SlideShare uma empresa Scribd logo
MDS – Ministério do Desenvolvimento Social e
Combate a Fome
Oque é o CRAS?
SUAS – Sistema único de assistência social
CRAS – Centro de Referencia de Assistência Social
• A unidade publica estatal responsável
pela oferta de serviços continuados de
proteção social básica de assistência
social.
• A porta de entrada dos usuários à rede
de proteção social básica do SUAS.
• A unidade que organiza a vigilância
social em sua área de abrangência.
Funções
• Uma unidade publica que concretiza o
direito socioassistencial quanto à
garantia de acessos a serviços de
proteção social básica.
• Articular e fortalecer a rede de Proteção
Social Básica local.
• Prevenir as situações de risco em seu
território de abrangência, fortalecendo
vínculos familiares e comunitários e
garantindo direitos.
Funções
• Elaboração de diagnósticos
socioterritorial e identificação de
necessidades de serviço.
• Planejamento com outras instâncias
sociais a implantação da unidade.
• Implantação das condições físicas,
institucionais e materiais.
• Seleção, admissão e capacitação da
equipe de referencia.
Implantação
Pequeno Porte I – mínimo de 1 CRAS para até 2.500
famílias referenciadas
Pequeno Porte II – mínimo de 2 CRAS para até 3.500
famílias referenciadas.
Implantação
Médio Porte – mínimo de 2 CRAS, cada um para até 5.000 famílias
referenciadas.
Grande Porte – mínimo de 4 CRAS, cada um para até 5.000 famílias
referenciadas
Metrópoles – mínimo de 8 CRAS, cada um para até 5.000 famílias
referenciadas.
Recepção
Estrutura
Identificação
Orientação e Acompanhamento dos beneficiários do BPC e dos
Benefícios Eventuais.
Encaminhamento
Com equipe profissional composta por, no mínimo, um (01)
profissional de serviço social.
Quantitativo – 2007 a 2012
De acordo com o Censo SUAS 2012, desde o ano de 2007,
houve aumento no numero de implantações de unidades
CRAS.
• Capacitação e promoção de inserção
produtiva.
• Promoção da inclusão produtiva para
beneficiários do Programa Bolsa Família
e no Beneficio de Prestação
Continuada.
• Projetos e programas de enfrentamento
a pobreza.
Programas e Projetos
• Projetos e Programas de enfrentamento
a Fome.
• Projetos de produção e economia
solidaria.
• Geração de trabalho e renda.
Programas e Projetos
PAIF – Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família.
PAIF
É o principal programa de proteção
social básica.
• Fortalecimento de vínculos familiares e comunitários
• Direito à proteção social básica e a ampliação da
capacidade de proteção social e de prevenção de
situações de risco no território de abrangência do
CRAS.
Ações CRAS/PAIF
• Recepção e acolhida de famílias em
situação de vulnerabilidade.
• Oferta de procedimentos profissionais em defesa dos
direitos humanos e sociais.
• Vigilância Social.
• Acompanhamento Familiar.
• Encaminhamento.
Ações CRAS/PAIF
• Entrevistas
• Visita Domiciliar
• Palestras
• Grupos socioeducativos para famílias ou seus
representantes.
• Oficinas.
• Campanha socioeducativa.
Ações CRAS/PAIF
• Reunião e ações comunitárias.
• Encaminhamento e acompanhamento.
• Articulação e fortalecimento de Redes de Grupos
Sociais.
FIM

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Centro de referência da assistência social - CRAS
Centro de referência da assistência social - CRASCentro de referência da assistência social - CRAS
Centro de referência da assistência social - CRAS
Rosane Domingues
 
Suas, cras, creas
Suas, cras, creasSuas, cras, creas
Suas, cras, creas
Rosane Domingues
 
11 cras orientações técnicas (1)
11  cras orientações técnicas (1)11  cras orientações técnicas (1)
11 cras orientações técnicas (1)
Alinebrauna Brauna
 
Modelo parecer social
Modelo  parecer socialModelo  parecer social
Modelo parecer social
Rosane Domingues
 
Apresentação do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) UNOPAR
Apresentação do Sistema Único  de Assistência Social (SUAS)  UNOPARApresentação do Sistema Único  de Assistência Social (SUAS)  UNOPAR
Apresentação do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) UNOPAR
Ana Patricia Fernandes Oliveira
 
