SlideShare uma empresa Scribd logo
CRESCER INFANTIL, JUVENIL, A PREDISPOSIÇÃO GENÉTICA PARA
O CRESCIMENTO PODE SER EXPRESSA DE 85 A 90% QUE É O
MÁXIMO QUE ELA PODE OCORRER EM CONDIÇÕES
AMBIENTAIS FAVORÁVEIS; DR. JOÃO SANTOS CAIO JR. ET DRA.
HENRIQUETA V. CAIO; ENDOCRINOLOGIA-
NEUROENDOCRINOLOGIA-FISIOLOGIA.
EVOLUÇÃO DA MATURAÇÃO ESQUELÉTICA
O crescimento e a maturação física são processos dinâmicos influenciados
por uma variedade de fatores genéticos e ambientais. Embora
tradicionalmente o principal foco da avaliação do crescimento foi
colocado sobre a avaliação da estatura, alterações na composição
corporal, em proporções corporais, na maturação do esqueleto e em
desenvolvimento puberal também constituem componentes essenciais
para a avaliação do processo de crescimento. Portanto, o crescimento e a
maturação física devem ser vistos como um processo complexo e
dinâmico que inclui um amplo espectro de alterações celulares e
somáticas. A predisposição genética para o crescimento pode ser
totalmente expressa apenas em condições ambientais favoráveis. Os
fatores ambientais podem atuar de forma independente ou em conjunto
para modificar os potenciais genéticos de um indivíduo. Treinamento
atlético e desempenho quando exercidos durante a infância e
adolescência têm um enorme impacto sobre o crescimento e a
maturação. Há fortes evidências de que o exercício moderado é um
importante hábito de saúde. Ao mesmo tempo, há uma preocupação geral
sobre a influência do estresse e treinamento físico intenso sobre a saúde
em geral. Começando em uma idade jovem, os atletas realizam em um
alto nível agonístico (comportamento de luta. Diz respeito ao
comportamento de um indivíduo direcionado às interações de disputa.
Este tipo de interação envolve não obrigatoriamente, agressão real, pode
ser realizado através de comportamentos ritualizados) são expostos a
altos níveis de estresse físico e psicológico das muitas horas de
treinamento intenso e competições. Os efeitos prejudiciais desses fatores
no crescimento, maturação esquelética e desenvolvimento puberal foram
documentados em indivíduos envolvidos em uma variedade de esportes.
Esportes individuais exercem influências únicas na maturação biológica
que estão relacionadas com a heterogeneidade das demandas específicas
do esporte de formação e o estágio de crescimento e maturação sexual do
atleta individual. Por isso toda a imagem é complexa e deve ser abordado
com extrema cautela.
Dr. João Santos Caio Jr.
Endocrinologia – Neuroendocrinologista
CRM 20611
Dra. Henriqueta V. Caio
Endocrinologista – Medicina Interna
CRM 28930
Como saber mais:
1. Altura que seja menor que o percentil 3, a velocidade de crescimento
fora da faixa de 25 a percentil 75 pode ser considerada que algo de
anormal está ocorrendo, e deve-se procurar ajuda profissional...
http://hormoniocrescimentoadultos.blogspot.com.
2. A baixa estatura geralmente é causada por variantes de um padrão de
crescimento normal, embora alguns pacientes pudessem ter graves
patologias subjacentes...
http://longevidadefutura.blogspot.com
3. A história clínica completa (propedêutica médica), exame físico geral
pode ajudar a diferenciar os padrões de crescimento anormais de
variantes normais e identificar características dismórficas específicas de
síndromes genéticas...
http://imcobesidade.blogspot.com
AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO DOS
AUTORES PROSPECTIVOS ET REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA.
Referências Bibliográficas:
Caio Jr, João Santos, Dr.; Endocrinologista, Neuroendocrinologista, Caio,H.V., Dra. Endocrinologista,
Medicina Interna – Van Der Häägen Brazil, São Paulo, Brasil; Tanner JM, 1989 Fetus into Man: Physical
growth from conception to maturity. Cambridge, MA: Harvard University Press; Sinclair D, 1978 Human
growth after birth. London: Oxford University Press, pp, 140-159; Rogol AD, Roemmich JN, Clark PA,
2002 Growth at puberty. J Adol Health 31: 192-200; Smith DW, 1977 Growth and its disorders.
Philadelphia: WB Saunders Co; Tanner JM, (ed) 1962 Growth at adolescence, 2nd Ed. Oxford: Blackwell;
Tanner JM, 1986 Growth as a target-seeking function: catch up and catch down growth in man. In:
Human growth. Falkner F, Tanner JM, (eds), vol 1. New York: Plenum Press, pp,167-179; Claessens A,
Lefevre J, Beunen G, Malina RM. 1999 The contribution of anthropometric characteristics to
performance scores in elite female gymnasts. J Sports Med Phys Fitness 39: 355-360; Buckler J, Brodie D,
1977 Growth and maturity characteristics of schoolboy gymnasts. Annals Hum Biol 4: 455-463;
Caldarone G, Leglise M, Giampietro M, Berlutti G, 1986 Anthropometric measurements, body
composition, biological maturation and growth predictions in young female gymnasts of high agonistic
level. J Sports Med 26: 263-273; Claessens AL, Malina RM, Lefevre J,Beunen G, Stijnen V, Maes H, Veer
FM, 1992 Growth and menarcheal status of elite female gymnasts. Med Sci Sports Exercise 24: 755-763;
Jost-Relyveld A, Sempe M, 1982 Analyse de la croissance et de la maturation squelettique de 80 jeunes
gymnasts internationaux. Pediatrie 37: 247-262; Smit PJ, 1973 Anthropometric observations on South
African gymnasts. Afr Med J 47: 480-485; Theintz GE, Howald H, Weiss U, Sizonenko PC, 1993 Evidence
for a reduction of growth potential in adolescent female gymnasts. J Pediatr 122: 306-313; Theintz GE,
Howald H, Allemann Y, Sizonenko PC, 1989 Growth and pubertal development of young female
gymnasts and swimmers: a correlation with parental data. Int J Sports Med 10: 87_91.
Site Van Der Häägen Brazil
www.vanderhaagenbrazil.com.br
www.clinicavanderhaagen.com.br
www.crescimentoinfoco.com
www.obesidadeinfoco.com.br
http://drcaiojr.site.med.br
http://dracaio.site.med.br
Joao Santos Caio Jr
http://google.com/+JoaoSantosCaioJr
Video
http://youtu.be/woonaiFJQwY
Google Maps:
http://maps.google.com.br/maps/place?cid=5099901339000351730&q=Van+Der+Haagen+Brasil&hl=pt
&sll=-23.578256,46.645653&sspn=0.005074,0.009645&ie =UTF8&ll=-23.575591,-46.650481&spn=0,0&t
= h&z=17

