SlideShare uma empresa Scribd logo
Convenção de Obreiros e Ministros
Plenitude e Associados
TREINAMENTO DE
PREVENÇÃO DE ACIDENTES
PARA OBREIROS DA IGREJA
Orientar os obreiros sobre os riscos existentes
nas igrejas, bem como capacita-los a prevenir
acidentes.
OBJETIVO
O Senhor nos orienta a prevenir acidentes. Ver
Deuteronômio 22.8
“Quando você construir uma casa, coloque uma
grade de madeira em volta do terraço. Assim você
não será culpado se alguém cair dalí e morrer”
ORIENTAÇÃO BÍBLICA
Ler: Atos 20.7-12
RESPONSABILIDADES
A LEI PREVÊ A RESP. CIVIL E CRIMINAL:
-Artigo 159 do Código Civil:
“Aquele que por ação ou omissão voluntária, negligência,
imprudência ou imperícia, causar dano a outra pessoa, obriga-se a
indenizar o prejuízo”
-Artigo 15 do Código Penal
“Diz-se do crime:
Doloso – quando o agente quis o resultado ou assumiu o risco de
produzi-lo;
Culposo – quando o agente deu causa ao resultado por
imprudência, negligência ou por imperícia”.
RISCOS DE ACIDENTES
-A maioria pensa que nunca irá sofrer um acidente, muito
menos na igreja.
Muitos não acreditam, mas acidentes também ocorrem em
ambientes religiosos.
-Geralmente os locais de culto são adaptados a partir de
instalações já existentes; Raramente há a participação de
pessoal técnico nas reformas.
-As pessoas acreditam que o lugar é 100% seguro, por isso
negligenciam sua segurança.
RISCOS DE ACIDENTES
ARMADILHAS NAS IGREJAS:
ESTRUTURAIS
-Deformidades no piso (escorregadio, com buraco/saliência)
-Escadas inadequadas (sem corrimão, acentuadas)
-Cobertura/telhado
-Portas e passagens
-Vidros quebrados
-Instalações elétricas
RISCOS DE ACIDENTES
ARMADILHAS NAS IGREJAS:
-Púlpito
-Sanitários
-Extintores
-Quintal (desorganizado, animais)
-Portão
-Calçada
-Rua
RISCOS DE ACIDENTES
ARMADILHAS NAS IGREJAS:
MATERIAIS
-Ferramentas
-Quadro de energia/disjuntores
-Extensões/benjamins
-Estoques (armário/prateleira)
-Produtos de limpeza
-Gás de cozinha
-Fogão/geladeira
-Cadeiras
RISCOS DE ACIDENTES
ARMADILHAS NAS IGREJAS:
COM REFORMAS
-Conserto de telhado/cobertura
-Pinturas
-Instalação de equipamentos
-Decoração para festas
-Troca de lâmpadas
-Limpeza de teto, paredes e fachada
-Prateleiras
NÃO IMPROVISE, TOME MUITO CUIDADO.
RISCOS DE ACIDENTES
ARMADILHAS NAS IGREJAS
NA SALINHA DAS CRIANÇAS
-Materiais escolares (lápis,borracha,tampa de caneta,papel,plástico)
-Aparelhos elétricos (TV, rádio, DVD, ventilador)
-Tomadas, extensões, fios elétricos
-Prateleiras, mesas, cadeiras, bancos
-Brinquedos (peças pequenas)
-Doces (balas, pirulitos, chicletes)
-Produtos de limpeza
NUNCA DEIXEM AS CRIANÇAS SOZINHAS NA SALINHA.
ARMADILHAS NAS IGREJAS
EM EVENTOS
-Local com recursos
(telefone, extintor, caixa de primeiros socorros)
-Monitoramento
-Transporte
-Segurança
RISCOS DE ACIDENTES
Aquele que souber fazer o bem, e não o faz, peca. Tiago 4.17
-Faça uma vistoria completa em todos os ambientes de sua igreja.
-Busque identificar as situações que possam provocar acidentes.
-Inspecione periodicamente todos os materiais e equipamentos utilizados
em sua igreja.
-Providencie a manutenção ou retirada de todos os materiais danificados encontrados.
-Evite manter botijão de gás de cozinha no interior da igreja (respeite os prazos de
validade da mangueira e registro)
-Crianças não deverão ter acesso a cozinha quando o fogão estiver em uso.
-Mantenha uma caixa de primeiros socorros disponível.
-Submeta os extintores a manutenção anual. Se utilizado,
deverá ser recarregado imediatamente.
-Instale luminárias de emergência e sinalização de emergência.
-Mantenha uma boa iluminação externa.
RECOMENDAÇÕES
CONCEITO DO FOGO
Fogo é um processo químico de
transformação, também chamado de
combustão. Podemos defini-lo, ainda
como, o resultado de uma reação
química que desprende luz e calor
devido à combustão de matérias
diversos.
PREVENÇÃO DE INCÊNDIO
• Combustível
• Calor
• Comburente
• Reação em cadeia
O Combustível em contato com uma fonte de Calor e em presença de um Comburente
(geralmente o oxigênio contido no ar) começará inflamar gerando a reação em
cadeia.
Para que haja fogo, necessitamos reunir os quatro elementos
essenciais:
ELEMENTOS DO FOGO
PREVENÇÃO DE INCÊNDIO
ELEMENTOS DO FOGO
COMBUSTÍVEL
COMBUSTÍVEL SOLIDO COMBUSTÍVEL LÍQUIDO COMBUSTÍVEL GASOSO
Os combustíveis sólido e os líquidos se transformam primeiramente em
gás, pelo calor, e depois inflamam.
É o elemento que alimenta o fogo e serve de campo para
sua propagação.
PREVENÇÃO DE INCÊNDIO
ELEMENTOS DO FOGO
CALOR
PREVENÇÃO DE INCÊNDIO
É o elemento que dá início ao fogo, faz o fogo propagar-se pelo
combustível.
O calor pode ser uma faísca, uma chama ou
até um super aquecimento de máquinas e
aparelhos energizados, é uma energia gerada
pela transformação de outra energia.
ELEMENTOS DO FOGO
COMBURENTE
PREVENÇÃO DE INCÊNDIO
É o elemento ativador do fogo, é quem dá vida às chamas.
O comburente mais comum é o oxigênio.
Composição do ar atmosférico:
O2...................................21%
N2...................................78%
OUTROS GASES...........1%
ELEMENTOS DO FOGO
REAÇÃO EM CADEIA
PREVENÇÃO DE INCÊNDIO
