SlideShare uma empresa Scribd logo
Gregória Paixão von Amann
Direção- Geral da Saúde, 2017
• Ontem
– Um pouco de história
• Hoje
– Os Planos e as Estratégias Nacionais
– O Programa Nacional de Prevenção de Acidentes
– A sinistralidade rodoviária em Portugal
• Amanhã
– A mudança do paradigma da segurança
• Num tempo de reis e rainhas...
• Chegou a Portugal o primeiro automóvel!
• Na primeira viagem que realiza, entre Lisboa e
Santiago do Cacém (150Km) é protagonista do
primeiro acidente de viação ao atropelar um burro!
Após o 25 abril 1974 Existiam 500.000 automóveis
Após a entrada na CEE/UE
• A infraestruturas
rodoviárias multiplicou
por 14 a densidade da
rede de autoestradas
• O parque automóvel
quintuplicou.
• Metade da população
tem carro e carta de
condução
Foto:RicardoFerreira
• Plano de Segurança Rodoviária
(PISER 1998-2000)
• Plano de Prevenção Rodoviária
(PNPR 2003-2005)
Nacional de Segurança Rodoviária
(ENSR 2008-2015)
Estratégico Nacional de Segurança
Rodoviária (PENSE 2020) (em aprovação).
Veiculo
AmbienteUtente
• Código da Estrada, Decretos lei e regulamentos sobre:
• Uso de capacete e de cinto de segurança (1976),
• Proibição de condução sob influência do álcool (1982),
• Redução dos limites de velocidade dentro das localidades (1994),
• Obrigatoriedade do uso de sistemas de retenção para crianças
(1995)
• Introdução dos conceitos de utilizador vulnerável e zonas de
coexistência, circulação de velocípedes e carta por pontos
(2013)
• Toda a legislação foi acompanhada de
– campanhas de informação e sensibilização da população portuguesa
Vítimas mortais
(no local e a 30 dias)
Mortos e feridos graves
Ao longo dos últimos 10 anos
No Mundo Em Portugal
• 38% mortes
atribuída ao álcool
– 77% eram condutores
– 17% peões
– 6% passageiros.
• 71% das vítimas
tinham uma
TAS≥1,2g/l
25.0
38.9
36.5
41.4
34.7
37.7
34.4
37.1
32.7
37.4
33.2
26.6
2004
2005
2006
2007
2008
2009
2010
2011
2012
2013
2014
2015
Decréscimo médio anual
Condutores mortos TAS>=0,5g/l (%)
Do 1.º automóvel! Ao automóvel inteligente
N.º óbitos/2014
Taxa mortalidade
prematura/100.000 habitantes
Fonte: INE 2016. Publicado em A SAÚDE DOS PORTUGUESES 2016. DGS, 2016
Acidentes são...
5.ª causa de morte e 3.ª causa de morte prematura e anos de vida
perdidos!
Fonte: INE 2016.
Promoção da
saúde e da
segurança
dos cidadãos
e grupos
vulneráveis
Prevenção de
acidentes em
ambientes
específicos
Qualidade de
cuidados de
emergência,
tratamento e
reabilitação
Formação
Monitorização
dos
acidentes
20
21
http://www.trafficsnakegame.eu/portugal/
22
DETEÇÃO
ALERTA
PRÉ-
SOCORRO
SOCORRO
TRANSPORTE
URGÊNCIA
TRATAMENTO
SERVIÇOS
SAUDE
Dos profissionais de saúde
Em Cursos e Conferencias…
De todos os grupos profissionais
Acreditado e em regime e-Learning
http://estradaviva.org/curso-global/
Dos Acidentes
• No local do acidente
(ANSR)
• A “30 dias” através da
(PGR)
• No final do ano (INE)
Feridos
Dos custos
– 1,890 milhões de euros -
1,17% do PIB
–4,8 milhões de Euros
que corresponde a 6,3%
do PIB de 2013.
(Custo médio anual,
usando classificação MAIS)
27
28
6.000 profissionais de saúde / 60.000 famílias /taxistas/...
II.ª SMSR 2013
Pedonalidade
III.ª SMSR 2015
Crianças e jovens
IV.ª SMSR 2017
Velocidade..................
6.000 atropelamentos com vítimas,
e mais de 600 peões
2015 (10.341.330) 2080 (estimativa)
Doenças crónicas não
transmissíveis e Acidentes
Acidentes rodoviários segundo
o tipo de utilizadores
Estimativas da carga global de doença atribuível a doenças e lesões, expressa em DALY/100.000 habitantes
Portugal, 2015
Excesso de peso e obesidade
perpetuam-se
Sedentarismo é acentuado
• Atividade física
– Nunca: 60% dos H e 70% das M
• Marcha/Caminhada
– Nunca: 39%
– 5 dias/semana: 40%
• Bicicleta/outro modo suave
– Nunca: 94%
– 5 dias/semana: 1,4%
As cidades como espaços onde se vive e onde existe potencial de
caminhar, usufruir e conviver.....
Devolver a rua às pessoas
( m o b i l i d a d e ) v s . ( a c e s s i b i l i d a d e )
Disponibilizar diferentes soluções de transportes
Soluções integradas de mobilidade
Disponibilizar todas as soluções de mobilidade segura
existentes
integrar a fragilidade humana nos sistemas rodoviários
Planear os equipamentos integrados na vida das
pessoas
Hospital Centro Comercial
Reduzir as emissões de poluentes e as emissões sonoras
Melhorar as acessibilidades e a qualidade de vida
gamann@dgs.min-saude.pt