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

GH E HORMÔNIOS GONADAIS SÃO IMPORTANTES NO ESTIRÃO DE CRESCIMENTO PUBERAL, TR...
GH E HORMÔNIOS GONADAIS SÃO IMPORTANTES NO ESTIRÃO DE CRESCIMENTO PUBERAL, TR...GH E HORMÔNIOS GONADAIS SÃO IMPORTANTES NO ESTIRÃO DE CRESCIMENTO PUBERAL, TR...
GH E HORMÔNIOS GONADAIS SÃO IMPORTANTES NO ESTIRÃO DE CRESCIMENTO PUBERAL, TR...
Van Der Häägen Brazil
 
HIPOPITUITARISMO É GLÂNDULA PITUITÁRIA HIPOATIVA
HIPOPITUITARISMO É GLÂNDULA PITUITÁRIA HIPOATIVAHIPOPITUITARISMO É GLÂNDULA PITUITÁRIA HIPOATIVA
HIPOPITUITARISMO É GLÂNDULA PITUITÁRIA HIPOATIVA
Van Der Häägen Brazil
 
A ESTATURA BAIXA ESTÁ INTIMAMENTE LIGADA COM DOENÇAS CRÔNICA
A ESTATURA BAIXA ESTÁ INTIMAMENTE LIGADA COM DOENÇAS CRÔNICAA ESTATURA BAIXA ESTÁ INTIMAMENTE LIGADA COM DOENÇAS CRÔNICA
A ESTATURA BAIXA ESTÁ INTIMAMENTE LIGADA COM DOENÇAS CRÔNICA
Van Der Häägen Brazil
 
Impacto de treinamento físico intenso e o crescimento somático em atletas inf...
Impacto de treinamento físico intenso e o crescimento somático em atletas inf...Impacto de treinamento físico intenso e o crescimento somático em atletas inf...
Impacto de treinamento físico intenso e o crescimento somático em atletas inf...
Van Der Häägen Brazil
 
CRESCER COMPROMETIDO: CRIANÇA, INFANTIL E JUVENIL- AXIOMA EM FATORES GENÉTICO...
CRESCER COMPROMETIDO: CRIANÇA, INFANTIL E JUVENIL- AXIOMA EM FATORES GENÉTICO...CRESCER COMPROMETIDO: CRIANÇA, INFANTIL E JUVENIL- AXIOMA EM FATORES GENÉTICO...
CRESCER COMPROMETIDO: CRIANÇA, INFANTIL E JUVENIL- AXIOMA EM FATORES GENÉTICO...
Van Der Häägen Brazil
 
CRESCER E BAIXA ESTATURA EM CRIANÇA, INFANTIL E JUVENIL INCLUINDO ADOLESCÊNCI...
CRESCER E BAIXA ESTATURA EM CRIANÇA, INFANTIL E JUVENIL INCLUINDO ADOLESCÊNCI...CRESCER E BAIXA ESTATURA EM CRIANÇA, INFANTIL E JUVENIL INCLUINDO ADOLESCÊNCI...
CRESCER E BAIXA ESTATURA EM CRIANÇA, INFANTIL E JUVENIL INCLUINDO ADOLESCÊNCI...
Van Der Häägen Brazil
 
BAIXA ESTATURA E CRESCER INFANTIL E JUVENIL; ANORMALIDADES CROMOSSÔMICAS E SÍ...
BAIXA ESTATURA E CRESCER INFANTIL E JUVENIL; ANORMALIDADES CROMOSSÔMICAS E SÍ...BAIXA ESTATURA E CRESCER INFANTIL E JUVENIL; ANORMALIDADES CROMOSSÔMICAS E SÍ...
BAIXA ESTATURA E CRESCER INFANTIL E JUVENIL; ANORMALIDADES CROMOSSÔMICAS E SÍ...
Van Der Häägen Brazil
 
CRESCER CRIANÇA, INFANTIL E JUVENIL; CONSTÂNCIA E COMPROMETIMENTOS LONGITUDIN...
CRESCER CRIANÇA, INFANTIL E JUVENIL; CONSTÂNCIA E COMPROMETIMENTOS LONGITUDIN...CRESCER CRIANÇA, INFANTIL E JUVENIL; CONSTÂNCIA E COMPROMETIMENTOS LONGITUDIN...
CRESCER CRIANÇA, INFANTIL E JUVENIL; CONSTÂNCIA E COMPROMETIMENTOS LONGITUDIN...
Van Der Häägen Brazil
 
CRESCER E FECHAR EPÍFISES; FATORES ENDÓGENOS-EXÓGENOS PODEM ALTERAR IDADE PUB...
CRESCER E FECHAR EPÍFISES; FATORES ENDÓGENOS-EXÓGENOS PODEM ALTERAR IDADE PUB...CRESCER E FECHAR EPÍFISES; FATORES ENDÓGENOS-EXÓGENOS PODEM ALTERAR IDADE PUB...
CRESCER E FECHAR EPÍFISES; FATORES ENDÓGENOS-EXÓGENOS PODEM ALTERAR IDADE PUB...
Van Der Häägen Brazil
 
Crescimento Começa com um Ato de Amor
Crescimento Começa com um Ato de AmorCrescimento Começa com um Ato de Amor
Crescimento Começa com um Ato de Amor
Van Der Häägen Brazil
 
Deficiência GH determinantes da resistência Óssea que podem ser afetados prin...
Deficiência GH determinantes da resistência Óssea que podem ser afetados prin...Deficiência GH determinantes da resistência Óssea que podem ser afetados prin...
Deficiência GH determinantes da resistência Óssea que podem ser afetados prin...
Van Der Häägen Brazil
 
Baixo crescimento infanto juvenil não significa só problemas genéticos
Baixo crescimento infanto juvenil não significa só problemas genéticosBaixo crescimento infanto juvenil não significa só problemas genéticos
Baixo crescimento infanto juvenil não significa só problemas genéticos
Van Der Häägen Brazil
 
Baixa Estatura o Peso ao Nascer, Crescimento Infanto–Juvenil e Resistência à ...
Baixa Estatura o Peso ao Nascer, Crescimento Infanto–Juvenil e Resistência à ...Baixa Estatura o Peso ao Nascer, Crescimento Infanto–Juvenil e Resistência à ...
Baixa Estatura o Peso ao Nascer, Crescimento Infanto–Juvenil e Resistência à ...
Van Der Häägen Brazil
 
CRESCER:JUVENIL/ADOLESCENTE:EFEITOS DO ÁLCOOL SOBRE PROCESSOS FISIOLÓGICOS E ...
CRESCER:JUVENIL/ADOLESCENTE:EFEITOS DO ÁLCOOL SOBRE PROCESSOS FISIOLÓGICOS E ...CRESCER:JUVENIL/ADOLESCENTE:EFEITOS DO ÁLCOOL SOBRE PROCESSOS FISIOLÓGICOS E ...
CRESCER:JUVENIL/ADOLESCENTE:EFEITOS DO ÁLCOOL SOBRE PROCESSOS FISIOLÓGICOS E ...
Van Der Häägen Brazil
 
