SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 6
Baixar para ler offline
                  
C O N V I T EC O N V I T E
AUDIÊNCIA PÚBLICA ORDINÁRIA do FID nº 95AUDIÊNCIA PÚBLICA ORDINÁRIA do FID nº 95
FÓRUM DE DEFESA DOS IDOSOS E DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIAFÓRUM DE DEFESA DOS IDOSOS E DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA
DATA/HORA: 5 de junho de 2014 às 15:00 h
LOCAL/ENDEREÇO: Auditório Principal da Procuradoria Geral
de Justiça do Ceará, Rua Assunção, 1.100 - Fortaleza/CE
Temas:Temas:
- Forma de continuidade das contribuições do FID para
com o MP, com sugestões dos membros do FID e dos
Exmos. Promotores e Promotoras de Defesa do Idoso e da
Pessoa com Deficiência do MP do Estado do Ceará
- Análise de resposta da ETUFOR ao FID sobre os Táxis
Adaptados em Fortaleza
A missão do FID é ouvir a sociedade nas suas diferentes instâncias, especialmente do segmento de idosos e das
pessoas com deficiências, indicando as fontes de solução e fomentando a abertura de caminhos dentro da
legalidade, da ética e dos direitos humanos; promovendo para isso alianças com o poder público no âmbito federal,
estadual e municipal; com entidades de classe e de profissionais, com movimentos sociais e com a sociedade civil
– e outras de nível internacional; ajudando no processo de inclusão; sensibilizando e conscientizando o mais
amplo espectro da sociedade.
                  
Pauta e Horários:Pauta e Horários:
 15 h - Abertura, apresentação dos temas e formação da mesa
diretora dos trabalhos - Tempo 15 minutos
 15 h e 20 min - Momento Cultural – Coordenação Paulo
Zornitta – FID / Movimento Green Wave, com apresentação do
Livro Acessível - Tempo 20 minutos
 15 h e 40 min – Debate com os Exmos. Promotores e Promotoras
das Promotorias de Defesa do Idoso e da Pessoa com Deficiência
do MP sobre a forma de continuidade da interação e
contribuições do FID para com o MP
 17 h e 40 min - Assuntos gerais – Tempo 15 minutos
 17 h e 50 h - Encerramento
Argumentação e objetivos do EventoArgumentação e objetivos do Evento
O FID é uma instância democrática de demanda de direitos, que
funciona com a participação voluntária dos diversos representantes das
entidades, movimentos e pessoas; o qual vem contribuindo através dessa
A missão do FID é ouvir a sociedade nas suas diferentes instâncias, especialmente do segmento de idosos e das
pessoas com deficiências, indicando as fontes de solução e fomentando a abertura de caminhos dentro da
legalidade, da ética e dos direitos humanos; promovendo para isso alianças com o poder público no âmbito federal,
estadual e municipal; com entidades de classe e de profissionais, com movimentos sociais e com a sociedade civil
– e outras de nível internacional; ajudando no processo de inclusão; sensibilizando e conscientizando o mais
amplo espectro da sociedade.
                  
instância democrática para encurtar caminhos, acelerar o processo de
inclusão; poupando recursos públicos para a solução das demandas.
O FID foi idealizado e coordenado desde a sua criação, em 2006, pelo
Exmo. Dr. Luiz Eduardo dos Santos, o qual aquela época era Promotor
de Justiça do Idoso e da Pessoa com Deficiência junto ao MPCE e sempre
funcionou como uma instância de participação democrática destas
entidades que o compõe e como uma interface entre os segmentos de
pessoas com deficiência e dos idosos, com o MP, que é considerado como
importante e última instância de defesa dos interesses sociais difusos da
sociedade e da legalidade e, através dele e das suas prerrogativas, com
todas as outras instâncias dos demais poderes instituídos.
O FID tem sido um importante elo e exemplo de ausculta e encaminhamento
das demandas dos segmentos que representa ao MP e demais poderes
instituídos, em função dos seus objetivos e missões. De forma inovadora e
exemplar, o FID tem sido albergado e ouvido pelo MP do Ceará, que segundo
a carta magna da nação:
O Ministério Público é uma instituição permanente, essencial à
função jurisdicional do Estado, incumbindo-lhe a defesa da
ordem jurídica, do regime democrático e dos interesses sociais
e individuais indisponíveis (CF, art. 127)
A missão do FID é ouvir a sociedade nas suas diferentes instâncias, especialmente do segmento de idosos e das
pessoas com deficiências, indicando as fontes de solução e fomentando a abertura de caminhos dentro da
legalidade, da ética e dos direitos humanos; promovendo para isso alianças com o poder público no âmbito federal,
estadual e municipal; com entidades de classe e de profissionais, com movimentos sociais e com a sociedade civil
– e outras de nível internacional; ajudando no processo de inclusão; sensibilizando e conscientizando o mais
amplo espectro da sociedade.
                  
