SlideShare uma empresa Scribd logo
UNIDADE 2
MODULO 2
 O sol e o Sistema Solar tiveram origem há 4,5 bilhões de
anos a partir de uma nuvem de gás e poeira (Nuvem solar
Primitiva) que girava ao redor de si mesma. Sob a ação de seu
seu próprio peso, essa nuvem se achatou, transformando-se
num disco, em cujo centro formou-se o sol. Dentro desse
disco, iniciou-se um processo de aglomeração de materiais
sólidos, que, ao sofrer colisões entre si, deram lugar a corpos
cada vez maiores, os outros planetas.
 A composição de tais aglomerados relacionava-se com a
distância que havia entre eles e o sol. Longe do astro, onde a
temperatura era muito baixa, os planetas possuem muito mais
matéria gasosa do que sólida, é o caso de Júpiter, Saturno,
Urano e Netuno. Os planetas perto dele, ao contrário, o gelo
evaporou, restando apenas rochas e metais, é o caso de
Mercúrio, Vênus, Terra e Marte.
Cosmologia - Sistema Solar - Origem do sol e suas características
 Formado há aproximadamente 5 bilhões de anos.
 O diâmetro de aproximadamente 1.4 milhão de
quilômetros.
 A distância entre a Terra e o Sol é de
aproximadamente 150 milhões de quilômetros.
 A temperatura média no núcleo chega a
15.000.000 ºC. Nesta parte mais interior da estrela,
ocorrem reações químicas como, por exemplo, a
fusão entre átomos de hidrogênio.
 É composto principalmente por hidrogênio 73% e
hélio 25%, além de ferro, níquel, oxigênio, silício,
carbono, nitrogênio, enxofre, etc. Sua temperatura
varia, podendo atingir até 5.505 º C na superfície.
Núcleo: registra as maiores temperaturas do Sol,
sendo a única parte onde há produção de energia em
grande quantidade através de reações como a fusão.
Fotosfera: é a camada composta por estruturas bem
pequenas, chamadas de grânulos. Ela tem a aparência
um líquido em ebulição (passagem do estado líquido
para o gasoso).
Cromosfera: é uma camada de gás composta
principalmente por hidrogênio e hélio. Normalmente
não é visível, pois a radiação emitida é mais fraca que a
da fotosfera. É aquecida pela energia fornecida pela
fotosfera.
Coroa: é a parte externa do Sol, onde aparecem as
nuvens de gás brilhante oriundas da cromosfera. Essa é
camada mais rarefeita do Sol.
Cosmologia - Sistema Solar - Origem do sol e suas características
 A cada ciclo de 11 anos, o Sol passa por período
de extrema agitação, enviando para terra
tempestades solares. Carregadas de eletricidade,
estas tempestades acabam influenciando nos
sistemas eletrônicos, redes de energia,
computadores, aparelhos eletrônicos, sistemas de
comunicação de aviões e navios e satélites. Estas
ondas de energia e eletricidade chegam a criar as
conhecidas aurora boreal e austral. O ar brilha nas
regiões próximas aos polos magnéticos da Terra,
gerando um espetáculo de luzes e cores nos céus.
Tempestades Solares
Diagrama da cadeia próton-próton, o ciclo de
fusão nuclear que gera a maior parte da energia
do Sol.
Produção de energia
Exemplo de fusão nuclear, sendo o processo de
transmutação do hidrogênio(H) em hélio(He),
dois próton de cor vermelha e dois nêutron de
cor amarela.
Cadeia Protón-Prontón: Processo da junção de
hidrogênio(prótio, deutério e trítio) em hélio(4He,
dois prótons + dois nêutrons) que liberar energia
para manter a estrela contra a imensa compressão da
gravidade. Esse fenômeno é natural e ocorre em
todas as estrelas, porém este processo é
extremamente comum nas estrelas do tipo do sol ou
menores.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Marte
Marte Marte
O Sistema Solar - 6º Ano (2017)
O Sistema Solar - 6º Ano (2017)O Sistema Solar - 6º Ano (2017)
O Sistema Solar - 6º Ano (2017)
Nefer19
 