Suas 13 estudos de caso para debate
Suas  13 estudos de caso para debateSuas  13 estudos de caso para debate
Suas 13 estudos de caso para debate
Rosane Domingues
 
Cras
CrasCras
Apresentação serviços do creas
Apresentação serviços do creasApresentação serviços do creas
Apresentação serviços do creas
Orlei Almeida
 
Slides, estrutura do cras
Slides, estrutura do crasSlides, estrutura do cras
Slides, estrutura do cras
Beth Quintino da Siilva
 
Creas serviços
Creas  serviçosCreas  serviços
Creas serviços
Rosane Domingues
 
Relatorio social adoção
Relatorio social adoçãoRelatorio social adoção
Relatorio social adoção
Diario de Assistente Social
 
A atuação do Assistente Social no CAPS
A atuação do Assistente Social no CAPSA atuação do Assistente Social no CAPS
A atuação do Assistente Social no CAPS
Isabela Ferreira
 
COMO FAZER RELATÓRIOS
COMO FAZER RELATÓRIOSCOMO FAZER RELATÓRIOS
COMO FAZER RELATÓRIOS
Daiane Daine
 
VISITA DOMICILIAR
VISITA DOMICILIARVISITA DOMICILIAR
VISITA DOMICILIAR
ivone guedes borges
 
CRAS e CREAS- Quem faz o que.
CRAS e CREAS- Quem faz o que.CRAS e CREAS- Quem faz o que.
CRAS e CREAS- Quem faz o que.
Rosane Domingues
 
A politica nacional da assistencia social
A politica nacional da assistencia socialA politica nacional da assistencia social
A politica nacional da assistencia social
Raymunda Sousa
 
06 ficha de evolução de atendimento
06   ficha de evolução de atendimento06   ficha de evolução de atendimento
06 ficha de evolução de atendimento
Janaina Anjos
 
BPC - Benefício de Prestação Continuada
BPC - Benefício de Prestação ContinuadaBPC - Benefício de Prestação Continuada
BPC - Benefício de Prestação Continuada
Ministério Público do Trabalho no Estado do Espírito Santo
 
Perguntas e respostas Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos
Perguntas e respostas Serviço de Convivência e Fortalecimento de VínculosPerguntas e respostas Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos
Perguntas e respostas Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos
Secretaria Especial do Desenvolvimento Social
 
OS INSTRUMENTAIS TÉCNICO-OPERATIVOS NA PRÁTICA PROFISSIONAL DO SERVIÇO SOCIAL
OS INSTRUMENTAIS TÉCNICO-OPERATIVOS NA PRÁTICA PROFISSIONAL DO SERVIÇO SOCIALOS INSTRUMENTAIS TÉCNICO-OPERATIVOS NA PRÁTICA PROFISSIONAL DO SERVIÇO SOCIAL
OS INSTRUMENTAIS TÉCNICO-OPERATIVOS NA PRÁTICA PROFISSIONAL DO SERVIÇO SOCIAL
Conceição Amorim
 

Mais procurados (20)

Centro de referência da assistência social - CRAS
Centro de referência da assistência social - CRASCentro de referência da assistência social - CRAS
Centro de referência da assistência social - CRAS
 
Suas, cras, creas
Suas, cras, creasSuas, cras, creas
Suas, cras, creas
 
11 cras orientações técnicas (1)
11  cras orientações técnicas (1)11  cras orientações técnicas (1)
11 cras orientações técnicas (1)
 
Modelo parecer social
Modelo  parecer socialModelo  parecer social
Modelo parecer social
 
Apresentação do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) UNOPAR
Apresentação do Sistema Único  de Assistência Social (SUAS)  UNOPARApresentação do Sistema Único  de Assistência Social (SUAS)  UNOPAR
Apresentação do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) UNOPAR
 
Suas 13 estudos de caso para debate
Suas  13 estudos de caso para debateSuas  13 estudos de caso para debate
Suas 13 estudos de caso para debate
 
Cras
CrasCras
Cras
 
Apresentação serviços do creas
Apresentação serviços do creasApresentação serviços do creas
Apresentação serviços do creas
 
Slides, estrutura do cras
Slides, estrutura do crasSlides, estrutura do cras
Slides, estrutura do cras
 
