SlideShare uma empresa Scribd logo
GUIA DA
ENERGIA SOLAR
3
conversão térmica da energia solar
ÍNDICE
3-1
balanço de energia 3-2
ganho térmico 3-3
perdas térmicas 3-4
aplicações 3-7
para saber mais... 3-8
GUIA DA
ENERGIA SOLAR
3
conversão térmica da energia solar
balanço de energia
3-2
A conversão térmica da energia solar consiste na absorção de radiação numa
superfície absorsora e na transferência desta energia, sob a forma de calor para o
elemento que irá receber a energia útil.
A temperatura atingida no elemento que recebe a energia útil resulta do balanço
entre a quantidade de radiação absorvida e as perdas térmicas existentes. A
temperatura, ou energia útil, é maximizada aumentando a quantidade de radiação
absorvida na superfície absorsora e diminuindo as perdas térmicas do conjunto.
O elemento que recebe a energia útil pode circular através do absorsor, removendo a
energia (caso de um colector solar térmico com circuito hidráulico) ou pode
permanecer no absorsor (caso de forno solar), aumentando gradualmente a
temperatura do conjunto e, consequentemente, as perdas térmicas.
GUIA DA
ENERGIA SOLAR
3
conversão térmica da energia solar
ganho térmico
3-3
A quantidade de radiação solar absorvida na superfície absorsora é determinante
para a quantidade de energia útil obtida e depende das características da superfície e
da quantidade de radiação que a atinge.
A quantidade de radiação solar disponível na superfície absorsora pode ser
aumentada utilizando reflectores que permitam a concentração da radiação,
aumentando, consequentemente, a energia útil extraída do conjunto.
Quando se utiliza uma
cobertura sobre o absorsor,
esta deve ter uma elevada
transmitância, τ
A quantidade de radiação
absorvida pelo absorsor
depende da sua absortância,
α
GUIA DA
ENERGIA SOLAR
3
conversão térmica da energia solar
perdas térmicas
3-4
As perdas térmicas podem ocorrer de três modos:
As perdas térmicas por condução podem ser minimizadas através do isolamento
térmico do conjunto e da redução da área superficial por onde estas perdas térmicas
ocorrem.
Condução, quando o calor
se propaga para o exterior
através das superfícies;
Convecção, quando o calor
se propaga para o exterior
através do escoamento de
ar sobre as superfícies;
Radiação, quando o calor
se propaga para o exterior
através da emissão de
radiação a partir das
superfícies;
O material utilizado no revestimento térmico deve ser resistente á humidade, bem
como às temperaturas que possam ocorrer no conjunto.
Existe uma diversidade enorme de materiais que podem ser utilizados no isolamento
térmico, desde materiais mais simples e acessíveis, tais como papel de jornal ou
esferovite, a materiais mais elaborados, tais como lã de vidro, lã de rocha,
poliestireno expandido, aglomerado de cortiça, entre outros.
GUIA DA
ENERGIA SOLAR
3
conversão térmica da energia solar
perdas térmicas
3-5
As perdas térmicas por convecção podem ser minimizadas através da limitação do
escoamento de ar sobre a superfície absorsora ou mesmo através da colocação da
superfície absorsora em vácuo, caso em que estas perdas se eliminam.
As perdas térmicas por radiação podem ser minimizadas através da utilização de
uma cobertura transparente, em plástico ou vidro, através da minimização da área da
superfície absorsora ou mesmo através da utilização de uma superfície absorsora
selectiva.
A utilização de uma cobertura transparente sobre a superfície absorsora permite,
assim, a criação do efeito de estufa, diminuindo as perdas por radiação.
O vidro apresenta elevada transmitância no espectro da radiação solar e uma
reduzida transmitância para maiores comprimentos de onda, no infravermelho
(espectro de emissão da superfície absorsora).
GUIA DA
ENERGIA SOLAR
3
conversão térmica da energia solar
perdas térmicas
3-6
Deste modo, as perdas térmicas por radiação são inferiores em absorsores que
apresentam um revestimento por superfície selectiva.
As superfícies selectivas apresentam, para uma mesma absortância, menores
valores de emitância, ε.
A utilização de reflectores permite a concentração da radiação solar sobre uma
superfície absorsora, resultando numa menor área de absorsor para a mesma
quantidade de energia absorvida.
Dado que as perdas térmicas são
proporcionais à área superficial,
absorsores com menor área apresentam
menores perdas térmicas.
GUIA DA
ENERGIA SOLAR
3
conversão térmica da energia solar
aplicações
3-7
A conversão térmica da energia solar pode ser utilizada numa enorme variedade de
aplicações e de temperaturas.
• AQUECIMENTO DE PISCINAS
TEMPERATATURA
• AQUECIMENTO DE ÁGUAS
QUENTES SANITÁRIAS
• AQUECIMENTO DE ÁGUAS OU
PRODUÇÃO DE VAPOR NA INDÚSTRIA
• NA COZEDURA DE ALIMENTOS OU NA
DESSALINIZAÇÃO
• NA PRODUÇÃO DE
ELECTRICIDADE
ATRAVÉS DE CICLOS
TÉRMICOS
• NA FUSÃO DE MATERIAIS
GUIA DA
ENERGIA SOLAR
3
conversão térmica da energia solar
para saber mais...
3-8
“Conversão Térmica da Energia Solar”, Cruz Costa, Jorge;
Lebeña, Eduardo, SPES/INETI (disponível em:
http://www.spes.pt/Manual_Instaladores.pdf)
“Active solar collectors and their applications”, Rabl
(1985), Oxford University Press
“Solar engineering of thermal processes”, J.A. Duffie and
Beckman (1984), John Wiley and Sons
http://www.spes.pt
http://www.aguaquentesolar.com

