SlideShare uma empresa Scribd logo
Design de Interação e Inovação
                       Érico Fileno, designer
                                      @efileno

@efileno                                         1 de 69
Visão contemporânea	

 do design

 Funcional
 Formal
 Usabilidade
 Emocional
@efileno                  2 de 69
Visão contemporânea
 do design

 Design
 Centrado
 no Usuário
@efileno               3 de 69
Os artefatos, construídos
           artificialmente, se
           transformam em objetos
           apropriados ao uso do ser
           humano, quando damos
           valores a eles.
@efileno                               4 de 69
bonito            complicado



                     frágil
resistente

           preto
                     feio

      porcaria         fácil
@efileno
                                   …
                                5 de 69
Segundo NORMAN, além
           de forma física e funções
           mecânicas, os objetos
           assumem forma social e
           funções simbólicas .

@efileno                               6 de 69
@efileno   7 de 69
@efileno   8 de 69
@efileno   9 de 69
Design é uma atividade,
           uma práxis pautada no
           intelecto humano que
           participa da configuração
           de objetos, sejam eles
           bidimensionais,
           tridimensionais ou virtuais.
                                  Gustavo Amarante Bomfim
@efileno                                           10 de 69
O designer dá forma (con-
           forma) algo que antes existia
           apenas no mundo das ideias,
           dos desejos, das
           necessidades; ou trans-
           forma algo já existente,
           incorporando novos valores
           e tecnologias.
                                 Gustavo Amarante Bomfim
@efileno                                          11 de 69
@efileno   12 de 69
UX




@efileno        13 de 69
DESIGN
           CENTRADO
           NO USUÁRIO
@efileno            14 de 69
Design Centrado no Usuário

           É o processo de design em que
           as necessidades, desejos e
           limitações do ser humano são
           levados em conta durante
           todas as fases de concepção e
           desenvolvimento de um projeto.
@efileno                                    15 de 69
DESIGN
           é técnica (techné)
           é uma construção social
           é um elemento cultural

@efileno                             16 de 69
ORDENAÇÃO DO DESIGN
    (SEGUNDO BUCHANAN)




                         BUSINESS
                          DESIGN




                                VISUAL   PRODUTO   INTERAÇÃO   SISTEMA




@efileno                                                                 17 de 69
DESIGN
           foco no sistema
           olhar mais humano
           trabalha o imaterial

@efileno                          18 de 69
EXPERIÊNCIA DO USUÁRIO - UX

           É estudar como as pessoas se comportam e
           se sentem quando interagem com um
           sistema.

           Ela inclui as emoções, crenças, preferências,
           percepções, reações físicas e psicológicas,
           comportamentos e realizações do usuário
           que ocorrem antes, durante e após o uso de
           determinado serviço.
@efileno                                                   19 de 69
PROJETAR PARA/COM AS EXPERIÊNCIAS

            É sobre transformar o momento das pessoas
           contando histórias dentro da relação espaço-
           tempo.


                                         IMAGENEER
                                         Responsável pelo design
                                         e desenvolvimento dos
                                         momentos da Walt
                                         Disney




@efileno                                                           20 de 69
DESIGN CENTRADO NO USUÁRIO




           DESIGN CENTRADO NA TECNOLOGIA ou NO DESIGNER




@efileno                                                  21 de 69
@efileno   22 de 69
Design
           de Interação
           como um caminho a ser seguido


@efileno                                   23 de 69
Design de Interação

            O foco está nas relações
            humanas tecidas através dos
            artefatos e serviços
            interativos.

@efileno                                  24 de 69
Um serviço
       é composto por várias interações através de
       muitos pontos de contato no decorrer do tempo.
@efileno                                            25 de 69
Projetar pensando em Serviços
    Quando você projeta o negócio baseado na
    experiência, você cria uma oferta bem
    poderosa e de total conexão com as pessoas.




@efileno                                          26 de 69
O que é isso?




                           Para que serve isso?
@efileno                                          27 de 69
@efileno   28 de 69
@efileno   29 de 69
@efileno   30 de 69
O que é isso?




                           Para que serve isso?
@efileno                                          31 de 69
@efileno   32 de 69
@efileno   33 de 69
valores
                     tecnologias


@efileno                       34 de 69
ser humano meio cultural



@efileno                    35 de 69
x


                          x


           x




               Serviços desenvolvidos
@efileno                                36 de 69
Descobrimento do Brasil
@efileno                             37 de 69
Carta de Pero Vaz de Caminha
@efileno                                  38 de 69
MAS O QUE ISSO
           TUDO TEM A VER?


