SlideShare uma empresa Scribd logo
EDITAL DE ABERTURA
VESTIBULAR BÍBLICO 2014/001
EDITAL Nº 01 – I. E. A. D / FLORES, DE 13 DE JANEIRO DE 2014
IGREJA EVANGÉLICA ASSEMBLEIA DE DEUS

EDITAL 01/14
A IGREJA EVANGELICA ASSEMBLEIA DE DEUS/ FLORES – PE, presidida pelo Pastor
Ailton José Alves, ora representada pelo Pastor Local Edson Ferreira da Silva, estabelece os
procedimentos gerais do VESTIBULAR BÍBLICO, e torna pública a abertura de inscrições
definindo normas relativas à realização do referido PROCESSO AVALIATIVO, destinado a
motivar o estudo sistemático do livro de JUÍZES premiando os candidatos com melhor
colocação da nossa igreja.
1 - DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

1.1 O VESTIBULAR BÍBLICO será regido por este Edital e será executado pela Igreja
Evangélica Assembleia de Deus, filial em Flores;
1.2 O VESTIBULAR BIBLICO visa à premiação dos CINCO primeiros colocados de melhor
desempenho no vestibular.
1.2.1 Será convocado a frente, os 10 (dez) melhores candidatos, para receberem honra ao
mérito.
1.3 A prova se dará com 40 QUESTÕES, assim distribuídas:
1.3.1 40 QUESTÕES objetivas, sobre o texto bíblico do Livro de JUIZES, com pontuação
distribuída da seguinte forma:
1.3.2

Ficará excluído automaticamente do VESTIBULAR BÍBLICO quem não fizer
nenhum ponto nas questões apresentadas no caderno.

2 - DA INSCRIÇÃO NO VESTIBULAR BÍBLICO

2.1 O candidato deverá efetuar sua inscrição no VESTIBULAR BÍBLICO para poder concorrer à
aprovação/premiação a que deseja
2.2 A solicitação de Inscrição será realizada através do endereço eletrônico: www.florespe.net
ou em uma das congregações sede, através do dirigente do grupo de mocidade que estará
responsável pelas fichas de inscrições dos candidatos que não irão utilizar o recurso eletrônico,
via internet, considerando que a mesma seja feita exclusivamente pelo próprio, não sendo
aceitas procurações.
2.3 Taxa de Inscrição: R$ 5,00 (cinco reais).
2.4 As inscrições estarão abertas no período de 13/01/2014 a 21/02/2014.
2.5 Mais informações podem ser obtidas diretamente com os dirigentes de Mocidade das
congregações sede, a coordenação do vestibular bíblico ou pelo E-mail:
ieadflorespe@gmail.com.

3 - DA COMISSÃO EXAMINADORA
3.1 A elaboração das provas do VESTIBULAR BÍBLICO e sua correção serão feitas por uma
Comissão Examinadora composta por aproximadamente 16
(dezesseis) membros, indicados pela coordenação, com conhecimento sobre aplicação de
provas e/ou vestibulares, que serão realizados na data e locais já previstos com antecedência;
3.2 A Comissão será coordenada por um dos membros a ser escolhido pelo Pastor Local.
4 - DO CRONOGRAMA DAS PROVAS
4.1 A prova será realizada em 13 de abril de 2014, às 13h30min;
4.2 O candidato deverá comparecer ao local designado para a realização da Prova com
antecedência mínima de trinta minutos (30),
portando o comprovante de inscrição e documento de identidade original.
5.1 A Prova Objetiva, será realizada na ESCOLA ESTADUAL DE REFERENCIA AIRES
GAMA, no município de Flores, situado a Rua Professora Beatriz de Nogueira, s/n, centro.
5.2 A Prova Objetiva terá ao todo duração máxima de 3 (três) horas, sem consulta.
5.3 A Nota Final das Questões Objetivas será o calculo efetuado pelos membros da
COMISSÃO EXAMINADORA, dentro da quantidade de acertos do candidato, referindo-se ao
valor da sua pontuação por questão, em caso de empate, constam do ANEXO 6 deste edital.
6 - DOS PROCEDIMENTOS NO DIA DE REALIZAÇÃO DAS PROVAS
6.1 É de responsabilidade exclusiva do candidato a identificação correta de seu local de prova
e o comparecimento no horário.
6.2 São considerados documentos de identidade: carteiras expedidas pelos Comandos
Militares e pelas Secretarias de Segurança
Pública; carteiras expedidas pelos órgãos fiscalizadores profissionais (Ordens, Conselhos etc.);
reservista, Carteiras funcionais;
Carteira de trabalho e carteira nacional de habilitação (modelo com foto), carteiras de
estudante, cartão de Membro da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em PE.
6.3 Não será admitido o ingresso de candidato no local de realização das provas após o seu
início;
6.4 Por ocasião da realização das provas, o candidato que não apresentar documento de
identidade original, será impedido de fazer a
prova, salvo se a Comissão Examinadora demonstrar conhecer o candidato ou houver pleno
consentimento e reponsabilidade do dirigente e representante do mesmo caso seja de outra
filial;
6.5 Não serão aplicadas provas, em hipótese alguma, fora do espaço físico predeterminado
para as provas;
6.6 Não será permitida, durante a realização das provas, a comunicação entre os candidatos;
6.7 Não haverá segunda chamada para as provas. O não comparecimento implicará
eliminação do candidato;
6.8 Não haverá, por qualquer motivo, prorrogação do tempo previsto para a aplicação das
provas em virtude de afastamento de
candidato do ambiente de prova;
6.9 No dia de realização da prova, não serão fornecidas, por qualquer membro da equipe de
aplicação da prova e/ou pelas autoridades
presentes, informações referentes ao conteúdo da mesma.
6.9.1 O candidato será sumariamente eliminado desta Seleção Externa no caso de:
a) lançar mão de meios ilícitos para realização das provas;
b) perturbar, de qualquer modo, a ordem dos trabalhos, incorrendo em comportamento
indevido ou descortês com qualquer dos aplicadores, seus auxiliares, autoridades ou outros
candidatos;
c) se atrasar ou não comparecer às provas;
d) se apresentar em local diferente dos previstos nos Cartões de Confirmação de Inscrição;
e) se afastar do local das provas sem o acompanhamento do fiscal, antes de ter concluído as
mesmas;
f) deixar de assinar a Lista de Presença e o respectivo Cartão-Resposta;
g) se ausentar da sala portando o Cartão-Resposta/Caderno de Respostas e/ou o Caderno de
Questões;
h) não entregar o material das provas ao término do tempo destinado para sua realização;
i) descumprir as instruções contidas nas capas das provas;
j) for surpreendido, durante as provas, em qualquer tipo de comunicação com outro candidato
ou utilizando a bíblia sagrada ou quaisquer outros meio que lhe forneça informações a respeito
da prova;
k) após as provas, for constatado por meio eletrônico, estatístico, visual ou grafológico, ter
utilizado processos ilícitos na realização das mesmas.