O combustível, após iniciar a combustão, gera mais calor, este por
sua vez provocará o desprendimento de mais gases ou vapores
combustíveis, desenvolvendo uma transformação em cadeia. É o
produto de uma transformação, gerando outra transformação.
PROPAGAÇÃO DO FOGO
PREVENÇÃO DE INCÊNDIO
CONVECÇÃO CONDUÇÃO IRRADIAÇÃO
O calor pode se propagar de três diferentes maneiras:
convecção, condução e irradiação.
FASES DO FOGO
PREVENÇÃO DE INCÊNDIO
FASE INICIAL QUEIMA LIVRE QUEIMA LENTA
O incêndio pode ser mais bem entendido se estudarmos
seus três estágios de desenvolvimento.
CLASSES DE INCÊNDIO
PREVENÇÃO DE INCÊNDIO
CLASSE A
Combustíveis
sólidos
CLASSE B
Líquido e Gases
Inflamáveis
CLASSE C
Equipamentos
Energizados
CLASSE D
Metais Pirofóricos
Os incêndios são classificados de acordo com as
característica dos seus combustíveis. Somente com o
conhecimento da natureza do material que está se
queimando, pode-se descobrir o melhor método para uma
extinção rápida e segura.
CLASSE A – COMBUSTÍVEIS SÓLIDOS
PREVENÇÃO DE INCÊNDIO
Características:
• Fogo em materiais sólidos, tais como: madeira,
tecido, carpete, papel, plásticos, etc;
• Queimam em superfície e em profundidade;
• Após a queima deixam resíduos.
Papel, plástico, madeira, tecido, isopor, borracha, etc
CLASSE B – LÍQUIDOS E GASES INFLAMÁVEIS
PREVENÇÃO DE INCÊNDIO
Produtos Inflamáveis, alcool, gasolina, querosene, óleo, gás de cozinha, gás natural, etc.
Características:
Fogo em líquidos inflamáveis, graxas e gases combustíveis; (Ex.:
GLP, álcool, tintas, etc.);
• Queimam apenas em superfície;
• Após a queima, não deixam resíduos.
CLASSE C – EQUIPAMENTOS ENERGIZADOS
PREVENÇÃO DE INCÊNDIO
Quadros de energia, equipamentos, máquinas, aparelhos, etc.
Características:
• Fogo em materiais elétricos ligados (energizados).
Obs.: quando o fogo for em material elétrico desligado
(desenergizados) são classificados na Classe A.
MÉTODOS DE EXTINÇÃO DO FOGO
PREVENÇÃO DE INCÊNDIO
Retirada de Material Resfriamento Quebra de Reação em cadeia
Abafamento
A extinção do fogo baseia-se na retirada de um dos quatro elementos essenciais
que provocam o fogo.
EXTINTORES PORTÁTEIS
PREVENÇÃO DE INCÊNDIO
São aparelhos destinados a combater princípios de incêndios, bastando
uma única pessoa para sua operação. A legislação do Corpo de Bombeiro
determina que os extintores portáteis devem estar: Visíveis (bem
localizado); Desobstruídos (livres de qualquer obstáculo que possa
dificultar o acesso até eles); Instalados entre 20 cm e 1,60 m de
altura, medindo do piso à parte superior do aparelho; Não devendo o
usuário percorrer mais do que 20m para pegar um extintor.
MODO DE OPERAÇÃO
PREVENÇÃO DE INCÊNDIO
1. Leve sempre o extintor ao local próximo do fogo antes de operá-lo ;
2. Posicione-se com o extintor a uma distância segura do local do fogo e dentro do raio
de alcance do lato;
3. Retire a trava se segurança, empunhe a mangueira e aperte o gatilho;
4. Dirija o jato para a base das chamas. Caso queira estancar o jato, basta soltar o
gatilho.
CUIDADOS COM OS EXTINTORES
PREVENÇÃO DE INCÊNDIO
• Instalar o extintor em local visível e sinalizado;
• O extintor não deverá ser instalado em escadas, portas e
rotas de fuga;
• O extintor deverá ser instalado na parede ou colocado em
suportes de piso;
• O lacre não poderá estar rompido;
• O manômetro deverá indicar a carga.
• Depois de utilizado ou vencido deverá ser recarregado por
empresa credenciada.
PLANO DE ABANDONO
PLANO DE ABANDONO
PLANO DE ABANDONO
PLANO DE ABANDONO
PRIMEIROS SOCORROS
.
 Isolar a área, evitando o acesso de curiosos;
 Proporcionar conforto a vítima;
 Observar a vítima, verificando alterações ou ausência de respiração,
hemorragias, fraturas, colorações diferentes da pele, presença de suor intenso,
expressão de dor;
 Procurar que haja comunicação imediata com hospitais, ambulâncias,
bombeiros, polícia se necessário.
NOÇÕES BÁSICAS DE PRIMEIROS SOCORROS
Primeiros Socorros, são todas as medidas que devem ser tomadas de imediato para
evitar agravamento do estado de saúde ou lesão de uma pessoa antes do
atendimento médico.
A atitude do socorrista pode significar a vida ou a morte da pessoa socorrida.
TELEFONES IMPORTANTES
Corpo de Bombeiros – 193
Polícia Militar – 190
Ambulância – 192
Defesa Civil – 199
AVALIAÇÃO
1. QUE REFERÊNCIA BÍBLICA CITA A PREVENÇÃO DE ACIDENTES?
2. DE QUEM É A RESPONSABILIDADE EM CASO DE ACIDENTE NA IGREJA?
3. COMO PODEMOS EVITAR ACIDENTES NA IGREJA?
4. DESCREVA TRÊS SITUAÇÕES QUE POSSAM PROPORCIONAR ACIDENTES.
5. QUAIS CUIDADOS DEVEMOS TOMAR COM RELAÇÃO A COZINHA DA IGREJA?
6. QUAIS CUIDADOS DEVEMOS TER COM RELAÇÃO AOS EXTINTORES?
7. QUAIS OS MATERIAIS DA IGREJA QUE PODEM PEGAR FOGO?
8. O QUE DEVEMOS FAZER EM CASO DE INCÊNDIO?
9. COMO DEVE SER FEITO O ABANDONO DO LOCAL EM CASO DE EMERGÊNCIA?
10. O QUE DEVEMOS FAZER EM CASO DE ACIDENTE OU PESSOA PASSANDO MAL?
Quem confia em si mesmo é tolo, mas quem segue os ensinamentos dos sábio terá segurança. PROVÉRBIOS
22.26
PARABÉNS
VOCÊ CONCLUIU O CURSO
Professor
PR. SERGIO ROBERTO DA SILVA
Bacharel em Teologia
pastorsergiors@gmail.com
http://presbiterosergioroberto.blogspot.com.br/

