SlideShare uma empresa Scribd logo
São Paulo e suas Áreas Verdes:
abordagem urbanística, aspectos econômicos e de
saúde pública



                                       Ilhas de Calor na
                                          área central da
                                   cidade de São Paulo


                                      Mônica Kofler Freitas
                                                  Arquiteta
MODIFICADORES
                                       DO CLIMA




                         AUSÊNCIA DE
                         VEGETAÇÃO
 QUEIMADAS




  LIXO




ÁREA
CONSTRUÍDA/PAVIMENTADA
Cidade de São Paulo


   • A maior metrópole do Brasil já foi
     conhecida como a terra da garoa. Hoje, a
     chuva miúda é muito rara.

  • Aumento de temperatura e diminuição da
    umidade, causados pela redução de áreas
    verdes, substituídas pelo concreto e pelo
    asfalto.


                                                Área Construída




• Ocupação Inadequada e
  Desmatamentos também
  cria grandes focos de
  calor urbano.
Perfil da Ilha de Calor Urbano


          Cidade de São Paulo
         •      Pesquisas evidenciam as diferenças de
                temperatura de superfície da cidade de
                São Paulo - área central para a periferia
                e entre os bairros.
                                                                                                                                   Ilha de Calor
                                                                  32,0
                                                                                                                                   na Região
                                                  33,0
                                                   33,0            32,0
         35,0
         35,0                                                                     30,0
                                                                                   30,0
                                                                                                                                   Metropolitana
         30,0
         30,0
                                  24,0                                                    26,0
                                                                                           26,0
         25,0                      24,0                   23,0
                                                           23,0
         25,0                                                             22,0
                                                                           22,0
                                          19,0
                                           19,0
T 0 C)




         20,0
T ((C)




         20,0     15,0                                                                                                             Satélite
0




                   15,0
         15,0
         15,0             11,0
                           11,0                                                                                                    ETM+LANDSAT
         10,0
         10,0
          5,0
          5,0                                                                                                                      Fonte: Atlas
          0,0
          0,0                                                                                                                      Ambiental -
                   inverno
                    inverno        verão
                                    verão          verão
                                                    verão          verão
                                                                    verão          verão
                                                                                    verão                                          1999
                  07:00:00
                  07:00:00        09:00:00
                                  09:00:00        14:47:00
                                                  14:47:00        14:56:00
                                                                  14:56:00        15:00:00
                                                                                  15:00:00

                                    Área Central
                                    Área Central      Periferia da Cidade
                                                      Periferia da Cidade
                                                                                                  http://atlasambiental.prefeitura.sp.gov.br/

Fonte: Lombardo, M. A. “Ilhas de Calor nas Metrópoles: o
caso de São Paulo”. São Paulo: HUCITEC, 1985.
Objetivo da pesquisa:
   Indicadores ambientais-urbano
   resultado da análise da inter-
   relação entre os padrões
   físicos existentes nos distritos
   e áreas verdes.




                     Área central
Imagem de
satélite IKONOS
Data: out/2002 e
2003
Fonte: Instituto
Geológico IG/SMA
Áreas vegetadas




Pesquisa pós-doutorado   São Paulo Área Central: Verticalização e Industrias
Áreas Verdes: Parques, Praças e Canteiros Públicos
Pesquisa pós-doutorado
Mapa do Desenho da Ilha de Calor
Pesquisa pós-doutorado
Distâncias da vegetação em metros
Pesquisa pós-doutorado
Consolação – Avenida Angélica    Bela Vista – Rua Carlos Sampaio




                                Bela Vista – Rua Itapeva
Santa Cecília – Alameda Glete
                                                     Fotos 2006 Pesquisa pós-doutorado
Belém – Rua Santa Rita c/Rua Rio Bonito
                                          Bom Retiro – Rua José Paulino




 Mooca – Rua da Mooca                      Brás                 Fotos 2006 Pesquisa pós-doutorado
• Situação Atual CA = 1,42
                                                      • Vegetação arbórea atual = 0,27%
                                                      • Altura das edificações: 18 pav.




