SlideShare uma empresa Scribd logo
Políticas Públicas para Eficiência
Energética no Setor Residencial
Conrado Augustus de Melo
Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
conrado@fem.unicamp.br
19 - 92101108
A demanda de eletricidade no setor
Consumo residêncial de eletricidade - São Paulo (TWh)
100
90
80

Alto
70

É crescente
o consumo
específico
do setor

Médio

60

Baixo

50
40
30
20
10
0
1995

1998

2001

2004

2007

2010

2013

2016

2019

2022

2025

Existe grande demanda reprimida de equipamentos nas faixas de baixa renda
Equipamentos novos ineficientes disponíveis no mercado
Uso de aparelhos no modo stand-by
Demanda de novas residências
Crescimento econômico
Problemática
Regulamentação
Ausência de regulamentação para edificações residenciais
Regulação da tarifa é contra a elaboração de programas de eficiência
energética – concessionárias são premiadas pela expansão de ativos
Tarifas subsidiadas – externalidades não refletidas nos preços da energia

Usos finais
Usos finais – selos para alguns equipamentos – ausência de padrões
mandatários
Ausência de programas de retirada de equipamentos ineficientes do
mercado
Ausência de limites para consumo stand-by
Programas localizados de substituição – necessidade de integração

Política de expansão do sistema de
geração
Mecanismos de Políticas Públicas
Mecanismos de controle
Eficiência energética como fonte de suprimento mandatária
Códigos e padrões de eficiência energética

Mecanismos de fundos
Fundos públicos para eficiência energética (temos)

Mecanismos de mercado
Taxas de incentivos para eficiência energética
Etiquetagem de desempenho energético (temos)
EE como fonte de suprimento
Considerar a eficiência energética no planejamento da expansão da
capacidade de geração
O potencial de eficiência pode ser:
ofertado em leilões de eficiência energética
Maior competitividade com custos de oferta de energia
Utilização mais eficiente dos recursos compulsórios

certificados negociáveis emitidos pelo agente regulador
As distribuidoras são obrigadas a conservar determinadas quantias com
base em sua participação no mercado
Fomentar as ESCOs
Padrões de eficiência energética
Não permitir a disponibilização de equipamentos ineficientes novos no mercado
Exemplo
Opção 1 – (classificação A - selo PROCEL) - Custo R$ 1000,00
Opção 2 – (classificação E - selo PROCEL) - Custo R$ 830,00
(mesmo volume 261 l, mesma marca - consumo de energia 32% superior)
Custo de compra

Opção 1

VPCO (15 anos)

(anual)
Opção 2

Custo oper.

(Tx = 10%)

830,00

107,6

818,30

1648,30

1000,00

81,5

619,90

1619,90

(26,10)

198,40

-170,00

Custo Total

28,40

Além de ser mais caro em termos de VP dos custos a opção
2 consome ~1325 KWh a mais durante sua vida útil.
Fundo público para eficiência energética
O que já existe
0,5% da ROL das distribuidoras
CTEnerg
Fundo PROESCO do BNDES

Necessidade de coordenação para otimização dos fundos
Ganhos de escala
Redução de custos
Acréscimo do poder de negociação com fornecedores e
fabricantes
Taxas de incentivos para eficiência energética
Efeito da taxa anual de desconto no valor presente das economias geradas

Valor Presente das Economias Geradas (R$)

1400
10 anos
1200
16 anos

Taxas
atrativas

1000

800
600

Custo do acréscimo de EE

400
200

0
0%

10%

20%

30%

40%

50%

60%

Taxa anual de desconto

70%

80%

90%

100%
Etiquetagem
Informar o público em geral
É necessário outras fontes de
informação
Informação para audiências
específicas (eletricistas,
engenheiros, arquitetos, etc)
Divulgação de informações sobre
hábitos de uso.
Aumentar o número de equipamentos
com selo

Informações sobre custo/benefício das opções
Conclusões
O setor residencial representa uma significativa parcela do consumo
de energia com demanda crescente que com certeza representará
significativos impactos negativos ao meio ambiente
O país possui estrutura (laborátorios, instituições) e fundos para
promover a eficiência energética
Existe um grande potencial de conservação de energia que devido
a falta de planejamento energético, implementação de alguns
mecanismos e de coordenação representam ineficiência
“econômica”
“Precisamos rever nossa política de expansão
do setor elétrico e adotar uma política pública
de eficiência energética”

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Como migrar para o mercado livre de energia elétrica? (FIESP - Workshop Energ...
Como migrar para o mercado livre de energia elétrica? (FIESP - Workshop Energ...Como migrar para o mercado livre de energia elétrica? (FIESP - Workshop Energ...
Como migrar para o mercado livre de energia elétrica? (FIESP - Workshop Energ...
Câmara de Comercialização de Energia Elétrica
 
Comercialização de Energia Elétrica: soluções para a portabilidade - Comissão...
Comercialização de Energia Elétrica: soluções para a portabilidade - Comissão...Comercialização de Energia Elétrica: soluções para a portabilidade - Comissão...
Comercialização de Energia Elétrica: soluções para a portabilidade - Comissão...
Câmara de Comercialização de Energia Elétrica
 