6.9.2 É vedado durante as provas o uso de aparelhos sonoros, fonográficos, de comunicação
ou de registro, eletrônicos ou não, tais como: agendas, relógios não analógicos, notebook,
transmissor de dados e mensagens, máquina fotográfica, telefones celulares, "Pager",
microcomputadores portáteis e/ou similares.
6.9.3 É vedado também o uso de óculos escuros ou de quaisquer acessórios de chapelaria tais
como chapéu, boné, gorro ou protetores auriculares.
7 - DA CLASSIFICAÇÃO FINAL NO VESTIBULAR
7.1 A classificação dos candidatos far-se-á pela ordem decrescente da Nota Final do
Vestibular;
7.2 A Nota Final do Vestibular será calculada pela COMISSÃO EXAMINADORA e divulgada
logo mais a noite, no culto de agradecimento;
7.3 Nos cálculos utilizados para obter a Nota Final do Vestibular dos candidatos serão
considerados os 05 (cinco) primeiros colocados, tomando-se por base também os devidos
critérios de desempate, que constam do ANEXO 8, deste Edital.
8 - DOS CRITÉRIOS DE DESEMPATE
8.1 Em caso de empate serão feitas as seguintes analises nas provas do candidatos:]
8.1.1 As questões de ordem 01 a 30 terão valores propostos iguais a 2 (dois) pontos cada
questão;
8.1.2 As questões de ordem 31 a 40 terão valores propostos iguais a 4 (quatro) pontos cada
questão.
9 - DAS PREMIAÇÕES
9.1 Serão premiados os 05 (cinco) primeiros colocados por melhor desempenho, conforme item
1.2 deste Edital;
9.2 O Primeiro Lugar, será premiado com um Notebook;
9.3 O segundo colocado, será premiado com um Tablet;
9.4 O Terceiro colocado, será premiado com uma Câmera digital;
9.5 O Quarto colocado, será premiado com uma Bíblia de Estudo + Harpa Cristã;
9.6 O Quinto colocado, será premiado com uma Bíblia.
9.7 Os dez primeiros colocados, conforme o item 1.2.1 deste Edital será chamado à frente e
receberão medalhas de honra ao mérito;

10 - DAS DISPOSIÇÕES FINAIS
12.1 A inscrição do candidato implicará aceitação das normas do Vestibular contidas em
comunicados, neste Edital e em outros editais.
12.2 Os casos omissos serão resolvidos pela Comissão Examinadora.

Ev. Edson Ferreira da Silva
Pastor Local (Flores / PE)

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Bullying
BullyingBullying
Bullying
tatimarana
 
Adolescência
AdolescênciaAdolescência
Adolescência
Moderadora
 
Violência Intra familiar.
Violência Intra familiar.Violência Intra familiar.
Violência Intra familiar.
Alinebrauna Brauna
 
Violência no namoro
Violência no namoroViolência no namoro
Violência no namoro
Liliana Queirós Fonseca
 
comentario sobre o ECA
comentario sobre o ECAcomentario sobre o ECA
comentario sobre o ECA
guest9fe2149
 
Adolescencia e sexualidade
Adolescencia e sexualidadeAdolescencia e sexualidade
Adolescencia e sexualidade
verson1
 
Bullying para se usar em reuniões na escola
Bullying para se usar em reuniões na escola Bullying para se usar em reuniões na escola
Bullying para se usar em reuniões na escola
Joseph Romacoj
 
O que é bully
O que é bullyO que é bully
O que é bully
yasmin150
 
DW Debate:Abuso sexual de Menores em Angola
DW Debate:Abuso sexual de Menores em AngolaDW Debate:Abuso sexual de Menores em Angola
DW Debate:Abuso sexual de Menores em Angola
Development Workshop Angola
 
Apresentação basquetebol.pdf
Apresentação basquetebol.pdfApresentação basquetebol.pdf
Apresentação basquetebol.pdf
JOÃO PEREIRA
 
Cartilha pioneirismo no combate ao racismo
Cartilha pioneirismo no combate ao racismoCartilha pioneirismo no combate ao racismo
Cartilha pioneirismo no combate ao racismo
conselhoafroleme
 
Perigo nas redes sociais
Perigo nas redes sociaisPerigo nas redes sociais
Perigo nas redes sociais
Paula Lopes
 
Exploração e Abuso Sexual
Exploração e Abuso SexualExploração e Abuso Sexual
Exploração e Abuso Sexual
Michele Pó
 
Badminton gestos técnicos, história, sinais de arbitragem etc...
Badminton gestos técnicos, história, sinais de arbitragem etc...Badminton gestos técnicos, história, sinais de arbitragem etc...
Badminton gestos técnicos, história, sinais de arbitragem etc...
Margarida Ferreira
 
Bullying
BullyingBullying
Bullying
lenaeteresa
 
Trabalho de ginástica e aparelhos - Aconsa
Trabalho de ginástica e aparelhos - AconsaTrabalho de ginástica e aparelhos - Aconsa
Trabalho de ginástica e aparelhos - Aconsa
Ana Carolina
 
Violencia na escola
Violencia na escolaViolencia na escola
Violencia na escola
Alcides S. Silva Jr
 
Salto aparelhos
Salto aparelhosSalto aparelhos
Salto aparelhos
aly pereira
 
Violencia no namoro
Violencia no namoroViolencia no namoro
Violencia no namoro
Paula Lopes
 
Basquetebol
BasquetebolBasquetebol
Basquetebol
aluisiobraga
 

Mais procurados (20)

Bullying
BullyingBullying
Bullying
 
Adolescência
AdolescênciaAdolescência
Adolescência
 
Violência Intra familiar.
Violência Intra familiar.Violência Intra familiar.
Violência Intra familiar.
 
