SlideShare uma empresa Scribd logo
DIAGRAMAS DE EQUILÍBRIO DE FASES OU
DIAGRAMAS DE FASES
Grupo 3:
Liga magnésio(Mg)-chumbo(Pb)
Edvaldo Patricio Neto
Luma Marques Rocha
Isabelle Santos
Victor Mendes
DIAGRAMA DE FASES;
O diagrama de fases de um sistema binário em
equilíbrio fornece:
1) As fases presentes.
2) A composição dessas fases.
3) As proporções de cada fase.
1) As fases
presentes.
2) A composição
dessas fases.
3As proporções de
cada fase.
REGRA DAS FASES DE GIBBS;
A lei das fases de Gibbs indica o número de fases que
irão coexistir em um sistema em equilíbrio:
P + F = C + N
 P = número de fases presentes
 F = número de variáveis externamente controladas
(pressão, temperatura, composição, etc.) que deve ser
especificado para definir o estado do sistema
 C = número de componentes do sistema
 N = número de variáveis que não estão relacionadas à
composição (temperatura e pressão, por exemplo)
REGRA DAS FASES DE GIBBIS;
Ex.: Sistema Mg-Pb
 N = 1 pois,
p = const. (apenas Temp.)
 P = 1(somente α)
 C = 2
Substituindo na Regra de
Gibbs
 F = 2 +1 – 1 = 2
Isto significa que , para
descrever uma liga em
uma região monofásica
para uma pressão
constante, precisamos
definir apenas
temperatura e
composição.
REGRA DA
ALAVANCA:
PORCENTAGEM DE MASSA
DAS FASES:
FASE LÍQUIDA:
L = S .
R+S
FASE SÓLIDA:
S = R .
R+S
RESPOSTA: L=64% (PB), S=36%(PB)
CL=30 Cα=58
S
R
R+S
C0=40
=Cα-C0
Cα-CL
=C0-CL
Cα-CL
MUDANÇAS NAS FASES DURANTE O
AQUECIMENTO;
MUDANÇAS NAS FASES DURANTE O
AQUECIMENTO;
MUDANÇAS NAS FASES DURANTE O
AQUECIMENTO;
MUDANÇAS NAS FASES DURANTE O
AQUECIMENTO;
MUDANÇAS NAS FASES DURANTE O
AQUECIMENTO;
MUDANÇAS NAS FASES DURANTE O
AQUECIMENTO;
DIAGRAMA EUTÉTICO;
Diagrama de fases eutético binário com
solução sólida limitada.
DIAGRAMA PERITÉTICO;
Reação Peritética:
AB L+B
aquecimento
DIAGRAMA DE FASES MG-PB;
DIAGRAMA BINÁRIO GERAL;
Exemplo de um diagrama
geral (diagrama eutético).
DIAGRAMA DE EQUILÍBRIO COM
COMPOSTO INTERMEDIÁRIO;
DIAGRAMA MG-PB – AS LINHAS;
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS;
 Ciência dos Materiais, 6ª edição, James
Shackelford.
 Ciência e engenharia dos materiais Uma
introdução, 7ª edição, William Callister Jr.
 www.cienciadosmateriais.org
 https://secure.docstoc.com/pass?doc_id=12275723
1

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Equilibrio Químico - Conteúdo completo
Equilibrio Químico - Conteúdo completoEquilibrio Químico - Conteúdo completo
Equilibrio Químico - Conteúdo completo
Rosbergue Lúcio
 
Capitulo 2 balanço de massa
Capitulo 2   balanço de massaCapitulo 2   balanço de massa
Capitulo 2 balanço de massa
Pk Keller
 
Mecânica dos fluidos
Mecânica dos fluidosMecânica dos fluidos
Mecânica dos fluidos
Alessandro Lisboa
 
Aula de EDO - Lei do Resfriamento de Newton
Aula de EDO - Lei do Resfriamento de NewtonAula de EDO - Lei do Resfriamento de Newton
Aula de EDO - Lei do Resfriamento de Newton
Cristiane Petry Lima
 