Ampliação do Mercado Livre de Energia - Comissão de Desenvolvimento Econômico...
Ampliação do Mercado Livre de Energia - Comissão de Desenvolvimento Econômico...Ampliação do Mercado Livre de Energia - Comissão de Desenvolvimento Econômico...
Ampliação do Mercado Livre de Energia - Comissão de Desenvolvimento Econômico...
Câmara de Comercialização de Energia Elétrica
 
Perspectivas do Setor Elétrico 2016 a 2020 - Comercialização (ENASE 2016 - 13...
Perspectivas do Setor Elétrico 2016 a 2020 - Comercialização (ENASE 2016 - 13...Perspectivas do Setor Elétrico 2016 a 2020 - Comercialização (ENASE 2016 - 13...
Perspectivas do Setor Elétrico 2016 a 2020 - Comercialização (ENASE 2016 - 13...
Câmara de Comercialização de Energia Elétrica
 
Tutoria: Modelo Institucional do Setor Elétrico
Tutoria: Modelo Institucional do Setor ElétricoTutoria: Modelo Institucional do Setor Elétrico
Tutoria: Modelo Institucional do Setor Elétrico
Gustavo Chaves
 
Evolução do mercado brasileiro de energia elétrica: agenda CCEE 2016 - 3º Enc...
Evolução do mercado brasileiro de energia elétrica: agenda CCEE 2016 - 3º Enc...Evolução do mercado brasileiro de energia elétrica: agenda CCEE 2016 - 3º Enc...
Evolução do mercado brasileiro de energia elétrica: agenda CCEE 2016 - 3º Enc...
Câmara de Comercialização de Energia Elétrica
 
Os próximos passos da geração distribuída
Os próximos passos da geração distribuídaOs próximos passos da geração distribuída
Os próximos passos da geração distribuída
Gabriel Konzen
 
Mercado Livre
Mercado LivreMercado Livre
Mercado Livre
Sistema FIEB
 
Lei 13.280/2016. O que muda no Programa de Eficiência Energética?
Lei 13.280/2016. O que muda no Programa de Eficiência Energética?Lei 13.280/2016. O que muda no Programa de Eficiência Energética?
Lei 13.280/2016. O que muda no Programa de Eficiência Energética?
slides-mci
 
Princípios da comercialização de energia aplicados aos projetos de energia so...
Princípios da comercialização de energia aplicados aos projetos de energia so...Princípios da comercialização de energia aplicados aos projetos de energia so...
Princípios da comercialização de energia aplicados aos projetos de energia so...
Câmara de Comercialização de Energia Elétrica
 
Direcionamento, Desafios e Perspectivas do Setor no Brasil em Curto, Médio e ...
Direcionamento, Desafios e Perspectivas do Setor no Brasil em Curto, Médio e ...Direcionamento, Desafios e Perspectivas do Setor no Brasil em Curto, Médio e ...
Direcionamento, Desafios e Perspectivas do Setor no Brasil em Curto, Médio e ...
Câmara de Comercialização de Energia Elétrica
 
As novas tecnologias e arquiteturas de mercado e o futuro do ACL - 7º Encontr...
As novas tecnologias e arquiteturas de mercado e o futuro do ACL - 7º Encontr...As novas tecnologias e arquiteturas de mercado e o futuro do ACL - 7º Encontr...
As novas tecnologias e arquiteturas de mercado e o futuro do ACL - 7º Encontr...
Câmara de Comercialização de Energia Elétrica
 
Integração dos Mercados Elétricos na Europa e América Latina: desafios e avan...
Integração dos Mercados Elétricos na Europa e América Latina: desafios e avan...Integração dos Mercados Elétricos na Europa e América Latina: desafios e avan...
Integração dos Mercados Elétricos na Europa e América Latina: desafios e avan...
Câmara de Comercialização de Energia Elétrica
 
Resposta da demanda - Workshop Infraestrutura Energia
Resposta da demanda - Workshop Infraestrutura EnergiaResposta da demanda - Workshop Infraestrutura Energia
Resposta da demanda - Workshop Infraestrutura Energia
Câmara de Comercialização de Energia Elétrica
 
Eficiência Energética de Ponta a Ponta
Eficiência Energética de Ponta a PontaEficiência Energética de Ponta a Ponta
Eficiência Energética de Ponta a Ponta
slides-mci
 
Expansão do Mercado Livre - Workshop da Fiesp
Expansão do Mercado Livre - Workshop da FiespExpansão do Mercado Livre - Workshop da Fiesp
Expansão do Mercado Livre - Workshop da Fiesp
Câmara de Comercialização de Energia Elétrica
 
Câmara de comercialização de energia elétrica ccee - luiz eduardo barata
Câmara de comercialização de energia elétrica   ccee - luiz eduardo barataCâmara de comercialização de energia elétrica   ccee - luiz eduardo barata
Câmara de comercialização de energia elétrica ccee - luiz eduardo barata
Israel Cabral
 
