SlideShare uma empresa Scribd logo
ANDRÉA BATISTA VILLELA FERNANDES 
JALBAS ALLAN SOARES DA GAMA 
RODRIGO BARBOSA DA SILVA 
THIAGO GOMES DE AZEVEDO 
GEORGE ALBERTO FERREIRA DOS SANTOS 
GLAUCIO ARAUJO DE AGUIAR 
TRABALHO INTERDISCIPLINAR DE GRUPO 
GERENCIAMENTO LOGÍSTICO E SUAS PARTICULARIDADES 
Orientador/Tutor: Prof. João Carlos de Melo Silva
AA EEMMPPRREESSAA
IINNTTRROODDUUÇÇÃÃOO 
 A empresa tem gestão familiar, e não abre mão disso; 
apesar de ser considerada ultrapassada, este tipo de 
gestão tem dado certo na empresa, apesar dos 
percalços ocorridos durante a sua existência. 
 Em 1997, durante um período de crise, a empresa, 
enfrentando problemas de liquidez e desconfiança dos 
agentes do mercado (bancos e fornecedores), foi 
obrigada a efetuar algumas correções em sua rota, 
revisando o giro dos estoques de 60 para 45 dias, 
fechando lojas deficitárias, e demitindo mais de 2.000 
funcionários. Isto causou um clima de desconfiança 
no mercado, que passou a questionar o 
endividamento e os números apresentados pela 
empresa, chegando alguns bancos a fechar as portas 
para a companhia.
 Com uma estrutura extremamente fechada, o seu fundador, 
pela primeira vez, se viu obrigado a abrir a empresa para 
uma auditoria externa. Segundo especialistas, o seu 
crescimento, com a aquisição de diversas empresas, neste 
período foi construído em cima de dívidas, o que não era 
visto com bons olhos pelos seus credores. Esta abertura, na 
verdade, ocorreu por orientação do Unibanco, que alguns 
meses depois coordenou uma operação de lançamento de 
debêntures no valor de US$ 250 milhões, que foram 
recomprados pela empresa num prazo de dois anos.
 Apesar deste pequeno detalhe, a empresa continuou 
apostando na sua fórmula de sucesso, que se 
concentra em vender para a população de baixa 
renda, com 85% das vendas financiadas. A empresa 
procura ser sempre fiel às suas tradições e não desvia 
o foco do que realmente interessa, que é vender em 
grandes quantidades e a preços competitivos com 
fartura de crédito a população de baixa renda. 
 A marca Casas Bahia, constantemente citada em 
pesquisas de lembrança de marca como a mais 
presente na mente dos brasileiros, abrange, por dia, 
cerca 54.1 milhões de domicílios com TV, anunciando 
em sete emissoras de TV aberta e, também, em 11 
canais por assinatura. Além disso, complementam e 
reforçam o seu plano de mídia outras 548 emissoras 
de rádio, 116 jornais e diversas modalidades de mídia.
HHIISSTTÓÓRRIIAA 
 Com US$ 6 mil no bolso, Samuel comprou uma casa 
e uma charrete. Com a ajuda de um conhecido que 
transitava bem pelo comércio do Bom Retiro, reduto 
dos imigrantes judeus e árabes na década de 50, 
adquiriu uma carteira de 200 clientes e mercadorias – 
roupas de cama, mesa e banho. De porta em porta, 
começou a mascatear pelas ruas de São Caetano do 
Sul. Quando alguém dizia que não podia pagar, 
Samuel logo lhe oferecia condições: ficar com o 
produto e pagar em prestações, tudo no crediário.
OO IInniicciioo 
 Cinco anos depois, em 1957, já tinha capital suficiente 
para dar mais um passo em direção ao futuro. 
Comprou sua primeira loja, no centro de São Caetano 
do Sul, que chamou de “Casa Bahia” em homenagem 
aos imigrantes nordestinos que haviam se deslocado 
para a região em busca de trabalho na indústria 
automobilística.
SSaammuueell KKlleeiinn 
 A rede segue a cartilha de seu fundador, Samuel 
Klein. Sua empresa não segue tendências e 
modismos. Está focada na arte de comprar e vender e 