@efileno                     39 de 69
HIERARQUIA DO ESPAÇO




                     #eu
@efileno                   40 de 69
HIERARQUIA DO ESPAÇO

                   ESPAÇO íntimo… é o emocional

                             ESPAÇO pessoal… é o simbólico




                                      ESPAÇO social… é a relação




                                     ESPAÇO político… é o cultural




@efileno                                                             41 de 69
0,1m
           Móvel
                        1m
                                  10m
                   Pessoal                          100m
                             Ambiental                                          1000m
                                             Arquitetural
                                                                               Urbano




           A ESCALA DE DEZ
                                         Smart Things, Mike Kuniavsky. Morgan Kaufmann
@efileno                                                                          42 de 69
0,1m
           Móvel
                        1m
                                  10m
                   Pessoal                          100m
                             Ambiental                                          1000m
                                             Arquitetural
                                                                               Urbano




           A ESCALA DE DEZ
                                         Smart Things, Mike Kuniavsky. Morgan Kaufmann
@efileno                                                                          43 de 69
@efileno   44 de 69
Os artefatos móveis são
 “extensões do nosso corpo”

@efileno                      45 de 69
@efileno   46 de 69
MAS PARA
           QUE SERVE?


@efileno            47 de 69
Onde estou? Onde posso ir? Por onde passei?

@efileno                                48 de 69
DESIGN DE SERVIÇOS
           O Design de Serviços objetiva projetar interações
           desejáveis, que possam ser operacionalizadas de
           forma consistente, sustentável e que transmitam
           com coerência os valores de uma organização.

           software como serviço !	




@efileno                                                       49 de 69
DESEJO e/ou NECESSIDADE


                 O que eu preciso?

               O que eu quero fazer?




                  UTILIDADE

@efileno                               50 de 69
@efileno   51 de 69
Exposição é uma forma de conexão

@efileno                                 52 de 69
@efileno   53 de 69
Conectar
           pessoas
           através da
           mediação
           permeada por
           tecnologias


@efileno                  54 de 69
MOTIVAÇÃO &
           PARTICIPAÇÃO
           Nossa condição pessoal que influencia a direção do
           comportamento orientado para um objetivo. Em
           outras palavras é o impulso interno que leva à ação.




@efileno                                                          55 de 69
Contexto




                             pessoal




                                       coletivo




           Design é um processo social -> Troca social
@efileno                                                 56 de 69
@efileno   57 de 69
@efileno   58 de 69
@efileno   59 de 69
@efileno   60 de 69
@efileno   61 de 69
UBIQUIDADE
    integrar sistemas com as ações e
    comportamentos naturais das pessoas




@efileno                                  62 de 69
MOTIVAÇÃO & PARTICIPAÇÃO
@efileno                          63 de 69
@efileno   64 de 69
@efileno   65 de 69
Mitologia do Fio de Ariadne

@efileno                           66 de 69
@efileno   67 de 69
“O FUTURO AINDA
           NÃO FOI ESCRITO…
           NA REALIDADE, ELE
           AINDA NÃO FOI
           DESCOBERTO”
                     BRUCE STERLING, Interaction Designer and Writer


@efileno                                                               68 de 69
OBRIGADO !
           Contato

           Érico Fileno
           @efileno
           efileno@gmail.com


           www.welabdesign.com.br
           Todas as imagens desta apresentação foram “emprestadas” da Web
@efileno                                                                    69 de 69

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Projeto Possibilístico para as Qualidades da Experiência do Usuário
Projeto Possibilístico para as Qualidades da Experiência do UsuárioProjeto Possibilístico para as Qualidades da Experiência do Usuário
Projeto Possibilístico para as Qualidades da Experiência do Usuário
UTFPR
 
Porque "usuários" prospectam futuros?
Porque "usuários" prospectam futuros?Porque "usuários" prospectam futuros?
Porque "usuários" prospectam futuros?
Rodrigo Freese Gonzatto
 
Design de interação ecológico
Design de interação ecológicoDesign de interação ecológico
Design de interação ecológico
UTFPR
 
Pensamento projetual no desenvolvimento de software
Pensamento projetual no desenvolvimento de softwarePensamento projetual no desenvolvimento de software
Pensamento projetual no desenvolvimento de software
UTFPR
 
Design de Espaços Interativos
Design de Espaços InterativosDesign de Espaços Interativos
Design de Espaços Interativos
UTFPR
 
Introdução ao Design de Interação
Introdução ao Design de InteraçãoIntrodução ao Design de Interação
Introdução ao Design de Interação
UTFPR
 
Metodologias e anti-metodologias de design
Metodologias e anti-metodologias de designMetodologias e anti-metodologias de design
Metodologias e anti-metodologias de design
UTFPR
 
Aula5 ihm
Aula5 ihmAula5 ihm
Aula5 ihm
Silvia Dotta
 
ISA11 - Isabel Fróes: Métodos de Design
ISA11 - Isabel Fróes: Métodos de DesignISA11 - Isabel Fróes: Métodos de Design
ISA11 - Isabel Fróes: Métodos de Design
Interaction South America
 
Seminario mcmm2011
Seminario mcmm2011Seminario mcmm2011
Seminario mcmm2011
Rui Raposo
 