20140829 cpfl jannuzzi
20140829 cpfl jannuzzi20140829 cpfl jannuzzi
20140829 cpfl jannuzzi
Gilberto De Martino Jannuzzi
 
Em busca do equilíbrio e da expansão do setor elétrico brasileiro - A ótica d...
Em busca do equilíbrio e da expansão do setor elétrico brasileiro - A ótica d...Em busca do equilíbrio e da expansão do setor elétrico brasileiro - A ótica d...
Em busca do equilíbrio e da expansão do setor elétrico brasileiro - A ótica d...
Câmara de Comercialização de Energia Elétrica
 
Gestão de riscos na administração do mercado brasileiro
Gestão de riscos na administração do mercado brasileiroGestão de riscos na administração do mercado brasileiro
Gestão de riscos na administração do mercado brasileiro
Câmara de Comercialização de Energia Elétrica
 

Mais procurados (20)

Como migrar para o mercado livre de energia elétrica? (FIESP - Workshop Energ...
Como migrar para o mercado livre de energia elétrica? (FIESP - Workshop Energ...Como migrar para o mercado livre de energia elétrica? (FIESP - Workshop Energ...
Como migrar para o mercado livre de energia elétrica? (FIESP - Workshop Energ...
 
Comercialização de Energia Elétrica: soluções para a portabilidade - Comissão...
Comercialização de Energia Elétrica: soluções para a portabilidade - Comissão...Comercialização de Energia Elétrica: soluções para a portabilidade - Comissão...
Comercialização de Energia Elétrica: soluções para a portabilidade - Comissão...
 
Ampliação do Mercado Livre de Energia - Comissão de Desenvolvimento Econômico...
Ampliação do Mercado Livre de Energia - Comissão de Desenvolvimento Econômico...Ampliação do Mercado Livre de Energia - Comissão de Desenvolvimento Econômico...
Ampliação do Mercado Livre de Energia - Comissão de Desenvolvimento Econômico...
 
Perspectivas do Setor Elétrico 2016 a 2020 - Comercialização (ENASE 2016 - 13...
Perspectivas do Setor Elétrico 2016 a 2020 - Comercialização (ENASE 2016 - 13...Perspectivas do Setor Elétrico 2016 a 2020 - Comercialização (ENASE 2016 - 13...
Perspectivas do Setor Elétrico 2016 a 2020 - Comercialização (ENASE 2016 - 13...
 
Tutoria: Modelo Institucional do Setor Elétrico
Tutoria: Modelo Institucional do Setor ElétricoTutoria: Modelo Institucional do Setor Elétrico
Tutoria: Modelo Institucional do Setor Elétrico
 
Evolução do mercado brasileiro de energia elétrica: agenda CCEE 2016 - 3º Enc...
Evolução do mercado brasileiro de energia elétrica: agenda CCEE 2016 - 3º Enc...Evolução do mercado brasileiro de energia elétrica: agenda CCEE 2016 - 3º Enc...
Evolução do mercado brasileiro de energia elétrica: agenda CCEE 2016 - 3º Enc...
 
Os próximos passos da geração distribuída
Os próximos passos da geração distribuídaOs próximos passos da geração distribuída
Os próximos passos da geração distribuída
 
Mercado Livre
Mercado LivreMercado Livre
Mercado Livre
 
Lei 13.280/2016. O que muda no Programa de Eficiência Energética?
Lei 13.280/2016. O que muda no Programa de Eficiência Energética?Lei 13.280/2016. O que muda no Programa de Eficiência Energética?
Lei 13.280/2016. O que muda no Programa de Eficiência Energética?
 
Princípios da comercialização de energia aplicados aos projetos de energia so...
Princípios da comercialização de energia aplicados aos projetos de energia so...Princípios da comercialização de energia aplicados aos projetos de energia so...
Princípios da comercialização de energia aplicados aos projetos de energia so...
 
Direcionamento, Desafios e Perspectivas do Setor no Brasil em Curto, Médio e ...
Direcionamento, Desafios e Perspectivas do Setor no Brasil em Curto, Médio e ...Direcionamento, Desafios e Perspectivas do Setor no Brasil em Curto, Médio e ...
Direcionamento, Desafios e Perspectivas do Setor no Brasil em Curto, Médio e ...
 
As novas tecnologias e arquiteturas de mercado e o futuro do ACL - 7º Encontr...
As novas tecnologias e arquiteturas de mercado e o futuro do ACL - 7º Encontr...As novas tecnologias e arquiteturas de mercado e o futuro do ACL - 7º Encontr...
As novas tecnologias e arquiteturas de mercado e o futuro do ACL - 7º Encontr...
 
Integração dos Mercados Elétricos na Europa e América Latina: desafios e avan...
Integração dos Mercados Elétricos na Europa e América Latina: desafios e avan...Integração dos Mercados Elétricos na Europa e América Latina: desafios e avan...
Integração dos Mercados Elétricos na Europa e América Latina: desafios e avan...
 
