SlideShare uma empresa Scribd logo
Circo
Grupo: Neil e Samuel
Matéria: Artes
Professor: Fabricio
Serie: 8 º Ano EF
O circo na atualidade
• A magia do circo nos remete a algo incrível, nos fazendo viajar
na alegria dos palhaços, nas acrobacias dos malabares e na
beleza das cores.
• Na atualidade o circo torna-se cada vez um evento que
profissionais de diferentes áreas se reúnem para juntos
elaborarem o espetáculo. É criada uma forma de show
baseada em temas e uma apresentação inteiramente
inovadora. Diretores são chamados para dirigir
espetáculos, músicos fazem composições especiais para cada
quadro apresentado, e a tecnologia moderna com fusão de
raios laser, efeitos de luz e som são utilizados para cativar o
espectador. Com isso o circo vem crescendo e impressionando
cada vez mais gente e atraindo mais publico.
Historia do Circo
• Dos chineses aos gregos, dos egípcios aos indianos, quase todas as civilizações
antigas já praticavam algum tipo de arte circense há pelo menos 4 000 anos mas
o circo como o conhecemos hoje só começou a tomar forma durante o Império
Romano. O primeiro a se tornar famoso foi o Circus Maximus, que teria sido
inaugurado no século VI a.C., com capacidade para 150 000 pessoas. A atração
principal eram as corridas de carruagens, mas, com o tempo, foram
acrescentadas as lutas de gladiadores, as apresentações de animais selvagens e
de pessoas com habilidades incomuns, como engolidores de fogo. Destruído por
um grande incêndio, esse anfiteatro foi substituído, em 40 a.C., pelo
Coliseu, cujas ruínas até hoje compõem o cartão postal de Roma.
• Com o fim do império dos Césares e o início da era medieval, artistas populares
passaram a improvisar suas apresentações em praças públicas, feiras e entradas
de igrejas. "Nasciam assim as famílias de saltimbancos, que viajavam de cidade
em cidade para apresentar seus números cômicos, de
pirofagia, malabarismo, dança e teatro".
• Tudo isso, porém, não passa de uma pré-história das artes circenses, porque foi
só na Inglaterra do século XVIII que surgiu o circo moderno, com seu picadeiro
circular e a reunião das atrações que compõem o espetáculo ainda hoje.
• O sucesso foi tamanho que, 50 anos depois, o circo inglês era imitado não só no
resto do continente europeu, mas atravessara o Atlântico e se espalhara pelos
quatro cantos do planeta.
O circo no Brasil
• Esta arte que encanta crianças e adultos surgiu no Brasil no século
XIX, com famílias vindas da Europa. Estas famílias se manifestavam
em apresentações teatrais. Os ciganos, vindos também da
Europa, apresentavam-se ao público, desmostrando habilidades
como doma de urso e cavalos e ilusionismo.
• As manifestações artísticas eram de acordo com a aceitação do
público, o que não agradava, não era mais mostrado naquela
determinada região. Algumas atrações foram adaptadas ao estilo
brasileiro. O palhaço europeu, por exemplo, era menos
falante, usando a mímica como base, já no Brasil, o palhaço fala
muito, utilizando de comédia sorrateira, e também de instrumentos
musicais, como o violão.
• O público brasileiro gosta das atrações perigosas, como os
malabares em trapézios e domadores de animais ferozes. O uso de
animais em circo é um assunto polêmico, pois muitas vezes esses
animais sofrem de maus tratos.
O Circo Contemporâneo
• Hoje, o circo também tem uma ramificação que é o circo
contemporâneo, que é aprendido em escolas, não só de pai
para filho como antigamente. O primeira escola de circo surgiu
no Rio de Janeiro em 1982, chamada Escola Nacional de Circo.
Nesta escola, jovens aprendem as técnicas circenses e quando
formados, criam grupos e passam a se apresentar ao público.
• Hoje a Nau de Ícaros, o Teatro de Anônimo, o Circo Escola
Picadeiro, o Linhas Aéreas, a Intrépida Trupe, os Parlapatões, o
Circo Mínimo, os Acrobáticos Fratelli, Patifes e
Paspalhões, fazem parte do Circo Contemporâneo Brasileiro.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Teatro grego
Teatro gregoTeatro grego
Teatro grego
Andrea Dressler
 
