SlideShare uma empresa Scribd logo
Lessons LearnedLessons Learned
Energia de Portugal – Semana 2
Equipa 12
Rui Estrela, Diogo Anjos e André Martins
Ideia de Negócio
A MyChiefOfficer possibilita que PME’s tenham acesso, em tempo
parcial, a especialistas certificados que lhes proporcionam soluções
de gestão que lhes permitem optimizar o negócio e crescer.
Distingue-se da consultoria tradicional através:
Copyright Fábrica de Startups 2
a) do modelo de prestação de serviços, pela flexibilidade e participação em
tempo parcial
b) de um maior compromisso com o cliente e desenvolvimento do negócio
c) Do automatismo na solução de problemas com base numa plataforma
online
d) De um modelo de negócios baseado em resultados
• A MyChiefOfficer já tem uns meses de percurso
Lessons Learned
Feedback até agora:
“Excelente ideia”
Copyright Fábrica de Startups 3
“Faz todo o sentido”
“Uau”
Lessons Learned
não seduziu o stakeholder mais importante da cadeia
de valor de qualquer empresa:
O CLIENTE !
Por isso decidimos introduzir o conceito de palavra da
semana e a desta é:
RESET!
Lições da Semana
• Como chegar ao nosso cliente-alvo – há alguns potenciais parceiros
que nos podem ajudar a fazê-lo bem melhor do que nós – os TOC,
os bancos, as seguradoras, entre outros
• Automatização/algoritmo – para que a nossa solução possa ser
única é importante desenvolver uma ferramenta protegida porúnica é importante desenvolver uma ferramenta protegida por
“trade secret” e que possa ser utilizada de forma automática pelos
nossos clientes e parceiros
• Focar/começar pela dor mais forte ou que o cliente reconhece-
muito provavelmente terá muitos problemas, mas se não os
reconhecer não poderá ser ajudado, é crucial começar por aquele
que é mais visível para ele.
Copyright Fábrica de Startups 5
Hipóteses a Testar
Componente Hipótese
Segmento de clientes As principais dores das PMEs são a liquidez, vender mais e
reduzir custos
Segmento de clientes As PMEs não utilizam ferramentas básicas que ajudam a
optimizar o negócio como a Internet, o Skype, Adwords, lojas
electrónicas, entre outras.
Copyright Fábrica de Startups 6
electrónicas, entre outras.
Segmento de clientes As PMEs gostariam que alguém implementasse as referidas
ferramentas na sua empresa, pois não têm tempo
Parcerias Os TOC conhecem bem os problemas dos seus clientes, e
estariam dispostos a nos recomendar para os ajudar
Parcerias É legal e ético a possibilidade dos TOCs aplicarem o nosso
algoritmo às contas dos seus clientes.
Componente refere-se aos campos do modelo de negócio (ex. Segmento
Clientes, Proposta de Valor)
ANEXO
Copyright Fábrica de Startups 7
Modelo de Negócio
KP Key Partner KA Key Activities VP Value Proposition CR Customer
Relationship
CS Customer
Segments
KR Key Resourcers CH Channels
1. TOCs
2. “Guru” (Prof.Univ.) –
produtor de conteudos
3. Experts certificados
(que actuam no cliente)
4. Grandes fornecedores
de serviços- Banca,
Telecomunicações,
Logistica, Software Houses,
Seguradoras
5. Associações de
1. PMEs –Cujos
responsáveis:
- Não têm tempo
- Cujos responsáveis
percebem muito dos
aspectos técnicos do
negócio e não
conhecem ferramentas
básicas de apoio à
gestão (internet, venda
online).
1. Desenvolvimento
algoritmo MyCO
2. Angariar Key Partners
3. Angariar clientes
4. Manter Plataforma
5. Garantir qualidade
6. Desenvolver soluções
Out of the Box
7. Formação/Certificação
Experts
1. Site - fidedigno, seguro
1. Presencial - experts
certificados
2. Site, Redes Sociais
1. Contacto Directo
1. "Cardex" de Soluções
de Gestão "Out of the
box" para PMEs
implentadas por experts
certificados:
Internacionalização,
Aicep, QREN,
Financiamento,
Logística, redução de
custos na área X.
2. Area reservada na
plataforma MyCO
Copyright Fábrica de Startups 8
C$
Cost
Structure
R$
Revenue
Stream
5. Associações de
Empresas, TOCs
online).1. Site - fidedigno, seguro
e transparente
2. Know-how - de IT e
de Gestão
1. Contacto Directo
TOC, Experts Certificado
2. Online - Sites
1. Colaboradores – salários.
2. Plataforma - site
3. Custos fixos de funcionamento – TOC,
escritório, deslocações.
4. Marketing
5. Fees pagos aos Experts e “Gurus”
6. Comissões de angariação de clientes
1. Success Fees – % sobre ganhos do cliente
2. Affiliatition Fees – pagos pelos grandes
fornecedores
3. Subscrições – acesso à plataforma
4. Consulting Fees
plataforma MyCO
Evolução dos produtos
adquiridos, produtos
relacionados.
Possibilidade de colocar
questões a Experts.
Quadro de Validação de Hipóteses
Hipóteses
por Validar
As principais dores das
PMEs são a liquidez,
vender mais e reduzir
custos
Hipóteses
com Maior
Risco
Hipóteses em
Teste
Hipóteses
Validadas
Existem
limitações em
matéria de
gestão nas PMEs
As PMEs não utilizam
ferramentas como a
Internet, o Skype,
Adwords, lojas
electrónicas, entre
outras.
Existe interesse
em contratar
serviços de
gestão nas PMEs
As PMEs gostariam que
alguém implementasse
as referidas ferramentas
na sua empresa, pois não
Copyright Fábrica de Startups 9
na sua empresa, pois não
têm tempo
Os TOC conhecem bem
os problemas dos seus
clientes, e estariam
dispostos a nos
recomendar para ajudar
os seus clientes
Hipóteses
Invalidadas
As PMEs estão
dispostas
aaceitar um fee
tipo consultoria
É legal e ético a
possibilidade dos TOCs
aplicarem o nosso
algoritmo às contas dos
seus clientes.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Consultoria Empresarial - PGear Consulting
Consultoria Empresarial - PGear ConsultingConsultoria Empresarial - PGear Consulting
Consultoria Empresarial - PGear Consulting
jhonnytelles
 
