SlideShare uma empresa Scribd logo
ECONOMIA COMO CIÊNCIA SOCIAL
OBJETIVO GERAL
   Apresentar o universo de estudo de economia como
    uma ciências social aplicada e do estudo das relações
    humanas, bem como suas particularidades, pontos
    fortes e limitações.
 OBJETIVOS ESPECÍFICOS
 Apresentar o conceito de ciência, sua origem e
  importância.
 Apresentar o método científico.
 Economia como ciências social.
 Apresentar e discutir sumariamente alguns dos
  principais conceitos e métodos da economia como
  ciência.
CIÊNCIA: SIGNIFICADO, IMPORTÂNCIA E ORIGEM
   Em termos amplos, conjuntos de conhecimentos e
    práticas sistematicamente testado, consolidados e
    organizados.

   Em sentido estrito, ciência se refere ao corpo organizado
    de conhecimentos consolidados que buscam
    interpretar a realidade a nossa volta, sendo que estes
    são adquiridos por meio de verificação segundo o
    método científico.
CIÊNCIA: SIGNIFICADO, IMPORTÂNCIA E ORIGEM
   Ciência surge como uma forma de encontrar respostas
    questionamentos humanos.

   Respostas que fossem consolidadas, confiáveis e
    coerentes entre si, possibilitando compreender o
    ambiente que nos rodeia.

   "A ciência só pode determinar o que é, não o que 'deve
    ser', e fora de seu domínio permanece a necessidade de
    juízos de valor de todos os tipos“ (Einstein)
MÉTODO CIENTÍFICO
TERMINOLOGIA E CONHECIMENTOS DO CAMPO E
ESTUDO

   Todo campo de estudo científico finda por formar um
    conjunto de conhecimentos e terminologias.

       Matemática: Axiomas, integral, espaço vetorial, etc..

       Psicologia: Ego, id, cognitivo, etc...

       Advocacia: Intimação, habeas corpus, etc...

       Economia: Oferta, demanda, elasticidade, custo de
        oportunidade, juros, etc..
O CAMPO DE ESTUDO DE ECONOMIA NOS TREINA A...
   ...pensar de forma sistemática.

   ...pensar em termos de alternativas.

   ...ponderar o custo das escolhas individuais e sociais.

   ...e nos prover com informações sobre como alguns
    eventos e assuntos se relacionam.
PENSANDO COMO UM ECONOMISTA
   O jeito econômico de pensar requer pensamento
    analítico e objetivo

   O jeito econômico de pensar é como o Método
    Científico
PENSANDO COMO UM ECONOMISTA: MÉTODOS DE
ANÁLISE
   Método Indutivo
     Raciocínio que parte de fatos particulares para se chegar a
      conclusões gerais.
     Exemplo: “O sol se levantou hoje. O sol tem se levantado
      todos os dias. Por conseguinte, o sol se levantará amanhã.”
   Método Dedutivo
     Raciocínio que parte de premissas gerais para se chegar a
      conclusões específicas.
     Exemplo: “Toda empresa tenta maximizar lucro. A IBM é uma
      empresa. Logo, ela tenta maximizar seu lucro.”
PENSANDO COMO UM ECONOMISTA: MÉTODOS DE
ANÁLISE
   O método científico na economia utiliza modelos
    abstratos e simplificados para ajudar a entender
    problemas reais complexos.
               Simples                     Complexo
               (Modelo)                    (Realidade)


   O método científico desenvolve a teoria, coleta e analisa
    dados para testá-la constantemente.

   O conhecimento científico esta em constante
    construção.
PENSANDO COMO UM ECONOMISTA: MÉTODOS DE
ANÁLISE
   O desenvolvimento de modelos abstratos e
    simplificados a partir de teorias e a análise de modelos
    utilizando-se de duas formas:

       Descritiva (reportar fatos)

       Analítica (pensamento abstrato e de avaliação)
PENSANDO COMO UM ECONOMISTA: MODELOS
BÁSICOS
   O modelo do fluxo circular.

   A fronteira de possibilidade de produção.
PENSANDO COMO UM ECONOMISTA: MODELOS
BÁSICOS – FLUXO CIRCULAR

   Proporciona uma maneira simples de organizar todas as
    transações econômicas que ocorrem entre indivíduos e
    as firmas.

   Ajuda a ilustrar a economia com foco nos agentes
    econômicos.

   Ajuda a ilustrar a economia em dois setores diferentes
    de análise: macro e micro.
PENSANDO COMO UM ECONOMISTA: MODELOS
BÁSICOS – FLUXO CIRCULAR
                                      Mercado de
        Receita
                                        Bens e                         Gastos
                                                                      Consumo
                                       Serviços
                    Venda bens                      Compra bens
                     e serviços                      e serviços




    Empresas                                                           Famílias


                  Compra de fatores                Venda de fatores
                    de produção                      de produção
                                      Mercado de
    Remuneração                                                   Renda
                                      Fatores de
                                       Produção
PENSANDO COMO UM ECONOMISTA: MODELOS
BÁSICOS – FLUXO CIRCULAR
   Firmas
     Produz e vende bens e serviços.
     Contrata e compra fatores de produção.



   Famílias
       Consome e compra bens e serviços.
       Têm a propriedade e vende fatores de produção.
PENSANDO COMO UM ECONOMISTA: MODELOS
BÁSICOS – FLUXO CIRCULAR
   Mercado de bens e serviços
     As firmas vendem bens e serviços.
     As famílias compram bens e serviços.



