SlideShare uma empresa Scribd logo
Catálogo de Acoplamentos PTI Falk
POWER
TRANSMISSION
INDUSTRIES
A EMPRESA
A PTI - Power Transmission Industries do Brasil iniciou suas atividades no Brasil em 1955 através da
Falk do Brasil, fabricando Redutores de Velocidade e Acoplamentos. A credibilidade da PTI no Brasil
foi adquirida desde sua fundação, sendo baseada numa sólida engenharia, utilizando maquinário de
última geração na fabricação dos equipamentos, agilidade e competência nos serviços de atendimento
ao cliente, atuando nos mais diversos segmentos de mercado.
Obs.: Para seleção de acoplamento ECOTORK, vá para a pg. 34
SEM RELUBRIFICAÇÃO
SELEÇÃO DE ACOPLAMENTO PTI-
Fator de Serviço: Determine o fator de serviço conforme página 04.
Mínimo Torque Requerido para o Acoplamento: Este torque deve ser calculado conforme
fórmula abaixo:
Mínimo Torque p/ o Acoplamento = F.S. (Fator de Serviço) x Torque Requerido.
Se somente a potência for conhecida então:
Os Fatores de Serviço são apenas uma orientação, baseada na experiência e na razão entre o torque do acoplamento
e as características do sistema. As características do sistema são melhor mensuradas com um medidor de torque.
Tamanho: Para seleção de tamanho, primeiro escolha o modelo, depois vá até a página do modelo do acoplamento
escolhido para a aplicação e escolha um tamanho que atenda em torque o mínino torque calculado no passo anterior.
Seleção Final: Confira a rotação (rpm), furo máximo, GAP e dimensões.
Fórmula c/ kW
Mínimo Torque
(Nm)
= kW x 9550 x F.S.
rpm
Fórmula c/ cv
rpm
= cv x 7202 x F.S.
Mínimo Torque
(Nm)
POWER
TRANSMISSION
INDUSTRIES
ÍNDICE
03
Tabela - Fatores de serviço para acoplamentos PTI- ........ 04
Acoplamento STEELFLEX T-SÉRIE 1000.................................... 05
Acoplamento STEELFLEX F....................................................... 14
Acoplamentos de engrenagem série 1000/2000.................... 17
Acoplamento Elástico tipo WRAPFLEX...................................... 28
Acoplamento Elástico ECOTORK ............................................ 32
Protetor de Acoplamento ORANGE PEEL................................. 52
Acoplamentos Flexíveis Tipo RD .................................... 53
Questionário Consulta .......................................................... 59
Saiba como obter a garantia na graxa LTG, informações
sobre embalagens e benefícios para sua aplicação................ 60
05
14
17
28
32
53
52
POWER
TRANSMISSION
INDUSTRIES
ACOPLAMENTO
TABELA 1 - FATORES DE SERVIÇO PARA ACOPLAMENTOS PTI- +
Os fatores de serviço listados são típicos de operações normais de sistemas de transmissão de força.
Para aplicações com cargas de pico repetitivas, consultar a PTI - .
Listagem alfabética por indústrias
Listagem alfabética de aplicações
Fator de serviço
Aeradores .........................................2,0
Agitadores
Roscas, hélices ou pás...............................1,0
Alimentadores
Correias, discos ou roscas........................1,0
Alternativos ................................................2,5
Bombas
Centrífugas
Velocidade constante................................1,0
Variação freqüente de velocidade
sob carga ...................................................1,25
Desincrustadoras com acumulador..........1,25
Engrenagens, rotativas ou palhetas.........1,25
Alternativas (recíprocas)
1 cilindro simples ou dupla ação .........3,0
2 cilindros simples ação ........................2,0
2 cilindros dupla ação...........................1,75
3 ou mais cilindros.................................1,5
Classificadores ou Clarificadores1,0
Compressores
Centrífugos .................................................1,0
Rotativos, de lóbulos ou palhetas ............1,25
Rotativos, parafuso ....................................1,0
Alternativos (recíprocos)
Acoplados diretamente consultar o
Sem volante de inércia consultar o
*Com volante de inércia e engrenagem
de redução entre compressor e motor
1 cilindro simples ação ...................3,0
1 cilindro dupla ação......................3,0
2 cilindros simples ação..................3,0
2 cilindros dupla ação....................3,0
3 cilindros simples ação..................3,0
3 cilindros dupla ação....................2,0
4 cilindros ou mais, simples ação ..1,75
4 cilindros ou mais, dupla ação.....1,75
Dinamômetros...................................1,0
Eixo principal de acionamento
Aciona vários equipamentos....................1,5
Elevadores
Caçamba , descarga centrífuga ..............1,25
Passageiros.................................não permitido
Descarga por gravidade ..........................1,25
Extrusoras de plásticos.......................1,5
Geradores
Carga uniforme..........................................1,0
Serviço de guincho
ou estrada de ferro....................................1,5
Solda...........................................................2,0
fabricante
fabricante
fabricante
fabricante
Fator de serviço
Guindastes ou guinchos
Guincho principal ...........................1,75
Caçamba .........................................1,75
Inclinação da lança........................1,5
Deslocamento da ponte ou carro............1,75
Lavadoras e batedoras ......................2,0
Máquinas de conformação (metais)
Carro de banca de trefila,
acionamento principal,
extrusoras, modeladoras
e laminadoras ............................................2,0
Cortadoras.................................................1,0
Trefiladoras de arame
e aplainadoras...........................................1,75
Bobinadeiras ou desbobinadeiras...........1,5
Máquinas operatrizes
Acionamento principal..............................1,5
Acionamento auxiliar................................1,0
Acionamento Transversal..........................1,0
Dobradeiras, puncionadoras,
pressas, cunhadoras..................................1,75
Misturadores (ver agitadores)
Concreto.....................................................1,75
Muller..........................................................1,5
Moinhos de argamassa .....................1,75
Moinhos
Martelos .....................................................1,75
Rolos ou barras..........................................1,5
Peneiras
Lavagem a água ou ar..............................1,0
Puxador de vagão .............................1,5
Secadores
Centrífugos .................................................1,0
Lóbulos ou palhetas...................................1,25
Vibratórios..................................................2,0
Tambores rotativos.....................................1,75
Transportadores
Lamelas, correia,
roscas, correntes, abas..............................1,0
Canecas......................................................1,25
Desmoldador e reversor............................3,0
Ventiladores
Centrífugos .................................................1,0
Torre de resfriamento ................................2,0
Ventilação forçada (início de linha) ........1,5
Ventilação forçada acionada
por motor hidráulico..................................1,0
Recirculador de gases...............................1,5
Tiragem forçada com controle
de vazão ou limpador de lâmina ............1,25
Tiragem forçada sem controles................2,0
Fator de serviço
Açucareira
Desfibradores e Picadores........................2,0
Moendas acionadas por
turbina e engrenagens externas
helicoidais .................................................1,5
Acionadas por motor
elétrico ou pistão e engrenagens
externas helicoidais...................................2,0
Engrenagens externas de dentes
retos qualquer que seja
o acionamento usado ...............................2,0
Esteira alimentadora e niveladora...........1,75
Alimentícia/Bebidas
Cozinhadores de cereais..........................1,25
Misturadores de massa, trituradores........1,75
Máquina de encher latas, garrafas.........1,0
Borracha
Calandras...................................................2,0
Extrusoras ...................................................1,75
"Banbury" ...................................................2,5
Moinhos aquecedores
1 ou 2 em linha ......................................2,0
3 ou mais em linha.................................1,75
Moinhos misturadores , refinadores
ou laminadores
1 ou 2 em linha ......................................2,5
3 ou 4 em linha ......................................2,0
5 ou mais em linha.................................1,75
Dragas
Acionamento do desagregador...............2,0
Enrolador de cabos...................................1,75
Bomba (carga uniforme)...........................1,5
Osciladores (guincho de manobra).........1,5
Madeira
Transportador de retalhos ........................1,75
Transportador de serragem......................1,25
Transportadora de toras ...........................2,0
Serras de fita..............................................1,5
Serra circular "Cut-Off" ............................1,75
Serra Oscilante consultar
Plainadora..................................................1,75
Laminação de Metais
Desempenadores.......................................2,0
Bobinadeira a quente ...............................2,0
Bobinadeira a frio .....................................1,5
Acionamento de fornos.............................2,0
Mesas de transferência
com reversão..........................................3,0
sem reversão...........................................1,5
Usinas de coque
empurrador ............................................2,5
abridor de portas...................................2,0
puxador (redutor de movimento)..........3,0
o fabricante
o fabricante
Fator de serviço
Laminador a frio consultar o
desbastador e descascador consultar o
Alimentadores............................................3,0
Laminador a quente
laminador ou desbastador,
de ligotes ou barras consultar o
Perfurador de tubos........................................3,0
Papel
Batedor e despolpador.............................1,75
Bobinadeiras..............................................1,5
Batedor de feltro .......................................2,0
Branqueador, alvejador............................1,0
Calandra e super calandra ......................1,75
Cortadoras.................................................2,0
Descascadoras ..........................................2,0
Esticador de feltro .....................................1,25
"Fourdrinier" ...............................................1,75
Lavadoras, espessadoras,
câmaras de estoque..................................1,5
Misturador de polpa.................................1,75
Picador........................................................2,5
Prensa, moinho de polpa..........................1,75
Revestidores................................................1,0
Secadoras, cilindros "Couch" ..................1,75
Processamento de agregados,
cimento, fornos de mineração.
Britadores ...................................................2,5
Moinhos de rolos ou bolas
com acionamento direto ou
no eixo de baixa rotação do
redutor com acionamento direto
ou no eixo de baixa rotação do
redutor com acionamento final de
engrenagens de dentes retos ...................2,0
Engrenagens helicoidais...........................1,75
Moinhos de martelos ................................1,75
Secadores rotativos...................................1,75
Moinhos de tamboreamento....................1,75
Refinarias
Bombeamento de poços petrolíferos
com torque máximo de 150%..................2,0
Resfriadores................................................1,25
Secadores ..................................................2,0
Filtroprensa de parafina............................1,5
Indústria têxtil
Calandras e cardadeiras..........................1,5
Dosadores, lustradeiras,
afelpadoras, lustradeiras,
Ensaboadoras............................................1,25
Enroladores, esticadores, e torcedores ...1,5
Máquina de acabamento de telas ..........1,5
Tambores de secagem, teares..................
fabricante
fabricante
fabricante
fabricante
fabricante
fabricante
Para aplicações com cargas de pico, consultar a PTI - FALK.
Se ocasionalmente acontecer transporte de passageiros, consultar a fábrica para uma seleção
segura bem como dos acessórios para atender códigos de segurança.
+ Para acionamentos por motor a
explosão referir a tabela 2. Quando
motores elétricos, geradores,
compressores são equipados com
mancais de escorregamento,
use limitadores de movimento axial
nos acoplamentos, para proteger os
mancais, estes acessórios devem ser
pedidos junto com o acoplamento.
*Se for necessário compensação no
balanceamento por peso em local
oposto, consultar a PTI - .
TABELA 2 FATORES DE SERVIÇOS PARA MOTORES
-
Fatores de serviço para motores a explosão são os requeridos para aplicações onde a boa regulagem fornecida pelo volante, evita flutuações
de torque dentro de ±20%. Para unidades onde a variação de torque excede este valor, ou a operação se encontra próxima a uma vibração
crítica ou torsional, um estudo de massas elásticas é necessário.
Para usar a tabela 2, primeiro determine o fator de serviço da aplicação pela tabela1, e com esse valor, determinar o valor de fator de serviço a aplicar
para o MOTOR. Se este é maior que 2 devemos consultar o fabricante, pois a aplicação precisará de uma análise mais criteriosa.
NÚMERO DE CILINDROS
Fator de serviço da tabela 1
Fator de serviço do motor
4 ou 5 6 ou mais
1,0 1,25 1,5 1,75 2,0 1,0 1,25 1,5 1,75 2,0
2,0 2,25 2,5 2,75 3,0 1,5 1,75 2,0 2,25 2,5
04
POWER
TRANSMISSION
INDUSTRIES
ACOPLAMENTOS
STEELFLEX T
SÉRIE 1000
As grades do acoplamento Steelflex T possuem
secção trapezoidal e são fabricadas em aço
ligado de alta resistência temperadas e
revenidas para dureza de molas. A superfície
é então jateada com micro esferas de aço com
grande precisão de operação denominada de
"Shot peenning" que comprimem as moléculas
da superfície por trabalho mecânico.
Quando a carga é aplicada na grade,
as forças tendem a separar seus braços,
mas na grade 1000T a carga precisa
primeiro vencer as forças de compressão
criadas pelo picotamento de precisão da
superfície "Shot peening" e então submeter a
grade a sua tensão limite. O efeito é um
AUMENTO drástico na CAPACIDADE,
fornecendo a reserva de resistência para
longa vida, e permitindo portanto a seleção
de um acoplamento de menor tamanho físico,
para um mesmo esforço.
Com o acoplamento 1000T a PTI -
oferece uma evidência positiva de liderança
no campo de projeto e desenvolvimento de
acoplamentos flexíveis. A tecnologia avançada
é combinada com longos testes e toda a nossa
experiência de campo nestes acoplamentos.
Períodos Estendidos na Manutenção
Podemos agora instalar o acoplamento e
lubrificar com a avançada Graxa de Longa
Duração "LTG" da - e esquecer as
rotinas periódicas de manutenção. A graxa
"LTG" da PTI - foi desenvolvida
especialmente para uso em acoplamentos.
É altamente resistente a separação de óleo
e dos agentes espessadores que ocorre
normalmente nas graxas. Graxas de uso
geral sofrem separação pela ação das forças
centrífugas existentes nos acoplamentos.
PTI
Esta falha acelera o desgaste e fadiga das grades.
O uso da graxa "LTG" garantirá a lubrificação necessária
nas grades "T" eliminando os ciclos de rotina de lubrificação.
Instalação Rápida
A grades "T" são de simples camada e de extrema facilidade de encaixe nos rasgos do
cubo, muito mais rapidamente que a colocação da grade retangular. Nos tamanhos
menores são utilizados o ajuste deslizante na montagem eixo/cubo para facilitar
a operação. Finalmente a prática tampa bipartida é colocada com auxílio de ferramentas
standard.
Facilidade de Manutenção
A grade "T" é o elemento de desgaste do acoplamento STEELFLEX sendo somente uma
fração do custo do acoplamento completo. As grades "T" são facilmente acessíveis pela
simples remoção da tampa bipartida e a remoção da grade obtida por uma chave de
fenda ou barra. Nos tamanhos menores a recolocação das grades "T" é simples por
colocação direta nos rasgos sem a necessidade dos esforços adicionais (como um martelo),
nem mover equipamentos como acontece nos outros acoplamentos como os de engrenagem
e de elastômeros. A necessidade de mover parte do equipamento sempre gera maior custo
e requer tempo.
Versatilidade do Projeto
Os componentes da série 1000T são dimensionalmente intercambiáveis com os da série
10T. Nos tamanhos menores, dois tipos de tampa são disponíveis. Produtos para
aplicações complementares das normais são disponíveis tais como: acoplamento
com espaçador; com eixo pilotado; com polia ou disco de freio e o controlador de torque.
Disponibilidade
A grande maioria dos acoplamentos e peças de reposição são encontradas em nossos
Distribuidores e se necessário, encomendadas em regime URGENTE da fábrica.
A disponibilidade normal é com furo bruto ou mínimo ou com furos usinados sob medida,
a pedido do cliente.
05
POWER
TRANSMISSION
INDUSTRIES
ACOPLAMENTO DE GRADE ELÁSTICA TIPO T
A FUNÇÃO DE UM ACOPLAMENTO NÃO É SÓ DE LIGAR DOIS EIXOS, MAS
SIM DE PROTEGER OS DISPENDIOSOS EQUIPAMENTOS MOTORES
E MOVIDOS DO DESALINHAMENTO, CARGAS DE CHOQUES, VIBRAÇÕES
E CARGAS AXIAIS.
Proteção quanto ao
desalinhamento dos eixos
A grade está livre para inclinar,
rodar e flutuar entre os dentes
dos cubos.
Generosa capacidade ao
desalinhamento é permitida sem
produzir cargas nocivas
de rolamento lateral como as
criadas por muitos dos
acoplamentos de elastômeros.
O movimento das grades "T"
nos rasgos acomoda o
desalinhamento paralelo e
ainda permite o pleno
funcionamento da ação
grade-rasgo em absorver
choques e vibrações.
Paralelo
Submetido a desalinhamento
angular o projeto do conjunto
grade-rasgo permite o rolamento
e deslizamento sem afetar a
capacidade de transmissão
de potência pela grade.
Angular
Folgas axiais extremas
em ambos os cubos (motor
e movido) permitem livre
movimento das grades
nos rasgos. A flutuação poderá
ser controlada se necessário,
por meio de conjuntos auxiliares
de limitação de deslocamento
axial.
Axial
Flexibilidade torsional é a capacidade do acoplamento PTI - STEELFLEX "T" para defletir no sentido da
torsão, quando submetido a cargas normais, choque ou de natureza vibratória, permitindo uma acomodação
elástica com a variação das condições de carga.
Ele absorve a energia de impacto e a distribui sobre um incremento de tempo. Amortece as vibrações reduzindo
picos ou choques de carga em até 30%. Pode ser considerado como um amortecedor para movimento rotativos
baseado na preditabilidade de resistência de grades de aço na flexibilidade torsional.
Proteção contra cargas de choque, vibração e cargas axiais.
Você pode trabalhar sem a flexibilidade torsional, mas pode
arriscar a danificar equipamento caro e de difícil reposição ?
A grade se apoia nos extremos dos dentes do acoplamento como mostrado,
o espaço entre pontos de contato deixam o restante da grade livre para flexionar
sob variações de carga.
Cargas leves
Conforme a carga aumenta, a distância entre os pontos de contato diminui, porém
deixando ainda comprimento suficiente de grade para flexionar amortecendo
as cargas de choque.
Cargas normais
O acoplamento é flexível dentro de sua capacidade projetada.
Submetido a sobrecargas extremas, a grade assenta completamente no dente do
cubo e transmite diretamente toda a carga.
Cargas de choque
Choque e Vibração Reduzidos em 30% ou mais
06
POWER
TRANSMISSION
INDUSTRIES
ACOPLAMENTO DE GRADE ELÁSTICA TIPO T
Tipos de Acoplamentos
T10
Tampa bipartida horizontal.
Uso geral.
Fácil acesso a grade.
Mínimo tempo de reparo.
Ideal para locais de
dimensões reduzidas.
Pino interno na tampa evita
giro na reversão.
T20
Tampa bipartida vertical.
Uso geral.
Ideal para velocidades mais
altas.
T31
Forma de espaçador,
desmontável.
Próprio para uso em bombas.
Permite espaço entre eixos
para fácil manutenção de
selos e rolamentos de
bombas.
T35
Forma de semi espaçador
quando não é necessário o
T31.
Mais econômico que o T31.
Necessário remover a grade
e tampa para reparo de selos
e rolamentos de bombas.
T50 (só acoplamento)
Tampa pilotada para
aplicação de transmissão por
eixos flutuantes. Pode ser
usado no lugar de um
acoplamento de engrenagem,
simples engrenagem para
fornecer a característica de
resiliência torsional com baixo
custo operacional.
T50
Forma de acoplamento pilotado duplo
com eixo flutuante para conectar
equipamentos a distâncias maiores.
Combina a resiliência dos elastômeros
com a forte capacidade de torque dos
acoplamentos de engrenagem.
T70
Forma de acoplamento para
alta velocidade .
Acima da faixa dos T10 e
T20 básicos.
A forma é de tampa única
com balanceamento dos
componentes.
T10 / G82
Forma de espaçador para
altos torques.
Combinação de dois
acoplamentos normais com
peças de estoque.
O eixo desmonta por
remoção dos parafusos do
G82 e da grade T10.
07
POWER
TRANSMISSION
INDUSTRIES
ACOPLAMENTO DE GRADE ELÁSTICA TIPO T
TIPO T10 - COM TAMPA BIPARTIDA HORIZONTAL
TAMANHOS DE 1020 T10 A 1260 T10 (dimensões em milímetros)
S
C
GAP
GRADE
TAMPA
C
A
D
BUJÃO
CUBO
J
B
A
F
Tamanhos
1150 a 1200
F A
Tamanhos
1210 a 1230
J
A
Tamanhos
1240 a 1260
A
Tamanhos
1020 a 1140
Corte das Tampas
08
Furo
mínimo
(mm)
Peso da
graxa
(kg) A B C D F S Folga
J
Peso do
acopl.sem
graxa (kg)
1020T
1030T
1040T
1050T
1060T
1070T
1080T
1090T
1100T
1110T
1120T
1130T
1140T
1150T
1160T
1170T
1180T
1190T
1200T
1210T
1220T
1230T
1240T
1250T
1260T
1020T
1030T
1040T
1050T
1060T
1070T
1080T
1090T
1100T
1110T
1120T
1130T
1140T
1150T
1160T
1170T
1180T
1190T
1200T
1210T
1220T
1230T
1240T
1250T
1260T
52
149
249
435
684
994
2.050
3.730
6.280
9.320
13.700
19.900
28.600
39.800
55.900
74.600
103.000
137.000
186.000
249.000
336.000
435.000
559.000
746.000
932.000
4500
4500
4500
4500
4350
4125
3600
3600
2440
2250
2025
1800
1650
1500
1350
1225
1100
1050
900
820
730
680
630
580
540
28
35
43
50
56
67
80
95
110
120
140
170
200
215
240
280
300
335
360
390
420
450
480
12,7
12,7
12,7
12,7
19,1
19,1
27
27
41
41
60
60
67
108
121
133
152
152
178
178
203
203
254
254
254
1.125
1.375
1.625
1.875
2.125
2.500
3.000
3.500
4.000
4.500
5.000
6.000
7.250
8.000
9.000
10.000
11.000
12.000
13.000
14.000
15.000
16.000
17.000
18.500
20.000
1,9
2,6
3,4
5,4
7,3
10,5
17,7
25
42
55
81
120
178
234
317
448
620
776
1060
1425
1785
2270
2955
3835
4685
0,03
0,04
0,05
0,07
0,09
0,11
0,17
0,25
0,43
0,51
0,74
0,91
1,14
2,0
2,8
3,5
3,8
4,4
5,6
10,5
16,1
24,1
33,8
50
67
97,0
105,7
114,3
135,1
147,8
158,8
190,5
211,1
251,0
269,7
307,8
345,9
384,0
453,1
501,9
566,9
629,9
675,6
756,9
844,6
920,8
1003,3
1087,1
1181,1
1260,9
98,6
98,6
104,6
124,0
130,0
155,4
180,8
200
246
259
305
330
375
372
403
438
484
525
565
622
663
704
749
815
876
47,8
47,8
50,8
60,5
63,5
76,2
88,9
98,6
121
127
149
162
184
183
198
216
239
259
279
305
325
345
368
401
432
39,6
49,3
57,1
66,6
76,2
87,4
105
124
142
160
179
217
254
270
305
356
394
437
498
533
572
610
648
711
762
..........
..........
..........
..........
..........
..........
..........
..........
..........
..........
..........
..........
..........
390
436
487
555
608
660
750
822
905
..........
..........
..........
66,6
68,3
69,9
79,2
91,9
95,3
116
122
155
162
192
195
201
271
279
304
321
325
356
432
490
546
648
699
762
39,1
39,1
40,1
44,7
52,3
53,9
64,5
71,6
..........
..........
..........
..........
..........
..........
..........
..........
..........
..........
..........
..........
..........
..........
..........
..........
..........
3,2
3,2
3,2
3,2
3,2
3,2
3,2
3,2
4,8
4,8
6,4
6,4
6,4
6,4
6,4
6,4
6,4
6,4
6,4
12,7
12,7
12,7
12,7
12,7
12,7
TAMANHO
Torque
Nominal
(Nm)
Tamanho
Rotação
Máxima
(rpm)
Furo Máximo
Pol
Dimensões (mm)
As dimensões são somente para referência e estão sujeitas a alteração sem aviso prévio a menos que
constem em certificados dimensionais; Nos tamanhos 1020 a 1230T as tampas são de liga de alumínio
fundido, e de 1240T a 1260T são fabricados em aço.
O furo mínimo é o menor furo que é necessário para movimentação do acoplamento com furo bruto, e
dependendo do tamanho será somente um furo de centragem cego. Nos furos mínimos os cubos não
são fornecidos com furo e rosca para parafuso trava.
Furos máximos são menores que os mostrados acima quando montados com interferência e parafuso sobre
chaveta; Consulte o folheto 427-105 para detalhes. Para os furos máximos acima dos tamanhos 1020T a 1090T
são fornecidos com ajuste leve e parafuso com trava sobre a chaveta. Nos tamanhos maiores o ajuste é de
interferência sem parafuso de trava. Furos máximos com chaveta métrica conf. DIN 6885 e ISO/R773. Para
chavetas em polegadas, conf. ANSI B17.1 STD
Para velocidade de aplicação acima das indicadas consultar a PTI -
Consultar a PTI
POWER
TRANSMISSION
INDUSTRIES
ACOPLAMENTO DE GRADE ELÁSTICA TIPO T
As dimensões são somente para referência e estão sujeitas a alteração sem aviso prévio a menos que constem em certificados dimensionais.
Furos máximos são menores que os mostrados acima quando montados com interferência e parafuso sobre chaveta; Consulte o folheto 427-105 para detalhes. Para os furos máximos acima dos tamanhos de 1020T a 1090T
são fornecidos com ajuste leve e parafuso com trava sobre a chaveta. Nos tamanhos maiores o ajuste é de interferência sem parafuso de trava. Furos máximos com chaveta métrica conf. DIN 6885 e ISO/R773.
Para chavetas em polegadas, consultar a PTI - .
O furo mínimo é o menor furo que é necessário para movimentação do aclopamento com furo bruto, e dependendo do tamanho será somente um furo de centragem cego. Nos furos mínimos os cubos não são fornecidos com
furo e rosca para parafuso trava.
Para velocidade de aplicação acima das indicadas consultar a PTI - .
Furo
mínimo
(mm)
Pol
Peso da
graxa
(kg)
A
mínimo máximo
B E
DD F S Folga
U
Peso
sem
furo e
BE mín.
(Kg)
Furo Máximo
1020T
1030T
1040T
1050T
1060T
1070T
1080T
1090T
1100T
1110T
1120T
1130T
1140T
52
149
249
435
684
994
2.050
3.730
6.280
9.320
13.700
19.900
28.600
3600
3600
3600
3600
3600
3600
3600
3600
2440
2250
2025
1800
1650
35
43
56
67
80
85
95
110
130
150
170
190
210
1.375
1.625
2.125
2.375
2.875
3.125
3.500
4.000
4.750
5.500
6.250
7.000
8.000
12,7
12,7
12,7
12,7
19,1
19,1
27,0
27,0
38,1
50,8
63,5
76,2
88,9
3,9
5,3
8,5
12,5
20,0
24,7
39,4
60,4
90,2
119
178
237
327
0,03
0,04
0,05
0,07
0,09
0,11
0,17
0,25
0,43
0,51
0,74
0,91
1,14
97,0
105,7
114,3
135,1
147,8
158,8
190,5
211,1
251,0
269,7
307,8
345,9
384,0
35,0
41,1
53,8
60,5
73,1
79,2
88,9
101,6
90,4
104,1
119,4
134,6
152,4
88,9
88,9
88,9
111,3
122,2
127,0
155,5
163,5
203,2
209,6
246,1
257,0
266,7
203
216
216
216
330
330
406
406
406
406
406
406
406
52,3
59,4
78,5
87,4
103,1
109,5
122,2
142,7
171,5
197,0
225,5
238,3
266,7
0,8
0,8
0,8
0,8
1,8
1,8
1,8
1,8
1,6
1,6
1,6
1,6
1,6
1,8
1,8
1,8
1,8
2,8
2,8
2,8
2,8
3,2
3,2
4,0
4,0
4,0
4,8
4,8
4,8
4,8
4,8
4,8
4,8
4,8
6,4
6,4
9,5
9,5
9,5
0,250
0,250
0,250
0,312
0,375
0,375
0,500
0,625
0,750
0,750
0,875
1,000
1,125
4.Gr8
8.Gr8
8.Gr8
8.Gr8
8.Gr8
12.Gr8
12.Gr8
12.Gr5
12.Gr5
12.Gr5
12.Gr5
12.Gr5
12.Gr5
85,9
93,7
112,8
125,5
144,5
152,4
177,8
209,6
251,0
276,4
319,0
346,0
386,0
27,4
31,5
27,4
40,6
43,2
46,7
49,8
56,9
..........
..........
..........
..........
..........
TAMANHO
Torque
Nominal
(Nm)
Rotação
Máxima
(rpm)
Dimensões (mm)
Parafusos de Flange
Quant.
E Grau
Diamêtro
(pol)
GRADE
GAP
TAMPA
PARAFUSO
DA FLANGE
S
U
U
S
E
E
B
B
A
F
DD
CUBO
ESPAÇADOR
CUBO
ESPAÇADOR
BE
entre pontas
de eixo
BUJÃO
TIPO T31 - ACOPLAMENTO COM ESPAÇADOR
TAMANHOS DE 1020 T31 A 1140 T31 (dimensões em milímetros)
100
140
180
250
X
X
X
X
X
X
X
X
X
X
X
X
X
X
X
X
X
X
X
X
X
X X X X
1020T 1030T 1040T 1050T 1060T 1070T 1080T 1090T 1100T 1110T 1120T
Espaçador BE
Tamanho do acoplamento
Comprimentos
Normalizados
(mm)
(BE = Distância entre pontas de eixos)
Comprimentos normalizados de espaçadores para o mod. T31
09
BE
POWER
TRANSMISSION
INDUSTRIES
ACOPLAMENTO DE GRADE ELÁSTICA TIPO T
TAMANHO
Distância paralela P (mm) Dist. paralela P
Folga normal 10%
Tipos
T10, T20
T31, T35
Tipos
T10, T20
T31, T35
Tipo
T50
Tipo
T70
Tipo
T70
Angular
X-Y
0
(1/16 )
Angular
X-Y
0
(1/4 )
Todos
exceto
T31
Tipo
T31
Recomendação para instalação (máx.) Valores para operação máx.
1020T
1030T
1040T
1050T
1060T
1070T
1080T
1090T
1100T
1110T
1120T
1130T
1140T
1150T
1160T
1170T
1180T
1190T
1200T
1210T
1220T
1230T
1240T
1250T
0,15
0,15
0,15
0,20
0,20
0,20
0,20
0,20
0,25
0,25
0,28
0,28
0,28
0,30
0,30
0,30
0,38
0,38
0,38
0,46
0,46
0,46
0,48
0,51
0,08
0,08
0,08
0,10
0,13
0,13
0,15
0,18
0,20
0,23
0,25
0,30
0,33
0,41
0,46
0,51
0,56
0,61
0,69
0,74
0,81
0,89
0,97
1,07
0,30
0,30
0,30
0,41
0,41
0,41
0,41
0,41
0,51
0,51
0,56
0,56
0,56
0,61
0,61
0,61
0,76
0,76
0,76
0,91
0,91
0,97
0,97
1,02
0,25
0,30
0,33
0,41
0,46
0,51
0,61
0,71
0,84
0,91
1,02
1,19
1,35
1,57
1,78
2,01
2,26
2,46
2,72
3,00
3,28
3,61
3,91
4,29
3
3
3
3
3
3
3
3
5
5
6
6
6
6
6
6
6
6
6
13
13
13
13
13
...........
0,05
..........
0,05
.........
0,05
0,05
0,08
0,08
0,08
0,08
0,10
0,10
0,10
0,13
0,13
0,13
0,15
0,15
.........
.........
.........
.........
.........
...........
0,08
..........
0,10
.........
0,10
0,10
0,10
0,13
0,13
0,08
0,15
0,15
0,15
0,15
0,15
0,20
0,20
0,20
.........
.........
.........
.........
.........
...........
0,15
..........
0,20
.........
0,20
0,20
0,20
0,25
0,25
0,28
0,28
0,28
0,30
0,30
0,30
0,38
0,38
0,38
.........
.........
.........
.........
.........
5
5
5
5
5
5
5
5
6
6
10
10
10
10
10
10
10
10
10
.........
.........
.........
.........
.........
Desalinhamento dos acoplamentos
Capacidade de
desalinhamento
milímetros
Máxima vida e mínima manutenção para acoplamento e equipamento conectado,
serão resultados de um bom alinhamento. A expectativa de vida do acoplamento
entre o alinhamento inicial e o máximo limite de operação é função da carga ,
velocidade e lubrificação . Para aplicações que requeiram grande desalinhamento,
consulte a PTI - .
Desalinhamento angular é a dimensão X menos Y.
Desalinhamento paralelo é a distância entre as linhas de centro dos cubos.
Valores podem ser combinados para qualquer aplicação.
Desalinhamento
Angular
Desalinhamento
Paralelo
Folga
As distâncias limites de operação entre o tipo T50 com eixo flutuante é função de ¼ º e a
distância entre pontas de eixos.
10
Obs.: Para os acoplamentos de engrenagem a montagem deverá ser feita com interferência
Furos recomendados para cubos PTI- (mm)
12
14
16
18
Diâmetro do Eixo
j6
0,008/-0,003
F7
0,016 / 0,034
MM
12,008 / 11,997
14,008 / 13,997
16,008 / 15,997
18,008 / 17,997
Ajuste com Folga
Furo do Cubo Folga *
0,008
0,037
12,016 / 12,034
14,016 / 14,034
16,016 / 16,034
18,016 / 18,034
19
20
22
24
25
28
30
j6
0,009 / – 0,004
F7
0,020 / 0,041
MM
19,009 / 18,996
20,009 / 19,996
22,009 / 21,996
24,009 / 23,996
25,009 / 24,996
28,009 / 27,996
30,009 / 29,996
0,011
0,045
19,020 / 19,041
20,020 / 20,041
22,020 / 22,041
24,020 / 24,041
25,020 / 25,041
28,020 / 28,041
30,020 / 30,041
32
35
38
40
42
45
48
50
k6
0,018 / 0,002
F7
0,025 / 0,050
>30
MM
32,018 / 32,000
35,018 / 35,002
38,018 / 38,002
40,018 / 40,002
42,018 / 42,002
45,018 / 45,002
48,018 / 48,002
50,018 / 50,002
0,007
0,048
32,025 / 32,050
35,025 / 35,050
38,025 / 38,050
40,025 / 40,050
42,025 / 42,050
45,025 / 45,050
48,025 / 48,050
50,025 / 50,050
55
56
60
63
65
70
71
75
80
m6
0,030 / 0,011
F7
0,030 / 0,060
>50
MM
55,030 / 55,011
56,030 / 56,011
60,030 / 60,011
63,030 / 63,011
65,030 / 65,011
70,030 / 70,011
71,030 / 71,011
75,030 / 75,011
80,030 / 80,011
0,000
0,049
55,030 / 55,060
56,030 / 56,060
60,030 / 60,060
63,030 / 63,060
65,030 / 65,060
70,030 / 70,060
71,030 / 71,060
75,030 / 75,060
80,030 / 80,060
85
90
95
100
m6
0,035 / 0,013
F7
0,036 / 0,071
>80
MM
85,035 / 85,013
90,035 / 90,013
95,035 / 95,013
100,035 / 100,013
0,001
0,058
85,036 / 85,074
90,036 / 90,071
95,036 / 95,071
100,036 / 100,071
110
120
m6
0,035 / 0,013
F7
0,036 / 0,071
>100
MM
110,035 / 110,013
120,035 / 120,013
110,036 / 110,071
120,036 / 120,071
125
130
140
150
160
170
180
m6
0,040 / 0,015
F7
0,043 / 0,083
>120
MM
125,040 / 125,015
130,040 / 130,015
140,040 / 140,015
150,040 / 150,015
160,040 / 160,015
170,040 / 170,015
180,040 / 180,015
0,003
0,068
125,043 / 125,083
130,043 / 130,083
140,043 / 140,083
150,043 / 150,083
160,043 / 160,083
170,043 / 170,083
180,043 / 180,083
M6
– 0,015 / – 0,004
Ajuste com Interferência
Furo do Cubo Interferência
– 0,023
– 0,001
11,985 / 11,996
13,985 / 13,996
15,985 / 15,996
17,985 / 17,996
M6
– 0,017 / – 0,004
– 0,026
0,000
18,983 / 18,996
19,983 / 19,996
21,983 / 21,996
23,983 / 23,996
24,983 / 24,996
27,983 / 27,996
29,983 / 29,996
K6
– 0,013 / 0,003
– 0,031
0,001
31,987 / 32,003
34,987 / 35,003
37,987 / 38,003
39,987 / 40,003