Complexos aula 1 (1)
Complexos aula 1 (1)Complexos aula 1 (1)
Complexos aula 1 (1)
imperador Bruno Lafaeti
 
Lista - fenômenos de superfície
Lista - fenômenos de superfícieLista - fenômenos de superfície
Lista - fenômenos de superfície
Márcio Martins
 
Ciencia dos Materiais- ligacoes quimicas
Ciencia dos Materiais- ligacoes quimicasCiencia dos Materiais- ligacoes quimicas
Ciencia dos Materiais- ligacoes quimicas
Rui Romeu Fiapiola
 
introdução ao balanço de massa
introdução ao balanço de massaintrodução ao balanço de massa
introdução ao balanço de massa
mlbf23
 
Estruturas cristalinas
Estruturas cristalinasEstruturas cristalinas
Estruturas cristalinas
elizethalves
 
Relatório de física 3 lei de ohm
Relatório de física 3  lei de ohmRelatório de física 3  lei de ohm
Relatório de física 3 lei de ohm
Antonio Rizonaldo Lima de Oliveira
 
5 diagrama ferro carbono
5 diagrama ferro carbono5 diagrama ferro carbono
5 diagrama ferro carbono
Thulio Cesar
 
Relatório de tração
Relatório de traçãoRelatório de tração
Relatório de tração
Almir Luis
 
Relatorio sobre calorimetria (3)
Relatorio sobre calorimetria (3)Relatorio sobre calorimetria (3)
Relatorio sobre calorimetria (3)
Tuane Paixão
 
Relatório pêndulo simples turma t5
Relatório pêndulo simples   turma t5Relatório pêndulo simples   turma t5
Relatório pêndulo simples turma t5
Roberto Leao
 
Aula 8 -_proc_redox
Aula 8 -_proc_redoxAula 8 -_proc_redox
Aula 8 -_proc_redox
Janaina Leitinho
 
Relatório física experimental 03 (condições de equilibrio)
Relatório física experimental 03 (condições de equilibrio)Relatório física experimental 03 (condições de equilibrio)
Relatório física experimental 03 (condições de equilibrio)
Cleisianne Barbosa
 
Teoria do campo cristalino
Teoria do campo cristalinoTeoria do campo cristalino
Teoria do campo cristalino
Fernando Santos
 
Exercicios resolvidos de resmat mecsol
Exercicios resolvidos de resmat mecsolExercicios resolvidos de resmat mecsol
Exercicios resolvidos de resmat mecsol
Danieli Franco Mota
 
Compostos de Coordenação
 Compostos de Coordenação Compostos de Coordenação
Compostos de Coordenação
l t
 
Aula 13 balanço de massa - prof. nelson (area 1) - 29.04.11
Aula 13   balanço de massa - prof. nelson (area 1) - 29.04.11Aula 13   balanço de massa - prof. nelson (area 1) - 29.04.11
Aula 13 balanço de massa - prof. nelson (area 1) - 29.04.11
Nelson Virgilio Carvalho Filho
 

Mais procurados (20)

Equilibrio Químico - Conteúdo completo
Equilibrio Químico - Conteúdo completoEquilibrio Químico - Conteúdo completo
Equilibrio Químico - Conteúdo completo
 
Capitulo 2 balanço de massa
Capitulo 2   balanço de massaCapitulo 2   balanço de massa
Capitulo 2 balanço de massa
 
Mecânica dos fluidos
Mecânica dos fluidosMecânica dos fluidos
Mecânica dos fluidos
 
Aula de EDO - Lei do Resfriamento de Newton
Aula de EDO - Lei do Resfriamento de NewtonAula de EDO - Lei do Resfriamento de Newton
Aula de EDO - Lei do Resfriamento de Newton
 
Complexos aula 1 (1)
Complexos aula 1 (1)Complexos aula 1 (1)
Complexos aula 1 (1)
 
Lista - fenômenos de superfície
Lista - fenômenos de superfícieLista - fenômenos de superfície
Lista - fenômenos de superfície
 