Simulação 1




 PDE
 CA = 2,5
 Vegetação
 arbórea = 5,27%
 Simulação 2
                          Diretrizes urbanísticas para arborização

 Pesquisa pós-doutorado
DISTRITO DA SÉ                       Aumento do
                                       Maciço
                                      vegetação

                                                  Arborização de   Arborização
                                                  Áreas            de
          Arborização ao longo da                                  Corredores
                                                  Institucionais
          Rede Hídrica Estrutural                                  Verdes
                                                                   Implantação
          Arborização de Áreas                                     de ciclovia
          Livres Passíveis de
          vegetação: áreas
          destinadas ao Sistema de
          Áreas Verdes
                                                                     Arborização
                                                                     de Passeios
                                                                     Públicos




 Pesquisa pós-doutorado
Exemplo para habitação verticalizada em ZEIS – São Paulo centro




                                                       cidade de Los Angeles
Pesquisa pós-doutorado
Exemplo de Teto Verde




                        Fonte: www.greenroofs.com
Exemplo de calçamento
público




                                Áreas grandes de Estacionamento



Calçamento com faixa de verde
Contribuição da Vegetação Urbana


•   Conservação de Energia
•   Controle do albedo
•   Qualidade do ar
•   Ozono e CO2
•   Aumento da umidade relativa do ar
•   Melhoramento da Paisagem Urbana
•   Valorização do bairro
•   Contribuição para o controle de enchentes
Pesquisa pós-doutorado   VISTA DA ÁREA CENTRAL – SIMULAÇÃO NO COMPUTADOR

Mais conteúdo relacionado

Destaque

Slides de geografia (fenômenos climáticos)
Slides de geografia (fenômenos climáticos)Slides de geografia (fenômenos climáticos)
Slides de geografia (fenômenos climáticos)
google
 
Seminario Nacional - Arquitetura Paisagistica em tempos de crise hidrica
Seminario Nacional - Arquitetura Paisagistica em tempos de crise hidricaSeminario Nacional - Arquitetura Paisagistica em tempos de crise hidrica
Seminario Nacional - Arquitetura Paisagistica em tempos de crise hidrica
Fluxus Design Ecológico
 
Inversão Térmica e Ilhas de Calor
Inversão Térmica e Ilhas de CalorInversão Térmica e Ilhas de Calor
Inversão Térmica e Ilhas de Calor
StephanyChaiben
 
Clima urbano - Ilhas de Calor
Clima urbano - Ilhas de Calor Clima urbano - Ilhas de Calor
Clima urbano - Ilhas de Calor
Gisele Da Fonseca
 
ILHAS DE CALOR
ILHAS DE CALORILHAS DE CALOR
ILHAS DE CALOR
BSZNAYDER
 
Ilhas de calor (modelo de apresentação)
Ilhas de calor (modelo de apresentação)Ilhas de calor (modelo de apresentação)
Ilhas de calor (modelo de apresentação)
P@ULO Henrique
 
Slides Arquitetura Bioclimatica - Curso Conservação de Energia UERJ / SEBRAE/...
Slides Arquitetura Bioclimatica - Curso Conservação de Energia UERJ / SEBRAE/...Slides Arquitetura Bioclimatica - Curso Conservação de Energia UERJ / SEBRAE/...
Slides Arquitetura Bioclimatica - Curso Conservação de Energia UERJ / SEBRAE/...
Myrthes Marcele F. Santos
 
Estratégias bioclimáticas
Estratégias bioclimáticasEstratégias bioclimáticas
Estratégias bioclimáticas
Grazielle Clarino
 
A arquitetura da 1ª metade século xx
A arquitetura da 1ª metade século xxA arquitetura da 1ª metade século xx
A arquitetura da 1ª metade século xx
Ana Barreiros
 