Arte naif
Arte naifArte naif
Arte naif
Over Lane
 
Prova grécia 3º a ciclo
Prova grécia 3º a cicloProva grécia 3º a ciclo
Prova grécia 3º a ciclo
Denise Compasso
 
9º ano avaliação de arte 1º bimestre
9º ano avaliação de arte 1º bimestre9º ano avaliação de arte 1º bimestre
9º ano avaliação de arte 1º bimestre
Fabiola Oliveira
 
Avaliação 9º ano POP ART e DESIGN
Avaliação 9º ano POP ART e DESIGNAvaliação 9º ano POP ART e DESIGN
Avaliação 9º ano POP ART e DESIGN
Casiris Crescencio
 
Estilos de dança
Estilos de dançaEstilos de dança
Estilos de dança
Paola Oniesko
 
6o. ano - Arte no Egito
6o. ano - Arte no Egito6o. ano - Arte no Egito
6o. ano - Arte no Egito
ArtesElisa
 
PTD Semestral de Arte - 8 Ano
PTD Semestral de Arte - 8 AnoPTD Semestral de Arte - 8 Ano
PTD Semestral de Arte - 8 Ano
Ivete Diniz
 
DEFINIÇÕES DE ARTE
DEFINIÇÕES DE ARTEDEFINIÇÕES DE ARTE
DEFINIÇÕES DE ARTE
Aclecio Dantas
 
Prova de arte 6ano 3b pronta 1
Prova de arte 6ano 3b pronta 1Prova de arte 6ano 3b pronta 1
Prova de arte 6ano 3b pronta 1
Atividades Diversas Cláudia
 
Prova de arte II bimestre
Prova de arte II bimestreProva de arte II bimestre
Prova de arte II bimestre
Mary Alvarenga
 
História do teatro no mundo ocidental 2
História do teatro no mundo ocidental 2História do teatro no mundo ocidental 2
História do teatro no mundo ocidental 2
Silvana Chaves
 
Sintaxe teatral
Sintaxe teatralSintaxe teatral
Sintaxe teatral
Andrea Dressler
 
8o Ano- Aleijadinho
8o Ano- Aleijadinho8o Ano- Aleijadinho
8o Ano- Aleijadinho
ArtesElisa
 
Os vários tipos de teatro
Os vários tipos de teatroOs vários tipos de teatro
Os vários tipos de teatro
Ana Beatriz Cargnin
 
A função da arte slide
A função da arte   slideA função da arte   slide
A função da arte slide
2011saletekm
 
O que é arte?!
O que é arte?!O que é arte?!
O que é arte?!
Mary Lopes
 
Atividades arte paleocristã
Atividades arte paleocristãAtividades arte paleocristã
Atividades arte paleocristã
Doug Caesar
 
Prova de artes 6 ano
Prova de artes 6 anoProva de artes 6 ano
Prova de artes 6 ano
Bárbara Fonseca
 
Atividades sobre teatro novinho rsr
Atividades sobre teatro novinho rsrAtividades sobre teatro novinho rsr
Atividades sobre teatro novinho rsr
Atividades Diversas Cláudia
 

Mais procurados (20)

Teatro grego
Teatro gregoTeatro grego
Teatro grego
 
Arte naif
Arte naifArte naif
Arte naif
 
Prova grécia 3º a ciclo
Prova grécia 3º a cicloProva grécia 3º a ciclo
Prova grécia 3º a ciclo
 
9º ano avaliação de arte 1º bimestre
9º ano avaliação de arte 1º bimestre9º ano avaliação de arte 1º bimestre
9º ano avaliação de arte 1º bimestre
 
Avaliação 9º ano POP ART e DESIGN
Avaliação 9º ano POP ART e DESIGNAvaliação 9º ano POP ART e DESIGN
Avaliação 9º ano POP ART e DESIGN
 
Estilos de dança
Estilos de dançaEstilos de dança
Estilos de dança
 
6o. ano - Arte no Egito
6o. ano - Arte no Egito6o. ano - Arte no Egito
6o. ano - Arte no Egito
 
PTD Semestral de Arte - 8 Ano
PTD Semestral de Arte - 8 AnoPTD Semestral de Arte - 8 Ano
PTD Semestral de Arte - 8 Ano
 
DEFINIÇÕES DE ARTE
DEFINIÇÕES DE ARTEDEFINIÇÕES DE ARTE
DEFINIÇÕES DE ARTE
 
Prova de arte 6ano 3b pronta 1
Prova de arte 6ano 3b pronta 1Prova de arte 6ano 3b pronta 1
Prova de arte 6ano 3b pronta 1
 
