SlideShare uma empresa Scribd logo
apresenta
Design Thinking 
Weekend
O que fazemos? 
Disseminamos o 
Design Thinking 
como forma de 
gerar inovação, 
projetos de 
impacto e conectar 
as pessoas com seu 
real potencial 
criativo.
Mas o que é o Design Thinking? 
É um modelo mental, uma abordagem prática que acelera a 
inovação e soluciona problemas através de um olhar humano. 
Ao baixar as barreiras da hierarquia e do pensamento 
exclusivamente cartesiano, o Design Thinking oferece um 
espaço para as idéias emergirem sem pré-julgamentos, 
fazendo com que o nosso cérebro seja forçado a sair da sua 
zona de conforto, e, a partir daí, enxergar futuros desejáveis.
Human Centered Design
Human Centered Design 
O grande diferencial do Design 
Thinking é o foco no ser humano, 
conseguimos observar em todos nós. 
Todos temos a capacidade de usar o 
nosso conhecimento de maneira 
complementar ao de outras. Quando 
uma pessoa pensa em um problema, 
ela certamente tem uma visão única 
sobre ele, mas se multiplicarmos os 
olhares, teremos diferentes 
perspectivas, chegando mais perto 
do que é esse problema na realidade. 
Essa diversidade de olhares nos 
permite enxergar oportunidades e 
soluções que jamais seriam possíveis 
se geradas por uma só cabeça.
Objetivo 
Realizar uma facilitação para que o processo 
de inovação através do Design Thinking 
possa emergir através dos participantes
Que consiste em 7 etapas: 
1. Warm UP 
2. Desconstrução 
3. Pesquisa 
4. Ponto de Vista 
5. Ideação 
6. Prototipagem / Teste / Iteração 
7. Apresentação
Warm UP
Warm UP 
Esta etapa possui 2 momentos: 
1. Em busca da Criatividade Perdida 
Dinâmicas de destravamento da criatividade que foi bloqueada ao longo de nossa vida. 
! 
Inspirado em dinâmicas do Doutores da Alegria
Warm UP 
2. Ferramentas Colaborativas 
Co-creation 
Início do trabalho de co-criação, 
em que grupos 
listarão situações problemas 
(a definir) e lançarão post its. 
! 
OFF to ON 
Ensinaremos levar as infos 
trabalhadas nas plataformas 
digitais colaborativas, como: 
Mind Map, Lino e Trello
Desconstrução 
Esta é a fase de de questionar as questões. 
! 
Momento de divergência de pensamento. 
É necessário fazer um entendimento 360 graus do desafio 
inicial, colocar todos os pressupostos na mesa e desapergar-se 
deles. Este é um momento de abertura de olhar e preparação 
de pesquisa de campo. 
Momento de nivelamento de conhecimento e de criação das 
primeiras regras sociais do grupo que facilitam a colaboração.
Pesquisa 
Momento de convergência de olhar e empatia! 
! 
Hora de sair a campo, conversar, observar, provar, hora de sair 
da zona de conforto! Todo serviço, produto ou plataforma é 
feito para pessoas e por isso nossa pesquisa se baseia nas 
mesmas! Estamos interessados no fator humano e assim 
devemos olhar todos os aspectos do ser humano: físico, 
cultural, sociológico e psicológico…
Ponto de Vista 
! 
Momento de convergência de pensamento. 
! 
O ponto de vista é provavelmente um dos momentos mais 
difíceis do projeto. Depois de gerar grande quantidade de 
dados, insights e novas compressões, é hora de refrasear o 
desafio a partir do entendimento e pesquisa em grupo. É 
momento de navegação e organização da complexidade 
gerada. 
! 
!
Ideação 
Utilizando toda a capacidade do seu cérebro (pensamento 
lógico + pensamento abstrato) essa fase transforma a pesquisa 
e dados em direções estratégicas para uma combinação de 
elementos, propiciando a criação (e resposta ao ponto de vista) 
das soluções do desafio em um ambiente aberto a encontros 
inusitados.
Prototipagem 
A fase de prototipagem é um momento de DIVERGÊNCIA, de 
gerar ainda mais idéias, de crescer o seu entendimento, de 
expandir… 
! 
O protótipo é uma forma poderosa de comunicação que nos 
forçam a pensar realisticamente sobre a maneira como as 
pessoas irão interagir com o conceito que estamos projetando. 
É o momento de tirar as idéias do papel, de dar-lhes vida. A 
construção de modelos nos ajuda na visualização e iteração do 
funcionamento da ideia. 
! 
!
Teste / Iteração 
"Fail often to succeed sooner." IDEO 
Se você testar a sua ideia, deixar ela crescer fora de seu 
controle, sua ideia ganha vida própria, vira realidade e se revela 
para os outros 
! 
A iteração é a oportunidade de refinar as nossas soluções e 
torná-las melhores. Levá-las a um próximo nível. 
O feed back nos traz insights valiosos que nos ajudam a criar 
uma solução relevante e importante para os usuários, criando 
valor para a solução.
Apresentação 
Este é o momento final do workshop em cada grupo fará 
um pitch de 5 minutos do seu projeto. 
! 
É o momento de vencer o medo e enfrentar o público. 
! 
O objetivo deste workshop é contagiar e empoderar os 
