SlideShare uma empresa Scribd logo
CRESCIMENTO INFANTO-JUVENIL:NESTE ESTUDO FICOU
DEMONSTRADO QUE CRIANÇAS AFRO-CARIBENHAS COM
GANHO DE PESO DURANTE A FASE INFANTIL ESTÁ ASSOCIADA
COM PUBARCA MAIS ADIANTADA EM MENINAS E NOS
MENINOS O TAMANHO AO NASCER E O CRESCIMENTO NA
INFÂNCIA ESTÁ ASSOCIADO AO VOLUME TESTICULAR;
ENDOCRINOLOGISTAS – NEUROENDOCRINOLOGISTAS – DR.
JOÃO SANTOS CAIO JR. ET DRA. HENRIQUETA V. CAIO.

Neste estudo de crianças afro-caribenhas bem nutridas, o
ganho de peso durante a infância foi associado com a pubarca
mais adiantada em meninas. O ganho de altura na infância era
mais correlacionado com a telarca adiantada. O tamanho ao
nascer
e
o
crescimento
durante
a
infância
foram
significativamente associados com o tamanho testicular.
Avaliando ambos os sexos juntos, o crescimento na infância e
no final da infância foi associado à puberdade mais adiantada.
A massa gorda aos 8 anos de idade foi fortemente associada
com o início da puberdade em ambos os sexos. No entanto,
aos 11 anos de idade, a massa magra apresentou um
acréscimo e foi mais estreitamente associado com a
puberdade mais adiantada. Este estudo também forneceu
dados normativos sobre o início da puberdade para as crianças
afro-caribenhas. A idade média da menarca foi de 12 anos de
idade, que é semelhante a outras meninas afro-americanas de
os relatórios anteriores em meninas afro-jamaicanas. A
telarca, a pubarca feminina e a pubarca masculina ocorreu em
8,8, 9,9, e 11,3 anos, respectivamente, o que é mais uma vez
semelhante às crianças afro-americanas. Estima-se que 50 80% da variação do início da puberdade são determinados por
fatores genéticos. No
entanto, o declínio
acentuado na idade
de
início
da
puberdade ao longo
do século passado
indica
que
é
influenciada
por
fatores
ambientais
(saneamento
e
nutrição)
que
desempenham
um
papel
significativo.
Semelhante
a
um
relatório anterior na
Jamaica, meninas com status socioeconômico mais elevado foi
associado com puberdade prematura, mas o mecanismo não é
claro.
A melhora da nutrição nas classes socioeconômicas mais
elevadas poderia ser o fator causal. É concebível, isso pode ser
devido ou não a micronutrientes e macronutrientes ou a
outros
fatores
desconhecidos,
porque
a
pontuação
socioeconômica não se correlacionou com o IMC das meninas.
Quaisquer que sejam os fatores causais podem não ser
significativos para o sexo masculino na puberdade, o que não
era associado com status socioeconômico. A restrição do
crescimento intra-uterino (RCIU) e crianças pequenas para a
idade gestacional (PIG) têm sido associadas com início mais
precoce da puberdade (principalmente para a idade da
menarca). Em contraste, descobrimos que meninos afrojamaicanos com maior tamanho ao nascer apresentaram
maior tamanho testicular adiantado, mas não a pubarca,
enquanto o nascimento de meninas não foi associado a
qualquer marcador do início da puberdade. Não está claro por
que deveria haver dimorfismo sexual nestas relações. Nossos
dados também sugerem que crescimento mais rápido durante
a infância prediz pêlos pubianos que se desenvolvem
rapidamente e maior desenvolvimento testicular.
Outros investigadores têm notado que o ganho de peso na
infância, já a partir de 6 meses de idade até a idade de 7 anos,
é um fator
determinante do
tempo de puberdade
nas meninas, e o
aumento da massa
gorda foi implicado
como fator causal.
Não fomos capazes
de determinar se a
taxa de crescimento
mais rápido durante a
infância deveu-se
principalmente à
alimentação pronta
ou à amamentação,
porque não foram
apresentados dados específicos. A proporção de 140 meninas
afro-caribenhas em diferentes estágios de desenvolvimento de
mama e pêlos pubianos foram avaliadas segundo a
classificação de Tanner, de acordo com a idade. A proporção
de 119 rapazes afro-caribenhos em diferentes estágios de
desenvolvimento dos pêlos pubianos segundo a classificação
de Tanner e do volume testicular medido por orquidometria de
acordo com a idade.
Dr. João Santos Caio Jr.
Endocrinologia – Neuroendocrinologista
CRM 20611
Dra. Henriqueta V. Caio
Endocrinologista – Medicina Interna
CRM 28930
Como Saber Mais:
1. Avaliando ambos os sexos juntos, o crescimento na infância
e no final da infância foi associado à puberdade mais
adiantada...
http://obesidadecontrolada3.blogspot.com
2. Semelhante a um relatório anterior na Jamaica, meninas
com status socioeconômico mais elevado foi associado com
puberdade prematura...
http://metabolicasindrome.blogspot.com
3. Outros investigadores têm notado que o ganho de peso na
infância, já a partir de 6 meses de idade até a idade de 7 anos,
é um fator determinante do tempo de puberdade nas meninas,
e o aumento da massa gorda foi implicado como fator causal...
http://colesteroltriglicerides.blogspot.com
AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO
DOS AUTORES PROSPECTIVOS ET REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA.
Referências Bibliográficas:
Prof. Dr. João Santos Caio Jr, Endocrinologista, Neuroendocrinologista, Dra. Henriqueta
Verlangieri Caio, Endocrinologista, Medicina Interna – Van Der Häägen Brazil, São Paulo,
Brasil; J Clin Endocrinol Metab, julho de 2010, 95 (7): 3194 -3200 jcem.endojournals.org
3197 RE 1982 Evidence for a secular trend in age of menarche. N Engl J Med 306:1033–1035;
Parent AS, Teilmann G, Juul A, Skakkebaek NE, Toppari J, Bourguignon JP 2003 The timing of
normal puberty and the age limits of sexual precocity: variations around the world, secular
trends, and changes after migration. Endocr Rev 24:668 – 693; Herman-Giddens ME, Slora EJ,
Wasserman RC, Bourdony CJ, Bhapkar MV, Koch GG, Hasemeier CM 1997 Secondary sexual
characteristics and menses in young girls seen in office practice: a study from the Pediatric
Research in Office Settings network. Pediatrics 99:505–512; ørensen K, Aksglaede L, Petersen
JH, Juul A 2010 Recent changes in pubertal timing in healthy Danish boys: associations with
body mass index. J Clin Endocrinol Metab 95:263–270; Alleyne SI, Grant M, Peart BB, Satchell
A, Williams N 1980 Menarcheal age among girls attending school in urban and rural Jamaica.
West Indian Med J 29:254 –260; Serjeant GR, Singhal A, Hambleton IR 2001 Sickle cell
disease and age at menarche in Jamaican girls: observations from a cohort study. Arch Dis
Childhood 85:375–378; Michael S. Boyne, Minerva Thame, Clive Osmond, Raphael A. Fraser,
Leslie Gabay, Marvin Reid, e Terrence E. Forrester-Instituto de Pesquisa em Medicina Tropical
(MSB, RAF, MR, TEF) e do Departamento de Obstetrícia, Ginecologia e Saúde da Criança (MT,
LG), University of the West Indies, Mona, Kingston 7, Jamaica; and Medical Research Council
Epidemiology Resource Centre (CO), da Universidade de Southampton, Southampton SO16
6YD, Reino Unido.

