SlideShare uma empresa Scribd logo
Normas de participação no CNL 2014/2015 – Fase Distrital (Bragança/ Carrazeda de Ansiães)
2
As normas de participação aqui apresentadas estabelecem as normas gerais da 2ª fase
do Concurso Nacional de Leitura 2014/2015, do Distrito de Bragança, a realizar na
Escola Profissional de Carrazeda de Ansiães e no CITICA, no dia 24 de Abril (sexta feira)
de 2015, a partir das 13:00h.
Fig. 1 – Concelhos que pertencem ao Distrito de Bragança
Normas de participação no CNL 2014/2015 – Fase Distrital (Bragança/ Carrazeda de Ansiães)
3
Artigo 1º
Objetivos
Esta iniciativa integra-se no Concurso Nacional de Leitura, correspondendo à 2ª fase Distrital e
tem como objetivos:
- Promover e estimular o gosto pela leitura;
- Dar a conhecer preferencialmente autores de língua portuguesa;
- Avaliar a capacidade de análise de obras literárias pelos alunos do 3º Ciclo e do Secundário.
Pretende-se pois estimular a prática da leitura, como forma de conhecimento e de lazer entre
os alunos do 3º Ciclo do Ensino Básico e do Ensino Secundário, o concurso pretende motivar os
adolescentes para a leitura de obras literárias e estimular o convívio entre leitores, que seja a
festa da leitura.
Artigo 2º
Condições gerais de participação
A participação nesta final distrital dirige-se exclusivamente, aos alunos das escolas do 3º Ciclo
do Ensino Básico e do Ensino Secundário, do Distrito de Bragança, que decidiram por sua
iniciativa aderir a este concurso e ficaram apurados na 1ª fase do CNL. Para participarem no
Concurso Nacional de Leitura, os concorrentes comprometem-se a respeitar as presentes
Normas de Participação, bem como as decisões do Júri a ele preside.
Artigo 3º
Obras a concurso
A presente Final do Distrito de Bragança incidirá sobre as seguintes obras, divulgadas a todos
os concorrentes:
OBRAS A CONCURSO:
3º CICLO DO ENSINO BÁSICO
“ O Caderno do Avô Heinrich” de Conceição Dinis Tomé
“O Livro Misterioso” de Margarida Fonseca Santos
Normas de participação no CNL 2014/2015 – Fase Distrital (Bragança/ Carrazeda de Ansiães)
4
ENSINO SECUNDÁRIO
“ O Passado que Seremos” de Inês Botelho
“Ana de Londres” de Cristina Carvalho
Artigo 4º
Júri
1. O Júri da Final do Distrito de Bragança será constituído pelos seguintes elementos:
a)Presidente:
Cristina Lima (Técnica Superior de Biblioteca e Documentação da Câmara Municipal de
Carrazeda de Ansiães);
b)Vogais:
Arcelina Samorinha (Professora do Ensino Básico especializada em Educação Especial,
com formação na área de Sociologia da infância na Universidade do Minho);
Marlene Machado (Professora do 3º Ciclo e Secundário de Português e Inglês,
colaboradora do Centro de Línguas do IPB).
Artigo 5º
Apuramento dos finalistas
1. Para o apuramento dos finalistas presentes na Final do Distrito de Bragança, proceder-
se-á a duas provas: uma escrita e outra oral.
2. Os procedimentos da prova escrita serão os mesmos para os dois níveis e a prova será
efetuada, em simultâneo, no edifício da Escola Profissional de Carrazeda de Ansiães.
Serão apurados cinco finalistas do 3º Ciclo e cinco finalistas do Secundário, que irão
realizar a prova oral no CITICA.
3. Na prova oral, os finalistas do 3º Ciclo serão os primeiros a realizar a prova, seguindo-
se-lhes os finalistas do Secundário.
4. Será apurado apenas um aluno de cada nível de ensino para representar o Distrito de
Bragança, na Final Nacional do CNL.
Normas de participação no CNL 2014/2015 – Fase Distrital (Bragança/ Carrazeda de Ansiães)
5
Artigo 6º
Prova escrita
1. A prova escrita será realizada na Escola Profissional de Ansiães e terá inicio às 13:30h,
pelo que será necessário que os alunos se apresentem no Secretariado do CITICA,
pelas 13.00h, para identificação, atribuição do número de candidato e entrega da
declaração de filmagens.
2. A prova escrita será apresentada em enunciado próprio, a ser fornecido pela
organização, no qual será necessário que o aluno preencha, apenas, o número que lhe
foi atribuído aquando da sua chegada ao CITICA. Não deverá escrever em parte alguma
a escola à qual pertence. A resposta à pergunta de desenvolvimento deverá ser
limitada a um número mínimo de 80 palavras e um número máximo de 120 palavras.
Serão fornecidas aos alunos, 2 folhas de rascunho para o exercício de raciocínio prévio.
3. A prova será constituída por questões de escolha múltipla ou Verdadeiro / Falso,
sobre o conteúdo dos dois livros selecionados, e por uma pergunta aberta de