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Treinamento para brigadistas de incêndio completo
Treinamento para brigadistas de incêndio completoTreinamento para brigadistas de incêndio completo
Treinamento para brigadistas de incêndio completo
Márcio Roberto de Mattos
 
Primeiros socorros Profª Enfª Tarcila Amorim
Primeiros socorros Profª Enfª Tarcila Amorim Primeiros socorros Profª Enfª Tarcila Amorim
Primeiros socorros Profª Enfª Tarcila Amorim
Hitalo Vieira
 
Plano de-emergencia-6
Plano de-emergencia-6Plano de-emergencia-6
Plano de-emergencia-6
Paulo H Bueno
 
IBRAPH-SLIDES-PS-LEI-LUCAS-CURSO-COMPLETO.pdf
IBRAPH-SLIDES-PS-LEI-LUCAS-CURSO-COMPLETO.pdfIBRAPH-SLIDES-PS-LEI-LUCAS-CURSO-COMPLETO.pdf
IBRAPH-SLIDES-PS-LEI-LUCAS-CURSO-COMPLETO.pdf
GleiceGrein
 
As cores na segurança do trabalho
As cores na segurança do trabalhoAs cores na segurança do trabalho
As cores na segurança do trabalho
Adony Amorim
 
Treinamento brigada de incêndio
Treinamento brigada de incêndioTreinamento brigada de incêndio
Treinamento brigada de incêndio
Régis Pinheiro Martins Bezerra
 
Slides Primeiros Socorros
Slides Primeiros SocorrosSlides Primeiros Socorros
Slides Primeiros Socorros
Oberlania Alves
 
Brigada plano abandono
Brigada   plano abandonoBrigada   plano abandono
Brigada plano abandono
Gliceu Grossi
 
Combate a princípios de incêndio
Combate a princípios de incêndioCombate a princípios de incêndio
Combate a princípios de incêndio
DefesaCivilMatoGrosso
 
Brigada-de-Incendio.ppt
Brigada-de-Incendio.pptBrigada-de-Incendio.ppt
Brigada-de-Incendio.ppt
horacio134
 
Primeiros socorros
Primeiros socorrosPrimeiros socorros
Primeiros socorros
Instrutor Alessandro Leal
 
Queimadura e choque elétrico
Queimadura e choque elétricoQueimadura e choque elétrico
Queimadura e choque elétrico
Janielson Lima
 
1 socorros
1 socorros1 socorros
1 socorros
andreportellaal
 
Primeiros socorros nm engenharia - apresentação power point
Primeiros socorros   nm engenharia  -  apresentação power pointPrimeiros socorros   nm engenharia  -  apresentação power point
Primeiros socorros nm engenharia - apresentação power point
stoc3214
 
Treinamento - Prevenção e combate a incêndio.pptx
Treinamento - Prevenção e combate a incêndio.pptxTreinamento - Prevenção e combate a incêndio.pptx
Treinamento - Prevenção e combate a incêndio.pptx
FabiulaGonalves4
 
Seminário prevenção contra incêndio
Seminário prevenção contra incêndioSeminário prevenção contra incêndio
Seminário prevenção contra incêndio
Leticia Costa
 
Organograma Brigada Incêndio
Organograma Brigada IncêndioOrganograma Brigada Incêndio
Organograma Brigada Incêndio
Andre Guarizo
 
Nr – 23
Nr – 23Nr – 23
Proteção combate incendio
Proteção combate incendioProteção combate incendio
Proteção combate incendio
Mauricio Cesar Soares
 
Treinamento nr 12
Treinamento nr 12Treinamento nr 12
Treinamento nr 12
RogrioTorresTorres
 

Mais procurados (20)

Treinamento para brigadistas de incêndio completo
Treinamento para brigadistas de incêndio completoTreinamento para brigadistas de incêndio completo
Treinamento para brigadistas de incêndio completo
 
Primeiros socorros Profª Enfª Tarcila Amorim
Primeiros socorros Profª Enfª Tarcila Amorim Primeiros socorros Profª Enfª Tarcila Amorim
Primeiros socorros Profª Enfª Tarcila Amorim
 
Plano de-emergencia-6
Plano de-emergencia-6Plano de-emergencia-6
Plano de-emergencia-6
 
IBRAPH-SLIDES-PS-LEI-LUCAS-CURSO-COMPLETO.pdf
IBRAPH-SLIDES-PS-LEI-LUCAS-CURSO-COMPLETO.pdfIBRAPH-SLIDES-PS-LEI-LUCAS-CURSO-COMPLETO.pdf
IBRAPH-SLIDES-PS-LEI-LUCAS-CURSO-COMPLETO.pdf
 
As cores na segurança do trabalho
As cores na segurança do trabalhoAs cores na segurança do trabalho
As cores na segurança do trabalho
 
Treinamento brigada de incêndio
Treinamento brigada de incêndioTreinamento brigada de incêndio
Treinamento brigada de incêndio
 
Slides Primeiros Socorros
Slides Primeiros SocorrosSlides Primeiros Socorros
Slides Primeiros Socorros
 
Brigada plano abandono
Brigada   plano abandonoBrigada   plano abandono
Brigada plano abandono
 
Combate a princípios de incêndio
Combate a princípios de incêndioCombate a princípios de incêndio
Combate a princípios de incêndio
 
Brigada-de-Incendio.ppt
Brigada-de-Incendio.pptBrigada-de-Incendio.ppt
Brigada-de-Incendio.ppt
 
Primeiros socorros
Primeiros socorrosPrimeiros socorros
Primeiros socorros
 
Queimadura e choque elétrico
Queimadura e choque elétricoQueimadura e choque elétrico
Queimadura e choque elétrico
 