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

8ª Assembleia do CONASS – Situação da violência no trânsito no Brasil
8ª Assembleia do CONASS – Situação da violência no trânsito no Brasil8ª Assembleia do CONASS – Situação da violência no trânsito no Brasil
8ª Assembleia do CONASS – Situação da violência no trânsito no Brasil
Conselho Nacional de Secretários de Saúde - CONASS
 
8ª Assembleia do CONASS – Acidentes de Transporte Terrestre em Pernambuco
8ª Assembleia do CONASS – Acidentes de Transporte Terrestre em Pernambuco8ª Assembleia do CONASS – Acidentes de Transporte Terrestre em Pernambuco
8ª Assembleia do CONASS – Acidentes de Transporte Terrestre em Pernambuco
Conselho Nacional de Secretários de Saúde - CONASS
 
Evolução dos índices gerais de acidentes de trânsito e dos custos de atendime...
Evolução dos índices gerais de acidentes de trânsito e dos custos de atendime...Evolução dos índices gerais de acidentes de trânsito e dos custos de atendime...
Evolução dos índices gerais de acidentes de trânsito e dos custos de atendime...
Anselmo Coutinho
 
Propostas do brasil para a Década de Segurança no Trânsito
Propostas do brasil para a Década de Segurança no TrânsitoPropostas do brasil para a Década de Segurança no Trânsito
Propostas do brasil para a Década de Segurança no Trânsito
SERGET | Mobilidade Viária
 
Sinistralidade Rodoviária e condução em Portugal
Sinistralidade Rodoviária e condução em PortugalSinistralidade Rodoviária e condução em Portugal
Sinistralidade Rodoviária e condução em Portugal
cmlopes
 
Questões IDECAN Prof. Margos Girão
Questões IDECAN Prof.  Margos GirãoQuestões IDECAN Prof.  Margos Girão
Questões IDECAN Prof. Margos Girão
Marcos Girão
 
IDECAN Exercícios
IDECAN ExercíciosIDECAN Exercícios
IDECAN Exercícios
EstrategiaConc
 
Sinistralidade Rodoviária
Sinistralidade RodoviáriaSinistralidade Rodoviária
Sinistralidade Rodoviária
fabokasjose
 
Orientações quanto a aplicação da receita arrecadada com a cobrança das multa...
Orientações quanto a aplicação da receita arrecadada com a cobrança das multa...Orientações quanto a aplicação da receita arrecadada com a cobrança das multa...
Orientações quanto a aplicação da receita arrecadada com a cobrança das multa...
Gabriella Ribeiro
 
Governo Federal apresenta plano para redução da violência de trânsito
Governo Federal apresenta plano para redução da violência de trânsitoGoverno Federal apresenta plano para redução da violência de trânsito
Governo Federal apresenta plano para redução da violência de trânsito
Ministério da Saúde
 
A Sinistralidade Portuguesa até indivíduos de 34 anos de idade
A Sinistralidade Portuguesa até indivíduos de 34 anos de idadeA Sinistralidade Portuguesa até indivíduos de 34 anos de idade
A Sinistralidade Portuguesa até indivíduos de 34 anos de idade
pedrocsilv
 
Palestra de Acessibilidade - Ipem MG
Palestra de Acessibilidade - Ipem MGPalestra de Acessibilidade - Ipem MG
Palestra de Acessibilidade - Ipem MG
liviamurta
 
Slide bprv apresentacao
Slide bprv apresentacaoSlide bprv apresentacao
Slide bprv apresentacao
DiogoNascimento44
 
DIÁLOGO SOBRE MOBILIDADE OU EXPERIÊNCIAS E INOVAÇÕES IMPLANTADAS E SEUS IMPAC...
DIÁLOGO SOBRE MOBILIDADE OU EXPERIÊNCIAS E INOVAÇÕES IMPLANTADAS E SEUS IMPAC...DIÁLOGO SOBRE MOBILIDADE OU EXPERIÊNCIAS E INOVAÇÕES IMPLANTADAS E SEUS IMPAC...
DIÁLOGO SOBRE MOBILIDADE OU EXPERIÊNCIAS E INOVAÇÕES IMPLANTADAS E SEUS IMPAC...
Gabriella Ribeiro
 
Plenária da Cidade de Jaboatão dos Guararapes
Plenária da Cidade de Jaboatão dos GuararapesPlenária da Cidade de Jaboatão dos Guararapes
Plenária da Cidade de Jaboatão dos Guararapes
Jamildo Melo
 

Mais procurados (15)

8ª Assembleia do CONASS – Situação da violência no trânsito no Brasil
8ª Assembleia do CONASS – Situação da violência no trânsito no Brasil8ª Assembleia do CONASS – Situação da violência no trânsito no Brasil
8ª Assembleia do CONASS – Situação da violência no trânsito no Brasil
 
8ª Assembleia do CONASS – Acidentes de Transporte Terrestre em Pernambuco
8ª Assembleia do CONASS – Acidentes de Transporte Terrestre em Pernambuco8ª Assembleia do CONASS – Acidentes de Transporte Terrestre em Pernambuco
8ª Assembleia do CONASS – Acidentes de Transporte Terrestre em Pernambuco
 
Evolução dos índices gerais de acidentes de trânsito e dos custos de atendime...
Evolução dos índices gerais de acidentes de trânsito e dos custos de atendime...Evolução dos índices gerais de acidentes de trânsito e dos custos de atendime...
Evolução dos índices gerais de acidentes de trânsito e dos custos de atendime...
 
