SlideShare uma empresa Scribd logo
DESTRUIÇÃO
OU TRANSFORMAÇÃO
Preciso é que tudo se DESTRUA
para renascer e se regenerar.
O que chamais de destruição não
passa de uma transformação, que
tem por fim a renovação e
melhoria dos seres vivos
LIVRO DOS ESPÍRITOS
Allan Kardec - Livro 3 – Cap. 6
DESTRUIÇÃO
OU TRANSFORMAÇÃO
VAMOS ANALISAR ESTA QUESTÃO
- A LEI DE DESTRUIÇÃO -
DE UMA FORMA DIFERENTE…
DESTRUIÇÃO
OU TRANSFORMAÇÃO
TODOS NÓS SOMOS SERES
DESTRUIDORES OU
TRANSFORMADORES
DE TUDO O QUE TEMOS???
DESTRUIÇÃO
OU TRANSFORMAÇÃO
DESTRUIÇÃO
OU TRANSFORMAÇÃO
PORQUE FAZEMOS ISSO???
DESTRUIÇÃO
OU TRANSFORMAÇÃO
QUEREMOS FAZER ISSO???
DESTRUIÇÃO
OU TRANSFORMAÇÃO
ENTÃO PORQUE FAZEMOS?
DESTRUIÇÃO
OU TRANSFORMAÇÃO
Preciso é que tudo se destrua para
renascer e se regenerar.
O que chamais de destruição não
passa de uma transformação, que
tem por fim a renovação e
melhoria dos seres vivos
LIVRO DOS ESPÍRITOS
Allan Kardec - Livro 3 – Cap. 6
DESTRUIÇÃO
OU TRANSFORMAÇÃO
Vem do Latim – destruere.
Significa desfazer, desmanchar,
fazer desaparecer, exterminar,
demolir, assolar, arruinar,
devastar, extinguir, aniquilar.
ETMOLOGIA DA
PALAVRA DESTRUIÇÃO
DESTRUIÇÃO
OU TRANSFORMAÇÃO
DESTRUIÇÃO
ABUSIVA
DESTRUIÇÃO
ABUSIVA
DESTRUIÇÃO
OU TRANSFORMAÇÃO
DESTRUIÇÃO
ABUSIVA
São aquelas que ultrapassam as
necessidades mostrando a
predominância da bestialidade
sobre a natureza espiritual, sendo
o homem responsável pelos
abusos que tenha cometido,
comete ou virá a cometer.
L.E. Q. 735
DESTRUIÇÃO
OU TRANSFORMAÇÃO
Antônimos da palavra: Erguer,
reparar, recuperar, restaurar,
reconstituir, levantar, formar,
consertar, construir, alçar,
edificar.
ETMOLOGIA DA
PALAVRA DESTRUIÇÃO
DESTRUIÇÃO
OU TRANSFORMAÇÃO
DESTRUIÇÃO
NATURAL
DESTRUIÇÃO
NATURAL
DESTRUIÇÃO
OU TRANSFORMAÇÃO
DESTRUIÇÃO
NATURAL
São aquelas que ocorrem na
Natureza tendo em vista a
transformação, a renovação e a
melhoria dos seres vivos.
Acontecem para manter o
equilíbrio natural e auxiliar na
evolução e progresso como
um todo, tanto para a matéria
quanto para o Espírito.
DESTRUIÇÃO
OU TRANSFORMAÇÃO
Preciso é que tudo se destrua para
renascer e se regenerar.
O que chamais de destruição não
passa de uma transformação, que
tem por fim a renovação e
melhoria dos seres vivos
LIVRO DOS ESPÍRITOS
Allan Kardec - Livro 3 – Cap. 6
Preciso é que tudo se destrua para
renascer e se regenerar.
O que chamais de destruição não
passa de uma transformação, que
tem por fim a renovação e
melhoria dos seres vivos
DESTRUIÇÃO
OU TRANSFORMAÇÃO
Antoine Laurent de Lavoisier
Na Natureza nada se
cria, nada se perde,
tudo se transforma.
DESTRUIÇÃO
OU TRANSFORMAÇÃO
… e como fazemos
para transformar
e não destruir?
DESTRUIÇÃO
OU TRANSFORMAÇÃO
PENSAMENTO
DESTRUIÇÃO
OU TRANSFORMAÇÃO
CONHECIMENTO
DESTRUIÇÃO
OU TRANSFORMAÇÃO
DESTRUIÇÃO
OU TRANSFORMAÇÃO
SOMOS
HERDEIROS DE
NÓS MESMOS.
LEMBREMOS
QUE SEGUNDO
A LEI DA
REENCARNAÇÃO,
RETORNAREMOS
AO NOSSO
PLANETA.
VAMOS
TRANSFORMAR A
NÓS MESMOS SEM
PRECISAR
DESTRUIR.
DESTRUIÇÃO
OU TRANSFORMAÇÃO
Nascer, morrer,
renascer ainda e
progredir sempre…
tal é a lei.
Allan Kardec
BOA NOITE
DESTRUIÇÃO
OU TRANSFORMAÇÃO
PALESTRA - DESTRUICAO OU TRANSFORMACAO

