SlideShare uma empresa Scribd logo
- Exma. Sra. Presidente da Assembleia Municipal do Entroncamento,
Dra. Isilda Aguincha;
- Exmo. Sr. Presidente do Município do Entroncamento,
Sr. Jaime Ramos e distintos Vereadores;
- Exmos. Srs. Presidentes das Juntas de Freguesia de Nossa Senhora de Fátima e de São
João Baptista, Sr. Manuel Bilreiro e Dra. Teresa Martins, respectivamente;
- Srs. Eleitos Municipais e de Freguesia;
- Autoridades Civis e Militares e Autoridades Religiosas;
- Senhoras e Senhores Convidados;
- Minhas Senhoras e Meus Senhores;



Tornou-se hábito corrente na sociedade portuguesa, nas cerimónias anuais de
exaltação desta data, relembrar Abril como a vida da Nação portuguesa e o princípio
de um tempo de glórias e sucessos que se diz ter culminado num fracasso político em
toda a linha e do qual resta hoje um Portugal cinzento, longe do progresso e sem
paralelo com os seus pares. Portugal, o ente bem comportado da velha Europa é hoje,
indiscutivelmente, o incumpridor, o elo mais fraco, o que se ajoelha diante das Nações
ditas civilizadas a pedir confiança. A confiança advém da credibilidade e esta só os que
a praticam são dignos de a ostentar. Muitos são aqueles que, em nome da Pátria, se
serviram dela em vez de a servirem, usaram um país em lugar de o enaltecerem. Hoje,
o dia que alguns querem tomar como sua propriedade, parece-me um dia perfeito
para relembrar aos mais esquecidos que Portugal é fruto de uma conquista com mais
de oito séculos, com as fronteiras mais antigas da Europa e com a democracia como
regime implementado, mesmo que com os erros que todos admitimos. Abril, ou seja, a
democracia não é conquista senão de um povo como um todo e está muito para além
do uso de um adereço floral que em si não é mais do que isso mesmo, um adereço. O
mesmo povo que outrora viu os seus filhos deixados à sorte numa guerra inglória em
nome da pátria. A mesma pátria que deixou milhares de famílias numa verdadeira
agonia social que, ao regressarem ao seu país, desprotegidos pela infeliz política de
descolonização, se viram forçadas a lançar de novo a rede à sorte.


Se as escolhas políticas de outrora foram manifestamente erradas e os seus agentes
benevolamente tratados, o que se pede hoje à classe política é que na sua acção



                                                                                      1
prestigie os lugares que ocupa e ambicione uma Nação forte e soberana sem poderes
ocultos nem agendas escondidas.


Minhas Senhoras e Meus Senhores,


Portugal vive hoje uma espécie de regime transitório em que se arma betão e se deixa
a factura para os que vêm a seguir pagarem, se fazem escolhas, a maioria das quais
infundadas, sem uma visão de futuro e de sustentabilidade. Num momento em que a
soberania do país é afectada e as contas públicas alvo de inúmeras reticências, a classe
política governativa optou por preferir deixar a factura do que hoje se consome para
aqueles que certamente não vão usufruir dela, que provavelmente não terão sistema
de saúde universal nem sistema de pensões. São os jovens de hoje e os seus filhos que
vão pagar a factura da festa exuberante que outros fizeram com o único objectivo de
lerem o seu nome em placas de inaugurações e correrem o país criando a figura mítica
de um líder, à semelhança de uma verdadeira ditadura, digna de uma claustrofobia
democrática como já a denominaram.


Para se ser governante nos dias de hoje é essencial ter uma visão de futuro e
perspectivar no futuro o impacto das medidas que se tomam, em vez de olhar para o
curto espaço de tempo como é apanágio governativo.


Mas Abril é também um sinal da conquista do poder local. No Entroncamento dizer
que Abril é hoje alvo de violentos ataques pela Administração Central é uma verdade
que não pode passar despercebida. Diariamente, à revelia dos seus parceiros, São
Bento imputa responsabilidades às autarquias sem as dotar das devidas dotações
financeiras, avoluma as dívidas de transferências devidas e altera as regras do jogo a
meio do inglório tabuleiro de movimentações de interesses pessoais. O poder local
tem hoje as duas mãos estendidas: uma para o Governo com que pede o que este lhe
deve, e outra para as populações a quem tem que acorrer nas situações de agonia que
vivem, fruto duma catastrófica governação e duma crise em muito influenciada por
uma gestão danosa.