Resposta da demanda - Workshop Infraestrutura Energia
Resposta da demanda - Workshop Infraestrutura EnergiaResposta da demanda - Workshop Infraestrutura Energia
Resposta da demanda - Workshop Infraestrutura Energia
 
Eficiência Energética de Ponta a Ponta
Eficiência Energética de Ponta a PontaEficiência Energética de Ponta a Ponta
Eficiência Energética de Ponta a Ponta
 
Expansão do Mercado Livre - Workshop da Fiesp
Expansão do Mercado Livre - Workshop da FiespExpansão do Mercado Livre - Workshop da Fiesp
Expansão do Mercado Livre - Workshop da Fiesp
 
Câmara de comercialização de energia elétrica ccee - luiz eduardo barata
Câmara de comercialização de energia elétrica   ccee - luiz eduardo barataCâmara de comercialização de energia elétrica   ccee - luiz eduardo barata
Câmara de comercialização de energia elétrica ccee - luiz eduardo barata
 
20140829 cpfl jannuzzi
20140829 cpfl jannuzzi20140829 cpfl jannuzzi
20140829 cpfl jannuzzi
 
Em busca do equilíbrio e da expansão do setor elétrico brasileiro - A ótica d...
Em busca do equilíbrio e da expansão do setor elétrico brasileiro - A ótica d...Em busca do equilíbrio e da expansão do setor elétrico brasileiro - A ótica d...
Em busca do equilíbrio e da expansão do setor elétrico brasileiro - A ótica d...
 
Gestão de riscos na administração do mercado brasileiro
Gestão de riscos na administração do mercado brasileiroGestão de riscos na administração do mercado brasileiro
Gestão de riscos na administração do mercado brasileiro
 

Destaque

Tsahim hicheel 5
Tsahim hicheel 5Tsahim hicheel 5
Tsahim hicheel 5
batgerel79
 
Innovación Julio Caballero Cebada
Innovación Julio Caballero CebadaInnovación Julio Caballero Cebada
Innovación Julio Caballero Cebada
Innovación Estrategia y Transferencia Tecnológica
 
Sapa yatim rba
Sapa yatim rbaSapa yatim rba
Sapa yatim rba
Rba Majalengka
 
Tu científico de cabecera
Tu científico de cabeceraTu científico de cabecera
Tu científico de cabecera
aciencia2013
 
гэрийн ажил 1
гэрийн ажил 1гэрийн ажил 1
гэрийн ажил 1Bama740517
 
Programa cuatro
Programa cuatroPrograma cuatro
Programa cuatro
kparawhore
 
Ejercicios de texto
Ejercicios de texto Ejercicios de texto
Ejercicios de texto
guadalinfominasderiotinto
 
L5 key slides montag
L5 key slides montagL5 key slides montag
L5 key slides montag
t7260678
 
д.болормаа цахим тест
д.болормаа цахим тестд.болормаа цахим тест
д.болормаа цахим тестdbolormaa
 
Angelina uma licao de vida som
Angelina uma licao de vida   somAngelina uma licao de vida   som
Angelina uma licao de vida som
Artes 100 Fronteiras
 
Cesar Arias - Manizales
Cesar Arias - ManizalesCesar Arias - Manizales
Cesar Arias - Manizales
Cesar Augusto
 
Cuentos de Elortza
Cuentos de ElortzaCuentos de Elortza
Cuentos de Elortza
josebarengela
 
Question 4
Question 4Question 4
Question 4
cruddypacs
 
Multimedia dalam pendidikan
Multimedia dalam pendidikanMultimedia dalam pendidikan
Multimedia dalam pendidikan
ezah
 
Presentazione dott laconi e satta
Presentazione dott laconi e sattaPresentazione dott laconi e satta
Presentazione dott laconi e sattaGrazia Salis
 
Qualità Percepita: "I giovani e la loro percezione della città: Universitari"...
Qualità Percepita: "I giovani e la loro percezione della città: Universitari"...Qualità Percepita: "I giovani e la loro percezione della città: Universitari"...
Qualità Percepita: "I giovani e la loro percezione della città: Universitari"...Nicola Camurri
 
Find your tribe analysis
Find your tribe analysisFind your tribe analysis
Find your tribe analysis
KalinaSuchenia
 
Decathlon para ser lean blog
Decathlon para ser lean blogDecathlon para ser lean blog
Decathlon para ser lean blog
CiG organización empresas
 
Nisbet goucher class
Nisbet goucher classNisbet goucher class
Nisbet goucher class
Matthew Nisbet
 

Destaque (20)

Tsahim hicheel 5
Tsahim hicheel 5Tsahim hicheel 5
Tsahim hicheel 5
 
Innovación Julio Caballero Cebada
Innovación Julio Caballero CebadaInnovación Julio Caballero Cebada
Innovación Julio Caballero Cebada
 
Sapa yatim rba
Sapa yatim rbaSapa yatim rba
Sapa yatim rba
 
Tu científico de cabecera
Tu científico de cabeceraTu científico de cabecera
Tu científico de cabecera
 
