SlideShare uma empresa Scribd logo
HILDALENE	
PINHEIRO	
LITERATURA 02 BARROCO 13/04/2020
2
QUINHENTISMO
LITERATURA	INFORMATIVA
LITERATURA	DE	CATEQUESE	OU	DOS	JESUÍTAS
3
TEMPO	DE	AULA:	50	(MANHÃ	E	TARDE)	/45min	(NOITE)
DISCIPLINA:	LITERATURA
CONTEÚDO:	BARROCO	
EXPLANAÇÃO	DO	CONTEÚDO:	AULA	EXPOSITIVA	E	SLIDES
4
BARROCO:	SÉC.	XVII	
1. ORIGENS
2. CARACTERÍSTICAS
3. OUTRAS	MANIFESTAÇÕES	BARROCAS
4. ATIVIDADES
Raffaello	Sanzio,	(Urbino	1483	- Rome	1520)
The	Transfiguration,	1516-1520
"Tempera	grassa"	on	wood,	410	x	279	cm
Cat.	40333
5
BARROCO
ORIGENS:
- A palavra BARROCO tem origem na designação dada às pérolas
defeituosas que eram descartadas por não terem valor no
mercado. Logo definia algo bonito, raro, mas sem valor
econômico.
- O Barroco foi uma tendência artística que se desenvolveu
primeiramente nas Artes plásticas (Pintura, Escultura e
Arquitetura) e depois se manifestou na Literatura, no Teatro e na
Música.
- O berço do Barroco foi a Itália do século XVII, porém se espalhou
por outros países europeus como a Holanda, Bélgica, França,
Espanha e Portugal.
- Contexto histórico: após o processo de Reformas Religiosas,
ocorrido no século XVI, a Igreja Católica havia perdido muito
espaço e poder. Mesmo assim, os católicos mantiveram
influências no cenário político, econômico e religioso na Europa.
A arte barroca representa o conflito entre a espiritualidade e
teocentrismo da Idade Média X o racionalismo e
antropocentrismo do Renascimento.
Detalhe	do	Cristo	carregando	a	
Cruz,	na	Via	Sacra	de	Congonhas,	
Aleijadinho.
6
BARROCO:	CARACTERÍSTICAS			
- CONTRASTE, a arte barroca valoriza o, jogo de sombras e luz, claro e escuro;
- TEOCENTRISMO X ANTROPOCENTRISMO, o divino e o profano se confundem, céu x terra, Deus x
homem, sagrado x profano;
- TESE X ANTÍTESE = SÍNTESE, a arte barroca tenta conciliar ideias opostas, consolidando-as numa
mesma ideia; porque o homem deseja o paraíso mesmo desfrutando dos pecados terrenos;
- DINAMISMO, a arte barroca está em movimento, nota-se na riqueza dos detalhes, nas dobras e curvas;
- DRAMATICIDADE, o barroco representa a DOR, o MEDO, a LOUCURA, a HUMANIDADE, por isso sua
obra representa a ANGÚSTIA DE VIVER ASSOMBRADO PELOS DESÍGNIOS DE DEUS.
- CULTISMO, a linguagem barroca é caracterizada pela ERUDIÇÃO, JOGO DE PALAVRAS, citações bíblicas e
latinas, excesso de FIGURAS DE LINGUAGEM, ou seja, falar muito para entender-se pouco, muito pouco;
- CONCEPTISMO, outra forma de linguagem barroca caracteriza-se pelo JOGO DE IDEIAS, verdadeiros
labirintos sintáticos, citações filosóficas, silogismos, para dificultar a compreensão imediata.
7
MANIFESTAÇÕES	BARROCAS
https://www.youtube.com/watch?v=E-3OyEY71no
MÚSICA	BARROCA
J.	B.	Lully	&	A.	D.	Philidor:	Les	Airs	de	Trompettes,	Timbales	et	Hautbois	/	
A.	Scherbaum
Jean-Baptiste de Lully, nascido Giovanni Battista
Lulli (Florença, 28 de novembro de 1632 – Paris, 22
de março de 1687), foi um compositor italiano,
naturalizado francês. Passou a maior parte da vida
trabalhando na corte de Luís XIV . Compositor
prolixo, seu estilo foi largamente imitado na Europa.
Casou-se com Madeleine Lambert, filha do
compositor Michel Lambert. Considerado mestre do
barroco francês, tornou-se súdito francês em 1661.
8
ARQUITETURA	E	ESCULTURA	BARROCA
Antônio Francisco Lisboa, mais conhecido como Aleijadinho,
nasceu em Ouro Preto, MG, 29 de agosto de 1738 e morreu em
18 de novembro de 1814, foi um importante escultor, entalhador
e arquiteto do Brasil colonial.
Pouco se sabe com certeza sobre sua biografia, que permanece
até hoje envolta em cerrado véu de lenda e controvérsia,
tornando muito árduo o trabalho de pesquisa sobre ele e ao
mesmo tempo transformando-o em uma espécie de herói