   Mercado de fatores de produção
       As firmas compram fatores de produção.
       As famílias vendem fatores de produção.


   São os locais onde os agentes interagem e tomam
    decisões (compram e vendem).
PENSANDO COMO UM ECONOMISTA: MODELOS
BÁSICOS – FRONTEIRA DE POSSIBILIDADE DE PRODUÇÃO
   Modelo ou Gráfico que mostra as várias combinações
    de produtos que uma economia pode produzir dado os
    fatores de produção e tecnologia disponíveis.

   Princípios econômicos presentes no modelo:
     Eficiência
     Escolha
     Custo de Oportunidade
     Crescimento Econômico
PENSANDO COMO UM ECONOMISTA: MODELOS
BÁSICOS – FRONTEIRA DE POSSIBILIDADE DE PRODUÇÃO
   Suposições básicas:

       Tecnologia é constante.

       Todos os recursos escassos estão sendo utilizados e de forma
        eficiente.

       A quantidade de insumos para produzir um produto é fixa.

       Os custos de oportunidade dos produtos é crescente.
PENSANDO COMO UM ECONOMISTA: MODELOS
BÁSICOS – FRONTEIRA DE POSSIBILIDADE DE PRODUÇÃO

Quantidade de
computadores
produzidos
                                  D
        3.000
        2.800
                      B



        1.400
                            C
                A
          900




            0   300   400   900 1.000   Quantidade de
                                        carros produzidos
PENSANDO COMO UM ECONOMISTA: CAMPOS DE
ESTUDO

   Microeconomia: tem como foco as partes de uma
    economia.
       Ex: Como indivíduos e firmas tomam decisões e como
        interagem nos mercados.


   Macroeconomia: tem como foco o agregado, o
    conjunto da economia (nível de preço, desemprego,
    crescimento econômico). O conjunto de indivíduos
    interagindo e tomando decisões simultaneamente.
       Ex: Como os mercados interagem no nível “nacional”.
PENSANDO COMO UM ECONOMISTA: PAPEIS
DESEMPENHADOS

 Economista como cientista: Objetivo de explicando o
  mundo.
 Afirmações e análise positivas:
     Análise descritiva. O que é.
     Fatos.



 Economista como político: Objetivo de transformar o
  mundo.
 Afirmações e análise normativas:
       Opinião. Individual. O que deveria ser.
PENSANDO COMO UM ECONOMISTA: PAPEIS
DESEMPENHADOS

   Positivo ou normativo?
       Um aumento do salário mínimo causará uma diminuição do
        nível de emprego entre os menos qualificados.

       Déficits governamentais aumentam a taxa de juros.

       O ganho pelo aumento do salário mínimo mais do que
        compensa eventual aumento do desemprego.

       Governos devem taxar as empresas de cigarro para pagar
        pelo tratamento de doenças causadas pelo tabaco.
PENSANDO COMO UM ECONOMISTA: ECONOMISTAS
PODEM DISCORDAR?

 Discordam sobre a validade de teorias positivas (Bases
  teóricas diferentes).
 Cada um tem valores diferentes, logo terão visões
  normativas diferentes.
 Exemplos:
       Um limite imposto pelo governo nos aluguéis diminui a
        quantidade e qualidade de imóveis para alugar.

       Tarifas e impostos de importação reduzem o bem-estar geral
        de uma população.
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
 MANKIW, N. G. Introdução à Economia. São Paulo:
  Cengage Learning, 2009. 838 pg.
 VASCONCELLOS, M. S. Economia, Micro e Macro, Atlas,
  2002.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Macroeconomia -aula 1
Macroeconomia -aula  1Macroeconomia -aula  1
Macroeconomia -aula 1
Na Silva
 
Aula inicial economia
Aula inicial economiaAula inicial economia
Aula inicial economia
COTIDIANO CIVIL
 
Introdução à Economia - Conceitos
Introdução à Economia - ConceitosIntrodução à Economia - Conceitos
Introdução à Economia - Conceitos
Celso Ricardo Salazar Valentim
 
Aula 01 fundamentos de economia
Aula 01   fundamentos de economiaAula 01   fundamentos de economia
Aula 01 fundamentos de economia
jane costa
 
Economia: Elementos Básicos, Oferta e Procura
Economia: Elementos Básicos, Oferta e ProcuraEconomia: Elementos Básicos, Oferta e Procura
Economia: Elementos Básicos, Oferta e Procura
Pedro De Almeida
 
Os 10 princípios básicos da economia
Os 10 princípios básicos da economiaOs 10 princípios básicos da economia
Os 10 princípios básicos da economia
Alexandre Cunha Gomes
 
Economia e mercado
Economia e mercadoEconomia e mercado
Economia e mercado
Alacir Camara Ferreira
 
Aula 1 Economia e Mercado Global
Aula 1 Economia e Mercado GlobalAula 1 Economia e Mercado Global
Aula 1 Economia e Mercado Global
Luciano Cavalcante
 
Aula 1 economia original
Aula 1 economia originalAula 1 economia original
Aula 1 economia original
Ivaristo Americo
 
Aula 1 E 2 Economia e Mercado
Aula 1 E 2 Economia e MercadoAula 1 E 2 Economia e Mercado
Aula 1 E 2 Economia e Mercado
ludwig.plata
 
A Evolução do Pensamento Econômico
A Evolução do Pensamento EconômicoA Evolução do Pensamento Econômico
Aula empreendedorismo
Aula empreendedorismoAula empreendedorismo
Aula empreendedorismo
José Marques Pereira Junior
 
