SlideShare uma empresa Scribd logo
Elementos da Comunicação e Funções da linguagem.pptx
Elementos da Comunicação e Funções da linguagem.pptx
 Qual é a mensagem?
 Quem está enviando a mensagem?
 Para quem é a mensagem?
 Qual é o contexto de envio da
mensagem?
 Qual é o código usado na
mensagem?
 Por qual meio a mensagem é
enviada?
 Qual é a mensagem?
 Quem está enviando a mensagem?
 Para quem é a mensagem?
 Qual é o contexto de envio da
mensagem?
 Qual é o código usado na
mensagem?
 Por qual meio a mensagem é
enviada?
Interlocutor
ENUNCIAÇÃO
Interação dos
elementos que levam à
formulação de um
enunciado.
referente
Ato comunicativo
Falante
Elementos da comunicação
Situação
código
mensagem
canal
Enunciado
O falante ou emissor seleciona os elementos da
comunicação.
Leva em conta:
Situação – ambiente
externo aos
participantes, em que se
realiza o processo.
Interlocutor – que constrói o
sentido para a mensagem.
Tipologia textual – particularidades de um tipo textual
A comunicação é um ato social, em que falante e
interlocutor compartilham:
Ideologia e cultura – leitura de mundo
Aspecto psicológico – influências, variações de humor,
sensibilidade no momento do processo comunicativo
Elementos da Comunicação e Funções da linguagem.pptx
A comunicação está associada à linguagem e interação, de forma
que representa a transmissão de mensagens entre um emissor e um
receptor.
Derivada do latim, o termo comunicação (“communicare”) significa
“partilhar, participar de algo, tornar comum”, sendo, portanto, um
elemento essencial da interação social humana.
Os elementos que compõem a comunicação são:
 Emissor – emite, codifica a mensagem. chamado também de locutor ou falante,
o emissor é aquele que emite a mensagem para um ou mais receptores, por
exemplo, uma pessoa, um grupo de indivíduos, uma empresa, dentre outros.
 Receptor – recebe, decodifica a mensagem. Denominado de interlocutor ou
ouvinte, o receptor é quem recebe a mensagem emitida pelo emissor.
 Mensagem – conteúdo transmitido pelo emissor. É o objeto utilizado na
comunicação, de forma que representa o conteúdo, o conjunto de informações
transmitidas pelo locutor.
Código – conjunto de signos usado na transmissão e recepção da mensagem.
Representa o conjunto de signos que serão utilizados na mensagem.
 Referente – contexto relacionado a emissor e receptor. Trata-se da situação
comunicativa em que estão inseridos o emissor e receptor.
 Canal – meio pelo qual circula a mensagem. Corresponde ao local (meio) onde a
mensagem será transmitida, por exemplo, jornal, livro, revista, televisão, telefone,
dentre outros.
As atitudes e as reações dos comunicantes são também referentes e exercem
influência sobre a comunicação.
Elementos da Comunicação e Funções da linguagem.pptx
Elementos da Comunicação e Funções da linguagem.pptx
Elementos da Comunicação e Funções da linguagem.pptx
Elementos da Comunicação e Funções da linguagem.pptx
O emissor, ao transmitir uma mensagem, sempre tem um objetivo: informar algo,
demonstrar seus sentimentos, ou convencer alguém a fazer algo, entre outros;
consequentemente, a linguagem passa a ter uma função. As funções da linguagem são
formas de utilização da linguagem segundo a intenção do falante. Elas são classificadas
em seis tipos:
 Função Referencial
 Função Conativa
 Função Emotiva
 Função Metalinguística
 Função Fática
 Função Poética
Cada uma desempenha um papel relacionado com os elementos
presentes na comunicação: emissor, receptor, mensagem, código, canal e
contexto. Assim, elas determinam o objetivo dos atos comunicativos.
Embora haja uma função que predomine, vários tipos de linguagem
podem estar presentes num mesmo texto. Por exemplo, uma poesia em
que o autor discorra sobre o que ele sente ao escrever poesias tem as
linguagens poética, emotiva e metalinguística ao mesmo tempo.