desenvolvimento.
4. A prova terá duração máxima de 30 (trinta) minutos, sem tolerância.
5. No local onde se realizar a prova escrita, apenas será permitida a permanência dos
concorrentes, devidamente identificados com Cartão de Cidadão ou Bilhete de
Identidade (obrigatórios), e dos membros da organização destacados para esse efeito.
6. Após a conclusão da prova, os concorrentes deverão entregá-la aos membros da
organização, onde será registada diante o aluno, a hora exata a que entregou a prova.
7. A correção da prova escrita é de responsabilidade da organização.
8. A prova escrita é de carácter eliminatório.
9. Em caso de empate, o Júri terá os seguintes critérios para desempate final, de forma a
serem identificados os cinco finalistas da cada nível de ensino:
9.1 Primeiro: pela resposta de desenvolvimento, em função de: conteúdo respondido
ao questionado, estruturação e encadeamento lógico e objetivo das ideias,
correção linguística, originalidade dos argumentos.
9.2 Segundo: A utilização do número limite de palavas estipulada.
9.3 Terceiro: pelo tempo de realização da prova
10. Apurar-se-ão, para a etapa seguinte, os cinco concorrentes melhor classificados em
cada nível de ensino.
Normas de participação no CNL 2014/2015 – Fase Distrital (Bragança/ Carrazeda de Ansiães)
6
11. A pontuação obtida por cada um dos cinco apurados na prova escrita constituirá
também, critério de avaliação a ter em conta conjuntamente com a pontuação da
prova oral.
Artigo 7º
Prova oral em palco
A prova oral será realizada no CITICA sendo constituída por 3 momentos :
- Prova Conhecimento das obras (1 minuto para cada candidato);
- Argumentação (3 minutos para cada candidato) e
- Leitura expressiva (em função do excerto da obra).
A prova iniciar-se-á com os alunos do 3º ciclo seguindo-se os alunos do secundário.
Cada concorrente, responderá na prova oral pela ordem da pontuação obtida na prova escrita.
1. Prova de conhecimento das obras - Serão disponibilizados pelo apresentador da prova
cinco envelopes diferentes que conterão, cada um, duas questões sobre as obras lidas.
Cada aluno selecionará, aleatoriamente, um envelope que entregará ao apresentador e
responderá, em palco, às duas perguntas aí contidas. Terá 1 min. para responder às duas
perguntas, depois de lhe serem colocadas individualmente.
2. Prova de Argumentação - Serão disponibilizados pelo apresentador da prova cinco
envelopes diferentes que conterão, cada um, um excerto da obra para argumentação.
Relativamente à argumentação, o júri terá em conta os seguintes critérios:
- Estruturação e encadeamento lógico de ideias;
- Originalidade dos argumentos;
- Correcção linguística;
- objectividade;
- rapidez e
- postura corporal.
3. Leitura Expressiva - Serão disponibilizados pelo apresentador da prova cinco envelopes
diferentes que conterão, cada um, um excerto de uma das obras para leitura expressiva.
A leitura expressiva será avaliada pelo júri tendo em conta os seguintes parâmetros:
Normas de participação no CNL 2014/2015 – Fase Distrital (Bragança/ Carrazeda de Ansiães)
7
- Audibilidade;
- Percetibilidade;
- Articulação;
- Expressividade;
- Pontuação;
- Ritmo;
- Criatividade na leitura;
- Postura corporal.
Artigo 8º
Critérios de desempate
1. A ordenação final dos concorrentes resultará da avaliação do conjunto da prova
escrita e da prova oral.
2. Uma vez que não há lugar a prémios ex aequo, de empate serão colocadas, pelo
Júri questões objectivas de resposta rápida, sendo excluído o concorrente que
primeiro falhar.
Artigo 9º
Concorrentes apurados
Será apurado para a Final Nacional do Concurso Nacional de Leitura o aluno mais pontuado,
nas duas provas, por cada nível de ensino. Será selecionado ainda um segundo concorrente
por nível de ensino, classificado em segundo lugar, que deterá o estatuto de suplente, para a
eventualidade do vencedor não poder comparecer.
Artigo 10º
Prémios
1. Serão atribuídos prémios aos três finalistas de cada categoria (3º ciclo e secundário);
2. Todos os alunos concorrentes terão direito a um certificado de participação e outras
ofertas;
3. Todas as escolas concorrentes terão direito a um certificado de participação.
Artigo 11º
Casos omissos
Casos imprevistos serão resolvidos pelo Júri, no momento, e das deliberações do Júri não
haverá recurso.
Normas de participação no CNL 2014/2015 – Fase Distrital (Bragança/ Carrazeda de Ansiães)
8
PROGRAMA

