletricidade
Noções de eletricidade
Evanildo Leal
 
32731 apost motores-de_inducao_cefetes
32731 apost motores-de_inducao_cefetes32731 apost motores-de_inducao_cefetes
32731 apost motores-de_inducao_cefetes
Sebastião Jorge Barroso de Souza
 
Area e Volume - Rosangela Dornas
Area e Volume - Rosangela DornasArea e Volume - Rosangela Dornas
Area e Volume - Rosangela Dornas
rfdornas
 
Engeletr gc provas_concurso
Engeletr gc provas_concursoEngeletr gc provas_concurso
Engeletr gc provas_concurso
Corradi8951
 
Área e Volume
Área e VolumeÁrea e Volume
Área e Volume
betontem
 
Máquinas síncronas
Máquinas síncronasMáquinas síncronas
Máquinas síncronas
eselco
 
motores e geradores
motores e geradoresmotores e geradores
motores e geradores
Gabriela Lopes
 
Geradores
GeradoresGeradores
Geradores
fisico.dersa
 
Apostila clp - blocos funcionais
Apostila   clp - blocos funcionaisApostila   clp - blocos funcionais
Apostila clp - blocos funcionais
Robisonpardim
 
Apostila+de+programação+ladder+ +clp+micrologix+1200
Apostila+de+programação+ladder+ +clp+micrologix+1200Apostila+de+programação+ladder+ +clp+micrologix+1200
Apostila+de+programação+ladder+ +clp+micrologix+1200
Jeziel Rodrigues
 
Áreas e volumes de sólidos
Áreas e volumes de sólidosÁreas e volumes de sólidos
Áreas e volumes de sólidos
Joana Ferreira
 

Destaque (14)

Eletricidade 02 gabarito
Eletricidade 02 gabaritoEletricidade 02 gabarito
Eletricidade 02 gabarito
 
Rc rl rlc
Rc rl rlcRc rl rlc
Rc rl rlc
 
Seminário 5º C - Geradores e motores
Seminário 5º C - Geradores e motores Seminário 5º C - Geradores e motores
Seminário 5º C - Geradores e motores
 
Noções de eletricidade
Noções de eletricidadeNoções de eletricidade
Noções de eletricidade
 
32731 apost motores-de_inducao_cefetes
32731 apost motores-de_inducao_cefetes32731 apost motores-de_inducao_cefetes
32731 apost motores-de_inducao_cefetes
 
Area e Volume - Rosangela Dornas
Area e Volume - Rosangela DornasArea e Volume - Rosangela Dornas
Area e Volume - Rosangela Dornas
 
Engeletr gc provas_concurso
Engeletr gc provas_concursoEngeletr gc provas_concurso
Engeletr gc provas_concurso
 
Área e Volume
Área e VolumeÁrea e Volume
Área e Volume
 
Máquinas síncronas
Máquinas síncronasMáquinas síncronas
Máquinas síncronas
 
motores e geradores
motores e geradoresmotores e geradores
motores e geradores
 
Geradores
GeradoresGeradores
Geradores
 
Apostila clp - blocos funcionais
Apostila   clp - blocos funcionaisApostila   clp - blocos funcionais
Apostila clp - blocos funcionais
 
Apostila+de+programação+ladder+ +clp+micrologix+1200
Apostila+de+programação+ladder+ +clp+micrologix+1200Apostila+de+programação+ladder+ +clp+micrologix+1200
Apostila+de+programação+ladder+ +clp+micrologix+1200
 
Áreas e volumes de sólidos
Áreas e volumes de sólidosÁreas e volumes de sólidos
Áreas e volumes de sólidos
 

Semelhante a Eletricidade básica & motores e geradores gab

Eletricidade básica & motores e geradores
Eletricidade básica & motores e geradoresEletricidade básica & motores e geradores
Eletricidade básica & motores e geradores
Evanildo Leal
 
Eletricidade 40 questoes
Eletricidade   40 questoesEletricidade   40 questoes
Eletricidade 40 questoes
Evanildo Leal
 
Sistema eletrico gmp
Sistema eletrico gmpSistema eletrico gmp
Sistema eletrico gmp
Evanildo Leal
 