Elementos da Comunicação e Funções da linguagem.pptx
Elementos da Comunicação e Funções da linguagem.pptx
Quando o emissor demonstra seus sentimentos ou emite suas
opiniões ou sensações a respeito de algum assunto ou pessoa, acontece a
função emotiva, também chamada de expressiva.
 Centralizada no emissor, revelando sua opinião, sua emoção.
 Nela prevalece a 1ª pessoa do singular, interjeições e
exclamações.
 É a linguagem das biografias, memórias, poesias líricas, músicas
e cartas de amor.
Elementos da Comunicação e Funções da linguagem.pptx
Caracterizada por uma linguagem persuasiva, a função conativa,
ou apelativa, tem o intuito de convencer o leitor. Por isso, o grande
foco é no receptor da mensagem.
 Centraliza-se no receptor.
 O emissor procura influenciar o comportamento do receptor.
 Como o emissor se dirige ao receptor, é comum o uso de tu e você, ou
nome da pessoa, além dos vocativos e imperativo.
 Usada nos discursos, sermões e propagandas que se dirigem
diretamente ao consumidor.
Elementos da Comunicação e Funções da linguagem.pptx
É a linguagem das obras literárias, principalmente das poesias, em
que as palavras são escolhidas e dispostas de maneira que se tornem
singulares. A função poética é característica das obras literárias que
possui como marca a utilização do sentido conotativo das palavras.
Nessa função, o emissor preocupa-se de que maneira a
mensagem será transmitida por meio da escolha das palavras, das
expressões, das figuras de linguagem. Por isso, aqui o principal elemento
comunicativo é a mensagem.
Note que esse tipo de função não pertence somente aos textos
literários. Também encontramos a função poética na publicidade ou nas
expressões cotidianas em que há o uso frequente de metáforas
(provérbios, anedotas, trocadilhos, músicas).
Elementos da Comunicação e Funções da linguagem.pptx
Dona Cômoda
Dona Cômoda tem três gavetas.
E um ar confortável de senhora rica.
Nas gavetas guarda coisas de outros tempos, só para si.
Foi sempre assim, dona Cômoda:
gorda, fechada, egoísta.
Henriqueta Lisboa
 Centralizada na mensagem, revelando recursos imaginativos criados
pelo emissor.
 Afetiva, sugestiva, conotativa, ela é metafórica. Valorizam-se as
palavras, suas combinações.
 É a linguagem figurada apresentada em obras literárias, letras de
música, em algumas propagandas, etc.
Elementos da Comunicação e Funções da linguagem.pptx
É a utilização do código para falar dele mesmo: uma pessoa falando
do ato de falar, outra escrevendo sobre o ato de escrever, palavras que
explicam o significado de outra palavra.
 Centralizada no código, usando linguagem para falar dela mesma.
 A poesia que fala da poesia, da sua função e do poeta, um texto que
comenta outro texto (resenha); a gramática.
 Principalmente dicionários são repositórios de metalinguagem.
Elementos da Comunicação e Funções da linguagem.pptx
Quando o objetivo do emissor é informar, ocorre a função referencial,
também chamada de denotativa ou de informativa. São exemplos de
função denotativa a linguagem jornalística e a científica.
 Centralizada no referente.
 Quando o emissor procura oferecer informações da realidade.
 Objetiva.
 Direta.
 Denotativa.
 Prevalecendo a 3ª pessoa do singular.
 Linguagem usada nas notícias de jornal e livros científicos.
Elementos da Comunicação e Funções da linguagem.pptx
A função fática tem como objetivo estabelecer ou interromper a
comunicação de modo que o mais importante é a relação entre o emissor e o
receptor da mensagem. Aqui, o foco reside no canal de comunicação.
 Centralizada no canal, tendo como objetivo prolongar ou não o contato
com o receptor, ou testar a eficiência do canal.
 Linguagem das falas telefônicas, saudações e similares.
Elementos da Comunicação e Funções da linguagem.pptx
Elementos da Comunicação e Funções da linguagem.pptx