nacional. A principal fonte documental sobre o Aleijadinho é uma
nota biográfica escrita somente cerca de quarenta anos depois
de sua morte. Sua trajetória é reconstituída principalmente
através das obras que deixou, embora mesmo neste âmbito sua
contribuição seja controversa, já que a atribuição da autoria da
maior parte das mais de quatrocentas criações que hoje existem
associadas ao seu nome foi feita sem qualquer comprovação
documental, baseando-se apenas em critérios de semelhança
estilística com peças documentadas.
A capela de São Francisco de Assis em Ouro
Preto, antiga Vila Rica, é considerada a
melhor expressão da fase final do barroco
mineiro. Nela, Aleijadinho foi também
arquiteto e dirigiu a parte principal da obra,
entre 1772 e 1779. Depois dessa data, outro
mestre notável, Manuel da Costa Ataíde,
realizou grande parte das pinturas do interior.
9
ATIVIDADE
Título:	Crucificação	de	São	Pedro
Autor:	Caravaggio
Data:	1601
Estilo:	Barroco
Gênero:	pintura	religiosa
Mídia:	pintura	em	óleo
Localização:	Santa	Maria	del Popolo
Dimensões:	230	x	175	cm
A pintura representa o martírio de São Pedro por crucificação —
segundo a tradição, Pedro pediu para ser crucificado de ponta-
cabeça para que não imitasse seu Deus, Jesus Cristo. A grande
tela mostra romanos, com as faces obscurecidas ou escondidas,
lutando para erguer a cruz com um idoso (e musculoso)
apóstolo. Pedro parece mais pesado do que seu corpo
envelhecido faria supor e erguê-lo requer o esforço combinado
de três homens, um símbolo do crime que já estaria pesando
sobre eles.
10
A Crucificação de São Pedro (1601) é uma obra de Caravaggio encomendada para
decorar a Capela Cerasi de Santa Maria del Popolo, em Roma. Sobre a tela
responda o que se pede:
01. No quadro existem quatro personagens, mas apenas o rosto de Pedro está à
mostra. Levante hipótese a razão dessa escolha por parte do artista foi:
A) ( ) Exaltar o homem B) ( ) Exaltar o pecado C) ( ) Exaltar o divino
D) ( ) Condenar os erros.
02. Qual emoção é possível de se reconhecer no rosto de Pedro?
A) ( ) Medo B) ( ) Dúvida C) ( ) Ódio D) ( ) Resiliência
03. Qual das características abaixo NÃO aparece nessa obra de Michelangelo de
Caravaggio?
A) ( ) Contraste B) ( ) Dramaticidade C) ( ) Dinamismo D) ( ) Conceptismo.
04. Olhando a imagem apenas as figuras humanas, na diagonal, forma-se uma
outra cruz. Qual mensagem o autor quis passar ao público?
A) Que Deus e Homem se completam. B) Que Deus é superior. C) Que o homem é
superior. D) Que não existe pecado.
11
A Crucificação de São Pedro (1601) é uma obra de Caravaggio encomendada para
decorar a Capela Cerasi de Santa Maria del Popolo, em Roma. Sobre a tela responda
o que se pede:
01. No quadro existem quatro personagens, mas apenas o rosto de Pedro está à
mostra. Levante hipótese a razão dessa escolha por parte do artista foi:
A) ( ) Exaltar o homem B) ( ) Exaltar o pecado C) (X) Exaltar o divino
D) ( ) Condenar os erros.
02. Qual emoção é possível de se reconhecer no rosto de Pedro?
A) ( ) Medo B) ( ) Dúvida C) ( ) Ódio D) ( X ) Resiliência
03. Qual das características abaixo NÃO aparece nessa obra de Michelangelo de
Caravaggio?
A) ( ) Contraste B) ( ) Dramaticidade C) ( ) Dinamismo D) (X) Conceptismo.
04. Observe a imagem apenas das figuras humanas no quadro, na diagonal, forma-se
uma outra cruz. Qual mensagem o autor quis passar ao público?
A) (X) Que Deus e Homem se completam. B) ( ) Que Deus é superior. C) ( ) Que o
homem é superior. D) ( ) Que não existe pecado.
12
Busque na internet informações sobre o Século XVII no Brasil.
A poesia de Gregório de Matos
Os Sermões de Padre Antônio Vieira
13
BARROCO	NO	BRASIL