Contato:
Fones: 55(11) 5087-4404 ou 6197-0305
Nextel: 55(11) 7717-1257
ID:111*101625
Rua: Estela, 515 – Bloco D -12ºandar - Conj. 121/122
Paraiso - São Paulo - SP - Cep 04011-002
e-mails: drcaio@vanderhaagenbrasil.com
drahenriqueta@vanderhaagenbrasil.com
vanderhaagen@vanderhaagenbrasil.com
Site Van Der Häägen Brazil
www.vanderhaagenbrazil.com.br
www.clinicavanderhaagen.com.br
www.clinicasvanderhaagenbrasil.com.br
www.crescimentoinfoco.com.br
www.obesidadeinfoco.com.br
www.tireoidismo.com.br
http://drcaiojr.site.med.br
http://dracaio.site.med.br
Google Maps:
http://maps.google.com.br/maps/place?cid=5099901339000
351730&q=Van+Der+Haagen+Brasil&hl=pt&sll=23.578256,46.645653&sspn=0.005074,0.009645&ie
=UTF8&ll=-23.575591,-46.650481&spn=0,0&t = h&z=17

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Desenvolvimento Puberal; Maturação Esquelética e Aquisição de Massa Óssea
Desenvolvimento Puberal; Maturação Esquelética e Aquisição de Massa ÓsseaDesenvolvimento Puberal; Maturação Esquelética e Aquisição de Massa Óssea
Desenvolvimento Puberal; Maturação Esquelética e Aquisição de Massa Óssea
Van Der Häägen Brazil
 
Crescimento Discovery
Crescimento DiscoveryCrescimento Discovery
Crescimento Discovery
Van Der Häägen Brazil
 
Ginastas Olímpicos têm Evidências de Redução Potencial de Crescer
Ginastas Olímpicos têm Evidências de Redução Potencial de CrescerGinastas Olímpicos têm Evidências de Redução Potencial de Crescer
Ginastas Olímpicos têm Evidências de Redução Potencial de Crescer
Van Der Häägen Brazil
 
Baixa Estatura o Peso ao Nascer, Crescimento Infanto–Juvenil e Resistência à ...
Baixa Estatura o Peso ao Nascer, Crescimento Infanto–Juvenil e Resistência à ...Baixa Estatura o Peso ao Nascer, Crescimento Infanto–Juvenil e Resistência à ...
Baixa Estatura o Peso ao Nascer, Crescimento Infanto–Juvenil e Resistência à ...
Van Der Häägen Brazil
 
Crescer Juvenil: A Ginastica Olimpica; Diminui Crescer Masculino e a Ritmica...
Crescer Juvenil:  A Ginastica Olimpica; Diminui Crescer Masculino e a Ritmica...Crescer Juvenil:  A Ginastica Olimpica; Diminui Crescer Masculino e a Ritmica...
Crescer Juvenil: A Ginastica Olimpica; Diminui Crescer Masculino e a Ritmica...
Van Der Häägen Brazil
 
Outros Esportes de Modo Geral e a Influência que têm no Crescer Juvenil
Outros Esportes de Modo Geral e a Influência que têm no Crescer JuvenilOutros Esportes de Modo Geral e a Influência que têm no Crescer Juvenil
Outros Esportes de Modo Geral e a Influência que têm no Crescer Juvenil
Van Der Häägen Brazil
 
BAIXO CRESCIMENTO INFANTO-JUVENIL NÃO SIGNIFICA SÓ PROBLEMAS GENÉTICOS
BAIXO CRESCIMENTO INFANTO-JUVENIL NÃO SIGNIFICA SÓ PROBLEMAS GENÉTICOSBAIXO CRESCIMENTO INFANTO-JUVENIL NÃO SIGNIFICA SÓ PROBLEMAS GENÉTICOS
BAIXO CRESCIMENTO INFANTO-JUVENIL NÃO SIGNIFICA SÓ PROBLEMAS GENÉTICOS
Van Der Häägen Brazil
 
Porque eu devo me preocupar com a baixa estatura dos meus filhos se eles terã...
Porque eu devo me preocupar com a baixa estatura dos meus filhos se eles terã...Porque eu devo me preocupar com a baixa estatura dos meus filhos se eles terã...
Porque eu devo me preocupar com a baixa estatura dos meus filhos se eles terã...
Van Der Häägen Brazil
 
Baixo crescimento infanto juvenil não significa só problemas genéticos
Baixo crescimento infanto juvenil não significa só problemas genéticosBaixo crescimento infanto juvenil não significa só problemas genéticos
Baixo crescimento infanto juvenil não significa só problemas genéticos
Van Der Häägen Brazil
 
Baixa estatura;deprivação materna ou nanismo psicológico
Baixa estatura;deprivação materna ou nanismo psicológicoBaixa estatura;deprivação materna ou nanismo psicológico
Baixa estatura;deprivação materna ou nanismo psicológico
Van Der Häägen Brazil
 
Crescimento Começa com um Ato de Amor
Crescimento Começa com um Ato de AmorCrescimento Começa com um Ato de Amor
Crescimento Começa com um Ato de Amor
Van Der Häägen Brazil
 
Crescer desenvolver puberal em criança,infantil,juvenil,pré adolescente e ado...
Crescer desenvolver puberal em criança,infantil,juvenil,pré adolescente e ado...Crescer desenvolver puberal em criança,infantil,juvenil,pré adolescente e ado...
Crescer desenvolver puberal em criança,infantil,juvenil,pré adolescente e ado...
Van Der Häägen Brazil
 