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Elementos da Comunicação e Funções da linguagem.pptx

TEORIA-DA-COMUNICAÇÃO.ppt
TEORIA-DA-COMUNICAÇÃO.pptTEORIA-DA-COMUNICAÇÃO.ppt
TEORIA-DA-COMUNICAÇÃO.ppt
evandro163685
 
Funções da linguagem
Funções da linguagemFunções da linguagem
Funções da linguagem
Verônica Carvalho
 
Funções da linguagem com exercícios
Funções da linguagem com exercíciosFunções da linguagem com exercícios
Funções da linguagem com exercícios
Sônia Sochiarelli
 
FACELI - D1 - Zilda Maria Fantin Moreira - Linguagem Jurídica - AULA 01
FACELI - D1 - Zilda Maria Fantin Moreira  -  Linguagem Jurídica - AULA 01FACELI - D1 - Zilda Maria Fantin Moreira  -  Linguagem Jurídica - AULA 01
FACELI - D1 - Zilda Maria Fantin Moreira - Linguagem Jurídica - AULA 01
Jordano Santos Cerqueira
 
Claudia pre alfa 1
Claudia pre alfa 1Claudia pre alfa 1
Claudia pre alfa 1
Abner Silvio
 
Funções de linguagem
Funções de linguagemFunções de linguagem
Funções de linguagem
Lilian Lima
 
Língua e linguagem, código linguístico, funções da linguagem
Língua e linguagem, código linguístico, funções da linguagemLíngua e linguagem, código linguístico, funções da linguagem
Língua e linguagem, código linguístico, funções da linguagem
Éric Santos
 
Funções da linguagem - professor Jason Lima
Funções da linguagem - professor Jason LimaFunções da linguagem - professor Jason Lima
Funções da linguagem - professor Jason Lima
jasonrplima
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagemFiguras de linguagem
Figuras de linguagem
Ruddy's Santos
 
Funções da linguagem
Funções da linguagemFunções da linguagem
Funções da linguagem
Roberta Scheibe
 
Funções da linguagem
Funções da linguagemFunções da linguagem
Funções da linguagem
Roberta Scheibe
 
Linguagem e comunicação I
Linguagem e comunicação ILinguagem e comunicação I
Linguagem e comunicação I
Jose Arnaldo Silva
 
Comunicação
ComunicaçãoComunicação
Comunicação
Cláudia Heloísa
 
Figuras de-linguagem
Figuras de-linguagemFiguras de-linguagem
Figuras de-linguagem
Sadrak Silva
 
Funções da linguagem
Funções da linguagemFunções da linguagem
Funções da linguagem
Maria De Lourdes Ramos
 
Funções da linguagem - Professor Jason lima
Funções da linguagem - Professor Jason limaFunções da linguagem - Professor Jason lima
Funções da linguagem - Professor Jason lima
jasonrplima
 
O Processo de Comunicação
O Processo de ComunicaçãoO Processo de Comunicação
FUNÇÕES DA LINGUAGEM (1).ppt
FUNÇÕES DA LINGUAGEM (1).pptFUNÇÕES DA LINGUAGEM (1).ppt
FUNÇÕES DA LINGUAGEM (1).ppt
CAMILACRISTINASILVAB
 
Ling.
Ling.Ling.
Produção de textos para concursos públicos
Produção de textos para concursos públicosProdução de textos para concursos públicos
Produção de textos para concursos públicos
Renan Silva
 

Semelhante a Elementos da Comunicação e Funções da linguagem.pptx (20)

TEORIA-DA-COMUNICAÇÃO.ppt
TEORIA-DA-COMUNICAÇÃO.pptTEORIA-DA-COMUNICAÇÃO.ppt
TEORIA-DA-COMUNICAÇÃO.ppt
 
Funções da linguagem
Funções da linguagemFunções da linguagem
Funções da linguagem
 
Funções da linguagem com exercícios
Funções da linguagem com exercíciosFunções da linguagem com exercícios
Funções da linguagem com exercícios
 
FACELI - D1 - Zilda Maria Fantin Moreira - Linguagem Jurídica - AULA 01
FACELI - D1 - Zilda Maria Fantin Moreira  -  Linguagem Jurídica - AULA 01FACELI - D1 - Zilda Maria Fantin Moreira  -  Linguagem Jurídica - AULA 01
FACELI - D1 - Zilda Maria Fantin Moreira - Linguagem Jurídica - AULA 01
 
Claudia pre alfa 1
Claudia pre alfa 1Claudia pre alfa 1
Claudia pre alfa 1
 
Funções de linguagem
Funções de linguagemFunções de linguagem
Funções de linguagem
 
Língua e linguagem, código linguístico, funções da linguagem
Língua e linguagem, código linguístico, funções da linguagemLíngua e linguagem, código linguístico, funções da linguagem
Língua e linguagem, código linguístico, funções da linguagem
 
Funções da linguagem - professor Jason Lima
Funções da linguagem - professor Jason LimaFunções da linguagem - professor Jason Lima
Funções da linguagem - professor Jason Lima
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagemFiguras de linguagem
Figuras de linguagem
 