Introdução a economia
Introdução a economiaIntrodução a economia
Introdução a economia
Victor Daniel
 
Bens – noção e classificação
Bens – noção e classificaçãoBens – noção e classificação
Bens – noção e classificação
EconomicSintese
 
Aula de introdução à economia
Aula de introdução à economiaAula de introdução à economia
Aula de introdução à economia
Alexsandro Rebello Bonatto
 
Slides Economia
Slides EconomiaSlides Economia
Slides Economia
Cleber Braga
 
Estruturas de mercado - Macroeconomia e Microeconomia
Estruturas de mercado -  Macroeconomia e Microeconomia Estruturas de mercado -  Macroeconomia e Microeconomia
Estruturas de mercado - Macroeconomia e Microeconomia
Na Silva
 
Aula de Plano de Negócios
Aula de Plano de NegóciosAula de Plano de Negócios
Aula de Plano de Negócios
Jhonny Santos
 
Análise de Mercado
Análise de MercadoAnálise de Mercado
Análise de Mercado
Renato Melo
 
Produção e crescimento econômico
Produção e crescimento econômicoProdução e crescimento econômico
Produção e crescimento econômico
Luciano Pires
 

Mais procurados (20)

Macroeconomia -aula 1
Macroeconomia -aula  1Macroeconomia -aula  1
Macroeconomia -aula 1
 
Aula inicial economia
Aula inicial economiaAula inicial economia
Aula inicial economia
 
Introdução à Economia - Conceitos
Introdução à Economia - ConceitosIntrodução à Economia - Conceitos
Introdução à Economia - Conceitos
 
Aula 01 fundamentos de economia
Aula 01   fundamentos de economiaAula 01   fundamentos de economia
Aula 01 fundamentos de economia
 
Economia: Elementos Básicos, Oferta e Procura
Economia: Elementos Básicos, Oferta e ProcuraEconomia: Elementos Básicos, Oferta e Procura
Economia: Elementos Básicos, Oferta e Procura
 
Os 10 princípios básicos da economia
Os 10 princípios básicos da economiaOs 10 princípios básicos da economia
Os 10 princípios básicos da economia
 
Economia e mercado
Economia e mercadoEconomia e mercado
Economia e mercado
 
Aula 1 Economia e Mercado Global
Aula 1 Economia e Mercado GlobalAula 1 Economia e Mercado Global
Aula 1 Economia e Mercado Global
 
Aula 1 economia original
Aula 1 economia originalAula 1 economia original
Aula 1 economia original
 
Aula 1 E 2 Economia e Mercado
Aula 1 E 2 Economia e MercadoAula 1 E 2 Economia e Mercado
Aula 1 E 2 Economia e Mercado
 
A Evolução do Pensamento Econômico
A Evolução do Pensamento EconômicoA Evolução do Pensamento Econômico
A Evolução do Pensamento Econômico
 
Aula empreendedorismo
Aula empreendedorismoAula empreendedorismo
Aula empreendedorismo
 
Introdução a economia
Introdução a economiaIntrodução a economia
Introdução a economia
 
Bens – noção e classificação
Bens – noção e classificaçãoBens – noção e classificação
Bens – noção e classificação
 
Aula de introdução à economia
Aula de introdução à economiaAula de introdução à economia
Aula de introdução à economia
 
Slides Economia
Slides EconomiaSlides Economia
Slides Economia
 
Estruturas de mercado - Macroeconomia e Microeconomia
Estruturas de mercado -  Macroeconomia e Microeconomia Estruturas de mercado -  Macroeconomia e Microeconomia
Estruturas de mercado - Macroeconomia e Microeconomia
 
Aula de Plano de Negócios
Aula de Plano de NegóciosAula de Plano de Negócios
Aula de Plano de Negócios
 
Análise de Mercado
Análise de MercadoAnálise de Mercado
Análise de Mercado
 
Produção e crescimento econômico
Produção e crescimento econômicoProdução e crescimento econômico
Produção e crescimento econômico
 

Destaque

Elasticidade e suas aplicações
Elasticidade e suas aplicaçõesElasticidade e suas aplicações
Elasticidade e suas aplicações
Luciano Pires
 
Custo de vida, inflação e indices de preços
Custo de vida, inflação e indices de preçosCusto de vida, inflação e indices de preços
Custo de vida, inflação e indices de preços
Luciano Pires
 
As forças de oferta e demanda dos mercados (superior)
As forças de oferta e demanda dos mercados (superior)As forças de oferta e demanda dos mercados (superior)
As forças de oferta e demanda dos mercados (superior)
Luciano Pires
 
Mercados e políticas do governo
Mercados e políticas do governoMercados e políticas do governo
Mercados e políticas do governo
Luciano Pires
 
Bens públicos e recursos comuns
Bens públicos e recursos comunsBens públicos e recursos comuns
Bens públicos e recursos comuns
Luciano Pires
 
Renda nacional e Bem-estar Econômico
Renda nacional e Bem-estar EconômicoRenda nacional e Bem-estar Econômico
Renda nacional e Bem-estar Econômico
Luciano Pires
 
Externalidades
ExternalidadesExternalidades
Externalidades
Luciano Pires
 
Fundamentos de economia e mercado
Fundamentos de economia e mercadoFundamentos de economia e mercado
Fundamentos de economia e mercado
Denis Carlos Sodré
 
