SlideShare uma empresa Scribd logo
Orientações sobre o Combate a Dengue
Terceira Gerência Regional de Saúde - PB
1Evandro Julio –Atenção Básica
Para impedir a propagação da dengue, você
deve primeiramente impedir a reprodução
de seu transmissor, o mosquito Aedes
aegypti.
Prevenção
Conhecendo o ciclo biológico
do mosquito
O Aedes aegypti
se desenvolve em
água limpa e
parada.
OVO *
2 a 3 dias
(condições normais)
ALADO
43 dias
aproximadamente
PUPA
de 2 a 3 dias
LARVA
de 5 a 7 dias
* O ovo pode viver no
seco, grudado no
criadouro ate um ano.
Conhecendo o Aedes aegypti
 O mosquito Aedes é facilmente
identificável por suas distintas
listras pretas e brancas em seu
corpo.
 Prefere se reproduzir na água
estagnada, facilmente encontrada
em nossos lares.
 Pode-se começar a se livrar do
mosquito Aedes verificando e
removendo, freqüentemente, toda
água acumulada em sua volta.
Conhecendo a Dengue
É uma doença infecciosa causada por um
vírus transmitido pela fêmea do mosquito
Aedes aegypti.
O Aedes aegypti é
parecido com um pernilongo, mas é rajado.
Tem a cor escura e manchas prateadas pelo
corpo e patas.
Só a fêmea do mosquito pica o ser humano.
Vive em média de 30 a 40 dias e ataca
principalmente durante o dia.
Isto acontece através da picada da
fêmea do Aedes aegypti,
contaminada com o vírus da
dengue.
Após o acasalamento, a fêmea pica o
ser humano, pois precisa do sangue
para amadurecer seus ovos.
Ao sugar o sangue de
alguém contaminado pelo
vírus da dengue, a fêmea
estará em condições de
contaminar outras pessoas.
A fêmea pode picar até 10
pessoas por dia.
Transmissão da Dengue
Sinais e Sintomas da Dengue
Nova Classificação da Dengue
 DENGUE
 DENGUE COM SINAIS DE
ALARME
 DENGUE GRAVE
Nova Classificação da Dengue
DENGUE
Pessoa que viva ou tenha viajado nos últimos 14 dias para área
onde esteja ocorrendo transmissão de dengue ou tenha a
presença de Ae. Aegypti, que apresenta febre, usualmente entre
2 e 7 dias, e apresente duas ou mais das seguintes
manifestações:
 Exantemas;
 Náusea, vômitos;
 Mialgias, Artralgia;
 Cefaléia, dor retroorbital;
 Petéquias ou prova do laço positiva;
 Leucopenia
Nova Classificação da Dengue
DENGUE COM SINAIS DE ALARME
É todo caso de dengue que, no período de
defervescência da febre apresenta um ou mais dos
seguintes sinais de alarme:
 Dor abdominal intensa e contínua, ou dor na palpação do
abdômen;
 Vômitos persistentes;
 Acumulação de líquidos (derrame pleural, pericárdico);
 Sangramento de mucosas;
 Letargia ou irritabilidade;
 Aumento progressivo do hematócrito.
Nova Classificação da Dengue
DENGUE GRAVE
É todo caso de dengue que apresenta um ou mais dos
seguintes resultados:
 Choque devido ao extravasamento grave de plasma
evidenciado por taquicardia, extremidades frias e tempo
de enchimento capilar igual ou maior a três segundos, pulso
débil ou indetectável, hipotensão arterial em fase tardia,
acumulação de líquidos com insuficiência respiratória.
 Sangramento grave, segundo a avaliação do médico
(exemplos: metrorragia volumosa, sangramento do sistema
nervoso central);
 Comprometimento grave de órgãos tais como: dano
hepático importante sistema nervoso central (alteração da
consciência), coração (miocardite) ou outros órgãos.
Ações Preventivas contra a Dengue
 Identificar e eliminar os criadouros.
 Comunicar a existência de outros criadouros,
solicitando providências aos responsáveis.
 Propor atividades sobre a dengue no seu bairro.
 Orientar seus colegas sobre as formas de
prevenção.
 Fazer vistoria em sua casa, periodicamente,
evitando assim o surgimento de novos criadouros.
 Transmitir as orientações recebidas para pais,
familiares, amigos, vizinhos, etc..
Eliminação de criadouros do Mosquito
Pratos de vasos e xaxins:
A alternativa é usar pratos justos aos vasos ou colocar
areia grossa nos pratos até a borda.
As plantas aquáticas vivem muito bem na terra. Substitua
a água do vaso por terra.
Plantas Cultivadas em água:
Plante-as na terra
Vasos de flores ornamentais:
Troque a água 2 vezes por semana, lavando o vaso com
bucha e sabão
Plantas ornamentais, tipo bromélia:
Substitua a bromélia por outra espécie de planta que não
reserve água ou use esguicho de água.
Eliminação de criadouros do Mosquito
Pneus:
O Aedes aegypti põe ovos na água acumulada
dentro de pneus. Portanto, tire a água dos
pneus e guarde-os secos em local coberto.
Caixas d´água e cisternas:
Mantenha-as bem tampadas, sem nenhuma
abertura, para impedir a entrada de
mosquitos
Garrafas vazias:
Devem ficar de cabeça para baixo e em local
protegido da chuva.
Eliminação de criadouros do Mosquito
Copos descartáveis, embalagens, latas e garrafas:
Coloque esses objetos no lixo.
É grande a possibilidade do mosquito se
reproduzir em recipientes descartáveis!
Observe se o lixo está tampado.
Eliminação de criadouros do Mosquito
Ralos:
. De pia, lavatório e tanque, sem uso freqüente:
Mantenha-os tampados!
. De uso freqüente: Mantenha-os tampados, telados e
adicione água sanitária semanalmente.
Piscinas:
A piscina que não tiver a água tratada
regularmente pode se tornar um
grande criadouro.
Eliminação de criadouros do Mosquito
 Calhas, canaletas de drenagem para água de chuva :
As calhas também podem acumular água limpa e
parada. São lugares onde a fêmea do mosquito
pode colocar seus ovos.
Elas devem estar sempre limpas e sem pontos de
acúmulo de água..
Eliminação de criadouros do Mosquito
Bandejas de geladeiras e de ar condicionado:
Esses recipientes acumulam água e
devem ser limpos com freqüência da
seguinte forma:
• Retirar a água da bandeja
• Lavar com esponja grossa e
sabão para descolar os ovos que
estiverem no recipiente.
• Secar bem.
• Recolocar a bandeja.
• Vistorie toda semana
Eliminação de criadouros do Mosquito
Combate a Dengue e a Chikungunya
Dengue - Precauções
Sintomas: o paciente tem febre,
moleza, manchas vermelhas ou bolhas
no corpo, inflamação nas articulações e
artrite, vermelhidão nos olhos, dores
nos músculos, na cabeça e olhos.
Zika (Agente etiológico Zika Vírus)
Forma de Transmissão: Idêntica a da Dengue.
A prevenção é o melhor remédio contra as doenças
Transmitidas pelo Aedes aegypti.
Não podemos descuidar!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Slides sobre a dengue
Slides sobre a dengueSlides sobre a dengue
Slides sobre a dengue
profsilvanavidal
 