Fatores Determinantes do Crescimento e do Amadurecimento
Fatores Determinantes do Crescimento e do AmadurecimentoFatores Determinantes do Crescimento e do Amadurecimento
Fatores Determinantes do Crescimento e do Amadurecimento
Van Der Häägen Brazil
 
Diferenças étnicas no crescimento de crianças e infanto juvenis
Diferenças étnicas no crescimento de crianças e infanto juvenisDiferenças étnicas no crescimento de crianças e infanto juvenis
Diferenças étnicas no crescimento de crianças e infanto juvenis
Van Der Häägen Brazil
 
O CRESCIMENTO COMPARATIVO ENTRE HOMENS E MULHERES NA IDADE INFANTIL E JUVENIL...
O CRESCIMENTO COMPARATIVO ENTRE HOMENS E MULHERES NA IDADE INFANTIL E JUVENIL...O CRESCIMENTO COMPARATIVO ENTRE HOMENS E MULHERES NA IDADE INFANTIL E JUVENIL...
O CRESCIMENTO COMPARATIVO ENTRE HOMENS E MULHERES NA IDADE INFANTIL E JUVENIL...
Van Der Häägen Brazil
 
Crescimento em baixa estatura criança juvenil adolescente pré púbere falta d...
Crescimento em baixa estatura criança juvenil adolescente pré púbere  falta d...Crescimento em baixa estatura criança juvenil adolescente pré púbere  falta d...
Crescimento em baixa estatura criança juvenil adolescente pré púbere falta d...
Van Der Häägen Brazil
 
Crescimento Compensatório Infantil, Juvenil após Correção Distúrbios que Reta...
Crescimento Compensatório Infantil, Juvenil após Correção Distúrbios que Reta...Crescimento Compensatório Infantil, Juvenil após Correção Distúrbios que Reta...
Crescimento Compensatório Infantil, Juvenil após Correção Distúrbios que Reta...
Van Der Häägen Brazil
 
Fatores associados à obesidade em escolares
Fatores associados à obesidade em escolaresFatores associados à obesidade em escolares
Fatores associados à obesidade em escolares
gisa_legal
 
Estatura abaixo alvo genético diagnóstico clínico laboratorial instrumental e...
Estatura abaixo alvo genético diagnóstico clínico laboratorial instrumental e...Estatura abaixo alvo genético diagnóstico clínico laboratorial instrumental e...
Estatura abaixo alvo genético diagnóstico clínico laboratorial instrumental e...
Van Der Häägen Brazil
 
BAIXA ESTATURA E CRESCER INFANTIL E JUVENIL; ANORMALIDADES CROMOSSÔMICAS E SÍ...
BAIXA ESTATURA E CRESCER INFANTIL E JUVENIL; ANORMALIDADES CROMOSSÔMICAS E SÍ...BAIXA ESTATURA E CRESCER INFANTIL E JUVENIL; ANORMALIDADES CROMOSSÔMICAS E SÍ...
BAIXA ESTATURA E CRESCER INFANTIL E JUVENIL; ANORMALIDADES CROMOSSÔMICAS E SÍ...
Van Der Häägen Brazil
 

Mais procurados (20)

Desenvolvimento Puberal; Maturação Esquelética e Aquisição de Massa Óssea
Desenvolvimento Puberal; Maturação Esquelética e Aquisição de Massa ÓsseaDesenvolvimento Puberal; Maturação Esquelética e Aquisição de Massa Óssea
Desenvolvimento Puberal; Maturação Esquelética e Aquisição de Massa Óssea
 
Crescimento Discovery
Crescimento DiscoveryCrescimento Discovery
Crescimento Discovery
 
Ginastas Olímpicos têm Evidências de Redução Potencial de Crescer
Ginastas Olímpicos têm Evidências de Redução Potencial de CrescerGinastas Olímpicos têm Evidências de Redução Potencial de Crescer
Ginastas Olímpicos têm Evidências de Redução Potencial de Crescer
 
Baixa Estatura o Peso ao Nascer, Crescimento Infanto–Juvenil e Resistência à ...
Baixa Estatura o Peso ao Nascer, Crescimento Infanto–Juvenil e Resistência à ...Baixa Estatura o Peso ao Nascer, Crescimento Infanto–Juvenil e Resistência à ...
Baixa Estatura o Peso ao Nascer, Crescimento Infanto–Juvenil e Resistência à ...
 
Crescer Juvenil: A Ginastica Olimpica; Diminui Crescer Masculino e a Ritmica...
Crescer Juvenil:  A Ginastica Olimpica; Diminui Crescer Masculino e a Ritmica...Crescer Juvenil:  A Ginastica Olimpica; Diminui Crescer Masculino e a Ritmica...
Crescer Juvenil: A Ginastica Olimpica; Diminui Crescer Masculino e a Ritmica...
 
Outros Esportes de Modo Geral e a Influência que têm no Crescer Juvenil
Outros Esportes de Modo Geral e a Influência que têm no Crescer JuvenilOutros Esportes de Modo Geral e a Influência que têm no Crescer Juvenil
Outros Esportes de Modo Geral e a Influência que têm no Crescer Juvenil
 
BAIXO CRESCIMENTO INFANTO-JUVENIL NÃO SIGNIFICA SÓ PROBLEMAS GENÉTICOS
BAIXO CRESCIMENTO INFANTO-JUVENIL NÃO SIGNIFICA SÓ PROBLEMAS GENÉTICOSBAIXO CRESCIMENTO INFANTO-JUVENIL NÃO SIGNIFICA SÓ PROBLEMAS GENÉTICOS
BAIXO CRESCIMENTO INFANTO-JUVENIL NÃO SIGNIFICA SÓ PROBLEMAS GENÉTICOS
 
Porque eu devo me preocupar com a baixa estatura dos meus filhos se eles terã...
Porque eu devo me preocupar com a baixa estatura dos meus filhos se eles terã...Porque eu devo me preocupar com a baixa estatura dos meus filhos se eles terã...
Porque eu devo me preocupar com a baixa estatura dos meus filhos se eles terã...
 