Respostas Mankiw - Capítulo 24 (superior)
Respostas Mankiw - Capítulo 24 (superior)Respostas Mankiw - Capítulo 24 (superior)
Respostas Mankiw - Capítulo 24 (superior)
Luciano Pires
 
Respostas mankiw - capítulo 1 (superior)
Respostas mankiw  - capítulo 1 (superior)Respostas mankiw  - capítulo 1 (superior)
Respostas mankiw - capítulo 1 (superior)
Luciano Pires
 
Respostas Mankiw - Capítulo 25 (superior)
Respostas Mankiw - Capítulo 25 (superior)Respostas Mankiw - Capítulo 25 (superior)
Respostas Mankiw - Capítulo 25 (superior)
Luciano Pires
 
Respostas mankiw - capítulo 2 (superior)
Respostas mankiw  - capítulo 2 (superior)Respostas mankiw  - capítulo 2 (superior)
Respostas mankiw - capítulo 2 (superior)
Luciano Pires
 
Semana de ciência e tecnologia 2014 - Mesa Redonda Desenvolvimento Econômic...
Semana de ciência e tecnologia 2014   - Mesa Redonda Desenvolvimento Econômic...Semana de ciência e tecnologia 2014   - Mesa Redonda Desenvolvimento Econômic...
Semana de ciência e tecnologia 2014 - Mesa Redonda Desenvolvimento Econômic...
Luciano Pires
 
Sistema Financeiro e Níveis de Investimento e Poupança Nacionais
Sistema Financeiro e Níveis de Investimento e Poupança NacionaisSistema Financeiro e Níveis de Investimento e Poupança Nacionais
Sistema Financeiro e Níveis de Investimento e Poupança Nacionais
Luciano Pires
 
Introdução à finanças corporativas
Introdução à finanças corporativasIntrodução à finanças corporativas
Introdução à finanças corporativas
Luciano Pires
 
Respostas Mankiw - Capítulo 23 (superior)
Respostas Mankiw - Capítulo 23 (superior)Respostas Mankiw - Capítulo 23 (superior)
Respostas Mankiw - Capítulo 23 (superior)
Luciano Pires
 
Decisão da empresa em mercados competitivos
Decisão da empresa em mercados competitivosDecisão da empresa em mercados competitivos
Decisão da empresa em mercados competitivos
Luciano Pires
 
Desemprego
DesempregoDesemprego
Desemprego
Luciano Pires
 
Modelos de Cournot e Bertrand
Modelos de Cournot e BertrandModelos de Cournot e Bertrand
Modelos de Cournot e Bertrand
Luciano Pires
 
Respostas mankiw - capítulo 4 (superior)
Respostas mankiw  - capítulo 4 (superior)Respostas mankiw  - capítulo 4 (superior)
Respostas mankiw - capítulo 4 (superior)
Luciano Pires
 

Destaque (20)

Elasticidade e suas aplicações
Elasticidade e suas aplicaçõesElasticidade e suas aplicações
Elasticidade e suas aplicações
 
Custo de vida, inflação e indices de preços
Custo de vida, inflação e indices de preçosCusto de vida, inflação e indices de preços
Custo de vida, inflação e indices de preços
 
As forças de oferta e demanda dos mercados (superior)
As forças de oferta e demanda dos mercados (superior)As forças de oferta e demanda dos mercados (superior)
As forças de oferta e demanda dos mercados (superior)
 
Mercados e políticas do governo
Mercados e políticas do governoMercados e políticas do governo
Mercados e políticas do governo
 
Bens públicos e recursos comuns
Bens públicos e recursos comunsBens públicos e recursos comuns
Bens públicos e recursos comuns
 
Renda nacional e Bem-estar Econômico
Renda nacional e Bem-estar EconômicoRenda nacional e Bem-estar Econômico
Renda nacional e Bem-estar Econômico
 
Externalidades
ExternalidadesExternalidades
Externalidades
 
Fundamentos de economia e mercado
Fundamentos de economia e mercadoFundamentos de economia e mercado
Fundamentos de economia e mercado
 
Respostas Mankiw - Capítulo 24 (superior)
Respostas Mankiw - Capítulo 24 (superior)Respostas Mankiw - Capítulo 24 (superior)
Respostas Mankiw - Capítulo 24 (superior)
 
Respostas mankiw - capítulo 1 (superior)
Respostas mankiw  - capítulo 1 (superior)Respostas mankiw  - capítulo 1 (superior)
Respostas mankiw - capítulo 1 (superior)
 
Respostas Mankiw - Capítulo 25 (superior)
Respostas Mankiw - Capítulo 25 (superior)Respostas Mankiw - Capítulo 25 (superior)
Respostas Mankiw - Capítulo 25 (superior)
 
Respostas mankiw - capítulo 2 (superior)
Respostas mankiw  - capítulo 2 (superior)Respostas mankiw  - capítulo 2 (superior)
Respostas mankiw - capítulo 2 (superior)
 
Semana de ciência e tecnologia 2014 - Mesa Redonda Desenvolvimento Econômic...
Semana de ciência e tecnologia 2014   - Mesa Redonda Desenvolvimento Econômic...Semana de ciência e tecnologia 2014   - Mesa Redonda Desenvolvimento Econômic...
Semana de ciência e tecnologia 2014 - Mesa Redonda Desenvolvimento Econômic...
 