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Como funciona um termoventilador
Como funciona um termoventiladorComo funciona um termoventilador
Como funciona um termoventilador
guestf15ddf0
 
Energia solar
Energia solarEnergia solar
Energia solar
HlioMachado1
 
G2 energia termica(1)(1)
G2   energia termica(1)(1)G2   energia termica(1)(1)
G2 energia termica(1)(1)
cristbarb
 
Concentradores solares
Concentradores solares Concentradores solares
Concentradores solares
NEO Empresarial
 
Coletores solares
Coletores solaresColetores solares
Coletores solares
Luis Duarte
 
Aps
ApsAps
Projeto de pesquisa aproveitamento energia térmica chuveiro
Projeto de pesquisa aproveitamento energia térmica chuveiroProjeto de pesquisa aproveitamento energia térmica chuveiro
Projeto de pesquisa aproveitamento energia térmica chuveiro
Paulo Sergio
 
Ricardo gonçalves
Ricardo gonçalvesRicardo gonçalves
Ricardo gonçalves
ecoescolasebsdla
 
portugal8A
portugal8Aportugal8A
portugal8A
valueco2010
 
A energia geotérmica
A energia geotérmicaA energia geotérmica
A energia geotérmica
Fabio Pereira
 
Aquecimento solar, soluções para pequenos e médios projetos, individuais e co...
Aquecimento solar, soluções para pequenos e médios projetos, individuais e co...Aquecimento solar, soluções para pequenos e médios projetos, individuais e co...
Aquecimento solar, soluções para pequenos e médios projetos, individuais e co...
Ademar Angst
 
Energia solar 05
Energia solar 05Energia solar 05
Energia solar 05
Lucelio Santos
 
G2 energia térmica
G2   energia térmicaG2   energia térmica
G2 energia térmica
cristbarb
 
Colectores Solares
Colectores SolaresColectores Solares
Colectores Solares
CreDeni
 
Aquecedor solar
Aquecedor solarAquecedor solar
Aquecedor solar
Greicy Moeckel
 
Sistema solar térmico
Sistema solar térmicoSistema solar térmico
Sistema solar térmico
Nuno Ratão
 
Motor stirling
Motor stirlingMotor stirling
Motor stirling
Rogerio Souza
 
Usina termeletrica
Usina termeletricaUsina termeletrica
Usina termeletrica
Fagner Melo
 

Mais procurados (18)

Como funciona um termoventilador
Como funciona um termoventiladorComo funciona um termoventilador
Como funciona um termoventilador
 
Energia solar
Energia solarEnergia solar
Energia solar
 
G2 energia termica(1)(1)
G2   energia termica(1)(1)G2   energia termica(1)(1)
G2 energia termica(1)(1)
 
Concentradores solares
Concentradores solares Concentradores solares
Concentradores solares
 
