SlideShare uma empresa Scribd logo
CATRE - SERMÃO Não Confunda Seu Irmão - Conduta e Modéstia Cristã.pptx
TEMA:
Não Confunda Seu Irmão Na
Conduta e Modéstia Cristã
NOSSO MEIO INFLUÊNCIA
Mas, se o atalaia olhar que vem a espada
e não tocar a trombeta, e não for avisado
o povo, se a espada vier e abater um vida
dentre eles, este foi abatido na sua
iniquidade, mas seu sangue demandarei
do atalaia.
EZEQUIEL 33:6
SOMOS ATALAIA DE DEUS
A ti, pois, ó filho do homem, te constituí
por atalaia sobre a casa de Israel; tu,
pois, ouvirás a palavra da minha boca e
lhe darás aviso da minha parte.
EZEQUIEL 33:7
SOMOS ATALAIA DE DEUS
Ser atalaia é uma grande
responsabilidade. Para
cumprir os reclamos de
Deus, precisamos ficar
atentos a Deus, orando e
lendo a Bíblia.
O CRISTÃO TAMBÉM PRECISA FICAR DE VIGIA
Todas as coisas são lícitas, mas nem todas
as coisas convêm; todas as coisas são
lícitas, mas nem todas as coisas edificam.
1 CORÍNTIOS 10:23
Portanto, quer comais quer bebais, ou
façais, qualquer outra coisa, fazei tudo
para glória de Deus.
1 CORÍNTIOS 10:31
CBASD: “O crente deve
meditar sobre como se
comportar de uma forma que
ajude os outros nos seus
esforços para viver
corretamente. Se o seu
comportamento “legal”
coloca uma pedra de tropeço
no caminho de outra pessoa,
então você deve abster-se de
uma prática que confunda
seu irmão”.
CBASD: “Paulo procurava
constantemente
promover o bem da igreja
com o propósito de salvar
almas. Qualquer coisa
legal que ajudasse nesse
sentido era correta e
adequada; mas tudo o
que fosse um obstáculo,
por mais lícito que fosse,
deveria ser evitado”.
CBASD: “Os que amam o
Senhor desejam fazer tudo
o que puderem para
influenciar homens e
mulheres a abandonarem o
pecado e servirem a Deus,
e comportar-se-ão de tal
maneira que a sua
influência seja sempre
útil”.
Influência sempre útil
CBASD: “Eles comem,
vestem-se, conversam,
mobiliam a casa e
organizam toda vida de tal
maneira que possam fazer
o bem da melhor maneira
possível”.
Da melhor maneira possível
✅ CINEMA
Temas Impactantes
✅ VESTUÁRIO
✅ MÚSICA
✅ NAMORO COM NÃO
ADVENTISTA
✅ SEXO NO NAMORO
✅ ADORNOS
“Diga à sua esposa", dizia
o comentário anônimo,
"para se vestir
adequadamente para a
igreja. Chega de calças e
alças finas”.
O Evangelho Do Esmalte
“Será que desobedecer a estas
regras – como usar ir a cinema, usar
as roupas que quiser, usar joias e
comer carne – realmente me
impedirá de ir para o céu?” “Como
um jovem deve se vestir?” “Tenho
que ignorar a cultura popular?”
Jan Paulsen, presidente da Igreja
Adventista do Sétimo Dia (1999-2010)
“Deus está preocupado com a nossa
qualidade de vida. . . . Lugares que
frequentamos, o que usamos e
vegetarianismo são assuntos que se
enquadram nesta categoria de viver
a melhor vida possível. Eles são
baseados em princípios que vêm da
Bíblia – o guia de Deus sobre como
você pode viver a vida mais feliz,
saudável e produtiva possível”.
Jan Paulsen, presidente da Igreja
Adventista do Sétimo Dia (1999)
“A salvação não se baseia na escolha
de lugares que frequentamos, usar
joias ou comer carne, “porque
colocamos a nossa fé em Jesus”. A
forma como vivemos faz parte da
nossa resposta ao dom de Deus da
vida”.
Jan Paulsen, presidente da Igreja
Adventista do Sétimo Dia (1999-2010)
“NENHUM ESTILO PRECISO FOI-ME DADO
COMO REGRA PARA ORIENTAR A TODOS NA
SUA MANEIRA DE VESTIR”. – OC, PÁG 419.
PALAVRA CHAVE:
EQUILIBRIO
O VESTUÁRIO TEM SIGNIFICADO ESPIRITUAL
O caráter de uma pessoa é julgado pelo
seu estilo de trajar. Um gosto refinado,
uma mente cultivada, serão revelados
através de escolhas simples e apropriadas
no vestir.
EDUCAÇÃO, PÁGINA 249
CRENÇA FUNDAMENTAL
ADVENTISTA Nº 22 –
CONDUTA CRISTÃ
“Embora reconheçamos diferenças culturais, nosso
vestuário deve ser simples, modesto e de bom
gosto, apropriado àqueles cuja verdadeira beleza
