SlideShare uma empresa Scribd logo
GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO
SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE
CETESB - COMPANHIA DE TECNOLOGIA DE SANEAMENTO AMBIENTAL
12
Processo N°
N°
CERTIFICADO DE APROVAÇÃO
DESTINAÇÃO DE RESÍDUOS INDUSTRIAIS
Validade até: 03/02/2014
Versão: 01
Data: 03/02/2009
05/00039/09
05002455
ENTIDADE GERADORA
Nome Cadastro na CETESB
Logradouro Número Complemento
Bairro CEP Município
Descrição da Atividade
Bacia Hidrográfica N° de Funcionários
ENTIDADE DE DESTINAÇÃO
Nome Cadastro na CETESB
Logradouro Número Complemento
Bairro CEP Município
Descrição da Atividade
Bacia Hidrográfica N°LIC./CERT.FUNCION. Data LIC./CERTIFIC.
CONDIÇÕES DE APROVAÇÃO
O presente Certificado está sendo concedido com base nas informações prestadas pelo interessado e não implica na obrigatoriedade da entidade de destinação final em
receber os resíduos aqui indicados.
A entidade geradora deverá:
- Manter em seus arquivos, por um período de 5 (cinco) anos, as notas fiscais de transporte e os vistos de recebimento dos resíduos pelo responsável pela destinação final;
- Solicitar nova aprovação à CETESB quando gerar novos resíduos, alterar significativamente os resíduos atuais em termos de composição ou for substituída a entidade de
destinação final;
- Contratar somente transportadoras aptas, possuidoras de RTB e que tenham veículos com equipamentos compatíveis com o estado físico e o tipo de embalagem dos resíduos
a serem destinados, de modo a garantir a integridade e estanqueidade das embalagens e evitar o espalhamento do resíduo durante o transporte;
No caso de destinação de resíduos classificados como perigosos, conforme NBR-10.004, a entidade geradora deverá ainda:
- Acondicionar os resíduos em recipientes ou contêineres construídos com material compatível com os mesmos, com características e propriedades que garantam sua
integridade e estanqueidade;
- Apresentar a carga para transporte devidamente embalada, rotulada e acompanhada dos envelopes, fichas de emergência, placas de simbologia de risco, além dos demais
documentos previstos em lei;
- Discriminar em nota fiscal, conforme orientação da CETESB, os resíduos classificados como perigosos;
- Enviar, até o último dia de janeiro de cada ano, relatório à CETESB informando os tipos e quantidades dos resíduos perigosos remetidos para cada local de destino,
durante o exercício fiscal;
- Exigir que seja efetuada limpeza dos equipamentos de transporte em local devidamente aprovado pela CETESB para esta limpeza;
- Exigir que o transporte seja efetuado por pessoas treinadas para casos de acidentes e que disponham de EPIs;
- Atender ao Decreto Federal nº 96044 de 18/05/88, que regulamenta o transporte de cargas perigosas, e demais disposições em vigor;
- Providenciar, para o transporte da carga, envelope e ficha de emergência, elaborados de acordo com as normas NBR-7503 e 7504, da ABNT. Essas fichas deverão conter todos
os telefones úteis em caso de acidente (Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, Polícia Rodoviária, CETESB, proprietário da carga e fabricante do produto);
- Caso os resíduos sejam acondicionados em tambores ou similares, identificá-los através da fixação, em sua face externa, de um único rótulo ou etiqueta com as seguintes
informações:
DESIGNAÇÃO ONU:
N. IDENT. ONU:
COD. IDENT. NBR 10004:
DENOMINAÇÃO/CARACTERIZAÇÃO:
GERADOR: (nome/razão social/endereço/tel)
DESTINATÁRIO: (nome/razão social/endereço/tel)
RESÍDUO PERIGOSO
A LEGISLAÇÃO AMBIENTAL PROÍBE A DESTINAÇÃO
INADEQUADA. CASO ENCONTRADA, AVISE
IMEDIATAMENTE A POLÍCIA, A DEFESA CIVIL OU
O ÓRGÃO ESTADUAL DE CONTROLE AMBIENTAL
CUIDADO
ESTE RECIPIENTE CONTÉM
RESÍDUOS PERIGOSOS.
MANUSEAR COM CUIDADO
RISCO DE VIDA.
USO DA CETESB EMITENTE
SD N° Local:
ENTIDADE
Este certificado de número 05002455 foi certificado por assinatura digital, processo eletrônico baseado em sistema criptográfico
assimétrico, assinado eletronicamente por chave privada. Para verificação de sua autenticidade deve ser consultada a página da
CETESB, na Internet, no endereço: www.cetesb.sp.gov.br/silis/licenca
PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINAS - ATERRO SANITÁRIO DELTA 244-02333-7
ESTRADA DO MÃO BRANCA KM 3
COMPLEXO DELTA 13001-970 CAMPINAS
Aterro sanitário
12 - CAPIVARI 0
SANASA - SOCIEDADE DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA E SANEAMENTO S/A 244-03298-0
R. JOAQUIM TASSO GALASSI ZAMBÃO S/N ETE PIÇARRÃO
PQ. SANTA BÁRBARA 13001-970 CAMPINAS
ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE ESGOTOS
12 - CAPIVARI 05003604 10/04/2008
05014589
CAMPINAS
Este certificado, composto de 1 página anexa, concede permissão às entidades citadas, segundo suas funções a realizarem a destinação final somente dos resíduos
aqui identificados, e será automaticamente cancelado caso se verifiquem irregularidades.
A validade do presente Certificado está ambientalmente vinculada à licença de operação emitida em favor da entidade de destinação e à sua renovação.
Caso a entidade de destinação, por qualquer motivo, não obtenha a renovação de sua licença de operação, este CADRI perderá seus efeitos, devendo o
gerador apresentar nova proposta de destinação para os resíduos objeto do mesmo.
GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO
SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE
CETESB - COMPANHIA DE TECNOLOGIA DE SANEAMENTO AMBIENTAL
12
Processo N°
N°
CERTIFICADO DE APROVAÇÃO
DESTINAÇÃO DE RESÍDUOS INDUSTRIAIS
Validade até: 03/02/2014
Versão: 01
Data: 03/02/2009
05/00039/09
05002455
USO DA CETESB EMITENTE
SD N° Local:
ENTIDADE
05014589
CAMPINAS
Este certificado de número 05002455 foi certificado por assinatura digital, processo eletrônico baseado em sistema criptográfico
assimétrico, assinado eletronicamente por chave privada. Para verificação de sua autenticidade deve ser consultada a página da
CETESB, na Internet, no endereço: www.cetesb.sp.gov.br/silis/licenca
Pag.1/1
01 Resíduo : A099 - Chorume do aterro Sanitário Municipal Delta A
Classe : IIA Estado Físico : LIQUIDO O/I : O Qtde : 130200 t / ano
Composição Aproximada : Água
Matéria orgânica
Metais pesados
Método Utilizado : Estequiométrico
Cor, Cheiro, Aspecto : Líquido escuro, com forte odor de amonia
Acondicionamento : E04 - Tanque
Destino : T15 - Tratamento biológico