гэрийн ажил 1
гэрийн ажил 1гэрийн ажил 1
гэрийн ажил 1
 
Programa cuatro
Programa cuatroPrograma cuatro
Programa cuatro
 
Ejercicios de texto
Ejercicios de texto Ejercicios de texto
Ejercicios de texto
 
L5 key slides montag
L5 key slides montagL5 key slides montag
L5 key slides montag
 
д.болормаа цахим тест
д.болормаа цахим тестд.болормаа цахим тест
д.болормаа цахим тест
 
Angelina uma licao de vida som
Angelina uma licao de vida   somAngelina uma licao de vida   som
Angelina uma licao de vida som
 
Cesar Arias - Manizales
Cesar Arias - ManizalesCesar Arias - Manizales
Cesar Arias - Manizales
 
Cuentos de Elortza
Cuentos de ElortzaCuentos de Elortza
Cuentos de Elortza
 
Question 4
Question 4Question 4
Question 4
 
Multimedia dalam pendidikan
Multimedia dalam pendidikanMultimedia dalam pendidikan
Multimedia dalam pendidikan
 
Presentazione dott laconi e satta
Presentazione dott laconi e sattaPresentazione dott laconi e satta
Presentazione dott laconi e satta
 
Qualità Percepita: "I giovani e la loro percezione della città: Universitari"...
Qualità Percepita: "I giovani e la loro percezione della città: Universitari"...Qualità Percepita: "I giovani e la loro percezione della città: Universitari"...
Qualità Percepita: "I giovani e la loro percezione della città: Universitari"...
 
Find your tribe analysis
Find your tribe analysisFind your tribe analysis
Find your tribe analysis
 
Decathlon para ser lean blog
Decathlon para ser lean blogDecathlon para ser lean blog
Decathlon para ser lean blog
 
Nisbet goucher class
Nisbet goucher classNisbet goucher class
Nisbet goucher class
 
згорання
згораннязгорання
згорання
 

Semelhante a Conrado cetesb

RNAE_SeminarioESCO_Guimaraes_14Fev2011_ADENE_AlexandreFernandes_ECOAP.pdf
RNAE_SeminarioESCO_Guimaraes_14Fev2011_ADENE_AlexandreFernandes_ECOAP.pdfRNAE_SeminarioESCO_Guimaraes_14Fev2011_ADENE_AlexandreFernandes_ECOAP.pdf
RNAE_SeminarioESCO_Guimaraes_14Fev2011_ADENE_AlexandreFernandes_ECOAP.pdf
JosAzevedo64
 
Alexandre Fernandes - ADENE
Alexandre Fernandes - ADENEAlexandre Fernandes - ADENE
Alexandre Fernandes - ADENE
ken.nunes
 
03 APA ICS Alexandre Fernandes ADENE 17 02 09.ppt
03 APA ICS Alexandre Fernandes ADENE 17 02 09.ppt03 APA ICS Alexandre Fernandes ADENE 17 02 09.ppt
03 APA ICS Alexandre Fernandes ADENE 17 02 09.ppt
ken.nunes
 
Aperfeiçoamento dos mercados livre e regulado
Aperfeiçoamento dos mercados livre e reguladoAperfeiçoamento dos mercados livre e regulado
Aperfeiçoamento dos mercados livre e regulado
Câmara de Comercialização de Energia Elétrica
 
Procel (Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica) e Eletrobrás
Procel (Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica) e EletrobrásProcel (Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica) e Eletrobrás
Procel (Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica) e Eletrobrás
Ampla Energia S.A.
 
Mecanismos para Aplicação dos Recursos do PROCEL
Mecanismos para Aplicação dos Recursos do PROCELMecanismos para Aplicação dos Recursos do PROCEL
Mecanismos para Aplicação dos Recursos do PROCEL
slides-mci
 
Workshop EE 2014 - 06. Rubens Bruncek - Eficiência Energética em Sistemas E...
Workshop EE 2014 - 06. Rubens Bruncek - Eficiência Energética em Sistemas E...Workshop EE 2014 - 06. Rubens Bruncek - Eficiência Energética em Sistemas E...
Workshop EE 2014 - 06. Rubens Bruncek - Eficiência Energética em Sistemas E...
CPFL Energia
 
Workshop EE 2014 - 01. Sérgio Valdir Bajay - O Cenário de Eficiência Energe...
Workshop EE 2014 - 01. Sérgio Valdir Bajay - O Cenário de Eficiência Energe...Workshop EE 2014 - 01. Sérgio Valdir Bajay - O Cenário de Eficiência Energe...
Workshop EE 2014 - 01. Sérgio Valdir Bajay - O Cenário de Eficiência Energe...
CPFL Energia
 
Padrões de Eficiência Energética para Equipamentos Elétricos de uso Residencial
Padrões de Eficiência Energética para Equipamentos Elétricos de uso Residencial Padrões de Eficiência Energética para Equipamentos Elétricos de uso Residencial
Padrões de Eficiência Energética para Equipamentos Elétricos de uso Residencial
Conrado Augustus de Melo
 