41,987 / 42,003
44,987 / 45,003
47,987 / 48,003
49,987 / 50,003
K7
– 0,021 / 0,009
– 0,051
– 0,002
54,979 / 55,009
55,979 / 56,009
59,979 / 60,009
62,979 / 63,009
64,979 / 65,009
69,979 / 70,009
70,979 / 71,009
74,979 / 75,009
79,979 / 80,009
M7
– 0,035 / 0,000
– 0,070
– 0,013
84,965 / 85,000
89,965 / 90,000
94,965 / 95,000
99,965 / 100,000
P7
– 0,059 / – 0,024
109,941 / 109,976
119,941 / 119,976
P7
– 0,068 / – 0,028
– 0,108
– 0,043
124,932 / 124,972
129,932 / 129,972
139,932 / 139,972
149,932 / 149,972
159,932 / 159,972
169,932 / 169,972
179,932 / 179,972
– 0,094
– 0,037
190
200
Diâmetro do Eixo
m6
0,046 / 0,017
F7
0,050 / 0,096
>180
MM
190,046 / 190,017
200,046 / 190,017
Ajuste com Folga
Furo do Cubo Folga *
0,004
0,079
190,050 / 190,096
200,050 / 200,096
210
220
225
m6
0,046 / 0,017
F7
0,050 / 0,096
>200
MM
210,046 / 210,017
220,046 / 220,017
225,046 / 225,017
210,050 / 210,096
220,050 / 220,096
225,050 / 225,096
230
240
250
m6
0,046 / 0,017
F7
0,050 / 0,096
>225
MM
230,046 / 230,017
240,046 / 240,017
250,046 / 250,017
230,050 / 230,096
240,050 / 240,096
250,050 / 250,096
260
270
280
m6
0,052 / 0,020
F7
0,056 / 0,108
>250
MM
260,052 / 260,020
270,052 / 270,020
280,052 / 280,020
0,004
0,088
260,056 / 260,108
270,056 / 270,108
280,056 / 280,108
290
300
310
315
m6
0,052 / 0,020
F7
0,056 / 0,108
>280
MM
290,052 / 290,020
300,052 / 300,020
310,052 / 310,020
315,052 / 315,020
290,056 / 290,108
300,056 / 300,108
310,056 / 310,108
315,056 / 315,108
320
330
340
350
355
m6
0,057 / 0,021
F7
0,062 / 0,119
>315
MM
320,057 / 320,021
330,057 / 330,021
340,057 / 340,021
350,057 / 350,021
355,057 / 355,021
320,062 / 320,119
330,062 / 330,119
340,062 / 340,119
350,062 / 350,119
355,062 / 355,119
360
370
380
390
400
m6
0,057 / 0,021
F7
0,062 / 0,119
>355
MM
360,057 / 360,021
370,057 / 370,021
380,057 / 380,021
390,057 / 390,021
400,057 / 400,021
360,062 / 360,119
370,062 / 370,119
380,062 / 380,119
390,062 / 390,119
400,062 / 400,119
P7
– 0,079 / – 0,033
Ajuste com Interferência
Furo do Cubo Interferência
0,125
– 0,050
189,921 / 189,967
199,921 / 199,967
R7
– 0,109 /– 0,063
– 0,155
– 0,080
209,891 / 209,937
219,891 / 219,937
224,891 / 224,937
R7
– 0,113 / – 0,067
– 0,159
– 0,084
229,887 / 229,933
239,887 / 239,933
249,887 / 249,933
R7
– 0,126 / – 0,074
– 0,178
– 0,094
259,874 / 259,926
269,874 / 269,926
279,874 / 279,926
R7
– 0,130 /– 0,078
– 0,182
– 0,098
289,870 / 289,922
299,870 / 299,922
309,870 / 309,922
314,870 / 314,922
R7
– 0,144 / – 0,187
319,856 / 319,813
329,856 / 329,813
339,856 / 339,813
349,856 / 349,813
354,856 / 354,813
R8
– 0,203 / – 0,114
– 0,260
– 0,135
359,797 / 359,886
369,797 / 369,886
379,797 / 379,886
389,797 / 389,886
399,797 / 399,886
– 0,201
– 0,108
410
420
430
440
450
m6
0,063 / 0,023
F7
0,068 / 0,131
>400
MM
410,063 / 410,023
420,063 / 420,023
430,063 / 430,023
440,063 / 440,023
450,063 / 450,023
410,068 / 410,131
420,068 / 420,131
430,068 / 430,131
440,068 / 440,131
450,068 / 450,131
460
470
480
490
500
m6
0,063 / 0,023
F7
0,068 / 0,131
>450
MM
460,063 / 460,023
470,063 / 470,023
480,063 / 480,023
490,063 / 490,023
500,063 / 500,023
460,068 / 460,131
470,068 / 470,131
480,068 / 480,131
490,068 / 490,131
500,068 / 500,131
R8
– 0,223 / – 0,126
409,777 / 409,874
419,777 / 419,874
429,777 / 429,874
439,777 / 439,874
449,777 / 449,874
R8
– 0,229 / – 0,132
– 0,292
– 0,155
459,771 / 459,868
469,771 / 469,868
479,771 / 479,868
489,771 / 489,868
499,771 / 499,868
– 0,286
– 0,149
0,005
0,098
0,005
0,108
POWER
TRANSMISSION
INDUSTRIES
ACOPLAMENTO DE GRADE ELÁSTICA TIPO T
COMPONENTES DOS ACOPLAMENTOS STEELFLEX TIPO T10
Marca na tampa
deve estar para
cima no caso de
aplicações na
vertical
1. Anel de Neoprene (T10)
2. Tampa (T10)
3. Cubo (especificar
diâmetro do furo e rasgo
para chaveta)
4. Grade elástica
5. Guarnição (T10)
6. Parafuso e porca de
aperto da tampa (T10)
7. Bujão
Ao solicitar peças
sobressalentes, especificar
Tamanho e Tipo conforme
marcado na tampa do
acoplamento.
NÚMEROS DE
IDENTIFICAÇÃO
Introdução
Este manual é válido para acoplamentos PTI - Steelflex (de grade trapezoidal),
tamanhos 20 a 140 T10 e 1020 a 1140 T10. A menos que o contrário seja dito, as
informações fornecidas para os tamanhos1020 a 1140 também se aplicam aos
tamanhos 20 a 140 respectivamente, isto é : 1020 = 20; 1100 = 100, etc. Esses
acoplamentos são desenhados para trabalhar na horizontal ou vertical sem
modificações. Contudo, para aplicações na vertical, a marca na tampa mostrada na
figura acima, deve ficar para cima. O desempenho e a vida dos acoplamentos
dependem grandemente de sua instalação e manutenção. Siga cuidadosamente
as instruções desse manual para uma ótima performance e um funcionamento
sem problemas.
Conexões para Lubrificação
As tampas têm furação para lubrificação com roscas de 1 / 8" NPT. Utilize uma
engraxadeira normal e uma conexão para lubrificação como mostrado no item 6
na página 12.
Limitador de Flutuação
Quando motores elétricos, geradores, compressores, motores e outros equipamentos
são equipados com mancais de escorregamento ou rolamentos de rolos cilíndricos,
recomenda-se a colocação de limitadores de flutuação axial para proteger os
rolamentos. Os acoplamentos PTI - Steelflex podem ser facilmente modificados
para limitar a flutuação axial.
Uma lubrificação adequada é essencial para o perfeito funcionamento do
acoplamento. Utilize a tabela na página 12 para verificar a quantidade de
lubrificante requerida para os diferentes tamanhos. Recomenda-se que o
acoplamento seja vistoriado uma vez por ano e que seja adicionado lubrificante se
necessário. Para condições de operações extremas ou anormais, verifique o
acoplamento mais freqüentemente.
Lubrificação
Os acoplamentos Steelflex inicialmente lubrificados com a graxa PTI - LTG não
requerem outra lubrificação até quando houver uma parada para manutenção no
equipamento conectado.
Graxa de longa vida (LTG)
O acoplamento PTI - Steelflex requer apenas ferramentas simples para a sua
instalação. Chaves de boca, régua e calibre de lâminas. Os acoplamentos
tamanhos 1020 a 1090 são geralmente fornecidos para ajustes com folga (sem
interferência) e fixação por parafusos. Para modelos a partir do tamanho 1100, os
acoplamentos são montados com interferência sem a utilização de parafusos para
fixação. Para montagem com interferência, aqueça os cubos em banho de óleo até
uma temperatura máxima de 135º C (275º F). Veja na página 12 instruções
detalhadas para montagem.
Instalação
Consulte todos os códigos de segurança aplicáveis para proteção
apropriadas de peças rotativas. Observe todas as regras de segurança ao
instalar ou fazer serviços de manutenção nos acoplamentos. Durante a
montagem, vede o rasgo de chaveta de acoplamentos com lubrificação a
óleo.
Cuidado
Todas as peças do acoplamento têm números de identificação como mostrado
acima. As peças 3 e 4 (cubos e grades), usadas nos acoplamentos T10 e T20 são
idênticas; todas as outras peças NÃO SÃO INTERCAMBIÁVEIS entre os modelos
T10 e T20. As peças do tamanho 20 são intercambiáveis com as do 1020 e assim
por diante, porém NÃO use grades laranja no lugar de grades azuis. No entanto,
grades azuis podem ser utilizadas para substituir grades laranja. Ao solicitar peças
sobressalentes, especificar o tamanho e o tipo marcados na tampa. Tampas dos
tamanhos 80 a 140 T10 foram fabricadas com duas e três nervuras; NÃO misture
essas duas metades de tampa.
Identificação
As seguintes especificações são para lubrificação anual dos acoplamentos
PTI - , trabalhando em temperatura ambiente de 18º C a +66º C (0º a 150º F).
Para temperaturas fora dessa faixa, consultar a PTI - .
* Ponto de gotejamento 149º C (300º F) ou acima.
* Consistência NLGI No 2 com valor de penetração entre 250 e 30.
* Separação e Resistência Baixo valor de separação do óleo e alta
resistência à separação por centrifugação.
* Componente Líquido Deve possuir excelentes propriedades lubrificantes
equivalentes ao dos óleos minerais de alta qualidade mais bem refinados.
* Neutro Não deve corroer aço ou causar aumento de tamanho ou deterioração
do Neoprene.
* Puro Isento de materiais estranhos.
Especificações de Lubrificação
11
1
2
3
4
5
7
6
POWER
TRANSMISSION
INDUSTRIES
ACOPLAMENTO DE GRADE ELÁSTICA TIPO T
INSTALAÇÃO DOS ACOPLAMENTOS PTI - STEELFLEX TIPO T10
Limpe todas as partes de metal com
solvente não inflamável. Cubra os
anéis de vedação com uma fina
camada de graxa e coloque-os nos
eixos antes de montar os cubos. Para
acoplamentos verticais, vede o rasgo
de chaveta para evitar vazamentos.
Monte os cubos nos eixos de maneira
que a face de cada cubo fique rente à
ponta do eixo. Apertar os parafusos
de fixação quando existirem. Para
montagem de acoplamentos com
interferência, vide procedimento na
página 11.
Utilize um espaçador cuja espessura
seja igual ao GAP requerido entre as
faces dos cubos especificada na
tabela abaixo. Inserir o espaçador
como mostrado na figura acima em
intervalos de 90º e medir a folga
entre o espaçador e a face do cubo
com um calibre de lâminas. A
diferença entre a medida mínima e a
máxima não pode exceder o limite
angular especificado na tabela abaixo.
Alinhe os eixos de modo que a régua
assente em esquadro (ou dentro dos
limites especificados na tabela abaixo)
em ambos os cubos como mostrado
na figura acima e repita essa operação
em intervalos de 90º. Confira com
calibre. A folga não pode exceder o
limite paralelo especificado na tabela
abaixo. Aperte todos os parafusos de
fixação e repita os procedimentos das
figuras 2 e 3. Realinhe o acoplamento
se necessário.Obs.: Utilize um relógio
comparador para obter um
alinhamento com maior precisão.
Encha o GAP e as ranhuras com
graxa especificada antes de inserir a
grade. No caso de grades fornecidas
em dois ou mais segmentos, instale-as
de modo que as pontas cortadas se
estendam na mesma direção; isto irá
assegurar que o contato da grade
com os pinos não rotativos das tampas
ocorra corretamente. Estenda
ligeiramente a grade de modo que
passe sobre as ranhuras do cubo e
assente-a com um martelo de fibra ou
borracha.
Encha os espaços em torno da grade
com o máximo de graxa possível e retire
o excesso de graxa acima da superfície
da grade. Posicione os anéis de vedação
nos cubos de maneira que fiquem
alinhados com as ranhuras da tampa.
Posicione as guarnições sobre a flange
da metade inferior da tampa e monte as
tampas de maneira que as marcas para
montagem fiquem do mesmo lado
(veja gravura acima). Se os eixos não
estiverem na horizontal ou o acoplamento
é para ser utilizado na vertical, monte as
tampas com as marcas para a montagem
e o pino de referência para cima ou do
lado mais alto. Apertar os parafusos e
porcas da tampa com torque especificado
na tabela abaixo. (Observe que os
tamanhos 1020 a 1070 têm um sistema
de autotravamento para as porcas).
1. Montagem dos cubos
e anéis de vedação
4. Colocação da grade
2. GAP e alinhamento
angular
5. Enchimento com graxa e
montagem das tampas
3. Alinhamento paralelo
CUIDADO: Certifique-se que os pontos de lubrificação foram
vedados com bujões antes de iniciar a operação da máquina.
Pino de Referência
MONTAGEM
VERTICAL
Remova ambos os bujões e coloque um terminal de lubrificação. Lubrificar o
acoplamento até que a graxa saia pelo outro orifício.
Sempre que for necessário
desconectar o acoplamento, remova
as tampas e a grade. Uma haste de
ferro cilíndrica ou uma chave de
fenda que se ajuste na dobra da
grade é a única ferramenta necessária
para a remoção da grade. Comece
pela dobra final da grade
introduzindo a haste cilíndrica ou
chave de fenda como mostrado na
figura ao lado. Use os dentes do cubo
como apoio para retirar a grade
gradual e radialmente. Proceda assim
alternando os lados até que a grade
saia das ranhuras.
6. Lubrificação periódica
Desmontagem do
acoplamento e remoção
da grade
CUIDADO: Certifique-se que os bujões foram recolocados após a
lubrificação
Consulte o catálogo para parafusos máximos e manual 427-108 para instruções de refuragem.
Acomplamentos flexíveis são desenhados para absorver mudanças nas condições de operação. A expectativa de vida
entre o alinhamento inicial e os limites máximos de operação é uma função da carga, velocidade e lubrificação. Consulte
a PTI- para aplicações que requeiram mais do que duas vezes os limites paralelos e quatro vezes os limites angulares
mostrados na tabela acima.
1020T
1030T
1040T
1050T
1060T
1070T
1080T
1090T
1100T
1110T
1120T
1130T
1140T
TAMANHO
3,2
3,2
3,2
3,2
3,2
3,2
3,2
3,2
4,8
4,8
6,4
6,4
6,4
0,15
0,15
0,15
0,20
0,20
0,20
0,20
0,20
0,25
0,25
0,28
0,28
0,28
0,08
0,08
0,08
0,10
0,12
0,12
0,15
0,18
0,20
0,23
0,25
0,30
0,33
1,15
1,15
1,15
2,30
2,30
2,30
2,30
2,30
3,00
3,00
7,50
7,50
7,50
4500
4500
4500
4500
4350
4125
3600
3600
2440
2250
2025
1800
1650
0,03
0,04
0,05
0,07
0,09
0,11
0,17
0,25
0,43
0,50
0,73
0,91
1,13
GAP Paralelo
(máx)
Angular
(máx)
Torque de
aperto/
paraf.
(kgf x m)
Rotação
(rpm)
Peso da
graxa
(kg)
Limites de alinhamento
DADOS PARA INSTALAÇÃO (medidas em milímetros)
montar anel de
vedação primeiro
assento
para
porca
marca para
montagem
marca para
montagem
12
POWER
TRANSMISSION
INDUSTRIES
ACOPLAMENTO DE GRADE ELÁSTICA TIPO T
EQUIVALÊNCIA DIRETA ENTRE ACOPLAMENTOS
..........
1020T
1030T
1030T
1050T, 1040T
1060T, 1050T
1070T, 1060T
1070T, 1060T
1080T, 1070T
1090T, 1080T
1090T, 1080T
1100T, 1090T
1110T, 1100T
1120T, 1110T, 1100T
1120T, 1110T
1130T, 1120T
..........
OK
OK
OK
OK
OK
OK
OK
OK
OK
OK
OK
OK
OK
OK
OK
..........
VERIFICAR
VERIFICAR
VERIFICAR
VERIFICAR
VERIFICAR
VERIFICAR
VERIFICAR
VERIFICAR
VERIFICAR
VERIFICAR
VERIFICAR
VERIFICAR
VERIFICAR
VERIFICAR
VERIFICAR
Acoplamentos
Steelflex
F
Acoplamentos
Steelflex
T10
Acoplamentos
Steelflex
T10
Capacidade
em
Torque
Furo
Máximo
Equivalência Direta Para substituição de um acoplamento verifique:
1020T
1030T
1040T
1040T
1060T
1070T
1080T
1080T
1090T
1100T
1100T
1110T
1120T
1130T
1130T
1140T
3F
4F
5F
6F
7F
8F
9F
10F
11F
12F
13F
14F
15F
16F
17F
18F
Furos máximos com chaveta métrica DIN 6885 e ISO/ R 773 em milimetros
Para a equivalência direta de Acoplamento
PTI - Steelflex, tendo como base o
Acoplamento F (coluna 1), basta pegarmos o
equivalente ao lado da coluna 2,
(Acoplamento T) para obtermos uma
comparação.
Para uma seleção mais otimizada,
principalmente a nível de redução de custos
veja a coluna 3, sendo necessário checar o
furo máximo do Acoplamento e a rotação de
trabalho.
COMO USAR A TABELA
DE EQUIVALÊNCIA
TABELA COMPARATIVA DE DIMENSÕES
GAP
C C
A
B
Acoplamentos PTI - Steelflex T10
C C
GAP
A
B
Acoplamento PTI - Steelflex F
13
TAMANHO TAMANHO
Furo
Máximo
Furo
Máximo
Torque
(Nm)
Rotação
Máxima
Rotação
Máxima
A B C GAP A B C GAP
Dimensões (mm) Dimensões (mm)
1020T
1030T
1040T
1050T
1060T
1070T
1080T
1090T
1100T
1110T
1120T
1130T
1140T
1150T
1160T
1170
28
35
43
50
56
67
80
95
110
120
140
170
200
215
240
280
52
149
249
435
684
994
2.050
3.730
6.280
9.320
3.700
19.900
28.600
39.800
55.900
74.600
4.500
4.500
4.500
4.500
4.350
4.125
3.600
3.600
2.440
2.250
2.025
1.800
1.650
1.500
1.350
1.225
97,0
105,7
114,3
135,1
147,8
158,8
190,5
211,1
251,0
269,7
307,8
345,9
384,0
453,1
501,9
566,9
98,6
98,6
104,6
124,0
130,0
155,4
180,8
200
246
259
305
330
375
372
403
438
47,8
47,8
50,8
60,5
63,5
76,2
88,9
98,6
121
121
149
162
184
183
198
216
3,2
3,2
3,2
3,2
3,2
3,2
3,2
3,2
4,8
4,8
6,4
6,4
6,4
6,4
6,4
6,4
27
33
38
46
56
67
71
83
91
98
108
118
127
140
152
178
203
222
235
254
279
6.000
6.000
6.000
6.000
6.000
5.000
4.500
3.750
3.600
3.600
2.700
2.500
2.400
2.300
2.200
2.100
1.800
1.800
1.600
1.500
1.300
95
103
114
126
142
187
199
210
226
246
278
302
349
387
425
476
546
632
692
743
829
86
111
111
111
111
156
168
195
195
202
202
254
260
260
267
286
387
451
464
464
514
41
54
54
54
54
76
83
95
95
98
98
124
127
127
130
140
191
222
229
229
254
3,2
3,2
3,2
3,2
3,2
3,2
3,2
4,8
4,8
4,8
4,8
6,3
6,3
6,3
6,3
6,3
6,3
6,3
6,3
6,3
6,3
3F
4F
5F
6F
7F
8F
9F
10F
11F
12F
13F
14F
15F
16F
17F
18F
190
200
210
220
230
.......
.......
.......
.......
.......
.......
.......
POWER
TRANSMISSION
INDUSTRIES
Os acoplamentos tipo F
são destinados à aplicações gerais.
A PTI - tem trabalhado
cuidadosamente na seleção de seus
distribuidores, que são preparados
para atender a entrega de
qualquer tamanho de acoplamento
standard, quando necessário.
ACOPLAMENTO
STEELFLEX F
FOLGA
MÍNIMA
REQUERIDA
PARA
REMOÇÃO
DAS GRADES
FOLGA
MÍNIMA
REQUERIDA
PARA
REMOÇÃO
DAS GRADES
ANEL DE
VEDAÇÃO
PARAFUSO
DE FIXAÇÃO
(3F ATÉ 11F)
CUBO
RASGO DE
CHAVETA
BUJÃO DE
LUBRIFICAÇÃO
B
J J
H
H
C
C
D
F
A
GAP
TAMPA
GRADE
GUARNIÇÃO
M M
27
32
38
46
56
67
71
83
90
98
108
117
127
140
152
178
203
11
11
11
11
11
16
32
38
38
51
51
64
64
64
76
76
102
95
105
114
127
143
181
194
210
225
248
279
302
349
387
425
476
546
86
111
111
111
111
156
168
195
195
202
202
254
260
260
267
286
387
41
54
54
54
54
76
83
95
95
98
98
124
127
127
130
140
191
41
48
54
67
76
92
98
114
127
137
156
171
184
210
238
273
305
67
73
86
98
114
133
146
162
181
232
251
257
270
295
333
371
413
16
16
16
16
16
16
16
16
16
19
19
22
29
29
29
32
32
22
29
29
29
29
38
38
48
48
51
51
64
64
64
64
64
92
44
57
57
57
57
76
76
95
95
95
95
121
121
121
121
121
181
2
2
2
2
2
2
2
2
2
2
2
2
2
2
2
2
2
3
3
3
3
3
3
3
5
5
5
5
6
6
6
6
6
6
4
5
5
5
5
6
6
10
10
10
10
13
13
13
13
13
13
1,5
2,2
3,0
3,7
5,2
10
12
18
22
28
36
54
65
80
106
136
243
Furo
Máximo
Furo
Mínimo
DIMENSÕES - Milímetros
A B C D F H J M
GAP
3F
4F
5F
6F
7F
8F
9F
10F
11F
12F
13F
14F
15F
16F
17F
18F
190F
TAMANHO
Peso
sem
furo
(kg.)
Min. Normal Max.
Tamanho de 3 até 8 têm furo de centro próximo ao furo mínimo.
Dimensão B é baseada no “GAP” normal.
Comprimento M é necessário para remoção em instalação da grade plástica. Tamanhos de 3 até 11 serão montados manualmente ou com pancadas leves com parafuso sobre chaveta a 90º, dependendo
do tamanho do furo. Tamanhos 12 e maiores serão montados por pressão sem parafuso a não ser que seja especificado. As dimensões são referência e estão sujeitas à mudanças sem notificação.
14
POWER
TRANSMISSION
INDUSTRIES
ACOPLAMENTO DE GRADE STEELFLEX TIPO F
Os grandes tamanhos de
acoplamentos F são
usados por todas as
aplicações em geral e são
disponíveis com faixa
acima de 900 hp por 100
rpm e capacidade de
furação acima de 520,7
milímetros. Sendo assim, a
PTI - oferece grandes
Acoplamentos Steelflex
listados na tabela abaixo.
Consulte o representante
PTI - mais próximo
para obter informações
detalhadas.
CONSTRUÇÃO
200F - 210F
GUARNIÇÃO
CONSTRUÇÃO
220F - 300F
M M
MEIA TAMPA
GRADE INTERNA E EXTERNA
ANEL DE VEDAÇÃO
RASGO DE CHAVETA
GAP
C C
D E
BUJÃO DE LUBRIFICAÇÃO
A F
CUBO
J J
B
Furos menores podem ser feitos se solicitados. / Dimensão B é baseada no GAP normal.
Comprimento M é necessário para remoção ou instalação de grade elástica. Tamanho 200 e maiores serão montados por pressão sem parafusos a não ser que seja especificado.
As dimensões são para referência e estão sujeitas à mudanças sem notificação.
200F
210F
220F
230F
240F
250F
260F
270F
280F
290F
300F
1800
1600
1500
1300
1200
1000
900
700
600
500
400
1191
1387
1492
1670
1822
673
673
699
749
927
222
235
254
279
305
343
375
318
248
311
248
178
343
279
191
368
292
203
406
318
216
432
330
229
552
489
413
597
521
445
622
540
432
699
597
470
737
616
495
406
343
279
445
368
292
483
406
318
521
432
330
102
114
114
127
152
165
632
692
743
829
902
1067
451
464
464
514
648
673
330
330
343
368
457
699
870
940
1016
1143
1038
1216
1321
1473
1626
51
70
70
79
79
184
187
194
219
241
314
314
321
346
368
3
3
3
3
3
13
13
13
13
13
19
19
19
19
19
2068
2650
3098
4050
5468
222
229
229
254
318
330
337
356
375
394
470
495
.........
.........
438
457
533
641
495
546
591
695
762
908
32
32
32
44
44
51
121
127
130
137
181
184
210
219
219
225
311
311
2
2
2
2
3
3
6
6
6
6
13
13
13
13
13
13
19
19
366
437
515
664
1198
1605
TAMANHO
Rotação
Máxima
GAP
DIMENS - milímetros
ÃO
Min. Normal Max.
Peso
sem
furo
(kg)
Furo
Máxima
Furo
Mínimo
A B C D E F H J M
Acoplamentos Padrão Tamanhos 200 até 300
15
POWER
TRANSMISSION
INDUSTRIES
ACOPLAMENTO DE GRADE STEELFLEX TIPO F
Instruções para instalação tamanhos de 3 a 230
Esquema de
Montagem para
Usinar Furos no Torno
1.
Vide tabela 1 para furos mín. e
máx. e tabela 3 para centragem
no torno.
Verificação do GAP e
Alinhamento Angular
2.
Vide tabela 1 e observação no
rodapé da página.
Folga
Verificação do
Alinhamento Paralelo
3.
Vide tabela 1.
4. Montagem da Grade
Elástica (vide Item 6)
Não usar martelo de ferro.
5. Lubrificação
Intervalos de 6 meses no máx.
vide tabela 2.
A graxa deve preencher todos
os espaços internos.
3F
4F
5F
6F
7F
8F
9F
10F
11F
12F
13F
14F
15F
16F
17F
18F
190F
200F
210F
220F
230F
.........
.........
.........
.........
.........
.........
.........
.........
.........
.........
.........
50,8
50,8
50,8
50,8
101,1
10,1
113,8
113,8
113,8
126,5
27
33
38
46
56
67
71
83
91
98
108
118
127
140
152
178
203
222
235
254
279
1
1
1
1
1
1
1
1
1
2
2
2
2
2
2
2
2
2
2
2
2
1
1
1
1
2
2
2
2
2
2
2
2
2
2
2
3
4
4
4
4
6
1,6
1,6
1,6
1,6
1,6
1,6
1,6
1,6
1,6
1,6
1,6
1,6
1,6
1,6
1,6
1,6
1,6
1,6
1,6
1,6
1,6
3,2
3,2
3,2
3,2
3,2
3,2
3,2
4,8
4,8
4,8
4,8
6,3
6,3
6,3
6,3
6,3
6,3
6,3
6,3
6,3
6,3
4,0
4,8
4,8
4,8
4,8
6,3
6,3
9,5
9,5
9,5
9,5
12,7
12,7
12,7
12,7
12,7
12,7
12,7
12,7
12,7
12,7
0,13
0,13
0,13
0,13
0,13
0,25
0,25
0,25
0,25
0,30
0,30
0,30
0,30
0,30
0,30
0,30
0,40
0,40
0,40
0,40
0,40
..........
152,4
304,8
508,0
0,025
0,051
0,076
0,102
0,13
0,13
0,13
0,13
0,13
0,25
0,25
0,25
0,25
0,30
0,30
0,30
0,30
0,30
0,30
0,30
0,40
0,40
0,40
0,40
0,40
0,028
0,043
0,057
0,085
0,085
0,142
0,170
0,170
0,227
0,284
0,341
0,681
0,681
0,908
1,249
1,476
3,632
4,54
5,902
6,356
7,718
4
4
6
6
6
6
6
8
8
8
8
8
8
8
12
12
12
12
16
16
16
Observação: Primeiro, verifique o GAP, que é a distância entre cubos; depois, verifique o alinhamento através da diferença entre a medida X e a medida Y.
TAM.
Furo
Min.
Furo
Max. Nº
Segm. Por
Camadas
Nº
Camadas
GAP
DIMENSÕES (mm)
Normal Max. X-Y P
Alinhar dentro
de (mm)
Qtde.
de
Parafusos
(Un)
Qtde.
de
Graxa
(Kg)
Diâmetro
do Furo
(mm)
Excentricidade/
Esquadro da
Face (mm)
Até
(incluindo)
(Valor
Limite)
DE
Mín.
TABELA 1 TABELA 3
Tamanhos de 3 a 11 usa grade elástica de camada
simples; tamanhos de 12 a 230 usa grade elástica
de camada dupla.
Aplique carga somente depois de
completamente montado o acoplamento.
Grade externa : gravada EX.
Grade interna : gravada IN.
A grade dos modelos menores é inteiriça; nos
modelos maiores compõe-se de várias partes e
camadas.
6. VISTA PARA IDENTIFICAÇÃO DOS
COMPONENTES
Cubo
Tampa
Grade
Elástica
Bujão
(troque por engraxadeira quando lubrificar)
Anel de
Neoprene
Guarnição
16
152,4
304,8
508,0
1016,0
ESSO
Maxlub APG2
Bardahl General
Purpose
Beacon Ep2
Esso Multi Purpose
Grease
Castrol LM Grease
Castrol EPL2 Grease
Ipiflex 2
Litolime Ep2
Mobilux EP2
Mobil Grease Hp222
Alvania R2
Alvania EP = Lf2
Multifak 2
Multifak EP 2
Lubrax Indl. GMA 2
LTG
Lubrificantes
Fabricantes
IPIRANGA
MOBIL OIL
PETROBRÁS
SHELL
TEXACO
PTI - FALK
BARDAHL
CASTROL
TABELA 2
Grades
POWER
TRANSMISSION
INDUSTRIES
LINHA DE
ACOPLAMENTOS
DE ENGRENAGEM
SERIE 1000/2000
Torsionalmente rígido, projeto de lubrificação que
oferece grande capacidade de torque,
versatilidade de aplicação e em aplicações que
existam grandes cargas ou diâmetros de eixos
superior a 100 mm e baixo custo inicial. Disponível
em 28 tamanhos e todos com os dentes abaulados
nas três faces. Os acoplamentos de Engrenagem
PTI - oferecem grandes faixas de torque
(acima de 8.000.000 Nm) e grandes capacidades
de furação (até 1025mm).
Tipo GC 02 e GC 05
Aspecto único. Pequena
tampa unindo os cubos,
sendo assim econômica e
compacta. Disponível em
modelos com ou sem
eixo flutuante.
Tipo G/GF 32
Acoplamento com
espaçador. Para bombas
e compressores,
proporciona melhor
acomodação entre os
equipamentos
conectados.
Tipo G/GF 52
Acoplamento com eixo
flutuante.Usado quando
a distância entre os
equipamentos é grande
também para o
acoplamento com
espaçador. Consiste em
dois acoplamentos de
simples engrenamento
conectados por um eixo,
que além disso podem
ser montados na vertical.
Tipo G/GF 20
Acoplamento de duplo
engrenamento.
Projetado com duas
metades flexíveis para
acomodar
desalinhamentos paralelo
e angular, e além disso
pode ser montado na
vertical.
Tipo G
Acoplamento de
engrenagem grande.
Disponível em todos os tipos
para capacidades até
8.185.000 Nm.
Contatar a PTI - para informações sobre estes e outros modelos
de acoplamentos de engrenagem.
Tipo G 52
Acoplamento de simples
engrenamento.
Primariamente usado com
eixo flutuante ou três
suportes no trem de
transmissão. Com uma
metade flexível e uma rígida
aceita somente
desalinhamento angular.
Tipo GL
Acoplamento com cubo
deslizante.
Duplo e simples
engrenamento para
aplicações que requerem
um movimento axial para
acomodar a dilatação
térmica do eixo ou ajuste do
mesmo.
Tipo G 62 / G 63 /
G 66
Acoplamento com polia ou
disco de freio.
Duplo ou simples
engrenamento para
aplicações com freio em
guindastes, gruas e
transportadores.
Tipo GP
Acoplamento com
isolação. Duplo ou simples
engrenamento e rígido com
isolação são usados para
eliminar fluxo de corrente
elétrica de um eixo para o
outro.
Tipo GR
Acoplamento com pino de
cisalhamento.
Para aplicações sujeitas a
grandes impactos. Quando
o pino se quebra, os
equipamentos são
fisicamente desconectados
prevenindo assim que sejam
danificados.
Tipo G 70 e G 72
Usados para aplicações
que requerem rápida
desconexão ou
movimentação do
equipamento.
Tipo G 82 / GV 82
Acoplamento rígido.
Usado quando não há
necessidade de
acomodação de
desalinhamento, tal com
misturadores verticais.
DISCO DE
ISOLAÇÃO
17
PTI -
POWER
TRANSMISSION
INDUSTRIES
Limitação de Flutuação
e Dimensões do GAP DISC
(Milímetros)
Tipo G20 Grande
Tampa Flangeada
Duplo Engrenamento
Dimensões - Milímetros
Torque Nominal
(Nm) (milhões) Rotação
Maxima
rpm
Furo Max.
Para
Chaveta
Retangular
(mm)
Furo
Min.
(mm)
Quant.
de
Graxa
(kg)
Dimensões - Milímetros
A B C D F N
J M GAP
Peso do
acopl.
s/ furo
(kg)
1080/2080G
1090/2090G
1100/2100G
1110/2110G
1120/2120G
1130/2130G
1140/2140G
1150/2150G
1160/2160G
1180/2180G
1200/2200G
1220/2220G
1240/2240G
1260/2260G
1280/2280G
1300/2300G
0,170
0,226
0,310
0,413
0,555
0,719
0,911
1,100
1,310
1,660
2,140
2,720
3,470
4,490
5,840
6,760
0,234
0,315
0,443
0,609
0,777
0,925
1,140
1,350
1,640
2,140
2,850
3,560
4,480
5,480
6,760
8,190
1750
1550
1450
1330
1200
1075
920
770
650
480
370
290
270
250
230
220
101,60
114,30
127,00
139,70
152,40
165,10
177,80
190,50
254,00
285,75
317,50
349,25
381,00
412,75
444,50
476,25
703
984
1302
1678
2114
2595
3107
3765
4708
6260
8582
11685
14606
17799
21192
24807
9,5
12,2
15,0
17,7
20,9
32,7
33,1
40,8
43,1
49,9
68,0
107
109
122
136
150
590,6
660,4
711,2
774,7
838,2
911,4
965,2
1028,7
1111,2
1219,2
1358,9
1511,3
1632,0
1746,2
1866,9
1974,8
508,5
565,4
622,3
679,2
717,8
761,7
806,4
857,2
908,0
939,8
1098,6
1193,8
1282,7
1371,6
1409,7
1447,8
249,2
276,4
304,8
333,2
352,6
371,3
393,7
419,1
441,3
457,2
536,6
584,2
628,6
673,1
692,9
711,2
355,6
393,7
444,5
495,3
546,1
584,2
635,0
685,8
736,6
838,2
927,1
1016,0
1130,3
1231,9
1333,5
1435,1
571,5
641,4
698,5
749,3
825,5
886,0
939,8
1003,3
1085,9
1193,8
1308,1
1473,2
1581,2
1695,4
1803,4
1911,4
242,8
265,2
293,6
322,3
341,4
362,0
378,0
407,9
419,1
434,8
514,4
565,2
606,6
647,7
666,8
685,8
300,0
327,2
355,6
384,0
403,4
434,8
457,2
482,6
501,6
520,7
635,0
685,8
723,9
774,7
793,8
800,1
10
13
13
13
13
19
19
19
25
25
25
25
25
25
25
25
266
290
320
373
400
440
460
490
525
600
660
725
810
880
950
1025
368,3
419,1
469,9
520,7
571,5
609,6
660,4
711,2
762,0
863,6
965,2
1066,8
1168,4
1270,0
1371,6
1473,2
TAMANHO
1000
series
2000
series
Ver pag. 11 do manual 451-110 para informações gerais
e outras referências.
O diâmetro do cubo pode ser reduzido se o furo permitir.
Ver tabela 42, página 61 manual 451-110.
Nota: Não há padronização para chavetas e rasgos de
chavetas métricos para furos maiores que 500 mm.
Furos máximos para cubos flexíveis 1150G e maiores,
e cubos rígidos 1130G e maiores são baseados em uma
relação entre o diâmetro do cubo e o diâmetro do furo de 1,4.
Ver então 457-130. Tamanhos de cubos flexíveis desde
1140G e cubos rígidos desde 1120G estão de acordo
com a tabela de engenharia.
Ver tabela 35, página 58 do manual 451-110
517,1
577,3
634,2
691,1
729,7
778,5
822,2
874,0
4,78
4,78
4,78
4,78
4,78
4,78
4,78
4,78
16
22
22
22
22
33
33
33
416
470
521
568
622
676
727
778
18
25
25
25
25
36
36
36
1080/2080G
1090/2090G
1100/2100G
1110/2110G
1120/2120G
1130/2130G
1140/2140G
1150/2150G
TAMANHO B
Flutuação
GAP
Espessura Diâmetro
GAP DISC *
Se este valor exceder metade da flutuação do rotor ou for equivalente a especificação de fabricação,
contatar a PTI -
* material do GAP DISC: Neoprene, dureza 70 shore
Mínimo comprimento necessário para alinhamento
C
BUJÃO
19
ACOPLAMENTO DE ENGRENAGEM TIPO G - SÉRIE 1000/2000
C
N
J J
B
D F A
GAP
M M
POWER
TRANSMISSION
INDUSTRIES
ACOPLAMENTO DE ENGRENAGEM TIPO G - SÉRIE 1000
Tipo G52 Standard
Tampa Flangeada
Simples Engrenamento
Dimensões - Milímetros
Ver pag. 11 para informações gerais e outras referências.
manual 451-110
1010G
1015G
1020G
1025G
1030G
1035G
1040G
1045G
1050G
1055G
1060G
1070G
1139
2350
4270
7470
12100
18500
30600
42000
56600
74000
90400
135000
8000
6500
5600
5000
4400
3900
3600
3200
2900
2650
2450
2150
12,7
19,0
25,4
31,8
38,1
50,8
63,5
76,2
88,9
101,6
114,3
127,0
4,08
8,16
13,6
24,9
38,6
61,2
90,7
129,3
181,4
251,7
…......
..........
4,54
9,07
15,9
27,2
43,1
68,0
99,8
136
195
263
324
508
0,0227
0,0408
0,0680
0,118
0,181
0,272
0,467
0,557
0,907
1,13
1,70
2,27
115,9
152,4
177,8
212,9
239,8
279,4
317,5
346,0
388,9
425,4
457,2
527,0
86,6
99,6
124,5
155,4
183,9
214,1
242,8
273,1
309,1
349,5
385,1
453,6
42,9
49,3
62,0
77,0
91,2
106,4
120,6
134,9
153,2
168,1
188,2
220,7
68,6
86,4
105,2
130,6
152,4
177,8
209,6
235,0
254,0
279,4
304,8
355,6
2,5
2,5
2,5
2,5
2,5
2,5
4,1
4,1
5,1
5,1
6,6
8,4
83,8
105,2
126,5
154,9
180,3
211,3
245,4
274,1
305,8
334,3
366,0
424,9
14,0
19,0
19,0
21,8
21,8
28,4
28,4
28,4
38,1
38,1
25,4
28,4
38,9
47,8
59,4
71,6
83,8
97,5
111,3
122,9
140,7
158,0
169,2
195,6
39,6
46,2
58,4
73,7
87,9
102,1
115,3
130,6
147,3
172,7
186,4
220,2
51
61
76
91
107
130
145
165
183
203
229
267
42,2
48,8
61,0
76,2
90,4
104,6
119,4
134,6
152,4
177,8
193,0
228,6
4
4
4
5
5
6
7
8
9
9
10
13
G51 G52
Torque
Nominal
(Nm)
Rotação
Máx.
rpm
Furo Máximo
Pol
Furo
Mín.
(mm)
Quant.
de
graxa
(kg)
Dimensões - Milímetros
A B C D F H J M GAP
TAM.
Peso do
acoplamento
s/ furo - kg
E L Q
Para tamanhos 1010G ao
1055G, o tipo G10, são
fornecidos somente quando
especificado no pedido.
Mínimo comprimento necessário para alinhamento
GUARNIÇÃO
M
GAP
A
F
F
D
C
J Q
B
H
H
E
L
BUJÃO
CUBO RÍGIDO
CUBO FLEXÍVEL
20
50
65
78
98
111
134
160
183
200
220
244
289
1.875
2.375
2.875
3.625
4.125
4.875
5.750
6.750
7.375
8.250
9.125
10.875
2.375
2.938
3.625
4.375
5.125
5.875
7.250
8.125
9.000
10.000
11.000
13.000
65
80
98
118
140
163
196
216
235
266
290
340
Cubo
Flexivel
Cubo
Flexivel
Cubo
Rígido
Cubo
Rígido
POWER
TRANSMISSION
INDUSTRIES
Importante: quando os acoplamentos são montados em um eixo flutuante, não exceder
a rotação máxima do conjunto e usar um GAP DISC em cada acoplamento.
Tipo G52 Grande
Tampa Flangeada
Simples Engrenamento
Dimensões - Milímetros
Mínimo comprimento necessário para alinhamento
M
O diâmetro do cubo pode ser reduzido se o furo permitir. Ver tabela 42, página 61 manual 451-110.
* Dimensão K pode estar em bruto dependendo do tamanho do acoplamento e o furo.*
Nota: Não há padronização para chavetas e rasgos de chavetas métricos para furos maiores que 500 mm.
Furos máximos para cubos flexíveis 1150G e maiores, e cubos rígidos 1130G e maiores são baseados em uma relação entre o diâmetro do cubo e o diâmetro do furo de 1.4.
Ver então 457-130. Tamanhos de cubos flexíveis desde 1140G e cubos rígidos desde 1120G estão de acordo com a tabela de engenharia. Ver tabela 35, página 58 do manual 451-110
Ver pag. 11 manual 451-110 para informações gerais e outras referências.
Torque
Nominal (Nm)
(millions)
Rot.
Máx.
rpm
Furo Máx.
para Chaveta
Retangular
(mm)
Furo
Mín.
(mm)
Quant.
De
Graxa
(kg)
Dimensões - Milímetros
A B C D E F N
J K* M
L GAP
Peso do
Acopl.
sem
Furo
(kg)
1080/2080G
1090/2090G
1100/2100G
1110/2110G
1120/2120G
1130/2130G
1140/2140G
1150/2150G
1160/2160G
1180/2180G
1200/2200G
1220/2220G
1240/2240G
1260/2260G
1280/2280G
1300/2300G
0,170
0,226
0,310
0,413
0,555
0,719
0,911
1,100
1,310
1,660
2,140
2,720
3,470
4,490
5,840
6,760
0,234
0,315
0,443
0,609
0,777
0,925
1,140
1,350
1,640
2,140
2,850
3,560
4,480
5,480
6,760
8,190
1750
1550
1450
1330
1200
1075
920
770
650
480
370
290
270
250
230
220
101,60
114,30
127,00
139,70
152,40