O sol
O solO sol
Aula 21 composição sistema solar
Aula 21   composição sistema solarAula 21   composição sistema solar
Aula 21 composição sistema solar
Liliane Morgado
 
fases da lua e eclipses
  fases da lua e eclipses  fases da lua e eclipses
fases da lua e eclipses
dinartegaspar
 
Introducao a Astronomia
Introducao a AstronomiaIntroducao a Astronomia
Introducao a Astronomia
Clayton Dantas
 
O universo e o Sistema Solar
O universo e o Sistema SolarO universo e o Sistema Solar
O universo e o Sistema Solar
FURG
 
Estrelas
EstrelasEstrelas
Vênus
VênusVênus
Universo
UniversoUniverso
vida, terra e cosmo
vida, terra e cosmovida, terra e cosmo
vida, terra e cosmo
RosanaMadrigal
 
A lua
A luaA lua
A lua
Escola
 
AorigemdaTerra
AorigemdaTerraAorigemdaTerra
AorigemdaTerra
tia90nunes
 
O ciclo lunar e as fases da lua
O ciclo lunar e as fases da luaO ciclo lunar e as fases da lua
O ciclo lunar e as fases da lua
Cristina Graça
 
Aula 6º ano - O Universo e o Sistema Solar
Aula 6º ano - O Universo e o Sistema SolarAula 6º ano - O Universo e o Sistema Solar
Aula 6º ano - O Universo e o Sistema Solar
Leonardo Kaplan
 
Nascimento Morte Estrelas
Nascimento Morte EstrelasNascimento Morte Estrelas
Nascimento Morte Estrelas
bethbal
 
Movimentos da terra
Movimentos da terraMovimentos da terra
Movimentos da terra
dinartegaspar
 
Astronomia - Sistema Solar - Terra - Rotação - Translação - Fases da Lua
Astronomia  - Sistema Solar - Terra - Rotação - Translação - Fases da LuaAstronomia  - Sistema Solar - Terra - Rotação - Translação - Fases da Lua
Astronomia - Sistema Solar - Terra - Rotação - Translação - Fases da Lua
Raquel Morales
 
Slide Sistema Solar
Slide Sistema SolarSlide Sistema Solar
Origem do Sol e dos Planetas
Origem do Sol e dos PlanetasOrigem do Sol e dos Planetas
Origem do Sol e dos Planetas
Rita Galrito
 

Mais procurados (20)

Marte
Marte Marte
Marte
 
O Sistema Solar - 6º Ano (2017)
O Sistema Solar - 6º Ano (2017)O Sistema Solar - 6º Ano (2017)
O Sistema Solar - 6º Ano (2017)
 
O sol
O solO sol
O sol
 
Aula 21 composição sistema solar
Aula 21   composição sistema solarAula 21   composição sistema solar
Aula 21 composição sistema solar
 
fases da lua e eclipses
  fases da lua e eclipses  fases da lua e eclipses
fases da lua e eclipses
 
Introducao a Astronomia
Introducao a AstronomiaIntroducao a Astronomia
Introducao a Astronomia
 
O universo e o Sistema Solar
O universo e o Sistema SolarO universo e o Sistema Solar
O universo e o Sistema Solar
 
Estrelas
EstrelasEstrelas
Estrelas
 
Vênus
VênusVênus
Vênus
 
Universo
UniversoUniverso
Universo
 
vida, terra e cosmo
vida, terra e cosmovida, terra e cosmo
vida, terra e cosmo
 
A lua
A luaA lua
A lua
 
AorigemdaTerra
AorigemdaTerraAorigemdaTerra
AorigemdaTerra
 
O ciclo lunar e as fases da lua
O ciclo lunar e as fases da luaO ciclo lunar e as fases da lua
O ciclo lunar e as fases da lua
 
Aula 6º ano - O Universo e o Sistema Solar
Aula 6º ano - O Universo e o Sistema SolarAula 6º ano - O Universo e o Sistema Solar
Aula 6º ano - O Universo e o Sistema Solar
 