Ciencia dos Materiais- ligacoes quimicas
Ciencia dos Materiais- ligacoes quimicasCiencia dos Materiais- ligacoes quimicas
Ciencia dos Materiais- ligacoes quimicas
 
introdução ao balanço de massa
introdução ao balanço de massaintrodução ao balanço de massa
introdução ao balanço de massa
 
Estruturas cristalinas
Estruturas cristalinasEstruturas cristalinas
Estruturas cristalinas
 
Relatório de física 3 lei de ohm
Relatório de física 3  lei de ohmRelatório de física 3  lei de ohm
Relatório de física 3 lei de ohm
 
5 diagrama ferro carbono
5 diagrama ferro carbono5 diagrama ferro carbono
5 diagrama ferro carbono
 
Relatório de tração
Relatório de traçãoRelatório de tração
Relatório de tração
 
Relatorio sobre calorimetria (3)
Relatorio sobre calorimetria (3)Relatorio sobre calorimetria (3)
Relatorio sobre calorimetria (3)
 
Relatório pêndulo simples turma t5
Relatório pêndulo simples   turma t5Relatório pêndulo simples   turma t5
Relatório pêndulo simples turma t5
 
Aula 8 -_proc_redox
Aula 8 -_proc_redoxAula 8 -_proc_redox
Aula 8 -_proc_redox
 
Relatório física experimental 03 (condições de equilibrio)
Relatório física experimental 03 (condições de equilibrio)Relatório física experimental 03 (condições de equilibrio)
Relatório física experimental 03 (condições de equilibrio)
 
Teoria do campo cristalino
Teoria do campo cristalinoTeoria do campo cristalino
Teoria do campo cristalino
 
Exercicios resolvidos de resmat mecsol
Exercicios resolvidos de resmat mecsolExercicios resolvidos de resmat mecsol
Exercicios resolvidos de resmat mecsol
 
Compostos de Coordenação
 Compostos de Coordenação Compostos de Coordenação
Compostos de Coordenação
 
Aula 13 balanço de massa - prof. nelson (area 1) - 29.04.11
Aula 13   balanço de massa - prof. nelson (area 1) - 29.04.11Aula 13   balanço de massa - prof. nelson (area 1) - 29.04.11
Aula 13 balanço de massa - prof. nelson (area 1) - 29.04.11
 

Destaque

Apostila cm
Apostila cmApostila cm
Apostila cm
Julyanne Rodrigues
 
Equilíbrio de fases em sistema simples (1)
Equilíbrio de fases em sistema simples (1)Equilíbrio de fases em sistema simples (1)
Equilíbrio de fases em sistema simples (1)
Raineldes Cruz
 
Diagramas De Fase
Diagramas De FaseDiagramas De Fase
Diagramas de Equilibrio e Transformações
Diagramas de Equilibrio e TransformaçõesDiagramas de Equilibrio e Transformações
Diagramas de Equilibrio e Transformações
Daphiny Pottmaier
 
Diagrama de fases e equilibrio
Diagrama de fases e equilibrioDiagrama de fases e equilibrio
Diagrama de fases e equilibrio
LukasSeize
 
INTERPRETACIÓN DE DIAGRAMAS DE FASES
INTERPRETACIÓN DE DIAGRAMAS DE FASESINTERPRETACIÓN DE DIAGRAMAS DE FASES
INTERPRETACIÓN DE DIAGRAMAS DE FASES
INSTITUTO TECNOLÓGICO DE SONORA
 
Diagramas de fases ejercicios y problemas
Diagramas de fases ejercicios y problemasDiagramas de fases ejercicios y problemas
Diagramas de fases ejercicios y problemas
Ignacio Roldán Nogueras
 
Ejemplos de diagramas_de_fases (1)
Ejemplos de diagramas_de_fases (1)Ejemplos de diagramas_de_fases (1)
Ejemplos de diagramas_de_fases (1)
Percy Fernando Meruvia Rojas
 
Aula 3 diagr das fases
Aula 3   diagr das fasesAula 3   diagr das fases
Aula 3 diagr das fases
Roberto Villardo
 