Creas serviços
Creas  serviçosCreas  serviços
Creas serviços
 
Relatorio social adoção
Relatorio social adoçãoRelatorio social adoção
Relatorio social adoção
 
A atuação do Assistente Social no CAPS
A atuação do Assistente Social no CAPSA atuação do Assistente Social no CAPS
A atuação do Assistente Social no CAPS
 
COMO FAZER RELATÓRIOS
COMO FAZER RELATÓRIOSCOMO FAZER RELATÓRIOS
COMO FAZER RELATÓRIOS
 
VISITA DOMICILIAR
VISITA DOMICILIARVISITA DOMICILIAR
VISITA DOMICILIAR
 
CRAS e CREAS- Quem faz o que.
CRAS e CREAS- Quem faz o que.CRAS e CREAS- Quem faz o que.
CRAS e CREAS- Quem faz o que.
 
A politica nacional da assistencia social
A politica nacional da assistencia socialA politica nacional da assistencia social
A politica nacional da assistencia social
 
06 ficha de evolução de atendimento
06   ficha de evolução de atendimento06   ficha de evolução de atendimento
06 ficha de evolução de atendimento
 
BPC - Benefício de Prestação Continuada
BPC - Benefício de Prestação ContinuadaBPC - Benefício de Prestação Continuada
BPC - Benefício de Prestação Continuada
 
Perguntas e respostas Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos
Perguntas e respostas Serviço de Convivência e Fortalecimento de VínculosPerguntas e respostas Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos
Perguntas e respostas Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos
 
OS INSTRUMENTAIS TÉCNICO-OPERATIVOS NA PRÁTICA PROFISSIONAL DO SERVIÇO SOCIAL
OS INSTRUMENTAIS TÉCNICO-OPERATIVOS NA PRÁTICA PROFISSIONAL DO SERVIÇO SOCIALOS INSTRUMENTAIS TÉCNICO-OPERATIVOS NA PRÁTICA PROFISSIONAL DO SERVIÇO SOCIAL
OS INSTRUMENTAIS TÉCNICO-OPERATIVOS NA PRÁTICA PROFISSIONAL DO SERVIÇO SOCIAL
 

Destaque

Cartilha paif 2016- articulação necessária na proteção social básica
Cartilha paif   2016- articulação necessária na proteção social básicaCartilha paif   2016- articulação necessária na proteção social básica
Cartilha paif 2016- articulação necessária na proteção social básica
Rosane Domingues
 
Serviço Social - Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos-SCFV / s...
Serviço Social - Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos-SCFV / s...Serviço Social - Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos-SCFV / s...
Serviço Social - Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos-SCFV / s...
Educação
 
Eixos norteadores do scfv
Eixos norteadores do scfvEixos norteadores do scfv
Eixos norteadores do scfv
Joelson Honoratto
 
Jornalzinho
JornalzinhoJornalzinho
Jornalzinho
funsag
 
Orientações técnicas sobre o serviço de convivência e fortalecimento de víncu...
Orientações técnicas sobre o serviço de convivência e fortalecimento de víncu...Orientações técnicas sobre o serviço de convivência e fortalecimento de víncu...
Orientações técnicas sobre o serviço de convivência e fortalecimento de víncu...
Rosane Domingues
 
Caderno Do Cras Internet[1][1]
Caderno Do Cras Internet[1][1]Caderno Do Cras Internet[1][1]
Caderno Do Cras Internet[1][1]
Maria Gold
 
A atuação do pedagogo nos programas sociais cras em jequié
A atuação do pedagogo nos programas sociais   cras em jequiéA atuação do pedagogo nos programas sociais   cras em jequié
A atuação do pedagogo nos programas sociais cras em jequié
UBIRAJARA COUTO LIMA
 
Como fazer fichamento de texto ou livro
Como fazer fichamento de texto ou livro Como fazer fichamento de texto ou livro
Como fazer fichamento de texto ou livro
Rosane Domingues
 
Apresentação reordenamento SCFV CRAS Nioaque-MS 11 11-2013
Apresentação reordenamento SCFV  CRAS Nioaque-MS 11 11-2013Apresentação reordenamento SCFV  CRAS Nioaque-MS 11 11-2013
Apresentação reordenamento SCFV CRAS Nioaque-MS 11 11-2013
Cristina de Souza
 