                                                                                      2
Falar hoje em Justiça Inter-Geracional é falar em escolhas, em compromissos, em
visões de futuro, em perspectivar um dia melhor aos agentes vindouros que não se
sabe se conseguirão fazer face aos encargos que a geração que hoje está no poder lhes
deixa. Falar em Justiça Inter-Geracional é apelar aos decisores políticos de hoje para
que mostrem aos cidadãos que são superiores a qualquer eleitoralismo barato e que
são dignos de servirem o Regime em lugar de se servirem dele.
O alheamento dos cidadãos do direito ao voto, que é o maior exercício de soberania ao
seu dispor, num Regime Democrático, é reflexo de sucessivos actos de descrença num
Estado em que uns ditam e outros obedecem.


Este conceito de Justiça Inter-Geracional, que urge colocar em prática, deve basear-se
em seis pilares, sendo eles: a Criação de um Alto Comissário para a Justiça Inter-
geracional; a avaliação de decisões no âmbito das Finanças Públicas; o impedimento
de acumulação abusiva de riquezas; a promoção da natalidade; o facilitar a integração
dos jovens emigrantes portugueses que pretendam regressar a Portugal e o promover
da sustentabilidade da segurança social.


A 25 de Abril de 1974 este jovem que hoje se dirige a vós que é o autarca mais novo
em funções na nossa autarquia, eleito pelo Partido Social Democrata, o único partido
que ousou acreditar numa nova geração a ponto de a trazer aos órgãos decisórios
desta Autarquia, não era ainda nascido. Não conhecia um país que é também o seu, no
qual tem orgulho e no qual acredita. Acredito que Portugal é muito mais do que o
descrédito com que os outros nos vêem, que somos capazes de superar a descrença e
voltar aos tempos de glória, com políticas sérias e ponderadas, sem megalomanias e
teorias da conspiração que mais não são do que formas de ocultar a realidade, falando
Verdade.


Viva o Entroncamento!
Viva Portugal!

Disse.

                                                                   José Filipe Baptista



                                                                                     3

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Pensamento positivo
Pensamento positivoPensamento positivo
Pensamento positivo
blogprofbarreto
 
Eleições autárquicas – questões para incomodar mandarins
Eleições autárquicas – questões para incomodar mandarinsEleições autárquicas – questões para incomodar mandarins
Eleições autárquicas – questões para incomodar mandarins
GRAZIA TANTA
 
Solicita a construção de um cras (centro de referência de assistência socia...
Solicita  a construção de um  cras (centro de referência de assistência socia...Solicita  a construção de um  cras (centro de referência de assistência socia...
Solicita a construção de um cras (centro de referência de assistência socia...
drtaylorjr
 
Moraliza brasil
Moraliza brasilMoraliza brasil
Moraliza brasil
Dário Zelli
 
Discurso de posse do vereador Aderson Gouvea
Discurso de posse do vereador Aderson GouveaDiscurso de posse do vereador Aderson Gouvea
Discurso de posse do vereador Aderson Gouvea
deputadamarina
 
Revista cachoeiro rc68
Revista cachoeiro rc68Revista cachoeiro rc68
Revista cachoeiro rc68
Frédéric Decatoire
 
Discurso Paulo Portas encerramento
Discurso Paulo Portas encerramentoDiscurso Paulo Portas encerramento
Discurso Paulo Portas encerramento
Blind Kopy
 
Carta aberta
Carta abertaCarta aberta
Carta aberta
aipaf
 
Guaianas 115
Guaianas 115Guaianas 115
Guaianas 115
cocopequeno007
 
Folha 332
Folha 332Folha 332
Folha 332
cocopequeno007
 
Ermelino 204
Ermelino 204Ermelino 204
Ermelino 204
cocopequeno007
 
2016 Chegou!
2016 Chegou!2016 Chegou!
2016 Chegou!
Rafa Diniz
 
Discurso
DiscursoDiscurso
Discurso
Jamildo Melo
 
O brasil precisa de rumo
O brasil precisa de rumoO brasil precisa de rumo
O brasil precisa de rumo
B&R Consultoria Empresarial
 
ESTADO DE DIREITO - 37 EDIÇÃO
ESTADO DE DIREITO - 37 EDIÇÃOESTADO DE DIREITO - 37 EDIÇÃO
ESTADO DE DIREITO - 37 EDIÇÃO
Estadodedireito
 
Democraciae socialismo
Democraciae socialismoDemocraciae socialismo
Democraciae socialismo
Ps Cartaxo
 
Revista cachoeiro rc74
Revista cachoeiro rc74Revista cachoeiro rc74
Revista cachoeiro rc74
Frédéric Decatoire
 

Mais procurados (17)

Pensamento positivo
Pensamento positivoPensamento positivo
Pensamento positivo
 
Eleições autárquicas – questões para incomodar mandarins
Eleições autárquicas – questões para incomodar mandarinsEleições autárquicas – questões para incomodar mandarins
Eleições autárquicas – questões para incomodar mandarins
 
Solicita a construção de um cras (centro de referência de assistência socia...
Solicita  a construção de um  cras (centro de referência de assistência socia...Solicita  a construção de um  cras (centro de referência de assistência socia...
Solicita a construção de um cras (centro de referência de assistência socia...
 
