SlideShare uma empresa Scribd logo
Era uma vez uma velha muito velha, mãe de muitos filhos e avó de muitos netos. Vivia numa casa
escondida na floresta, e sabia como ninguém fazer pão-de-ló, arroz-doce, coscorões e papas de farinha com
mel.
De vez em quando, um dos seus muitos filhos batia-lhe à porta e dizia-lhe:
Nós te fizemos
outra vez avó,
nós te fizemos
avó outra vez:
leva pão-de-ló
para o baptizado
que é no fim do mês.
Então a velha passava trinta dias e trinta noites junto do fogão a fazer pão-de-ló, arroz-doce,
coscorões e papas de farinha com mel (…)
(…) e no dia aprazado metia tudo dentro de uma cesta, agarrava-se ao cajado – que os anos já
pesavam - , atravessava a floresta e ia até à aldeia, para o baptizado de mais um neto.
Ainda mal acabara de passar a primeira clareira da floresta quando o lobo lhe salta ao caminho,
gritando:
Velha, velhinha
velha, velhão
como-te inteirinha
com cesta e bordão!
Tremendo, tremendo, tremendo de medo, a velha respondeu:
Eu estou tão magrinha,
nem terei sabor!
Deixa-me ir à festa,
voltarei melhor,
com a barriga cheia
de mel e farinha
poderás então
comer-me inteirinha
com cesta e bordão!
Tão assustada ia a velha pelo caminho fora que nem reparou num vendedor de cabaças que dela se
aproximava, perguntando:
Onde vais, velhinha,
assim tão curvada,
que foi que te pôs
assim assustada?

Vou ao baptizado
de mais um netinho,
vou cheia de medo
e não acho padrinho.
(…) O velho conversou uns minutos com as suas cabaças, e depois ofereceu-se para padrinho (…)
Corre, corre, cabacinha
Baptizado foi o neto, e a tarde se passou em danças e folias, com muito pão-de-ló, arroz-doce,
coscorões e papas de farinha com mel.
Quando o Sol desapareceu nas montanhas, o velho foi então buscar uma das suas cabaças, a maior
de todas, a mais redondinha e amarela, e disse à velha que se metesse lá dentro e fosse a rolar pelo caminho
fora até casa, sem nunca parar.
Ó cabaça, cabacinha
amarela, redondinha,
não viste no teu caminho
uma velha mirradinha?
Não vi velha nem velhinha
não vi velha nem velhão
corre, corre, cabacinha
corre, corre, cabação.
Gorda ou magra, tanto faz,
Se velha não tenho, tu me bastará
E com um salto preparava-se para lhe cair em cima quando a cabaça (…) entrando de rompante pela
casa dentro, deixando o lobo a perder de vista.

Logo a velha para fora da cabaça pulou, a porta trancou e de alegria bailou.
E quando, meses depois, outro dos seus filhos lhe bateu à porta para lhe anunciar o nascimento de
mais outro neto, ainda ela cantava:
Não vi velha nem velhinha
Não vi velha nem velhão
Corre, corre, cabacinha
Corre, corre, cabação.

Corre, Corre, Cabacinha
Alice Vieira
(adaptado)
Corre, corre, cabacinha

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Chapeuzinho Vermelho Infantil 1 B 2015
Chapeuzinho Vermelho Infantil 1 B 2015Chapeuzinho Vermelho Infantil 1 B 2015
Chapeuzinho Vermelho Infantil 1 B 2015
ColegioCanarinho
 
Os sapatinhos encantados
Os sapatinhos encantadosOs sapatinhos encantados
Os sapatinhos encantados
Maria Manuela Torres Paredes
 
Hist. InêS E ConceiçãO
Hist. InêS E ConceiçãOHist. InêS E ConceiçãO
Hist. InêS E ConceiçãO
Bruno Reimão
 
Hora do conto- Novembro 2015
Hora do conto-  Novembro 2015Hora do conto-  Novembro 2015
Hora do conto- Novembro 2015
António Pires
 
A velha e os lobos
A velha e os lobosA velha e os lobos
A velha e os lobos
Adélia José
 
Em santa vitória do ameixial
Em santa vitória do ameixialEm santa vitória do ameixial
Em santa vitória do ameixial
ammally ammally
 
