SlideShare uma empresa Scribd logo
Cobertura Vegetal
No mundo há climas
secos, úmidos, altamente úmidos e
secos ao longo do ano, quentes, frios
, altamente quentes e frios etc. Esses
diferentes climas refletem-se na
cobertura vegetal, definindo a altura
das plantas, a forma das folhas, a
espessura dos caules, a fisionomia
geral da vegetação e servem de base
para a seguinte classificação:
Perenes:
Plantas que apresentam
folhas durante o ano todo;
As plantas perenes vivem
mais de dois anos e subdividemse em dois grupos:
herbácias perenes, tais como
muitas espécies de
gramíneas, espargos, ruibarbo, fl
or-de-lis, etc., que não têm
tecido lenhoso na sua
constituição;
lenhosas perenes, que são
caracterizadas por possuírem
estruturas lenhosas e incluírem plantas
sarmentosas como a videira, arbustos
como o azáleas, etc., e árvores como o
pinheiro, eucalipto, carvalho, macieira,
pereira, cerejeira, etc.
Caducifólias, decíduas ou estacionais:
plantas que perdem as folhas em
épocas muito frias ou secas do ano;
Esclerofilas: plantas com
folhas duras, coriáceas;
Xerófilas: plantas adaptadas a aridez;
Higrofilas: plantas adaptadas a muita
umidade, geralmente perenes;
Tropófilas: plantas adaptadas a uma
estação seca e outra úmida;
Aciculifoliadas: possuem folhas em forma de
agulhas, como os pinheiros. Quanto menor a superfície
das folhas, menos intensa é a transpiração e maior é a
retenção de água planta
Latifoliadas: plantas de folhas largas, que
permitem intensa transpiração; são geralmente
nativas de regiões muito úmidas;

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Formações vegetais I - Nomenclaturas
Formações vegetais I - NomenclaturasFormações vegetais I - Nomenclaturas
Formações vegetais I - Nomenclaturas
Professora Verônica Santos
 
Formação vegetal do mundo - Biomas Globais
Formação vegetal do mundo - Biomas GlobaisFormação vegetal do mundo - Biomas Globais
Formação vegetal do mundo - Biomas Globais
Professora Verônica Santos
 
Morfologia das palmeiras
Morfologia das palmeirasMorfologia das palmeiras
Morfologia das palmeiras
Raelly Silva
 
Diversidade das plantas
Diversidade das plantasDiversidade das plantas
Diversidade das plantas
Pelo Siro
 
InfluêNcia Dos Factores Do Meio Nas Plantas
InfluêNcia Dos Factores Do Meio Nas PlantasInfluêNcia Dos Factores Do Meio Nas Plantas
InfluêNcia Dos Factores Do Meio Nas Plantas
Tânia Reis
 
Influência dos fatores nas plantas
Influência dos fatores nas plantasInfluência dos fatores nas plantas
Influência dos fatores nas plantas
MariaJoão Agualuza
 
As plantas
As plantasAs plantas
As plantas
CarlaSilva639671
 
Raiz
RaizRaiz
Biomas globais
Biomas globaisBiomas globais
Biomas globais
Altair Hoepers
 
Trabalho sobre raízes
Trabalho sobre raízesTrabalho sobre raízes
Trabalho sobre raízes
juninhowwave
 
Herbario =Dddd
Herbario  =DdddHerbario  =Dddd
Herbario =Dddd
anamendes21
 
Raizes
RaizesRaizes
Flores
FloresFlores
Flores
capell18
 
Raizes respiratorias
Raizes respiratoriasRaizes respiratorias
Raizes respiratorias
Clara Lyz
 
Tipos vegetais aplicados ao paisagismo
Tipos vegetais aplicados ao paisagismoTipos vegetais aplicados ao paisagismo
Tipos vegetais aplicados ao paisagismo
Angélica Vidal
 
cactáceas da caatinga
cactáceas da caatinga cactáceas da caatinga
cactáceas da caatinga
Bruno Djvan Ramos Barbosa
 
1 morfologia vegetal_raiz
1 morfologia vegetal_raiz1 morfologia vegetal_raiz
1 morfologia vegetal_raiz
rrodrigues57
 
Raiz, caule e folha aula alex ppt
Raiz, caule e folha   aula alex pptRaiz, caule e folha   aula alex ppt
Raiz, caule e folha aula alex ppt
Gaspar Neto
 
Biologia
BiologiaBiologia
Raízes tuberosas
Raízes tuberosasRaízes tuberosas

Mais procurados (20)

Formações vegetais I - Nomenclaturas
Formações vegetais I - NomenclaturasFormações vegetais I - Nomenclaturas
Formações vegetais I - Nomenclaturas
 
Formação vegetal do mundo - Biomas Globais
Formação vegetal do mundo - Biomas GlobaisFormação vegetal do mundo - Biomas Globais
Formação vegetal do mundo - Biomas Globais
 
Morfologia das palmeiras
Morfologia das palmeirasMorfologia das palmeiras
Morfologia das palmeiras
 