Moraliza brasil
Moraliza brasilMoraliza brasil
Moraliza brasil
 
Discurso de posse do vereador Aderson Gouvea
Discurso de posse do vereador Aderson GouveaDiscurso de posse do vereador Aderson Gouvea
Discurso de posse do vereador Aderson Gouvea
 
Revista cachoeiro rc68
Revista cachoeiro rc68Revista cachoeiro rc68
Revista cachoeiro rc68
 
Discurso Paulo Portas encerramento
Discurso Paulo Portas encerramentoDiscurso Paulo Portas encerramento
Discurso Paulo Portas encerramento
 
Carta aberta
Carta abertaCarta aberta
Carta aberta
 
Guaianas 115
Guaianas 115Guaianas 115
Guaianas 115
 
Folha 332
Folha 332Folha 332
Folha 332
 
Ermelino 204
Ermelino 204Ermelino 204
Ermelino 204
 
2016 Chegou!
2016 Chegou!2016 Chegou!
2016 Chegou!
 
Discurso
DiscursoDiscurso
Discurso
 
O brasil precisa de rumo
O brasil precisa de rumoO brasil precisa de rumo
O brasil precisa de rumo
 
ESTADO DE DIREITO - 37 EDIÇÃO
ESTADO DE DIREITO - 37 EDIÇÃOESTADO DE DIREITO - 37 EDIÇÃO
ESTADO DE DIREITO - 37 EDIÇÃO
 
Democraciae socialismo
Democraciae socialismoDemocraciae socialismo
Democraciae socialismo
 
Revista cachoeiro rc74
Revista cachoeiro rc74Revista cachoeiro rc74
Revista cachoeiro rc74
 

Destaque

Amigos
AmigosAmigos
Amigos
gretta
 
Accion Canje Motorola
Accion Canje MotorolaAccion Canje Motorola
Accion Canje Motorola
Gastonbraga
 
Presentacion
PresentacionPresentacion
Presentacion
milagros
 
Copia de copia de dulce tkm1711
Copia de copia de dulce tkm1711Copia de copia de dulce tkm1711
Copia de copia de dulce tkm1711
guestcb3e45
 
El Lapiz Tv
El Lapiz TvEl Lapiz Tv
El Lapiz Tv
Carme Ferra
 
Los Animales
Los AnimalesLos Animales
Los Animales
garciamolinero
 

Destaque (6)

Amigos
AmigosAmigos
Amigos
 
Accion Canje Motorola
Accion Canje MotorolaAccion Canje Motorola
Accion Canje Motorola
 
Presentacion
PresentacionPresentacion
Presentacion
 
Copia de copia de dulce tkm1711
Copia de copia de dulce tkm1711Copia de copia de dulce tkm1711
Copia de copia de dulce tkm1711
 
El Lapiz Tv
El Lapiz TvEl Lapiz Tv
El Lapiz Tv
 
Los Animales
Los AnimalesLos Animales
Los Animales
 

Semelhante a Discurso de josé miguel baptista 25 de abril

Opinião
OpiniãoOpinião
Reporter capixaba 84
Reporter capixaba 84Reporter capixaba 84
Reporter capixaba 84
Frédéric Decatoire
 
Trablho para pdf novo
Trablho para pdf novoTrablho para pdf novo
Trablho para pdf novo
fernando_tavora
 
MoçãO RevoluçãO De Mentalidades Nuno Matias
MoçãO RevoluçãO De Mentalidades  Nuno MatiasMoçãO RevoluçãO De Mentalidades  Nuno Matias
MoçãO RevoluçãO De Mentalidades Nuno Matias
25026
 
Tse discurso-de-posse-luis-roberto-barroso-25-05-2020
Tse discurso-de-posse-luis-roberto-barroso-25-05-2020Tse discurso-de-posse-luis-roberto-barroso-25-05-2020
Tse discurso-de-posse-luis-roberto-barroso-25-05-2020
Luís Carlos Nunes
 
MUDAR O PT PARA CONTINUAR MUDANDO O BRASIL
MUDAR O PT PARA CONTINUAR MUDANDO O BRASILMUDAR O PT PARA CONTINUAR MUDANDO O BRASIL
MUDAR O PT PARA CONTINUAR MUDANDO O BRASIL
Rui Falcão
 