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Catanese jardim europa silvestre i e vi
Catanese jardim europa silvestre i e viCatanese jardim europa silvestre i e vi
Catanese jardim europa silvestre i e vi
Rogerio Catanese
 
Ministério público federal
Ministério público federalMinistério público federal
Ministério público federal
Rogerio Catanese
 
Serrano 210
Serrano 210Serrano 210
Serrano 210
Ecos Alcântaras
 
Abril2011
Abril2011Abril2011
Gilberto M Occhi- Apresentação PE-15062015
Gilberto M Occhi- Apresentação PE-15062015Gilberto M Occhi- Apresentação PE-15062015
Gilberto M Occhi- Apresentação PE-15062015
LeiaJaOnline
 
processos de outorga n 15960 e 15961_2014_eimcal - empresa industrial de mine...
processos de outorga n 15960 e 15961_2014_eimcal - empresa industrial de mine...processos de outorga n 15960 e 15961_2014_eimcal - empresa industrial de mine...
processos de outorga n 15960 e 15961_2014_eimcal - empresa industrial de mine...
CBH Rio das Velhas
 
21 comunicado de-esclarecimento__faunistica_2015-09-10_11_24_26
21 comunicado de-esclarecimento__faunistica_2015-09-10_11_24_2621 comunicado de-esclarecimento__faunistica_2015-09-10_11_24_26
21 comunicado de-esclarecimento__faunistica_2015-09-10_11_24_26
Francis Zeman
 
18 comunicado de-resposta_a_solicitacao_de_esclarecimento_da_concorrencia0_06...
18 comunicado de-resposta_a_solicitacao_de_esclarecimento_da_concorrencia0_06...18 comunicado de-resposta_a_solicitacao_de_esclarecimento_da_concorrencia0_06...
18 comunicado de-resposta_a_solicitacao_de_esclarecimento_da_concorrencia0_06...
Francis Zeman
 
processos de outorga eimcal
processos de outorga eimcal processos de outorga eimcal
processos de outorga eimcal
CBH Rio das Velhas
 
Projeto educa samu
Projeto educa samuProjeto educa samu
Projeto educa samu
educasamu
 
Ordem reinicio aterro sanitario alto oeste
Ordem reinicio aterro sanitario alto oesteOrdem reinicio aterro sanitario alto oeste
Ordem reinicio aterro sanitario alto oeste
Carlos França
 
