SlideShare uma empresa Scribd logo
2020/2021
O Concurso literário «Natal em
tempo de pandemia» foi uma
iniciativa da Associação de Pais
das Escolas de Silgueiros, em
colaboração com a Biblioteca
Escolar D. Luís de Loureiro.
Concurso literário «Natal em
tempo de pandemia»
VENCEDORES DO SEGUNDO CICLO
1.º PRÉMIO
O Pai Natal este ano não vem
Pois é de grupo de risco
Mas já Jesus pode vir
Recebo-o a sorrir!
Este ano os Reis Magos não vêm
Pois não podem circular entre concelhos
Temos todos de ficar em nossas casas,
Fazer as prendas e proteger os mais velhos.
Não nos podemos esquecer
As regras são para cumprir,
Chega quem chegar
A máscara devemos usar!
Para a família vai ser difícil
Não poder todos reunir
Vamos lá celebrar à distância
Para todos os corações unir.
É preciso ter muito cuidado
Vamos ter muita prudência
Proteger-se a si e aos outros
É sinal de inteligência
Aqui fica a sugestão;
Para esta noite iluminada
Máscara, distanciamento e desinfetante,
É a atitude mais acertada!
Rodrigo C.- 6.º H
2.º PRÉMIO
O Natal ninguém cancela,
Mas temos mesmo de pensar
Em atirar as prendas pela janela,
Da abraços sem abraçar.
Este Natal
Vai ser diferente
Vais ficar em casa
Como toda a gente!
Não vai dar para estar pertinho
Do avô e da avó
Vamos todos para o Zoom
Para ninguém ficar só.
Este Natal não vai ser igual
O vírus ainda está entre nós
O Pai Natal fica em casa
E dá descanso aos trenós.
Com máscara
Ou com viseira
O vírus, neste Natal,
Não está para brincadeiras!
Vamos todos ter de esperar
Para que no ano que vem
Possamos todos unidos
Tocar o sino de Belém
Matilde M.- 6.º H
3.º PRÉMIO
Meu querido Pai Natal
Espero encontrar-te bem
Com um sorriso bem grande
E com saúde também.
Quero informar-te, Pai Natal
Que este Natal vai ser diferente
Porque há no mundo uma pandemia
Que já matou muita gente.
Não podes entrar em casa
Pela porta e nem pela chaminé
Não posso dar-te bolachas nem leite
E nem uma chávena de café.
Vais ter atenção no céu
Para não ficares contaminado
Pôr máscara no rosto
E desinfetar as mãos com cuidado.
Quando chegares a minha casa
Tens de ter distanciamento
Deixa as prendas à porta
E vai-te embora nesse momento.
Desejo, Pai Natal, que sejas feliz
E saúde nesta pandemia
Desejo-te um feliz Natal
Com paz e muita alegria!
Patrícia C.- 5.º I
VENCEDORES DO TERCEIRO CICLO
1.º PRÉMIO
Natal em tempo de pandemia
- Como foi o vosso Natal?
Todos os professores perguntavam o mesmo. Apesar de querer contar todos os
pormenores acerca das minhas férias, esperei que alguém se voluntariasse para dizer
algo. Já era de esperar que o Pedro fosse o primeiro. Com o seu ar arrogante, dirigiu-se
para a frente da turma e a professora ordenou-lhe que ajeitasse a máscara. Disse que
recebeu um telemóvel (daqueles supercaros) e uma bicicleta nova. É óbvio que todos
ficaram com ciúmes. Explicou a todos como o Natal dele tinha sido fantástico, mas eu
não acreditei em metade do que ele disse.
A seguir ao Pedro, a Margarida quis contar como tinha sido o Natal dela. Eu
esperava que ela falasse do presente que lhe ofereci (um perfume que além de barato,
era muito bem cheiroso). É claro que estava enganada. Ela só mencionou a roupa, o
calçado e os acessórios que lhe ofereceram. Disse, também, que todas as regras de
segurança foram cumpridas, pois de uma forma ou de outra, a família dela era pequena.
Finalmente tinha chegado a minha vez. Contei aos meus colegas que o meu
Natal foi uma confusão. Procurei várias soluções para conviver com a família sem a
juntar, mas não e ocorreu nenhuma ideia. Então convidámos os meus avós paternos para
virem jantar a nossa casa na noite de consoada e passámos o dia de Natal em casa dos
meus avós maternos. Mas, claro, com todos os cuidados: à entrada e à saída de casa
desinfetámos as mãos e só tirámos a máscara quando entrávamos em casa (já que
tínhamos que a utilizar na via pública) e cumprimos, sempre que possível, o
distanciamento social.
Gostei muito de ajudar a minha mãe e a minha avó a preparar o jantar. Para prato
principal fizemos polvo com batata a murro e, quanto às sobremesas, a mesa estava
cheia: filhoses, bolo-rei, bolo de chocolate, tronco de Natal, bolachas de Natal.
Acrescentei que, apesar de tudo isto, me diverti muito (fartei-me de cantar, dançar e
fartei-me de rir com as piadas que o meu avô contou). E, claro, contei-lhes o que recebi:
a minha madrinha deu-me CDs dos meus artistas favoritos, os meus pais e os meus tios
ofereceram-me as coleções dos livros “O diário de um Banana” e “Uma aventura” e
algumas peças de roupa (claro que também considero as notas que tive um excelente
presente de Natal, mas não queria ser demasiado chata).
Recebi alguns emails de familiares meus a perguntar como tinha corrido o
Natal, por isso, aproveitei para mandar algumas mensagens as meus amigos. Abençoada
seja a Internet! Graças a ela consegui falar com os meus tios e primos por
videochamada, o que de certa forma nos aproximou.
Ah! Quase me esquecia da atividade que tivemos na escola: o “amigo secreto”.
Sorteámos um nome para cada aluno e esse aluno tinha que oferecer um presente a
quem lhe calhou. É claro que, com a minha sorte, me foi calhar o Pedro, mas tentei
oferecer-lhe algo barato. Como não estava para me chatear, acabei por lhe comprar uns
chocolates (dos mais rascas). Antes e depois de os professores entregarem os presentes a
cada aluno, desinfetaram as mãos, tal como nós. Já estou farta de desinfetante! Eu não
fazia ideia de quem era o meu amigo secreto, mas quem quer que fosse, acertou em
cheio no presente. Deram-me um CD de músicas de Natal e um ramo de rosas
vermelhas (quando cheguei a casa, coloquei-as n minha mesinha de cabeceira e logo
espalharam o seu perfume pelo meu quarto).
As raparigas da minha turma receberam quase todas maquilhagem e esse tipo de
coisas, menos a Carolina. Ela recebeu os livros do “Harry Potter” (aposto que foi o
David que lhos deu). Não reparei no que os rapazes receberam, mas não deve ter sido
nada de especial. Só o meu discurso foi suficiente para ocupar metade da aula e como
mais ninguém quis “partilhar” o seu Natal, perguntei à Diretora de Turma como tinham
sido as férias dela. Ela ficou radiante por perceber que alguém se preocupava com ela.
Pois, fica a saber que é a minha professora preferida. Contou que, em vez de ir passar o