As prerrogativas do MP e a sua importância é percebida pela sociedade
e por isso foi defendida por ela na luta contra a PEC 37, que lhe
retiraria os poderes investigativos, dentre outros e o FID foi um
importante parceiro dessa conquista no Estado do Ceará.
Entretanto, a importância do FID, assim como a importância de outros
Fóruns, perpassa os limites do MP e de qualquer outra instituição
pública, pois representa a vontade dos segmentos representados de forma
independente, democrática e legal pois busca tão somente a participação
cidadã e a contribuição social sem qualquer tipo de retribuição ou
benefícios, para a defesa dos segmentos que representa.
Tem trazido relevantes serviços ao Estado e hoje o FID participa de um
processo estruturado de interiorização das ações, através de uma rede de
entidades para a sensibilização sobre os direitos dos idosos e das PCDs
(com apresentação de trabalho sobre acessibilidade arquitetônica e
urbanística), que atinge todos os municípios cearenses e suas macro
regiões e reúne de 150 a 300 pessoas por evento, de todas as instâncias e
poderes – executivo, legislativo e judiciário – e da sociedade. Essa Rede
de Entidades, coordenada pela APRECE e APDMCE, já esteve com esta
ação em Acaraú, Brejo Santo, Maracanaú, Cascavel, Nova Russas e
ainda percorrerá outras 4 macro regiões até agosto deste ano.
A missão do FID é ouvir a sociedade nas suas diferentes instâncias, especialmente do segmento de idosos e das
pessoas com deficiências, indicando as fontes de solução e fomentando a abertura de caminhos dentro da
legalidade, da ética e dos direitos humanos; promovendo para isso alianças com o poder público no âmbito federal,
estadual e municipal; com entidades de classe e de profissionais, com movimentos sociais e com a sociedade civil
– e outras de nível internacional; ajudando no processo de inclusão; sensibilizando e conscientizando o mais
amplo espectro da sociedade.
                  
Os benefícios diretos para os municípios são imediatos e os benefícios
futuros, imensuráveis, pois levam o conhecimento e a experiência destas
entidades, de anos de anteriores e bem sucedidas iniciativas.
O FID se propõe a novos paradigmas de integração de esforços para
encurtar a distância, detectando os problemas e apontando os caminhos
de forma desburocratizada e mais rápida para atender as agruras dos
segmentos que representa, economizando tempo, energia dos agentes e
recursos dos entes públicos.
No intuito de continuar contribuindo com o MP, nessa 95ª audiência, o
FID, contará com a participação dos Exmos e Exmas Procuradores e
Procuradoras de defesa do Idoso e da PCD, para vislumbrar as formas de
de interação do FID com o MP dentro dos objetivos, missões e
prerrogativas sociais e legais.
Na mesma oportunidade e evento, o FID analisará documento recebido
da ETUFOR, sobre a problemática dos Táxis Adaptados de Fortaleza e as
sugestões do FID para saná-los e que já foi pauta de outras 3 anteriores
audiências públicas do FID.
Durante o mesmo evento e nesta 95ª reunião, serão expostas algumas
imagens sobre o tema acessibilidade urbana e meio ambiente do projeto
PHOTO IN PET em referência a SEMANA DO MEIO AMBIENTE.
A missão do FID é ouvir a sociedade nas suas diferentes instâncias, especialmente do segmento de idosos e das
pessoas com deficiências, indicando as fontes de solução e fomentando a abertura de caminhos dentro da
legalidade, da ética e dos direitos humanos; promovendo para isso alianças com o poder público no âmbito federal,
estadual e municipal; com entidades de classe e de profissionais, com movimentos sociais e com a sociedade civil
– e outras de nível internacional; ajudando no processo de inclusão; sensibilizando e conscientizando o mais
amplo espectro da sociedade.
                  
– Venha e traga suas sugestões. Sua participação é fundamental.
– Confirme participação e encaminhe sugestões pelo e-mail
forum.fid@gmail.com
]
Cordialmente,
FID Comunicação
Paulo Zornitta / Fernando Zornitta
przornitta@hotmail.com / fzornitta@hotmail.com
A missão do FID é ouvir a sociedade nas suas diferentes instâncias, especialmente do segmento de idosos e das
pessoas com deficiências, indicando as fontes de solução e fomentando a abertura de caminhos dentro da
legalidade, da ética e dos direitos humanos; promovendo para isso alianças com o poder público no âmbito federal,
estadual e municipal; com entidades de classe e de profissionais, com movimentos sociais e com a sociedade civil
– e outras de nível internacional; ajudando no processo de inclusão; sensibilizando e conscientizando o mais
amplo espectro da sociedade.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Carta programa psdb pirituba 2011 2012
Carta programa psdb pirituba 2011   2012Carta programa psdb pirituba 2011   2012
Carta programa psdb pirituba 2011 2012Psdb Pirituba Pirituba
 