Baixo crescimento infanto juvenil não significa só problemas genéticos
Baixo crescimento infanto juvenil não significa só problemas genéticosBaixo crescimento infanto juvenil não significa só problemas genéticos
Baixo crescimento infanto juvenil não significa só problemas genéticos
 
Baixa estatura;deprivação materna ou nanismo psicológico
Baixa estatura;deprivação materna ou nanismo psicológicoBaixa estatura;deprivação materna ou nanismo psicológico
Baixa estatura;deprivação materna ou nanismo psicológico
 
Crescimento Começa com um Ato de Amor
Crescimento Começa com um Ato de AmorCrescimento Começa com um Ato de Amor
Crescimento Começa com um Ato de Amor
 
Crescer desenvolver puberal em criança,infantil,juvenil,pré adolescente e ado...
Crescer desenvolver puberal em criança,infantil,juvenil,pré adolescente e ado...Crescer desenvolver puberal em criança,infantil,juvenil,pré adolescente e ado...
Crescer desenvolver puberal em criança,infantil,juvenil,pré adolescente e ado...
 
Fatores Determinantes do Crescimento e do Amadurecimento
Fatores Determinantes do Crescimento e do AmadurecimentoFatores Determinantes do Crescimento e do Amadurecimento
Fatores Determinantes do Crescimento e do Amadurecimento
 
Diferenças étnicas no crescimento de crianças e infanto juvenis
Diferenças étnicas no crescimento de crianças e infanto juvenisDiferenças étnicas no crescimento de crianças e infanto juvenis
Diferenças étnicas no crescimento de crianças e infanto juvenis
 
O CRESCIMENTO COMPARATIVO ENTRE HOMENS E MULHERES NA IDADE INFANTIL E JUVENIL...
O CRESCIMENTO COMPARATIVO ENTRE HOMENS E MULHERES NA IDADE INFANTIL E JUVENIL...O CRESCIMENTO COMPARATIVO ENTRE HOMENS E MULHERES NA IDADE INFANTIL E JUVENIL...
O CRESCIMENTO COMPARATIVO ENTRE HOMENS E MULHERES NA IDADE INFANTIL E JUVENIL...
 
Crescimento em baixa estatura criança juvenil adolescente pré púbere falta d...
Crescimento em baixa estatura criança juvenil adolescente pré púbere  falta d...Crescimento em baixa estatura criança juvenil adolescente pré púbere  falta d...
Crescimento em baixa estatura criança juvenil adolescente pré púbere falta d...
 
Crescimento Compensatório Infantil, Juvenil após Correção Distúrbios que Reta...
Crescimento Compensatório Infantil, Juvenil após Correção Distúrbios que Reta...Crescimento Compensatório Infantil, Juvenil após Correção Distúrbios que Reta...
Crescimento Compensatório Infantil, Juvenil após Correção Distúrbios que Reta...
 
Fatores associados à obesidade em escolares
Fatores associados à obesidade em escolaresFatores associados à obesidade em escolares
Fatores associados à obesidade em escolares
 
Estatura abaixo alvo genético diagnóstico clínico laboratorial instrumental e...
Estatura abaixo alvo genético diagnóstico clínico laboratorial instrumental e...Estatura abaixo alvo genético diagnóstico clínico laboratorial instrumental e...
Estatura abaixo alvo genético diagnóstico clínico laboratorial instrumental e...
 
BAIXA ESTATURA E CRESCER INFANTIL E JUVENIL; ANORMALIDADES CROMOSSÔMICAS E SÍ...
BAIXA ESTATURA E CRESCER INFANTIL E JUVENIL; ANORMALIDADES CROMOSSÔMICAS E SÍ...BAIXA ESTATURA E CRESCER INFANTIL E JUVENIL; ANORMALIDADES CROMOSSÔMICAS E SÍ...
BAIXA ESTATURA E CRESCER INFANTIL E JUVENIL; ANORMALIDADES CROMOSSÔMICAS E SÍ...
 

Destaque

2008 09 Participatory Philanthropy
2008 09 Participatory Philanthropy2008 09 Participatory Philanthropy
2008 09 Participatory Philanthropy
David Sasaki
 
Presentaciòn del integrante
Presentaciòn del integrantePresentaciòn del integrante
Presentaciòn del integrante
danielsuarezposada
 
Welsh Terrier standard FCI N°78
Welsh Terrier standard FCI N°78Welsh Terrier standard FCI N°78
Welsh Terrier standard FCI N°78usbeck
 
Youth unemployment in_lithuania
Youth unemployment in_lithuaniaYouth unemployment in_lithuania
Youth unemployment in_lithuania
Gerd Tarand
 
Laparoscopic Devices By Global Industry Analysts, Inc., (GIA)
Laparoscopic Devices By Global Industry Analysts, Inc., (GIA)Laparoscopic Devices By Global Industry Analysts, Inc., (GIA)
Laparoscopic Devices By Global Industry Analysts, Inc., (GIA)
MarketResearch.com
 
Decisão Clinica, Emagreça !
Decisão Clinica, Emagreça !Decisão Clinica, Emagreça !
Decisão Clinica, Emagreça !
Van Der Häägen Brazil
 
Gh Hormônio de Crescimento Ciência prega Diversas Peças no Homo Sapiens Sapie...
Gh Hormônio de Crescimento Ciência prega Diversas Peças no Homo Sapiens Sapie...Gh Hormônio de Crescimento Ciência prega Diversas Peças no Homo Sapiens Sapie...
Gh Hormônio de Crescimento Ciência prega Diversas Peças no Homo Sapiens Sapie...
Van Der Häägen Brazil
 
TYPO3 as Things Management System
TYPO3 as Things Management SystemTYPO3 as Things Management System
TYPO3 as Things Management System
Fedir RYKHTIK
 
Multifan Ventilation in Gewächshäusern
Multifan Ventilation in GewächshäusernMultifan Ventilation in Gewächshäusern
Multifan Ventilation in Gewächshäusern
Ranpak
 
Cardiopulmonary resuscitation (cpr)
Cardiopulmonary resuscitation (cpr)Cardiopulmonary resuscitation (cpr)
Cardiopulmonary resuscitation (cpr)
Thapa Nisha
 

Destaque (20)

2008 09 Participatory Philanthropy
2008 09 Participatory Philanthropy2008 09 Participatory Philanthropy
2008 09 Participatory Philanthropy
 
Presentaciòn del integrante
Presentaciòn del integrantePresentaciòn del integrante
Presentaciòn del integrante
 
8
88
8
 
2
22
2
 
4
44
4
 
10
1010
10
 
5
55
5
 
9
99
9
 
Welsh Terrier standard FCI N°78
Welsh Terrier standard FCI N°78Welsh Terrier standard FCI N°78
Welsh Terrier standard FCI N°78
 
Tugas sukma
Tugas sukmaTugas sukma
Tugas sukma
 
Youth unemployment in_lithuania
Youth unemployment in_lithuaniaYouth unemployment in_lithuania
Youth unemployment in_lithuania
 
Laparoscopic Devices By Global Industry Analysts, Inc., (GIA)
Laparoscopic Devices By Global Industry Analysts, Inc., (GIA)Laparoscopic Devices By Global Industry Analysts, Inc., (GIA)
Laparoscopic Devices By Global Industry Analysts, Inc., (GIA)
 
Decisão Clinica, Emagreça !
Decisão Clinica, Emagreça !Decisão Clinica, Emagreça !
Decisão Clinica, Emagreça !
 