Sistema Financeiro e Níveis de Investimento e Poupança Nacionais
Sistema Financeiro e Níveis de Investimento e Poupança NacionaisSistema Financeiro e Níveis de Investimento e Poupança Nacionais
Sistema Financeiro e Níveis de Investimento e Poupança Nacionais
 
Introdução à finanças corporativas
Introdução à finanças corporativasIntrodução à finanças corporativas
Introdução à finanças corporativas
 
Respostas Mankiw - Capítulo 23 (superior)
Respostas Mankiw - Capítulo 23 (superior)Respostas Mankiw - Capítulo 23 (superior)
Respostas Mankiw - Capítulo 23 (superior)
 
Decisão da empresa em mercados competitivos
Decisão da empresa em mercados competitivosDecisão da empresa em mercados competitivos
Decisão da empresa em mercados competitivos
 
Desemprego
DesempregoDesemprego
Desemprego
 
Modelos de Cournot e Bertrand
Modelos de Cournot e BertrandModelos de Cournot e Bertrand
Modelos de Cournot e Bertrand
 
Respostas mankiw - capítulo 4 (superior)
Respostas mankiw  - capítulo 4 (superior)Respostas mankiw  - capítulo 4 (superior)
Respostas mankiw - capítulo 4 (superior)
 

Semelhante a Economia Como Ciência

Aula 01 metodologia da economia
Aula 01   metodologia da economiaAula 01   metodologia da economia
Aula 01 metodologia da economia
petecoslides
 
Apostila de economia_i
Apostila de economia_iApostila de economia_i
Apostila de economia_i
Paulo Vasconcelos
 
Introdução ao Estudo das Ciências Econômicas
Introdução ao Estudo das Ciências EconômicasIntrodução ao Estudo das Ciências Econômicas
Introdução ao Estudo das Ciências Econômicas
PROFIGESTÃO - Profissionais em Gestão de Empresas e Pessoas
 
Micro economia módulo 1
Micro economia módulo 1Micro economia módulo 1
Micro economia módulo 1
Luis Cunha
 
eco aula 1 - Disciplina de economia e administração rural
eco aula 1 - Disciplina de economia e administração ruraleco aula 1 - Disciplina de economia e administração rural
eco aula 1 - Disciplina de economia e administração rural
Carol Castro
 
Microeconomia e macroeconomia
Microeconomia e macroeconomiaMicroeconomia e macroeconomia
Microeconomia e macroeconomia
destakcursos
 
Apostila sobre principios de economia
Apostila sobre principios de economia Apostila sobre principios de economia
Apostila sobre principios de economia
Alyne Oliveira
 
Apostila introdutória
Apostila introdutória Apostila introdutória
Apostila introdutória
colhomagno
 
Aula economia - modificado2
Aula   economia - modificado2Aula   economia - modificado2
Aula economia - modificado2
Carlos Antonio Soares de Andrade
 
Lecture #1 fundamentos e conceitos econômicos básicos
Lecture #1   fundamentos e conceitos econômicos básicosLecture #1   fundamentos e conceitos econômicos básicos
Lecture #1 fundamentos e conceitos econômicos básicos
Humberto Fioravante Ferro
 
Desenvolvimento solidário
Desenvolvimento solidárioDesenvolvimento solidário
Desenvolvimento solidário
Elizabete Maria da Silva
 
Economia
EconomiaEconomia
resumos-ep-i-resumo-economia-politica-i.pdf
resumos-ep-i-resumo-economia-politica-i.pdfresumos-ep-i-resumo-economia-politica-i.pdf
resumos-ep-i-resumo-economia-politica-i.pdf
IsabelaCorreia15
 
Aula1 - INTRODUÇÃO
Aula1 - INTRODUÇÃOAula1 - INTRODUÇÃO
Aula1 - INTRODUÇÃO
giumf
 
Lições de Economia Política I, Prof. Doutor Rui Teixeira Santos (ULHT 2011/20...
Lições de Economia Política I, Prof. Doutor Rui Teixeira Santos (ULHT 2011/20...Lições de Economia Política I, Prof. Doutor Rui Teixeira Santos (ULHT 2011/20...
Lições de Economia Política I, Prof. Doutor Rui Teixeira Santos (ULHT 2011/20...
A. Rui Teixeira Santos
 
Curso de Economia Politica I, Prof. Doutor Rui Teixeira Santos (ULHT, 2011/12)
Curso de Economia Politica I, Prof. Doutor Rui Teixeira Santos (ULHT, 2011/12)Curso de Economia Politica I, Prof. Doutor Rui Teixeira Santos (ULHT, 2011/12)
Curso de Economia Politica I, Prof. Doutor Rui Teixeira Santos (ULHT, 2011/12)
A. Rui Teixeira Santos
 
Questionc3a1rio gabarito-aula-1-e-2
Questionc3a1rio gabarito-aula-1-e-2Questionc3a1rio gabarito-aula-1-e-2
Questionc3a1rio gabarito-aula-1-e-2
underklow
 
economia.ppt
economia.ppteconomia.ppt
economia.ppt
DinaelMarcosMarques1
 
Keynes e a Nova Economia
Keynes e a Nova EconomiaKeynes e a Nova Economia
Keynes e a Nova Economia
Gabriel Resende
 
Caderno didatico n0_1
Caderno didatico n0_1Caderno didatico n0_1
Caderno didatico n0_1
Adelino Sousa
 

Semelhante a Economia Como Ciência (20)

Aula 01 metodologia da economia
Aula 01   metodologia da economiaAula 01   metodologia da economia
Aula 01 metodologia da economia
 
Apostila de economia_i
Apostila de economia_iApostila de economia_i
Apostila de economia_i
 