E28LL06
E28LL06E28LL06
E28LL06
OutWorks
 
Coop solutions
Coop solutionsCoop solutions
Coop solutions
Leandro Castro
 
BPM Day SP 2016 - Um discurso de venda de bpm nas organizações
BPM Day SP 2016 - Um discurso de venda de bpm nas organizaçõesBPM Day SP 2016 - Um discurso de venda de bpm nas organizações
BPM Day SP 2016 - Um discurso de venda de bpm nas organizações
Lecom Tecnologia
 
Programa de Relacionamento com Canais de Venda
Programa de Relacionamento com Canais de VendaPrograma de Relacionamento com Canais de Venda
Programa de Relacionamento com Canais de Venda
Direct Link Consultoria
 
Projetos, Qualidade & Processos
Projetos, Qualidade & ProcessosProjetos, Qualidade & Processos
Projetos, Qualidade & Processos
Washington Luiz Peroni, PMP
 

Mais procurados (6)

Consultoria Empresarial - PGear Consulting
Consultoria Empresarial - PGear ConsultingConsultoria Empresarial - PGear Consulting
Consultoria Empresarial - PGear Consulting
 
E28LL06
E28LL06E28LL06
E28LL06
 
Coop solutions
Coop solutionsCoop solutions
Coop solutions
 
BPM Day SP 2016 - Um discurso de venda de bpm nas organizações
BPM Day SP 2016 - Um discurso de venda de bpm nas organizaçõesBPM Day SP 2016 - Um discurso de venda de bpm nas organizações
BPM Day SP 2016 - Um discurso de venda de bpm nas organizações
 
Programa de Relacionamento com Canais de Venda
Programa de Relacionamento com Canais de VendaPrograma de Relacionamento com Canais de Venda
Programa de Relacionamento com Canais de Venda
 
Projetos, Qualidade & Processos
Projetos, Qualidade & ProcessosProjetos, Qualidade & Processos
Projetos, Qualidade & Processos
 

Destaque

E12 ll05
E12 ll05E12 ll05
Pitch MyChiefOfficer
Pitch MyChiefOfficerPitch MyChiefOfficer
PlanoMarketing MyChiefOfficer
PlanoMarketing MyChiefOfficer PlanoMarketing MyChiefOfficer
PlanoMarketing MyChiefOfficer
MyChiefOfficer no Energia de Portugal
 