Gh Hormônio de Crescimento Ciência prega Diversas Peças no Homo Sapiens Sapie...
Gh Hormônio de Crescimento Ciência prega Diversas Peças no Homo Sapiens Sapie...Gh Hormônio de Crescimento Ciência prega Diversas Peças no Homo Sapiens Sapie...
Gh Hormônio de Crescimento Ciência prega Diversas Peças no Homo Sapiens Sapie...
 
TYPO3 as Things Management System
TYPO3 as Things Management SystemTYPO3 as Things Management System
TYPO3 as Things Management System
 
Multifan Ventilation in Gewächshäusern
Multifan Ventilation in GewächshäusernMultifan Ventilation in Gewächshäusern
Multifan Ventilation in Gewächshäusern
 
Cardiopulmonary resuscitation (cpr)
Cardiopulmonary resuscitation (cpr)Cardiopulmonary resuscitation (cpr)
Cardiopulmonary resuscitation (cpr)
 
3
33
3
 
6
66
6
 
7
77
7
 

Semelhante a Crescimento Infanto Juvenil

DIAGNÓSTICO DEFICIÊNCIA DE CRESCIMENTO
DIAGNÓSTICO DEFICIÊNCIA DE CRESCIMENTO DIAGNÓSTICO DEFICIÊNCIA DE CRESCIMENTO
DIAGNÓSTICO DEFICIÊNCIA DE CRESCIMENTO
Van Der Häägen Brazil
 
Aprenda a se motivar para a prosperidade
Aprenda a se motivar para a prosperidade Aprenda a se motivar para a prosperidade
Aprenda a se motivar para a prosperidade
AlannaSantos10
 
Motivational
Motivational Motivational
Motivational
AlannaSantos10
 
Gravidez_Adolescência.pdf
Gravidez_Adolescência.pdfGravidez_Adolescência.pdf
Gravidez_Adolescência.pdf
Cremilton Santana
 
NutriçãO Materna E DuraçãO Da AmamentaçãO Em Uma Coorte De Nascimento De Pelo...
NutriçãO Materna E DuraçãO Da AmamentaçãO Em Uma Coorte De Nascimento De Pelo...NutriçãO Materna E DuraçãO Da AmamentaçãO Em Uma Coorte De Nascimento De Pelo...
NutriçãO Materna E DuraçãO Da AmamentaçãO Em Uma Coorte De Nascimento De Pelo...
Biblioteca Virtual
 
Crescimento intraútero, neonatal, criança gestão do crescer normal desde a f...
Crescimento intraútero, neonatal, criança  gestão do crescer normal desde a f...Crescimento intraútero, neonatal, criança  gestão do crescer normal desde a f...
Crescimento intraútero, neonatal, criança gestão do crescer normal desde a f...
Van Der Häägen Brazil
 
Diretrizes brasileiras de obesidade
Diretrizes brasileiras de obesidadeDiretrizes brasileiras de obesidade
Diretrizes brasileiras de obesidade
Giselda morais rodrigues do
 
Obesos infanto juvenil
Obesos infanto juvenilObesos infanto juvenil
Obesos infanto juvenil
Van Der Häägen Brazil
 
Gestação nos extremos de idade
Gestação nos extremos de idadeGestação nos extremos de idade
Gestação nos extremos de idade
Maria Eugenia Lopes Cardoso
 
Mãe Depressiva Nível Leve, Moderada ou Grave Interferem na Altura Infantil,Ju...
Mãe Depressiva Nível Leve, Moderada ou Grave Interferem na Altura Infantil,Ju...Mãe Depressiva Nível Leve, Moderada ou Grave Interferem na Altura Infantil,Ju...
Mãe Depressiva Nível Leve, Moderada ou Grave Interferem na Altura Infantil,Ju...
Van Der Häägen Brazil
 
Criança, infantil, juvenil e o desenvolvimento linear da massa óssea para cre...
Criança, infantil, juvenil e o desenvolvimento linear da massa óssea para cre...Criança, infantil, juvenil e o desenvolvimento linear da massa óssea para cre...
Criança, infantil, juvenil e o desenvolvimento linear da massa óssea para cre...
Van Der Häägen Brazil
 
DETERMINANTES DO HORMÔNIO DE CRESCIMENTO-GH NA FISIOLOGIA DA TESTOSTERONA NA ...
DETERMINANTES DO HORMÔNIO DE CRESCIMENTO-GH NA FISIOLOGIA DA TESTOSTERONA NA ...DETERMINANTES DO HORMÔNIO DE CRESCIMENTO-GH NA FISIOLOGIA DA TESTOSTERONA NA ...
DETERMINANTES DO HORMÔNIO DE CRESCIMENTO-GH NA FISIOLOGIA DA TESTOSTERONA NA ...
Van Der Häägen Brazil
 
Crescimento juvenil e puberdade tendência secular, ambiental e fatores genéticos
Crescimento juvenil e puberdade tendência secular, ambiental e fatores genéticosCrescimento juvenil e puberdade tendência secular, ambiental e fatores genéticos
Crescimento juvenil e puberdade tendência secular, ambiental e fatores genéticos
Van Der Häägen Brazil
 
Os saberes de jovens do ensino fundamental sobre o aleitamento materno
Os saberes de jovens do ensino fundamental sobre o aleitamento maternoOs saberes de jovens do ensino fundamental sobre o aleitamento materno
Os saberes de jovens do ensino fundamental sobre o aleitamento materno
Associação Viva e Deixe Viver
 
eStADO NUtRICIONAl De eSCOlAReS De SeIS A DeZ ANOS De IDADe DA ReDe MUNICIPAl...
eStADO NUtRICIONAl De eSCOlAReS De SeIS A DeZ ANOS De IDADe DA ReDe MUNICIPAl...eStADO NUtRICIONAl De eSCOlAReS De SeIS A DeZ ANOS De IDADe DA ReDe MUNICIPAl...
eStADO NUtRICIONAl De eSCOlAReS De SeIS A DeZ ANOS De IDADe DA ReDe MUNICIPAl...
junyor souza
 