não consiste no adorno exterior, mas no ornamento
imperecível de um espírito manso e tranquilo.”
“Não permita que a sua
razão te transforme em
um monstro”
Pastor Moraes, Departamental de
Jovens da AMA.
Cuidado!
Os questionamentos são os
mais diversos. Embora
devamos evitar polêmicas, os
princípios relacionados com a
modéstia cristã são claros. A
Igreja Adventista do Sétimo
Dia, com base na Bíblia,
reconhece a influência
prejudicial da moda em
nossos dias.
A moda tem uma influência prejudicial
O Tratado de Teologia
Adventista menciona: “O
mundo da moda tenta ditar o
que homens e mulheres
devem usar e como devem
modelar o cabelo e decorar o
rosto. Cada temporada que
passa traz alguma mudança,
tornando obsoleto o guarda-
roupa da estação passada...”
Tratado de Teologia Adventista
“...Não bastasse isso, alguns
estilos zombam dos
princípios bíblicos da
modéstia, da simplicidade e
da temperança. O
discipulado cristão requer
total lealdade a Cristo, sem
deixar ensejo para os
cristãos serem escravizados
pelos ditames da moda.”
Tratado de Teologia Adventista
Da mesma sorte, que as mulheres, em
traje decente, se ataviem com modéstia e
bom senso, não com cabeleira frisada e
com ouro, ou pérolas, ou vestuário
dispendioso.
1 TIMÓTEO 2:9
Simplicidade, a
modéstia e o bom
gosto deveriam
ser seguidos por
todos.
“O testemunho cristão
convida à simplicidade...”
Nisto Cremos, 361.
1º PRINCÍPIO - Simples
“Uma vez que desejam
testemunhar aos outros, os
cristãos se vestirão e agirão
com modéstia, não
acentuando as partes do
corpo que estimulam desejos
sexuais. A modéstia promove
a saúde moral.”
Nisto Cremos, 361.
2º PRINCÍPIO – Da alta virtude moral
“Como mordomos, os
cristãos praticarão a
economia, evitando o uso
de “ouro, ou pérolas, ou
vestuário dispendioso” (1
Tm 2:9) e comprando o
vestuário mais durável”.
3º PRINCÍPIO – Prático e Econômico
“Os cristãos evitarão o uso
de roupas que não protejam
adequadamente o seu corpo,
ou que causem compressão
excessiva sobre o mesmo, ou
que de qualquer outra forma
venham a causar
deterioração de sua saúde”.
Nisto Cremos, 361.
4º PRINCÍPIO - Saudável
Os cristãos devem evitar a
ostentação e a “ornamentação
profusa”. A roupa deve ser,
quando possível, “de boa
qualidade, de cores próprias e
adequadas ao uso”. Ela deve ser
escolhida mais com vista à
durabilidade do que à aparência”.
Nosso traje deve caracterizar-se
pela “beleza”, “graça” e
conveniência da simplicidade
natural”. Mensagens aos Jovens,
págs.151 e 152.
5º PRINCÍPIO – Graça e Belezas Naturais
A mensageira do Senhor
não poupou exortações e
não escondeu as
consequências se
negligenciarmos a
importante questão da
modéstia.
“Há sobre nós, como um povo, um terrível
pecado – termos permitido que os membros
de nossa igreja se vistam de maneira
incoerente com sua fé. Precisamos erguer-
nos imediatamente, e fechar a porta contra
as seduções da moda. A menos que façamos
isso, nossas igrejas se tornarão
desmoralizadas.”
TESTEMUNHO PARA IGREJA, PÁGINA 678
E como filhos de Deus,
temos o cuidado de
garantir que a maneira
como vivemos nossas vidas
não nos distraia. Que a
nossa imodéstia não se
torne pedra de tropeço
para ninguém.
Referência Bíblica:
Rom 14:13; 1 Cor 8:9; 2 Cor 6:3
“Os cristãos não se opõem
à beleza e ao bom gosto,
mas procuram em seu
estilo de vida evitar a
escravidão à moda e á
ostentação”. Tratado de
Teologia (TT), p. 784.
Beleza e Bom Gosto
“No vestuário, bem como
em todas as outras coisas,
é privilégio honrar o Nosso
Criador... As roupas dos
seguidores de Cristo
devem ser simbólicas, pois
que lhe compete
representar a Cristo em
tudo”. OC, p. 413.
Privilégio Honrar o Nosso Criador
De sorte que somos embaixadores em
nome de Cristo.
2 CORÍNTIOS 5:20
“Mas agora, ó Senhor, tu
és nosso Pai, nós somos o
barro, e tu, o nosso oleiro;
e todos nós, obra das tuas
mãos”
Isaías 64:8
Nas mãos do oleiro...