E12 ll06
E12 ll06E12 ll06
Energias ..
Energias ..Energias ..
Energias ..
mariajosantos
 
Energias Renováveis em Portugal
Energias Renováveis em PortugalEnergias Renováveis em Portugal
Energias Renováveis em Portugal
Pedro Peixoto
 
Energias renovaveis
Energias renovaveisEnergias renovaveis
Energias renovaveis
chiclete23
 
Energias
EnergiasEnergias
Energias
Mayjö .
 
energias renováveis e não renováveis
energias renováveis e não renováveisenergias renováveis e não renováveis
energias renováveis e não renováveis
guest93f705
 
Slideshare energia
Slideshare energiaSlideshare energia
Slideshare energia
vilmara-teixeira
 
Como redigir a introdução e a conclusão de um trabalho escrito
Como redigir a introdução e a conclusão de um trabalho escritoComo redigir a introdução e a conclusão de um trabalho escrito
Como redigir a introdução e a conclusão de um trabalho escrito
Biblioteca Escolar Ourique
 

Destaque (11)

E12 ll05
E12 ll05E12 ll05
E12 ll05
 
Pitch MyChiefOfficer
Pitch MyChiefOfficerPitch MyChiefOfficer
Pitch MyChiefOfficer
 
PlanoMarketing MyChiefOfficer
PlanoMarketing MyChiefOfficer PlanoMarketing MyChiefOfficer
PlanoMarketing MyChiefOfficer
 
E12 ll06
E12 ll06E12 ll06
E12 ll06
 
Energias ..
Energias ..Energias ..
Energias ..
 
Energias Renováveis em Portugal
Energias Renováveis em PortugalEnergias Renováveis em Portugal
Energias Renováveis em Portugal
 
Energias renovaveis
Energias renovaveisEnergias renovaveis
Energias renovaveis
 
Energias
EnergiasEnergias
Energias
 
energias renováveis e não renováveis
energias renováveis e não renováveisenergias renováveis e não renováveis
energias renováveis e não renováveis
 
Slideshare energia
Slideshare energiaSlideshare energia
Slideshare energia
 
Como redigir a introdução e a conclusão de um trabalho escrito
Como redigir a introdução e a conclusão de um trabalho escritoComo redigir a introdução e a conclusão de um trabalho escrito
Como redigir a introdução e a conclusão de um trabalho escrito
 

Semelhante a E12 ll02 w2

Open Maker Industrial Challenge - Chamada Aberta
Open Maker Industrial Challenge - Chamada AbertaOpen Maker Industrial Challenge - Chamada Aberta
Open Maker Industrial Challenge - Chamada Aberta
Startadora Startups
 
PEI - Creativity, Innovation and the Future
PEI - Creativity, Innovation and the FuturePEI - Creativity, Innovation and the Future
PEI - Creativity, Innovation and the Future
Francisco Andrade
 
6.4 Uma competição entre empresas
6.4 Uma competição entre empresas6.4 Uma competição entre empresas
6.4 Uma competição entre empresas
Celia Regina Azevedo Ricotta
 
Relatório Diagrama de Ishikawa w45 a w49
Relatório Diagrama de Ishikawa w45 a w49Relatório Diagrama de Ishikawa w45 a w49
Relatório Diagrama de Ishikawa w45 a w49
AdmFabioAraujo
 
20100202 Diretor De Fabrica V.1.0
20100202 Diretor De Fabrica V.1.020100202 Diretor De Fabrica V.1.0
20100202 Diretor De Fabrica V.1.0
Sindico de Aluguel
 
Business Model Canvas
Business Model CanvasBusiness Model Canvas
Business Model Canvas
Webgoal
 
E36 ll01
E36 ll01E36 ll01
E36 ll01
Equipa36_EP13
 
New-i - Soluções de Tecnologia para RH
New-i - Soluções de Tecnologia para RHNew-i - Soluções de Tecnologia para RH
New-i - Soluções de Tecnologia para RH
Samanta Martins
 
Palestra sobre a Metodologia para Apoio à Decisão, Gerência e Implantação de ...
Palestra sobre a Metodologia para Apoio à Decisão, Gerência e Implantação de ...Palestra sobre a Metodologia para Apoio à Decisão, Gerência e Implantação de ...
Palestra sobre a Metodologia para Apoio à Decisão, Gerência e Implantação de ...
GrupoMENTHOR
 