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula lei de destruição e sociedade, LIVRO ESPIRITOS
Aula lei de  destruição e sociedade, LIVRO ESPIRITOSAula lei de  destruição e sociedade, LIVRO ESPIRITOS
Aula lei de destruição e sociedade, LIVRO ESPIRITOS
Oribes Teixeira
 
Provas e expiações
Provas e expiações  Provas e expiações
Provas e expiações
Mima Badan
 
A educacao do espirito
A educacao do espiritoA educacao do espirito
A educacao do espirito
Leonardo Pereira
 
Palestra Espírita - A paciência
Palestra Espírita - A paciênciaPalestra Espírita - A paciência
Palestra Espírita - A paciência
Divulgador do Espiritismo
 
A Vontade
A VontadeA Vontade
A Vontade
Ceile Bernardo
 
Aula 15_Lei de Causa e Efeito_Curso Básico de Espiritismo
Aula 15_Lei de Causa e Efeito_Curso Básico de EspiritismoAula 15_Lei de Causa e Efeito_Curso Básico de Espiritismo
Aula 15_Lei de Causa e Efeito_Curso Básico de Espiritismo
liliancostadias
 
VISÃO ESPÍRITA DA MORTE
VISÃO ESPÍRITA DA MORTEVISÃO ESPÍRITA DA MORTE
VISÃO ESPÍRITA DA MORTE
Jorge Luiz dos Santos
 
Os Inimigos Desencarnados(Ese)
Os Inimigos Desencarnados(Ese)Os Inimigos Desencarnados(Ese)
Os Inimigos Desencarnados(Ese)
Grupo Espírita Cristão
 
Palestra Espírita - Bem aventurados os aflitos
Palestra Espírita - Bem aventurados os aflitosPalestra Espírita - Bem aventurados os aflitos
Palestra Espírita - Bem aventurados os aflitos
Divulgador do Espiritismo
 
O homem de bem, grande desafio
O homem de bem, grande desafioO homem de bem, grande desafio
O homem de bem, grande desafio
Graça Maciel
 
Caracteres da perfeição
Caracteres da perfeiçãoCaracteres da perfeição
Caracteres da perfeição
home
 
Capítulo IV - Evangelho Segundo Espiritismo
Capítulo IV - Evangelho Segundo EspiritismoCapítulo IV - Evangelho Segundo Espiritismo
Capítulo IV - Evangelho Segundo Espiritismo
Jean Dias
 
ESE CAP. XI - AMAI OS VOSSOS INIMIGOS
ESE CAP. XI - AMAI OS VOSSOS INIMIGOSESE CAP. XI - AMAI OS VOSSOS INIMIGOS
ESE CAP. XI - AMAI OS VOSSOS INIMIGOS
Patricia Farias
 
A lei de amor ppt
A lei de amor pptA lei de amor ppt
A lei de amor ppt
Silvânio Barcelos
 
Lei de destruição livro dos espíritos 2011
Lei de destruição livro dos espíritos 2011Lei de destruição livro dos espíritos 2011
Lei de destruição livro dos espíritos 2011
Ana Cláudia Leal Felgueiras
 
