SlideShare uma empresa Scribd logo
Nomes: Ana Cristina e Daiane
Turma: 81
Professora: Thais Cristina
Chica da Silva
• Filha de um relacionamento extraconjugal do
português Antônio Caetano de Sá e da escrava
Maria da Costa, Francisca da Silva é uma das
personagens mais populares na história do Brasil.
A sua trajetória, que já foi transposta para o
cinema e para a televisão, mais parece um conto
de fadas. Mulata e escrava, Francisca da Silva foi
libertada por solicitação do contratador de
diamantes João Fernandes de Oliveira, uma das
pessoas mais ricas à época no Arraial do Tijuco,
atual Diamantina, em Minas Gerais.
• Assim que foi libertada, Chica da Silva, que tinha
trabalhado como escrava para José Silva Oliveira
(pai do inconfidente José Oliveira), tornou-se
amante de João Fernandes de Oliveira, com quem
teve 13 filhos (alguns historiadores dizem que
foram 12). Antes de conhecer o contratador de
diamantes, também fora escrava do sargento-mor
Manoel Pires Sardinha. Deste relacionamento,
nasceram dois filhos: Plácido Pires Sardinha, que
se formou em engenharia pela Universidade de
Coimbra, e Simão Pires Sardinha, também
educado na Europa.
• Desfrutando do imenso poder e riqueza do
contratador de diamantes, Chica da Silva deu
uma grande guinada em sua vida e acabou
por receber o apelido de "Chica que manda".
A ex-escrava costumava freqüentar as missas
coberta de diamantes e acompanhada por 12
mulatas muito bem vestidas. Depois que
ganhou a liberdade, foi morar em uma grande
casa, construída em forma de castelo, com
capela particular e um teatro totalmente
equipado, o único existente na região.
• Dentro da casa, destacavam-se jardins e
árvores exóticas, além de um grande lago
artificial. Há divergências entre os
historiadores sobre o seu perfil. Alguns a
descrevem como linda e sensual, outros dizem
que era feia e sem atributos físicos. O fato é
que, escrava e semi-alfabetizada, Chica da
Silva tinha tudo para ficar no anonimato, caso
não tivesse conhecido João Fernandes de
Oliveira.
• O contratador satisfazia aos seus mínimos
desejos e Chica da Silva passou a viver em
pleno luxo. A primeira vez que a sua história
transpôs o horizonte de Minas Gerais foi com
o lançamento do livro "Memórias do Distrito
Diamantino", escrito pelo advogado Joaquim
Felício dos Santos, mais de meio século após a
morte da ex-escrava. Depois da publicação, a
vida de Chica da Silva ganhou uma
notoriedade que ela jamais poderia sonhar na
época em que era apenas uma escrava.
Algumas informações de Chica da Silva
• A data de nascimento de Francisca da Silva é
imprecisa. A maioria dos historiadores, porém,
aponta o ano de 1732. Mas há quem também
informe que a ex-escrava nasceu em 1731. Com João
Fernandes ela teve treze filhos durante os quinze
anos em que com ele conviveu: Francisca de Paula
(1755); João Fernandes (1756); Rita (1757); Joaquim
(1759); Antonio Caetano (1761); Ana (1762); Helena
(1763); Luiza (1764); Antônia (1765); Maria (1766);
Quitéria Rita (1767); Mariana (1769); José Agostinho
Fernandes (1770).

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A História da Música
A História da MúsicaA História da Música
A História da Música
Meire Falco
 
The Beatles
The  BeatlesThe  Beatles
The Beatles
Renato Cardoso
 
Instrumentos musicais
Instrumentos musicaisInstrumentos musicais
Instrumentos musicais
Abimael Nascimento Silva
 
Harry potter
Harry potterHarry potter
Harry potter
Amanda Todescatto
 
Romeu e julieta
Romeu e julietaRomeu e julieta
Romeu e julieta
Christilyane Maria
 
Rachel de Queiroz
Rachel de QueirozRachel de Queiroz
Rachel de Queiroz
Sabrinnasz
 
TEATRO (Conceito; História; Gêneros e principais atores e atrizes)
TEATRO (Conceito; História; Gêneros e principais atores e atrizes)  TEATRO (Conceito; História; Gêneros e principais atores e atrizes)
TEATRO (Conceito; História; Gêneros e principais atores e atrizes)
Wellinton Augusto
 
