SlideShare uma empresa Scribd logo
E.b.d   adultos 3ºtrimestre 2017 lição 10
VERDADE PRÁTICA
• Cremos na atualidade do batismo no Espirito Santo e dos
dons espirituais distribuídos pelo Espírito Santo à Igreja para
sua edificação.
LEITURA DIÁRIA
Segunda: At 2.1-4
- A descida do Espírito no dia de Pentecostes
Terça: At 2.33
- O batismo no Espírito Santo é resultado da obra de Cristo
Quarta: At 10.44-46
- A glossolalia
Quinta: 1Co 12.1
- Não devemos ser ignorantes acerca dos dons espirituais
Sexta: 1Co 12.7
- Os dons espirituais
Sábado: 1Co 12.4
- São muitos os dons espirituais
OBJETIVO GERAL
• Mostrar que o batismo no Espírito Santo e os dons espirituais
estão disponíveis a todo crente.
OBJETIVOS ESPECÍFICOS
(I) Apontar as implicações doutrinárias da descida do
Espírito Santo;
(II) Explicar a natureza das línguas.
(III) Mostrar o significado e o propósito do batismo no
Espírito Santo;
(IV) Afirmar a atualidade dos dons espirituais.
ESBOÇO DA LIÇÃO
I - A Descida do Espírito Santo
• 1. A experiência do
Pentecostes.
• 2. Batismo "no" Espírito
Santo ou "com o" Espírito
Santo?
• 3. Os sinais sobrenaturais.
II - A Natureza das Línguas
• 1. Fonte.
• 2. A glossolalia.
• 3. Sua continuação.
III - Significado E Propósito
• 1. O batismo no Espírito
Santo não é sinônimo de
salvação.
• 2. Definição e propósitos.
IV - Os Dons Espirituais
• 1. Os dons espirituais.
• 2. Os dons são dados aos
crentes individualmente.
PONTO CENTRAL
• As manifestações do Espírito Santo são atuais.
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE
Atos 2.1-6; 1Coríntios 12.1-7
E, CUMPRINDO-SE o dia de Pentecostes, estavam todos concordemente no
mesmo lugar;
2 E de repente veio do céu um som, como de um vento veemente e impetuoso,
e encheu toda a casa em que estavam assentados.
3 E foram vistas por eles línguas repartidas, como que de fogo, as quais
pousaram sobre cada um deles.
4 E todos foram cheios do Espírito Santo, e começaram a falar noutras línguas,
conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem.
5 E em Jerusalém estavam habitando judeus, homens religiosos, de todas as
nações que estão debaixo do céu.
6 E, quando aquele som ocorreu, ajuntou-se uma multidão, e estava confusa,
porque cada um os ouvia falar na sua própria língua.
EM verdade que não convém gloriar-me; mas passarei às visões e revelações
do Senhor.
2 Conheço um homem em Cristo que há catorze anos ( se no corpo, não sei,
se fora do corpo, não sei; Deus o sabe ) foi arrebatado ao terceiro céu.
3 E sei que o tal homem ( se no corpo, se fora do corpo, não sei; Deus o sabe )
4 Foi arrebatado ao paraíso; e ouviu palavras inefáveis, que ao homem não é
lícito falar.
5 De alguém assim me gloriarei eu, mas de mim mesmo não me gloriarei,
senão nas minhas fraquezas.
6 Porque, se quiser gloriar-me, não serei néscio, porque direi a verdade; mas
deixo isto, para que ninguém cuide de mim mais do que em mim vê ou de
mim ouve.
7 E, para que não me exaltasse pela excelência das revelações, foi-me dado
um espinho na carne, a saber, um mensageiro de Satanás para me esbofetear,
a fim de não me exaltar.
TEXTO ÁUREO
• "Porque a promessa vos diz respeito a vós, a vossos filhos e a todos os
que estão longe: a tantos quantos Deus, nosso Senhor, chamar." (At 2.39)
INTRODUÇÃO
• Entre os anos 1893-1900, surgiram e se proliferaram nos
Estados Unidos as chamadas "Igrejas de Santidade", que
enfatizavam o batismo no (ou com, ou por) Espírito Santo
como uma "segunda bênção" a ser recebida pelos cristãos (a
primeira seria a salvação) e a perfeição moral como uma
consequência dessa segunda bênção.
• Podemos reconhecer claramente o eco das teologias de John
Wesley e Charles Finney influenciando tais igrejas.
SAIBA MAIS
Glossolalia
Glossolalia, um fenômeno por vezes referido como "expressões
de êxtase", é proferir sons ininteligíveis que se parecem com
linguagem enquanto em um estado de êxtase.
Glossolalia é muitas vezes confundido com xenoglossia, o qual é
o bíblico "dom de línguas".
No entanto, enquanto glossolalia é falar em um idioma
inexistente, xenoglossia é a capacidade de falar fluentemente
em uma língua nunca anteriormente aprendida.
Além disso, embora a xenoglossia não seja uma habilidade inata
ou natural, estudos têm mostrado que a glossolalia é um
comportamento aprendido.
I - A Descida do Espírito Santo
1. A experiência do Pentecostes.
• Um dos temas bíblicos que mais tem gerado discussões entre
cristãos é o versículo de (Lucas 3:16 e Mat 3:11), onde João
Batista diz ao povo que virá alguém maior que ele para batizá-
los com o Espírito Santo e com fogo.
• A questão é: que fogo ele se refere, fogo espiritual, ou fogo do
juízo de Deus? Vamos analisar as duas linhas de pensamento
e seus argumentos, e tirar nossas próprias conclusões…
2. Batismo "no" Espírito Santo
ou "com o" Espírito Santo?
• "João respondeu a todos: "Eu os batizo com água. Mas virá
alguém mais poderoso do que eu, tanto que não sou digno
nem de curvar-me e desamarrar as correias das suas
sandálias.
• Ele os batizará com o Espírito Santo e com fogo." (Lucas 3:16)
NVI.
• Esse versículo, encontrado nos Evangelhos de Mateus 3.11,
Marcos 1.8 e Lucas 3.16, causam uma grande polêmica no
meio Evangélico.
• Alguns defendem que esse batismo é um simbolismo do fogo
purificador, que queima o pecado e as impurezas que
contaminam o cristão.
3. Os sinais sobrenaturais.
• Numa cosmovisão biblicamente dirigida e abrangente, Deus e
o mundo não são duas forças em competição.
Consequentemente, naquilo que denominamos milagres,
Deus não elimina a agência instrumental de suas criaturas.
Elas continuam sendo seus servos, que respondem ao poder
