SlideShare uma empresa Scribd logo
PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS
Design Thinking

Metodologia para Inovação - 2015
PAULO RENATO PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS
Sobre o profissional
Paulo Renato Oliveira
Publicitário especializado em internet e dramaturgo, com mais de 15 anos de experiência. Já foi diretor de
criação de diversas agências em São Paulo e Curitiba, atendendo clientes como Petrobrás, Vivo, O
Boticário, Renault, ONU (Organização das Nações Unidas), Kraft Foods e suas marcas Lacta, Trakinas e
Sonho de Valsa, entre outros. Já recebeu diversos prêmios nacionais e internacionais, inclusive de
profissional de comunicação digital mais premiado no Clube de Criação do Paraná. Presta consultoria nas
áreas de comunicação e marketing digital e concepção de produtos digitais e ministra cursos e palestras
sobre o tema.

Conheça:

>> www.paulorenato.net
PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS
Uma	
  grande	
  descoberta	
  

tecnológica	
  é	
  uma	
  invenção.
Um	
  grande	
  produto	
  nas	
  mãos	
  

das	
  pessoas	
  é	
  uma	
  inovação.
Invenção	
  x	
  Inovação
• Novidade • Utilidade • Viabilidade
PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS
Fatores	
  fundamentais	
  para	
  Inovação
• Inovação	
  é	
  uma	
  Cultura.	
  Produtos	
  inovadores	
  vêm	
  de	
  empresas	
  com	
  
cultura	
  de	
  inovação.
• Inovação	
  é	
  evolutiva.	
  Acontece	
  em	
  ambientes	
  em	
  que	
  é	
  seguro	
  
errar.	
  
• Inovação	
  é	
  centrada	
  no	
  ser	
  humano.	
  Não	
  na	
  tecnologia.	
  Não	
  no	
  
“mercado”.	
  Mas	
  em	
  seres	
  humanos	
  reais,	
  e	
  suas	
  necessidades.
• Inovação	
  é	
  Multidisciplinar.	
  Reune	
  conhecimentos	
  já	
  correntes	
  em	
  
diferentes	
  áreas.
PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS
Pixar:	
  Uniu	
  os	
  mundos	
  artístico	
  e	
  tecnológico.	
  Os	
  ilustradores	
  e	
  os	
  engenheiros.	
  

Sua	
  sede	
  foi	
  idealizada	
  para	
  promover	
  encontros	
  e	
  colaborações	
  não	
  planejadas.
Multidisciplinaridade
PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS
Um	
  ambiente	
  seguro	
  para	
  o	
  erro	
  é	
  essencial	
  para	
  a	
  inovação.	
  As	
  pessoas	
  devem	
  
sentir-­‐se	
  seguras	
  para	
  errar,	
  sabendo	
  que	
  o	
  importante	
  é	
  avançar	
  a	
  cada	
  erro.
Fail	
  Fast.	
  Fail	
  Often.
PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS
Human	
  Centered
"Os	
  excessos	
  do	
  sistema	
  de	
  especialização	
  
prematura,	
  sob	
  o	
  pretexto	
  falacioso	
  de	
  eficácia	
  
assassinam	
  o	
  espírito,	
  interditam	
  toda	
  a	
  via	
  
cultural	
  e	
  suprimem	
  até	
  mesmo	
  o	
  progresso	
  
nas	
  ciências	
  do	
  futuro."



Albert	
  Einstein	
  em	
  

"Como	
  vejo	
  o	
  mundo:	
  Educação	
  para	
  um	
  pensamento	
  livre."
• Trabalhar	
  centrado	
  no	
  usuário	
  não	
  apenas	
  
nos	
  faz	
  “acertar	
  o	
  alvo”,	
  mas	
  nos	
  ajuda	
  a	
  
manter	
  o	
  senso	
  de	
  propósito	
  no	
  que	
  
estamos	
  realizando.	
  Não	
  importa	
  a	
  
especialidade,	
  a	
  etapa	
  do	
  projeto	
  ou	
  a	
  
tecnologia	
  utilizada.
Imagem:	
  Shutterstock
PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS
Serviços	
  da	
  Indústria	
  Automotiva
PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS
Ambientes	
  Urbanos
PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS
Sistema	
  de	
  Saúde
PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS
Por	
  que	
  Design	
  Thinking?
Designers	
  sempre	
  trabalharam	
  conciliando	
  necessidades	
  humanas	
  
com	
  os	
  recursos	
  técnicos	
  disponíveis	
  e	
  considerando

as	
  restrições	
  práticas	
  para	
  determinada	
  solução.
PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS
Por	
  que	
  Design	
  Thinking?
Porque	
  hoje	
  o	
  design	
  é	
  importante	
  demais	
  	
  
para	
  ser	
  deixado	
  apenas	
  para	
  os	
  designers.	
  
• Todas	
  as	
  áreas • Todos	
  os	
  produtos • Todos	
  os	
  projetos
PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS
Design	
  Thinking	
  e	
  Inovação	
  em	
  Produtos
Imersão Definição do
Problema
Ideação

(Geração de Hipóteses)
Prototipação Testes
PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS
• Baseada	
  em	
  ação	
  e	
  visualização,	
  não	
  em	
  quesZonários.
Imersão
• Também	
  entrevistar	
  os	
  usuários,	
  detectar	
  as	
  impressões.
Observar	
  o	
  mundo	
  pelos	
  olhos	
  do	
  usuário.	
  
• Observação	
  se	
  baseia	
  na	
  qualidade	
  e	
  não	
  na	
  quanZdade.
• UZlize	
  situações	
  análogas	
  para	
  comparação.
• Escolha	
  também	
  públicos	
  fora	
  da	
  curva.
• Crie	
  Personas	
  para	
  o	
  entendimento	
  comparZlhado.
PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS
Imersão
Observar	
  o	
  mundo	
  pelos	
  olhos	
  do	
  usuário.	
  
PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS
(Criando	
  Personas)
O	
  propósito	
  das	
  personas	
  é	
  criar	
  uma	
  representação	
  
confiável	
  e	
  realista	
  dos	
  nossos	
  principais	
  públicos.
• Descrevem	
  pessoas	
  reais,	
  com	
  uma	
  história,	
  objeZvos	
  e	
  valores.	
  
• Representa	
  um	
  grupo	
  relevante	
  de	
  nossos	
  usuários.
• Retrata	
  suas	
  expectaZvas	
  com	
  relação	
  ao	
  produto	
  ou	
  serviço.
• Ajuda	
  a	
  revelar	
  funcionalidades	
  universalmente	
  desejadas.
PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS
(Criando	
  Personas)
PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS
(Criando	
  Personas)
PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS
PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS
• Elaboração	
  adequada	
  do	
  problema
Definição	
  do	
  Problema
• Deve	
  ser	
  um	
  problema	
  de	
  negócios,	
  e	
  não	
  de	
  requisito	
  
ou	
  de	
  desenvolvimento.
• Não	
  deve	
  ser	
  restriZvo.	
  Não	
  deve	
  sugerir	
  soluções.
• Formato:	
  “PERSONA”	
  precisa	
  de	
  um	
  jeito	
  de	
  “PROBLEMA”	
  
porque	
  “RAZÃO”	
  
Quem	
  não	
  sabe	
  o	
  que	
  procura,	
  não	
  sabe	
  quando	
  encontra.	
  
PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS
Definição	
  do	
  Problema
Uma	
  jovem	
  e	
  simpática	
  formanda	
  de	
  
administração,	
  dedicada	
  à	
  resolução	
  
não	
  conflituosa	
  de	
  problemas	
  e	
  
ansiosa	
  pela	
  aceitação	
  de	
  seus	
  colegas
ganhar	
  algum	
  dinheiro	
  fazendo	
  o	
  
que	
  ela	
  realmente	
  gosta	
  
ela	
  não	
  está	
  satisfeita	
  com	
  a	
  forma	
  
como	
  sua	
  carreira	
  tem	
  evoluído.
2) Os Estacionamentos
Parar nas grandes cidades é um problema. Em algumas regiões estacionar é
muito caro, ainda mais se for por longos períodos. No Brasil, os
estacionamentos exigem que o usuário “esvazie” todo o carro, pois a chave
ficará com os manobristas que, já foi comprovado em inúmeras matérias na
imprensa, reviram cada canto dos seus pertences. Como evoluir isso para uma
forma melhor?
3) Avaliação dos Professores
O processo de avaliação de um professor pode ser melhorado. Se por um lado
a opinião dos alunos é um indicativo muito importante, este é um método que
avalia melhor o relacionamento do professor com a turma do que a solidez do
seu conhecimento. Como evoluir isso para uma forma melhor?
4) Avaliação dos Alunos de MBA
Provas estão longe de comprovar o potencial de um aluno frente aos
desafios do cotidiano empresarial. Enquanto aptidões como liderança e
iniciativa são essenciais, as provas avaliam apenas conhecimentos técnicos
específicos. Como evoluir isso para uma forma melhor?
Laboratórios	
  -­‐	
  Seleção	
  dos	
  Briefings
1) As Catracas de Acesso
Detectou-se uma necessidade de mudar o tradicional formato das catracas.
Elas causam filas, não servem para portadores de deficiências, não permitem
a saída rápida em caso de emergência. Os sistemas de leitura de digital são
ruins, causando ainda mais filas, ou exigindo que porteiros liberem o acesso.
Como evoluir isso para uma forma melhor?
Laboratórios	
  -­‐	
  Seleção	
  dos	
  Briefings
1) As Catracas de Acesso
2) Os Estacionamentos
3) Avaliação dos Professores
4) Avaliação dos Alunos de MBA
PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS
Laboratório	
  01	
  -­‐	
  Imersão
Baseado	
  no	
  briefing	
  definido	
  para	
  a	
  sua	
  equipe,	
  faça	
  a	
  imersão	
  no	
  seu	
  desafio.	
  	
  
• Encontre	
  um	
  indivíduo	
  que	
  represente	
  o	
  usuário	
  da	
  solução	
  que	
  você	
  vai	
  criar.	
  
Observe-­‐o	
  em	
  ação,	
  faça	
  anotações,	
  faça	
  perguntas.	
  	
  
• Descreva-­‐o	
  em	
  formato	
  de	
  persona,	
  colocando-­‐o	
  no	
  centro	
  do	
  mapa	
  de	
  empatia.	
  
• Complete	
  o	
  mapa	
  de	
  empatia,	
  preenchendo	
  o	
  que	
  ele	
  fala,	
  o	
  que	
  ele	
  faz,	
  o	
  que	
  ele	
  
pensa	
  e	
  o	
  que	
  ele	
  sente	
  com	
  relação	
  ao	
  tema	
  proposto.
Tempo:	
  40	
  minutos.
PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS
Laboratório	
  01	
  -­‐	
  Definição	
  do	
  Problema
Baseado	
  no	
  briefing	
  e	
  na	
  imersão	
  com	
  o	
  público-­‐alvo,	
  avalie	
  a	
  necessidade	
  de	
  
redefinir	
  o	
  problema	
  do	
  briefing	
  original.	
  
• Preencha	
  no	
  mapa	
  de	
  empatia	
  os	
  insights	
  gerados	
  na	
  fase	
  de	
  imersão.	
  
• Redija	
  formalmente	
  a	
  definição	
  do	
  problema,	
  preenchendo	
  os	
  campos	
  
adequados	
  no	
  mapa	
  de	
  empatia.	
  
Tempo:	
  20	
  minutos.
PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS
Laboratório	
  01	
  –	
  Análise
Troque	
  o	
  seu	
  mapa	
  de	
  empatia	
  com	
  o	
  de	
  outra	
  equipe	
  que	
  recebeu	
  o	
  mesmo	
  briefing	
  que	
  o	
  
seu.	
  Avalie	
  o	
  projeto	
  da	
  outra	
  equipe,	
  considerando:	
  
• Quão	
  bem	
  a	
  persona	
  retrata	
  o	
  público-­‐alvo.	
  Quão	
  ricas	
  estão	
  as	
  informações	
  para	
  que	
  
possamos	
  conhecer	
  o	
  usuário	
  do	
  nosso	
  produto	
  ou	
  serviço?	
  Comente.	
  	
  
• O	
  problema	
  está	
  bem	
  formulado?	
  Ele	
  poderia	
  ser	
  feito	
  de	
  forma	
  mais	
  ampla,	
  menos	
  restritiva?	
  
• Compartilhe	
  sua	
  análise	
  com	
  a	
  turma.
Tempo:	
  30	
  minutos.
PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS
Geração	
  de	
  Hipóteses
A	
  qualidade	
  vem	
  da	
  quanIdade.
PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS
• Geração	
  de	
  múlZplas	
  soluções	
  -­‐	
  entre	
  10	
  e	
  50.
Geração	
  de	
  Hipóteses
• Gerados	
  rapidamente.	
  Rabiscos	
  para	
  compreensão	
  rápida.
• Devem	
  ser	
  divididos	
  com	
  a	
  equipe	
  e	
  discuZdos.
• Não	
  são	
  documentos.	
  As	
  discussões	
  devem	
  acontecer	
  em	
  
reuniões	
  de	
  todo	
  o	
  grupo.
Fase	
  1	
  -­‐	
  Divergir.
PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS
• Agrupamento	
  de	
  ideias	
  semelhantes.
Geração	
  de	
  Hipóteses
• Seleção	
  das	
  melhores	
  ideias.	
  Post	
  a	
  vote!
• Classificação	
  das	
  ideias	
  como	
  Novas,	
  Úteis,	
  Viáveis
• Escolha	
  das	
  (primeiras)	
  ideias	
  a	
  serem	
  protoZpadas.
Fase	
  2	
  -­‐	
  Convergir.
PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS
• Trabalhar	
  com	
  o	
  Produto	
  Mínimo	
  Viável	
  -­‐	
  MVP.
ProtoZpação
• Fail	
  Fast.	
  Fail	
  Ooen.	
  ProtóZpos	
  rápidos.	
  Feios.	
  Suficientes	
  
para	
  aprendermos	
  algo	
  e	
  seguirmos	
  em	
  frente.
• Validar	
  rapidamente	
  a	
  solução	
  proposta.
Construir	
  para	
  pensar.
• Crie	
  sabendo	
  que	
  você	
  vai	
  jogá-­‐lo	
  fora!
PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS
ProtoZpação
	
  	
  	
  Acredite:	
  VOCÊ	
  VAI	
  ERRAR!	
  