Nascimento Morte Estrelas
Nascimento Morte EstrelasNascimento Morte Estrelas
Nascimento Morte Estrelas
 
Movimentos da terra
Movimentos da terraMovimentos da terra
Movimentos da terra
 
Astronomia - Sistema Solar - Terra - Rotação - Translação - Fases da Lua
Astronomia  - Sistema Solar - Terra - Rotação - Translação - Fases da LuaAstronomia  - Sistema Solar - Terra - Rotação - Translação - Fases da Lua
Astronomia - Sistema Solar - Terra - Rotação - Translação - Fases da Lua
 
Slide Sistema Solar
Slide Sistema SolarSlide Sistema Solar
Slide Sistema Solar
 
Origem do Sol e dos Planetas
Origem do Sol e dos PlanetasOrigem do Sol e dos Planetas
Origem do Sol e dos Planetas
 

Destaque

Cosmologia sistema solar - os planetas
Cosmologia   sistema solar - os planetasCosmologia   sistema solar - os planetas
Cosmologia sistema solar - os planetas
Wesley Germano Otávio
 
Histologia vegetal
Histologia vegetalHistologia vegetal
Histologia vegetal
Elisa Mitye Akiyama
 
Satélites estacionários
Satélites estacionáriosSatélites estacionários
Satélites estacionários
Elisa Mitye Akiyama
 
Cosmologia - o Universo
Cosmologia - o UniversoCosmologia - o Universo
Cosmologia - o Universo
Wesley Germano Otávio
 
A física do “muito grande”
A física do “muito grande”A física do “muito grande”
A física do “muito grande”
Vitor Morais
 
Força g
Força gForça g
Força g
Jomar Trabalho
 
Módulo 02
Módulo 02Módulo 02
Módulo 02
Rildo Borges
 
Exercícios de Trabalho Mecânico e Força de Atrito
Exercícios de Trabalho Mecânico e Força de AtritoExercícios de Trabalho Mecânico e Força de Atrito
Exercícios de Trabalho Mecânico e Força de Atrito
Sérgio F. de Lima
 
Introdução à teoria de relavitivdade
Introdução à teoria de relavitivdade Introdução à teoria de relavitivdade
Introdução à teoria de relavitivdade
Emidia Maria
 
Cinemática mru (frente 1)
Cinemática mru (frente 1)Cinemática mru (frente 1)
Cinemática mru (frente 1)
Gilberto Rocha
 
Cap11p trabalho potencia
Cap11p trabalho potenciaCap11p trabalho potencia
Cap11p trabalho potencia
Ulisses Porto
 
Cinemática vetores (frente 1)
Cinemática vetores (frente 1)Cinemática vetores (frente 1)
Cinemática vetores (frente 1)
Gilberto Rocha
 
Cinemática mruv (frente 1)
Cinemática mruv (frente 1)Cinemática mruv (frente 1)
Cinemática mruv (frente 1)
Gilberto Rocha
 
Trabalho e Energia.
Trabalho e Energia.Trabalho e Energia.
Trabalho e Energia.
Lara Lídia
 
FÍSICA 9º Ano (Ciências) EF UNASP Velocidade média 01/2016
FÍSICA 9º Ano (Ciências) EF UNASP Velocidade média 01/2016FÍSICA 9º Ano (Ciências) EF UNASP Velocidade média 01/2016
FÍSICA 9º Ano (Ciências) EF UNASP Velocidade média 01/2016
Ronaldo Santana
 
Física 9° Ano (Ciências) EF UNASP Transformação das unidades
Física 9° Ano (Ciências) EF UNASP Transformação das unidadesFísica 9° Ano (Ciências) EF UNASP Transformação das unidades
Física 9° Ano (Ciências) EF UNASP Transformação das unidades
Ronaldo Santana
 
Cinemática: Movimento Retilíneo Uniforme e Movimento Uniformemente Variado - ...
Cinemática: Movimento Retilíneo Uniforme e Movimento Uniformemente Variado - ...Cinemática: Movimento Retilíneo Uniforme e Movimento Uniformemente Variado - ...
Cinemática: Movimento Retilíneo Uniforme e Movimento Uniformemente Variado - ...
Lara Lídia
 