Funções da linguagem
Funções da linguagemFunções da linguagem
Funções da linguagem
 
Funções da linguagem
Funções da linguagemFunções da linguagem
Funções da linguagem
 
Linguagem e comunicação I
Linguagem e comunicação ILinguagem e comunicação I
Linguagem e comunicação I
 
Comunicação
ComunicaçãoComunicação
Comunicação
 
Figuras de-linguagem
Figuras de-linguagemFiguras de-linguagem
Figuras de-linguagem
 
Funções da linguagem
Funções da linguagemFunções da linguagem
Funções da linguagem
 
Funções da linguagem - Professor Jason lima
Funções da linguagem - Professor Jason limaFunções da linguagem - Professor Jason lima
Funções da linguagem - Professor Jason lima
 
O Processo de Comunicação
O Processo de ComunicaçãoO Processo de Comunicação
O Processo de Comunicação
 
FUNÇÕES DA LINGUAGEM (1).ppt
FUNÇÕES DA LINGUAGEM (1).pptFUNÇÕES DA LINGUAGEM (1).ppt
FUNÇÕES DA LINGUAGEM (1).ppt
 
Ling.
Ling.Ling.
Ling.
 
Produção de textos para concursos públicos
Produção de textos para concursos públicosProdução de textos para concursos públicos
Produção de textos para concursos públicos
 

Mais de Caroline Assis

verbos_de_comando.pdf
verbos_de_comando.pdfverbos_de_comando.pdf
verbos_de_comando.pdf
Caroline Assis
 
Matriz_LP_3o_ano_EM.pdf
Matriz_LP_3o_ano_EM.pdfMatriz_LP_3o_ano_EM.pdf
Matriz_LP_3o_ano_EM.pdf
Caroline Assis
 
Matriz_Mat_8a_serie.pdf
Matriz_Mat_8a_serie.pdfMatriz_Mat_8a_serie.pdf
Matriz_Mat_8a_serie.pdf
Caroline Assis
 
Matriz_LP_8a_serie_EF.pdf
Matriz_LP_8a_serie_EF.pdfMatriz_LP_8a_serie_EF.pdf
Matriz_LP_8a_serie_EF.pdf
Caroline Assis
 
Defeitos textuais.pptx
Defeitos textuais.pptxDefeitos textuais.pptx
Defeitos textuais.pptx
Caroline Assis
 
Gêneros Carta aberta - carta do leitor.pptx
Gêneros Carta aberta - carta do leitor.pptxGêneros Carta aberta - carta do leitor.pptx
Gêneros Carta aberta - carta do leitor.pptx
Caroline Assis
 
Gênero Resenha.pptx
Gênero Resenha.pptxGênero Resenha.pptx
Gênero Resenha.pptx
Caroline Assis
 
INTERJEIÇÃO.pptx
INTERJEIÇÃO.pptxINTERJEIÇÃO.pptx
INTERJEIÇÃO.pptx
Caroline Assis
 
Diferentes formas de tratar uma informação.pptx
Diferentes formas de tratar uma informação.pptxDiferentes formas de tratar uma informação.pptx
Diferentes formas de tratar uma informação.pptx
Caroline Assis
 
Gênero Charge e Cartum.pptx
Gênero Charge e Cartum.pptxGênero Charge e Cartum.pptx
Gênero Charge e Cartum.pptx
Caroline Assis
 
Finalidade discursiva dos textos.pptx
Finalidade discursiva dos textos.pptxFinalidade discursiva dos textos.pptx
Finalidade discursiva dos textos.pptx
Caroline Assis
 
ARTIGO.pptx
ARTIGO.pptxARTIGO.pptx
ARTIGO.pptx
Caroline Assis
 
AULA 24- EMPREGO DA CRASE I.ppt
AULA 24- EMPREGO DA CRASE I.pptAULA 24- EMPREGO DA CRASE I.ppt
AULA 24- EMPREGO DA CRASE I.ppt
Caroline Assis
 
AULA 18- CONCORDÂNCIA VERBAL I - Sujeito simples.ppt
AULA 18- CONCORDÂNCIA VERBAL I - Sujeito simples.pptAULA 18- CONCORDÂNCIA VERBAL I - Sujeito simples.ppt
AULA 18- CONCORDÂNCIA VERBAL I - Sujeito simples.ppt
Caroline Assis
 