Propostas do brasil para a Década de Segurança no Trânsito
Propostas do brasil para a Década de Segurança no TrânsitoPropostas do brasil para a Década de Segurança no Trânsito
Propostas do brasil para a Década de Segurança no Trânsito
 
Sinistralidade Rodoviária e condução em Portugal
Sinistralidade Rodoviária e condução em PortugalSinistralidade Rodoviária e condução em Portugal
Sinistralidade Rodoviária e condução em Portugal
 
Questões IDECAN Prof. Margos Girão
Questões IDECAN Prof.  Margos GirãoQuestões IDECAN Prof.  Margos Girão
Questões IDECAN Prof. Margos Girão
 
IDECAN Exercícios
IDECAN ExercíciosIDECAN Exercícios
IDECAN Exercícios
 
Sinistralidade Rodoviária
Sinistralidade RodoviáriaSinistralidade Rodoviária
Sinistralidade Rodoviária
 
Orientações quanto a aplicação da receita arrecadada com a cobrança das multa...
Orientações quanto a aplicação da receita arrecadada com a cobrança das multa...Orientações quanto a aplicação da receita arrecadada com a cobrança das multa...
Orientações quanto a aplicação da receita arrecadada com a cobrança das multa...
 
Governo Federal apresenta plano para redução da violência de trânsito
Governo Federal apresenta plano para redução da violência de trânsitoGoverno Federal apresenta plano para redução da violência de trânsito
Governo Federal apresenta plano para redução da violência de trânsito
 
A Sinistralidade Portuguesa até indivíduos de 34 anos de idade
A Sinistralidade Portuguesa até indivíduos de 34 anos de idadeA Sinistralidade Portuguesa até indivíduos de 34 anos de idade
A Sinistralidade Portuguesa até indivíduos de 34 anos de idade
 
Palestra de Acessibilidade - Ipem MG
Palestra de Acessibilidade - Ipem MGPalestra de Acessibilidade - Ipem MG
Palestra de Acessibilidade - Ipem MG
 
Slide bprv apresentacao
Slide bprv apresentacaoSlide bprv apresentacao
Slide bprv apresentacao
 
DIÁLOGO SOBRE MOBILIDADE OU EXPERIÊNCIAS E INOVAÇÕES IMPLANTADAS E SEUS IMPAC...
DIÁLOGO SOBRE MOBILIDADE OU EXPERIÊNCIAS E INOVAÇÕES IMPLANTADAS E SEUS IMPAC...DIÁLOGO SOBRE MOBILIDADE OU EXPERIÊNCIAS E INOVAÇÕES IMPLANTADAS E SEUS IMPAC...
DIÁLOGO SOBRE MOBILIDADE OU EXPERIÊNCIAS E INOVAÇÕES IMPLANTADAS E SEUS IMPAC...
 
Plenária da Cidade de Jaboatão dos Guararapes
Plenária da Cidade de Jaboatão dos GuararapesPlenária da Cidade de Jaboatão dos Guararapes
Plenária da Cidade de Jaboatão dos Guararapes
 

Semelhante a CONASS Debate – Dia 25/04: Gregória Paixão von Amann

Trabalho
TrabalhoTrabalho
Trabalho
Miguel Novais
 
Apresentação Ailton Brasiliense - Seminário Educação em Seguros
Apresentação Ailton Brasiliense - Seminário Educação em SegurosApresentação Ailton Brasiliense - Seminário Educação em Seguros
Apresentação Ailton Brasiliense - Seminário Educação em Seguros
cdnrio
 
Divulgando a cultura de segurança no trânsito para reduzir o número de mortos...
Divulgando a cultura de segurança no trânsito para reduzir o número de mortos...Divulgando a cultura de segurança no trânsito para reduzir o número de mortos...
Divulgando a cultura de segurança no trânsito para reduzir o número de mortos...
Robson Peixoto
 
Prevenção..
Prevenção..Prevenção..
Prevenção..
9F
 
Prevenção Rodoviária
Prevenção RodoviáriaPrevenção Rodoviária
Prevenção Rodoviária
9F
 
Prevenção..
Prevenção..Prevenção..
Prevenção..
9F
 
Transportes Rodoviários
Transportes RodoviáriosTransportes Rodoviários
Transportes Rodoviários
Prince_Khayman
 
ANUÁRIO NACIONAL DE SEGURANÇA VIÁRIA
ANUÁRIO NACIONAL DE SEGURANÇA VIÁRIAANUÁRIO NACIONAL DE SEGURANÇA VIÁRIA
ANUÁRIO NACIONAL DE SEGURANÇA VIÁRIA
Ricardo Vieira
 