governativo da Palavra.
• Por isso, estes poderosos atos de Deus, nem contravém, nem
suplantam sua ordem dinâmica, mas estável, para a criação. O
potencial para as obras miraculosas é dado desde o começo
em e com a permanente Palavra de Deus para a nossa vida
em seu mundo. Portanto, os milagres não são “aberturas”
sobrenaturais acima e além das ordenanças da criação.
II - A Natureza das Línguas
1. Fonte.
Xenolalia. Palavra grega que significa idiomas pátrios; é o falar
em línguas num idioma conhecido, isto é, atualmente falado (At
2.6), estranho apenas para quem fala.
A narrativa de At 2.6-8 diz que a multidão, ao ouvir o barulho
vindo do cenáculo, ficou pasmada e confusa, diante do que
ouviam e viam.
Perguntavam-se: “Não são todos galileus esses homens que
estão falando? Então, como é que os ouvimos, cada um, na
nossa própria língua?”.
Aqueles judeus da diáspora ouviram os discípulos falar suas
línguas, quando não eram letrados, nem poliglotas. O Espírito
Santo os habilitou a falar aqueles idiomas.
2. A glossolalia.
Glossolalia. (do grego γλώσσα, "glóssa" [língua]; λαλώ, "laló"
[falar]), é usado acerca de: “o dom sobrenatural de falar em
outro idioma sem tê-lo aprendido”; em Atos 2.4-13, as
circunstancias foram registradas do ponto de vista dos ouvintes;
para aqueles, em cuja língua as declarações foram feitas,
pareciam como fenômeno sobrenatural .
O dom de línguas é um milagre divino em que, no exercício da
vontade e sabedoria divinas, o Espírito Santo concede a alguns
crentes o poder de falarem em idiomas que não aprenderam
pelos processos naturais, e isto para o fim de testemunharem
eles de Jesus Cristo perante os que não crêem.
3. Sua continuação.
Uma das doutrinas mais contestadas do pentecostalismo clássico
é o falar em línguas como a evidência física e inicial do Batismo
no Espírito Santo. No passado e no presente, os debates em
torno dessa doutrina são calorosos e costumam girar em torno
de várias teorias.
A Assembleia de Deus, nos Estados Unidos e no Brasil, costumam
defender essa doutrina, enquanto outras igrejas pentecostais e
neopentecostais não são defensoras desse entendimento
teológico. Charles Fox Parham foi o primeiro a entender línguas
como evidência inicial, assim influenciou a teologia pentecostal
clássica.
Como acima descrito, a doutrina da evidência física não é
consenso nem no meio pentecostal.
III - Significado E Propósito
1. O batismo no Espírito Santo não é
sinônimo de salvação.
Como acontece com qualquer versículo ou passagem,
discernimos o seu ensinamento ao primeiramente filtrá-lo
através do que sabemos que o resto da Bíblia ensina sobre o
assunto.
No caso do batismo e da salvação, a Bíblia é clara que a salvação
é pela graça mediante a fé em Jesus Cristo, não pelas obras de
qualquer tipo, nem mesmo o batismo (Efésios 2:8-9).
Portanto, qualquer interpretação que chegue à conclusão de que
o batismo, ou qualquer outro ato, seja necessário para a
salvação é uma interpretação defeituosa.
Para mais informações, por favor leia a nossa página sobre "A
salvação é somente pela fé ou pela fé mais as obras?"
2. Definição e propósitos.
Em suma, o batismo no Espírito Santo tem dois propósitos:
1) fazer com que Cristo seja engrandecido, louvado, glorificado e
enaltecido (Lc. 24.49; Jo. 15. 26,27; 16. 13,14);
2) e capacitar os fiés à pregação do evangelho de Cristo, dando-
lhes ousadia, coragem, persuasão e intrepidez (Atos 4. 8-13; 7.
48-52; 8. 5-7; 9. 26-31; 14.1). Em Atos 1.8, a palavra diz: "mas
recebereis poder [disse Jesus], ao descer sobre vós o Espírito
Santo, e sereis minhas testemunhas [testemunhas de Cristo]
tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria e até aos
confins da terra".
O termo grego para "poder", no texto, é δυναμιν [dunamin], que
significa um poder em ação, um poder real.
IV - Os Dons Espirituais
1. Os dons espirituais.
A Bíblia em 1 Coríntios 12: 7-11, Efésios 4:11-12 e 1 Pedro 4: 10-
11 revela-nos que o Espírito do Senhor concede aos crentes
habilidades sobrenaturais para que a igreja possa cumprir a sua
missão no mundo até a volta de Jesus Cristo.
relação dos dons espirituais é enorme (1 Co. 12: 4-11, 28-30; Rm.
12: 6-8; Ef. 4:11; 1 Pe. 4: 9-10): profecia, ensino, cura,
hospitalidade, milagres, sabedoria, socorro, generosidade, etc.
Dentre os dons espirituais, existiu um grupo de dons especiais
que foram destinados a autenticar diante dos judeus incrédulos
à nova mensagem vinda da parte de Deus – o evangelho de
Cristo.
2. Os dons são dados aos crentes
individualmente.
• Há somente uma forma de derrotarmos a limitação
inadequada em nossa visão da obra de Cristo: recobrar a visão
da grandeza da Igreja como Corpo de Cristo.
• Precisamos resgatar a verdade sobre a qual Paulo escreveu
em 1 Coríntios, em sua introdução no assunto dos dons
espirituais: “Os dons são diversos, mas o Espírito é o mesmo.
E também há diversidade nos serviços, mas o Senhor é o
mesmo.
• E há diversidade nas realizações, mas o mesmo Deus é quem
opera tudo em todos”. De acordo com esta e outras
passagens, a Igreja contém uma variedade de dons, estilos,
causas, e métodos de ministério.
Conclusão
• O nosso dever não consiste apenas em nos afastar do pecado
e de toda a forma de paganismo, mas também de combatê-
los com a pregação do evangelho e com nossa maneira de
viver, assim como fizeram os primeiros cristãos.
• O cristianismo é a única religião do planeta que tem o Espírito
Santo (Jo 14.16,17).
• É Ele quem nos capacita a viver em santidade e a vencer as
tentações. Somos privilegiados porque temos Jesus e o
Espírito Santo.
Clique aqui: Subsídios dessa lição