se dedicar ao cliente proporcionando aos seus 
consumidores atuais qualidade de serviços, presteza 
na concessão de crédito e assistência contínua no 
pós venda.
VALORES - Humildade, Disciplina, Equilíbrio Emocional, 
Garra e Determinação e Eficiência. 
VISÃO - Ser uma empresa de atuação e reconhecimento 
internacional que atenda às necessidades de todas as 
classes sociais nos mercados em que atuamos, com 
eficiência e rentabilidade, contribuindo para o crescimento 
do Brasil. 
MISSÃO - Realizar o sonho dos nossos fregueses 
proporcionando a melhor experiência de compra, com um 
modelo de gestão focado na solidez do negócio, no 
respeito e na dedicação total aos nossos clientes, 
colaboradores, fornecedores e parceiros
OO ssllooggaann 
 Na Casas Bahia, o slogan "Dedicação Total a Você" 
se aplica aos dois lados: clientes e também 
colaboradores. A rede tem investido na 
implementação de Centros de Convivência voltados 
ao bem estar do colaborador que incluem refeitórios, 
academia de ginástica, lanchonetes, centro de 
reabilitação física, bibliotecas, entre outros espaços 
de relaxamento e convívio.
CCrreesscciimmeennttoo 
 A Casas Bahia multiplicou, em pouco mais de uma 
década, suas 250 filiais para as mais de 500 atuais e 
figura entre as 250 maiores empresas de varejo no 
mundo, segundo o estudo "Poderosos Globais do 
Varejo", conduzido pela consultoria Deloitte Touch 
que, há mais de 10 anos mapeia o ranking mundial do 
setor. A rede ocupa a 131ª posição.
Modelo de negócios 
 A habilidade para entender as necessidades 
emocionais e os hábitos de compra dos clientes de 
baixa renda e a capacidade de viabilizar o sonho de 
consumo por meio do acesso ao crédito resultaram 
em um modelo de negócios único no que diz respeito 
ao varejo. Segundo Prahalad em seu livro "The 
Fortune at the Botton of the Pyramid"; "A Casas Bahia 
prova minha tese a respeito da importância e da 
rentável oportunidade de mercado existente na base 
da pirâmide de renda".
LLooggííssttiiccaa 
 Quando se trata de logística, os números da Casas 
Bahia impressionam: frota com quase 3000 veículos 
no total, sendo mais de 2,4 mil caminhões, e mais de 
8 milhões de m3 de área de armazenagem total. Essa 
grandiosa engrenagem contribui para a fidelização 
dos clientes, garante a entrega dos produtos e permite 
a continuidade do processo de expansão da rede no 
país. Hoje, a empresa realiza cerca de 1,3 milhão de 
entregas/mês, nos meses de pico. Em 2011, a frota 
de veículos pesados rodou mais de 99,6 milhões de 
quilômetros para entregar produtos aos clientes, 
abastecer lojas e depósitos.
EEssttrraattééggiiaa ddee 
ddiissttrriibbuuiiççããoo 
 Com 300 mil m² de área construída, o CD de Jundiaí é o 2º 
maior do mundo. Os depósitos de Duque de Caxias (RJ), 
Ribeirão Preto (SP), Betim (MG), São Bernardo do Campo 
(SP), São José dos Pinhais (PR), Campo Grande (MS) e 
Camaçari (BA) possuem, respectivamente, 180 mil, 40 mil, 
21 mil, 96 mil, 70 mil, 12 mil e 69 mil m², todos de área 
construída. 
 Além dos centros de distribuição, a rede possui 06 
entrepostos, localizados em: Paraná, Espírito Santo, Goiás, 
Mato Grosso, Distrito Federal e Santa Catarina. Esses 
entrepostos recebem os produtos dos CDs que depois são 
redistribuídos em caminhões médios para entrega aos 
clientes. Hoje, a capacidade total de armazenagem da 
Casas Bahia nos seus depósitos é de 8,3 milhões de m³.
FFrroottaa PPrróópprriiaa 
 Para garantir a entrega dos produtos aos clientes no 
prazo máximo de 48 horas, a Casas Bahia não 