Destaque (9)

Slides de geografia (fenômenos climáticos)
Slides de geografia (fenômenos climáticos)Slides de geografia (fenômenos climáticos)
Slides de geografia (fenômenos climáticos)
 
Seminario Nacional - Arquitetura Paisagistica em tempos de crise hidrica
Seminario Nacional - Arquitetura Paisagistica em tempos de crise hidricaSeminario Nacional - Arquitetura Paisagistica em tempos de crise hidrica
Seminario Nacional - Arquitetura Paisagistica em tempos de crise hidrica
 
Inversão Térmica e Ilhas de Calor
Inversão Térmica e Ilhas de CalorInversão Térmica e Ilhas de Calor
Inversão Térmica e Ilhas de Calor
 
Clima urbano - Ilhas de Calor
Clima urbano - Ilhas de Calor Clima urbano - Ilhas de Calor
Clima urbano - Ilhas de Calor
 
ILHAS DE CALOR
ILHAS DE CALORILHAS DE CALOR
ILHAS DE CALOR
 
Ilhas de calor (modelo de apresentação)
Ilhas de calor (modelo de apresentação)Ilhas de calor (modelo de apresentação)
Ilhas de calor (modelo de apresentação)
 
Slides Arquitetura Bioclimatica - Curso Conservação de Energia UERJ / SEBRAE/...
Slides Arquitetura Bioclimatica - Curso Conservação de Energia UERJ / SEBRAE/...Slides Arquitetura Bioclimatica - Curso Conservação de Energia UERJ / SEBRAE/...
Slides Arquitetura Bioclimatica - Curso Conservação de Energia UERJ / SEBRAE/...
 
Estratégias bioclimáticas
Estratégias bioclimáticasEstratégias bioclimáticas
Estratégias bioclimáticas
 
A arquitetura da 1ª metade século xx
A arquitetura da 1ª metade século xxA arquitetura da 1ª metade século xx
A arquitetura da 1ª metade século xx
 

Mais de UNAERP

Desarrollo de un Modelo de Red Neural Artificial para la Predicción de la Con...
Desarrollo de un Modelo de Red Neural Artificial para la Predicción de la Con...Desarrollo de un Modelo de Red Neural Artificial para la Predicción de la Con...
Desarrollo de un Modelo de Red Neural Artificial para la Predicción de la Con...
UNAERP
 
CLIMA URBANO E QUALIDADE AMBIENTAL NA CIDADE DE SÃO PAULO: UM ESTUDO DE CASO ...
CLIMA URBANO E QUALIDADE AMBIENTAL NA CIDADE DE SÃO PAULO: UM ESTUDO DE CASO ...CLIMA URBANO E QUALIDADE AMBIENTAL NA CIDADE DE SÃO PAULO: UM ESTUDO DE CASO ...
CLIMA URBANO E QUALIDADE AMBIENTAL NA CIDADE DE SÃO PAULO: UM ESTUDO DE CASO ...
UNAERP
 
material de aula projeto de prática iv
 material de aula projeto de prática iv material de aula projeto de prática iv
material de aula projeto de prática iv
UNAERP
 
Aula análise de projeto
Aula   análise de projetoAula   análise de projeto
Aula análise de projeto
UNAERP
 
Aula 3 metodos prescritivos
Aula 3   metodos prescritivosAula 3   metodos prescritivos
Aula 3 metodos prescritivos
UNAERP
 
Aula patologias e revestimentos 2016
Aula patologias e revestimentos 2016Aula patologias e revestimentos 2016
Aula patologias e revestimentos 2016
UNAERP
 
Aula subsistema estrutural cimento concreto
Aula  subsistema estrutural cimento concretoAula  subsistema estrutural cimento concreto
Aula subsistema estrutural cimento concreto
UNAERP
 