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Barroco ou seiscentismo brasileiro (1601 1768)
Barroco ou seiscentismo brasileiro (1601 1768)Barroco ou seiscentismo brasileiro (1601 1768)
Barroco ou seiscentismo brasileiro (1601 1768)
Chrys Novaes
 
Barroco e-arcadismo-no-brasil
Barroco e-arcadismo-no-brasilBarroco e-arcadismo-no-brasil
Barroco e-arcadismo-no-brasil
joelson1
 
Resumo de literatura
Resumo de literaturaResumo de literatura
Resumo de literatura
Nádia França
 
Movimentos literários
Movimentos literáriosMovimentos literários
Movimentos literários
Ronaldo Assis
 
Questões - Quinhentismo, Barroco e Arcadismo
Questões - Quinhentismo, Barroco e ArcadismoQuestões - Quinhentismo, Barroco e Arcadismo
Questões - Quinhentismo, Barroco e Arcadismo
Gabriella Lima
 
Lista de exercícios de Literatura (Trovadorismo, Humanismo, Classicismo, Quih...
Lista de exercícios de Literatura (Trovadorismo, Humanismo, Classicismo, Quih...Lista de exercícios de Literatura (Trovadorismo, Humanismo, Classicismo, Quih...
Lista de exercícios de Literatura (Trovadorismo, Humanismo, Classicismo, Quih...
Paula Meyer Piagentini
 
Pré modernismo
Pré modernismoPré modernismo
Pré modernismo
rafabebum
 
Literatura portuguesa barroco
Literatura portuguesa barrocoLiteratura portuguesa barroco
Literatura portuguesa barroco
Daniel Vitor de Almeida
 
30095592 exercicios-trovadorismo-humanismo-classicismo-quinhentismo-e-barroco...
30095592 exercicios-trovadorismo-humanismo-classicismo-quinhentismo-e-barroco...30095592 exercicios-trovadorismo-humanismo-classicismo-quinhentismo-e-barroco...
30095592 exercicios-trovadorismo-humanismo-classicismo-quinhentismo-e-barroco...
Samiures
 
Barroco
BarrocoBarroco
Barroco
Dai Pinheiro
 
Barroco em portugal
Barroco em portugalBarroco em portugal
Barroco em portugal
Francisco
 