terceiriza sua frota. A rede conta com mais de 2500 
veículos pesados próprios que, em 2009, percorreram 
mais de 120 milhões de quilômetros. Em datas 
comemorativas, como Dia das Mães e Natal, por 
exemplo, esse número chega ao volume de 1,2 
milhão de entregas/ mês.
TTeeccnnoollooggiiaa ddee ppoonnttaa 
 A Casas Bahia também é benchmark em tecnologia 
da informação no varejo. As instalações do Centro de 
Tecnologia da empresa, localizado no complexo da 
matriz, em São Caetano do Sul, têm classificação de 
disponibilidade nível 3, de acordo com o IBM Real 
Estate Engineering Group, ou classificação Tier III 
pelos critérios do Uptime Institute, que significa 
garantir operação 24 horas/dia, em sete dias da 
semana e 365 dias no ano, ou seja, disponibilidade de 
99,99% ao processamento de dados da rede. Toda a 
gestão da empresa é feita em tempo real por meio de 
um programa desenvolvido especialmente pela Casas 
Bahia para monitoramento de vendas, faturamento, 
produtos, reposições de mercadorias, controle de 
entregas, entre outras atividades.
RRFFIIDD 
 Além disso, uma nova tecnologia - entre outros 
grandes projetos - está sendo implantada na rede: o 
RFID: sistema de gerenciamento/controle de estoque 
via radio freqüência em todas as lojas e depósitos da 
rede.
FFUUSSÃÃOO CCAASSAASS BBAAHHIIAA EE 
PPÃÃOO DDEE AAÇÇÚÚCCAARR 
 Um novo acordo de fusão, no dia 2 de julho de 
2010, entre os grupos Pão de açúcar e Casas 
Bahia, sendo assim, com o novo acordo, o 
novo grupo formado passa a se chamar de Nova 
Casas Bahia, onde a captação de recursos 
ficará por parte da Globex, controladora da rede 
Ponto Frio. Para o novo acordo, que durou cerca 
de 4 meses de duração se consolidar, foi preciso 
injetar, cerca de R$ 689 milhões por parte do 
grupo do então, chefe de conselho da empresa 
Abílio Diniz.
• 
• 
TOTALMENTE 
FOCADA EM E-COMMERCE 
A Nova Pontocom é uma empresa brasileira de comércio 
eletrônico, criada a partir da associação entre Grupo Pão 
de Açúcar e Casas Bahia. Totalmente focada em e-commerce, 
a empresa possui em seu portfólio as 
operações online de grandes marcas do varejo nacional: 
CasasBahia.com.br, Extra.com.br, Pontofrio.com, 
Barateiro.com e Partiu Viagens. Além de atuar com 
soluções B2B, com a consultoria de e - Plataforma, e 
com a operação de Pontofrio Atacado.
PPaarrcceerriiaa BBaarrttiirraa 
 Fundada em 11 de maio de 1962 em São Bernardo do 
Campo, cidade do Grande ABC, em São Paulo, a 
Bartira passou a integrar o Grupo Casas Bahia em 
1981, com a missão de tornar-se a maior e melhor 
indústria de móveis do Brasil. A expansão do mercado 
nacional levou a Bartira a construir uma nova unidade 
no ABC, na cidade de Ribeirão Pires, inaugurada em 
1985. Nesta época, a fábrica ampliou suas instalações 
e passou a contar com um processo de automação 
parcial da produção.
BBaarrttiirraa eemm nnúúmmeerrooss 
 Produção mensal de mais de 100 mil dormitórios; 180 
mil módulos de cozinha e 30 mil estantes e racks 
 o volume de chapas de madeira utilizados em 1 ano 
atinge mais de 26 milhões de m2, o equivalente a 
quase 200 estádios do Maracanã 
 mensalmente, mais de 1200 carretas seguem para os 
Centros de Distribuição da rede carregadas com os 
móveis Bartira 
 produção anual de 4 milhões de itens 
 149 mil m2 de área construída 
 mais de 2 mil colaboradores
AA mmaaiioorr iinnddúússttrriiaa 
 Já em 2003, a Bartira tornou-se a maior indústria de 
móveis da América Latina, com a inauguração da 