Cras 2014 Apresentação
Cras 2014 ApresentaçãoCras 2014 Apresentação
Cras 2014 Apresentação
Aline Imaculada Faria Castro
 
Acolhimento no SCFV
Acolhimento no SCFVAcolhimento no SCFV
Acolhimento no SCFV
Joelson Honoratto
 
"A importancia do SUAS como Política Pública como garantia de Direitos do Cid...
"A importancia do SUAS como Política Pública como garantia de Direitos do Cid..."A importancia do SUAS como Política Pública como garantia de Direitos do Cid...
"A importancia do SUAS como Política Pública como garantia de Direitos do Cid...
Edson De Souza
 
Slide Saúde Coletiva - Cras
Slide Saúde Coletiva  - CrasSlide Saúde Coletiva  - Cras
Slide Saúde Coletiva - Cras
Helena Damasceno
 
Utilizando Georreferenciamento no monitoramento do censo SUAS - MDS
Utilizando Georreferenciamento no monitoramento do censo SUAS - MDSUtilizando Georreferenciamento no monitoramento do censo SUAS - MDS
Utilizando Georreferenciamento no monitoramento do censo SUAS - MDS
GeoLivre Conference
 
Cras Nordeste - Divinópolis/MG 2011 apresentação
Cras Nordeste - Divinópolis/MG 2011 apresentaçãoCras Nordeste - Divinópolis/MG 2011 apresentação
Cras Nordeste - Divinópolis/MG 2011 apresentação
Marley Marques
 

Destaque (15)

Cartilha paif 2016- articulação necessária na proteção social básica
Cartilha paif   2016- articulação necessária na proteção social básicaCartilha paif   2016- articulação necessária na proteção social básica
Cartilha paif 2016- articulação necessária na proteção social básica
 
Serviço Social - Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos-SCFV / s...
Serviço Social - Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos-SCFV / s...Serviço Social - Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos-SCFV / s...
Serviço Social - Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos-SCFV / s...
 
Eixos norteadores do scfv
Eixos norteadores do scfvEixos norteadores do scfv
Eixos norteadores do scfv
 
Jornalzinho
JornalzinhoJornalzinho
Jornalzinho
 
Orientações técnicas sobre o serviço de convivência e fortalecimento de víncu...
Orientações técnicas sobre o serviço de convivência e fortalecimento de víncu...Orientações técnicas sobre o serviço de convivência e fortalecimento de víncu...
Orientações técnicas sobre o serviço de convivência e fortalecimento de víncu...
 
Caderno Do Cras Internet[1][1]
Caderno Do Cras Internet[1][1]Caderno Do Cras Internet[1][1]
Caderno Do Cras Internet[1][1]
 
A atuação do pedagogo nos programas sociais cras em jequié
A atuação do pedagogo nos programas sociais   cras em jequiéA atuação do pedagogo nos programas sociais   cras em jequié
A atuação do pedagogo nos programas sociais cras em jequié
 
Como fazer fichamento de texto ou livro
Como fazer fichamento de texto ou livro Como fazer fichamento de texto ou livro
Como fazer fichamento de texto ou livro
 
Apresentação reordenamento SCFV CRAS Nioaque-MS 11 11-2013
Apresentação reordenamento SCFV  CRAS Nioaque-MS 11 11-2013Apresentação reordenamento SCFV  CRAS Nioaque-MS 11 11-2013
Apresentação reordenamento SCFV CRAS Nioaque-MS 11 11-2013
 
Cras 2014 Apresentação
Cras 2014 ApresentaçãoCras 2014 Apresentação
Cras 2014 Apresentação
 
Acolhimento no SCFV
Acolhimento no SCFVAcolhimento no SCFV
Acolhimento no SCFV
 
"A importancia do SUAS como Política Pública como garantia de Direitos do Cid...
"A importancia do SUAS como Política Pública como garantia de Direitos do Cid..."A importancia do SUAS como Política Pública como garantia de Direitos do Cid...
"A importancia do SUAS como Política Pública como garantia de Direitos do Cid...
 