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Lição 13 - A Igreja e as Últimas Coisas
Lição 13 - A Igreja e as Últimas CoisasLição 13 - A Igreja e as Últimas Coisas
Lição 13 - A Igreja e as Últimas Coisas
Éder Tomé
 
Lição 1 - Levítico, Adoração e Serviço ao Senhor
Lição 1 - Levítico, Adoração e Serviço ao SenhorLição 1 - Levítico, Adoração e Serviço ao Senhor
Lição 1 - Levítico, Adoração e Serviço ao Senhor
Éder Tomé
 
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)
Éder Tomé
 
Doutrina da igreja
Doutrina da igrejaDoutrina da igreja
Doutrina da igreja
ugleybson
 
Lição 1 - A Pessoa do Espírito Santo
Lição 1 - A Pessoa do Espírito SantoLição 1 - A Pessoa do Espírito Santo
Lição 1 - A Pessoa do Espírito Santo
Éder Tomé
 
Slide Lição 2 - O único Deus Verdadeiro e a Criação
Slide Lição 2 - O único Deus Verdadeiro e a CriaçãoSlide Lição 2 - O único Deus Verdadeiro e a Criação
Slide Lição 2 - O único Deus Verdadeiro e a Criação
Éder Tomé
 
LBA 2017 3 TRI LIÇÃO 10 - As manifestações do Espírito Santo
LBA 2017 3 TRI LIÇÃO 10 - As manifestações do Espírito SantoLBA 2017 3 TRI LIÇÃO 10 - As manifestações do Espírito Santo
LBA 2017 3 TRI LIÇÃO 10 - As manifestações do Espírito Santo
Natalino das Neves Neves
 
A igreja de Cristo.
A igreja de Cristo.A igreja de Cristo.
A igreja de Cristo.
Márcio Martins
 
Lição 09 - O Legado Missionário da Igreja Primitiva
Lição 09 - O Legado Missionário da Igreja PrimitivaLição 09 - O Legado Missionário da Igreja Primitiva
Lição 09 - O Legado Missionário da Igreja Primitiva
Éder Tomé
 
Lição 8 - A Igreja de Cristo
Lição 8 - A Igreja de CristoLição 8 - A Igreja de Cristo
Lição 8 - A Igreja de Cristo
Erberson Pinheiro
 
Lição 5 Os Dons Espirituais
Lição 5   Os Dons EspirituaisLição 5   Os Dons Espirituais
Lição 5 Os Dons Espirituais
Wander Sousa
 
Lição 2 – O Fundamento e a Edificação da Igreja
Lição 2 – O Fundamento e a Edificação da IgrejaLição 2 – O Fundamento e a Edificação da Igreja
Lição 2 – O Fundamento e a Edificação da Igreja
Éder Tomé
 
Lição 8 - A Igreja de Cristo
Lição 8 - A Igreja de CristoLição 8 - A Igreja de Cristo
Lição 8 - A Igreja de Cristo
I.A.D.F.J - SAMAMABAIA SUL
 
Lição 4 - A Atualidade dos Dons Espirituais
Lição 4 - A Atualidade dos Dons EspirituaisLição 4 - A Atualidade dos Dons Espirituais
Lição 4 - A Atualidade dos Dons Espirituais
Éder Tomé
 
Lição 09 - A necessidade de termos uma vida santa
Lição 09 - A necessidade de termos uma vida santaLição 09 - A necessidade de termos uma vida santa
Lição 09 - A necessidade de termos uma vida santa
Éder Tomé
 
Lição 8 - A IGREJA E OS DONS ESPIRITUAIS
Lição 8 - A IGREJA E OS DONS ESPIRITUAISLição 8 - A IGREJA E OS DONS ESPIRITUAIS
Lição 8 - A IGREJA E OS DONS ESPIRITUAIS
Erberson Pinheiro
 
Lição 4 - O Deus Pai e Seu Santo Nome
Lição 4 - O Deus Pai e Seu Santo NomeLição 4 - O Deus Pai e Seu Santo Nome
Lição 4 - O Deus Pai e Seu Santo Nome
Éder Tomé
 
Lição 08 - A Igreja de Cristo
Lição 08 - A Igreja de CristoLição 08 - A Igreja de Cristo
Lição 08 - A Igreja de Cristo
Éder Tomé
 
Lição 3 - O Batismo no Espírito Santo
Lição 3 - O Batismo no Espírito SantoLição 3 - O Batismo no Espírito Santo
Lição 3 - O Batismo no Espírito Santo
Éder Tomé
 
Lição 07 - A ordenança do batismo em águas
Lição 07 - A ordenança do batismo em águasLição 07 - A ordenança do batismo em águas
Lição 07 - A ordenança do batismo em águas
Éder Tomé
 

Mais procurados (20)

Lição 13 - A Igreja e as Últimas Coisas
Lição 13 - A Igreja e as Últimas CoisasLição 13 - A Igreja e as Últimas Coisas
Lição 13 - A Igreja e as Últimas Coisas
 
Lição 1 - Levítico, Adoração e Serviço ao Senhor
Lição 1 - Levítico, Adoração e Serviço ao SenhorLição 1 - Levítico, Adoração e Serviço ao Senhor
Lição 1 - Levítico, Adoração e Serviço ao Senhor
 
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)
 
Doutrina da igreja
Doutrina da igrejaDoutrina da igreja
Doutrina da igreja
 
Lição 1 - A Pessoa do Espírito Santo
Lição 1 - A Pessoa do Espírito SantoLição 1 - A Pessoa do Espírito Santo
Lição 1 - A Pessoa do Espírito Santo
 
Slide Lição 2 - O único Deus Verdadeiro e a Criação
Slide Lição 2 - O único Deus Verdadeiro e a CriaçãoSlide Lição 2 - O único Deus Verdadeiro e a Criação
Slide Lição 2 - O único Deus Verdadeiro e a Criação
 
LBA 2017 3 TRI LIÇÃO 10 - As manifestações do Espírito Santo
LBA 2017 3 TRI LIÇÃO 10 - As manifestações do Espírito SantoLBA 2017 3 TRI LIÇÃO 10 - As manifestações do Espírito Santo
LBA 2017 3 TRI LIÇÃO 10 - As manifestações do Espírito Santo
 
A igreja de Cristo.
A igreja de Cristo.A igreja de Cristo.
A igreja de Cristo.
 
Lição 09 - O Legado Missionário da Igreja Primitiva
Lição 09 - O Legado Missionário da Igreja PrimitivaLição 09 - O Legado Missionário da Igreja Primitiva
Lição 09 - O Legado Missionário da Igreja Primitiva
 
Lição 8 - A Igreja de Cristo
Lição 8 - A Igreja de CristoLição 8 - A Igreja de Cristo
Lição 8 - A Igreja de Cristo
 
Lição 5 Os Dons Espirituais
Lição 5   Os Dons EspirituaisLição 5   Os Dons Espirituais
Lição 5 Os Dons Espirituais
 
Lição 2 – O Fundamento e a Edificação da Igreja
Lição 2 – O Fundamento e a Edificação da IgrejaLição 2 – O Fundamento e a Edificação da Igreja
Lição 2 – O Fundamento e a Edificação da Igreja
 
Lição 8 - A Igreja de Cristo
Lição 8 - A Igreja de CristoLição 8 - A Igreja de Cristo
Lição 8 - A Igreja de Cristo
 
Lição 4 - A Atualidade dos Dons Espirituais
Lição 4 - A Atualidade dos Dons EspirituaisLição 4 - A Atualidade dos Dons Espirituais
Lição 4 - A Atualidade dos Dons Espirituais
 