Incra Pontual do mês de Julho
Incra Pontual do mês de JulhoIncra Pontual do mês de Julho
Incra Pontual do mês de Julho
Incra Espírito Santo
 
Apresentação do samu para alunos
Apresentação do samu para alunosApresentação do samu para alunos
Apresentação do samu para alunos
Bolivar Saldaña
 
Requerimento nº 10.
Requerimento nº 10.Requerimento nº 10.
Requerimento nº 10.
allysondafarmacia
 
Parecer tecnico 08-2017
Parecer tecnico 08-2017Parecer tecnico 08-2017
Parecer tecnico 08-2017
Emilio Viegas
 
Prestação de Contas do Vereador Val Advogado Web
Prestação de Contas do Vereador Val Advogado WebPrestação de Contas do Vereador Val Advogado Web
Prestação de Contas do Vereador Val Advogado Web
Valdemir Batista Santana
 
processo de outorga n 28.859_2014_anglo_gold ashanti - alteamente barragem cu...
processo de outorga n 28.859_2014_anglo_gold ashanti - alteamente barragem cu...processo de outorga n 28.859_2014_anglo_gold ashanti - alteamente barragem cu...
processo de outorga n 28.859_2014_anglo_gold ashanti - alteamente barragem cu...
CBH Rio das Velhas
 

Mais procurados (17)

Catanese jardim europa silvestre i e vi
Catanese jardim europa silvestre i e viCatanese jardim europa silvestre i e vi
Catanese jardim europa silvestre i e vi
 
Ministério público federal
Ministério público federalMinistério público federal
Ministério público federal
 
Serrano 210
Serrano 210Serrano 210
Serrano 210
 
Abril2011
Abril2011Abril2011
Abril2011
 
Gilberto M Occhi- Apresentação PE-15062015
Gilberto M Occhi- Apresentação PE-15062015Gilberto M Occhi- Apresentação PE-15062015
Gilberto M Occhi- Apresentação PE-15062015
 
processos de outorga n 15960 e 15961_2014_eimcal - empresa industrial de mine...
processos de outorga n 15960 e 15961_2014_eimcal - empresa industrial de mine...processos de outorga n 15960 e 15961_2014_eimcal - empresa industrial de mine...
processos de outorga n 15960 e 15961_2014_eimcal - empresa industrial de mine...
 
21 comunicado de-esclarecimento__faunistica_2015-09-10_11_24_26
21 comunicado de-esclarecimento__faunistica_2015-09-10_11_24_2621 comunicado de-esclarecimento__faunistica_2015-09-10_11_24_26
21 comunicado de-esclarecimento__faunistica_2015-09-10_11_24_26
 
18 comunicado de-resposta_a_solicitacao_de_esclarecimento_da_concorrencia0_06...
18 comunicado de-resposta_a_solicitacao_de_esclarecimento_da_concorrencia0_06...18 comunicado de-resposta_a_solicitacao_de_esclarecimento_da_concorrencia0_06...
18 comunicado de-resposta_a_solicitacao_de_esclarecimento_da_concorrencia0_06...
 
processos de outorga eimcal
processos de outorga eimcal processos de outorga eimcal
processos de outorga eimcal
 
Projeto educa samu
Projeto educa samuProjeto educa samu
Projeto educa samu
 
Ordem reinicio aterro sanitario alto oeste
Ordem reinicio aterro sanitario alto oesteOrdem reinicio aterro sanitario alto oeste
Ordem reinicio aterro sanitario alto oeste
 
Incra Pontual do mês de Julho
Incra Pontual do mês de JulhoIncra Pontual do mês de Julho
Incra Pontual do mês de Julho
 
Apresentação do samu para alunos
Apresentação do samu para alunosApresentação do samu para alunos
Apresentação do samu para alunos
 
Requerimento nº 10.
Requerimento nº 10.Requerimento nº 10.
Requerimento nº 10.
 
Parecer tecnico 08-2017
Parecer tecnico 08-2017Parecer tecnico 08-2017
Parecer tecnico 08-2017
 
Prestação de Contas do Vereador Val Advogado Web
Prestação de Contas do Vereador Val Advogado WebPrestação de Contas do Vereador Val Advogado Web
Prestação de Contas do Vereador Val Advogado Web
 
processo de outorga n 28.859_2014_anglo_gold ashanti - alteamente barragem cu...
processo de outorga n 28.859_2014_anglo_gold ashanti - alteamente barragem cu...processo de outorga n 28.859_2014_anglo_gold ashanti - alteamente barragem cu...
processo de outorga n 28.859_2014_anglo_gold ashanti - alteamente barragem cu...
 