Aula patologias e revestimentos material para exercício e relatório
Aula patologias e revestimentos material para exercício e relatórioAula patologias e revestimentos material para exercício e relatório
Aula patologias e revestimentos material para exercício e relatório
UNAERP
 
Geoindicadores conforto ambiental pluris 2008
Geoindicadores conforto ambiental pluris 2008Geoindicadores conforto ambiental pluris 2008
Geoindicadores conforto ambiental pluris 2008
UNAERP
 
Indicadores qualidade ambiental na cidade de são paulo
Indicadores   qualidade ambiental na cidade de são pauloIndicadores   qualidade ambiental na cidade de são paulo
Indicadores qualidade ambiental na cidade de são paulo
UNAERP
 
Simpósio Universidade Federal de São Carlos
Simpósio Universidade Federal de São Carlos Simpósio Universidade Federal de São Carlos
Simpósio Universidade Federal de São Carlos
UNAERP
 
igu brisbane 2006
igu brisbane 2006igu brisbane 2006
igu brisbane 2006
UNAERP
 
Cap 8 - o uso de imagem termal gerada pelos satélites - issn 0100-7912 a2
Cap 8 - o uso de imagem termal gerada pelos satélites - issn 0100-7912 a2Cap 8 - o uso de imagem termal gerada pelos satélites - issn 0100-7912 a2
Cap 8 - o uso de imagem termal gerada pelos satélites - issn 0100-7912 a2
UNAERP
 
Aula subsistema estrutural cimento concreto
Aula  subsistema estrutural cimento concretoAula  subsistema estrutural cimento concreto
Aula subsistema estrutural cimento concreto
UNAERP
 
Aula patologias em alvenarias
Aula patologias em alvenariasAula patologias em alvenarias
Aula patologias em alvenarias
UNAERP
 
Aula Arquitetura: patologias e revestimentos
Aula Arquitetura: patologias e revestimentos Aula Arquitetura: patologias e revestimentos
Aula Arquitetura: patologias e revestimentos
UNAERP
 
Aula sobre fundação 2016
Aula sobre fundação 2016Aula sobre fundação 2016
Aula sobre fundação 2016
UNAERP
 
Aula projeto de arquitetura
Aula projeto de arquiteturaAula projeto de arquitetura
Aula projeto de arquitetura
UNAERP
 
Aula metodos abnt
Aula   metodos abntAula   metodos abnt
Aula metodos abnt
UNAERP
 
Aspectos Ambientais e Sociais na Construção da Cidade
Aspectos Ambientais e Sociais na Construção da CidadeAspectos Ambientais e Sociais na Construção da Cidade
Aspectos Ambientais e Sociais na Construção da Cidade
UNAERP
 

Mais de UNAERP (20)

Desarrollo de un Modelo de Red Neural Artificial para la Predicción de la Con...
Desarrollo de un Modelo de Red Neural Artificial para la Predicción de la Con...Desarrollo de un Modelo de Red Neural Artificial para la Predicción de la Con...
Desarrollo de un Modelo de Red Neural Artificial para la Predicción de la Con...
 
CLIMA URBANO E QUALIDADE AMBIENTAL NA CIDADE DE SÃO PAULO: UM ESTUDO DE CASO ...
CLIMA URBANO E QUALIDADE AMBIENTAL NA CIDADE DE SÃO PAULO: UM ESTUDO DE CASO ...CLIMA URBANO E QUALIDADE AMBIENTAL NA CIDADE DE SÃO PAULO: UM ESTUDO DE CASO ...
CLIMA URBANO E QUALIDADE AMBIENTAL NA CIDADE DE SÃO PAULO: UM ESTUDO DE CASO ...
 
material de aula projeto de prática iv
 material de aula projeto de prática iv material de aula projeto de prática iv
material de aula projeto de prática iv
 
Aula análise de projeto
Aula   análise de projetoAula   análise de projeto
Aula análise de projeto
 