Lição 09 - A necessidade de termos uma vida santa
Lição 09 - A necessidade de termos uma vida santaLição 09 - A necessidade de termos uma vida santa
Lição 09 - A necessidade de termos uma vida santa
 
Lição 8 - A IGREJA E OS DONS ESPIRITUAIS
Lição 8 - A IGREJA E OS DONS ESPIRITUAISLição 8 - A IGREJA E OS DONS ESPIRITUAIS
Lição 8 - A IGREJA E OS DONS ESPIRITUAIS
 
Lição 4 - O Deus Pai e Seu Santo Nome
Lição 4 - O Deus Pai e Seu Santo NomeLição 4 - O Deus Pai e Seu Santo Nome
Lição 4 - O Deus Pai e Seu Santo Nome
 
Lição 08 - A Igreja de Cristo
Lição 08 - A Igreja de CristoLição 08 - A Igreja de Cristo
Lição 08 - A Igreja de Cristo
 
Lição 3 - O Batismo no Espírito Santo
Lição 3 - O Batismo no Espírito SantoLição 3 - O Batismo no Espírito Santo
Lição 3 - O Batismo no Espírito Santo
 
Lição 07 - A ordenança do batismo em águas
Lição 07 - A ordenança do batismo em águasLição 07 - A ordenança do batismo em águas
Lição 07 - A ordenança do batismo em águas
 

Semelhante a E.b.d adultos 3ºtrimestre 2017 lição 10

Lição 10 - As manifestações do Espírito Santo
Lição 10 - As manifestações do Espírito SantoLição 10 - As manifestações do Espírito Santo
Lição 10 - As manifestações do Espírito Santo
Éder Tomé
 
As manifestaçoes do Espirito Santo
As manifestaçoes do Espirito SantoAs manifestaçoes do Espirito Santo
As manifestaçoes do Espirito Santo
Hamilton Souza
 
As Manifestações do Espírito Santo.
As Manifestações do Espírito Santo.As Manifestações do Espírito Santo.
As Manifestações do Espírito Santo.
Márcio Martins
 
Batismo com o Espírito Santo
Batismo com o Espírito SantoBatismo com o Espírito Santo
Batismo com o Espírito Santo
Joselito Machado
 
As Manifestações do Espírito Santo - Lição 10 – CPAD – 3 Trim./2017
As Manifestações do Espírito Santo - Lição 10 – CPAD – 3 Trim./2017As Manifestações do Espírito Santo - Lição 10 – CPAD – 3 Trim./2017
As Manifestações do Espírito Santo - Lição 10 – CPAD – 3 Trim./2017
José Pereira
 
Lição 10 - As Manifestações do Espírito Santo
Lição 10 - As Manifestações do Espírito SantoLição 10 - As Manifestações do Espírito Santo
Lição 10 - As Manifestações do Espírito Santo
I.A.D.F.J - SAMAMABAIA SUL
 
Dons de elocução - Lição 5 - 2°trimestre 2014
Dons de elocução - Lição 5 - 2°trimestre 2014Dons de elocução - Lição 5 - 2°trimestre 2014
Dons de elocução - Lição 5 - 2°trimestre 2014
Pr. Andre Luiz
 
Uma perspectiva Pentecostal de Evangelismo e Missões.pptx
Uma perspectiva Pentecostal de Evangelismo e Missões.pptxUma perspectiva Pentecostal de Evangelismo e Missões.pptx
Uma perspectiva Pentecostal de Evangelismo e Missões.pptx
JorgeVieira668836
 
SLIDES - EBD - Lição 8 - A Sutileza do Enfraquecimento da Identidade Pentecos...
SLIDES - EBD - Lição 8 - A Sutileza do Enfraquecimento da Identidade Pentecos...SLIDES - EBD - Lição 8 - A Sutileza do Enfraquecimento da Identidade Pentecos...
SLIDES - EBD - Lição 8 - A Sutileza do Enfraquecimento da Identidade Pentecos...
José Laurindo
 
Dons do espírito santo 2
Dons do espírito santo 2Dons do espírito santo 2
Dons do espírito santo 2
UEPB
 
Lição 10 - As manifestações do espírito santo
Lição 10 - As manifestações do espírito santoLição 10 - As manifestações do espírito santo
Lição 10 - As manifestações do espírito santo
Erberson Pinheiro
 
A Descida do Espírito Santo 2.pptx
A Descida do Espírito Santo 2.pptxA Descida do Espírito Santo 2.pptx
A Descida do Espírito Santo 2.pptx
IvairCampos1
 
4º módulo 4ª aula
4º módulo   4ª aula4º módulo   4ª aula
4º módulo 4ª aula
Joel Silva
 
4º módulo 4ª aula
4º módulo   4ª aula4º módulo   4ª aula
4º módulo 4ª aula
Monergista Post
 
Conquistando vidas para o Reino de Deus
Conquistando vidas para o Reino de DeusConquistando vidas para o Reino de Deus
Conquistando vidas para o Reino de Deus
Quenia Damata
 
As Manifestações do Espírito Santo
As Manifestações do Espírito SantoAs Manifestações do Espírito Santo
As Manifestações do Espírito Santo
Luciana Evangelista
 
Lição 29 Os dons espirituais
Lição 29   Os dons espirituaisLição 29   Os dons espirituais
Lição 29 Os dons espirituais
Wander Sousa
 
Língua dos Anjos
Língua dos AnjosLíngua dos Anjos
Língua dos Anjos
Pastor Robson Colaço
 
Lição 05 – dons de elocução
Lição 05 – dons de elocuçãoLição 05 – dons de elocução
Lição 05 – dons de elocução
Ismael Isidio
 
missionária help e pastor Ayjalon silva os dons espirituais
missionária help e pastor Ayjalon silva os dons espirituaismissionária help e pastor Ayjalon silva os dons espirituais
missionária help e pastor Ayjalon silva os dons espirituais
Ayjalon
 

Semelhante a E.b.d adultos 3ºtrimestre 2017 lição 10 (20)

Lição 10 - As manifestações do Espírito Santo
Lição 10 - As manifestações do Espírito SantoLição 10 - As manifestações do Espírito Santo
Lição 10 - As manifestações do Espírito Santo
 
As manifestaçoes do Espirito Santo
As manifestaçoes do Espirito SantoAs manifestaçoes do Espirito Santo
As manifestaçoes do Espirito Santo
 
As Manifestações do Espírito Santo.
As Manifestações do Espírito Santo.As Manifestações do Espírito Santo.
As Manifestações do Espírito Santo.
 