ANUÁRIO NACIONAL DE SEGURANÇA VIÁRIA
ANUÁRIO NACIONAL DE SEGURANÇA VIÁRIAANUÁRIO NACIONAL DE SEGURANÇA VIÁRIA
ANUÁRIO NACIONAL DE SEGURANÇA VIÁRIA
Ricardo Vieira
 
Conquistas e desafios na educacao
Conquistas e desafios na educacaoConquistas e desafios na educacao
Conquistas e desafios na educacao
trans_smt
 
Guia - Como atender a imprensa - Parte1 - Acidentes
Guia - Como atender a imprensa - Parte1 - AcidentesGuia - Como atender a imprensa - Parte1 - Acidentes
Guia - Como atender a imprensa - Parte1 - Acidentes
Fernando César Oliveira
 
Viracopos/debate CMDU -2014
Viracopos/debate CMDU -2014Viracopos/debate CMDU -2014
Viracopos/debate CMDU -2014
resgate cambui ong
 
Selo Decada de Acoes para Segurança no Trânsito
Selo Decada de Acoes para Segurança no TrânsitoSelo Decada de Acoes para Segurança no Trânsito
Selo Decada de Acoes para Segurança no Trânsito
Jose_Mario
 
Apresentação Dep. Ana Paula Vitorino
Apresentação Dep. Ana Paula VitorinoApresentação Dep. Ana Paula Vitorino
Apresentação Dep. Ana Paula Vitorino
FDP PS Porto
 
Forfeit Fiemglab - Apresentação
Forfeit Fiemglab - ApresentaçãoForfeit Fiemglab - Apresentação
Forfeit Fiemglab - Apresentação
Wave Connections
 
Espanha - Relatório do WEF - The Travel & Tourism Competitiveness Report 2017
Espanha - Relatório do WEF - The Travel & Tourism Competitiveness Report 2017Espanha - Relatório do WEF - The Travel & Tourism Competitiveness Report 2017
Espanha - Relatório do WEF - The Travel & Tourism Competitiveness Report 2017
Leonardo Seabra
 
Plataforma Tecnológica da Bicicleta 7 julho 2014
Plataforma Tecnológica da Bicicleta 7 julho 2014Plataforma Tecnológica da Bicicleta 7 julho 2014
Plataforma Tecnológica da Bicicleta 7 julho 2014
Plataforma Tecnológica da Bicicleta e Mobilidade Suave
 
Palestra I Encontro Violência e SaúDe Slide Share
Palestra I Encontro Violência e SaúDe Slide SharePalestra I Encontro Violência e SaúDe Slide Share
Palestra I Encontro Violência e SaúDe Slide Share
Paul Nobre
 
Ciclomobilidade e o PDDU de Salvador
Ciclomobilidade e o PDDU de SalvadorCiclomobilidade e o PDDU de Salvador
Ciclomobilidade e o PDDU de Salvador
Pablo Florentino
 
Cargo imo
Cargo imoCargo imo

Semelhante a CONASS Debate – Dia 25/04: Gregória Paixão von Amann (20)

Trabalho
TrabalhoTrabalho
Trabalho
 
Apresentação Ailton Brasiliense - Seminário Educação em Seguros
Apresentação Ailton Brasiliense - Seminário Educação em SegurosApresentação Ailton Brasiliense - Seminário Educação em Seguros
Apresentação Ailton Brasiliense - Seminário Educação em Seguros
 
Divulgando a cultura de segurança no trânsito para reduzir o número de mortos...
Divulgando a cultura de segurança no trânsito para reduzir o número de mortos...Divulgando a cultura de segurança no trânsito para reduzir o número de mortos...
Divulgando a cultura de segurança no trânsito para reduzir o número de mortos...
 
Prevenção..
Prevenção..Prevenção..
Prevenção..
 
Prevenção Rodoviária
Prevenção RodoviáriaPrevenção Rodoviária
Prevenção Rodoviária
 
Prevenção..
Prevenção..Prevenção..
Prevenção..
 
Transportes Rodoviários
Transportes RodoviáriosTransportes Rodoviários
Transportes Rodoviários
 
ANUÁRIO NACIONAL DE SEGURANÇA VIÁRIA
ANUÁRIO NACIONAL DE SEGURANÇA VIÁRIAANUÁRIO NACIONAL DE SEGURANÇA VIÁRIA
ANUÁRIO NACIONAL DE SEGURANÇA VIÁRIA
 
ANUÁRIO NACIONAL DE SEGURANÇA VIÁRIA
ANUÁRIO NACIONAL DE SEGURANÇA VIÁRIAANUÁRIO NACIONAL DE SEGURANÇA VIÁRIA
ANUÁRIO NACIONAL DE SEGURANÇA VIÁRIA
 
Conquistas e desafios na educacao
Conquistas e desafios na educacaoConquistas e desafios na educacao
Conquistas e desafios na educacao
 
Guia - Como atender a imprensa - Parte1 - Acidentes
Guia - Como atender a imprensa - Parte1 - AcidentesGuia - Como atender a imprensa - Parte1 - Acidentes
Guia - Como atender a imprensa - Parte1 - Acidentes
 