Prova de arte II bimestre
Prova de arte II bimestreProva de arte II bimestre
Prova de arte II bimestre
 
História do teatro no mundo ocidental 2
História do teatro no mundo ocidental 2História do teatro no mundo ocidental 2
História do teatro no mundo ocidental 2
 
Sintaxe teatral
Sintaxe teatralSintaxe teatral
Sintaxe teatral
 
8o Ano- Aleijadinho
8o Ano- Aleijadinho8o Ano- Aleijadinho
8o Ano- Aleijadinho
 
Os vários tipos de teatro
Os vários tipos de teatroOs vários tipos de teatro
Os vários tipos de teatro
 
A função da arte slide
A função da arte   slideA função da arte   slide
A função da arte slide
 
O que é arte?!
O que é arte?!O que é arte?!
O que é arte?!
 
Atividades arte paleocristã
Atividades arte paleocristãAtividades arte paleocristã
Atividades arte paleocristã
 
Prova de artes 6 ano
Prova de artes 6 anoProva de artes 6 ano
Prova de artes 6 ano
 
Atividades sobre teatro novinho rsr
Atividades sobre teatro novinho rsrAtividades sobre teatro novinho rsr
Atividades sobre teatro novinho rsr
 

Destaque

História do circo
História do circoHistória do circo
História do circo
maria.2008
 
Apresentação slide circo
Apresentação slide circoApresentação slide circo
Apresentação slide circo
Maria Martinha Marques Magalhães
 
História do circo
História do circoHistória do circo
História do circo
Cem- Cecilia Meireles
 
Pingo de gente vai ao circo
Pingo de gente vai ao circoPingo de gente vai ao circo
Pingo de gente vai ao circo
Pingo de Gente Polo
 
História do circo
História do circoHistória do circo
História do circo
José Sanches Cruz
 
O circo - P/Educação infantil - maternal I
O circo - P/Educação infantil - maternal IO circo - P/Educação infantil - maternal I
O circo - P/Educação infantil - maternal I
suzanaputon
 
O Palhaco Tristoleto[1]
O Palhaco Tristoleto[1]O Palhaco Tristoleto[1]
O Palhaco Tristoleto[1]
Adelaide Oliveira
 
O Palhacinho
O PalhacinhoO Palhacinho
O Palhacinho
Margarida Lachica
 
O nariz do palhaço
O nariz do palhaçoO nariz do palhaço
O nariz do palhaço
Albertina Pereira
 
A história do circo simone helen drumond
A história do circo simone helen drumondA história do circo simone helen drumond
A história do circo simone helen drumond
SimoneHelenDrumond
 
Animais de circo
Animais de circoAnimais de circo
Animais de circo
Diogo Alves
 
A história do circo volume 1 simone helen drumond
A história do circo   volume 1 simone helen drumondA história do circo   volume 1 simone helen drumond
A história do circo volume 1 simone helen drumond
SimoneHelenDrumond
 
Educação no Circo: Crianças e Adolescentes no contexto itinerante
Educação no Circo: Crianças e Adolescentes no contexto itineranteEducação no Circo: Crianças e Adolescentes no contexto itinerante
Educação no Circo: Crianças e Adolescentes no contexto itinerante
cris1macedo
 
Projeto Circo (em word)
Projeto Circo (em word)Projeto Circo (em word)
Projeto Circo (em word)
Graça Sousa
 
Animais em Circos
Animais em CircosAnimais em Circos
Animais em Circos
Pupi Crystel
 
História do circo
História do circoHistória do circo
História do circo
Atividades Diversas Cláudia
 
Diretrizes Operacionais para a Educação Básica nas escolas do campo
Diretrizes Operacionais para a Educação Básica nas escolas do campoDiretrizes Operacionais para a Educação Básica nas escolas do campo
Diretrizes Operacionais para a Educação Básica nas escolas do campo
Joel Soares
 
Lembranças do circo
Lembranças do circoLembranças do circo
Lembranças do circo
Amadeu Wolff
 
Apostila de poesias dia do circo simone helen drumond
Apostila de poesias dia do circo simone helen drumondApostila de poesias dia do circo simone helen drumond
Apostila de poesias dia do circo simone helen drumond
SimoneHelenDrumond
 