participantes a partir de um novo modelo mental (Design 
Thinking) e dali darmos continuidade no processo de 
inovação em Juiz de Fora.
CRONOGRAMA 
WEEKEND 
Warm UP 
6a feira Sábado Domingo 
9:00 as 18:00 9:00 as 19:00 9:00 as 18:00 
pitch
Os participantes saem 
empoderados sentindo que 
realmente podem fazer escolhas 
e empreender suas vidas
Mas a rotina volta, e nossa 
capacidade de inovar diminui
diminui
até aquela energia baixar e dar 
espaço à preocupação, ao medo 
e ao stress
WEEKEND 
Warm UP 
6a feira Sábado Domingo 
9:00 as 18:00 9:00 as 19:00 9:00 as 18:00 
pitch 
LAB INOVAÇÃO 
CO-CRIAÇÃO
Design Thinking para vida
Tem sido uma JORNADA 
incrível, nosso O laboratório que é? 
de 
co-criação está a todo vapor 
navegando na complexidade 
É um laboratório para que 
os projetos montados no 
Design Thinking Weekend 
continuem vivendo e para 
das possibilidades :) 
todas as 3as e 5as 
das 15-18hs e 19-22hs 
que outras ideias / 
projetos possam sair da 
cabeça e se tornarem 
realidade, com suporte 
Rua Laboriosa, 89 
Vila Madalena 
continuo aos participantes 
Transmissão via web - quebra de 
barreiras físicas e geográficas
PRINCIPAIS VALORES
Acreditamos 
que paixão, prazer e 
trabalho andam de mãos 
dadas 
Que todos somos criativos e 
podemos co-criar caminhos 
e projetos financeiramente 
sustentáveis para construir 
a SUA Jornada :)
E é aí que eu entro nesta história 
Descobri que meu própósito de vida é solucionar questões 
complexas 
Minha habilidades são: criatividade, empatia, organização mental e ousadia. 
Onde existir complexidade seja em desafios pessoais ou 
projetos de impacto, me chamem que terei grande prazer 
em contribuir :) 
Gabriel Coelho
Minha experiência de vida! 
Percebi, na verdade, que a complexidade me fascina desde 
garoto. Gostava de jogar xadrez, montar quebra-cabeça, quis 
entrar na faculdade mais difícil da minha área, mesmo não sendo 
um grande aluno e consegui. 
! 
! 
Na minha carreira nunca gostei dos caminhos fáceis e 
tradicionais, o perigo e os desafios sempre me atraíram. 
Publicitário de formação, com um MBA largado pela metade, e 16 
anos de experiência em Publicidade/Marketing e 
Empreendedorismo, entrei em uma crise profunda há 3 anos atrás 
quando percebi que não sabia mais reconhecer uma amizade, e 
o que realmente queria para minha vida. 
Depois de cabeçadas aqui e acolá, muitas buscas, e vivendo em 
F.O.M.O. (Fear of Missing Out - uma doença corporativa muito comum 
nos dias de hoje, em que quanto mais você busca informações, mais 
você sente que está perdendo) conheci o Design Thinking e a Ciência 
das redes. A partir daí comecei a me reconectar com meu potencial 
criativo, aprendi a co-criar e percebi que o meu melhor estava dentro de 
mim, escondido louco para se expressar :) me senti literalmente 
empoderado e passei a viver o Design Thinking 24 horas por dia. 
Deste sentimento nasceu a comunidade Empodere-se, a 
Jornada da Inovação e agora o projeto SUA Jornada em que 
aprofundaremos a vivência no Design Thinking e 
mergulharemos na construção de muitos projetos de diferentes 
áreas, tamanhos e complexidades.
A quem se destina este projeto? 
Para pessoas: 
que queiram encontrar novos 
caminhos para sua vida / sua 
carreira. 
que queiram ativar seu 
potencial criativo 
que queiram aprender a co-criar 
que queiram trazer seu projeto para 
ser co-criado novos caminhos 
que queiram se conectar com 
pessoas que também estejam no 
mesmo processo que você :)
Quando e onde? 
Quando e onde? 
Já temos um laboratório em São 
Os encontros acontecerão na lab 
em princípio às 3as e 5as das 15h 
Paulo com 192 pessoas conectadas 
até o momento. 
as 18h e das 19h as 22h. 
Acontece todas as 3a e 5as feiras 
em 2 turnos: 15 as 18 e 19 as 22 
Endereço:Rua Laboriosa, 89 
LAB89 
- Vila Madalena 
Rua Laboriosa, 89 
Vila Madalena - Sào Paulo 
Por quanto tempo? 
Até quando? 
Acredito em um processo 
contínuo, por isso o nome 
Jornada, mas o término se 
dará no momento que cada 
Acreditamos que a complexidade 
acompanhará as pessoas e os 
projetos de maneira contínua nas 
diferentes um desejar, fases de cada se desejar um, por 
:) 
isso o nome Jornada, mas cada um 
pode encerrar seu ciclo na SUA 
Jornada no momento que desejar :)
Sem fronteiras e conectado 
O objetivo é conectar os laboratórios da 
SUA Jornada pelo Brasil e pelo mundo a 
fora. A fim de aumentar a troca e 
Sem fronteiras 
interatividade entre todos os que estão 
buscando novos caminhos para 
empreender sua vida e construir projetos 
Nossos encontros serão 
conectados por paixões em comum. 
transmitidos via web e nos 
desafiaremos a co-criar via web 
SUA CIDADE PODE SER A PRÓXIMA 
Vamos empoderá-la?
Design Thinking Weekend + SUA Jornada agora na SUA Cidade