Democracia, democracia das empresas e wikileaks
Democracia, democracia das empresas e wikileaksDemocracia, democracia das empresas e wikileaks
Democracia, democracia das empresas e wikileaks
GRAZIA TANTA
 
Reporter capixaba 68
Reporter capixaba 68Reporter capixaba 68
Reporter capixaba 68
Frédéric Decatoire
 
Reporter capixaba 68
Reporter capixaba 68Reporter capixaba 68
Reporter capixaba 68
Frédéric Decatoire
 
ESTADO DE DIREITO - 24 EDIÇÃO
ESTADO DE DIREITO - 24 EDIÇÃOESTADO DE DIREITO - 24 EDIÇÃO
ESTADO DE DIREITO - 24 EDIÇÃO
Estadodedireito
 
Jornal O Coreto maio 2016 - ed.11
Jornal O Coreto   maio 2016 - ed.11Jornal O Coreto   maio 2016 - ed.11
Jornal O Coreto maio 2016 - ed.11
Jobenemar Carvalho
 
Discurso pré candidatura
Discurso pré candidaturaDiscurso pré candidatura
Discurso pré candidatura
Noelia Brito
 
CARTA DO POVO BRASILEIRO -GRITO DAS RUAS
CARTA DO POVO BRASILEIRO -GRITO DAS RUASCARTA DO POVO BRASILEIRO -GRITO DAS RUAS
CARTA DO POVO BRASILEIRO -GRITO DAS RUAS
Marcos Hermano Ribeiro
 
A esperança como padrão político
A esperança como padrão políticoA esperança como padrão político
A esperança como padrão político
pr_afsalbergaria
 
Diz Jornal - Edição 201
Diz Jornal - Edição 201Diz Jornal - Edição 201
Diz Jornal - Edição 201
dizjornal jornal
 
Eleições autárquicas 2013. no regresso da romaria, tudo como dantes
Eleições autárquicas 2013. no regresso da romaria, tudo como dantesEleições autárquicas 2013. no regresso da romaria, tudo como dantes
Eleições autárquicas 2013. no regresso da romaria, tudo como dantes
GRAZIA TANTA
 
Para uma Constituição Democrática com Caráter de Urgência – 3
Para uma Constituição Democrática com Caráter de Urgência – 3Para uma Constituição Democrática com Caráter de Urgência – 3
Para uma Constituição Democrática com Caráter de Urgência – 3
GRAZIA TANTA
 
Discurso de Gonçalo Gaspar na Sessão Solene do 25 de Abril 2011 - Cartaxo
Discurso de Gonçalo Gaspar na Sessão Solene do 25 de Abril  2011 - CartaxoDiscurso de Gonçalo Gaspar na Sessão Solene do 25 de Abril  2011 - Cartaxo
Discurso de Gonçalo Gaspar na Sessão Solene do 25 de Abril 2011 - Cartaxo
goncalofgaspar
 
Autarquias, oligarquias e não democracias
Autarquias, oligarquias e não democraciasAutarquias, oligarquias e não democracias
Autarquias, oligarquias e não democracias
GRAZIA TANTA
 
As últimas eleições autárquicas. observações e comparações
As últimas eleições autárquicas. observações e comparaçõesAs últimas eleições autárquicas. observações e comparações
As últimas eleições autárquicas. observações e comparações
GRAZIA TANTA
 

Semelhante a Discurso de josé miguel baptista 25 de abril (20)

Opinião
OpiniãoOpinião
Opinião
 
Reporter capixaba 84
Reporter capixaba 84Reporter capixaba 84
Reporter capixaba 84
 
Trablho para pdf novo
Trablho para pdf novoTrablho para pdf novo
Trablho para pdf novo
 
MoçãO RevoluçãO De Mentalidades Nuno Matias
MoçãO RevoluçãO De Mentalidades  Nuno MatiasMoçãO RevoluçãO De Mentalidades  Nuno Matias
MoçãO RevoluçãO De Mentalidades Nuno Matias
 
Tse discurso-de-posse-luis-roberto-barroso-25-05-2020
Tse discurso-de-posse-luis-roberto-barroso-25-05-2020Tse discurso-de-posse-luis-roberto-barroso-25-05-2020
Tse discurso-de-posse-luis-roberto-barroso-25-05-2020
 
MUDAR O PT PARA CONTINUAR MUDANDO O BRASIL
MUDAR O PT PARA CONTINUAR MUDANDO O BRASILMUDAR O PT PARA CONTINUAR MUDANDO O BRASIL
MUDAR O PT PARA CONTINUAR MUDANDO O BRASIL
 