Design de Interação em Produtos Eletrônicos
Design de Interação em Produtos EletrônicosDesign de Interação em Produtos Eletrônicos
Design de Interação em Produtos Eletrônicos
UTFPR
 
Interações opressivas e libertárias
Interações opressivas e libertáriasInterações opressivas e libertárias
Interações opressivas e libertárias
UTFPR
 
Tendências em Design de Interação: Interfaces Tangíveis, Mobilidade e Web 2.0
Tendências em Design de Interação: Interfaces Tangíveis, Mobilidade e Web 2.0Tendências em Design de Interação: Interfaces Tangíveis, Mobilidade e Web 2.0
Tendências em Design de Interação: Interfaces Tangíveis, Mobilidade e Web 2.0
UTFPR
 

Mais procurados (13)

Projeto Possibilístico para as Qualidades da Experiência do Usuário
Projeto Possibilístico para as Qualidades da Experiência do UsuárioProjeto Possibilístico para as Qualidades da Experiência do Usuário
Projeto Possibilístico para as Qualidades da Experiência do Usuário
 
Porque "usuários" prospectam futuros?
Porque "usuários" prospectam futuros?Porque "usuários" prospectam futuros?
Porque "usuários" prospectam futuros?
 
Design de interação ecológico
Design de interação ecológicoDesign de interação ecológico
Design de interação ecológico
 
Pensamento projetual no desenvolvimento de software
Pensamento projetual no desenvolvimento de softwarePensamento projetual no desenvolvimento de software
Pensamento projetual no desenvolvimento de software
 
Design de Espaços Interativos
Design de Espaços InterativosDesign de Espaços Interativos
Design de Espaços Interativos
 
Introdução ao Design de Interação
Introdução ao Design de InteraçãoIntrodução ao Design de Interação
Introdução ao Design de Interação
 
Metodologias e anti-metodologias de design
Metodologias e anti-metodologias de designMetodologias e anti-metodologias de design
Metodologias e anti-metodologias de design
 
Aula5 ihm
Aula5 ihmAula5 ihm
Aula5 ihm
 
ISA11 - Isabel Fróes: Métodos de Design
ISA11 - Isabel Fróes: Métodos de DesignISA11 - Isabel Fróes: Métodos de Design
ISA11 - Isabel Fróes: Métodos de Design
 
Seminario mcmm2011
Seminario mcmm2011Seminario mcmm2011
Seminario mcmm2011
 
Design de Interação em Produtos Eletrônicos
Design de Interação em Produtos EletrônicosDesign de Interação em Produtos Eletrônicos
Design de Interação em Produtos Eletrônicos
 
Interações opressivas e libertárias
Interações opressivas e libertáriasInterações opressivas e libertárias
Interações opressivas e libertárias
 
Tendências em Design de Interação: Interfaces Tangíveis, Mobilidade e Web 2.0
Tendências em Design de Interação: Interfaces Tangíveis, Mobilidade e Web 2.0Tendências em Design de Interação: Interfaces Tangíveis, Mobilidade e Web 2.0
Tendências em Design de Interação: Interfaces Tangíveis, Mobilidade e Web 2.0
 

Destaque

Design Centrado Usuario
Design Centrado UsuarioDesign Centrado Usuario
Design Centrado Usuario
Erico Fileno
 
Interfaces Digitais: Design, Estética e Interações 3
Interfaces Digitais: Design, Estética e Interações 3Interfaces Digitais: Design, Estética e Interações 3
Interfaces Digitais: Design, Estética e Interações 3
Guilherme Ranoya
 
O que é isto, a Interação? (Design de Interação e Interação Humano-Computador)
O que é isto, a Interação? (Design de Interação e Interação Humano-Computador)O que é isto, a Interação? (Design de Interação e Interação Humano-Computador)
O que é isto, a Interação? (Design de Interação e Interação Humano-Computador)
Rodrigo Freese Gonzatto
 
Aula 1 - Minicurso sobre Design Centrado no Usuário
Aula 1 - Minicurso sobre Design Centrado no UsuárioAula 1 - Minicurso sobre Design Centrado no Usuário
Aula 1 - Minicurso sobre Design Centrado no Usuário
Erico Fileno
 
Perfil do usuário, Personas, Cenários, Storyboard em IHC
Perfil do usuário, Personas, Cenários, Storyboard em IHCPerfil do usuário, Personas, Cenários, Storyboard em IHC
Perfil do usuário, Personas, Cenários, Storyboard em IHC
Ros Galabo, PhD
 
A Persuasão como Ferramenta na Relação ‘Ergonomia, Design e Emoção’
A Persuasão como Ferramenta na Relação ‘Ergonomia, Design e Emoção’A Persuasão como Ferramenta na Relação ‘Ergonomia, Design e Emoção’
A Persuasão como Ferramenta na Relação ‘Ergonomia, Design e Emoção’
Eduardo Insaurriaga
 