Aula 3 metodos prescritivos
Aula 3   metodos prescritivosAula 3   metodos prescritivos
Aula 3 metodos prescritivos
 
Aula patologias e revestimentos 2016
Aula patologias e revestimentos 2016Aula patologias e revestimentos 2016
Aula patologias e revestimentos 2016
 
Aula subsistema estrutural cimento concreto
Aula  subsistema estrutural cimento concretoAula  subsistema estrutural cimento concreto
Aula subsistema estrutural cimento concreto
 
Aula patologias e revestimentos material para exercício e relatório
Aula patologias e revestimentos material para exercício e relatórioAula patologias e revestimentos material para exercício e relatório
Aula patologias e revestimentos material para exercício e relatório
 
Geoindicadores conforto ambiental pluris 2008
Geoindicadores conforto ambiental pluris 2008Geoindicadores conforto ambiental pluris 2008
Geoindicadores conforto ambiental pluris 2008
 
Indicadores qualidade ambiental na cidade de são paulo
Indicadores   qualidade ambiental na cidade de são pauloIndicadores   qualidade ambiental na cidade de são paulo
Indicadores qualidade ambiental na cidade de são paulo
 
Simpósio Universidade Federal de São Carlos
Simpósio Universidade Federal de São Carlos Simpósio Universidade Federal de São Carlos
Simpósio Universidade Federal de São Carlos
 
igu brisbane 2006
igu brisbane 2006igu brisbane 2006
igu brisbane 2006
 
Cap 8 - o uso de imagem termal gerada pelos satélites - issn 0100-7912 a2
Cap 8 - o uso de imagem termal gerada pelos satélites - issn 0100-7912 a2Cap 8 - o uso de imagem termal gerada pelos satélites - issn 0100-7912 a2
Cap 8 - o uso de imagem termal gerada pelos satélites - issn 0100-7912 a2
 
Aula subsistema estrutural cimento concreto
Aula  subsistema estrutural cimento concretoAula  subsistema estrutural cimento concreto
Aula subsistema estrutural cimento concreto
 
Aula patologias em alvenarias
Aula patologias em alvenariasAula patologias em alvenarias
Aula patologias em alvenarias
 
Aula Arquitetura: patologias e revestimentos
Aula Arquitetura: patologias e revestimentos Aula Arquitetura: patologias e revestimentos
Aula Arquitetura: patologias e revestimentos
 
Aula sobre fundação 2016
Aula sobre fundação 2016Aula sobre fundação 2016
Aula sobre fundação 2016
 
Aula projeto de arquitetura
Aula projeto de arquiteturaAula projeto de arquitetura
Aula projeto de arquitetura
 
Aula metodos abnt
Aula   metodos abntAula   metodos abnt
Aula metodos abnt
 
Aspectos Ambientais e Sociais na Construção da Cidade
Aspectos Ambientais e Sociais na Construção da CidadeAspectos Ambientais e Sociais na Construção da Cidade
Aspectos Ambientais e Sociais na Construção da Cidade
 