planta de São Caetano do Sul. Em uma área fabril de 
110 mil m2, equipamentos importados e totalmente 
automatizada, com linhas robotizadas de embalagens, 
a capacidade de produção passou a ser ininterrupta, 
24 horas por dia, com 3 turnos de trabalho.
EEmmpprreessaa AAmmiiggaa ddoo 
PPllaanneettaa 
 A Indústria de móveis Bartira é uma empresa 
ecologicamente correta: toda a madeira utilizada para 
a fabricação de móveis possui o selo do FSC 
(Conselho de Manejo Florestal), certificação que 
adota padrões ambientais internacionalmente 
reconhecidos e que atesta que a madeira utilizada foi 
retirada de forma ambientalmente correta. Além disso, 
a fábrica utiliza cantoneiras biodegradáveis para 
embalagens dos móveis (redução de 50% do valor da 
embalagem).
RREECCOONNHHEECCIIMMEENNTTOO 
IINNTTEERRNNAACCIIOONNAALL 
No país há mais de meio século, a Casas Bahia é 
apontada por pesquisadores da Michigan Business 
School como benchmark no mercado da baixa renda. 
Trata-se de um caso sem similar no varejo mundial. 
Segundo um dos mais respeitados especialistas em 
termos de estratégia do mundo, o indiano C.K. 
Prahalad, em seu livro “The Fortune at the Botton of 
the Pyramid”, a Casas Bahia teve habilidade para 
entender as necessidades emocionais e os hábitos de 
compra dos clientes de baixa renda e capacidade de 
viabilizar o sonho de consumo por meio de acesso 
facilitado ao crédito.
Concorrentes
Fatores Positivos Fatores Negativos 
Forças Fraquezas 
• Maior rede de móveis, eletrônicos e 
eletrodomésticos do Brasil. 
• Mais de 500 filiais espalhadas pelo país. 
• Experiência de compra e foco no 
atendimento ao cliente. 
• Cartão de crédito próprio da rede. 
• Amplo portifólio de produtos e serviços 
financeiros competitivos. 
• Localização estratégica nos principais 
centros de consumo no pais e elevada 
abrangência logística. 
• Tradição no mercado, sólida reputação e 
amplo reconhecimento da marca. 
• Instabilidade no ambiente interno. 
• As vendas dependem em grande parte de 
seus programas de propaganda e marketing. 
• Baixos salários. 
• Grande parcela de suas lojas são regidas 
por contratos de locação. 
• Necessidades de estoque gigantescos. 
Oportunidades Ameaças 
• Expansão da rede na região do nordeste. 
• Fusão com o grupo pão de açúcar. 
• Aumento do crédito pessoal. 
• Parceria com empresas de crédito. 
• Redução da taxa de desemprego. 
• Política governamental de inserção social. 
• Tendência de crescimento do setor. 
• Popularização do cartão de credito. 
• Oscilação da taxa de juros e de 
desemprego. 
• Concorrências significativas nos 
diversos canais de vendas. 
• Há um número restrito de fornecedores 
no Brasil. 
• Redução do poder de compra do 
consumidor. 
Negócio/Assunto: 
Casas Bahia 
Data: 
11/11/2014 
Análise de 
SWOT
CCOONNCCLLUUSSÃÃOO 
 Desta forma pode-se concluir com esta pesquisa ,que 
na contramão das modernas técnicas de gestão, e 
diante de dados consistentes quanto á perpetuação 
das empresas familiares no Brasil, a Casas Bahia 
pode ser considerada um marco no varejo 
brasileiro.Com uma fórmula bastante simples e 
auxiliada por fatores econômicos positivos num 
mercado cada vez maior, consegue crescer e manter-se 
lucrativa sem perder o foco, arrebatando uma 
quantidade cada vez maior de novos consumidores.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apresentação do tema motivação da equipe
Apresentação do tema motivação da equipeApresentação do tema motivação da equipe
Apresentação do tema motivação da equipe
Denisia Teixeira
 