Diversidade das plantas
Diversidade das plantasDiversidade das plantas
Diversidade das plantas
 
InfluêNcia Dos Factores Do Meio Nas Plantas
InfluêNcia Dos Factores Do Meio Nas PlantasInfluêNcia Dos Factores Do Meio Nas Plantas
InfluêNcia Dos Factores Do Meio Nas Plantas
 
Influência dos fatores nas plantas
Influência dos fatores nas plantasInfluência dos fatores nas plantas
Influência dos fatores nas plantas
 
As plantas
As plantasAs plantas
As plantas
 
Raiz
RaizRaiz
Raiz
 
Biomas globais
Biomas globaisBiomas globais
Biomas globais
 
Trabalho sobre raízes
Trabalho sobre raízesTrabalho sobre raízes
Trabalho sobre raízes
 
Herbario =Dddd
Herbario  =DdddHerbario  =Dddd
Herbario =Dddd
 
Raizes
RaizesRaizes
Raizes
 
Flores
FloresFlores
Flores
 
Raizes respiratorias
Raizes respiratoriasRaizes respiratorias
Raizes respiratorias
 
Tipos vegetais aplicados ao paisagismo
Tipos vegetais aplicados ao paisagismoTipos vegetais aplicados ao paisagismo
Tipos vegetais aplicados ao paisagismo
 
cactáceas da caatinga
cactáceas da caatinga cactáceas da caatinga
cactáceas da caatinga
 
1 morfologia vegetal_raiz
1 morfologia vegetal_raiz1 morfologia vegetal_raiz
1 morfologia vegetal_raiz
 
Raiz, caule e folha aula alex ppt
Raiz, caule e folha   aula alex pptRaiz, caule e folha   aula alex ppt
Raiz, caule e folha aula alex ppt
 
Biologia
BiologiaBiologia
Biologia
 
Raízes tuberosas
Raízes tuberosasRaízes tuberosas
Raízes tuberosas
 

Semelhante a Cobertura vegetal

Vegetacao global
Vegetacao globalVegetacao global
Vegetacao global
Altair Hoepers
 
Biomas da Ásia
Biomas da ÁsiaBiomas da Ásia
Fito geografia
Fito geografiaFito geografia
Fito geografia
Delmacy Cruz Souza
 
Ecossistemas do meio_terrestre_neoval
Ecossistemas do meio_terrestre_neovalEcossistemas do meio_terrestre_neoval
Ecossistemas do meio_terrestre_neoval
sidik-satar789
 
Biomas No Mundo Aroldo
Biomas No Mundo AroldoBiomas No Mundo Aroldo
Biomas No Mundo Aroldo
aroudus
 
Biomas do mundo
Biomas do mundoBiomas do mundo
Biomas do mundo
André Luiz Marques
 
PLANTAS ORNAMENTAIS-1.pdf
PLANTAS ORNAMENTAIS-1.pdfPLANTAS ORNAMENTAIS-1.pdf
PLANTAS ORNAMENTAIS-1.pdf
RamonRgo2
 
Biomas do mundo
Biomas do mundoBiomas do mundo
Biomas do mundo
André Luiz Marques
 
Biomas.
Biomas.Biomas.
Biomas.
Lara Lídia
 
Floresta temperada e vegetação mediterrânia
Floresta temperada e vegetação mediterrâniaFloresta temperada e vegetação mediterrânia
Floresta temperada e vegetação mediterrânia
Divino Carvalho
 
PRINCIPAIS FORMAÇÕES VEGETAIS.pdf
PRINCIPAIS FORMAÇÕES VEGETAIS.pdfPRINCIPAIS FORMAÇÕES VEGETAIS.pdf
PRINCIPAIS FORMAÇÕES VEGETAIS.pdf
Henrique Pontes
 
Paisagens Vegetais da Terra
Paisagens Vegetais da Terra Paisagens Vegetais da Terra
Paisagens Vegetais da Terra
Gabriela Fabrin
 
Araucárias cleusi e liana (reparado)
Araucárias cleusi e liana (reparado)Araucárias cleusi e liana (reparado)
Araucárias cleusi e liana (reparado)
munchemfest
 
Mediterrâneo, Florestas Temperadas e Tundras
Mediterrâneo, Florestas Temperadas e TundrasMediterrâneo, Florestas Temperadas e Tundras
Mediterrâneo, Florestas Temperadas e Tundras
natalia machado
 
Seminário de biologia
Seminário de biologiaSeminário de biologia
Seminário de biologia
Gabriel Moura
 
Biomas mundiais
Biomas mundiaisBiomas mundiais
Biomas mundiais
segundomanhaluce
 
Plantas.pptx
Plantas.pptxPlantas.pptx
Plantas.pptx
marcosfelipetb
 
Diversidade nas plantas
Diversidade nas plantasDiversidade nas plantas
Diversidade nas plantas
Joaquim André
 
Diversidade nas plantas
Diversidade nas plantasDiversidade nas plantas
Diversidade nas plantas
Joaquim André
 
