SlideShare uma empresa Scribd logo
CLASSIFICAÇÃO
   DO REINO
   PLANTAE

PROF.:SÉRGYO COSTA
                 1
REINO VEGETAL
   Organismos eucariontes,
    pluricelulares, autótrofos e
    fotossintetizantes.
   Todas as plantas apresentam
    alternância de gerações em seu
    ciclo de vida.




                                     2
   Indivíduos haplóides (n) → gametófitos
    formam gametas (n).
   Zigoto diplóide (2n) → faz mitose e forma
    o indivíduo esporófito, que por meiose
    forma os esporos (n).




                                                3
CLASSIFICAÇÃO DAS PLANTAS
   Plantas avasculares → briófitas (musgos).

                         pteridófitos (sem
    semente)
   Plantas vasculares               com semente
                              gimnospermas
                         angiospermas




                                                4
5
EVOLUÇÃO DOS VEGETAIS




                        6
Algas verdes
                  Existem fortes evidências
                   para acreditarmos que as
                   plantas tiveram sua origem a
                   partir das algas verdes ou
                    Clorofíceas. Os mais antigos
                   registros fossilíferos
                   remontam 450 milhões de
                   anos. As caracteristicas das
                   algas verdes que lembram as
                   plantas são:
                  Ciclo alternante em certas
                   espécies;
                  Tipos de clorofilas;
                  Substâncias de reservas;
                  Capacidade de proliferarem
                   em ambientes terrestres.


                                               7
8
9
A EVOLUÇÃO DOS VEGETAIS
      TERRESTRES




                          10
Você sabe o que os principais
grupos de vegetais têm em comum?
   Todos têm uma fase diplóide (2n) chamada esporófito
    e uma fase haplóide (n) conhecida como gametófito.
    Na fase de esporófitos são produzidos esporos e, como
    eles são haplóides, isso se dá por meiose.
    Esporos são sempre estruturas que germinam em
    condições apropriadas e resultam em uma fase
    haplóide chamada gametófito. Na fase haplóide os
    gametas são produzidos por mitose. Esses gametas se
    unem formando um zigoto diplóide, que resulta numa
    nova planta, que é novamente o esporófito. Observe
    como o ciclo se repete em briófitas, pteridófitas,
    gimnospermas e angiospermas. O que varia é a fase
    duradoura, os nomes dos esporos e os nomes das
    estruturas que produzem os gametas. Mas o esquema
    de reprodução por alternância de gerações é igual para
    todos os grupos.


                                                        11
12
METAGÊNESE
                É muito importante
                 recordar que quanto mais
                 evoluída for a planta mais
                 desenvolvido é o seu
                 esporófito (2n) e mais
                 reduzido o seu
                 gametófito(n). Portanto,
                 as plantas evoluíram do
                 predomínio da forma
                 haplóide e sexuada,
                 característica das
                 avasculares, para o
                 predomínio da forma
                 diplóide e assexuada,
                 característica das
                 vasculares ou
                 traqueófitas.
                                         13
14
15
EXEMPLOS
   Briófitas: Musgos e hepáticas.
    Pteridófitas: Samambaias e avencas.
   Gimnospermas: Sequóias e pinheiros
    (coníferas).
   Angiospermas: Plantas frutíferas.




                                      16
1. Organização Corporal
   1.1 - Talófitas => Algas.

    1.2 - Cormófitas => Briófitas,
    Pteridófitas, Gimnospermas e
    Angiospermas.




                                     17
VEGETAIS TERRESTRES
   CRIPTÓGAMAS - kryptos = escondido;
    gamós = casamento. Significa
    "órgãos reprodutores escondidos ou
    pouco evidentes”. SEM FLORES.

   FANERÓGAMAS - phanerós =
    evidente; gamós = casamento.
    Significa " órgãos reprodutivos
    evidentes “. COM FLORES.


                                      18
Os Criptógamos
   A - Criptógamos avasculares ( vegetais
     sem sementes e sem sistema
    condutor ).
    Divisão Bryophyta ( briófitas , hepáticas e
    antóceros ).

   B - Criptógamos vasculares ( vegetais
    sem sementes e com sistema condutor)
    Divisão Pterophyta ( Pteridófitas,
    Gimnospermas e Angiospermas).