Então	
  trabalhe	
  com	
  isso	
  em	
  mente.
PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS
ProtoZpação
PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS
• Quanto	
  mais	
  gente	
  Zver	
  acesso	
  ao	
  protóZpo,	
  melhor.
Testes	
  (de	
  conceito)	
  
• “Dê	
  a	
  luz”	
  o	
  mais	
  rápido	
  possível.
• Realizados	
  sobre	
  o	
  protóZpo.
• Nos	
  testes	
  com	
  usuários,	
  deve	
  ter	
  objeZvos	
  claros	
  -­‐	
  

o	
  que	
  queremos	
  descobrir?
• Realizados	
  em	
  ciclos	
  constantes.	
  As	
  descobertas	
  devem	
  
ser	
  discuZdas	
  e	
  gerar	
  os	
  próximos	
  passos.	
  
Indicar	
  o	
  próximo	
  passo.
PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS
Testes	
  (de	
  conceito)	
  
Ideia	
  
Ensinar	
  aos	
  pais	
  como	
  ajudar	
  seus	
  0ilhos	
  a	
  escolherem	
  a	
  carreira.	
  Quando	
  as	
  crianças	
  crescerem,	
  eles	
  
saberão	
  como	
  auxiliá-­‐los.	
  Isto	
  pode	
  ser	
  parte	
  do	
  currículo	
  escolar	
  das	
  crianças,	
  mas	
  direcionado	
  aos	
  pais.	
  
Protótipo	
  1	
  –	
  Aplicativo	
  de	
  Smartphone	
  para	
  os	
  Pais	
  
-­‐ Aplicativo	
  concebido	
  para	
  os	
  pais	
  preencherem	
  a	
  evolução	
  escolar	
  de	
  seus	
  0ilhos	
  continuamente,	
  
de	
  forma	
  que	
  possam	
  acompanhar	
  seu	
  desenvolvimento.	
  Questões:	
  
-­‐ 1)	
  Preencha	
  o	
  ano	
  do	
  seu	
  0ilho.	
  
-­‐ 2)	
  Preencha	
  as	
  impressões	
  do	
  seu	
  0ilho.	
  
-­‐ 3)	
  O	
  que	
  ele/ela	
  gostaria	
  de	
  aprender	
  com	
  você?	
  
-­‐ 4)	
  O	
  que	
  ele/ela	
  mais	
  gosta	
  de	
  aprender?	
  
-­‐ O	
  conteúdo	
  será	
  enviado	
  periodicamente	
  para	
  especialistas.	
  	
  
-­‐ Especialistas	
  em	
  carreira	
  fornecerão	
  feedback	
  a	
  respeito	
  de	
  interesses	
  em	
  cada	
  faixa	
  etária.	
  	
  
	
  	
  
Teste	
  do	
  Protótipo	
  1	
  –	
  Aplicativo	
  de	
  Smartphone	
  para	
  os	
  Pais	
  
-­‐ O	
  pai	
  do	
  stakeholder	
  foi	
  convidado	
  para	
  preencher	
  as	
  informações	
  do	
  aplicativo	
  durante	
  uma	
  
semana.	
  Percebi	
  que:	
  
1) As	
  questões	
  eram	
  muito	
  abertas.	
  Elas	
  devem	
  ser	
  mais	
  detalhadas.	
  
2) É	
  importante	
  ter	
  algum	
  tipo	
  de	
  lembrete,	
  para	
  que	
  os	
  pais	
  não	
  esqueçam	
  de	
  preencher	
  as	
  
informações.	
  	
  
3) É	
  importante	
  incluir,	
  de	
  alguma	
  forma,	
  a	
  participação	
  do	
  stakeholder	
  no	
  processo.	
  
PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS
Testes	
  (de	
  conceito)	
  
Ideia	
  
Ensinar	
  aos	
  pais	
  como	
  ajudar	
  seus	
  0ilhos	
  a	
  escolherem	
  a	
  carreira.	
  Quando	
  as	
  crianças	
  crescerem,	
  eles	
  
saberão	
  como	
  auxiliá-­‐los.	
  Isto	
  pode	
  ser	
  parte	
  do	
  currículo	
  escolar	
  das	
  crianças,	
  mas	
  direcionado	
  aos	
  pais.	
  
Protótipo	
  2	
  -­‐	
  Tarefa	
  de	
  Casa	
  
-­‐ As	
  mesmas	
  questões	
  do	
  protótipo	
  1	
  foram	
  enviadas	
  apenas	
  uma	
  vez	
  na	
  semana,	
  como	
  tarefa	
  de	
  
casa,	
  por	
  e-­‐mail.	
  	
  
-­‐ O	
  conteúdo	
  será	
  enviado	
  periodicamente	
  para	
  especialistas.	
  	
  
-­‐ Especialistas	
  em	
  carreira	
  fornecerão	
  feedback	
  a	
  respeito	
  de	
  interesses	
  em	
  cada	
  faixa	
  etária.	
  	
  
Teste	
  do	
  protótipo	
  2	
  -­‐	
  Tarefa	
  de	
  Casa	
  	
  
Percebi	
  que:	
  
	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  1)	
  Por	
  e-­‐mail	
  as	
  respostas	
  tendem	
  a	
  ser	
  mais	
  completas.	
  	
  	
  	
  	
  
	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  2)	
  Semanalmente	
  é	
  uma	
  frequência	
  muito	
  alta.	
  As	
  respostas	
  podem	
  ser	
  dadas	
  mensalmente	
  (são	
  
necessários	
  mais	
  testes	
  para	
  decidir	
  a	
  frequência	
  ótima).	
  
PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS
Testes	
  (de	
  conceito)	
  
PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS
Mídias	
  Sugeridas
• Design	
  Thinking	
  -­‐	
  Tim	
  Brown	
  
• Implantação	
  de	
  Cultura	
  de	
  Inovação	
  -­‐	
  Marc	
  Giget	
  
• A	
  Startup	
  Enxuta	
  -­‐	
  Eric	
  Ries	
  
• Pretotype	
  it	
  -­‐	
  Alberto	
  Savoya	
  	
  
• Business	
  Model	
  Generation	
  -­‐	
  Alexander	
  Osterwalder	
  &	
  Yves	
  Pigneur	
  
• Made	
  to	
  Stick.	
  Why	
  Some	
  Ideas	
  Survive	
  and	
  Others	
  Die	
  –	
  Chip	
  Heath	
  &	
  Dan	
  
Heath	
  
• Especificação	
  de	
  Wireframes:	
  http://pt.slideshare.net/viniciuskrause/
especificao-­‐wireframe	
  
• Podcast	
  “The	
  Accidental	
  Creative”.
PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Criatividade. O que é?
Criatividade. O que é?Criatividade. O que é?
Criatividade. O que é?
João Lima
 
Inovação & Criatividade
Inovação & CriatividadeInovação & Criatividade
Inovação & Criatividade
Augusto Pinto
 
Design thinking
Design thinkingDesign thinking
Aula 05 Briefing
Aula 05   BriefingAula 05   Briefing
Aula 05 Briefing
Elizeu Nascimento Silva
 
Introdução design thinking
Introdução design thinkingIntrodução design thinking
Introdução design thinking
Joana Cerejo
 
Apresentação de Design Thinking
Apresentação de Design ThinkingApresentação de Design Thinking
Apresentação de Design Thinking
baufaker
 
Criatividade e Inovação
Criatividade e InovaçãoCriatividade e Inovação
Criatividade e Inovação
Leonardo Tostes
 
Slides avaliacao de desempenho - curso belém
Slides   avaliacao de desempenho - curso belémSlides   avaliacao de desempenho - curso belém
Slides avaliacao de desempenho - curso belém
Roberta Trigo
 
Gestão da Inovação
Gestão da InovaçãoGestão da Inovação
Gestão da Inovação
Graziela Bernardo Mota
 