BAIXO CRESCIMENTO INFANTO-JUVENIL NÃO SIGNIFICA SÓ PROBLEMAS GENÉTICOS
BAIXO CRESCIMENTO INFANTO-JUVENIL NÃO SIGNIFICA SÓ PROBLEMAS GENÉTICOSBAIXO CRESCIMENTO INFANTO-JUVENIL NÃO SIGNIFICA SÓ PROBLEMAS GENÉTICOS
BAIXO CRESCIMENTO INFANTO-JUVENIL NÃO SIGNIFICA SÓ PROBLEMAS GENÉTICOS
Van Der Häägen Brazil
 
Crescer e Desenvolver Infanto Juvenil Adolescente
Crescer e Desenvolver Infanto Juvenil AdolescenteCrescer e Desenvolver Infanto Juvenil Adolescente
Crescer e Desenvolver Infanto Juvenil Adolescente
Van Der Häägen Brazil
 
BAIXA ESTATURA E CRESCIMENTO LINEAR: UM LADO POSITIVO PARA O GH HUMANO
BAIXA ESTATURA E CRESCIMENTO LINEAR: UM LADO POSITIVO PARA O GH HUMANOBAIXA ESTATURA E CRESCIMENTO LINEAR: UM LADO POSITIVO PARA O GH HUMANO
BAIXA ESTATURA E CRESCIMENTO LINEAR: UM LADO POSITIVO PARA O GH HUMANO
Van Der Häägen Brazil
 
Desenvolvimento Puberal Atrasado em Atleta Juvenil pelo alto gasto energético...
Desenvolvimento Puberal Atrasado em Atleta Juvenil pelo alto gasto energético...Desenvolvimento Puberal Atrasado em Atleta Juvenil pelo alto gasto energético...
Desenvolvimento Puberal Atrasado em Atleta Juvenil pelo alto gasto energético...
Van Der Häägen Brazil
 
Crescimento Infanto Juvenil
Crescimento Infanto JuvenilCrescimento Infanto Juvenil
Crescimento Infanto Juvenil
Van Der Häägen Brazil
 
EFEITOS ENDÓCRINOS-CONSUMO PRECOCE/BEBIDAS ALCOÓLICAS.
EFEITOS ENDÓCRINOS-CONSUMO PRECOCE/BEBIDAS ALCOÓLICAS.EFEITOS ENDÓCRINOS-CONSUMO PRECOCE/BEBIDAS ALCOÓLICAS.
EFEITOS ENDÓCRINOS-CONSUMO PRECOCE/BEBIDAS ALCOÓLICAS.
Van Der Häägen Brazil
 

Mais procurados (20)

GH E HORMÔNIOS GONADAIS SÃO IMPORTANTES NO ESTIRÃO DE CRESCIMENTO PUBERAL, TR...
GH E HORMÔNIOS GONADAIS SÃO IMPORTANTES NO ESTIRÃO DE CRESCIMENTO PUBERAL, TR...GH E HORMÔNIOS GONADAIS SÃO IMPORTANTES NO ESTIRÃO DE CRESCIMENTO PUBERAL, TR...
GH E HORMÔNIOS GONADAIS SÃO IMPORTANTES NO ESTIRÃO DE CRESCIMENTO PUBERAL, TR...
 
HIPOPITUITARISMO É GLÂNDULA PITUITÁRIA HIPOATIVA
HIPOPITUITARISMO É GLÂNDULA PITUITÁRIA HIPOATIVAHIPOPITUITARISMO É GLÂNDULA PITUITÁRIA HIPOATIVA
HIPOPITUITARISMO É GLÂNDULA PITUITÁRIA HIPOATIVA
 
A ESTATURA BAIXA ESTÁ INTIMAMENTE LIGADA COM DOENÇAS CRÔNICA
A ESTATURA BAIXA ESTÁ INTIMAMENTE LIGADA COM DOENÇAS CRÔNICAA ESTATURA BAIXA ESTÁ INTIMAMENTE LIGADA COM DOENÇAS CRÔNICA
A ESTATURA BAIXA ESTÁ INTIMAMENTE LIGADA COM DOENÇAS CRÔNICA
 
Impacto de treinamento físico intenso e o crescimento somático em atletas inf...
Impacto de treinamento físico intenso e o crescimento somático em atletas inf...Impacto de treinamento físico intenso e o crescimento somático em atletas inf...
Impacto de treinamento físico intenso e o crescimento somático em atletas inf...
 
CRESCER COMPROMETIDO: CRIANÇA, INFANTIL E JUVENIL- AXIOMA EM FATORES GENÉTICO...
CRESCER COMPROMETIDO: CRIANÇA, INFANTIL E JUVENIL- AXIOMA EM FATORES GENÉTICO...CRESCER COMPROMETIDO: CRIANÇA, INFANTIL E JUVENIL- AXIOMA EM FATORES GENÉTICO...
CRESCER COMPROMETIDO: CRIANÇA, INFANTIL E JUVENIL- AXIOMA EM FATORES GENÉTICO...
 
CRESCER E BAIXA ESTATURA EM CRIANÇA, INFANTIL E JUVENIL INCLUINDO ADOLESCÊNCI...
CRESCER E BAIXA ESTATURA EM CRIANÇA, INFANTIL E JUVENIL INCLUINDO ADOLESCÊNCI...CRESCER E BAIXA ESTATURA EM CRIANÇA, INFANTIL E JUVENIL INCLUINDO ADOLESCÊNCI...
CRESCER E BAIXA ESTATURA EM CRIANÇA, INFANTIL E JUVENIL INCLUINDO ADOLESCÊNCI...
 
BAIXA ESTATURA E CRESCER INFANTIL E JUVENIL; ANORMALIDADES CROMOSSÔMICAS E SÍ...
BAIXA ESTATURA E CRESCER INFANTIL E JUVENIL; ANORMALIDADES CROMOSSÔMICAS E SÍ...BAIXA ESTATURA E CRESCER INFANTIL E JUVENIL; ANORMALIDADES CROMOSSÔMICAS E SÍ...
BAIXA ESTATURA E CRESCER INFANTIL E JUVENIL; ANORMALIDADES CROMOSSÔMICAS E SÍ...
 
CRESCER CRIANÇA, INFANTIL E JUVENIL; CONSTÂNCIA E COMPROMETIMENTOS LONGITUDIN...
CRESCER CRIANÇA, INFANTIL E JUVENIL; CONSTÂNCIA E COMPROMETIMENTOS LONGITUDIN...CRESCER CRIANÇA, INFANTIL E JUVENIL; CONSTÂNCIA E COMPROMETIMENTOS LONGITUDIN...
CRESCER CRIANÇA, INFANTIL E JUVENIL; CONSTÂNCIA E COMPROMETIMENTOS LONGITUDIN...
 
CRESCER E FECHAR EPÍFISES; FATORES ENDÓGENOS-EXÓGENOS PODEM ALTERAR IDADE PUB...
CRESCER E FECHAR EPÍFISES; FATORES ENDÓGENOS-EXÓGENOS PODEM ALTERAR IDADE PUB...CRESCER E FECHAR EPÍFISES; FATORES ENDÓGENOS-EXÓGENOS PODEM ALTERAR IDADE PUB...
CRESCER E FECHAR EPÍFISES; FATORES ENDÓGENOS-EXÓGENOS PODEM ALTERAR IDADE PUB...
 