Destaque (20)

História do circo
História do circoHistória do circo
História do circo
 
Tem bicho no circo
Tem bicho no circoTem bicho no circo
Tem bicho no circo
 
Apresentação slide circo
Apresentação slide circoApresentação slide circo
Apresentação slide circo
 
História do circo
História do circoHistória do circo
História do circo
 
Pingo de gente vai ao circo
Pingo de gente vai ao circoPingo de gente vai ao circo
Pingo de gente vai ao circo
 
História do circo
História do circoHistória do circo
História do circo
 
O circo - P/Educação infantil - maternal I
O circo - P/Educação infantil - maternal IO circo - P/Educação infantil - maternal I
O circo - P/Educação infantil - maternal I
 
O Palhaco Tristoleto[1]
O Palhaco Tristoleto[1]O Palhaco Tristoleto[1]
O Palhaco Tristoleto[1]
 
O Palhacinho
O PalhacinhoO Palhacinho
O Palhacinho
 
O nariz do palhaço
O nariz do palhaçoO nariz do palhaço
O nariz do palhaço
 
A história do circo simone helen drumond
A história do circo simone helen drumondA história do circo simone helen drumond
A história do circo simone helen drumond
 
Animais de circo
Animais de circoAnimais de circo
Animais de circo
 
A história do circo volume 1 simone helen drumond
A história do circo   volume 1 simone helen drumondA história do circo   volume 1 simone helen drumond
A história do circo volume 1 simone helen drumond
 
Educação no Circo: Crianças e Adolescentes no contexto itinerante
Educação no Circo: Crianças e Adolescentes no contexto itineranteEducação no Circo: Crianças e Adolescentes no contexto itinerante
Educação no Circo: Crianças e Adolescentes no contexto itinerante
 
Projeto Circo (em word)
Projeto Circo (em word)Projeto Circo (em word)
Projeto Circo (em word)
 
Animais em Circos
Animais em CircosAnimais em Circos
Animais em Circos
 
História do circo
História do circoHistória do circo
História do circo
 
Diretrizes Operacionais para a Educação Básica nas escolas do campo
Diretrizes Operacionais para a Educação Básica nas escolas do campoDiretrizes Operacionais para a Educação Básica nas escolas do campo
Diretrizes Operacionais para a Educação Básica nas escolas do campo
 
Lembranças do circo
Lembranças do circoLembranças do circo
Lembranças do circo
 
Apostila de poesias dia do circo simone helen drumond
Apostila de poesias dia do circo simone helen drumondApostila de poesias dia do circo simone helen drumond
Apostila de poesias dia do circo simone helen drumond
 

Semelhante a Circo

História do circo
História do circoHistória do circo
História do circo
Atividades Diversas Cláudia
 
Arte Circense
Arte CircenseArte Circense
Arte Circense
EWERTONDEOLIVEIRAALE
 
A história do circo volume 4 simone helen drumond
A história do circo   volume 4 simone helen drumondA história do circo   volume 4 simone helen drumond
A história do circo volume 4 simone helen drumond
SimoneHelenDrumond
 
Linha do tempo circo
Linha do tempo   circoLinha do tempo   circo
Linha do tempo circo
CarolinaPessoa
 
História do Circo
História do CircoHistória do Circo
História do Circo
CarolinaPessoa
 
Circolinhadotempo
CircolinhadotempoCircolinhadotempo
Circolinhadotempo
CarolinaPessoa
 
História do Circo
História do CircoHistória do Circo
História do Circo
CarolinaPessoa
 
História do Circo
História do CircoHistória do Circo
História do Circo
CarolinaPessoa
 
Circo soleil
Circo soleilCirco soleil
Circo soleil
3509jc
 
Palestra e oficina de malabares
Palestra e oficina de malabaresPalestra e oficina de malabares
Palestra e oficina de malabares
bonigeo
 