1 socorros
1 socorros1 socorros
1 socorros
 
Primeiros socorros nm engenharia - apresentação power point
Primeiros socorros   nm engenharia  -  apresentação power pointPrimeiros socorros   nm engenharia  -  apresentação power point
Primeiros socorros nm engenharia - apresentação power point
 
Treinamento - Prevenção e combate a incêndio.pptx
Treinamento - Prevenção e combate a incêndio.pptxTreinamento - Prevenção e combate a incêndio.pptx
Treinamento - Prevenção e combate a incêndio.pptx
 
Seminário prevenção contra incêndio
Seminário prevenção contra incêndioSeminário prevenção contra incêndio
Seminário prevenção contra incêndio
 
Organograma Brigada Incêndio
Organograma Brigada IncêndioOrganograma Brigada Incêndio
Organograma Brigada Incêndio
 
Nr – 23
Nr – 23Nr – 23
Nr – 23
 
Proteção combate incendio
Proteção combate incendioProteção combate incendio
Proteção combate incendio
 
Treinamento nr 12
Treinamento nr 12Treinamento nr 12
Treinamento nr 12
 

Semelhante a Curso de prevenção de acidentes na igreja

Nr 23
Nr 23Nr 23
BRIGADA DE INCÊNDIO - TREINAMENTO DE PREVENÇÃO E COMBATE A INCÊNDIOS.pdf
BRIGADA DE INCÊNDIO - TREINAMENTO DE PREVENÇÃO E COMBATE A INCÊNDIOS.pdfBRIGADA DE INCÊNDIO - TREINAMENTO DE PREVENÇÃO E COMBATE A INCÊNDIOS.pdf
BRIGADA DE INCÊNDIO - TREINAMENTO DE PREVENÇÃO E COMBATE A INCÊNDIOS.pdf
rodrigoamorim203871
 
Treinamento de Brigada de Incêndio
Treinamento de Brigada de IncêndioTreinamento de Brigada de Incêndio
Treinamento de Brigada de Incêndio
Kerginaldo Mota
 
Treinamento de Segurança do Trabalho - Burti Filiais
Treinamento de  Segurança do Trabalho - Burti FiliaisTreinamento de  Segurança do Trabalho - Burti Filiais
Treinamento de Segurança do Trabalho - Burti Filiais
proftstsergioetm
 
Treinamento segurança - burti filial
Treinamento   segurança - burti filialTreinamento   segurança - burti filial
Treinamento segurança - burti filial
proftstsergioetm
 
Prevenção e combate a incêndio.ppt
Prevenção e combate a incêndio.pptPrevenção e combate a incêndio.ppt
Prevenção e combate a incêndio.ppt
EMILSONCASMET
 
PREVENÇÃO E CAMBATE A INCÊNDIO.pptx
PREVENÇÃO E CAMBATE A INCÊNDIO.pptxPREVENÇÃO E CAMBATE A INCÊNDIO.pptx
PREVENÇÃO E CAMBATE A INCÊNDIO.pptx
Rsalgadinho
 
Prevenção de Acidentes.ppt
Prevenção de Acidentes.pptPrevenção de Acidentes.ppt
Prevenção de Acidentes.ppt
Vilson Stollmeier
 
PREVENT PRO - BRIGADISTA DE INCÊNDIO.ppt
PREVENT PRO - BRIGADISTA DE INCÊNDIO.pptPREVENT PRO - BRIGADISTA DE INCÊNDIO.ppt
PREVENT PRO - BRIGADISTA DE INCÊNDIO.ppt
IsaiasSantos71
 
prevenoecombateaincndio-150827165846-lva1-app6891.pptx
prevenoecombateaincndio-150827165846-lva1-app6891.pptxprevenoecombateaincndio-150827165846-lva1-app6891.pptx
prevenoecombateaincndio-150827165846-lva1-app6891.pptx
AbraoLima13
 
Prevenção e combate a incêndio (1).pdf
Prevenção e combate a incêndio (1).pdfPrevenção e combate a incêndio (1).pdf
Prevenção e combate a incêndio (1).pdf
AnnaSuellem1
 
Prevenção e combate a incêndio (1).pdf
Prevenção e combate a incêndio (1).pdfPrevenção e combate a incêndio (1).pdf
Prevenção e combate a incêndio (1).pdf
AnnaSuellem1
 
Segurança e medicina do trabalho aula5
Segurança e medicina do trabalho aula5Segurança e medicina do trabalho aula5
Segurança e medicina do trabalho aula5
Augusto Junior
 
Prevenção e combate a incêndio.pptx
Prevenção e combate a incêndio.pptxPrevenção e combate a incêndio.pptx
Prevenção e combate a incêndio.pptx
Leo Monteiro
 
Prevenção e combate a incêndio e sinistros.pptx
Prevenção e combate a incêndio e sinistros.pptxPrevenção e combate a incêndio e sinistros.pptx
Prevenção e combate a incêndio e sinistros.pptx
AroldoMenezes1
 
prevenoecombateincendio-140530074508-phpapp02 (1).pptx
prevenoecombateincendio-140530074508-phpapp02 (1).pptxprevenoecombateincendio-140530074508-phpapp02 (1).pptx
prevenoecombateincendio-140530074508-phpapp02 (1).pptx
adao18
 
Pci s7 consultoria
Pci s7 consultoriaPci s7 consultoria
Pci s7 consultoria
Tst Souza
 
Cartilha prevencao e combate a incendios
Cartilha prevencao e combate a incendiosCartilha prevencao e combate a incendios
Cartilha prevencao e combate a incendios
CPG1996
 
treinamentobrigadaincendio.ppt
treinamentobrigadaincendio.ppttreinamentobrigadaincendio.ppt
treinamentobrigadaincendio.ppt
ssuser9940aa
 
Noção básico de prevenção de incêndios ok
Noção básico de prevenção de incêndios okNoção básico de prevenção de incêndios ok
Noção básico de prevenção de incêndios ok
João Natael Hoch Tavares
 

Semelhante a Curso de prevenção de acidentes na igreja (20)