Crescimento Começa com um Ato de Amor
Crescimento Começa com um Ato de AmorCrescimento Começa com um Ato de Amor
Crescimento Começa com um Ato de Amor
 
Deficiência GH determinantes da resistência Óssea que podem ser afetados prin...
Deficiência GH determinantes da resistência Óssea que podem ser afetados prin...Deficiência GH determinantes da resistência Óssea que podem ser afetados prin...
Deficiência GH determinantes da resistência Óssea que podem ser afetados prin...
 
Baixo crescimento infanto juvenil não significa só problemas genéticos
Baixo crescimento infanto juvenil não significa só problemas genéticosBaixo crescimento infanto juvenil não significa só problemas genéticos
Baixo crescimento infanto juvenil não significa só problemas genéticos
 
Baixa Estatura o Peso ao Nascer, Crescimento Infanto–Juvenil e Resistência à ...
Baixa Estatura o Peso ao Nascer, Crescimento Infanto–Juvenil e Resistência à ...Baixa Estatura o Peso ao Nascer, Crescimento Infanto–Juvenil e Resistência à ...
Baixa Estatura o Peso ao Nascer, Crescimento Infanto–Juvenil e Resistência à ...
 
CRESCER:JUVENIL/ADOLESCENTE:EFEITOS DO ÁLCOOL SOBRE PROCESSOS FISIOLÓGICOS E ...
CRESCER:JUVENIL/ADOLESCENTE:EFEITOS DO ÁLCOOL SOBRE PROCESSOS FISIOLÓGICOS E ...CRESCER:JUVENIL/ADOLESCENTE:EFEITOS DO ÁLCOOL SOBRE PROCESSOS FISIOLÓGICOS E ...
CRESCER:JUVENIL/ADOLESCENTE:EFEITOS DO ÁLCOOL SOBRE PROCESSOS FISIOLÓGICOS E ...
 
BAIXO CRESCIMENTO INFANTO-JUVENIL NÃO SIGNIFICA SÓ PROBLEMAS GENÉTICOS
BAIXO CRESCIMENTO INFANTO-JUVENIL NÃO SIGNIFICA SÓ PROBLEMAS GENÉTICOSBAIXO CRESCIMENTO INFANTO-JUVENIL NÃO SIGNIFICA SÓ PROBLEMAS GENÉTICOS
BAIXO CRESCIMENTO INFANTO-JUVENIL NÃO SIGNIFICA SÓ PROBLEMAS GENÉTICOS
 
Crescer e Desenvolver Infanto Juvenil Adolescente
Crescer e Desenvolver Infanto Juvenil AdolescenteCrescer e Desenvolver Infanto Juvenil Adolescente
Crescer e Desenvolver Infanto Juvenil Adolescente
 
BAIXA ESTATURA E CRESCIMENTO LINEAR: UM LADO POSITIVO PARA O GH HUMANO
BAIXA ESTATURA E CRESCIMENTO LINEAR: UM LADO POSITIVO PARA O GH HUMANOBAIXA ESTATURA E CRESCIMENTO LINEAR: UM LADO POSITIVO PARA O GH HUMANO
BAIXA ESTATURA E CRESCIMENTO LINEAR: UM LADO POSITIVO PARA O GH HUMANO
 
Desenvolvimento Puberal Atrasado em Atleta Juvenil pelo alto gasto energético...
Desenvolvimento Puberal Atrasado em Atleta Juvenil pelo alto gasto energético...Desenvolvimento Puberal Atrasado em Atleta Juvenil pelo alto gasto energético...
Desenvolvimento Puberal Atrasado em Atleta Juvenil pelo alto gasto energético...
 
Crescimento Infanto Juvenil
Crescimento Infanto JuvenilCrescimento Infanto Juvenil
Crescimento Infanto Juvenil
 
EFEITOS ENDÓCRINOS-CONSUMO PRECOCE/BEBIDAS ALCOÓLICAS.
EFEITOS ENDÓCRINOS-CONSUMO PRECOCE/BEBIDAS ALCOÓLICAS.EFEITOS ENDÓCRINOS-CONSUMO PRECOCE/BEBIDAS ALCOÓLICAS.
EFEITOS ENDÓCRINOS-CONSUMO PRECOCE/BEBIDAS ALCOÓLICAS.
 

Destaque

Avaliação da maturação biológica de jovens jogadores de futebol.
Avaliação da maturação biológica de jovens jogadores de futebol.Avaliação da maturação biológica de jovens jogadores de futebol.
Avaliação da maturação biológica de jovens jogadores de futebol.
Gustavo Casimiro
 
Vygostky ...
Vygostky ...Vygostky ...
Vygostky ...
Nuap Santana
 
Crescimento e maturação na infância e adolescência
Crescimento e maturação na infância e adolescênciaCrescimento e maturação na infância e adolescência
Crescimento e maturação na infância e adolescência
Shirley Rodrigues
 
Idade ossea
Idade osseaIdade ossea
Idade ossea
endocbh
 
Aula 4 crescimento
Aula 4 crescimentoAula 4 crescimento
Aula 4 crescimento
lu_adas
 
Atlas greulich y pyle
Atlas greulich y pyleAtlas greulich y pyle
Atlas greulich y pyle
tu endocrinologo
 
Desenvolvimento Humano
Desenvolvimento HumanoDesenvolvimento Humano
Desenvolvimento Humano
andressa bonn
 
ADOLESCÊNCIA E AS TRANSFORMAÇÕES DO CORPO
ADOLESCÊNCIA E AS TRANSFORMAÇÕES DO CORPOADOLESCÊNCIA E AS TRANSFORMAÇÕES DO CORPO
ADOLESCÊNCIA E AS TRANSFORMAÇÕES DO CORPO
veronicasilva
 
RADIOGRAFIA CARPAL
RADIOGRAFIA CARPALRADIOGRAFIA CARPAL
RADIOGRAFIA CARPAL
LaTia Tuca
 

Destaque (9)

Avaliação da maturação biológica de jovens jogadores de futebol.
Avaliação da maturação biológica de jovens jogadores de futebol.Avaliação da maturação biológica de jovens jogadores de futebol.
Avaliação da maturação biológica de jovens jogadores de futebol.
 
Vygostky ...
Vygostky ...Vygostky ...
Vygostky ...
 