Aceleración uniforme
Aceleración uniformeAceleración uniforme
Aceleración uniforme
gilberto umanzor
 
Aplicações das Leis de Newton
Aplicações das Leis de Newton Aplicações das Leis de Newton
Aplicações das Leis de Newton
Karoline Tavares
 
Unidade 3 parte 1
Unidade 3 parte 1Unidade 3 parte 1
Unidade 3 parte 1
Christie Freitas
 

Destaque (20)

Cosmologia sistema solar - os planetas
Cosmologia   sistema solar - os planetasCosmologia   sistema solar - os planetas
Cosmologia sistema solar - os planetas
 
Histologia vegetal
Histologia vegetalHistologia vegetal
Histologia vegetal
 
Satélites estacionários
Satélites estacionáriosSatélites estacionários
Satélites estacionários
 
Cosmologia - o Universo
Cosmologia - o UniversoCosmologia - o Universo
Cosmologia - o Universo
 
A física do “muito grande”
A física do “muito grande”A física do “muito grande”
A física do “muito grande”
 
Força g
Força gForça g
Força g
 
Módulo 02
Módulo 02Módulo 02
Módulo 02
 
Exercícios de Trabalho Mecânico e Força de Atrito
Exercícios de Trabalho Mecânico e Força de AtritoExercícios de Trabalho Mecânico e Força de Atrito
Exercícios de Trabalho Mecânico e Força de Atrito
 
Introdução à teoria de relavitivdade
Introdução à teoria de relavitivdade Introdução à teoria de relavitivdade
Introdução à teoria de relavitivdade
 
Cinemática mru (frente 1)
Cinemática mru (frente 1)Cinemática mru (frente 1)
Cinemática mru (frente 1)
 
Cap11p trabalho potencia
Cap11p trabalho potenciaCap11p trabalho potencia
Cap11p trabalho potencia
 
Cinemática vetores (frente 1)
Cinemática vetores (frente 1)Cinemática vetores (frente 1)
Cinemática vetores (frente 1)
 
Cinemática mruv (frente 1)
Cinemática mruv (frente 1)Cinemática mruv (frente 1)
Cinemática mruv (frente 1)
 
Trabalho e Energia.
Trabalho e Energia.Trabalho e Energia.
Trabalho e Energia.
 
FÍSICA 9º Ano (Ciências) EF UNASP Velocidade média 01/2016
FÍSICA 9º Ano (Ciências) EF UNASP Velocidade média 01/2016FÍSICA 9º Ano (Ciências) EF UNASP Velocidade média 01/2016
FÍSICA 9º Ano (Ciências) EF UNASP Velocidade média 01/2016
 
Física 9° Ano (Ciências) EF UNASP Transformação das unidades
Física 9° Ano (Ciências) EF UNASP Transformação das unidadesFísica 9° Ano (Ciências) EF UNASP Transformação das unidades
Física 9° Ano (Ciências) EF UNASP Transformação das unidades
 
Cinemática: Movimento Retilíneo Uniforme e Movimento Uniformemente Variado - ...
Cinemática: Movimento Retilíneo Uniforme e Movimento Uniformemente Variado - ...Cinemática: Movimento Retilíneo Uniforme e Movimento Uniformemente Variado - ...
Cinemática: Movimento Retilíneo Uniforme e Movimento Uniformemente Variado - ...
 