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

LC 02 Métodos Criativos
LC 02 Métodos CriativosLC 02 Métodos Criativos
LC 02 Métodos Criativos
Odair Tuono
 
LC 01 Paradigmas e Bloqueios
LC 01 Paradigmas e BloqueiosLC 01 Paradigmas e Bloqueios
LC 01 Paradigmas e Bloqueios
Odair Tuono
 
4º BrainstormShop - Dia 1
4º BrainstormShop - Dia 14º BrainstormShop - Dia 1
4º BrainstormShop - Dia 1
Marcelo Costa
 
Do criador à Criatura: Os passos do Processo Criativo
Do criador à Criatura: Os passos do Processo CriativoDo criador à Criatura: Os passos do Processo Criativo
Do criador à Criatura: Os passos do Processo Criativo
Hugo Lopes
 
Design thinking para quem trabalha em agências de publicidade
Design thinking para quem trabalha em agências de publicidadeDesign thinking para quem trabalha em agências de publicidade
Design thinking para quem trabalha em agências de publicidade
Bruno Araldi
 
Criação e criatividade na campanha
Criação e criatividade na campanhaCriação e criatividade na campanha
Criação e criatividade na campanha
Ciro Gusatti
 
Processo Criativo - Charles watson
Processo Criativo - Charles watsonProcesso Criativo - Charles watson
Processo Criativo - Charles watson
Daniel Blumenthal
 
Brainstorm Shop - dia 1
Brainstorm Shop - dia 1Brainstorm Shop - dia 1
Brainstorm Shop - dia 1
Marcelo Costa
 
Design Thinking Process
Design Thinking ProcessDesign Thinking Process
Design Thinking Process
Ologia
 
Book Planejamento @ Miami Ad School / ESPM
Book Planejamento @ Miami Ad School / ESPMBook Planejamento @ Miami Ad School / ESPM
Book Planejamento @ Miami Ad School / ESPM
Marcelo Faggioni
 
Hello ideas
Hello ideasHello ideas
Hello ideas
imhugo .com
 
[Talk inc] online research
[Talk inc] online research[Talk inc] online research
[Talk inc] online research
Talk Inc.
 
Produtividade para quem quer tempo
Produtividade para quem quer tempoProdutividade para quem quer tempo
Produtividade para quem quer tempo
Paula Rosa Campos
 
C:\Users\Paulo Campos\Documents\Paulo Campos\P Campos\Espm\Curso De FéRias\R ...
C:\Users\Paulo Campos\Documents\Paulo Campos\P Campos\Espm\Curso De FéRias\R ...C:\Users\Paulo Campos\Documents\Paulo Campos\P Campos\Espm\Curso De FéRias\R ...
C:\Users\Paulo Campos\Documents\Paulo Campos\P Campos\Espm\Curso De FéRias\R ...
Paulo Vieira de Campos
 
Processo criativo
Processo criativoProcesso criativo
Processo criativo
Euripedes Magalhães
 
Processo Criativo
Processo CriativoProcesso Criativo
Processo Criativo
Luiz Otavio Medeiros
 
Linchpin
LinchpinLinchpin
Organização instituto mentes abençoadas
Organização instituto mentes abençoadasOrganização instituto mentes abençoadas
Organização instituto mentes abençoadas
a15marketingepropaganda
 
Aula IED (2) Voltage
Aula IED (2) VoltageAula IED (2) Voltage
Aula IED (2) Voltage
Bruno Carneiro
 

Mais procurados (19)

LC 02 Métodos Criativos
LC 02 Métodos CriativosLC 02 Métodos Criativos
LC 02 Métodos Criativos
 
LC 01 Paradigmas e Bloqueios
LC 01 Paradigmas e BloqueiosLC 01 Paradigmas e Bloqueios
LC 01 Paradigmas e Bloqueios
 
4º BrainstormShop - Dia 1
4º BrainstormShop - Dia 14º BrainstormShop - Dia 1
4º BrainstormShop - Dia 1
 
Do criador à Criatura: Os passos do Processo Criativo
Do criador à Criatura: Os passos do Processo CriativoDo criador à Criatura: Os passos do Processo Criativo
Do criador à Criatura: Os passos do Processo Criativo
 
Design thinking para quem trabalha em agências de publicidade
Design thinking para quem trabalha em agências de publicidadeDesign thinking para quem trabalha em agências de publicidade
Design thinking para quem trabalha em agências de publicidade
 
Criação e criatividade na campanha
Criação e criatividade na campanhaCriação e criatividade na campanha
Criação e criatividade na campanha
 
Processo Criativo - Charles watson
Processo Criativo - Charles watsonProcesso Criativo - Charles watson
Processo Criativo - Charles watson
 
Brainstorm Shop - dia 1
Brainstorm Shop - dia 1Brainstorm Shop - dia 1
Brainstorm Shop - dia 1
 
Design Thinking Process
Design Thinking ProcessDesign Thinking Process
Design Thinking Process
 
Book Planejamento @ Miami Ad School / ESPM
Book Planejamento @ Miami Ad School / ESPMBook Planejamento @ Miami Ad School / ESPM
Book Planejamento @ Miami Ad School / ESPM
 
Hello ideas
Hello ideasHello ideas
Hello ideas
 
[Talk inc] online research
[Talk inc] online research[Talk inc] online research
[Talk inc] online research
 
Produtividade para quem quer tempo
Produtividade para quem quer tempoProdutividade para quem quer tempo
Produtividade para quem quer tempo
 
C:\Users\Paulo Campos\Documents\Paulo Campos\P Campos\Espm\Curso De FéRias\R ...
C:\Users\Paulo Campos\Documents\Paulo Campos\P Campos\Espm\Curso De FéRias\R ...C:\Users\Paulo Campos\Documents\Paulo Campos\P Campos\Espm\Curso De FéRias\R ...
C:\Users\Paulo Campos\Documents\Paulo Campos\P Campos\Espm\Curso De FéRias\R ...
 