2ª Conferência Regional de Políticas Publícas e Direitos Humanos LGBT Do Oest...
2ª Conferência Regional de Políticas Publícas e Direitos Humanos LGBT Do Oest...2ª Conferência Regional de Políticas Publícas e Direitos Humanos LGBT Do Oest...
2ª Conferência Regional de Políticas Publícas e Direitos Humanos LGBT Do Oest...DiversidadeSexualSP
 
Finalmente Surubim aprova lei que cria o Conselho Municipal da Juventude
Finalmente Surubim aprova lei que cria o Conselho Municipal da JuventudeFinalmente Surubim aprova lei que cria o Conselho Municipal da Juventude
Finalmente Surubim aprova lei que cria o Conselho Municipal da JuventudeAniervson Santos
 
ESTADO DE DIREITO - 40 EDIÇÃO
ESTADO DE DIREITO - 40 EDIÇÃOESTADO DE DIREITO - 40 EDIÇÃO
ESTADO DE DIREITO - 40 EDIÇÃOEstadodedireito
 
Manual do Candidato do PSDB 2016
Manual do Candidato do PSDB 2016Manual do Candidato do PSDB 2016
Manual do Candidato do PSDB 2016Paulo Veras
 
Relatório Final da Conferência Municipal LGBT de Araraquara
Relatório Final da Conferência Municipal LGBT de AraraquaraRelatório Final da Conferência Municipal LGBT de Araraquara
Relatório Final da Conferência Municipal LGBT de AraraquaraDiversidadeSexualSP
 
Ficha de trabalho mudança social
Ficha de trabalho mudança socialFicha de trabalho mudança social
Ficha de trabalho mudança socialHelena Cordeiro
 
III Conferência Municipal de Lésbicas,Gays,Bissexuais,Travestis e Transexuais...
III Conferência Municipal de Lésbicas,Gays,Bissexuais,Travestis e Transexuais...III Conferência Municipal de Lésbicas,Gays,Bissexuais,Travestis e Transexuais...
III Conferência Municipal de Lésbicas,Gays,Bissexuais,Travestis e Transexuais...DiversidadeSexualSP
 

Mais procurados (15)

Carta programa psdb pirituba 2011 2012
Carta programa psdb pirituba 2011   2012Carta programa psdb pirituba 2011   2012
Carta programa psdb pirituba 2011 2012
 
Conte Até 10
Conte Até 10Conte Até 10
Conte Até 10
 
Jornal ficha pública 2014
Jornal ficha pública 2014Jornal ficha pública 2014
Jornal ficha pública 2014
 
2ª Conferência Regional de Políticas Publícas e Direitos Humanos LGBT Do Oest...
2ª Conferência Regional de Políticas Publícas e Direitos Humanos LGBT Do Oest...2ª Conferência Regional de Políticas Publícas e Direitos Humanos LGBT Do Oest...
2ª Conferência Regional de Políticas Publícas e Direitos Humanos LGBT Do Oest...
 
Finalmente Surubim aprova lei que cria o Conselho Municipal da Juventude
Finalmente Surubim aprova lei que cria o Conselho Municipal da JuventudeFinalmente Surubim aprova lei que cria o Conselho Municipal da Juventude
Finalmente Surubim aprova lei que cria o Conselho Municipal da Juventude
 
ESTADO DE DIREITO - 40 EDIÇÃO
ESTADO DE DIREITO - 40 EDIÇÃOESTADO DE DIREITO - 40 EDIÇÃO
ESTADO DE DIREITO - 40 EDIÇÃO
 
Manual do Candidato do PSDB 2016
Manual do Candidato do PSDB 2016Manual do Candidato do PSDB 2016
Manual do Candidato do PSDB 2016
 
Relatório Final da Conferência Municipal LGBT de Araraquara
Relatório Final da Conferência Municipal LGBT de AraraquaraRelatório Final da Conferência Municipal LGBT de Araraquara
Relatório Final da Conferência Municipal LGBT de Araraquara
 
Carta aberta pelo pjc
Carta aberta pelo pjcCarta aberta pelo pjc
Carta aberta pelo pjc
 
Cartilha dos direitos do idoso
Cartilha dos direitos do idosoCartilha dos direitos do idoso
Cartilha dos direitos do idoso
 
Informativo_BC_Ed_0.2
Informativo_BC_Ed_0.2Informativo_BC_Ed_0.2
Informativo_BC_Ed_0.2
 
Ouvidoria e Controle Social
Ouvidoria e Controle SocialOuvidoria e Controle Social
Ouvidoria e Controle Social
 
Ficha de trabalho mudança social
Ficha de trabalho mudança socialFicha de trabalho mudança social
Ficha de trabalho mudança social
 
III Conferência Municipal de Lésbicas,Gays,Bissexuais,Travestis e Transexuais...
III Conferência Municipal de Lésbicas,Gays,Bissexuais,Travestis e Transexuais...III Conferência Municipal de Lésbicas,Gays,Bissexuais,Travestis e Transexuais...
III Conferência Municipal de Lésbicas,Gays,Bissexuais,Travestis e Transexuais...
 