Quinhentismo e barroco
Quinhentismo e barrocoQuinhentismo e barroco
Quinhentismo e barroco
Valeria Nunes
 
Barroco em Portugal
Barroco em PortugalBarroco em Portugal
Barroco em Portugal
suellenromere
 
Aula 03 classicismo
Aula 03   classicismoAula 03   classicismo
Aula 03 classicismo
Jonatas Carlos
 
Arcadismo e Barroco (Brasileiro)
Arcadismo e Barroco (Brasileiro)Arcadismo e Barroco (Brasileiro)
Arcadismo e Barroco (Brasileiro)
Raquel Fernandes
 
Estudo dirigido Trovadorismo-Classicismo
Estudo dirigido Trovadorismo-ClassicismoEstudo dirigido Trovadorismo-Classicismo
Estudo dirigido Trovadorismo-Classicismo
Prof Palmito Rocha
 
Barroco em portugal
Barroco em portugalBarroco em portugal
Barroco em portugal
camilla1010
 
Trovadorismo ao Barroco
Trovadorismo ao BarrocoTrovadorismo ao Barroco
Trovadorismo ao Barroco
Portal do Vestibulando
 
Slides barroco
Slides barrocoSlides barroco
Slides barroco
Aline Ferreira
 
Barroco e arcadismo
Barroco e arcadismoBarroco e arcadismo
Barroco e arcadismo
_EsterLopesBR
 

Mais procurados (20)

Barroco ou seiscentismo brasileiro (1601 1768)
Barroco ou seiscentismo brasileiro (1601 1768)Barroco ou seiscentismo brasileiro (1601 1768)
Barroco ou seiscentismo brasileiro (1601 1768)
 
Barroco e-arcadismo-no-brasil
Barroco e-arcadismo-no-brasilBarroco e-arcadismo-no-brasil
Barroco e-arcadismo-no-brasil
 
Resumo de literatura
Resumo de literaturaResumo de literatura
Resumo de literatura
 
Movimentos literários
Movimentos literáriosMovimentos literários
Movimentos literários
 
Questões - Quinhentismo, Barroco e Arcadismo
Questões - Quinhentismo, Barroco e ArcadismoQuestões - Quinhentismo, Barroco e Arcadismo
Questões - Quinhentismo, Barroco e Arcadismo
 
Lista de exercícios de Literatura (Trovadorismo, Humanismo, Classicismo, Quih...
Lista de exercícios de Literatura (Trovadorismo, Humanismo, Classicismo, Quih...Lista de exercícios de Literatura (Trovadorismo, Humanismo, Classicismo, Quih...
Lista de exercícios de Literatura (Trovadorismo, Humanismo, Classicismo, Quih...
 
Pré modernismo
Pré modernismoPré modernismo
Pré modernismo
 
Literatura portuguesa barroco
Literatura portuguesa barrocoLiteratura portuguesa barroco
Literatura portuguesa barroco
 
30095592 exercicios-trovadorismo-humanismo-classicismo-quinhentismo-e-barroco...
30095592 exercicios-trovadorismo-humanismo-classicismo-quinhentismo-e-barroco...30095592 exercicios-trovadorismo-humanismo-classicismo-quinhentismo-e-barroco...
30095592 exercicios-trovadorismo-humanismo-classicismo-quinhentismo-e-barroco...
 
Barroco
BarrocoBarroco
Barroco
 
Barroco em portugal
Barroco em portugalBarroco em portugal
Barroco em portugal
 
Quinhentismo e barroco
Quinhentismo e barrocoQuinhentismo e barroco
Quinhentismo e barroco
 
Barroco em Portugal
Barroco em PortugalBarroco em Portugal
Barroco em Portugal
 
Aula 03 classicismo
Aula 03   classicismoAula 03   classicismo
Aula 03 classicismo
 
Arcadismo e Barroco (Brasileiro)
Arcadismo e Barroco (Brasileiro)Arcadismo e Barroco (Brasileiro)
Arcadismo e Barroco (Brasileiro)
 