Infografa silicio-germanio-galio
Infografa silicio-germanio-galioInfografa silicio-germanio-galio
Infografa silicio-germanio-galio
Romain Torre
 
Aula9 diagrama de_sequencia
Aula9 diagrama de_sequenciaAula9 diagrama de_sequencia
Aula9 diagrama de_sequencia
Portal_do_estudante_ADS
 
03 estrutura introdução ciência materiais
03   estrutura introdução ciência materiais03   estrutura introdução ciência materiais
03 estrutura introdução ciência materiais
Breno Felipe Lopes
 
5iagrama ferro carbono
5iagrama ferro carbono 5iagrama ferro carbono
5iagrama ferro carbono
Jair Galdino
 
Equilibrio de precipitação
Equilibrio de precipitaçãoEquilibrio de precipitação
Equilibrio de precipitação
Adrianne Mendonça
 
Apresentacao ciencia dos materiais
Apresentacao ciencia dos materiais Apresentacao ciencia dos materiais
Apresentacao ciencia dos materiais
LukasSeize
 
1.1 ciências dos materiais
1.1   ciências dos materiais1.1   ciências dos materiais
1.1 ciências dos materiais
Laura Fernanda Silveira
 
UML - Diagrama de Pacotes
UML - Diagrama de PacotesUML - Diagrama de Pacotes
UML - Diagrama de Pacotes
Wellington Oliveira
 
Sistema ternário
Sistema ternárioSistema ternário
Sistema ternário
Cristiano Amorim
 
Tema5 diagramas de-fase-final
Tema5 diagramas de-fase-finalTema5 diagramas de-fase-final
Tema5 diagramas de-fase-final
Maria Jesus Peralias Hidalgo
 
Aula 2 estrutura cristalina
Aula 2   estrutura cristalinaAula 2   estrutura cristalina
Aula 2 estrutura cristalina
Roberto Villardo
 

Destaque (20)

Apostila cm
Apostila cmApostila cm
Apostila cm
 
Equilíbrio de fases em sistema simples (1)
Equilíbrio de fases em sistema simples (1)Equilíbrio de fases em sistema simples (1)
Equilíbrio de fases em sistema simples (1)
 
Diagramas De Fase
Diagramas De FaseDiagramas De Fase
Diagramas De Fase
 
Diagramas de Equilibrio e Transformações
Diagramas de Equilibrio e TransformaçõesDiagramas de Equilibrio e Transformações
Diagramas de Equilibrio e Transformações
 
Diagrama de fases e equilibrio
Diagrama de fases e equilibrioDiagrama de fases e equilibrio
Diagrama de fases e equilibrio
 
INTERPRETACIÓN DE DIAGRAMAS DE FASES
INTERPRETACIÓN DE DIAGRAMAS DE FASESINTERPRETACIÓN DE DIAGRAMAS DE FASES
INTERPRETACIÓN DE DIAGRAMAS DE FASES
 
Diagramas de fases ejercicios y problemas
Diagramas de fases ejercicios y problemasDiagramas de fases ejercicios y problemas
Diagramas de fases ejercicios y problemas
 
Ejemplos de diagramas_de_fases (1)
Ejemplos de diagramas_de_fases (1)Ejemplos de diagramas_de_fases (1)
Ejemplos de diagramas_de_fases (1)
 
Aula 3 diagr das fases
Aula 3   diagr das fasesAula 3   diagr das fases
Aula 3 diagr das fases
 
Infografa silicio-germanio-galio
Infografa silicio-germanio-galioInfografa silicio-germanio-galio
Infografa silicio-germanio-galio
 
Aula9 diagrama de_sequencia
Aula9 diagrama de_sequenciaAula9 diagrama de_sequencia
Aula9 diagrama de_sequencia
 
03 estrutura introdução ciência materiais
03   estrutura introdução ciência materiais03   estrutura introdução ciência materiais
03 estrutura introdução ciência materiais
 
5iagrama ferro carbono
5iagrama ferro carbono 5iagrama ferro carbono
5iagrama ferro carbono
 