Slide Saúde Coletiva - Cras
Slide Saúde Coletiva  - CrasSlide Saúde Coletiva  - Cras
Slide Saúde Coletiva - Cras
 
Utilizando Georreferenciamento no monitoramento do censo SUAS - MDS
Utilizando Georreferenciamento no monitoramento do censo SUAS - MDSUtilizando Georreferenciamento no monitoramento do censo SUAS - MDS
Utilizando Georreferenciamento no monitoramento do censo SUAS - MDS
 
Cras Nordeste - Divinópolis/MG 2011 apresentação
Cras Nordeste - Divinópolis/MG 2011 apresentaçãoCras Nordeste - Divinópolis/MG 2011 apresentação
Cras Nordeste - Divinópolis/MG 2011 apresentação
 

Semelhante a CRAS - Centro de Referencia de Assistência Social

Relatório de gestão 2012 do serviço de proteção e atendimento integral à fam...
Relatório de gestão 2012 do  serviço de proteção e atendimento integral à fam...Relatório de gestão 2012 do  serviço de proteção e atendimento integral à fam...
Relatório de gestão 2012 do serviço de proteção e atendimento integral à fam...
NandaTome
 
Cras, Atenção Integral à Família e Projovem Adolescente
Cras, Atenção Integral à Família  e Projovem AdolescenteCras, Atenção Integral à Família  e Projovem Adolescente
Cras, Atenção Integral à Família e Projovem Adolescente
Adilson P Motta Motta
 
WEBNARIO-SUPAS-2021-CPSB-ATUAL.pptx
WEBNARIO-SUPAS-2021-CPSB-ATUAL.pptxWEBNARIO-SUPAS-2021-CPSB-ATUAL.pptx
WEBNARIO-SUPAS-2021-CPSB-ATUAL.pptx
AdrianoGPaulo
 
Apresentação Ações Seasdh
Apresentação Ações SeasdhApresentação Ações Seasdh
Apresentação Ações Seasdh
Blog Benedita da Silva
 
Trabalho cras
Trabalho crasTrabalho cras
Trabalho cras
Aline Souza
 
Cras instituição
Cras  instituiçãoCras  instituição
Cras instituição
Mariah Tamirys
 
Incluir programa capixaba de redução da pobreza
Incluir programa capixaba de redução da pobrezaIncluir programa capixaba de redução da pobreza
Incluir programa capixaba de redução da pobreza
Eliane Cabrini
 
Caderno-de-Orientações-Técnicas-do-SCFV-para-Crianças-de-0-a-6-Anos-1.pdf
Caderno-de-Orientações-Técnicas-do-SCFV-para-Crianças-de-0-a-6-Anos-1.pdfCaderno-de-Orientações-Técnicas-do-SCFV-para-Crianças-de-0-a-6-Anos-1.pdf
Caderno-de-Orientações-Técnicas-do-SCFV-para-Crianças-de-0-a-6-Anos-1.pdf
EloinaSoares1
 
A politica de_assistencia_social_e_o_suas
A politica de_assistencia_social_e_o_suasA politica de_assistencia_social_e_o_suas
A politica de_assistencia_social_e_o_suas
patriciakvg
 
A politica de_assistencia_social_e_o_suas
A politica de_assistencia_social_e_o_suasA politica de_assistencia_social_e_o_suas
A politica de_assistencia_social_e_o_suas
patriciakvg
 
Balanço do programa "Crack, é possível vencer"
Balanço do programa "Crack, é possível vencer"Balanço do programa "Crack, é possível vencer"
Balanço do programa "Crack, é possível vencer"
Casa Civil
 
13 suas case vermelho
13  suas case vermelho13  suas case vermelho
13 suas case vermelho
Alinebrauna Brauna
 
SOBRE A ASSISTÊNCIA SOCIAL
SOBRE A ASSISTÊNCIA SOCIALSOBRE A ASSISTÊNCIA SOCIAL
SOBRE A ASSISTÊNCIA SOCIAL
Maíra B. Melo
 
Apresentação Institucional da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social SP
Apresentação Institucional da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social SPApresentação Institucional da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social SP
Apresentação Institucional da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social SP
Secretaria de Assistência
 
16 secretaria municipal de inclusão social
16 secretaria municipal de inclusão social16 secretaria municipal de inclusão social
16 secretaria municipal de inclusão social
Edinho Silva
 
Slides CRAS.pptx
Slides CRAS.pptxSlides CRAS.pptx
Slides CRAS.pptx
Amanda Fontes
 
Seminário Mais Infância: Josbertini Clementino
Seminário Mais Infância: Josbertini Clementino Seminário Mais Infância: Josbertini Clementino
Seminário Mais Infância: Josbertini Clementino
Governo do Estado do Ceará
 