Incluir todos
Incluir todosIncluir todos
Incluir todos
 

Semelhante a Convite audiência fid de 5 de junho de 2014

TECNOLOGIAS ASSISTIVAS, NECESSIDADES E NOVAS PERSPECTIVAS: UMA ANALOGIA COM A...
TECNOLOGIAS ASSISTIVAS, NECESSIDADES E NOVAS PERSPECTIVAS: UMA ANALOGIA COM A...TECNOLOGIAS ASSISTIVAS, NECESSIDADES E NOVAS PERSPECTIVAS: UMA ANALOGIA COM A...
TECNOLOGIAS ASSISTIVAS, NECESSIDADES E NOVAS PERSPECTIVAS: UMA ANALOGIA COM A...Fernando Zornitta
 
Folder audiência fid de 05se 2013
Folder audiência fid de 05se 2013Folder audiência fid de 05se 2013
Folder audiência fid de 05se 2013Fernando Zornitta
 
Intple (29)
Intple (29)Intple (29)
Intple (29)eadl
 
Propostas fid aos candidatos
Propostas fid aos candidatosPropostas fid aos candidatos
Propostas fid aos candidatosFernando Zornitta
 
Projetoo de legislaã§ã£o o idoso numa pespectiva cicadãƒ
Projetoo de legislaã§ã£o   o idoso numa pespectiva cicadãƒProjetoo de legislaã§ã£o   o idoso numa pespectiva cicadãƒ
Projetoo de legislaã§ã£o o idoso numa pespectiva cicadãƒElza Silva
 
Cartilha da cidadania Conheça seus Direitos
Cartilha da cidadania Conheça seus DireitosCartilha da cidadania Conheça seus Direitos
Cartilha da cidadania Conheça seus DireitosStander Pool Guess Guess
 
O caldeirão da acessibilidade v.5 2013 d
O caldeirão da acessibilidade v.5 2013 dO caldeirão da acessibilidade v.5 2013 d
O caldeirão da acessibilidade v.5 2013 dFernando Zornitta
 
ESTADO DE DIREITO - 32 EDIÇÃO
ESTADO DE DIREITO - 32 EDIÇÃOESTADO DE DIREITO - 32 EDIÇÃO
ESTADO DE DIREITO - 32 EDIÇÃOEstadodedireito
 
ESTADO DE DIREITO - 39 EDIÇÃO
ESTADO DE DIREITO - 39 EDIÇÃOESTADO DE DIREITO - 39 EDIÇÃO
ESTADO DE DIREITO - 39 EDIÇÃOEstadodedireito
 
Aj projeto aprovado_completo (1)
Aj projeto aprovado_completo (1)Aj projeto aprovado_completo (1)
Aj projeto aprovado_completo (1)Estadodedireito
 
INFORMATIVO SBRE AUDIÊNCIAS PÚBLICAS
INFORMATIVO SBRE AUDIÊNCIAS PÚBLICASINFORMATIVO SBRE AUDIÊNCIAS PÚBLICAS
INFORMATIVO SBRE AUDIÊNCIAS PÚBLICASInstituto Uka
 
Ata constituicao do_partido_da_mobilizacao_popular_ii
Ata constituicao do_partido_da_mobilizacao_popular_iiAta constituicao do_partido_da_mobilizacao_popular_ii
Ata constituicao do_partido_da_mobilizacao_popular_iiFelipe Gravações
 
ESTADO DE DIREITO - 38 EDIÇÃO
ESTADO DE DIREITO - 38 EDIÇÃOESTADO DE DIREITO - 38 EDIÇÃO
ESTADO DE DIREITO - 38 EDIÇÃOEstadodedireito
 
Manifesto da Frentecom
Manifesto da FrentecomManifesto da Frentecom
Manifesto da FrentecomLuiza Erundina
 
ESTADO DE DIREITO - 37 EDIÇÃO
ESTADO DE DIREITO - 37 EDIÇÃOESTADO DE DIREITO - 37 EDIÇÃO
ESTADO DE DIREITO - 37 EDIÇÃOEstadodedireito
 

Semelhante a Convite audiência fid de 5 de junho de 2014 (20)

TECNOLOGIAS ASSISTIVAS, NECESSIDADES E NOVAS PERSPECTIVAS: UMA ANALOGIA COM A...
TECNOLOGIAS ASSISTIVAS, NECESSIDADES E NOVAS PERSPECTIVAS: UMA ANALOGIA COM A...TECNOLOGIAS ASSISTIVAS, NECESSIDADES E NOVAS PERSPECTIVAS: UMA ANALOGIA COM A...
TECNOLOGIAS ASSISTIVAS, NECESSIDADES E NOVAS PERSPECTIVAS: UMA ANALOGIA COM A...
 