Projeto Chapeuzinho Vermelho
Projeto Chapeuzinho VermelhoProjeto Chapeuzinho Vermelho
Projeto Chapeuzinho Vermelho
Cirlei Santos
 
Ficha de trabalho e conto integral
Ficha de trabalho e conto integralFicha de trabalho e conto integral
Ficha de trabalho e conto integral
Maria Manuela Torres Paredes
 
O cao e a raposa
O cao e a raposaO cao e a raposa
O cao e a raposa
manuelaborges
 
Branca De Neve
Branca De NeveBranca De Neve
Branca De Neve
CJM
 
Um conto de Natal
Um conto de NatalUm conto de Natal
Um conto de Natal
Mensagens Virtuais
 
Teatro menina bonita do laço de fita
Teatro menina bonita do laço de fitaTeatro menina bonita do laço de fita
Teatro menina bonita do laço de fita
Mare Zoé Machado
 
Reescrita de Contos
Reescrita de ContosReescrita de Contos
Reescrita de Contos
SHEILA MONTEIRO
 
A menina do chapelinho vermelho
 A menina do chapelinho vermelho A menina do chapelinho vermelho
A menina do chapelinho vermelho
Maria Manuela Torres Paredes
 
Cinderela
CinderelaCinderela
Cinderela
Carol Guedes
 
Nx zero e chapeuzinho[1]
Nx zero e chapeuzinho[1]Nx zero e chapeuzinho[1]
Nx zero e chapeuzinho[1]
sallesz
 
Chapeuzinho vermelho alunos
Chapeuzinho vermelho alunosChapeuzinho vermelho alunos
Chapeuzinho vermelho alunos
Franciane Giomo
 
A verdade sobre os contos de fadas e outros arquivos relacionados
A verdade sobre os contos de fadas e outros arquivos relacionadosA verdade sobre os contos de fadas e outros arquivos relacionados
A verdade sobre os contos de fadas e outros arquivos relacionados
Renata Maria
 
Menina bonita do laço de fita Escola Municipal Professora Auxiliadora Paiva
Menina bonita do laço de fita  Escola Municipal Professora Auxiliadora PaivaMenina bonita do laço de fita  Escola Municipal Professora Auxiliadora Paiva
Menina bonita do laço de fita Escola Municipal Professora Auxiliadora Paiva
Auxiliadora Paiva
 

Mais procurados (19)

Chapeuzinho Vermelho Infantil 1 B 2015
Chapeuzinho Vermelho Infantil 1 B 2015Chapeuzinho Vermelho Infantil 1 B 2015
Chapeuzinho Vermelho Infantil 1 B 2015
 
Os sapatinhos encantados
Os sapatinhos encantadosOs sapatinhos encantados
Os sapatinhos encantados
 
Hist. InêS E ConceiçãO
Hist. InêS E ConceiçãOHist. InêS E ConceiçãO
Hist. InêS E ConceiçãO
 
Hora do conto- Novembro 2015
Hora do conto-  Novembro 2015Hora do conto-  Novembro 2015
Hora do conto- Novembro 2015
 
A velha e os lobos
A velha e os lobosA velha e os lobos
A velha e os lobos
 
Em santa vitória do ameixial
Em santa vitória do ameixialEm santa vitória do ameixial
Em santa vitória do ameixial
 
Projeto Chapeuzinho Vermelho
Projeto Chapeuzinho VermelhoProjeto Chapeuzinho Vermelho
Projeto Chapeuzinho Vermelho
 
Ficha de trabalho e conto integral
Ficha de trabalho e conto integralFicha de trabalho e conto integral
Ficha de trabalho e conto integral
 
O cao e a raposa
O cao e a raposaO cao e a raposa
O cao e a raposa
 
Branca De Neve
Branca De NeveBranca De Neve
Branca De Neve
 
Um conto de Natal
Um conto de NatalUm conto de Natal
Um conto de Natal
 
Teatro menina bonita do laço de fita
Teatro menina bonita do laço de fitaTeatro menina bonita do laço de fita
Teatro menina bonita do laço de fita
 
Reescrita de Contos
Reescrita de ContosReescrita de Contos
Reescrita de Contos
 
A menina do chapelinho vermelho
 A menina do chapelinho vermelho A menina do chapelinho vermelho
A menina do chapelinho vermelho
 