Democracia, democracia das empresas e wikileaks
Democracia, democracia das empresas e wikileaksDemocracia, democracia das empresas e wikileaks
Democracia, democracia das empresas e wikileaks
 
Reporter capixaba 68
Reporter capixaba 68Reporter capixaba 68
Reporter capixaba 68
 
Reporter capixaba 68
Reporter capixaba 68Reporter capixaba 68
Reporter capixaba 68
 
ESTADO DE DIREITO - 24 EDIÇÃO
ESTADO DE DIREITO - 24 EDIÇÃOESTADO DE DIREITO - 24 EDIÇÃO
ESTADO DE DIREITO - 24 EDIÇÃO
 
Jornal O Coreto maio 2016 - ed.11
Jornal O Coreto   maio 2016 - ed.11Jornal O Coreto   maio 2016 - ed.11
Jornal O Coreto maio 2016 - ed.11
 
Discurso pré candidatura
Discurso pré candidaturaDiscurso pré candidatura
Discurso pré candidatura
 
CARTA DO POVO BRASILEIRO -GRITO DAS RUAS
CARTA DO POVO BRASILEIRO -GRITO DAS RUASCARTA DO POVO BRASILEIRO -GRITO DAS RUAS
CARTA DO POVO BRASILEIRO -GRITO DAS RUAS
 
A esperança como padrão político
A esperança como padrão políticoA esperança como padrão político
A esperança como padrão político
 
Diz Jornal - Edição 201
Diz Jornal - Edição 201Diz Jornal - Edição 201
Diz Jornal - Edição 201
 
Eleições autárquicas 2013. no regresso da romaria, tudo como dantes
Eleições autárquicas 2013. no regresso da romaria, tudo como dantesEleições autárquicas 2013. no regresso da romaria, tudo como dantes
Eleições autárquicas 2013. no regresso da romaria, tudo como dantes
 
Para uma Constituição Democrática com Caráter de Urgência – 3
Para uma Constituição Democrática com Caráter de Urgência – 3Para uma Constituição Democrática com Caráter de Urgência – 3
Para uma Constituição Democrática com Caráter de Urgência – 3
 
Discurso de Gonçalo Gaspar na Sessão Solene do 25 de Abril 2011 - Cartaxo
Discurso de Gonçalo Gaspar na Sessão Solene do 25 de Abril  2011 - CartaxoDiscurso de Gonçalo Gaspar na Sessão Solene do 25 de Abril  2011 - Cartaxo
Discurso de Gonçalo Gaspar na Sessão Solene do 25 de Abril 2011 - Cartaxo
 
Autarquias, oligarquias e não democracias
Autarquias, oligarquias e não democraciasAutarquias, oligarquias e não democracias
Autarquias, oligarquias e não democracias
 
As últimas eleições autárquicas. observações e comparações
As últimas eleições autárquicas. observações e comparaçõesAs últimas eleições autárquicas. observações e comparações
As últimas eleições autárquicas. observações e comparações
 

Mais de jsdstr

Rateio I Congresso JSD Regional de Santarém
Rateio I Congresso JSD Regional de SantarémRateio I Congresso JSD Regional de Santarém
Rateio I Congresso JSD Regional de Santarém
jsdstr
 
JSD Golegã - CMJ 2012
JSD Golegã - CMJ 2012JSD Golegã - CMJ 2012
JSD Golegã - CMJ 2012jsdstr
 
JSD Golegã - Comunicado Orçamento 2012
JSD Golegã - Comunicado Orçamento 2012JSD Golegã - Comunicado Orçamento 2012
JSD Golegã - Comunicado Orçamento 2012
jsdstr
 
Newsletter JASD Santarém (Maio 2011)
Newsletter JASD Santarém (Maio 2011)Newsletter JASD Santarém (Maio 2011)
Newsletter JASD Santarém (Maio 2011)
jsdstr
 
Proposta de alteração do regulamento municipal para atribuição de bolsas de e...
Proposta de alteração do regulamento municipal para atribuição de bolsas de e...Proposta de alteração do regulamento municipal para atribuição de bolsas de e...
Proposta de alteração do regulamento municipal para atribuição de bolsas de e...
jsdstr
 
Proposta de Alteração do Regulamento Municipal para Atribuição de Bolsas de E...
Proposta de Alteração do Regulamento Municipal para Atribuição de Bolsas de E...Proposta de Alteração do Regulamento Municipal para Atribuição de Bolsas de E...
Proposta de Alteração do Regulamento Municipal para Atribuição de Bolsas de E...
jsdstr
 
Newsletter JASD Santarém (MAIO2011)
Newsletter JASD Santarém (MAIO2011)Newsletter JASD Santarém (MAIO2011)
Newsletter JASD Santarém (MAIO2011)
jsdstr
 