Semelhante a Delta A/Cetesb/Certificado aprovacao

Estre Paulínia/LO Cetesb
Estre Paulínia/LO CetesbEstre Paulínia/LO Cetesb
Estre Paulínia/LO Cetesb
1962laura
 
1 TR - PGRCC.docx
1  TR - PGRCC.docx1  TR - PGRCC.docx
1 TR - PGRCC.docx
JAQUELINE BARRETO
 
Estre/Cetesb-licença até março 2016
Estre/Cetesb-licença até março 2016Estre/Cetesb-licença até março 2016
Estre/Cetesb-licença até março 2016
Laura Magalhães
 
Delta A/Licença Cetesb LO 16/17
Delta A/Licença Cetesb LO 16/17Delta A/Licença Cetesb LO 16/17
Delta A/Licença Cetesb LO 16/17
Laura Magalhães
 
Delta A/Cetesb LO 2016
Delta A/Cetesb LO 2016Delta A/Cetesb LO 2016
Delta A/Cetesb LO 2016
Laura Magalhães
 
Cetesb-Delta A - LO 2016
Cetesb-Delta A - LO 2016Cetesb-Delta A - LO 2016
Cetesb-Delta A - LO 2016
Lia Prado
 
PLANO DE ATENDIMENTO A EMERGENCIA 2022.doc
PLANO DE ATENDIMENTO A EMERGENCIA 2022.docPLANO DE ATENDIMENTO A EMERGENCIA 2022.doc
PLANO DE ATENDIMENTO A EMERGENCIA 2022.doc
NADIA991365
 
Delta A /Cetesb LP-LI 4-3-2011
Delta A /Cetesb LP-LI 4-3-2011Delta A /Cetesb LP-LI 4-3-2011
Delta A /Cetesb LP-LI 4-3-2011
Laura Magalhães
 
Tratamento de Efleuntes de Laticínios_Palestra III Semana da Indústria UFJF
Tratamento de Efleuntes de Laticínios_Palestra III Semana da Indústria UFJFTratamento de Efleuntes de Laticínios_Palestra III Semana da Indústria UFJF
Tratamento de Efleuntes de Laticínios_Palestra III Semana da Indústria UFJF
marcelo otenio
 
Cetesb-Delta A -LO 2013
Cetesb-Delta A  -LO 2013Cetesb-Delta A  -LO 2013
Cetesb-Delta A -LO 2013
Lia Prado
 
Delta A/Cetesb LO 2013
Delta A/Cetesb LO 2013Delta A/Cetesb LO 2013
Delta A/Cetesb LO 2013
Laura Magalhães
 
Roteiro tpp
Roteiro tppRoteiro tpp
Roteiro tpp
Iuri Nahon
 
Bloco3
Bloco3Bloco3
Delta A/Cetesb -LP 12-12-2012
Delta A/Cetesb -LP 12-12-2012 Delta A/Cetesb -LP 12-12-2012
Delta A/Cetesb -LP 12-12-2012
Laura Magalhães
 
Delta A/transbordo 2018- LI vencida
Delta A/transbordo 2018- LI vencidaDelta A/transbordo 2018- LI vencida
Delta A/transbordo 2018- LI vencida
1962laura
 
Cetesb-Delta A -LO 2012
Cetesb-Delta A  -LO 2012Cetesb-Delta A  -LO 2012
Cetesb-Delta A -LO 2012
Lia Prado
 
Delta A/Cetesb/ LO 2012
Delta A/Cetesb/ LO 2012Delta A/Cetesb/ LO 2012
Delta A/Cetesb/ LO 2012
Laura Magalhães
 
Obrigações ambientais da indústria
Obrigações ambientais da indústriaObrigações ambientais da indústria
Obrigações ambientais da indústria
Firjan
 
Delta A/Cetesb -LP 23-9-2011
Delta A/Cetesb -LP 23-9-2011Delta A/Cetesb -LP 23-9-2011
Delta A/Cetesb -LP 23-9-2011
Laura Magalhães
 
Obrigacoes legais id-216
Obrigacoes legais id-216Obrigacoes legais id-216
Obrigacoes legais id-216
Sheila Almeida
 

Semelhante a Delta A/Cetesb/Certificado aprovacao (20)

Estre Paulínia/LO Cetesb
Estre Paulínia/LO CetesbEstre Paulínia/LO Cetesb
Estre Paulínia/LO Cetesb
 
1 TR - PGRCC.docx
1  TR - PGRCC.docx1  TR - PGRCC.docx
1 TR - PGRCC.docx
 
Estre/Cetesb-licença até março 2016
Estre/Cetesb-licença até março 2016Estre/Cetesb-licença até março 2016
Estre/Cetesb-licença até março 2016
 
Delta A/Licença Cetesb LO 16/17
Delta A/Licença Cetesb LO 16/17Delta A/Licença Cetesb LO 16/17
Delta A/Licença Cetesb LO 16/17
 
Delta A/Cetesb LO 2016
Delta A/Cetesb LO 2016Delta A/Cetesb LO 2016
Delta A/Cetesb LO 2016
 