Coletores solares
Coletores solaresColetores solares
Coletores solares
 
Aps
ApsAps
Aps
 
Projeto de pesquisa aproveitamento energia térmica chuveiro
Projeto de pesquisa aproveitamento energia térmica chuveiroProjeto de pesquisa aproveitamento energia térmica chuveiro
Projeto de pesquisa aproveitamento energia térmica chuveiro
 
Ricardo gonçalves
Ricardo gonçalvesRicardo gonçalves
Ricardo gonçalves
 
portugal8A
portugal8Aportugal8A
portugal8A
 
A energia geotérmica
A energia geotérmicaA energia geotérmica
A energia geotérmica
 
Aquecimento solar, soluções para pequenos e médios projetos, individuais e co...
Aquecimento solar, soluções para pequenos e médios projetos, individuais e co...Aquecimento solar, soluções para pequenos e médios projetos, individuais e co...
Aquecimento solar, soluções para pequenos e médios projetos, individuais e co...
 
Energia solar 05
Energia solar 05Energia solar 05
Energia solar 05
 
G2 energia térmica
G2   energia térmicaG2   energia térmica
G2 energia térmica
 
Colectores Solares
Colectores SolaresColectores Solares
Colectores Solares
 
Aquecedor solar
Aquecedor solarAquecedor solar
Aquecedor solar
 
Sistema solar térmico
Sistema solar térmicoSistema solar térmico
Sistema solar térmico
 
Motor stirling
Motor stirlingMotor stirling
Motor stirling
 
Usina termeletrica
Usina termeletricaUsina termeletrica
Usina termeletrica
 

Semelhante a Conversão térmica da energia solar

Energia Solar
Energia SolarEnergia Solar
Energia Solar
Voltaicas
 
Energia Solar
Energia SolarEnergia Solar
Energia Solar
Voltaicas
 
Energia Solar
Energia SolarEnergia Solar
Energia Solar
Voltaicas
 
02 energia solar_05_pr
02 energia solar_05_pr02 energia solar_05_pr
AULA 4 - INSOLAÇÃO e os factores que influencia a planificação
AULA 4 - INSOLAÇÃO e os factores que influencia a planificaçãoAULA 4 - INSOLAÇÃO e os factores que influencia a planificação
AULA 4 - INSOLAÇÃO e os factores que influencia a planificação
ValdemarFonseca1
 
Energia Solar Powerpoint
Energia Solar PowerpointEnergia Solar Powerpoint
Energia Solar Powerpointkravmagense
 
02 energia solar_03_pr
02 energia solar_03_pr02 energia solar_03_pr
02 energia solar_01_pr
02 energia solar_01_pr02 energia solar_01_pr
Energia renovável
Energia renovávelEnergia renovável
Energia renovável
Edwin Juan
 
Uso de paineis solares térmicos
Uso de paineis solares térmicos Uso de paineis solares térmicos
Uso de paineis solares térmicos
Allan Almeida de Araújo
 
Uso de paineis solares térmicos
Uso de paineis solares térmicosUso de paineis solares térmicos
Uso de paineis solares térmicos
Allan Almeida de Araújo
 
02 energia solar_04_pr
02 energia solar_04_pr02 energia solar_04_pr
Variabilidade da radiação solar em Portugal
Variabilidade da radiação solar em PortugalVariabilidade da radiação solar em Portugal
Variabilidade da radiação solar em Portugal
Escola Profissional Dr. Francisco Fernandas
 
Energia solar
Energia solarEnergia solar
Energia solar
Robgiffoni
 
Energia solar
Energia solarEnergia solar
Energia solar
Robgiffoni
 
Energia solar
Energia solarEnergia solar
Energia solar
Robgiffoni
 
Geração de vapor
Geração de  vaporGeração de  vapor
Geração de vapor
Vava Vava
 
Carta bioblimática Construção da Carta Bioclimática
Carta bioblimática Construção da  Carta BioclimáticaCarta bioblimática Construção da  Carta Bioclimática
Carta bioblimática Construção da Carta Bioclimática
paulomorais255173
 
Dissipadores de calor
Dissipadores de calorDissipadores de calor
Dissipadores de calor
Alex Ferreira
 