Violência no namoro
Violência no namoroViolência no namoro
Violência no namoro
 
comentario sobre o ECA
comentario sobre o ECAcomentario sobre o ECA
comentario sobre o ECA
 
Adolescencia e sexualidade
Adolescencia e sexualidadeAdolescencia e sexualidade
Adolescencia e sexualidade
 
Bullying para se usar em reuniões na escola
Bullying para se usar em reuniões na escola Bullying para se usar em reuniões na escola
Bullying para se usar em reuniões na escola
 
O que é bully
O que é bullyO que é bully
O que é bully
 
DW Debate:Abuso sexual de Menores em Angola
DW Debate:Abuso sexual de Menores em AngolaDW Debate:Abuso sexual de Menores em Angola
DW Debate:Abuso sexual de Menores em Angola
 
Apresentação basquetebol.pdf
Apresentação basquetebol.pdfApresentação basquetebol.pdf
Apresentação basquetebol.pdf
 
Cartilha pioneirismo no combate ao racismo
Cartilha pioneirismo no combate ao racismoCartilha pioneirismo no combate ao racismo
Cartilha pioneirismo no combate ao racismo
 
Perigo nas redes sociais
Perigo nas redes sociaisPerigo nas redes sociais
Perigo nas redes sociais
 
Exploração e Abuso Sexual
Exploração e Abuso SexualExploração e Abuso Sexual
Exploração e Abuso Sexual
 
Badminton gestos técnicos, história, sinais de arbitragem etc...
Badminton gestos técnicos, história, sinais de arbitragem etc...Badminton gestos técnicos, história, sinais de arbitragem etc...
Badminton gestos técnicos, história, sinais de arbitragem etc...
 
Bullying
BullyingBullying
Bullying
 
Trabalho de ginástica e aparelhos - Aconsa
Trabalho de ginástica e aparelhos - AconsaTrabalho de ginástica e aparelhos - Aconsa
Trabalho de ginástica e aparelhos - Aconsa
 
Violencia na escola
Violencia na escolaViolencia na escola
Violencia na escola
 
Salto aparelhos
Salto aparelhosSalto aparelhos
Salto aparelhos
 
Violencia no namoro
Violencia no namoroViolencia no namoro
Violencia no namoro
 
Basquetebol
BasquetebolBasquetebol
Basquetebol
 

Destaque

Igreja batista independente betel regimento interno marcos moura
Igreja batista independente betel regimento interno marcos mouraIgreja batista independente betel regimento interno marcos moura
Igreja batista independente betel regimento interno marcos moura
Jardiel Priscila Cruz
 
Ata da reuniao sobre a Missão Continental Redentorista em Itabuna
Ata da reuniao sobre a Missão Continental Redentorista em ItabunaAta da reuniao sobre a Missão Continental Redentorista em Itabuna
Ata da reuniao sobre a Missão Continental Redentorista em Itabuna
Redentorista
 
Estatuto reformado
Estatuto reformadoEstatuto reformado
Estatuto reformado
CRTVO
 
A Fundação Da Assembléia De Deus No Brasil
A Fundação Da  Assembléia De  Deus No  BrasilA Fundação Da  Assembléia De  Deus No  Brasil
A Fundação Da Assembléia De Deus No Brasil
Severino do Ramo Faustino da Silva
 
Ata de Reunião - Escritório Jr.
Ata de Reunião - Escritório Jr.Ata de Reunião - Escritório Jr.
Ata de Reunião - Escritório Jr.
ivsonolivera
 
Ata Htpc
Ata HtpcAta Htpc
Ata de posse pronta
Ata de posse   prontaAta de posse   pronta
Ata de posse pronta
Najara Nascimento
 
ATA Assembléia Geral Extraordinária -16 de maio de 2013 - condomínio Água Branca
ATA Assembléia Geral Extraordinária -16 de maio de 2013 - condomínio Água BrancaATA Assembléia Geral Extraordinária -16 de maio de 2013 - condomínio Água Branca
ATA Assembléia Geral Extraordinária -16 de maio de 2013 - condomínio Água Branca
Sindic0
 
Estatuto reformado
Estatuto reformadoEstatuto reformado
Estatuto reformado
CRTVO
 
Estatuto da igreja evagélica assembleia de Deus em Barreiras do Piauí
Estatuto da igreja evagélica assembleia de Deus em Barreiras do PiauíEstatuto da igreja evagélica assembleia de Deus em Barreiras do Piauí
Estatuto da igreja evagélica assembleia de Deus em Barreiras do Piauí
Wanderson-Kássia Custódio
 
Batistas Eslavos em Curitiba
Batistas Eslavos em CuritibaBatistas Eslavos em Curitiba
Batistas Eslavos em Curitiba
Francisco A Salerno Neto
 
Papel timbrado
Papel timbradoPapel timbrado
Papel timbrado
Jamildo Melo
 
Estatuto
EstatutoEstatuto
Estatuto
Celio Celio
 
Tomada de posse ae
Tomada de posse aeTomada de posse ae
Tomada de posse ae
AE EASR
 