Os 10 maiores erros em projetos de CRM
Os 10 maiores erros em projetos de CRMOs 10 maiores erros em projetos de CRM
Os 10 maiores erros em projetos de CRM
Silvio César de Oliveira
 
MDTech Systems - Apresentação
MDTech Systems - ApresentaçãoMDTech Systems - Apresentação
MDTech Systems - Apresentação
mdtechsystems
 
Painel Inde sistemas-de-gestão-empresarial-2011-06-21
Painel Inde sistemas-de-gestão-empresarial-2011-06-21Painel Inde sistemas-de-gestão-empresarial-2011-06-21
Painel Inde sistemas-de-gestão-empresarial-2011-06-21
Claudio Seixas
 
Catalogo coonnecta treinamentos final com portfolio e logos
Catalogo coonnecta treinamentos final com portfolio e logosCatalogo coonnecta treinamentos final com portfolio e logos
Catalogo coonnecta treinamentos final com portfolio e logos
Jeane Menegueli
 
Mecanismo de subsídios empresariais actividades elegíveis - mese
Mecanismo de subsídios empresariais   actividades elegíveis - meseMecanismo de subsídios empresariais   actividades elegíveis - mese
Mecanismo de subsídios empresariais actividades elegíveis - mese
Centro de Informação de Negócios - CIN Moçambique
 
PMO - Escritório de Projetos | Workshop
PMO - Escritório de Projetos | WorkshopPMO - Escritório de Projetos | Workshop
PMO - Escritório de Projetos | Workshop
CompanyWeb
 
Ll06 e50
Ll06 e50Ll06 e50
Ll06 e50
ep13equipa50
 
Implantação de E-Commerce para Pequenas e Médias Empresas
Implantação de E-Commerce para Pequenas e Médias EmpresasImplantação de E-Commerce para Pequenas e Médias Empresas
Implantação de E-Commerce para Pequenas e Médias Empresas
Alexandre Grolla
 
Webinar Enora Leaders - A Experiência do Cliente como Ferramenta de Inovação ...
Webinar Enora Leaders - A Experiência do Cliente como Ferramenta de Inovação ...Webinar Enora Leaders - A Experiência do Cliente como Ferramenta de Inovação ...
Webinar Enora Leaders - A Experiência do Cliente como Ferramenta de Inovação ...
Renato Fontana Capalbo
 
Startup SP - Sebrae São José do Rio Preto
Startup SP - Sebrae São José do Rio PretoStartup SP - Sebrae São José do Rio Preto
Startup SP - Sebrae São José do Rio Preto
Guilherme Ralisch
 
Business Model Canvas
Business Model CanvasBusiness Model Canvas
Business Model Canvas
Rogério Tadeu
 

Semelhante a E12 ll02 w2 (20)

Open Maker Industrial Challenge - Chamada Aberta
Open Maker Industrial Challenge - Chamada AbertaOpen Maker Industrial Challenge - Chamada Aberta
Open Maker Industrial Challenge - Chamada Aberta
 
PEI - Creativity, Innovation and the Future
PEI - Creativity, Innovation and the FuturePEI - Creativity, Innovation and the Future
PEI - Creativity, Innovation and the Future
 
6.4 Uma competição entre empresas
6.4 Uma competição entre empresas6.4 Uma competição entre empresas
6.4 Uma competição entre empresas
 
Relatório Diagrama de Ishikawa w45 a w49
Relatório Diagrama de Ishikawa w45 a w49Relatório Diagrama de Ishikawa w45 a w49
Relatório Diagrama de Ishikawa w45 a w49
 
20100202 Diretor De Fabrica V.1.0
20100202 Diretor De Fabrica V.1.020100202 Diretor De Fabrica V.1.0
20100202 Diretor De Fabrica V.1.0
 
Business Model Canvas
Business Model CanvasBusiness Model Canvas
Business Model Canvas
 
E36 ll01
E36 ll01E36 ll01
E36 ll01
 
New-i - Soluções de Tecnologia para RH
New-i - Soluções de Tecnologia para RHNew-i - Soluções de Tecnologia para RH
New-i - Soluções de Tecnologia para RH
 
Palestra sobre a Metodologia para Apoio à Decisão, Gerência e Implantação de ...
Palestra sobre a Metodologia para Apoio à Decisão, Gerência e Implantação de ...Palestra sobre a Metodologia para Apoio à Decisão, Gerência e Implantação de ...
Palestra sobre a Metodologia para Apoio à Decisão, Gerência e Implantação de ...
 