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Ortografando
OrtografandoOrtografando
Ortografando
Célia Currales
 
Of cnl programa concurso
Of cnl programa concursoOf cnl programa concurso
Of cnl programa concurso
Carlos Lima
 
Cnl regulamento 2012-2013_nv
Cnl regulamento 2012-2013_nvCnl regulamento 2012-2013_nv
Cnl regulamento 2012-2013_nv
bibdjosei
 
Regras gerais cnl porto
Regras gerais cnl portoRegras gerais cnl porto
Regras gerais cnl porto
IsabelPereira2010
 
Regras gerais cnl 2016_-1
Regras gerais cnl 2016_-1Regras gerais cnl 2016_-1
Regras gerais cnl 2016_-1
IsabelPereira2010
 
Regulamento cnl definitivo
Regulamento cnl definitivoRegulamento cnl definitivo
Regulamento cnl definitivo
Teresa Maia
 
Cnl regulamento 2014 2015
Cnl regulamento 2014 2015Cnl regulamento 2014 2015
Cnl regulamento 2014 2015
marta.medeiro
 
CNL Rio Maior 2015 - Normas
CNL Rio Maior 2015 - NormasCNL Rio Maior 2015 - Normas
CNL Rio Maior 2015 - Normas
Biblioteca Escolar Marinhas do Sal
 
Regulamento cnl fase2
Regulamento cnl fase2Regulamento cnl fase2
Regulamento cnl fase2
IsabelPereira2010
 
Cnl regulamento 2012-2013_nv (6)
Cnl regulamento 2012-2013_nv (6)Cnl regulamento 2012-2013_nv (6)
Cnl regulamento 2012-2013_nv (6)
bibdjosei
 
Cnl regulamento 2012-2013_nv-2
Cnl regulamento 2012-2013_nv-2Cnl regulamento 2012-2013_nv-2
Cnl regulamento 2012-2013_nv-2
Graça Terra
 
Cnl regulamento 2012-2013_nv
Cnl regulamento 2012-2013_nvCnl regulamento 2012-2013_nv
Cnl regulamento 2012-2013_nv
becretav
 
Regulamento
RegulamentoRegulamento
Regulamento
Ebimontargil Pte
 
Regulamento CNL
Regulamento CNLRegulamento CNL
Regulamento CNL
fgcbiblioteca
 
Regulamento um conto_que_contas_concurso201617
Regulamento um conto_que_contas_concurso201617Regulamento um conto_que_contas_concurso201617
Regulamento um conto_que_contas_concurso201617
Ebimontargil Pte
 
Regulamento criapoesia 2017
Regulamento criapoesia 2017Regulamento criapoesia 2017
Regulamento criapoesia 2017
Ebimontargil Pte
 
Regulamento multiplas leituras
Regulamento multiplas leiturasRegulamento multiplas leituras
Regulamento multiplas leituras
belafalcao
 

Mais procurados (18)

Cnl regulamento-1ª fase
Cnl regulamento-1ª faseCnl regulamento-1ª fase
Cnl regulamento-1ª fase
 
Ortografando
OrtografandoOrtografando
Ortografando
 
Of cnl programa concurso
Of cnl programa concursoOf cnl programa concurso
Of cnl programa concurso
 
Cnl regulamento 2012-2013_nv
Cnl regulamento 2012-2013_nvCnl regulamento 2012-2013_nv
Cnl regulamento 2012-2013_nv
 
Regras gerais cnl porto
Regras gerais cnl portoRegras gerais cnl porto
Regras gerais cnl porto
 
Regras gerais cnl 2016_-1
Regras gerais cnl 2016_-1Regras gerais cnl 2016_-1
Regras gerais cnl 2016_-1
 
Regulamento cnl definitivo
Regulamento cnl definitivoRegulamento cnl definitivo
Regulamento cnl definitivo
 
Cnl regulamento 2014 2015
Cnl regulamento 2014 2015Cnl regulamento 2014 2015
Cnl regulamento 2014 2015
 
CNL Rio Maior 2015 - Normas
CNL Rio Maior 2015 - NormasCNL Rio Maior 2015 - Normas
CNL Rio Maior 2015 - Normas
 
Regulamento cnl fase2
Regulamento cnl fase2Regulamento cnl fase2
Regulamento cnl fase2
 
Cnl regulamento 2012-2013_nv (6)
Cnl regulamento 2012-2013_nv (6)Cnl regulamento 2012-2013_nv (6)
Cnl regulamento 2012-2013_nv (6)
 
Cnl regulamento 2012-2013_nv-2
Cnl regulamento 2012-2013_nv-2Cnl regulamento 2012-2013_nv-2
Cnl regulamento 2012-2013_nv-2
 
Cnl regulamento 2012-2013_nv
Cnl regulamento 2012-2013_nvCnl regulamento 2012-2013_nv
Cnl regulamento 2012-2013_nv
 
Regulamento
RegulamentoRegulamento
Regulamento
 
Regulamento CNL
Regulamento CNLRegulamento CNL
Regulamento CNL
 
Regulamento um conto_que_contas_concurso201617
Regulamento um conto_que_contas_concurso201617Regulamento um conto_que_contas_concurso201617
Regulamento um conto_que_contas_concurso201617
 
Regulamento criapoesia 2017
Regulamento criapoesia 2017Regulamento criapoesia 2017
Regulamento criapoesia 2017
 
Regulamento multiplas leituras
Regulamento multiplas leiturasRegulamento multiplas leituras
Regulamento multiplas leituras
 