165,10
177,80
190,50
254,00
285,75
317,50
349,25
381,00
412,75
444,50
476,25
5
6
8
9
11
17
17
21
22
25
34
54
57
61
70
77
699
984
1252
1637
2077
2572
3062
3751
4631
6069
8482
11680
14388
17722
21110
24712
590,6
660,4
711,2
774,7
838,2
911,4
965,2
1028,7
1111,2
1219,2
1358,9
1511,3
1632,0
1746,2
1866,9
1974,8
511,0
566,4
625,3
682,2
720,6
761,7
805,9
857,2
908,3
939,8
1098,6
1196,8
1285,7
1374,6
1412,2
1450,8
249,4
276,4
304,8
333,2
352,6
371,3
393,7
419,1
441,3
457,2
536,6
584,2
628,6
673,1
691,6
711,2
355,6
393,7
444,5
495,3
546,1
584,2
635,0
685,8
736,6
838,2
927,1
1016,0
1130,3
1231,9
1333,5
1435,1
7,9
7,9
9,7
9,7
9,7
9,7
9,7
9,7
12,7
12,7
12,7
15,7
15,7
15,7
15,7
15,7
571,5
641,4
698,5
749,3
825,5
886,0
939,8
1003,3
1085,8
1193,8
1308,1
1473,2
1581,2
1695,5
1803,4
1911,4
242,8
265,2
293,6
322,3
341,4
362,0
378,0
407,9
419,1
434,8
514,4
565,2
606,6
647,7
666,8
685,8
300,0
327,2
355,6
384,0
403,4
434,8
457,2
482,6
501,6
520,7
635,0
685,8
723,9
774,7
793,8
800,1
13
14
16
16
16
19
19
19
25
25
25
28
28
28
28
28
266
290
320
373
400
440
460
490
525
600
660
725
810
880
950
1025
368,3
419,1
469,9
520,7
571,5
609,6
660,4
711,2
762,0
863,6
965,2
1066,8
1168,4
1270,0
1371,6
1473,2
TAMANHO
1000
series
2000
series
340
380
400
440
483
500
535
580
630
710
780
890
940
1015
1090
1170
450,8
508,0
530,4
584,2
647,7
708,2
749,3
812,8
886,0
993,6
1095,2
1244,6
1314,7
1422,4
1530,6
1638,3
248,9
275,8
304,8
333,2
352,3
371,3
393,7
419,1
441,5
457,2
536,4
584,2
628,6
673,1
691,9
711,2
Cubo
Flexível
Cubo
Rígido
21
ACOPLAMENTO DE ENGRENAGEM TIPO G - SÉRIE 1000/2000
C L
GAP
CUBO RÍGIDO
CUBO FLEXÍVEL
BUJÃO
A F D
N
J E
B
POWER
TRANSMISSION
INDUSTRIES
ACOPLAMENTO DE ENGRENAGEM TIPO G - SÉRIE 1000
1010G
1030G
1050G
1020G
1040G
1060G
1015G
1035G
1055G
1025G
1045G
1070G
493
1139
1169
2349
2282
4271
4463
7474
8508
12101
13333
18508
24327
30609
31581
41999
37886
56597
37886
74031
71410
90404
71410
135250
38,1
47,6
50,8
60,3
63,5
73,0
79,4
92,1
98,4
104,8
114,3
123,8
139,7
146,0
152,4
171,5
161,9
187,3
161,9
200,0
200,0
215,9
200,0
241,3
39,7
50,8
54,0
76,2
66,7
95,2
82,6
95,2
101,6
127,0
120,6
146,0
146,0
165,1
165,1
203,2
165,1
203,2
165,1
203,2
203,2
217,4
203,2
242,8
0,00964
0,0159
0,0179
0,0248
0,0273
0,0557
0,0420
0,0559
0,0636
0,0718
0,0896
0,993
0,131
0,143
0,168
0,254
0,168
0,254
0,168
0,254
0,254
0,291
0,254
0,363
0,00000196
0,00000518
0,00000657
0,0000126
0,0000152
0,0000259
0,0000357
0,0000634
0,0000820
0,000104
0,000163
0,000200
0,000350
0,000415
0,000572
0,00131
0,000572
0,00131
0,000572
0,00131
0,00131
0,00172
0,00131
0,00268
1371
1549
1600
1752
1778
1905
1981
2133
2209
2260
2413
2463
2641
2692
2819
3124
2819
3124
2819
3124
3124
3225
3124
3403
1524
1727
1778
1930
1981
2108
2209
2362
2438
2514
2667
2717
2921
2997
3124
3454
3124
3454
3124
3454
3454
3581
3454
3784
1676
1905
1955
2133
2184
2336
2438
2616
2692
2794
2946
3022
3251
3302
3454
3810
3454
3810
3454
3810
3810
3962
3810
4191
1955
2209
2286
2463
2540
2717
2819
3022
3124
3225
3403
3505
3759
3835
3987
4445
3987
4445
3987
4445
4445
4597
4445
4851
2159
2438
2514
2717
2794
2971
3098
3237
3454
3556
3759
3860
4140
4216
4394
4876
4394
4876
4394
4876
4876
5054
4876
5334
2387
2717
2794
3022
3098
3327
3454
3708
3835
3962
4191
4292
4597
4699
4902
5435
4902
5435
4902
5435
5435
5613
5435
5943
2463
2794
2870
3124
3200
3429
3556
3835
3962
4064
4292
4419
4749
4851
5029
5588
5029
5588
5029
5588
5588
5791
5588
6121
Torque
nominal
(Nm)
SB
(mm)
SD
(mm)
Peso
Kg por
mm
WR
Kgm
por mm 1750 1430 1170 870 720 580
540
ou menos
TAMANHO
Eixo Flutuante - mm
Máximo BE (mm) para vários RPM’s*
Balanceamento
não necessário
2000
1500
1000
500
ROTAÇÃO
DE
OPERAÇÃO
-
RPM
Distância entre pontas de eixo - mm
250 500 750 1000 1250 1500 1750 2000
Balanceamento de
eixo requerido
22
Tipo G52
Com eixo flutuante
Dimensões - Milímetros
2
2
* Use interpolação para rotações intermediárias. Máximo BE é baseado em 70% da velocidade crítica. Consultar a PTI - para rotações maiores.
Máximo furo para BE reduzido é o maior diâmetro de eixo para montagem com GAP menor que a medida BE sem que a chaveta
interfira no elemento flexível.
NOTA: para aplicações de acoplamentos
maiores, consultar a PTI -
Uma montagem com eixo flutuante consiste de dois acoplamentos de
simplesengrenamento,modeloG52,2GAPDISCeum eixoflutuante.
Um conjunto de eixo flutuante elimina a necessidade de mancais de apoio
ao longo do eixo flutuante porque o eixo é suportado pelos próprios
acoplamentosG52.
Cubos Flexíveis no Eixo Flutuante (RFFR)
A montagem com cubos flexíveis no eixo flutuante significa maior
facilidade na troca dos acoplamentos em caso de falha e a maior
capacidade de furação dos cubos rígidos permitem a utilização de
acoplamentosmenores.
Cubos Rígidos no Eixo Flutuante (FRRF)
Quando os cubos rígidos estão no eixo flutuante, espaçamento de eixos
menores podem ser acomodados, desde que o retorno da tampa não seja
necessário. Como os cubos flexíveis estão na extremidade, as pontas de
articulação estão mais abertas, promovendo uma maior capacidade de
desalinhamento.
Seleção de Eixo Flutuante
Acoplamento tipo G52 / GV52 podem ser usados com eixo flutuante
tanto na horizontal quanto na vertical. Para aplicações na vertical utilizar o
tipoGV.Selecionaroacoplamentocomosegue:
1. Utilizar o método Standard para o tamanho do acoplamento
2. Na tabela abaixo selecione o diâmetro do eixo que tenha o torque
igual ou maior que o calculado na seleção.
3. Cheque o máximo BE do diâmetro de eixo selecionado e rotação de
trabalho na tabela abaixo. Verifique no gráfico ao lado e determine
se o eixo necessita de balanceamento.
4. Se o comprimento do eixo flutuante da aplicação for maior que o BE
listado, selecionar o eixo maior ou o próximo tamanho de
acoplamento. Consultar a PTI - caso necessite de maiores
rotações ou comprimentos que o listado abaixo.
Dados de Engenharia - Tampa Flangeada e Detalhes de Cubo Rígido
1010G
1015G
1020G
1025G
1030G
1035G
1040G
1045G
1050G
1055G
1060G
1070G
115,87
152,40
177,80
212,73
239,73
279,40
317,50
346,08
388,95
425,45
457,20
527,05
2,54
2,54
2,54
2,54
2,54
2,54
4,06
4,06
5,08
5,08
6,60
8,38
14,0
19,0
19,0
19,0
21,8
28,4
28,4
28,4
38,1
38,1
25,4
25,4
77,72
96,77
117,86
144,78
169,16
195,33
230,12
255,52
280,92
307,09
337,31
388,62
80,77
99,57
121,92
148,84
173,22
199,64
234,95
260,35
290,07
315,47
353,57
404,88
95,25
122,22
147,62
177,80
203,20
235,74
269,88
298,45
334,98
366,73
..........
..........
6 X 0,250
8 X 0,375
10 X 0,375
10 X 0,500
12 X 0,500
12 X 0,625
14 X 0,625
14 X 0,625
14 X 0,750
16 X 0,750
..........
..........
11,7
14,7
14,7
19,8
19,8
24,6
24,6
24,6
29,5
29,5
.........
.........
6,35
6,35
6,35
8,13
8,13
10,16
10,16
10,16
14,22
14,22
..........
..........
95,25
122,22
149,23
180,98
206,38
241,30
279,40
304,80
342,90
368,30
400,05
463,55
6 250
8 X 0,375
6 X 0,500
6 X 0,625
8 X 0,625
8 X 0,750
8 X 0,750
10 X 0,750
8 X 0,875
14 X 0,875
14 X 0,875
16 X 1.000
X 0,
A
+0.000
-0.102
E
0.254
X
0.250
S
0.254
B.C.
(mm)
B.C.
(mm)
Parafuso
Qtde. X Ø
(Pol)
Parafuso
Qtde x Ø
(Pol)
N
(mm)
O
(mm)
H
Parafusos Expostos ou Embutidos (mm) Embutidos Expostos
TAMANHO
H H
E
A
DIA.
B.C.
DIA.
B.C.
DIA.
PARAFUSOS EXPOSTOS E EMBUTIDOS
X
DIA.
S
DIA.
N
E
O
TAMPA FLANGEADA CUBO RÍGIDO
FURO DO PARAFUSO
A B C E DD F G H T
Parafusos K
Qtde x Ø
x
Comprimento
Parafusos J
Qtde x Ø
x
Comp(in.)
(Por Flange)
16 X 1.125x4.125
18 X 1.250x4.75
18 X 1.250x5.25
18 X 1.500x6.00
18 X 1.500x6.25
18 X 1.500x6.25
18 X 1.750x6.50
20 X 1.750x6.50
20 X 2.000x7.00
22 X 2.000x7.00
22 X 2.250x7.75
24 X 2.250x7.75
22 X 2.750x9.75
24 X 2.750x9.75
22 X 3.00x10.50
527,05
590,55
641,35
698,50
762,00
822,33
876,30
933,45
1009,65
1117,60
1231,90
1384,30
1479,55
1593,85
1701,80
441,33
495,30
546,10
596,90
654,05
708,03
758,83
815,98
863,60
984,25
1085,85
1212,85
1289,05
1390,65
1492,25
7,9
7,9
9,7
9,7
9,7
9,7
9,7
9,7
12,7
12,7
12,7
15,7
15,7
15,7
15,7
6,4
6,4
7,9
7,9
7,9
7,9
7,9
7,9
9,7
9,7
9,7
12,7
12,7
12,7
12,7
590,6
660,4
711,2
774,7
838,2
911,4
965,2
1028,7
1111,2
1219,2
1358,9
1511,3
1632,0
1746,2
1866,9
571,5
641,4
698,5
749,3
825,5
886,0
939,8
1003,3
1085,9
1193,8
1308,1
1473,2
1581,2
1695,5
1803,4
31,8
38,1
44,4
50,8
53,8
53,8
53,8
53,8
57,2
57,2
63,5
63,5
76,2
76,2
82,6
527,05
590,55
641,35
698,50
762,00
822,33
876,30
933,45
1009,65
1117,60
1231,90
1384,30
1479,55
1593,85
1701,80
441,27
495,25
546,05
596,85
654,00
707,97
758,77
815,92
863,50
984,15
1085,75
1212,75
1288,95
1390,55
1492,15
1080/2080G
1090/2090G
1100/2100G
1110/2110G
1120/2120G
1130/2130G
1140/2140G
1150/2150G
1160/2160G
1180/2180G
1200/2200G
1220/2220G
1240/2240G
1260/2260G
1280/2280G
TAMANHO
C
T
G
A
B
F
DD
H
PARAFUSO J
PARAFUSO K
TAMPA MACHO TAMPA FÊMEA
FLANGE
CENTRAL
E
Dados de Engenharia - Tampa Flangeada Grande
POWER
TRANSMISSION
INDUSTRIES
ACOPLAMENTO DE ENGRENAGEM TIPO G - SÉRIE 1000
23
Tipo G - Variação de GAP - mm
1010G
1015G
1020G
1025G
1030G
1035G
1040G
1045G
1050G
1055G
1060G
1070G
42,9
49,3
62,0
77,0
91,2
106,4
120,4
134,9
153,2
168,1
188,2
220,7
39,6
46,2
58,4
73,7
87,9
102,1
115,3
130,6
147,3
172,7
186,4
220,2
101,6
114,3
130,0
149,4
165,1
184,2
203,2
244,3
295,1
298,4
304,8
309,9
18,5
25,4
29,5
36,3
44,4
54,1
63,8
70,4
81,8
95,8
102,1
120,1
3
3
3
5
5
6
6
8
8
8
8
10
10
29
27
34
45
61
61
86
102
134
127
150
7
16
15
19
25
34
43
47
55
71
68
80
40
54
62
77
94
115
134
149
172
199
212
250
4
4
4
5
5
6
7
8
9
9
10
13
8
17
16
19
25
33
44
47
56
72
70
83
23
29
33
41
49
60
71
78
91
105
112
133
C
Std
L
Std
ZG
Max
Std Fig 1 Fig 2 Fig 3 Std Fig 4 Fig 5
P
Max
GAP do acoplamento
TAMANHO
Duplo Engrenamento Simples Engrenamento
C C C
C
P P
Dois cubos reversos
Cubo Longo Cortado
ZG ZG
Cortado
GAP
GAP
Cortado
GAP
Um cubo reverso
Figura 1 Figura 2 Figura 3
Acoplamentos com duplo engrenamento
Acoplamentos com simples engrenamento
L
C
Cubo Flex Reverso
Figura 4
GAP
L
Cubo Flex Longo Cortado
Figura 5
P
ZG
Cortado GAP
16 875x3.25
18 X 1.000x3.50
18 X 1.000x3.50
18 X 1.000x3.50
18 X 1.125x3.50
18 X 1.250x4.50
18 X 1.250x4.50
20 X 1.250x4.50
20 X 1.250x4.50
22 X 1.250x4.50
22 X 1.500x5.00
24 X 1.500x5.00
22 X 1.500x5.00
24 X 1.500x5.00
22 X 1.500x5.00
X 0,
ACOPLAMENTO DE ENGRENAGEM TIPO G - SÉRIE 1000
POWER
TRANSMISSION
INDUSTRIES
2
* Alinhar os cubos dentro dos limites especificados acima. Quando ultrapassado os limites especificados fica reduzida a vida do acoplamento e a velocidade máxima estabelecida
Para acoplamentos com graxa NLGI#0 o intervalo de rotação será desde zero até o máximo mostrado na tabela 1 da graxa NLGI#1 exceto para os seguintes: tamanhos 10, 7000; tamanho 15, 6000; tamanho 20, 5000;
tamanho 25, 4750 e tamanho 30, 4500 rpm.
Furo máximo - mm (2 chavetas rebaixadas)
GAP (Separação de Cubo) - mm
TAMANHO
TABELA 01 DADOS DE INSTALAÇÃO
Limites de alinhamento
para instalação - mm *
Limites de alinhamento
para operação
Intervalo de velocidade do
acoplamento com graxa NLGI#1-rpm *
ou LTG
Parafuso da luva (Flange central)
Aperto com Torque - Nm
Graxa - Kg
Paralelo Máx.
Paralelo Máx.
GV
GV
G
G
Angular Máx.
Angular Máx.
Mínimo
Máximo
G e GV 10
G e GV 20
3
11
0,05
0,15
0,66
1,80
1030
8000
50
0,041
0,082
12
12
3
11
0,07
0,19
0,86
2,26
700
6500
65
0,073
0,136
42
42
3
11
0,8
0,23
1,02
2,74
550
5600
78
0,11
0,227
42
102
5
14
0,10
0,28
1,27
3,43
460
5000
98
0,23
0,408
102
203
5
14
0,13
0,33
1,52
3,99
380
4400
111
0,36
0,635
102
203
6
18
0,15
0,39
1,83
4,65
330
3900
134
0,54
0,998
203
339
6
22
0,18
0,46
2,13
5,49
290
3600
160
0,91
1,45
203
339
8
25
0,20
0,51
2,39
6,15
250
3200
183
1
2
203
339
8
25
0,23
0,55
2,72
6,65
230
2900
200
1,8
2,86
339
339
8
25
0,26
0,61
3,12
7,32
210
2650
220
2,2
3,63
339
339
8
29
0,28
0,66
3,35
7,98
190
2450
244
3,2
4,81
..........
339
10
35
0,33
0,78
3,94
9,32
160
2150
289
4,4
7,08
..........
339
1010 1015 1020 1025 1030 1035 1040 1045 1050 1055 1060 1070
INSTRUÇÕES PARA INSTALAÇÃO E MANUTENÇÃO - tam. de 1010 a 1070
Acoplamentos de Engrenagem - Duplo Engrenamento
Obs.:
Sujeito
a
alterações
sem
aviso
prévio
VERTICAL
Tipos GV10 e 20
HORIZONTAL
tipos G10 e 20
2
1
3
3
1
5
6
4
1. Anel de Vedação
2. Tampa Dentada
3. Cubo de Engrenagem
(Especificar furo e rasgo da chaveta)
4. Guarnição
5. Bujão
6. Parafuso, porca,
arruela de pressão
20
21
22
23
20
20. Cubo Dentado GV (Especificar
furo e rasgo da chaveta)
21. Disco Central
22. Botão de Enconsto
23. Disco de Encosto
Peças 1,2,3,4,5,6 mostradas à
esquerda fazem parte do acoplamento
Introdução
Este manual aplica-se a acoplamentos "standard" tipos G10 e GV10 com parafusos embutidos
e G20 e GV20 com parafusos expostos. Sua condição de funcionamento e vida depende muito
de sua instalação e manutenção. Seguir cuidadosamente as seguintes instruções do manual,
para uma ótima condição de funcionamento e livre de problemas quando em serviço.
Identificação
Todas as peças do acoplamento têm números de identificação. Sempre especificar o número
gravado no cubo e tampa dentada. Isto é importantíssimo quando da encomenda de parafusos
e tampas dentadas.
Parafusos usados nas tampas G20 e GV20 são maiores do que os usados nas tampas G10 e
GV10. Também, notar que os cubos flexíveis GV têm furos rebaixados para receber o disco de
encosto.
Aplicação
Acoplamentos tipo G são recomendados para aplicação somente horizontal. Usar tipo GV
para aplicações verticais.
Balanceamento Dinâmico
Os acoplamentos balanceados dinamicamente possuem marcas de referência e precisam ser
montados com justa posição destas marcas. Utilizar um relógio comparador no alinhamento
destes acoplamentos.
Relógio Comparador
Para melhores resultados, sempre usar o relógio comparador. Montar o relógio comparador
num cubo e fazer leitura para desvios de verificação no diâmetro externo do outro cubo. A
diferença entre mínimo e máximo desvio dividido por dois não pode exceder os valores da
tabela 1. Para a verificação angular, tomar leituras na outra face do outro cubo. A diferença
angular entre mínimo e máximo não pode exceder aos valores da tabela 1.
Uma lubrificação adequada é essencial para o perfeito funcionamento dos acoplamentos de
engrenagem. Em casos de choques fortes, freqüente movimento axial, grande variação de
velocidade ou grande variação de temperatura, submeter à aplicação de lubrificante
recomendado pela PTI - . Durante montagem vedar rasgos de chaveta, quando houver
lubrificação com óleos de acoplamentos.
Para serviço normal usar graxa NLGI #1 exceto quando rotação de acoplamento for menor
que o mínimo especificado na tabela abaixo. Para estas baixas rotações usar graxa NLGI # 0.
Quando um ou mais acoplamentos de um setor requererem a aplicação de graxa NLGI # 0, a
mesma graxa poderá ser aplicada em todos acoplamentos desde que a rotação limite máxima
da tabela 1 (e a nota de rodapé) não seja ultrapassada.
Ver o manual de serviço 428-010 para uma lista de graxas NLGI #1 e # 0 para um intervalo
de temperatura ambiente
de -34ºC a +93ºC (-30ºF a +200ºF).
Lubrificação
Lubrificar os acoplamentos no mínimo de 6 em 6 meses. Quando estiverem expostos à
umidade, grandes variações de temperatura, rápidas reversões ou choques de grande inércia
ou excessivo desalinhamento, lubrificar mais amiúde.
Manutenção
Quando é requerido o limitador de deslocamento axial ou quando motores de mancais de
bucha são usados, consultar página 18 deste catálogo.
Limitador de Deslocamento Axial
24
ACOPLAMENTO DE ENGRENAGEM TIPO G - SÉRIE 1000/2000
POWER
TRANSMISSION
INDUSTRIES
INSTALAÇÃO DE ACOPLAMENTO HORIZONTAL TIPO G
INSTALAÇÃO DE ACOPLAMENTO VERTICAL TIPO GV
Limpar todas as peças. Esquentar
os cubos num banho de óleo ou
num forno no máximo a 135ºC
(257ºF). Não repousar os dentes
da engrenagem no fundo do
recipiente ou aplicar chama
diretamente nos dentes da
mesma. Usar um lubrificante que
tenha as especificações da
página 23. Preencher com graxa
os dentes da tampa e untar
levemente com graxa os
vedadores antes da montagem.
Para os melhores resultados, usar
um relógio comparador. Ver
página 23. Usar o relógio
comparador para acoplamentos
balanceados dinamicamente e
montar as peças mantendo as
marcas de referência alinhadas.
1. Cuidado
2. Montagem das Tampas, Vedadores e Cubos
Colocar as tampas com os anéis de vedação sobre
os eixos antes de montar os cubos. Montar os cubos em
seus respectivos eixos, como mostrado acima, de modo
que a face de cada cubo fique rente com a extremidade
de seu eixo. Posicionar o equipamento em alinhamento
aproximado com a folga próxima da especificada na
tabela 1.
3."GAP" e Alinhamento Angular
Usar uma barra espaçadora que meça em espessura a
folga especificada na tabela 1. Inserir a barra, como
mostra acima, mantendo a mesma profundidade com
intervalos de 90º e medir o vão livre entre barra e face do
cubo com calibre de lâminas. A diferença entre as mínima
e máxima medidas não pode exceder ao limite angular
especificado na tabela 1.
Alinhar até que a régua assente em
esquadro (ou dentro dos limites
especificados na tabela 1) sobre
ambos os cubos como mostra acima
e também a intervalos de 90º.
Verificar com calibrador de lâminas.
O vão livre não pode exceder ao
desvio limite especificado na tabela 1.
Apertar todos os parafusos fortemente
e repetir as etapas 3 e 4. Realinhar o
acoplamento se necessário. Engraxar
os dentes do cubo.
4. Alinhamento Paralelo 5. Inserir Guarnição e Unir Tampas
Inserir guarnição entre as tampas. Posicionar as tampas
com orifícios de lubrificação a 90º e juntá-las. Usar
parafusos, porcas e arruelas de pressão, fornecidos com o
acoplamento.
IMPORTANTE: Apertar parafusos da tampa e porcas com
torque especificado na tabela nº1.
6.Lubrificação
Para acoplamento tipo G, encher com graxa
recomendada até que um excesso transborde num outro
orifício, então inserir o bujão. Continuar procedendo assim
até que todos os bujões tenham sido colocados. Para
acoplamentos tipo GV, preencher ambas as tampas,
inferior e superior, como descrito acima. Além disso,
ventilar a tampa superior pela inserção de uma lâmina
padrão entre o vedador e cubo. Encher até que um
excesso saia pela lâmina. Verificar se todos os bujões
foram colocados após lubrificação.
Colocar o disco central com o BOTÃO PARA BAIXO.
Centrar o disco no rebaixo da tampa inferior.
IMPORTANTE: Encher com a graxa os dentes do cubo
superior e então completar a montagem através das etapas
5 e 6 acima.
A. Montar Tampas Dentadas, Vedadores
e Cubos
Rever a etapa 1 acima. Colocar as
tampas dentadas com anéis de
vedação nos eixos, antes de montar
os cubos. Instalar os cubos nos seus
respectivos eixos, como mostrado
acima, de forma que a superfície do
rebaixo fique rente à extremidade
do eixo.
B. Instalar Disco de Encosto no Cubo Inferior
Colocar, batendo levemente, o disco de encosto no
rebaixo até que se assente e se fixe no lugar. Posicionar o
equipamento. Rever etapas 3 e 4 acima.
IMPORTANTE: Quando o acoplamento estiver alinhado,
encher a tampa inferior com graxa e posicionar a tampa e
guarnição.
C. Colocar Disco Central com Botão de Encosto
para Baixo
Nota: Superfície mais
larga do lado da
extremidade do eixo
Sempre medir com
a mesma profundidade.
Nota: Superfície mais
larga do lado da
extremidade do eixo
Disco de encosto Inserir disco central com
botão de encosto
Bombear graxa dentro
das tampas superior
e inferior
Para baixo
25
ACOPLAMENTO DE ENGRENAGEM TIPO G - SÉRIE 1000/2000
POWER
TRANSMISSION
INDUSTRIES
TAMANHO
TABELA 01 DADOS DE INSTALAÇÃO
1080
2080
Furo máximo - mm (2 chavetas rebaixadas)
GAP (Separação de Cubo) - mm
Limites de alinhamento
para instalação - mm *
Limites de alinhamento
para operação - mm *
Intervalo de velocidade do
acopl. com graxa NLG#1-rpm * ou LTG
Parafuso da luva (Flange central)
Aperto com Torque - Nm
Graxa - Kg
Rosca do Parafuso de extração (rosca - UNC)
Paralelo Máx.
Paralelo Máx.
Angular Máx.
Angular Máx.
Mínimo
Máximo
10
0,4
0,8
4,83
2,46
140
1750
266
9,53
13
0,4
0,9
5,49
2,64
120
1550
290
12,2
13
0,4
1
6,15
2,97
110
1450
320
15
13
0,5
1,1
6,81
3,30
100
1330
373
17,7
13
0,5
1,2
7,49
3,51
94
1200
400
20,9
19
0,6
1,3
7,98
3,61
88
1075
440
32,7
19
0,6
1,4
8,64
3,81
82
920
460
33,1
19
0,6
1,5
9,32
4,17
76
770
490
40,8
25
0,7
1,6
9,65
4,22
72
650
525
43,1
25
0,7
1,8
10,97
4,37
64
480
600
49,9
25
0,8
2
12,14
5,28
58
370
660
68
25
0,9
2,2
13,31
5,87
52
290
725
107
25
1
2,5
14,78
6,40
48
270
810
109
25
1
2,7
16,13
6,93
44
250
880
122
25
1
2,9
17,45
7,14
40
230
950
136
25
1
3,1
18,80
7,37
38
220
1025
150
1003
1-8
1424
1.25-7
1424
1.5-6
2495
1.5-6
2495
1.5-6
2495
1.5-6
2685
1.5-6
2685
1.5-6
4176
1.5-6
4176
1.5-6
5885
2-4.5
5885
2-4.5
11186
2-4.5
11186
2-4.5
14778
2-4.5
14778
2-4.5
1090
2090
1100
2100
1110
2110
1120
2120
1130
2130
1140
2140
1150
2150
1160
2160
1180
2180
1200
2200
1220
2220
1240
2240
1260
2260
1280
2280
1300
2300
* Alinhar os cubos dentro dos limites especificados acima. Quando ultrapassado os limites especificados fica reduzida a vida do acoplamento e a velocidade máxima estabelecida
Anel de vedação
Tampa
Cubo Flexível G
(especificar furo e rasgo de chaveta)
Guarnição
Bujão
Parafuso da tampa
1.
2.
3.
4.
5.
6.
Instruções para Instalação e Manutenção - Tam. de 1080 a 1300
Introdução: Este manual aplica-se para acoplamentos "standard" tipo G20 com parafusos expostos. Sua condição de funcionamento e vida depende muito de sua
instalação e manutenção. Seguir cuidadosamente as seguintes instruções do manual para uma ótima condição de trabalho e sem problemas de manutenção.
Identificação: Todos os acoplamentos são identificados através do número constante no cubo e tampa. Sempre especificar o número do cubo ou tampa quando solicitar
qualquer peça sobressalente.
Aplicação: Acoplamentos tipo G são recomendados para aplicação horizontal. Consultar a PTI - para acoplamentos verticais.
Balanceamento Dinâmico: Os acoplamentos balanceados dinamicamente possuem marcas de referência e precisam ser montados com justaposição destas marcas.
Utilizar um relógio comparador no alinhamento destes acoplamentos.
Relógio Comparador: Para melhores resultados, sempre usar o relógio comparador. A diferença entre as mínima e máxima leituras (dividida por dois) não pode exceder
os valores da tabela1. Montar o relógio comparador num cubo e fazer leituras para verificação dos desvios de diâmetro externo do outro cubo; para a verificação angular,
fazer leituras em qualquer face do outro cubo.
Lubrificação: Uma lubrificação adequada é essencial para o perfeito funcionamento do acoplamento. Não usar engraxadeira. Consultar a PTI - para uso de óleo e
outros lubrificantes fluidos. Usar somente graxas NLGI #1 com as seguintes especificações e lubrificar de 6 em 6 meses.
NÃO DEVE CORROER O AÇO
NÃO DEVE INTUMESCER OU DETERIORAR NEOPRENE OU BUNA N.
PENETRAÇÃO A 25ºC (77ºF) ...................................................... 310-340
PONTO DE GOTEJAMENTO ............................ 150ºC (300ºF) ou acima
Ver pág. 16 para vários lubrificantes adequados com as especificações acima. Quando a temperatura ambiente estiver fora de intervalo 34ºC a +93ºC (-30ºF a +200ºF)
consultar a PTI - .
Manutenção: Verificar a lubrificação de 6 em 6 meses e completar quando houver falta de lubrificante. É necessário mais freqüentes inspeções e lubrificação quando
houver excessivo desalinhamento, temperaturas ambientes altas, e ou freqüentes, reversões rápidas.
RESISTÊNCIA À CENTRIFUGAÇÃO ...............................................… ALTA
SEPARAÇÃO DO ÓLEO ................................................................… BAIXO
CARGA MÍNIMA TIMKEN O.K. ........................................ 13,6kg (30lbs.)
TEXTURA .............................................................................. suave ou fibrosa
5
1 5 12 3
8
7
6
2
13
14
15
16
16
15
14
4 2 5 13 3 12 5 1
26
Arruela de pressão da tampa
Porca da tampa
Tampa final
Guarnição do disco terminal
Porca do disco terminal
Arruela de pressão do disco terminal
Parafuso do disco terminal
7.
8.
12.
13.
14.
15.
16.
* Para acoplamentos com graxa NGLI#0 o intervalo de rotação será desde zero até o máximo mostrado na tabela 01 da graxa NLGI#1.
POWER
TRANSMISSION
INDUSTRIES
27
Instalação de Acoplamento Horizontal Tipo G20 Grande
Colocar os discos terminais com anéis de vedação nos eixos antes dos cubos. Montar os cubos em
seus respectivos eixos de forma que a face da cada cubo fique rente com a extremidade de seu eixo.
Então montar as luvas flangeadas com as guarnições do disco terminal. Posicionar o equipamento em
alinhamento aproximado com folga próxima da especificada na tabela.
2. Montagem das Partes do Acoplamento
Usar uma barra espaçadora que meça em espessura a folga especificada na tabela 1. Inserir a
barra, como mostra cima, mantendo a mesma profundidade com intervalos de 90º e medir
o vão livre entre barra e face do cubo com calibrador de lâminas. A diferença entre as mínimas e
máxima medidas não pode exceder ao limite angular especificado na tabela 1.
3.Folga e Alinhamento Angular
Alinhar até que a régua assente em esquadro (ou dentro dos limites especificados na tabela 1) sobre
ambos os cubos como mostra acima e também a intervalos de 90º. Verificar com calibrador de
lâminas. O vão livre não pode exceder ao desvio limite especificado na tabela 1. Apertar todos os
parafusos fortemente e repetir as etapas 3 e 4. Realinhar o acoplamento se necessário. Engraxar os
dentes do cubo.
4. Alinhamento Paralelo
Inserir guarnição entre as flanges. Posicionar luvas flangeadas com orifícios de lubrificação
defasados de 90º e então, cuidadosamente, juntar as tampas registradas. Usar só parafusos
fornecidos com o acoplamento.
IMPORTANTE: Apertar parafusos da flange central com torque especificado na tabela 1. Parafusar
os discos terminais com as guarnições nas luvas. Posicionar o disco terminal de forma que os orifícios
de lubrificação deste fiquem defasados de 90º em relação aos da luva adjacente.
5. Inserir Guarnição e Unir Tampas
Bombear graxa recomendada no acoplamento até que um excesso extravase num orifício de
lubrificação e então tapar este orifício. Continuar este procedimento até que o lubrificante
tenha transbordado em todos os orifícios e cada orifício tenha sido tapado. Inserir todos os tampões
antes de colocar em funcionamento.
6. Lubrificação
Limpar todas as peças. Esquentar os cubos num banho de óleo ou numa estufa no máximo a 135ºC (275ºF). Não repousar os dentes da engrenagem no fundo
do recipiente ou aplicar a chama diretamente nos dentes do cubo. Usar um lubrificante que tenha as especificações da página 1. Preencher com graxa os dentes
da tampa e juntar levemente com graxa a vedação antes da montagem. Para melhor alinhamento, usar um relógio comparador. Ver página 1. Usar um relógio
comparador para alinhamento de acoplamentos balanceados dinamicamente e montar as peças mantendo as marcas de referência alinhadas.
1. Atenção
Sempre
medir com a mesma
profundidade
Nota: furos de sacador
nesta face
Quando é requerido o limitador de deslocamento axial ou quando motores de mancais de bucha são
usados, consultar página 19 deste catálogo.
7. Limitador de Deslocamento Axial
ACOPLAMENTO DE ENGRENAGEM TIPO G - SÉRIE 1000/2000
POWER
TRANSMISSION
INDUSTRIES
ACOPLAMENTO
ELÁSTICO TIPO
WRAPFLEX
Características dos elementos do conjunto
Características Gerais
• Acoplamento;
• Isento de lubrificação;
• Torsionalmente flexível;
• Disponível em 12 tamanhos;
• Torque até 15.000 Nm;
• Furos até 186 mm;
• Manutenção simples (substituição do elemento
elástico sem afastamento dos cubos);
• E o mais interessante:
Elemento Flexível
em poliuretano
Resistentes ao tempo, tampa
de nylon "high-grade” Cubos Parafusos da Tampa
Isento de lubrificação, reduz custos de manutenção.
Elemento com perfil de garras otimizado (patente em
registro) Aumento de flexibilidade para rápida e fácil
montagem. Melhoria do contato dente a dente.
Fácil remoção do elemento flexível não necessita da
remoção dos cubos significa que não precisa de
realinhamento, com redução do tempo de parada.
Elemento em poliuretano com excelente resistência química
e ao desgaste, temperaturas até 95 ºC (200 ºF) para uma
vida mais longa.
Encaixe entre o diâmetro interno
da tampa e o diâmetro externo
do elemento permite a
montagem em qualquer
direção.
Opcional em tampa de aço
carbono com proteção epoxy
anti-corrosiva para aplicações
severas.
Fabricados em aço carbono
para máxima resistência.
Dentes do cubo usinados com
perfil especial (patente em
registro) para reduzir os efeitos
do desalinhamento e melhor
superfície de contato dos
dentes, resultando numa vida
mais longa do elemento.
Dois parafusos em aço inox
posicionados a 180º - Previne
o movimento relativo entre a
tampa e o elemento flexível,
sendo um meio de retenção
positiva entre os componentes.
28
THREE
HEAVY DUTY WARRANTY
THREE
YEAR
POWER
TRANSMISSION
INDUSTRIES
ACOPLAMENTO ELÁSTICO TIPO WRAPFLEX
29
PARAFUSOS
DA TAMPA
A 180º TAMPA
GAP H
A D
AA
ELEMENTO
CUBO
C
S
C
S
F
Z Z
BE
J
B
2R
3R
4R
5R
10R
20R
30R
40R
50R
60R
70R
80R
11
34
56
62
130
320
520
1030
2500
4000
8000
15000
4500
4500
4500
4500
4500
4500
4500
3600
3000
2500
2100
1800
22,00
28,00
35,00
38,00
48,00
60,00
65,00
85,00
105,00
135,00
160,00
190,00
-
-
-
30
37
49
54
67
91
131
155
184
0.875
1.125
1.375
1.625
1.875
2.375
2.875
3.375
4.125
5.250
6.125
7.250
0,365
0,767
1,17
1,34
2,48
5,62
9,37
17,1
35,7
.........
.........
.........
0,402
0,823
1,26
1,48
2,70
6,07
10,0
18,1
37,6
66,2
111
165
48,8
61,0
70,5
76,5
90,5
126,0
146,5
182,4
231,0
.........
.........
.........
49,0
61,0
71,0
76,5
90,5
124,0
143,0
177,0
224,0
267,0
310,0
370,0
51,8
64,0
74,7
80,5
94,5
132,1
152,6
190,0
239,0
........
........
........
52,1
64,0
75,2
80,4
94,4
130,1
149,1
185,0
232,0
278,0
321,0
381,0
56,5
68,5
79,5
72,0
92,0
122,0
152,0
181,0
215,0
275,4
324,4
376,8
16,5
18,5
19,5
20,0
24,0
32,0
36,0
47,0
61,0
75,4
84,4
96,8
20,0
25,0
30,0
26,0
34,0
45,0
58,0
67,0
77,0
100,0
120,0
140,0
-
-
-
60,0
72,0
92,0
105,0
130,0
178,0
209,6
250,8
270,0
38,9
50,9
57,9
64
76
102
118
150
190
228
270
328
-
-
-
15,0
19,0
25,0
29,0
34,0
46,0
60,2
69,7
83,4
14
16
17
23,0
28,0
37,1
42,0
54,5
69,5
67,0
75,0
85,0
14
16
17
23,0
28,0
37,1
42,0
54,5
69,5
67,0
75,0
85,0
9,7
12,2
14,7
15,9
22,2
25,4
31,8
41,3
44,5
..........
..........
..........
7,5
8,5
9,0
9,0
11,0
15,0
17,0
21,0
28,0
35,2
39,7
45,4
1,50
1,50
1,50
2,00
2,00
2,00
2,00
5,00
5,00
5,00
5,00
6,00
M3
M3
M4
M4
M4
M6
M6
M8
M8
M10
M10
M10
M2
M2
M2,5
M2.5
M2.5
M4
M4
M5
M5
M6
M6
M6
Torque
Nom.
(Nm)
Rot.
Máx.
(rpm)
Tampa
Nylon
Tampa
Nylon
Tampa
Nylon
Dimensões (milímetros)
Tampa
Aço
Tampa
Aço
Tampa
Aço
Parafusos
das tampas
Tam. Allen
Furo
Máx.
(mm)
Furo
Máx.
BE
reduz.
(mm)
Furo
(Pol.)
Peso do
acoplamento
sem furo (kg)
A AA
B BE C D F H
Tampa
Nylon
Tampa
Aço
J
S
Z GAP
TAM.
Tipo R10 - Dimensões  Milímetros
O elemento opera normalmente em temperaturas entre -40 C e 95ºC. Dimensões são somente para referência e sujeitas a mudanças sem notificação a menos que certificado.
5R - 50R são normalmente montados com chaveta, 02 parafusos (um sobre e outro a 90º em relação a chaveta) e ajuste deslizante. 60R-80R são normalmente montados com interferência, chaveta e sem parafusos.
Parafusos da tampa são em aço inoxidável conforme ISO 7380. Dois parafusos por acoplamento.
5R-50R a tampa em nylon é normal e a de aço pintada é opcional. 60R-80R a tampa de aço pintada é normal.
Max. BE reduzido significa quando o eixo for montado penetrando no espaço mostrado pela cota “Z“.
O número de partidas deve ser limitado a 10 por hora para a condição de furo máx., a não ser que seja utilizado cabo longo.
º
* Para aplicações com F.S. 2,0 ou maior, consultar a PTI.
Catálogo de Acoplamentos PTI Falk
Catálogo de Acoplamentos PTI Falk
Catálogo de Acoplamentos PTI Falk
Catálogo de Acoplamentos PTI Falk
Catálogo de Acoplamentos PTI Falk
Catálogo de Acoplamentos PTI Falk
Catálogo de Acoplamentos PTI Falk
Catálogo de Acoplamentos PTI Falk
Catálogo de Acoplamentos PTI Falk
Catálogo de Acoplamentos PTI Falk
Catálogo de Acoplamentos PTI Falk
Catálogo de Acoplamentos PTI Falk
Catálogo de Acoplamentos PTI Falk
Catálogo de Acoplamentos PTI Falk
Catálogo de Acoplamentos PTI Falk
Catálogo de Acoplamentos PTI Falk
Catálogo de Acoplamentos PTI Falk
Catálogo de Acoplamentos PTI Falk
Catálogo de Acoplamentos PTI Falk
Catálogo de Acoplamentos PTI Falk
Catálogo de Acoplamentos PTI Falk
Catálogo de Acoplamentos PTI Falk
Catálogo de Acoplamentos PTI Falk
Catálogo de Acoplamentos PTI Falk
Catálogo de Acoplamentos PTI Falk
Catálogo de Acoplamentos PTI Falk
Catálogo de Acoplamentos PTI Falk
Catálogo de Acoplamentos PTI Falk
Catálogo de Acoplamentos PTI Falk
Catálogo de Acoplamentos PTI Falk
Catálogo de Acoplamentos PTI Falk
Catálogo de Acoplamentos PTI Falk
Catálogo de Acoplamentos PTI Falk