Natal a Bragança (como era costume), teve de ficar em casa devido à pandemia.
Questionei-a acerca dos presentes que ela recebera. Respondeu que gostou muito do
presente que lhe dei (a obra “O nome da Rosa”, de que ela estava sempre a falar) e que
soube logo que tinha sido eu a oferecê-lo.
Fiquei com um bocado de pena, porque acho que foi o único presente que ela
recebeu. Também nos mostrou fotografias do presépio que a comunidade ajudou a
montar, na aldeia dela. Estava lindíssimo e o mais importante é que todos os que
ajudaram estavam de máscara. Falou também sobre um concurso de músicas de Natal
que me pareceu divertido. Talvez pense em participar para o ano. Não sei como, a
conversa virou-se para as notas escolares. Fiquei chocada! As notas eram piores do que
eu pensava. Mas enfim, os colegas não me pareceram muito preocupados.
A aula terminou com o som ensurdecedor da campainha. Ainda estive à
conversa com a Carolina, no intervalo. É das únicas pessoas com quem se pode ter uma
conversa inteligente. Percebo perfeitamente por que é que não quis falar em frente à
turma. Estão sempre a gozar com ela! Eu confio nela e sinto que ela também confia
muito em mim (talvez por sermos da mesma turma). De qualquer das formas, ofereci-
lhe um bilhete para um concerto do seu cantor favorito (que, curiosamente, também é o
meu) mas é só para o ano (espero que nessa altura já tenha passado a pandemia).
Quando lho entreguei, notei-lhe um brilho nos olhos. Tenho a certeza que ficou
felicíssima! Bem, é o que os amigos fazem.
Matilde L. – 8.º G
2.º PRÉMIO
Um Natal gratificante
Era noite de Natal. Naquele sombrio mês de dezembro de dois mil e vinte.
Instalou-se uma gota de esperança a nível global após a apresentação de uma vacina
preventiva contra a COVID-19, nome atribuído pela Organização Mundial de Saúde a
um vírus facilmente transmissível, surgido pela primeira vez na China, que se alastrou
pelo mundo inteiro.
Joana tinha vinte e oito anos de idade e nascera em Santa Maria da Feira.
Trabalhava no hospital Santa Maria, no Porto, e residia a três quilómetros de distância
do local onde trabalhava.
A família de Joana, que se mantinha em Santa Maria da Feira, ponderara a
possibilidade de Joana viajar até à terra para passarem o Natal juntos, como era habitual
nos anos anteriores, mas a pandemia descontrolava-se cada vez mais e Joana decidiu
ficar no Porto, em segurança.
Já passava da meia-noite. Joana permanecia ainda acordada, a trabalhar naquele
hospital com um elevado número de pacientes, agitada, de um lado para o outro,
equipada dos pés à cabeça.
Depois de finalizar o turno, Joana arrastaou-se até à sala restrita a profissionais
de saúde. Desequipou-se e penteou os longos cabelos. Aproximou-se de um grupo de
enfermeiros que conversava. Falavam sobre as diversas tradições de Natal e como iria
ser celebrado naquele ano. Joana assistia, encostada à porta, um sorriso cansado e triste
no rosto. Tal como ela, muitas pessoas não comemorariam as festividades com a família
reunida.
A noite estava nublada, fria e com aguaceiros. Joana moveu-se rapidamente até
ao seu automóvel, depois de se ter despedido dos colegas e desejado um Feliz Natal.
Após chegar ao carro preto, estacionado no extenso parque do hospital, entrou, ligou o
motor e conduziu até ao humilde apartamento onde vivia. Fez o menor barulho possível
ao entrar na porta principal do prédio e enquanto subia as escadas. Tomou um duche,
vestiu-se e dirigiu-se ao quarto. Deitou-se na cama estreita e acabou por adormecer.
A noite desenrolou-se rapidamente. Eram nove horas da manhã. Joana vestiu
lentamente uma camisola de Natal, umas calças desportivas brancas e um par de meias
de inverno vermelhas, na companhia de um ruidoso aquecedor, apoiado sobre a cómoda
do seu quarto frio. Ao chegar à cozinha, retirou uma caneca de cerâmica do armário,
colocou-lhe uma pequena quantidade de leite e levou-a ao micro-ondas. Depois de ter
aquecido o leite, acrescentou-lhe cereais com saber a canela, ligou a televisão da sala e
sentou-se no sofá. Quando terminou a refeição, retirou algumas caixas com decorações
e uma pequena árvore de Natal de um compartimento escuro e com muita
desarrumação. Colocou a árvore na vertical e começou a decorá-la com alguns enfeites
natalícios vermelhos e dourados, guardados dentro de uma das caixas empoeirada.
Naquele momento, Joana lembrou-se de fazer algo para animar o Natal e ajudar
outras pessoas. Não iria trabalhar, por isso, resolveu recolher algumas roupas e calçado
usado, material escolar, brinquedos, alguns medicamentos e vários produtos
alimentares. Quando finalizou de amontoar tudo, Joana decidiu também motivar os
vizinhos para a sua iniciativa.
Após reunir todo o material fornecido pelos habitantes do prédio, Joana entregou
os donativos a várias famílias carenciadas, a instituições e a lares de idosos que
necessitavam de ajuda.
Tudo estava higienizado e pronto para ser utilizado. Todas as famílias, crianças,
idosos e funcionários agradeciam euforicamente a Joana e a todos os colaboradores por
tornarem o seu Natal mais alegre e especial.
Apesar da pandemia, aquele foi um Natal gratificante e cheio de esperança para
inúmeras pessoas
Ana Sofia G.- 9.º H.
3.º PRÉMIO
Querida filha,
Não poderei passar este Natal contigo, com os teus irmãos e com o vosso pai,
devido à culpa que eu iria sentir se algum de vocês ficasse doente. A situação aqui no
hospital não está nada fácil, mas temos todos de ser fortes, para continuarmos saudáveis
e para mais tarde voltarmos a estar todos juntos.
Quando eu era da tua idade, nós não tínhamos todas estas tecnologias que
existem hoje em dia, por isso tínhamos de fazer diversas atividades para passarmos o
tempo. Para não se sentirem tristes e com saudades minhas, podem fazer muitas coisas
divertidas, como beber um chocolate quente, enrolados num cobertor muito quentinho
enquanto vêem um filme engraçado, podem jogar jogos de tabuleiro e cozinhar comidas
e sobremesas deliciosas.
Podemos também fazer videochamada para podermos matar as saudades e
festejarmos juntos.
O mais importante de tudo isto é mantermo-nos em segurança, para que daqui a
uns meses possamos estar mais livres e aproveitar todos os momentos.
Adoro-te muito!
Beijinhos
Mãe
Imagem da capa disponível em https://mgnconsultoria.com.br/doacao-de-natal-na-pandemia/