Empreendedorismo: Startups
Empreendedorismo: StartupsEmpreendedorismo: Startups
Empreendedorismo: Startups
Renato Melo
 
O que motiva voce
O que motiva voceO que motiva voce
O que motiva voce
Kátia Rumbelsperger
 
Brainstorming
BrainstormingBrainstorming
Brainstorming
Bruna M
 
Criação Publicitária - Aula 01 - Criatividade
Criação Publicitária - Aula 01 - CriatividadeCriação Publicitária - Aula 01 - Criatividade
Criação Publicitária - Aula 01 - Criatividade
Thiago Ianatoni
 
Palestra Gestão da Inovação.
Palestra Gestão da Inovação.Palestra Gestão da Inovação.
Palestra Gestão da Inovação.
innoscience_
 
Planejamento estrategico, tático e operacional
Planejamento estrategico, tático e operacionalPlanejamento estrategico, tático e operacional
Planejamento estrategico, tático e operacional
PMY TECNOLOGIA LTDA
 
Plano de carreira
Plano de carreiraPlano de carreira
Plano de carreira
Nome Sobrenome
 
Marketing Pessoal
Marketing PessoalMarketing Pessoal
Criatividade
CriatividadeCriatividade
Criatividade
Aline Corso
 
Tomada de decisão
Tomada de decisãoTomada de decisão
Tomada de decisão
Leila Oliva
 
Introdução ao Design Thinking
Introdução ao Design ThinkingIntrodução ao Design Thinking
Introdução ao Design Thinking
Ana Carolina Barbosa Silva
 

Mais procurados (20)

Criatividade. O que é?
Criatividade. O que é?Criatividade. O que é?
Criatividade. O que é?
 
Inovação & Criatividade
Inovação & CriatividadeInovação & Criatividade
Inovação & Criatividade
 
Design thinking
Design thinkingDesign thinking
Design thinking
 
Aula 05 Briefing
Aula 05   BriefingAula 05   Briefing
Aula 05 Briefing
 
Introdução design thinking
Introdução design thinkingIntrodução design thinking
Introdução design thinking
 
Apresentação de Design Thinking
Apresentação de Design ThinkingApresentação de Design Thinking
Apresentação de Design Thinking
 
Criatividade e Inovação
Criatividade e InovaçãoCriatividade e Inovação
Criatividade e Inovação
 
Slides avaliacao de desempenho - curso belém
Slides   avaliacao de desempenho - curso belémSlides   avaliacao de desempenho - curso belém
Slides avaliacao de desempenho - curso belém
 
Gestão da Inovação
Gestão da InovaçãoGestão da Inovação
Gestão da Inovação
 
Empreendedorismo: Startups
Empreendedorismo: StartupsEmpreendedorismo: Startups
Empreendedorismo: Startups
 
O que motiva voce
O que motiva voceO que motiva voce
O que motiva voce
 
Brainstorming
BrainstormingBrainstorming
Brainstorming
 
Criação Publicitária - Aula 01 - Criatividade
Criação Publicitária - Aula 01 - CriatividadeCriação Publicitária - Aula 01 - Criatividade
Criação Publicitária - Aula 01 - Criatividade
 
Palestra Gestão da Inovação.
Palestra Gestão da Inovação.Palestra Gestão da Inovação.
Palestra Gestão da Inovação.
 
Planejamento estrategico, tático e operacional
Planejamento estrategico, tático e operacionalPlanejamento estrategico, tático e operacional
Planejamento estrategico, tático e operacional
 
Plano de carreira
Plano de carreiraPlano de carreira
Plano de carreira
 
Marketing Pessoal
Marketing PessoalMarketing Pessoal
Marketing Pessoal
 
Criatividade
CriatividadeCriatividade
Criatividade
 
Tomada de decisão
Tomada de decisãoTomada de decisão
Tomada de decisão
 
Introdução ao Design Thinking
Introdução ao Design ThinkingIntrodução ao Design Thinking
Introdução ao Design Thinking
 

Destaque

Analise sistemas 07
Analise sistemas 07Analise sistemas 07
Analise sistemas 07
Caroline Raquel Rodrigues
 
Sistema Gerenciador de Eventos - DFD
Sistema Gerenciador de Eventos - DFDSistema Gerenciador de Eventos - DFD
Sistema Gerenciador de Eventos - DFD
Guilherme Carlos
 
Design de experiência e as novas fronteiras da inovação
Design de experiência e as novas fronteiras da inovaçãoDesign de experiência e as novas fronteiras da inovação
Design de experiência e as novas fronteiras da inovação
Carlos Rosemberg
 
Desing thinking
Desing thinkingDesing thinking
Desing thinking
Rafael Chagas
 
Desing thinking
Desing thinkingDesing thinking
Desing thinking
Alessandra Martins
 
Desing thinking Approach
Desing thinking ApproachDesing thinking Approach
Desing thinking Approach
Adriano Amaral, MSEE
 
Dinâmica - Debatendo estratégia com 3horizontes
Dinâmica - Debatendo estratégia com 3horizontesDinâmica - Debatendo estratégia com 3horizontes
Dinâmica - Debatendo estratégia com 3horizontes
Heller de Paula
 
Por que Precisamos Inovar?
Por que Precisamos Inovar?Por que Precisamos Inovar?
Por que Precisamos Inovar?
Rafael Targino
 
Service Design em Grandes Corporações
Service Design em Grandes CorporaçõesService Design em Grandes Corporações
Service Design em Grandes Corporações
Heller de Paula
 
Design thinking
Design thinking Design thinking
Design thinking
SlashMobility.com
 
Dinâmica para definir jornada e métricas para um MVP
Dinâmica para definir jornada e métricas para um MVPDinâmica para definir jornada e métricas para um MVP
Dinâmica para definir jornada e métricas para um MVP
Heller de Paula
 
Seminario patentes INPI-FEA/UNICAMP2012
Seminario patentes INPI-FEA/UNICAMP2012Seminario patentes INPI-FEA/UNICAMP2012
Seminario patentes INPI-FEA/UNICAMP2012
Camilo Teixeira
 
Innovation sprint using design thinking
Innovation sprint using design thinkingInnovation sprint using design thinking
Innovation sprint using design thinking
Heller de Paula
 
Mapa de Empatia e Persona
Mapa de Empatia e PersonaMapa de Empatia e Persona
Mapa de Empatia e Persona
smvfm
 
Service Blueprint - Visualize and understand the entire service network
Service Blueprint - Visualize and understand the entire service networkService Blueprint - Visualize and understand the entire service network
Service Blueprint - Visualize and understand the entire service network
Heller de Paula
 
Personas e Cenários
Personas e CenáriosPersonas e Cenários
Personas e Cenários
Patrícia Carrion
 
Inovação e sustentabilidade
Inovação e sustentabilidadeInovação e sustentabilidade
Inovação e sustentabilidade
Anatalia Saraiva Martins Ramos
 
Gestão da Criatividade e Inovação
Gestão da Criatividade e InovaçãoGestão da Criatividade e Inovação
Gestão da Criatividade e Inovação
Roberto Moschetta
 
Empreendedorismo
EmpreendedorismoEmpreendedorismo
Empreendedorismo
josedornelas
 
Criatividade e Inovação
Criatividade e InovaçãoCriatividade e Inovação
Criatividade e Inovação
Graziela Bernardo Mota
 

Destaque (20)

Analise sistemas 07
Analise sistemas 07Analise sistemas 07
Analise sistemas 07
 
Sistema Gerenciador de Eventos - DFD
Sistema Gerenciador de Eventos - DFDSistema Gerenciador de Eventos - DFD
Sistema Gerenciador de Eventos - DFD
 
Design de experiência e as novas fronteiras da inovação
Design de experiência e as novas fronteiras da inovaçãoDesign de experiência e as novas fronteiras da inovação
Design de experiência e as novas fronteiras da inovação
 
Desing thinking
Desing thinkingDesing thinking
Desing thinking
 
Desing thinking
Desing thinkingDesing thinking
Desing thinking
 
Desing thinking Approach
Desing thinking ApproachDesing thinking Approach
Desing thinking Approach
 
Dinâmica - Debatendo estratégia com 3horizontes
Dinâmica - Debatendo estratégia com 3horizontesDinâmica - Debatendo estratégia com 3horizontes
Dinâmica - Debatendo estratégia com 3horizontes
 
Por que Precisamos Inovar?
Por que Precisamos Inovar?Por que Precisamos Inovar?
Por que Precisamos Inovar?
 