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

CATÁLOGO DE RETENTORES
CATÁLOGO DE RETENTORESCATÁLOGO DE RETENTORES
CATÁLOGO DE RETENTORES
ordenaelbass
 
Catalogo parafusos allen tellep
Catalogo parafusos allen tellepCatalogo parafusos allen tellep
Catalogo parafusos allen tellep
Rodrigo Pacheco
 
Manual trator valtra bh 180
Manual trator valtra bh 180Manual trator valtra bh 180
Manual trator valtra bh 180
Cesar Braga
 
Catalogo correias-goodyear
Catalogo correias-goodyearCatalogo correias-goodyear
Catalogo correias-goodyear
Luedes Viana
 
Solda aula 2 - simbologia
Solda   aula 2 - simbologiaSolda   aula 2 - simbologia
Solda aula 2 - simbologia
Roberto Villardo
 
Calculo de conicidade (1)
Calculo de conicidade (1)Calculo de conicidade (1)
Calculo de conicidade (1)
Solange Ferrari
 
Parafusos ciser
Parafusos ciserParafusos ciser
Parafusos ciser
Robsoncn
 
47634938 apostila-maquinas-de-elevacao-e-transporte
47634938 apostila-maquinas-de-elevacao-e-transporte47634938 apostila-maquinas-de-elevacao-e-transporte
47634938 apostila-maquinas-de-elevacao-e-transporte
Celso Moraes
 
Tabela roscas
Tabela roscasTabela roscas
Tabela roscas
jcjaneiro
 
Catálago de rolamentos de-rolos conicos SNR
Catálago de rolamentos de-rolos conicos SNRCatálago de rolamentos de-rolos conicos SNR
Catálago de rolamentos de-rolos conicos SNR
André Sá
 
Como calcular a potencia do motor e selecionar o redutor no acionamento de ma...
Como calcular a potencia do motor e selecionar o redutor no acionamento de ma...Como calcular a potencia do motor e selecionar o redutor no acionamento de ma...
Como calcular a potencia do motor e selecionar o redutor no acionamento de ma...
Luiz Roberto Prado
 
Tabela diametro furo_para_fazer_rosca
Tabela diametro furo_para_fazer_roscaTabela diametro furo_para_fazer_rosca
Tabela diametro furo_para_fazer_rosca
KLELTON BENETÃO
 
Motores weg especificações
Motores weg especificaçõesMotores weg especificações
Motores weg especificações
Marcio Lobão
 
Pti redutor y
Pti redutor yPti redutor y
Pti redutor y
Davidson Silva
 
Catalogo de rolamentos_fag_(br)[1]
Catalogo de rolamentos_fag_(br)[1]Catalogo de rolamentos_fag_(br)[1]
Catalogo de rolamentos_fag_(br)[1]
Hudson Luiz Pissini
 
Polegada milimetro
Polegada milimetroPolegada milimetro
Polegada milimetro
cletospotto
 
Trabalho final guindaste de coluna
Trabalho final   guindaste de colunaTrabalho final   guindaste de coluna
Trabalho final guindaste de coluna
jarmiram olindo della barba junior
 
Dimensionamento de eixos
Dimensionamento de eixosDimensionamento de eixos
Dimensionamento de eixos
Sandro De Souza
 
rosca transportadoras
rosca transportadorasrosca transportadoras
rosca transportadoras
Tiago Marcelino Leite
 
Capitulo 3 -_transmissao_por_correias
Capitulo 3 -_transmissao_por_correiasCapitulo 3 -_transmissao_por_correias
Capitulo 3 -_transmissao_por_correias
Luan Matheus Castilho da Silva
 

Mais procurados (20)

CATÁLOGO DE RETENTORES
CATÁLOGO DE RETENTORESCATÁLOGO DE RETENTORES
CATÁLOGO DE RETENTORES
 
Catalogo parafusos allen tellep
Catalogo parafusos allen tellepCatalogo parafusos allen tellep
Catalogo parafusos allen tellep
 
Manual trator valtra bh 180
Manual trator valtra bh 180Manual trator valtra bh 180
Manual trator valtra bh 180
 
Catalogo correias-goodyear
Catalogo correias-goodyearCatalogo correias-goodyear
Catalogo correias-goodyear
 
Solda aula 2 - simbologia
Solda   aula 2 - simbologiaSolda   aula 2 - simbologia
Solda aula 2 - simbologia
 
Calculo de conicidade (1)
Calculo de conicidade (1)Calculo de conicidade (1)
Calculo de conicidade (1)
 
Parafusos ciser
Parafusos ciserParafusos ciser
Parafusos ciser
 
47634938 apostila-maquinas-de-elevacao-e-transporte
47634938 apostila-maquinas-de-elevacao-e-transporte47634938 apostila-maquinas-de-elevacao-e-transporte
47634938 apostila-maquinas-de-elevacao-e-transporte
 
Tabela roscas
Tabela roscasTabela roscas
Tabela roscas
 
Catálago de rolamentos de-rolos conicos SNR
Catálago de rolamentos de-rolos conicos SNRCatálago de rolamentos de-rolos conicos SNR
Catálago de rolamentos de-rolos conicos SNR
 
Como calcular a potencia do motor e selecionar o redutor no acionamento de ma...
Como calcular a potencia do motor e selecionar o redutor no acionamento de ma...Como calcular a potencia do motor e selecionar o redutor no acionamento de ma...
Como calcular a potencia do motor e selecionar o redutor no acionamento de ma...
 