Crescimento e maturação na infância e adolescência
Crescimento e maturação na infância e adolescênciaCrescimento e maturação na infância e adolescência
Crescimento e maturação na infância e adolescência
 
Idade ossea
Idade osseaIdade ossea
Idade ossea
 
Aula 4 crescimento
Aula 4 crescimentoAula 4 crescimento
Aula 4 crescimento
 
Atlas greulich y pyle
Atlas greulich y pyleAtlas greulich y pyle
Atlas greulich y pyle
 
Desenvolvimento Humano
Desenvolvimento HumanoDesenvolvimento Humano
Desenvolvimento Humano
 
ADOLESCÊNCIA E AS TRANSFORMAÇÕES DO CORPO
ADOLESCÊNCIA E AS TRANSFORMAÇÕES DO CORPOADOLESCÊNCIA E AS TRANSFORMAÇÕES DO CORPO
ADOLESCÊNCIA E AS TRANSFORMAÇÕES DO CORPO
 
RADIOGRAFIA CARPAL
RADIOGRAFIA CARPALRADIOGRAFIA CARPAL
RADIOGRAFIA CARPAL
 

Semelhante a Desenvolvimento Puberal; Maturação Esquelética e Aquisição de Massa Óssea

É Importante se Levar em Conta Tempo de Formação Máxima Durante Processo
É Importante se Levar em Conta Tempo de Formação Máxima Durante ProcessoÉ Importante se Levar em Conta Tempo de Formação Máxima Durante Processo
É Importante se Levar em Conta Tempo de Formação Máxima Durante Processo
Van Der Häägen Brazil
 
Criança, infantil, juvenil e o desenvolvimento linear da massa óssea para cre...
Criança, infantil, juvenil e o desenvolvimento linear da massa óssea para cre...Criança, infantil, juvenil e o desenvolvimento linear da massa óssea para cre...
Criança, infantil, juvenil e o desenvolvimento linear da massa óssea para cre...
Van Der Häägen Brazil
 
Obesidade infantil efeitos metabólicos do exercício físico uma visão atual.
Obesidade infantil efeitos metabólicos do exercício físico uma visão atual.Obesidade infantil efeitos metabólicos do exercício físico uma visão atual.
Obesidade infantil efeitos metabólicos do exercício físico uma visão atual.
Van Der Häägen Brazil
 
Relevância do crescimento estatural criança infantil juvenil adolescente,sinô...
Relevância do crescimento estatural criança infantil juvenil adolescente,sinô...Relevância do crescimento estatural criança infantil juvenil adolescente,sinô...
Relevância do crescimento estatural criança infantil juvenil adolescente,sinô...
Van Der Häägen Brazil
 
Crescer Infantil,juvenil;os que praticam balé a pouca energia determina todos...
Crescer Infantil,juvenil;os que praticam balé a pouca energia determina todos...Crescer Infantil,juvenil;os que praticam balé a pouca energia determina todos...
Crescer Infantil,juvenil;os que praticam balé a pouca energia determina todos...
Van Der Häägen Brazil
 
Estatura crescimento infantil juvenil adolescente não depende apenas gh igf-1...
Estatura crescimento infantil juvenil adolescente não depende apenas gh igf-1...Estatura crescimento infantil juvenil adolescente não depende apenas gh igf-1...
Estatura crescimento infantil juvenil adolescente não depende apenas gh igf-1...
Van Der Häägen Brazil
 
Crescimento Compensatório Infantil, Juvenil após Correção Distúrbios que Reta...
Crescimento Compensatório Infantil, Juvenil após Correção Distúrbios que Reta...Crescimento Compensatório Infantil, Juvenil após Correção Distúrbios que Reta...
Crescimento Compensatório Infantil, Juvenil após Correção Distúrbios que Reta...
Van Der Häägen Brazil
 
Crescer infantil juvenil adolescente o efeito dos fármacos inibidores da arom...
Crescer infantil juvenil adolescente o efeito dos fármacos inibidores da arom...Crescer infantil juvenil adolescente o efeito dos fármacos inibidores da arom...
Crescer infantil juvenil adolescente o efeito dos fármacos inibidores da arom...
Van Der Häägen Brazil
 
2
22
Crescimento em baixa estatura criança juvenil adolescente pré púbere falta d...
Crescimento em baixa estatura criança juvenil adolescente pré púbere  falta d...Crescimento em baixa estatura criança juvenil adolescente pré púbere  falta d...
Crescimento em baixa estatura criança juvenil adolescente pré púbere falta d...
Van Der Häägen Brazil
 
Crescimento baixa estatura avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...
Crescimento baixa estatura  avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...Crescimento baixa estatura  avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...
Crescimento baixa estatura avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...
Van Der Häägen Brazil
 
Crescimento baixa estatura avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...
Crescimento baixa estatura  avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...Crescimento baixa estatura  avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...
Crescimento baixa estatura avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...
Van Der Häägen Brazil
 
Crescer criança infantil juveniil adolescente avanços científicos promovem re...
Crescer criança infantil juveniil adolescente avanços científicos promovem re...Crescer criança infantil juveniil adolescente avanços científicos promovem re...
Crescer criança infantil juveniil adolescente avanços científicos promovem re...
Van Der Häägen Brazil
 
Impacto do exercício, suas intercorrências podendo levar a; dmo ou a osteopenia
Impacto do exercício, suas intercorrências podendo levar a; dmo ou a osteopeniaImpacto do exercício, suas intercorrências podendo levar a; dmo ou a osteopenia
Impacto do exercício, suas intercorrências podendo levar a; dmo ou a osteopenia
Van Der Häägen Brazil
 
BAIXA ESTATURA;UM RISCO FREQUENTE LIGADO A GENÉTICA E MEIO AMBIENTE
BAIXA ESTATURA;UM RISCO FREQUENTE LIGADO A GENÉTICA E MEIO AMBIENTEBAIXA ESTATURA;UM RISCO FREQUENTE LIGADO A GENÉTICA E MEIO AMBIENTE
BAIXA ESTATURA;UM RISCO FREQUENTE LIGADO A GENÉTICA E MEIO AMBIENTE
Van Der Häägen Brazil
 
Podem se minorar problemas de infantil juvenil adolescente com baixa estatura...
Podem se minorar problemas de infantil juvenil adolescente com baixa estatura...Podem se minorar problemas de infantil juvenil adolescente com baixa estatura...
Podem se minorar problemas de infantil juvenil adolescente com baixa estatura...
Van Der Häägen Brazil
 
Crescer ósseo longitudinal também é regulado pela ingestão nutricional mediad...
Crescer ósseo longitudinal também é regulado pela ingestão nutricional mediad...Crescer ósseo longitudinal também é regulado pela ingestão nutricional mediad...
Crescer ósseo longitudinal também é regulado pela ingestão nutricional mediad...
Van Der Häägen Brazil
 
Criança mudanças morfológicas no tamanho,forma,composição
Criança mudanças morfológicas no tamanho,forma,composiçãoCriança mudanças morfológicas no tamanho,forma,composição
Criança mudanças morfológicas no tamanho,forma,composição
Van Der Häägen Brazil
 
Baixa estatura é termo aplicado a criança cuja altura é menor que 2 desvios p...
Baixa estatura é termo aplicado a criança cuja altura é menor que 2 desvios p...Baixa estatura é termo aplicado a criança cuja altura é menor que 2 desvios p...
Baixa estatura é termo aplicado a criança cuja altura é menor que 2 desvios p...
Van Der Häägen Brazil
 
BAIXA ESTATURA UM RISCO FREQUENTE LIGADO A GENÉTICA E MEIO AMBIENTE
BAIXA ESTATURA UM RISCO FREQUENTE LIGADO A GENÉTICA E MEIO AMBIENTEBAIXA ESTATURA UM RISCO FREQUENTE LIGADO A GENÉTICA E MEIO AMBIENTE
BAIXA ESTATURA UM RISCO FREQUENTE LIGADO A GENÉTICA E MEIO AMBIENTE
Van Der Häägen Brazil
 

Semelhante a Desenvolvimento Puberal; Maturação Esquelética e Aquisição de Massa Óssea (20)

É Importante se Levar em Conta Tempo de Formação Máxima Durante Processo
É Importante se Levar em Conta Tempo de Formação Máxima Durante ProcessoÉ Importante se Levar em Conta Tempo de Formação Máxima Durante Processo
É Importante se Levar em Conta Tempo de Formação Máxima Durante Processo
 
Criança, infantil, juvenil e o desenvolvimento linear da massa óssea para cre...
Criança, infantil, juvenil e o desenvolvimento linear da massa óssea para cre...Criança, infantil, juvenil e o desenvolvimento linear da massa óssea para cre...
Criança, infantil, juvenil e o desenvolvimento linear da massa óssea para cre...
 