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Relacionamento Conjugal
Relacionamento ConjugalRelacionamento Conjugal
Relacionamento Conjugal
Vladimir de Siqueira
 
Família feliz, igreja forte 2
Família feliz, igreja forte 2Família feliz, igreja forte 2
Família feliz, igreja forte 2
Thatiane Machado da Silva
 
O Cristão e os perigos das "Redes" Sociais
O Cristão e os perigos das "Redes" Sociais O Cristão e os perigos das "Redes" Sociais
O Cristão e os perigos das "Redes" Sociais
Paulo Roberto
 
Deus, nós e a nossa família
Deus, nós  e  a  nossa  famíliaDeus, nós  e  a  nossa  família
Deus, nós e a nossa família
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
Pilares da Família Cristã
Pilares da Família CristãPilares da Família Cristã
Pilares da Família Cristã
FUNVIC
 
4 qual o papel de cada um no lar
4   qual o papel de cada um no lar4   qual o papel de cada um no lar
4 qual o papel de cada um no lar
PIB Penha
 
Palestra para Casais
Palestra para CasaisPalestra para Casais
Palestra para Casais
Sebastião Luiz Chagas
 
A família e os desafios atuais
A família e os desafios atuaisA família e os desafios atuais
A família e os desafios atuais
Willian Xavier
 
Família, um projeto de Deus (JIN).ppt
Família, um projeto de Deus (JIN).pptFamília, um projeto de Deus (JIN).ppt
Família, um projeto de Deus (JIN).ppt
Jeronimo Nunes
 
Direito do Consumidor - Relação de Consumo (consumidor, produto, serviço)
Direito do Consumidor - Relação de Consumo (consumidor, produto, serviço)Direito do Consumidor - Relação de Consumo (consumidor, produto, serviço)
Direito do Consumidor - Relação de Consumo (consumidor, produto, serviço)
Guido Cavalcanti
 
Detalhamento - Metais Lya
Detalhamento - Metais LyaDetalhamento - Metais Lya
Detalhamento - Metais Lya
danilosaccomori
 
Amizade cristã
Amizade cristãAmizade cristã
Amizade cristã
Priscila Faqueres
 
[Palestra] Educação Financeira e Orçamento Familiar - Igreja Batista Memorial...
[Palestra] Educação Financeira e Orçamento Familiar - Igreja Batista Memorial...[Palestra] Educação Financeira e Orçamento Familiar - Igreja Batista Memorial...
[Palestra] Educação Financeira e Orçamento Familiar - Igreja Batista Memorial...
Igreja Batista Memorial em Silva Jardim
 
A família sob ataque
A família sob ataqueA família sob ataque
A família sob ataque
Moisés Sampaio
 
Mulheres moldadas pela Palavra de Deus
Mulheres moldadas pela Palavra de Deus Mulheres moldadas pela Palavra de Deus
Mulheres moldadas pela Palavra de Deus
Cacilda Barbosa Santiago
 
Insignía de excelência
Insignía de excelênciaInsignía de excelência
Insignía de excelência
Ismael Rosa
 
04 - O PODER DA ORAÇÃO INTERCESSÓRIA.pdf
04 - O PODER DA ORAÇÃO INTERCESSÓRIA.pdf04 - O PODER DA ORAÇÃO INTERCESSÓRIA.pdf
04 - O PODER DA ORAÇÃO INTERCESSÓRIA.pdf
EliasdosSantosVascon
 