17.ago ruby 14.00_painel m&v_unifei
17.ago ruby 14.00_painel m&v_unifei17.ago ruby 14.00_painel m&v_unifei
17.ago ruby 14.00_painel m&v_unifei
itgfiles
 
Mercado brasileiro de energia elétrica - O papel das renováveis de grande esc...
Mercado brasileiro de energia elétrica - O papel das renováveis de grande esc...Mercado brasileiro de energia elétrica - O papel das renováveis de grande esc...
Mercado brasileiro de energia elétrica - O papel das renováveis de grande esc...
Câmara de Comercialização de Energia Elétrica
 
Os Impactos da Lei 13.280/2016 no Programa de Eficiência Energética
Os Impactos da Lei 13.280/2016 no Programa de Eficiência EnergéticaOs Impactos da Lei 13.280/2016 no Programa de Eficiência Energética
Os Impactos da Lei 13.280/2016 no Programa de Eficiência Energética
slides-mci
 
Contribuição das energias renováveis para a mitigação de GEE: oportunidades e...
Contribuição das energias renováveis para a mitigação de GEE: oportunidades e...Contribuição das energias renováveis para a mitigação de GEE: oportunidades e...
Contribuição das energias renováveis para a mitigação de GEE: oportunidades e...
Câmara de Comercialização de Energia Elétrica
 
Workshop EE 2014 - 04. Marcelo Sigoli - A Visão da Abesco Sobre Eficiência ...
Workshop EE 2014 - 04. Marcelo Sigoli - A Visão da Abesco Sobre Eficiência ...Workshop EE 2014 - 04. Marcelo Sigoli - A Visão da Abesco Sobre Eficiência ...
Workshop EE 2014 - 04. Marcelo Sigoli - A Visão da Abesco Sobre Eficiência ...
CPFL Energia
 
White certificates: um mercado de títulos de eficiência energética para o Brasil
White certificates: um mercado de títulos de eficiência energética para o BrasilWhite certificates: um mercado de títulos de eficiência energética para o Brasil
White certificates: um mercado de títulos de eficiência energética para o Brasil
Conselho Regional de Administração de São Paulo
 
Sessão Temática - Infra-estrutura - Eduardo Carlos Spalding - 2007
Sessão Temática - Infra-estrutura -   Eduardo Carlos Spalding - 2007Sessão Temática - Infra-estrutura -   Eduardo Carlos Spalding - 2007
Sessão Temática - Infra-estrutura - Eduardo Carlos Spalding - 2007
Confederação Nacional da Indústria
 
Mercado de Geração Distribuída no Brasil
Mercado de Geração Distribuída no BrasilMercado de Geração Distribuída no Brasil
Mercado de Geração Distribuída no Brasil
Câmara de Comercialização de Energia Elétrica
 
ANÁLISE DE TRANSFORMADORES DE DISTRIBUIÇÃO VISANDO REDUÇÃO DE PERDAS NO SISTE...
ANÁLISE DE TRANSFORMADORES DE DISTRIBUIÇÃO VISANDO REDUÇÃO DE PERDAS NO SISTE...ANÁLISE DE TRANSFORMADORES DE DISTRIBUIÇÃO VISANDO REDUÇÃO DE PERDAS NO SISTE...
ANÁLISE DE TRANSFORMADORES DE DISTRIBUIÇÃO VISANDO REDUÇÃO DE PERDAS NO SISTE...
Victor Quinteiro
 
Geração Distribuída de Energia Elétrica e Geração Solar - Seminário franco-br...
Geração Distribuída de Energia Elétrica e Geração Solar - Seminário franco-br...Geração Distribuída de Energia Elétrica e Geração Solar - Seminário franco-br...
Geração Distribuída de Energia Elétrica e Geração Solar - Seminário franco-br...
Câmara de Comercialização de Energia Elétrica
 
17.ago topázio 14.15_475_ampla
17.ago topázio 14.15_475_ampla17.ago topázio 14.15_475_ampla
17.ago topázio 14.15_475_ampla
itgfiles
 

Semelhante a Conrado cetesb (20)

RNAE_SeminarioESCO_Guimaraes_14Fev2011_ADENE_AlexandreFernandes_ECOAP.pdf
RNAE_SeminarioESCO_Guimaraes_14Fev2011_ADENE_AlexandreFernandes_ECOAP.pdfRNAE_SeminarioESCO_Guimaraes_14Fev2011_ADENE_AlexandreFernandes_ECOAP.pdf
RNAE_SeminarioESCO_Guimaraes_14Fev2011_ADENE_AlexandreFernandes_ECOAP.pdf
 
Alexandre Fernandes - ADENE
Alexandre Fernandes - ADENEAlexandre Fernandes - ADENE
Alexandre Fernandes - ADENE
 
03 APA ICS Alexandre Fernandes ADENE 17 02 09.ppt
03 APA ICS Alexandre Fernandes ADENE 17 02 09.ppt03 APA ICS Alexandre Fernandes ADENE 17 02 09.ppt
03 APA ICS Alexandre Fernandes ADENE 17 02 09.ppt
 