Estudo dirigido Trovadorismo-Classicismo
Estudo dirigido Trovadorismo-ClassicismoEstudo dirigido Trovadorismo-Classicismo
Estudo dirigido Trovadorismo-Classicismo
 
Barroco em portugal
Barroco em portugalBarroco em portugal
Barroco em portugal
 
Trovadorismo ao Barroco
Trovadorismo ao BarrocoTrovadorismo ao Barroco
Trovadorismo ao Barroco
 
Slides barroco
Slides barrocoSlides barroco
Slides barroco
 
Barroco e arcadismo
Barroco e arcadismoBarroco e arcadismo
Barroco e arcadismo
 

Semelhante a Eja etapa VII - Literatura_Barroco origens

BARROCO 2.pptx
BARROCO  2.pptxBARROCO  2.pptx
BARROCO 2.pptx
TERESAMENESESMAGALAE
 
Barroco atualizado
Barroco atualizadoBarroco atualizado
Barroco atualizado
Isabella Silva
 
Barroco
BarrocoBarroco
Prova de arte.2 ano.barrocoe renasciemnto
Prova de arte.2 ano.barrocoe renasciemntoProva de arte.2 ano.barrocoe renasciemnto
Prova de arte.2 ano.barrocoe renasciemnto
julia beatriz dos santos araujo
 
Apresentação plano de curso artes autonomia 2011
Apresentação plano de curso artes autonomia 2011Apresentação plano de curso artes autonomia 2011
Apresentação plano de curso artes autonomia 2011
biabouch
 
Barroco 2019ok
Barroco 2019okBarroco 2019ok
Barroco 2019ok
CLEBER LUIS DAMACENO
 
Barroco 2019ok
Barroco 2019okBarroco 2019ok
Barroco 2019ok
CLEBER LUIS DAMACENO
 
Aula 09 barroco
Aula 09 barrocoAula 09 barroco
Aula 09 barroco
Elizeu Nascimento Silva
 
A Arte Barroca
A Arte BarrocaA Arte Barroca
A Arte Barroca
ggmota93
 
10 barroco
10 barroco10 barroco
10 barroco
Lilly Li
 
O Barroco na Europa, Parte 2 - 1563-1750
O Barroco na Europa,   Parte 2 - 1563-1750O Barroco na Europa,   Parte 2 - 1563-1750
O Barroco na Europa, Parte 2 - 1563-1750
Professor Gilson Nunes
 
Barroco
BarrocoBarroco
Barroco
mirandakika
 
Trabalho de literatura- barroco
Trabalho de literatura- barroco Trabalho de literatura- barroco
Trabalho de literatura- barroco
Rebeka Caetano Lima
 
Barroco
BarrocoBarroco
Barroco
Lú Carvalho
 
Barroco
BarrocoBarroco
Barroco
Lú Carvalho
 
tecnicas de venda.
tecnicas de venda.tecnicas de venda.
tecnicas de venda.
Celso G C F Almeida
 
A cultura do palácio
A cultura do palácioA cultura do palácio
A cultura do palácio
Tania Neto
 
Neoclassicismo ou Arcadismo.pptx
Neoclassicismo ou Arcadismo.pptxNeoclassicismo ou Arcadismo.pptx
Neoclassicismo ou Arcadismo.pptx
ssuser6e334c1
 
Historia historia da_arte_dificil
Historia historia da_arte_dificilHistoria historia da_arte_dificil
Historia historia da_arte_dificil
Cecília Tura
 
Renascimento Cultural e científico
Renascimento Cultural e científicoRenascimento Cultural e científico
Renascimento Cultural e científico
Daiana Fontana Cecatto
 

Semelhante a Eja etapa VII - Literatura_Barroco origens (20)