                                              19
A EVOLUÇÃO DOS VEGETAIS




                          20
Somente as plantas que possuem flores (Fanerógamas ) são
capazes de produzirem sementes (Espermatófitas). Portanto:
     Espermatófitas = Fanerógamas




Gimnospermas
(Pinus): sementes                Angiospermas
nuas ,como o                     (maracujá): sementes
pinhão.                          no interior de um fruto.
                                                        21
EMBRIÓFITAS SIFONÓGAMAS


Gimnospermas e Angiospermas
  •Pólen (tubo polínico)




                              22
ANGIOSPERMAS :
ESPERMATÓFITAS
 SIFONÓGAMAS


        PRESENÇA DO
       TUBO POLÍNICO
         AS TORNA
      INDEPENDENTES
       DA ÁGUA PARA
        REPRODUÇÃO


                       23
NOSSOS SITES
   LOJA DE PRODUTOS NATURAIS
       www.naturaervas.comloja

              SUPER CURSOS
 http://scconsultoria.no.comunidades.net

    CONSULTAS -TERAPIAS ORIENTAIS

 http://scnaturalista.no.comunidades.net


 CURSOS GRÁTIS COM CERTIFICADO
http://www.buzzero.com/sergyocosta.html
CLIQUE AQUI PARA TER ACESSO OS VÍDEOS GRÁTIS
CLIQUE AQUI PARA TER ACESSO OS VÍDEOS GRÁTIS
Google faz US $ 1,3 milhões todos os dias a
 partir de Cliks Pagos. Vamos revelar como
você, com esta oportunidade, poderá ter uma
  fatia desse mercado mundial. Em pouco
  tempo com ou sem a sua participação, esta
  oportunidade estará acima do Google,
  Yahoo,Bing e todos os principais motores de
  busca, pois já está varrendo os EUA, tomou o
  Reino Unidoe Austrália. Agora Pré-
  lançamento em âmbito global
Vamos Espalhar Mundialmente o Pré-Cadastro
 deste Lançamento para Todos os Líderes
 MMN, Família , Amigos e Colegas de
 Trabalho AGORA para Garantir que TODOS se
 Cadastrem GRATUITAMENTE Através de Você
 !!!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Sistematica vegetal
Sistematica vegetal  Sistematica vegetal
Sistematica vegetal
Carlos Priante
 
O fruto - About The Fruits
O fruto  -  About The FruitsO fruto  -  About The Fruits
O fruto - About The Fruits
Lídia Pavan
 
Evolução das plantas
Evolução das plantasEvolução das plantas
Evolução das plantas
Jaqueline Sarges
 
Briófitas
BriófitasBriófitas
Briófitas
gabrielladpont
 
Nomenclatura botânica
Nomenclatura botânicaNomenclatura botânica
Nomenclatura botânica
Wenderson Ferreira
 
Reino plantae
Reino plantaeReino plantae
Caule
CauleCaule
Solanaceae
SolanaceaeSolanaceae
Solanaceae
biologia-conectado
 
Raiz, caule e folha aula alex ppt
Raiz, caule e folha   aula alex pptRaiz, caule e folha   aula alex ppt
Raiz, caule e folha aula alex ppt
Gaspar Neto
 
Transporte nas plantas
Transporte nas plantasTransporte nas plantas
Transporte nas plantas
Daniel Gonçalves
 
Cap 4 ecossistemas brasileiros
Cap 4 ecossistemas brasileirosCap 4 ecossistemas brasileiros
Cap 4 ecossistemas brasileiros
Sarah Lemes
 
Decomposição
DecomposiçãoDecomposição
Decomposição
Teresa Monteiro
 
08_fat_abioticos_2_plantas_1_luz.pdf
08_fat_abioticos_2_plantas_1_luz.pdf08_fat_abioticos_2_plantas_1_luz.pdf
08_fat_abioticos_2_plantas_1_luz.pdf
CatarinaGomes534756
 
Frutos e sementes
Frutos e sementesFrutos e sementes
Frutos e sementes
UERGS
 
Classificação das Plantas
Classificação das PlantasClassificação das Plantas
Classificação das Plantas
Leandro A. Machado de Moura
 