Vegetacao (3).pptx
Vegetacao (3).pptxVegetacao (3).pptx
Vegetacao (3).pptx
RafaelWGM13
 

Semelhante a Cobertura vegetal (20)

Vegetacao global
Vegetacao globalVegetacao global
Vegetacao global
 
Biomas da Ásia
Biomas da ÁsiaBiomas da Ásia
Biomas da Ásia
 
Fito geografia
Fito geografiaFito geografia
Fito geografia
 
Ecossistemas do meio_terrestre_neoval
Ecossistemas do meio_terrestre_neovalEcossistemas do meio_terrestre_neoval
Ecossistemas do meio_terrestre_neoval
 
Biomas No Mundo Aroldo
Biomas No Mundo AroldoBiomas No Mundo Aroldo
Biomas No Mundo Aroldo
 
Biomas do mundo
Biomas do mundoBiomas do mundo
Biomas do mundo
 
PLANTAS ORNAMENTAIS-1.pdf
PLANTAS ORNAMENTAIS-1.pdfPLANTAS ORNAMENTAIS-1.pdf
PLANTAS ORNAMENTAIS-1.pdf
 
Biomas do mundo
Biomas do mundoBiomas do mundo
Biomas do mundo
 
Biomas.
Biomas.Biomas.
Biomas.
 
Floresta temperada e vegetação mediterrânia
Floresta temperada e vegetação mediterrâniaFloresta temperada e vegetação mediterrânia
Floresta temperada e vegetação mediterrânia
 
PRINCIPAIS FORMAÇÕES VEGETAIS.pdf
PRINCIPAIS FORMAÇÕES VEGETAIS.pdfPRINCIPAIS FORMAÇÕES VEGETAIS.pdf
PRINCIPAIS FORMAÇÕES VEGETAIS.pdf
 
Paisagens Vegetais da Terra
Paisagens Vegetais da Terra Paisagens Vegetais da Terra
Paisagens Vegetais da Terra
 
Araucárias cleusi e liana (reparado)
Araucárias cleusi e liana (reparado)Araucárias cleusi e liana (reparado)
Araucárias cleusi e liana (reparado)
 
Mediterrâneo, Florestas Temperadas e Tundras
Mediterrâneo, Florestas Temperadas e TundrasMediterrâneo, Florestas Temperadas e Tundras
Mediterrâneo, Florestas Temperadas e Tundras
 
Seminário de biologia
Seminário de biologiaSeminário de biologia
Seminário de biologia
 
Biomas mundiais
Biomas mundiaisBiomas mundiais
Biomas mundiais
 
Plantas.pptx
Plantas.pptxPlantas.pptx
Plantas.pptx
 
Diversidade nas plantas
Diversidade nas plantasDiversidade nas plantas
Diversidade nas plantas
 
Diversidade nas plantas
Diversidade nas plantasDiversidade nas plantas
Diversidade nas plantas
 
Vegetacao (3).pptx
Vegetacao (3).pptxVegetacao (3).pptx
Vegetacao (3).pptx
 

Último

Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
Manuais Formação
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
Sandra Pratas
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
JocelynNavarroBonta
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
deboracorrea21
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
MariaJooSilva58
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
LeilaVilasboas
 
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdfquadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
marcos oliveira
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
Sandra Pratas
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
felipescherner
 

Último (20)

Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
 
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdfquadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
 

Cobertura vegetal

  • 2. No mundo há climas secos, úmidos, altamente úmidos e secos ao longo do ano, quentes, frios , altamente quentes e frios etc. Esses diferentes climas refletem-se na cobertura vegetal, definindo a altura das plantas, a forma das folhas, a espessura dos caules, a fisionomia geral da vegetação e servem de base para a seguinte classificação:
  • 3. Perenes: Plantas que apresentam folhas durante o ano todo; As plantas perenes vivem mais de dois anos e subdividemse em dois grupos: herbácias perenes, tais como muitas espécies de gramíneas, espargos, ruibarbo, fl or-de-lis, etc., que não têm tecido lenhoso na sua constituição;
  • 4. lenhosas perenes, que são caracterizadas por possuírem estruturas lenhosas e incluírem plantas sarmentosas como a videira, arbustos como o azáleas, etc., e árvores como o pinheiro, eucalipto, carvalho, macieira, pereira, cerejeira, etc.
  • 5. Caducifólias, decíduas ou estacionais: plantas que perdem as folhas em épocas muito frias ou secas do ano;
  • 6. Esclerofilas: plantas com folhas duras, coriáceas;
  • 8. Higrofilas: plantas adaptadas a muita umidade, geralmente perenes;
  • 9. Tropófilas: plantas adaptadas a uma estação seca e outra úmida;
  • 10. Aciculifoliadas: possuem folhas em forma de agulhas, como os pinheiros. Quanto menor a superfície das folhas, menos intensa é a transpiração e maior é a retenção de água planta
  • 11. Latifoliadas: plantas de folhas largas, que permitem intensa transpiração; são geralmente nativas de regiões muito úmidas;