Cinderela
CinderelaCinderela
Cinderela
 
Nx zero e chapeuzinho[1]
Nx zero e chapeuzinho[1]Nx zero e chapeuzinho[1]
Nx zero e chapeuzinho[1]
 
Chapeuzinho vermelho alunos
Chapeuzinho vermelho alunosChapeuzinho vermelho alunos
Chapeuzinho vermelho alunos
 
A verdade sobre os contos de fadas e outros arquivos relacionados
A verdade sobre os contos de fadas e outros arquivos relacionadosA verdade sobre os contos de fadas e outros arquivos relacionados
A verdade sobre os contos de fadas e outros arquivos relacionados
 
Menina bonita do laço de fita Escola Municipal Professora Auxiliadora Paiva
Menina bonita do laço de fita  Escola Municipal Professora Auxiliadora PaivaMenina bonita do laço de fita  Escola Municipal Professora Auxiliadora Paiva
Menina bonita do laço de fita Escola Municipal Professora Auxiliadora Paiva
 

Semelhante a Corre, corre, cabacinha

Mundo fabuloso
Mundo fabulosoMundo fabuloso
Mundo fabuloso
CrisBiagio
 
114836076 interpretacao-de-conto-fita-verde-no-cabelo
114836076 interpretacao-de-conto-fita-verde-no-cabelo114836076 interpretacao-de-conto-fita-verde-no-cabelo
114836076 interpretacao-de-conto-fita-verde-no-cabelo
Maiara Siqueira
 
Maria castanha com a historia dos duendes
Maria castanha com a historia dos duendesMaria castanha com a historia dos duendes
Maria castanha com a historia dos duendes
zemeira
 
Letras com rugas
Letras com rugasLetras com rugas
Letras com rugas
Biblioteca Escolar Portel
 
Maria castanha(história)
Maria castanha(história)Maria castanha(história)
Maria castanha(história)
labeques
 
A menina do capuchinho vermelho no século xxi
A menina do capuchinho vermelho no século xxiA menina do capuchinho vermelho no século xxi
A menina do capuchinho vermelho no século xxi
Fernanda Sousa
 
Chapeuzinho Vermelho
Chapeuzinho VermelhoChapeuzinho Vermelho
Chapeuzinho Vermelho
ANDRÉA FERREIRA
 
Maria Castanha
Maria CastanhaMaria Castanha
O velho, o menino e o burro livro virtual
O velho, o menino e o burro   livro virtualO velho, o menino e o burro   livro virtual
O velho, o menino e o burro livro virtual
Madalena Dos Santos Alfredo
 
Contos Tradicionais
Contos TradicionaisContos Tradicionais
Contos Tradicionais
bibliotecasalir
 
A bela e a fera
A bela e a feraA bela e a fera
A bela e a fera
Sérgio Lima
 
Teatro maria castanha_duendes(2)
Teatro maria castanha_duendes(2)Teatro maria castanha_duendes(2)
Teatro maria castanha_duendes(2)
Mara Pinto
 
Maria Castanha
Maria CastanhaMaria Castanha
Maria Castanha
Aida Graça
 
Histórias de Natal
Histórias de NatalHistórias de Natal
Histórias de Natal
BibliotecadaEscoladaPonte
 
Livro digital folclore professora suse mendes
Livro digital folclore professora suse mendesLivro digital folclore professora suse mendes
Livro digital folclore professora suse mendes
Susete Rodrigues Mendes
 
Ativ17 escrita de conto
Ativ17 escrita de contoAtiv17 escrita de conto
Ativ17 escrita de conto
kle123
 
Apresentação2
Apresentação2Apresentação2
Apresentação2
Tiagoviegas
 
Os contos do 5.º E
Os contos  do 5.º EOs contos  do 5.º E
Os contos do 5.º E
cristinapedrogao
 
Apresentação marcelina 2
Apresentação marcelina 2Apresentação marcelina 2
Apresentação marcelina 2
Ana Lúcia Freilão Água
 
Menina Bonita do Laço de Fita
Menina Bonita do Laço de Fita  Menina Bonita do Laço de Fita
Menina Bonita do Laço de Fita
Luciana Carvalho
 

Semelhante a Corre, corre, cabacinha (20)