Os 10 maiores erros em projetos de CRM
Os 10 maiores erros em projetos de CRMOs 10 maiores erros em projetos de CRM
Os 10 maiores erros em projetos de CRM
 
MDTech Systems - Apresentação
MDTech Systems - ApresentaçãoMDTech Systems - Apresentação
MDTech Systems - Apresentação
 
Painel Inde sistemas-de-gestão-empresarial-2011-06-21
Painel Inde sistemas-de-gestão-empresarial-2011-06-21Painel Inde sistemas-de-gestão-empresarial-2011-06-21
Painel Inde sistemas-de-gestão-empresarial-2011-06-21
 
Catalogo coonnecta treinamentos final com portfolio e logos
Catalogo coonnecta treinamentos final com portfolio e logosCatalogo coonnecta treinamentos final com portfolio e logos
Catalogo coonnecta treinamentos final com portfolio e logos
 
Mecanismo de subsídios empresariais actividades elegíveis - mese
Mecanismo de subsídios empresariais   actividades elegíveis - meseMecanismo de subsídios empresariais   actividades elegíveis - mese
Mecanismo de subsídios empresariais actividades elegíveis - mese
 
PMO - Escritório de Projetos | Workshop
PMO - Escritório de Projetos | WorkshopPMO - Escritório de Projetos | Workshop
PMO - Escritório de Projetos | Workshop
 
Ll06 e50
Ll06 e50Ll06 e50
Ll06 e50
 
Implantação de E-Commerce para Pequenas e Médias Empresas
Implantação de E-Commerce para Pequenas e Médias EmpresasImplantação de E-Commerce para Pequenas e Médias Empresas
Implantação de E-Commerce para Pequenas e Médias Empresas
 
Webinar Enora Leaders - A Experiência do Cliente como Ferramenta de Inovação ...
Webinar Enora Leaders - A Experiência do Cliente como Ferramenta de Inovação ...Webinar Enora Leaders - A Experiência do Cliente como Ferramenta de Inovação ...
Webinar Enora Leaders - A Experiência do Cliente como Ferramenta de Inovação ...
 
Startup SP - Sebrae São José do Rio Preto
Startup SP - Sebrae São José do Rio PretoStartup SP - Sebrae São José do Rio Preto
Startup SP - Sebrae São José do Rio Preto
 
Business Model Canvas
Business Model CanvasBusiness Model Canvas
Business Model Canvas
 