Reino plantae
Reino plantaeReino plantae
Reino plantae
profatatiana
 
Briofitas E Pteridofitas
Briofitas E PteridofitasBriofitas E Pteridofitas
Briofitas E Pteridofitas
Andrea Barreto
 
Flores 2012 aula
Flores 2012 aulaFlores 2012 aula
Flores 2012 aula
Priscila Belintani
 
1 introdução à botânica
1 introdução à botânica1 introdução à botânica
1 introdução à botânica
Cristóvão Lopes
 
Reino vegetal aprofundamento
Reino vegetal aprofundamentoReino vegetal aprofundamento
Reino vegetal aprofundamento
letyap
 

Mais procurados (20)

Sistematica vegetal
Sistematica vegetal  Sistematica vegetal
Sistematica vegetal
 
O fruto - About The Fruits
O fruto  -  About The FruitsO fruto  -  About The Fruits
O fruto - About The Fruits
 
Evolução das plantas
Evolução das plantasEvolução das plantas
Evolução das plantas
 
Briófitas
BriófitasBriófitas
Briófitas
 
Nomenclatura botânica
Nomenclatura botânicaNomenclatura botânica
Nomenclatura botânica
 
Reino plantae
Reino plantaeReino plantae
Reino plantae
 
Caule
CauleCaule
Caule
 
Solanaceae
SolanaceaeSolanaceae
Solanaceae
 
Raiz, caule e folha aula alex ppt
Raiz, caule e folha   aula alex pptRaiz, caule e folha   aula alex ppt
Raiz, caule e folha aula alex ppt
 
Transporte nas plantas
Transporte nas plantasTransporte nas plantas
Transporte nas plantas
 
Cap 4 ecossistemas brasileiros
Cap 4 ecossistemas brasileirosCap 4 ecossistemas brasileiros
Cap 4 ecossistemas brasileiros
 
Decomposição
DecomposiçãoDecomposição
Decomposição
 
08_fat_abioticos_2_plantas_1_luz.pdf
08_fat_abioticos_2_plantas_1_luz.pdf08_fat_abioticos_2_plantas_1_luz.pdf
08_fat_abioticos_2_plantas_1_luz.pdf
 
Frutos e sementes
Frutos e sementesFrutos e sementes
Frutos e sementes
 
Classificação das Plantas
Classificação das PlantasClassificação das Plantas
Classificação das Plantas
 
Reino plantae
Reino plantaeReino plantae
Reino plantae
 
Briofitas E Pteridofitas
Briofitas E PteridofitasBriofitas E Pteridofitas
Briofitas E Pteridofitas
 
Flores 2012 aula
Flores 2012 aulaFlores 2012 aula
Flores 2012 aula
 
1 introdução à botânica
1 introdução à botânica1 introdução à botânica
1 introdução à botânica
 
Reino vegetal aprofundamento
Reino vegetal aprofundamentoReino vegetal aprofundamento
Reino vegetal aprofundamento
 

Destaque

Aula de briófitas, pteridófitas, gimnospermas e angiospermas
Aula de briófitas, pteridófitas, gimnospermas e angiospermasAula de briófitas, pteridófitas, gimnospermas e angiospermas
Aula de briófitas, pteridófitas, gimnospermas e angiospermas
Fatima Comiotto
 
Reino plantae - parte 1
Reino plantae - parte 1Reino plantae - parte 1
Reino plantae - parte 1
Elisa Dos Santos Cardoso
 
3ª série em_aula_1_-_reino_plantae_-_gimnospermas_e_angiospermas
3ª série em_aula_1_-_reino_plantae_-_gimnospermas_e_angiospermas3ª série em_aula_1_-_reino_plantae_-_gimnospermas_e_angiospermas
3ª série em_aula_1_-_reino_plantae_-_gimnospermas_e_angiospermas
Jéssica Eichelt
 
Briófitas
BriófitasBriófitas
Briófitas
Lúcio Bravin
 
Botânica pteridófitas
Botânica   pteridófitasBotânica   pteridófitas
Botânica pteridófitas
Marcos Lopes
 