Processo criativo
Processo criativoProcesso criativo
Processo criativo
 
Processo Criativo
Processo CriativoProcesso Criativo
Processo Criativo
 
Linchpin
LinchpinLinchpin
Linchpin
 
Organização instituto mentes abençoadas
Organização instituto mentes abençoadasOrganização instituto mentes abençoadas
Organização instituto mentes abençoadas
 
Aula IED (2) Voltage
Aula IED (2) VoltageAula IED (2) Voltage
Aula IED (2) Voltage
 

Destaque

Design Thinking & Storytelling para Startups
Design Thinking & Storytelling  para StartupsDesign Thinking & Storytelling  para Startups
Design Thinking & Storytelling para Startups
Marcelo Pimenta (menta90)
 
Design thinking - Ferramenta para Inovação
Design thinking - Ferramenta para InovaçãoDesign thinking - Ferramenta para Inovação
Design thinking - Ferramenta para Inovação
InstitutoContinuum
 
Design thinking - Oficina COALTI 2015
Design thinking   - Oficina COALTI 2015Design thinking   - Oficina COALTI 2015
Design thinking - Oficina COALTI 2015
Débora Brauhardt
 
Apresentação de Design Thinking
Apresentação de Design ThinkingApresentação de Design Thinking
Apresentação de Design Thinking
baufaker
 
Oficina Design Thinking para Educadores GEG BH
Oficina Design Thinking para Educadores GEG BHOficina Design Thinking para Educadores GEG BH
Oficina Design Thinking para Educadores GEG BH
Gutenberg Almeida
 
O Design de Serviços aplicados a projetos de inovação
O Design de Serviços aplicados a projetos de inovaçãoO Design de Serviços aplicados a projetos de inovação
O Design de Serviços aplicados a projetos de inovação
Fabio Calzavara
 
Workshop Design Thinking
Workshop Design ThinkingWorkshop Design Thinking
Workshop Design Thinking
Giancarlo Giacomelli
 
Modelos de Negócios e Design Thinking como ferramentas de inovação
Modelos de Negócios e Design Thinking como ferramentas de inovaçãoModelos de Negócios e Design Thinking como ferramentas de inovação
Modelos de Negócios e Design Thinking como ferramentas de inovação
Laboratorium
 
Design Thinking
Design ThinkingDesign Thinking
Design Thinking
Daisy Marschalk
 
Design Thinking e Gerenciamento de Projetos
Design Thinking e Gerenciamento de ProjetosDesign Thinking e Gerenciamento de Projetos
Design Thinking e Gerenciamento de Projetos
André Cruz
 
Fundamentos do Design Thinking
Fundamentos do Design ThinkingFundamentos do Design Thinking
Fundamentos do Design Thinking
Igor Drudi
 
Design Thinking - Uma proposta para inovar em RH
Design Thinking - Uma proposta para inovar em RHDesign Thinking - Uma proposta para inovar em RH
Design Thinking - Uma proposta para inovar em RH
Juliana Feitosa Andrade
 
The corporate banking with a great Experience - ING Case Study
The corporate banking with a great Experience - ING Case StudyThe corporate banking with a great Experience - ING Case Study
The corporate banking with a great Experience - ING Case Study
uselab
 
Inovação em Modelos de Negócio
Inovação em Modelos de NegócioInovação em Modelos de Negócio
Inovação em Modelos de Negócio
Juliana Feitosa Andrade
 
Design thinking em ambientes desafiadores
Design thinking em ambientes desafiadoresDesign thinking em ambientes desafiadores
Design thinking em ambientes desafiadores
meet2Brains
 
Inovação e Estratégia Competitiva via Design Thinking
Inovação e Estratégia Competitiva via Design ThinkingInovação e Estratégia Competitiva via Design Thinking
Inovação e Estratégia Competitiva via Design Thinking
Renata Cristina Viana
 
Criatividade co criacao-e_design_thinking
Criatividade co criacao-e_design_thinkingCriatividade co criacao-e_design_thinking
Criatividade co criacao-e_design_thinking
Symnetics Business Transformation
 
Treinamento Design Thinking 2015
Treinamento Design Thinking 2015Treinamento Design Thinking 2015
Treinamento Design Thinking 2015
Victor Gonçalves
 
Design Thinking Weekend - Recife - 3ª Edição
Design Thinking Weekend - Recife - 3ª EdiçãoDesign Thinking Weekend - Recife - 3ª Edição
Design Thinking Weekend - Recife - 3ª Edição
André Diniz de Moraes
 
200112 design thinking ESPM - terra-forum
200112 design thinking  ESPM - terra-forum200112 design thinking  ESPM - terra-forum
200112 design thinking ESPM - terra-forum
Jose Claudio Terra
 