Noticia Jornal O Ribatejo (17 Março)
Noticia Jornal O Ribatejo (17 Março)Noticia Jornal O Ribatejo (17 Março)
Noticia Jornal O Ribatejo (17 Março)jsdstr
 
Oribatejo -
Oribatejo - Oribatejo -
Oribatejo - jsdstr
 
Recomendação JSD Almeirim
Recomendação JSD AlmeirimRecomendação JSD Almeirim
Recomendação JSD Almeirim
jsdstr
 
Moção PSD Cartaxo: Registo de Documentos na AMC (22 fevereiro 2011)
Moção PSD Cartaxo: Registo de Documentos na AMC (22 fevereiro 2011)Moção PSD Cartaxo: Registo de Documentos na AMC (22 fevereiro 2011)
Moção PSD Cartaxo: Registo de Documentos na AMC (22 fevereiro 2011)
jsdstr
 
Proposta Maior Proximidade, Maior Participação
Proposta Maior Proximidade, Maior ParticipaçãoProposta Maior Proximidade, Maior Participação
Proposta Maior Proximidade, Maior Participação
jsdstr
 
Apreciação da Actividade Municipal - JSD Golegã
Apreciação da Actividade Municipal - JSD GolegãApreciação da Actividade Municipal - JSD Golegã
Apreciação da Actividade Municipal - JSD Golegã
jsdstr
 
Recomendação - Praça ou Avenida com nome Francisco Sá Carneiro
Recomendação - Praça ou Avenida com nome Francisco Sá CarneiroRecomendação - Praça ou Avenida com nome Francisco Sá Carneiro
Recomendação - Praça ou Avenida com nome Francisco Sá Carneiro
jsdstr
 
Comunicado junta freguesa do souto
Comunicado junta freguesa do soutoComunicado junta freguesa do souto
Comunicado junta freguesa do souto
jsdstr
 
Voto protesto conselho municipal da juventude - skate park
Voto protesto   conselho municipal da juventude - skate parkVoto protesto   conselho municipal da juventude - skate park
Voto protesto conselho municipal da juventude - skate park
jsdstr
 
Propostas assembleia municipal golega proposta voto distincao e louvor bomb...
Propostas assembleia municipal golega   proposta voto distincao e louvor bomb...Propostas assembleia municipal golega   proposta voto distincao e louvor bomb...
Propostas assembleia municipal golega proposta voto distincao e louvor bomb...
jsdstr
 
Press–release
Press–releasePress–release
Press–release
jsdstr
 
Moção distrital jsd santarém xxi congresso nacional da jsd
Moção distrital jsd santarém   xxi congresso nacional da jsdMoção distrital jsd santarém   xxi congresso nacional da jsd
Moção distrital jsd santarém xxi congresso nacional da jsd
jsdstr
 

Mais de jsdstr (19)

Rateio I Congresso JSD Regional de Santarém
Rateio I Congresso JSD Regional de SantarémRateio I Congresso JSD Regional de Santarém
Rateio I Congresso JSD Regional de Santarém
 
JSD Golegã - CMJ 2012
JSD Golegã - CMJ 2012JSD Golegã - CMJ 2012
JSD Golegã - CMJ 2012
 
JSD Golegã - Comunicado Orçamento 2012
JSD Golegã - Comunicado Orçamento 2012JSD Golegã - Comunicado Orçamento 2012
JSD Golegã - Comunicado Orçamento 2012
 
Newsletter JASD Santarém (Maio 2011)
Newsletter JASD Santarém (Maio 2011)Newsletter JASD Santarém (Maio 2011)
Newsletter JASD Santarém (Maio 2011)
 
Proposta de alteração do regulamento municipal para atribuição de bolsas de e...
Proposta de alteração do regulamento municipal para atribuição de bolsas de e...Proposta de alteração do regulamento municipal para atribuição de bolsas de e...
Proposta de alteração do regulamento municipal para atribuição de bolsas de e...
 
Proposta de Alteração do Regulamento Municipal para Atribuição de Bolsas de E...
Proposta de Alteração do Regulamento Municipal para Atribuição de Bolsas de E...Proposta de Alteração do Regulamento Municipal para Atribuição de Bolsas de E...
Proposta de Alteração do Regulamento Municipal para Atribuição de Bolsas de E...
 