Introdução ao Estudo das Ciências Econômicas
Introdução ao Estudo das Ciências EconômicasIntrodução ao Estudo das Ciências Econômicas
Introdução ao Estudo das Ciências Econômicas
 
Micro economia módulo 1
Micro economia módulo 1Micro economia módulo 1
Micro economia módulo 1
 
eco aula 1 - Disciplina de economia e administração rural
eco aula 1 - Disciplina de economia e administração ruraleco aula 1 - Disciplina de economia e administração rural
eco aula 1 - Disciplina de economia e administração rural
 
Microeconomia e macroeconomia
Microeconomia e macroeconomiaMicroeconomia e macroeconomia
Microeconomia e macroeconomia
 
Apostila sobre principios de economia
Apostila sobre principios de economia Apostila sobre principios de economia
Apostila sobre principios de economia
 
Apostila introdutória
Apostila introdutória Apostila introdutória
Apostila introdutória
 
Aula economia - modificado2
Aula   economia - modificado2Aula   economia - modificado2
Aula economia - modificado2
 
Lecture #1 fundamentos e conceitos econômicos básicos
Lecture #1   fundamentos e conceitos econômicos básicosLecture #1   fundamentos e conceitos econômicos básicos
Lecture #1 fundamentos e conceitos econômicos básicos
 
Desenvolvimento solidário
Desenvolvimento solidárioDesenvolvimento solidário
Desenvolvimento solidário
 
Economia
EconomiaEconomia
Economia
 
resumos-ep-i-resumo-economia-politica-i.pdf
resumos-ep-i-resumo-economia-politica-i.pdfresumos-ep-i-resumo-economia-politica-i.pdf
resumos-ep-i-resumo-economia-politica-i.pdf
 
Aula1 - INTRODUÇÃO
Aula1 - INTRODUÇÃOAula1 - INTRODUÇÃO
Aula1 - INTRODUÇÃO
 
Lições de Economia Política I, Prof. Doutor Rui Teixeira Santos (ULHT 2011/20...
Lições de Economia Política I, Prof. Doutor Rui Teixeira Santos (ULHT 2011/20...Lições de Economia Política I, Prof. Doutor Rui Teixeira Santos (ULHT 2011/20...
Lições de Economia Política I, Prof. Doutor Rui Teixeira Santos (ULHT 2011/20...
 
Curso de Economia Politica I, Prof. Doutor Rui Teixeira Santos (ULHT, 2011/12)
Curso de Economia Politica I, Prof. Doutor Rui Teixeira Santos (ULHT, 2011/12)Curso de Economia Politica I, Prof. Doutor Rui Teixeira Santos (ULHT, 2011/12)
Curso de Economia Politica I, Prof. Doutor Rui Teixeira Santos (ULHT, 2011/12)
 
Questionc3a1rio gabarito-aula-1-e-2
Questionc3a1rio gabarito-aula-1-e-2Questionc3a1rio gabarito-aula-1-e-2
Questionc3a1rio gabarito-aula-1-e-2
 
economia.ppt
economia.ppteconomia.ppt
economia.ppt
 
Keynes e a Nova Economia
Keynes e a Nova EconomiaKeynes e a Nova Economia
Keynes e a Nova Economia
 
Caderno didatico n0_1
Caderno didatico n0_1Caderno didatico n0_1
Caderno didatico n0_1
 

Mais de Luciano Pires

Produção acadêmica sobre pesquisas de orçamentos familiares na administração
Produção acadêmica sobre pesquisas de orçamentos familiares na administraçãoProdução acadêmica sobre pesquisas de orçamentos familiares na administração
Produção acadêmica sobre pesquisas de orçamentos familiares na administração
Luciano Pires
 
Decisão da empresa monopolista
Decisão da empresa monopolistaDecisão da empresa monopolista
Decisão da empresa monopolista
Luciano Pires
 
Respostas Mankiw - Capítulo 26 (Superior)
Respostas Mankiw - Capítulo 26 (Superior)Respostas Mankiw - Capítulo 26 (Superior)
Respostas Mankiw - Capítulo 26 (Superior)
Luciano Pires
 
Respostas Mankiw - Capítulo 13 (Superior)
Respostas Mankiw - Capítulo 13 (Superior)Respostas Mankiw - Capítulo 13 (Superior)
Respostas Mankiw - Capítulo 13 (Superior)
Luciano Pires
 
Custos de Produção
Custos de ProduçãoCustos de Produção
Custos de Produção
Luciano Pires
 
Respostas mankiw - capítulo 6 (superior)
Respostas mankiw  - capítulo 6 (superior)Respostas mankiw  - capítulo 6 (superior)
Respostas mankiw - capítulo 6 (superior)
Luciano Pires
 
Respostas mankiw - capítulo 5 (superior)
Respostas mankiw  - capítulo 5 (superior)Respostas mankiw  - capítulo 5 (superior)
Respostas mankiw - capítulo 5 (superior)
Luciano Pires
 
Inovação e Porte das Empresas
Inovação e Porte das EmpresasInovação e Porte das Empresas
Inovação e Porte das Empresas
Luciano Pires
 
As forças de oferta e demanda dos mercados (técnico)
As forças de oferta e demanda dos mercados (técnico)As forças de oferta e demanda dos mercados (técnico)
As forças de oferta e demanda dos mercados (técnico)
Luciano Pires
 

Mais de Luciano Pires (9)