Batismo com o Espírito Santo
Batismo com o Espírito SantoBatismo com o Espírito Santo
Batismo com o Espírito Santo
 
As Manifestações do Espírito Santo - Lição 10 – CPAD – 3 Trim./2017
As Manifestações do Espírito Santo - Lição 10 – CPAD – 3 Trim./2017As Manifestações do Espírito Santo - Lição 10 – CPAD – 3 Trim./2017
As Manifestações do Espírito Santo - Lição 10 – CPAD – 3 Trim./2017
 
Lição 10 - As Manifestações do Espírito Santo
Lição 10 - As Manifestações do Espírito SantoLição 10 - As Manifestações do Espírito Santo
Lição 10 - As Manifestações do Espírito Santo
 
Dons de elocução - Lição 5 - 2°trimestre 2014
Dons de elocução - Lição 5 - 2°trimestre 2014Dons de elocução - Lição 5 - 2°trimestre 2014
Dons de elocução - Lição 5 - 2°trimestre 2014
 
Uma perspectiva Pentecostal de Evangelismo e Missões.pptx
Uma perspectiva Pentecostal de Evangelismo e Missões.pptxUma perspectiva Pentecostal de Evangelismo e Missões.pptx
Uma perspectiva Pentecostal de Evangelismo e Missões.pptx
 
SLIDES - EBD - Lição 8 - A Sutileza do Enfraquecimento da Identidade Pentecos...
SLIDES - EBD - Lição 8 - A Sutileza do Enfraquecimento da Identidade Pentecos...SLIDES - EBD - Lição 8 - A Sutileza do Enfraquecimento da Identidade Pentecos...
SLIDES - EBD - Lição 8 - A Sutileza do Enfraquecimento da Identidade Pentecos...
 
Dons do espírito santo 2
Dons do espírito santo 2Dons do espírito santo 2
Dons do espírito santo 2
 
Lição 10 - As manifestações do espírito santo
Lição 10 - As manifestações do espírito santoLição 10 - As manifestações do espírito santo
Lição 10 - As manifestações do espírito santo
 
A Descida do Espírito Santo 2.pptx
A Descida do Espírito Santo 2.pptxA Descida do Espírito Santo 2.pptx
A Descida do Espírito Santo 2.pptx
 
4º módulo 4ª aula
4º módulo   4ª aula4º módulo   4ª aula
4º módulo 4ª aula
 
4º módulo 4ª aula
4º módulo   4ª aula4º módulo   4ª aula
4º módulo 4ª aula
 
Conquistando vidas para o Reino de Deus
Conquistando vidas para o Reino de DeusConquistando vidas para o Reino de Deus
Conquistando vidas para o Reino de Deus
 
As Manifestações do Espírito Santo
As Manifestações do Espírito SantoAs Manifestações do Espírito Santo
As Manifestações do Espírito Santo
 
Lição 29 Os dons espirituais
Lição 29   Os dons espirituaisLição 29   Os dons espirituais
Lição 29 Os dons espirituais
 
Língua dos Anjos
Língua dos AnjosLíngua dos Anjos
Língua dos Anjos
 
Lição 05 – dons de elocução
Lição 05 – dons de elocuçãoLição 05 – dons de elocução
Lição 05 – dons de elocução
 
missionária help e pastor Ayjalon silva os dons espirituais
missionária help e pastor Ayjalon silva os dons espirituaismissionária help e pastor Ayjalon silva os dons espirituais
missionária help e pastor Ayjalon silva os dons espirituais
 

Mais de Joel Silva

E.b.d adultos 3ºtrimestre 2017 lição 09
E.b.d   adultos 3ºtrimestre 2017 lição 09E.b.d   adultos 3ºtrimestre 2017 lição 09
E.b.d adultos 3ºtrimestre 2017 lição 09
Joel Silva
 
E.b.d adultos 3ºtrimestre 2017 lição 08
E.b.d   adultos 3ºtrimestre 2017 lição 08E.b.d   adultos 3ºtrimestre 2017 lição 08
E.b.d adultos 3ºtrimestre 2017 lição 08
Joel Silva
 
E.b.d adultos 3ºtrimestre 2017 lição 07
E.b.d   adultos 3ºtrimestre 2017 lição 07E.b.d   adultos 3ºtrimestre 2017 lição 07
E.b.d adultos 3ºtrimestre 2017 lição 07
Joel Silva
 
E.b.d adultos 3ºtrimestre 2017 lição 06
E.b.d   adultos 3ºtrimestre 2017 lição 06E.b.d   adultos 3ºtrimestre 2017 lição 06
E.b.d adultos 3ºtrimestre 2017 lição 06
Joel Silva
 
E.b.d adultos 3ºtrimestre 2017 lição 05
E.b.d   adultos 3ºtrimestre 2017 lição 05E.b.d   adultos 3ºtrimestre 2017 lição 05
E.b.d adultos 3ºtrimestre 2017 lição 05
Joel Silva
 
E.b.d adultos 3ºtrimestre 2017 lição 04
E.b.d   adultos 3ºtrimestre 2017 lição 04E.b.d   adultos 3ºtrimestre 2017 lição 04
E.b.d adultos 3ºtrimestre 2017 lição 04
Joel Silva
 
E.b.d adultos 3ºtrimestre 2017 lição 03
E.b.d   adultos 3ºtrimestre 2017 lição 03E.b.d   adultos 3ºtrimestre 2017 lição 03
E.b.d adultos 3ºtrimestre 2017 lição 03
Joel Silva
 
E.b.d adultos 3ºtrimestre 2017 lição 02
E.b.d   adultos 3ºtrimestre 2017 lição 02E.b.d   adultos 3ºtrimestre 2017 lição 02
E.b.d adultos 3ºtrimestre 2017 lição 02
Joel Silva
 
E.b.d adultos 3ºtrimestre 2017 lição 01
E.b.d   adultos 3ºtrimestre 2017 lição 01E.b.d   adultos 3ºtrimestre 2017 lição 01
E.b.d adultos 3ºtrimestre 2017 lição 01
Joel Silva
 
E.b.d adultos 1ºtrimestre 2017 lição 04
E.b.d   adultos 1ºtrimestre 2017 lição 04E.b.d   adultos 1ºtrimestre 2017 lição 04
E.b.d adultos 1ºtrimestre 2017 lição 04
Joel Silva
 
E.b.d adultos 1ºtrimestre 2017 lição 03
E.b.d   adultos 1ºtrimestre 2017 lição 03E.b.d   adultos 1ºtrimestre 2017 lição 03
E.b.d adultos 1ºtrimestre 2017 lição 03
Joel Silva
 
E.b.d adultos 1ºtrimestre 2017 lição 02
E.b.d   adultos 1ºtrimestre 2017 lição 02E.b.d   adultos 1ºtrimestre 2017 lição 02
E.b.d adultos 1ºtrimestre 2017 lição 02
Joel Silva
 
E.b.d adultos 1ºtrimestre 2017 lição 01
E.b.d   adultos 1ºtrimestre 2017 lição 01E.b.d   adultos 1ºtrimestre 2017 lição 01
E.b.d adultos 1ºtrimestre 2017 lição 01
Joel Silva
 