BIO - Reino Plantae (COTUCA)
BIO - Reino Plantae (COTUCA)BIO - Reino Plantae (COTUCA)
BIO - Reino Plantae (COTUCA)
CTC
 
Gimnospermas
GimnospermasGimnospermas
Gimnospermas
Lúcio Bravin
 
Classificação do Reino Vegetal
Classificação do Reino VegetalClassificação do Reino Vegetal
Classificação do Reino Vegetal
lindana01
 
Reino protista
Reino protistaReino protista
Reino protista
Luciana Petry
 
Morfologia externa das angiospermas
Morfologia externa das angiospermasMorfologia externa das angiospermas
Morfologia externa das angiospermas
Fabiano Reis
 
Reino Vegetal
Reino VegetalReino Vegetal
Reino Vegetal
Giseli Trento
 
Angiospermas
AngiospermasAngiospermas
Angiospermas
Lúcio Bravin
 
Histórico Da Construção da Tabela Periódica
Histórico Da Construção da Tabela PeriódicaHistórico Da Construção da Tabela Periódica
Histórico Da Construção da Tabela Periódica
Daniel Raber
 
V.2 Briófitas e Pteridófitas
V.2 Briófitas e PteridófitasV.2 Briófitas e Pteridófitas
V.2 Briófitas e Pteridófitas
Rebeca Vale
 
Evolução das plantas Briofitas,Pteridofitas,Gimnospermas e Angiospermas
Evolução das plantas Briofitas,Pteridofitas,Gimnospermas e AngiospermasEvolução das plantas Briofitas,Pteridofitas,Gimnospermas e Angiospermas
Evolução das plantas Briofitas,Pteridofitas,Gimnospermas e Angiospermas
Sergio Nascimento
 
Briófitas
BriófitasBriófitas
Pteridófitas
PteridófitasPteridófitas
Pteridófitas
Lucas Vieira
 
Substâncias e suas transformações
Substâncias e suas transformaçõesSubstâncias e suas transformações
Substâncias e suas transformações
Claysson Xavier
 
Substancias simp comp 8
Substancias simp comp 8Substancias simp comp 8
Substancias simp comp 8
Colégio Cardeal Arcoverde
 

Destaque (20)

Aula de briófitas, pteridófitas, gimnospermas e angiospermas
Aula de briófitas, pteridófitas, gimnospermas e angiospermasAula de briófitas, pteridófitas, gimnospermas e angiospermas
Aula de briófitas, pteridófitas, gimnospermas e angiospermas
 
Reino plantae - parte 1
Reino plantae - parte 1Reino plantae - parte 1
Reino plantae - parte 1
 
3ª série em_aula_1_-_reino_plantae_-_gimnospermas_e_angiospermas
3ª série em_aula_1_-_reino_plantae_-_gimnospermas_e_angiospermas3ª série em_aula_1_-_reino_plantae_-_gimnospermas_e_angiospermas
3ª série em_aula_1_-_reino_plantae_-_gimnospermas_e_angiospermas
 
Briófitas
BriófitasBriófitas
Briófitas
 
Botânica pteridófitas
Botânica   pteridófitasBotânica   pteridófitas
Botânica pteridófitas
 
BIO - Reino Plantae (COTUCA)
BIO - Reino Plantae (COTUCA)BIO - Reino Plantae (COTUCA)
BIO - Reino Plantae (COTUCA)
 
Gimnospermas
GimnospermasGimnospermas
Gimnospermas
 
Classificação do Reino Vegetal
Classificação do Reino VegetalClassificação do Reino Vegetal
Classificação do Reino Vegetal
 
Reino protista
Reino protistaReino protista
Reino protista
 
Pteridófitas
PteridófitasPteridófitas
Pteridófitas
 
Morfologia externa das angiospermas
Morfologia externa das angiospermasMorfologia externa das angiospermas
Morfologia externa das angiospermas
 
Reino Vegetal
Reino VegetalReino Vegetal
Reino Vegetal
 
Angiospermas
AngiospermasAngiospermas
Angiospermas
 
Histórico Da Construção da Tabela Periódica
Histórico Da Construção da Tabela PeriódicaHistórico Da Construção da Tabela Periódica
Histórico Da Construção da Tabela Periódica
 