Folder audiência fid de 05se 2013
Folder audiência fid de 05se 2013Folder audiência fid de 05se 2013
Folder audiência fid de 05se 2013
 
Intple (29)
Intple (29)Intple (29)
Intple (29)
 
Educando para a Cidadania
Educando para a CidadaniaEducando para a Cidadania
Educando para a Cidadania
 
Cartilha conselho municipalidoso
Cartilha conselho municipalidosoCartilha conselho municipalidoso
Cartilha conselho municipalidoso
 
Propostas fid aos candidatos
Propostas fid aos candidatosPropostas fid aos candidatos
Propostas fid aos candidatos
 
Projetoo de legislaã§ã£o o idoso numa pespectiva cicadãƒ
Projetoo de legislaã§ã£o   o idoso numa pespectiva cicadãƒProjetoo de legislaã§ã£o   o idoso numa pespectiva cicadãƒ
Projetoo de legislaã§ã£o o idoso numa pespectiva cicadãƒ
 
Cartilha da cidadania Conheça seus Direitos
Cartilha da cidadania Conheça seus DireitosCartilha da cidadania Conheça seus Direitos
Cartilha da cidadania Conheça seus Direitos
 
O caldeirão da acessibilidade v.5 2013 d
O caldeirão da acessibilidade v.5 2013 dO caldeirão da acessibilidade v.5 2013 d
O caldeirão da acessibilidade v.5 2013 d
 
ESTADO DE DIREITO - 32 EDIÇÃO
ESTADO DE DIREITO - 32 EDIÇÃOESTADO DE DIREITO - 32 EDIÇÃO
ESTADO DE DIREITO - 32 EDIÇÃO
 
ESTADO DE DIREITO - 39 EDIÇÃO
ESTADO DE DIREITO - 39 EDIÇÃOESTADO DE DIREITO - 39 EDIÇÃO
ESTADO DE DIREITO - 39 EDIÇÃO
 
Ce1manual modulo-1
Ce1manual modulo-1Ce1manual modulo-1
Ce1manual modulo-1
 
Aj projeto aprovado_completo (1)
Aj projeto aprovado_completo (1)Aj projeto aprovado_completo (1)
Aj projeto aprovado_completo (1)
 
INFORMATIVO SBRE AUDIÊNCIAS PÚBLICAS
INFORMATIVO SBRE AUDIÊNCIAS PÚBLICASINFORMATIVO SBRE AUDIÊNCIAS PÚBLICAS
INFORMATIVO SBRE AUDIÊNCIAS PÚBLICAS
 
1042
10421042
1042
 
1042
10421042
1042
 
Ata constituicao do_partido_da_mobilizacao_popular_ii
Ata constituicao do_partido_da_mobilizacao_popular_iiAta constituicao do_partido_da_mobilizacao_popular_ii
Ata constituicao do_partido_da_mobilizacao_popular_ii
 
ESTADO DE DIREITO - 38 EDIÇÃO
ESTADO DE DIREITO - 38 EDIÇÃOESTADO DE DIREITO - 38 EDIÇÃO
ESTADO DE DIREITO - 38 EDIÇÃO
 
Manifesto da Frentecom
Manifesto da FrentecomManifesto da Frentecom
Manifesto da Frentecom
 
ESTADO DE DIREITO - 37 EDIÇÃO
ESTADO DE DIREITO - 37 EDIÇÃOESTADO DE DIREITO - 37 EDIÇÃO
ESTADO DE DIREITO - 37 EDIÇÃO
 

Mais de Fernando Zornitta

Teoria de las isas de ego 1.2
Teoria de las isas de ego 1.2Teoria de las isas de ego 1.2
Teoria de las isas de ego 1.2Fernando Zornitta
 
Teoria de las isas de ego 1.0
Teoria de las isas de ego 1.0Teoria de las isas de ego 1.0
Teoria de las isas de ego 1.0Fernando Zornitta
 
Artigo livro digital_multimidia
Artigo livro digital_multimidiaArtigo livro digital_multimidia
Artigo livro digital_multimidiaFernando Zornitta
 
Fernando Zornitta Curriculum
Fernando Zornitta CurriculumFernando Zornitta Curriculum
Fernando Zornitta CurriculumFernando Zornitta
 
O BRASIL E A ENGENHARIA REVERSA DO CAOS
O BRASIL E A ENGENHARIA REVERSA DO CAOSO BRASIL E A ENGENHARIA REVERSA DO CAOS
O BRASIL E A ENGENHARIA REVERSA DO CAOSFernando Zornitta
 
Obama in Hiroshima - A first step to pace building
Obama in Hiroshima - A first step to pace buildingObama in Hiroshima - A first step to pace building
Obama in Hiroshima - A first step to pace buildingFernando Zornitta
 