Destaque (20)

Design Thinking & Storytelling para Startups
Design Thinking & Storytelling  para StartupsDesign Thinking & Storytelling  para Startups
Design Thinking & Storytelling para Startups
 
Design thinking - Ferramenta para Inovação
Design thinking - Ferramenta para InovaçãoDesign thinking - Ferramenta para Inovação
Design thinking - Ferramenta para Inovação
 
Design thinking - Oficina COALTI 2015
Design thinking   - Oficina COALTI 2015Design thinking   - Oficina COALTI 2015
Design thinking - Oficina COALTI 2015
 
Apresentação de Design Thinking
Apresentação de Design ThinkingApresentação de Design Thinking
Apresentação de Design Thinking
 
Oficina Design Thinking para Educadores GEG BH
Oficina Design Thinking para Educadores GEG BHOficina Design Thinking para Educadores GEG BH
Oficina Design Thinking para Educadores GEG BH
 
O Design de Serviços aplicados a projetos de inovação
O Design de Serviços aplicados a projetos de inovaçãoO Design de Serviços aplicados a projetos de inovação
O Design de Serviços aplicados a projetos de inovação
 
Workshop Design Thinking
Workshop Design ThinkingWorkshop Design Thinking
Workshop Design Thinking
 
Modelos de Negócios e Design Thinking como ferramentas de inovação
Modelos de Negócios e Design Thinking como ferramentas de inovaçãoModelos de Negócios e Design Thinking como ferramentas de inovação
Modelos de Negócios e Design Thinking como ferramentas de inovação
 
Design Thinking
Design ThinkingDesign Thinking
Design Thinking
 
Design Thinking e Gerenciamento de Projetos
Design Thinking e Gerenciamento de ProjetosDesign Thinking e Gerenciamento de Projetos
Design Thinking e Gerenciamento de Projetos
 
Fundamentos do Design Thinking
Fundamentos do Design ThinkingFundamentos do Design Thinking
Fundamentos do Design Thinking
 
Design Thinking - Uma proposta para inovar em RH
Design Thinking - Uma proposta para inovar em RHDesign Thinking - Uma proposta para inovar em RH
Design Thinking - Uma proposta para inovar em RH
 
The corporate banking with a great Experience - ING Case Study
The corporate banking with a great Experience - ING Case StudyThe corporate banking with a great Experience - ING Case Study
The corporate banking with a great Experience - ING Case Study
 
Inovação em Modelos de Negócio
Inovação em Modelos de NegócioInovação em Modelos de Negócio
Inovação em Modelos de Negócio
 
Design thinking em ambientes desafiadores
Design thinking em ambientes desafiadoresDesign thinking em ambientes desafiadores
Design thinking em ambientes desafiadores
 
Inovação e Estratégia Competitiva via Design Thinking
Inovação e Estratégia Competitiva via Design ThinkingInovação e Estratégia Competitiva via Design Thinking
Inovação e Estratégia Competitiva via Design Thinking
 
Criatividade co criacao-e_design_thinking
Criatividade co criacao-e_design_thinkingCriatividade co criacao-e_design_thinking
Criatividade co criacao-e_design_thinking
 
Treinamento Design Thinking 2015
Treinamento Design Thinking 2015Treinamento Design Thinking 2015
Treinamento Design Thinking 2015
 
Design Thinking Weekend - Recife - 3ª Edição
Design Thinking Weekend - Recife - 3ª EdiçãoDesign Thinking Weekend - Recife - 3ª Edição
Design Thinking Weekend - Recife - 3ª Edição
 
200112 design thinking ESPM - terra-forum
200112 design thinking  ESPM - terra-forum200112 design thinking  ESPM - terra-forum
200112 design thinking ESPM - terra-forum
 

Semelhante a Design Thinking Weekend + SUA Jornada agora na SUA Cidade

Sua jornada
Sua jornadaSua jornada
Sua jornada
Gabriel Coelho
 
SUA Jornada
SUA JornadaSUA Jornada
SUA Jornada
Gabriel Coelho
 
SUA Jornada
SUA JornadaSUA Jornada
SUA Jornada
Gabriel Coelho
 
SUA Jornada
SUA JornadaSUA Jornada
SUA Jornada
Gabriel Coelho
 
Conceito R Campos
Conceito R CamposConceito R Campos
Conceito R Campos
Flávio Brum
 
Weme School | Design Thinking
Weme School | Design ThinkingWeme School | Design Thinking
Weme School | Design Thinking
Fernanda Bisso
 
App dt. kids
App dt. kidsApp dt. kids
App dt. kids
Jamile Coelho
 
2015.10.29 mfn design thinking
2015.10.29 mfn   design thinking2015.10.29 mfn   design thinking
2015.10.29 mfn design thinking
Rafaella Cavalca
 
Apostila lógica e criatividade
Apostila lógica e criatividadeApostila lógica e criatividade
Apostila lógica e criatividade
Marcelo Nascimento
 
Treinamento Design Inovação: EEL-USP - Simpósio Ensino de Ciências - SEC
Treinamento Design Inovação: EEL-USP - Simpósio Ensino de Ciências  - SEC Treinamento Design Inovação: EEL-USP - Simpósio Ensino de Ciências  - SEC
Treinamento Design Inovação: EEL-USP - Simpósio Ensino de Ciências - SEC
Natalia Lion
 