V.2 Briófitas e Pteridófitas
V.2 Briófitas e PteridófitasV.2 Briófitas e Pteridófitas
V.2 Briófitas e Pteridófitas
 
Evolução das plantas Briofitas,Pteridofitas,Gimnospermas e Angiospermas
Evolução das plantas Briofitas,Pteridofitas,Gimnospermas e AngiospermasEvolução das plantas Briofitas,Pteridofitas,Gimnospermas e Angiospermas
Evolução das plantas Briofitas,Pteridofitas,Gimnospermas e Angiospermas
 
Briófitas
BriófitasBriófitas
Briófitas
 
Pteridófitas
PteridófitasPteridófitas
Pteridófitas
 
Substâncias e suas transformações
Substâncias e suas transformaçõesSubstâncias e suas transformações
Substâncias e suas transformações
 
Substancias simp comp 8
Substancias simp comp 8Substancias simp comp 8
Substancias simp comp 8
 

Semelhante a Classificação do reino plantae

Gimnospermas
GimnospermasGimnospermas
Gimnospermas
guest78da28
 
Grupos Vegetais
Grupos VegetaisGrupos Vegetais
Grupos Vegetais
ilk Sala4
 
Reino das plantas
Reino das plantasReino das plantas
Grupos vegetais ensino médio
Grupos vegetais ensino médioGrupos vegetais ensino médio
Grupos vegetais ensino médio
Pedro Alberto Machado
 
Reino vegetal
Reino vegetalReino vegetal
Reino vegetal
ISJ
 
Briofitas
BriofitasBriofitas
Briofitas
URCA
 
Reprodução das plantas aula 4
Reprodução das plantas aula 4Reprodução das plantas aula 4
Reprodução das plantas aula 4
Professora Raquel
 
Excelente material para ministra aulas sobre vegetais indico aos colegas.
Excelente material para ministra aulas sobre vegetais indico aos colegas.Excelente material para ministra aulas sobre vegetais indico aos colegas.
Excelente material para ministra aulas sobre vegetais indico aos colegas.
diasferraciolli
 
GRUPOS DE PLANTAS.pptx
GRUPOS DE PLANTAS.pptxGRUPOS DE PLANTAS.pptx
GRUPOS DE PLANTAS.pptx
LorenaCmara4
 
Gimnospermas
GimnospermasGimnospermas
Botanica
BotanicaBotanica
Bri
BriBri
- Criptógamas Biologia e Pesca.pptx
- Criptógamas Biologia e Pesca.pptx- Criptógamas Biologia e Pesca.pptx
- Criptógamas Biologia e Pesca.pptx
WaldemarBelota
 
Reprodução das plantas
Reprodução das plantasReprodução das plantas
Reprodução das plantas
supertrabalhos4
 
www.aulasapoio.com - Biologia - Classificação dos Seres Vivos
www.aulasapoio.com  - Biologia -  Classificação dos Seres Vivoswww.aulasapoio.com  - Biologia -  Classificação dos Seres Vivos
www.aulasapoio.com - Biologia - Classificação dos Seres Vivos
Aulas Apoio
 
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Biologia - Classificação dos Seres Vivos
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Biologia -  Classificação dos Seres Vivoswww.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Biologia -  Classificação dos Seres Vivos
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Biologia - Classificação dos Seres Vivos
Manuela Mendes
 
www.AulasParticularesApoio.Com.Br - Biologia - Classificação dos Seres Vivos
www.AulasParticularesApoio.Com.Br - Biologia -  Classificação dos Seres Vivoswww.AulasParticularesApoio.Com.Br - Biologia -  Classificação dos Seres Vivos
www.AulasParticularesApoio.Com.Br - Biologia - Classificação dos Seres Vivos
Anna Paula
 
Angiospermas
AngiospermasAngiospermas
Angiospermas
biologando
 
plantae
plantaeplantae
2º ano - Aula - Fanerógamas.ppt
2º ano - Aula - Fanerógamas.ppt2º ano - Aula - Fanerógamas.ppt
2º ano - Aula - Fanerógamas.ppt
MayaraOliveira228
 