Newsletter JASD Santarém (MAIO2011)
Newsletter JASD Santarém (MAIO2011)Newsletter JASD Santarém (MAIO2011)
Newsletter JASD Santarém (MAIO2011)
 
Noticia Jornal O Ribatejo (17 Março)
Noticia Jornal O Ribatejo (17 Março)Noticia Jornal O Ribatejo (17 Março)
Noticia Jornal O Ribatejo (17 Março)
 
Oribatejo -
Oribatejo - Oribatejo -
Oribatejo -
 
Recomendação JSD Almeirim
Recomendação JSD AlmeirimRecomendação JSD Almeirim
Recomendação JSD Almeirim
 
Moção PSD Cartaxo: Registo de Documentos na AMC (22 fevereiro 2011)
Moção PSD Cartaxo: Registo de Documentos na AMC (22 fevereiro 2011)Moção PSD Cartaxo: Registo de Documentos na AMC (22 fevereiro 2011)
Moção PSD Cartaxo: Registo de Documentos na AMC (22 fevereiro 2011)
 
Proposta Maior Proximidade, Maior Participação
Proposta Maior Proximidade, Maior ParticipaçãoProposta Maior Proximidade, Maior Participação
Proposta Maior Proximidade, Maior Participação
 
Apreciação da Actividade Municipal - JSD Golegã
Apreciação da Actividade Municipal - JSD GolegãApreciação da Actividade Municipal - JSD Golegã
Apreciação da Actividade Municipal - JSD Golegã
 
Recomendação - Praça ou Avenida com nome Francisco Sá Carneiro
Recomendação - Praça ou Avenida com nome Francisco Sá CarneiroRecomendação - Praça ou Avenida com nome Francisco Sá Carneiro
Recomendação - Praça ou Avenida com nome Francisco Sá Carneiro
 
Comunicado junta freguesa do souto
Comunicado junta freguesa do soutoComunicado junta freguesa do souto
Comunicado junta freguesa do souto
 
Voto protesto conselho municipal da juventude - skate park
Voto protesto   conselho municipal da juventude - skate parkVoto protesto   conselho municipal da juventude - skate park
Voto protesto conselho municipal da juventude - skate park
 
Propostas assembleia municipal golega proposta voto distincao e louvor bomb...
Propostas assembleia municipal golega   proposta voto distincao e louvor bomb...Propostas assembleia municipal golega   proposta voto distincao e louvor bomb...
Propostas assembleia municipal golega proposta voto distincao e louvor bomb...
 
Press–release
Press–releasePress–release
Press–release
 
Moção distrital jsd santarém xxi congresso nacional da jsd
Moção distrital jsd santarém   xxi congresso nacional da jsdMoção distrital jsd santarém   xxi congresso nacional da jsd
Moção distrital jsd santarém xxi congresso nacional da jsd
 

Último

Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdfCertificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
joaovmp3
 
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdfTOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
Momento da Informática
 
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
Faga1939
 
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdfManual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas PráticasSegurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Danilo Pinotti
 
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptxLogica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Momento da Informática
 
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptxHistória da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
TomasSousa7
 
DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdf
DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdfDESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdf
DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdf
Momento da Informática
 

Último (8)

Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdfCertificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
 
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdfTOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
 
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
 
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdfManual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
 
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas PráticasSegurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
 
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptxLogica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
 
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptxHistória da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
 
DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdf
DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdfDESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdf
DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdf
 