O que-é-dengue
O que-é-dengueO que-é-dengue
O que-é-dengue
Caah Pires
 
Dengue, Zica E cHIKUNGUNYA
Dengue, Zica E cHIKUNGUNYADengue, Zica E cHIKUNGUNYA
Dengue, Zica E cHIKUNGUNYA
Nicole Gouveia
 
Slaide sobre dengue e saneamento básico
Slaide sobre dengue  e saneamento básicoSlaide sobre dengue  e saneamento básico
Slaide sobre dengue e saneamento básico
Jully Santos
 
Aula sobre Dengue e sua profilaxia
Aula sobre Dengue e sua profilaxiaAula sobre Dengue e sua profilaxia
Aula sobre Dengue e sua profilaxia
repolicarpo
 
Dengue
DengueDengue
Dengue
Pianist
 
Dengue
DengueDengue
Dengue
DengueDengue
Dengue
DengueDengue
Dengue
Néli Freire
 
Apresentação dengue chikungunya e zika
Apresentação dengue chikungunya e zikaApresentação dengue chikungunya e zika
Apresentação dengue chikungunya e zika
Paulo Firmino
 
Aedes aegypti
Aedes aegyptiAedes aegypti
Aedes aegypti
Janaina Spolidorio
 
Todos contra Dengue Simplificado
Todos contra Dengue SimplificadoTodos contra Dengue Simplificado
Todos contra Dengue Simplificado
Daniel Marques
 