Argumentos favoráveis à legalização da maconha
Argumentos favoráveis à legalização da maconhaArgumentos favoráveis à legalização da maconha
Argumentos favoráveis à legalização da maconha
Karine Souza
 
Mosteiro dos Jeronimos
Mosteiro dos JeronimosMosteiro dos Jeronimos
Mosteiro dos Jeronimos
Carlos Vieira
 
Ilse losa
Ilse losaIlse losa
URUPÊS - MONTEIRO LOBATO
URUPÊS - MONTEIRO LOBATOURUPÊS - MONTEIRO LOBATO
URUPÊS - MONTEIRO LOBATO
UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCO
 
Batalha de São Mamede
Batalha de São MamedeBatalha de São Mamede
Batalha de São Mamede
BibEscolar Ninho Dos Livros
 
Comparação cantigas trovadorescas e musicas atuais
Comparação cantigas trovadorescas e musicas atuaisComparação cantigas trovadorescas e musicas atuais
Comparação cantigas trovadorescas e musicas atuais
Wesley Germano Otávio
 
Rachel de Queiroz - O Quinze
Rachel de Queiroz - O QuinzeRachel de Queiroz - O Quinze
Rachel de Queiroz - O Quinze
Thaynã Guedes
 
A megera domada
A megera domadaA megera domada
A megera domada
Bia Buganeme
 
Infante D. Henrique
Infante D. HenriqueInfante D. Henrique
Infante D. Henrique
crie_historia8
 
Samba
SambaSamba
Guerra das trincheiras
Guerra das trincheirasGuerra das trincheiras
Guerra das trincheiras
Douglas Valdo
 
Musica Barroca
Musica BarrocaMusica Barroca
Musica Barroca
Carlos Pinheiro
 
Agremiações Litarárias Cearenses
Agremiações Litarárias CearensesAgremiações Litarárias Cearenses
Agremiações Litarárias Cearenses
luizdanilo
 

Mais procurados (20)

A História da Música
A História da MúsicaA História da Música
A História da Música
 
The Beatles
The  BeatlesThe  Beatles
The Beatles
 
Instrumentos musicais
Instrumentos musicaisInstrumentos musicais
Instrumentos musicais
 
Harry potter
Harry potterHarry potter
Harry potter
 
Romeu e julieta
Romeu e julietaRomeu e julieta
Romeu e julieta
 
Rachel de Queiroz
Rachel de QueirozRachel de Queiroz
Rachel de Queiroz
 
TEATRO (Conceito; História; Gêneros e principais atores e atrizes)
TEATRO (Conceito; História; Gêneros e principais atores e atrizes)  TEATRO (Conceito; História; Gêneros e principais atores e atrizes)
TEATRO (Conceito; História; Gêneros e principais atores e atrizes)
 
Argumentos favoráveis à legalização da maconha
Argumentos favoráveis à legalização da maconhaArgumentos favoráveis à legalização da maconha
Argumentos favoráveis à legalização da maconha
 
Mosteiro dos Jeronimos
Mosteiro dos JeronimosMosteiro dos Jeronimos
Mosteiro dos Jeronimos
 
Ilse losa
Ilse losaIlse losa
Ilse losa
 
URUPÊS - MONTEIRO LOBATO
URUPÊS - MONTEIRO LOBATOURUPÊS - MONTEIRO LOBATO
URUPÊS - MONTEIRO LOBATO
 
Batalha de São Mamede
Batalha de São MamedeBatalha de São Mamede
Batalha de São Mamede
 
Comparação cantigas trovadorescas e musicas atuais
Comparação cantigas trovadorescas e musicas atuaisComparação cantigas trovadorescas e musicas atuais
Comparação cantigas trovadorescas e musicas atuais
 
Rachel de Queiroz - O Quinze
Rachel de Queiroz - O QuinzeRachel de Queiroz - O Quinze
Rachel de Queiroz - O Quinze
 
A megera domada
A megera domadaA megera domada
A megera domada
 
Infante D. Henrique
Infante D. HenriqueInfante D. Henrique
Infante D. Henrique
 
Samba
SambaSamba
Samba
 
Guerra das trincheiras
Guerra das trincheirasGuerra das trincheiras
Guerra das trincheiras
 