Service Design em Grandes Corporações
Service Design em Grandes CorporaçõesService Design em Grandes Corporações
Service Design em Grandes Corporações
 
Design thinking
Design thinking Design thinking
Design thinking
 
Dinâmica para definir jornada e métricas para um MVP
Dinâmica para definir jornada e métricas para um MVPDinâmica para definir jornada e métricas para um MVP
Dinâmica para definir jornada e métricas para um MVP
 
Seminario patentes INPI-FEA/UNICAMP2012
Seminario patentes INPI-FEA/UNICAMP2012Seminario patentes INPI-FEA/UNICAMP2012
Seminario patentes INPI-FEA/UNICAMP2012
 
Innovation sprint using design thinking
Innovation sprint using design thinkingInnovation sprint using design thinking
Innovation sprint using design thinking
 
Mapa de Empatia e Persona
Mapa de Empatia e PersonaMapa de Empatia e Persona
Mapa de Empatia e Persona
 
Service Blueprint - Visualize and understand the entire service network
Service Blueprint - Visualize and understand the entire service networkService Blueprint - Visualize and understand the entire service network
Service Blueprint - Visualize and understand the entire service network
 
Personas e Cenários
Personas e CenáriosPersonas e Cenários
Personas e Cenários
 
Inovação e sustentabilidade
Inovação e sustentabilidadeInovação e sustentabilidade
Inovação e sustentabilidade
 
Gestão da Criatividade e Inovação
Gestão da Criatividade e InovaçãoGestão da Criatividade e Inovação
Gestão da Criatividade e Inovação
 
Empreendedorismo
EmpreendedorismoEmpreendedorismo
Empreendedorismo
 
Criatividade e Inovação
Criatividade e InovaçãoCriatividade e Inovação
Criatividade e Inovação
 

Semelhante a Design Thinking - Metodologia para Inovação

UX - Experiência do Usuário. Concepção e desenvolvimento de produtos digitais...
UX - Experiência do Usuário. Concepção e desenvolvimento de produtos digitais...UX - Experiência do Usuário. Concepção e desenvolvimento de produtos digitais...
UX - Experiência do Usuário. Concepção e desenvolvimento de produtos digitais...
Paulo Oliveira
 
Cd - aulas 06 e 07
Cd - aulas 06 e 07Cd - aulas 06 e 07
Experiência do Usuário e Jornada do Usuário
Experiência do Usuário e Jornada do Usuário Experiência do Usuário e Jornada do Usuário
Experiência do Usuário e Jornada do Usuário
Raiana Comiran
 
Marketing Digital Estratégico - Incorporando o digital no coração das empresas
Marketing Digital Estratégico - Incorporando o digital no coração das empresasMarketing Digital Estratégico - Incorporando o digital no coração das empresas
Marketing Digital Estratégico - Incorporando o digital no coração das empresas
Paulo Oliveira
 
Design Thinking em produtos e serviços digitais
Design Thinking em produtos e serviços digitaisDesign Thinking em produtos e serviços digitais
Design Thinking em produtos e serviços digitais
Ginga.ag
 
Small Data
Small DataSmall Data
Small Data
Inventta
 
UX da Questão
UX da QuestãoUX da Questão
UX da Questão
Neviton Santana
 
4 - O designer para a inovação.ppt
4 - O designer para a inovação.ppt4 - O designer para a inovação.ppt
4 - O designer para a inovação.ppt
DanieleMudrey1
 
Como a Rede Cultural BrokerTM auxilia o seu projeto?
Como a Rede Cultural BrokerTM auxilia o seu projeto?Como a Rede Cultural BrokerTM auxilia o seu projeto?
Como a Rede Cultural BrokerTM auxilia o seu projeto?
EXPEDITO SILVA
 
Palestra Mídias Sociais - 10ª Jornada de Profissões Colégio Rio Branco
Palestra Mídias Sociais - 10ª Jornada de Profissões Colégio Rio BrancoPalestra Mídias Sociais - 10ª Jornada de Profissões Colégio Rio Branco
Palestra Mídias Sociais - 10ª Jornada de Profissões Colégio Rio Branco
Fernando Souza
 
InPulso Comunicação Colaborativa
InPulso Comunicação ColaborativaInPulso Comunicação Colaborativa
InPulso Comunicação Colaborativa
GPA
 
Palestra - Social Media - 3º Profissão e Futuro - Encontro Rio Branco de Pro...
Palestra  - Social Media - 3º Profissão e Futuro - Encontro Rio Branco de Pro...Palestra  - Social Media - 3º Profissão e Futuro - Encontro Rio Branco de Pro...
Palestra - Social Media - 3º Profissão e Futuro - Encontro Rio Branco de Pro...
Fernando Souza
 
Gestão de Clientes no Universo Digital
Gestão de Clientes no Universo DigitalGestão de Clientes no Universo Digital
Gestão de Clientes no Universo Digital
Paulo Oliveira
 
UX: Creating Killer Experiences - FIAP
UX: Creating Killer Experiences - FIAPUX: Creating Killer Experiences - FIAP
UX: Creating Killer Experiences - FIAP
Alexandre Tarifa
 
Design Thinking: transformando a forma de pensar e resolver problemas
Design Thinking: transformando a forma de pensar e resolver problemasDesign Thinking: transformando a forma de pensar e resolver problemas
Design Thinking: transformando a forma de pensar e resolver problemas
Renata Tonezi
 
Prototipação
PrototipaçãoPrototipação
Prototipação
Marcello Cardoso
 
Palestra fit 14mar2013
Palestra fit 14mar2013Palestra fit 14mar2013
Palestra fit 14mar2013
Thais Campas
 
O Arquiteto da Informação no Brasil e no Exterior, Desafios & Perspectivas - ...
O Arquiteto da Informação no Brasil e no Exterior, Desafios & Perspectivas - ...O Arquiteto da Informação no Brasil e no Exterior, Desafios & Perspectivas - ...
O Arquiteto da Informação no Brasil e no Exterior, Desafios & Perspectivas - ...
Impacta Eventos
 
Metodologia ativação projetos pergunta pivo
Metodologia ativação projetos pergunta pivoMetodologia ativação projetos pergunta pivo
Metodologia ativação projetos pergunta pivo
Dobra Inova
 
Como usar Social para estratégias B2B - Brasscom
Como usar Social para estratégias B2B - BrasscomComo usar Social para estratégias B2B - Brasscom
Como usar Social para estratégias B2B - Brasscom
Daniel Rimoli
 

Semelhante a Design Thinking - Metodologia para Inovação (20)

UX - Experiência do Usuário. Concepção e desenvolvimento de produtos digitais...
UX - Experiência do Usuário. Concepção e desenvolvimento de produtos digitais...UX - Experiência do Usuário. Concepção e desenvolvimento de produtos digitais...
UX - Experiência do Usuário. Concepção e desenvolvimento de produtos digitais...
 