Folheto informativo prevenção dengue
Folheto informativo prevenção dengueFolheto informativo prevenção dengue
Folheto informativo prevenção dengue
Sérgio Ferreira
 
Apresentação dengue
Apresentação dengueApresentação dengue
Apresentação dengue
Laboratório Sérgio Franco
 
CHIKUNGUNYA
CHIKUNGUNYACHIKUNGUNYA
CHIKUNGUNYA
Gessica Chaves
 
Dengue fique por dentro
Dengue fique por dentroDengue fique por dentro
Dengue fique por dentro
Vera Mln Silva
 
Apresentacao Dengue
Apresentacao DengueApresentacao Dengue
Apresentacao Dengue
Claudia Dutra
 
Palestra sobre combate a dengue
Palestra sobre combate a denguePalestra sobre combate a dengue
Palestra sobre combate a dengue
Multimix Air
 
Trabalho l.p. dengue paula e giovanni 1ºa
Trabalho l.p. dengue paula e giovanni 1ºaTrabalho l.p. dengue paula e giovanni 1ºa
Trabalho l.p. dengue paula e giovanni 1ºa
teresakashino
 
Slide dengue 4° ano
Slide dengue 4° anoSlide dengue 4° ano
Slide dengue 4° ano
Hayana Oliveira
 

Mais procurados (20)

Slides sobre a dengue
Slides sobre a dengueSlides sobre a dengue
Slides sobre a dengue
 
O que-é-dengue
O que-é-dengueO que-é-dengue
O que-é-dengue
 
Dengue, Zica E cHIKUNGUNYA
Dengue, Zica E cHIKUNGUNYADengue, Zica E cHIKUNGUNYA
Dengue, Zica E cHIKUNGUNYA
 
Slaide sobre dengue e saneamento básico
Slaide sobre dengue  e saneamento básicoSlaide sobre dengue  e saneamento básico
Slaide sobre dengue e saneamento básico
 
Aula sobre Dengue e sua profilaxia
Aula sobre Dengue e sua profilaxiaAula sobre Dengue e sua profilaxia
Aula sobre Dengue e sua profilaxia
 
Dengue
DengueDengue
Dengue
 
Dengue
DengueDengue
Dengue
 
Dengue
DengueDengue
Dengue
 
Dengue
DengueDengue
Dengue
 
Apresentação dengue chikungunya e zika
Apresentação dengue chikungunya e zikaApresentação dengue chikungunya e zika
Apresentação dengue chikungunya e zika
 
Aedes aegypti
Aedes aegyptiAedes aegypti
Aedes aegypti
 
Todos contra Dengue Simplificado
Todos contra Dengue SimplificadoTodos contra Dengue Simplificado
Todos contra Dengue Simplificado
 
Folheto informativo prevenção dengue
Folheto informativo prevenção dengueFolheto informativo prevenção dengue
Folheto informativo prevenção dengue
 
Apresentação dengue
Apresentação dengueApresentação dengue
Apresentação dengue
 
CHIKUNGUNYA
CHIKUNGUNYACHIKUNGUNYA
CHIKUNGUNYA
 
Dengue fique por dentro
Dengue fique por dentroDengue fique por dentro
Dengue fique por dentro
 
Apresentacao Dengue
Apresentacao DengueApresentacao Dengue
Apresentacao Dengue
 
Palestra sobre combate a dengue
Palestra sobre combate a denguePalestra sobre combate a dengue
Palestra sobre combate a dengue
 
Trabalho l.p. dengue paula e giovanni 1ºa
Trabalho l.p. dengue paula e giovanni 1ºaTrabalho l.p. dengue paula e giovanni 1ºa
Trabalho l.p. dengue paula e giovanni 1ºa
 
Slide dengue 4° ano
Slide dengue 4° anoSlide dengue 4° ano
Slide dengue 4° ano
 

Destaque

Arboviroses
ArbovirosesArboviroses
Arboviroses
Hugo Costa
 
Informações do projeto dengue de simone helen drumond
Informações do projeto dengue de simone helen drumondInformações do projeto dengue de simone helen drumond
Informações do projeto dengue de simone helen drumond
SimoneHelenDrumond
 