Semelhante a Classificação do reino plantae (20)

Gimnospermas
GimnospermasGimnospermas
Gimnospermas
 
Grupos Vegetais
Grupos VegetaisGrupos Vegetais
Grupos Vegetais
 
Reino das plantas
Reino das plantasReino das plantas
Reino das plantas
 
Grupos vegetais ensino médio
Grupos vegetais ensino médioGrupos vegetais ensino médio
Grupos vegetais ensino médio
 
Reino vegetal
Reino vegetalReino vegetal
Reino vegetal
 
Briofitas
BriofitasBriofitas
Briofitas
 
Reprodução das plantas aula 4
Reprodução das plantas aula 4Reprodução das plantas aula 4
Reprodução das plantas aula 4
 
Excelente material para ministra aulas sobre vegetais indico aos colegas.
Excelente material para ministra aulas sobre vegetais indico aos colegas.Excelente material para ministra aulas sobre vegetais indico aos colegas.
Excelente material para ministra aulas sobre vegetais indico aos colegas.
 
GRUPOS DE PLANTAS.pptx
GRUPOS DE PLANTAS.pptxGRUPOS DE PLANTAS.pptx
GRUPOS DE PLANTAS.pptx
 
Gimnospermas
GimnospermasGimnospermas
Gimnospermas
 
Botanica
BotanicaBotanica
Botanica
 
Bri
BriBri
Bri
 
- Criptógamas Biologia e Pesca.pptx
- Criptógamas Biologia e Pesca.pptx- Criptógamas Biologia e Pesca.pptx
- Criptógamas Biologia e Pesca.pptx
 
Reprodução das plantas
Reprodução das plantasReprodução das plantas
Reprodução das plantas
 
www.aulasapoio.com - Biologia - Classificação dos Seres Vivos
www.aulasapoio.com  - Biologia -  Classificação dos Seres Vivoswww.aulasapoio.com  - Biologia -  Classificação dos Seres Vivos
www.aulasapoio.com - Biologia - Classificação dos Seres Vivos
 
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Biologia - Classificação dos Seres Vivos
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Biologia -  Classificação dos Seres Vivoswww.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Biologia -  Classificação dos Seres Vivos
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Biologia - Classificação dos Seres Vivos
 
www.AulasParticularesApoio.Com.Br - Biologia - Classificação dos Seres Vivos
www.AulasParticularesApoio.Com.Br - Biologia -  Classificação dos Seres Vivoswww.AulasParticularesApoio.Com.Br - Biologia -  Classificação dos Seres Vivos
www.AulasParticularesApoio.Com.Br - Biologia - Classificação dos Seres Vivos
 
Angiospermas
AngiospermasAngiospermas
Angiospermas
 
plantae
plantaeplantae
plantae
 
2º ano - Aula - Fanerógamas.ppt
2º ano - Aula - Fanerógamas.ppt2º ano - Aula - Fanerógamas.ppt
2º ano - Aula - Fanerógamas.ppt
 

Mais de francisco sergio costa e souza

Doenças bactérias
Doenças  bactériasDoenças  bactérias
Doenças bactérias
francisco sergio costa e souza
 
Doenças causadas por bactérias
Doenças causadas por bactériasDoenças causadas por bactérias
Doenças causadas por bactérias
francisco sergio costa e souza
 
alemanha
 alemanha alemanha
Estrategias IMPORTANTES
Estrategias IMPORTANTES Estrategias IMPORTANTES
Estrategias IMPORTANTES
francisco sergio costa e souza
 
Tabela ao consumidor2012
Tabela ao consumidor2012Tabela ao consumidor2012
Tabela ao consumidor2012
francisco sergio costa e souza
 
Biotecnologia
BiotecnologiaBiotecnologia
Adoração que agrada a deus
Adoração que agrada a deusAdoração que agrada a deus
Adoração que agrada a deus
francisco sergio costa e souza
 
Quiropraxia básica
Quiropraxia básicaQuiropraxia básica
Quiropraxia básica
francisco sergio costa e souza
 
Medicina ayurveda 1
Medicina ayurveda 1Medicina ayurveda 1
Medicina ayurveda 1
francisco sergio costa e souza
 