Semelhante a Cnl 2015 normas de participação - bm carrazeda

Regulamento CNL
Regulamento CNLRegulamento CNL
Regulamento CNL
Bibliosaberes
 
Regulamento cnl 9.ed.2015
Regulamento cnl 9.ed.2015Regulamento cnl 9.ed.2015
Regulamento cnl 9.ed.2015
Risoleta Montez
 
Regulamento cnl 2015_2016
Regulamento cnl 2015_2016Regulamento cnl 2015_2016
Regulamento cnl 2015_2016
bibliotecaprado
 
Regulamento cnl 2015_2016
Regulamento cnl 2015_2016Regulamento cnl 2015_2016
Regulamento cnl 2015_2016
Risoleta Montez
 
Concurso-Nacional-de-Leitura-Regulamento-interno-2022-2023.pdf
Concurso-Nacional-de-Leitura-Regulamento-interno-2022-2023.pdfConcurso-Nacional-de-Leitura-Regulamento-interno-2022-2023.pdf
Concurso-Nacional-de-Leitura-Regulamento-interno-2022-2023.pdf
Maria Manuela Torres Paredes
 
Regulamento Concurso Nacional de Leitura _prova concelhia 2020_2021
Regulamento Concurso Nacional de Leitura _prova concelhia 2020_2021Regulamento Concurso Nacional de Leitura _prova concelhia 2020_2021
Regulamento Concurso Nacional de Leitura _prova concelhia 2020_2021
bibliotecasmp
 
Regulamento cnl 2017_ae
Regulamento cnl 2017_aeRegulamento cnl 2017_ae
Regulamento cnl 2017_ae
Lurdes Meneses
 
Regulamento do concurso
Regulamento do concursoRegulamento do concurso
Regulamento do concurso
Mónica Tavares
 
Regulamento Fase II CNL
Regulamento Fase II CNLRegulamento Fase II CNL
Cnl 2020 normas de part nv
Cnl 2020   normas de part nvCnl 2020   normas de part nv
Cnl 2020 normas de part nv
Biblioteca Soares Dos Reis
 
Regulamento CNL-2ª Fase
Regulamento CNL-2ª FaseRegulamento CNL-2ª Fase
Regulamento CNL-2ª Fase
Fernanda Oliveira
 
Cnl Regul 2009 10
Cnl Regul 2009 10Cnl Regul 2009 10
Cnl Regul 2009 10
bibliomag
 
Regulamento fase municipal cnl
Regulamento fase municipal cnlRegulamento fase municipal cnl
Regulamento fase municipal cnl
bibliotecaCMP
 
Cnl regulamento 11edicao(1)
Cnl regulamento 11edicao(1)Cnl regulamento 11edicao(1)
Cnl regulamento 11edicao(1)
mmppr3
 
RegulamentoCNL2015-16
RegulamentoCNL2015-16RegulamentoCNL2015-16
RegulamentoCNL2015-16
bibliotecasjuliomartins
 
CNL- Normas participação fase intermunicipal - Conservatório de Música do P...
CNL-   Normas participação fase intermunicipal - Conservatório de Música do P...CNL-   Normas participação fase intermunicipal - Conservatório de Música do P...
CNL- Normas participação fase intermunicipal - Conservatório de Música do P...
bibliotecaCMP
 
Cnl normas participação fase intermunicipal amp
Cnl   normas participação fase intermunicipal ampCnl   normas participação fase intermunicipal amp
Cnl normas participação fase intermunicipal amp
bibliotecaCMP
 
Regulamento
RegulamentoRegulamento
Regulamento
mmppr3
 
Regulamento esc criativa
Regulamento esc criativaRegulamento esc criativa
Regulamento esc criativa
IsabelPereira2010
 
II Concurso de Curtas - 2015
II Concurso de Curtas - 2015II Concurso de Curtas - 2015
II Concurso de Curtas - 2015
Ma Rina
 

Semelhante a Cnl 2015 normas de participação - bm carrazeda (20)

Regulamento CNL
Regulamento CNLRegulamento CNL
Regulamento CNL
 
Regulamento cnl 9.ed.2015
Regulamento cnl 9.ed.2015Regulamento cnl 9.ed.2015
Regulamento cnl 9.ed.2015
 
Regulamento cnl 2015_2016
Regulamento cnl 2015_2016Regulamento cnl 2015_2016
Regulamento cnl 2015_2016
 
Regulamento cnl 2015_2016
Regulamento cnl 2015_2016Regulamento cnl 2015_2016
Regulamento cnl 2015_2016
 
Concurso-Nacional-de-Leitura-Regulamento-interno-2022-2023.pdf
Concurso-Nacional-de-Leitura-Regulamento-interno-2022-2023.pdfConcurso-Nacional-de-Leitura-Regulamento-interno-2022-2023.pdf
Concurso-Nacional-de-Leitura-Regulamento-interno-2022-2023.pdf
 
Regulamento Concurso Nacional de Leitura _prova concelhia 2020_2021
Regulamento Concurso Nacional de Leitura _prova concelhia 2020_2021Regulamento Concurso Nacional de Leitura _prova concelhia 2020_2021
Regulamento Concurso Nacional de Leitura _prova concelhia 2020_2021
 