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O meu natal dezembro 2010
O meu natal dezembro 2010O meu natal dezembro 2010
O meu natal dezembro 2010
Lino Costa
 
Composições 5º f
Composições 5º fComposições 5º f
Composições 5º f
Cristina Sousa
 
Quem da prenda ao pai natal
Quem da prenda ao pai natalQuem da prenda ao pai natal
Quem da prenda ao pai natal
Ana Moreira
 
Uma Estrela Atrás Da Porta
Uma Estrela Atrás Da PortaUma Estrela Atrás Da Porta
Uma Estrela Atrás Da Porta
Maria Borges
 
Uma Prenda de Natal
Uma Prenda de NatalUma Prenda de Natal
Uma Prenda de Natal
Biblioteca Escolar Sobreira
 
Um natal Diferente (texo PT)
Um natal Diferente (texo PT)Um natal Diferente (texo PT)
Um natal Diferente (texo PT)
GabrielaLeite1997
 
Celestina e o pinheirinho de Natal
Celestina e o pinheirinho de Natal Celestina e o pinheirinho de Natal
Celestina e o pinheirinho de Natal
m_momentoi
 
Natal em casa de Ernesto e Celestina
Natal em casa de Ernesto e CelestinaNatal em casa de Ernesto e Celestina
Natal em casa de Ernesto e Celestina
m_momentoi
 
Natal conto ninguem-da-prendas-painatal_animado
Natal conto ninguem-da-prendas-painatal_animadoNatal conto ninguem-da-prendas-painatal_animado
Natal conto ninguem-da-prendas-painatal_animado
Jorge Armenio
 
O dia de natal
O dia de natalO dia de natal
O dia de natal
eb1magida
 
O cavalinho de pau do Menino Jesus
O cavalinho de pau do Menino JesusO cavalinho de pau do Menino Jesus
O cavalinho de pau do Menino Jesus
Isabel Pinheiro
 
Poesias de Natal
Poesias de NatalPoesias de Natal
Poesias de Natal
angelagomescosta
 
Oarmriodopainatal livro-121114154441-phpapp01
Oarmriodopainatal livro-121114154441-phpapp01Oarmriodopainatal livro-121114154441-phpapp01
Oarmriodopainatal livro-121114154441-phpapp01
beebgondomar Judite
 
Quem da prenda ao pai natal
Quem da prenda ao pai natalQuem da prenda ao pai natal
Quem da prenda ao pai natal
Marcio Flores
 
Poesias de natal[1]
Poesias de natal[1]Poesias de natal[1]
Poesias de natal[1]
sorrisinhu
 
Uma prenda de_natal[1]
Uma prenda de_natal[1]Uma prenda de_natal[1]
Uma prenda de_natal[1]
Traquinas em Linha, lda
 
Poesias
PoesiasPoesias
Poesias
Professora
 
Ninguem da prendas pai natal
Ninguem da prendas pai natalNinguem da prendas pai natal
Ninguem da prendas pai natal
esquecimento1
 
Uma prenda de natal
Uma prenda de natalUma prenda de natal
Uma prenda de natal
Acilu
 
O natal das bruxas
O natal das bruxasO natal das bruxas
O natal das bruxas
Fatimapedro
 

Mais procurados (20)

O meu natal dezembro 2010
O meu natal dezembro 2010O meu natal dezembro 2010
O meu natal dezembro 2010
 
Composições 5º f
Composições 5º fComposições 5º f
Composições 5º f
 
Quem da prenda ao pai natal
Quem da prenda ao pai natalQuem da prenda ao pai natal
Quem da prenda ao pai natal
 
Uma Estrela Atrás Da Porta
Uma Estrela Atrás Da PortaUma Estrela Atrás Da Porta
Uma Estrela Atrás Da Porta
 
Uma Prenda de Natal
Uma Prenda de NatalUma Prenda de Natal
Uma Prenda de Natal
 
Um natal Diferente (texo PT)
Um natal Diferente (texo PT)Um natal Diferente (texo PT)
Um natal Diferente (texo PT)
 
Celestina e o pinheirinho de Natal
Celestina e o pinheirinho de Natal Celestina e o pinheirinho de Natal
Celestina e o pinheirinho de Natal
 
Natal em casa de Ernesto e Celestina
Natal em casa de Ernesto e CelestinaNatal em casa de Ernesto e Celestina
Natal em casa de Ernesto e Celestina
 
Natal conto ninguem-da-prendas-painatal_animado
Natal conto ninguem-da-prendas-painatal_animadoNatal conto ninguem-da-prendas-painatal_animado
Natal conto ninguem-da-prendas-painatal_animado
 
O dia de natal
O dia de natalO dia de natal
O dia de natal
 
O cavalinho de pau do Menino Jesus
O cavalinho de pau do Menino JesusO cavalinho de pau do Menino Jesus
O cavalinho de pau do Menino Jesus
 