BARROCO 2.pptx
BARROCO  2.pptxBARROCO  2.pptx
BARROCO 2.pptx
 
Barroco atualizado
Barroco atualizadoBarroco atualizado
Barroco atualizado
 
Barroco
BarrocoBarroco
Barroco
 
Prova de arte.2 ano.barrocoe renasciemnto
Prova de arte.2 ano.barrocoe renasciemntoProva de arte.2 ano.barrocoe renasciemnto
Prova de arte.2 ano.barrocoe renasciemnto
 
Apresentação plano de curso artes autonomia 2011
Apresentação plano de curso artes autonomia 2011Apresentação plano de curso artes autonomia 2011
Apresentação plano de curso artes autonomia 2011
 
Barroco 2019ok
Barroco 2019okBarroco 2019ok
Barroco 2019ok
 
Barroco 2019ok
Barroco 2019okBarroco 2019ok
Barroco 2019ok
 
Aula 09 barroco
Aula 09 barrocoAula 09 barroco
Aula 09 barroco
 
A Arte Barroca
A Arte BarrocaA Arte Barroca
A Arte Barroca
 
10 barroco
10 barroco10 barroco
10 barroco
 
O Barroco na Europa, Parte 2 - 1563-1750
O Barroco na Europa,   Parte 2 - 1563-1750O Barroco na Europa,   Parte 2 - 1563-1750
O Barroco na Europa, Parte 2 - 1563-1750
 
Barroco
BarrocoBarroco
Barroco
 
Trabalho de literatura- barroco
Trabalho de literatura- barroco Trabalho de literatura- barroco
Trabalho de literatura- barroco
 
Barroco
BarrocoBarroco
Barroco
 
Barroco
BarrocoBarroco
Barroco
 
tecnicas de venda.
tecnicas de venda.tecnicas de venda.
tecnicas de venda.
 
A cultura do palácio
A cultura do palácioA cultura do palácio
A cultura do palácio
 
Neoclassicismo ou Arcadismo.pptx
Neoclassicismo ou Arcadismo.pptxNeoclassicismo ou Arcadismo.pptx
Neoclassicismo ou Arcadismo.pptx
 
Historia historia da_arte_dificil
Historia historia da_arte_dificilHistoria historia da_arte_dificil
Historia historia da_arte_dificil
 
Renascimento Cultural e científico
Renascimento Cultural e científicoRenascimento Cultural e científico
Renascimento Cultural e científico
 

Último

oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
marcos oliveira
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mary Alvarenga
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdfPainel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
marcos oliveira
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da químicaTEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
VictorEmanoel37
 
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdfCALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CristviaFerreira
 
Seminário de Gestão Pública e Defesa Civil
Seminário de Gestão Pública e Defesa CivilSeminário de Gestão Pública e Defesa Civil
Seminário de Gestão Pública e Defesa Civil
EduardoLealSilva
 
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
LeilaVilasboas
 
Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!
Mary Alvarenga
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
jetroescola
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 

Último (20)

oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdfPainel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da químicaTEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
 
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdfCALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
 
Seminário de Gestão Pública e Defesa Civil
Seminário de Gestão Pública e Defesa CivilSeminário de Gestão Pública e Defesa Civil
Seminário de Gestão Pública e Defesa Civil
 