Cd - aulas 06 e 07
Cd - aulas 06 e 07Cd - aulas 06 e 07
Cd - aulas 06 e 07
 
Experiência do Usuário e Jornada do Usuário
Experiência do Usuário e Jornada do Usuário Experiência do Usuário e Jornada do Usuário
Experiência do Usuário e Jornada do Usuário
 
Marketing Digital Estratégico - Incorporando o digital no coração das empresas
Marketing Digital Estratégico - Incorporando o digital no coração das empresasMarketing Digital Estratégico - Incorporando o digital no coração das empresas
Marketing Digital Estratégico - Incorporando o digital no coração das empresas
 
Design Thinking em produtos e serviços digitais
Design Thinking em produtos e serviços digitaisDesign Thinking em produtos e serviços digitais
Design Thinking em produtos e serviços digitais
 
Small Data
Small DataSmall Data
Small Data
 
UX da Questão
UX da QuestãoUX da Questão
UX da Questão
 
4 - O designer para a inovação.ppt
4 - O designer para a inovação.ppt4 - O designer para a inovação.ppt
4 - O designer para a inovação.ppt
 
Como a Rede Cultural BrokerTM auxilia o seu projeto?
Como a Rede Cultural BrokerTM auxilia o seu projeto?Como a Rede Cultural BrokerTM auxilia o seu projeto?
Como a Rede Cultural BrokerTM auxilia o seu projeto?
 
Palestra Mídias Sociais - 10ª Jornada de Profissões Colégio Rio Branco
Palestra Mídias Sociais - 10ª Jornada de Profissões Colégio Rio BrancoPalestra Mídias Sociais - 10ª Jornada de Profissões Colégio Rio Branco
Palestra Mídias Sociais - 10ª Jornada de Profissões Colégio Rio Branco
 
InPulso Comunicação Colaborativa
InPulso Comunicação ColaborativaInPulso Comunicação Colaborativa
InPulso Comunicação Colaborativa
 
Palestra - Social Media - 3º Profissão e Futuro - Encontro Rio Branco de Pro...
Palestra  - Social Media - 3º Profissão e Futuro - Encontro Rio Branco de Pro...Palestra  - Social Media - 3º Profissão e Futuro - Encontro Rio Branco de Pro...
Palestra - Social Media - 3º Profissão e Futuro - Encontro Rio Branco de Pro...
 
Gestão de Clientes no Universo Digital
Gestão de Clientes no Universo DigitalGestão de Clientes no Universo Digital
Gestão de Clientes no Universo Digital
 
UX: Creating Killer Experiences - FIAP
UX: Creating Killer Experiences - FIAPUX: Creating Killer Experiences - FIAP
UX: Creating Killer Experiences - FIAP
 
Design Thinking: transformando a forma de pensar e resolver problemas
Design Thinking: transformando a forma de pensar e resolver problemasDesign Thinking: transformando a forma de pensar e resolver problemas
Design Thinking: transformando a forma de pensar e resolver problemas
 
Prototipação
PrototipaçãoPrototipação
Prototipação
 
Palestra fit 14mar2013
Palestra fit 14mar2013Palestra fit 14mar2013
Palestra fit 14mar2013
 
O Arquiteto da Informação no Brasil e no Exterior, Desafios & Perspectivas - ...
O Arquiteto da Informação no Brasil e no Exterior, Desafios & Perspectivas - ...O Arquiteto da Informação no Brasil e no Exterior, Desafios & Perspectivas - ...
O Arquiteto da Informação no Brasil e no Exterior, Desafios & Perspectivas - ...
 
Metodologia ativação projetos pergunta pivo
Metodologia ativação projetos pergunta pivoMetodologia ativação projetos pergunta pivo
Metodologia ativação projetos pergunta pivo
 
Como usar Social para estratégias B2B - Brasscom
Como usar Social para estratégias B2B - BrasscomComo usar Social para estratégias B2B - Brasscom
Como usar Social para estratégias B2B - Brasscom
 

Mais de Paulo Oliveira

Storytelling e Branded Content – Comunicação e construção de marcas na era mu...
Storytelling e Branded Content – Comunicação e construção de marcas na era mu...Storytelling e Branded Content – Comunicação e construção de marcas na era mu...
Storytelling e Branded Content – Comunicação e construção de marcas na era mu...
Paulo Oliveira
 
SEO e SEM - Conceitos e técnicas para otimização em buscadores
SEO e SEM - Conceitos e técnicas para otimização em buscadoresSEO e SEM - Conceitos e técnicas para otimização em buscadores
SEO e SEM - Conceitos e técnicas para otimização em buscadores
Paulo Oliveira
 
Marketing político free webinar - final
Marketing político   free webinar - finalMarketing político   free webinar - final
Marketing político free webinar - final
Paulo Oliveira
 
Marketing político free webinar - final
Marketing político   free webinar - finalMarketing político   free webinar - final
Marketing político free webinar - final
Paulo Oliveira
 
Apresentacao aberje estatica
Apresentacao aberje estaticaApresentacao aberje estatica
Apresentacao aberje estatica
Paulo Oliveira
 
Case dombosco v2
Case dombosco v2Case dombosco v2
Case dombosco v2
Paulo Oliveira
 
A Campanha de Obama e a Mobilização Social
A Campanha de Obama e a Mobilização SocialA Campanha de Obama e a Mobilização Social
A Campanha de Obama e a Mobilização Social
Paulo Oliveira
 

Mais de Paulo Oliveira (7)

Storytelling e Branded Content – Comunicação e construção de marcas na era mu...
Storytelling e Branded Content – Comunicação e construção de marcas na era mu...Storytelling e Branded Content – Comunicação e construção de marcas na era mu...
Storytelling e Branded Content – Comunicação e construção de marcas na era mu...
 
SEO e SEM - Conceitos e técnicas para otimização em buscadores
SEO e SEM - Conceitos e técnicas para otimização em buscadoresSEO e SEM - Conceitos e técnicas para otimização em buscadores
SEO e SEM - Conceitos e técnicas para otimização em buscadores
 
Marketing político free webinar - final
Marketing político   free webinar - finalMarketing político   free webinar - final
Marketing político free webinar - final
 
Marketing político free webinar - final
Marketing político   free webinar - finalMarketing político   free webinar - final
Marketing político free webinar - final
 
Apresentacao aberje estatica
Apresentacao aberje estaticaApresentacao aberje estatica
Apresentacao aberje estatica
 
Case dombosco v2
Case dombosco v2Case dombosco v2
Case dombosco v2
 
A Campanha de Obama e a Mobilização Social
A Campanha de Obama e a Mobilização SocialA Campanha de Obama e a Mobilização Social
A Campanha de Obama e a Mobilização Social
 