Percepção das Tecnologias - INTERACTION 09
Percepção das Tecnologias - INTERACTION 09Percepção das Tecnologias - INTERACTION 09
Percepção das Tecnologias - INTERACTION 09
Erico Fileno
 
UX at emergent market in Brazil
UX at emergent market in Brazil UX at emergent market in Brazil
UX at emergent market in Brazil
Erico Fileno
 
Service Thinking
Service ThinkingService Thinking
Service Thinking
Erico Fileno
 
Workshop - Service Design
Workshop - Service DesignWorkshop - Service Design
Workshop - Service Design
Erico Fileno
 
Usabilidade - Uma introdução
Usabilidade - Uma introduçãoUsabilidade - Uma introdução
Usabilidade - Uma introdução
Erico Fileno
 
Wud2009 - Curitiba
Wud2009 - CuritibaWud2009 - Curitiba
Wud2009 - Curitiba
Erico Fileno
 
Homo Experientia
Homo ExperientiaHomo Experientia
Homo Experientia
Erico Fileno
 
Design para o Comportamento
Design para o ComportamentoDesign para o Comportamento
Design para o Comportamento
CogIgnition
 
Aula 3 - Minicurso sobre Design Centrado no Usuário
Aula 3 - Minicurso sobre Design Centrado no UsuárioAula 3 - Minicurso sobre Design Centrado no Usuário
Aula 3 - Minicurso sobre Design Centrado no Usuário
Erico Fileno
 
Workshop - Service Design
Workshop - Service DesignWorkshop - Service Design
Workshop - Service Design
Erico Fileno
 
Pós-graduação Design Centrado no Usuário
Pós-graduação Design Centrado no UsuárioPós-graduação Design Centrado no Usuário
Pós-graduação Design Centrado no Usuário
Erico Fileno
 
Aula 2 - Minicurso sobre Design Centrado no Usuário
Aula 2 - Minicurso sobre Design Centrado no UsuárioAula 2 - Minicurso sobre Design Centrado no Usuário
Aula 2 - Minicurso sobre Design Centrado no Usuário
Erico Fileno
 
Inovação em serviços através do uso do design centrado nas pessoas
Inovação em serviços através do uso do design centrado nas pessoas �Inovação em serviços através do uso do design centrado nas pessoas �
Inovação em serviços através do uso do design centrado nas pessoas
Erico Fileno
 
Affordances (propiciação) em interfaces digitais
Affordances (propiciação) em interfaces digitaisAffordances (propiciação) em interfaces digitais
Affordances (propiciação) em interfaces digitais
Rodrigo Freese Gonzatto
 

Destaque (20)

Design Centrado Usuario
Design Centrado UsuarioDesign Centrado Usuario
Design Centrado Usuario
 
Interfaces Digitais: Design, Estética e Interações 3
Interfaces Digitais: Design, Estética e Interações 3Interfaces Digitais: Design, Estética e Interações 3
Interfaces Digitais: Design, Estética e Interações 3
 
O que é isto, a Interação? (Design de Interação e Interação Humano-Computador)
O que é isto, a Interação? (Design de Interação e Interação Humano-Computador)O que é isto, a Interação? (Design de Interação e Interação Humano-Computador)
O que é isto, a Interação? (Design de Interação e Interação Humano-Computador)
 
Aula 1 - Minicurso sobre Design Centrado no Usuário
Aula 1 - Minicurso sobre Design Centrado no UsuárioAula 1 - Minicurso sobre Design Centrado no Usuário
Aula 1 - Minicurso sobre Design Centrado no Usuário
 
Perfil do usuário, Personas, Cenários, Storyboard em IHC
Perfil do usuário, Personas, Cenários, Storyboard em IHCPerfil do usuário, Personas, Cenários, Storyboard em IHC
Perfil do usuário, Personas, Cenários, Storyboard em IHC
 
A Persuasão como Ferramenta na Relação ‘Ergonomia, Design e Emoção’
A Persuasão como Ferramenta na Relação ‘Ergonomia, Design e Emoção’A Persuasão como Ferramenta na Relação ‘Ergonomia, Design e Emoção’
A Persuasão como Ferramenta na Relação ‘Ergonomia, Design e Emoção’
 
Percepção das Tecnologias - INTERACTION 09
Percepção das Tecnologias - INTERACTION 09Percepção das Tecnologias - INTERACTION 09
Percepção das Tecnologias - INTERACTION 09
 
UX at emergent market in Brazil
UX at emergent market in Brazil UX at emergent market in Brazil
UX at emergent market in Brazil
 
Service Thinking
Service ThinkingService Thinking
Service Thinking
 
Workshop - Service Design
Workshop - Service DesignWorkshop - Service Design
Workshop - Service Design
 