Energia solar
Energia solarEnergia solar
Energia solar
Carlos Elson Cunha
 

Semelhante a Conversão térmica da energia solar (20)

Energia Solar
Energia SolarEnergia Solar
Energia Solar
 
Energia Solar
Energia SolarEnergia Solar
Energia Solar
 
Energia Solar
Energia SolarEnergia Solar
Energia Solar
 
02 energia solar_05_pr
02 energia solar_05_pr02 energia solar_05_pr
02 energia solar_05_pr
 
AULA 4 - INSOLAÇÃO e os factores que influencia a planificação
AULA 4 - INSOLAÇÃO e os factores que influencia a planificaçãoAULA 4 - INSOLAÇÃO e os factores que influencia a planificação
AULA 4 - INSOLAÇÃO e os factores que influencia a planificação
 
Energia Solar Powerpoint
Energia Solar PowerpointEnergia Solar Powerpoint
Energia Solar Powerpoint
 
02 energia solar_03_pr
02 energia solar_03_pr02 energia solar_03_pr
02 energia solar_03_pr
 
02 energia solar_01_pr
02 energia solar_01_pr02 energia solar_01_pr
02 energia solar_01_pr
 
Energia renovável
Energia renovávelEnergia renovável
Energia renovável
 
Uso de paineis solares térmicos
Uso de paineis solares térmicos Uso de paineis solares térmicos
Uso de paineis solares térmicos
 
Uso de paineis solares térmicos
Uso de paineis solares térmicosUso de paineis solares térmicos
Uso de paineis solares térmicos
 
02 energia solar_04_pr
02 energia solar_04_pr02 energia solar_04_pr
02 energia solar_04_pr
 
Variabilidade da radiação solar em Portugal
Variabilidade da radiação solar em PortugalVariabilidade da radiação solar em Portugal
Variabilidade da radiação solar em Portugal
 
Energia solar
Energia solarEnergia solar
Energia solar
 
Energia solar
Energia solarEnergia solar
Energia solar
 
Energia solar
Energia solarEnergia solar
Energia solar
 
Geração de vapor
Geração de  vaporGeração de  vapor
Geração de vapor
 
Carta bioblimática Construção da Carta Bioclimática
Carta bioblimática Construção da  Carta BioclimáticaCarta bioblimática Construção da  Carta Bioclimática
Carta bioblimática Construção da Carta Bioclimática
 
Dissipadores de calor
Dissipadores de calorDissipadores de calor
Dissipadores de calor
 
Energia solar
Energia solarEnergia solar
Energia solar
 

Mais de acarneirinho

Diario_bordo_anonimo_22_23.pdf
Diario_bordo_anonimo_22_23.pdfDiario_bordo_anonimo_22_23.pdf
Diario_bordo_anonimo_22_23.pdf
acarneirinho
 
Sala de Aula invertida
Sala de Aula invertidaSala de Aula invertida
Sala de Aula invertida
acarneirinho
 
Visita de estudo ao CCV Lousal
Visita de estudo ao CCV LousalVisita de estudo ao CCV Lousal
Visita de estudo ao CCV Lousal
acarneirinho
 
Teens' consumerism during the pandemic.pptx
Teens' consumerism during the pandemic.pptxTeens' consumerism during the pandemic.pptx
Teens' consumerism during the pandemic.pptx
acarneirinho
 
Níveis de Intensidade Sonora - Trabalho de pesquisa experimental.pptx
Níveis de Intensidade Sonora - Trabalho de pesquisa experimental.pptxNíveis de Intensidade Sonora - Trabalho de pesquisa experimental.pptx
Níveis de Intensidade Sonora - Trabalho de pesquisa experimental.pptx
acarneirinho
 
Energia nuclear.pptx
Energia nuclear.pptxEnergia nuclear.pptx
Energia nuclear.pptx
acarneirinho
 
Planeamento visual de atividade pedagógica
Planeamento visual de atividade pedagógicaPlaneamento visual de atividade pedagógica
Planeamento visual de atividade pedagógica
acarneirinho
 
Planejamento da ação didática ana carneirinho
Planejamento da ação didática ana carneirinhoPlanejamento da ação didática ana carneirinho
Planejamento da ação didática ana carneirinho
acarneirinho
 