Cetesb-Delta A - LO 2016
Cetesb-Delta A - LO 2016Cetesb-Delta A - LO 2016
Cetesb-Delta A - LO 2016
 
PLANO DE ATENDIMENTO A EMERGENCIA 2022.doc
PLANO DE ATENDIMENTO A EMERGENCIA 2022.docPLANO DE ATENDIMENTO A EMERGENCIA 2022.doc
PLANO DE ATENDIMENTO A EMERGENCIA 2022.doc
 
Delta A /Cetesb LP-LI 4-3-2011
Delta A /Cetesb LP-LI 4-3-2011Delta A /Cetesb LP-LI 4-3-2011
Delta A /Cetesb LP-LI 4-3-2011
 
Tratamento de Efleuntes de Laticínios_Palestra III Semana da Indústria UFJF
Tratamento de Efleuntes de Laticínios_Palestra III Semana da Indústria UFJFTratamento de Efleuntes de Laticínios_Palestra III Semana da Indústria UFJF
Tratamento de Efleuntes de Laticínios_Palestra III Semana da Indústria UFJF
 
Cetesb-Delta A -LO 2013
Cetesb-Delta A  -LO 2013Cetesb-Delta A  -LO 2013
Cetesb-Delta A -LO 2013
 
Delta A/Cetesb LO 2013
Delta A/Cetesb LO 2013Delta A/Cetesb LO 2013
Delta A/Cetesb LO 2013
 
Roteiro tpp
Roteiro tppRoteiro tpp
Roteiro tpp
 
Bloco3
Bloco3Bloco3
Bloco3
 
Delta A/Cetesb -LP 12-12-2012
Delta A/Cetesb -LP 12-12-2012 Delta A/Cetesb -LP 12-12-2012
Delta A/Cetesb -LP 12-12-2012
 
Delta A/transbordo 2018- LI vencida
Delta A/transbordo 2018- LI vencidaDelta A/transbordo 2018- LI vencida
Delta A/transbordo 2018- LI vencida
 
Cetesb-Delta A -LO 2012
Cetesb-Delta A  -LO 2012Cetesb-Delta A  -LO 2012
Cetesb-Delta A -LO 2012
 
Delta A/Cetesb/ LO 2012
Delta A/Cetesb/ LO 2012Delta A/Cetesb/ LO 2012
Delta A/Cetesb/ LO 2012
 
Obrigações ambientais da indústria
Obrigações ambientais da indústriaObrigações ambientais da indústria
Obrigações ambientais da indústria
 
Delta A/Cetesb -LP 23-9-2011
Delta A/Cetesb -LP 23-9-2011Delta A/Cetesb -LP 23-9-2011
Delta A/Cetesb -LP 23-9-2011
 
Obrigacoes legais id-216
Obrigacoes legais id-216Obrigacoes legais id-216
Obrigacoes legais id-216
 

Mais de Laura Magalhães

PPP lixo-chat audiencia 23/7/21
PPP lixo-chat audiencia 23/7/21PPP lixo-chat audiencia 23/7/21
PPP lixo-chat audiencia 23/7/21
Laura Magalhães
 
Rover Rondinelli Ribeiro-Correio 31/7/21
Rover Rondinelli Ribeiro-Correio 31/7/21Rover Rondinelli Ribeiro-Correio 31/7/21
Rover Rondinelli Ribeiro-Correio 31/7/21
Laura Magalhães
 
Cetesb não cumpre fases licenciamento-Ure de Maua
Cetesb não cumpre fases licenciamento-Ure de Maua Cetesb não cumpre fases licenciamento-Ure de Maua
Cetesb não cumpre fases licenciamento-Ure de Maua
Laura Magalhães
 
Cetesb não aplica Conama-ação MPs
Cetesb não aplica Conama-ação MPsCetesb não aplica Conama-ação MPs
Cetesb não aplica Conama-ação MPs
Laura Magalhães
 
Faculdade Anhanguera irregular na APA-somos contra
Faculdade Anhanguera irregular na APA-somos contraFaculdade Anhanguera irregular na APA-somos contra
Faculdade Anhanguera irregular na APA-somos contra
Laura Magalhães
 
DAEE pede mudança na lei da APA Campinas
DAEE pede mudança na lei da APA CampinasDAEE pede mudança na lei da APA Campinas
DAEE pede mudança na lei da APA Campinas
Laura Magalhães
 
Barragem Sanasa-Sousas-Edital 2017
Barragem Sanasa-Sousas-Edital 2017 Barragem Sanasa-Sousas-Edital 2017
Barragem Sanasa-Sousas-Edital 2017
Laura Magalhães
 
HM /TAC HM Engenharia 14/11/13
HM /TAC HM Engenharia 14/11/13HM /TAC HM Engenharia 14/11/13
HM /TAC HM Engenharia 14/11/13
Laura Magalhães
 