Usabilidade - Uma introdução
Usabilidade - Uma introduçãoUsabilidade - Uma introdução
Usabilidade - Uma introdução
 
Wud2009 - Curitiba
Wud2009 - CuritibaWud2009 - Curitiba
Wud2009 - Curitiba
 
Homo Experientia
Homo ExperientiaHomo Experientia
Homo Experientia
 
Design para o Comportamento
Design para o ComportamentoDesign para o Comportamento
Design para o Comportamento
 
Aula 3 - Minicurso sobre Design Centrado no Usuário
Aula 3 - Minicurso sobre Design Centrado no UsuárioAula 3 - Minicurso sobre Design Centrado no Usuário
Aula 3 - Minicurso sobre Design Centrado no Usuário
 
Workshop - Service Design
Workshop - Service DesignWorkshop - Service Design
Workshop - Service Design
 
Pós-graduação Design Centrado no Usuário
Pós-graduação Design Centrado no UsuárioPós-graduação Design Centrado no Usuário
Pós-graduação Design Centrado no Usuário
 
Aula 2 - Minicurso sobre Design Centrado no Usuário
Aula 2 - Minicurso sobre Design Centrado no UsuárioAula 2 - Minicurso sobre Design Centrado no Usuário
Aula 2 - Minicurso sobre Design Centrado no Usuário
 
Inovação em serviços através do uso do design centrado nas pessoas
Inovação em serviços através do uso do design centrado nas pessoas �Inovação em serviços através do uso do design centrado nas pessoas �
Inovação em serviços através do uso do design centrado nas pessoas
 
Affordances (propiciação) em interfaces digitais
Affordances (propiciação) em interfaces digitaisAffordances (propiciação) em interfaces digitais
Affordances (propiciação) em interfaces digitais
 

Semelhante a Design de Interação e Inovação

Busca Móvel - Érico Fileno
Busca Móvel - Érico FilenoBusca Móvel - Érico Fileno
Busca Móvel - Érico Fileno
Vanessa Kupczik
 
ISA11 - Érico Fileno: Inovação Centrada no Usuário
ISA11 - Érico Fileno: Inovação Centrada no UsuárioISA11 - Érico Fileno: Inovação Centrada no Usuário
ISA11 - Érico Fileno: Inovação Centrada no Usuário
Interaction South America
 
Percepção das Tecnologias
Percepção das TecnologiasPercepção das Tecnologias
Percepção das Tecnologias
Erico Fileno
 
Apresentação Instituto Faber-Ludens 2011
Apresentação Instituto Faber-Ludens 2011Apresentação Instituto Faber-Ludens 2011
Apresentação Instituto Faber-Ludens 2011
UTFPR
 
Psicologia Histórico-Cultural aplicada ao Design
Psicologia Histórico-Cultural aplicada ao DesignPsicologia Histórico-Cultural aplicada ao Design
Psicologia Histórico-Cultural aplicada ao Design
UTFPR
 
Aula Teste sobre IHC, usabilidade e affordance
Aula Teste sobre IHC, usabilidade e affordanceAula Teste sobre IHC, usabilidade e affordance
Aula Teste sobre IHC, usabilidade e affordance
Christopher Cerqueira
 
Designing for Social Interactions
Designing for Social InteractionsDesigning for Social Interactions
Designing for Social Interactions
Carlos Kramer
 
[2010] o uso de tecnologias de informação e comunicação na escola pública e s...
[2010] o uso de tecnologias de informação e comunicação na escola pública e s...[2010] o uso de tecnologias de informação e comunicação na escola pública e s...
[2010] o uso de tecnologias de informação e comunicação na escola pública e s...
UFPE
 
Design de Interação - Introdução
Design de Interação - IntroduçãoDesign de Interação - Introdução
Design de Interação - Introdução
Bruno Said
 
Prototype - Interaction Design
Prototype - Interaction DesignPrototype - Interaction Design
Prototype - Interaction Design
Erico Fileno
 
Design de Redes Sociais
Design de Redes SociaisDesign de Redes Sociais
Design de Redes Sociais
UTFPR
 
Chatbots e UX: Como os chatbots podem ajudar a entender o que as pessoas real...
Chatbots e UX: Como os chatbots podem ajudar a entender o que as pessoas real...Chatbots e UX: Como os chatbots podem ajudar a entender o que as pessoas real...
Chatbots e UX: Como os chatbots podem ajudar a entender o que as pessoas real...
Renata Tonezi
 
Redes sociais na gestão de projetos (2011)
Redes sociais na gestão de projetos (2011)Redes sociais na gestão de projetos (2011)
Redes sociais na gestão de projetos (2011)
Euax Gestão de Projetos
 
Palestra Experiência do Usuário no contexto do negócio (UX Expert)
Palestra Experiência do Usuário no contexto do negócio (UX Expert)Palestra Experiência do Usuário no contexto do negócio (UX Expert)
Palestra Experiência do Usuário no contexto do negócio (UX Expert)
Impacta Eventos
 