A puberdade é o processo de mudanças físicas
A puberdade é o processo de mudanças físicasA puberdade é o processo de mudanças físicas
A puberdade é o processo de mudanças físicas
Van Der Häägen Brazil
 
Crescer normal, salto de qualidade na fase infantil juvenil adolescente signi...
Crescer normal, salto de qualidade na fase infantil juvenil adolescente signi...Crescer normal, salto de qualidade na fase infantil juvenil adolescente signi...
Crescer normal, salto de qualidade na fase infantil juvenil adolescente signi...
Van Der Häägen Brazil
 
Fatores que interferem no sobrepeso e na obesidade e suas consequências para ...
Fatores que interferem no sobrepeso e na obesidade e suas consequências para ...Fatores que interferem no sobrepeso e na obesidade e suas consequências para ...
Fatores que interferem no sobrepeso e na obesidade e suas consequências para ...
Van Der Häägen Brazil
 
Estatura crescimento infantil juvenil adolescente não depende apenas gh igf-1...
Estatura crescimento infantil juvenil adolescente não depende apenas gh igf-1...Estatura crescimento infantil juvenil adolescente não depende apenas gh igf-1...
Estatura crescimento infantil juvenil adolescente não depende apenas gh igf-1...
Van Der Häägen Brazil
 
Introdução
IntroduçãoIntrodução
Introdução
Ajungi
 

Semelhante a Crescimento Infanto Juvenil (20)

DIAGNÓSTICO DEFICIÊNCIA DE CRESCIMENTO
DIAGNÓSTICO DEFICIÊNCIA DE CRESCIMENTO DIAGNÓSTICO DEFICIÊNCIA DE CRESCIMENTO
DIAGNÓSTICO DEFICIÊNCIA DE CRESCIMENTO
 
Aprenda a se motivar para a prosperidade
Aprenda a se motivar para a prosperidade Aprenda a se motivar para a prosperidade
Aprenda a se motivar para a prosperidade
 
Motivational
Motivational Motivational
Motivational
 
Gravidez_Adolescência.pdf
Gravidez_Adolescência.pdfGravidez_Adolescência.pdf
Gravidez_Adolescência.pdf
 
NutriçãO Materna E DuraçãO Da AmamentaçãO Em Uma Coorte De Nascimento De Pelo...
NutriçãO Materna E DuraçãO Da AmamentaçãO Em Uma Coorte De Nascimento De Pelo...NutriçãO Materna E DuraçãO Da AmamentaçãO Em Uma Coorte De Nascimento De Pelo...
NutriçãO Materna E DuraçãO Da AmamentaçãO Em Uma Coorte De Nascimento De Pelo...
 
Crescimento intraútero, neonatal, criança gestão do crescer normal desde a f...
Crescimento intraútero, neonatal, criança  gestão do crescer normal desde a f...Crescimento intraútero, neonatal, criança  gestão do crescer normal desde a f...
Crescimento intraútero, neonatal, criança gestão do crescer normal desde a f...
 
Diretrizes brasileiras de obesidade
Diretrizes brasileiras de obesidadeDiretrizes brasileiras de obesidade
Diretrizes brasileiras de obesidade
 
Obesos infanto juvenil
Obesos infanto juvenilObesos infanto juvenil
Obesos infanto juvenil
 
Gestação nos extremos de idade
Gestação nos extremos de idadeGestação nos extremos de idade
Gestação nos extremos de idade
 
Mãe Depressiva Nível Leve, Moderada ou Grave Interferem na Altura Infantil,Ju...
Mãe Depressiva Nível Leve, Moderada ou Grave Interferem na Altura Infantil,Ju...Mãe Depressiva Nível Leve, Moderada ou Grave Interferem na Altura Infantil,Ju...
Mãe Depressiva Nível Leve, Moderada ou Grave Interferem na Altura Infantil,Ju...
 
Criança, infantil, juvenil e o desenvolvimento linear da massa óssea para cre...
Criança, infantil, juvenil e o desenvolvimento linear da massa óssea para cre...Criança, infantil, juvenil e o desenvolvimento linear da massa óssea para cre...
Criança, infantil, juvenil e o desenvolvimento linear da massa óssea para cre...
 
DETERMINANTES DO HORMÔNIO DE CRESCIMENTO-GH NA FISIOLOGIA DA TESTOSTERONA NA ...
DETERMINANTES DO HORMÔNIO DE CRESCIMENTO-GH NA FISIOLOGIA DA TESTOSTERONA NA ...DETERMINANTES DO HORMÔNIO DE CRESCIMENTO-GH NA FISIOLOGIA DA TESTOSTERONA NA ...
DETERMINANTES DO HORMÔNIO DE CRESCIMENTO-GH NA FISIOLOGIA DA TESTOSTERONA NA ...
 
Crescimento juvenil e puberdade tendência secular, ambiental e fatores genéticos
Crescimento juvenil e puberdade tendência secular, ambiental e fatores genéticosCrescimento juvenil e puberdade tendência secular, ambiental e fatores genéticos
Crescimento juvenil e puberdade tendência secular, ambiental e fatores genéticos
 
Os saberes de jovens do ensino fundamental sobre o aleitamento materno
Os saberes de jovens do ensino fundamental sobre o aleitamento maternoOs saberes de jovens do ensino fundamental sobre o aleitamento materno
Os saberes de jovens do ensino fundamental sobre o aleitamento materno
 
eStADO NUtRICIONAl De eSCOlAReS De SeIS A DeZ ANOS De IDADe DA ReDe MUNICIPAl...
eStADO NUtRICIONAl De eSCOlAReS De SeIS A DeZ ANOS De IDADe DA ReDe MUNICIPAl...eStADO NUtRICIONAl De eSCOlAReS De SeIS A DeZ ANOS De IDADe DA ReDe MUNICIPAl...
eStADO NUtRICIONAl De eSCOlAReS De SeIS A DeZ ANOS De IDADe DA ReDe MUNICIPAl...
 
A puberdade é o processo de mudanças físicas
A puberdade é o processo de mudanças físicasA puberdade é o processo de mudanças físicas
A puberdade é o processo de mudanças físicas
 
Crescer normal, salto de qualidade na fase infantil juvenil adolescente signi...
Crescer normal, salto de qualidade na fase infantil juvenil adolescente signi...Crescer normal, salto de qualidade na fase infantil juvenil adolescente signi...
Crescer normal, salto de qualidade na fase infantil juvenil adolescente signi...
 