Aceleración uniforme
Aceleración uniformeAceleración uniforme
Aceleración uniforme
 
Aplicações das Leis de Newton
Aplicações das Leis de Newton Aplicações das Leis de Newton
Aplicações das Leis de Newton
 
Unidade 3 parte 1
Unidade 3 parte 1Unidade 3 parte 1
Unidade 3 parte 1
 

Semelhante a Cosmologia - Sistema Solar - Origem do sol e suas características

C:\Fakepath\FormaçãO Do Sistema Solar
C:\Fakepath\FormaçãO Do Sistema SolarC:\Fakepath\FormaçãO Do Sistema Solar
C:\Fakepath\FormaçãO Do Sistema Solar
guestd7f9cbb
 
Formação do Sistema Solar
Formação do Sistema SolarFormação do Sistema Solar
Formação do Sistema Solar
guestdbe434
 
Planeta Terra1 GonçAlo Filipe
Planeta Terra1 GonçAlo FilipePlaneta Terra1 GonçAlo Filipe
Planeta Terra1 GonçAlo Filipe
naliniram
 
11.1 FormaçãO Do Sistema Solar
11.1 FormaçãO Do Sistema Solar11.1 FormaçãO Do Sistema Solar
11.1 FormaçãO Do Sistema Solar
guestf7e853
 
11.2 Planetas, AsteróIdes E Cometas
11.2 Planetas, AsteróIdes E Cometas11.2 Planetas, AsteróIdes E Cometas
11.2 Planetas, AsteróIdes E Cometas
guestf7e853
 
Capítulo 3 o sistema solar_Fundamentos da Astronomia
Capítulo 3   o sistema solar_Fundamentos da AstronomiaCapítulo 3   o sistema solar_Fundamentos da Astronomia
Capítulo 3 o sistema solar_Fundamentos da Astronomia
Beatriz Furtado
 
Sistema solar
Sistema solarSistema solar
Sistema solar
Rildo Borges
 
Sistema solar
Sistema solarSistema solar
Sistema solar
Arlete Capitao
 
trabalho de física.pdf
trabalho de física.pdftrabalho de física.pdf
trabalho de física.pdf
PedroMattos42
 
G10 - Formação do Sistema Solar
G10 - Formação do Sistema SolarG10 - Formação do Sistema Solar
G10 - Formação do Sistema Solar
Isaura Mourão
 
Sistema Solar
Sistema SolarSistema Solar
Sistema Solar
margaridabt
 
Aula 8 Vênus e outros planetas
Aula 8  Vênus e outros planetasAula 8  Vênus e outros planetas
Aula 8 Vênus e outros planetas
astrobiologia
 
Sistema solar ricardo
Sistema solar ricardoSistema solar ricardo
Sistema solar ricardo
Helena Amaral
 
G10 formação do sistema solar
G10   formação do sistema solarG10   formação do sistema solar
G10 formação do sistema solar
Nuno Correia
 
Formação do Sistema Solar
Formação do Sistema SolarFormação do Sistema Solar
Formação do Sistema Solar
Tânia Reis
 
Minicurso - A vida no Contexto Cósmico - Aula 6
Minicurso - A vida no Contexto Cósmico - Aula 6Minicurso - A vida no Contexto Cósmico - Aula 6
Minicurso - A vida no Contexto Cósmico - Aula 6
cosmologia2010
 
Sistema solar
Sistema solarSistema solar
Sistema solar
rogerwdd
 
Sistema solar
Sistema solarSistema solar
Sistema solar
Raphael Zanandrais
 
Livro projeto telaris capitulo 18 ciencias 6º ano
Livro projeto telaris capitulo 18 ciencias 6º anoLivro projeto telaris capitulo 18 ciencias 6º ano
Livro projeto telaris capitulo 18 ciencias 6º ano
Renan Silva
 
Exposição Paisagens Cósmicas
Exposição Paisagens CósmicasExposição Paisagens Cósmicas
Exposição Paisagens Cósmicas
INAPE
 

Semelhante a Cosmologia - Sistema Solar - Origem do sol e suas características (20)

C:\Fakepath\FormaçãO Do Sistema Solar
C:\Fakepath\FormaçãO Do Sistema SolarC:\Fakepath\FormaçãO Do Sistema Solar
C:\Fakepath\FormaçãO Do Sistema Solar
 
Formação do Sistema Solar
Formação do Sistema SolarFormação do Sistema Solar
Formação do Sistema Solar
 
Planeta Terra1 GonçAlo Filipe
Planeta Terra1 GonçAlo FilipePlaneta Terra1 GonçAlo Filipe
Planeta Terra1 GonçAlo Filipe
 