Mini Tool Kit Design Thinking
Mini Tool Kit Design ThinkingMini Tool Kit Design Thinking
Mini Tool Kit Design Thinking
PatriciaSilva794
 
Mini Tool Kit Design Thinking
Mini Tool Kit Design Thinking Mini Tool Kit Design Thinking
Mini Tool Kit Design Thinking
Beto Lima Branding
 
Toolkit de Design Thinking Echos
Toolkit de Design Thinking EchosToolkit de Design Thinking Echos
Toolkit de Design Thinking Echos
Colaborativismo
 
Devemos repensar o modo como vemos a criatividade.
Devemos repensar o modo como vemos a criatividade.Devemos repensar o modo como vemos a criatividade.
Devemos repensar o modo como vemos a criatividade.
Nuts
 
Coaching e-thinking-desing
Coaching e-thinking-desingCoaching e-thinking-desing
Coaching e-thinking-desing
SofiaMartins478650
 
Oficina básica de Design Thinking - Rio de Janeiro 22/05/2015
Oficina básica de Design Thinking - Rio de Janeiro 22/05/2015Oficina básica de Design Thinking - Rio de Janeiro 22/05/2015
Oficina básica de Design Thinking - Rio de Janeiro 22/05/2015
Instituto Educadigital
 
Como espaços criativos podem gerar resultados para empresas
Como espaços criativos podem gerar resultados para empresasComo espaços criativos podem gerar resultados para empresas
Como espaços criativos podem gerar resultados para empresas
Allan Gonçalves
 
Como espaços criativos podem gerar resultados para empresas
Como espaços criativos podem gerar resultados para empresasComo espaços criativos podem gerar resultados para empresas
Como espaços criativos podem gerar resultados para empresas
Sheila Ana Calgaro
 
Visionários da Cidade
Visionários da CidadeVisionários da Cidade
Visionários da Cidade
Estúdio Nômade
 
DA IDEIA À PRÁTICA: Como desenvolver um modelo de negócio de forma ágil e efi...
DA IDEIA À PRÁTICA: Como desenvolver um modelo de negócio de forma ágil e efi...DA IDEIA À PRÁTICA: Como desenvolver um modelo de negócio de forma ágil e efi...
DA IDEIA À PRÁTICA: Como desenvolver um modelo de negócio de forma ágil e efi...
Vinícius Silva de Andrade
 

Semelhante a Design Thinking Weekend + SUA Jornada agora na SUA Cidade (20)

Sua jornada
Sua jornadaSua jornada
Sua jornada
 
SUA Jornada
SUA JornadaSUA Jornada
SUA Jornada
 
SUA Jornada
SUA JornadaSUA Jornada
SUA Jornada
 
SUA Jornada
SUA JornadaSUA Jornada
SUA Jornada
 
Conceito R Campos
Conceito R CamposConceito R Campos
Conceito R Campos
 
Weme School | Design Thinking
Weme School | Design ThinkingWeme School | Design Thinking
Weme School | Design Thinking
 
App dt. kids
App dt. kidsApp dt. kids
App dt. kids
 
2015.10.29 mfn design thinking
2015.10.29 mfn   design thinking2015.10.29 mfn   design thinking
2015.10.29 mfn design thinking
 
Apostila lógica e criatividade
Apostila lógica e criatividadeApostila lógica e criatividade
Apostila lógica e criatividade
 
Treinamento Design Inovação: EEL-USP - Simpósio Ensino de Ciências - SEC
Treinamento Design Inovação: EEL-USP - Simpósio Ensino de Ciências  - SEC Treinamento Design Inovação: EEL-USP - Simpósio Ensino de Ciências  - SEC
Treinamento Design Inovação: EEL-USP - Simpósio Ensino de Ciências - SEC
 
Mini Tool Kit Design Thinking
Mini Tool Kit Design ThinkingMini Tool Kit Design Thinking
Mini Tool Kit Design Thinking
 
Mini Tool Kit Design Thinking
Mini Tool Kit Design Thinking Mini Tool Kit Design Thinking
Mini Tool Kit Design Thinking
 
Toolkit de Design Thinking Echos
Toolkit de Design Thinking EchosToolkit de Design Thinking Echos
Toolkit de Design Thinking Echos
 
Devemos repensar o modo como vemos a criatividade.
Devemos repensar o modo como vemos a criatividade.Devemos repensar o modo como vemos a criatividade.
Devemos repensar o modo como vemos a criatividade.
 
Coaching e-thinking-desing
Coaching e-thinking-desingCoaching e-thinking-desing
Coaching e-thinking-desing
 
Oficina básica de Design Thinking - Rio de Janeiro 22/05/2015
Oficina básica de Design Thinking - Rio de Janeiro 22/05/2015Oficina básica de Design Thinking - Rio de Janeiro 22/05/2015
Oficina básica de Design Thinking - Rio de Janeiro 22/05/2015
 
Como espaços criativos podem gerar resultados para empresas
Como espaços criativos podem gerar resultados para empresasComo espaços criativos podem gerar resultados para empresas
Como espaços criativos podem gerar resultados para empresas
 
Como espaços criativos podem gerar resultados para empresas
Como espaços criativos podem gerar resultados para empresasComo espaços criativos podem gerar resultados para empresas
Como espaços criativos podem gerar resultados para empresas
 
Visionários da Cidade
Visionários da CidadeVisionários da Cidade
Visionários da Cidade
 
DA IDEIA À PRÁTICA: Como desenvolver um modelo de negócio de forma ágil e efi...
DA IDEIA À PRÁTICA: Como desenvolver um modelo de negócio de forma ágil e efi...DA IDEIA À PRÁTICA: Como desenvolver um modelo de negócio de forma ágil e efi...
DA IDEIA À PRÁTICA: Como desenvolver um modelo de negócio de forma ágil e efi...
 