FIDELIDADE AO PODER LEGISLATIVO
FIDELIDADE AO PODER LEGISLATIVOFIDELIDADE AO PODER LEGISLATIVO
FIDELIDADE AO PODER LEGISLATIVOFernando Zornitta
 
TODOS PELO PLANETA, TODOS PELA PAZ
TODOS PELO PLANETA, TODOS PELA PAZ TODOS PELO PLANETA, TODOS PELA PAZ
TODOS PELO PLANETA, TODOS PELA PAZ Fernando Zornitta
 
BRASIL: O PARLAMENTARISMO PODE SER UM NOVO CAMINHO ?
BRASIL: O PARLAMENTARISMO PODE SER UM NOVO CAMINHO ?BRASIL: O PARLAMENTARISMO PODE SER UM NOVO CAMINHO ?
BRASIL: O PARLAMENTARISMO PODE SER UM NOVO CAMINHO ?Fernando Zornitta
 
Principles of the new millennium goals 2015 30
Principles of the new millennium goals 2015 30Principles of the new millennium goals 2015 30
Principles of the new millennium goals 2015 30Fernando Zornitta
 
ALL FOR THE PLANET, ALL FOR THE PEACE.pt
ALL FOR THE PLANET, ALL FOR THE PEACE.ptALL FOR THE PLANET, ALL FOR THE PEACE.pt
ALL FOR THE PLANET, ALL FOR THE PEACE.ptFernando Zornitta
 
That flower (at someone's house)
That flower (at someone's house)That flower (at someone's house)
That flower (at someone's house)Fernando Zornitta
 
Aquela flor (na casa de alguém)
Aquela flor (na casa de alguém)Aquela flor (na casa de alguém)
Aquela flor (na casa de alguém)Fernando Zornitta
 

Mais de Fernando Zornitta (20)

Teoria de las isas de ego 1.2
Teoria de las isas de ego 1.2Teoria de las isas de ego 1.2
Teoria de las isas de ego 1.2
 
Teoria de las isas de ego 1.0
Teoria de las isas de ego 1.0Teoria de las isas de ego 1.0
Teoria de las isas de ego 1.0
 
The ego islands theory 1.0
The ego islands theory 1.0The ego islands theory 1.0
The ego islands theory 1.0
 
Teoria das ilhas de ego 1.0
Teoria das ilhas de ego 1.0Teoria das ilhas de ego 1.0
Teoria das ilhas de ego 1.0
 
O lixo urbano 1.1
O lixo urbano 1.1O lixo urbano 1.1
O lixo urbano 1.1
 
Artigo livro digital_multimidia
Artigo livro digital_multimidiaArtigo livro digital_multimidia
Artigo livro digital_multimidia
 
REINO DESUNIDO
REINO DESUNIDOREINO DESUNIDO
REINO DESUNIDO
 
Desunited kindon
Desunited kindonDesunited kindon
Desunited kindon
 
Fernando Zornitta Curriculum
Fernando Zornitta CurriculumFernando Zornitta Curriculum
Fernando Zornitta Curriculum
 
O BRASIL E A ENGENHARIA REVERSA DO CAOS
O BRASIL E A ENGENHARIA REVERSA DO CAOSO BRASIL E A ENGENHARIA REVERSA DO CAOS
O BRASIL E A ENGENHARIA REVERSA DO CAOS
 
Obama in Hiroshima - A first step to pace building
Obama in Hiroshima - A first step to pace buildingObama in Hiroshima - A first step to pace building
Obama in Hiroshima - A first step to pace building
 
REINVENTANDO O BRASIL
REINVENTANDO O BRASILREINVENTANDO O BRASIL
REINVENTANDO O BRASIL
 
FIDELIDADE AO PODER LEGISLATIVO
FIDELIDADE AO PODER LEGISLATIVOFIDELIDADE AO PODER LEGISLATIVO
FIDELIDADE AO PODER LEGISLATIVO
 
TODOS PELO PLANETA, TODOS PELA PAZ
TODOS PELO PLANETA, TODOS PELA PAZ TODOS PELO PLANETA, TODOS PELA PAZ
TODOS PELO PLANETA, TODOS PELA PAZ
 
BRASIL: O PARLAMENTARISMO PODE SER UM NOVO CAMINHO ?
BRASIL: O PARLAMENTARISMO PODE SER UM NOVO CAMINHO ?BRASIL: O PARLAMENTARISMO PODE SER UM NOVO CAMINHO ?
BRASIL: O PARLAMENTARISMO PODE SER UM NOVO CAMINHO ?
 