Poesias de Natal
Poesias de NatalPoesias de Natal
Poesias de Natal
 
Oarmriodopainatal livro-121114154441-phpapp01
Oarmriodopainatal livro-121114154441-phpapp01Oarmriodopainatal livro-121114154441-phpapp01
Oarmriodopainatal livro-121114154441-phpapp01
 
Quem da prenda ao pai natal
Quem da prenda ao pai natalQuem da prenda ao pai natal
Quem da prenda ao pai natal
 
Poesias de natal[1]
Poesias de natal[1]Poesias de natal[1]
Poesias de natal[1]
 
Uma prenda de_natal[1]
Uma prenda de_natal[1]Uma prenda de_natal[1]
Uma prenda de_natal[1]
 
Poesias
PoesiasPoesias
Poesias
 
Ninguem da prendas pai natal
Ninguem da prendas pai natalNinguem da prendas pai natal
Ninguem da prendas pai natal
 
Uma prenda de natal
Uma prenda de natalUma prenda de natal
Uma prenda de natal
 
O natal das bruxas
O natal das bruxasO natal das bruxas
O natal das bruxas
 

Semelhante a Concurso literario natal em tempo de pandemia be dll

Um conto de natal
Um conto de natalUm conto de natal
1 131107062810-phpapp01a
1 131107062810-phpapp01a1 131107062810-phpapp01a
1 131107062810-phpapp01a
Anabela Barreira
 
Capítulo 1: Lulital - a magia começa
Capítulo 1: Lulital - a magia começaCapítulo 1: Lulital - a magia começa
Capítulo 1: Lulital - a magia começa
pribeletato
 
DeClara 28
DeClara 28DeClara 28
DeClara 28
IsabelPereira2010
 
Contos de Natal em Rede
Contos de Natal em RedeContos de Natal em Rede
Contos de Natal em Rede
Graça Madeira da Silva
 
Quemdaprendaaopainatal 131210075003-phpapp02a
Quemdaprendaaopainatal 131210075003-phpapp02aQuemdaprendaaopainatal 131210075003-phpapp02a
Quemdaprendaaopainatal 131210075003-phpapp02a
Anabela Barreira
 
Cd 3ª. SéRie 2008.Ppt1
Cd 3ª. SéRie 2008.Ppt1Cd 3ª. SéRie 2008.Ppt1
Cd 3ª. SéRie 2008.Ppt1
guest39a3a5d
 
Feliz Natal Cacau
Feliz Natal CacauFeliz Natal Cacau
Feliz Natal Cacau
Debora Regina Previatti
 
Apresentação cacau (1)
Apresentação cacau (1)Apresentação cacau (1)
Apresentação cacau (1)
Debora Regina Previatti
 
Apresentação cacau (1)2
Apresentação cacau (1)2Apresentação cacau (1)2
Apresentação cacau (1)2
Debora Regina Previatti
 
Cc
CcCc
Retalhos de historias e memorias
Retalhos de historias e memoriasRetalhos de historias e memorias
Retalhos de historias e memorias
10-09-61
 
Historia de Natal
Historia de NatalHistoria de Natal
Historia de Natal
Clubedacomunicacao
 
Terror em dezembro
Terror em dezembroTerror em dezembro
Terror em dezembro
Liliam Da Paixão
 
Box Amor & Livros - Jenna Evans Welch.pdf
Box Amor & Livros - Jenna Evans Welch.pdfBox Amor & Livros - Jenna Evans Welch.pdf
Box Amor & Livros - Jenna Evans Welch.pdf
annasantos30a
 
A história do pinda
A história do pindaA história do pinda
A história do pinda
Jussimar Siqueira
 
DeClara nº38 dezembro 2020
DeClara  nº38 dezembro 2020DeClara  nº38 dezembro 2020
DeClara nº38 dezembro 2020
IsabelPereira2010
 
Anorexia - Dominique Brand
Anorexia - Dominique BrandAnorexia - Dominique Brand
Anorexia - Dominique Brand
Moradores do Ype
 
Nx zero e chapeuzinho[1]
Nx zero e chapeuzinho[1]Nx zero e chapeuzinho[1]
Nx zero e chapeuzinho[1]
sallesz
 
Chapeuzinho vermelho
Chapeuzinho vermelhoChapeuzinho vermelho
Chapeuzinho vermelho
Lilian Nunes
 

Semelhante a Concurso literario natal em tempo de pandemia be dll (20)

Um conto de natal
Um conto de natalUm conto de natal
Um conto de natal
 
1 131107062810-phpapp01a
1 131107062810-phpapp01a1 131107062810-phpapp01a
1 131107062810-phpapp01a
 
Capítulo 1: Lulital - a magia começa
Capítulo 1: Lulital - a magia começaCapítulo 1: Lulital - a magia começa
Capítulo 1: Lulital - a magia começa
 
DeClara 28
DeClara 28DeClara 28
DeClara 28
 
Contos de Natal em Rede
Contos de Natal em RedeContos de Natal em Rede
Contos de Natal em Rede
 
Quemdaprendaaopainatal 131210075003-phpapp02a
Quemdaprendaaopainatal 131210075003-phpapp02aQuemdaprendaaopainatal 131210075003-phpapp02a
Quemdaprendaaopainatal 131210075003-phpapp02a
 
Cd 3ª. SéRie 2008.Ppt1
Cd 3ª. SéRie 2008.Ppt1Cd 3ª. SéRie 2008.Ppt1
Cd 3ª. SéRie 2008.Ppt1
 
Feliz Natal Cacau
Feliz Natal CacauFeliz Natal Cacau
Feliz Natal Cacau
 
Apresentação cacau (1)
Apresentação cacau (1)Apresentação cacau (1)
Apresentação cacau (1)
 
Apresentação cacau (1)2
Apresentação cacau (1)2Apresentação cacau (1)2
Apresentação cacau (1)2
 
Cc
CcCc
Cc
 
Retalhos de historias e memorias
Retalhos de historias e memoriasRetalhos de historias e memorias
Retalhos de historias e memorias
 
Historia de Natal
Historia de NatalHistoria de Natal
Historia de Natal
 
Terror em dezembro
Terror em dezembroTerror em dezembro
Terror em dezembro
 
Box Amor & Livros - Jenna Evans Welch.pdf
Box Amor & Livros - Jenna Evans Welch.pdfBox Amor & Livros - Jenna Evans Welch.pdf
Box Amor & Livros - Jenna Evans Welch.pdf
 