Tabela diametro furo_para_fazer_rosca
Tabela diametro furo_para_fazer_roscaTabela diametro furo_para_fazer_rosca
Tabela diametro furo_para_fazer_rosca
 
Motores weg especificações
Motores weg especificaçõesMotores weg especificações
Motores weg especificações
 
Pti redutor y
Pti redutor yPti redutor y
Pti redutor y
 
Catalogo de rolamentos_fag_(br)[1]
Catalogo de rolamentos_fag_(br)[1]Catalogo de rolamentos_fag_(br)[1]
Catalogo de rolamentos_fag_(br)[1]
 
Polegada milimetro
Polegada milimetroPolegada milimetro
Polegada milimetro
 
Trabalho final guindaste de coluna
Trabalho final   guindaste de colunaTrabalho final   guindaste de coluna
Trabalho final guindaste de coluna
 
Dimensionamento de eixos
Dimensionamento de eixosDimensionamento de eixos
Dimensionamento de eixos
 
rosca transportadoras
rosca transportadorasrosca transportadoras
rosca transportadoras
 
Capitulo 3 -_transmissao_por_correias
Capitulo 3 -_transmissao_por_correiasCapitulo 3 -_transmissao_por_correias
Capitulo 3 -_transmissao_por_correias
 

Semelhante a Catálogo de Acoplamentos PTI Falk

Manual Moto Cr250 vwx
Manual Moto Cr250 vwxManual Moto Cr250 vwx
Manual Moto Cr250 vwx
Thiago Huari
 
Manual Moto Cbr900 r rw_x
Manual Moto Cbr900 r rw_xManual Moto Cbr900 r rw_x
Manual Moto Cbr900 r rw_x
Thiago Huari
 
Manual Moto Cr125 vw
Manual Moto Cr125 vwManual Moto Cr125 vw
Manual Moto Cr125 vw
Thiago Huari
 
Manual Moto Cbx250
Manual Moto Cbx250Manual Moto Cbx250
Manual Moto Cbx250
Thiago Huari
 
Manual Moto Nx4 falco
Manual Moto Nx4 falcoManual Moto Nx4 falco
Manual Moto Nx4 falco
Thiago Huari
 
Manual Moto Cr125 rlr
Manual Moto Cr125 rlrManual Moto Cr125 rlr
Manual Moto Cr125 rlr
Thiago Huari
 
Manual Moto Xr400 r
Manual Moto Xr400 rManual Moto Xr400 r
Manual Moto Xr400 r
Thiago Huari
 
Manual Moto Cb500 01
Manual Moto Cb500 01Manual Moto Cb500 01
Manual Moto Cb500 01
Thiago Huari
 
Manual Moto Cr80 rb
Manual Moto Cr80 rbManual Moto Cr80 rb
Manual Moto Cr80 rb
Thiago Huari
 
Cofap 2013
Cofap 2013Cofap 2013
Cofap 2013
Kesley de Souza
 
Manual Moto C100 biz
Manual Moto C100 bizManual Moto C100 biz
Manual Moto C100 biz
Thiago Huari
 
Mancais auto alinháveis-snr_em_ferro_fundido_e_em_chapa_de_aço
Mancais auto alinháveis-snr_em_ferro_fundido_e_em_chapa_de_açoMancais auto alinháveis-snr_em_ferro_fundido_e_em_chapa_de_aço
Mancais auto alinháveis-snr_em_ferro_fundido_e_em_chapa_de_aço
Pedro Henrique Martins Duarte
 
Manual Moto Cbr600 f2f42
Manual Moto Cbr600 f2f42Manual Moto Cbr600 f2f42
Manual Moto Cbr600 f2f42
Thiago Huari
 
Ihcat rvtar004 rev04-out2010_splitão_splitop_(fixo_inverter)
Ihcat rvtar004 rev04-out2010_splitão_splitop_(fixo_inverter)Ihcat rvtar004 rev04-out2010_splitão_splitop_(fixo_inverter)
Ihcat rvtar004 rev04-out2010_splitão_splitop_(fixo_inverter)
Agassis Rodrigues
 
Manual Moto Cbr900 r ry12
Manual Moto Cbr900 r ry12Manual Moto Cbr900 r ry12
Manual Moto Cbr900 r ry12
Thiago Huari
 
Manual Moto Xlr125 y1
Manual Moto Xlr125 y1Manual Moto Xlr125 y1
Manual Moto Xlr125 y1
Thiago Huari
 
Manual Moto Cr125 r2
Manual Moto Cr125 r2Manual Moto Cr125 r2
Manual Moto Cr125 r2
Thiago Huari
 
Manual Moto Cr250 rl
Manual Moto Cr250 rlManual Moto Cr250 rl
Manual Moto Cr250 rl
Thiago Huari
 
Catálogo Locofer
Catálogo LocoferCatálogo Locofer
Catálogo Locofer
Comunicacaoftc
 
Manual Moto Cr80 r
Manual Moto Cr80 rManual Moto Cr80 r
Manual Moto Cr80 r
Thiago Huari
 

Semelhante a Catálogo de Acoplamentos PTI Falk (20)

Manual Moto Cr250 vwx
Manual Moto Cr250 vwxManual Moto Cr250 vwx
Manual Moto Cr250 vwx
 
Manual Moto Cbr900 r rw_x
Manual Moto Cbr900 r rw_xManual Moto Cbr900 r rw_x
Manual Moto Cbr900 r rw_x
 
Manual Moto Cr125 vw
Manual Moto Cr125 vwManual Moto Cr125 vw
Manual Moto Cr125 vw
 
Manual Moto Cbx250
Manual Moto Cbx250Manual Moto Cbx250
Manual Moto Cbx250
 
Manual Moto Nx4 falco
Manual Moto Nx4 falcoManual Moto Nx4 falco
Manual Moto Nx4 falco
 
Manual Moto Cr125 rlr
Manual Moto Cr125 rlrManual Moto Cr125 rlr
Manual Moto Cr125 rlr
 
Manual Moto Xr400 r
Manual Moto Xr400 rManual Moto Xr400 r
Manual Moto Xr400 r
 
Manual Moto Cb500 01
Manual Moto Cb500 01Manual Moto Cb500 01
Manual Moto Cb500 01
 
Manual Moto Cr80 rb
Manual Moto Cr80 rbManual Moto Cr80 rb
Manual Moto Cr80 rb
 
Cofap 2013
Cofap 2013Cofap 2013
Cofap 2013
 
Manual Moto C100 biz
Manual Moto C100 bizManual Moto C100 biz
Manual Moto C100 biz
 
Mancais auto alinháveis-snr_em_ferro_fundido_e_em_chapa_de_aço
Mancais auto alinháveis-snr_em_ferro_fundido_e_em_chapa_de_açoMancais auto alinháveis-snr_em_ferro_fundido_e_em_chapa_de_aço
Mancais auto alinháveis-snr_em_ferro_fundido_e_em_chapa_de_aço
 
Manual Moto Cbr600 f2f42
Manual Moto Cbr600 f2f42Manual Moto Cbr600 f2f42
Manual Moto Cbr600 f2f42
 
Ihcat rvtar004 rev04-out2010_splitão_splitop_(fixo_inverter)
Ihcat rvtar004 rev04-out2010_splitão_splitop_(fixo_inverter)Ihcat rvtar004 rev04-out2010_splitão_splitop_(fixo_inverter)
Ihcat rvtar004 rev04-out2010_splitão_splitop_(fixo_inverter)
 
Manual Moto Cbr900 r ry12
Manual Moto Cbr900 r ry12Manual Moto Cbr900 r ry12
Manual Moto Cbr900 r ry12
 
Manual Moto Xlr125 y1
Manual Moto Xlr125 y1Manual Moto Xlr125 y1
Manual Moto Xlr125 y1
 
Manual Moto Cr125 r2
Manual Moto Cr125 r2Manual Moto Cr125 r2
Manual Moto Cr125 r2
 
Manual Moto Cr250 rl
Manual Moto Cr250 rlManual Moto Cr250 rl
Manual Moto Cr250 rl
 
Catálogo Locofer
Catálogo LocoferCatálogo Locofer
Catálogo Locofer
 
Manual Moto Cr80 r
Manual Moto Cr80 rManual Moto Cr80 r
Manual Moto Cr80 r
 

Mais de Celso LS

VEDAÇÃO Loctite
VEDAÇÃO LoctiteVEDAÇÃO Loctite
VEDAÇÃO Loctite
Celso LS
 
TRAVAMENTO Loctite
TRAVAMENTO LoctiteTRAVAMENTO Loctite
TRAVAMENTO Loctite
Celso LS
 
PROCESSO Loctite
PROCESSO LoctitePROCESSO Loctite
PROCESSO Loctite
Celso LS
 
POLIMEROS COMPOSITOS Loctite
POLIMEROS COMPOSITOS LoctitePOLIMEROS COMPOSITOS Loctite
POLIMEROS COMPOSITOS Loctite
Celso LS
 
FIXAÇÃO Loctite
FIXAÇÃO LoctiteFIXAÇÃO Loctite
FIXAÇÃO Loctite
Celso LS
 
ANTI SEIZE Loctite
ANTI SEIZE LoctiteANTI SEIZE Loctite
ANTI SEIZE Loctite
Celso LS
 
ADESÃO Loctite
ADESÃO LoctiteADESÃO Loctite
ADESÃO Loctite
Celso LS
 
A era 4.0 - Revista Desenvolve SP 2018
A era 4.0 - Revista Desenvolve SP 2018A era 4.0 - Revista Desenvolve SP 2018
A era 4.0 - Revista Desenvolve SP 2018
Celso LS
 
Formulas técnicas - crédito WEG Cestari
Formulas técnicas - crédito WEG CestariFormulas técnicas - crédito WEG Cestari
Formulas técnicas - crédito WEG Cestari
Celso LS
 
Matemática aplicada
Matemática aplicadaMatemática aplicada
Matemática aplicada
Celso LS
 
Energia Eólica - material Sebrae
Energia Eólica - material SebraeEnergia Eólica - material Sebrae
Energia Eólica - material Sebrae
Celso LS
 
Acoplamento PTI tipo F
Acoplamento PTI tipo FAcoplamento PTI tipo F
Acoplamento PTI tipo F
Celso LS
 
Acoplamentos PTI
Acoplamentos PTI Acoplamentos PTI
Acoplamentos PTI
Celso LS
 
GUIA 2018 NORMAS BR
GUIA 2018 NORMAS BRGUIA 2018 NORMAS BR
GUIA 2018 NORMAS BR
Celso LS
 
População PET no Brasil - 2013
População PET no Brasil - 2013População PET no Brasil - 2013
População PET no Brasil - 2013
Celso LS
 
Tendências de mercado PET
Tendências de mercado PETTendências de mercado PET
Tendências de mercado PET
Celso LS
 
ABINPET - mercado animais estimação
ABINPET - mercado animais estimaçãoABINPET - mercado animais estimação
ABINPET - mercado animais estimação
Celso LS
 
Manual de boas práticas para resíduos sólidos
Manual de boas práticas para resíduos sólidosManual de boas práticas para resíduos sólidos
Manual de boas práticas para resíduos sólidos
Celso LS
 
Mercado PET 2013
Mercado PET 2013Mercado PET 2013
Mercado PET 2013
Celso LS
 
Rolamentos Lineares SKF
Rolamentos Lineares SKFRolamentos Lineares SKF
Rolamentos Lineares SKF
Celso LS
 

Mais de Celso LS (20)

VEDAÇÃO Loctite
VEDAÇÃO LoctiteVEDAÇÃO Loctite
VEDAÇÃO Loctite
 
TRAVAMENTO Loctite
TRAVAMENTO LoctiteTRAVAMENTO Loctite
TRAVAMENTO Loctite
 
PROCESSO Loctite
PROCESSO LoctitePROCESSO Loctite
PROCESSO Loctite
 
POLIMEROS COMPOSITOS Loctite
POLIMEROS COMPOSITOS LoctitePOLIMEROS COMPOSITOS Loctite
POLIMEROS COMPOSITOS Loctite
 
FIXAÇÃO Loctite
FIXAÇÃO LoctiteFIXAÇÃO Loctite
FIXAÇÃO Loctite
 
ANTI SEIZE Loctite
ANTI SEIZE LoctiteANTI SEIZE Loctite
ANTI SEIZE Loctite
 
ADESÃO Loctite
ADESÃO LoctiteADESÃO Loctite
ADESÃO Loctite
 
A era 4.0 - Revista Desenvolve SP 2018
A era 4.0 - Revista Desenvolve SP 2018A era 4.0 - Revista Desenvolve SP 2018
A era 4.0 - Revista Desenvolve SP 2018
 
Formulas técnicas - crédito WEG Cestari
Formulas técnicas - crédito WEG CestariFormulas técnicas - crédito WEG Cestari
Formulas técnicas - crédito WEG Cestari
 
Matemática aplicada
Matemática aplicadaMatemática aplicada
Matemática aplicada
 
Energia Eólica - material Sebrae
Energia Eólica - material SebraeEnergia Eólica - material Sebrae
Energia Eólica - material Sebrae
 
Acoplamento PTI tipo F
Acoplamento PTI tipo FAcoplamento PTI tipo F
Acoplamento PTI tipo F
 
Acoplamentos PTI
Acoplamentos PTI Acoplamentos PTI
Acoplamentos PTI
 
GUIA 2018 NORMAS BR
GUIA 2018 NORMAS BRGUIA 2018 NORMAS BR
GUIA 2018 NORMAS BR
 
População PET no Brasil - 2013
População PET no Brasil - 2013População PET no Brasil - 2013
População PET no Brasil - 2013
 
Tendências de mercado PET
Tendências de mercado PETTendências de mercado PET
Tendências de mercado PET
 
ABINPET - mercado animais estimação
ABINPET - mercado animais estimaçãoABINPET - mercado animais estimação
ABINPET - mercado animais estimação
 
Manual de boas práticas para resíduos sólidos
Manual de boas práticas para resíduos sólidosManual de boas práticas para resíduos sólidos
Manual de boas práticas para resíduos sólidos
 
Mercado PET 2013
Mercado PET 2013Mercado PET 2013
Mercado PET 2013
 
Rolamentos Lineares SKF
Rolamentos Lineares SKFRolamentos Lineares SKF
Rolamentos Lineares SKF
 