Sermão É TEMPO DE BUSCAR AO SENHOR.docx
Sermão É TEMPO DE BUSCAR AO SENHOR.docxSermão É TEMPO DE BUSCAR AO SENHOR.docx
Sermão É TEMPO DE BUSCAR AO SENHOR.docx
Oseias reis
 
Criando filhos em um mundo digital
Criando filhos em um mundo digitalCriando filhos em um mundo digital
Criando filhos em um mundo digital
nathalia lima
 
Marriage seminar
Marriage seminarMarriage seminar
Marriage seminar
gerardk6
 

Mais procurados (20)

Relacionamento Conjugal
Relacionamento ConjugalRelacionamento Conjugal
Relacionamento Conjugal
 
Família feliz, igreja forte 2
Família feliz, igreja forte 2Família feliz, igreja forte 2
Família feliz, igreja forte 2
 
O Cristão e os perigos das "Redes" Sociais
O Cristão e os perigos das "Redes" Sociais O Cristão e os perigos das "Redes" Sociais
O Cristão e os perigos das "Redes" Sociais
 
Deus, nós e a nossa família
Deus, nós  e  a  nossa  famíliaDeus, nós  e  a  nossa  família
Deus, nós e a nossa família
 
Pilares da Família Cristã
Pilares da Família CristãPilares da Família Cristã
Pilares da Família Cristã
 
4 qual o papel de cada um no lar
4   qual o papel de cada um no lar4   qual o papel de cada um no lar
4 qual o papel de cada um no lar
 
Palestra para Casais
Palestra para CasaisPalestra para Casais
Palestra para Casais
 
A família e os desafios atuais
A família e os desafios atuaisA família e os desafios atuais
A família e os desafios atuais
 
Família, um projeto de Deus (JIN).ppt
Família, um projeto de Deus (JIN).pptFamília, um projeto de Deus (JIN).ppt
Família, um projeto de Deus (JIN).ppt
 
Direito do Consumidor - Relação de Consumo (consumidor, produto, serviço)
Direito do Consumidor - Relação de Consumo (consumidor, produto, serviço)Direito do Consumidor - Relação de Consumo (consumidor, produto, serviço)
Direito do Consumidor - Relação de Consumo (consumidor, produto, serviço)
 
Detalhamento - Metais Lya
Detalhamento - Metais LyaDetalhamento - Metais Lya
Detalhamento - Metais Lya
 
Amizade cristã
Amizade cristãAmizade cristã
Amizade cristã
 
[Palestra] Educação Financeira e Orçamento Familiar - Igreja Batista Memorial...
[Palestra] Educação Financeira e Orçamento Familiar - Igreja Batista Memorial...[Palestra] Educação Financeira e Orçamento Familiar - Igreja Batista Memorial...
[Palestra] Educação Financeira e Orçamento Familiar - Igreja Batista Memorial...
 
A família sob ataque
A família sob ataqueA família sob ataque
A família sob ataque
 
Mulheres moldadas pela Palavra de Deus
Mulheres moldadas pela Palavra de Deus Mulheres moldadas pela Palavra de Deus
Mulheres moldadas pela Palavra de Deus
 
Insignía de excelência
Insignía de excelênciaInsignía de excelência
Insignía de excelência
 
04 - O PODER DA ORAÇÃO INTERCESSÓRIA.pdf
04 - O PODER DA ORAÇÃO INTERCESSÓRIA.pdf04 - O PODER DA ORAÇÃO INTERCESSÓRIA.pdf
04 - O PODER DA ORAÇÃO INTERCESSÓRIA.pdf
 
Sermão É TEMPO DE BUSCAR AO SENHOR.docx
Sermão É TEMPO DE BUSCAR AO SENHOR.docxSermão É TEMPO DE BUSCAR AO SENHOR.docx
Sermão É TEMPO DE BUSCAR AO SENHOR.docx
 
Criando filhos em um mundo digital
Criando filhos em um mundo digitalCriando filhos em um mundo digital
Criando filhos em um mundo digital
 
Marriage seminar
Marriage seminarMarriage seminar
Marriage seminar
 

Semelhante a CATRE - SERMÃO Não Confunda Seu Irmão - Conduta e Modéstia Cristã.pptx

7264327 a-sindrome-de-pilatos-paulo-bueno
7264327 a-sindrome-de-pilatos-paulo-bueno7264327 a-sindrome-de-pilatos-paulo-bueno
7264327 a-sindrome-de-pilatos-paulo-bueno
Maressa Almeida
 