A história do pinda
A história do pindaA história do pinda
A história do pinda
 
DeClara nº38 dezembro 2020
DeClara  nº38 dezembro 2020DeClara  nº38 dezembro 2020
DeClara nº38 dezembro 2020
 
Anorexia - Dominique Brand
Anorexia - Dominique BrandAnorexia - Dominique Brand
Anorexia - Dominique Brand
 
Nx zero e chapeuzinho[1]
Nx zero e chapeuzinho[1]Nx zero e chapeuzinho[1]
Nx zero e chapeuzinho[1]
 
Chapeuzinho vermelho
Chapeuzinho vermelhoChapeuzinho vermelho
Chapeuzinho vermelho
 

Mais de Bibliotecas Infante D. Henrique

Projeto aLeR+ o Ambiente - Os animais são nossos amigos.pdf
Projeto aLeR+ o Ambiente - Os animais são nossos amigos.pdfProjeto aLeR+ o Ambiente - Os animais são nossos amigos.pdf
Projeto aLeR+ o Ambiente - Os animais são nossos amigos.pdf
Bibliotecas Infante D. Henrique
 
As canções/Os poetas/ Os cantores de Abril -25 de abril.pdf
As canções/Os poetas/ Os cantores de Abril -25 de abril.pdfAs canções/Os poetas/ Os cantores de Abril -25 de abril.pdf
As canções/Os poetas/ Os cantores de Abril -25 de abril.pdf
Bibliotecas Infante D. Henrique
 
Poesia - aLer+ a Liberdade - Ficheiro B.pdf
Poesia - aLer+ a Liberdade - Ficheiro B.pdfPoesia - aLer+ a Liberdade - Ficheiro B.pdf
Poesia - aLer+ a Liberdade - Ficheiro B.pdf
Bibliotecas Infante D. Henrique
 
Poesia - aLer+ a Liberdade - Ficheiro A.pdf
Poesia - aLer+ a Liberdade - Ficheiro A.pdfPoesia - aLer+ a Liberdade - Ficheiro A.pdf
Poesia - aLer+ a Liberdade - Ficheiro A.pdf
Bibliotecas Infante D. Henrique
 
Contacto - dezembro de 2023.pdf
Contacto - dezembro de 2023.pdfContacto - dezembro de 2023.pdf
Contacto - dezembro de 2023.pdf
Bibliotecas Infante D. Henrique
 
Postais 5.º A.pdf
Postais 5.º A.pdfPostais 5.º A.pdf
Paz Traz Paz.pdf
Paz Traz Paz.pdfPaz Traz Paz.pdf
Haicais - 5A.pdf
Haicais - 5A.pdfHaicais - 5A.pdf
Cartaz - Feira do Livro.pdf
Cartaz - Feira do Livro.pdfCartaz - Feira do Livro.pdf
Cartaz - Feira do Livro.pdf
Bibliotecas Infante D. Henrique
 
Normas- Quadras de Sao Martinho-Concurso 2022.pdf
Normas- Quadras de Sao Martinho-Concurso 2022.pdfNormas- Quadras de Sao Martinho-Concurso 2022.pdf
Normas- Quadras de Sao Martinho-Concurso 2022.pdf
Bibliotecas Infante D. Henrique
 
A utilização da ferramenta Padlet em contexto educativo.pdf
A utilização da ferramenta Padlet em contexto  educativo.pdfA utilização da ferramenta Padlet em contexto  educativo.pdf
A utilização da ferramenta Padlet em contexto educativo.pdf
Bibliotecas Infante D. Henrique
 
Criação e aplicação de quizzes na plataforma Quizizz.pdf
Criação e aplicação de quizzes na plataforma Quizizz.pdfCriação e aplicação de quizzes na plataforma Quizizz.pdf
Criação e aplicação de quizzes na plataforma Quizizz.pdf
Bibliotecas Infante D. Henrique
 
Criação e aplicação de questionários com a ferramenta Socrative.pdf
Criação e aplicação de questionários com a ferramenta Socrative.pdfCriação e aplicação de questionários com a ferramenta Socrative.pdf
Criação e aplicação de questionários com a ferramenta Socrative.pdf
Bibliotecas Infante D. Henrique
 
A utilização da ferramenta Padlet em contexto educativo.pdf
A utilização da ferramenta Padlet em contexto  educativo.pdfA utilização da ferramenta Padlet em contexto  educativo.pdf
A utilização da ferramenta Padlet em contexto educativo.pdf
Bibliotecas Infante D. Henrique
 
Criação e aplicação de questionários no Microsoft Forms.pdf
Criação e aplicação de questionários no Microsoft Forms.pdfCriação e aplicação de questionários no Microsoft Forms.pdf
Criação e aplicação de questionários no Microsoft Forms.pdf
Bibliotecas Infante D. Henrique
 
Criação e aplicação de quizzes na plataforma Quizizz.pdf
Criação e aplicação de quizzes na plataforma Quizizz.pdfCriação e aplicação de quizzes na plataforma Quizizz.pdf
Criação e aplicação de quizzes na plataforma Quizizz.pdf
Bibliotecas Infante D. Henrique
 
Criação e aplicação de quizzes na plataforma Kahoot.pdf
Criação e aplicação de quizzes na plataforma Kahoot.pdfCriação e aplicação de quizzes na plataforma Kahoot.pdf
Criação e aplicação de quizzes na plataforma Kahoot.pdf
Bibliotecas Infante D. Henrique
 
Se eu tivesse um lapis magico - semana dos direitos das criancas
Se eu tivesse um lapis magico  - semana dos direitos das criancasSe eu tivesse um lapis magico  - semana dos direitos das criancas
Se eu tivesse um lapis magico - semana dos direitos das criancas
Bibliotecas Infante D. Henrique
 
Trabalhos - Direitos Humanos- 7 h
Trabalhos   - Direitos Humanos-  7 hTrabalhos   - Direitos Humanos-  7 h
Trabalhos - Direitos Humanos- 7 h
Bibliotecas Infante D. Henrique
 

Mais de Bibliotecas Infante D. Henrique (20)

Projeto aLeR+ o Ambiente - Os animais são nossos amigos.pdf
Projeto aLeR+ o Ambiente - Os animais são nossos amigos.pdfProjeto aLeR+ o Ambiente - Os animais são nossos amigos.pdf
Projeto aLeR+ o Ambiente - Os animais são nossos amigos.pdf
 