Último

Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdfIdeais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Anesio2
 
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdfOficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
beathrizalves131
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
marcos oliveira
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
felipescherner
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
C4io99
 
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdfApostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
pattyhsilva271204
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Luzia Gabriele
 
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
AngelicaCostaMeirele2
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
marcos oliveira
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
arodatos81
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
antonio carlos
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
LeilaVilasboas
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
jetroescola
 
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdfIdeais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
 
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdfOficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
 
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdfApostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
 
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
 
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
 

Design Thinking Weekend + SUA Jornada agora na SUA Cidade

  • 3. O que fazemos? Disseminamos o Design Thinking como forma de gerar inovação, projetos de impacto e conectar as pessoas com seu real potencial criativo.
  • 4. Mas o que é o Design Thinking? É um modelo mental, uma abordagem prática que acelera a inovação e soluciona problemas através de um olhar humano. Ao baixar as barreiras da hierarquia e do pensamento exclusivamente cartesiano, o Design Thinking oferece um espaço para as idéias emergirem sem pré-julgamentos, fazendo com que o nosso cérebro seja forçado a sair da sua zona de conforto, e, a partir daí, enxergar futuros desejáveis.
  • 6. Human Centered Design O grande diferencial do Design Thinking é o foco no ser humano, conseguimos observar em todos nós. Todos temos a capacidade de usar o nosso conhecimento de maneira complementar ao de outras. Quando uma pessoa pensa em um problema, ela certamente tem uma visão única sobre ele, mas se multiplicarmos os olhares, teremos diferentes perspectivas, chegando mais perto do que é esse problema na realidade. Essa diversidade de olhares nos permite enxergar oportunidades e soluções que jamais seriam possíveis se geradas por uma só cabeça.
  • 7. Objetivo Realizar uma facilitação para que o processo de inovação através do Design Thinking possa emergir através dos participantes
  • 8. Que consiste em 7 etapas: 1. Warm UP 2. Desconstrução 3. Pesquisa 4. Ponto de Vista 5. Ideação 6. Prototipagem / Teste / Iteração 7. Apresentação
  • 10. Warm UP Esta etapa possui 2 momentos: 1. Em busca da Criatividade Perdida Dinâmicas de destravamento da criatividade que foi bloqueada ao longo de nossa vida. ! Inspirado em dinâmicas do Doutores da Alegria
  • 11. Warm UP 2. Ferramentas Colaborativas Co-creation Início do trabalho de co-criação, em que grupos listarão situações problemas (a definir) e lançarão post its. ! OFF to ON Ensinaremos levar as infos trabalhadas nas plataformas digitais colaborativas, como: Mind Map, Lino e Trello
  • 12. Desconstrução Esta é a fase de de questionar as questões. ! Momento de divergência de pensamento. É necessário fazer um entendimento 360 graus do desafio inicial, colocar todos os pressupostos na mesa e desapergar-se deles. Este é um momento de abertura de olhar e preparação de pesquisa de campo. Momento de nivelamento de conhecimento e de criação das primeiras regras sociais do grupo que facilitam a colaboração.
  • 13. Pesquisa Momento de convergência de olhar e empatia! ! Hora de sair a campo, conversar, observar, provar, hora de sair da zona de conforto! Todo serviço, produto ou plataforma é feito para pessoas e por isso nossa pesquisa se baseia nas mesmas! Estamos interessados no fator humano e assim devemos olhar todos os aspectos do ser humano: físico, cultural, sociológico e psicológico…
  • 14. Ponto de Vista ! Momento de convergência de pensamento. ! O ponto de vista é provavelmente um dos momentos mais difíceis do projeto. Depois de gerar grande quantidade de dados, insights e novas compressões, é hora de refrasear o desafio a partir do entendimento e pesquisa em grupo. É momento de navegação e organização da complexidade gerada. ! !
  • 15. Ideação Utilizando toda a capacidade do seu cérebro (pensamento lógico + pensamento abstrato) essa fase transforma a pesquisa e dados em direções estratégicas para uma combinação de elementos, propiciando a criação (e resposta ao ponto de vista) das soluções do desafio em um ambiente aberto a encontros inusitados.
  • 16. Prototipagem A fase de prototipagem é um momento de DIVERGÊNCIA, de gerar ainda mais idéias, de crescer o seu entendimento, de expandir… ! O protótipo é uma forma poderosa de comunicação que nos forçam a pensar realisticamente sobre a maneira como as pessoas irão interagir com o conceito que estamos projetando. É o momento de tirar as idéias do papel, de dar-lhes vida. A construção de modelos nos ajuda na visualização e iteração do funcionamento da ideia. ! !