Design para o Comportamento - uma alternativa ao Design da Experiência do Usu...
Design para o Comportamento - uma alternativa ao Design da Experiência do Usu...Design para o Comportamento - uma alternativa ao Design da Experiência do Usu...
Design para o Comportamento - uma alternativa ao Design da Experiência do Usu...
Luciano Lobato
 
Design Thinking - Aula Centro Europeu
Design Thinking - Aula Centro EuropeuDesign Thinking - Aula Centro Europeu
Design Thinking - Aula Centro Europeu
Israel Lessak
 

Semelhante a Design de Interação e Inovação (16)

Busca Móvel - Érico Fileno
Busca Móvel - Érico FilenoBusca Móvel - Érico Fileno
Busca Móvel - Érico Fileno
 
ISA11 - Érico Fileno: Inovação Centrada no Usuário
ISA11 - Érico Fileno: Inovação Centrada no UsuárioISA11 - Érico Fileno: Inovação Centrada no Usuário
ISA11 - Érico Fileno: Inovação Centrada no Usuário
 
Percepção das Tecnologias
Percepção das TecnologiasPercepção das Tecnologias
Percepção das Tecnologias
 
Apresentação Instituto Faber-Ludens 2011
Apresentação Instituto Faber-Ludens 2011Apresentação Instituto Faber-Ludens 2011
Apresentação Instituto Faber-Ludens 2011
 
Psicologia Histórico-Cultural aplicada ao Design
Psicologia Histórico-Cultural aplicada ao DesignPsicologia Histórico-Cultural aplicada ao Design
Psicologia Histórico-Cultural aplicada ao Design
 
Aula Teste sobre IHC, usabilidade e affordance
Aula Teste sobre IHC, usabilidade e affordanceAula Teste sobre IHC, usabilidade e affordance
Aula Teste sobre IHC, usabilidade e affordance
 
Designing for Social Interactions
Designing for Social InteractionsDesigning for Social Interactions
Designing for Social Interactions
 
[2010] o uso de tecnologias de informação e comunicação na escola pública e s...
[2010] o uso de tecnologias de informação e comunicação na escola pública e s...[2010] o uso de tecnologias de informação e comunicação na escola pública e s...
[2010] o uso de tecnologias de informação e comunicação na escola pública e s...
 
Design de Interação - Introdução
Design de Interação - IntroduçãoDesign de Interação - Introdução
Design de Interação - Introdução
 
Prototype - Interaction Design
Prototype - Interaction DesignPrototype - Interaction Design
Prototype - Interaction Design
 
Design de Redes Sociais
Design de Redes SociaisDesign de Redes Sociais
Design de Redes Sociais
 
Chatbots e UX: Como os chatbots podem ajudar a entender o que as pessoas real...
Chatbots e UX: Como os chatbots podem ajudar a entender o que as pessoas real...Chatbots e UX: Como os chatbots podem ajudar a entender o que as pessoas real...
Chatbots e UX: Como os chatbots podem ajudar a entender o que as pessoas real...
 
Redes sociais na gestão de projetos (2011)
Redes sociais na gestão de projetos (2011)Redes sociais na gestão de projetos (2011)
Redes sociais na gestão de projetos (2011)
 
Palestra Experiência do Usuário no contexto do negócio (UX Expert)
Palestra Experiência do Usuário no contexto do negócio (UX Expert)Palestra Experiência do Usuário no contexto do negócio (UX Expert)
Palestra Experiência do Usuário no contexto do negócio (UX Expert)
 
Design para o Comportamento - uma alternativa ao Design da Experiência do Usu...
Design para o Comportamento - uma alternativa ao Design da Experiência do Usu...Design para o Comportamento - uma alternativa ao Design da Experiência do Usu...
Design para o Comportamento - uma alternativa ao Design da Experiência do Usu...
 
Design Thinking - Aula Centro Europeu
Design Thinking - Aula Centro EuropeuDesign Thinking - Aula Centro Europeu
Design Thinking - Aula Centro Europeu
 

Mais de Erico Fileno

História da UX no Brasil - v1.1
História da UX no Brasil - v1.1História da UX no Brasil - v1.1
História da UX no Brasil - v1.1
Erico Fileno
 
Artigos Interaction South America 2010
Artigos  Interaction South America 2010Artigos  Interaction South America 2010
Artigos Interaction South America 2010
Erico Fileno
 
História da UX no Brasil
História da UX no BrasilHistória da UX no Brasil
História da UX no Brasil
Erico Fileno
 
Empathy and Otherness
Empathy and OthernessEmpathy and Otherness
Empathy and Otherness
Erico Fileno
 
DesignThinkers Academy - Região Sul
DesignThinkers Academy - Região SulDesignThinkers Academy - Região Sul
DesignThinkers Academy - Região Sul
Erico Fileno
 