Ppt circo
Ppt circoPpt circo
Ppt circo
patridaniel
 
Ppt circo
Ppt circoPpt circo
Ppt circo
patridaniel
 
Ppt circo
Ppt circoPpt circo
Ppt circo
patridaniel
 
Ppt circo
Ppt circoPpt circo
Ppt circo
patridaniel
 
Ppt circo
Ppt circoPpt circo
Ppt circo
patridaniel
 
O SEGREDO É SER ESPORTÂNEO: UMA BREVE INTRODUÇÃO DA HISTORIA DO CIRCO
O SEGREDO É SER ESPORTÂNEO: UMA BREVE INTRODUÇÃO DA HISTORIA DO CIRCOO SEGREDO É SER ESPORTÂNEO: UMA BREVE INTRODUÇÃO DA HISTORIA DO CIRCO
O SEGREDO É SER ESPORTÂNEO: UMA BREVE INTRODUÇÃO DA HISTORIA DO CIRCO
Emerson Mathias
 
impulsiona-2018.14-atividadescircenses.pdf
impulsiona-2018.14-atividadescircenses.pdfimpulsiona-2018.14-atividadescircenses.pdf
impulsiona-2018.14-atividadescircenses.pdf
MarcioPaulinodosSant
 
Circo
CircoCirco
Aula 6 Ano 3º bimestre - 11.08.2022.pptx
Aula 6 Ano 3º bimestre - 11.08.2022.pptxAula 6 Ano 3º bimestre - 11.08.2022.pptx
Aula 6 Ano 3º bimestre - 11.08.2022.pptx
GraceDavino
 
É um grupo que foi fundado em 1991 com o propósito de interagir na sociedade ...
É um grupo que foi fundado em 1991 com o propósito de interagir na sociedade ...É um grupo que foi fundado em 1991 com o propósito de interagir na sociedade ...
É um grupo que foi fundado em 1991 com o propósito de interagir na sociedade ...
ANDRIASILVA109297
 

Semelhante a Circo (20)

História do circo
História do circoHistória do circo
História do circo
 
Arte Circense
Arte CircenseArte Circense
Arte Circense
 
A história do circo volume 4 simone helen drumond
A história do circo   volume 4 simone helen drumondA história do circo   volume 4 simone helen drumond
A história do circo volume 4 simone helen drumond
 
Linha do tempo circo
Linha do tempo   circoLinha do tempo   circo
Linha do tempo circo
 
História do Circo
História do CircoHistória do Circo
História do Circo
 
Circolinhadotempo
CircolinhadotempoCircolinhadotempo
Circolinhadotempo
 
História do Circo
História do CircoHistória do Circo
História do Circo
 
História do Circo
História do CircoHistória do Circo
História do Circo
 
Circo soleil
Circo soleilCirco soleil
Circo soleil
 
Palestra e oficina de malabares
Palestra e oficina de malabaresPalestra e oficina de malabares
Palestra e oficina de malabares
 
Ppt circo
Ppt circoPpt circo
Ppt circo
 
Ppt circo
Ppt circoPpt circo
Ppt circo
 
Ppt circo
Ppt circoPpt circo
Ppt circo
 
Ppt circo
Ppt circoPpt circo
Ppt circo
 
Ppt circo
Ppt circoPpt circo
Ppt circo
 
O SEGREDO É SER ESPORTÂNEO: UMA BREVE INTRODUÇÃO DA HISTORIA DO CIRCO
O SEGREDO É SER ESPORTÂNEO: UMA BREVE INTRODUÇÃO DA HISTORIA DO CIRCOO SEGREDO É SER ESPORTÂNEO: UMA BREVE INTRODUÇÃO DA HISTORIA DO CIRCO
O SEGREDO É SER ESPORTÂNEO: UMA BREVE INTRODUÇÃO DA HISTORIA DO CIRCO
 
impulsiona-2018.14-atividadescircenses.pdf
impulsiona-2018.14-atividadescircenses.pdfimpulsiona-2018.14-atividadescircenses.pdf
impulsiona-2018.14-atividadescircenses.pdf
 
Circo
CircoCirco
Circo
 
Aula 6 Ano 3º bimestre - 11.08.2022.pptx
Aula 6 Ano 3º bimestre - 11.08.2022.pptxAula 6 Ano 3º bimestre - 11.08.2022.pptx
Aula 6 Ano 3º bimestre - 11.08.2022.pptx
 
É um grupo que foi fundado em 1991 com o propósito de interagir na sociedade ...
É um grupo que foi fundado em 1991 com o propósito de interagir na sociedade ...É um grupo que foi fundado em 1991 com o propósito de interagir na sociedade ...
É um grupo que foi fundado em 1991 com o propósito de interagir na sociedade ...
 