Delinear a avaliação pedagógica jogos digitais ferramenta educativa_a_ce_l_ua...
Delinear a avaliação pedagógica jogos digitais ferramenta educativa_a_ce_l_ua...Delinear a avaliação pedagógica jogos digitais ferramenta educativa_a_ce_l_ua...
Delinear a avaliação pedagógica jogos digitais ferramenta educativa_a_ce_l_ua...
acarneirinho
 
Guia Pedagógico- Hibridização dos módulos de Física da disciplina de FQ dos c...
Guia Pedagógico- Hibridização dos módulos de Física da disciplina de FQ dos c...Guia Pedagógico- Hibridização dos módulos de Física da disciplina de FQ dos c...
Guia Pedagógico- Hibridização dos módulos de Física da disciplina de FQ dos c...
acarneirinho
 
04 1 2_lei_termodinamica
04 1 2_lei_termodinamica04 1 2_lei_termodinamica
04 1 2_lei_termodinamica
acarneirinho
 
Tecnologias Digitais e o potencial para construção de ecossistemas pedagógico...
Tecnologias Digitais e o potencial para construção de ecossistemas pedagógico...Tecnologias Digitais e o potencial para construção de ecossistemas pedagógico...
Tecnologias Digitais e o potencial para construção de ecossistemas pedagógico...
acarneirinho
 
A partilha de um projeto escolar numa página de Facebook. Breve reflexão
A partilha de um projeto escolar numa página de Facebook. Breve reflexãoA partilha de um projeto escolar numa página de Facebook. Breve reflexão
A partilha de um projeto escolar numa página de Facebook. Breve reflexão
acarneirinho
 
Geometria molecular e polaridade das moléculas
Geometria molecular e polaridade das moléculasGeometria molecular e polaridade das moléculas
Geometria molecular e polaridade das moléculas
acarneirinho
 
Geometria molecular
Geometria molecularGeometria molecular
Geometria molecular
acarneirinho
 
Química do Ambiente
Química do AmbienteQuímica do Ambiente
Química do Ambiente
acarneirinho
 
Fornos solares
Fornos solaresFornos solares
Fornos solares
acarneirinho
 
Conversão térmica da energia solar
Conversão térmica da energia solarConversão térmica da energia solar
Conversão térmica da energia solar
acarneirinho
 
CanSat2018 - Poster da equipa HorizonTeam
CanSat2018 - Poster da equipa HorizonTeamCanSat2018 - Poster da equipa HorizonTeam
CanSat2018 - Poster da equipa HorizonTeam
acarneirinho
 
Fornos solares
Fornos solaresFornos solares
Fornos solares
acarneirinho
 

Mais de acarneirinho (20)

Diario_bordo_anonimo_22_23.pdf
Diario_bordo_anonimo_22_23.pdfDiario_bordo_anonimo_22_23.pdf
Diario_bordo_anonimo_22_23.pdf
 
Sala de Aula invertida
Sala de Aula invertidaSala de Aula invertida
Sala de Aula invertida
 
Visita de estudo ao CCV Lousal
Visita de estudo ao CCV LousalVisita de estudo ao CCV Lousal
Visita de estudo ao CCV Lousal
 
Teens' consumerism during the pandemic.pptx
Teens' consumerism during the pandemic.pptxTeens' consumerism during the pandemic.pptx
Teens' consumerism during the pandemic.pptx
 
Níveis de Intensidade Sonora - Trabalho de pesquisa experimental.pptx
Níveis de Intensidade Sonora - Trabalho de pesquisa experimental.pptxNíveis de Intensidade Sonora - Trabalho de pesquisa experimental.pptx
Níveis de Intensidade Sonora - Trabalho de pesquisa experimental.pptx
 
Energia nuclear.pptx
Energia nuclear.pptxEnergia nuclear.pptx
Energia nuclear.pptx
 
Planeamento visual de atividade pedagógica
Planeamento visual de atividade pedagógicaPlaneamento visual de atividade pedagógica
Planeamento visual de atividade pedagógica
 
Planejamento da ação didática ana carneirinho
Planejamento da ação didática ana carneirinhoPlanejamento da ação didática ana carneirinho
Planejamento da ação didática ana carneirinho
 
Delinear a avaliação pedagógica jogos digitais ferramenta educativa_a_ce_l_ua...
Delinear a avaliação pedagógica jogos digitais ferramenta educativa_a_ce_l_ua...Delinear a avaliação pedagógica jogos digitais ferramenta educativa_a_ce_l_ua...
Delinear a avaliação pedagógica jogos digitais ferramenta educativa_a_ce_l_ua...
 