Nr 23
Nr 23Nr 23
Nr 23
 
BRIGADA DE INCÊNDIO - TREINAMENTO DE PREVENÇÃO E COMBATE A INCÊNDIOS.pdf
BRIGADA DE INCÊNDIO - TREINAMENTO DE PREVENÇÃO E COMBATE A INCÊNDIOS.pdfBRIGADA DE INCÊNDIO - TREINAMENTO DE PREVENÇÃO E COMBATE A INCÊNDIOS.pdf
BRIGADA DE INCÊNDIO - TREINAMENTO DE PREVENÇÃO E COMBATE A INCÊNDIOS.pdf
 
Treinamento de Brigada de Incêndio
Treinamento de Brigada de IncêndioTreinamento de Brigada de Incêndio
Treinamento de Brigada de Incêndio
 
Treinamento de Segurança do Trabalho - Burti Filiais
Treinamento de  Segurança do Trabalho - Burti FiliaisTreinamento de  Segurança do Trabalho - Burti Filiais
Treinamento de Segurança do Trabalho - Burti Filiais
 
Treinamento segurança - burti filial
Treinamento   segurança - burti filialTreinamento   segurança - burti filial
Treinamento segurança - burti filial
 
Prevenção e combate a incêndio.ppt
Prevenção e combate a incêndio.pptPrevenção e combate a incêndio.ppt
Prevenção e combate a incêndio.ppt
 
PREVENÇÃO E CAMBATE A INCÊNDIO.pptx
PREVENÇÃO E CAMBATE A INCÊNDIO.pptxPREVENÇÃO E CAMBATE A INCÊNDIO.pptx
PREVENÇÃO E CAMBATE A INCÊNDIO.pptx
 
Prevenção de Acidentes.ppt
Prevenção de Acidentes.pptPrevenção de Acidentes.ppt
Prevenção de Acidentes.ppt
 
PREVENT PRO - BRIGADISTA DE INCÊNDIO.ppt
PREVENT PRO - BRIGADISTA DE INCÊNDIO.pptPREVENT PRO - BRIGADISTA DE INCÊNDIO.ppt
PREVENT PRO - BRIGADISTA DE INCÊNDIO.ppt
 
prevenoecombateaincndio-150827165846-lva1-app6891.pptx
prevenoecombateaincndio-150827165846-lva1-app6891.pptxprevenoecombateaincndio-150827165846-lva1-app6891.pptx
prevenoecombateaincndio-150827165846-lva1-app6891.pptx
 
Prevenção e combate a incêndio (1).pdf
Prevenção e combate a incêndio (1).pdfPrevenção e combate a incêndio (1).pdf
Prevenção e combate a incêndio (1).pdf
 
Prevenção e combate a incêndio (1).pdf
Prevenção e combate a incêndio (1).pdfPrevenção e combate a incêndio (1).pdf
Prevenção e combate a incêndio (1).pdf
 
Segurança e medicina do trabalho aula5
Segurança e medicina do trabalho aula5Segurança e medicina do trabalho aula5
Segurança e medicina do trabalho aula5
 
Prevenção e combate a incêndio.pptx
Prevenção e combate a incêndio.pptxPrevenção e combate a incêndio.pptx
Prevenção e combate a incêndio.pptx
 
Prevenção e combate a incêndio e sinistros.pptx
Prevenção e combate a incêndio e sinistros.pptxPrevenção e combate a incêndio e sinistros.pptx
Prevenção e combate a incêndio e sinistros.pptx
 
prevenoecombateincendio-140530074508-phpapp02 (1).pptx
prevenoecombateincendio-140530074508-phpapp02 (1).pptxprevenoecombateincendio-140530074508-phpapp02 (1).pptx
prevenoecombateincendio-140530074508-phpapp02 (1).pptx
 
Pci s7 consultoria
Pci s7 consultoriaPci s7 consultoria
Pci s7 consultoria
 
Cartilha prevencao e combate a incendios
Cartilha prevencao e combate a incendiosCartilha prevencao e combate a incendios
Cartilha prevencao e combate a incendios
 
treinamentobrigadaincendio.ppt
treinamentobrigadaincendio.ppttreinamentobrigadaincendio.ppt
treinamentobrigadaincendio.ppt
 
Noção básico de prevenção de incêndios ok
Noção básico de prevenção de incêndios okNoção básico de prevenção de incêndios ok
Noção básico de prevenção de incêndios ok
 

Mais de Sergio Silva

REIMPLANTAÇÃO DA COLETA SELETIVA - projeto.pptx
REIMPLANTAÇÃO DA COLETA SELETIVA - projeto.pptxREIMPLANTAÇÃO DA COLETA SELETIVA - projeto.pptx
REIMPLANTAÇÃO DA COLETA SELETIVA - projeto.pptx
Sergio Silva
 
Fonte de energia elétrica Visão Sustentável
Fonte de energia elétrica Visão SustentávelFonte de energia elétrica Visão Sustentável
Fonte de energia elétrica Visão Sustentável
Sergio Silva
 
Relatório do mapa de riscos da mash
Relatório do mapa de riscos da mashRelatório do mapa de riscos da mash
Relatório do mapa de riscos da mash
Sergio Silva
 
Mapa de riscos geral
Mapa de riscos geralMapa de riscos geral
Mapa de riscos geral
Sergio Silva
 
Mapa de risco por setores
Mapa de risco por setoresMapa de risco por setores
Mapa de risco por setores
Sergio Silva
 
Jornal da Segurança Nº6
Jornal da Segurança Nº6Jornal da Segurança Nº6
Jornal da Segurança Nº6
Sergio Silva
 
Curso de capacitação de professores da EBD
Curso de capacitação de professores da EBDCurso de capacitação de professores da EBD
Curso de capacitação de professores da EBD
Sergio Silva
 
Curso de Geografia Bíblica
Curso de Geografia BíblicaCurso de Geografia Bíblica
Curso de Geografia Bíblica
Sergio Silva
 
Curso de Bibliologia
Curso de BibliologiaCurso de Bibliologia
Curso de Bibliologia
Sergio Silva
 
Manual de segurança e saúde
Manual de segurança e saúdeManual de segurança e saúde
Manual de segurança e saúde
Sergio Silva
 
Folheto para visitantes
Folheto para visitantesFolheto para visitantes
Folheto para visitantes
Sergio Silva
 
Curso de Capacitação para Evangelista
Curso de Capacitação para EvangelistaCurso de Capacitação para Evangelista
Curso de Capacitação para Evangelista
Sergio Silva
 