As canções/Os poetas/ Os cantores de Abril -25 de abril.pdf
As canções/Os poetas/ Os cantores de Abril -25 de abril.pdfAs canções/Os poetas/ Os cantores de Abril -25 de abril.pdf
As canções/Os poetas/ Os cantores de Abril -25 de abril.pdf
 
Poesia - aLer+ a Liberdade - Ficheiro B.pdf
Poesia - aLer+ a Liberdade - Ficheiro B.pdfPoesia - aLer+ a Liberdade - Ficheiro B.pdf
Poesia - aLer+ a Liberdade - Ficheiro B.pdf
 
Poesia - aLer+ a Liberdade - Ficheiro A.pdf
Poesia - aLer+ a Liberdade - Ficheiro A.pdfPoesia - aLer+ a Liberdade - Ficheiro A.pdf
Poesia - aLer+ a Liberdade - Ficheiro A.pdf
 
Contacto - dezembro de 2023.pdf
Contacto - dezembro de 2023.pdfContacto - dezembro de 2023.pdf
Contacto - dezembro de 2023.pdf
 
Postais 5.º A.pdf
Postais 5.º A.pdfPostais 5.º A.pdf
Postais 5.º A.pdf
 
Paz Traz Paz.pdf
Paz Traz Paz.pdfPaz Traz Paz.pdf
Paz Traz Paz.pdf
 
Haicais - 5A.pdf
Haicais - 5A.pdfHaicais - 5A.pdf
Haicais - 5A.pdf
 
Cartaz - Feira do Livro.pdf
Cartaz - Feira do Livro.pdfCartaz - Feira do Livro.pdf
Cartaz - Feira do Livro.pdf
 
Normas- Quadras de Sao Martinho-Concurso 2022.pdf
Normas- Quadras de Sao Martinho-Concurso 2022.pdfNormas- Quadras de Sao Martinho-Concurso 2022.pdf
Normas- Quadras de Sao Martinho-Concurso 2022.pdf
 
Cartaz MIBE 2022.pdf
Cartaz MIBE 2022.pdfCartaz MIBE 2022.pdf
Cartaz MIBE 2022.pdf
 
A utilização da ferramenta Padlet em contexto educativo.pdf
A utilização da ferramenta Padlet em contexto  educativo.pdfA utilização da ferramenta Padlet em contexto  educativo.pdf
A utilização da ferramenta Padlet em contexto educativo.pdf
 
Criação e aplicação de quizzes na plataforma Quizizz.pdf
Criação e aplicação de quizzes na plataforma Quizizz.pdfCriação e aplicação de quizzes na plataforma Quizizz.pdf
Criação e aplicação de quizzes na plataforma Quizizz.pdf
 
Criação e aplicação de questionários com a ferramenta Socrative.pdf
Criação e aplicação de questionários com a ferramenta Socrative.pdfCriação e aplicação de questionários com a ferramenta Socrative.pdf
Criação e aplicação de questionários com a ferramenta Socrative.pdf
 
A utilização da ferramenta Padlet em contexto educativo.pdf
A utilização da ferramenta Padlet em contexto  educativo.pdfA utilização da ferramenta Padlet em contexto  educativo.pdf
A utilização da ferramenta Padlet em contexto educativo.pdf
 
Criação e aplicação de questionários no Microsoft Forms.pdf
Criação e aplicação de questionários no Microsoft Forms.pdfCriação e aplicação de questionários no Microsoft Forms.pdf
Criação e aplicação de questionários no Microsoft Forms.pdf
 
Criação e aplicação de quizzes na plataforma Quizizz.pdf
Criação e aplicação de quizzes na plataforma Quizizz.pdfCriação e aplicação de quizzes na plataforma Quizizz.pdf
Criação e aplicação de quizzes na plataforma Quizizz.pdf
 
Criação e aplicação de quizzes na plataforma Kahoot.pdf
Criação e aplicação de quizzes na plataforma Kahoot.pdfCriação e aplicação de quizzes na plataforma Kahoot.pdf
Criação e aplicação de quizzes na plataforma Kahoot.pdf
 
Se eu tivesse um lapis magico - semana dos direitos das criancas
Se eu tivesse um lapis magico  - semana dos direitos das criancasSe eu tivesse um lapis magico  - semana dos direitos das criancas
Se eu tivesse um lapis magico - semana dos direitos das criancas
 
Trabalhos - Direitos Humanos- 7 h
Trabalhos   - Direitos Humanos-  7 hTrabalhos   - Direitos Humanos-  7 h
Trabalhos - Direitos Humanos- 7 h
 

Último

gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdfgestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
Maria das Graças Machado Rodrigues
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
Falcão Brasil
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
Manuais Formação
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Falcão Brasil
 
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdfEscola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Falcão Brasil
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
MariaJooSilva58
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
Manuais Formação
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Bibliotecas Escolares AEIDH
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Bibliotecas Escolares AEIDH
 

Último (20)

gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdfgestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
VIAGEM AO PASSADO -
VIAGEM AO PASSADO                        -VIAGEM AO PASSADO                        -
VIAGEM AO PASSADO -
 
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
 
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdfEscola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
Festa dos Finalistas .
Festa dos Finalistas                    .Festa dos Finalistas                    .
Festa dos Finalistas .
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
 
Elogio da Saudade .
Elogio da Saudade                          .Elogio da Saudade                          .
Elogio da Saudade .
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
 