Mais de Neil Azevedo

Codevasf
CodevasfCodevasf
Codevasf
Neil Azevedo
 
Apresentacao modulo 5
Apresentacao   modulo 5Apresentacao   modulo 5
Apresentacao modulo 5
Neil Azevedo
 
Palestra ahsfra (1)
Palestra ahsfra (1)Palestra ahsfra (1)
Palestra ahsfra (1)
Neil Azevedo
 
Aula origem da vida
Aula   origem da vidaAula   origem da vida
Aula origem da vida
Neil Azevedo
 
Placa mãe e barramentos
Placa mãe e barramentosPlaca mãe e barramentos
Placa mãe e barramentos
Neil Azevedo
 
Apresentação coca cola
Apresentação   coca colaApresentação   coca cola
Apresentação coca cola
Neil Azevedo
 
10 razões contra o aborto
10 razões contra o aborto10 razões contra o aborto
10 razões contra o aborto
Neil Azevedo
 
Relações métricas no triângulo retângulo
Relações métricas no triângulo retânguloRelações métricas no triângulo retângulo
Relações métricas no triângulo retângulo
Neil Azevedo
 
Mi coca cola
Mi coca colaMi coca cola
Mi coca cola
Neil Azevedo
 
148 arq
148 arq148 arq
148 arq
Neil Azevedo
 
Sistema digestório com imagens
Sistema digestório com imagensSistema digestório com imagens
Sistema digestório com imagens
Neil Azevedo
 
Incentivo ao esporte
Incentivo ao esporteIncentivo ao esporte
Incentivo ao esporte
Neil Azevedo
 
Variação linguística de são paulo
Variação linguística de são pauloVariação linguística de são paulo
Variação linguística de são paulo
Neil Azevedo
 
Maconha
MaconhaMaconha
Maconha
Neil Azevedo
 
Pena de morte
Pena de mortePena de morte
Pena de morte
Neil Azevedo
 
Apresentao1 ppt-090623093937-phpapp02
Apresentao1 ppt-090623093937-phpapp02Apresentao1 ppt-090623093937-phpapp02
Apresentao1 ppt-090623093937-phpapp02
Neil Azevedo
 
Relações métricas no triângulo retângulo
Relações métricas no triângulo retânguloRelações métricas no triângulo retângulo
Relações métricas no triângulo retângulo
Neil Azevedo
 
17
1717
Circunferências, arcos e ângulos
Circunferências, arcos e ângulosCircunferências, arcos e ângulos
Circunferências, arcos e ângulos
Neil Azevedo
 
Handebol
HandebolHandebol
Handebol
Neil Azevedo
 

Mais de Neil Azevedo (20)

Codevasf
CodevasfCodevasf
Codevasf
 
Apresentacao modulo 5
Apresentacao   modulo 5Apresentacao   modulo 5
Apresentacao modulo 5
 
Palestra ahsfra (1)
Palestra ahsfra (1)Palestra ahsfra (1)
Palestra ahsfra (1)
 
Aula origem da vida
Aula   origem da vidaAula   origem da vida
Aula origem da vida
 
Placa mãe e barramentos
Placa mãe e barramentosPlaca mãe e barramentos
Placa mãe e barramentos
 
Apresentação coca cola
Apresentação   coca colaApresentação   coca cola
Apresentação coca cola
 
10 razões contra o aborto
10 razões contra o aborto10 razões contra o aborto
10 razões contra o aborto
 
Relações métricas no triângulo retângulo
Relações métricas no triângulo retânguloRelações métricas no triângulo retângulo
Relações métricas no triângulo retângulo
 
Mi coca cola
Mi coca colaMi coca cola
Mi coca cola
 
148 arq
148 arq148 arq
148 arq
 
Sistema digestório com imagens
Sistema digestório com imagensSistema digestório com imagens
Sistema digestório com imagens
 
Incentivo ao esporte
Incentivo ao esporteIncentivo ao esporte
Incentivo ao esporte
 
Variação linguística de são paulo
Variação linguística de são pauloVariação linguística de são paulo
Variação linguística de são paulo
 
Maconha
MaconhaMaconha
Maconha
 
Pena de morte
Pena de mortePena de morte
Pena de morte
 
Apresentao1 ppt-090623093937-phpapp02
Apresentao1 ppt-090623093937-phpapp02Apresentao1 ppt-090623093937-phpapp02
Apresentao1 ppt-090623093937-phpapp02
 
Relações métricas no triângulo retângulo
Relações métricas no triângulo retânguloRelações métricas no triângulo retângulo
Relações métricas no triângulo retângulo
 