11.1 FormaçãO Do Sistema Solar
11.1 FormaçãO Do Sistema Solar11.1 FormaçãO Do Sistema Solar
11.1 FormaçãO Do Sistema Solar
 
11.2 Planetas, AsteróIdes E Cometas
11.2 Planetas, AsteróIdes E Cometas11.2 Planetas, AsteróIdes E Cometas
11.2 Planetas, AsteróIdes E Cometas
 
Capítulo 3 o sistema solar_Fundamentos da Astronomia
Capítulo 3   o sistema solar_Fundamentos da AstronomiaCapítulo 3   o sistema solar_Fundamentos da Astronomia
Capítulo 3 o sistema solar_Fundamentos da Astronomia
 
Sistema solar
Sistema solarSistema solar
Sistema solar
 
Sistema solar
Sistema solarSistema solar
Sistema solar
 
trabalho de física.pdf
trabalho de física.pdftrabalho de física.pdf
trabalho de física.pdf
 
G10 - Formação do Sistema Solar
G10 - Formação do Sistema SolarG10 - Formação do Sistema Solar
G10 - Formação do Sistema Solar
 
Sistema Solar
Sistema SolarSistema Solar
Sistema Solar
 
Aula 8 Vênus e outros planetas
Aula 8  Vênus e outros planetasAula 8  Vênus e outros planetas
Aula 8 Vênus e outros planetas
 
Sistema solar ricardo
Sistema solar ricardoSistema solar ricardo
Sistema solar ricardo
 
G10 formação do sistema solar
G10   formação do sistema solarG10   formação do sistema solar
G10 formação do sistema solar
 
Formação do Sistema Solar
Formação do Sistema SolarFormação do Sistema Solar
Formação do Sistema Solar
 
Minicurso - A vida no Contexto Cósmico - Aula 6
Minicurso - A vida no Contexto Cósmico - Aula 6Minicurso - A vida no Contexto Cósmico - Aula 6
Minicurso - A vida no Contexto Cósmico - Aula 6
 
Sistema solar
Sistema solarSistema solar
Sistema solar
 
Sistema solar
Sistema solarSistema solar
Sistema solar
 
Livro projeto telaris capitulo 18 ciencias 6º ano
Livro projeto telaris capitulo 18 ciencias 6º anoLivro projeto telaris capitulo 18 ciencias 6º ano
Livro projeto telaris capitulo 18 ciencias 6º ano
 
Exposição Paisagens Cósmicas
Exposição Paisagens CósmicasExposição Paisagens Cósmicas
Exposição Paisagens Cósmicas
 

Mais de Wesley Germano Otávio

Zoologia de vertebrados (cordados) - professor wesley
Zoologia de vertebrados (cordados) - professor wesleyZoologia de vertebrados (cordados) - professor wesley
Zoologia de vertebrados (cordados) - professor wesley
Wesley Germano Otávio
 
Revisão Zoologia - Professor Wesley
Revisão Zoologia - Professor WesleyRevisão Zoologia - Professor Wesley
Revisão Zoologia - Professor Wesley
Wesley Germano Otávio
 
Ascaridíase
AscaridíaseAscaridíase
Citologia
CitologiaCitologia
Caracteristicas básicas dos seres vivos
Caracteristicas básicas dos seres vivosCaracteristicas básicas dos seres vivos
Caracteristicas básicas dos seres vivos
Wesley Germano Otávio
 
Cosmologia - Sistema Solar - Corpos Celestes
Cosmologia - Sistema Solar - Corpos CelestesCosmologia - Sistema Solar - Corpos Celestes
Cosmologia - Sistema Solar - Corpos Celestes
Wesley Germano Otávio
 
Origem da vida
Origem da vidaOrigem da vida
Origem da vida
Wesley Germano Otávio
 
Método científico
Método científicoMétodo científico
Método científico
Wesley Germano Otávio
 
O que é biologia?
O que é biologia?O que é biologia?
O que é biologia?
Wesley Germano Otávio
 