HM /TAC HM Engenharia-detalhes
HM /TAC HM Engenharia-detalhesHM /TAC HM Engenharia-detalhes
HM /TAC HM Engenharia-detalhes
Laura Magalhães
 
MRV / TAC com MP -Spazio Claridges 24/5/12
MRV / TAC com MP -Spazio Claridges 24/5/12MRV / TAC com MP -Spazio Claridges 24/5/12
MRV / TAC com MP -Spazio Claridges 24/5/12
Laura Magalhães
 
MRV /TAC-detalhe Spazio Claridges
MRV /TAC-detalhe Spazio ClaridgesMRV /TAC-detalhe Spazio Claridges
MRV /TAC-detalhe Spazio Claridges
Laura Magalhães
 
MRV / TAC Jambeiro -Detalhes
MRV / TAC Jambeiro -DetalhesMRV / TAC Jambeiro -Detalhes
MRV / TAC Jambeiro -Detalhes
Laura Magalhães
 
MRV /Tac Jambeiro 13/10/11
MRV /Tac Jambeiro 13/10/11MRV /Tac Jambeiro 13/10/11
MRV /Tac Jambeiro 13/10/11
Laura Magalhães
 
Prefeitura não tem documentação do parklet...
Prefeitura não tem documentação do parklet...Prefeitura não tem documentação do parklet...
Prefeitura não tem documentação do parklet...
Laura Magalhães
 
Alça de acesso na Prestes Maia-Parecer prefeitura Campinas
Alça de acesso na Prestes Maia-Parecer prefeitura CampinasAlça de acesso na Prestes Maia-Parecer prefeitura Campinas
Alça de acesso na Prestes Maia-Parecer prefeitura Campinas
Laura Magalhães
 
Seplan/plano diretor Campinas /mapas com 3 e 4
Seplan/plano diretor Campinas /mapas com 3 e 4 Seplan/plano diretor Campinas /mapas com 3 e 4
Seplan/plano diretor Campinas /mapas com 3 e 4
Laura Magalhães
 
Simpósio plano diretor3/Mackenzie março 17
Simpósio plano diretor3/Mackenzie março 17Simpósio plano diretor3/Mackenzie março 17
Simpósio plano diretor3/Mackenzie março 17
Laura Magalhães
 
Simpósio plano diretor2/Mackenzie março 17
Simpósio plano diretor2/Mackenzie março 17Simpósio plano diretor2/Mackenzie março 17
Simpósio plano diretor2/Mackenzie março 17
Laura Magalhães
 
Simpósio plano diretor1/Mackenzie março 17
Simpósio plano diretor1/Mackenzie março 17Simpósio plano diretor1/Mackenzie março 17
Simpósio plano diretor1/Mackenzie março 17
Laura Magalhães
 
Parque ecológico/edital
Parque ecológico/editalParque ecológico/edital
Parque ecológico/edital
Laura Magalhães
 

Mais de Laura Magalhães (20)

PPP lixo-chat audiencia 23/7/21
PPP lixo-chat audiencia 23/7/21PPP lixo-chat audiencia 23/7/21
PPP lixo-chat audiencia 23/7/21
 
Rover Rondinelli Ribeiro-Correio 31/7/21
Rover Rondinelli Ribeiro-Correio 31/7/21Rover Rondinelli Ribeiro-Correio 31/7/21
Rover Rondinelli Ribeiro-Correio 31/7/21
 
Cetesb não cumpre fases licenciamento-Ure de Maua
Cetesb não cumpre fases licenciamento-Ure de Maua Cetesb não cumpre fases licenciamento-Ure de Maua
Cetesb não cumpre fases licenciamento-Ure de Maua
 
Cetesb não aplica Conama-ação MPs
Cetesb não aplica Conama-ação MPsCetesb não aplica Conama-ação MPs
Cetesb não aplica Conama-ação MPs
 
Faculdade Anhanguera irregular na APA-somos contra
Faculdade Anhanguera irregular na APA-somos contraFaculdade Anhanguera irregular na APA-somos contra
Faculdade Anhanguera irregular na APA-somos contra
 
DAEE pede mudança na lei da APA Campinas
DAEE pede mudança na lei da APA CampinasDAEE pede mudança na lei da APA Campinas
DAEE pede mudança na lei da APA Campinas
 
Barragem Sanasa-Sousas-Edital 2017
Barragem Sanasa-Sousas-Edital 2017 Barragem Sanasa-Sousas-Edital 2017
Barragem Sanasa-Sousas-Edital 2017
 
HM /TAC HM Engenharia 14/11/13
HM /TAC HM Engenharia 14/11/13HM /TAC HM Engenharia 14/11/13
HM /TAC HM Engenharia 14/11/13
 