Projeto Pedagógico - Tema: Dengue
Projeto Pedagógico - Tema: DengueProjeto Pedagógico - Tema: Dengue
Projeto Pedagógico - Tema: Dengue
Claudia Dutra
 
Vamos combater a dengue!
Vamos combater a dengue!Vamos combater a dengue!
Vamos combater a dengue!
Rafael Nunan
 
Slides Dengue
Slides DengueSlides Dengue
Slides Dengue
renatasilverio
 
Dengue
DengueDengue
Denguesequenciadidatica cefals
Denguesequenciadidatica cefalsDenguesequenciadidatica cefals
Atividade de matemática tratamento da informação - dengue
Atividade de matemática    tratamento da informação - dengueAtividade de matemática    tratamento da informação - dengue
Atividade de matemática tratamento da informação - dengue
CLEAN LOURENÇO
 
Caderno do aluno biologia 1 ano vol 2 2014 2017
Caderno do aluno biologia 1 ano vol 2 2014 2017Caderno do aluno biologia 1 ano vol 2 2014 2017
Caderno do aluno biologia 1 ano vol 2 2014 2017
Diogo Santos
 
Arboviroses
ArbovirosesArboviroses
Sugestões de atividades - Tratamento da Informação
Sugestões de atividades - Tratamento da InformaçãoSugestões de atividades - Tratamento da Informação
Sugestões de atividades - Tratamento da Informação
Fabiana Esteves
 
DENGUE x MATEMATICA - Interdisciplinarizando as atividades
DENGUE x MATEMATICA - Interdisciplinarizando as atividadesDENGUE x MATEMATICA - Interdisciplinarizando as atividades
DENGUE x MATEMATICA - Interdisciplinarizando as atividades
Walter Cordova
 

Destaque (12)

Arboviroses
ArbovirosesArboviroses
Arboviroses
 
Informações do projeto dengue de simone helen drumond
Informações do projeto dengue de simone helen drumondInformações do projeto dengue de simone helen drumond
Informações do projeto dengue de simone helen drumond
 
Projeto Pedagógico - Tema: Dengue
Projeto Pedagógico - Tema: DengueProjeto Pedagógico - Tema: Dengue
Projeto Pedagógico - Tema: Dengue
 
Vamos combater a dengue!
Vamos combater a dengue!Vamos combater a dengue!
Vamos combater a dengue!
 
Slides Dengue
Slides DengueSlides Dengue
Slides Dengue
 
Dengue
DengueDengue
Dengue
 
Denguesequenciadidatica cefals
Denguesequenciadidatica cefalsDenguesequenciadidatica cefals
Denguesequenciadidatica cefals
 
Atividade de matemática tratamento da informação - dengue
Atividade de matemática    tratamento da informação - dengueAtividade de matemática    tratamento da informação - dengue
Atividade de matemática tratamento da informação - dengue
 
Caderno do aluno biologia 1 ano vol 2 2014 2017
Caderno do aluno biologia 1 ano vol 2 2014 2017Caderno do aluno biologia 1 ano vol 2 2014 2017
Caderno do aluno biologia 1 ano vol 2 2014 2017
 
Arboviroses
ArbovirosesArboviroses
Arboviroses
 
Sugestões de atividades - Tratamento da Informação
Sugestões de atividades - Tratamento da InformaçãoSugestões de atividades - Tratamento da Informação
Sugestões de atividades - Tratamento da Informação
 
DENGUE x MATEMATICA - Interdisciplinarizando as atividades
DENGUE x MATEMATICA - Interdisciplinarizando as atividadesDENGUE x MATEMATICA - Interdisciplinarizando as atividades
DENGUE x MATEMATICA - Interdisciplinarizando as atividades
 

Semelhante a Dengue - Precauções

Campanha Contra a Dengue
Campanha Contra a DengueCampanha Contra a Dengue
Campanha Contra a Dengue
Adilson P Motta Motta
 
Cartilha de dengue
Cartilha de dengueCartilha de dengue
Cartilha de dengue
MIROJUNIOR2
 
Oficina de slide
Oficina de slideOficina de slide
Apresentacao dengue
Apresentacao dengueApresentacao dengue
Apresentacao dengue
Tudo Sobre Floripa
 
Apresentação-dengue.ppt
Apresentação-dengue.pptApresentação-dengue.ppt
Apresentação-dengue.ppt
MARLYCARVALHO8
 