Visão espírita da atualidade
Visão espírita da atualidadeVisão espírita da atualidade
Visão espírita da atualidade
Izabel Cristina Fonseca
 
Egosmo na visão esprita
Egosmo na visão espritaEgosmo na visão esprita
Egosmo na visão esprita
Victor Passos
 
Ser Espirita
Ser EspiritaSer Espirita
Ser Espirita
Ricardo Azevedo
 
Palestra Espírita - Bem aventurados os misericordiosos
Palestra Espírita - Bem aventurados os misericordiososPalestra Espírita - Bem aventurados os misericordiosos
Palestra Espírita - Bem aventurados os misericordiosos
Divulgador do Espiritismo
 
LE Q.623 a 625 e ESE Cap.5 item 24
LE Q.623 a 625 e ESE Cap.5 item 24LE Q.623 a 625 e ESE Cap.5 item 24
LE Q.623 a 625 e ESE Cap.5 item 24
Patricia Farias
 

Mais procurados (20)

Aula lei de destruição e sociedade, LIVRO ESPIRITOS
Aula lei de  destruição e sociedade, LIVRO ESPIRITOSAula lei de  destruição e sociedade, LIVRO ESPIRITOS
Aula lei de destruição e sociedade, LIVRO ESPIRITOS
 
Provas e expiações
Provas e expiações  Provas e expiações
Provas e expiações
 
A educacao do espirito
A educacao do espiritoA educacao do espirito
A educacao do espirito
 
Palestra Espírita - A paciência
Palestra Espírita - A paciênciaPalestra Espírita - A paciência
Palestra Espírita - A paciência
 
A Vontade
A VontadeA Vontade
A Vontade
 
Aula 15_Lei de Causa e Efeito_Curso Básico de Espiritismo
Aula 15_Lei de Causa e Efeito_Curso Básico de EspiritismoAula 15_Lei de Causa e Efeito_Curso Básico de Espiritismo
Aula 15_Lei de Causa e Efeito_Curso Básico de Espiritismo
 
VISÃO ESPÍRITA DA MORTE
VISÃO ESPÍRITA DA MORTEVISÃO ESPÍRITA DA MORTE
VISÃO ESPÍRITA DA MORTE
 
Os Inimigos Desencarnados(Ese)
Os Inimigos Desencarnados(Ese)Os Inimigos Desencarnados(Ese)
Os Inimigos Desencarnados(Ese)
 
Palestra Espírita - Bem aventurados os aflitos
Palestra Espírita - Bem aventurados os aflitosPalestra Espírita - Bem aventurados os aflitos
Palestra Espírita - Bem aventurados os aflitos
 
O homem de bem, grande desafio
O homem de bem, grande desafioO homem de bem, grande desafio
O homem de bem, grande desafio
 
Caracteres da perfeição
Caracteres da perfeiçãoCaracteres da perfeição
Caracteres da perfeição
 
Capítulo IV - Evangelho Segundo Espiritismo
Capítulo IV - Evangelho Segundo EspiritismoCapítulo IV - Evangelho Segundo Espiritismo
Capítulo IV - Evangelho Segundo Espiritismo
 
ESE CAP. XI - AMAI OS VOSSOS INIMIGOS
ESE CAP. XI - AMAI OS VOSSOS INIMIGOSESE CAP. XI - AMAI OS VOSSOS INIMIGOS
ESE CAP. XI - AMAI OS VOSSOS INIMIGOS
 
A lei de amor ppt
A lei de amor pptA lei de amor ppt
A lei de amor ppt
 
Lei de destruição livro dos espíritos 2011
Lei de destruição livro dos espíritos 2011Lei de destruição livro dos espíritos 2011
Lei de destruição livro dos espíritos 2011
 
Visão espírita da atualidade
Visão espírita da atualidadeVisão espírita da atualidade
Visão espírita da atualidade
 
Egosmo na visão esprita
Egosmo na visão espritaEgosmo na visão esprita
Egosmo na visão esprita
 
Ser Espirita
Ser EspiritaSer Espirita
Ser Espirita
 
Palestra Espírita - Bem aventurados os misericordiosos
Palestra Espírita - Bem aventurados os misericordiososPalestra Espírita - Bem aventurados os misericordiosos
Palestra Espírita - Bem aventurados os misericordiosos
 