AULA 22- REGÊNCIA VERBAL I.ppt
AULA 22- REGÊNCIA VERBAL I.pptAULA 22- REGÊNCIA VERBAL I.ppt
AULA 22- REGÊNCIA VERBAL I.ppt
Caroline Assis
 
AULA 21- Funções do SE.ppt
AULA 21- Funções do SE.pptAULA 21- Funções do SE.ppt
AULA 21- Funções do SE.ppt
Caroline Assis
 
AULA 23- REGÊNCIA VERBAL II.ppt
AULA 23- REGÊNCIA VERBAL II.pptAULA 23- REGÊNCIA VERBAL II.ppt
AULA 23- REGÊNCIA VERBAL II.ppt
Caroline Assis
 
AULA 19- CONCORDÂNCIA VERBAL II - Sujeito composto.ppt
AULA 19- CONCORDÂNCIA VERBAL II - Sujeito composto.pptAULA 19- CONCORDÂNCIA VERBAL II - Sujeito composto.ppt
AULA 19- CONCORDÂNCIA VERBAL II - Sujeito composto.ppt
Caroline Assis
 
AULA 20- Funções da palavra QUE.ppt
AULA 20- Funções da palavra QUE.pptAULA 20- Funções da palavra QUE.ppt
AULA 20- Funções da palavra QUE.ppt
Caroline Assis
 
AULA 17- CONCORDÂNCIA NOMINAL - Casos especiais.ppt
AULA 17- CONCORDÂNCIA NOMINAL - Casos especiais.pptAULA 17- CONCORDÂNCIA NOMINAL - Casos especiais.ppt
AULA 17- CONCORDÂNCIA NOMINAL - Casos especiais.ppt
Caroline Assis
 

Mais de Caroline Assis (20)

verbos_de_comando.pdf
verbos_de_comando.pdfverbos_de_comando.pdf
verbos_de_comando.pdf
 
Matriz_LP_3o_ano_EM.pdf
Matriz_LP_3o_ano_EM.pdfMatriz_LP_3o_ano_EM.pdf
Matriz_LP_3o_ano_EM.pdf
 
Matriz_Mat_8a_serie.pdf
Matriz_Mat_8a_serie.pdfMatriz_Mat_8a_serie.pdf
Matriz_Mat_8a_serie.pdf
 
Matriz_LP_8a_serie_EF.pdf
Matriz_LP_8a_serie_EF.pdfMatriz_LP_8a_serie_EF.pdf
Matriz_LP_8a_serie_EF.pdf
 
Defeitos textuais.pptx
Defeitos textuais.pptxDefeitos textuais.pptx
Defeitos textuais.pptx
 
Gêneros Carta aberta - carta do leitor.pptx
Gêneros Carta aberta - carta do leitor.pptxGêneros Carta aberta - carta do leitor.pptx
Gêneros Carta aberta - carta do leitor.pptx
 
Gênero Resenha.pptx
Gênero Resenha.pptxGênero Resenha.pptx
Gênero Resenha.pptx
 
INTERJEIÇÃO.pptx
INTERJEIÇÃO.pptxINTERJEIÇÃO.pptx
INTERJEIÇÃO.pptx
 
Diferentes formas de tratar uma informação.pptx
Diferentes formas de tratar uma informação.pptxDiferentes formas de tratar uma informação.pptx
Diferentes formas de tratar uma informação.pptx
 
Gênero Charge e Cartum.pptx
Gênero Charge e Cartum.pptxGênero Charge e Cartum.pptx
Gênero Charge e Cartum.pptx
 
Finalidade discursiva dos textos.pptx
Finalidade discursiva dos textos.pptxFinalidade discursiva dos textos.pptx
Finalidade discursiva dos textos.pptx
 
ARTIGO.pptx
ARTIGO.pptxARTIGO.pptx
ARTIGO.pptx
 
AULA 24- EMPREGO DA CRASE I.ppt
AULA 24- EMPREGO DA CRASE I.pptAULA 24- EMPREGO DA CRASE I.ppt
AULA 24- EMPREGO DA CRASE I.ppt
 
AULA 18- CONCORDÂNCIA VERBAL I - Sujeito simples.ppt
AULA 18- CONCORDÂNCIA VERBAL I - Sujeito simples.pptAULA 18- CONCORDÂNCIA VERBAL I - Sujeito simples.ppt
AULA 18- CONCORDÂNCIA VERBAL I - Sujeito simples.ppt
 