Regulamento cnl 2017_ae
Regulamento cnl 2017_aeRegulamento cnl 2017_ae
Regulamento cnl 2017_ae
 
Regulamento do concurso
Regulamento do concursoRegulamento do concurso
Regulamento do concurso
 
Regulamento Fase II CNL
Regulamento Fase II CNLRegulamento Fase II CNL
Regulamento Fase II CNL
 
Cnl 2020 normas de part nv
Cnl 2020   normas de part nvCnl 2020   normas de part nv
Cnl 2020 normas de part nv
 
Regulamento CNL-2ª Fase
Regulamento CNL-2ª FaseRegulamento CNL-2ª Fase
Regulamento CNL-2ª Fase
 
Cnl Regul 2009 10
Cnl Regul 2009 10Cnl Regul 2009 10
Cnl Regul 2009 10
 
Regulamento fase municipal cnl
Regulamento fase municipal cnlRegulamento fase municipal cnl
Regulamento fase municipal cnl
 
Cnl regulamento 11edicao(1)
Cnl regulamento 11edicao(1)Cnl regulamento 11edicao(1)
Cnl regulamento 11edicao(1)
 
RegulamentoCNL2015-16
RegulamentoCNL2015-16RegulamentoCNL2015-16
RegulamentoCNL2015-16
 
CNL- Normas participação fase intermunicipal - Conservatório de Música do P...
CNL-   Normas participação fase intermunicipal - Conservatório de Música do P...CNL-   Normas participação fase intermunicipal - Conservatório de Música do P...
CNL- Normas participação fase intermunicipal - Conservatório de Música do P...
 
Cnl normas participação fase intermunicipal amp
Cnl   normas participação fase intermunicipal ampCnl   normas participação fase intermunicipal amp
Cnl normas participação fase intermunicipal amp
 
Regulamento
RegulamentoRegulamento
Regulamento
 
Regulamento esc criativa
Regulamento esc criativaRegulamento esc criativa
Regulamento esc criativa
 
II Concurso de Curtas - 2015
II Concurso de Curtas - 2015II Concurso de Curtas - 2015
II Concurso de Curtas - 2015
 

Mais de Biblioteca Torga

Obras da Fase distrital do CNL, 20 abril 2016, Alfândega
Obras da Fase distrital do CNL, 20 abril 2016, AlfândegaObras da Fase distrital do CNL, 20 abril 2016, Alfândega
Obras da Fase distrital do CNL, 20 abril 2016, Alfândega
Biblioteca Torga
 
Cnl 2015-2016 ficha de inscrição
Cnl 2015-2016 ficha de inscriçãoCnl 2015-2016 ficha de inscrição
Cnl 2015-2016 ficha de inscrição
Biblioteca Torga
 
Pedra Filosofal: As Pedras e as Palavras (maio 2015)
Pedra Filosofal: As Pedras e as Palavras (maio 2015)Pedra Filosofal: As Pedras e as Palavras (maio 2015)
Pedra Filosofal: As Pedras e as Palavras (maio 2015)
Biblioteca Torga
 
Exposição de obras do 'Pequeno Grande C' - abril 2015
Exposição de obras do 'Pequeno Grande C' - abril 2015Exposição de obras do 'Pequeno Grande C' - abril 2015
Exposição de obras do 'Pequeno Grande C' - abril 2015
Biblioteca Torga
 
Dia da Poesia - RBB 20 março 2015
Dia da Poesia - RBB 20 março 2015Dia da Poesia - RBB 20 março 2015
Dia da Poesia - RBB 20 março 2015
Biblioteca Torga
 
Resultados cnl 14-15
Resultados cnl 14-15Resultados cnl 14-15
Resultados cnl 14-15
Biblioteca Torga
 
Folha de turma e docentes e AO-AT_Estante ideal-dez2014
Folha de turma e docentes e AO-AT_Estante ideal-dez2014Folha de turma e docentes e AO-AT_Estante ideal-dez2014
Folha de turma e docentes e AO-AT_Estante ideal-dez2014
Biblioteca Torga
 
Guia do utilizador da BE - MT 2014-15
Guia do utilizador da BE - MT 2014-15Guia do utilizador da BE - MT 2014-15
Guia do utilizador da BE - MT 2014-15
Biblioteca Torga
 
Guia do utilizador be 14 15
Guia do utilizador be 14 15Guia do utilizador be 14 15
Guia do utilizador be 14 15
Biblioteca Torga
 
Concurso "Um ovo por inventar" (SOBE 2014)
Concurso "Um ovo por inventar" (SOBE 2014)Concurso "Um ovo por inventar" (SOBE 2014)
Concurso "Um ovo por inventar" (SOBE 2014)
Biblioteca Torga
 
Règlement «Affiche ton français!»
Règlement «Affiche ton français!»Règlement «Affiche ton français!»
Règlement «Affiche ton français!»
Biblioteca Torga
 
"Traduzir 2015" - Regulamento
"Traduzir 2015" - Regulamento"Traduzir 2015" - Regulamento
"Traduzir 2015" - Regulamento
Biblioteca Torga
 