HM /TAC HM Engenharia-detalhes
HM /TAC HM Engenharia-detalhesHM /TAC HM Engenharia-detalhes
HM /TAC HM Engenharia-detalhes
 
MRV / TAC com MP -Spazio Claridges 24/5/12
MRV / TAC com MP -Spazio Claridges 24/5/12MRV / TAC com MP -Spazio Claridges 24/5/12
MRV / TAC com MP -Spazio Claridges 24/5/12
 
MRV /TAC-detalhe Spazio Claridges
MRV /TAC-detalhe Spazio ClaridgesMRV /TAC-detalhe Spazio Claridges
MRV /TAC-detalhe Spazio Claridges
 
MRV / TAC Jambeiro -Detalhes
MRV / TAC Jambeiro -DetalhesMRV / TAC Jambeiro -Detalhes
MRV / TAC Jambeiro -Detalhes
 
MRV /Tac Jambeiro 13/10/11
MRV /Tac Jambeiro 13/10/11MRV /Tac Jambeiro 13/10/11
MRV /Tac Jambeiro 13/10/11
 
Prefeitura não tem documentação do parklet...
Prefeitura não tem documentação do parklet...Prefeitura não tem documentação do parklet...
Prefeitura não tem documentação do parklet...
 
Alça de acesso na Prestes Maia-Parecer prefeitura Campinas
Alça de acesso na Prestes Maia-Parecer prefeitura CampinasAlça de acesso na Prestes Maia-Parecer prefeitura Campinas
Alça de acesso na Prestes Maia-Parecer prefeitura Campinas
 
Seplan/plano diretor Campinas /mapas com 3 e 4
Seplan/plano diretor Campinas /mapas com 3 e 4 Seplan/plano diretor Campinas /mapas com 3 e 4
Seplan/plano diretor Campinas /mapas com 3 e 4
 
Simpósio plano diretor3/Mackenzie março 17
Simpósio plano diretor3/Mackenzie março 17Simpósio plano diretor3/Mackenzie março 17
Simpósio plano diretor3/Mackenzie março 17
 
Simpósio plano diretor2/Mackenzie março 17
Simpósio plano diretor2/Mackenzie março 17Simpósio plano diretor2/Mackenzie março 17
Simpósio plano diretor2/Mackenzie março 17
 
Simpósio plano diretor1/Mackenzie março 17
Simpósio plano diretor1/Mackenzie março 17Simpósio plano diretor1/Mackenzie março 17
Simpósio plano diretor1/Mackenzie março 17
 
Parque ecológico/edital
Parque ecológico/editalParque ecológico/edital
Parque ecológico/edital
 