Curso de Capacitação para Presbíteros
Curso de Capacitação para PresbíterosCurso de Capacitação para Presbíteros
Curso de Capacitação para Presbíteros
Sergio Silva
 
EBD 2015 - Curriculo da EBD - Ano 2015
EBD 2015 - Curriculo da EBD - Ano 2015EBD 2015 - Curriculo da EBD - Ano 2015
EBD 2015 - Curriculo da EBD - Ano 2015
Sergio Silva
 
Treinamento de Segurança no Trabalho e EPI
Treinamento de Segurança no Trabalho e EPITreinamento de Segurança no Trabalho e EPI
Treinamento de Segurança no Trabalho e EPI
Sergio Silva
 
Integração de Segurança do Trabalho NOVO
Integração de Segurança do Trabalho NOVOIntegração de Segurança do Trabalho NOVO
Integração de Segurança do Trabalho NOVO
Sergio Silva
 
Album de Figurinhas - Figurinhas
Album de Figurinhas - FigurinhasAlbum de Figurinhas - Figurinhas
Album de Figurinhas - Figurinhas
Sergio Silva
 
Album de Figurinhas da Segurança
Album de Figurinhas da SegurançaAlbum de Figurinhas da Segurança
Album de Figurinhas da Segurança
Sergio Silva
 
Lição biblica os apóstolos de cristo - filipe,bartolomeu...
Lição biblica   os apóstolos de cristo - filipe,bartolomeu...Lição biblica   os apóstolos de cristo - filipe,bartolomeu...
Lição biblica os apóstolos de cristo - filipe,bartolomeu...
Sergio Silva
 
Estudo bíblico sobre os apóstlos de cristo
Estudo bíblico sobre os apóstlos de cristoEstudo bíblico sobre os apóstlos de cristo
Estudo bíblico sobre os apóstlos de cristo
Sergio Silva
 

Mais de Sergio Silva (20)

REIMPLANTAÇÃO DA COLETA SELETIVA - projeto.pptx
REIMPLANTAÇÃO DA COLETA SELETIVA - projeto.pptxREIMPLANTAÇÃO DA COLETA SELETIVA - projeto.pptx
REIMPLANTAÇÃO DA COLETA SELETIVA - projeto.pptx
 
Fonte de energia elétrica Visão Sustentável
Fonte de energia elétrica Visão SustentávelFonte de energia elétrica Visão Sustentável
Fonte de energia elétrica Visão Sustentável
 
Relatório do mapa de riscos da mash
Relatório do mapa de riscos da mashRelatório do mapa de riscos da mash
Relatório do mapa de riscos da mash
 
Mapa de riscos geral
Mapa de riscos geralMapa de riscos geral
Mapa de riscos geral
 
Mapa de risco por setores
Mapa de risco por setoresMapa de risco por setores
Mapa de risco por setores
 
Jornal da Segurança Nº6
Jornal da Segurança Nº6Jornal da Segurança Nº6
Jornal da Segurança Nº6
 
Curso de capacitação de professores da EBD
Curso de capacitação de professores da EBDCurso de capacitação de professores da EBD
Curso de capacitação de professores da EBD
 
Curso de Geografia Bíblica
Curso de Geografia BíblicaCurso de Geografia Bíblica
Curso de Geografia Bíblica
 
Curso de Bibliologia
Curso de BibliologiaCurso de Bibliologia
Curso de Bibliologia
 
Manual de segurança e saúde
Manual de segurança e saúdeManual de segurança e saúde
Manual de segurança e saúde
 
Folheto para visitantes
Folheto para visitantesFolheto para visitantes
Folheto para visitantes
 
Curso de Capacitação para Evangelista
Curso de Capacitação para EvangelistaCurso de Capacitação para Evangelista
Curso de Capacitação para Evangelista
 
Curso de Capacitação para Presbíteros
Curso de Capacitação para PresbíterosCurso de Capacitação para Presbíteros
Curso de Capacitação para Presbíteros
 
EBD 2015 - Curriculo da EBD - Ano 2015
EBD 2015 - Curriculo da EBD - Ano 2015EBD 2015 - Curriculo da EBD - Ano 2015
EBD 2015 - Curriculo da EBD - Ano 2015
 
Treinamento de Segurança no Trabalho e EPI
Treinamento de Segurança no Trabalho e EPITreinamento de Segurança no Trabalho e EPI
Treinamento de Segurança no Trabalho e EPI
 
Integração de Segurança do Trabalho NOVO
Integração de Segurança do Trabalho NOVOIntegração de Segurança do Trabalho NOVO
Integração de Segurança do Trabalho NOVO
 
Album de Figurinhas - Figurinhas
Album de Figurinhas - FigurinhasAlbum de Figurinhas - Figurinhas
Album de Figurinhas - Figurinhas
 
Album de Figurinhas da Segurança
Album de Figurinhas da SegurançaAlbum de Figurinhas da Segurança
Album de Figurinhas da Segurança
 
Lição biblica os apóstolos de cristo - filipe,bartolomeu...
Lição biblica   os apóstolos de cristo - filipe,bartolomeu...Lição biblica   os apóstolos de cristo - filipe,bartolomeu...
Lição biblica os apóstolos de cristo - filipe,bartolomeu...
 
Estudo bíblico sobre os apóstlos de cristo
Estudo bíblico sobre os apóstlos de cristoEstudo bíblico sobre os apóstlos de cristo
Estudo bíblico sobre os apóstlos de cristo
 

Último

11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
PIB Penha
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
PIB Penha
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
Nilson Almeida
 
Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1
CleideTeles3
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
PIB Penha
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Ricardo Azevedo
 
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdfDiscipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
LEILANEGOUVEIA1
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Celso Napoleon
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
PIB Penha
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
PIB Penha
 
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptxPalestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
NEDIONOSSOMUNDO
 
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
marcusviniciussabino1
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
PIB Penha
 
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdfmetafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
GuilhermeCerqueira17
 

Último (14)

11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
 
Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
 
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdfDiscipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
 
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptxPalestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
 
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
 
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdfmetafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
 