Concurso literario natal em tempo de pandemia be dll

  • 1. 2020/2021 O Concurso literário «Natal em tempo de pandemia» foi uma iniciativa da Associação de Pais das Escolas de Silgueiros, em colaboração com a Biblioteca Escolar D. Luís de Loureiro. Concurso literário «Natal em tempo de pandemia»
  • 3. 1.º PRÉMIO O Pai Natal este ano não vem Pois é de grupo de risco Mas já Jesus pode vir Recebo-o a sorrir! Este ano os Reis Magos não vêm Pois não podem circular entre concelhos Temos todos de ficar em nossas casas, Fazer as prendas e proteger os mais velhos. Não nos podemos esquecer As regras são para cumprir, Chega quem chegar A máscara devemos usar! Para a família vai ser difícil Não poder todos reunir Vamos lá celebrar à distância Para todos os corações unir. É preciso ter muito cuidado Vamos ter muita prudência Proteger-se a si e aos outros É sinal de inteligência Aqui fica a sugestão; Para esta noite iluminada Máscara, distanciamento e desinfetante, É a atitude mais acertada! Rodrigo C.- 6.º H
  • 4. 2.º PRÉMIO O Natal ninguém cancela, Mas temos mesmo de pensar Em atirar as prendas pela janela, Da abraços sem abraçar. Este Natal Vai ser diferente Vais ficar em casa Como toda a gente! Não vai dar para estar pertinho Do avô e da avó Vamos todos para o Zoom Para ninguém ficar só. Este Natal não vai ser igual O vírus ainda está entre nós O Pai Natal fica em casa E dá descanso aos trenós. Com máscara Ou com viseira O vírus, neste Natal, Não está para brincadeiras! Vamos todos ter de esperar Para que no ano que vem Possamos todos unidos Tocar o sino de Belém Matilde M.- 6.º H
  • 5. 3.º PRÉMIO Meu querido Pai Natal Espero encontrar-te bem Com um sorriso bem grande E com saúde também. Quero informar-te, Pai Natal Que este Natal vai ser diferente Porque há no mundo uma pandemia Que já matou muita gente. Não podes entrar em casa Pela porta e nem pela chaminé Não posso dar-te bolachas nem leite E nem uma chávena de café. Vais ter atenção no céu Para não ficares contaminado Pôr máscara no rosto E desinfetar as mãos com cuidado. Quando chegares a minha casa Tens de ter distanciamento Deixa as prendas à porta E vai-te embora nesse momento. Desejo, Pai Natal, que sejas feliz E saúde nesta pandemia Desejo-te um feliz Natal Com paz e muita alegria! Patrícia C.- 5.º I
  • 7. 1.º PRÉMIO Natal em tempo de pandemia - Como foi o vosso Natal? Todos os professores perguntavam o mesmo. Apesar de querer contar todos os pormenores acerca das minhas férias, esperei que alguém se voluntariasse para dizer algo. Já era de esperar que o Pedro fosse o primeiro. Com o seu ar arrogante, dirigiu-se para a frente da turma e a professora ordenou-lhe que ajeitasse a máscara. Disse que recebeu um telemóvel (daqueles supercaros) e uma bicicleta nova. É óbvio que todos ficaram com ciúmes. Explicou a todos como o Natal dele tinha sido fantástico, mas eu não acreditei em metade do que ele disse. A seguir ao Pedro, a Margarida quis contar como tinha sido o Natal dela. Eu esperava que ela falasse do presente que lhe ofereci (um perfume que além de barato, era muito bem cheiroso). É claro que estava enganada. Ela só mencionou a roupa, o calçado e os acessórios que lhe ofereceram. Disse, também, que todas as regras de segurança foram cumpridas, pois de uma forma ou de outra, a família dela era pequena. Finalmente tinha chegado a minha vez. Contei aos meus colegas que o meu Natal foi uma confusão. Procurei várias soluções para conviver com a família sem a juntar, mas não e ocorreu nenhuma ideia. Então convidámos os meus avós paternos para virem jantar a nossa casa na noite de consoada e passámos o dia de Natal em casa dos meus avós maternos. Mas, claro, com todos os cuidados: à entrada e à saída de casa desinfetámos as mãos e só tirámos a máscara quando entrávamos em casa (já que tínhamos que a utilizar na via pública) e cumprimos, sempre que possível, o distanciamento social. Gostei muito de ajudar a minha mãe e a minha avó a preparar o jantar. Para prato principal fizemos polvo com batata a murro e, quanto às sobremesas, a mesa estava cheia: filhoses, bolo-rei, bolo de chocolate, tronco de Natal, bolachas de Natal. Acrescentei que, apesar de tudo isto, me diverti muito (fartei-me de cantar, dançar e fartei-me de rir com as piadas que o meu avô contou). E, claro, contei-lhes o que recebi: a minha madrinha deu-me CDs dos meus artistas favoritos, os meus pais e os meus tios ofereceram-me as coleções dos livros “O diário de um Banana” e “Uma aventura” e algumas peças de roupa (claro que também considero as notas que tive um excelente presente de Natal, mas não queria ser demasiado chata). Recebi alguns emails de familiares meus a perguntar como tinha corrido o Natal, por isso, aproveitei para mandar algumas mensagens as meus amigos. Abençoada
  • 8. seja a Internet! Graças a ela consegui falar com os meus tios e primos por videochamada, o que de certa forma nos aproximou. Ah! Quase me esquecia da atividade que tivemos na escola: o “amigo secreto”. Sorteámos um nome para cada aluno e esse aluno tinha que oferecer um presente a quem lhe calhou. É claro que, com a minha sorte, me foi calhar o Pedro, mas tentei oferecer-lhe algo barato. Como não estava para me chatear, acabei por lhe comprar uns chocolates (dos mais rascas). Antes e depois de os professores entregarem os presentes a cada aluno, desinfetaram as mãos, tal como nós. Já estou farta de desinfetante! Eu não fazia ideia de quem era o meu amigo secreto, mas quem quer que fosse, acertou em cheio no presente. Deram-me um CD de músicas de Natal e um ramo de rosas vermelhas (quando cheguei a casa, coloquei-as n minha mesinha de cabeceira e logo espalharam o seu perfume pelo meu quarto). As raparigas da minha turma receberam quase todas maquilhagem e esse tipo de coisas, menos a Carolina. Ela recebeu os livros do “Harry Potter” (aposto que foi o David que lhos deu). Não reparei no que os rapazes receberam, mas não deve ter sido nada de especial. Só o meu discurso foi suficiente para ocupar metade da aula e como mais ninguém quis “partilhar” o seu Natal, perguntei à Diretora de Turma como tinham sido as férias dela. Ela ficou radiante por perceber que alguém se preocupava com ela. Pois, fica a saber que é a minha professora preferida. Contou que, em vez de ir passar o Natal a Bragança (como era