Condicionamento físico
Condicionamento físicoCondicionamento físico
Condicionamento físico
NatanaelMoreiraAmori
 
Síndrome de Down - Revisão
Síndrome de Down - RevisãoSíndrome de Down - Revisão
Síndrome de Down - Revisão
Fisioterapeuta
 
A importância da boa comunicação
A importância da boa comunicaçãoA importância da boa comunicação
A importância da boa comunicação
Projeto Ações Preventivas na Escola
 
Atletismo Paralímpico
Atletismo ParalímpicoAtletismo Paralímpico
Atletismo Paralímpico
UME JOÃO PAPA SOBRINHO
 
Mercado de trabalho
Mercado de trabalhoMercado de trabalho
Mercado de trabalho
Anelise Medeiros
 
Portfólio - Acm Consultoria Empresarial
Portfólio - Acm Consultoria EmpresarialPortfólio - Acm Consultoria Empresarial
Portfólio - Acm Consultoria Empresarial
Fabricio Macedo
 
Ética Profissional: Trabalho em Equipe
Ética Profissional: Trabalho em EquipeÉtica Profissional: Trabalho em Equipe
Ética Profissional: Trabalho em Equipe
Vadeilza Castilho
 
Documentos empresariais
Documentos empresariaisDocumentos empresariais
Documentos empresariais
Gabriel Negromonte
 
Slide Qualidade de Vida no Trabalho
Slide Qualidade de Vida no TrabalhoSlide Qualidade de Vida no Trabalho
Slide Qualidade de Vida no Trabalho
Crícia Silva
 
Sucesso com trabalho em equipe
Sucesso com trabalho em equipeSucesso com trabalho em equipe
Sucesso com trabalho em equipe
Next Educação
 
Aula 6 - Contas a pagar
Aula 6 - Contas a pagarAula 6 - Contas a pagar
Aula 6 - Contas a pagar
Professor Cristiano Barreto
 
Projeto integrador assistente de pessoal
Projeto integrador   assistente de pessoalProjeto integrador   assistente de pessoal
Projeto integrador assistente de pessoal
CONTEC CONTABILIDADE TÉCNICA LTDA
 
Apresentação sobre Logística
Apresentação sobre LogísticaApresentação sobre Logística
Apresentação sobre Logística
Isabella Menezes
 
10 dicas para ser um excelente profissional
10 dicas para ser um excelente profissional10 dicas para ser um excelente profissional
10 dicas para ser um excelente profissional
Ana Paula Melo
 
Treinamento & desenvolvimento...de RH
Treinamento & desenvolvimento...de RHTreinamento & desenvolvimento...de RH
Treinamento & desenvolvimento...de RH
Rose Oliveira
 
Desenvolvimento Motor - Introdução e conceitos básicos
Desenvolvimento Motor - Introdução e conceitos básicosDesenvolvimento Motor - Introdução e conceitos básicos
Desenvolvimento Motor - Introdução e conceitos básicos
Cassio Meira Jr.
 