AULA 22- REGÊNCIA VERBAL I.ppt
AULA 22- REGÊNCIA VERBAL I.pptAULA 22- REGÊNCIA VERBAL I.ppt
AULA 22- REGÊNCIA VERBAL I.ppt
 
AULA 21- Funções do SE.ppt
AULA 21- Funções do SE.pptAULA 21- Funções do SE.ppt
AULA 21- Funções do SE.ppt
 
AULA 23- REGÊNCIA VERBAL II.ppt
AULA 23- REGÊNCIA VERBAL II.pptAULA 23- REGÊNCIA VERBAL II.ppt
AULA 23- REGÊNCIA VERBAL II.ppt
 
AULA 19- CONCORDÂNCIA VERBAL II - Sujeito composto.ppt
AULA 19- CONCORDÂNCIA VERBAL II - Sujeito composto.pptAULA 19- CONCORDÂNCIA VERBAL II - Sujeito composto.ppt
AULA 19- CONCORDÂNCIA VERBAL II - Sujeito composto.ppt
 
AULA 20- Funções da palavra QUE.ppt
AULA 20- Funções da palavra QUE.pptAULA 20- Funções da palavra QUE.ppt
AULA 20- Funções da palavra QUE.ppt
 
AULA 17- CONCORDÂNCIA NOMINAL - Casos especiais.ppt
AULA 17- CONCORDÂNCIA NOMINAL - Casos especiais.pptAULA 17- CONCORDÂNCIA NOMINAL - Casos especiais.ppt
AULA 17- CONCORDÂNCIA NOMINAL - Casos especiais.ppt
 