Lição 12 - Exortações gerais
Lição 12 - Exortações geraisLição 12 - Exortações gerais
Lição 12 - Exortações gerais
Regio Davis
 
Usos e costmes defendidos pela igreja a assembleia de deus
Usos e costmes defendidos pela igreja  a assembleia de deusUsos e costmes defendidos pela igreja  a assembleia de deus
Usos e costmes defendidos pela igreja a assembleia de deus
jonasfreitasdejesus
 
A síndrome de pilatos
A síndrome de pilatosA síndrome de pilatos
A síndrome de pilatos
Janderson Barroso
 
Boletim IPC Limeira 240917
Boletim IPC Limeira 240917Boletim IPC Limeira 240917
Boletim IPC Limeira 240917
Adelson R. Dos Santos
 
Pastoreando uma igreja ferida - Parte 1
Pastoreando uma igreja ferida - Parte 1Pastoreando uma igreja ferida - Parte 1
Pastoreando uma igreja ferida - Parte 1
mredil
 
Adventistas do setimo dia
Adventistas do setimo diaAdventistas do setimo dia
Adventistas do setimo dia
Edilson Gomes
 
Adolescentes Vencedores, Lição 08 : Antenados!
Adolescentes Vencedores, Lição 08 : Antenados!Adolescentes Vencedores, Lição 08 : Antenados!
Adolescentes Vencedores, Lição 08 : Antenados!
Quenia Damata
 
Junho Violeta - Sugestão de Ações na Igreja
Junho Violeta - Sugestão de Ações na IgrejaJunho Violeta - Sugestão de Ações na Igreja
Junho Violeta - Sugestão de Ações na Igreja
Comando Resgatai
 
Qual a posição da Bíblia sobre tatuagens
Qual a posição da Bíblia sobre tatuagensQual a posição da Bíblia sobre tatuagens
Qual a posição da Bíblia sobre tatuagens
Juraci Rocha
 
Não basta ser é preciso parecer daniel alves pena
Não basta ser é preciso parecer   daniel alves penaNão basta ser é preciso parecer   daniel alves pena
Não basta ser é preciso parecer daniel alves pena
Porcel Fiszpan
 
Impossível para os homens, possível para deus
Impossível para os homens, possível para deusImpossível para os homens, possível para deus
Impossível para os homens, possível para deus
Hugo Machado
 
Apocalipse - cartas de advertência
Apocalipse - cartas de advertênciaApocalipse - cartas de advertência
Apocalipse - cartas de advertência
Professor Belinaso
 
Revista Mais edição 20: O Perigo das Dietas Radicais
Revista Mais edição 20: O Perigo das Dietas RadicaisRevista Mais edição 20: O Perigo das Dietas Radicais
Revista Mais edição 20: O Perigo das Dietas Radicais
Renata Rodrigues de Oliveira
 
9-Marcas-7-Disciplina-Biblica.pptx2_.pdf
9-Marcas-7-Disciplina-Biblica.pptx2_.pdf9-Marcas-7-Disciplina-Biblica.pptx2_.pdf
9-Marcas-7-Disciplina-Biblica.pptx2_.pdf
LucianoGuimaresMacdo
 
Jovens do Senhor
Jovens do SenhorJovens do Senhor
Jovens do Senhor
Gediel Mendes
 
A igreja se tornou uma prisão
A igreja se tornou uma prisãoA igreja se tornou uma prisão
A igreja se tornou uma prisão
Juraci Rocha
 
O Sermao Da Montanha Estudo 9
O Sermao Da Montanha   Estudo 9O Sermao Da Montanha   Estudo 9
O Sermao Da Montanha Estudo 9
SistemaInterage
 
Visto Por Deus, Como Realmente Somos.pdf
Visto Por Deus, Como Realmente Somos.pdfVisto Por Deus, Como Realmente Somos.pdf
Visto Por Deus, Como Realmente Somos.pdf
Pastor Robson Colaço
 
Traje cristão feminino 1
Traje cristão feminino 1Traje cristão feminino 1
Traje cristão feminino 1
Leandro Dakel Cunha
 

Semelhante a CATRE - SERMÃO Não Confunda Seu Irmão - Conduta e Modéstia Cristã.pptx (20)

7264327 a-sindrome-de-pilatos-paulo-bueno
7264327 a-sindrome-de-pilatos-paulo-bueno7264327 a-sindrome-de-pilatos-paulo-bueno
7264327 a-sindrome-de-pilatos-paulo-bueno
 