IxD and sustentability
IxD and sustentabilityIxD and sustentability
IxD and sustentability
Erico Fileno
 
Oficina teste de usabilidade
Oficina teste de usabilidadeOficina teste de usabilidade
Oficina teste de usabilidade
Erico Fileno
 
Wireframe
WireframeWireframe
Wireframe
Erico Fileno
 
Card Sorting
Card SortingCard Sorting
Card Sorting
Erico Fileno
 
Storyboard
StoryboardStoryboard
Storyboard
Erico Fileno
 
Modelos Conceituais 2
Modelos Conceituais 2Modelos Conceituais 2
Modelos Conceituais 2
Erico Fileno
 
Prototipos de Baixa e Alta Fidelidade
Prototipos de Baixa e Alta FidelidadePrototipos de Baixa e Alta Fidelidade
Prototipos de Baixa e Alta Fidelidade
Erico Fileno
 

Mais de Erico Fileno (12)

História da UX no Brasil - v1.1
História da UX no Brasil - v1.1História da UX no Brasil - v1.1
História da UX no Brasil - v1.1
 
Artigos Interaction South America 2010
Artigos  Interaction South America 2010Artigos  Interaction South America 2010
Artigos Interaction South America 2010
 
História da UX no Brasil
História da UX no BrasilHistória da UX no Brasil
História da UX no Brasil
 
Empathy and Otherness
Empathy and OthernessEmpathy and Otherness
Empathy and Otherness
 
DesignThinkers Academy - Região Sul
DesignThinkers Academy - Região SulDesignThinkers Academy - Região Sul
DesignThinkers Academy - Região Sul
 
IxD and sustentability
IxD and sustentabilityIxD and sustentability
IxD and sustentability
 
Oficina teste de usabilidade
Oficina teste de usabilidadeOficina teste de usabilidade
Oficina teste de usabilidade
 
Wireframe
WireframeWireframe
Wireframe
 
Card Sorting
Card SortingCard Sorting
Card Sorting
 
Storyboard
StoryboardStoryboard
Storyboard
 
Modelos Conceituais 2
Modelos Conceituais 2Modelos Conceituais 2
Modelos Conceituais 2
 
Prototipos de Baixa e Alta Fidelidade
Prototipos de Baixa e Alta FidelidadePrototipos de Baixa e Alta Fidelidade
Prototipos de Baixa e Alta Fidelidade
 