E.b.d adultos 4ºtrimestre 2016 lição 03
E.b.d   adultos 4ºtrimestre 2016 lição 03E.b.d   adultos 4ºtrimestre 2016 lição 03
E.b.d adultos 4ºtrimestre 2016 lição 03
Joel Silva
 
E.b.d adultos 4ºtrimestre 2016 lição 13
E.b.d   adultos 4ºtrimestre 2016 lição 13E.b.d   adultos 4ºtrimestre 2016 lição 13
E.b.d adultos 4ºtrimestre 2016 lição 13
Joel Silva
 
E.b.d adultos 4ºtrimestre 2016 lição 12
E.b.d   adultos 4ºtrimestre 2016 lição 12E.b.d   adultos 4ºtrimestre 2016 lição 12
E.b.d adultos 4ºtrimestre 2016 lição 12
Joel Silva
 
E.b.d adultos 4ºtrimestre 2016 lição 11
E.b.d   adultos 4ºtrimestre 2016 lição 11E.b.d   adultos 4ºtrimestre 2016 lição 11
E.b.d adultos 4ºtrimestre 2016 lição 11
Joel Silva
 
E.b.d adultos 4ºtrimestre 2016 lição 10
E.b.d   adultos 4ºtrimestre 2016 lição 10E.b.d   adultos 4ºtrimestre 2016 lição 10
E.b.d adultos 4ºtrimestre 2016 lição 10
Joel Silva
 
E.b.d adultos 4ºtrimestre 2016 lição 09
E.b.d   adultos 4ºtrimestre 2016 lição 09E.b.d   adultos 4ºtrimestre 2016 lição 09
E.b.d adultos 4ºtrimestre 2016 lição 09
Joel Silva
 
E.b.d adultos 4ºtrimestre 2016 lição 08
E.b.d   adultos 4ºtrimestre 2016 lição 08E.b.d   adultos 4ºtrimestre 2016 lição 08
E.b.d adultos 4ºtrimestre 2016 lição 08
Joel Silva
 

Mais de Joel Silva (20)

E.b.d adultos 3ºtrimestre 2017 lição 09
E.b.d   adultos 3ºtrimestre 2017 lição 09E.b.d   adultos 3ºtrimestre 2017 lição 09
E.b.d adultos 3ºtrimestre 2017 lição 09
 
E.b.d adultos 3ºtrimestre 2017 lição 08
E.b.d   adultos 3ºtrimestre 2017 lição 08E.b.d   adultos 3ºtrimestre 2017 lição 08
E.b.d adultos 3ºtrimestre 2017 lição 08
 
E.b.d adultos 3ºtrimestre 2017 lição 07
E.b.d   adultos 3ºtrimestre 2017 lição 07E.b.d   adultos 3ºtrimestre 2017 lição 07
E.b.d adultos 3ºtrimestre 2017 lição 07
 
E.b.d adultos 3ºtrimestre 2017 lição 06
E.b.d   adultos 3ºtrimestre 2017 lição 06E.b.d   adultos 3ºtrimestre 2017 lição 06
E.b.d adultos 3ºtrimestre 2017 lição 06
 
E.b.d adultos 3ºtrimestre 2017 lição 05
E.b.d   adultos 3ºtrimestre 2017 lição 05E.b.d   adultos 3ºtrimestre 2017 lição 05
E.b.d adultos 3ºtrimestre 2017 lição 05
 
E.b.d adultos 3ºtrimestre 2017 lição 04
E.b.d   adultos 3ºtrimestre 2017 lição 04E.b.d   adultos 3ºtrimestre 2017 lição 04
E.b.d adultos 3ºtrimestre 2017 lição 04
 
E.b.d adultos 3ºtrimestre 2017 lição 03
E.b.d   adultos 3ºtrimestre 2017 lição 03E.b.d   adultos 3ºtrimestre 2017 lição 03
E.b.d adultos 3ºtrimestre 2017 lição 03
 
E.b.d adultos 3ºtrimestre 2017 lição 02
E.b.d   adultos 3ºtrimestre 2017 lição 02E.b.d   adultos 3ºtrimestre 2017 lição 02
E.b.d adultos 3ºtrimestre 2017 lição 02
 
E.b.d adultos 3ºtrimestre 2017 lição 01
E.b.d   adultos 3ºtrimestre 2017 lição 01E.b.d   adultos 3ºtrimestre 2017 lição 01
E.b.d adultos 3ºtrimestre 2017 lição 01
 
E.b.d adultos 1ºtrimestre 2017 lição 04
E.b.d   adultos 1ºtrimestre 2017 lição 04E.b.d   adultos 1ºtrimestre 2017 lição 04
E.b.d adultos 1ºtrimestre 2017 lição 04
 
E.b.d adultos 1ºtrimestre 2017 lição 03
E.b.d   adultos 1ºtrimestre 2017 lição 03E.b.d   adultos 1ºtrimestre 2017 lição 03
E.b.d adultos 1ºtrimestre 2017 lição 03
 
E.b.d adultos 1ºtrimestre 2017 lição 02
E.b.d   adultos 1ºtrimestre 2017 lição 02E.b.d   adultos 1ºtrimestre 2017 lição 02
E.b.d adultos 1ºtrimestre 2017 lição 02
 
E.b.d adultos 1ºtrimestre 2017 lição 01
E.b.d   adultos 1ºtrimestre 2017 lição 01E.b.d   adultos 1ºtrimestre 2017 lição 01
E.b.d adultos 1ºtrimestre 2017 lição 01
 
E.b.d adultos 4ºtrimestre 2016 lição 03
E.b.d   adultos 4ºtrimestre 2016 lição 03E.b.d   adultos 4ºtrimestre 2016 lição 03
E.b.d adultos 4ºtrimestre 2016 lição 03
 
E.b.d adultos 4ºtrimestre 2016 lição 13
E.b.d   adultos 4ºtrimestre 2016 lição 13E.b.d   adultos 4ºtrimestre 2016 lição 13
E.b.d adultos 4ºtrimestre 2016 lição 13
 
E.b.d adultos 4ºtrimestre 2016 lição 12
E.b.d   adultos 4ºtrimestre 2016 lição 12E.b.d   adultos 4ºtrimestre 2016 lição 12
E.b.d adultos 4ºtrimestre 2016 lição 12
 
E.b.d adultos 4ºtrimestre 2016 lição 11
E.b.d   adultos 4ºtrimestre 2016 lição 11E.b.d   adultos 4ºtrimestre 2016 lição 11
E.b.d adultos 4ºtrimestre 2016 lição 11
 
E.b.d adultos 4ºtrimestre 2016 lição 10
E.b.d   adultos 4ºtrimestre 2016 lição 10E.b.d   adultos 4ºtrimestre 2016 lição 10
E.b.d adultos 4ºtrimestre 2016 lição 10
 