Musica Barroca
Musica BarrocaMusica Barroca
Musica Barroca
 
Agremiações Litarárias Cearenses
Agremiações Litarárias CearensesAgremiações Litarárias Cearenses
Agremiações Litarárias Cearenses
 

Destaque

Tributos
TributosTributos
Tributos
viagem1
 
Mineração e o grande personagem aleijadinho
Mineração e o grande personagem aleijadinhoMineração e o grande personagem aleijadinho
Mineração e o grande personagem aleijadinho
viagem1
 
A construção da história
A construção da históriaA construção da história
A construção da história
Simone P Baldissera
 
Aula 1 o que é história
Aula 1   o que é históriaAula 1   o que é história
Aula 1 o que é história
Dalton Lopes Reis Jr.
 
Sonegação fiscal
Sonegação fiscalSonegação fiscal
Sonegação fiscal
viagem1
 
Tropeirismo
TropeirismoTropeirismo
Tropeirismo
viagem1
 
SHOW DE CONHECIMENTO - HISTÓRIA - 6 ANO
SHOW DE CONHECIMENTO - HISTÓRIA - 6 ANOSHOW DE CONHECIMENTO - HISTÓRIA - 6 ANO
SHOW DE CONHECIMENTO - HISTÓRIA - 6 ANO
Ana Selma Sena Santos
 
Avaliação tempo-historia-
Avaliação  tempo-historia-Avaliação  tempo-historia-
Avaliação tempo-historia-
Atividades Diversas Cláudia
 
Prova cidadania direitos, segregaçao, populaçoes tradicionais
Prova cidadania direitos, segregaçao, populaçoes tradicionaisProva cidadania direitos, segregaçao, populaçoes tradicionais
Prova cidadania direitos, segregaçao, populaçoes tradicionais
Atividades Diversas Cláudia
 
Atividades o que e historia e papel do historiador
Atividades o que e historia e papel do historiadorAtividades o que e historia e papel do historiador
Atividades o que e historia e papel do historiador
Atividades Diversas Cláudia
 
6 ano 3 trimestre exercicios rev provao
6 ano 3 trimestre exercicios rev provao6 ano 3 trimestre exercicios rev provao
6 ano 3 trimestre exercicios rev provao
Carlos Zaranza
 
Trabahando com crianças do berçário
Trabahando com crianças do berçárioTrabahando com crianças do berçário
Trabahando com crianças do berçário
Eunice Mendes de Oliveira
 
DIA D 2014 - A COMUNIDADE ESCOLAR - O dia d e o pip 2
DIA D 2014 - A COMUNIDADE ESCOLAR - O dia d e o pip 2DIA D 2014 - A COMUNIDADE ESCOLAR - O dia d e o pip 2
DIA D 2014 - A COMUNIDADE ESCOLAR - O dia d e o pip 2
Eunice Mendes de Oliveira
 
Pnaic oficial encontro 5 Fabiana Esteves Duque de Caxias
Pnaic oficial encontro 5 Fabiana Esteves Duque de CaxiasPnaic oficial encontro 5 Fabiana Esteves Duque de Caxias
Pnaic oficial encontro 5 Fabiana Esteves Duque de Caxias
Fabiana Esteves
 
Dona Licinha conto1
Dona Licinha    conto1Dona Licinha    conto1
Dona Licinha conto1
Eunice Mendes de Oliveira
 
Letra uber
Letra uberLetra uber
Mensagem dia dos pais
Mensagem dia dos paisMensagem dia dos pais
Mensagem dia dos pais
Eunice Mendes de Oliveira
 
Ano 2 pnaic 3º encontro blog2
Ano 2 pnaic 3º encontro blog2Ano 2 pnaic 3º encontro blog2
Ano 2 pnaic 3º encontro blog2
miesbella
 
Apresentação flexibilização curricular
Apresentação flexibilização curricularApresentação flexibilização curricular
Apresentação flexibilização curricular
Eunice Mendes de Oliveira
 
Falarcomdeu sco
Falarcomdeu scoFalarcomdeu sco
Falarcomdeu sco
Eunice Mendes de Oliveira
 

Destaque (20)