Massoterapia2011
Massoterapia2011Massoterapia2011
Massagem ayurveda
Massagem ayurvedaMassagem ayurveda
Ayurvedica
AyurvedicaAyurvedica
Algas agar agar87
Algas agar agar87Algas agar agar87
Agar agar
Agar agarAgar agar
2224543
22245432224543
Terapias alternativas
Terapias alternativasTerapias alternativas
Terapias alternativas
francisco sergio costa e souza
 

Mais de francisco sergio costa e souza (16)

Doenças bactérias
Doenças  bactériasDoenças  bactérias
Doenças bactérias
 
Doenças causadas por bactérias
Doenças causadas por bactériasDoenças causadas por bactérias
Doenças causadas por bactérias
 
alemanha
 alemanha alemanha
alemanha
 
Estrategias IMPORTANTES
Estrategias IMPORTANTES Estrategias IMPORTANTES
Estrategias IMPORTANTES
 
Tabela ao consumidor2012
Tabela ao consumidor2012Tabela ao consumidor2012
Tabela ao consumidor2012
 
Biotecnologia
BiotecnologiaBiotecnologia
Biotecnologia
 
Adoração que agrada a deus
Adoração que agrada a deusAdoração que agrada a deus
Adoração que agrada a deus
 
Quiropraxia básica
Quiropraxia básicaQuiropraxia básica
Quiropraxia básica
 
Medicina ayurveda 1
Medicina ayurveda 1Medicina ayurveda 1
Medicina ayurveda 1
 
Massoterapia2011
Massoterapia2011Massoterapia2011
Massoterapia2011
 
Massagem ayurveda
Massagem ayurvedaMassagem ayurveda
Massagem ayurveda
 
Ayurvedica
AyurvedicaAyurvedica
Ayurvedica
 
Algas agar agar87
Algas agar agar87Algas agar agar87
Algas agar agar87
 
Agar agar
Agar agarAgar agar
Agar agar
 
2224543
22245432224543
2224543
 
Terapias alternativas
Terapias alternativasTerapias alternativas
Terapias alternativas
 

Último

Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
JocelynNavarroBonta
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Falcão Brasil
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos ConjuntosMatemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Instituto Walter Alencar
 
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdfquadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
marcos oliveira
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
Manuais Formação
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
deboracorrea21
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
AntHropológicas Visual PPGA-UFPE
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 

Último (20)

Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos ConjuntosMatemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
 
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdfquadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 