Obesidade infantil efeitos metabólicos do exercício físico uma visão atual.
Obesidade infantil efeitos metabólicos do exercício físico uma visão atual.Obesidade infantil efeitos metabólicos do exercício físico uma visão atual.
Obesidade infantil efeitos metabólicos do exercício físico uma visão atual.
 
Relevância do crescimento estatural criança infantil juvenil adolescente,sinô...
Relevância do crescimento estatural criança infantil juvenil adolescente,sinô...Relevância do crescimento estatural criança infantil juvenil adolescente,sinô...
Relevância do crescimento estatural criança infantil juvenil adolescente,sinô...
 
Crescer Infantil,juvenil;os que praticam balé a pouca energia determina todos...
Crescer Infantil,juvenil;os que praticam balé a pouca energia determina todos...Crescer Infantil,juvenil;os que praticam balé a pouca energia determina todos...
Crescer Infantil,juvenil;os que praticam balé a pouca energia determina todos...
 
Estatura crescimento infantil juvenil adolescente não depende apenas gh igf-1...
Estatura crescimento infantil juvenil adolescente não depende apenas gh igf-1...Estatura crescimento infantil juvenil adolescente não depende apenas gh igf-1...
Estatura crescimento infantil juvenil adolescente não depende apenas gh igf-1...
 
Crescimento Compensatório Infantil, Juvenil após Correção Distúrbios que Reta...
Crescimento Compensatório Infantil, Juvenil após Correção Distúrbios que Reta...Crescimento Compensatório Infantil, Juvenil após Correção Distúrbios que Reta...
Crescimento Compensatório Infantil, Juvenil após Correção Distúrbios que Reta...
 
Crescer infantil juvenil adolescente o efeito dos fármacos inibidores da arom...
Crescer infantil juvenil adolescente o efeito dos fármacos inibidores da arom...Crescer infantil juvenil adolescente o efeito dos fármacos inibidores da arom...
Crescer infantil juvenil adolescente o efeito dos fármacos inibidores da arom...
 
2
22
2
 
Crescimento em baixa estatura criança juvenil adolescente pré púbere falta d...
Crescimento em baixa estatura criança juvenil adolescente pré púbere  falta d...Crescimento em baixa estatura criança juvenil adolescente pré púbere  falta d...
Crescimento em baixa estatura criança juvenil adolescente pré púbere falta d...
 
Crescimento baixa estatura avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...
Crescimento baixa estatura  avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...Crescimento baixa estatura  avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...
Crescimento baixa estatura avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...
 
Crescimento baixa estatura avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...
Crescimento baixa estatura  avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...Crescimento baixa estatura  avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...
Crescimento baixa estatura avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...
 
Crescer criança infantil juveniil adolescente avanços científicos promovem re...
Crescer criança infantil juveniil adolescente avanços científicos promovem re...Crescer criança infantil juveniil adolescente avanços científicos promovem re...
Crescer criança infantil juveniil adolescente avanços científicos promovem re...
 
Impacto do exercício, suas intercorrências podendo levar a; dmo ou a osteopenia
Impacto do exercício, suas intercorrências podendo levar a; dmo ou a osteopeniaImpacto do exercício, suas intercorrências podendo levar a; dmo ou a osteopenia
Impacto do exercício, suas intercorrências podendo levar a; dmo ou a osteopenia
 
BAIXA ESTATURA;UM RISCO FREQUENTE LIGADO A GENÉTICA E MEIO AMBIENTE
BAIXA ESTATURA;UM RISCO FREQUENTE LIGADO A GENÉTICA E MEIO AMBIENTEBAIXA ESTATURA;UM RISCO FREQUENTE LIGADO A GENÉTICA E MEIO AMBIENTE
BAIXA ESTATURA;UM RISCO FREQUENTE LIGADO A GENÉTICA E MEIO AMBIENTE
 
Podem se minorar problemas de infantil juvenil adolescente com baixa estatura...
Podem se minorar problemas de infantil juvenil adolescente com baixa estatura...Podem se minorar problemas de infantil juvenil adolescente com baixa estatura...
Podem se minorar problemas de infantil juvenil adolescente com baixa estatura...
 
Crescer ósseo longitudinal também é regulado pela ingestão nutricional mediad...
Crescer ósseo longitudinal também é regulado pela ingestão nutricional mediad...Crescer ósseo longitudinal também é regulado pela ingestão nutricional mediad...
Crescer ósseo longitudinal também é regulado pela ingestão nutricional mediad...
 
Criança mudanças morfológicas no tamanho,forma,composição
Criança mudanças morfológicas no tamanho,forma,composiçãoCriança mudanças morfológicas no tamanho,forma,composição
Criança mudanças morfológicas no tamanho,forma,composição
 
Baixa estatura é termo aplicado a criança cuja altura é menor que 2 desvios p...
Baixa estatura é termo aplicado a criança cuja altura é menor que 2 desvios p...Baixa estatura é termo aplicado a criança cuja altura é menor que 2 desvios p...
Baixa estatura é termo aplicado a criança cuja altura é menor que 2 desvios p...
 
BAIXA ESTATURA UM RISCO FREQUENTE LIGADO A GENÉTICA E MEIO AMBIENTE
BAIXA ESTATURA UM RISCO FREQUENTE LIGADO A GENÉTICA E MEIO AMBIENTEBAIXA ESTATURA UM RISCO FREQUENTE LIGADO A GENÉTICA E MEIO AMBIENTE
BAIXA ESTATURA UM RISCO FREQUENTE LIGADO A GENÉTICA E MEIO AMBIENTE
 

Mais de Van Der Häägen Brazil

OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDEOBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
Van Der Häägen Brazil
 
A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...
A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...
A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...
Van Der Häägen Brazil
 
A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...
A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...
A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...
Van Der Häägen Brazil
 
GORDURA VISCERAL
GORDURA VISCERALGORDURA VISCERAL
GORDURA VISCERAL
Van Der Häägen Brazil
 
VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...
VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...
VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...
Van Der Häägen Brazil
 
PODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMO
PODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMOPODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMO
PODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMO
Van Der Häägen Brazil
 
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDEOBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
Van Der Häägen Brazil
 