Dia livro infantil-prémios_be-2-4-14
Dia livro infantil-prémios_be-2-4-14Dia livro infantil-prémios_be-2-4-14
Dia livro infantil-prémios_be-2-4-14
Biblioteca Torga
 
Fotos mandarim aemt_2014
Fotos mandarim aemt_2014Fotos mandarim aemt_2014
Fotos mandarim aemt_2014
Biblioteca Torga
 
Normas de participação CNL - 2.ª fase 2014, distrito de Bragança
Normas de participação CNL - 2.ª fase 2014, distrito de BragançaNormas de participação CNL - 2.ª fase 2014, distrito de Bragança
Normas de participação CNL - 2.ª fase 2014, distrito de Bragança
Biblioteca Torga
 
Direitos de autor_abril-2013_ppt
Direitos de autor_abril-2013_pptDireitos de autor_abril-2013_ppt
Direitos de autor_abril-2013_ppt
Biblioteca Torga
 

Mais de Biblioteca Torga (17)

Obras da Fase distrital do CNL, 20 abril 2016, Alfândega
Obras da Fase distrital do CNL, 20 abril 2016, AlfândegaObras da Fase distrital do CNL, 20 abril 2016, Alfândega
Obras da Fase distrital do CNL, 20 abril 2016, Alfândega
 
Cnl 2015-2016 ficha de inscrição
Cnl 2015-2016 ficha de inscriçãoCnl 2015-2016 ficha de inscrição
Cnl 2015-2016 ficha de inscrição
 
Pedra Filosofal: As Pedras e as Palavras (maio 2015)
Pedra Filosofal: As Pedras e as Palavras (maio 2015)Pedra Filosofal: As Pedras e as Palavras (maio 2015)
Pedra Filosofal: As Pedras e as Palavras (maio 2015)
 
Exposição de obras do 'Pequeno Grande C' - abril 2015
Exposição de obras do 'Pequeno Grande C' - abril 2015Exposição de obras do 'Pequeno Grande C' - abril 2015
Exposição de obras do 'Pequeno Grande C' - abril 2015
 
Dia da Poesia - RBB 20 março 2015
Dia da Poesia - RBB 20 março 2015Dia da Poesia - RBB 20 março 2015
Dia da Poesia - RBB 20 março 2015
 
Resultados cnl 14-15
Resultados cnl 14-15Resultados cnl 14-15
Resultados cnl 14-15
 
Folha de turma e docentes e AO-AT_Estante ideal-dez2014
Folha de turma e docentes e AO-AT_Estante ideal-dez2014Folha de turma e docentes e AO-AT_Estante ideal-dez2014
Folha de turma e docentes e AO-AT_Estante ideal-dez2014
 
Guia do utilizador da BE - MT 2014-15
Guia do utilizador da BE - MT 2014-15Guia do utilizador da BE - MT 2014-15
Guia do utilizador da BE - MT 2014-15
 
Guia do utilizador be 14 15
Guia do utilizador be 14 15Guia do utilizador be 14 15
Guia do utilizador be 14 15
 
Concurso "Um ovo por inventar" (SOBE 2014)
Concurso "Um ovo por inventar" (SOBE 2014)Concurso "Um ovo por inventar" (SOBE 2014)
Concurso "Um ovo por inventar" (SOBE 2014)
 
Règlement «Affiche ton français!»
Règlement «Affiche ton français!»Règlement «Affiche ton français!»
Règlement «Affiche ton français!»
 
"Traduzir 2015" - Regulamento
"Traduzir 2015" - Regulamento"Traduzir 2015" - Regulamento
"Traduzir 2015" - Regulamento
 
Dia livro infantil-prémios_be-2-4-14
Dia livro infantil-prémios_be-2-4-14Dia livro infantil-prémios_be-2-4-14
Dia livro infantil-prémios_be-2-4-14
 
Mandarim 1ºs.maria-2014
Mandarim 1ºs.maria-2014Mandarim 1ºs.maria-2014
Mandarim 1ºs.maria-2014
 
Fotos mandarim aemt_2014
Fotos mandarim aemt_2014Fotos mandarim aemt_2014
Fotos mandarim aemt_2014
 
Normas de participação CNL - 2.ª fase 2014, distrito de Bragança
Normas de participação CNL - 2.ª fase 2014, distrito de BragançaNormas de participação CNL - 2.ª fase 2014, distrito de Bragança
Normas de participação CNL - 2.ª fase 2014, distrito de Bragança
 
Direitos de autor_abril-2013_ppt
Direitos de autor_abril-2013_pptDireitos de autor_abril-2013_ppt
Direitos de autor_abril-2013_ppt
 

Último

Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
cmeioctaciliabetesch
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
MessiasMarianoG
 
QUIZ - HISTÓRIA 9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptx
QUIZ - HISTÓRIA  9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptxQUIZ - HISTÓRIA  9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptx
QUIZ - HISTÓRIA 9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptx
AntonioVieira539017
 
apresentação sobre Clarice Lispector .pptx
apresentação sobre Clarice Lispector .pptxapresentação sobre Clarice Lispector .pptx
apresentação sobre Clarice Lispector .pptx
JuliaMachado73
 