Equilibrio de precipitação
Equilibrio de precipitaçãoEquilibrio de precipitação
Equilibrio de precipitação
 
Apresentacao ciencia dos materiais
Apresentacao ciencia dos materiais Apresentacao ciencia dos materiais
Apresentacao ciencia dos materiais
 
1.1 ciências dos materiais
1.1   ciências dos materiais1.1   ciências dos materiais
1.1 ciências dos materiais
 
UML - Diagrama de Pacotes
UML - Diagrama de PacotesUML - Diagrama de Pacotes
UML - Diagrama de Pacotes
 
Sistema ternário
Sistema ternárioSistema ternário
Sistema ternário
 
Tema5 diagramas de-fase-final
Tema5 diagramas de-fase-finalTema5 diagramas de-fase-final
Tema5 diagramas de-fase-final
 
Aula 2 estrutura cristalina
Aula 2   estrutura cristalinaAula 2   estrutura cristalina
Aula 2 estrutura cristalina
 

Diagramas de equilíbrio de fases mg pb

  • 1. DIAGRAMAS DE EQUILÍBRIO DE FASES OU DIAGRAMAS DE FASES Grupo 3: Liga magnésio(Mg)-chumbo(Pb) Edvaldo Patricio Neto Luma Marques Rocha Isabelle Santos Victor Mendes
  • 2. DIAGRAMA DE FASES; O diagrama de fases de um sistema binário em equilíbrio fornece: 1) As fases presentes. 2) A composição dessas fases. 3) As proporções de cada fase. 1) As fases presentes. 2) A composição dessas fases. 3As proporções de cada fase.
  • 3. REGRA DAS FASES DE GIBBS; A lei das fases de Gibbs indica o número de fases que irão coexistir em um sistema em equilíbrio: P + F = C + N  P = número de fases presentes  F = número de variáveis externamente controladas (pressão, temperatura, composição, etc.) que deve ser especificado para definir o estado do sistema  C = número de componentes do sistema  N = número de variáveis que não estão relacionadas à composição (temperatura e pressão, por exemplo)
  • 4. REGRA DAS FASES DE GIBBIS; Ex.: Sistema Mg-Pb  N = 1 pois, p = const. (apenas Temp.)  P = 1(somente α)  C = 2 Substituindo na Regra de Gibbs  F = 2 +1 – 1 = 2 Isto significa que , para descrever uma liga em uma região monofásica para uma pressão constante, precisamos definir apenas temperatura e composição.
  • 5. REGRA DA ALAVANCA: PORCENTAGEM DE MASSA DAS FASES: FASE LÍQUIDA: L = S . R+S FASE SÓLIDA: S = R . R+S RESPOSTA: L=64% (PB), S=36%(PB) CL=30 Cα=58 S R R+S C0=40 =Cα-C0 Cα-CL =C0-CL Cα-CL
  • 6. MUDANÇAS NAS FASES DURANTE O AQUECIMENTO;
  • 7. MUDANÇAS NAS FASES DURANTE O AQUECIMENTO;
  • 8. MUDANÇAS NAS FASES DURANTE O AQUECIMENTO;
  • 9. MUDANÇAS NAS FASES DURANTE O AQUECIMENTO;
  • 10. MUDANÇAS NAS FASES DURANTE O AQUECIMENTO;
  • 11. MUDANÇAS NAS FASES DURANTE O AQUECIMENTO;
  • 12. DIAGRAMA EUTÉTICO; Diagrama de fases eutético binário com solução sólida limitada.
  • 15. DIAGRAMA BINÁRIO GERAL; Exemplo de um diagrama geral (diagrama eutético).
  • 16. DIAGRAMA DE EQUILÍBRIO COM COMPOSTO INTERMEDIÁRIO;
  • 17. DIAGRAMA MG-PB – AS LINHAS;
  • 18. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS;  Ciência dos Materiais, 6ª edição, James Shackelford.  Ciência e engenharia dos materiais Uma introdução, 7ª edição, William Callister Jr.  www.cienciadosmateriais.org  https://secure.docstoc.com/pass?doc_id=12275723 1