Guia Pedagógico- Hibridização dos módulos de Física da disciplina de FQ dos c...
Guia Pedagógico- Hibridização dos módulos de Física da disciplina de FQ dos c...Guia Pedagógico- Hibridização dos módulos de Física da disciplina de FQ dos c...
Guia Pedagógico- Hibridização dos módulos de Física da disciplina de FQ dos c...
 
04 1 2_lei_termodinamica
04 1 2_lei_termodinamica04 1 2_lei_termodinamica
04 1 2_lei_termodinamica
 
Tecnologias Digitais e o potencial para construção de ecossistemas pedagógico...
Tecnologias Digitais e o potencial para construção de ecossistemas pedagógico...Tecnologias Digitais e o potencial para construção de ecossistemas pedagógico...
Tecnologias Digitais e o potencial para construção de ecossistemas pedagógico...
 
A partilha de um projeto escolar numa página de Facebook. Breve reflexão
A partilha de um projeto escolar numa página de Facebook. Breve reflexãoA partilha de um projeto escolar numa página de Facebook. Breve reflexão
A partilha de um projeto escolar numa página de Facebook. Breve reflexão
 
Geometria molecular e polaridade das moléculas
Geometria molecular e polaridade das moléculasGeometria molecular e polaridade das moléculas
Geometria molecular e polaridade das moléculas
 
Geometria molecular
Geometria molecularGeometria molecular
Geometria molecular
 
Química do Ambiente
Química do AmbienteQuímica do Ambiente
Química do Ambiente
 
Fornos solares
Fornos solaresFornos solares
Fornos solares
 
Conversão térmica da energia solar
Conversão térmica da energia solarConversão térmica da energia solar
Conversão térmica da energia solar
 
CanSat2018 - Poster da equipa HorizonTeam
CanSat2018 - Poster da equipa HorizonTeamCanSat2018 - Poster da equipa HorizonTeam
CanSat2018 - Poster da equipa HorizonTeam
 
Fornos solares
Fornos solaresFornos solares
Fornos solares
 

Último

Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
bmgrama
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
AlessandraRibas7
 
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
ElinarioCosta
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
vitorreissouzasilva
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...
JakiraCosta
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
HelenStefany
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
AlineOliveira625820
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento EuropeuEurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Centro Jacques Delors
 
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
WELTONROBERTOFREITAS
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
TiagoLouro8
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Nertan Dias
 
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdfsaid edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
ThiagoRORISDASILVA1
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
Manuais Formação
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
ARIADNEMARTINSDACRUZ
 

Último (20)

Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
 
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
 
formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento EuropeuEurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
 
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
 
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdfsaid edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
 