Delta A/Cetesb/Certificado aprovacao

  • 1. GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE CETESB - COMPANHIA DE TECNOLOGIA DE SANEAMENTO AMBIENTAL 12 Processo N° N° CERTIFICADO DE APROVAÇÃO DESTINAÇÃO DE RESÍDUOS INDUSTRIAIS Validade até: 03/02/2014 Versão: 01 Data: 03/02/2009 05/00039/09 05002455 ENTIDADE GERADORA Nome Cadastro na CETESB Logradouro Número Complemento Bairro CEP Município Descrição da Atividade Bacia Hidrográfica N° de Funcionários ENTIDADE DE DESTINAÇÃO Nome Cadastro na CETESB Logradouro Número Complemento Bairro CEP Município Descrição da Atividade Bacia Hidrográfica N°LIC./CERT.FUNCION. Data LIC./CERTIFIC. CONDIÇÕES DE APROVAÇÃO O presente Certificado está sendo concedido com base nas informações prestadas pelo interessado e não implica na obrigatoriedade da entidade de destinação final em receber os resíduos aqui indicados. A entidade geradora deverá: - Manter em seus arquivos, por um período de 5 (cinco) anos, as notas fiscais de transporte e os vistos de recebimento dos resíduos pelo responsável pela destinação final; - Solicitar nova aprovação à CETESB quando gerar novos resíduos, alterar significativamente os resíduos atuais em termos de composição ou for substituída a entidade de destinação final; - Contratar somente transportadoras aptas, possuidoras de RTB e que tenham veículos com equipamentos compatíveis com o estado físico e o tipo de embalagem dos resíduos a serem destinados, de modo a garantir a integridade e estanqueidade das embalagens e evitar o espalhamento do resíduo durante o transporte; No caso de destinação de resíduos classificados como perigosos, conforme NBR-10.004, a entidade geradora deverá ainda: - Acondicionar os resíduos em recipientes ou contêineres construídos com material compatível com os mesmos, com características e propriedades que garantam sua integridade e estanqueidade; - Apresentar a carga para transporte devidamente embalada, rotulada e acompanhada dos envelopes, fichas de emergência, placas de simbologia de risco, além dos demais documentos previstos em lei; - Discriminar em nota fiscal, conforme orientação da CETESB, os resíduos classificados como perigosos; - Enviar, até o último dia de janeiro de cada ano, relatório à CETESB informando os tipos e quantidades dos resíduos perigosos remetidos para cada local de destino, durante o exercício fiscal; - Exigir que seja efetuada limpeza dos equipamentos de transporte em local devidamente aprovado pela CETESB para esta limpeza; - Exigir que o transporte seja efetuado por pessoas treinadas para casos de acidentes e que disponham de EPIs; - Atender ao Decreto Federal nº 96044 de 18/05/88, que regulamenta o transporte de cargas perigosas, e demais disposições em vigor; - Providenciar, para o transporte da carga, envelope e ficha de emergência, elaborados de acordo com as normas NBR-7503 e 7504, da ABNT. Essas fichas deverão conter todos os telefones úteis em caso de acidente (Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, Polícia Rodoviária, CETESB, proprietário da carga e fabricante do produto); - Caso os resíduos sejam acondicionados em tambores ou similares, identificá-los através da fixação, em sua face externa, de um único rótulo ou etiqueta com as seguintes informações: DESIGNAÇÃO ONU: N. IDENT. ONU: COD. IDENT. NBR 10004: DENOMINAÇÃO/CARACTERIZAÇÃO: GERADOR: (nome/razão social/endereço/tel) DESTINATÁRIO: (nome/razão social/endereço/tel) RESÍDUO PERIGOSO A LEGISLAÇÃO AMBIENTAL PROÍBE A DESTINAÇÃO INADEQUADA. CASO ENCONTRADA, AVISE IMEDIATAMENTE A POLÍCIA, A DEFESA CIVIL OU O ÓRGÃO ESTADUAL DE CONTROLE AMBIENTAL CUIDADO ESTE RECIPIENTE CONTÉM RESÍDUOS PERIGOSOS. MANUSEAR COM CUIDADO RISCO DE VIDA. USO DA CETESB EMITENTE SD N° Local: ENTIDADE Este certificado de número 05002455 foi certificado por assinatura digital, processo eletrônico baseado em sistema criptográfico assimétrico, assinado eletronicamente por chave privada. Para verificação de sua autenticidade deve ser consultada a página da CETESB, na Internet, no endereço: www.cetesb.sp.gov.br/silis/licenca PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINAS - ATERRO SANITÁRIO DELTA 244-02333-7 ESTRADA DO MÃO BRANCA KM 3 COMPLEXO DELTA 13001-970 CAMPINAS Aterro sanitário 12 - CAPIVARI 0 SANASA - SOCIEDADE DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA E SANEAMENTO S/A 244-03298-0 R. JOAQUIM TASSO GALASSI ZAMBÃO S/N ETE PIÇARRÃO PQ. SANTA BÁRBARA 13001-970 CAMPINAS ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE ESGOTOS 12 - CAPIVARI 05003604 10/04/2008 05014589 CAMPINAS Este certificado, composto de 1 página anexa, concede permissão às entidades citadas, segundo suas funções a realizarem a destinação final somente dos resíduos aqui identificados, e será automaticamente cancelado caso se verifiquem irregularidades. A validade do presente Certificado está ambientalmente vinculada à licença de operação emitida em favor da entidade de destinação e à sua renovação. Caso a entidade de destinação, por qualquer motivo, não obtenha a renovação de sua licença de operação, este CADRI perderá seus efeitos, devendo o gerador apresentar nova proposta de destinação para os resíduos objeto do mesmo.
  • 2. GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE CETESB - COMPANHIA DE TECNOLOGIA DE SANEAMENTO AMBIENTAL 12 Processo N° N° CERTIFICADO DE APROVAÇÃO DESTINAÇÃO DE RESÍDUOS INDUSTRIAIS Validade até: 03/02/2014 Versão: 01 Data: 03/02/2009 05/00039/09 05002455 USO DA CETESB EMITENTE SD N° Local: ENTIDADE 05014589 CAMPINAS Este certificado de número 05002455 foi certificado por assinatura digital, processo eletrônico baseado em sistema criptográfico assimétrico, assinado eletronicamente por chave privada. Para verificação de sua autenticidade deve ser consultada a página da CETESB, na Internet, no endereço: www.cetesb.sp.gov.br/silis/licenca Pag.1/1 01 Resíduo : A099 - Chorume do aterro Sanitário Municipal Delta A Classe : IIA Estado Físico : LIQUIDO O/I : O Qtde : 130200 t / ano Composição Aproximada : Água Matéria orgânica Metais pesados Método Utilizado : Estequiométrico Cor, Cheiro, Aspecto : Líquido escuro, com forte odor de amonia Acondicionamento : E04 - Tanque Destino : T15 - Tratamento biológico