Design Thinking - Metodologia para Inovação

  • 1. PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS Design Thinking Metodologia para Inovação - 2015
  • 2. PAULO RENATO PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS Sobre o profissional Paulo Renato Oliveira Publicitário especializado em internet e dramaturgo, com mais de 15 anos de experiência. Já foi diretor de criação de diversas agências em São Paulo e Curitiba, atendendo clientes como Petrobrás, Vivo, O Boticário, Renault, ONU (Organização das Nações Unidas), Kraft Foods e suas marcas Lacta, Trakinas e Sonho de Valsa, entre outros. Já recebeu diversos prêmios nacionais e internacionais, inclusive de profissional de comunicação digital mais premiado no Clube de Criação do Paraná. Presta consultoria nas áreas de comunicação e marketing digital e concepção de produtos digitais e ministra cursos e palestras sobre o tema.
 Conheça:
 >> www.paulorenato.net
  • 3. PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS Uma  grande  descoberta  
 tecnológica  é  uma  invenção. Um  grande  produto  nas  mãos  
 das  pessoas  é  uma  inovação. Invenção  x  Inovação • Novidade • Utilidade • Viabilidade
  • 4. PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS Fatores  fundamentais  para  Inovação • Inovação  é  uma  Cultura.  Produtos  inovadores  vêm  de  empresas  com   cultura  de  inovação. • Inovação  é  evolutiva.  Acontece  em  ambientes  em  que  é  seguro   errar.   • Inovação  é  centrada  no  ser  humano.  Não  na  tecnologia.  Não  no   “mercado”.  Mas  em  seres  humanos  reais,  e  suas  necessidades. • Inovação  é  Multidisciplinar.  Reune  conhecimentos  já  correntes  em   diferentes  áreas.
  • 5. PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS Pixar:  Uniu  os  mundos  artístico  e  tecnológico.  Os  ilustradores  e  os  engenheiros.  
 Sua  sede  foi  idealizada  para  promover  encontros  e  colaborações  não  planejadas. Multidisciplinaridade
  • 6. PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS Um  ambiente  seguro  para  o  erro  é  essencial  para  a  inovação.  As  pessoas  devem   sentir-­‐se  seguras  para  errar,  sabendo  que  o  importante  é  avançar  a  cada  erro. Fail  Fast.  Fail  Often.
  • 7. PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS Human  Centered "Os  excessos  do  sistema  de  especialização   prematura,  sob  o  pretexto  falacioso  de  eficácia   assassinam  o  espírito,  interditam  toda  a  via   cultural  e  suprimem  até  mesmo  o  progresso   nas  ciências  do  futuro."
 