Lição 12 - Exortações gerais
Lição 12 - Exortações geraisLição 12 - Exortações gerais
Lição 12 - Exortações gerais
 
Usos e costmes defendidos pela igreja a assembleia de deus
Usos e costmes defendidos pela igreja  a assembleia de deusUsos e costmes defendidos pela igreja  a assembleia de deus
Usos e costmes defendidos pela igreja a assembleia de deus
 
A síndrome de pilatos
A síndrome de pilatosA síndrome de pilatos
A síndrome de pilatos
 
Boletim IPC Limeira 240917
Boletim IPC Limeira 240917Boletim IPC Limeira 240917
Boletim IPC Limeira 240917
 
Pastoreando uma igreja ferida - Parte 1
Pastoreando uma igreja ferida - Parte 1Pastoreando uma igreja ferida - Parte 1
Pastoreando uma igreja ferida - Parte 1
 
Adventistas do setimo dia
Adventistas do setimo diaAdventistas do setimo dia
Adventistas do setimo dia
 
Adolescentes Vencedores, Lição 08 : Antenados!
Adolescentes Vencedores, Lição 08 : Antenados!Adolescentes Vencedores, Lição 08 : Antenados!
Adolescentes Vencedores, Lição 08 : Antenados!
 
Junho Violeta - Sugestão de Ações na Igreja
Junho Violeta - Sugestão de Ações na IgrejaJunho Violeta - Sugestão de Ações na Igreja
Junho Violeta - Sugestão de Ações na Igreja
 
Qual a posição da Bíblia sobre tatuagens
Qual a posição da Bíblia sobre tatuagensQual a posição da Bíblia sobre tatuagens
Qual a posição da Bíblia sobre tatuagens
 
Não basta ser é preciso parecer daniel alves pena
Não basta ser é preciso parecer   daniel alves penaNão basta ser é preciso parecer   daniel alves pena
Não basta ser é preciso parecer daniel alves pena
 
Impossível para os homens, possível para deus
Impossível para os homens, possível para deusImpossível para os homens, possível para deus
Impossível para os homens, possível para deus
 
Apocalipse - cartas de advertência
Apocalipse - cartas de advertênciaApocalipse - cartas de advertência
Apocalipse - cartas de advertência
 
Revista Mais edição 20: O Perigo das Dietas Radicais
Revista Mais edição 20: O Perigo das Dietas RadicaisRevista Mais edição 20: O Perigo das Dietas Radicais
Revista Mais edição 20: O Perigo das Dietas Radicais
 
9-Marcas-7-Disciplina-Biblica.pptx2_.pdf
9-Marcas-7-Disciplina-Biblica.pptx2_.pdf9-Marcas-7-Disciplina-Biblica.pptx2_.pdf
9-Marcas-7-Disciplina-Biblica.pptx2_.pdf
 
Jovens do Senhor
Jovens do SenhorJovens do Senhor
Jovens do Senhor
 
A igreja se tornou uma prisão
A igreja se tornou uma prisãoA igreja se tornou uma prisão
A igreja se tornou uma prisão
 
O Sermao Da Montanha Estudo 9
O Sermao Da Montanha   Estudo 9O Sermao Da Montanha   Estudo 9
O Sermao Da Montanha Estudo 9
 
Visto Por Deus, Como Realmente Somos.pdf
Visto Por Deus, Como Realmente Somos.pdfVisto Por Deus, Como Realmente Somos.pdf
Visto Por Deus, Como Realmente Somos.pdf
 
Traje cristão feminino 1
Traje cristão feminino 1Traje cristão feminino 1
Traje cristão feminino 1
 