Aperfeiçoamento dos mercados livre e regulado
Aperfeiçoamento dos mercados livre e reguladoAperfeiçoamento dos mercados livre e regulado
Aperfeiçoamento dos mercados livre e regulado
 
Procel (Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica) e Eletrobrás
Procel (Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica) e EletrobrásProcel (Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica) e Eletrobrás
Procel (Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica) e Eletrobrás
 
Mecanismos para Aplicação dos Recursos do PROCEL
Mecanismos para Aplicação dos Recursos do PROCELMecanismos para Aplicação dos Recursos do PROCEL
Mecanismos para Aplicação dos Recursos do PROCEL
 
Workshop EE 2014 - 06. Rubens Bruncek - Eficiência Energética em Sistemas E...
Workshop EE 2014 - 06. Rubens Bruncek - Eficiência Energética em Sistemas E...Workshop EE 2014 - 06. Rubens Bruncek - Eficiência Energética em Sistemas E...
Workshop EE 2014 - 06. Rubens Bruncek - Eficiência Energética em Sistemas E...
 
Workshop EE 2014 - 01. Sérgio Valdir Bajay - O Cenário de Eficiência Energe...
Workshop EE 2014 - 01. Sérgio Valdir Bajay - O Cenário de Eficiência Energe...Workshop EE 2014 - 01. Sérgio Valdir Bajay - O Cenário de Eficiência Energe...
Workshop EE 2014 - 01. Sérgio Valdir Bajay - O Cenário de Eficiência Energe...
 
Padrões de Eficiência Energética para Equipamentos Elétricos de uso Residencial
Padrões de Eficiência Energética para Equipamentos Elétricos de uso Residencial Padrões de Eficiência Energética para Equipamentos Elétricos de uso Residencial
Padrões de Eficiência Energética para Equipamentos Elétricos de uso Residencial
 
17.ago ruby 14.00_painel m&v_unifei
17.ago ruby 14.00_painel m&v_unifei17.ago ruby 14.00_painel m&v_unifei
17.ago ruby 14.00_painel m&v_unifei
 
Mercado brasileiro de energia elétrica - O papel das renováveis de grande esc...
Mercado brasileiro de energia elétrica - O papel das renováveis de grande esc...Mercado brasileiro de energia elétrica - O papel das renováveis de grande esc...
Mercado brasileiro de energia elétrica - O papel das renováveis de grande esc...
 
Os Impactos da Lei 13.280/2016 no Programa de Eficiência Energética
Os Impactos da Lei 13.280/2016 no Programa de Eficiência EnergéticaOs Impactos da Lei 13.280/2016 no Programa de Eficiência Energética
Os Impactos da Lei 13.280/2016 no Programa de Eficiência Energética
 
Contribuição das energias renováveis para a mitigação de GEE: oportunidades e...
Contribuição das energias renováveis para a mitigação de GEE: oportunidades e...Contribuição das energias renováveis para a mitigação de GEE: oportunidades e...
Contribuição das energias renováveis para a mitigação de GEE: oportunidades e...
 
Workshop EE 2014 - 04. Marcelo Sigoli - A Visão da Abesco Sobre Eficiência ...
Workshop EE 2014 - 04. Marcelo Sigoli - A Visão da Abesco Sobre Eficiência ...Workshop EE 2014 - 04. Marcelo Sigoli - A Visão da Abesco Sobre Eficiência ...
Workshop EE 2014 - 04. Marcelo Sigoli - A Visão da Abesco Sobre Eficiência ...
 
White certificates: um mercado de títulos de eficiência energética para o Brasil
White certificates: um mercado de títulos de eficiência energética para o BrasilWhite certificates: um mercado de títulos de eficiência energética para o Brasil
White certificates: um mercado de títulos de eficiência energética para o Brasil
 
Sessão Temática - Infra-estrutura - Eduardo Carlos Spalding - 2007
Sessão Temática - Infra-estrutura -   Eduardo Carlos Spalding - 2007Sessão Temática - Infra-estrutura -   Eduardo Carlos Spalding - 2007
Sessão Temática - Infra-estrutura - Eduardo Carlos Spalding - 2007
 
Mercado de Geração Distribuída no Brasil
Mercado de Geração Distribuída no BrasilMercado de Geração Distribuída no Brasil
Mercado de Geração Distribuída no Brasil
 
ANÁLISE DE TRANSFORMADORES DE DISTRIBUIÇÃO VISANDO REDUÇÃO DE PERDAS NO SISTE...
ANÁLISE DE TRANSFORMADORES DE DISTRIBUIÇÃO VISANDO REDUÇÃO DE PERDAS NO SISTE...ANÁLISE DE TRANSFORMADORES DE DISTRIBUIÇÃO VISANDO REDUÇÃO DE PERDAS NO SISTE...
ANÁLISE DE TRANSFORMADORES DE DISTRIBUIÇÃO VISANDO REDUÇÃO DE PERDAS NO SISTE...
 