Mundo fabuloso
Mundo fabulosoMundo fabuloso
Mundo fabuloso
 
114836076 interpretacao-de-conto-fita-verde-no-cabelo
114836076 interpretacao-de-conto-fita-verde-no-cabelo114836076 interpretacao-de-conto-fita-verde-no-cabelo
114836076 interpretacao-de-conto-fita-verde-no-cabelo
 
Maria castanha com a historia dos duendes
Maria castanha com a historia dos duendesMaria castanha com a historia dos duendes
Maria castanha com a historia dos duendes
 
Letras com rugas
Letras com rugasLetras com rugas
Letras com rugas
 
Maria castanha(história)
Maria castanha(história)Maria castanha(história)
Maria castanha(história)
 
A menina do capuchinho vermelho no século xxi
A menina do capuchinho vermelho no século xxiA menina do capuchinho vermelho no século xxi
A menina do capuchinho vermelho no século xxi
 
Chapeuzinho Vermelho
Chapeuzinho VermelhoChapeuzinho Vermelho
Chapeuzinho Vermelho
 
Maria Castanha
Maria CastanhaMaria Castanha
Maria Castanha
 
O velho, o menino e o burro livro virtual
O velho, o menino e o burro   livro virtualO velho, o menino e o burro   livro virtual
O velho, o menino e o burro livro virtual
 
Contos Tradicionais
Contos TradicionaisContos Tradicionais
Contos Tradicionais
 
A bela e a fera
A bela e a feraA bela e a fera
A bela e a fera
 
Teatro maria castanha_duendes(2)
Teatro maria castanha_duendes(2)Teatro maria castanha_duendes(2)
Teatro maria castanha_duendes(2)
 
Maria Castanha
Maria CastanhaMaria Castanha
Maria Castanha
 
Histórias de Natal
Histórias de NatalHistórias de Natal
Histórias de Natal
 
Livro digital folclore professora suse mendes
Livro digital folclore professora suse mendesLivro digital folclore professora suse mendes
Livro digital folclore professora suse mendes
 
Ativ17 escrita de conto
Ativ17 escrita de contoAtiv17 escrita de conto
Ativ17 escrita de conto
 
Apresentação2
Apresentação2Apresentação2
Apresentação2
 
Os contos do 5.º E
Os contos  do 5.º EOs contos  do 5.º E
Os contos do 5.º E
 
Apresentação marcelina 2
Apresentação marcelina 2Apresentação marcelina 2
Apresentação marcelina 2
 
Menina Bonita do Laço de Fita
Menina Bonita do Laço de Fita  Menina Bonita do Laço de Fita
Menina Bonita do Laço de Fita
 

Mais de profigor

Números racionais não negativos com o cuisinaire
Números racionais não negativos com o cuisinaireNúmeros racionais não negativos com o cuisinaire
Números racionais não negativos com o cuisinaire
profigor
 
Iamagem luisa
Iamagem luisaIamagem luisa
Iamagem luisa
profigor
 
Trabalho de Texto - O meu Natal parte 2
Trabalho de Texto - O meu Natal parte 2Trabalho de Texto - O meu Natal parte 2
Trabalho de Texto - O meu Natal parte 2
profigor
 
Trabalho de Texto - O Meu Natal
Trabalho de Texto - O Meu NatalTrabalho de Texto - O Meu Natal
Trabalho de Texto - O Meu Natal
profigor
 
Campo de Férias
Campo de FériasCampo de Férias
Campo de Férias
profigor
 
A flor vai ver o mar (digitalização)
A flor vai ver o mar (digitalização)A flor vai ver o mar (digitalização)
A flor vai ver o mar (digitalização)
profigor
 
A história do pedrito coelho (blogue)
A história do pedrito coelho  (blogue)A história do pedrito coelho  (blogue)
A história do pedrito coelho (blogue)
profigor
 
A história do pedrito coelho (blogue)
A história do pedrito coelho  (blogue)A história do pedrito coelho  (blogue)
A história do pedrito coelho (blogue)
profigor
 
Blocos lógicos - parte 3
Blocos lógicos - parte 3Blocos lógicos - parte 3
Blocos lógicos - parte 3
profigor
 