Viracopos/debate CMDU -2014
Viracopos/debate CMDU -2014Viracopos/debate CMDU -2014
Viracopos/debate CMDU -2014
 
Selo Decada de Acoes para Segurança no Trânsito
Selo Decada de Acoes para Segurança no TrânsitoSelo Decada de Acoes para Segurança no Trânsito
Selo Decada de Acoes para Segurança no Trânsito
 
Apresentação Dep. Ana Paula Vitorino
Apresentação Dep. Ana Paula VitorinoApresentação Dep. Ana Paula Vitorino
Apresentação Dep. Ana Paula Vitorino
 
Forfeit Fiemglab - Apresentação
Forfeit Fiemglab - ApresentaçãoForfeit Fiemglab - Apresentação
Forfeit Fiemglab - Apresentação
 
Espanha - Relatório do WEF - The Travel & Tourism Competitiveness Report 2017
Espanha - Relatório do WEF - The Travel & Tourism Competitiveness Report 2017Espanha - Relatório do WEF - The Travel & Tourism Competitiveness Report 2017
Espanha - Relatório do WEF - The Travel & Tourism Competitiveness Report 2017
 
Plataforma Tecnológica da Bicicleta 7 julho 2014
Plataforma Tecnológica da Bicicleta 7 julho 2014Plataforma Tecnológica da Bicicleta 7 julho 2014
Plataforma Tecnológica da Bicicleta 7 julho 2014
 
Palestra I Encontro Violência e SaúDe Slide Share
Palestra I Encontro Violência e SaúDe Slide SharePalestra I Encontro Violência e SaúDe Slide Share
Palestra I Encontro Violência e SaúDe Slide Share
 
Ciclomobilidade e o PDDU de Salvador
Ciclomobilidade e o PDDU de SalvadorCiclomobilidade e o PDDU de Salvador
Ciclomobilidade e o PDDU de Salvador
 
Cargo imo
Cargo imoCargo imo
Cargo imo
 

Mais de Conselho Nacional de Secretários de Saúde - CONASS

Modelo de Distanciamento Controlado - Rio Grande do Sul
Modelo de Distanciamento Controlado - Rio Grande do SulModelo de Distanciamento Controlado - Rio Grande do Sul
Modelo de Distanciamento Controlado - Rio Grande do Sul
Conselho Nacional de Secretários de Saúde - CONASS
 
O enfrentamento da Covid-19 pela Atenção Primária à Saúde em Uberlândia, Mina...
O enfrentamento da Covid-19 pela Atenção Primária à Saúde em Uberlândia, Mina...O enfrentamento da Covid-19 pela Atenção Primária à Saúde em Uberlândia, Mina...
O enfrentamento da Covid-19 pela Atenção Primária à Saúde em Uberlândia, Mina...
Conselho Nacional de Secretários de Saúde - CONASS
 
Banners – II Seminário da Planificação da Atenção à Saúde
Banners – II Seminário da Planificação da Atenção à SaúdeBanners – II Seminário da Planificação da Atenção à Saúde
Banners – II Seminário da Planificação da Atenção à Saúde
Conselho Nacional de Secretários de Saúde - CONASS
 
A introdução de novas tecnologias para o manejo das condições crônicas na UBS...
A introdução de novas tecnologias para o manejo das condições crônicas na UBS...A introdução de novas tecnologias para o manejo das condições crônicas na UBS...
A introdução de novas tecnologias para o manejo das condições crônicas na UBS...
Conselho Nacional de Secretários de Saúde - CONASS
 
PIMENTEIRAS DO OESTE - RO
PIMENTEIRAS DO OESTE - ROPIMENTEIRAS DO OESTE - RO
CHECKLIST DA IMUNIZAÇÃO: um instrumento de melhoria e monitoramento do proces...
CHECKLIST DA IMUNIZAÇÃO: um instrumento de melhoria e monitoramento do proces...CHECKLIST DA IMUNIZAÇÃO: um instrumento de melhoria e monitoramento do proces...
CHECKLIST DA IMUNIZAÇÃO: um instrumento de melhoria e monitoramento do proces...
Conselho Nacional de Secretários de Saúde - CONASS
 
Da adesão aos resultados esperados no PlanificaSUS: um olhar sobre a importân...
Da adesão aos resultados esperados no PlanificaSUS: um olhar sobre a importân...Da adesão aos resultados esperados no PlanificaSUS: um olhar sobre a importân...
Da adesão aos resultados esperados no PlanificaSUS: um olhar sobre a importân...
Conselho Nacional de Secretários de Saúde - CONASS
 
INCORPORAÇÃO DE ESTRATÉGIAS INOVADORAS NO PROCESSO DE PLANIFICAÇÃO DA ATENÇÃO...
INCORPORAÇÃO DE ESTRATÉGIAS INOVADORAS NO PROCESSO DE PLANIFICAÇÃO DA ATENÇÃO...INCORPORAÇÃO DE ESTRATÉGIAS INOVADORAS NO PROCESSO DE PLANIFICAÇÃO DA ATENÇÃO...
INCORPORAÇÃO DE ESTRATÉGIAS INOVADORAS NO PROCESSO DE PLANIFICAÇÃO DA ATENÇÃO...
Conselho Nacional de Secretários de Saúde - CONASS
 