M.A.P.A. ELETRÔNICA DE POTÊNCIA.pdf
M.A.P.A. ELETRÔNICA DE POTÊNCIA.pdfM.A.P.A. ELETRÔNICA DE POTÊNCIA.pdf
M.A.P.A. ELETRÔNICA DE POTÊNCIA.pdf
J&D ASSESSORIA ACADEMICA
 
Simulado sistema eletrico
Simulado sistema eletrico  Simulado sistema eletrico
Simulado sistema eletrico
Evanildo Leal
 
Controle de motores de cc
Controle de motores de ccControle de motores de cc
Controle de motores de cc
julio_a_s
 
Lista-Eletrodinâmica-ENEM.pdf
Lista-Eletrodinâmica-ENEM.pdfLista-Eletrodinâmica-ENEM.pdf
Lista-Eletrodinâmica-ENEM.pdf
EdiogeJunior
 
Estudo dos geradores
Estudo dos geradoresEstudo dos geradores
Estudo dos geradores
Marco Antonio Sanches
 
Estudo dos receptores (2017)
Estudo dos receptores (2017)Estudo dos receptores (2017)
Estudo dos receptores (2017)
Marco Antonio Sanches
 
Parte de avi simulado ws.docx
Parte de avi simulado ws.docxParte de avi simulado ws.docx
Parte de avi simulado ws.docx
Evanildo Leal
 
_eletrodinmica.ppt
_eletrodinmica.ppt_eletrodinmica.ppt
_eletrodinmica.ppt
RonaldoAlves153492
 
Eletrodinmica. Corrente elétrica, Corrente Contínua, Corrente Alternada
Eletrodinmica. Corrente elétrica, Corrente Contínua,  Corrente AlternadaEletrodinmica. Corrente elétrica, Corrente Contínua,  Corrente Alternada
Eletrodinmica. Corrente elétrica, Corrente Contínua, Corrente Alternada
PanteraNegra21
 
_eletrodinmica.ppt
_eletrodinmica.ppt_eletrodinmica.ppt
_eletrodinmica.ppt
ElizeuCalandriniNett
 
Estudo dos geradores
Estudo dos geradoresEstudo dos geradores
Estudo dos geradores
Marco Antonio Sanches
 
Física – eletricidade geradores e receptores 01 – 2013
Física – eletricidade geradores e receptores 01 – 2013Física – eletricidade geradores e receptores 01 – 2013
Física – eletricidade geradores e receptores 01 – 2013
Jakson Raphael Pereira Barbosa
 
Atividade avaliativa de física e química 9º ano prof waldir montenegro
Atividade avaliativa de física e química 9º ano prof waldir montenegroAtividade avaliativa de física e química 9º ano prof waldir montenegro
Atividade avaliativa de física e química 9º ano prof waldir montenegro
Waldir Montenegro
 
Lista 20 eletrodinamica 3
Lista 20 eletrodinamica 3Lista 20 eletrodinamica 3
Lista 20 eletrodinamica 3
rodrigoateneu
 
Lista 18 eletrodinamica 1
Lista 18 eletrodinamica 1Lista 18 eletrodinamica 1
Lista 18 eletrodinamica 1
rodrigoateneu
 
Circuitos eletricos 01
Circuitos eletricos 01Circuitos eletricos 01
Circuitos eletricos 01
Adriano Silva
 
Circuitos eletricos 01
Circuitos eletricos 01Circuitos eletricos 01
Circuitos eletricos 01
Adriano Silva
 

Semelhante a Eletricidade básica & motores e geradores gab (20)

Eletricidade básica & motores e geradores
Eletricidade básica & motores e geradoresEletricidade básica & motores e geradores
Eletricidade básica & motores e geradores
 
Eletricidade 40 questoes
Eletricidade   40 questoesEletricidade   40 questoes
Eletricidade 40 questoes
 
Sistema eletrico gmp
Sistema eletrico gmpSistema eletrico gmp
Sistema eletrico gmp
 