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
 
Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 

Eja etapa VII - Literatura_Barroco origens

  • 4. 4 BARROCO: SÉC. XVII 1. ORIGENS 2. CARACTERÍSTICAS 3. OUTRAS MANIFESTAÇÕES BARROCAS 4. ATIVIDADES Raffaello Sanzio, (Urbino 1483 - Rome 1520) The Transfiguration, 1516-1520 "Tempera grassa" on wood, 410 x 279 cm Cat. 40333
  • 5. 5 BARROCO ORIGENS: - A palavra BARROCO tem origem na designação dada às pérolas defeituosas que eram descartadas por não terem valor no mercado. Logo definia algo bonito, raro, mas sem valor econômico. - O Barroco foi uma tendência artística que se desenvolveu primeiramente nas Artes plásticas (Pintura, Escultura e Arquitetura) e depois se manifestou na Literatura, no Teatro e na Música. - O berço do Barroco foi a Itália do século XVII, porém se espalhou por outros países europeus como a Holanda, Bélgica, França, Espanha e Portugal. - Contexto histórico: após o processo de Reformas Religiosas, ocorrido no século XVI, a Igreja Católica havia perdido muito espaço e poder. Mesmo assim, os católicos mantiveram influências no cenário político, econômico e religioso na Europa. A arte barroca representa o conflito entre a espiritualidade e teocentrismo da Idade Média X o racionalismo e antropocentrismo do Renascimento. Detalhe do Cristo carregando a Cruz, na Via Sacra de Congonhas, Aleijadinho.
  • 6. 6 BARROCO: CARACTERÍSTICAS - CONTRASTE, a arte barroca valoriza o, jogo de sombras e luz, claro e escuro; - TEOCENTRISMO X ANTROPOCENTRISMO, o divino e o profano se confundem, céu x terra, Deus x homem, sagrado x profano; - TESE X ANTÍTESE = SÍNTESE, a arte barroca tenta conciliar ideias opostas, consolidando-as numa mesma ideia; porque o homem deseja o paraíso mesmo desfrutando dos pecados terrenos; - DINAMISMO, a arte barroca está em movimento, nota-se na riqueza dos detalhes, nas dobras e curvas; - DRAMATICIDADE, o barroco representa a DOR, o MEDO, a LOUCURA, a HUMANIDADE, por isso sua obra representa a ANGÚSTIA DE VIVER ASSOMBRADO PELOS DESÍGNIOS DE DEUS. - CULTISMO, a linguagem barroca é caracterizada pela ERUDIÇÃO, JOGO DE PALAVRAS, citações bíblicas e latinas, excesso de FIGURAS DE LINGUAGEM, ou seja, falar muito para entender-se pouco, muito pouco; - CONCEPTISMO, outra forma de linguagem barroca caracteriza-se pelo JOGO DE IDEIAS, verdadeiros labirintos sintáticos, citações filosóficas, silogismos, para dificultar a compreensão imediata.
  • 7. 7 MANIFESTAÇÕES BARROCAS https://www.youtube.com/watch?v=E-3OyEY71no MÚSICA BARROCA J. B. Lully & A. D. Philidor: Les Airs de Trompettes, Timbales et Hautbois / A. Scherbaum Jean-Baptiste de Lully, nascido Giovanni Battista Lulli (Florença, 28 de novembro de 1632 – Paris, 22 de março de 1687), foi um compositor italiano, naturalizado francês. Passou a maior parte da vida trabalhando na corte de Luís XIV . Compositor prolixo, seu estilo foi largamente imitado na Europa. Casou-se com Madeleine Lambert, filha do compositor Michel Lambert. Considerado mestre do barroco francês, tornou-se súdito francês em 1661.