Catálogo de Acoplamentos PTI Falk

  • 2. POWER TRANSMISSION INDUSTRIES A EMPRESA A PTI - Power Transmission Industries do Brasil iniciou suas atividades no Brasil em 1955 através da Falk do Brasil, fabricando Redutores de Velocidade e Acoplamentos. A credibilidade da PTI no Brasil foi adquirida desde sua fundação, sendo baseada numa sólida engenharia, utilizando maquinário de última geração na fabricação dos equipamentos, agilidade e competência nos serviços de atendimento ao cliente, atuando nos mais diversos segmentos de mercado. Obs.: Para seleção de acoplamento ECOTORK, vá para a pg. 34 SEM RELUBRIFICAÇÃO SELEÇÃO DE ACOPLAMENTO PTI- Fator de Serviço: Determine o fator de serviço conforme página 04. Mínimo Torque Requerido para o Acoplamento: Este torque deve ser calculado conforme fórmula abaixo: Mínimo Torque p/ o Acoplamento = F.S. (Fator de Serviço) x Torque Requerido. Se somente a potência for conhecida então: Os Fatores de Serviço são apenas uma orientação, baseada na experiência e na razão entre o torque do acoplamento e as características do sistema. As características do sistema são melhor mensuradas com um medidor de torque. Tamanho: Para seleção de tamanho, primeiro escolha o modelo, depois vá até a página do modelo do acoplamento escolhido para a aplicação e escolha um tamanho que atenda em torque o mínino torque calculado no passo anterior. Seleção Final: Confira a rotação (rpm), furo máximo, GAP e dimensões. Fórmula c/ kW Mínimo Torque (Nm) = kW x 9550 x F.S. rpm Fórmula c/ cv rpm = cv x 7202 x F.S. Mínimo Torque (Nm)
  • 3. POWER TRANSMISSION INDUSTRIES ÍNDICE 03 Tabela - Fatores de serviço para acoplamentos PTI- ........ 04 Acoplamento STEELFLEX T-SÉRIE 1000.................................... 05 Acoplamento STEELFLEX F....................................................... 14 Acoplamentos de engrenagem série 1000/2000.................... 17 Acoplamento Elástico tipo WRAPFLEX...................................... 28 Acoplamento Elástico ECOTORK ............................................ 32 Protetor de Acoplamento ORANGE PEEL................................. 52 Acoplamentos Flexíveis Tipo RD .................................... 53 Questionário Consulta .......................................................... 59 Saiba como obter a garantia na graxa LTG, informações sobre embalagens e benefícios para sua aplicação................ 60 05 14 17 28 32 53 52
  • 4. POWER TRANSMISSION INDUSTRIES ACOPLAMENTO TABELA 1 - FATORES DE SERVIÇO PARA ACOPLAMENTOS PTI- + Os fatores de serviço listados são típicos de operações normais de sistemas de transmissão de força. Para aplicações com cargas de pico repetitivas, consultar a PTI - . Listagem alfabética por indústrias Listagem alfabética de aplicações Fator de serviço Aeradores .........................................2,0 Agitadores Roscas, hélices ou pás...............................1,0 Alimentadores Correias, discos ou roscas........................1,0 Alternativos ................................................2,5 Bombas Centrífugas Velocidade constante................................1,0 Variação freqüente de velocidade sob carga ...................................................1,25 Desincrustadoras com acumulador..........1,25 Engrenagens, rotativas ou palhetas.........1,25 Alternativas (recíprocas) 1 cilindro simples ou dupla ação .........3,0 2 cilindros simples ação ........................2,0 2 cilindros dupla ação...........................1,75 3 ou mais cilindros.................................1,5 Classificadores ou Clarificadores1,0 Compressores Centrífugos .................................................1,0 Rotativos, de lóbulos ou palhetas ............1,25 Rotativos, parafuso ....................................1,0 Alternativos (recíprocos) Acoplados diretamente consultar o Sem volante de inércia consultar o *Com volante de inércia e engrenagem de redução entre compressor e motor 1 cilindro simples ação ...................3,0 1 cilindro dupla ação......................3,0 2 cilindros simples ação..................3,0 2 cilindros dupla ação....................3,0 3 cilindros simples ação..................3,0 3 cilindros dupla ação....................2,0 4 cilindros ou mais, simples ação ..1,75 4 cilindros ou mais, dupla ação.....1,75 Dinamômetros...................................1,0 Eixo principal de acionamento Aciona vários equipamentos....................1,5 Elevadores Caçamba , descarga centrífuga ..............1,25 Passageiros.................................não permitido Descarga por gravidade ..........................1,25 Extrusoras de plásticos.......................1,5 Geradores Carga uniforme..........................................1,0 Serviço de guincho ou estrada de ferro....................................1,5 Solda...........................................................2,0 fabricante fabricante fabricante fabricante Fator de serviço Guindastes ou guinchos Guincho principal ...........................1,75 Caçamba .........................................1,75 Inclinação da lança........................1,5 Deslocamento da ponte ou carro............1,75 Lavadoras e batedoras ......................2,0 Máquinas de conformação (metais) Carro de banca de trefila, acionamento principal, extrusoras, modeladoras e laminadoras ............................................2,0 Cortadoras.................................................1,0 Trefiladoras de arame e aplainadoras...........................................1,75 Bobinadeiras ou desbobinadeiras...........1,5 Máquinas operatrizes Acionamento principal..............................1,5 Acionamento auxiliar................................1,0 Acionamento Transversal..........................1,0 Dobradeiras, puncionadoras, pressas, cunhadoras..................................1,75 Misturadores (ver agitadores) Concreto.....................................................1,75 Muller..........................................................1,5 Moinhos de argamassa .....................1,75 Moinhos Martelos .....................................................1,75 Rolos ou barras..........................................1,5 Peneiras Lavagem a água ou ar..............................1,0 Puxador de vagão .............................1,5 Secadores Centrífugos .................................................1,0 Lóbulos ou palhetas...................................1,25 Vibratórios..................................................2,0 Tambores rotativos.....................................1,75 Transportadores Lamelas, correia, roscas, correntes, abas..............................1,0 Canecas......................................................1,25 Desmoldador e reversor............................3,0 Ventiladores Centrífugos .................................................1,0 Torre de resfriamento ................................2,0 Ventilação forçada (início de linha) ........1,5 Ventilação forçada acionada por motor hidráulico..................................1,0 Recirculador de gases...............................1,5 Tiragem forçada com controle de vazão ou limpador de lâmina ............1,25 Tiragem forçada sem controles................2,0 Fator de serviço Açucareira Desfibradores e Picadores........................2,0 Moendas acionadas por turbina e engrenagens externas helicoidais .................................................1,5 Acionadas por motor elétrico ou pistão e engrenagens externas helicoidais...................................2,0 Engrenagens externas de dentes retos qualquer que seja o acionamento usado ...............................2,0 Esteira alimentadora e niveladora...........1,75 Alimentícia/Bebidas Cozinhadores de cereais..........................1,25 Misturadores de massa, trituradores........1,75 Máquina de encher latas, garrafas.........1,0 Borracha Calandras...................................................2,0 Extrusoras ...................................................1,75 "Banbury" ...................................................2,5 Moinhos aquecedores 1 ou 2 em linha ......................................2,0 3 ou mais em linha.................................1,75 Moinhos misturadores , refinadores ou laminadores 1 ou 2 em linha ......................................2,5 3 ou 4 em linha ......................................2,0 5 ou mais em linha.................................1,75 Dragas Acionamento do desagregador...............2,0 Enrolador de cabos...................................1,75 Bomba (carga uniforme)...........................1,5 Osciladores (guincho de manobra).........1,5 Madeira Transportador de retalhos ........................1,75 Transportador de serragem......................1,25 Transportadora de toras ...........................2,0 Serras de fita..............................................1,5 Serra circular "Cut-Off" ............................1,75 Serra Oscilante consultar Plainadora..................................................1,75 Laminação de Metais Desempenadores.......................................2,0 Bobinadeira a quente ...............................2,0 Bobinadeira a frio .....................................1,5 Acionamento de fornos.............................2,0 Mesas de transferência com reversão..........................................3,0 sem reversão...........................................1,5 Usinas de coque empurrador ............................................2,5 abridor de portas...................................2,0 puxador (redutor de movimento)..........3,0 o fabricante o fabricante Fator de serviço Laminador a frio consultar o desbastador e descascador consultar o Alimentadores............................................3,0 Laminador a quente laminador ou desbastador, de ligotes ou barras consultar o Perfurador de tubos........................................3,0 Papel Batedor e despolpador.............................1,75 Bobinadeiras..............................................1,5 Batedor de feltro .......................................2,0 Branqueador, alvejador............................1,0 Calandra e super calandra ......................1,75 Cortadoras.................................................2,0 Descascadoras ..........................................2,0 Esticador de feltro .....................................1,25 "Fourdrinier" ...............................................1,75 Lavadoras, espessadoras, câmaras de estoque..................................1,5 Misturador de polpa.................................1,75 Picador........................................................2,5 Prensa, moinho de polpa..........................1,75 Revestidores................................................1,0 Secadoras, cilindros "Couch" ..................1,75 Processamento de agregados, cimento, fornos de mineração. Britadores ...................................................2,5 Moinhos de rolos ou bolas com acionamento direto ou no eixo de baixa rotação do redutor com acionamento direto ou no eixo de baixa rotação do redutor com acionamento final de engrenagens de dentes retos ...................2,0 Engrenagens helicoidais...........................1,75 Moinhos de martelos ................................1,75 Secadores rotativos...................................1,75 Moinhos de tamboreamento....................1,75 Refinarias Bombeamento de poços petrolíferos com torque máximo de 150%..................2,0 Resfriadores................................................1,25 Secadores ..................................................2,0 Filtroprensa de parafina............................1,5 Indústria têxtil Calandras e cardadeiras..........................1,5 Dosadores, lustradeiras, afelpadoras, lustradeiras, Ensaboadoras............................................1,25 Enroladores, esticadores, e torcedores ...1,5 Máquina de acabamento de telas ..........1,5 Tambores de secagem, teares.................. fabricante fabricante fabricante fabricante fabricante fabricante Para aplicações com cargas de pico, consultar a PTI - FALK. Se ocasionalmente acontecer transporte de passageiros, consultar a fábrica para uma seleção segura bem como dos acessórios para atender códigos de segurança. + Para acionamentos por motor a explosão referir a tabela 2. Quando motores elétricos, geradores, compressores são equipados com mancais de escorregamento, use limitadores de movimento axial nos acoplamentos, para proteger os mancais, estes acessórios devem ser pedidos junto com o acoplamento. *Se for necessário compensação no balanceamento por peso em local oposto, consultar a PTI - . TABELA 2 FATORES DE SERVIÇOS PARA MOTORES - Fatores de serviço para motores a explosão são os requeridos para aplicações onde a boa regulagem fornecida pelo volante, evita flutuações de torque dentro de ±20%. Para unidades onde a variação de torque excede este valor, ou a operação se encontra próxima a uma vibração crítica ou torsional, um estudo de massas elásticas é necessário. Para usar a tabela 2, primeiro determine o fator de serviço da aplicação pela tabela1, e com esse valor, determinar o valor de fator de serviço a aplicar para o MOTOR. Se este é maior que 2 devemos consultar o fabricante, pois a aplicação precisará de uma análise mais criteriosa. NÚMERO DE CILINDROS Fator de serviço da tabela 1 Fator de serviço do motor 4 ou 5 6 ou mais 1,0 1,25 1,5 1,75 2,0 1,0 1,25 1,5 1,75 2,0 2,0 2,25 2,5 2,75 3,0 1,5 1,75 2,0 2,25 2,5 04
  • 5. POWER TRANSMISSION INDUSTRIES ACOPLAMENTOS STEELFLEX T SÉRIE 1000 As grades do acoplamento Steelflex T possuem secção trapezoidal e são fabricadas em aço ligado de alta resistência temperadas e revenidas para dureza de molas. A superfície é então jateada com micro esferas de aço com grande precisão de operação denominada de "Shot peenning" que comprimem as moléculas da superfície por trabalho mecânico. Quando a carga é aplicada na grade, as forças tendem a separar seus braços, mas na grade 1000T a carga precisa primeiro vencer as forças de compressão criadas pelo picotamento de precisão da superfície "Shot peening" e então submeter a grade a sua tensão limite. O efeito é um AUMENTO drástico na CAPACIDADE, fornecendo a reserva de resistência para longa vida, e permitindo portanto a seleção de um acoplamento de menor tamanho físico, para um mesmo esforço. Com o acoplamento 1000T a PTI - oferece uma evidência positiva de liderança no campo de projeto e desenvolvimento de acoplamentos flexíveis. A tecnologia avançada é combinada com longos testes e toda a nossa experiência de campo nestes acoplamentos. Períodos Estendidos na Manutenção Podemos agora instalar o acoplamento e lubrificar com a avançada Graxa de Longa Duração "LTG" da - e esquecer as rotinas periódicas de manutenção. A graxa "LTG" da PTI - foi desenvolvida especialmente para uso em acoplamentos. É altamente resistente a separação de óleo e dos agentes espessadores que ocorre normalmente nas graxas. Graxas de uso geral sofrem separação pela ação das forças centrífugas existentes nos acoplamentos. PTI Esta falha acelera o desgaste e fadiga das grades. O uso da graxa "LTG" garantirá a lubrificação necessária nas grades "T" eliminando os ciclos de rotina de lubrificação. Instalação Rápida A grades "T" são de simples camada e de extrema facilidade de encaixe nos rasgos do cubo, muito mais rapidamente que a colocação da grade retangular. Nos tamanhos menores são utilizados o ajuste deslizante na montagem eixo/cubo para facilitar a operação. Finalmente a prática tampa bipartida é colocada com auxílio de ferramentas standard. Facilidade de Manutenção A grade "T" é o elemento de desgaste do acoplamento STEELFLEX sendo somente uma fração do custo do acoplamento completo. As grades "T" são facilmente acessíveis pela simples remoção da tampa bipartida e a remoção da grade obtida por uma chave de fenda ou barra. Nos tamanhos menores a recolocação das grades "T" é simples por colocação direta nos rasgos sem a necessidade dos esforços adicionais (como um martelo), nem mover equipamentos como acontece nos outros acoplamentos como os de engrenagem e de elastômeros. A necessidade de mover parte do equipamento sempre gera maior custo e requer tempo. Versatilidade do Projeto Os componentes da série 1000T são dimensionalmente intercambiáveis com os da série 10T. Nos tamanhos menores, dois tipos de tampa são disponíveis. Produtos para aplicações complementares das normais são disponíveis tais como: acoplamento com espaçador; com eixo pilotado; com polia ou disco de freio e o controlador de torque. Disponibilidade A grande maioria dos acoplamentos e peças de reposição são encontradas em nossos Distribuidores e se necessário, encomendadas em regime URGENTE da fábrica. A disponibilidade normal é com furo bruto ou mínimo ou com furos usinados sob medida, a pedido do cliente. 05
  • 6. POWER TRANSMISSION INDUSTRIES ACOPLAMENTO DE GRADE ELÁSTICA TIPO T A FUNÇÃO DE UM ACOPLAMENTO NÃO É SÓ DE LIGAR DOIS EIXOS, MAS SIM DE PROTEGER OS DISPENDIOSOS EQUIPAMENTOS MOTORES E MOVIDOS DO DESALINHAMENTO, CARGAS DE CHOQUES, VIBRAÇÕES E CARGAS AXIAIS. Proteção quanto ao desalinhamento dos eixos A grade está livre para inclinar, rodar e flutuar entre os dentes dos cubos. Generosa capacidade ao desalinhamento é permitida sem produzir cargas nocivas de rolamento lateral como as criadas por muitos dos acoplamentos de elastômeros. O movimento das grades "T" nos rasgos acomoda o desalinhamento paralelo e ainda permite o pleno funcionamento da ação grade-rasgo em absorver choques e vibrações. Paralelo Submetido a desalinhamento angular o projeto do conjunto grade-rasgo permite o rolamento e deslizamento sem afetar a capacidade de transmissão de potência pela grade. Angular Folgas axiais extremas em ambos os cubos (motor e movido) permitem livre movimento das grades nos rasgos. A flutuação poderá ser controlada se necessário, por meio de conjuntos auxiliares de limitação de deslocamento axial. Axial Flexibilidade torsional é a capacidade do acoplamento PTI - STEELFLEX "T" para defletir no sentido da torsão, quando submetido a cargas normais, choque ou de natureza vibratória, permitindo uma acomodação elástica com a variação das condições de carga. Ele absorve a energia de impacto e a distribui sobre um incremento de tempo. Amortece as vibrações reduzindo picos ou choques de carga em até 30%. Pode ser considerado como um amortecedor para movimento rotativos baseado na preditabilidade de resistência de grades de aço na flexibilidade torsional. Proteção contra cargas de choque, vibração e cargas axiais. Você pode trabalhar sem a flexibilidade torsional, mas pode arriscar a danificar equipamento caro e de difícil reposição ? A grade se apoia nos extremos dos dentes do acoplamento como mostrado, o espaço entre pontos de contato deixam o restante da grade livre para flexionar sob variações de carga. Cargas leves Conforme a carga aumenta, a distância entre os pontos de contato diminui, porém deixando ainda comprimento suficiente de grade para flexionar amortecendo as cargas de choque. Cargas normais O acoplamento é flexível dentro de sua capacidade projetada. Submetido a sobrecargas extremas, a grade assenta completamente no dente do cubo e transmite diretamente toda a carga. Cargas de choque Choque e Vibração Reduzidos em 30% ou mais 06
  • 7. POWER TRANSMISSION INDUSTRIES ACOPLAMENTO DE GRADE ELÁSTICA TIPO T Tipos de Acoplamentos T10 Tampa bipartida horizontal. Uso geral. Fácil acesso a grade. Mínimo tempo de reparo. Ideal para locais de dimensões reduzidas. Pino interno na tampa evita giro na reversão. T20 Tampa bipartida vertical. Uso geral. Ideal para velocidades mais altas. T31 Forma de espaçador, desmontável. Próprio para uso em bombas. Permite espaço entre eixos para fácil manutenção de selos e rolamentos de bombas. T35 Forma de semi espaçador quando não é necessário o T31. Mais econômico que o T31. Necessário remover a grade e tampa para reparo de selos e rolamentos de bombas. T50 (só acoplamento) Tampa pilotada para aplicação de transmissão por eixos flutuantes. Pode ser usado no lugar de um acoplamento de engrenagem, simples engrenagem para fornecer a característica de resiliência torsional com baixo custo operacional. T50 Forma de acoplamento pilotado duplo com eixo flutuante para conectar equipamentos a distâncias maiores. Combina a resiliência dos elastômeros com a forte capacidade de torque dos acoplamentos de engrenagem. T70 Forma de acoplamento para alta velocidade . Acima da faixa dos T10 e T20 básicos. A forma é de tampa única com balanceamento dos componentes. T10 / G82 Forma de espaçador para altos torques. Combinação de dois acoplamentos normais com peças de estoque. O eixo desmonta por remoção dos parafusos do G82 e da grade T10. 07
  • 8. POWER TRANSMISSION INDUSTRIES ACOPLAMENTO DE GRADE ELÁSTICA TIPO T TIPO T10 - COM TAMPA BIPARTIDA HORIZONTAL TAMANHOS DE 1020 T10 A 1260 T10 (dimensões em milímetros) S C GAP GRADE TAMPA C A D BUJÃO CUBO J B A F Tamanhos 1150 a 1200 F A Tamanhos 1210 a 1230 J A Tamanhos 1240 a 1260 A Tamanhos 1020 a 1140 Corte das Tampas 08 Furo mínimo (mm) Peso da graxa (kg) A B C D F S Folga J Peso do acopl.sem graxa (kg) 1020T 1030T 1040T 1050T 1060T 1070T 1080T 1090T 1100T 1110T 1120T 1130T 1140T 1150T 1160T 1170T 1180T 1190T 1200T 1210T 1220T 1230T 1240T 1250T 1260T 1020T 1030T 1040T 1050T 1060T 1070T 1080T 1090T 1100T 1110T 1120T 1130T 1140T 1150T 1160T 1170T 1180T 1190T 1200T 1210T 1220T 1230T 1240T 1250T 1260T 52 149 249 435 684 994 2.050 3.730 6.280 9.320 13.700 19.900 28.600 39.800 55.900 74.600 103.000 137.000 186.000 249.000 336.000 435.000 559.000 746.000 932.000 4500 4500 4500 4500 4350 4125 3600 3600 2440 2250 2025 1800 1650 1500 1350 1225 1100 1050 900 820 730 680 630 580 540 28 35 43 50 56 67 80 95 110 120 140 170 200 215 240 280 300 335 360 390 420 450 480 12,7 12,7 12,7 12,7 19,1 19,1 27 27 41 41 60 60 67 108 121 133 152 152 178 178 203 203 254 254 254 1.125 1.375 1.625 1.875 2.125 2.500 3.000 3.500 4.000 4.500 5.000 6.000 7.250 8.000 9.000 10.000 11.000 12.000 13.000 14.000 15.000 16.000 17.000 18.500 20.000 1,9 2,6 3,4 5,4 7,3 10,5 17,7 25 42 55 81 120 178 234 317 448 620 776 1060 1425 1785 2270 2955 3835 4685 0,03 0,04 0,05 0,07 0,09 0,11 0,17 0,25 0,43 0,51 0,74 0,91 1,14 2,0 2,8 3,5 3,8 4,4 5,6 10,5 16,1 24,1 33,8 50 67 97,0 105,7 114,3 135,1 147,8 158,8 190,5 211,1 251,0 269,7 307,8 345,9 384,0 453,1 501,9 566,9 629,9 675,6 756,9 844,6 920,8 1003,3 1087,1 1181,1 1260,9 98,6 98,6 104,6 124,0 130,0 155,4 180,8 200 246 259 305 330 375 372 403 438 484 525 565 622 663 704 749 815 876 47,8 47,8 50,8 60,5 63,5 76,2 88,9 98,6 121 127 149 162 184 183 198 216 239 259 279 305 325 345 368 401 432 39,6 49,3 57,1 66,6 76,2 87,4 105 124 142 160 179 217 254 270 305 356 394 437 498 533 572 610 648 711 762 .......... .......... .......... .......... .......... .......... .......... .......... .......... .......... .......... .......... .......... 390 436 487 555 608 660 750 822 905 .......... .......... .......... 66,6 68,3 69,9 79,2 91,9 95,3 116 122 155 162 192 195 201 271 279 304 321 325 356 432 490 546 648 699 762 39,1 39,1 40,1 44,7 52,3 53,9 64,5 71,6 .......... .......... .......... .......... .......... .......... .......... .......... .......... .......... .......... .......... .......... .......... .......... .......... .......... 3,2 3,2 3,2 3,2 3,2 3,2 3,2 3,2 4,8 4,8 6,4 6,4 6,4 6,4 6,4 6,4 6,4 6,4 6,4 12,7 12,7 12,7 12,7 12,7 12,7 TAMANHO Torque Nominal (Nm) Tamanho Rotação Máxima (rpm) Furo Máximo Pol Dimensões (mm) As dimensões são somente para referência e estão sujeitas a alteração sem aviso prévio a menos que constem em certificados dimensionais; Nos tamanhos 1020 a 1230T as tampas são de liga de alumínio fundido, e de 1240T a 1260T são fabricados em aço. O furo mínimo é o menor furo que é necessário para movimentação do acoplamento com furo bruto, e dependendo do tamanho será somente um furo de centragem cego. Nos furos mínimos os cubos não são fornecidos com furo e rosca para parafuso trava. Furos máximos são menores que os mostrados acima quando montados com interferência e parafuso sobre chaveta; Consulte o folheto 427-105 para detalhes. Para os furos máximos acima dos tamanhos 1020T a 1090T são fornecidos com ajuste leve e parafuso com trava sobre a chaveta. Nos tamanhos maiores o ajuste é de interferência sem parafuso de trava. Furos máximos com chaveta métrica conf. DIN 6885 e ISO/R773. Para chavetas em polegadas, conf. ANSI B17.1 STD Para velocidade de aplicação acima das indicadas consultar a PTI - Consultar a PTI
  • 9. POWER TRANSMISSION INDUSTRIES ACOPLAMENTO DE GRADE ELÁSTICA TIPO T As dimensões são somente para referência e estão sujeitas a alteração sem aviso prévio a menos que constem em certificados dimensionais. Furos máximos são menores que os mostrados acima quando montados com interferência e parafuso sobre chaveta; Consulte o folheto 427-105 para detalhes. Para os furos máximos acima dos tamanhos de 1020T a 1090T são fornecidos com ajuste leve e parafuso com trava sobre a chaveta. Nos tamanhos maiores o ajuste é de interferência sem parafuso de trava. Furos máximos com chaveta métrica conf. DIN 6885 e ISO/R773. Para chavetas em polegadas, consultar a PTI - . O furo mínimo é o menor furo que é necessário para movimentação do aclopamento com furo bruto, e dependendo do tamanho será somente um furo de centragem cego. Nos furos mínimos os cubos não são fornecidos com furo e rosca para parafuso trava. Para velocidade de aplicação acima das indicadas consultar a PTI - . Furo mínimo (mm) Pol Peso da graxa (kg) A mínimo máximo B E DD F S Folga U Peso sem furo e BE mín. (Kg) Furo Máximo 1020T 1030T 1040T 1050T 1060T 1070T 1080T 1090T 1100T 1110T 1120T 1130T 1140T 52 149 249 435 684 994 2.050 3.730 6.280 9.320 13.700 19.900 28.600 3600 3600 3600 3600 3600 3600 3600 3600 2440 2250 2025 1800 1650 35 43 56 67 80 85 95 110 130 150 170 190 210 1.375 1.625 2.125 2.375 2.875 3.125 3.500 4.000 4.750 5.500 6.250 7.000 8.000 12,7 12,7 12,7 12,7 19,1 19,1 27,0 27,0 38,1 50,8 63,5 76,2 88,9 3,9 5,3 8,5 12,5 20,0 24,7 39,4 60,4 90,2 119 178 237 327 0,03 0,04 0,05 0,07 0,09 0,11 0,17 0,25 0,43 0,51 0,74 0,91 1,14 97,0 105,7 114,3 135,1 147,8 158,8 190,5 211,1 251,0 269,7 307,8 345,9 384,0 35,0 41,1 53,8 60,5 73,1 79,2 88,9 101,6 90,4 104,1 119,4 134,6 152,4 88,9 88,9 88,9 111,3 122,2 127,0 155,5 163,5 203,2 209,6 246,1 257,0 266,7 203 216 216 216 330 330 406 406 406 406 406 406 406 52,3 59,4 78,5 87,4 103,1 109,5 122,2 142,7 171,5 197,0 225,5 238,3 266,7 0,8 0,8 0,8 0,8 1,8 1,8 1,8 1,8 1,6 1,6 1,6 1,6 1,6 1,8 1,8 1,8 1,8 2,8 2,8 2,8 2,8 3,2 3,2 4,0 4,0 4,0 4,8 4,8 4,8 4,8 4,8 4,8 4,8 4,8 6,4 6,4 9,5 9,5 9,5 0,250 0,250 0,250 0,312 0,375 0,375 0,500 0,625 0,750 0,750 0,875 1,000 1,125 4.Gr8 8.Gr8 8.Gr8 8.Gr8 8.Gr8 12.Gr8 12.Gr8 12.Gr5 12.Gr5 12.Gr5 12.Gr5 12.Gr5 12.Gr5 85,9 93,7 112,8 125,5 144,5 152,4 177,8 209,6 251,0 276,4 319,0 346,0 386,0 27,4 31,5 27,4 40,6 43,2 46,7 49,8 56,9 .......... .......... .......... .......... .......... TAMANHO Torque Nominal (Nm) Rotação Máxima (rpm) Dimensões (mm) Parafusos de Flange Quant. E Grau Diamêtro (pol) GRADE GAP TAMPA PARAFUSO DA FLANGE S U U S E E B B A F DD CUBO ESPAÇADOR CUBO ESPAÇADOR BE entre pontas de eixo BUJÃO TIPO T31 - ACOPLAMENTO COM ESPAÇADOR TAMANHOS DE 1020 T31 A 1140 T31 (dimensões em milímetros) 100 140 180 250 X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X 1020T 1030T 1040T 1050T 1060T 1070T 1080T 1090T 1100T 1110T 1120T Espaçador BE Tamanho do acoplamento Comprimentos Normalizados (mm) (BE = Distância entre pontas de eixos) Comprimentos normalizados de espaçadores para o mod. T31 09 BE
  • 10. POWER TRANSMISSION INDUSTRIES ACOPLAMENTO DE GRADE ELÁSTICA TIPO T TAMANHO Distância paralela P (mm) Dist. paralela P Folga normal 10% Tipos T10, T20 T31, T35 Tipos T10, T20 T31, T35 Tipo T50 Tipo T70 Tipo T70 Angular X-Y 0 (1/16 ) Angular X-Y 0 (1/4 ) Todos exceto T31 Tipo T31 Recomendação para instalação (máx.) Valores para operação máx. 1020T 1030T 1040T 1050T 1060T 1070T 1080T 1090T 1100T 1110T 1120T 1130T 1140T 1150T 1160T 1170T 1180T 1190T 1200T 1210T 1220T 1230T 1240T 1250T 0,15 0,15 0,15 0,20 0,20 0,20 0,20 0,20 0,25 0,25 0,28 0,28 0,28 0,30 0,30 0,30 0,38 0,38 0,38 0,46 0,46 0,46 0,48 0,51 0,08 0,08 0,08 0,10 0,13 0,13 0,15 0,18 0,20 0,23 0,25 0,30 0,33 0,41 0,46 0,51 0,56 0,61 0,69 0,74 0,81 0,89 0,97 1,07 0,30 0,30 0,30 0,41 0,41 0,41 0,41 0,41 0,51 0,51 0,56 0,56 0,56 0,61 0,61 0,61 0,76 0,76 0,76 0,91 0,91 0,97 0,97 1,02 0,25 0,30 0,33 0,41 0,46 0,51 0,61 0,71 0,84 0,91 1,02 1,19 1,35 1,57 1,78 2,01 2,26 2,46 2,72 3,00 3,28 3,61 3,91 4,29 3 3 3 3 3 3 3 3 5 5 6 6 6 6 6 6 6 6 6 13 13 13 13 13 ........... 0,05 .......... 0,05 ......... 0,05 0,05 0,08 0,08 0,08 0,08 0,10 0,10 0,10 0,13 0,13 0,13 0,15 0,15 ......... ......... ......... ......... ......... ........... 0,08 .......... 0,10 ......... 0,10 0,10 0,10 0,13 0,13 0,08 0,15 0,15 0,15 0,15 0,15 0,20 0,20 0,20 ......... ......... ......... ......... ......... ........... 0,15 .......... 0,20 ......... 0,20 0,20 0,20 0,25 0,25 0,28 0,28 0,28 0,30 0,30 0,30 0,38 0,38 0,38 ......... ......... ......... ......... ......... 5 5 5 5 5 5 5 5 6 6 10 10 10 10 10 10 10 10 10 ......... ......... ......... ......... ......... Desalinhamento dos acoplamentos Capacidade de desalinhamento milímetros Máxima vida e mínima manutenção para acoplamento e equipamento conectado, serão resultados de um bom alinhamento. A expectativa de vida do acoplamento entre o alinhamento inicial e o máximo limite de operação é função da carga , velocidade e lubrificação . Para aplicações que requeiram grande desalinhamento, consulte a PTI - . Desalinhamento angular é a dimensão X menos Y. Desalinhamento paralelo é a distância entre as linhas de centro dos cubos. Valores podem ser combinados para qualquer aplicação. Desalinhamento Angular Desalinhamento Paralelo Folga As distâncias limites de operação entre o tipo T50 com eixo flutuante é função de ¼ º e a distância entre pontas de eixos. 10 Obs.: Para os acoplamentos de engrenagem a montagem deverá ser feita com interferência Furos recomendados para cubos PTI- (mm) 12 14 16 18 Diâmetro do Eixo j6 0,008/-0,003 F7 0,016 / 0,034 MM 12,008 / 11,997 14,008 / 13,997 16,008 / 15,997 18,008 / 17,997 Ajuste com Folga Furo do Cubo Folga * 0,008 0,037 12,016 / 12,034 14,016 / 14,034 16,016 / 16,034 18,016 / 18,034 19 20 22 24 25 28 30 j6 0,009 / – 0,004 F7 0,020 / 0,041 MM 19,009 / 18,996 20,009 / 19,996 22,009 / 21,996 24,009 / 23,996 25,009 / 24,996 28,009 / 27,996 30,009 / 29,996 0,011 0,045 19,020 / 19,041 20,020 / 20,041 22,020 / 22,041 24,020 / 24,041 25,020 / 25,041 28,020 / 28,041 30,020 / 30,041 32 35 38 40 42 45 48 50 k6 0,018 / 0,002 F7 0,025 / 0,050 >30 MM 32,018 / 32,000 35,018 / 35,002 38,018 / 38,002 40,018 / 40,002 42,018 / 42,002 45,018 / 45,002 48,018 / 48,002 50,018 / 50,002 0,007 0,048 32,025 / 32,050 35,025 / 35,050 38,025 / 38,050 40,025 / 40,050 42,025 / 42,050 45,025 / 45,050 48,025 / 48,050 50,025 / 50,050 55 56 60 63 65 70 71 75 80 m6 0,030 / 0,011 F7 0,030 / 0,060 >50 MM 55,030 / 55,011 56,030 / 56,011 60,030 / 60,011 63,030 / 63,011 65,030 / 65,011 70,030 / 70,011 71,030 / 71,011 75,030 / 75,011 80,030 / 80,011 0,000 0,049 55,030 / 55,060 56,030 / 56,060 60,030 / 60,060 63,030 / 63,060 65,030 / 65,060 70,030 / 70,060 71,030 / 71,060 75,030 / 75,060 80,030 / 80,060 85 90 95 100 m6 0,035 / 0,013 F7 0,036 / 0,071 >80 MM 85,035 / 85,013 90,035 / 90,013 95,035 / 95,013 100,035 / 100,013 0,001 0,058 85,036 / 85,074 90,036 / 90,071 95,036 / 95,071 100,036 / 100,071 110 120 m6 0,035 / 0,013 F7 0,036 / 0,071 >100 MM 110,035 / 110,013 120,035 / 120,013 110,036 / 110,071 120,036 / 120,071 125 130 140 150 160 170 180 m6 0,040 / 0,015 F7 0,043 / 0,083 >120 MM 125,040 / 125,015 130,040 / 130,015 140,040 / 140,015 150,040 / 150,015 160,040 / 160,015 170,040 / 170,015 180,040 / 180,015 0,003 0,068 125,043 / 125,083 130,043 / 130,083 140,043 / 140,083 150,043 / 150,083 160,043 / 160,083 170,043 / 170,083 180,043 / 180,083 M6 – 0,015 / – 0,004 Ajuste com Interferência Furo do Cubo Interferência – 0,023 – 0,001 11,985 / 11,996 13,985 / 13,996 15,985 / 15,996 17,985 / 17,996 M6 – 0,017 / – 0,004 – 0,026 0,000 18,983 / 18,996 19,983 / 19,996 21,983 / 21,996 23,983 / 23,996 24,983 / 24,996 27,983 / 27,996 29,983 / 29,996 K6 – 0,013 / 0,003 – 0,031 0,001 31,987 / 32,003 34,987 / 35,003 37,987 / 38,003 39,987 / 40,003 41,987 / 42,003 44,987 / 45,003 47,987 / 48,003 49,987 / 50,003 K7 – 0,021 / 0,009 – 0,051 – 0,002 54,979 / 55,009 55,979 / 56,009 59,979 / 60,009 62,979 / 63,009 64,979 / 65,009 69,979 / 70,009 70,979 / 71,009 74,979 / 75,009 79,979 / 80,009 M7 – 0,035 / 0,000 – 0,070 – 0,013 84,965 / 85,000 89,965 / 90,000 94,965 / 95,000 99,965 / 100,000 P7 – 0,059 / – 0,024 109,941 / 109,976 119,941 / 119,976 P7 – 0,068 / – 0,028 – 0,108 – 0,043 124,932 / 124,972 129,932 / 129,972 139,932 / 139,972 149,932 / 149,972 159,932 / 159,972 169,932 / 169,972 179,932 / 179,972 – 0,094 – 0,037 190 200 Diâmetro do Eixo m6 0,046 / 0,017 F7 0,050 / 0,096 >180 MM 190,046 / 190,017 200,046 / 190,017 Ajuste com Folga Furo do Cubo Folga * 0,004 0,079 190,050 / 190,096 200,050 / 200,096 210 220 225 m6 0,046 / 0,017 F7 0,050 / 0,096 >200 MM 210,046 / 210,017 220,046 / 220,017 225,046 / 225,017 210,050 / 210,096 220,050 / 220,096 225,050 / 225,096 230 240 250 m6 0,046 / 0,017 F7 0,050 / 0,096 >225 MM 230,046 / 230,017 240,046 / 240,017 250,046 / 250,017 230,050 / 230,096 240,050 / 240,096 250,050 / 250,096 260 270 280 m6 0,052 / 0,020 F7 0,056 / 0,108 >250 MM 260,052 / 260,020 270,052 / 270,020 280,052 / 280,020 0,004 0,088 260,056 / 260,108 270,056 / 270,108 280,056 / 280,108 290 300 310 315 m6 0,052 / 0,020 F7 0,056 / 0,108 >280 MM 290,052 / 290,020 300,052 / 300,020 310,052 / 310,020 315,052 / 315,020 290,056 / 290,108 300,056 / 300,108 310,056 / 310,108 315,056 / 315,108 320 330 340 350 355 m6 0,057 / 0,021 F7 0,062 / 0,119 >315 MM 320,057 / 320,021 330,057 / 330,021 340,057 / 340,021 350,057 / 350,021 355,057 / 355,021 320,062 / 320,119 330,062 / 330,119 340,062 / 340,119 350,062 / 350,119 355,062 / 355,119 360 370 380 390 400 m6 0,057 / 0,021 F7 0,062 / 0,119 >355 MM 360,057 / 360,021 370,057 / 370,021 380,057 / 380,021 390,057 / 390,021 400,057 / 400,021 360,062 / 360,119 370,062 / 370,119 380,062 / 380,119 390,062 / 390,119 400,062 / 400,119 P7 – 0,079 / – 0,033 Ajuste com Interferência Furo do Cubo Interferência 0,125 – 0,050 189,921 / 189,967 199,921 / 199,967 R7 – 0,109 /– 0,063 – 0,155 – 0,080 209,891 / 209,937 219,891 / 219,937 224,891 / 224,937 R7 – 0,113 / – 0,067 – 0,159 – 0,084 229,887 / 229,933 239,887 / 239,933 249,887 / 249,933 R7 – 0,126 / – 0,074 – 0,178 – 0,094 259,874 / 259,926 269,874 / 269,926 279,874 / 279,926 R7 – 0,130 /– 0,078 – 0,182 – 0,098 289,870 / 289,922 299,870 / 299,922 309,870 / 309,922 314,870 / 314,922 R7 – 0,144 / – 0,187 319,856 / 319,813 329,856 / 329,813 339,856 / 339,813 349,856 / 349,813 354,856 / 354,813 R8 – 0,203 / – 0,114 – 0,260 – 0,135 359,797 / 359,886 369,797 / 369,886 379,797 / 379,886 389,797 / 389,886 399,797 / 399,886 – 0,201 – 0,108 410 420 430 440 450 m6 0,063 / 0,023 F7 0,068 / 0,131 >400 MM 410,063 / 410,023 420,063 / 420,023 430,063 / 430,023 440,063 / 440,023 450,063 / 450,023 410,068 / 410,131 420,068 / 420,131 430,068 / 430,131 440,068 / 440,131 450,068 / 450,131 460 470 480 490 500 m6 0,063 / 0,023 F7 0,068 / 0,131 >450 MM 460,063 / 460,023 470,063 / 470,023 480,063 / 480,023 490,063 / 490,023 500,063 / 500,023 460,068 / 460,131 470,068 / 470,131 480,068 / 480,131 490,068 / 490,131 500,068 / 500,131 R8 – 0,223 / – 0,126 409,777 / 409,874 419,777 / 419,874 429,777 / 429,874 439,777 / 439,874 449,777 / 449,874 R8 – 0,229 / – 0,132 – 0,292 – 0,155 459,771 / 459,868 469,771 / 469,868 479,771 / 479,868 489,771 / 489,868 499,771 / 499,868 – 0,286 – 0,149 0,005 0,098 0,005 0,108