Conversão térmica da energia solar

  • 1. GUIA DA ENERGIA SOLAR 3 conversão térmica da energia solar ÍNDICE 3-1 balanço de energia 3-2 ganho térmico 3-3 perdas térmicas 3-4 aplicações 3-7 para saber mais... 3-8
  • 2. GUIA DA ENERGIA SOLAR 3 conversão térmica da energia solar balanço de energia 3-2 A conversão térmica da energia solar consiste na absorção de radiação numa superfície absorsora e na transferência desta energia, sob a forma de calor para o elemento que irá receber a energia útil. A temperatura atingida no elemento que recebe a energia útil resulta do balanço entre a quantidade de radiação absorvida e as perdas térmicas existentes. A temperatura, ou energia útil, é maximizada aumentando a quantidade de radiação absorvida na superfície absorsora e diminuindo as perdas térmicas do conjunto. O elemento que recebe a energia útil pode circular através do absorsor, removendo a energia (caso de um colector solar térmico com circuito hidráulico) ou pode permanecer no absorsor (caso de forno solar), aumentando gradualmente a temperatura do conjunto e, consequentemente, as perdas térmicas.
  • 3. GUIA DA ENERGIA SOLAR 3 conversão térmica da energia solar ganho térmico 3-3 A quantidade de radiação solar absorvida na superfície absorsora é determinante para a quantidade de energia útil obtida e depende das características da superfície e da quantidade de radiação que a atinge. A quantidade de radiação solar disponível na superfície absorsora pode ser aumentada utilizando reflectores que permitam a concentração da radiação, aumentando, consequentemente, a energia útil extraída do conjunto. Quando se utiliza uma cobertura sobre o absorsor, esta deve ter uma elevada transmitância, τ A quantidade de radiação absorvida pelo absorsor depende da sua absortância, α
  • 4. GUIA DA ENERGIA SOLAR 3 conversão térmica da energia solar perdas térmicas 3-4 As perdas térmicas podem ocorrer de três modos: As perdas térmicas por condução podem ser minimizadas através do isolamento térmico do conjunto e da redução da área superficial por onde estas perdas térmicas ocorrem. Condução, quando o calor se propaga para o exterior através das superfícies; Convecção, quando o calor se propaga para o exterior através do escoamento de ar sobre as superfícies; Radiação, quando o calor se propaga para o exterior através da emissão de radiação a partir das superfícies; O material utilizado no revestimento térmico deve ser resistente á humidade, bem como às temperaturas que possam ocorrer no conjunto. Existe uma diversidade enorme de materiais que podem ser utilizados no isolamento térmico, desde materiais mais simples e acessíveis, tais como papel de jornal ou esferovite, a materiais mais elaborados, tais como lã de vidro, lã de rocha, poliestireno expandido, aglomerado de cortiça, entre outros.
  • 5. GUIA DA ENERGIA SOLAR 3 conversão térmica da energia solar perdas térmicas 3-5 As perdas térmicas por convecção podem ser minimizadas através da limitação do escoamento de ar sobre a superfície absorsora ou mesmo através da colocação da superfície absorsora em vácuo, caso em que estas perdas se eliminam. As perdas térmicas por radiação podem ser minimizadas através da utilização de uma cobertura transparente, em plástico ou vidro, através da minimização da área da superfície absorsora ou mesmo através da utilização de uma superfície absorsora selectiva. A utilização de uma cobertura transparente sobre a superfície absorsora permite, assim, a criação do efeito de estufa, diminuindo as perdas por radiação. O vidro apresenta elevada transmitância no espectro da radiação solar e uma reduzida transmitância para maiores comprimentos de onda, no infravermelho (espectro de emissão da superfície absorsora).
  • 6. GUIA DA ENERGIA SOLAR 3 conversão térmica da energia solar perdas térmicas 3-6 Deste modo, as perdas térmicas por radiação são inferiores em absorsores que apresentam um revestimento por superfície selectiva. As superfícies selectivas apresentam, para uma mesma absortância, menores valores de emitância, ε. A utilização de reflectores permite a concentração da radiação solar sobre uma superfície absorsora, resultando numa menor área de absorsor para a mesma quantidade de energia absorvida. Dado que as perdas térmicas são proporcionais à área superficial, absorsores com menor área apresentam menores perdas térmicas.
  • 7. GUIA DA ENERGIA SOLAR 3 conversão térmica da energia solar aplicações 3-7 A conversão térmica da energia solar pode ser utilizada numa enorme variedade de aplicações e de temperaturas. • AQUECIMENTO DE PISCINAS TEMPERATATURA • AQUECIMENTO DE ÁGUAS QUENTES SANITÁRIAS • AQUECIMENTO DE ÁGUAS OU PRODUÇÃO DE VAPOR NA INDÚSTRIA • NA COZEDURA DE ALIMENTOS OU NA DESSALINIZAÇÃO • NA PRODUÇÃO DE ELECTRICIDADE ATRAVÉS DE CICLOS TÉRMICOS • NA FUSÃO DE MATERIAIS
  • 8. GUIA DA ENERGIA SOLAR 3 conversão térmica da energia solar para saber mais... 3-8 “Conversão Térmica da Energia Solar”, Cruz Costa, Jorge; Lebeña, Eduardo, SPES/INETI (disponível em: http://www.spes.pt/Manual_Instaladores.pdf) “Active solar collectors and their applications”, Rabl (1985), Oxford University Press “Solar engineering of thermal processes”, J.A. Duffie and Beckman (1984), John Wiley and Sons http://www.spes.pt http://www.aguaquentesolar.com