Antes ou depois
Antes ou depoisAntes ou depois
Antes ou depois
profigor
 
Blocos lógicos (alterado)
Blocos lógicos (alterado)Blocos lógicos (alterado)
Blocos lógicos (alterado)
profigor
 
Blocos lógicos
Blocos lógicosBlocos lógicos
Blocos lógicos
profigor
 
O gráfico das nossas alturas
O gráfico das nossas alturasO gráfico das nossas alturas
O gráfico das nossas alturas
profigor
 
Joaninhas, contagens
Joaninhas, contagensJoaninhas, contagens
Joaninhas, contagens
profigor
 
Mascotes da turma - 4.º A
Mascotes da turma - 4.º AMascotes da turma - 4.º A
Mascotes da turma - 4.º A
profigor
 
A abelha pica pica
A abelha pica picaA abelha pica pica
A abelha pica pica
profigor
 
Historia de Portugal
Historia de PortugalHistoria de Portugal
Historia de Portugal
profigor
 
Entrevista ao meu pai
Entrevista ao meu paiEntrevista ao meu pai
Entrevista ao meu pai
profigor
 
Humberto, Victor e Rodrigo a Europa
Humberto, Victor e Rodrigo a EuropaHumberto, Victor e Rodrigo a Europa
Humberto, Victor e Rodrigo a Europa
profigor
 

Mais de profigor (20)

Números racionais não negativos com o cuisinaire
Números racionais não negativos com o cuisinaireNúmeros racionais não negativos com o cuisinaire
Números racionais não negativos com o cuisinaire
 
Iamagem luisa
Iamagem luisaIamagem luisa
Iamagem luisa
 
Trabalho de Texto - O meu Natal parte 2
Trabalho de Texto - O meu Natal parte 2Trabalho de Texto - O meu Natal parte 2
Trabalho de Texto - O meu Natal parte 2
 
Trabalho de Texto - O Meu Natal
Trabalho de Texto - O Meu NatalTrabalho de Texto - O Meu Natal
Trabalho de Texto - O Meu Natal
 
Campo de Férias
Campo de FériasCampo de Férias
Campo de Férias
 
A flor vai ver o mar (digitalização)
A flor vai ver o mar (digitalização)A flor vai ver o mar (digitalização)
A flor vai ver o mar (digitalização)
 
A história do pedrito coelho (blogue)
A história do pedrito coelho  (blogue)A história do pedrito coelho  (blogue)
A história do pedrito coelho (blogue)
 
A história do pedrito coelho (blogue)
A história do pedrito coelho  (blogue)A história do pedrito coelho  (blogue)
A história do pedrito coelho (blogue)
 
carnaval
carnavalcarnaval
carnaval
 
Blocos lógicos - parte 3
Blocos lógicos - parte 3Blocos lógicos - parte 3
Blocos lógicos - parte 3
 
Antes ou depois
Antes ou depoisAntes ou depois
Antes ou depois
 
Blocos lógicos (alterado)
Blocos lógicos (alterado)Blocos lógicos (alterado)
Blocos lógicos (alterado)
 
Blocos lógicos
Blocos lógicosBlocos lógicos
Blocos lógicos
 
O gráfico das nossas alturas
O gráfico das nossas alturasO gráfico das nossas alturas
O gráfico das nossas alturas
 
Joaninhas, contagens
Joaninhas, contagensJoaninhas, contagens
Joaninhas, contagens
 
Mascotes da turma - 4.º A
Mascotes da turma - 4.º AMascotes da turma - 4.º A
Mascotes da turma - 4.º A
 
A abelha pica pica
A abelha pica picaA abelha pica pica
A abelha pica pica
 
Historia de Portugal
Historia de PortugalHistoria de Portugal
Historia de Portugal
 
Entrevista ao meu pai
Entrevista ao meu paiEntrevista ao meu pai
Entrevista ao meu pai
 
Humberto, Victor e Rodrigo a Europa
Humberto, Victor e Rodrigo a EuropaHumberto, Victor e Rodrigo a Europa
Humberto, Victor e Rodrigo a Europa
 

Último

Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Bibliotecas Escolares AEIDH
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
Falcão Brasil
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Falcão Brasil
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
portaladministradores
 
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
Falcão Brasil
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
MariaJooSilva58
 