CATRE - SERMÃO Não Confunda Seu Irmão - Conduta e Modéstia Cristã.pptx

  • 2. TEMA: Não Confunda Seu Irmão Na Conduta e Modéstia Cristã
  • 4. Mas, se o atalaia olhar que vem a espada e não tocar a trombeta, e não for avisado o povo, se a espada vier e abater um vida dentre eles, este foi abatido na sua iniquidade, mas seu sangue demandarei do atalaia. EZEQUIEL 33:6 SOMOS ATALAIA DE DEUS
  • 5. A ti, pois, ó filho do homem, te constituí por atalaia sobre a casa de Israel; tu, pois, ouvirás a palavra da minha boca e lhe darás aviso da minha parte. EZEQUIEL 33:7 SOMOS ATALAIA DE DEUS
  • 6. Ser atalaia é uma grande responsabilidade. Para cumprir os reclamos de Deus, precisamos ficar atentos a Deus, orando e lendo a Bíblia. O CRISTÃO TAMBÉM PRECISA FICAR DE VIGIA
  • 7. Todas as coisas são lícitas, mas nem todas as coisas convêm; todas as coisas são lícitas, mas nem todas as coisas edificam. 1 CORÍNTIOS 10:23
  • 8. Portanto, quer comais quer bebais, ou façais, qualquer outra coisa, fazei tudo para glória de Deus. 1 CORÍNTIOS 10:31
  • 9. CBASD: “O crente deve meditar sobre como se comportar de uma forma que ajude os outros nos seus esforços para viver corretamente. Se o seu comportamento “legal” coloca uma pedra de tropeço no caminho de outra pessoa, então você deve abster-se de uma prática que confunda seu irmão”.
  • 10. CBASD: “Paulo procurava constantemente promover o bem da igreja com o propósito de salvar almas. Qualquer coisa legal que ajudasse nesse sentido era correta e adequada; mas tudo o que fosse um obstáculo, por mais lícito que fosse, deveria ser evitado”.
  • 11. CBASD: “Os que amam o Senhor desejam fazer tudo o que puderem para influenciar homens e mulheres a abandonarem o pecado e servirem a Deus, e comportar-se-ão de tal maneira que a sua influência seja sempre útil”. Influência sempre útil
  • 12. CBASD: “Eles comem, vestem-se, conversam, mobiliam a casa e organizam toda vida de tal maneira que possam fazer o bem da melhor maneira possível”. Da melhor maneira possível
  • 13. ✅ CINEMA Temas Impactantes ✅ VESTUÁRIO ✅ MÚSICA ✅ NAMORO COM NÃO ADVENTISTA ✅ SEXO NO NAMORO ✅ ADORNOS
  • 14. “Diga à sua esposa", dizia o comentário anônimo, "para se vestir adequadamente para a igreja. Chega de calças e alças finas”. O Evangelho Do Esmalte
  • 15. “Será que desobedecer a estas regras – como usar ir a cinema, usar as roupas que quiser, usar joias e comer carne – realmente me impedirá de ir para o céu?” “Como um jovem deve se vestir?” “Tenho que ignorar a cultura popular?” Jan Paulsen, presidente da Igreja Adventista do Sétimo Dia (1999-2010)
  • 16. “Deus está preocupado com a nossa qualidade de vida. . . . Lugares que frequentamos, o que usamos e vegetarianismo são assuntos que se enquadram nesta categoria de viver a melhor vida possível. Eles são baseados em princípios que vêm da Bíblia – o guia de Deus sobre como você pode viver a vida mais feliz, saudável e produtiva possível”. Jan Paulsen, presidente da Igreja Adventista do Sétimo Dia (1999)
  • 17. “A salvação não se baseia na escolha de lugares que frequentamos, usar joias ou comer carne, “porque colocamos a nossa fé em Jesus”. A forma como vivemos faz parte da nossa resposta ao dom de Deus da vida”. Jan Paulsen, presidente da Igreja Adventista do Sétimo Dia (1999-2010)
  • 18. “NENHUM ESTILO PRECISO FOI-ME DADO COMO REGRA PARA ORIENTAR A TODOS NA SUA MANEIRA DE VESTIR”. – OC, PÁG 419. PALAVRA CHAVE: EQUILIBRIO O VESTUÁRIO TEM SIGNIFICADO ESPIRITUAL
  • 19. O caráter de uma pessoa é julgado pelo seu estilo de trajar. Um gosto refinado, uma mente cultivada, serão revelados através de escolhas simples e apropriadas no vestir. EDUCAÇÃO, PÁGINA 249
  • 20. CRENÇA FUNDAMENTAL ADVENTISTA Nº 22 – CONDUTA CRISTÃ “Embora reconheçamos diferenças culturais, nosso vestuário deve ser simples, modesto e de bom gosto, apropriado àqueles cuja verdadeira beleza não consiste no adorno exterior, mas no ornamento imperecível de um espírito manso e tranquilo.”