Elementos da Comunicação e Funções da linguagem.pptx

  • 3.  Qual é a mensagem?  Quem está enviando a mensagem?  Para quem é a mensagem?  Qual é o contexto de envio da mensagem?  Qual é o código usado na mensagem?  Por qual meio a mensagem é enviada?
  • 4.  Qual é a mensagem?  Quem está enviando a mensagem?  Para quem é a mensagem?  Qual é o contexto de envio da mensagem?  Qual é o código usado na mensagem?  Por qual meio a mensagem é enviada?
  • 5. Interlocutor ENUNCIAÇÃO Interação dos elementos que levam à formulação de um enunciado. referente Ato comunicativo Falante Elementos da comunicação Situação código mensagem canal Enunciado
  • 6. O falante ou emissor seleciona os elementos da comunicação. Leva em conta: Situação – ambiente externo aos participantes, em que se realiza o processo. Interlocutor – que constrói o sentido para a mensagem.
  • 7. Tipologia textual – particularidades de um tipo textual A comunicação é um ato social, em que falante e interlocutor compartilham: Ideologia e cultura – leitura de mundo Aspecto psicológico – influências, variações de humor, sensibilidade no momento do processo comunicativo
  • 9. A comunicação está associada à linguagem e interação, de forma que representa a transmissão de mensagens entre um emissor e um receptor. Derivada do latim, o termo comunicação (“communicare”) significa “partilhar, participar de algo, tornar comum”, sendo, portanto, um elemento essencial da interação social humana. Os elementos que compõem a comunicação são:
  • 10.  Emissor – emite, codifica a mensagem. chamado também de locutor ou falante, o emissor é aquele que emite a mensagem para um ou mais receptores, por exemplo, uma pessoa, um grupo de indivíduos, uma empresa, dentre outros.  Receptor – recebe, decodifica a mensagem. Denominado de interlocutor ou ouvinte, o receptor é quem recebe a mensagem emitida pelo emissor.  Mensagem – conteúdo transmitido pelo emissor. É o objeto utilizado na comunicação, de forma que representa o conteúdo, o conjunto de informações transmitidas pelo locutor.
  • 11. Código – conjunto de signos usado na transmissão e recepção da mensagem. Representa o conjunto de signos que serão utilizados na mensagem.  Referente – contexto relacionado a emissor e receptor. Trata-se da situação comunicativa em que estão inseridos o emissor e receptor.  Canal – meio pelo qual circula a mensagem. Corresponde ao local (meio) onde a mensagem será transmitida, por exemplo, jornal, livro, revista, televisão, telefone, dentre outros. As atitudes e as reações dos comunicantes são também referentes e exercem influência sobre a comunicação.
  • 16. O emissor, ao transmitir uma mensagem, sempre tem um objetivo: informar algo, demonstrar seus sentimentos, ou convencer alguém a fazer algo, entre outros; consequentemente, a linguagem passa a ter uma função. As funções da linguagem são formas de utilização da linguagem segundo a intenção do falante. Elas são classificadas em seis tipos:  Função Referencial  Função Conativa  Função Emotiva  Função Metalinguística  Função Fática  Função Poética
  • 17. Cada uma desempenha um papel relacionado com os elementos presentes na comunicação: emissor, receptor, mensagem, código, canal e contexto. Assim, elas determinam o objetivo dos atos comunicativos. Embora haja uma função que predomine, vários tipos de linguagem podem estar presentes num mesmo texto. Por exemplo, uma poesia em que o autor discorra sobre o que ele sente ao escrever poesias tem as linguagens poética, emotiva e metalinguística ao mesmo tempo.
  • 20. Quando o emissor demonstra seus sentimentos ou emite suas opiniões ou sensações a respeito de algum assunto ou pessoa, acontece a função emotiva, também chamada de expressiva.
  • 21.  Centralizada no emissor, revelando sua opinião, sua emoção.  Nela prevalece a 1ª pessoa do singular, interjeições e exclamações.  É a linguagem das biografias, memórias, poesias líricas, músicas e cartas de amor.
  • 23. Caracterizada por uma linguagem persuasiva, a função conativa, ou apelativa, tem o intuito de convencer o leitor. Por isso, o grande foco é no receptor da mensagem.
  • 24.  Centraliza-se no receptor.  O emissor procura influenciar o comportamento do receptor.  Como o emissor se dirige ao receptor, é comum o uso de tu e você, ou nome da pessoa, além dos vocativos e imperativo.  Usada nos discursos, sermões e propagandas que se dirigem diretamente ao consumidor.
  • 26. É a linguagem das obras literárias, principalmente das poesias, em que as palavras são escolhidas e dispostas de maneira que se tornem singulares. A função poética é característica das obras literárias que possui como marca a utilização do sentido conotativo das palavras. Nessa função, o emissor preocupa-se de que maneira a mensagem será transmitida por meio da escolha das palavras, das expressões, das figuras de linguagem. Por isso, aqui o principal elemento comunicativo é a mensagem.
  • 27. Note que esse tipo de função não pertence somente aos textos literários. Também encontramos a função poética na publicidade ou nas expressões cotidianas em que há o uso frequente de metáforas (provérbios, anedotas, trocadilhos, músicas).
  • 29. Dona Cômoda Dona Cômoda tem três gavetas. E um ar confortável de senhora rica. Nas gavetas guarda coisas de outros tempos, só para si. Foi sempre assim, dona Cômoda: gorda, fechada, egoísta. Henriqueta Lisboa
  • 30.  Centralizada na mensagem, revelando recursos imaginativos criados pelo emissor.  Afetiva, sugestiva, conotativa, ela é metafórica. Valorizam-se as palavras, suas combinações.  É a linguagem figurada apresentada em obras literárias, letras de música, em algumas propagandas, etc.
  • 32. É a utilização do código para falar dele mesmo: uma pessoa falando do ato de falar, outra escrevendo sobre o ato de escrever, palavras que explicam o significado de outra palavra.
  • 33.  Centralizada no código, usando linguagem para falar dela mesma.  A poesia que fala da poesia, da sua função e do poeta, um texto que comenta outro texto (resenha); a gramática.  Principalmente dicionários são repositórios de metalinguagem.
  • 35. Quando o objetivo do emissor é informar, ocorre a função referencial, também chamada de denotativa ou de informativa. São exemplos de função denotativa a linguagem jornalística e a científica.
  • 36.  Centralizada no referente.  Quando o emissor procura oferecer informações da realidade.  Objetiva.  Direta.  Denotativa.  Prevalecendo a 3ª pessoa do singular.  Linguagem usada nas notícias de jornal e livros científicos.
  • 38. A função fática tem como objetivo estabelecer ou interromper a comunicação de modo que o mais importante é a relação entre o emissor e o receptor da mensagem. Aqui, o foco reside no canal de comunicação.
  • 39.  Centralizada no canal, tendo como objetivo prolongar ou não o contato com o receptor, ou testar a eficiência do canal.  Linguagem das falas telefônicas, saudações e similares.