Geração Distribuída de Energia Elétrica e Geração Solar - Seminário franco-br...
Geração Distribuída de Energia Elétrica e Geração Solar - Seminário franco-br...Geração Distribuída de Energia Elétrica e Geração Solar - Seminário franco-br...
Geração Distribuída de Energia Elétrica e Geração Solar - Seminário franco-br...
 
17.ago topázio 14.15_475_ampla
17.ago topázio 14.15_475_ampla17.ago topázio 14.15_475_ampla
17.ago topázio 14.15_475_ampla
 

Último

karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
KleginaldoPaz2
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
MessiasMarianoG
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
HisrelBlog
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
YeniferGarcia36
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Biblioteca UCS
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
AntnioManuelAgdoma
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
wagnermorais28
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
ValdineyRodriguesBez1
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
lveiga112
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
LeticiaRochaCupaiol
 

Último (20)

karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
 

Conrado cetesb

  • 1. Políticas Públicas para Eficiência Energética no Setor Residencial Conrado Augustus de Melo Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP conrado@fem.unicamp.br 19 - 92101108
  • 2. A demanda de eletricidade no setor Consumo residêncial de eletricidade - São Paulo (TWh) 100 90 80 Alto 70 É crescente o consumo específico do setor Médio 60 Baixo 50 40 30 20 10 0 1995 1998 2001 2004 2007 2010 2013 2016 2019 2022 2025 Existe grande demanda reprimida de equipamentos nas faixas de baixa renda Equipamentos novos ineficientes disponíveis no mercado Uso de aparelhos no modo stand-by Demanda de novas residências Crescimento econômico
  • 3. Problemática Regulamentação Ausência de regulamentação para edificações residenciais Regulação da tarifa é contra a elaboração de programas de eficiência energética – concessionárias são premiadas pela expansão de ativos Tarifas subsidiadas – externalidades não refletidas nos preços da energia Usos finais Usos finais – selos para alguns equipamentos – ausência de padrões mandatários Ausência de programas de retirada de equipamentos ineficientes do mercado Ausência de limites para consumo stand-by Programas localizados de substituição – necessidade de integração Política de expansão do sistema de geração
  • 4. Mecanismos de Políticas Públicas Mecanismos de controle Eficiência energética como fonte de suprimento mandatária Códigos e padrões de eficiência energética Mecanismos de fundos Fundos públicos para eficiência energética (temos) Mecanismos de mercado Taxas de incentivos para eficiência energética Etiquetagem de desempenho energético (temos)
  • 5. EE como fonte de suprimento Considerar a eficiência energética no planejamento da expansão da capacidade de geração O potencial de eficiência pode ser: ofertado em leilões de eficiência energética Maior competitividade com custos de oferta de energia Utilização mais eficiente dos recursos compulsórios certificados negociáveis emitidos pelo agente regulador As distribuidoras são obrigadas a conservar determinadas quantias com base em sua participação no mercado Fomentar as ESCOs
  • 6. Padrões de eficiência energética Não permitir a disponibilização de equipamentos ineficientes novos no mercado Exemplo Opção 1 – (classificação A - selo PROCEL) - Custo R$ 1000,00 Opção 2 – (classificação E - selo PROCEL) - Custo R$ 830,00 (mesmo volume 261 l, mesma marca - consumo de energia 32% superior) Custo de compra Opção 1 VPCO (15 anos) (anual) Opção 2 Custo oper. (Tx = 10%) 830,00 107,6 818,30 1648,30 1000,00 81,5 619,90 1619,90 (26,10) 198,40 -170,00 Custo Total 28,40 Além de ser mais caro em termos de VP dos custos a opção 2 consome ~1325 KWh a mais durante sua vida útil.
  • 7. Fundo público para eficiência energética O que já existe 0,5% da ROL das distribuidoras CTEnerg Fundo PROESCO do BNDES Necessidade de coordenação para otimização dos fundos Ganhos de escala Redução de custos Acréscimo do poder de negociação com fornecedores e fabricantes
  • 8. Taxas de incentivos para eficiência energética Efeito da taxa anual de desconto no valor presente das economias geradas Valor Presente das Economias Geradas (R$) 1400 10 anos 1200 16 anos Taxas atrativas 1000 800 600 Custo do acréscimo de EE 400 200 0 0% 10% 20% 30% 40% 50% 60% Taxa anual de desconto 70% 80% 90% 100%
  • 9. Etiquetagem Informar o público em geral É necessário outras fontes de informação Informação para audiências específicas (eletricistas, engenheiros, arquitetos, etc) Divulgação de informações sobre hábitos de uso. Aumentar o número de equipamentos com selo Informações sobre custo/benefício das opções
  • 10. Conclusões O setor residencial representa uma significativa parcela do consumo de energia com demanda crescente que com certeza representará significativos impactos negativos ao meio ambiente O país possui estrutura (laborátorios, instituições) e fundos para promover a eficiência energética Existe um grande potencial de conservação de energia que devido a falta de planejamento energético, implementação de alguns mecanismos e de coordenação representam ineficiência “econômica” “Precisamos rever nossa política de expansão do setor elétrico e adotar uma política pública de eficiência energética”