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
DanielCastro80471
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
ReinaldoSouza57
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
wagnermorais28
 
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmenteeducação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
DeuzinhaAzevedo
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
AdrianoMontagna1
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
analuisasesso
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Centro Jacques Delors
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
ValdineyRodriguesBez1
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 

Último (20)

Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
 
QUIZ - HISTÓRIA 9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptx
QUIZ - HISTÓRIA  9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptxQUIZ - HISTÓRIA  9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptx
QUIZ - HISTÓRIA 9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptx
 
apresentação sobre Clarice Lispector .pptx
apresentação sobre Clarice Lispector .pptxapresentação sobre Clarice Lispector .pptx
apresentação sobre Clarice Lispector .pptx
 
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
 
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmenteeducação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 

Cnl 2015 normas de participação - bm carrazeda

  • 1.
  • 2. Normas de participação no CNL 2014/2015 – Fase Distrital (Bragança/ Carrazeda de Ansiães) 2 As normas de participação aqui apresentadas estabelecem as normas gerais da 2ª fase do Concurso Nacional de Leitura 2014/2015, do Distrito de Bragança, a realizar na Escola Profissional de Carrazeda de Ansiães e no CITICA, no dia 24 de Abril (sexta feira) de 2015, a partir das 13:00h. Fig. 1 – Concelhos que pertencem ao Distrito de Bragança
  • 3. Normas de participação no CNL 2014/2015 – Fase Distrital (Bragança/ Carrazeda de Ansiães) 3 Artigo 1º Objetivos Esta iniciativa integra-se no Concurso Nacional de Leitura, correspondendo à 2ª fase Distrital e tem como objetivos: - Promover e estimular o gosto pela leitura; - Dar a conhecer preferencialmente autores de língua portuguesa; - Avaliar a capacidade de análise de obras literárias pelos alunos do 3º Ciclo e do Secundário. Pretende-se pois estimular a prática da leitura, como forma de conhecimento e de lazer entre os alunos do 3º Ciclo do Ensino Básico e do Ensino Secundário, o concurso pretende motivar os adolescentes para a leitura de obras literárias e estimular o convívio entre leitores, que seja a festa da leitura. Artigo 2º Condições gerais de participação A participação nesta final distrital dirige-se exclusivamente, aos alunos das escolas do 3º Ciclo do Ensino Básico e do Ensino Secundário, do Distrito de Bragança, que decidiram por sua iniciativa aderir a este concurso e ficaram apurados na 1ª fase do CNL. Para participarem no Concurso Nacional de Leitura, os concorrentes comprometem-se a respeitar as presentes Normas de Participação, bem como as decisões do Júri a ele preside. Artigo 3º Obras a concurso A presente Final do Distrito de Bragança incidirá sobre as seguintes obras, divulgadas a todos os concorrentes: OBRAS A CONCURSO: 3º CICLO DO ENSINO BÁSICO “ O Caderno do Avô Heinrich” de Conceição Dinis Tomé “O Livro Misterioso” de Margarida Fonseca Santos
  • 4. Normas de participação no CNL 2014/2015 – Fase Distrital (Bragança/ Carrazeda de Ansiães) 4 ENSINO SECUNDÁRIO “ O Passado que Seremos” de Inês Botelho “Ana de Londres” de Cristina Carvalho Artigo 4º Júri 1. O Júri da Final do Distrito de Bragança será constituído pelos seguintes elementos: a)Presidente: Cristina Lima (Técnica Superior de Biblioteca e Documentação da Câmara Municipal de Carrazeda de Ansiães); b)Vogais: Arcelina Samorinha (Professora do Ensino Básico especializada em Educação Especial, com formação na área de Sociologia da infância na Universidade do Minho); Marlene Machado (Professora do 3º Ciclo e Secundário de Português e Inglês, colaboradora do Centro de Línguas do IPB). Artigo 5º Apuramento dos finalistas 1. Para o apuramento dos finalistas presentes na Final do Distrito de Bragança, proceder- se-á a duas provas: uma escrita e outra oral. 2. Os procedimentos da prova escrita serão os mesmos para os dois níveis e a prova será efetuada, em simultâneo, no edifício da Escola Profissional de Carrazeda de Ansiães. Serão apurados cinco finalistas do 3º Ciclo e cinco finalistas do Secundário, que irão realizar a prova oral no CITICA. 3. Na prova oral, os finalistas do 3º Ciclo serão os primeiros a realizar a prova, seguindo- se-lhes os finalistas do Secundário. 4. Será apurado apenas um aluno de cada nível de ensino para representar o Distrito de Bragança, na Final Nacional do CNL.