SOS refugees
SOS refugeesSOS refugees
SOS refugees
 
Principles of the new millennium goals 2015 30
Principles of the new millennium goals 2015 30Principles of the new millennium goals 2015 30
Principles of the new millennium goals 2015 30
 
ALL FOR THE PLANET, ALL FOR THE PEACE.pt
ALL FOR THE PLANET, ALL FOR THE PEACE.ptALL FOR THE PLANET, ALL FOR THE PEACE.pt
ALL FOR THE PLANET, ALL FOR THE PEACE.pt
 
That flower (at someone's house)
That flower (at someone's house)That flower (at someone's house)
That flower (at someone's house)
 
Aquela flor (na casa de alguém)
Aquela flor (na casa de alguém)Aquela flor (na casa de alguém)
Aquela flor (na casa de alguém)
 

Convite audiência fid de 5 de junho de 2014

  • 1.                    C O N V I T EC O N V I T E AUDIÊNCIA PÚBLICA ORDINÁRIA do FID nº 95AUDIÊNCIA PÚBLICA ORDINÁRIA do FID nº 95 FÓRUM DE DEFESA DOS IDOSOS E DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIAFÓRUM DE DEFESA DOS IDOSOS E DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA DATA/HORA: 5 de junho de 2014 às 15:00 h LOCAL/ENDEREÇO: Auditório Principal da Procuradoria Geral de Justiça do Ceará, Rua Assunção, 1.100 - Fortaleza/CE Temas:Temas: - Forma de continuidade das contribuições do FID para com o MP, com sugestões dos membros do FID e dos Exmos. Promotores e Promotoras de Defesa do Idoso e da Pessoa com Deficiência do MP do Estado do Ceará - Análise de resposta da ETUFOR ao FID sobre os Táxis Adaptados em Fortaleza A missão do FID é ouvir a sociedade nas suas diferentes instâncias, especialmente do segmento de idosos e das pessoas com deficiências, indicando as fontes de solução e fomentando a abertura de caminhos dentro da legalidade, da ética e dos direitos humanos; promovendo para isso alianças com o poder público no âmbito federal, estadual e municipal; com entidades de classe e de profissionais, com movimentos sociais e com a sociedade civil – e outras de nível internacional; ajudando no processo de inclusão; sensibilizando e conscientizando o mais amplo espectro da sociedade.
  • 2.                    Pauta e Horários:Pauta e Horários:  15 h - Abertura, apresentação dos temas e formação da mesa diretora dos trabalhos - Tempo 15 minutos  15 h e 20 min - Momento Cultural – Coordenação Paulo Zornitta – FID / Movimento Green Wave, com apresentação do Livro Acessível - Tempo 20 minutos  15 h e 40 min – Debate com os Exmos. Promotores e Promotoras das Promotorias de Defesa do Idoso e da Pessoa com Deficiência do MP sobre a forma de continuidade da interação e contribuições do FID para com o MP  17 h e 40 min - Assuntos gerais – Tempo 15 minutos  17 h e 50 h - Encerramento Argumentação e objetivos do EventoArgumentação e objetivos do Evento O FID é uma instância democrática de demanda de direitos, que funciona com a participação voluntária dos diversos representantes das entidades, movimentos e pessoas; o qual vem contribuindo através dessa A missão do FID é ouvir a sociedade nas suas diferentes instâncias, especialmente do segmento de idosos e das pessoas com deficiências, indicando as fontes de solução e fomentando a abertura de caminhos dentro da legalidade, da ética e dos direitos humanos; promovendo para isso alianças com o poder público no âmbito federal, estadual e municipal; com entidades de classe e de profissionais, com movimentos sociais e com a sociedade civil – e outras de nível internacional; ajudando no processo de inclusão; sensibilizando e conscientizando o mais amplo espectro da sociedade.
  • 3.                    instância democrática para encurtar caminhos, acelerar o processo de inclusão; poupando recursos públicos para a solução das demandas. O FID foi idealizado e coordenado desde a sua criação, em 2006, pelo Exmo. Dr. Luiz Eduardo dos Santos, o qual aquela época era Promotor de Justiça do Idoso e da Pessoa com Deficiência junto ao MPCE e sempre funcionou como uma instância de participação democrática destas entidades que o compõe e como uma interface entre os segmentos de pessoas com deficiência e dos idosos, com o MP, que é considerado como importante e última instância de defesa dos interesses sociais difusos da sociedade e da legalidade e, através dele e das suas prerrogativas, com todas as outras instâncias dos demais poderes instituídos. O FID tem sido um importante elo e exemplo de ausculta e encaminhamento das demandas dos segmentos que representa ao MP e demais poderes instituídos, em função dos seus objetivos e missões. De forma inovadora e exemplar, o FID tem sido albergado e ouvido pelo MP do Ceará, que segundo a carta magna da nação: O Ministério Público é uma instituição permanente, essencial à função jurisdicional do Estado, incumbindo-lhe a defesa da ordem jurídica, do regime democrático e dos interesses sociais e individuais indisponíveis (CF, art. 127) A missão do FID é ouvir a sociedade nas suas diferentes instâncias, especialmente do segmento de idosos e das pessoas com deficiências, indicando as fontes de solução e fomentando a abertura de caminhos dentro da legalidade, da ética e dos direitos humanos; promovendo para isso alianças com o poder público no âmbito federal, estadual e municipal; com entidades de classe e de profissionais, com movimentos sociais e com a sociedade civil – e outras de nível internacional; ajudando no processo de inclusão; sensibilizando e conscientizando o mais amplo espectro da sociedade.