Conferência produção limpa mônica k freitas

  • 1. São Paulo e suas Áreas Verdes: abordagem urbanística, aspectos econômicos e de saúde pública Ilhas de Calor na área central da cidade de São Paulo Mônica Kofler Freitas Arquiteta
  • 2. MODIFICADORES DO CLIMA AUSÊNCIA DE VEGETAÇÃO QUEIMADAS LIXO ÁREA CONSTRUÍDA/PAVIMENTADA
  • 3. Cidade de São Paulo • A maior metrópole do Brasil já foi conhecida como a terra da garoa. Hoje, a chuva miúda é muito rara. • Aumento de temperatura e diminuição da umidade, causados pela redução de áreas verdes, substituídas pelo concreto e pelo asfalto. Área Construída • Ocupação Inadequada e Desmatamentos também cria grandes focos de calor urbano.
  • 4. Perfil da Ilha de Calor Urbano Cidade de São Paulo • Pesquisas evidenciam as diferenças de temperatura de superfície da cidade de São Paulo - área central para a periferia e entre os bairros. Ilha de Calor 32,0 na Região 33,0 33,0 32,0 35,0 35,0 30,0 30,0 Metropolitana 30,0 30,0 24,0 26,0 26,0 25,0 24,0 23,0 23,0 25,0 22,0 22,0 19,0 19,0 T 0 C) 20,0 T ((C) 20,0 15,0 Satélite 0 15,0 15,0 15,0 11,0 11,0 ETM+LANDSAT 10,0 10,0 5,0 5,0 Fonte: Atlas 0,0 0,0 Ambiental - inverno inverno verão verão verão verão verão verão verão verão 1999 07:00:00 07:00:00 09:00:00 09:00:00 14:47:00 14:47:00 14:56:00 14:56:00 15:00:00 15:00:00 Área Central Área Central Periferia da Cidade Periferia da Cidade http://atlasambiental.prefeitura.sp.gov.br/ Fonte: Lombardo, M. A. “Ilhas de Calor nas Metrópoles: o caso de São Paulo”. São Paulo: HUCITEC, 1985.
  • 5. Objetivo da pesquisa: Indicadores ambientais-urbano resultado da análise da inter- relação entre os padrões físicos existentes nos distritos e áreas verdes. Área central Imagem de satélite IKONOS Data: out/2002 e 2003 Fonte: Instituto Geológico IG/SMA
  • 6. Áreas vegetadas Pesquisa pós-doutorado São Paulo Área Central: Verticalização e Industrias
  • 7. Áreas Verdes: Parques, Praças e Canteiros Públicos Pesquisa pós-doutorado
  • 8. Mapa do Desenho da Ilha de Calor Pesquisa pós-doutorado
  • 9. Distâncias da vegetação em metros Pesquisa pós-doutorado
  • 10. Consolação – Avenida Angélica Bela Vista – Rua Carlos Sampaio Bela Vista – Rua Itapeva Santa Cecília – Alameda Glete Fotos 2006 Pesquisa pós-doutorado
  • 11. Belém – Rua Santa Rita c/Rua Rio Bonito Bom Retiro – Rua José Paulino Mooca – Rua da Mooca Brás Fotos 2006 Pesquisa pós-doutorado
  • 12. • Situação Atual CA = 1,42 • Vegetação arbórea atual = 0,27% • Altura das edificações: 18 pav. Simulação 1 PDE CA = 2,5 Vegetação arbórea = 5,27% Simulação 2 Diretrizes urbanísticas para arborização Pesquisa pós-doutorado
  • 13. DISTRITO DA SÉ Aumento do Maciço vegetação Arborização de Arborização Áreas de Arborização ao longo da Corredores Institucionais Rede Hídrica Estrutural Verdes Implantação Arborização de Áreas de ciclovia Livres Passíveis de vegetação: áreas destinadas ao Sistema de Áreas Verdes Arborização de Passeios Públicos Pesquisa pós-doutorado
  • 14. Exemplo para habitação verticalizada em ZEIS – São Paulo centro cidade de Los Angeles Pesquisa pós-doutorado
  • 15. Exemplo de Teto Verde Fonte: www.greenroofs.com
  • 16. Exemplo de calçamento público Áreas grandes de Estacionamento Calçamento com faixa de verde
  • 17. Contribuição da Vegetação Urbana • Conservação de Energia • Controle do albedo • Qualidade do ar • Ozono e CO2 • Aumento da umidade relativa do ar • Melhoramento da Paisagem Urbana • Valorização do bairro • Contribuição para o controle de enchentes
  • 18. Pesquisa pós-doutorado VISTA DA ÁREA CENTRAL – SIMULAÇÃO NO COMPUTADOR