Produção acadêmica sobre pesquisas de orçamentos familiares na administração
Produção acadêmica sobre pesquisas de orçamentos familiares na administraçãoProdução acadêmica sobre pesquisas de orçamentos familiares na administração
Produção acadêmica sobre pesquisas de orçamentos familiares na administração
 
Decisão da empresa monopolista
Decisão da empresa monopolistaDecisão da empresa monopolista
Decisão da empresa monopolista
 
Respostas Mankiw - Capítulo 26 (Superior)
Respostas Mankiw - Capítulo 26 (Superior)Respostas Mankiw - Capítulo 26 (Superior)
Respostas Mankiw - Capítulo 26 (Superior)
 
Respostas Mankiw - Capítulo 13 (Superior)
Respostas Mankiw - Capítulo 13 (Superior)Respostas Mankiw - Capítulo 13 (Superior)
Respostas Mankiw - Capítulo 13 (Superior)
 
Custos de Produção
Custos de ProduçãoCustos de Produção
Custos de Produção
 
Respostas mankiw - capítulo 6 (superior)
Respostas mankiw  - capítulo 6 (superior)Respostas mankiw  - capítulo 6 (superior)
Respostas mankiw - capítulo 6 (superior)
 
Respostas mankiw - capítulo 5 (superior)
Respostas mankiw  - capítulo 5 (superior)Respostas mankiw  - capítulo 5 (superior)
Respostas mankiw - capítulo 5 (superior)
 
Inovação e Porte das Empresas
Inovação e Porte das EmpresasInovação e Porte das Empresas
Inovação e Porte das Empresas
 
As forças de oferta e demanda dos mercados (técnico)
As forças de oferta e demanda dos mercados (técnico)As forças de oferta e demanda dos mercados (técnico)
As forças de oferta e demanda dos mercados (técnico)
 

Último

O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
Manuais Formação
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
AdrianoMontagna1
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Demetrio Ccesa Rayme
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Mary Alvarenga
 
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento EuropeuEurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Centro Jacques Delors
 
2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt
2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt
2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt
Ailton Barcelos
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos
 
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdfCD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
Manuais Formação
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
HelenStefany
 
formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...
JakiraCosta
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Nertan Dias
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
GracinhaSantos6
 
CLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptx
CLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptxCLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptx
CLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptx
Deiciane Chaves
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
TiagoLouro8
 
Norma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdf
Norma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdfNorma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdf
Norma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdf
Pastor Robson Colaço
 

Último (20)

O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
 
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento EuropeuEurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
 
2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt
2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt
2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
 
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdfCD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
 
formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
 
CLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptx
CLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptxCLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptx
CLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptx
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
 
Norma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdf
Norma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdfNorma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdf
Norma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdf
 