LE Q.623 a 625 e ESE Cap.5 item 24
LE Q.623 a 625 e ESE Cap.5 item 24LE Q.623 a 625 e ESE Cap.5 item 24
LE Q.623 a 625 e ESE Cap.5 item 24
 

Destaque

Segundo Módulo - Aula 06 - Lei da destruição
Segundo Módulo - Aula 06 - Lei da destruiçãoSegundo Módulo - Aula 06 - Lei da destruição
Segundo Módulo - Aula 06 - Lei da destruição
CeiClarencio
 
Lei de destruição fev2016
Lei de destruição fev2016Lei de destruição fev2016
Lei de destruição fev2016
Candice Gunther
 
Flagelos destruidores e guerras
Flagelos destruidores e guerrasFlagelos destruidores e guerras
Flagelos destruidores e guerras
Izabel Cristina Fonseca
 
Lei de destruicao e individuo
Lei de destruicao e individuoLei de destruicao e individuo
Lei de destruicao e individuo
dijfergs
 
Lei de destruição
Lei de destruiçãoLei de destruição
Lei de destruição
Carlos José Dalto
 
090610 da lei de destruição– livro iii, cap-6
090610 da lei de destruição– livro iii, cap-6090610 da lei de destruição– livro iii, cap-6
090610 da lei de destruição– livro iii, cap-6
Carlos Alberto Freire De Souza
 
Programa - Depois da morte
Programa - Depois da mortePrograma - Depois da morte
Programa - Depois da morte
Departamento Comunicação Social SER
 
Lei de destruição livro dos espíritos – perguntas
Lei de destruição livro dos espíritos – perguntasLei de destruição livro dos espíritos – perguntas
Lei de destruição livro dos espíritos – perguntas
Ana Cláudia Leal Felgueiras
 
Lei de destruicao geografica e fisica
Lei de destruicao geografica e fisicaLei de destruicao geografica e fisica
Lei de destruicao geografica e fisica
dijfergs
 
Palestra lei destruição
Palestra lei destruiçãoPalestra lei destruição
Palestra lei destruição
Izabel Cristina Fonseca
 
A influência moral do médium e do ambiente
A influência moral do médium e do ambienteA influência moral do médium e do ambiente
A influência moral do médium e do ambiente
Moacyr Costa Júnior
 
Modulo xiii rot. 4
Modulo xiii rot. 4Modulo xiii rot. 4
Modulo xiii rot. 4
Magali ..
 
Lei destruição introdução
Lei destruição introduçãoLei destruição introdução
Lei destruição introdução
dijfergs
 
Quarto Módulo - 10ª influência moral dos médiuns, influencia do meio sobre ...
Quarto Módulo - 10ª   influência moral dos médiuns, influencia do meio sobre ...Quarto Módulo - 10ª   influência moral dos médiuns, influencia do meio sobre ...
Quarto Módulo - 10ª influência moral dos médiuns, influencia do meio sobre ...
CeiClarencio
 
Da Lei Do Progresso
Da Lei Do ProgressoDa Lei Do Progresso
Da Lei Do Progresso
Sergio Menezes
 
Destruição 2
Destruição 2Destruição 2
Destruição 2
Izabel Cristina Fonseca
 

Destaque (16)

Segundo Módulo - Aula 06 - Lei da destruição
Segundo Módulo - Aula 06 - Lei da destruiçãoSegundo Módulo - Aula 06 - Lei da destruição
Segundo Módulo - Aula 06 - Lei da destruição
 
Lei de destruição fev2016
Lei de destruição fev2016Lei de destruição fev2016
Lei de destruição fev2016
 
Flagelos destruidores e guerras
Flagelos destruidores e guerrasFlagelos destruidores e guerras
Flagelos destruidores e guerras
 
Lei de destruicao e individuo
Lei de destruicao e individuoLei de destruicao e individuo
Lei de destruicao e individuo
 