Tributos
TributosTributos
Tributos
 
Mineração e o grande personagem aleijadinho
Mineração e o grande personagem aleijadinhoMineração e o grande personagem aleijadinho
Mineração e o grande personagem aleijadinho
 
A construção da história
A construção da históriaA construção da história
A construção da história
 
Aula 1 o que é história
Aula 1   o que é históriaAula 1   o que é história
Aula 1 o que é história
 
Sonegação fiscal
Sonegação fiscalSonegação fiscal
Sonegação fiscal
 
Tropeirismo
TropeirismoTropeirismo
Tropeirismo
 
SHOW DE CONHECIMENTO - HISTÓRIA - 6 ANO
SHOW DE CONHECIMENTO - HISTÓRIA - 6 ANOSHOW DE CONHECIMENTO - HISTÓRIA - 6 ANO
SHOW DE CONHECIMENTO - HISTÓRIA - 6 ANO
 
Avaliação tempo-historia-
Avaliação  tempo-historia-Avaliação  tempo-historia-
Avaliação tempo-historia-
 
Prova cidadania direitos, segregaçao, populaçoes tradicionais
Prova cidadania direitos, segregaçao, populaçoes tradicionaisProva cidadania direitos, segregaçao, populaçoes tradicionais
Prova cidadania direitos, segregaçao, populaçoes tradicionais
 
Atividades o que e historia e papel do historiador
Atividades o que e historia e papel do historiadorAtividades o que e historia e papel do historiador
Atividades o que e historia e papel do historiador
 
6 ano 3 trimestre exercicios rev provao
6 ano 3 trimestre exercicios rev provao6 ano 3 trimestre exercicios rev provao
6 ano 3 trimestre exercicios rev provao
 
Trabahando com crianças do berçário
Trabahando com crianças do berçárioTrabahando com crianças do berçário
Trabahando com crianças do berçário
 
DIA D 2014 - A COMUNIDADE ESCOLAR - O dia d e o pip 2
DIA D 2014 - A COMUNIDADE ESCOLAR - O dia d e o pip 2DIA D 2014 - A COMUNIDADE ESCOLAR - O dia d e o pip 2
DIA D 2014 - A COMUNIDADE ESCOLAR - O dia d e o pip 2
 
Pnaic oficial encontro 5 Fabiana Esteves Duque de Caxias
Pnaic oficial encontro 5 Fabiana Esteves Duque de CaxiasPnaic oficial encontro 5 Fabiana Esteves Duque de Caxias
Pnaic oficial encontro 5 Fabiana Esteves Duque de Caxias
 
Dona Licinha conto1
Dona Licinha    conto1Dona Licinha    conto1
Dona Licinha conto1
 
Letra uber
Letra uberLetra uber
Letra uber
 
Mensagem dia dos pais
Mensagem dia dos paisMensagem dia dos pais
Mensagem dia dos pais
 
Ano 2 pnaic 3º encontro blog2
Ano 2 pnaic 3º encontro blog2Ano 2 pnaic 3º encontro blog2
Ano 2 pnaic 3º encontro blog2
 
Apresentação flexibilização curricular
Apresentação flexibilização curricularApresentação flexibilização curricular
Apresentação flexibilização curricular
 
Falarcomdeu sco
Falarcomdeu scoFalarcomdeu sco
Falarcomdeu sco
 

Semelhante a Chica da silva

A HISTÓRIA DA MULHER DE ROXO
A HISTÓRIA DA MULHER DE ROXOA HISTÓRIA DA MULHER DE ROXO
A HISTÓRIA DA MULHER DE ROXO
Rita Rocha
 
Trisavó de pistola á cinta e outras histórias
Trisavó de pistola á cinta e outras históriasTrisavó de pistola á cinta e outras histórias
Trisavó de pistola á cinta e outras histórias
Read for fun 7b Read for fun 7b
 
AULA 01 CONHECIMENTO HISTÓRICOS DE BARRA DO CORDA.ppt
AULA 01 CONHECIMENTO HISTÓRICOS DE BARRA DO CORDA.pptAULA 01 CONHECIMENTO HISTÓRICOS DE BARRA DO CORDA.ppt
AULA 01 CONHECIMENTO HISTÓRICOS DE BARRA DO CORDA.ppt
LeonardoDelgado74
 