  • 5. Normas de participação no CNL 2014/2015 – Fase Distrital (Bragança/ Carrazeda de Ansiães) 5 Artigo 6º Prova escrita 1. A prova escrita será realizada na Escola Profissional de Ansiães e terá inicio às 13:30h, pelo que será necessário que os alunos se apresentem no Secretariado do CITICA, pelas 13.00h, para identificação, atribuição do número de candidato e entrega da declaração de filmagens. 2. A prova escrita será apresentada em enunciado próprio, a ser fornecido pela organização, no qual será necessário que o aluno preencha, apenas, o número que lhe foi atribuído aquando da sua chegada ao CITICA. Não deverá escrever em parte alguma a escola à qual pertence. A resposta à pergunta de desenvolvimento deverá ser limitada a um número mínimo de 80 palavras e um número máximo de 120 palavras. Serão fornecidas aos alunos, 2 folhas de rascunho para o exercício de raciocínio prévio. 3. A prova será constituída por questões de escolha múltipla ou Verdadeiro / Falso, sobre o conteúdo dos dois livros selecionados, e por uma pergunta aberta de desenvolvimento. 4. A prova terá duração máxima de 30 (trinta) minutos, sem tolerância. 5. No local onde se realizar a prova escrita, apenas será permitida a permanência dos concorrentes, devidamente identificados com Cartão de Cidadão ou Bilhete de Identidade (obrigatórios), e dos membros da organização destacados para esse efeito. 6. Após a conclusão da prova, os concorrentes deverão entregá-la aos membros da organização, onde será registada diante o aluno, a hora exata a que entregou a prova. 7. A correção da prova escrita é de responsabilidade da organização. 8. A prova escrita é de carácter eliminatório. 9. Em caso de empate, o Júri terá os seguintes critérios para desempate final, de forma a serem identificados os cinco finalistas da cada nível de ensino: 9.1 Primeiro: pela resposta de desenvolvimento, em função de: conteúdo respondido ao questionado, estruturação e encadeamento lógico e objetivo das ideias, correção linguística, originalidade dos argumentos. 9.2 Segundo: A utilização do número limite de palavas estipulada. 9.3 Terceiro: pelo tempo de realização da prova 10. Apurar-se-ão, para a etapa seguinte, os cinco concorrentes melhor classificados em cada nível de ensino.
  • 6. Normas de participação no CNL 2014/2015 – Fase Distrital (Bragança/ Carrazeda de Ansiães) 6 11. A pontuação obtida por cada um dos cinco apurados na prova escrita constituirá também, critério de avaliação a ter em conta conjuntamente com a pontuação da prova oral. Artigo 7º Prova oral em palco A prova oral será realizada no CITICA sendo constituída por 3 momentos : - Prova Conhecimento das obras (1 minuto para cada candidato); - Argumentação (3 minutos para cada candidato) e - Leitura expressiva (em função do excerto da obra). A prova iniciar-se-á com os alunos do 3º ciclo seguindo-se os alunos do secundário. Cada concorrente, responderá na prova oral pela ordem da pontuação obtida na prova escrita. 1. Prova de conhecimento das obras - Serão disponibilizados pelo apresentador da prova cinco envelopes diferentes que conterão, cada um, duas questões sobre as obras lidas. Cada aluno selecionará, aleatoriamente, um envelope que entregará ao apresentador e responderá, em palco, às duas perguntas aí contidas. Terá 1 min. para responder às duas perguntas, depois de lhe serem colocadas individualmente. 2. Prova de Argumentação - Serão disponibilizados pelo apresentador da prova cinco envelopes diferentes que conterão, cada um, um excerto da obra para argumentação. Relativamente à argumentação, o júri terá em conta os seguintes critérios: - Estruturação e encadeamento lógico de ideias; - Originalidade dos argumentos; - Correcção linguística; - objectividade; - rapidez e - postura corporal. 3. Leitura Expressiva - Serão disponibilizados pelo apresentador da prova cinco envelopes diferentes que conterão, cada um, um excerto de uma das obras para leitura expressiva. A leitura expressiva será avaliada pelo júri tendo em conta os seguintes parâmetros:
  • 7. Normas de participação no CNL 2014/2015 – Fase Distrital (Bragança/ Carrazeda de Ansiães) 7 - Audibilidade; - Percetibilidade; - Articulação; - Expressividade; - Pontuação; - Ritmo; - Criatividade na leitura; - Postura corporal. Artigo 8º Critérios de desempate 1. A ordenação final dos concorrentes resultará da avaliação do conjunto da prova escrita e da prova oral. 2. Uma vez que não há lugar a prémios ex aequo, de empate serão colocadas, pelo Júri questões objectivas de resposta rápida, sendo excluído o concorrente que primeiro falhar. Artigo 9º Concorrentes apurados Será apurado para a Final Nacional do Concurso Nacional de Leitura o aluno mais pontuado, nas duas provas, por cada nível de ensino. Será selecionado ainda um segundo concorrente por nível de ensino, classificado em segundo lugar, que deterá o estatuto de suplente, para a eventualidade do vencedor não poder comparecer. Artigo 10º Prémios 1. Serão atribuídos prémios aos três finalistas de cada categoria (3º ciclo e secundário); 2. Todos os alunos concorrentes terão direito a um certificado de participação e outras ofertas; 3. Todas as escolas concorrentes terão direito a um certificado de participação. Artigo 11º Casos omissos Casos imprevistos serão resolvidos pelo Júri, no momento, e das deliberações do Júri não haverá recurso.
  • 8. Normas de participação no CNL 2014/2015 – Fase Distrital (Bragança/ Carrazeda de Ansiães) 8 PROGRAMA