costume), teve de ficar em casa devido à pandemia. Questionei-a acerca dos presentes que ela recebera. Respondeu que gostou muito do presente que lhe dei (a obra “O nome da Rosa”, de que ela estava sempre a falar) e que soube logo que tinha sido eu a oferecê-lo. Fiquei com um bocado de pena, porque acho que foi o único presente que ela recebeu. Também nos mostrou fotografias do presépio que a comunidade ajudou a montar, na aldeia dela. Estava lindíssimo e o mais importante é que todos os que ajudaram estavam de máscara. Falou também sobre um concurso de músicas de Natal que me pareceu divertido. Talvez pense em participar para o ano. Não sei como, a conversa virou-se para as notas escolares. Fiquei chocada! As notas eram piores do que eu pensava. Mas enfim, os colegas não me pareceram muito preocupados. A aula terminou com o som ensurdecedor da campainha. Ainda estive à conversa com a Carolina, no intervalo. É das únicas pessoas com quem se pode ter uma conversa inteligente. Percebo perfeitamente por que é que não quis falar em frente à turma. Estão sempre a gozar com ela! Eu confio nela e sinto que ela também confia muito em mim (talvez por sermos da mesma turma). De qualquer das formas, ofereci-
  • 9. lhe um bilhete para um concerto do seu cantor favorito (que, curiosamente, também é o meu) mas é só para o ano (espero que nessa altura já tenha passado a pandemia). Quando lho entreguei, notei-lhe um brilho nos olhos. Tenho a certeza que ficou felicíssima! Bem, é o que os amigos fazem. Matilde L. – 8.º G
  • 10. 2.º PRÉMIO Um Natal gratificante Era noite de Natal. Naquele sombrio mês de dezembro de dois mil e vinte. Instalou-se uma gota de esperança a nível global após a apresentação de uma vacina preventiva contra a COVID-19, nome atribuído pela Organização Mundial de Saúde a um vírus facilmente transmissível, surgido pela primeira vez na China, que se alastrou pelo mundo inteiro. Joana tinha vinte e oito anos de idade e nascera em Santa Maria da Feira. Trabalhava no hospital Santa Maria, no Porto, e residia a três quilómetros de distância do local onde trabalhava. A família de Joana, que se mantinha em Santa Maria da Feira, ponderara a possibilidade de Joana viajar até à terra para passarem o Natal juntos, como era habitual nos anos anteriores, mas a pandemia descontrolava-se cada vez mais e Joana decidiu ficar no Porto, em segurança. Já passava da meia-noite. Joana permanecia ainda acordada, a trabalhar naquele hospital com um elevado número de pacientes, agitada, de um lado para o outro, equipada dos pés à cabeça. Depois de finalizar o turno, Joana arrastaou-se até à sala restrita a profissionais de saúde. Desequipou-se e penteou os longos cabelos. Aproximou-se de um grupo de enfermeiros que conversava. Falavam sobre as diversas tradições de Natal e como iria ser celebrado naquele ano. Joana assistia, encostada à porta, um sorriso cansado e triste no rosto. Tal como ela, muitas pessoas não comemorariam as festividades com a família reunida. A noite estava nublada, fria e com aguaceiros. Joana moveu-se rapidamente até ao seu automóvel, depois de se ter despedido dos colegas e desejado um Feliz Natal. Após chegar ao carro preto, estacionado no extenso parque do hospital, entrou, ligou o motor e conduziu até ao humilde apartamento onde vivia. Fez o menor barulho possível ao entrar na porta principal do prédio e enquanto subia as escadas. Tomou um duche, vestiu-se e dirigiu-se ao quarto. Deitou-se na cama estreita e acabou por adormecer. A noite desenrolou-se rapidamente. Eram nove horas da manhã. Joana vestiu lentamente uma camisola de Natal, umas calças desportivas brancas e um par de meias de inverno vermelhas, na companhia de um ruidoso aquecedor, apoiado sobre a cómoda
  • 11. do seu quarto frio. Ao chegar à cozinha, retirou uma caneca de cerâmica do armário, colocou-lhe uma pequena quantidade de leite e levou-a ao micro-ondas. Depois de ter aquecido o leite, acrescentou-lhe cereais com saber a canela, ligou a televisão da sala e sentou-se no sofá. Quando terminou a refeição, retirou algumas caixas com decorações e uma pequena árvore de Natal de um compartimento escuro e com muita desarrumação. Colocou a árvore na vertical e começou a decorá-la com alguns enfeites natalícios vermelhos e dourados, guardados dentro de uma das caixas empoeirada. Naquele momento, Joana lembrou-se de fazer algo para animar o Natal e ajudar outras pessoas. Não iria trabalhar, por isso, resolveu recolher algumas roupas e calçado usado, material escolar, brinquedos, alguns medicamentos e vários produtos alimentares. Quando finalizou de amontoar tudo, Joana decidiu também motivar os vizinhos para a sua iniciativa. Após reunir todo o material fornecido pelos habitantes do prédio, Joana entregou os donativos a várias famílias carenciadas, a instituições e a lares de idosos que necessitavam de ajuda. Tudo estava higienizado e pronto para ser utilizado. Todas as famílias, crianças, idosos e funcionários agradeciam euforicamente a Joana e a todos os colaboradores por tornarem o seu Natal mais alegre e especial. Apesar da pandemia, aquele foi um Natal gratificante e cheio de esperança para inúmeras pessoas Ana Sofia G.- 9.º H.
  • 12. 3.º PRÉMIO Querida filha, Não poderei passar este Natal contigo, com os teus irmãos e com o vosso pai, devido à culpa que eu iria sentir se algum de vocês ficasse doente. A situação aqui no hospital não está nada fácil, mas temos todos de ser fortes, para continuarmos saudáveis e para mais tarde voltarmos a estar todos juntos. Quando eu era da tua idade, nós não tínhamos todas estas tecnologias que existem hoje em dia, por isso tínhamos de fazer diversas atividades para passarmos o tempo. Para não se sentirem tristes e com saudades minhas, podem fazer muitas coisas divertidas, como beber um chocolate quente, enrolados num cobertor muito quentinho enquanto vêem um filme engraçado, podem jogar jogos de tabuleiro e cozinhar comidas e sobremesas deliciosas. Podemos também fazer videochamada para podermos matar as saudades e festejarmos juntos. O mais importante de tudo isto é mantermo-nos em segurança, para que daqui a uns meses possamos estar mais livres e aproveitar todos os momentos. Adoro-te muito! Beijinhos Mãe
  • 13. Imagem da capa disponível em https://mgnconsultoria.com.br/doacao-de-natal-na-pandemia/