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...
Van Der Häägen Brazil
 
NOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESO
NOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESONOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESO
NOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESO
Van Der Häägen Brazil
 
OBESIDADE EM PACIENTES INFANTIL
OBESIDADE EM PACIENTES INFANTILOBESIDADE EM PACIENTES INFANTIL
OBESIDADE EM PACIENTES INFANTIL
Van Der Häägen Brazil
 
OBESIDADE E SUAS CAUSAS
OBESIDADE E SUAS CAUSASOBESIDADE E SUAS CAUSAS
OBESIDADE E SUAS CAUSAS
Van Der Häägen Brazil
 
OBESITY AND GENETICS
OBESITY AND GENETICSOBESITY AND GENETICS
OBESITY AND GENETICS
Van Der Häägen Brazil
 
INTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICA
INTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICAINTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICA
INTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICA
Van Der Häägen Brazil
 
GORDURA (ADIPÓCITO)
GORDURA (ADIPÓCITO)GORDURA (ADIPÓCITO)
GORDURA (ADIPÓCITO)
Van Der Häägen Brazil
 
GENEALOGIA
GENEALOGIAGENEALOGIA
DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.
DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.
DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.
Van Der Häägen Brazil
 
OBESIDADE ABDOMINAL
OBESIDADE ABDOMINAL OBESIDADE ABDOMINAL
OBESIDADE ABDOMINAL
Van Der Häägen Brazil
 
SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)
SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)
SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)
Van Der Häägen Brazil
 
GORDURA EM EXCESSO
GORDURA EM EXCESSOGORDURA EM EXCESSO
GORDURA EM EXCESSO
Van Der Häägen Brazil
 
VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...
VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...
VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...
Van Der Häägen Brazil
 

Mais de Van Der Häägen Brazil (20)

OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDEOBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
 
A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...
A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...
A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...
 
A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...
A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...
A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...
 
GORDURA VISCERAL
GORDURA VISCERALGORDURA VISCERAL
GORDURA VISCERAL
 
VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...
VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...
VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...
 
PODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMO
PODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMOPODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMO
PODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMO
 
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDEOBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
 
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...
 
NOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESO
NOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESONOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESO
NOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESO
 
OBESIDADE EM PACIENTES INFANTIL
OBESIDADE EM PACIENTES INFANTILOBESIDADE EM PACIENTES INFANTIL
OBESIDADE EM PACIENTES INFANTIL
 
OBESIDADE E SUAS CAUSAS
OBESIDADE E SUAS CAUSASOBESIDADE E SUAS CAUSAS
OBESIDADE E SUAS CAUSAS
 
OBESITY AND GENETICS
OBESITY AND GENETICSOBESITY AND GENETICS
OBESITY AND GENETICS
 
INTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICA
INTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICAINTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICA
INTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICA
 
GORDURA (ADIPÓCITO)
GORDURA (ADIPÓCITO)GORDURA (ADIPÓCITO)
GORDURA (ADIPÓCITO)
 
GENEALOGIA
GENEALOGIAGENEALOGIA
GENEALOGIA
 
DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.
DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.
DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.
 
OBESIDADE ABDOMINAL
OBESIDADE ABDOMINAL OBESIDADE ABDOMINAL
OBESIDADE ABDOMINAL
 
SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)
SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)
SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)
 
GORDURA EM EXCESSO
GORDURA EM EXCESSOGORDURA EM EXCESSO
GORDURA EM EXCESSO
 
VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...
VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...
VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...
 

Último

Posicionamento dos ombros para avalizaçao por RX
Posicionamento dos ombros para avalizaçao por RXPosicionamento dos ombros para avalizaçao por RX
Posicionamento dos ombros para avalizaçao por RX
paathizinhya
 
Cirurgia Bucomaxilofacial - Roberto Prado _ OCR.pdf
Cirurgia Bucomaxilofacial - Roberto Prado _ OCR.pdfCirurgia Bucomaxilofacial - Roberto Prado _ OCR.pdf
Cirurgia Bucomaxilofacial - Roberto Prado _ OCR.pdf
BrunaNeves80
 
mini curso de suturas para enfermeiros 2024
mini curso de suturas para enfermeiros 2024mini curso de suturas para enfermeiros 2024
mini curso de suturas para enfermeiros 2024
OttomGonalvesDaSilva
 
Relação de Médicos e Prestadores 2023.pdf
Relação de Médicos e Prestadores 2023.pdfRelação de Médicos e Prestadores 2023.pdf
Relação de Médicos e Prestadores 2023.pdf
maripinkmarianne
 
9 - Nutrição e Longevidade - apóstila.pdf
9 - Nutrição e Longevidade - apóstila.pdf9 - Nutrição e Longevidade - apóstila.pdf
9 - Nutrição e Longevidade - apóstila.pdf
KauFelipo
 
TREINAMENTO PROTEÇÃO DAS MÃOS.ppt Proteção das Mãos
TREINAMENTO PROTEÇÃO DAS MÃOS.ppt Proteção das MãosTREINAMENTO PROTEÇÃO DAS MÃOS.ppt Proteção das Mãos
TREINAMENTO PROTEÇÃO DAS MÃOS.ppt Proteção das Mãos
Anderson1783
 
NR 12 - OPERADOR DE CESTO AÉREO elet.pdf
NR 12 - OPERADOR DE CESTO AÉREO elet.pdfNR 12 - OPERADOR DE CESTO AÉREO elet.pdf
NR 12 - OPERADOR DE CESTO AÉREO elet.pdf
guilhermefontenele8
 

Último (7)

Posicionamento dos ombros para avalizaçao por RX
Posicionamento dos ombros para avalizaçao por RXPosicionamento dos ombros para avalizaçao por RX
Posicionamento dos ombros para avalizaçao por RX
 
Cirurgia Bucomaxilofacial - Roberto Prado _ OCR.pdf
Cirurgia Bucomaxilofacial - Roberto Prado _ OCR.pdfCirurgia Bucomaxilofacial - Roberto Prado _ OCR.pdf
Cirurgia Bucomaxilofacial - Roberto Prado _ OCR.pdf
 
mini curso de suturas para enfermeiros 2024
mini curso de suturas para enfermeiros 2024mini curso de suturas para enfermeiros 2024
mini curso de suturas para enfermeiros 2024
 
Relação de Médicos e Prestadores 2023.pdf
Relação de Médicos e Prestadores 2023.pdfRelação de Médicos e Prestadores 2023.pdf
Relação de Médicos e Prestadores 2023.pdf
 
9 - Nutrição e Longevidade - apóstila.pdf
9 - Nutrição e Longevidade - apóstila.pdf9 - Nutrição e Longevidade - apóstila.pdf
9 - Nutrição e Longevidade - apóstila.pdf
 
TREINAMENTO PROTEÇÃO DAS MÃOS.ppt Proteção das Mãos
TREINAMENTO PROTEÇÃO DAS MÃOS.ppt Proteção das MãosTREINAMENTO PROTEÇÃO DAS MÃOS.ppt Proteção das Mãos
TREINAMENTO PROTEÇÃO DAS MÃOS.ppt Proteção das Mãos
 