Lei de destruição
Lei de destruiçãoLei de destruição
Lei de destruição
 
090610 da lei de destruição– livro iii, cap-6
090610 da lei de destruição– livro iii, cap-6090610 da lei de destruição– livro iii, cap-6
090610 da lei de destruição– livro iii, cap-6
 
Programa - Depois da morte
Programa - Depois da mortePrograma - Depois da morte
Programa - Depois da morte
 
Lei de destruição livro dos espíritos – perguntas
Lei de destruição livro dos espíritos – perguntasLei de destruição livro dos espíritos – perguntas
Lei de destruição livro dos espíritos – perguntas
 
Lei de destruicao geografica e fisica
Lei de destruicao geografica e fisicaLei de destruicao geografica e fisica
Lei de destruicao geografica e fisica
 
Palestra lei destruição
Palestra lei destruiçãoPalestra lei destruição
Palestra lei destruição
 
A influência moral do médium e do ambiente
A influência moral do médium e do ambienteA influência moral do médium e do ambiente
A influência moral do médium e do ambiente
 
Modulo xiii rot. 4
Modulo xiii rot. 4Modulo xiii rot. 4
Modulo xiii rot. 4
 
Lei destruição introdução
Lei destruição introduçãoLei destruição introdução
Lei destruição introdução
 
Quarto Módulo - 10ª influência moral dos médiuns, influencia do meio sobre ...
Quarto Módulo - 10ª   influência moral dos médiuns, influencia do meio sobre ...Quarto Módulo - 10ª   influência moral dos médiuns, influencia do meio sobre ...
Quarto Módulo - 10ª influência moral dos médiuns, influencia do meio sobre ...
 
Da Lei Do Progresso
Da Lei Do ProgressoDa Lei Do Progresso
Da Lei Do Progresso
 
Destruição 2
Destruição 2Destruição 2
Destruição 2
 

Último

Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Celso Napoleon
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
ESCRIBA DE CRISTO
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
ESCRIBA DE CRISTO
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Lourhana
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
ESCRIBA DE CRISTO
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
ESCRIBA DE CRISTO
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
AlessandroSanches8
 
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino FinalTornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
André Ricardo Marcondes
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Celso Napoleon
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Nilson Almeida
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
JonasRibeiro61
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
ayronleonardo
 

Último (16)

Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
 
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
 
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino FinalTornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
 