M.A.P.A. ELETRÔNICA DE POTÊNCIA.pdf
M.A.P.A. ELETRÔNICA DE POTÊNCIA.pdfM.A.P.A. ELETRÔNICA DE POTÊNCIA.pdf
M.A.P.A. ELETRÔNICA DE POTÊNCIA.pdf
 
Simulado sistema eletrico
Simulado sistema eletrico  Simulado sistema eletrico
Simulado sistema eletrico
 
Controle de motores de cc
Controle de motores de ccControle de motores de cc
Controle de motores de cc
 
Lista-Eletrodinâmica-ENEM.pdf
Lista-Eletrodinâmica-ENEM.pdfLista-Eletrodinâmica-ENEM.pdf
Lista-Eletrodinâmica-ENEM.pdf
 
Estudo dos geradores
Estudo dos geradoresEstudo dos geradores
Estudo dos geradores
 
Estudo dos receptores (2017)
Estudo dos receptores (2017)Estudo dos receptores (2017)
Estudo dos receptores (2017)
 
Parte de avi simulado ws.docx
Parte de avi simulado ws.docxParte de avi simulado ws.docx
Parte de avi simulado ws.docx
 
_eletrodinmica.ppt
_eletrodinmica.ppt_eletrodinmica.ppt
_eletrodinmica.ppt
 
Eletrodinmica. Corrente elétrica, Corrente Contínua, Corrente Alternada
Eletrodinmica. Corrente elétrica, Corrente Contínua,  Corrente AlternadaEletrodinmica. Corrente elétrica, Corrente Contínua,  Corrente Alternada
Eletrodinmica. Corrente elétrica, Corrente Contínua, Corrente Alternada
 
_eletrodinmica.ppt
_eletrodinmica.ppt_eletrodinmica.ppt
_eletrodinmica.ppt
 
Estudo dos geradores
Estudo dos geradoresEstudo dos geradores
Estudo dos geradores
 
Física – eletricidade geradores e receptores 01 – 2013
Física – eletricidade geradores e receptores 01 – 2013Física – eletricidade geradores e receptores 01 – 2013
Física – eletricidade geradores e receptores 01 – 2013
 
Atividade avaliativa de física e química 9º ano prof waldir montenegro
Atividade avaliativa de física e química 9º ano prof waldir montenegroAtividade avaliativa de física e química 9º ano prof waldir montenegro
Atividade avaliativa de física e química 9º ano prof waldir montenegro
 
Lista 20 eletrodinamica 3
Lista 20 eletrodinamica 3Lista 20 eletrodinamica 3
Lista 20 eletrodinamica 3
 
Lista 18 eletrodinamica 1
Lista 18 eletrodinamica 1Lista 18 eletrodinamica 1
Lista 18 eletrodinamica 1
 
Circuitos eletricos 01
Circuitos eletricos 01Circuitos eletricos 01
Circuitos eletricos 01
 
Circuitos eletricos 01
Circuitos eletricos 01Circuitos eletricos 01
Circuitos eletricos 01
 

Mais de Evanildo Leal

Sistema de oxigênio2
Sistema  de oxigênio2Sistema  de oxigênio2
Sistema de oxigênio2
Evanildo Leal
 
35 oxygen
35 oxygen35 oxygen
35 oxygen
Evanildo Leal
 
Sistema de oxigênio
Sistema de oxigênioSistema de oxigênio
Sistema de oxigênio
Evanildo Leal
 
Tabela de conversão de unidades
Tabela de conversão de unidadesTabela de conversão de unidades
Tabela de conversão de unidades
Evanildo Leal
 
Hc ttremdepouso lg30ago04.doc
Hc ttremdepouso lg30ago04.docHc ttremdepouso lg30ago04.doc
Hc ttremdepouso lg30ago04.doc
Evanildo Leal
 
Contexto estruturas aprofundado.doc
Contexto estruturas aprofundado.docContexto estruturas aprofundado.doc
Contexto estruturas aprofundado.doc
Evanildo Leal
 
Básico helicoptero
Básico helicopteroBásico helicoptero
Básico helicoptero
Evanildo Leal
 
Atividade de eletricidade básica
Atividade de eletricidade básicaAtividade de eletricidade básica
Atividade de eletricidade básica
Evanildo Leal
 