Atps para postagem vander
Atps para postagem vanderAtps para postagem vander
Atps para postagem vander
Vanderlea Santos
 
Pnab
PnabPnab
Pnab
PnabPnab

Semelhante a CRAS - Centro de Referencia de Assistência Social (20)

Relatório de gestão 2012 do serviço de proteção e atendimento integral à fam...
Relatório de gestão 2012 do  serviço de proteção e atendimento integral à fam...Relatório de gestão 2012 do  serviço de proteção e atendimento integral à fam...
Relatório de gestão 2012 do serviço de proteção e atendimento integral à fam...
 
Cras, Atenção Integral à Família e Projovem Adolescente
Cras, Atenção Integral à Família  e Projovem AdolescenteCras, Atenção Integral à Família  e Projovem Adolescente
Cras, Atenção Integral à Família e Projovem Adolescente
 
WEBNARIO-SUPAS-2021-CPSB-ATUAL.pptx
WEBNARIO-SUPAS-2021-CPSB-ATUAL.pptxWEBNARIO-SUPAS-2021-CPSB-ATUAL.pptx
WEBNARIO-SUPAS-2021-CPSB-ATUAL.pptx
 
Apresentação Ações Seasdh
Apresentação Ações SeasdhApresentação Ações Seasdh
Apresentação Ações Seasdh
 
Trabalho cras
Trabalho crasTrabalho cras
Trabalho cras
 
Cras instituição
Cras  instituiçãoCras  instituição
Cras instituição
 
Incluir programa capixaba de redução da pobreza
Incluir programa capixaba de redução da pobrezaIncluir programa capixaba de redução da pobreza
Incluir programa capixaba de redução da pobreza
 
Caderno-de-Orientações-Técnicas-do-SCFV-para-Crianças-de-0-a-6-Anos-1.pdf
Caderno-de-Orientações-Técnicas-do-SCFV-para-Crianças-de-0-a-6-Anos-1.pdfCaderno-de-Orientações-Técnicas-do-SCFV-para-Crianças-de-0-a-6-Anos-1.pdf
Caderno-de-Orientações-Técnicas-do-SCFV-para-Crianças-de-0-a-6-Anos-1.pdf
 
A politica de_assistencia_social_e_o_suas
A politica de_assistencia_social_e_o_suasA politica de_assistencia_social_e_o_suas
A politica de_assistencia_social_e_o_suas
 
A politica de_assistencia_social_e_o_suas
A politica de_assistencia_social_e_o_suasA politica de_assistencia_social_e_o_suas
A politica de_assistencia_social_e_o_suas
 
Balanço do programa "Crack, é possível vencer"
Balanço do programa "Crack, é possível vencer"Balanço do programa "Crack, é possível vencer"
Balanço do programa "Crack, é possível vencer"
 
13 suas case vermelho
13  suas case vermelho13  suas case vermelho
13 suas case vermelho
 
SOBRE A ASSISTÊNCIA SOCIAL
SOBRE A ASSISTÊNCIA SOCIALSOBRE A ASSISTÊNCIA SOCIAL
SOBRE A ASSISTÊNCIA SOCIAL
 
Apresentação Institucional da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social SP
Apresentação Institucional da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social SPApresentação Institucional da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social SP
Apresentação Institucional da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social SP
 
16 secretaria municipal de inclusão social
16 secretaria municipal de inclusão social16 secretaria municipal de inclusão social
16 secretaria municipal de inclusão social
 
Slides CRAS.pptx
Slides CRAS.pptxSlides CRAS.pptx
Slides CRAS.pptx
 
Seminário Mais Infância: Josbertini Clementino
Seminário Mais Infância: Josbertini Clementino Seminário Mais Infância: Josbertini Clementino
Seminário Mais Infância: Josbertini Clementino
 
Atps para postagem vander
Atps para postagem vanderAtps para postagem vander
Atps para postagem vander
 
Pnab
PnabPnab
Pnab
 
Pnab
PnabPnab
Pnab
 

Último

Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Falcão Brasil
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
SheylaAlves6
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Falcão Brasil
 