Curso de prevenção de acidentes na igreja

  • 1. Convenção de Obreiros e Ministros Plenitude e Associados
  • 2. TREINAMENTO DE PREVENÇÃO DE ACIDENTES PARA OBREIROS DA IGREJA
  • 3. Orientar os obreiros sobre os riscos existentes nas igrejas, bem como capacita-los a prevenir acidentes. OBJETIVO
  • 4. O Senhor nos orienta a prevenir acidentes. Ver Deuteronômio 22.8 “Quando você construir uma casa, coloque uma grade de madeira em volta do terraço. Assim você não será culpado se alguém cair dalí e morrer” ORIENTAÇÃO BÍBLICA Ler: Atos 20.7-12
  • 5. RESPONSABILIDADES A LEI PREVÊ A RESP. CIVIL E CRIMINAL: -Artigo 159 do Código Civil: “Aquele que por ação ou omissão voluntária, negligência, imprudência ou imperícia, causar dano a outra pessoa, obriga-se a indenizar o prejuízo” -Artigo 15 do Código Penal “Diz-se do crime: Doloso – quando o agente quis o resultado ou assumiu o risco de produzi-lo; Culposo – quando o agente deu causa ao resultado por imprudência, negligência ou por imperícia”.
  • 6. RISCOS DE ACIDENTES -A maioria pensa que nunca irá sofrer um acidente, muito menos na igreja. Muitos não acreditam, mas acidentes também ocorrem em ambientes religiosos. -Geralmente os locais de culto são adaptados a partir de instalações já existentes; Raramente há a participação de pessoal técnico nas reformas. -As pessoas acreditam que o lugar é 100% seguro, por isso negligenciam sua segurança.
  • 7. RISCOS DE ACIDENTES ARMADILHAS NAS IGREJAS: ESTRUTURAIS -Deformidades no piso (escorregadio, com buraco/saliência) -Escadas inadequadas (sem corrimão, acentuadas) -Cobertura/telhado -Portas e passagens -Vidros quebrados -Instalações elétricas
  • 8. RISCOS DE ACIDENTES ARMADILHAS NAS IGREJAS: -Púlpito -Sanitários -Extintores -Quintal (desorganizado, animais) -Portão -Calçada -Rua
  • 9. RISCOS DE ACIDENTES ARMADILHAS NAS IGREJAS: MATERIAIS -Ferramentas -Quadro de energia/disjuntores -Extensões/benjamins -Estoques (armário/prateleira) -Produtos de limpeza -Gás de cozinha -Fogão/geladeira -Cadeiras
  • 10. RISCOS DE ACIDENTES ARMADILHAS NAS IGREJAS: COM REFORMAS -Conserto de telhado/cobertura -Pinturas -Instalação de equipamentos -Decoração para festas -Troca de lâmpadas -Limpeza de teto, paredes e fachada -Prateleiras NÃO IMPROVISE, TOME MUITO CUIDADO.
  • 11. RISCOS DE ACIDENTES ARMADILHAS NAS IGREJAS NA SALINHA DAS CRIANÇAS -Materiais escolares (lápis,borracha,tampa de caneta,papel,plástico) -Aparelhos elétricos (TV, rádio, DVD, ventilador) -Tomadas, extensões, fios elétricos -Prateleiras, mesas, cadeiras, bancos -Brinquedos (peças pequenas) -Doces (balas, pirulitos, chicletes) -Produtos de limpeza NUNCA DEIXEM AS CRIANÇAS SOZINHAS NA SALINHA.
  • 12. ARMADILHAS NAS IGREJAS EM EVENTOS -Local com recursos (telefone, extintor, caixa de primeiros socorros) -Monitoramento -Transporte -Segurança RISCOS DE ACIDENTES Aquele que souber fazer o bem, e não o faz, peca. Tiago 4.17
  • 13. -Faça uma vistoria completa em todos os ambientes de sua igreja. -Busque identificar as situações que possam provocar acidentes. -Inspecione periodicamente todos os materiais e equipamentos utilizados em sua igreja. -Providencie a manutenção ou retirada de todos os materiais danificados encontrados. -Evite manter botijão de gás de cozinha no interior da igreja (respeite os prazos de validade da mangueira e registro) -Crianças não deverão ter acesso a cozinha quando o fogão estiver em uso. -Mantenha uma caixa de primeiros socorros disponível. -Submeta os extintores a manutenção anual. Se utilizado, deverá ser recarregado imediatamente. -Instale luminárias de emergência e sinalização de emergência. -Mantenha uma boa iluminação externa. RECOMENDAÇÕES
  • 14. CONCEITO DO FOGO Fogo é um processo químico de transformação, também chamado de combustão. Podemos defini-lo, ainda como, o resultado de uma reação química que desprende luz e calor devido à combustão de matérias diversos. PREVENÇÃO DE INCÊNDIO
  • 15. • Combustível • Calor • Comburente • Reação em cadeia O Combustível em contato com uma fonte de Calor e em presença de um Comburente (geralmente o oxigênio contido no ar) começará inflamar gerando a reação em cadeia. Para que haja fogo, necessitamos reunir os quatro elementos essenciais: ELEMENTOS DO FOGO PREVENÇÃO DE INCÊNDIO
  • 16. ELEMENTOS DO FOGO COMBUSTÍVEL COMBUSTÍVEL SOLIDO COMBUSTÍVEL LÍQUIDO COMBUSTÍVEL GASOSO Os combustíveis sólido e os líquidos se transformam primeiramente em gás, pelo calor, e depois inflamam. É o elemento que alimenta o fogo e serve de campo para sua propagação. PREVENÇÃO DE INCÊNDIO
  • 17. ELEMENTOS DO FOGO CALOR PREVENÇÃO DE INCÊNDIO É o elemento que dá início ao fogo, faz o fogo propagar-se pelo combustível. O calor pode ser uma faísca, uma chama ou até um super aquecimento de máquinas e aparelhos energizados, é uma energia gerada pela transformação de outra energia.
  • 18. ELEMENTOS DO FOGO COMBURENTE PREVENÇÃO DE INCÊNDIO É o elemento ativador do fogo, é quem dá vida às chamas. O comburente mais comum é o oxigênio. Composição do ar atmosférico: O2...................................21% N2...................................78% OUTROS GASES...........1%