Tiradentes e inconfidentes
Tiradentes e inconfidentesTiradentes e inconfidentes
Tiradentes e inconfidentes
Faço livros por encomenda
 
Revista 2015 maio2015final
Revista 2015 maio2015finalRevista 2015 maio2015final
Revista 2015 maio2015final
António Pereira
 
Revista 2015 maio2015final
Revista 2015 maio2015finalRevista 2015 maio2015final
Revista 2015 maio2015final
António Pereira
 
Livro nisiafloresta
Livro nisiaflorestaLivro nisiafloresta
Livro nisiafloresta
BBianca SSantos
 
Ficha de leitura 1
Ficha de leitura 1Ficha de leitura 1
Ficha de leitura 1
PAFB
 
Ines pereira nº18 7ºc
Ines pereira nº18 7ºcInes pereira nº18 7ºc
Ines pereira nº18 7ºc
manoel de oliveira
 
Guia Minas Gerais (2021)
Guia Minas Gerais (2021)Guia Minas Gerais (2021)
Guia Minas Gerais (2021)
Paula Meyer Piagentini
 
Revista julia
Revista   juliaRevista   julia
Revista julia
riickygoncalves
 
2ª fase do modernismo brasileiro
2ª fase do modernismo brasileiro2ª fase do modernismo brasileiro
2ª fase do modernismo brasileiro
Colégio Santa Luzia
 
Jb news informativo nr. 0236
Jb news   informativo nr. 0236Jb news   informativo nr. 0236
Jb news informativo nr. 0236
JB News
 
Bibliografia Rachel de Queiroz (SLIDE)
Bibliografia Rachel de Queiroz (SLIDE)Bibliografia Rachel de Queiroz (SLIDE)
Bibliografia Rachel de Queiroz (SLIDE)
Universidade Federal de Roraima
 
2012 história do ceará
2012  história do ceará2012  história do ceará
2012 história do ceará
MARIANO C7S
 
Congado - Origens, Características e Organização
Congado - Origens, Características e OrganizaçãoCongado - Origens, Características e Organização
Congado - Origens, Características e Organização
Gabriel Resende
 

Semelhante a Chica da silva (16)

A HISTÓRIA DA MULHER DE ROXO
A HISTÓRIA DA MULHER DE ROXOA HISTÓRIA DA MULHER DE ROXO
A HISTÓRIA DA MULHER DE ROXO
 
Trisavó de pistola á cinta e outras histórias
Trisavó de pistola á cinta e outras históriasTrisavó de pistola á cinta e outras histórias
Trisavó de pistola á cinta e outras histórias
 
AULA 01 CONHECIMENTO HISTÓRICOS DE BARRA DO CORDA.ppt
AULA 01 CONHECIMENTO HISTÓRICOS DE BARRA DO CORDA.pptAULA 01 CONHECIMENTO HISTÓRICOS DE BARRA DO CORDA.ppt
AULA 01 CONHECIMENTO HISTÓRICOS DE BARRA DO CORDA.ppt
 
Tiradentes e inconfidentes
Tiradentes e inconfidentesTiradentes e inconfidentes
Tiradentes e inconfidentes
 
Revista 2015 maio2015final
Revista 2015 maio2015finalRevista 2015 maio2015final
Revista 2015 maio2015final
 
Revista 2015 maio2015final
Revista 2015 maio2015finalRevista 2015 maio2015final
Revista 2015 maio2015final
 
Livro nisiafloresta
Livro nisiaflorestaLivro nisiafloresta
Livro nisiafloresta
 
Ficha de leitura 1
Ficha de leitura 1Ficha de leitura 1
Ficha de leitura 1
 
Ines pereira nº18 7ºc
Ines pereira nº18 7ºcInes pereira nº18 7ºc
Ines pereira nº18 7ºc
 
Guia Minas Gerais (2021)
Guia Minas Gerais (2021)Guia Minas Gerais (2021)
Guia Minas Gerais (2021)
 
Revista julia
Revista   juliaRevista   julia
Revista julia
 
2ª fase do modernismo brasileiro
2ª fase do modernismo brasileiro2ª fase do modernismo brasileiro
2ª fase do modernismo brasileiro
 
Jb news informativo nr. 0236
Jb news   informativo nr. 0236Jb news   informativo nr. 0236
Jb news informativo nr. 0236
 