  • 17. Teste / Iteração "Fail often to succeed sooner." IDEO Se você testar a sua ideia, deixar ela crescer fora de seu controle, sua ideia ganha vida própria, vira realidade e se revela para os outros ! A iteração é a oportunidade de refinar as nossas soluções e torná-las melhores. Levá-las a um próximo nível. O feed back nos traz insights valiosos que nos ajudam a criar uma solução relevante e importante para os usuários, criando valor para a solução.
  • 18. Apresentação Este é o momento final do workshop em cada grupo fará um pitch de 5 minutos do seu projeto. ! É o momento de vencer o medo e enfrentar o público. ! O objetivo deste workshop é contagiar e empoderar os participantes a partir de um novo modelo mental (Design Thinking) e dali darmos continuidade no processo de inovação em Juiz de Fora.
  • 19. CRONOGRAMA WEEKEND Warm UP 6a feira Sábado Domingo 9:00 as 18:00 9:00 as 19:00 9:00 as 18:00 pitch
  • 20. Os participantes saem empoderados sentindo que realmente podem fazer escolhas e empreender suas vidas
  • 21. Mas a rotina volta, e nossa capacidade de inovar diminui
  • 23. até aquela energia baixar e dar espaço à preocupação, ao medo e ao stress
  • 24. WEEKEND Warm UP 6a feira Sábado Domingo 9:00 as 18:00 9:00 as 19:00 9:00 as 18:00 pitch LAB INOVAÇÃO CO-CRIAÇÃO
  • 26. Tem sido uma JORNADA incrível, nosso O laboratório que é? de co-criação está a todo vapor navegando na complexidade É um laboratório para que os projetos montados no Design Thinking Weekend continuem vivendo e para das possibilidades :) todas as 3as e 5as das 15-18hs e 19-22hs que outras ideias / projetos possam sair da cabeça e se tornarem realidade, com suporte Rua Laboriosa, 89 Vila Madalena continuo aos participantes Transmissão via web - quebra de barreiras físicas e geográficas
  • 28. Acreditamos que paixão, prazer e trabalho andam de mãos dadas Que todos somos criativos e podemos co-criar caminhos e projetos financeiramente sustentáveis para construir a SUA Jornada :)
  • 29. E é aí que eu entro nesta história Descobri que meu própósito de vida é solucionar questões complexas Minha habilidades são: criatividade, empatia, organização mental e ousadia. Onde existir complexidade seja em desafios pessoais ou projetos de impacto, me chamem que terei grande prazer em contribuir :) Gabriel Coelho
  • 30. Minha experiência de vida! Percebi, na verdade, que a complexidade me fascina desde garoto. Gostava de jogar xadrez, montar quebra-cabeça, quis entrar na faculdade mais difícil da minha área, mesmo não sendo um grande aluno e consegui. ! ! Na minha carreira nunca gostei dos caminhos fáceis e tradicionais, o perigo e os desafios sempre me atraíram. Publicitário de formação, com um MBA largado pela metade, e 16 anos de experiência em Publicidade/Marketing e Empreendedorismo, entrei em uma crise profunda há 3 anos atrás quando percebi que não sabia mais reconhecer uma amizade, e o que realmente queria para minha vida. Depois de cabeçadas aqui e acolá, muitas buscas, e vivendo em F.O.M.O. (Fear of Missing Out - uma doença corporativa muito comum nos dias de hoje, em que quanto mais você busca informações, mais você sente que está perdendo) conheci o Design Thinking e a Ciência das redes. A partir daí comecei a me reconectar com meu potencial criativo, aprendi a co-criar e percebi que o meu melhor estava dentro de mim, escondido louco para se expressar :) me senti literalmente empoderado e passei a viver o Design Thinking 24 horas por dia. Deste sentimento nasceu a comunidade Empodere-se, a Jornada da Inovação e agora o projeto SUA Jornada em que aprofundaremos a vivência no Design Thinking e mergulharemos na construção de muitos projetos de diferentes áreas, tamanhos e complexidades.
  • 31. A quem se destina este projeto? Para pessoas: que queiram encontrar novos caminhos para sua vida / sua carreira. que queiram ativar seu potencial criativo que queiram aprender a co-criar que queiram trazer seu projeto para ser co-criado novos caminhos que queiram se conectar com pessoas que também estejam no mesmo processo que você :)
  • 32. Quando e onde? Quando e onde? Já temos um laboratório em São Os encontros acontecerão na lab em princípio às 3as e 5as das 15h Paulo com 192 pessoas conectadas até o momento. as 18h e das 19h as 22h. Acontece todas as 3a e 5as feiras em 2 turnos: 15 as 18 e 19 as 22 Endereço:Rua Laboriosa, 89 LAB89 - Vila Madalena Rua Laboriosa, 89 Vila Madalena - Sào Paulo Por quanto tempo? Até quando? Acredito em um processo contínuo, por isso o nome Jornada, mas o término se dará no momento que cada Acreditamos que a complexidade acompanhará as pessoas e os projetos de maneira contínua nas diferentes um desejar, fases de cada se desejar um, por :) isso o nome Jornada, mas cada um pode encerrar seu ciclo na SUA Jornada no momento que desejar :)
  • 33. Sem fronteiras e conectado O objetivo é conectar os laboratórios da SUA Jornada pelo Brasil e pelo mundo a fora. A fim de aumentar a troca e Sem fronteiras interatividade entre todos os que estão buscando novos caminhos para empreender sua vida e construir projetos Nossos encontros serão conectados por paixões em comum. transmitidos via web e nos desafiaremos a co-criar via web SUA CIDADE PODE SER A PRÓXIMA Vamos empoderá-la?