07 sist de partida e ignicao
07 sist de partida e ignicao07 sist de partida e ignicao
07 sist de partida e ignicao
Evanildo Leal
 
06 materiais eletricos
06 materiais eletricos06 materiais eletricos
06 materiais eletricos
Evanildo Leal
 
05 instrumentos diversos
05 instrumentos diversos05 instrumentos diversos
05 instrumentos diversos
Evanildo Leal
 
04 instrumentos do motor
04 instrumentos do motor04 instrumentos do motor
04 instrumentos do motor
Evanildo Leal
 
03 instrumentos de navegacao
03 instrumentos de navegacao03 instrumentos de navegacao
03 instrumentos de navegacao
Evanildo Leal
 
02 instrumentos de voo
02 instrumentos de voo02 instrumentos de voo
02 instrumentos de voo
Evanildo Leal
 
01 generalidades sobre instrumentos
01 generalidades sobre instrumentos01 generalidades sobre instrumentos
01 generalidades sobre instrumentos
Evanildo Leal
 
00 conteudo
00 conteudo00 conteudo
00 conteudo
Evanildo Leal
 
08 sistemas de protecao
08 sistemas de protecao08 sistemas de protecao
08 sistemas de protecao
Evanildo Leal
 
Instrumentos (7)
Instrumentos  (7)Instrumentos  (7)
Instrumentos (7)
Evanildo Leal
 
Instrumentos (6)
Instrumentos  (6)Instrumentos  (6)
Instrumentos (6)
Evanildo Leal
 
Instrumentos (5)
Instrumentos  (5)Instrumentos  (5)
Instrumentos (5)
Evanildo Leal
 

Mais de Evanildo Leal (20)

Sistema de oxigênio2
Sistema  de oxigênio2Sistema  de oxigênio2
Sistema de oxigênio2
 
35 oxygen
35 oxygen35 oxygen
35 oxygen
 
Sistema de oxigênio
Sistema de oxigênioSistema de oxigênio
Sistema de oxigênio
 
Tabela de conversão de unidades
Tabela de conversão de unidadesTabela de conversão de unidades
Tabela de conversão de unidades
 
Hc ttremdepouso lg30ago04.doc
Hc ttremdepouso lg30ago04.docHc ttremdepouso lg30ago04.doc
Hc ttremdepouso lg30ago04.doc
 
Contexto estruturas aprofundado.doc
Contexto estruturas aprofundado.docContexto estruturas aprofundado.doc
Contexto estruturas aprofundado.doc
 
Básico helicoptero
Básico helicopteroBásico helicoptero
Básico helicoptero
 
Atividade de eletricidade básica
Atividade de eletricidade básicaAtividade de eletricidade básica
Atividade de eletricidade básica
 
07 sist de partida e ignicao
07 sist de partida e ignicao07 sist de partida e ignicao
07 sist de partida e ignicao
 
06 materiais eletricos
06 materiais eletricos06 materiais eletricos
06 materiais eletricos
 
05 instrumentos diversos
05 instrumentos diversos05 instrumentos diversos
05 instrumentos diversos
 
04 instrumentos do motor
04 instrumentos do motor04 instrumentos do motor
04 instrumentos do motor
 
03 instrumentos de navegacao
03 instrumentos de navegacao03 instrumentos de navegacao
03 instrumentos de navegacao
 
02 instrumentos de voo
02 instrumentos de voo02 instrumentos de voo
02 instrumentos de voo
 
01 generalidades sobre instrumentos
01 generalidades sobre instrumentos01 generalidades sobre instrumentos
01 generalidades sobre instrumentos
 
00 conteudo
00 conteudo00 conteudo
00 conteudo
 
08 sistemas de protecao
08 sistemas de protecao08 sistemas de protecao
08 sistemas de protecao
 
Instrumentos (7)
Instrumentos  (7)Instrumentos  (7)
Instrumentos (7)
 
Instrumentos (6)
Instrumentos  (6)Instrumentos  (6)
Instrumentos (6)
 
Instrumentos (5)
Instrumentos  (5)Instrumentos  (5)
Instrumentos (5)
 