E.b.d adultos 4ºtrimestre 2016 lição 09
E.b.d   adultos 4ºtrimestre 2016 lição 09E.b.d   adultos 4ºtrimestre 2016 lição 09
E.b.d adultos 4ºtrimestre 2016 lição 09
 
E.b.d adultos 4ºtrimestre 2016 lição 08
E.b.d   adultos 4ºtrimestre 2016 lição 08E.b.d   adultos 4ºtrimestre 2016 lição 08
E.b.d adultos 4ºtrimestre 2016 lição 08
 

Último

Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
Nilson Almeida
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
PIB Penha
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
PIB Penha
 
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
marcusviniciussabino1
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Ricardo Azevedo
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
PIB Penha
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
PIB Penha
 
Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1
CleideTeles3
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
PIB Penha
 
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptxPalestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
NEDIONOSSOMUNDO
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
AndreyCamarini
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Celso Napoleon
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
PIB Penha
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Celso Napoleon
 

Último (14)

Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
 
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
 
Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
 
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptxPalestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
 

E.b.d adultos 3ºtrimestre 2017 lição 10

  • 2. VERDADE PRÁTICA • Cremos na atualidade do batismo no Espirito Santo e dos dons espirituais distribuídos pelo Espírito Santo à Igreja para sua edificação.
  • 3. LEITURA DIÁRIA Segunda: At 2.1-4 - A descida do Espírito no dia de Pentecostes Terça: At 2.33 - O batismo no Espírito Santo é resultado da obra de Cristo Quarta: At 10.44-46 - A glossolalia Quinta: 1Co 12.1 - Não devemos ser ignorantes acerca dos dons espirituais Sexta: 1Co 12.7 - Os dons espirituais Sábado: 1Co 12.4 - São muitos os dons espirituais
  • 4. OBJETIVO GERAL • Mostrar que o batismo no Espírito Santo e os dons espirituais estão disponíveis a todo crente.
  • 5. OBJETIVOS ESPECÍFICOS (I) Apontar as implicações doutrinárias da descida do Espírito Santo; (II) Explicar a natureza das línguas. (III) Mostrar o significado e o propósito do batismo no Espírito Santo; (IV) Afirmar a atualidade dos dons espirituais.
  • 6. ESBOÇO DA LIÇÃO I - A Descida do Espírito Santo • 1. A experiência do Pentecostes. • 2. Batismo "no" Espírito Santo ou "com o" Espírito Santo? • 3. Os sinais sobrenaturais. II - A Natureza das Línguas • 1. Fonte. • 2. A glossolalia. • 3. Sua continuação. III - Significado E Propósito • 1. O batismo no Espírito Santo não é sinônimo de salvação. • 2. Definição e propósitos. IV - Os Dons Espirituais • 1. Os dons espirituais. • 2. Os dons são dados aos crentes individualmente.
  • 7. PONTO CENTRAL • As manifestações do Espírito Santo são atuais.
  • 8. LEITURA BÍBLICA EM CLASSE Atos 2.1-6; 1Coríntios 12.1-7 E, CUMPRINDO-SE o dia de Pentecostes, estavam todos concordemente no mesmo lugar; 2 E de repente veio do céu um som, como de um vento veemente e impetuoso, e encheu toda a casa em que estavam assentados. 3 E foram vistas por eles línguas repartidas, como que de fogo, as quais pousaram sobre cada um deles. 4 E todos foram cheios do Espírito Santo, e começaram a falar noutras línguas, conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem. 5 E em Jerusalém estavam habitando judeus, homens religiosos, de todas as nações que estão debaixo do céu. 6 E, quando aquele som ocorreu, ajuntou-se uma multidão, e estava confusa, porque cada um os ouvia falar na sua própria língua.
  • 9. EM verdade que não convém gloriar-me; mas passarei às visões e revelações do Senhor. 2 Conheço um homem em Cristo que há catorze anos ( se no corpo, não sei, se fora do corpo, não sei; Deus o sabe ) foi arrebatado ao terceiro céu. 3 E sei que o tal homem ( se no corpo, se fora do corpo, não sei; Deus o sabe ) 4 Foi arrebatado ao paraíso; e ouviu palavras inefáveis, que ao homem não é lícito falar. 5 De alguém assim me gloriarei eu, mas de mim mesmo não me gloriarei, senão nas minhas fraquezas. 6 Porque, se quiser gloriar-me, não serei néscio, porque direi a verdade; mas deixo isto, para que ninguém cuide de mim mais do que em mim vê ou de mim ouve. 7 E, para que não me exaltasse pela excelência das revelações, foi-me dado um espinho na carne, a saber, um mensageiro de Satanás para me esbofetear, a fim de não me exaltar.
  • 10. TEXTO ÁUREO • "Porque a promessa vos diz respeito a vós, a vossos filhos e a todos os que estão longe: a tantos quantos Deus, nosso Senhor, chamar." (At 2.39)
  • 11. INTRODUÇÃO • Entre os anos 1893-1900, surgiram e se proliferaram nos Estados Unidos as chamadas "Igrejas de Santidade", que enfatizavam o batismo no (ou com, ou por) Espírito Santo como uma "segunda bênção" a ser recebida pelos cristãos (a primeira seria a salvação) e a perfeição moral como uma consequência dessa segunda bênção. • Podemos reconhecer claramente o eco das teologias de John Wesley e Charles Finney influenciando tais igrejas.
  • 13. Glossolalia, um fenômeno por vezes referido como "expressões de êxtase", é proferir sons ininteligíveis que se parecem com linguagem enquanto em um estado de êxtase. Glossolalia é muitas vezes confundido com xenoglossia, o qual é o bíblico "dom de línguas". No entanto, enquanto glossolalia é falar em um idioma inexistente, xenoglossia é a capacidade de falar fluentemente em uma língua nunca anteriormente aprendida. Além disso, embora a xenoglossia não seja uma habilidade inata ou natural, estudos têm mostrado que a glossolalia é um comportamento aprendido.
  • 14. I - A Descida do Espírito Santo
  • 15. 1. A experiência do Pentecostes.
  • 16. • Um dos temas bíblicos que mais tem gerado discussões entre cristãos é o versículo de (Lucas 3:16 e Mat 3:11), onde João Batista diz ao povo que virá alguém maior que ele para batizá- los com o Espírito Santo e com fogo. • A questão é: que fogo ele se refere, fogo espiritual, ou fogo do juízo de Deus? Vamos analisar as duas linhas de pensamento e seus argumentos, e tirar nossas próprias conclusões…
  • 17. 2. Batismo "no" Espírito Santo ou "com o" Espírito Santo?