Fatores que interferem no sobrepeso e na obesidade e suas consequências para ...
Fatores que interferem no sobrepeso e na obesidade e suas consequências para ...Fatores que interferem no sobrepeso e na obesidade e suas consequências para ...
Fatores que interferem no sobrepeso e na obesidade e suas consequências para ...
 
Estatura crescimento infantil juvenil adolescente não depende apenas gh igf-1...
Estatura crescimento infantil juvenil adolescente não depende apenas gh igf-1...Estatura crescimento infantil juvenil adolescente não depende apenas gh igf-1...
Estatura crescimento infantil juvenil adolescente não depende apenas gh igf-1...
 
Introdução
IntroduçãoIntrodução
Introdução
 

Mais de Van Der Häägen Brazil

OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDEOBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
Van Der Häägen Brazil
 
A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...
A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...
A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...
Van Der Häägen Brazil
 
A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...
A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...
A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...
Van Der Häägen Brazil
 
GORDURA VISCERAL
GORDURA VISCERALGORDURA VISCERAL
GORDURA VISCERAL
Van Der Häägen Brazil
 
VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...
VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...
VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...
Van Der Häägen Brazil
 
PODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMO
PODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMOPODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMO
PODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMO
Van Der Häägen Brazil
 
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDEOBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
Van Der Häägen Brazil
 
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...
Van Der Häägen Brazil
 
NOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESO
NOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESONOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESO
NOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESO
Van Der Häägen Brazil
 
OBESIDADE EM PACIENTES INFANTIL
OBESIDADE EM PACIENTES INFANTILOBESIDADE EM PACIENTES INFANTIL
OBESIDADE EM PACIENTES INFANTIL
Van Der Häägen Brazil
 
OBESIDADE E SUAS CAUSAS
OBESIDADE E SUAS CAUSASOBESIDADE E SUAS CAUSAS
OBESIDADE E SUAS CAUSAS
Van Der Häägen Brazil
 
OBESITY AND GENETICS
OBESITY AND GENETICSOBESITY AND GENETICS
OBESITY AND GENETICS
Van Der Häägen Brazil
 
INTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICA
INTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICAINTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICA
INTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICA
Van Der Häägen Brazil
 
GORDURA (ADIPÓCITO)
GORDURA (ADIPÓCITO)GORDURA (ADIPÓCITO)
GORDURA (ADIPÓCITO)
Van Der Häägen Brazil
 
GENEALOGIA
GENEALOGIAGENEALOGIA
DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.
DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.
DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.
Van Der Häägen Brazil
 
OBESIDADE ABDOMINAL
OBESIDADE ABDOMINAL OBESIDADE ABDOMINAL
OBESIDADE ABDOMINAL
Van Der Häägen Brazil
 
SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)
SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)
SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)
Van Der Häägen Brazil
 
GORDURA EM EXCESSO
GORDURA EM EXCESSOGORDURA EM EXCESSO
GORDURA EM EXCESSO
Van Der Häägen Brazil
 
VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...
VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...
VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...
Van Der Häägen Brazil
 

Mais de Van Der Häägen Brazil (20)

OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDEOBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
 
A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...
A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...
A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...
 
A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...
A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...
A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...
 
GORDURA VISCERAL
GORDURA VISCERALGORDURA VISCERAL
GORDURA VISCERAL
 
VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...
VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...
VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...
 
PODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMO
PODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMOPODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMO
PODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMO
 
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDEOBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
 
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...
 
NOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESO
NOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESONOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESO
NOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESO
 
OBESIDADE EM PACIENTES INFANTIL
OBESIDADE EM PACIENTES INFANTILOBESIDADE EM PACIENTES INFANTIL
OBESIDADE EM PACIENTES INFANTIL
 
OBESIDADE E SUAS CAUSAS
OBESIDADE E SUAS CAUSASOBESIDADE E SUAS CAUSAS
OBESIDADE E SUAS CAUSAS
 
OBESITY AND GENETICS
OBESITY AND GENETICSOBESITY AND GENETICS
OBESITY AND GENETICS
 
INTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICA
INTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICAINTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICA
INTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICA
 
GORDURA (ADIPÓCITO)
GORDURA (ADIPÓCITO)GORDURA (ADIPÓCITO)
GORDURA (ADIPÓCITO)
 
GENEALOGIA
GENEALOGIAGENEALOGIA
GENEALOGIA
 
DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.
DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.
DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.
 
OBESIDADE ABDOMINAL
OBESIDADE ABDOMINAL OBESIDADE ABDOMINAL
OBESIDADE ABDOMINAL
 
SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)
SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)
SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)
 
GORDURA EM EXCESSO
GORDURA EM EXCESSOGORDURA EM EXCESSO
GORDURA EM EXCESSO
 
VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...
VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...
VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...
 