Bibliografia Rachel de Queiroz (SLIDE)
Bibliografia Rachel de Queiroz (SLIDE)Bibliografia Rachel de Queiroz (SLIDE)
Bibliografia Rachel de Queiroz (SLIDE)
 
2012 história do ceará
2012  história do ceará2012  história do ceará
2012 história do ceará
 
Congado - Origens, Características e Organização
Congado - Origens, Características e OrganizaçãoCongado - Origens, Características e Organização
Congado - Origens, Características e Organização
 

Último

Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Falcão Brasil
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
MariaJooSilva58
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
Falcão Brasil
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdfAdaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
CamilaSouza544051
 
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamasConhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
edusegtrab
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Falcão Brasil
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Falcão Brasil
 
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptxA Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
tamirissousa11
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
JocelynNavarroBonta
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
Sandra Pratas
 

Último (20)

Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdfAdaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamasConhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
 
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptxA Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
 

Chica da silva

  • 1. Nomes: Ana Cristina e Daiane Turma: 81 Professora: Thais Cristina
  • 2. Chica da Silva • Filha de um relacionamento extraconjugal do português Antônio Caetano de Sá e da escrava Maria da Costa, Francisca da Silva é uma das personagens mais populares na história do Brasil. A sua trajetória, que já foi transposta para o cinema e para a televisão, mais parece um conto de fadas. Mulata e escrava, Francisca da Silva foi libertada por solicitação do contratador de diamantes João Fernandes de Oliveira, uma das pessoas mais ricas à época no Arraial do Tijuco, atual Diamantina, em Minas Gerais.
  • 3. • Assim que foi libertada, Chica da Silva, que tinha trabalhado como escrava para José Silva Oliveira (pai do inconfidente José Oliveira), tornou-se amante de João Fernandes de Oliveira, com quem teve 13 filhos (alguns historiadores dizem que foram 12). Antes de conhecer o contratador de diamantes, também fora escrava do sargento-mor Manoel Pires Sardinha. Deste relacionamento, nasceram dois filhos: Plácido Pires Sardinha, que se formou em engenharia pela Universidade de Coimbra, e Simão Pires Sardinha, também educado na Europa.
  • 4. • Desfrutando do imenso poder e riqueza do contratador de diamantes, Chica da Silva deu uma grande guinada em sua vida e acabou por receber o apelido de "Chica que manda". A ex-escrava costumava freqüentar as missas coberta de diamantes e acompanhada por 12 mulatas muito bem vestidas. Depois que ganhou a liberdade, foi morar em uma grande casa, construída em forma de castelo, com capela particular e um teatro totalmente equipado, o único existente na região.
  • 5. • Dentro da casa, destacavam-se jardins e árvores exóticas, além de um grande lago artificial. Há divergências entre os historiadores sobre o seu perfil. Alguns a descrevem como linda e sensual, outros dizem que era feia e sem atributos físicos. O fato é que, escrava e semi-alfabetizada, Chica da Silva tinha tudo para ficar no anonimato, caso não tivesse conhecido João Fernandes de Oliveira.
  • 6. • O contratador satisfazia aos seus mínimos desejos e Chica da Silva passou a viver em pleno luxo. A primeira vez que a sua história transpôs o horizonte de Minas Gerais foi com o lançamento do livro "Memórias do Distrito Diamantino", escrito pelo advogado Joaquim Felício dos Santos, mais de meio século após a morte da ex-escrava. Depois da publicação, a vida de Chica da Silva ganhou uma notoriedade que ela jamais poderia sonhar na época em que era apenas uma escrava.
  • 7. Algumas informações de Chica da Silva • A data de nascimento de Francisca da Silva é imprecisa. A maioria dos historiadores, porém, aponta o ano de 1732. Mas há quem também informe que a ex-escrava nasceu em 1731. Com João Fernandes ela teve treze filhos durante os quinze anos em que com ele conviveu: Francisca de Paula (1755); João Fernandes (1756); Rita (1757); Joaquim (1759); Antonio Caetano (1761); Ana (1762); Helena (1763); Luiza (1764); Antônia (1765); Maria (1766); Quitéria Rita (1767); Mariana (1769); José Agostinho Fernandes (1770).