Regimento Interno das Igrejas OBPC
Regimento Interno das Igrejas OBPCRegimento Interno das Igrejas OBPC
Regimento Interno das Igrejas OBPC
obpcba01
 
Ata da 1º reunião ordinária do conselho lgbtt 13 jan_2012
Ata da 1º reunião ordinária do conselho lgbtt  13 jan_2012Ata da 1º reunião ordinária do conselho lgbtt  13 jan_2012
Ata da 1º reunião ordinária do conselho lgbtt 13 jan_2012
Dudu Oliveira
 
Modelo de ata
Modelo de ataModelo de ata
Modelo de ata
Silas Rocha
 
Ata de Reunião ABACG 18.08.11
Ata de Reunião ABACG 18.08.11Ata de Reunião ABACG 18.08.11
Ata de Reunião ABACG 18.08.11
ABAGC
 
Cartilha contábel para igrejas
Cartilha contábel para igrejasCartilha contábel para igrejas
Cartilha contábel para igrejas
Diego Soares Santos
 
ficha Cargos igreja evangélica assembleia de deus
ficha Cargos  igreja evangélica assembleia de deusficha Cargos  igreja evangélica assembleia de deus
ficha Cargos igreja evangélica assembleia de deus
Wanderson-Kássia Custódio
 

Destaque (20)

Igreja batista independente betel regimento interno marcos moura
Igreja batista independente betel regimento interno marcos mouraIgreja batista independente betel regimento interno marcos moura
Igreja batista independente betel regimento interno marcos moura
 
Ata da reuniao sobre a Missão Continental Redentorista em Itabuna
Ata da reuniao sobre a Missão Continental Redentorista em ItabunaAta da reuniao sobre a Missão Continental Redentorista em Itabuna
Ata da reuniao sobre a Missão Continental Redentorista em Itabuna
 
Estatuto reformado
Estatuto reformadoEstatuto reformado
Estatuto reformado
 
A Fundação Da Assembléia De Deus No Brasil
A Fundação Da  Assembléia De  Deus No  BrasilA Fundação Da  Assembléia De  Deus No  Brasil
A Fundação Da Assembléia De Deus No Brasil
 
Ata de Reunião - Escritório Jr.
Ata de Reunião - Escritório Jr.Ata de Reunião - Escritório Jr.
Ata de Reunião - Escritório Jr.
 
Ata Htpc
Ata HtpcAta Htpc
Ata Htpc
 
Ata de posse pronta
Ata de posse   prontaAta de posse   pronta
Ata de posse pronta
 
ATA Assembléia Geral Extraordinária -16 de maio de 2013 - condomínio Água Branca
ATA Assembléia Geral Extraordinária -16 de maio de 2013 - condomínio Água BrancaATA Assembléia Geral Extraordinária -16 de maio de 2013 - condomínio Água Branca
ATA Assembléia Geral Extraordinária -16 de maio de 2013 - condomínio Água Branca
 
Estatuto reformado
Estatuto reformadoEstatuto reformado
Estatuto reformado
 
Estatuto da igreja evagélica assembleia de Deus em Barreiras do Piauí
Estatuto da igreja evagélica assembleia de Deus em Barreiras do PiauíEstatuto da igreja evagélica assembleia de Deus em Barreiras do Piauí
Estatuto da igreja evagélica assembleia de Deus em Barreiras do Piauí
 
Batistas Eslavos em Curitiba
Batistas Eslavos em CuritibaBatistas Eslavos em Curitiba
Batistas Eslavos em Curitiba
 
Papel timbrado
Papel timbradoPapel timbrado
Papel timbrado
 
Estatuto
EstatutoEstatuto
Estatuto
 
Tomada de posse ae
Tomada de posse aeTomada de posse ae
Tomada de posse ae
 
Regimento Interno das Igrejas OBPC
Regimento Interno das Igrejas OBPCRegimento Interno das Igrejas OBPC
Regimento Interno das Igrejas OBPC
 
Ata da 1º reunião ordinária do conselho lgbtt 13 jan_2012
Ata da 1º reunião ordinária do conselho lgbtt  13 jan_2012Ata da 1º reunião ordinária do conselho lgbtt  13 jan_2012
Ata da 1º reunião ordinária do conselho lgbtt 13 jan_2012
 
Modelo de ata
Modelo de ataModelo de ata
Modelo de ata
 
Ata de Reunião ABACG 18.08.11
Ata de Reunião ABACG 18.08.11Ata de Reunião ABACG 18.08.11
Ata de Reunião ABACG 18.08.11
 
Cartilha contábel para igrejas
Cartilha contábel para igrejasCartilha contábel para igrejas
Cartilha contábel para igrejas
 
ficha Cargos igreja evangélica assembleia de deus
ficha Cargos  igreja evangélica assembleia de deusficha Cargos  igreja evangélica assembleia de deus
ficha Cargos igreja evangélica assembleia de deus
 

Semelhante a Edital igreja evangélica assembleia de deus

Igreja evangélica assembleia de deus.doc
Igreja evangélica assembleia de deus.docIgreja evangélica assembleia de deus.doc
Igreja evangélica assembleia de deus.doc
Junior Campos
 
Edital LAENFAM Retificado 2017
Edital LAENFAM Retificado 2017Edital LAENFAM Retificado 2017
Edital LAENFAM Retificado 2017
Stéfane Christie
 
Uscs edital inverno 2014
Uscs   edital inverno 2014Uscs   edital inverno 2014
Uscs edital inverno 2014
Ronaldo Reis Rêgo
 
Edital residencia upe 2014
Edital residencia upe 2014Edital residencia upe 2014
Edital residencia upe 2014
kassia_soares
 
2014 2 edital filantropia-final3
2014 2 edital filantropia-final32014 2 edital filantropia-final3
2014 2 edital filantropia-final3
Euzébio Neto
 