Crescimento Infanto Juvenil

  • 1. CRESCIMENTO INFANTO-JUVENIL:NESTE ESTUDO FICOU DEMONSTRADO QUE CRIANÇAS AFRO-CARIBENHAS COM GANHO DE PESO DURANTE A FASE INFANTIL ESTÁ ASSOCIADA COM PUBARCA MAIS ADIANTADA EM MENINAS E NOS MENINOS O TAMANHO AO NASCER E O CRESCIMENTO NA INFÂNCIA ESTÁ ASSOCIADO AO VOLUME TESTICULAR; ENDOCRINOLOGISTAS – NEUROENDOCRINOLOGISTAS – DR. JOÃO SANTOS CAIO JR. ET DRA. HENRIQUETA V. CAIO. Neste estudo de crianças afro-caribenhas bem nutridas, o ganho de peso durante a infância foi associado com a pubarca mais adiantada em meninas. O ganho de altura na infância era mais correlacionado com a telarca adiantada. O tamanho ao nascer e o crescimento durante a infância foram significativamente associados com o tamanho testicular. Avaliando ambos os sexos juntos, o crescimento na infância e no final da infância foi associado à puberdade mais adiantada. A massa gorda aos 8 anos de idade foi fortemente associada com o início da puberdade em ambos os sexos. No entanto, aos 11 anos de idade, a massa magra apresentou um acréscimo e foi mais estreitamente associado com a puberdade mais adiantada. Este estudo também forneceu
  • 2. dados normativos sobre o início da puberdade para as crianças afro-caribenhas. A idade média da menarca foi de 12 anos de idade, que é semelhante a outras meninas afro-americanas de os relatórios anteriores em meninas afro-jamaicanas. A telarca, a pubarca feminina e a pubarca masculina ocorreu em 8,8, 9,9, e 11,3 anos, respectivamente, o que é mais uma vez semelhante às crianças afro-americanas. Estima-se que 50 80% da variação do início da puberdade são determinados por fatores genéticos. No entanto, o declínio acentuado na idade de início da puberdade ao longo do século passado indica que é influenciada por fatores ambientais (saneamento e nutrição) que desempenham um papel significativo. Semelhante a um relatório anterior na Jamaica, meninas com status socioeconômico mais elevado foi associado com puberdade prematura, mas o mecanismo não é claro. A melhora da nutrição nas classes socioeconômicas mais elevadas poderia ser o fator causal. É concebível, isso pode ser devido ou não a micronutrientes e macronutrientes ou a outros fatores desconhecidos, porque a pontuação socioeconômica não se correlacionou com o IMC das meninas. Quaisquer que sejam os fatores causais podem não ser significativos para o sexo masculino na puberdade, o que não era associado com status socioeconômico. A restrição do crescimento intra-uterino (RCIU) e crianças pequenas para a idade gestacional (PIG) têm sido associadas com início mais precoce da puberdade (principalmente para a idade da menarca). Em contraste, descobrimos que meninos afrojamaicanos com maior tamanho ao nascer apresentaram maior tamanho testicular adiantado, mas não a pubarca, enquanto o nascimento de meninas não foi associado a qualquer marcador do início da puberdade. Não está claro por que deveria haver dimorfismo sexual nestas relações. Nossos dados também sugerem que crescimento mais rápido durante
  • 3. a infância prediz pêlos pubianos que se desenvolvem rapidamente e maior desenvolvimento testicular. Outros investigadores têm notado que o ganho de peso na infância, já a partir de 6 meses de idade até a idade de 7 anos, é um fator determinante do tempo de puberdade nas meninas, e o aumento da massa gorda foi implicado como fator causal. Não fomos capazes de determinar se a taxa de crescimento mais rápido durante a infância deveu-se principalmente à alimentação pronta ou à amamentação, porque não foram apresentados dados específicos. A proporção de 140 meninas afro-caribenhas em diferentes estágios de desenvolvimento de mama e pêlos pubianos foram avaliadas segundo a classificação de Tanner, de acordo com a idade. A proporção de 119 rapazes afro-caribenhos em diferentes estágios de desenvolvimento dos pêlos pubianos segundo a classificação de Tanner e do volume testicular medido por orquidometria de acordo com a idade. Dr. João Santos Caio Jr. Endocrinologia – Neuroendocrinologista CRM 20611 Dra. Henriqueta V. Caio Endocrinologista – Medicina Interna CRM 28930 Como Saber Mais: 1. Avaliando ambos os sexos juntos, o crescimento na infância e no final da infância foi associado à puberdade mais adiantada... http://obesidadecontrolada3.blogspot.com 2. Semelhante a um relatório anterior na Jamaica, meninas
  • 4. com status socioeconômico mais elevado foi associado com puberdade prematura... http://metabolicasindrome.blogspot.com 3. Outros investigadores têm notado que o ganho de peso na infância, já a partir de 6 meses de idade até a idade de 7 anos, é um fator determinante do tempo de puberdade nas meninas, e o aumento da massa gorda foi implicado como fator causal... http://colesteroltriglicerides.blogspot.com AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO DOS AUTORES PROSPECTIVOS ET REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA. Referências Bibliográficas: Prof. Dr. João Santos Caio Jr, Endocrinologista, Neuroendocrinologista, Dra. Henriqueta Verlangieri Caio, Endocrinologista, Medicina Interna – Van Der Häägen Brazil, São Paulo, Brasil; J Clin Endocrinol Metab, julho de 2010, 95 (7): 3194 -3200 jcem.endojournals.org 3197 RE 1982 Evidence for a secular trend in age of menarche. N Engl J Med 306:1033–1035; Parent AS, Teilmann G, Juul A, Skakkebaek NE, Toppari J, Bourguignon JP 2003 The timing of normal puberty and the age limits of sexual precocity: variations around the world, secular trends, and changes after migration. Endocr Rev 24:668 – 693; Herman-Giddens ME, Slora EJ, Wasserman RC, Bourdony CJ, Bhapkar MV, Koch GG, Hasemeier CM 1997 Secondary sexual characteristics and menses in young girls seen in office practice: a study from the Pediatric Research in Office Settings network. Pediatrics 99:505–512; ørensen K, Aksglaede L, Petersen JH, Juul A 2010 Recent changes in pubertal timing in healthy Danish boys: associations with body mass index. J Clin Endocrinol Metab 95:263–270; Alleyne SI, Grant M, Peart BB, Satchell A, Williams N 1980 Menarcheal age among girls attending school in urban and rural Jamaica. West Indian Med J 29:254 –260; Serjeant GR, Singhal A, Hambleton IR 2001 Sickle cell disease and age at menarche in Jamaican girls: observations from a cohort study. Arch Dis Childhood 85:375–378; Michael S. Boyne, Minerva Thame, Clive Osmond, Raphael A. Fraser, Leslie Gabay, Marvin Reid, e Terrence E. Forrester-Instituto de Pesquisa em Medicina Tropical (MSB, RAF, MR, TEF) e do Departamento de Obstetrícia, Ginecologia e Saúde da Criança (MT, LG), University of the West Indies, Mona, Kingston 7, Jamaica; and Medical Research Council Epidemiology Resource Centre (CO), da Universidade de Southampton, Southampton SO16 6YD, Reino Unido. Contato: Fones: 55(11) 5087-4404 ou 6197-0305 Nextel: 55(11) 7717-1257 ID:111*101625 Rua: Estela, 515 – Bloco D -12ºandar - Conj. 121/122 Paraiso - São Paulo - SP - Cep 04011-002 e-mails: drcaio@vanderhaagenbrasil.com drahenriqueta@vanderhaagenbrasil.com vanderhaagen@vanderhaagenbrasil.com Site Van Der Häägen Brazil www.vanderhaagenbrazil.com.br www.clinicavanderhaagen.com.br www.clinicasvanderhaagenbrasil.com.br www.crescimentoinfoco.com.br www.obesidadeinfoco.com.br www.tireoidismo.com.br