 Albert  Einstein  em  
 "Como  vejo  o  mundo:  Educação  para  um  pensamento  livre." • Trabalhar  centrado  no  usuário  não  apenas   nos  faz  “acertar  o  alvo”,  mas  nos  ajuda  a   manter  o  senso  de  propósito  no  que   estamos  realizando.  Não  importa  a   especialidade,  a  etapa  do  projeto  ou  a   tecnologia  utilizada. Imagem:  Shutterstock
  • 8. PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS Serviços  da  Indústria  Automotiva
  • 9. PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS Ambientes  Urbanos
  • 10. PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS Sistema  de  Saúde
  • 11. PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS Por  que  Design  Thinking? Designers  sempre  trabalharam  conciliando  necessidades  humanas   com  os  recursos  técnicos  disponíveis  e  considerando
 as  restrições  práticas  para  determinada  solução.
  • 12. PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS Por  que  Design  Thinking? Porque  hoje  o  design  é  importante  demais     para  ser  deixado  apenas  para  os  designers.   • Todas  as  áreas • Todos  os  produtos • Todos  os  projetos
  • 13. PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS Design  Thinking  e  Inovação  em  Produtos Imersão Definição do Problema Ideação
 (Geração de Hipóteses) Prototipação Testes
  • 14. PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS • Baseada  em  ação  e  visualização,  não  em  quesZonários. Imersão • Também  entrevistar  os  usuários,  detectar  as  impressões. Observar  o  mundo  pelos  olhos  do  usuário.   • Observação  se  baseia  na  qualidade  e  não  na  quanZdade. • UZlize  situações  análogas  para  comparação. • Escolha  também  públicos  fora  da  curva. • Crie  Personas  para  o  entendimento  comparZlhado.
  • 15. PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS Imersão Observar  o  mundo  pelos  olhos  do  usuário.  
  • 16. PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS (Criando  Personas) O  propósito  das  personas  é  criar  uma  representação   confiável  e  realista  dos  nossos  principais  públicos. • Descrevem  pessoas  reais,  com  uma  história,  objeZvos  e  valores.   • Representa  um  grupo  relevante  de  nossos  usuários. • Retrata  suas  expectaZvas  com  relação  ao  produto  ou  serviço. • Ajuda  a  revelar  funcionalidades  universalmente  desejadas.
  • 17. PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS (Criando  Personas)
  • 18. PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS (Criando  Personas)
  • 19. PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS
  • 20. PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS • Elaboração  adequada  do  problema Definição  do  Problema • Deve  ser  um  problema  de  negócios,  e  não  de  requisito   ou  de  desenvolvimento. • Não  deve  ser  restriZvo.  Não  deve  sugerir  soluções. • Formato:  “PERSONA”  precisa  de  um  jeito  de  “PROBLEMA”   porque  “RAZÃO”   Quem  não  sabe  o  que  procura,  não  sabe  quando  encontra.  
  • 21. PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS Definição  do  Problema Uma  jovem  e  simpática  formanda  de   administração,  dedicada  à  resolução   não  conflituosa  de  problemas  e   ansiosa  pela  aceitação  de  seus  colegas ganhar  algum  dinheiro  fazendo  o   que  ela  realmente  gosta   ela  não  está  satisfeita  com  a  forma   como  sua  carreira  tem  evoluído.
  • 22. 2) Os Estacionamentos Parar nas grandes cidades é um problema. Em algumas regiões estacionar é muito caro, ainda mais se for por longos períodos. No Brasil, os estacionamentos exigem que o usuário “esvazie” todo o carro, pois a chave ficará com os manobristas que, já foi comprovado em inúmeras matérias na imprensa, reviram cada canto dos seus pertences. Como evoluir isso para uma forma melhor? 3) Avaliação dos Professores O processo de avaliação de um professor pode ser melhorado. Se por um lado a opinião dos alunos é um indicativo muito importante, este é um método que avalia melhor o relacionamento do professor com a turma do que a solidez do seu conhecimento. Como evoluir isso para uma forma melhor? 4) Avaliação dos Alunos de MBA Provas estão longe de comprovar o potencial de um aluno frente aos desafios do cotidiano empresarial. Enquanto aptidões como liderança e iniciativa são essenciais, as provas avaliam apenas conhecimentos técnicos específicos. Como evoluir isso para uma forma melhor? Laboratórios  -­‐  Seleção  dos  Briefings 1) As Catracas de Acesso Detectou-se uma necessidade de mudar o tradicional formato das catracas. Elas causam filas, não servem para portadores de deficiências, não permitem a saída rápida em caso de emergência. Os sistemas de leitura de digital são ruins, causando ainda mais filas, ou exigindo que porteiros liberem o acesso. Como evoluir isso para uma forma melhor?
  • 23. Laboratórios  -­‐  Seleção  dos  Briefings 1) As Catracas de Acesso 2) Os Estacionamentos 3) Avaliação dos Professores 4) Avaliação dos Alunos de MBA
  • 24. PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS Laboratório  01  -­‐  Imersão Baseado  no  briefing  definido  para  a  sua  equipe,  faça  a  imersão  no  seu  desafio.     • Encontre  um  indivíduo  que  represente  o  usuário  da  solução  que  você  vai  criar.   Observe-­‐o  em  ação,  faça  anotações,  faça  perguntas.     • Descreva-­‐o  em  formato  de  persona,  colocando-­‐o  no  centro  do  mapa  de  empatia.   • Complete  o  mapa  de  empatia,  preenchendo  o  que  ele  fala,  o  que  ele  faz,  o  que  ele   pensa  e  o  que  ele  sente  com  relação  ao  tema  proposto. Tempo:  40  minutos.
  • 25. PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS Laboratório  01  -­‐  Definição  do  Problema Baseado  no  briefing  e  na  imersão  com  o  público-­‐alvo,  avalie  a  necessidade  de   redefinir  o  problema  do  briefing  original.   • Preencha  no  mapa  de  empatia  os  insights  gerados  na  fase  de  imersão.   • Redija  formalmente  a  definição  do  problema,  preenchendo  os  campos   adequados  no  mapa  de  empatia.   Tempo:  20  minutos.
  • 26. PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS Laboratório  01  –  Análise Troque  o  seu  mapa  de  empatia  com  o  de  outra  equipe  que  recebeu  o  mesmo  briefing  que  o   seu.  Avalie  o  projeto  da  outra  equipe,  considerando:   • Quão  bem  a  persona  retrata  o  público-­‐alvo.  Quão  ricas  estão  as  informações  para  que   possamos  conhecer  o  usuário  do  nosso  produto  ou  serviço?  Comente.     • O  problema  está  bem  formulado?  Ele  poderia  ser  feito  de  forma  mais  ampla,  menos  restritiva?   • Compartilhe  sua  análise  com  a  turma. Tempo:  30  minutos.
  • 27. PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS Geração  de  Hipóteses A  qualidade  vem  da  quanIdade.
  • 28. PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS • Geração  de  múlZplas  soluções  -­‐  entre  10  e  50. Geração  de  Hipóteses • Gerados  rapidamente.  Rabiscos  para  compreensão  rápida. • Devem  ser  divididos  com  a  equipe  e  discuZdos. • Não  são  documentos.  As  discussões  devem  acontecer  em   reuniões  de  todo  o  grupo. Fase  1  -­‐  Divergir.
  • 29. PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS • Agrupamento  de  ideias  semelhantes. Geração  de  Hipóteses • Seleção  das  melhores  ideias.  Post  a  vote! • Classificação  das  ideias  como  Novas,  Úteis,  Viáveis • Escolha  das  (primeiras)  ideias  a  serem  protoZpadas. Fase  2  -­‐  Convergir.
  • 30. PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS • Trabalhar  com  o  Produto  Mínimo  Viável  -­‐  MVP. ProtoZpação • Fail  Fast.  Fail  Ooen.  ProtóZpos  rápidos.  Feios.  Suficientes   para  aprendermos  algo  e  seguirmos  em  frente. • Validar  rapidamente  a  solução  proposta. Construir  para  pensar. • Crie  sabendo  que  você  vai  jogá-­‐lo  fora!
  • 31. PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS ProtoZpação      Acredite:  VOCÊ  VAI  ERRAR!  
 Então  trabalhe  com  isso  em  mente.
  • 32. PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS ProtoZpação
  • 33. PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS • Quanto  mais  gente  Zver  acesso  ao  protóZpo,  melhor. Testes  (de  conceito)   • “Dê  a  luz”  o  mais  rápido  possível. • Realizados  sobre  o  protóZpo. • Nos  testes  com  usuários,  deve  ter  objeZvos  claros  -­‐  
 o  que  queremos  descobrir? • Realizados  em  ciclos  constantes.  As  descobertas  devem   ser  discuZdas  e  gerar  os  próximos  passos.   Indicar  o  próximo  passo.
  • 34. PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS Testes  (de  conceito)   Ideia   Ensinar  aos  pais  como  ajudar  seus  0ilhos  a  escolherem  a  carreira.  Quando  as  crianças  crescerem,  eles   saberão  como  auxiliá-­‐los.  Isto  pode  ser  parte  do  currículo  escolar  das  crianças,  mas  direcionado  aos  pais.   Protótipo  1  –  Aplicativo  de  Smartphone  para  os  Pais   -­‐ Aplicativo  concebido  para  os  pais  preencherem  a  evolução  escolar  de  seus  0ilhos  continuamente,   de  forma  que  possam  acompanhar  seu  desenvolvimento.  Questões:   -­‐ 1)  Preencha  o  ano  do  seu  0ilho.   -­‐ 2)  Preencha  as  impressões  do  seu  0ilho.   -­‐ 3)  O  que  ele/ela  gostaria  de  aprender  com  você?   -­‐ 4)  O  que  ele/ela  mais  gosta  de  aprender?   -­‐ O  conteúdo  será  enviado  periodicamente  para  especialistas.     -­‐ Especialistas  em  carreira  fornecerão  feedback  a  respeito  de  interesses  em  cada  faixa  etária.         Teste  do  Protótipo  1  –  Aplicativo  de  Smartphone  para  os  Pais   -­‐ O  pai  do  stakeholder  foi  convidado  para  preencher  as  informações  do  aplicativo  durante  uma   semana.  Percebi  que:   1) As  questões  eram  muito  abertas.  Elas  devem  ser  mais  detalhadas.   2) É  importante  ter  algum  tipo  de  lembrete,  para  que  os  pais  não  esqueçam  de  preencher  as   informações.     3) É  importante  incluir,  de  alguma  forma,  a  participação  do  stakeholder  no  processo.  
  • 35. PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS Testes  (de  conceito)   Ideia   Ensinar  aos  pais  como  ajudar  seus  0ilhos  a  escolherem  a  carreira.  Quando  as  crianças  crescerem,  eles   saberão  como  auxiliá-­‐los.  Isto  pode  ser  parte  do  currículo  escolar  das  crianças,  mas  direcionado  aos  pais.   Protótipo  2  -­‐  Tarefa  de  Casa   -­‐ As  mesmas  questões  do  protótipo  1  foram  enviadas  apenas  uma  vez  na  semana,  como  tarefa  de   casa,  por  e-­‐mail.     -­‐ O  conteúdo  será  enviado  periodicamente  para  especialistas.     -­‐ Especialistas  em  carreira  fornecerão  feedback  a  respeito  de  interesses  em  cada  faixa  etária.     Teste  do  protótipo  2  -­‐  Tarefa  de  Casa     Percebi  que:                1)  Por  e-­‐mail  as  respostas  tendem  a  ser  mais  completas.                        2)  Semanalmente  é  uma  frequência  muito  alta.  As  respostas  podem  ser  dadas  mensalmente  (são   necessários  mais  testes  para  decidir  a  frequência  ótima).  
  • 36. PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS Testes  (de  conceito)  
  • 37. PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS Mídias  Sugeridas • Design  Thinking  -­‐  Tim  Brown   • Implantação  de  Cultura  de  Inovação  -­‐  Marc  Giget   • A  Startup  Enxuta  -­‐  Eric  Ries   • Pretotype  it  -­‐  Alberto  Savoya     • Business  Model  Generation  -­‐  Alexander  Osterwalder  &  Yves  Pigneur   • Made  to  Stick.  Why  Some  Ideas  Survive  and  Others  Die  –  Chip  Heath  &  Dan   Heath   • Especificação  de  Wireframes:  http://pt.slideshare.net/viniciuskrause/ especificao-­‐wireframe   • Podcast  “The  Accidental  Creative”.
  • 38. PAULORENATO.net PUBLICIDADE, COMUNICAÇÃO E DESIGN DE PRODUTOS DIGITAIS