Palestra Infantil Dengue.ppt sobre arboviroses
Palestra Infantil Dengue.ppt sobre arbovirosesPalestra Infantil Dengue.ppt sobre arboviroses
Palestra Infantil Dengue.ppt sobre arboviroses
RODRIGOALMEIDADESOUZ2
 
Dengue(1)
Dengue(1)Dengue(1)
Dengue(1)
ceama
 
Apresentaçãopalestradengue.ppt
Apresentaçãopalestradengue.pptApresentaçãopalestradengue.ppt
Apresentaçãopalestradengue.ppt
ProfessoraMicaele
 
Slides palestra dengue completa ensino medio
Slides palestra dengue completa ensino medioSlides palestra dengue completa ensino medio
Slides palestra dengue completa ensino medio
biojocimaramonsani
 
Dengue
DengueDengue
Dengue
DengueDengue
Dengue
portoseguro
 
Dengue djenifer taila2
Dengue djenifer taila2Dengue djenifer taila2
Dengue djenifer taila2
reporteresboasaude
 
Apresentaçãopalestradengue.ppt
Apresentaçãopalestradengue.pptApresentaçãopalestradengue.ppt
Apresentaçãopalestradengue.ppt
ArthurSerra3
 
Todos no combate à dengue - nova ideia.
Todos no combate à dengue -  nova ideia.Todos no combate à dengue -  nova ideia.
Todos no combate à dengue - nova ideia.
CRISTIANESOUZA887252
 
Apresentação sobre arboviroses: Dengue.ppt
Apresentação sobre arboviroses: Dengue.pptApresentação sobre arboviroses: Dengue.ppt
Apresentação sobre arboviroses: Dengue.ppt
ALucasBarros
 
Apresentaçãopalestradengue.ppt
Apresentaçãopalestradengue.pptApresentaçãopalestradengue.ppt
Apresentaçãopalestradengue.ppt
EvertonMonteiro19
 
Dengue controle de aedes na construção civil (apresentação)
Dengue   controle de aedes na construção civil (apresentação)Dengue   controle de aedes na construção civil (apresentação)
Dengue controle de aedes na construção civil (apresentação)
sergiopcr
 
ApresentaçãO2 Pronta
ApresentaçãO2 ProntaApresentaçãO2 Pronta
ApresentaçãO2 Pronta
Paulinha Martins da Silva
 
O que é dengue?
O que é dengue?O que é dengue?
O que é dengue?
Mob Dengue Bahia
 
Slaide sobre dengue e saneamento básico
Slaide sobre dengue  e saneamento básicoSlaide sobre dengue  e saneamento básico
Slaide sobre dengue e saneamento básico
Jully Santos
 

Semelhante a Dengue - Precauções (20)

Campanha Contra a Dengue
Campanha Contra a DengueCampanha Contra a Dengue
Campanha Contra a Dengue
 
Cartilha de dengue
Cartilha de dengueCartilha de dengue
Cartilha de dengue
 
Oficina de slide
Oficina de slideOficina de slide
Oficina de slide
 
Apresentacao dengue
Apresentacao dengueApresentacao dengue
Apresentacao dengue
 
Apresentação-dengue.ppt
Apresentação-dengue.pptApresentação-dengue.ppt
Apresentação-dengue.ppt
 
Palestra Infantil Dengue.ppt sobre arboviroses
Palestra Infantil Dengue.ppt sobre arbovirosesPalestra Infantil Dengue.ppt sobre arboviroses
Palestra Infantil Dengue.ppt sobre arboviroses
 
Dengue(1)
Dengue(1)Dengue(1)
Dengue(1)
 
Apresentaçãopalestradengue.ppt
Apresentaçãopalestradengue.pptApresentaçãopalestradengue.ppt
Apresentaçãopalestradengue.ppt
 
Slides palestra dengue completa ensino medio
Slides palestra dengue completa ensino medioSlides palestra dengue completa ensino medio
Slides palestra dengue completa ensino medio
 
Dengue
DengueDengue
Dengue
 
Dengue
DengueDengue
Dengue
 
Dengue djenifer taila2
Dengue djenifer taila2Dengue djenifer taila2
Dengue djenifer taila2
 
Apresentaçãopalestradengue.ppt
Apresentaçãopalestradengue.pptApresentaçãopalestradengue.ppt
Apresentaçãopalestradengue.ppt
 
Todos no combate à dengue - nova ideia.
Todos no combate à dengue -  nova ideia.Todos no combate à dengue -  nova ideia.
Todos no combate à dengue - nova ideia.
 