Eletricidade básica & motores e geradores gab

  • 1. ESCOLA DE AVIAÇÃO ASAS DE SOCORRO CURSO DE MECÂNICO DE MANUTENÇÃO AERONÁUTICA – MÓDULO BÁSICO ELETRICIDADE BÁSICA & MOTORES E GERADORES GABARITO NOME:_____________________________________________________ DATA:___/___/___. AVALIAÇÃO:______________________ ____________________________________________________________ 01- É considerada fonte auxiliar de energia nas aeronaves: a) Gerador b) Bateria c) Inversor d) Alternador (B) 02- As células de uma bateria são conectadas em: a) Série. b) Paralelo. c) Série/Paralelo. d) Só há uma célula. (A) 03- Na recarga da bateria no avião, quem mantém a voltagem constante é: a) Gerador. b) Alternador. c) Regulador de voltagem. d) Amperímetro. (C) 04- O fusível é um: a) Resistor variável. b) Protetor térmico. c) Dispositivo de proteção. d) Dispositivo de controle. (C) 05- O que é uma chave “Push – Button”? a) Chave para contato momentâneo. b) Chave com dois pólos e duas posições. c) Chave rotativa. d) Chave toggle. (A) 1
  • 2. 06- Efeito da corrente elétrica nos cristais é chamado de efeito: a) Eletromagnético. b) Termoelétrico. c) Eletroquímico d) Piezoelétrico. (D) 07- Que instrumento mede Resistência de isolação? a) Ohmimetro. b) Multímetro. c) Voltímetro. d) Megometro. (D) 08- Qual a freqüência CA usada na aviação: a) 110 hertz. b) 300 hertz. c) 60 hertz. d) 400 hertz. (D) 09- Quantidade de ciclos repetidos por segundo é chamada de: a) Alternação. b) Freqüência. c) Pólo. d) Corrente. (B) 10- Num capacitor, o Dielétrico é: a) O eletrodo. b) Um não condutor que separa as placas. c) A capacitância. d) Condutor. (B) 11- O FARAD é: a) Energia elétrica acumulada. b) Quantidade de capacitância. c) Carga elétrica acumulada. d) Equivalente a 6.28 X 10 18 de elétrons. (B) 12- O que é um retificador? a) Gerador AC. b) Gerador DC. c) Dispositivo para transforamr AC e DC. d) Moto gerador. (C) 2
  • 3. 13- O núcleo do átomo é formado por: a) Prótons. b) Elétrons. c) Prótons e nêutrons. d) Elétrons e nêutrons. (C) 14- Como são chamados os elétrons que participam das transferências de cargas? a) Elétrons de transferências . b) Elétrons livres. c) Elétrons de órbita externa. d) Elétrons e nêutrons. (B) 15- Se eu aproximar um corpo de carga positiva com um de carga negativa, o que ocorre? a) Eles se atraem. b) Eles se repelem. c) Não ocorre nada. d) Equilibram as cargas. (A) 16- Quem limita ou restringe a passagem de corrente é: a) A diferença de potencial. b) A carga acumulada. c) A corrente elétrica. d) A resistência. (D) 17- A bateria é uma fonte de energia: a) Mecânica. b) Química. c) Fotoelétrica. d) Térmica. (B) 18- Se ligarmos duas pilhas em paralelo teremos em relação a uma única pilha: a) A mesma voltagem, a mesma corrente. b) O dobro da voltagem, a mesma corrente. c) A mesma voltagem, o dobro da corrente. d) O dobro da voltagem, o dobro da corrente. (C) 19- Instrumento usado para medir resistência: a) Potenciômetro b) Amperímetro c) Ohmimetro d) Voltímetro (C) 3