Unifenas edital inverno 2014
Unifenas   edital inverno 2014Unifenas   edital inverno 2014
Unifenas edital inverno 2014
Ronaldo Reis Rêgo
 
Fasm edital inverno 2014
Fasm   edital inverno 2014Fasm   edital inverno 2014
Fasm edital inverno 2014
Ronaldo Reis Rêgo
 
Fasm edital inverno 2014
Fasm   edital inverno 2014Fasm   edital inverno 2014
Fasm edital inverno 2014
Ronaldo Reis Rêgo
 
Edital do concurso da pmpe- 2009 / REFERÊNCIA PARA O CONCURSO PMPE 2016
Edital do concurso da pmpe- 2009 / REFERÊNCIA PARA O CONCURSO PMPE 2016Edital do concurso da pmpe- 2009 / REFERÊNCIA PARA O CONCURSO PMPE 2016
Edital do concurso da pmpe- 2009 / REFERÊNCIA PARA O CONCURSO PMPE 2016
Polícia MIlitar de Pernambuco
 
Edital eleição conselho escolar 2013
Edital eleição conselho escolar  2013Edital eleição conselho escolar  2013
Edital eleição conselho escolar 2013
eefmcejap
 
Www.prohps.com.br arquivo edital_4444244822cd1b3799971c9b885b4294
Www.prohps.com.br arquivo edital_4444244822cd1b3799971c9b885b4294Www.prohps.com.br arquivo edital_4444244822cd1b3799971c9b885b4294
Www.prohps.com.br arquivo edital_4444244822cd1b3799971c9b885b4294
Gustavo Oliveira
 
TJ/GO Juiz Substituto
TJ/GO Juiz SubstitutoTJ/GO Juiz Substituto
TJ/GO Juiz Substituto
Curso Forum
 
Edital professor substituto uneal 2012
Edital professor substituto uneal 2012Edital professor substituto uneal 2012
Edital professor substituto uneal 2012
segundacoordenadoria
 
Uninove edital inverno 2014
Uninove   edital inverno 2014Uninove   edital inverno 2014
Uninove edital inverno 2014
Ronaldo Reis Rêgo
 
EDITAL PROCESSO SELETIVO - MONITOR CRECHE
EDITAL PROCESSO SELETIVO - MONITOR CRECHE EDITAL PROCESSO SELETIVO - MONITOR CRECHE
EDITAL PROCESSO SELETIVO - MONITOR CRECHE
Helio Rodrigues Ribeiro
 
Faceres edital inverno 2014
Faceres   edital inverno 2014Faceres   edital inverno 2014
Faceres edital inverno 2014
Ronaldo Reis Rêgo
 
Cronograma de atividades
Cronograma de atividades Cronograma de atividades
Cronograma de atividades
portustfs
 
EDITAL PROCESSO SELETIVO ABRIGO DO MENOR
EDITAL PROCESSO SELETIVO ABRIGO DO MENOREDITAL PROCESSO SELETIVO ABRIGO DO MENOR
EDITAL PROCESSO SELETIVO ABRIGO DO MENOR
Helio Rodrigues Ribeiro
 
Edital de abertura abrigo012014
Edital de abertura abrigo012014Edital de abertura abrigo012014
Edital de abertura abrigo012014
Helio Rodrigues Ribeiro
 
Apresentação Oficial Administração Pública
Apresentação Oficial Administração PúblicaApresentação Oficial Administração Pública
Apresentação Oficial Administração Pública
'Evanildo Barros
 

Semelhante a Edital igreja evangélica assembleia de deus (20)

Igreja evangélica assembleia de deus.doc
Igreja evangélica assembleia de deus.docIgreja evangélica assembleia de deus.doc
Igreja evangélica assembleia de deus.doc
 
Edital LAENFAM Retificado 2017
Edital LAENFAM Retificado 2017Edital LAENFAM Retificado 2017
Edital LAENFAM Retificado 2017
 
Uscs edital inverno 2014
Uscs   edital inverno 2014Uscs   edital inverno 2014
Uscs edital inverno 2014
 
Edital residencia upe 2014
Edital residencia upe 2014Edital residencia upe 2014
Edital residencia upe 2014
 
2014 2 edital filantropia-final3
2014 2 edital filantropia-final32014 2 edital filantropia-final3
2014 2 edital filantropia-final3
 
Unifenas edital inverno 2014
Unifenas   edital inverno 2014Unifenas   edital inverno 2014
Unifenas edital inverno 2014
 
Fasm edital inverno 2014
Fasm   edital inverno 2014Fasm   edital inverno 2014
Fasm edital inverno 2014
 
Fasm edital inverno 2014
Fasm   edital inverno 2014Fasm   edital inverno 2014
Fasm edital inverno 2014
 
Edital do concurso da pmpe- 2009 / REFERÊNCIA PARA O CONCURSO PMPE 2016
Edital do concurso da pmpe- 2009 / REFERÊNCIA PARA O CONCURSO PMPE 2016Edital do concurso da pmpe- 2009 / REFERÊNCIA PARA O CONCURSO PMPE 2016
Edital do concurso da pmpe- 2009 / REFERÊNCIA PARA O CONCURSO PMPE 2016
 
Edital eleição conselho escolar 2013
Edital eleição conselho escolar  2013Edital eleição conselho escolar  2013
Edital eleição conselho escolar 2013
 
Www.prohps.com.br arquivo edital_4444244822cd1b3799971c9b885b4294
Www.prohps.com.br arquivo edital_4444244822cd1b3799971c9b885b4294Www.prohps.com.br arquivo edital_4444244822cd1b3799971c9b885b4294
Www.prohps.com.br arquivo edital_4444244822cd1b3799971c9b885b4294
 
TJ/GO Juiz Substituto
TJ/GO Juiz SubstitutoTJ/GO Juiz Substituto
TJ/GO Juiz Substituto
 
Edital professor substituto uneal 2012
Edital professor substituto uneal 2012Edital professor substituto uneal 2012
Edital professor substituto uneal 2012
 