Apresentação sobre arboviroses: Dengue.ppt
Apresentação sobre arboviroses: Dengue.pptApresentação sobre arboviroses: Dengue.ppt
Apresentação sobre arboviroses: Dengue.ppt
 
Apresentaçãopalestradengue.ppt
Apresentaçãopalestradengue.pptApresentaçãopalestradengue.ppt
Apresentaçãopalestradengue.ppt
 
Dengue controle de aedes na construção civil (apresentação)
Dengue   controle de aedes na construção civil (apresentação)Dengue   controle de aedes na construção civil (apresentação)
Dengue controle de aedes na construção civil (apresentação)
 
ApresentaçãO2 Pronta
ApresentaçãO2 ProntaApresentaçãO2 Pronta
ApresentaçãO2 Pronta
 
O que é dengue?
O que é dengue?O que é dengue?
O que é dengue?
 
Slaide sobre dengue e saneamento básico
Slaide sobre dengue  e saneamento básicoSlaide sobre dengue  e saneamento básico
Slaide sobre dengue e saneamento básico
 

Último

Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Falcão Brasil
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Bibliotecas Escolares AEIDH
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Falcão Brasil
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Falcão Brasil
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Falcão Brasil
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Falcão Brasil
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdfPlano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Falcão Brasil
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Falcão Brasil
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
Falcão Brasil
 
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIALA GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
ArapiracaNoticiasFat
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Falcão Brasil
 

Último (20)

Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdfPlano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
 
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIALA GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
 