Design de Interação e Inovação

  • 1. Design de Interação e Inovação Érico Fileno, designer @efileno @efileno 1 de 69
  • 2. Visão contemporânea do design Funcional Formal Usabilidade Emocional @efileno 2 de 69
  • 3. Visão contemporânea do design Design Centrado no Usuário @efileno 3 de 69
  • 4. Os artefatos, construídos artificialmente, se transformam em objetos apropriados ao uso do ser humano, quando damos valores a eles. @efileno 4 de 69
  • 5. bonito complicado frágil resistente preto feio porcaria fácil @efileno … 5 de 69
  • 6. Segundo NORMAN, além de forma física e funções mecânicas, os objetos assumem forma social e funções simbólicas . @efileno 6 de 69
  • 7. @efileno 7 de 69
  • 8. @efileno 8 de 69
  • 9. @efileno 9 de 69
  • 10. Design é uma atividade, uma práxis pautada no intelecto humano que participa da configuração de objetos, sejam eles bidimensionais, tridimensionais ou virtuais. Gustavo Amarante Bomfim @efileno 10 de 69
  • 11. O designer dá forma (con- forma) algo que antes existia apenas no mundo das ideias, dos desejos, das necessidades; ou trans- forma algo já existente, incorporando novos valores e tecnologias. Gustavo Amarante Bomfim @efileno 11 de 69
  • 12. @efileno 12 de 69
  • 13. UX @efileno 13 de 69
  • 14. DESIGN CENTRADO NO USUÁRIO @efileno 14 de 69
  • 15. Design Centrado no Usuário É o processo de design em que as necessidades, desejos e limitações do ser humano são levados em conta durante todas as fases de concepção e desenvolvimento de um projeto. @efileno 15 de 69
  • 16. DESIGN é técnica (techné) é uma construção social é um elemento cultural @efileno 16 de 69
  • 17. ORDENAÇÃO DO DESIGN (SEGUNDO BUCHANAN) BUSINESS DESIGN VISUAL PRODUTO INTERAÇÃO SISTEMA @efileno 17 de 69
  • 18. DESIGN foco no sistema olhar mais humano trabalha o imaterial @efileno 18 de 69
  • 19. EXPERIÊNCIA DO USUÁRIO - UX É estudar como as pessoas se comportam e se sentem quando interagem com um sistema. Ela inclui as emoções, crenças, preferências, percepções, reações físicas e psicológicas, comportamentos e realizações do usuário que ocorrem antes, durante e após o uso de determinado serviço. @efileno 19 de 69
  • 20. PROJETAR PARA/COM AS EXPERIÊNCIAS É sobre transformar o momento das pessoas contando histórias dentro da relação espaço- tempo. IMAGENEER Responsável pelo design e desenvolvimento dos momentos da Walt Disney @efileno 20 de 69
  • 21. DESIGN CENTRADO NO USUÁRIO DESIGN CENTRADO NA TECNOLOGIA ou NO DESIGNER @efileno 21 de 69
  • 22. @efileno 22 de 69
  • 23. Design de Interação como um caminho a ser seguido @efileno 23 de 69
  • 24. Design de Interação O foco está nas relações humanas tecidas através dos artefatos e serviços interativos. @efileno 24 de 69
  • 25. Um serviço é composto por várias interações através de muitos pontos de contato no decorrer do tempo. @efileno 25 de 69
  • 26. Projetar pensando em Serviços Quando você projeta o negócio baseado na experiência, você cria uma oferta bem poderosa e de total conexão com as pessoas. @efileno 26 de 69
  • 27. O que é isso? Para que serve isso? @efileno 27 de 69
  • 28. @efileno 28 de 69
  • 29. @efileno 29 de 69
  • 30. @efileno 30 de 69
  • 31. O que é isso? Para que serve isso? @efileno 31 de 69
  • 32. @efileno 32 de 69
  • 33. @efileno 33 de 69
  • 34. valores tecnologias @efileno 34 de 69
  • 35. ser humano meio cultural @efileno 35 de 69
  • 36. x x x Serviços desenvolvidos @efileno 36 de 69
  • 38. Carta de Pero Vaz de Caminha @efileno 38 de 69
  • 39. MAS O QUE ISSO TUDO TEM A VER? @efileno 39 de 69
  • 40. HIERARQUIA DO ESPAÇO #eu @efileno 40 de 69
  • 41. HIERARQUIA DO ESPAÇO ESPAÇO íntimo… é o emocional ESPAÇO pessoal… é o simbólico ESPAÇO social… é a relação ESPAÇO político… é o cultural @efileno 41 de 69
  • 42. 0,1m Móvel 1m 10m Pessoal 100m Ambiental 1000m Arquitetural Urbano A ESCALA DE DEZ Smart Things, Mike Kuniavsky. Morgan Kaufmann @efileno 42 de 69
  • 43. 0,1m Móvel 1m 10m Pessoal 100m Ambiental 1000m Arquitetural Urbano A ESCALA DE DEZ Smart Things, Mike Kuniavsky. Morgan Kaufmann @efileno 43 de 69
  • 44. @efileno 44 de 69
  • 45. Os artefatos móveis são “extensões do nosso corpo” @efileno 45 de 69
  • 46. @efileno 46 de 69
  • 47. MAS PARA QUE SERVE? @efileno 47 de 69
  • 48. Onde estou? Onde posso ir? Por onde passei? @efileno 48 de 69
  • 49. DESIGN DE SERVIÇOS O Design de Serviços objetiva projetar interações desejáveis, que possam ser operacionalizadas de forma consistente, sustentável e que transmitam com coerência os valores de uma organização. software como serviço ! @efileno 49 de 69
  • 50. DESEJO e/ou NECESSIDADE O que eu preciso? O que eu quero fazer? UTILIDADE @efileno 50 de 69
  • 51. @efileno 51 de 69
  • 52. Exposição é uma forma de conexão @efileno 52 de 69
  • 53. @efileno 53 de 69
  • 54. Conectar pessoas através da mediação permeada por tecnologias @efileno 54 de 69
  • 55. MOTIVAÇÃO & PARTICIPAÇÃO Nossa condição pessoal que influencia a direção do comportamento orientado para um objetivo. Em outras palavras é o impulso interno que leva à ação. @efileno 55 de 69
  • 56. Contexto pessoal coletivo Design é um processo social -> Troca social @efileno 56 de 69
  • 57. @efileno 57 de 69
  • 58. @efileno 58 de 69
  • 59. @efileno 59 de 69
  • 60. @efileno 60 de 69
  • 61. @efileno 61 de 69
  • 62. UBIQUIDADE integrar sistemas com as ações e comportamentos naturais das pessoas @efileno 62 de 69
  • 64. @efileno 64 de 69
  • 65. @efileno 65 de 69
  • 66. Mitologia do Fio de Ariadne @efileno 66 de 69
  • 67. @efileno 67 de 69
  • 68. “O FUTURO AINDA NÃO FOI ESCRITO… NA REALIDADE, ELE AINDA NÃO FOI DESCOBERTO” BRUCE STERLING, Interaction Designer and Writer @efileno 68 de 69
  • 69. OBRIGADO ! Contato Érico Fileno @efileno efileno@gmail.com www.welabdesign.com.br Todas as imagens desta apresentação foram “emprestadas” da Web @efileno 69 de 69