Uninove edital inverno 2014
Uninove   edital inverno 2014Uninove   edital inverno 2014
Uninove edital inverno 2014
 
EDITAL PROCESSO SELETIVO - MONITOR CRECHE
EDITAL PROCESSO SELETIVO - MONITOR CRECHE EDITAL PROCESSO SELETIVO - MONITOR CRECHE
EDITAL PROCESSO SELETIVO - MONITOR CRECHE
 
Faceres edital inverno 2014
Faceres   edital inverno 2014Faceres   edital inverno 2014
Faceres edital inverno 2014
 
Cronograma de atividades
Cronograma de atividades Cronograma de atividades
Cronograma de atividades
 
EDITAL PROCESSO SELETIVO ABRIGO DO MENOR
EDITAL PROCESSO SELETIVO ABRIGO DO MENOREDITAL PROCESSO SELETIVO ABRIGO DO MENOR
EDITAL PROCESSO SELETIVO ABRIGO DO MENOR
 
Edital de abertura abrigo012014
Edital de abertura abrigo012014Edital de abertura abrigo012014
Edital de abertura abrigo012014
 
Apresentação Oficial Administração Pública
Apresentação Oficial Administração PúblicaApresentação Oficial Administração Pública
Apresentação Oficial Administração Pública
 

Mais de Junior Campos

Parecer contas de carlos evandro 2006
Parecer contas de carlos evandro 2006Parecer contas de carlos evandro 2006
Parecer contas de carlos evandro 2006
Junior Campos
 
Requerimento 004.2014 audiência estudantil
Requerimento 004.2014   audiência estudantilRequerimento 004.2014   audiência estudantil
Requerimento 004.2014 audiência estudantil
Junior Campos
 
Requerimento 001.2014 patrulha policial no vila bela
Requerimento 001.2014   patrulha policial no vila belaRequerimento 001.2014   patrulha policial no vila bela
Requerimento 001.2014 patrulha policial no vila bela
Junior Campos
 
Requerimento 009.2013 previdencia propria
Requerimento 009.2013   previdencia propriaRequerimento 009.2013   previdencia propria
Requerimento 009.2013 previdencia propria
Junior Campos
 
Requerimento 008.2013 pedido de detalhamento
Requerimento 008.2013   pedido de detalhamentoRequerimento 008.2013   pedido de detalhamento
Requerimento 008.2013 pedido de detalhamento
Junior Campos
 
Requerimento 006.2015 correios
Requerimento 006.2015   correiosRequerimento 006.2015   correios
Requerimento 006.2015 correios
Junior Campos
 
Conta 2006 carlos evandro
Conta 2006 carlos evandroConta 2006 carlos evandro
Conta 2006 carlos evandro
Junior Campos
 
Resultado oficial final com correcao de titulos oficio 045 2015
Resultado oficial final com correcao de titulos oficio 045 2015Resultado oficial final com correcao de titulos oficio 045 2015
Resultado oficial final com correcao de titulos oficio 045 2015
Junior Campos
 
Resultado preliminar 2015
Resultado preliminar 2015Resultado preliminar 2015
Resultado preliminar 2015
Junior Campos
 
Geec 22 12700745_1_v1
Geec 22 12700745_1_v1Geec 22 12700745_1_v1
Geec 22 12700745_1_v1
Junior Campos
 
Edital de retificacao 002 2015 selecao
Edital de retificacao 002 2015 selecaoEdital de retificacao 002 2015 selecao
Edital de retificacao 002 2015 selecao
Junior Campos
 
Edital de convocação nº 002
Edital de convocação nº 002Edital de convocação nº 002
Edital de convocação nº 002
Junior Campos
 
Edital de retificação n 001 2015- seleção publica 2-
Edital de retificação n 001 2015- seleção publica  2-Edital de retificação n 001 2015- seleção publica  2-
Edital de retificação n 001 2015- seleção publica 2-
Junior Campos
 
Flores senador
Flores   senadorFlores   senador
Flores senador
Junior Campos
 
Flores presidente
Flores   presidenteFlores   presidente
Flores presidente
Junior Campos
 
A prefeitura municipal de carnaíba
A prefeitura municipal de carnaíbaA prefeitura municipal de carnaíba
A prefeitura municipal de carnaíba
Junior Campos
 
Jornal processo seletivo - resultado final (1)
Jornal   processo seletivo - resultado final (1)Jornal   processo seletivo - resultado final (1)
Jornal processo seletivo - resultado final (1)
Junior Campos
 
Jornal processo seletivo - resultado preliminar (1)
Jornal   processo seletivo - resultado preliminar (1)Jornal   processo seletivo - resultado preliminar (1)
Jornal processo seletivo - resultado preliminar (1)
Junior Campos
 
Processo nº 325
Processo nº 325Processo nº 325
Processo nº 325
Junior Campos
 
Edital concurso-público-serra-talhada-
Edital concurso-público-serra-talhada-Edital concurso-público-serra-talhada-
Edital concurso-público-serra-talhada-
Junior Campos
 

Mais de Junior Campos (20)

Parecer contas de carlos evandro 2006
Parecer contas de carlos evandro 2006Parecer contas de carlos evandro 2006
Parecer contas de carlos evandro 2006
 
Requerimento 004.2014 audiência estudantil
Requerimento 004.2014   audiência estudantilRequerimento 004.2014   audiência estudantil
Requerimento 004.2014 audiência estudantil
 
Requerimento 001.2014 patrulha policial no vila bela
Requerimento 001.2014   patrulha policial no vila belaRequerimento 001.2014   patrulha policial no vila bela
Requerimento 001.2014 patrulha policial no vila bela
 
Requerimento 009.2013 previdencia propria
Requerimento 009.2013   previdencia propriaRequerimento 009.2013   previdencia propria
Requerimento 009.2013 previdencia propria
 