Criminalização da sobrevivência
Criminalização da sobrevivênciaCriminalização da sobrevivência
Criminalização da sobrevivência
Wesley Germano Otávio
 
Energia solar
Energia solarEnergia solar
Energia solar
Wesley Germano Otávio
 
Musica popular brasileira - MPB
Musica popular brasileira - MPBMusica popular brasileira - MPB
Musica popular brasileira - MPB
Wesley Germano Otávio
 
Mario quintana
Mario quintanaMario quintana
Mario quintana
Wesley Germano Otávio
 
Risco de acidentes
Risco de acidentesRisco de acidentes
Risco de acidentes
Wesley Germano Otávio
 
Clonagem
ClonagemClonagem
Raios uso de tecnologia evita mortes e prejuízos
Raios   uso de tecnologia evita mortes e prejuízosRaios   uso de tecnologia evita mortes e prejuízos
Raios uso de tecnologia evita mortes e prejuízos
Wesley Germano Otávio
 
Jogo x Esporte
Jogo x EsporteJogo x Esporte
Jogo x Esporte
Wesley Germano Otávio
 
Teorias evolucionistas
Teorias evolucionistasTeorias evolucionistas
Teorias evolucionistas
Wesley Germano Otávio
 
Musica contemporanea anos 80
Musica contemporanea anos 80Musica contemporanea anos 80
Musica contemporanea anos 80
Wesley Germano Otávio
 
Tratamento de água e esgoto
Tratamento de água e esgotoTratamento de água e esgoto
Tratamento de água e esgoto
Wesley Germano Otávio
 

Mais de Wesley Germano Otávio (20)

Zoologia de vertebrados (cordados) - professor wesley
Zoologia de vertebrados (cordados) - professor wesleyZoologia de vertebrados (cordados) - professor wesley
Zoologia de vertebrados (cordados) - professor wesley
 
Revisão Zoologia - Professor Wesley
Revisão Zoologia - Professor WesleyRevisão Zoologia - Professor Wesley
Revisão Zoologia - Professor Wesley
 
Ascaridíase
AscaridíaseAscaridíase
Ascaridíase
 
Citologia
CitologiaCitologia
Citologia
 
Caracteristicas básicas dos seres vivos
Caracteristicas básicas dos seres vivosCaracteristicas básicas dos seres vivos
Caracteristicas básicas dos seres vivos
 
Cosmologia - Sistema Solar - Corpos Celestes
Cosmologia - Sistema Solar - Corpos CelestesCosmologia - Sistema Solar - Corpos Celestes
Cosmologia - Sistema Solar - Corpos Celestes
 
Origem da vida
Origem da vidaOrigem da vida
Origem da vida
 
Método científico
Método científicoMétodo científico
Método científico
 
O que é biologia?
O que é biologia?O que é biologia?
O que é biologia?
 
Criminalização da sobrevivência
Criminalização da sobrevivênciaCriminalização da sobrevivência
Criminalização da sobrevivência
 
Energia solar
Energia solarEnergia solar
Energia solar
 
Musica popular brasileira - MPB
Musica popular brasileira - MPBMusica popular brasileira - MPB
Musica popular brasileira - MPB
 
Mario quintana
Mario quintanaMario quintana
Mario quintana
 
Risco de acidentes
Risco de acidentesRisco de acidentes
Risco de acidentes
 
Clonagem
ClonagemClonagem
Clonagem
 
Raios uso de tecnologia evita mortes e prejuízos
Raios   uso de tecnologia evita mortes e prejuízosRaios   uso de tecnologia evita mortes e prejuízos
Raios uso de tecnologia evita mortes e prejuízos
 
Jogo x Esporte
Jogo x EsporteJogo x Esporte
Jogo x Esporte
 
Teorias evolucionistas
Teorias evolucionistasTeorias evolucionistas
Teorias evolucionistas
 
Musica contemporanea anos 80
Musica contemporanea anos 80Musica contemporanea anos 80
Musica contemporanea anos 80
 
Tratamento de água e esgoto
Tratamento de água e esgotoTratamento de água e esgoto
Tratamento de água e esgoto
 