  • 4.                    As prerrogativas do MP e a sua importância é percebida pela sociedade e por isso foi defendida por ela na luta contra a PEC 37, que lhe retiraria os poderes investigativos, dentre outros e o FID foi um importante parceiro dessa conquista no Estado do Ceará. Entretanto, a importância do FID, assim como a importância de outros Fóruns, perpassa os limites do MP e de qualquer outra instituição pública, pois representa a vontade dos segmentos representados de forma independente, democrática e legal pois busca tão somente a participação cidadã e a contribuição social sem qualquer tipo de retribuição ou benefícios, para a defesa dos segmentos que representa. Tem trazido relevantes serviços ao Estado e hoje o FID participa de um processo estruturado de interiorização das ações, através de uma rede de entidades para a sensibilização sobre os direitos dos idosos e das PCDs (com apresentação de trabalho sobre acessibilidade arquitetônica e urbanística), que atinge todos os municípios cearenses e suas macro regiões e reúne de 150 a 300 pessoas por evento, de todas as instâncias e poderes – executivo, legislativo e judiciário – e da sociedade. Essa Rede de Entidades, coordenada pela APRECE e APDMCE, já esteve com esta ação em Acaraú, Brejo Santo, Maracanaú, Cascavel, Nova Russas e ainda percorrerá outras 4 macro regiões até agosto deste ano. A missão do FID é ouvir a sociedade nas suas diferentes instâncias, especialmente do segmento de idosos e das pessoas com deficiências, indicando as fontes de solução e fomentando a abertura de caminhos dentro da legalidade, da ética e dos direitos humanos; promovendo para isso alianças com o poder público no âmbito federal, estadual e municipal; com entidades de classe e de profissionais, com movimentos sociais e com a sociedade civil – e outras de nível internacional; ajudando no processo de inclusão; sensibilizando e conscientizando o mais amplo espectro da sociedade.
  • 5.                    Os benefícios diretos para os municípios são imediatos e os benefícios futuros, imensuráveis, pois levam o conhecimento e a experiência destas entidades, de anos de anteriores e bem sucedidas iniciativas. O FID se propõe a novos paradigmas de integração de esforços para encurtar a distância, detectando os problemas e apontando os caminhos de forma desburocratizada e mais rápida para atender as agruras dos segmentos que representa, economizando tempo, energia dos agentes e recursos dos entes públicos. No intuito de continuar contribuindo com o MP, nessa 95ª audiência, o FID, contará com a participação dos Exmos e Exmas Procuradores e Procuradoras de defesa do Idoso e da PCD, para vislumbrar as formas de de interação do FID com o MP dentro dos objetivos, missões e prerrogativas sociais e legais. Na mesma oportunidade e evento, o FID analisará documento recebido da ETUFOR, sobre a problemática dos Táxis Adaptados de Fortaleza e as sugestões do FID para saná-los e que já foi pauta de outras 3 anteriores audiências públicas do FID. Durante o mesmo evento e nesta 95ª reunião, serão expostas algumas imagens sobre o tema acessibilidade urbana e meio ambiente do projeto PHOTO IN PET em referência a SEMANA DO MEIO AMBIENTE. A missão do FID é ouvir a sociedade nas suas diferentes instâncias, especialmente do segmento de idosos e das pessoas com deficiências, indicando as fontes de solução e fomentando a abertura de caminhos dentro da legalidade, da ética e dos direitos humanos; promovendo para isso alianças com o poder público no âmbito federal, estadual e municipal; com entidades de classe e de profissionais, com movimentos sociais e com a sociedade civil – e outras de nível internacional; ajudando no processo de inclusão; sensibilizando e conscientizando o mais amplo espectro da sociedade.
  • 6.                    – Venha e traga suas sugestões. Sua participação é fundamental. – Confirme participação e encaminhe sugestões pelo e-mail forum.fid@gmail.com ] Cordialmente, FID Comunicação Paulo Zornitta / Fernando Zornitta przornitta@hotmail.com / fzornitta@hotmail.com A missão do FID é ouvir a sociedade nas suas diferentes instâncias, especialmente do segmento de idosos e das pessoas com deficiências, indicando as fontes de solução e fomentando a abertura de caminhos dentro da legalidade, da ética e dos direitos humanos; promovendo para isso alianças com o poder público no âmbito federal, estadual e municipal; com entidades de classe e de profissionais, com movimentos sociais e com a sociedade civil – e outras de nível internacional; ajudando no processo de inclusão; sensibilizando e conscientizando o mais amplo espectro da sociedade.