Requerimento 008.2013 pedido de detalhamento
Requerimento 008.2013   pedido de detalhamentoRequerimento 008.2013   pedido de detalhamento
Requerimento 008.2013 pedido de detalhamento
 
Requerimento 006.2015 correios
Requerimento 006.2015   correiosRequerimento 006.2015   correios
Requerimento 006.2015 correios
 
Conta 2006 carlos evandro
Conta 2006 carlos evandroConta 2006 carlos evandro
Conta 2006 carlos evandro
 
Resultado oficial final com correcao de titulos oficio 045 2015
Resultado oficial final com correcao de titulos oficio 045 2015Resultado oficial final com correcao de titulos oficio 045 2015
Resultado oficial final com correcao de titulos oficio 045 2015
 
Resultado preliminar 2015
Resultado preliminar 2015Resultado preliminar 2015
Resultado preliminar 2015
 
Geec 22 12700745_1_v1
Geec 22 12700745_1_v1Geec 22 12700745_1_v1
Geec 22 12700745_1_v1
 
Edital de retificacao 002 2015 selecao
Edital de retificacao 002 2015 selecaoEdital de retificacao 002 2015 selecao
Edital de retificacao 002 2015 selecao
 
Edital de convocação nº 002
Edital de convocação nº 002Edital de convocação nº 002
Edital de convocação nº 002
 
Edital de retificação n 001 2015- seleção publica 2-
Edital de retificação n 001 2015- seleção publica  2-Edital de retificação n 001 2015- seleção publica  2-
Edital de retificação n 001 2015- seleção publica 2-
 
Flores senador
Flores   senadorFlores   senador
Flores senador
 
Flores presidente
Flores   presidenteFlores   presidente
Flores presidente
 
A prefeitura municipal de carnaíba
A prefeitura municipal de carnaíbaA prefeitura municipal de carnaíba
A prefeitura municipal de carnaíba
 
Jornal processo seletivo - resultado final (1)
Jornal   processo seletivo - resultado final (1)Jornal   processo seletivo - resultado final (1)
Jornal processo seletivo - resultado final (1)
 
Jornal processo seletivo - resultado preliminar (1)
Jornal   processo seletivo - resultado preliminar (1)Jornal   processo seletivo - resultado preliminar (1)
Jornal processo seletivo - resultado preliminar (1)
 
Processo nº 325
Processo nº 325Processo nº 325
Processo nº 325
 
Edital concurso-público-serra-talhada-
Edital concurso-público-serra-talhada-Edital concurso-público-serra-talhada-
Edital concurso-público-serra-talhada-
 