  • 21. “Não permita que a sua razão te transforme em um monstro” Pastor Moraes, Departamental de Jovens da AMA. Cuidado!
  • 22. Os questionamentos são os mais diversos. Embora devamos evitar polêmicas, os princípios relacionados com a modéstia cristã são claros. A Igreja Adventista do Sétimo Dia, com base na Bíblia, reconhece a influência prejudicial da moda em nossos dias. A moda tem uma influência prejudicial
  • 23. O Tratado de Teologia Adventista menciona: “O mundo da moda tenta ditar o que homens e mulheres devem usar e como devem modelar o cabelo e decorar o rosto. Cada temporada que passa traz alguma mudança, tornando obsoleto o guarda- roupa da estação passada...” Tratado de Teologia Adventista
  • 24. “...Não bastasse isso, alguns estilos zombam dos princípios bíblicos da modéstia, da simplicidade e da temperança. O discipulado cristão requer total lealdade a Cristo, sem deixar ensejo para os cristãos serem escravizados pelos ditames da moda.” Tratado de Teologia Adventista
  • 25. Da mesma sorte, que as mulheres, em traje decente, se ataviem com modéstia e bom senso, não com cabeleira frisada e com ouro, ou pérolas, ou vestuário dispendioso. 1 TIMÓTEO 2:9
  • 26. Simplicidade, a modéstia e o bom gosto deveriam ser seguidos por todos.
  • 27. “O testemunho cristão convida à simplicidade...” Nisto Cremos, 361. 1º PRINCÍPIO - Simples
  • 28. “Uma vez que desejam testemunhar aos outros, os cristãos se vestirão e agirão com modéstia, não acentuando as partes do corpo que estimulam desejos sexuais. A modéstia promove a saúde moral.” Nisto Cremos, 361. 2º PRINCÍPIO – Da alta virtude moral
  • 29. “Como mordomos, os cristãos praticarão a economia, evitando o uso de “ouro, ou pérolas, ou vestuário dispendioso” (1 Tm 2:9) e comprando o vestuário mais durável”. 3º PRINCÍPIO – Prático e Econômico
  • 30. “Os cristãos evitarão o uso de roupas que não protejam adequadamente o seu corpo, ou que causem compressão excessiva sobre o mesmo, ou que de qualquer outra forma venham a causar deterioração de sua saúde”. Nisto Cremos, 361. 4º PRINCÍPIO - Saudável
  • 31. Os cristãos devem evitar a ostentação e a “ornamentação profusa”. A roupa deve ser, quando possível, “de boa qualidade, de cores próprias e adequadas ao uso”. Ela deve ser escolhida mais com vista à durabilidade do que à aparência”. Nosso traje deve caracterizar-se pela “beleza”, “graça” e conveniência da simplicidade natural”. Mensagens aos Jovens, págs.151 e 152. 5º PRINCÍPIO – Graça e Belezas Naturais
  • 32. A mensageira do Senhor não poupou exortações e não escondeu as consequências se negligenciarmos a importante questão da modéstia.
  • 33. “Há sobre nós, como um povo, um terrível pecado – termos permitido que os membros de nossa igreja se vistam de maneira incoerente com sua fé. Precisamos erguer- nos imediatamente, e fechar a porta contra as seduções da moda. A menos que façamos isso, nossas igrejas se tornarão desmoralizadas.” TESTEMUNHO PARA IGREJA, PÁGINA 678
  • 34. E como filhos de Deus, temos o cuidado de garantir que a maneira como vivemos nossas vidas não nos distraia. Que a nossa imodéstia não se torne pedra de tropeço para ninguém. Referência Bíblica: Rom 14:13; 1 Cor 8:9; 2 Cor 6:3
  • 35. “Os cristãos não se opõem à beleza e ao bom gosto, mas procuram em seu estilo de vida evitar a escravidão à moda e á ostentação”. Tratado de Teologia (TT), p. 784. Beleza e Bom Gosto
  • 36. “No vestuário, bem como em todas as outras coisas, é privilégio honrar o Nosso Criador... As roupas dos seguidores de Cristo devem ser simbólicas, pois que lhe compete representar a Cristo em tudo”. OC, p. 413. Privilégio Honrar o Nosso Criador
  • 37. De sorte que somos embaixadores em nome de Cristo. 2 CORÍNTIOS 5:20
  • 38. “Mas agora, ó Senhor, tu és nosso Pai, nós somos o barro, e tu, o nosso oleiro; e todos nós, obra das tuas mãos” Isaías 64:8 Nas mãos do oleiro...