Economia Como Ciência

  • 2. OBJETIVO GERAL  Apresentar o universo de estudo de economia como uma ciências social aplicada e do estudo das relações humanas, bem como suas particularidades, pontos fortes e limitações. OBJETIVOS ESPECÍFICOS  Apresentar o conceito de ciência, sua origem e importância.  Apresentar o método científico.  Economia como ciências social.  Apresentar e discutir sumariamente alguns dos principais conceitos e métodos da economia como ciência.
  • 3. CIÊNCIA: SIGNIFICADO, IMPORTÂNCIA E ORIGEM  Em termos amplos, conjuntos de conhecimentos e práticas sistematicamente testado, consolidados e organizados.  Em sentido estrito, ciência se refere ao corpo organizado de conhecimentos consolidados que buscam interpretar a realidade a nossa volta, sendo que estes são adquiridos por meio de verificação segundo o método científico.
  • 4. CIÊNCIA: SIGNIFICADO, IMPORTÂNCIA E ORIGEM  Ciência surge como uma forma de encontrar respostas questionamentos humanos.  Respostas que fossem consolidadas, confiáveis e coerentes entre si, possibilitando compreender o ambiente que nos rodeia.  "A ciência só pode determinar o que é, não o que 'deve ser', e fora de seu domínio permanece a necessidade de juízos de valor de todos os tipos“ (Einstein)
  • 6. TERMINOLOGIA E CONHECIMENTOS DO CAMPO E ESTUDO  Todo campo de estudo científico finda por formar um conjunto de conhecimentos e terminologias.  Matemática: Axiomas, integral, espaço vetorial, etc..  Psicologia: Ego, id, cognitivo, etc...  Advocacia: Intimação, habeas corpus, etc...  Economia: Oferta, demanda, elasticidade, custo de oportunidade, juros, etc..
  • 7. O CAMPO DE ESTUDO DE ECONOMIA NOS TREINA A...  ...pensar de forma sistemática.  ...pensar em termos de alternativas.  ...ponderar o custo das escolhas individuais e sociais.  ...e nos prover com informações sobre como alguns eventos e assuntos se relacionam.
  • 8. PENSANDO COMO UM ECONOMISTA  O jeito econômico de pensar requer pensamento analítico e objetivo  O jeito econômico de pensar é como o Método Científico
  • 9. PENSANDO COMO UM ECONOMISTA: MÉTODOS DE ANÁLISE  Método Indutivo  Raciocínio que parte de fatos particulares para se chegar a conclusões gerais.  Exemplo: “O sol se levantou hoje. O sol tem se levantado todos os dias. Por conseguinte, o sol se levantará amanhã.”  Método Dedutivo  Raciocínio que parte de premissas gerais para se chegar a conclusões específicas.  Exemplo: “Toda empresa tenta maximizar lucro. A IBM é uma empresa. Logo, ela tenta maximizar seu lucro.”
  • 10. PENSANDO COMO UM ECONOMISTA: MÉTODOS DE ANÁLISE  O método científico na economia utiliza modelos abstratos e simplificados para ajudar a entender problemas reais complexos. Simples Complexo (Modelo) (Realidade)  O método científico desenvolve a teoria, coleta e analisa dados para testá-la constantemente.  O conhecimento científico esta em constante construção.
  • 11. PENSANDO COMO UM ECONOMISTA: MÉTODOS DE ANÁLISE  O desenvolvimento de modelos abstratos e simplificados a partir de teorias e a análise de modelos utilizando-se de duas formas:  Descritiva (reportar fatos)  Analítica (pensamento abstrato e de avaliação)
  • 12. PENSANDO COMO UM ECONOMISTA: MODELOS BÁSICOS  O modelo do fluxo circular.  A fronteira de possibilidade de produção.
  • 13. PENSANDO COMO UM ECONOMISTA: MODELOS BÁSICOS – FLUXO CIRCULAR  Proporciona uma maneira simples de organizar todas as transações econômicas que ocorrem entre indivíduos e as firmas.  Ajuda a ilustrar a economia com foco nos agentes econômicos.  Ajuda a ilustrar a economia em dois setores diferentes de análise: macro e micro.
  • 14. PENSANDO COMO UM ECONOMISTA: MODELOS BÁSICOS – FLUXO CIRCULAR Mercado de Receita Bens e Gastos Consumo Serviços Venda bens Compra bens e serviços e serviços Empresas Famílias Compra de fatores Venda de fatores de produção de produção Mercado de Remuneração Renda Fatores de Produção
  • 15. PENSANDO COMO UM ECONOMISTA: MODELOS BÁSICOS – FLUXO CIRCULAR  Firmas  Produz e vende bens e serviços.  Contrata e compra fatores de produção.  Famílias  Consome e compra bens e serviços.  Têm a propriedade e vende fatores de produção.
  • 16. PENSANDO COMO UM ECONOMISTA: MODELOS BÁSICOS – FLUXO CIRCULAR  Mercado de bens e serviços  As firmas vendem bens e serviços.  As famílias compram bens e serviços.  Mercado de fatores de produção  As firmas compram fatores de produção.  As famílias vendem fatores de produção.  São os locais onde os agentes interagem e tomam decisões (compram e vendem).
  • 17. PENSANDO COMO UM ECONOMISTA: MODELOS BÁSICOS – FRONTEIRA DE POSSIBILIDADE DE PRODUÇÃO  Modelo ou Gráfico que mostra as várias combinações de produtos que uma economia pode produzir dado os fatores de produção e tecnologia disponíveis.  Princípios econômicos presentes no modelo:  Eficiência  Escolha  Custo de Oportunidade  Crescimento Econômico
  • 18. PENSANDO COMO UM ECONOMISTA: MODELOS BÁSICOS – FRONTEIRA DE POSSIBILIDADE DE PRODUÇÃO  Suposições básicas:  Tecnologia é constante.  Todos os recursos escassos estão sendo utilizados e de forma eficiente.  A quantidade de insumos para produzir um produto é fixa.  Os custos de oportunidade dos produtos é crescente.
  • 19. PENSANDO COMO UM ECONOMISTA: MODELOS BÁSICOS – FRONTEIRA DE POSSIBILIDADE DE PRODUÇÃO Quantidade de computadores produzidos D 3.000 2.800 B 1.400 C A 900 0 300 400 900 1.000 Quantidade de carros produzidos
  • 20. PENSANDO COMO UM ECONOMISTA: CAMPOS DE ESTUDO  Microeconomia: tem como foco as partes de uma economia.  Ex: Como indivíduos e firmas tomam decisões e como interagem nos mercados.  Macroeconomia: tem como foco o agregado, o conjunto da economia (nível de preço, desemprego, crescimento econômico). O conjunto de indivíduos interagindo e tomando decisões simultaneamente.  Ex: Como os mercados interagem no nível “nacional”.
  • 21. PENSANDO COMO UM ECONOMISTA: PAPEIS DESEMPENHADOS  Economista como cientista: Objetivo de explicando o mundo.  Afirmações e análise positivas:  Análise descritiva. O que é.  Fatos.  Economista como político: Objetivo de transformar o mundo.  Afirmações e análise normativas:  Opinião. Individual. O que deveria ser.
  • 22. PENSANDO COMO UM ECONOMISTA: PAPEIS DESEMPENHADOS  Positivo ou normativo?  Um aumento do salário mínimo causará uma diminuição do nível de emprego entre os menos qualificados.  Déficits governamentais aumentam a taxa de juros.  O ganho pelo aumento do salário mínimo mais do que compensa eventual aumento do desemprego.  Governos devem taxar as empresas de cigarro para pagar pelo tratamento de doenças causadas pelo tabaco.
  • 23. PENSANDO COMO UM ECONOMISTA: ECONOMISTAS PODEM DISCORDAR?  Discordam sobre a validade de teorias positivas (Bases teóricas diferentes).  Cada um tem valores diferentes, logo terão visões normativas diferentes.  Exemplos:  Um limite imposto pelo governo nos aluguéis diminui a quantidade e qualidade de imóveis para alugar.  Tarifas e impostos de importação reduzem o bem-estar geral de uma população.
  • 24. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS  MANKIW, N. G. Introdução à Economia. São Paulo: Cengage Learning, 2009. 838 pg.  VASCONCELLOS, M. S. Economia, Micro e Macro, Atlas, 2002.