  • 18. • "João respondeu a todos: "Eu os batizo com água. Mas virá alguém mais poderoso do que eu, tanto que não sou digno nem de curvar-me e desamarrar as correias das suas sandálias. • Ele os batizará com o Espírito Santo e com fogo." (Lucas 3:16) NVI. • Esse versículo, encontrado nos Evangelhos de Mateus 3.11, Marcos 1.8 e Lucas 3.16, causam uma grande polêmica no meio Evangélico. • Alguns defendem que esse batismo é um simbolismo do fogo purificador, que queima o pecado e as impurezas que contaminam o cristão.
  • 19. 3. Os sinais sobrenaturais.
  • 20. • Numa cosmovisão biblicamente dirigida e abrangente, Deus e o mundo não são duas forças em competição. Consequentemente, naquilo que denominamos milagres, Deus não elimina a agência instrumental de suas criaturas. Elas continuam sendo seus servos, que respondem ao poder governativo da Palavra. • Por isso, estes poderosos atos de Deus, nem contravém, nem suplantam sua ordem dinâmica, mas estável, para a criação. O potencial para as obras miraculosas é dado desde o começo em e com a permanente Palavra de Deus para a nossa vida em seu mundo. Portanto, os milagres não são “aberturas” sobrenaturais acima e além das ordenanças da criação.
  • 21. II - A Natureza das Línguas
  • 23. Xenolalia. Palavra grega que significa idiomas pátrios; é o falar em línguas num idioma conhecido, isto é, atualmente falado (At 2.6), estranho apenas para quem fala. A narrativa de At 2.6-8 diz que a multidão, ao ouvir o barulho vindo do cenáculo, ficou pasmada e confusa, diante do que ouviam e viam. Perguntavam-se: “Não são todos galileus esses homens que estão falando? Então, como é que os ouvimos, cada um, na nossa própria língua?”. Aqueles judeus da diáspora ouviram os discípulos falar suas línguas, quando não eram letrados, nem poliglotas. O Espírito Santo os habilitou a falar aqueles idiomas.
  • 25. Glossolalia. (do grego γλώσσα, "glóssa" [língua]; λαλώ, "laló" [falar]), é usado acerca de: “o dom sobrenatural de falar em outro idioma sem tê-lo aprendido”; em Atos 2.4-13, as circunstancias foram registradas do ponto de vista dos ouvintes; para aqueles, em cuja língua as declarações foram feitas, pareciam como fenômeno sobrenatural . O dom de línguas é um milagre divino em que, no exercício da vontade e sabedoria divinas, o Espírito Santo concede a alguns crentes o poder de falarem em idiomas que não aprenderam pelos processos naturais, e isto para o fim de testemunharem eles de Jesus Cristo perante os que não crêem.
  • 27. Uma das doutrinas mais contestadas do pentecostalismo clássico é o falar em línguas como a evidência física e inicial do Batismo no Espírito Santo. No passado e no presente, os debates em torno dessa doutrina são calorosos e costumam girar em torno de várias teorias. A Assembleia de Deus, nos Estados Unidos e no Brasil, costumam defender essa doutrina, enquanto outras igrejas pentecostais e neopentecostais não são defensoras desse entendimento teológico. Charles Fox Parham foi o primeiro a entender línguas como evidência inicial, assim influenciou a teologia pentecostal clássica. Como acima descrito, a doutrina da evidência física não é consenso nem no meio pentecostal.
  • 28. III - Significado E Propósito
  • 29. 1. O batismo no Espírito Santo não é sinônimo de salvação.
  • 30. Como acontece com qualquer versículo ou passagem, discernimos o seu ensinamento ao primeiramente filtrá-lo através do que sabemos que o resto da Bíblia ensina sobre o assunto. No caso do batismo e da salvação, a Bíblia é clara que a salvação é pela graça mediante a fé em Jesus Cristo, não pelas obras de qualquer tipo, nem mesmo o batismo (Efésios 2:8-9). Portanto, qualquer interpretação que chegue à conclusão de que o batismo, ou qualquer outro ato, seja necessário para a salvação é uma interpretação defeituosa. Para mais informações, por favor leia a nossa página sobre "A salvação é somente pela fé ou pela fé mais as obras?"
  • 31. 2. Definição e propósitos.
  • 32. Em suma, o batismo no Espírito Santo tem dois propósitos: 1) fazer com que Cristo seja engrandecido, louvado, glorificado e enaltecido (Lc. 24.49; Jo. 15. 26,27; 16. 13,14); 2) e capacitar os fiés à pregação do evangelho de Cristo, dando- lhes ousadia, coragem, persuasão e intrepidez (Atos 4. 8-13; 7. 48-52; 8. 5-7; 9. 26-31; 14.1). Em Atos 1.8, a palavra diz: "mas recebereis poder [disse Jesus], ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis minhas testemunhas [testemunhas de Cristo] tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria e até aos confins da terra". O termo grego para "poder", no texto, é δυναμιν [dunamin], que significa um poder em ação, um poder real.
  • 33. IV - Os Dons Espirituais
  • 34. 1. Os dons espirituais.
  • 35. A Bíblia em 1 Coríntios 12: 7-11, Efésios 4:11-12 e 1 Pedro 4: 10- 11 revela-nos que o Espírito do Senhor concede aos crentes habilidades sobrenaturais para que a igreja possa cumprir a sua missão no mundo até a volta de Jesus Cristo. relação dos dons espirituais é enorme (1 Co. 12: 4-11, 28-30; Rm. 12: 6-8; Ef. 4:11; 1 Pe. 4: 9-10): profecia, ensino, cura, hospitalidade, milagres, sabedoria, socorro, generosidade, etc. Dentre os dons espirituais, existiu um grupo de dons especiais que foram destinados a autenticar diante dos judeus incrédulos à nova mensagem vinda da parte de Deus – o evangelho de Cristo.
  • 36. 2. Os dons são dados aos crentes individualmente.
  • 37. • Há somente uma forma de derrotarmos a limitação inadequada em nossa visão da obra de Cristo: recobrar a visão da grandeza da Igreja como Corpo de Cristo. • Precisamos resgatar a verdade sobre a qual Paulo escreveu em 1 Coríntios, em sua introdução no assunto dos dons espirituais: “Os dons são diversos, mas o Espírito é o mesmo. E também há diversidade nos serviços, mas o Senhor é o mesmo. • E há diversidade nas realizações, mas o mesmo Deus é quem opera tudo em todos”. De acordo com esta e outras passagens, a Igreja contém uma variedade de dons, estilos, causas, e métodos de ministério.
  • 38. Conclusão • O nosso dever não consiste apenas em nos afastar do pecado e de toda a forma de paganismo, mas também de combatê- los com a pregação do evangelho e com nossa maneira de viver, assim como fizeram os primeiros cristãos. • O cristianismo é a única religião do planeta que tem o Espírito Santo (Jo 14.16,17). • É Ele quem nos capacita a viver em santidade e a vencer as tentações. Somos privilegiados porque temos Jesus e o Espírito Santo.
  • 39. Clique aqui: Subsídios dessa lição