Melhorias na Unidade Laboratório do município de Pimenta Bueno/RO após a plan...
Melhorias na Unidade Laboratório do município de Pimenta Bueno/RO após a plan...Melhorias na Unidade Laboratório do município de Pimenta Bueno/RO após a plan...
Melhorias na Unidade Laboratório do município de Pimenta Bueno/RO após a plan...
Conselho Nacional de Secretários de Saúde - CONASS
 
Guia do Pré-Natal na Atenção Básica: a Planificação da Atenção à Saúde como E...
Guia do Pré-Natal na Atenção Básica: a Planificação da Atenção à Saúde como E...Guia do Pré-Natal na Atenção Básica: a Planificação da Atenção à Saúde como E...
Guia do Pré-Natal na Atenção Básica: a Planificação da Atenção à Saúde como E...
Conselho Nacional de Secretários de Saúde - CONASS
 
Jornada Interdisciplinar em Diabetes, Obesidade e Hipertensão
Jornada Interdisciplinar em Diabetes, Obesidade e HipertensãoJornada Interdisciplinar em Diabetes, Obesidade e Hipertensão
Jornada Interdisciplinar em Diabetes, Obesidade e Hipertensão
Conselho Nacional de Secretários de Saúde - CONASS
 
A Segurança do Paciente na Construção Social da APS
A Segurança do Paciente na Construção Social da APSA Segurança do Paciente na Construção Social da APS
A Segurança do Paciente na Construção Social da APS
Conselho Nacional de Secretários de Saúde - CONASS
 
Estratégias de Melhoria no Processo de Planificação da Região Leste do DF
Estratégias de Melhoria no Processo de Planificação da Região Leste do DFEstratégias de Melhoria no Processo de Planificação da Região Leste do DF
Estratégias de Melhoria no Processo de Planificação da Região Leste do DF
Conselho Nacional de Secretários de Saúde - CONASS
 
Cuidados Paliativos no contexto do avanço das condições crônicas
Cuidados Paliativos no contexto do avanço das condições crônicasCuidados Paliativos no contexto do avanço das condições crônicas
Cuidados Paliativos no contexto do avanço das condições crônicas
Conselho Nacional de Secretários de Saúde - CONASS
 
Sala de Situação Regional de Saúde Sudoeste I
Sala de Situação  Regional de Saúde  Sudoeste I Sala de Situação  Regional de Saúde  Sudoeste I
Sala de Situação Regional de Saúde Sudoeste I
Conselho Nacional de Secretários de Saúde - CONASS
 
Por um cuidado certo - Sociedade Brasileira de Diabetes
Por um cuidado certo - Sociedade Brasileira de DiabetesPor um cuidado certo - Sociedade Brasileira de Diabetes
Por um cuidado certo - Sociedade Brasileira de Diabetes
Conselho Nacional de Secretários de Saúde - CONASS
 
O pediatra e sua presença na Assistência no Brasil
O pediatra e sua presença na Assistência no BrasilO pediatra e sua presença na Assistência no Brasil
O pediatra e sua presença na Assistência no Brasil
Conselho Nacional de Secretários de Saúde - CONASS
 
Notas Técnicas para Organização das Redes de Atenção à Saúde
Notas Técnicas para Organização das Redes de Atenção à SaúdeNotas Técnicas para Organização das Redes de Atenção à Saúde
Notas Técnicas para Organização das Redes de Atenção à Saúde
Conselho Nacional de Secretários de Saúde - CONASS
 
Ministério Público em Defesa da APS
Ministério Público em Defesa da APSMinistério Público em Defesa da APS
Ministério Público em Defesa da APS
Conselho Nacional de Secretários de Saúde - CONASS
 
II Seminário da Planificação da Atenção à Saúde: “Desafios do SUS e a Planifi...
II Seminário da Planificação da Atenção à Saúde: “Desafios do SUS e a Planifi...II Seminário da Planificação da Atenção à Saúde: “Desafios do SUS e a Planifi...
II Seminário da Planificação da Atenção à Saúde: “Desafios do SUS e a Planifi...
Conselho Nacional de Secretários de Saúde - CONASS
 

Mais de Conselho Nacional de Secretários de Saúde - CONASS (20)

Modelo de Distanciamento Controlado - Rio Grande do Sul
Modelo de Distanciamento Controlado - Rio Grande do SulModelo de Distanciamento Controlado - Rio Grande do Sul
Modelo de Distanciamento Controlado - Rio Grande do Sul
 
O enfrentamento da Covid-19 pela Atenção Primária à Saúde em Uberlândia, Mina...
O enfrentamento da Covid-19 pela Atenção Primária à Saúde em Uberlândia, Mina...O enfrentamento da Covid-19 pela Atenção Primária à Saúde em Uberlândia, Mina...
O enfrentamento da Covid-19 pela Atenção Primária à Saúde em Uberlândia, Mina...
 
Banners – II Seminário da Planificação da Atenção à Saúde
Banners – II Seminário da Planificação da Atenção à SaúdeBanners – II Seminário da Planificação da Atenção à Saúde
Banners – II Seminário da Planificação da Atenção à Saúde
 
A introdução de novas tecnologias para o manejo das condições crônicas na UBS...
A introdução de novas tecnologias para o manejo das condições crônicas na UBS...A introdução de novas tecnologias para o manejo das condições crônicas na UBS...
A introdução de novas tecnologias para o manejo das condições crônicas na UBS...
 