  • 11. POWER TRANSMISSION INDUSTRIES ACOPLAMENTO DE GRADE ELÁSTICA TIPO T COMPONENTES DOS ACOPLAMENTOS STEELFLEX TIPO T10 Marca na tampa deve estar para cima no caso de aplicações na vertical 1. Anel de Neoprene (T10) 2. Tampa (T10) 3. Cubo (especificar diâmetro do furo e rasgo para chaveta) 4. Grade elástica 5. Guarnição (T10) 6. Parafuso e porca de aperto da tampa (T10) 7. Bujão Ao solicitar peças sobressalentes, especificar Tamanho e Tipo conforme marcado na tampa do acoplamento. NÚMEROS DE IDENTIFICAÇÃO Introdução Este manual é válido para acoplamentos PTI - Steelflex (de grade trapezoidal), tamanhos 20 a 140 T10 e 1020 a 1140 T10. A menos que o contrário seja dito, as informações fornecidas para os tamanhos1020 a 1140 também se aplicam aos tamanhos 20 a 140 respectivamente, isto é : 1020 = 20; 1100 = 100, etc. Esses acoplamentos são desenhados para trabalhar na horizontal ou vertical sem modificações. Contudo, para aplicações na vertical, a marca na tampa mostrada na figura acima, deve ficar para cima. O desempenho e a vida dos acoplamentos dependem grandemente de sua instalação e manutenção. Siga cuidadosamente as instruções desse manual para uma ótima performance e um funcionamento sem problemas. Conexões para Lubrificação As tampas têm furação para lubrificação com roscas de 1 / 8" NPT. Utilize uma engraxadeira normal e uma conexão para lubrificação como mostrado no item 6 na página 12. Limitador de Flutuação Quando motores elétricos, geradores, compressores, motores e outros equipamentos são equipados com mancais de escorregamento ou rolamentos de rolos cilíndricos, recomenda-se a colocação de limitadores de flutuação axial para proteger os rolamentos. Os acoplamentos PTI - Steelflex podem ser facilmente modificados para limitar a flutuação axial. Uma lubrificação adequada é essencial para o perfeito funcionamento do acoplamento. Utilize a tabela na página 12 para verificar a quantidade de lubrificante requerida para os diferentes tamanhos. Recomenda-se que o acoplamento seja vistoriado uma vez por ano e que seja adicionado lubrificante se necessário. Para condições de operações extremas ou anormais, verifique o acoplamento mais freqüentemente. Lubrificação Os acoplamentos Steelflex inicialmente lubrificados com a graxa PTI - LTG não requerem outra lubrificação até quando houver uma parada para manutenção no equipamento conectado. Graxa de longa vida (LTG) O acoplamento PTI - Steelflex requer apenas ferramentas simples para a sua instalação. Chaves de boca, régua e calibre de lâminas. Os acoplamentos tamanhos 1020 a 1090 são geralmente fornecidos para ajustes com folga (sem interferência) e fixação por parafusos. Para modelos a partir do tamanho 1100, os acoplamentos são montados com interferência sem a utilização de parafusos para fixação. Para montagem com interferência, aqueça os cubos em banho de óleo até uma temperatura máxima de 135º C (275º F). Veja na página 12 instruções detalhadas para montagem. Instalação Consulte todos os códigos de segurança aplicáveis para proteção apropriadas de peças rotativas. Observe todas as regras de segurança ao instalar ou fazer serviços de manutenção nos acoplamentos. Durante a montagem, vede o rasgo de chaveta de acoplamentos com lubrificação a óleo. Cuidado Todas as peças do acoplamento têm números de identificação como mostrado acima. As peças 3 e 4 (cubos e grades), usadas nos acoplamentos T10 e T20 são idênticas; todas as outras peças NÃO SÃO INTERCAMBIÁVEIS entre os modelos T10 e T20. As peças do tamanho 20 são intercambiáveis com as do 1020 e assim por diante, porém NÃO use grades laranja no lugar de grades azuis. No entanto, grades azuis podem ser utilizadas para substituir grades laranja. Ao solicitar peças sobressalentes, especificar o tamanho e o tipo marcados na tampa. Tampas dos tamanhos 80 a 140 T10 foram fabricadas com duas e três nervuras; NÃO misture essas duas metades de tampa. Identificação As seguintes especificações são para lubrificação anual dos acoplamentos PTI - , trabalhando em temperatura ambiente de 18º C a +66º C (0º a 150º F). Para temperaturas fora dessa faixa, consultar a PTI - . * Ponto de gotejamento 149º C (300º F) ou acima. * Consistência NLGI No 2 com valor de penetração entre 250 e 30. * Separação e Resistência Baixo valor de separação do óleo e alta resistência à separação por centrifugação. * Componente Líquido Deve possuir excelentes propriedades lubrificantes equivalentes ao dos óleos minerais de alta qualidade mais bem refinados. * Neutro Não deve corroer aço ou causar aumento de tamanho ou deterioração do Neoprene. * Puro Isento de materiais estranhos. Especificações de Lubrificação 11 1 2 3 4 5 7 6
  • 12. POWER TRANSMISSION INDUSTRIES ACOPLAMENTO DE GRADE ELÁSTICA TIPO T INSTALAÇÃO DOS ACOPLAMENTOS PTI - STEELFLEX TIPO T10 Limpe todas as partes de metal com solvente não inflamável. Cubra os anéis de vedação com uma fina camada de graxa e coloque-os nos eixos antes de montar os cubos. Para acoplamentos verticais, vede o rasgo de chaveta para evitar vazamentos. Monte os cubos nos eixos de maneira que a face de cada cubo fique rente à ponta do eixo. Apertar os parafusos de fixação quando existirem. Para montagem de acoplamentos com interferência, vide procedimento na página 11. Utilize um espaçador cuja espessura seja igual ao GAP requerido entre as faces dos cubos especificada na tabela abaixo. Inserir o espaçador como mostrado na figura acima em intervalos de 90º e medir a folga entre o espaçador e a face do cubo com um calibre de lâminas. A diferença entre a medida mínima e a máxima não pode exceder o limite angular especificado na tabela abaixo. Alinhe os eixos de modo que a régua assente em esquadro (ou dentro dos limites especificados na tabela abaixo) em ambos os cubos como mostrado na figura acima e repita essa operação em intervalos de 90º. Confira com calibre. A folga não pode exceder o limite paralelo especificado na tabela abaixo. Aperte todos os parafusos de fixação e repita os procedimentos das figuras 2 e 3. Realinhe o acoplamento se necessário.Obs.: Utilize um relógio comparador para obter um alinhamento com maior precisão. Encha o GAP e as ranhuras com graxa especificada antes de inserir a grade. No caso de grades fornecidas em dois ou mais segmentos, instale-as de modo que as pontas cortadas se estendam na mesma direção; isto irá assegurar que o contato da grade com os pinos não rotativos das tampas ocorra corretamente. Estenda ligeiramente a grade de modo que passe sobre as ranhuras do cubo e assente-a com um martelo de fibra ou borracha. Encha os espaços em torno da grade com o máximo de graxa possível e retire o excesso de graxa acima da superfície da grade. Posicione os anéis de vedação nos cubos de maneira que fiquem alinhados com as ranhuras da tampa. Posicione as guarnições sobre a flange da metade inferior da tampa e monte as tampas de maneira que as marcas para montagem fiquem do mesmo lado (veja gravura acima). Se os eixos não estiverem na horizontal ou o acoplamento é para ser utilizado na vertical, monte as tampas com as marcas para a montagem e o pino de referência para cima ou do lado mais alto. Apertar os parafusos e porcas da tampa com torque especificado na tabela abaixo. (Observe que os tamanhos 1020 a 1070 têm um sistema de autotravamento para as porcas). 1. Montagem dos cubos e anéis de vedação 4. Colocação da grade 2. GAP e alinhamento angular 5. Enchimento com graxa e montagem das tampas 3. Alinhamento paralelo CUIDADO: Certifique-se que os pontos de lubrificação foram vedados com bujões antes de iniciar a operação da máquina. Pino de Referência MONTAGEM VERTICAL Remova ambos os bujões e coloque um terminal de lubrificação. Lubrificar o acoplamento até que a graxa saia pelo outro orifício. Sempre que for necessário desconectar o acoplamento, remova as tampas e a grade. Uma haste de ferro cilíndrica ou uma chave de fenda que se ajuste na dobra da grade é a única ferramenta necessária para a remoção da grade. Comece pela dobra final da grade introduzindo a haste cilíndrica ou chave de fenda como mostrado na figura ao lado. Use os dentes do cubo como apoio para retirar a grade gradual e radialmente. Proceda assim alternando os lados até que a grade saia das ranhuras. 6. Lubrificação periódica Desmontagem do acoplamento e remoção da grade CUIDADO: Certifique-se que os bujões foram recolocados após a lubrificação Consulte o catálogo para parafusos máximos e manual 427-108 para instruções de refuragem. Acomplamentos flexíveis são desenhados para absorver mudanças nas condições de operação. A expectativa de vida entre o alinhamento inicial e os limites máximos de operação é uma função da carga, velocidade e lubrificação. Consulte a PTI- para aplicações que requeiram mais do que duas vezes os limites paralelos e quatro vezes os limites angulares mostrados na tabela acima. 1020T 1030T 1040T 1050T 1060T 1070T 1080T 1090T 1100T 1110T 1120T 1130T 1140T TAMANHO 3,2 3,2 3,2 3,2 3,2 3,2 3,2 3,2 4,8 4,8 6,4 6,4 6,4 0,15 0,15 0,15 0,20 0,20 0,20 0,20 0,20 0,25 0,25 0,28 0,28 0,28 0,08 0,08 0,08 0,10 0,12 0,12 0,15 0,18 0,20 0,23 0,25 0,30 0,33 1,15 1,15 1,15 2,30 2,30 2,30 2,30 2,30 3,00 3,00 7,50 7,50 7,50 4500 4500 4500 4500 4350 4125 3600 3600 2440 2250 2025 1800 1650 0,03 0,04 0,05 0,07 0,09 0,11 0,17 0,25 0,43 0,50 0,73 0,91 1,13 GAP Paralelo (máx) Angular (máx) Torque de aperto/ paraf. (kgf x m) Rotação (rpm) Peso da graxa (kg) Limites de alinhamento DADOS PARA INSTALAÇÃO (medidas em milímetros) montar anel de vedação primeiro assento para porca marca para montagem marca para montagem 12
  • 13. POWER TRANSMISSION INDUSTRIES ACOPLAMENTO DE GRADE ELÁSTICA TIPO T EQUIVALÊNCIA DIRETA ENTRE ACOPLAMENTOS .......... 1020T 1030T 1030T 1050T, 1040T 1060T, 1050T 1070T, 1060T 1070T, 1060T 1080T, 1070T 1090T, 1080T 1090T, 1080T 1100T, 1090T 1110T, 1100T 1120T, 1110T, 1100T 1120T, 1110T 1130T, 1120T .......... OK OK OK OK OK OK OK OK OK OK OK OK OK OK OK .......... VERIFICAR VERIFICAR VERIFICAR VERIFICAR VERIFICAR VERIFICAR VERIFICAR VERIFICAR VERIFICAR VERIFICAR VERIFICAR VERIFICAR VERIFICAR VERIFICAR VERIFICAR Acoplamentos Steelflex F Acoplamentos Steelflex T10 Acoplamentos Steelflex T10 Capacidade em Torque Furo Máximo Equivalência Direta Para substituição de um acoplamento verifique: 1020T 1030T 1040T 1040T 1060T 1070T 1080T 1080T 1090T 1100T 1100T 1110T 1120T 1130T 1130T 1140T 3F 4F 5F 6F 7F 8F 9F 10F 11F 12F 13F 14F 15F 16F 17F 18F Furos máximos com chaveta métrica DIN 6885 e ISO/ R 773 em milimetros Para a equivalência direta de Acoplamento PTI - Steelflex, tendo como base o Acoplamento F (coluna 1), basta pegarmos o equivalente ao lado da coluna 2, (Acoplamento T) para obtermos uma comparação. Para uma seleção mais otimizada, principalmente a nível de redução de custos veja a coluna 3, sendo necessário checar o furo máximo do Acoplamento e a rotação de trabalho. COMO USAR A TABELA DE EQUIVALÊNCIA TABELA COMPARATIVA DE DIMENSÕES GAP C C A B Acoplamentos PTI - Steelflex T10 C C GAP A B Acoplamento PTI - Steelflex F 13 TAMANHO TAMANHO Furo Máximo Furo Máximo Torque (Nm) Rotação Máxima Rotação Máxima A B C GAP A B C GAP Dimensões (mm) Dimensões (mm) 1020T 1030T 1040T 1050T 1060T 1070T 1080T 1090T 1100T 1110T 1120T 1130T 1140T 1150T 1160T 1170 28 35 43 50 56 67 80 95 110 120 140 170 200 215 240 280 52 149 249 435 684 994 2.050 3.730 6.280 9.320 3.700 19.900 28.600 39.800 55.900 74.600 4.500 4.500 4.500 4.500 4.350 4.125 3.600 3.600 2.440 2.250 2.025 1.800 1.650 1.500 1.350 1.225 97,0 105,7 114,3 135,1 147,8 158,8 190,5 211,1 251,0 269,7 307,8 345,9 384,0 453,1 501,9 566,9 98,6 98,6 104,6 124,0 130,0 155,4 180,8 200 246 259 305 330 375 372 403 438 47,8 47,8 50,8 60,5 63,5 76,2 88,9 98,6 121 121 149 162 184 183 198 216 3,2 3,2 3,2 3,2 3,2 3,2 3,2 3,2 4,8 4,8 6,4 6,4 6,4 6,4 6,4 6,4 27 33 38 46 56 67 71 83 91 98 108 118 127 140 152 178 203 222 235 254 279 6.000 6.000 6.000 6.000 6.000 5.000 4.500 3.750 3.600 3.600 2.700 2.500 2.400 2.300 2.200 2.100 1.800 1.800 1.600 1.500 1.300 95 103 114 126 142 187 199 210 226 246 278 302 349 387 425 476 546 632 692 743 829 86 111 111 111 111 156 168 195 195 202 202 254 260 260 267 286 387 451 464 464 514 41 54 54 54 54 76 83 95 95 98 98 124 127 127 130 140 191 222 229 229 254 3,2 3,2 3,2 3,2 3,2 3,2 3,2 4,8 4,8 4,8 4,8 6,3 6,3 6,3 6,3 6,3 6,3 6,3 6,3 6,3 6,3 3F 4F 5F 6F 7F 8F 9F 10F 11F 12F 13F 14F 15F 16F 17F 18F 190 200 210 220 230 ....... ....... ....... ....... ....... ....... .......
  • 14. POWER TRANSMISSION INDUSTRIES Os acoplamentos tipo F são destinados à aplicações gerais. A PTI - tem trabalhado cuidadosamente na seleção de seus distribuidores, que são preparados para atender a entrega de qualquer tamanho de acoplamento standard, quando necessário. ACOPLAMENTO STEELFLEX F FOLGA MÍNIMA REQUERIDA PARA REMOÇÃO DAS GRADES FOLGA MÍNIMA REQUERIDA PARA REMOÇÃO DAS GRADES ANEL DE VEDAÇÃO PARAFUSO DE FIXAÇÃO (3F ATÉ 11F) CUBO RASGO DE CHAVETA BUJÃO DE LUBRIFICAÇÃO B J J H H C C D F A GAP TAMPA GRADE GUARNIÇÃO M M 27 32 38 46 56 67 71 83 90 98 108 117 127 140 152 178 203 11 11 11 11 11 16 32 38 38 51 51 64 64 64 76 76 102 95 105 114 127 143 181 194 210 225 248 279 302 349 387 425 476 546 86 111 111 111 111 156 168 195 195 202 202 254 260 260 267 286 387 41 54 54 54 54 76 83 95 95 98 98 124 127 127 130 140 191 41 48 54 67 76 92 98 114 127 137 156 171 184 210 238 273 305 67 73 86 98 114 133 146 162 181 232 251 257 270 295 333 371 413 16 16 16 16 16 16 16 16 16 19 19 22 29 29 29 32 32 22 29 29 29 29 38 38 48 48 51 51 64 64 64 64 64 92 44 57 57 57 57 76 76 95 95 95 95 121 121 121 121 121 181 2 2 2 2 2 2 2 2 2 2 2 2 2 2 2 2 2 3 3 3 3 3 3 3 5 5 5 5 6 6 6 6 6 6 4 5 5 5 5 6 6 10 10 10 10 13 13 13 13 13 13 1,5 2,2 3,0 3,7 5,2 10 12 18 22 28 36 54 65 80 106 136 243 Furo Máximo Furo Mínimo DIMENSÕES - Milímetros A B C D F H J M GAP 3F 4F 5F 6F 7F 8F 9F 10F 11F 12F 13F 14F 15F 16F 17F 18F 190F TAMANHO Peso sem furo (kg.) Min. Normal Max. Tamanho de 3 até 8 têm furo de centro próximo ao furo mínimo. Dimensão B é baseada no “GAP” normal. Comprimento M é necessário para remoção em instalação da grade plástica. Tamanhos de 3 até 11 serão montados manualmente ou com pancadas leves com parafuso sobre chaveta a 90º, dependendo do tamanho do furo. Tamanhos 12 e maiores serão montados por pressão sem parafuso a não ser que seja especificado. As dimensões são referência e estão sujeitas à mudanças sem notificação. 14
  • 15. POWER TRANSMISSION INDUSTRIES ACOPLAMENTO DE GRADE STEELFLEX TIPO F Os grandes tamanhos de acoplamentos F são usados por todas as aplicações em geral e são disponíveis com faixa acima de 900 hp por 100 rpm e capacidade de furação acima de 520,7 milímetros. Sendo assim, a PTI - oferece grandes Acoplamentos Steelflex listados na tabela abaixo. Consulte o representante PTI - mais próximo para obter informações detalhadas. CONSTRUÇÃO 200F - 210F GUARNIÇÃO CONSTRUÇÃO 220F - 300F M M MEIA TAMPA GRADE INTERNA E EXTERNA ANEL DE VEDAÇÃO RASGO DE CHAVETA GAP C C D E BUJÃO DE LUBRIFICAÇÃO A F CUBO J J B Furos menores podem ser feitos se solicitados. / Dimensão B é baseada no GAP normal. Comprimento M é necessário para remoção ou instalação de grade elástica. Tamanho 200 e maiores serão montados por pressão sem parafusos a não ser que seja especificado. As dimensões são para referência e estão sujeitas à mudanças sem notificação. 200F 210F 220F 230F 240F 250F 260F 270F 280F 290F 300F 1800 1600 1500 1300 1200 1000 900 700 600 500 400 1191 1387 1492 1670 1822 673 673 699 749 927 222 235 254 279 305 343 375 318 248 311 248 178 343 279 191 368 292 203 406 318 216 432 330 229 552 489 413 597 521 445 622 540 432 699 597 470 737 616 495 406 343 279 445 368 292 483 406 318 521 432 330 102 114 114 127 152 165 632 692 743 829 902 1067 451 464 464 514 648 673 330 330 343 368 457 699 870 940 1016 1143 1038 1216 1321 1473 1626 51 70 70 79 79 184 187 194 219 241 314 314 321 346 368 3 3 3 3 3 13 13 13 13 13 19 19 19 19 19 2068 2650 3098 4050 5468 222 229 229 254 318 330 337 356 375 394 470 495 ......... ......... 438 457 533 641 495 546 591 695 762 908 32 32 32 44 44 51 121 127 130 137 181 184 210 219 219 225 311 311 2 2 2 2 3 3 6 6 6 6 13 13 13 13 13 13 19 19 366 437 515 664 1198 1605 TAMANHO Rotação Máxima GAP DIMENS - milímetros ÃO Min. Normal Max. Peso sem furo (kg) Furo Máxima Furo Mínimo A B C D E F H J M Acoplamentos Padrão Tamanhos 200 até 300 15
  • 16. POWER TRANSMISSION INDUSTRIES ACOPLAMENTO DE GRADE STEELFLEX TIPO F Instruções para instalação tamanhos de 3 a 230 Esquema de Montagem para Usinar Furos no Torno 1. Vide tabela 1 para furos mín. e máx. e tabela 3 para centragem no torno. Verificação do GAP e Alinhamento Angular 2. Vide tabela 1 e observação no rodapé da página. Folga Verificação do Alinhamento Paralelo 3. Vide tabela 1. 4. Montagem da Grade Elástica (vide Item 6) Não usar martelo de ferro. 5. Lubrificação Intervalos de 6 meses no máx. vide tabela 2. A graxa deve preencher todos os espaços internos. 3F 4F 5F 6F 7F 8F 9F 10F 11F 12F 13F 14F 15F 16F 17F 18F 190F 200F 210F 220F 230F ......... ......... ......... ......... ......... ......... ......... ......... ......... ......... ......... 50,8 50,8 50,8 50,8 101,1 10,1 113,8 113,8 113,8 126,5 27 33 38 46 56 67 71 83 91 98 108 118 127 140 152 178 203 222 235 254 279 1 1 1 1 1 1 1 1 1 2 2 2 2 2 2 2 2 2 2 2 2 1 1 1 1 2 2 2 2 2 2 2 2 2 2 2 3 4 4 4 4 6 1,6 1,6 1,6 1,6 1,6 1,6 1,6 1,6 1,6 1,6 1,6 1,6 1,6 1,6 1,6 1,6 1,6 1,6 1,6 1,6 1,6 3,2 3,2 3,2 3,2 3,2 3,2 3,2 4,8 4,8 4,8 4,8 6,3 6,3 6,3 6,3 6,3 6,3 6,3 6,3 6,3 6,3 4,0 4,8 4,8 4,8 4,8 6,3 6,3 9,5 9,5 9,5 9,5 12,7 12,7 12,7 12,7 12,7 12,7 12,7 12,7 12,7 12,7 0,13 0,13 0,13 0,13 0,13 0,25 0,25 0,25 0,25 0,30 0,30 0,30 0,30 0,30 0,30 0,30 0,40 0,40 0,40 0,40 0,40 .......... 152,4 304,8 508,0 0,025 0,051 0,076 0,102 0,13 0,13 0,13 0,13 0,13 0,25 0,25 0,25 0,25 0,30 0,30 0,30 0,30 0,30 0,30 0,30 0,40 0,40 0,40 0,40 0,40 0,028 0,043 0,057 0,085 0,085 0,142 0,170 0,170 0,227 0,284 0,341 0,681 0,681 0,908 1,249 1,476 3,632 4,54 5,902 6,356 7,718 4 4 6 6 6 6 6 8 8 8 8 8 8 8 12 12 12 12 16 16 16 Observação: Primeiro, verifique o GAP, que é a distância entre cubos; depois, verifique o alinhamento através da diferença entre a medida X e a medida Y. TAM. Furo Min. Furo Max. Nº Segm. Por Camadas Nº Camadas GAP DIMENSÕES (mm) Normal Max. X-Y P Alinhar dentro de (mm) Qtde. de Parafusos (Un) Qtde. de Graxa (Kg) Diâmetro do Furo (mm) Excentricidade/ Esquadro da Face (mm) Até (incluindo) (Valor Limite) DE Mín. TABELA 1 TABELA 3 Tamanhos de 3 a 11 usa grade elástica de camada simples; tamanhos de 12 a 230 usa grade elástica de camada dupla. Aplique carga somente depois de completamente montado o acoplamento. Grade externa : gravada EX. Grade interna : gravada IN. A grade dos modelos menores é inteiriça; nos modelos maiores compõe-se de várias partes e camadas. 6. VISTA PARA IDENTIFICAÇÃO DOS COMPONENTES Cubo Tampa Grade Elástica Bujão (troque por engraxadeira quando lubrificar) Anel de Neoprene Guarnição 16 152,4 304,8 508,0 1016,0 ESSO Maxlub APG2 Bardahl General Purpose Beacon Ep2 Esso Multi Purpose Grease Castrol LM Grease Castrol EPL2 Grease Ipiflex 2 Litolime Ep2 Mobilux EP2 Mobil Grease Hp222 Alvania R2 Alvania EP = Lf2 Multifak 2 Multifak EP 2 Lubrax Indl. GMA 2 LTG Lubrificantes Fabricantes IPIRANGA MOBIL OIL PETROBRÁS SHELL TEXACO PTI - FALK BARDAHL CASTROL TABELA 2 Grades
  • 17. POWER TRANSMISSION INDUSTRIES LINHA DE ACOPLAMENTOS DE ENGRENAGEM SERIE 1000/2000 Torsionalmente rígido, projeto de lubrificação que oferece grande capacidade de torque, versatilidade de aplicação e em aplicações que existam grandes cargas ou diâmetros de eixos superior a 100 mm e baixo custo inicial. Disponível em 28 tamanhos e todos com os dentes abaulados nas três faces. Os acoplamentos de Engrenagem PTI - oferecem grandes faixas de torque (acima de 8.000.000 Nm) e grandes capacidades de furação (até 1025mm). Tipo GC 02 e GC 05 Aspecto único. Pequena tampa unindo os cubos, sendo assim econômica e compacta. Disponível em modelos com ou sem eixo flutuante. Tipo G/GF 32 Acoplamento com espaçador. Para bombas e compressores, proporciona melhor acomodação entre os equipamentos conectados. Tipo G/GF 52 Acoplamento com eixo flutuante.Usado quando a distância entre os equipamentos é grande também para o acoplamento com espaçador. Consiste em dois acoplamentos de simples engrenamento conectados por um eixo, que além disso podem ser montados na vertical. Tipo G/GF 20 Acoplamento de duplo engrenamento. Projetado com duas metades flexíveis para acomodar desalinhamentos paralelo e angular, e além disso pode ser montado na vertical. Tipo G Acoplamento de engrenagem grande. Disponível em todos os tipos para capacidades até 8.185.000 Nm. Contatar a PTI - para informações sobre estes e outros modelos de acoplamentos de engrenagem. Tipo G 52 Acoplamento de simples engrenamento. Primariamente usado com eixo flutuante ou três suportes no trem de transmissão. Com uma metade flexível e uma rígida aceita somente desalinhamento angular. Tipo GL Acoplamento com cubo deslizante. Duplo e simples engrenamento para aplicações que requerem um movimento axial para acomodar a dilatação térmica do eixo ou ajuste do mesmo. Tipo G 62 / G 63 / G 66 Acoplamento com polia ou disco de freio. Duplo ou simples engrenamento para aplicações com freio em guindastes, gruas e transportadores. Tipo GP Acoplamento com isolação. Duplo ou simples engrenamento e rígido com isolação são usados para eliminar fluxo de corrente elétrica de um eixo para o outro. Tipo GR Acoplamento com pino de cisalhamento. Para aplicações sujeitas a grandes impactos. Quando o pino se quebra, os equipamentos são fisicamente desconectados prevenindo assim que sejam danificados. Tipo G 70 e G 72 Usados para aplicações que requerem rápida desconexão ou movimentação do equipamento. Tipo G 82 / GV 82 Acoplamento rígido. Usado quando não há necessidade de acomodação de desalinhamento, tal com misturadores verticais. DISCO DE ISOLAÇÃO 17
  • 18. PTI -
  • 19. POWER TRANSMISSION INDUSTRIES Limitação de Flutuação e Dimensões do GAP DISC (Milímetros) Tipo G20 Grande Tampa Flangeada Duplo Engrenamento Dimensões - Milímetros Torque Nominal (Nm) (milhões) Rotação Maxima rpm Furo Max. Para Chaveta Retangular (mm) Furo Min. (mm) Quant. de Graxa (kg) Dimensões - Milímetros A B C D F N J M GAP Peso do acopl. s/ furo (kg) 1080/2080G 1090/2090G 1100/2100G 1110/2110G 1120/2120G 1130/2130G 1140/2140G 1150/2150G 1160/2160G 1180/2180G 1200/2200G 1220/2220G 1240/2240G 1260/2260G 1280/2280G 1300/2300G 0,170 0,226 0,310 0,413 0,555 0,719 0,911 1,100 1,310 1,660 2,140 2,720 3,470 4,490 5,840 6,760 0,234 0,315 0,443 0,609 0,777 0,925 1,140 1,350 1,640 2,140 2,850 3,560 4,480 5,480 6,760 8,190 1750 1550 1450 1330 1200 1075 920 770 650 480 370 290 270 250 230 220 101,60 114,30 127,00 139,70 152,40 165,10 177,80 190,50 254,00 285,75 317,50 349,25 381,00 412,75 444,50 476,25 703 984 1302 1678 2114 2595 3107 3765 4708 6260 8582 11685 14606 17799 21192 24807 9,5 12,2 15,0 17,7 20,9 32,7 33,1 40,8 43,1 49,9 68,0 107 109 122 136 150 590,6 660,4 711,2 774,7 838,2 911,4 965,2 1028,7 1111,2 1219,2 1358,9 1511,3 1632,0 1746,2 1866,9 1974,8 508,5 565,4 622,3 679,2 717,8 761,7 806,4 857,2 908,0 939,8 1098,6 1193,8 1282,7 1371,6 1409,7 1447,8 249,2 276,4 304,8 333,2 352,6 371,3 393,7 419,1 441,3 457,2 536,6 584,2 628,6 673,1 692,9 711,2 355,6 393,7 444,5 495,3 546,1 584,2 635,0 685,8 736,6 838,2 927,1 1016,0 1130,3 1231,9 1333,5 1435,1 571,5 641,4 698,5 749,3 825,5 886,0 939,8 1003,3 1085,9 1193,8 1308,1 1473,2 1581,2 1695,4 1803,4 1911,4 242,8 265,2 293,6 322,3 341,4 362,0 378,0 407,9 419,1 434,8 514,4 565,2 606,6 647,7 666,8 685,8 300,0 327,2 355,6 384,0 403,4 434,8 457,2 482,6 501,6 520,7 635,0 685,8 723,9 774,7 793,8 800,1 10 13 13 13 13 19 19 19 25 25 25 25 25 25 25 25 266 290 320 373 400 440 460 490 525 600 660 725 810 880 950 1025 368,3 419,1 469,9 520,7 571,5 609,6 660,4 711,2 762,0 863,6 965,2 1066,8 1168,4 1270,0 1371,6 1473,2 TAMANHO 1000 series 2000 series Ver pag. 11 do manual 451-110 para informações gerais e outras referências. O diâmetro do cubo pode ser reduzido se o furo permitir. Ver tabela 42, página 61 manual 451-110. Nota: Não há padronização para chavetas e rasgos de chavetas métricos para furos maiores que 500 mm. Furos máximos para cubos flexíveis 1150G e maiores, e cubos rígidos 1130G e maiores são baseados em uma relação entre o diâmetro do cubo e o diâmetro do furo de 1,4. Ver então 457-130. Tamanhos de cubos flexíveis desde 1140G e cubos rígidos desde 1120G estão de acordo com a tabela de engenharia. Ver tabela 35, página 58 do manual 451-110 517,1 577,3 634,2 691,1 729,7 778,5 822,2 874,0 4,78 4,78 4,78 4,78 4,78 4,78 4,78 4,78 16 22 22 22 22 33 33 33 416 470 521 568 622 676 727 778 18 25 25 25 25 36 36 36 1080/2080G 1090/2090G 1100/2100G 1110/2110G 1120/2120G 1130/2130G 1140/2140G 1150/2150G TAMANHO B Flutuação GAP Espessura Diâmetro GAP DISC * Se este valor exceder metade da flutuação do rotor ou for equivalente a especificação de fabricação, contatar a PTI - * material do GAP DISC: Neoprene, dureza 70 shore Mínimo comprimento necessário para alinhamento C BUJÃO 19 ACOPLAMENTO DE ENGRENAGEM TIPO G - SÉRIE 1000/2000 C N J J B D F A GAP M M
  • 20. POWER TRANSMISSION INDUSTRIES ACOPLAMENTO DE ENGRENAGEM TIPO G - SÉRIE 1000 Tipo G52 Standard Tampa Flangeada Simples Engrenamento Dimensões - Milímetros Ver pag. 11 para informações gerais e outras referências. manual 451-110 1010G 1015G 1020G 1025G 1030G 1035G 1040G 1045G 1050G 1055G 1060G 1070G 1139 2350 4270 7470 12100 18500 30600 42000 56600 74000 90400 135000 8000 6500 5600 5000 4400 3900 3600 3200 2900 2650 2450 2150 12,7 19,0 25,4 31,8 38,1 50,8 63,5 76,2 88,9 101,6 114,3 127,0 4,08 8,16 13,6 24,9 38,6 61,2 90,7 129,3 181,4 251,7 …...... .......... 4,54 9,07 15,9 27,2 43,1 68,0 99,8 136 195 263 324 508 0,0227 0,0408 0,0680 0,118 0,181 0,272 0,467 0,557 0,907 1,13 1,70 2,27 115,9 152,4 177,8 212,9 239,8 279,4 317,5 346,0 388,9 425,4 457,2 527,0 86,6 99,6 124,5 155,4 183,9 214,1 242,8 273,1 309,1 349,5 385,1 453,6 42,9 49,3 62,0 77,0 91,2 106,4 120,6 134,9 153,2 168,1 188,2 220,7 68,6 86,4 105,2 130,6 152,4 177,8 209,6 235,0 254,0 279,4 304,8 355,6 2,5 2,5 2,5 2,5 2,5 2,5 4,1 4,1 5,1 5,1 6,6 8,4 83,8 105,2 126,5 154,9 180,3 211,3 245,4 274,1 305,8 334,3 366,0 424,9 14,0 19,0 19,0 21,8 21,8 28,4 28,4 28,4 38,1 38,1 25,4 28,4 38,9 47,8 59,4 71,6 83,8 97,5 111,3 122,9 140,7 158,0 169,2 195,6 39,6 46,2 58,4 73,7 87,9 102,1 115,3 130,6 147,3 172,7 186,4 220,2 51 61 76 91 107 130 145 165 183 203 229 267 42,2 48,8 61,0 76,2 90,4 104,6 119,4 134,6 152,4 177,8 193,0 228,6 4 4 4 5 5 6 7 8 9 9 10 13 G51 G52 Torque Nominal (Nm) Rotação Máx. rpm Furo Máximo Pol Furo Mín. (mm) Quant. de graxa (kg) Dimensões - Milímetros A B C D F H J M GAP TAM. Peso do acoplamento s/ furo - kg E L Q Para tamanhos 1010G ao 1055G, o tipo G10, são fornecidos somente quando especificado no pedido. Mínimo comprimento necessário para alinhamento GUARNIÇÃO M GAP A F F D C J Q B H H E L BUJÃO CUBO RÍGIDO CUBO FLEXÍVEL 20 50 65 78 98 111 134 160 183 200 220 244 289 1.875 2.375 2.875 3.625 4.125 4.875 5.750 6.750 7.375 8.250 9.125 10.875 2.375 2.938 3.625 4.375 5.125 5.875 7.250 8.125 9.000 10.000 11.000 13.000 65 80 98 118 140 163 196 216 235 266 290 340 Cubo Flexivel Cubo Flexivel Cubo Rígido Cubo Rígido