Último

UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
Manuais Formação
 
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIALA GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
ArapiracaNoticiasFat
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Falcão Brasil
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
MariaJooSilva58
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdfEscola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Falcão Brasil
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Bibliotecas Escolares AEIDH
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Falcão Brasil
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Falcão Brasil
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
Marcelo Botura
 
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
Falcão Brasil
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Luzia Gabriele
 

Último (20)

UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
 
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIALA GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdfEscola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
 
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
 

Cosmologia - Sistema Solar - Origem do sol e suas características

  • 2.  O sol e o Sistema Solar tiveram origem há 4,5 bilhões de anos a partir de uma nuvem de gás e poeira (Nuvem solar Primitiva) que girava ao redor de si mesma. Sob a ação de seu seu próprio peso, essa nuvem se achatou, transformando-se num disco, em cujo centro formou-se o sol. Dentro desse disco, iniciou-se um processo de aglomeração de materiais sólidos, que, ao sofrer colisões entre si, deram lugar a corpos cada vez maiores, os outros planetas.  A composição de tais aglomerados relacionava-se com a distância que havia entre eles e o sol. Longe do astro, onde a temperatura era muito baixa, os planetas possuem muito mais matéria gasosa do que sólida, é o caso de Júpiter, Saturno, Urano e Netuno. Os planetas perto dele, ao contrário, o gelo evaporou, restando apenas rochas e metais, é o caso de Mercúrio, Vênus, Terra e Marte.
  • 4.  Formado há aproximadamente 5 bilhões de anos.  O diâmetro de aproximadamente 1.4 milhão de quilômetros.  A distância entre a Terra e o Sol é de aproximadamente 150 milhões de quilômetros.  A temperatura média no núcleo chega a 15.000.000 ºC. Nesta parte mais interior da estrela, ocorrem reações químicas como, por exemplo, a fusão entre átomos de hidrogênio.  É composto principalmente por hidrogênio 73% e hélio 25%, além de ferro, níquel, oxigênio, silício, carbono, nitrogênio, enxofre, etc. Sua temperatura varia, podendo atingir até 5.505 º C na superfície.
  • 5. Núcleo: registra as maiores temperaturas do Sol, sendo a única parte onde há produção de energia em grande quantidade através de reações como a fusão. Fotosfera: é a camada composta por estruturas bem pequenas, chamadas de grânulos. Ela tem a aparência um líquido em ebulição (passagem do estado líquido para o gasoso). Cromosfera: é uma camada de gás composta principalmente por hidrogênio e hélio. Normalmente não é visível, pois a radiação emitida é mais fraca que a da fotosfera. É aquecida pela energia fornecida pela fotosfera. Coroa: é a parte externa do Sol, onde aparecem as nuvens de gás brilhante oriundas da cromosfera. Essa é camada mais rarefeita do Sol.
  • 7.  A cada ciclo de 11 anos, o Sol passa por período de extrema agitação, enviando para terra tempestades solares. Carregadas de eletricidade, estas tempestades acabam influenciando nos sistemas eletrônicos, redes de energia, computadores, aparelhos eletrônicos, sistemas de comunicação de aviões e navios e satélites. Estas ondas de energia e eletricidade chegam a criar as conhecidas aurora boreal e austral. O ar brilha nas regiões próximas aos polos magnéticos da Terra, gerando um espetáculo de luzes e cores nos céus. Tempestades Solares
  • 8. Diagrama da cadeia próton-próton, o ciclo de fusão nuclear que gera a maior parte da energia do Sol. Produção de energia Exemplo de fusão nuclear, sendo o processo de transmutação do hidrogênio(H) em hélio(He), dois próton de cor vermelha e dois nêutron de cor amarela. Cadeia Protón-Prontón: Processo da junção de hidrogênio(prótio, deutério e trítio) em hélio(4He, dois prótons + dois nêutrons) que liberar energia para manter a estrela contra a imensa compressão da gravidade. Esse fenômeno é natural e ocorre em todas as estrelas, porém este processo é extremamente comum nas estrelas do tipo do sol ou menores.