Discurso de josé miguel baptista 25 de abril

  • 1. - Exma. Sra. Presidente da Assembleia Municipal do Entroncamento, Dra. Isilda Aguincha; - Exmo. Sr. Presidente do Município do Entroncamento, Sr. Jaime Ramos e distintos Vereadores; - Exmos. Srs. Presidentes das Juntas de Freguesia de Nossa Senhora de Fátima e de São João Baptista, Sr. Manuel Bilreiro e Dra. Teresa Martins, respectivamente; - Srs. Eleitos Municipais e de Freguesia; - Autoridades Civis e Militares e Autoridades Religiosas; - Senhoras e Senhores Convidados; - Minhas Senhoras e Meus Senhores; Tornou-se hábito corrente na sociedade portuguesa, nas cerimónias anuais de exaltação desta data, relembrar Abril como a vida da Nação portuguesa e o princípio de um tempo de glórias e sucessos que se diz ter culminado num fracasso político em toda a linha e do qual resta hoje um Portugal cinzento, longe do progresso e sem paralelo com os seus pares. Portugal, o ente bem comportado da velha Europa é hoje, indiscutivelmente, o incumpridor, o elo mais fraco, o que se ajoelha diante das Nações ditas civilizadas a pedir confiança. A confiança advém da credibilidade e esta só os que a praticam são dignos de a ostentar. Muitos são aqueles que, em nome da Pátria, se serviram dela em vez de a servirem, usaram um país em lugar de o enaltecerem. Hoje, o dia que alguns querem tomar como sua propriedade, parece-me um dia perfeito para relembrar aos mais esquecidos que Portugal é fruto de uma conquista com mais de oito séculos, com as fronteiras mais antigas da Europa e com a democracia como regime implementado, mesmo que com os erros que todos admitimos. Abril, ou seja, a democracia não é conquista senão de um povo como um todo e está muito para além do uso de um adereço floral que em si não é mais do que isso mesmo, um adereço. O mesmo povo que outrora viu os seus filhos deixados à sorte numa guerra inglória em nome da pátria. A mesma pátria que deixou milhares de famílias numa verdadeira agonia social que, ao regressarem ao seu país, desprotegidos pela infeliz política de descolonização, se viram forçadas a lançar de novo a rede à sorte. Se as escolhas políticas de outrora foram manifestamente erradas e os seus agentes benevolamente tratados, o que se pede hoje à classe política é que na sua acção 1
  • 2. prestigie os lugares que ocupa e ambicione uma Nação forte e soberana sem poderes ocultos nem agendas escondidas. Minhas Senhoras e Meus Senhores, Portugal vive hoje uma espécie de regime transitório em que se arma betão e se deixa a factura para os que vêm a seguir pagarem, se fazem escolhas, a maioria das quais infundadas, sem uma visão de futuro e de sustentabilidade. Num momento em que a soberania do país é afectada e as contas públicas alvo de inúmeras reticências, a classe política governativa optou por preferir deixar a factura do que hoje se consome para aqueles que certamente não vão usufruir dela, que provavelmente não terão sistema de saúde universal nem sistema de pensões. São os jovens de hoje e os seus filhos que vão pagar a factura da festa exuberante que outros fizeram com o único objectivo de lerem o seu nome em placas de inaugurações e correrem o país criando a figura mítica de um líder, à semelhança de uma verdadeira ditadura, digna de uma claustrofobia democrática como já a denominaram. Para se ser governante nos dias de hoje é essencial ter uma visão de futuro e perspectivar no futuro o impacto das medidas que se tomam, em vez de olhar para o curto espaço de tempo como é apanágio governativo. Mas Abril é também um sinal da conquista do poder local. No Entroncamento dizer que Abril é hoje alvo de violentos ataques pela Administração Central é uma verdade que não pode passar despercebida. Diariamente, à revelia dos seus parceiros, São Bento imputa responsabilidades às autarquias sem as dotar das devidas dotações financeiras, avoluma as dívidas de transferências devidas e altera as regras do jogo a meio do inglório tabuleiro de movimentações de interesses pessoais. O poder local tem hoje as duas mãos estendidas: uma para o Governo com que pede o que este lhe deve, e outra para as populações a quem tem que acorrer nas situações de agonia que vivem, fruto duma catastrófica governação e duma crise em muito influenciada por uma gestão danosa. 2
  • 3. Falar hoje em Justiça Inter-Geracional é falar em escolhas, em compromissos, em visões de futuro, em perspectivar um dia melhor aos agentes vindouros que não se sabe se conseguirão fazer face aos encargos que a geração que hoje está no poder lhes deixa. Falar em Justiça Inter-Geracional é apelar aos decisores políticos de hoje para que mostrem aos cidadãos que são superiores a qualquer eleitoralismo barato e que são dignos de servirem o Regime em lugar de se servirem dele. O alheamento dos cidadãos do direito ao voto, que é o maior exercício de soberania ao seu dispor, num Regime Democrático, é reflexo de sucessivos actos de descrença num Estado em que uns ditam e outros obedecem. Este conceito de Justiça Inter-Geracional, que urge colocar em prática, deve basear-se em seis pilares, sendo eles: a Criação de um Alto Comissário para a Justiça Inter- geracional; a avaliação de decisões no âmbito das Finanças Públicas; o impedimento de acumulação abusiva de riquezas; a promoção da natalidade; o facilitar a integração dos jovens emigrantes portugueses que pretendam regressar a Portugal e o promover da sustentabilidade da segurança social. A 25 de Abril de 1974 este jovem que hoje se dirige a vós que é o autarca mais novo em funções na nossa autarquia, eleito pelo Partido Social Democrata, o único partido que ousou acreditar numa nova geração a ponto de a trazer aos órgãos decisórios desta Autarquia, não era ainda nascido. Não conhecia um país que é também o seu, no qual tem orgulho e no qual acredita. Acredito que Portugal é muito mais do que o descrédito com que os outros nos vêem, que somos capazes de superar a descrença e voltar aos tempos de glória, com políticas sérias e ponderadas, sem megalomanias e teorias da conspiração que mais não são do que formas de ocultar a realidade, falando Verdade. Viva o Entroncamento! Viva Portugal! Disse. José Filipe Baptista 3