PIMENTEIRAS DO OESTE - RO
PIMENTEIRAS DO OESTE - ROPIMENTEIRAS DO OESTE - RO
PIMENTEIRAS DO OESTE - RO
 
CHECKLIST DA IMUNIZAÇÃO: um instrumento de melhoria e monitoramento do proces...
CHECKLIST DA IMUNIZAÇÃO: um instrumento de melhoria e monitoramento do proces...CHECKLIST DA IMUNIZAÇÃO: um instrumento de melhoria e monitoramento do proces...
CHECKLIST DA IMUNIZAÇÃO: um instrumento de melhoria e monitoramento do proces...
 
Da adesão aos resultados esperados no PlanificaSUS: um olhar sobre a importân...
Da adesão aos resultados esperados no PlanificaSUS: um olhar sobre a importân...Da adesão aos resultados esperados no PlanificaSUS: um olhar sobre a importân...
Da adesão aos resultados esperados no PlanificaSUS: um olhar sobre a importân...
 
INCORPORAÇÃO DE ESTRATÉGIAS INOVADORAS NO PROCESSO DE PLANIFICAÇÃO DA ATENÇÃO...
INCORPORAÇÃO DE ESTRATÉGIAS INOVADORAS NO PROCESSO DE PLANIFICAÇÃO DA ATENÇÃO...INCORPORAÇÃO DE ESTRATÉGIAS INOVADORAS NO PROCESSO DE PLANIFICAÇÃO DA ATENÇÃO...
INCORPORAÇÃO DE ESTRATÉGIAS INOVADORAS NO PROCESSO DE PLANIFICAÇÃO DA ATENÇÃO...
 
Melhorias na Unidade Laboratório do município de Pimenta Bueno/RO após a plan...
Melhorias na Unidade Laboratório do município de Pimenta Bueno/RO após a plan...Melhorias na Unidade Laboratório do município de Pimenta Bueno/RO após a plan...
Melhorias na Unidade Laboratório do município de Pimenta Bueno/RO após a plan...
 
Guia do Pré-Natal na Atenção Básica: a Planificação da Atenção à Saúde como E...
Guia do Pré-Natal na Atenção Básica: a Planificação da Atenção à Saúde como E...Guia do Pré-Natal na Atenção Básica: a Planificação da Atenção à Saúde como E...
Guia do Pré-Natal na Atenção Básica: a Planificação da Atenção à Saúde como E...
 
Jornada Interdisciplinar em Diabetes, Obesidade e Hipertensão
Jornada Interdisciplinar em Diabetes, Obesidade e HipertensãoJornada Interdisciplinar em Diabetes, Obesidade e Hipertensão
Jornada Interdisciplinar em Diabetes, Obesidade e Hipertensão
 
A Segurança do Paciente na Construção Social da APS
A Segurança do Paciente na Construção Social da APSA Segurança do Paciente na Construção Social da APS
A Segurança do Paciente na Construção Social da APS
 
Estratégias de Melhoria no Processo de Planificação da Região Leste do DF
Estratégias de Melhoria no Processo de Planificação da Região Leste do DFEstratégias de Melhoria no Processo de Planificação da Região Leste do DF
Estratégias de Melhoria no Processo de Planificação da Região Leste do DF
 
Cuidados Paliativos no contexto do avanço das condições crônicas
Cuidados Paliativos no contexto do avanço das condições crônicasCuidados Paliativos no contexto do avanço das condições crônicas
Cuidados Paliativos no contexto do avanço das condições crônicas
 
Sala de Situação Regional de Saúde Sudoeste I
Sala de Situação  Regional de Saúde  Sudoeste I Sala de Situação  Regional de Saúde  Sudoeste I
Sala de Situação Regional de Saúde Sudoeste I
 
Por um cuidado certo - Sociedade Brasileira de Diabetes
Por um cuidado certo - Sociedade Brasileira de DiabetesPor um cuidado certo - Sociedade Brasileira de Diabetes
Por um cuidado certo - Sociedade Brasileira de Diabetes
 
O pediatra e sua presença na Assistência no Brasil
O pediatra e sua presença na Assistência no BrasilO pediatra e sua presença na Assistência no Brasil
O pediatra e sua presença na Assistência no Brasil
 
Notas Técnicas para Organização das Redes de Atenção à Saúde
Notas Técnicas para Organização das Redes de Atenção à SaúdeNotas Técnicas para Organização das Redes de Atenção à Saúde
Notas Técnicas para Organização das Redes de Atenção à Saúde
 
Ministério Público em Defesa da APS
Ministério Público em Defesa da APSMinistério Público em Defesa da APS
Ministério Público em Defesa da APS
 
II Seminário da Planificação da Atenção à Saúde: “Desafios do SUS e a Planifi...
II Seminário da Planificação da Atenção à Saúde: “Desafios do SUS e a Planifi...II Seminário da Planificação da Atenção à Saúde: “Desafios do SUS e a Planifi...
II Seminário da Planificação da Atenção à Saúde: “Desafios do SUS e a Planifi...
 