Classificação do reino plantae

  • 1. CLASSIFICAÇÃO DO REINO PLANTAE PROF.:SÉRGYO COSTA 1
  • 2. REINO VEGETAL  Organismos eucariontes, pluricelulares, autótrofos e fotossintetizantes.  Todas as plantas apresentam alternância de gerações em seu ciclo de vida. 2
  • 3. Indivíduos haplóides (n) → gametófitos formam gametas (n).  Zigoto diplóide (2n) → faz mitose e forma o indivíduo esporófito, que por meiose forma os esporos (n). 3
  • 4. CLASSIFICAÇÃO DAS PLANTAS  Plantas avasculares → briófitas (musgos). pteridófitos (sem semente)  Plantas vasculares com semente gimnospermas angiospermas 4
  • 5. 5
  • 7. Algas verdes  Existem fortes evidências para acreditarmos que as plantas tiveram sua origem a partir das algas verdes ou Clorofíceas. Os mais antigos registros fossilíferos remontam 450 milhões de anos. As caracteristicas das algas verdes que lembram as plantas são:  Ciclo alternante em certas espécies;  Tipos de clorofilas;  Substâncias de reservas;  Capacidade de proliferarem em ambientes terrestres. 7
  • 8. 8
  • 9. 9
  • 10. A EVOLUÇÃO DOS VEGETAIS TERRESTRES 10
  • 11. Você sabe o que os principais grupos de vegetais têm em comum?  Todos têm uma fase diplóide (2n) chamada esporófito e uma fase haplóide (n) conhecida como gametófito. Na fase de esporófitos são produzidos esporos e, como eles são haplóides, isso se dá por meiose. Esporos são sempre estruturas que germinam em condições apropriadas e resultam em uma fase haplóide chamada gametófito. Na fase haplóide os gametas são produzidos por mitose. Esses gametas se unem formando um zigoto diplóide, que resulta numa nova planta, que é novamente o esporófito. Observe como o ciclo se repete em briófitas, pteridófitas, gimnospermas e angiospermas. O que varia é a fase duradoura, os nomes dos esporos e os nomes das estruturas que produzem os gametas. Mas o esquema de reprodução por alternância de gerações é igual para todos os grupos. 11
  • 12. 12
  • 13. METAGÊNESE  É muito importante recordar que quanto mais evoluída for a planta mais desenvolvido é o seu esporófito (2n) e mais reduzido o seu gametófito(n). Portanto, as plantas evoluíram do predomínio da forma haplóide e sexuada, característica das avasculares, para o predomínio da forma diplóide e assexuada, característica das vasculares ou traqueófitas. 13
  • 14. 14
  • 15. 15
  • 16. EXEMPLOS  Briófitas: Musgos e hepáticas. Pteridófitas: Samambaias e avencas.  Gimnospermas: Sequóias e pinheiros (coníferas).  Angiospermas: Plantas frutíferas. 16
  • 17. 1. Organização Corporal  1.1 - Talófitas => Algas. 1.2 - Cormófitas => Briófitas, Pteridófitas, Gimnospermas e Angiospermas. 17
  • 18. VEGETAIS TERRESTRES  CRIPTÓGAMAS - kryptos = escondido; gamós = casamento. Significa "órgãos reprodutores escondidos ou pouco evidentes”. SEM FLORES.  FANERÓGAMAS - phanerós = evidente; gamós = casamento. Significa " órgãos reprodutivos evidentes “. COM FLORES. 18
  • 19. Os Criptógamos  A - Criptógamos avasculares ( vegetais sem sementes e sem sistema condutor ). Divisão Bryophyta ( briófitas , hepáticas e antóceros ).  B - Criptógamos vasculares ( vegetais sem sementes e com sistema condutor) Divisão Pterophyta ( Pteridófitas, Gimnospermas e Angiospermas). 19
  • 20. A EVOLUÇÃO DOS VEGETAIS 20
  • 21. Somente as plantas que possuem flores (Fanerógamas ) são capazes de produzirem sementes (Espermatófitas). Portanto: Espermatófitas = Fanerógamas Gimnospermas (Pinus): sementes Angiospermas nuas ,como o (maracujá): sementes pinhão. no interior de um fruto. 21
  • 22. EMBRIÓFITAS SIFONÓGAMAS Gimnospermas e Angiospermas •Pólen (tubo polínico) 22
  • 23. ANGIOSPERMAS : ESPERMATÓFITAS SIFONÓGAMAS PRESENÇA DO TUBO POLÍNICO AS TORNA INDEPENDENTES DA ÁGUA PARA REPRODUÇÃO 23
  • 24. NOSSOS SITES LOJA DE PRODUTOS NATURAIS www.naturaervas.comloja SUPER CURSOS http://scconsultoria.no.comunidades.net CONSULTAS -TERAPIAS ORIENTAIS http://scnaturalista.no.comunidades.net CURSOS GRÁTIS COM CERTIFICADO http://www.buzzero.com/sergyocosta.html
  • 25. CLIQUE AQUI PARA TER ACESSO OS VÍDEOS GRÁTIS
  • 26. CLIQUE AQUI PARA TER ACESSO OS VÍDEOS GRÁTIS
  • 27. Google faz US $ 1,3 milhões todos os dias a partir de Cliks Pagos. Vamos revelar como você, com esta oportunidade, poderá ter uma fatia desse mercado mundial. Em pouco tempo com ou sem a sua participação, esta oportunidade estará acima do Google, Yahoo,Bing e todos os principais motores de busca, pois já está varrendo os EUA, tomou o Reino Unidoe Austrália. Agora Pré- lançamento em âmbito global Vamos Espalhar Mundialmente o Pré-Cadastro deste Lançamento para Todos os Líderes MMN, Família , Amigos e Colegas de Trabalho AGORA para Garantir que TODOS se Cadastrem GRATUITAMENTE Através de Você !!!