  • 4. 20- Um circuito alimentado por uma bateria de 24V, acende uma lâmpada de 6 ohm de resistência de filamento. Qual a corrente que passa por esse circuito? a) 3 A b) 4 A c) 144 A d) 20 A (B) 21- A potência elétrica da lâmpada acima será de: a) 6W b) 480W c) 72W d) 96W (D) 22- A resistência total de um circuito em série é: a) O dobro das resistências. b) A metade das resistências. c) A soma das resistências. d) Multiplicação das resistências. (C) 23- O que é um potenciômetro? a) Medidor de potência. b) Carga da bateria. c) Resistor variável. d) Célula da bateria. (C) 24- Se colocarmos um núcleo de ferro em uma bobina teremos: a) Um ímã permanente. b) Um eletroímã. c) Uma magnetita. d) Um pólo positivo. (B) 25- Um pedaço de fio utilizado em um circuito, possui uma resistência de 10Ω. Se este fio fosse substituído por outro, do mesmo material e comprimento, porém com uma seção transversal reduzida pela metade, a resistência seria: a) 20Ω. b) 5Ω. c) 10Ω. d) 15Ω. (A) 26- A lei de Ohm pode ser definida como: a) I = E2 /R b) W = I2 . R c) R = E/I d) I = R/E (C) 4
  • 5. 27- O fusível é sempre ligado em: a) Paralelo com a carga. b) Série ou paralelo com a carga. c) Série com a carga. d) Paralelo com o circuito. (C) 28- As instalações para aparelhos elétricos são feitas em paralelo a fim de: a) Economizar a potência consumida. b) Permitir o uso individual do aparelho sem que os demais entrem em funcionamento. c) Permitir o uso de fios de bitola pequena. d) Permitir o uso individual e diminuir a potência. (B) 29- Num circuito, a corrente varia: a) Diretamente proporcional à resistência. b) Inversamente proporcional à resistência. c) A resistência não tem influência. d) Depende apenas da tensão da fonte. (B) 30- De que maneiras a eletricidade estática pode ser produzida? a) Por contato e fricção. b) Por magnetismo e eletromagnetismo. c) Por contato, fricção ou indução. d) Por fricção ou indução. (C) 5
  • 6. 31- Um gerador é uma máquina que transforma energia mecânica em energia elétrica, pela: a) Rotação. b) Indução eletromagnética. c) Capacitância. d) Geração espontânea. (B) 32- Para se obter um gerador CC, de um gerador CA, Troca-se os anéis coletores por: a) Segmentos coletores. b) Escovas. c) Induzido. d) Indutor. (A) 33- O gerador que produz corrente contínua é chamado de: a) Alternador. b) Dínamo. c) Gerador. d) Dinamotor. B 34- Quando o rotor de um motor gira num campo magnético, uma voltagem é induzida em seus enrolamentos. Esta voltagem é chamada: a) Força eletromotriz b) Força eletrodinâmica. c) Força contra-eletromotriz. d) Força contra-eletrodinâmica. C (9-61) 35- A velocidade do motor pode ser controlada pela variação: a) Da corrente nos enrolamentos do campo. b) Da tensão nos enrolamentos do induzido. c) Da tensão no rotor. d) N.D.A. A (9-63) 36- Em geral, os motores ..... são mais econômicos do que os motores ...... a) CC – CA. b) CA – CC. c) AD – DC. d) CA – AC. B (9-65) 6
  • 7. 31- Um gerador é uma máquina que transforma energia mecânica em energia elétrica, pela: a) Rotação. b) Indução eletromagnética. c) Capacitância. d) Geração espontânea. (B) 32- Para se obter um gerador CC, de um gerador CA, Troca-se os anéis coletores por: a) Segmentos coletores. b) Escovas. c) Induzido. d) Indutor. (A) 33- O gerador que produz corrente contínua é chamado de: a) Alternador. b) Dínamo. c) Gerador. d) Dinamotor. B 34- Quando o rotor de um motor gira num campo magnético, uma voltagem é induzida em seus enrolamentos. Esta voltagem é chamada: a) Força eletromotriz b) Força eletrodinâmica. c) Força contra-eletromotriz. d) Força contra-eletrodinâmica. C (9-61) 35- A velocidade do motor pode ser controlada pela variação: a) Da corrente nos enrolamentos do campo. b) Da tensão nos enrolamentos do induzido. c) Da tensão no rotor. d) N.D.A. A (9-63) 36- Em geral, os motores ..... são mais econômicos do que os motores ...... a) CC – CA. b) CA – CC. c) AD – DC. d) CA – AC. B (9-65) 6