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Falcão Brasil
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
Ceiça Martins Vital
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Correio Aéreo Nacional (CAN) e Aviação de Transporte na FAB.pdf
Correio Aéreo Nacional (CAN) e Aviação de Transporte na FAB.pdfCorreio Aéreo Nacional (CAN) e Aviação de Transporte na FAB.pdf
Correio Aéreo Nacional (CAN) e Aviação de Transporte na FAB.pdf
Falcão Brasil
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
Manuais Formação
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdfAula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
ProfessoraSilmaraArg
 
reforma trabalhista - direto e deveresss
reforma trabalhista - direto e deveresssreforma trabalhista - direto e deveresss
reforma trabalhista - direto e deveresss
adequacaocontabil
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
 
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
 
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
Correio Aéreo Nacional (CAN) e Aviação de Transporte na FAB.pdf
Correio Aéreo Nacional (CAN) e Aviação de Transporte na FAB.pdfCorreio Aéreo Nacional (CAN) e Aviação de Transporte na FAB.pdf
Correio Aéreo Nacional (CAN) e Aviação de Transporte na FAB.pdf
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdfAula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
 
reforma trabalhista - direto e deveresss
reforma trabalhista - direto e deveresssreforma trabalhista - direto e deveresss
reforma trabalhista - direto e deveresss
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 

Corre, corre, cabacinha

  • 1. Era uma vez uma velha muito velha, mãe de muitos filhos e avó de muitos netos. Vivia numa casa escondida na floresta, e sabia como ninguém fazer pão-de-ló, arroz-doce, coscorões e papas de farinha com mel. De vez em quando, um dos seus muitos filhos batia-lhe à porta e dizia-lhe: Nós te fizemos outra vez avó, nós te fizemos avó outra vez: leva pão-de-ló para o baptizado que é no fim do mês. Então a velha passava trinta dias e trinta noites junto do fogão a fazer pão-de-ló, arroz-doce, coscorões e papas de farinha com mel (…)
  • 2. (…) e no dia aprazado metia tudo dentro de uma cesta, agarrava-se ao cajado – que os anos já pesavam - , atravessava a floresta e ia até à aldeia, para o baptizado de mais um neto. Ainda mal acabara de passar a primeira clareira da floresta quando o lobo lhe salta ao caminho, gritando: Velha, velhinha velha, velhão como-te inteirinha com cesta e bordão! Tremendo, tremendo, tremendo de medo, a velha respondeu: Eu estou tão magrinha, nem terei sabor! Deixa-me ir à festa, voltarei melhor, com a barriga cheia de mel e farinha poderás então comer-me inteirinha com cesta e bordão!
  • 3. Tão assustada ia a velha pelo caminho fora que nem reparou num vendedor de cabaças que dela se aproximava, perguntando: Onde vais, velhinha, assim tão curvada, que foi que te pôs assim assustada? Vou ao baptizado de mais um netinho, vou cheia de medo e não acho padrinho. (…) O velho conversou uns minutos com as suas cabaças, e depois ofereceu-se para padrinho (…)
  • 5. Baptizado foi o neto, e a tarde se passou em danças e folias, com muito pão-de-ló, arroz-doce, coscorões e papas de farinha com mel.
  • 6. Quando o Sol desapareceu nas montanhas, o velho foi então buscar uma das suas cabaças, a maior de todas, a mais redondinha e amarela, e disse à velha que se metesse lá dentro e fosse a rolar pelo caminho fora até casa, sem nunca parar. Ó cabaça, cabacinha amarela, redondinha, não viste no teu caminho uma velha mirradinha? Não vi velha nem velhinha não vi velha nem velhão corre, corre, cabacinha corre, corre, cabação. Gorda ou magra, tanto faz, Se velha não tenho, tu me bastará
  • 7. E com um salto preparava-se para lhe cair em cima quando a cabaça (…) entrando de rompante pela casa dentro, deixando o lobo a perder de vista. Logo a velha para fora da cabaça pulou, a porta trancou e de alegria bailou. E quando, meses depois, outro dos seus filhos lhe bateu à porta para lhe anunciar o nascimento de mais outro neto, ainda ela cantava: Não vi velha nem velhinha Não vi velha nem velhão Corre, corre, cabacinha Corre, corre, cabação. Corre, Corre, Cabacinha Alice Vieira (adaptado)