  • 19. ELEMENTOS DO FOGO REAÇÃO EM CADEIA PREVENÇÃO DE INCÊNDIO O combustível, após iniciar a combustão, gera mais calor, este por sua vez provocará o desprendimento de mais gases ou vapores combustíveis, desenvolvendo uma transformação em cadeia. É o produto de uma transformação, gerando outra transformação.
  • 20. PROPAGAÇÃO DO FOGO PREVENÇÃO DE INCÊNDIO CONVECÇÃO CONDUÇÃO IRRADIAÇÃO O calor pode se propagar de três diferentes maneiras: convecção, condução e irradiação.
  • 21. FASES DO FOGO PREVENÇÃO DE INCÊNDIO FASE INICIAL QUEIMA LIVRE QUEIMA LENTA O incêndio pode ser mais bem entendido se estudarmos seus três estágios de desenvolvimento.
  • 22. CLASSES DE INCÊNDIO PREVENÇÃO DE INCÊNDIO CLASSE A Combustíveis sólidos CLASSE B Líquido e Gases Inflamáveis CLASSE C Equipamentos Energizados CLASSE D Metais Pirofóricos Os incêndios são classificados de acordo com as característica dos seus combustíveis. Somente com o conhecimento da natureza do material que está se queimando, pode-se descobrir o melhor método para uma extinção rápida e segura.
  • 23. CLASSE A – COMBUSTÍVEIS SÓLIDOS PREVENÇÃO DE INCÊNDIO Características: • Fogo em materiais sólidos, tais como: madeira, tecido, carpete, papel, plásticos, etc; • Queimam em superfície e em profundidade; • Após a queima deixam resíduos. Papel, plástico, madeira, tecido, isopor, borracha, etc
  • 24. CLASSE B – LÍQUIDOS E GASES INFLAMÁVEIS PREVENÇÃO DE INCÊNDIO Produtos Inflamáveis, alcool, gasolina, querosene, óleo, gás de cozinha, gás natural, etc. Características: Fogo em líquidos inflamáveis, graxas e gases combustíveis; (Ex.: GLP, álcool, tintas, etc.); • Queimam apenas em superfície; • Após a queima, não deixam resíduos.
  • 25. CLASSE C – EQUIPAMENTOS ENERGIZADOS PREVENÇÃO DE INCÊNDIO Quadros de energia, equipamentos, máquinas, aparelhos, etc. Características: • Fogo em materiais elétricos ligados (energizados). Obs.: quando o fogo for em material elétrico desligado (desenergizados) são classificados na Classe A.
  • 26. MÉTODOS DE EXTINÇÃO DO FOGO PREVENÇÃO DE INCÊNDIO Retirada de Material Resfriamento Quebra de Reação em cadeia Abafamento A extinção do fogo baseia-se na retirada de um dos quatro elementos essenciais que provocam o fogo.
  • 27. EXTINTORES PORTÁTEIS PREVENÇÃO DE INCÊNDIO São aparelhos destinados a combater princípios de incêndios, bastando uma única pessoa para sua operação. A legislação do Corpo de Bombeiro determina que os extintores portáteis devem estar: Visíveis (bem localizado); Desobstruídos (livres de qualquer obstáculo que possa dificultar o acesso até eles); Instalados entre 20 cm e 1,60 m de altura, medindo do piso à parte superior do aparelho; Não devendo o usuário percorrer mais do que 20m para pegar um extintor.
  • 28. MODO DE OPERAÇÃO PREVENÇÃO DE INCÊNDIO 1. Leve sempre o extintor ao local próximo do fogo antes de operá-lo ; 2. Posicione-se com o extintor a uma distância segura do local do fogo e dentro do raio de alcance do lato; 3. Retire a trava se segurança, empunhe a mangueira e aperte o gatilho; 4. Dirija o jato para a base das chamas. Caso queira estancar o jato, basta soltar o gatilho.
  • 29. CUIDADOS COM OS EXTINTORES PREVENÇÃO DE INCÊNDIO • Instalar o extintor em local visível e sinalizado; • O extintor não deverá ser instalado em escadas, portas e rotas de fuga; • O extintor deverá ser instalado na parede ou colocado em suportes de piso; • O lacre não poderá estar rompido; • O manômetro deverá indicar a carga. • Depois de utilizado ou vencido deverá ser recarregado por empresa credenciada.
  • 34. PRIMEIROS SOCORROS .  Isolar a área, evitando o acesso de curiosos;  Proporcionar conforto a vítima;  Observar a vítima, verificando alterações ou ausência de respiração, hemorragias, fraturas, colorações diferentes da pele, presença de suor intenso, expressão de dor;  Procurar que haja comunicação imediata com hospitais, ambulâncias, bombeiros, polícia se necessário. NOÇÕES BÁSICAS DE PRIMEIROS SOCORROS Primeiros Socorros, são todas as medidas que devem ser tomadas de imediato para evitar agravamento do estado de saúde ou lesão de uma pessoa antes do atendimento médico. A atitude do socorrista pode significar a vida ou a morte da pessoa socorrida.
  • 35. TELEFONES IMPORTANTES Corpo de Bombeiros – 193 Polícia Militar – 190 Ambulância – 192 Defesa Civil – 199
  • 36. AVALIAÇÃO 1. QUE REFERÊNCIA BÍBLICA CITA A PREVENÇÃO DE ACIDENTES? 2. DE QUEM É A RESPONSABILIDADE EM CASO DE ACIDENTE NA IGREJA? 3. COMO PODEMOS EVITAR ACIDENTES NA IGREJA? 4. DESCREVA TRÊS SITUAÇÕES QUE POSSAM PROPORCIONAR ACIDENTES. 5. QUAIS CUIDADOS DEVEMOS TOMAR COM RELAÇÃO A COZINHA DA IGREJA? 6. QUAIS CUIDADOS DEVEMOS TER COM RELAÇÃO AOS EXTINTORES? 7. QUAIS OS MATERIAIS DA IGREJA QUE PODEM PEGAR FOGO? 8. O QUE DEVEMOS FAZER EM CASO DE INCÊNDIO? 9. COMO DEVE SER FEITO O ABANDONO DO LOCAL EM CASO DE EMERGÊNCIA? 10. O QUE DEVEMOS FAZER EM CASO DE ACIDENTE OU PESSOA PASSANDO MAL? Quem confia em si mesmo é tolo, mas quem segue os ensinamentos dos sábio terá segurança. PROVÉRBIOS 22.26
  • 37. PARABÉNS VOCÊ CONCLUIU O CURSO Professor PR. SERGIO ROBERTO DA SILVA Bacharel em Teologia pastorsergiors@gmail.com http://presbiterosergioroberto.blogspot.com.br/