  • 21. POWER TRANSMISSION INDUSTRIES Importante: quando os acoplamentos são montados em um eixo flutuante, não exceder a rotação máxima do conjunto e usar um GAP DISC em cada acoplamento. Tipo G52 Grande Tampa Flangeada Simples Engrenamento Dimensões - Milímetros Mínimo comprimento necessário para alinhamento M O diâmetro do cubo pode ser reduzido se o furo permitir. Ver tabela 42, página 61 manual 451-110. * Dimensão K pode estar em bruto dependendo do tamanho do acoplamento e o furo.* Nota: Não há padronização para chavetas e rasgos de chavetas métricos para furos maiores que 500 mm. Furos máximos para cubos flexíveis 1150G e maiores, e cubos rígidos 1130G e maiores são baseados em uma relação entre o diâmetro do cubo e o diâmetro do furo de 1.4. Ver então 457-130. Tamanhos de cubos flexíveis desde 1140G e cubos rígidos desde 1120G estão de acordo com a tabela de engenharia. Ver tabela 35, página 58 do manual 451-110 Ver pag. 11 manual 451-110 para informações gerais e outras referências. Torque Nominal (Nm) (millions) Rot. Máx. rpm Furo Máx. para Chaveta Retangular (mm) Furo Mín. (mm) Quant. De Graxa (kg) Dimensões - Milímetros A B C D E F N J K* M L GAP Peso do Acopl. sem Furo (kg) 1080/2080G 1090/2090G 1100/2100G 1110/2110G 1120/2120G 1130/2130G 1140/2140G 1150/2150G 1160/2160G 1180/2180G 1200/2200G 1220/2220G 1240/2240G 1260/2260G 1280/2280G 1300/2300G 0,170 0,226 0,310 0,413 0,555 0,719 0,911 1,100 1,310 1,660 2,140 2,720 3,470 4,490 5,840 6,760 0,234 0,315 0,443 0,609 0,777 0,925 1,140 1,350 1,640 2,140 2,850 3,560 4,480 5,480 6,760 8,190 1750 1550 1450 1330 1200 1075 920 770 650 480 370 290 270 250 230 220 101,60 114,30 127,00 139,70 152,40 165,10 177,80 190,50 254,00 285,75 317,50 349,25 381,00 412,75 444,50 476,25 5 6 8 9 11 17 17 21 22 25 34 54 57 61 70 77 699 984 1252 1637 2077 2572 3062 3751 4631 6069 8482 11680 14388 17722 21110 24712 590,6 660,4 711,2 774,7 838,2 911,4 965,2 1028,7 1111,2 1219,2 1358,9 1511,3 1632,0 1746,2 1866,9 1974,8 511,0 566,4 625,3 682,2 720,6 761,7 805,9 857,2 908,3 939,8 1098,6 1196,8 1285,7 1374,6 1412,2 1450,8 249,4 276,4 304,8 333,2 352,6 371,3 393,7 419,1 441,3 457,2 536,6 584,2 628,6 673,1 691,6 711,2 355,6 393,7 444,5 495,3 546,1 584,2 635,0 685,8 736,6 838,2 927,1 1016,0 1130,3 1231,9 1333,5 1435,1 7,9 7,9 9,7 9,7 9,7 9,7 9,7 9,7 12,7 12,7 12,7 15,7 15,7 15,7 15,7 15,7 571,5 641,4 698,5 749,3 825,5 886,0 939,8 1003,3 1085,8 1193,8 1308,1 1473,2 1581,2 1695,5 1803,4 1911,4 242,8 265,2 293,6 322,3 341,4 362,0 378,0 407,9 419,1 434,8 514,4 565,2 606,6 647,7 666,8 685,8 300,0 327,2 355,6 384,0 403,4 434,8 457,2 482,6 501,6 520,7 635,0 685,8 723,9 774,7 793,8 800,1 13 14 16 16 16 19 19 19 25 25 25 28 28 28 28 28 266 290 320 373 400 440 460 490 525 600 660 725 810 880 950 1025 368,3 419,1 469,9 520,7 571,5 609,6 660,4 711,2 762,0 863,6 965,2 1066,8 1168,4 1270,0 1371,6 1473,2 TAMANHO 1000 series 2000 series 340 380 400 440 483 500 535 580 630 710 780 890 940 1015 1090 1170 450,8 508,0 530,4 584,2 647,7 708,2 749,3 812,8 886,0 993,6 1095,2 1244,6 1314,7 1422,4 1530,6 1638,3 248,9 275,8 304,8 333,2 352,3 371,3 393,7 419,1 441,5 457,2 536,4 584,2 628,6 673,1 691,9 711,2 Cubo Flexível Cubo Rígido 21 ACOPLAMENTO DE ENGRENAGEM TIPO G - SÉRIE 1000/2000 C L GAP CUBO RÍGIDO CUBO FLEXÍVEL BUJÃO A F D N J E B
  • 22. POWER TRANSMISSION INDUSTRIES ACOPLAMENTO DE ENGRENAGEM TIPO G - SÉRIE 1000 1010G 1030G 1050G 1020G 1040G 1060G 1015G 1035G 1055G 1025G 1045G 1070G 493 1139 1169 2349 2282 4271 4463 7474 8508 12101 13333 18508 24327 30609 31581 41999 37886 56597 37886 74031 71410 90404 71410 135250 38,1 47,6 50,8 60,3 63,5 73,0 79,4 92,1 98,4 104,8 114,3 123,8 139,7 146,0 152,4 171,5 161,9 187,3 161,9 200,0 200,0 215,9 200,0 241,3 39,7 50,8 54,0 76,2 66,7 95,2 82,6 95,2 101,6 127,0 120,6 146,0 146,0 165,1 165,1 203,2 165,1 203,2 165,1 203,2 203,2 217,4 203,2 242,8 0,00964 0,0159 0,0179 0,0248 0,0273 0,0557 0,0420 0,0559 0,0636 0,0718 0,0896 0,993 0,131 0,143 0,168 0,254 0,168 0,254 0,168 0,254 0,254 0,291 0,254 0,363 0,00000196 0,00000518 0,00000657 0,0000126 0,0000152 0,0000259 0,0000357 0,0000634 0,0000820 0,000104 0,000163 0,000200 0,000350 0,000415 0,000572 0,00131 0,000572 0,00131 0,000572 0,00131 0,00131 0,00172 0,00131 0,00268 1371 1549 1600 1752 1778 1905 1981 2133 2209 2260 2413 2463 2641 2692 2819 3124 2819 3124 2819 3124 3124 3225 3124 3403 1524 1727 1778 1930 1981 2108 2209 2362 2438 2514 2667 2717 2921 2997 3124 3454 3124 3454 3124 3454 3454 3581 3454 3784 1676 1905 1955 2133 2184 2336 2438 2616 2692 2794 2946 3022 3251 3302 3454 3810 3454 3810 3454 3810 3810 3962 3810 4191 1955 2209 2286 2463 2540 2717 2819 3022 3124 3225 3403 3505 3759 3835 3987 4445 3987 4445 3987 4445 4445 4597 4445 4851 2159 2438 2514 2717 2794 2971 3098 3237 3454 3556 3759 3860 4140 4216 4394 4876 4394 4876 4394 4876 4876 5054 4876 5334 2387 2717 2794 3022 3098 3327 3454 3708 3835 3962 4191 4292 4597 4699 4902 5435 4902 5435 4902 5435 5435 5613 5435 5943 2463 2794 2870 3124 3200 3429 3556 3835 3962 4064 4292 4419 4749 4851 5029 5588 5029 5588 5029 5588 5588 5791 5588 6121 Torque nominal (Nm) SB (mm) SD (mm) Peso Kg por mm WR Kgm por mm 1750 1430 1170 870 720 580 540 ou menos TAMANHO Eixo Flutuante - mm Máximo BE (mm) para vários RPM’s* Balanceamento não necessário 2000 1500 1000 500 ROTAÇÃO DE OPERAÇÃO - RPM Distância entre pontas de eixo - mm 250 500 750 1000 1250 1500 1750 2000 Balanceamento de eixo requerido 22 Tipo G52 Com eixo flutuante Dimensões - Milímetros 2 2 * Use interpolação para rotações intermediárias. Máximo BE é baseado em 70% da velocidade crítica. Consultar a PTI - para rotações maiores. Máximo furo para BE reduzido é o maior diâmetro de eixo para montagem com GAP menor que a medida BE sem que a chaveta interfira no elemento flexível. NOTA: para aplicações de acoplamentos maiores, consultar a PTI - Uma montagem com eixo flutuante consiste de dois acoplamentos de simplesengrenamento,modeloG52,2GAPDISCeum eixoflutuante. Um conjunto de eixo flutuante elimina a necessidade de mancais de apoio ao longo do eixo flutuante porque o eixo é suportado pelos próprios acoplamentosG52. Cubos Flexíveis no Eixo Flutuante (RFFR) A montagem com cubos flexíveis no eixo flutuante significa maior facilidade na troca dos acoplamentos em caso de falha e a maior capacidade de furação dos cubos rígidos permitem a utilização de acoplamentosmenores. Cubos Rígidos no Eixo Flutuante (FRRF) Quando os cubos rígidos estão no eixo flutuante, espaçamento de eixos menores podem ser acomodados, desde que o retorno da tampa não seja necessário. Como os cubos flexíveis estão na extremidade, as pontas de articulação estão mais abertas, promovendo uma maior capacidade de desalinhamento. Seleção de Eixo Flutuante Acoplamento tipo G52 / GV52 podem ser usados com eixo flutuante tanto na horizontal quanto na vertical. Para aplicações na vertical utilizar o tipoGV.Selecionaroacoplamentocomosegue: 1. Utilizar o método Standard para o tamanho do acoplamento 2. Na tabela abaixo selecione o diâmetro do eixo que tenha o torque igual ou maior que o calculado na seleção. 3. Cheque o máximo BE do diâmetro de eixo selecionado e rotação de trabalho na tabela abaixo. Verifique no gráfico ao lado e determine se o eixo necessita de balanceamento. 4. Se o comprimento do eixo flutuante da aplicação for maior que o BE listado, selecionar o eixo maior ou o próximo tamanho de acoplamento. Consultar a PTI - caso necessite de maiores rotações ou comprimentos que o listado abaixo.
  • 23. Dados de Engenharia - Tampa Flangeada e Detalhes de Cubo Rígido 1010G 1015G 1020G 1025G 1030G 1035G 1040G 1045G 1050G 1055G 1060G 1070G 115,87 152,40 177,80 212,73 239,73 279,40 317,50 346,08 388,95 425,45 457,20 527,05 2,54 2,54 2,54 2,54 2,54 2,54 4,06 4,06 5,08 5,08 6,60 8,38 14,0 19,0 19,0 19,0 21,8 28,4 28,4 28,4 38,1 38,1 25,4 25,4 77,72 96,77 117,86 144,78 169,16 195,33 230,12 255,52 280,92 307,09 337,31 388,62 80,77 99,57 121,92 148,84 173,22 199,64 234,95 260,35 290,07 315,47 353,57 404,88 95,25 122,22 147,62 177,80 203,20 235,74 269,88 298,45 334,98 366,73 .......... .......... 6 X 0,250 8 X 0,375 10 X 0,375 10 X 0,500 12 X 0,500 12 X 0,625 14 X 0,625 14 X 0,625 14 X 0,750 16 X 0,750 .......... .......... 11,7 14,7 14,7 19,8 19,8 24,6 24,6 24,6 29,5 29,5 ......... ......... 6,35 6,35 6,35 8,13 8,13 10,16 10,16 10,16 14,22 14,22 .......... .......... 95,25 122,22 149,23 180,98 206,38 241,30 279,40 304,80 342,90 368,30 400,05 463,55 6 250 8 X 0,375 6 X 0,500 6 X 0,625 8 X 0,625 8 X 0,750 8 X 0,750 10 X 0,750 8 X 0,875 14 X 0,875 14 X 0,875 16 X 1.000 X 0, A +0.000 -0.102 E 0.254 X 0.250 S 0.254 B.C. (mm) B.C. (mm) Parafuso Qtde. X Ø (Pol) Parafuso Qtde x Ø (Pol) N (mm) O (mm) H Parafusos Expostos ou Embutidos (mm) Embutidos Expostos TAMANHO H H E A DIA. B.C. DIA. B.C. DIA. PARAFUSOS EXPOSTOS E EMBUTIDOS X DIA. S DIA. N E O TAMPA FLANGEADA CUBO RÍGIDO FURO DO PARAFUSO A B C E DD F G H T Parafusos K Qtde x Ø x Comprimento Parafusos J Qtde x Ø x Comp(in.) (Por Flange) 16 X 1.125x4.125 18 X 1.250x4.75 18 X 1.250x5.25 18 X 1.500x6.00 18 X 1.500x6.25 18 X 1.500x6.25 18 X 1.750x6.50 20 X 1.750x6.50 20 X 2.000x7.00 22 X 2.000x7.00 22 X 2.250x7.75 24 X 2.250x7.75 22 X 2.750x9.75 24 X 2.750x9.75 22 X 3.00x10.50 527,05 590,55 641,35 698,50 762,00 822,33 876,30 933,45 1009,65 1117,60 1231,90 1384,30 1479,55 1593,85 1701,80 441,33 495,30 546,10 596,90 654,05 708,03 758,83 815,98 863,60 984,25 1085,85 1212,85 1289,05 1390,65 1492,25 7,9 7,9 9,7 9,7 9,7 9,7 9,7 9,7 12,7 12,7 12,7 15,7 15,7 15,7 15,7 6,4 6,4 7,9 7,9 7,9 7,9 7,9 7,9 9,7 9,7 9,7 12,7 12,7 12,7 12,7 590,6 660,4 711,2 774,7 838,2 911,4 965,2 1028,7 1111,2 1219,2 1358,9 1511,3 1632,0 1746,2 1866,9 571,5 641,4 698,5 749,3 825,5 886,0 939,8 1003,3 1085,9 1193,8 1308,1 1473,2 1581,2 1695,5 1803,4 31,8 38,1 44,4 50,8 53,8 53,8 53,8 53,8 57,2 57,2 63,5 63,5 76,2 76,2 82,6 527,05 590,55 641,35 698,50 762,00 822,33 876,30 933,45 1009,65 1117,60 1231,90 1384,30 1479,55 1593,85 1701,80 441,27 495,25 546,05 596,85 654,00 707,97 758,77 815,92 863,50 984,15 1085,75 1212,75 1288,95 1390,55 1492,15 1080/2080G 1090/2090G 1100/2100G 1110/2110G 1120/2120G 1130/2130G 1140/2140G 1150/2150G 1160/2160G 1180/2180G 1200/2200G 1220/2220G 1240/2240G 1260/2260G 1280/2280G TAMANHO C T G A B F DD H PARAFUSO J PARAFUSO K TAMPA MACHO TAMPA FÊMEA FLANGE CENTRAL E Dados de Engenharia - Tampa Flangeada Grande POWER TRANSMISSION INDUSTRIES ACOPLAMENTO DE ENGRENAGEM TIPO G - SÉRIE 1000 23 Tipo G - Variação de GAP - mm 1010G 1015G 1020G 1025G 1030G 1035G 1040G 1045G 1050G 1055G 1060G 1070G 42,9 49,3 62,0 77,0 91,2 106,4 120,4 134,9 153,2 168,1 188,2 220,7 39,6 46,2 58,4 73,7 87,9 102,1 115,3 130,6 147,3 172,7 186,4 220,2 101,6 114,3 130,0 149,4 165,1 184,2 203,2 244,3 295,1 298,4 304,8 309,9 18,5 25,4 29,5 36,3 44,4 54,1 63,8 70,4 81,8 95,8 102,1 120,1 3 3 3 5 5 6 6 8 8 8 8 10 10 29 27 34 45 61 61 86 102 134 127 150 7 16 15 19 25 34 43 47 55 71 68 80 40 54 62 77 94 115 134 149 172 199 212 250 4 4 4 5 5 6 7 8 9 9 10 13 8 17 16 19 25 33 44 47 56 72 70 83 23 29 33 41 49 60 71 78 91 105 112 133 C Std L Std ZG Max Std Fig 1 Fig 2 Fig 3 Std Fig 4 Fig 5 P Max GAP do acoplamento TAMANHO Duplo Engrenamento Simples Engrenamento C C C C P P Dois cubos reversos Cubo Longo Cortado ZG ZG Cortado GAP GAP Cortado GAP Um cubo reverso Figura 1 Figura 2 Figura 3 Acoplamentos com duplo engrenamento Acoplamentos com simples engrenamento L C Cubo Flex Reverso Figura 4 GAP L Cubo Flex Longo Cortado Figura 5 P ZG Cortado GAP 16 875x3.25 18 X 1.000x3.50 18 X 1.000x3.50 18 X 1.000x3.50 18 X 1.125x3.50 18 X 1.250x4.50 18 X 1.250x4.50 20 X 1.250x4.50 20 X 1.250x4.50 22 X 1.250x4.50 22 X 1.500x5.00 24 X 1.500x5.00 22 X 1.500x5.00 24 X 1.500x5.00 22 X 1.500x5.00 X 0,
  • 24. ACOPLAMENTO DE ENGRENAGEM TIPO G - SÉRIE 1000 POWER TRANSMISSION INDUSTRIES 2 * Alinhar os cubos dentro dos limites especificados acima. Quando ultrapassado os limites especificados fica reduzida a vida do acoplamento e a velocidade máxima estabelecida Para acoplamentos com graxa NLGI#0 o intervalo de rotação será desde zero até o máximo mostrado na tabela 1 da graxa NLGI#1 exceto para os seguintes: tamanhos 10, 7000; tamanho 15, 6000; tamanho 20, 5000; tamanho 25, 4750 e tamanho 30, 4500 rpm. Furo máximo - mm (2 chavetas rebaixadas) GAP (Separação de Cubo) - mm TAMANHO TABELA 01 DADOS DE INSTALAÇÃO Limites de alinhamento para instalação - mm * Limites de alinhamento para operação Intervalo de velocidade do acoplamento com graxa NLGI#1-rpm * ou LTG Parafuso da luva (Flange central) Aperto com Torque - Nm Graxa - Kg Paralelo Máx. Paralelo Máx. GV GV G G Angular Máx. Angular Máx. Mínimo Máximo G e GV 10 G e GV 20 3 11 0,05 0,15 0,66 1,80 1030 8000 50 0,041 0,082 12 12 3 11 0,07 0,19 0,86 2,26 700 6500 65 0,073 0,136 42 42 3 11 0,8 0,23 1,02 2,74 550 5600 78 0,11 0,227 42 102 5 14 0,10 0,28 1,27 3,43 460 5000 98 0,23 0,408 102 203 5 14 0,13 0,33 1,52 3,99 380 4400 111 0,36 0,635 102 203 6 18 0,15 0,39 1,83 4,65 330 3900 134 0,54 0,998 203 339 6 22 0,18 0,46 2,13 5,49 290 3600 160 0,91 1,45 203 339 8 25 0,20 0,51 2,39 6,15 250 3200 183 1 2 203 339 8 25 0,23 0,55 2,72 6,65 230 2900 200 1,8 2,86 339 339 8 25 0,26 0,61 3,12 7,32 210 2650 220 2,2 3,63 339 339 8 29 0,28 0,66 3,35 7,98 190 2450 244 3,2 4,81 .......... 339 10 35 0,33 0,78 3,94 9,32 160 2150 289 4,4 7,08 .......... 339 1010 1015 1020 1025 1030 1035 1040 1045 1050 1055 1060 1070 INSTRUÇÕES PARA INSTALAÇÃO E MANUTENÇÃO - tam. de 1010 a 1070 Acoplamentos de Engrenagem - Duplo Engrenamento Obs.: Sujeito a alterações sem aviso prévio VERTICAL Tipos GV10 e 20 HORIZONTAL tipos G10 e 20 2 1 3 3 1 5 6 4 1. Anel de Vedação 2. Tampa Dentada 3. Cubo de Engrenagem (Especificar furo e rasgo da chaveta) 4. Guarnição 5. Bujão 6. Parafuso, porca, arruela de pressão 20 21 22 23 20 20. Cubo Dentado GV (Especificar furo e rasgo da chaveta) 21. Disco Central 22. Botão de Enconsto 23. Disco de Encosto Peças 1,2,3,4,5,6 mostradas à esquerda fazem parte do acoplamento Introdução Este manual aplica-se a acoplamentos "standard" tipos G10 e GV10 com parafusos embutidos e G20 e GV20 com parafusos expostos. Sua condição de funcionamento e vida depende muito de sua instalação e manutenção. Seguir cuidadosamente as seguintes instruções do manual, para uma ótima condição de funcionamento e livre de problemas quando em serviço. Identificação Todas as peças do acoplamento têm números de identificação. Sempre especificar o número gravado no cubo e tampa dentada. Isto é importantíssimo quando da encomenda de parafusos e tampas dentadas. Parafusos usados nas tampas G20 e GV20 são maiores do que os usados nas tampas G10 e GV10. Também, notar que os cubos flexíveis GV têm furos rebaixados para receber o disco de encosto. Aplicação Acoplamentos tipo G são recomendados para aplicação somente horizontal. Usar tipo GV para aplicações verticais. Balanceamento Dinâmico Os acoplamentos balanceados dinamicamente possuem marcas de referência e precisam ser montados com justa posição destas marcas. Utilizar um relógio comparador no alinhamento destes acoplamentos. Relógio Comparador Para melhores resultados, sempre usar o relógio comparador. Montar o relógio comparador num cubo e fazer leitura para desvios de verificação no diâmetro externo do outro cubo. A diferença entre mínimo e máximo desvio dividido por dois não pode exceder os valores da tabela 1. Para a verificação angular, tomar leituras na outra face do outro cubo. A diferença angular entre mínimo e máximo não pode exceder aos valores da tabela 1. Uma lubrificação adequada é essencial para o perfeito funcionamento dos acoplamentos de engrenagem. Em casos de choques fortes, freqüente movimento axial, grande variação de velocidade ou grande variação de temperatura, submeter à aplicação de lubrificante recomendado pela PTI - . Durante montagem vedar rasgos de chaveta, quando houver lubrificação com óleos de acoplamentos. Para serviço normal usar graxa NLGI #1 exceto quando rotação de acoplamento for menor que o mínimo especificado na tabela abaixo. Para estas baixas rotações usar graxa NLGI # 0. Quando um ou mais acoplamentos de um setor requererem a aplicação de graxa NLGI # 0, a mesma graxa poderá ser aplicada em todos acoplamentos desde que a rotação limite máxima da tabela 1 (e a nota de rodapé) não seja ultrapassada. Ver o manual de serviço 428-010 para uma lista de graxas NLGI #1 e # 0 para um intervalo de temperatura ambiente de -34ºC a +93ºC (-30ºF a +200ºF). Lubrificação Lubrificar os acoplamentos no mínimo de 6 em 6 meses. Quando estiverem expostos à umidade, grandes variações de temperatura, rápidas reversões ou choques de grande inércia ou excessivo desalinhamento, lubrificar mais amiúde. Manutenção Quando é requerido o limitador de deslocamento axial ou quando motores de mancais de bucha são usados, consultar página 18 deste catálogo. Limitador de Deslocamento Axial 24
  • 25. ACOPLAMENTO DE ENGRENAGEM TIPO G - SÉRIE 1000/2000 POWER TRANSMISSION INDUSTRIES INSTALAÇÃO DE ACOPLAMENTO HORIZONTAL TIPO G INSTALAÇÃO DE ACOPLAMENTO VERTICAL TIPO GV Limpar todas as peças. Esquentar os cubos num banho de óleo ou num forno no máximo a 135ºC (257ºF). Não repousar os dentes da engrenagem no fundo do recipiente ou aplicar chama diretamente nos dentes da mesma. Usar um lubrificante que tenha as especificações da página 23. Preencher com graxa os dentes da tampa e untar levemente com graxa os vedadores antes da montagem. Para os melhores resultados, usar um relógio comparador. Ver página 23. Usar o relógio comparador para acoplamentos balanceados dinamicamente e montar as peças mantendo as marcas de referência alinhadas. 1. Cuidado 2. Montagem das Tampas, Vedadores e Cubos Colocar as tampas com os anéis de vedação sobre os eixos antes de montar os cubos. Montar os cubos em seus respectivos eixos, como mostrado acima, de modo que a face de cada cubo fique rente com a extremidade de seu eixo. Posicionar o equipamento em alinhamento aproximado com a folga próxima da especificada na tabela 1. 3."GAP" e Alinhamento Angular Usar uma barra espaçadora que meça em espessura a folga especificada na tabela 1. Inserir a barra, como mostra acima, mantendo a mesma profundidade com intervalos de 90º e medir o vão livre entre barra e face do cubo com calibre de lâminas. A diferença entre as mínima e máxima medidas não pode exceder ao limite angular especificado na tabela 1. Alinhar até que a régua assente em esquadro (ou dentro dos limites especificados na tabela 1) sobre ambos os cubos como mostra acima e também a intervalos de 90º. Verificar com calibrador de lâminas. O vão livre não pode exceder ao desvio limite especificado na tabela 1. Apertar todos os parafusos fortemente e repetir as etapas 3 e 4. Realinhar o acoplamento se necessário. Engraxar os dentes do cubo. 4. Alinhamento Paralelo 5. Inserir Guarnição e Unir Tampas Inserir guarnição entre as tampas. Posicionar as tampas com orifícios de lubrificação a 90º e juntá-las. Usar parafusos, porcas e arruelas de pressão, fornecidos com o acoplamento. IMPORTANTE: Apertar parafusos da tampa e porcas com torque especificado na tabela nº1. 6.Lubrificação Para acoplamento tipo G, encher com graxa recomendada até que um excesso transborde num outro orifício, então inserir o bujão. Continuar procedendo assim até que todos os bujões tenham sido colocados. Para acoplamentos tipo GV, preencher ambas as tampas, inferior e superior, como descrito acima. Além disso, ventilar a tampa superior pela inserção de uma lâmina padrão entre o vedador e cubo. Encher até que um excesso saia pela lâmina. Verificar se todos os bujões foram colocados após lubrificação. Colocar o disco central com o BOTÃO PARA BAIXO. Centrar o disco no rebaixo da tampa inferior. IMPORTANTE: Encher com a graxa os dentes do cubo superior e então completar a montagem através das etapas 5 e 6 acima. A. Montar Tampas Dentadas, Vedadores e Cubos Rever a etapa 1 acima. Colocar as tampas dentadas com anéis de vedação nos eixos, antes de montar os cubos. Instalar os cubos nos seus respectivos eixos, como mostrado acima, de forma que a superfície do rebaixo fique rente à extremidade do eixo. B. Instalar Disco de Encosto no Cubo Inferior Colocar, batendo levemente, o disco de encosto no rebaixo até que se assente e se fixe no lugar. Posicionar o equipamento. Rever etapas 3 e 4 acima. IMPORTANTE: Quando o acoplamento estiver alinhado, encher a tampa inferior com graxa e posicionar a tampa e guarnição. C. Colocar Disco Central com Botão de Encosto para Baixo Nota: Superfície mais larga do lado da extremidade do eixo Sempre medir com a mesma profundidade. Nota: Superfície mais larga do lado da extremidade do eixo Disco de encosto Inserir disco central com botão de encosto Bombear graxa dentro das tampas superior e inferior Para baixo 25
  • 26. ACOPLAMENTO DE ENGRENAGEM TIPO G - SÉRIE 1000/2000 POWER TRANSMISSION INDUSTRIES TAMANHO TABELA 01 DADOS DE INSTALAÇÃO 1080 2080 Furo máximo - mm (2 chavetas rebaixadas) GAP (Separação de Cubo) - mm Limites de alinhamento para instalação - mm * Limites de alinhamento para operação - mm * Intervalo de velocidade do acopl. com graxa NLG#1-rpm * ou LTG Parafuso da luva (Flange central) Aperto com Torque - Nm Graxa - Kg Rosca do Parafuso de extração (rosca - UNC) Paralelo Máx. Paralelo Máx. Angular Máx. Angular Máx. Mínimo Máximo 10 0,4 0,8 4,83 2,46 140 1750 266 9,53 13 0,4 0,9 5,49 2,64 120 1550 290 12,2 13 0,4 1 6,15 2,97 110 1450 320 15 13 0,5 1,1 6,81 3,30 100 1330 373 17,7 13 0,5 1,2 7,49 3,51 94 1200 400 20,9 19 0,6 1,3 7,98 3,61 88 1075 440 32,7 19 0,6 1,4 8,64 3,81 82 920 460 33,1 19 0,6 1,5 9,32 4,17 76 770 490 40,8 25 0,7 1,6 9,65 4,22 72 650 525 43,1 25 0,7 1,8 10,97 4,37 64 480 600 49,9 25 0,8 2 12,14 5,28 58 370 660 68 25 0,9 2,2 13,31 5,87 52 290 725 107 25 1 2,5 14,78 6,40 48 270 810 109 25 1 2,7 16,13 6,93 44 250 880 122 25 1 2,9 17,45 7,14 40 230 950 136 25 1 3,1 18,80 7,37 38 220 1025 150 1003 1-8 1424 1.25-7 1424 1.5-6 2495 1.5-6 2495 1.5-6 2495 1.5-6 2685 1.5-6 2685 1.5-6 4176 1.5-6 4176 1.5-6 5885 2-4.5 5885 2-4.5 11186 2-4.5 11186 2-4.5 14778 2-4.5 14778 2-4.5 1090 2090 1100 2100 1110 2110 1120 2120 1130 2130 1140 2140 1150 2150 1160 2160 1180 2180 1200 2200 1220 2220 1240 2240 1260 2260 1280 2280 1300 2300 * Alinhar os cubos dentro dos limites especificados acima. Quando ultrapassado os limites especificados fica reduzida a vida do acoplamento e a velocidade máxima estabelecida Anel de vedação Tampa Cubo Flexível G (especificar furo e rasgo de chaveta) Guarnição Bujão Parafuso da tampa 1. 2. 3. 4. 5. 6. Instruções para Instalação e Manutenção - Tam. de 1080 a 1300 Introdução: Este manual aplica-se para acoplamentos "standard" tipo G20 com parafusos expostos. Sua condição de funcionamento e vida depende muito de sua instalação e manutenção. Seguir cuidadosamente as seguintes instruções do manual para uma ótima condição de trabalho e sem problemas de manutenção. Identificação: Todos os acoplamentos são identificados através do número constante no cubo e tampa. Sempre especificar o número do cubo ou tampa quando solicitar qualquer peça sobressalente. Aplicação: Acoplamentos tipo G são recomendados para aplicação horizontal. Consultar a PTI - para acoplamentos verticais. Balanceamento Dinâmico: Os acoplamentos balanceados dinamicamente possuem marcas de referência e precisam ser montados com justaposição destas marcas. Utilizar um relógio comparador no alinhamento destes acoplamentos. Relógio Comparador: Para melhores resultados, sempre usar o relógio comparador. A diferença entre as mínima e máxima leituras (dividida por dois) não pode exceder os valores da tabela1. Montar o relógio comparador num cubo e fazer leituras para verificação dos desvios de diâmetro externo do outro cubo; para a verificação angular, fazer leituras em qualquer face do outro cubo. Lubrificação: Uma lubrificação adequada é essencial para o perfeito funcionamento do acoplamento. Não usar engraxadeira. Consultar a PTI - para uso de óleo e outros lubrificantes fluidos. Usar somente graxas NLGI #1 com as seguintes especificações e lubrificar de 6 em 6 meses. NÃO DEVE CORROER O AÇO NÃO DEVE INTUMESCER OU DETERIORAR NEOPRENE OU BUNA N. PENETRAÇÃO A 25ºC (77ºF) ...................................................... 310-340 PONTO DE GOTEJAMENTO ............................ 150ºC (300ºF) ou acima Ver pág. 16 para vários lubrificantes adequados com as especificações acima. Quando a temperatura ambiente estiver fora de intervalo 34ºC a +93ºC (-30ºF a +200ºF) consultar a PTI - . Manutenção: Verificar a lubrificação de 6 em 6 meses e completar quando houver falta de lubrificante. É necessário mais freqüentes inspeções e lubrificação quando houver excessivo desalinhamento, temperaturas ambientes altas, e ou freqüentes, reversões rápidas. RESISTÊNCIA À CENTRIFUGAÇÃO ...............................................… ALTA SEPARAÇÃO DO ÓLEO ................................................................… BAIXO CARGA MÍNIMA TIMKEN O.K. ........................................ 13,6kg (30lbs.) TEXTURA .............................................................................. suave ou fibrosa 5 1 5 12 3 8 7 6 2 13 14 15 16 16 15 14 4 2 5 13 3 12 5 1 26 Arruela de pressão da tampa Porca da tampa Tampa final Guarnição do disco terminal Porca do disco terminal Arruela de pressão do disco terminal Parafuso do disco terminal 7. 8. 12. 13. 14. 15. 16. * Para acoplamentos com graxa NGLI#0 o intervalo de rotação será desde zero até o máximo mostrado na tabela 01 da graxa NLGI#1.
  • 27. POWER TRANSMISSION INDUSTRIES 27 Instalação de Acoplamento Horizontal Tipo G20 Grande Colocar os discos terminais com anéis de vedação nos eixos antes dos cubos. Montar os cubos em seus respectivos eixos de forma que a face da cada cubo fique rente com a extremidade de seu eixo. Então montar as luvas flangeadas com as guarnições do disco terminal. Posicionar o equipamento em alinhamento aproximado com folga próxima da especificada na tabela. 2. Montagem das Partes do Acoplamento Usar uma barra espaçadora que meça em espessura a folga especificada na tabela 1. Inserir a barra, como mostra cima, mantendo a mesma profundidade com intervalos de 90º e medir o vão livre entre barra e face do cubo com calibrador de lâminas. A diferença entre as mínimas e máxima medidas não pode exceder ao limite angular especificado na tabela 1. 3.Folga e Alinhamento Angular Alinhar até que a régua assente em esquadro (ou dentro dos limites especificados na tabela 1) sobre ambos os cubos como mostra acima e também a intervalos de 90º. Verificar com calibrador de lâminas. O vão livre não pode exceder ao desvio limite especificado na tabela 1. Apertar todos os parafusos fortemente e repetir as etapas 3 e 4. Realinhar o acoplamento se necessário. Engraxar os dentes do cubo. 4. Alinhamento Paralelo Inserir guarnição entre as flanges. Posicionar luvas flangeadas com orifícios de lubrificação defasados de 90º e então, cuidadosamente, juntar as tampas registradas. Usar só parafusos fornecidos com o acoplamento. IMPORTANTE: Apertar parafusos da flange central com torque especificado na tabela 1. Parafusar os discos terminais com as guarnições nas luvas. Posicionar o disco terminal de forma que os orifícios de lubrificação deste fiquem defasados de 90º em relação aos da luva adjacente. 5. Inserir Guarnição e Unir Tampas Bombear graxa recomendada no acoplamento até que um excesso extravase num orifício de lubrificação e então tapar este orifício. Continuar este procedimento até que o lubrificante tenha transbordado em todos os orifícios e cada orifício tenha sido tapado. Inserir todos os tampões antes de colocar em funcionamento. 6. Lubrificação Limpar todas as peças. Esquentar os cubos num banho de óleo ou numa estufa no máximo a 135ºC (275ºF). Não repousar os dentes da engrenagem no fundo do recipiente ou aplicar a chama diretamente nos dentes do cubo. Usar um lubrificante que tenha as especificações da página 1. Preencher com graxa os dentes da tampa e juntar levemente com graxa a vedação antes da montagem. Para melhor alinhamento, usar um relógio comparador. Ver página 1. Usar um relógio comparador para alinhamento de acoplamentos balanceados dinamicamente e montar as peças mantendo as marcas de referência alinhadas. 1. Atenção Sempre medir com a mesma profundidade Nota: furos de sacador nesta face Quando é requerido o limitador de deslocamento axial ou quando motores de mancais de bucha são usados, consultar página 19 deste catálogo. 7. Limitador de Deslocamento Axial ACOPLAMENTO DE ENGRENAGEM TIPO G - SÉRIE 1000/2000
  • 28. POWER TRANSMISSION INDUSTRIES ACOPLAMENTO ELÁSTICO TIPO WRAPFLEX Características dos elementos do conjunto Características Gerais • Acoplamento; • Isento de lubrificação; • Torsionalmente flexível; • Disponível em 12 tamanhos; • Torque até 15.000 Nm; • Furos até 186 mm; • Manutenção simples (substituição do elemento elástico sem afastamento dos cubos); • E o mais interessante: Elemento Flexível em poliuretano Resistentes ao tempo, tampa de nylon "high-grade” Cubos Parafusos da Tampa Isento de lubrificação, reduz custos de manutenção. Elemento com perfil de garras otimizado (patente em registro) Aumento de flexibilidade para rápida e fácil montagem. Melhoria do contato dente a dente. Fácil remoção do elemento flexível não necessita da remoção dos cubos significa que não precisa de realinhamento, com redução do tempo de parada. Elemento em poliuretano com excelente resistência química e ao desgaste, temperaturas até 95 ºC (200 ºF) para uma vida mais longa. Encaixe entre o diâmetro interno da tampa e o diâmetro externo do elemento permite a montagem em qualquer direção. Opcional em tampa de aço carbono com proteção epoxy anti-corrosiva para aplicações severas. Fabricados em aço carbono para máxima resistência. Dentes do cubo usinados com perfil especial (patente em registro) para reduzir os efeitos do desalinhamento e melhor superfície de contato dos dentes, resultando numa vida mais longa do elemento. Dois parafusos em aço inox posicionados a 180º - Previne o movimento relativo entre a tampa e o elemento flexível, sendo um meio de retenção positiva entre os componentes. 28 THREE HEAVY DUTY WARRANTY THREE YEAR
  • 29. POWER TRANSMISSION INDUSTRIES ACOPLAMENTO ELÁSTICO TIPO WRAPFLEX 29 PARAFUSOS DA TAMPA A 180º TAMPA GAP H A D AA ELEMENTO CUBO C S C S F Z Z BE J B 2R 3R 4R 5R 10R 20R 30R 40R 50R 60R 70R 80R 11 34 56 62 130 320 520 1030 2500 4000 8000 15000 4500 4500 4500 4500 4500 4500 4500 3600 3000 2500 2100 1800 22,00 28,00 35,00 38,00 48,00 60,00 65,00 85,00 105,00 135,00 160,00 190,00 - - - 30 37 49 54 67 91 131 155 184 0.875 1.125 1.375 1.625 1.875 2.375 2.875 3.375 4.125 5.250 6.125 7.250 0,365 0,767 1,17 1,34 2,48 5,62 9,37 17,1 35,7 ......... ......... ......... 0,402 0,823 1,26 1,48 2,70 6,07 10,0 18,1 37,6 66,2 111 165 48,8 61,0 70,5 76,5 90,5 126,0 146,5 182,4 231,0 ......... ......... ......... 49,0 61,0 71,0 76,5 90,5 124,0 143,0 177,0 224,0 267,0 310,0 370,0 51,8 64,0 74,7 80,5 94,5 132,1 152,6 190,0 239,0 ........ ........ ........ 52,1 64,0 75,2 80,4 94,4 130,1 149,1 185,0 232,0 278,0 321,0 381,0 56,5 68,5 79,5 72,0 92,0 122,0 152,0 181,0 215,0 275,4 324,4 376,8 16,5 18,5 19,5 20,0 24,0 32,0 36,0 47,0 61,0 75,4 84,4 96,8 20,0 25,0 30,0 26,0 34,0 45,0 58,0 67,0 77,0 100,0 120,0 140,0 - - - 60,0 72,0 92,0 105,0 130,0 178,0 209,6 250,8 270,0 38,9 50,9 57,9 64 76 102 118 150 190 228 270 328 - - - 15,0 19,0 25,0 29,0 34,0 46,0 60,2 69,7 83,4 14 16 17 23,0 28,0 37,1 42,0 54,5 69,5 67,0 75,0 85,0 14 16 17 23,0 28,0 37,1 42,0 54,5 69,5 67,0 75,0 85,0 9,7 12,2 14,7 15,9 22,2 25,4 31,8 41,3 44,5 .......... .......... .......... 7,5 8,5 9,0 9,0 11,0 15,0 17,0 21,0 28,0 35,2 39,7 45,4 1,50 1,50 1,50 2,00 2,00 2,00 2,00 5,00 5,00 5,00 5,00 6,00 M3 M3 M4 M4 M4 M6 M6 M8 M8 M10 M10 M10 M2 M2 M2,5 M2.5 M2.5 M4 M4 M5 M5 M6 M6 M6 Torque Nom. (Nm) Rot. Máx. (rpm) Tampa Nylon Tampa Nylon Tampa Nylon Dimensões (milímetros) Tampa Aço Tampa Aço Tampa Aço Parafusos das tampas Tam. Allen Furo Máx. (mm) Furo Máx. BE reduz. (mm) Furo (Pol.) Peso do acoplamento sem furo (kg) A AA B BE C D F H Tampa Nylon Tampa Aço J S Z GAP TAM. Tipo R10 - Dimensões Milímetros O elemento opera normalmente em temperaturas entre -40 C e 95ºC. Dimensões são somente para referência e sujeitas a mudanças sem notificação a menos que certificado. 5R - 50R são normalmente montados com chaveta, 02 parafusos (um sobre e outro a 90º em relação a chaveta) e ajuste deslizante. 60R-80R são normalmente montados com interferência, chaveta e sem parafusos. Parafusos da tampa são em aço inoxidável conforme ISO 7380. Dois parafusos por acoplamento. 5R-50R a tampa em nylon é normal e a de aço pintada é opcional. 60R-80R a tampa de aço pintada é normal. Max. BE reduzido significa quando o eixo for montado penetrando no espaço mostrado pela cota “Z“. O número de partidas deve ser limitado a 10 por hora para a condição de furo máx., a não ser que seja utilizado cabo longo. º * Para aplicações com F.S. 2,0 ou maior, consultar a PTI.