  • 8. 8 ARQUITETURA E ESCULTURA BARROCA Antônio Francisco Lisboa, mais conhecido como Aleijadinho, nasceu em Ouro Preto, MG, 29 de agosto de 1738 e morreu em 18 de novembro de 1814, foi um importante escultor, entalhador e arquiteto do Brasil colonial. Pouco se sabe com certeza sobre sua biografia, que permanece até hoje envolta em cerrado véu de lenda e controvérsia, tornando muito árduo o trabalho de pesquisa sobre ele e ao mesmo tempo transformando-o em uma espécie de herói nacional. A principal fonte documental sobre o Aleijadinho é uma nota biográfica escrita somente cerca de quarenta anos depois de sua morte. Sua trajetória é reconstituída principalmente através das obras que deixou, embora mesmo neste âmbito sua contribuição seja controversa, já que a atribuição da autoria da maior parte das mais de quatrocentas criações que hoje existem associadas ao seu nome foi feita sem qualquer comprovação documental, baseando-se apenas em critérios de semelhança estilística com peças documentadas. A capela de São Francisco de Assis em Ouro Preto, antiga Vila Rica, é considerada a melhor expressão da fase final do barroco mineiro. Nela, Aleijadinho foi também arquiteto e dirigiu a parte principal da obra, entre 1772 e 1779. Depois dessa data, outro mestre notável, Manuel da Costa Ataíde, realizou grande parte das pinturas do interior.
  • 9. 9 ATIVIDADE Título: Crucificação de São Pedro Autor: Caravaggio Data: 1601 Estilo: Barroco Gênero: pintura religiosa Mídia: pintura em óleo Localização: Santa Maria del Popolo Dimensões: 230 x 175 cm A pintura representa o martírio de São Pedro por crucificação — segundo a tradição, Pedro pediu para ser crucificado de ponta- cabeça para que não imitasse seu Deus, Jesus Cristo. A grande tela mostra romanos, com as faces obscurecidas ou escondidas, lutando para erguer a cruz com um idoso (e musculoso) apóstolo. Pedro parece mais pesado do que seu corpo envelhecido faria supor e erguê-lo requer o esforço combinado de três homens, um símbolo do crime que já estaria pesando sobre eles.
  • 10. 10 A Crucificação de São Pedro (1601) é uma obra de Caravaggio encomendada para decorar a Capela Cerasi de Santa Maria del Popolo, em Roma. Sobre a tela responda o que se pede: 01. No quadro existem quatro personagens, mas apenas o rosto de Pedro está à mostra. Levante hipótese a razão dessa escolha por parte do artista foi: A) ( ) Exaltar o homem B) ( ) Exaltar o pecado C) ( ) Exaltar o divino D) ( ) Condenar os erros. 02. Qual emoção é possível de se reconhecer no rosto de Pedro? A) ( ) Medo B) ( ) Dúvida C) ( ) Ódio D) ( ) Resiliência 03. Qual das características abaixo NÃO aparece nessa obra de Michelangelo de Caravaggio? A) ( ) Contraste B) ( ) Dramaticidade C) ( ) Dinamismo D) ( ) Conceptismo. 04. Olhando a imagem apenas as figuras humanas, na diagonal, forma-se uma outra cruz. Qual mensagem o autor quis passar ao público? A) Que Deus e Homem se completam. B) Que Deus é superior. C) Que o homem é superior. D) Que não existe pecado.
  • 11. 11 A Crucificação de São Pedro (1601) é uma obra de Caravaggio encomendada para decorar a Capela Cerasi de Santa Maria del Popolo, em Roma. Sobre a tela responda o que se pede: 01. No quadro existem quatro personagens, mas apenas o rosto de Pedro está à mostra. Levante hipótese a razão dessa escolha por parte do artista foi: A) ( ) Exaltar o homem B) ( ) Exaltar o pecado C) (X) Exaltar o divino D) ( ) Condenar os erros. 02. Qual emoção é possível de se reconhecer no rosto de Pedro? A) ( ) Medo B) ( ) Dúvida C) ( ) Ódio D) ( X ) Resiliência 03. Qual das características abaixo NÃO aparece nessa obra de Michelangelo de Caravaggio? A) ( ) Contraste B) ( ) Dramaticidade C) ( ) Dinamismo D) (X) Conceptismo. 04. Observe a imagem apenas das figuras humanas no quadro, na diagonal, forma-se uma outra cruz. Qual mensagem o autor quis passar ao público? A) (X) Que Deus e Homem se completam. B) ( ) Que Deus é superior. C) ( ) Que o homem é superior. D) ( ) Que não existe pecado.
  • 12. 12 Busque na internet informações sobre o Século XVII no Brasil. A poesia de Gregório de Matos Os Sermões de Padre Antônio Vieira