E12 ll02 w2

  • 1. Lessons LearnedLessons Learned Energia de Portugal – Semana 2 Equipa 12 Rui Estrela, Diogo Anjos e André Martins
  • 2. Ideia de Negócio A MyChiefOfficer possibilita que PME’s tenham acesso, em tempo parcial, a especialistas certificados que lhes proporcionam soluções de gestão que lhes permitem optimizar o negócio e crescer. Distingue-se da consultoria tradicional através: Copyright Fábrica de Startups 2 a) do modelo de prestação de serviços, pela flexibilidade e participação em tempo parcial b) de um maior compromisso com o cliente e desenvolvimento do negócio c) Do automatismo na solução de problemas com base numa plataforma online d) De um modelo de negócios baseado em resultados
  • 3. • A MyChiefOfficer já tem uns meses de percurso Lessons Learned Feedback até agora: “Excelente ideia” Copyright Fábrica de Startups 3 “Faz todo o sentido” “Uau”
  • 4. Lessons Learned não seduziu o stakeholder mais importante da cadeia de valor de qualquer empresa: O CLIENTE ! Por isso decidimos introduzir o conceito de palavra da semana e a desta é: RESET!
  • 5. Lições da Semana • Como chegar ao nosso cliente-alvo – há alguns potenciais parceiros que nos podem ajudar a fazê-lo bem melhor do que nós – os TOC, os bancos, as seguradoras, entre outros • Automatização/algoritmo – para que a nossa solução possa ser única é importante desenvolver uma ferramenta protegida porúnica é importante desenvolver uma ferramenta protegida por “trade secret” e que possa ser utilizada de forma automática pelos nossos clientes e parceiros • Focar/começar pela dor mais forte ou que o cliente reconhece- muito provavelmente terá muitos problemas, mas se não os reconhecer não poderá ser ajudado, é crucial começar por aquele que é mais visível para ele. Copyright Fábrica de Startups 5
  • 6. Hipóteses a Testar Componente Hipótese Segmento de clientes As principais dores das PMEs são a liquidez, vender mais e reduzir custos Segmento de clientes As PMEs não utilizam ferramentas básicas que ajudam a optimizar o negócio como a Internet, o Skype, Adwords, lojas electrónicas, entre outras. Copyright Fábrica de Startups 6 electrónicas, entre outras. Segmento de clientes As PMEs gostariam que alguém implementasse as referidas ferramentas na sua empresa, pois não têm tempo Parcerias Os TOC conhecem bem os problemas dos seus clientes, e estariam dispostos a nos recomendar para os ajudar Parcerias É legal e ético a possibilidade dos TOCs aplicarem o nosso algoritmo às contas dos seus clientes. Componente refere-se aos campos do modelo de negócio (ex. Segmento Clientes, Proposta de Valor)
  • 8. Modelo de Negócio KP Key Partner KA Key Activities VP Value Proposition CR Customer Relationship CS Customer Segments KR Key Resourcers CH Channels 1. TOCs 2. “Guru” (Prof.Univ.) – produtor de conteudos 3. Experts certificados (que actuam no cliente) 4. Grandes fornecedores de serviços- Banca, Telecomunicações, Logistica, Software Houses, Seguradoras 5. Associações de 1. PMEs –Cujos responsáveis: - Não têm tempo - Cujos responsáveis percebem muito dos aspectos técnicos do negócio e não conhecem ferramentas básicas de apoio à gestão (internet, venda online). 1. Desenvolvimento algoritmo MyCO 2. Angariar Key Partners 3. Angariar clientes 4. Manter Plataforma 5. Garantir qualidade 6. Desenvolver soluções Out of the Box 7. Formação/Certificação Experts 1. Site - fidedigno, seguro 1. Presencial - experts certificados 2. Site, Redes Sociais 1. Contacto Directo 1. "Cardex" de Soluções de Gestão "Out of the box" para PMEs implentadas por experts certificados: Internacionalização, Aicep, QREN, Financiamento, Logística, redução de custos na área X. 2. Area reservada na plataforma MyCO Copyright Fábrica de Startups 8 C$ Cost Structure R$ Revenue Stream 5. Associações de Empresas, TOCs online).1. Site - fidedigno, seguro e transparente 2. Know-how - de IT e de Gestão 1. Contacto Directo TOC, Experts Certificado 2. Online - Sites 1. Colaboradores – salários. 2. Plataforma - site 3. Custos fixos de funcionamento – TOC, escritório, deslocações. 4. Marketing 5. Fees pagos aos Experts e “Gurus” 6. Comissões de angariação de clientes 1. Success Fees – % sobre ganhos do cliente 2. Affiliatition Fees – pagos pelos grandes fornecedores 3. Subscrições – acesso à plataforma 4. Consulting Fees plataforma MyCO Evolução dos produtos adquiridos, produtos relacionados. Possibilidade de colocar questões a Experts.
  • 9. Quadro de Validação de Hipóteses Hipóteses por Validar As principais dores das PMEs são a liquidez, vender mais e reduzir custos Hipóteses com Maior Risco Hipóteses em Teste Hipóteses Validadas Existem limitações em matéria de gestão nas PMEs As PMEs não utilizam ferramentas como a Internet, o Skype, Adwords, lojas electrónicas, entre outras. Existe interesse em contratar serviços de gestão nas PMEs As PMEs gostariam que alguém implementasse as referidas ferramentas na sua empresa, pois não Copyright Fábrica de Startups 9 na sua empresa, pois não têm tempo Os TOC conhecem bem os problemas dos seus clientes, e estariam dispostos a nos recomendar para ajudar os seus clientes Hipóteses Invalidadas As PMEs estão dispostas aaceitar um fee tipo consultoria É legal e ético a possibilidade dos TOCs aplicarem o nosso algoritmo às contas dos seus clientes.