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
Falcão Brasil
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdfAula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
ProfessoraSilmaraArg
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Bibliotecas Escolares AEIDH
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
Marcelo Botura
 
Administração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptx
Administração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptxAdministração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptx
Administração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptx
helenawaya9
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdfRelatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Falcão Brasil
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
Manuais Formação
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
Falcão Brasil
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
Falcão Brasil
 
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdfIntendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
Falcão Brasil
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdfgestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
Maria das Graças Machado Rodrigues
 

Último (20)

Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
 
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdfAula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
 
Administração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptx
Administração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptxAdministração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptx
Administração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptx
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdfRelatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
 
Elogio da Saudade .
Elogio da Saudade                          .Elogio da Saudade                          .
Elogio da Saudade .
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
 
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdfIntendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
Festa dos Finalistas .
Festa dos Finalistas                    .Festa dos Finalistas                    .
Festa dos Finalistas .
 
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdfgestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
 

CRAS - Centro de Referencia de Assistência Social

  • 1. MDS – Ministério do Desenvolvimento Social e Combate a Fome Oque é o CRAS? SUAS – Sistema único de assistência social CRAS – Centro de Referencia de Assistência Social
  • 2. • A unidade publica estatal responsável pela oferta de serviços continuados de proteção social básica de assistência social. • A porta de entrada dos usuários à rede de proteção social básica do SUAS. • A unidade que organiza a vigilância social em sua área de abrangência. Funções
  • 3. • Uma unidade publica que concretiza o direito socioassistencial quanto à garantia de acessos a serviços de proteção social básica. • Articular e fortalecer a rede de Proteção Social Básica local. • Prevenir as situações de risco em seu território de abrangência, fortalecendo vínculos familiares e comunitários e garantindo direitos. Funções
  • 4. • Elaboração de diagnósticos socioterritorial e identificação de necessidades de serviço. • Planejamento com outras instâncias sociais a implantação da unidade. • Implantação das condições físicas, institucionais e materiais. • Seleção, admissão e capacitação da equipe de referencia. Implantação
  • 5. Pequeno Porte I – mínimo de 1 CRAS para até 2.500 famílias referenciadas Pequeno Porte II – mínimo de 2 CRAS para até 3.500 famílias referenciadas. Implantação Médio Porte – mínimo de 2 CRAS, cada um para até 5.000 famílias referenciadas. Grande Porte – mínimo de 4 CRAS, cada um para até 5.000 famílias referenciadas Metrópoles – mínimo de 8 CRAS, cada um para até 5.000 famílias referenciadas.
  • 6. Recepção Estrutura Identificação Orientação e Acompanhamento dos beneficiários do BPC e dos Benefícios Eventuais. Encaminhamento Com equipe profissional composta por, no mínimo, um (01) profissional de serviço social.
  • 7. Quantitativo – 2007 a 2012 De acordo com o Censo SUAS 2012, desde o ano de 2007, houve aumento no numero de implantações de unidades CRAS.
  • 8. • Capacitação e promoção de inserção produtiva. • Promoção da inclusão produtiva para beneficiários do Programa Bolsa Família e no Beneficio de Prestação Continuada. • Projetos e programas de enfrentamento a pobreza. Programas e Projetos
  • 9. • Projetos e Programas de enfrentamento a Fome. • Projetos de produção e economia solidaria. • Geração de trabalho e renda. Programas e Projetos
  • 10. PAIF – Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família. PAIF É o principal programa de proteção social básica. • Fortalecimento de vínculos familiares e comunitários • Direito à proteção social básica e a ampliação da capacidade de proteção social e de prevenção de situações de risco no território de abrangência do CRAS.
  • 11. Ações CRAS/PAIF • Recepção e acolhida de famílias em situação de vulnerabilidade. • Oferta de procedimentos profissionais em defesa dos direitos humanos e sociais. • Vigilância Social. • Acompanhamento Familiar. • Encaminhamento.
  • 12. Ações CRAS/PAIF • Entrevistas • Visita Domiciliar • Palestras • Grupos socioeducativos para famílias ou seus representantes. • Oficinas. • Campanha socioeducativa.
  • 13. Ações CRAS/PAIF • Reunião e ações comunitárias. • Encaminhamento e acompanhamento. • Articulação e fortalecimento de Redes de Grupos Sociais.
  • 14. FIM