NR 12 - OPERADOR DE CESTO AÉREO elet.pdf
NR 12 - OPERADOR DE CESTO AÉREO elet.pdfNR 12 - OPERADOR DE CESTO AÉREO elet.pdf
NR 12 - OPERADOR DE CESTO AÉREO elet.pdf
 

Desenvolvimento Puberal; Maturação Esquelética e Aquisição de Massa Óssea

  • 1. CRESCER INFANTIL, JUVENIL, A PREDISPOSIÇÃO GENÉTICA PARA O CRESCIMENTO PODE SER EXPRESSA DE 85 A 90% QUE É O MÁXIMO QUE ELA PODE OCORRER EM CONDIÇÕES AMBIENTAIS FAVORÁVEIS; DR. JOÃO SANTOS CAIO JR. ET DRA. HENRIQUETA V. CAIO; ENDOCRINOLOGIA- NEUROENDOCRINOLOGIA-FISIOLOGIA. EVOLUÇÃO DA MATURAÇÃO ESQUELÉTICA O crescimento e a maturação física são processos dinâmicos influenciados por uma variedade de fatores genéticos e ambientais. Embora tradicionalmente o principal foco da avaliação do crescimento foi colocado sobre a avaliação da estatura, alterações na composição corporal, em proporções corporais, na maturação do esqueleto e em desenvolvimento puberal também constituem componentes essenciais para a avaliação do processo de crescimento. Portanto, o crescimento e a maturação física devem ser vistos como um processo complexo e dinâmico que inclui um amplo espectro de alterações celulares e somáticas. A predisposição genética para o crescimento pode ser totalmente expressa apenas em condições ambientais favoráveis. Os fatores ambientais podem atuar de forma independente ou em conjunto para modificar os potenciais genéticos de um indivíduo. Treinamento atlético e desempenho quando exercidos durante a infância e adolescência têm um enorme impacto sobre o crescimento e a maturação. Há fortes evidências de que o exercício moderado é um
  • 2. importante hábito de saúde. Ao mesmo tempo, há uma preocupação geral sobre a influência do estresse e treinamento físico intenso sobre a saúde em geral. Começando em uma idade jovem, os atletas realizam em um alto nível agonístico (comportamento de luta. Diz respeito ao comportamento de um indivíduo direcionado às interações de disputa. Este tipo de interação envolve não obrigatoriamente, agressão real, pode ser realizado através de comportamentos ritualizados) são expostos a altos níveis de estresse físico e psicológico das muitas horas de treinamento intenso e competições. Os efeitos prejudiciais desses fatores no crescimento, maturação esquelética e desenvolvimento puberal foram documentados em indivíduos envolvidos em uma variedade de esportes. Esportes individuais exercem influências únicas na maturação biológica que estão relacionadas com a heterogeneidade das demandas específicas do esporte de formação e o estágio de crescimento e maturação sexual do atleta individual. Por isso toda a imagem é complexa e deve ser abordado com extrema cautela. Dr. João Santos Caio Jr. Endocrinologia – Neuroendocrinologista
  • 3. CRM 20611 Dra. Henriqueta V. Caio Endocrinologista – Medicina Interna CRM 28930 Como saber mais: 1. Altura que seja menor que o percentil 3, a velocidade de crescimento fora da faixa de 25 a percentil 75 pode ser considerada que algo de anormal está ocorrendo, e deve-se procurar ajuda profissional... http://hormoniocrescimentoadultos.blogspot.com. 2. A baixa estatura geralmente é causada por variantes de um padrão de crescimento normal, embora alguns pacientes pudessem ter graves patologias subjacentes... http://longevidadefutura.blogspot.com 3. A história clínica completa (propedêutica médica), exame físico geral pode ajudar a diferenciar os padrões de crescimento anormais de variantes normais e identificar características dismórficas específicas de síndromes genéticas... http://imcobesidade.blogspot.com AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO DOS AUTORES PROSPECTIVOS ET REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA. Referências Bibliográficas: Caio Jr, João Santos, Dr.; Endocrinologista, Neuroendocrinologista, Caio,H.V., Dra. Endocrinologista, Medicina Interna – Van Der Häägen Brazil, São Paulo, Brasil; Tanner JM, 1989 Fetus into Man: Physical growth from conception to maturity. Cambridge, MA: Harvard University Press; Sinclair D, 1978 Human growth after birth. London: Oxford University Press, pp, 140-159; Rogol AD, Roemmich JN, Clark PA, 2002 Growth at puberty. J Adol Health 31: 192-200; Smith DW, 1977 Growth and its disorders.
  • 4. Philadelphia: WB Saunders Co; Tanner JM, (ed) 1962 Growth at adolescence, 2nd Ed. Oxford: Blackwell; Tanner JM, 1986 Growth as a target-seeking function: catch up and catch down growth in man. In: Human growth. Falkner F, Tanner JM, (eds), vol 1. New York: Plenum Press, pp,167-179; Claessens A, Lefevre J, Beunen G, Malina RM. 1999 The contribution of anthropometric characteristics to performance scores in elite female gymnasts. J Sports Med Phys Fitness 39: 355-360; Buckler J, Brodie D, 1977 Growth and maturity characteristics of schoolboy gymnasts. Annals Hum Biol 4: 455-463; Caldarone G, Leglise M, Giampietro M, Berlutti G, 1986 Anthropometric measurements, body composition, biological maturation and growth predictions in young female gymnasts of high agonistic level. J Sports Med 26: 263-273; Claessens AL, Malina RM, Lefevre J,Beunen G, Stijnen V, Maes H, Veer FM, 1992 Growth and menarcheal status of elite female gymnasts. Med Sci Sports Exercise 24: 755-763; Jost-Relyveld A, Sempe M, 1982 Analyse de la croissance et de la maturation squelettique de 80 jeunes gymnasts internationaux. Pediatrie 37: 247-262; Smit PJ, 1973 Anthropometric observations on South African gymnasts. Afr Med J 47: 480-485; Theintz GE, Howald H, Weiss U, Sizonenko PC, 1993 Evidence for a reduction of growth potential in adolescent female gymnasts. J Pediatr 122: 306-313; Theintz GE, Howald H, Allemann Y, Sizonenko PC, 1989 Growth and pubertal development of young female gymnasts and swimmers: a correlation with parental data. Int J Sports Med 10: 87_91. Site Van Der Häägen Brazil www.vanderhaagenbrazil.com.br www.clinicavanderhaagen.com.br www.crescimentoinfoco.com www.obesidadeinfoco.com.br http://drcaiojr.site.med.br http://dracaio.site.med.br Joao Santos Caio Jr http://google.com/+JoaoSantosCaioJr Video http://youtu.be/woonaiFJQwY Google Maps: http://maps.google.com.br/maps/place?cid=5099901339000351730&q=Van+Der+Haagen+Brasil&hl=pt &sll=-23.578256,46.645653&sspn=0.005074,0.009645&ie =UTF8&ll=-23.575591,-46.650481&spn=0,0&t = h&z=17