CONASS Debate – Dia 25/04: Gregória Paixão von Amann

  • 1. Gregória Paixão von Amann Direção- Geral da Saúde, 2017
  • 2. • Ontem – Um pouco de história • Hoje – Os Planos e as Estratégias Nacionais – O Programa Nacional de Prevenção de Acidentes – A sinistralidade rodoviária em Portugal • Amanhã – A mudança do paradigma da segurança
  • 3. • Num tempo de reis e rainhas... • Chegou a Portugal o primeiro automóvel! • Na primeira viagem que realiza, entre Lisboa e Santiago do Cacém (150Km) é protagonista do primeiro acidente de viação ao atropelar um burro!
  • 4. Após o 25 abril 1974 Existiam 500.000 automóveis
  • 5. Após a entrada na CEE/UE • A infraestruturas rodoviárias multiplicou por 14 a densidade da rede de autoestradas • O parque automóvel quintuplicou. • Metade da população tem carro e carta de condução
  • 7. • Plano de Segurança Rodoviária (PISER 1998-2000) • Plano de Prevenção Rodoviária (PNPR 2003-2005) Nacional de Segurança Rodoviária (ENSR 2008-2015) Estratégico Nacional de Segurança Rodoviária (PENSE 2020) (em aprovação).
  • 9. • Código da Estrada, Decretos lei e regulamentos sobre: • Uso de capacete e de cinto de segurança (1976), • Proibição de condução sob influência do álcool (1982), • Redução dos limites de velocidade dentro das localidades (1994), • Obrigatoriedade do uso de sistemas de retenção para crianças (1995) • Introdução dos conceitos de utilizador vulnerável e zonas de coexistência, circulação de velocípedes e carta por pontos (2013) • Toda a legislação foi acompanhada de – campanhas de informação e sensibilização da população portuguesa
  • 10.
  • 11. Vítimas mortais (no local e a 30 dias) Mortos e feridos graves Ao longo dos últimos 10 anos
  • 12. No Mundo Em Portugal
  • 13. • 38% mortes atribuída ao álcool – 77% eram condutores – 17% peões – 6% passageiros. • 71% das vítimas tinham uma TAS≥1,2g/l 25.0 38.9 36.5 41.4 34.7 37.7 34.4 37.1 32.7 37.4 33.2 26.6 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 Decréscimo médio anual Condutores mortos TAS>=0,5g/l (%)
  • 14.
  • 15. Do 1.º automóvel! Ao automóvel inteligente
  • 16. N.º óbitos/2014 Taxa mortalidade prematura/100.000 habitantes Fonte: INE 2016. Publicado em A SAÚDE DOS PORTUGUESES 2016. DGS, 2016 Acidentes são... 5.ª causa de morte e 3.ª causa de morte prematura e anos de vida perdidos!
  • 18.
  • 19. Promoção da saúde e da segurança dos cidadãos e grupos vulneráveis Prevenção de acidentes em ambientes específicos Qualidade de cuidados de emergência, tratamento e reabilitação Formação Monitorização dos acidentes
  • 20. 20
  • 22. 22
  • 24. Dos profissionais de saúde Em Cursos e Conferencias… De todos os grupos profissionais Acreditado e em regime e-Learning http://estradaviva.org/curso-global/
  • 25. Dos Acidentes • No local do acidente (ANSR) • A “30 dias” através da (PGR) • No final do ano (INE) Feridos Dos custos – 1,890 milhões de euros - 1,17% do PIB –4,8 milhões de Euros que corresponde a 6,3% do PIB de 2013. (Custo médio anual, usando classificação MAIS)
  • 26.
  • 27. 27
  • 28. 28 6.000 profissionais de saúde / 60.000 famílias /taxistas/...
  • 29. II.ª SMSR 2013 Pedonalidade III.ª SMSR 2015 Crianças e jovens IV.ª SMSR 2017 Velocidade.................. 6.000 atropelamentos com vítimas, e mais de 600 peões
  • 30.
  • 31. 2015 (10.341.330) 2080 (estimativa)
  • 32. Doenças crónicas não transmissíveis e Acidentes Acidentes rodoviários segundo o tipo de utilizadores Estimativas da carga global de doença atribuível a doenças e lesões, expressa em DALY/100.000 habitantes Portugal, 2015
  • 33. Excesso de peso e obesidade perpetuam-se Sedentarismo é acentuado • Atividade física – Nunca: 60% dos H e 70% das M • Marcha/Caminhada – Nunca: 39% – 5 dias/semana: 40% • Bicicleta/outro modo suave – Nunca: 94% – 5 dias/semana: 1,4%
  • 34. As cidades como espaços onde se vive e onde existe potencial de caminhar, usufruir e conviver..... Devolver a rua às pessoas
  • 35. ( m o b i l i d a d e ) v s . ( a c e s s i b i l i d a d e )
  • 38. Disponibilizar todas as soluções de mobilidade segura existentes
  • 39. integrar a fragilidade humana nos sistemas rodoviários
  • 40. Planear os equipamentos integrados na vida das pessoas Hospital Centro Comercial
  • 41. Reduzir as emissões de poluentes e as emissões sonoras Melhorar as acessibilidades e a qualidade de vida
  • 42.