17
1717
17
 
Circunferências, arcos e ângulos
Circunferências, arcos e ângulosCircunferências, arcos e ângulos
Circunferências, arcos e ângulos
 
Handebol
HandebolHandebol
Handebol
 

Circo

  • 1. Circo Grupo: Neil e Samuel Matéria: Artes Professor: Fabricio Serie: 8 º Ano EF
  • 2. O circo na atualidade • A magia do circo nos remete a algo incrível, nos fazendo viajar na alegria dos palhaços, nas acrobacias dos malabares e na beleza das cores. • Na atualidade o circo torna-se cada vez um evento que profissionais de diferentes áreas se reúnem para juntos elaborarem o espetáculo. É criada uma forma de show baseada em temas e uma apresentação inteiramente inovadora. Diretores são chamados para dirigir espetáculos, músicos fazem composições especiais para cada quadro apresentado, e a tecnologia moderna com fusão de raios laser, efeitos de luz e som são utilizados para cativar o espectador. Com isso o circo vem crescendo e impressionando cada vez mais gente e atraindo mais publico.
  • 3.
  • 4. Historia do Circo • Dos chineses aos gregos, dos egípcios aos indianos, quase todas as civilizações antigas já praticavam algum tipo de arte circense há pelo menos 4 000 anos mas o circo como o conhecemos hoje só começou a tomar forma durante o Império Romano. O primeiro a se tornar famoso foi o Circus Maximus, que teria sido inaugurado no século VI a.C., com capacidade para 150 000 pessoas. A atração principal eram as corridas de carruagens, mas, com o tempo, foram acrescentadas as lutas de gladiadores, as apresentações de animais selvagens e de pessoas com habilidades incomuns, como engolidores de fogo. Destruído por um grande incêndio, esse anfiteatro foi substituído, em 40 a.C., pelo Coliseu, cujas ruínas até hoje compõem o cartão postal de Roma. • Com o fim do império dos Césares e o início da era medieval, artistas populares passaram a improvisar suas apresentações em praças públicas, feiras e entradas de igrejas. "Nasciam assim as famílias de saltimbancos, que viajavam de cidade em cidade para apresentar seus números cômicos, de pirofagia, malabarismo, dança e teatro". • Tudo isso, porém, não passa de uma pré-história das artes circenses, porque foi só na Inglaterra do século XVIII que surgiu o circo moderno, com seu picadeiro circular e a reunião das atrações que compõem o espetáculo ainda hoje. • O sucesso foi tamanho que, 50 anos depois, o circo inglês era imitado não só no resto do continente europeu, mas atravessara o Atlântico e se espalhara pelos quatro cantos do planeta.
  • 5.
  • 6. O circo no Brasil • Esta arte que encanta crianças e adultos surgiu no Brasil no século XIX, com famílias vindas da Europa. Estas famílias se manifestavam em apresentações teatrais. Os ciganos, vindos também da Europa, apresentavam-se ao público, desmostrando habilidades como doma de urso e cavalos e ilusionismo. • As manifestações artísticas eram de acordo com a aceitação do público, o que não agradava, não era mais mostrado naquela determinada região. Algumas atrações foram adaptadas ao estilo brasileiro. O palhaço europeu, por exemplo, era menos falante, usando a mímica como base, já no Brasil, o palhaço fala muito, utilizando de comédia sorrateira, e também de instrumentos musicais, como o violão. • O público brasileiro gosta das atrações perigosas, como os malabares em trapézios e domadores de animais ferozes. O uso de animais em circo é um assunto polêmico, pois muitas vezes esses animais sofrem de maus tratos.
  • 7. O Circo Contemporâneo • Hoje, o circo também tem uma ramificação que é o circo contemporâneo, que é aprendido em escolas, não só de pai para filho como antigamente. O primeira escola de circo surgiu no Rio de Janeiro em 1982, chamada Escola Nacional de Circo. Nesta escola, jovens aprendem as técnicas circenses e quando formados, criam grupos e passam a se apresentar ao público. • Hoje a Nau de Ícaros, o Teatro de Anônimo, o Circo Escola Picadeiro, o Linhas Aéreas, a Intrépida Trupe, os Parlapatões, o Circo Mínimo, os Acrobáticos Fratelli, Patifes e Paspalhões, fazem parte do Circo Contemporâneo Brasileiro.