Edital igreja evangélica assembleia de deus

  • 1. EDITAL DE ABERTURA VESTIBULAR BÍBLICO 2014/001 EDITAL Nº 01 – I. E. A. D / FLORES, DE 13 DE JANEIRO DE 2014 IGREJA EVANGÉLICA ASSEMBLEIA DE DEUS EDITAL 01/14 A IGREJA EVANGELICA ASSEMBLEIA DE DEUS/ FLORES – PE, presidida pelo Pastor Ailton José Alves, ora representada pelo Pastor Local Edson Ferreira da Silva, estabelece os procedimentos gerais do VESTIBULAR BÍBLICO, e torna pública a abertura de inscrições definindo normas relativas à realização do referido PROCESSO AVALIATIVO, destinado a motivar o estudo sistemático do livro de JUÍZES premiando os candidatos com melhor colocação da nossa igreja. 1 - DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES 1.1 O VESTIBULAR BÍBLICO será regido por este Edital e será executado pela Igreja Evangélica Assembleia de Deus, filial em Flores; 1.2 O VESTIBULAR BIBLICO visa à premiação dos CINCO primeiros colocados de melhor desempenho no vestibular. 1.2.1 Será convocado a frente, os 10 (dez) melhores candidatos, para receberem honra ao mérito. 1.3 A prova se dará com 40 QUESTÕES, assim distribuídas: 1.3.1 40 QUESTÕES objetivas, sobre o texto bíblico do Livro de JUIZES, com pontuação distribuída da seguinte forma: 1.3.2 Ficará excluído automaticamente do VESTIBULAR BÍBLICO quem não fizer nenhum ponto nas questões apresentadas no caderno. 2 - DA INSCRIÇÃO NO VESTIBULAR BÍBLICO 2.1 O candidato deverá efetuar sua inscrição no VESTIBULAR BÍBLICO para poder concorrer à aprovação/premiação a que deseja 2.2 A solicitação de Inscrição será realizada através do endereço eletrônico: www.florespe.net ou em uma das congregações sede, através do dirigente do grupo de mocidade que estará responsável pelas fichas de inscrições dos candidatos que não irão utilizar o recurso eletrônico, via internet, considerando que a mesma seja feita exclusivamente pelo próprio, não sendo aceitas procurações. 2.3 Taxa de Inscrição: R$ 5,00 (cinco reais). 2.4 As inscrições estarão abertas no período de 13/01/2014 a 21/02/2014.
  • 2. 2.5 Mais informações podem ser obtidas diretamente com os dirigentes de Mocidade das congregações sede, a coordenação do vestibular bíblico ou pelo E-mail: ieadflorespe@gmail.com. 3 - DA COMISSÃO EXAMINADORA 3.1 A elaboração das provas do VESTIBULAR BÍBLICO e sua correção serão feitas por uma Comissão Examinadora composta por aproximadamente 16 (dezesseis) membros, indicados pela coordenação, com conhecimento sobre aplicação de provas e/ou vestibulares, que serão realizados na data e locais já previstos com antecedência; 3.2 A Comissão será coordenada por um dos membros a ser escolhido pelo Pastor Local. 4 - DO CRONOGRAMA DAS PROVAS 4.1 A prova será realizada em 13 de abril de 2014, às 13h30min; 4.2 O candidato deverá comparecer ao local designado para a realização da Prova com antecedência mínima de trinta minutos (30), portando o comprovante de inscrição e documento de identidade original. 5.1 A Prova Objetiva, será realizada na ESCOLA ESTADUAL DE REFERENCIA AIRES GAMA, no município de Flores, situado a Rua Professora Beatriz de Nogueira, s/n, centro. 5.2 A Prova Objetiva terá ao todo duração máxima de 3 (três) horas, sem consulta. 5.3 A Nota Final das Questões Objetivas será o calculo efetuado pelos membros da COMISSÃO EXAMINADORA, dentro da quantidade de acertos do candidato, referindo-se ao valor da sua pontuação por questão, em caso de empate, constam do ANEXO 6 deste edital. 6 - DOS PROCEDIMENTOS NO DIA DE REALIZAÇÃO DAS PROVAS 6.1 É de responsabilidade exclusiva do candidato a identificação correta de seu local de prova e o comparecimento no horário. 6.2 São considerados documentos de identidade: carteiras expedidas pelos Comandos Militares e pelas Secretarias de Segurança Pública; carteiras expedidas pelos órgãos fiscalizadores profissionais (Ordens, Conselhos etc.); reservista, Carteiras funcionais; Carteira de trabalho e carteira nacional de habilitação (modelo com foto), carteiras de estudante, cartão de Membro da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em PE. 6.3 Não será admitido o ingresso de candidato no local de realização das provas após o seu início; 6.4 Por ocasião da realização das provas, o candidato que não apresentar documento de identidade original, será impedido de fazer a
  • 3. prova, salvo se a Comissão Examinadora demonstrar conhecer o candidato ou houver pleno consentimento e reponsabilidade do dirigente e representante do mesmo caso seja de outra filial; 6.5 Não serão aplicadas provas, em hipótese alguma, fora do espaço físico predeterminado para as provas; 6.6 Não será permitida, durante a realização das provas, a comunicação entre os candidatos; 6.7 Não haverá segunda chamada para as provas. O não comparecimento implicará eliminação do candidato; 6.8 Não haverá, por qualquer motivo, prorrogação do tempo previsto para a aplicação das provas em virtude de afastamento de candidato do ambiente de prova; 6.9 No dia de realização da prova, não serão fornecidas, por qualquer membro da equipe de aplicação da prova e/ou pelas autoridades presentes, informações referentes ao conteúdo da mesma. 6.9.1 O candidato será sumariamente eliminado desta Seleção Externa no caso de: a) lançar mão de meios ilícitos para realização das provas; b) perturbar, de qualquer modo, a ordem dos trabalhos, incorrendo em comportamento indevido ou descortês com qualquer dos aplicadores, seus auxiliares, autoridades ou outros candidatos; c) se atrasar ou não comparecer às provas; d) se apresentar em local diferente dos previstos nos Cartões de Confirmação de Inscrição; e) se afastar do local das provas sem o acompanhamento do fiscal, antes de ter concluído as mesmas; f) deixar de assinar a Lista de Presença e o respectivo Cartão-Resposta; g) se ausentar da sala portando o Cartão-Resposta/Caderno de Respostas e/ou o Caderno de Questões; h) não entregar o material das provas ao término do tempo destinado para sua realização; i) descumprir as instruções contidas nas capas das provas; j) for surpreendido, durante as provas, em qualquer tipo de comunicação com outro candidato ou utilizando a bíblia sagrada ou quaisquer outros meio que lhe forneça informações a respeito da prova; k) após as provas, for constatado por meio eletrônico, estatístico, visual ou grafológico, ter utilizado processos ilícitos na realização das mesmas. 6.9.2 É vedado durante as provas o uso de aparelhos sonoros, fonográficos, de comunicação ou de registro, eletrônicos ou não, tais como: agendas, relógios não analógicos, notebook, transmissor de dados e mensagens, máquina fotográfica, telefones celulares, "Pager", microcomputadores portáteis e/ou similares. 6.9.3 É vedado também o uso de óculos escuros ou de quaisquer acessórios de chapelaria tais como chapéu, boné, gorro ou protetores auriculares.
  • 4. 7 - DA CLASSIFICAÇÃO FINAL NO VESTIBULAR 7.1 A classificação dos candidatos far-se-á pela ordem decrescente da Nota Final do Vestibular; 7.2 A Nota Final do Vestibular será calculada pela COMISSÃO EXAMINADORA e divulgada logo mais a noite, no culto de agradecimento; 7.3 Nos cálculos utilizados para obter a Nota Final do Vestibular dos candidatos serão considerados os 05 (cinco) primeiros colocados, tomando-se por base também os devidos critérios de desempate, que constam do ANEXO 8, deste Edital. 8 - DOS CRITÉRIOS DE DESEMPATE 8.1 Em caso de empate serão feitas as seguintes analises nas provas do candidatos:] 8.1.1 As questões de ordem 01 a 30 terão valores propostos iguais a 2 (dois) pontos cada questão; 8.1.2 As questões de ordem 31 a 40 terão valores propostos iguais a 4 (quatro) pontos cada questão. 9 - DAS PREMIAÇÕES 9.1 Serão premiados os 05 (cinco) primeiros colocados por melhor desempenho, conforme item 1.2 deste Edital; 9.2 O Primeiro Lugar, será premiado com um Notebook; 9.3 O segundo colocado, será premiado com um Tablet; 9.4 O Terceiro colocado, será premiado com uma Câmera digital; 9.5 O Quarto colocado, será premiado com uma Bíblia de Estudo + Harpa Cristã; 9.6 O Quinto colocado, será premiado com uma Bíblia. 9.7 Os dez primeiros colocados, conforme o item 1.2.1 deste Edital será chamado à frente e receberão medalhas de honra ao mérito; 10 - DAS DISPOSIÇÕES FINAIS 12.1 A inscrição do candidato implicará aceitação das normas do Vestibular contidas em comunicados, neste Edital e em outros editais. 12.2 Os casos omissos serão resolvidos pela Comissão Examinadora. Ev. Edson Ferreira da Silva Pastor Local (Flores / PE)