Dengue - Precauções

  • 1. Orientações sobre o Combate a Dengue Terceira Gerência Regional de Saúde - PB 1Evandro Julio –Atenção Básica
  • 2. Para impedir a propagação da dengue, você deve primeiramente impedir a reprodução de seu transmissor, o mosquito Aedes aegypti. Prevenção
  • 3. Conhecendo o ciclo biológico do mosquito O Aedes aegypti se desenvolve em água limpa e parada. OVO * 2 a 3 dias (condições normais) ALADO 43 dias aproximadamente PUPA de 2 a 3 dias LARVA de 5 a 7 dias * O ovo pode viver no seco, grudado no criadouro ate um ano.
  • 4. Conhecendo o Aedes aegypti  O mosquito Aedes é facilmente identificável por suas distintas listras pretas e brancas em seu corpo.  Prefere se reproduzir na água estagnada, facilmente encontrada em nossos lares.  Pode-se começar a se livrar do mosquito Aedes verificando e removendo, freqüentemente, toda água acumulada em sua volta.
  • 5. Conhecendo a Dengue É uma doença infecciosa causada por um vírus transmitido pela fêmea do mosquito Aedes aegypti. O Aedes aegypti é parecido com um pernilongo, mas é rajado. Tem a cor escura e manchas prateadas pelo corpo e patas. Só a fêmea do mosquito pica o ser humano. Vive em média de 30 a 40 dias e ataca principalmente durante o dia.
  • 6. Isto acontece através da picada da fêmea do Aedes aegypti, contaminada com o vírus da dengue. Após o acasalamento, a fêmea pica o ser humano, pois precisa do sangue para amadurecer seus ovos. Ao sugar o sangue de alguém contaminado pelo vírus da dengue, a fêmea estará em condições de contaminar outras pessoas. A fêmea pode picar até 10 pessoas por dia. Transmissão da Dengue
  • 7. Sinais e Sintomas da Dengue
  • 8. Nova Classificação da Dengue  DENGUE  DENGUE COM SINAIS DE ALARME  DENGUE GRAVE
  • 9. Nova Classificação da Dengue DENGUE Pessoa que viva ou tenha viajado nos últimos 14 dias para área onde esteja ocorrendo transmissão de dengue ou tenha a presença de Ae. Aegypti, que apresenta febre, usualmente entre 2 e 7 dias, e apresente duas ou mais das seguintes manifestações:  Exantemas;  Náusea, vômitos;  Mialgias, Artralgia;  Cefaléia, dor retroorbital;  Petéquias ou prova do laço positiva;  Leucopenia
  • 10. Nova Classificação da Dengue DENGUE COM SINAIS DE ALARME É todo caso de dengue que, no período de defervescência da febre apresenta um ou mais dos seguintes sinais de alarme:  Dor abdominal intensa e contínua, ou dor na palpação do abdômen;  Vômitos persistentes;  Acumulação de líquidos (derrame pleural, pericárdico);  Sangramento de mucosas;  Letargia ou irritabilidade;  Aumento progressivo do hematócrito.
  • 11. Nova Classificação da Dengue DENGUE GRAVE É todo caso de dengue que apresenta um ou mais dos seguintes resultados:  Choque devido ao extravasamento grave de plasma evidenciado por taquicardia, extremidades frias e tempo de enchimento capilar igual ou maior a três segundos, pulso débil ou indetectável, hipotensão arterial em fase tardia, acumulação de líquidos com insuficiência respiratória.  Sangramento grave, segundo a avaliação do médico (exemplos: metrorragia volumosa, sangramento do sistema nervoso central);  Comprometimento grave de órgãos tais como: dano hepático importante sistema nervoso central (alteração da consciência), coração (miocardite) ou outros órgãos.
  • 12. Ações Preventivas contra a Dengue  Identificar e eliminar os criadouros.  Comunicar a existência de outros criadouros, solicitando providências aos responsáveis.  Propor atividades sobre a dengue no seu bairro.  Orientar seus colegas sobre as formas de prevenção.  Fazer vistoria em sua casa, periodicamente, evitando assim o surgimento de novos criadouros.  Transmitir as orientações recebidas para pais, familiares, amigos, vizinhos, etc..
  • 13. Eliminação de criadouros do Mosquito Pratos de vasos e xaxins: A alternativa é usar pratos justos aos vasos ou colocar areia grossa nos pratos até a borda. As plantas aquáticas vivem muito bem na terra. Substitua a água do vaso por terra. Plantas Cultivadas em água: Plante-as na terra Vasos de flores ornamentais: Troque a água 2 vezes por semana, lavando o vaso com bucha e sabão Plantas ornamentais, tipo bromélia: Substitua a bromélia por outra espécie de planta que não reserve água ou use esguicho de água.
  • 14. Eliminação de criadouros do Mosquito Pneus: O Aedes aegypti põe ovos na água acumulada dentro de pneus. Portanto, tire a água dos pneus e guarde-os secos em local coberto. Caixas d´água e cisternas: Mantenha-as bem tampadas, sem nenhuma abertura, para impedir a entrada de mosquitos Garrafas vazias: Devem ficar de cabeça para baixo e em local protegido da chuva.
  • 15. Eliminação de criadouros do Mosquito Copos descartáveis, embalagens, latas e garrafas: Coloque esses objetos no lixo. É grande a possibilidade do mosquito se reproduzir em recipientes descartáveis! Observe se o lixo está tampado.
  • 16. Eliminação de criadouros do Mosquito Ralos: . De pia, lavatório e tanque, sem uso freqüente: Mantenha-os tampados! . De uso freqüente: Mantenha-os tampados, telados e adicione água sanitária semanalmente. Piscinas: A piscina que não tiver a água tratada regularmente pode se tornar um grande criadouro.
  • 17. Eliminação de criadouros do Mosquito  Calhas, canaletas de drenagem para água de chuva : As calhas também podem acumular água limpa e parada. São lugares onde a fêmea do mosquito pode colocar seus ovos. Elas devem estar sempre limpas e sem pontos de acúmulo de água..
  • 18. Eliminação de criadouros do Mosquito Bandejas de geladeiras e de ar condicionado: Esses recipientes acumulam água e devem ser limpos com freqüência da seguinte forma: • Retirar a água da bandeja • Lavar com esponja grossa e sabão para descolar os ovos que estiverem no recipiente. • Secar bem. • Recolocar a bandeja. • Vistorie toda semana
  • 20. Combate a Dengue e a Chikungunya
  • 22. Sintomas: o paciente tem febre, moleza, manchas vermelhas ou bolhas no corpo, inflamação nas articulações e artrite, vermelhidão nos olhos, dores nos músculos, na cabeça e olhos. Zika (Agente etiológico Zika Vírus) Forma de Transmissão: Idêntica a da Dengue.
  • 23. A prevenção é o melhor remédio contra as doenças Transmitidas pelo Aedes aegypti. Não podemos descuidar!