PALESTRA - DESTRUICAO OU TRANSFORMACAO

Notas do Editor

  1. HOJE VAMOS FALAR SOBRE UMA OPÇÃO QUE TEMOS QUANDO NOS DEPARAMOS COM O NOSSO CAMINHO EVOLUTIVO. DESTRUIR OU TRANSFORMAR? ONDE ESTAMOS? SERIAM A MESMA COISA? COMO VEMOS ESTA QUESTÃO? VOU PASSAR UM VIDEO QUE VAI MOSTRAR UM LADO DESTA QUESTÃO…
  2. MUITAS VEZES, DENTRO DE NOSSA VISÃO IMPERFEITA, NÃO ENTENDEMOS O VERDADEIRO SIGNIFICADO DAS COISAS. TEMOS UMA VISÃO AINDA MUITO LIMITADA DO TODO.
  3. A LEI DE DESTRUIÇÃO APRESENTA UMA CONDIÇÃO QUE ATINGE TODOS OS SERES VIVENTES: O APERFEIÇOAMENTO CONTÍNUO E PROGRESSIVO.
  4. VAMOS VER UM VIDEO MUITO INTERESSANTE SOBRE ESTA QUESTAO?
  5. COMO VAMOS ENTENDER E ABSORVER ESTE VERDADEIRO SENTIDO DE TRANSFORMAÇÃO E NAO DE DESTRUIÇÃO?
  6. VIEMOS DA SELVAGERIA E DA IGNORANCIA E SOMENTE AOS POUCOS É QUE VAMOS APRENDENDO, COMPREENDENDO E EVOLUINDO. AINDA COMETEMOS A DESTRUIÇÃO ABUSIVA POR CAUSA DISSO.
  7. AO PONTO DE ANIQUILARMOS OS ANIMAIS E A NÓS MESMOS.
  8. A NECESSIDADE DE DESTRUIÇÃO É PROPORCIONAL AO GRAU DE EVOLUÇÃO DOS DIVERSOS MUNDOS E ESPÍRITOS. ESTA NECESSIDADE TENDE A DESAPARECER NUM MUNDO COM ESTADOS FÍSICO E MORAL MAIS ELEVADOS.
  9. DO OUTRO LADO, TEMOS NOS ANTONIMOS DA PALAVRA, O VERDADEIRO SENTIDO DA LEI DA DESTRUIÇÃO, QUE É O DE TRANSFORMAR.
  10. O QUE NOS LEVA À DESTRUIÇÃO NATURAL QUE É A QUE ACONTECE NORMALMENTE PELA AÇÃO DA NATUREZA.
  11. ACONTECEM PARA QUE O PROGRESSO FÍSICO E ESPIRITUAL ACONTEÇA. MUITAS VEZES NAO ENTENDEMOS O VERDADEIRO SENTIDO DA DESTRUIÇÃO, PORQUE TEMOS UMA VISÃO LIMITADA DO MUNDO. UMA VISÃO EGOISTA
  12. 1743 A 1794 - ELE FOI UM QUIMICO FRANCES, CONSIDERADO O PAI DA QUIMIA MODERNA. FOI ELE QUEM DEU NOME AO OXIGENIO E AO HIDROGENIO E AJUDOU A CONSTRUIR O SISTEMA MÉTRICO HOJE CONHECIDO. FOI ELE TAMBÉM QUE DESCOBRIU QUE A MATERIA PODE MUDAR DE FORMA OU ESTADO, MAS NAO ALTERA NUNCA SUA MASSA. MUITO INTELIGENTE E AUTOR TAMBÉM DA FAMOSA FRASE EM SEU “TRATADO ELEMENTAR DA QUIMICA” QUE É CONHECIDA COMO A LEI DE LAVOISIER: …
  13. COMO DEVEMOS NOS TRANSFORMAR INTERNAMENTE PARA QUE OS REFLEXOS DESTAS MUDANÇAS ALCANCEM O QUE ESTÁ À NOSSA VOLTA?
  14. PRIMEIRO O PENSAMENTO POQUE DELE É QUE TUDO SE ORIGINA.
  15. PORQUE COM O CONHECIMENTO SAÍMOS DA IGNORANCIA E EVOLUÍMOS CADA VEZ MAIS FACILMENTE, PORQUE PASSAMOS A COMPREENDER TUDO O QUE ESTÁ À NOSSA VOLTA. E ENTAO PASSAREMOS A AMPLIAR NOSSA VISÃO DE TUDO E ENXERGAR MAIS LONGE DO QUE APENAS ANO NOSSO REDOR… - CHAMA O VIDEO QUE VAI, DEPOIS DE TODA A APRESENTAÇÃO, COMPLEMENTAR O PRIMEIRO VIDEO DA BORBOLETA MORRENDO SIMPLESMENTE.
  16. CONCLUSAO: ESTAREMOS SEMPRE RETORNANDO, POIS ASSIM SE DÁ A EVOLUÇÃO. ENTAO VAMOS REPENSAR TUDO O QUE ESTÁ À NOSSA VOLTA E EXERCITAR A NOSSA MENTE PARA SOMENTE TRANSFORMAMOS CONSCIENTEMENTE AS COISAS. VAMOS PROCURAR CADA VEZ MAIS O CONHECIMENTO PARA QUE POSSAMOS SAIR DA IGNORANCIA. VAMOS REPROGRAMAR AS NOSSAS SINAPSES E AUTOMATIZAR A CRIAÇÃO DE BONS PENSAMENTOS, PARA CONOSCO E PARA COM O PROXIMO, SEJA ELE QUEM FOR E ESTEJA ELE ONDE ESTIVER, POIS SOMOS RESPONSAVELS POR QUALQUER PENSAMENTO QUE EMITIMOS. E SOMOS RESPONSAVEIS POR TODAS AS NOSSAS AÇÕES. SOMOS RESPONSAVEIS PELO NOSSO PLANETA E POR TODOS OS UNIVERSOS. SOMOS E DEVEMOS SER RESPONSAVEIS.