Curso de Gestão Financeira.
Curso de Gestão Financeira.Curso de Gestão Financeira.
Curso de Gestão Financeira.
B&R Consultoria Empresarial
 
História da Logística
História da LogísticaHistória da Logística
História da Logística
Robson Costa
 
Aula 1.4 GestãO De Estoques
Aula 1.4 GestãO De EstoquesAula 1.4 GestãO De Estoques
Aula 1.4 GestãO De Estoques
Vinícius Luiz
 

Mais procurados (20)

Apresentação do tema motivação da equipe
Apresentação do tema motivação da equipeApresentação do tema motivação da equipe
Apresentação do tema motivação da equipe
 
Condicionamento físico
Condicionamento físicoCondicionamento físico
Condicionamento físico
 
Síndrome de Down - Revisão
Síndrome de Down - RevisãoSíndrome de Down - Revisão
Síndrome de Down - Revisão
 
A importância da boa comunicação
A importância da boa comunicaçãoA importância da boa comunicação
A importância da boa comunicação
 
Atletismo Paralímpico
Atletismo ParalímpicoAtletismo Paralímpico
Atletismo Paralímpico
 
Mercado de trabalho
Mercado de trabalhoMercado de trabalho
Mercado de trabalho
 
Portfólio - Acm Consultoria Empresarial
Portfólio - Acm Consultoria EmpresarialPortfólio - Acm Consultoria Empresarial
Portfólio - Acm Consultoria Empresarial
 
Ética Profissional: Trabalho em Equipe
Ética Profissional: Trabalho em EquipeÉtica Profissional: Trabalho em Equipe
Ética Profissional: Trabalho em Equipe
 
Documentos empresariais
Documentos empresariaisDocumentos empresariais
Documentos empresariais
 
Slide Qualidade de Vida no Trabalho
Slide Qualidade de Vida no TrabalhoSlide Qualidade de Vida no Trabalho
Slide Qualidade de Vida no Trabalho
 
Sucesso com trabalho em equipe
Sucesso com trabalho em equipeSucesso com trabalho em equipe
Sucesso com trabalho em equipe
 
Aula 6 - Contas a pagar
Aula 6 - Contas a pagarAula 6 - Contas a pagar
Aula 6 - Contas a pagar
 
Projeto integrador assistente de pessoal
Projeto integrador   assistente de pessoalProjeto integrador   assistente de pessoal
Projeto integrador assistente de pessoal
 
Apresentação sobre Logística
Apresentação sobre LogísticaApresentação sobre Logística
Apresentação sobre Logística
 
10 dicas para ser um excelente profissional
10 dicas para ser um excelente profissional10 dicas para ser um excelente profissional
10 dicas para ser um excelente profissional
 
Treinamento & desenvolvimento...de RH
Treinamento & desenvolvimento...de RHTreinamento & desenvolvimento...de RH
Treinamento & desenvolvimento...de RH
 
Desenvolvimento Motor - Introdução e conceitos básicos
Desenvolvimento Motor - Introdução e conceitos básicosDesenvolvimento Motor - Introdução e conceitos básicos
Desenvolvimento Motor - Introdução e conceitos básicos
 
Curso de Gestão Financeira.
Curso de Gestão Financeira.Curso de Gestão Financeira.
Curso de Gestão Financeira.
 
História da Logística
História da LogísticaHistória da Logística
História da Logística
 
Aula 1.4 GestãO De Estoques
Aula 1.4 GestãO De EstoquesAula 1.4 GestãO De Estoques
Aula 1.4 GestãO De Estoques
 

Destaque

Apresentacao casas bahia
Apresentacao casas bahiaApresentacao casas bahia
Apresentacao casas bahia
luizhs_
 
Fusão Casas Bahia e Ponto frio
Fusão Casas Bahia e Ponto frioFusão Casas Bahia e Ponto frio
Fusão Casas Bahia e Ponto frio
Andiara Cristina
 
Young Planners 2004 - Casas Bahia - Laura Chiavone
Young Planners 2004 - Casas Bahia - Laura ChiavoneYoung Planners 2004 - Casas Bahia - Laura Chiavone
Young Planners 2004 - Casas Bahia - Laura Chiavone
grupodeplanejamento
 
Samuel klein Casas Bahia
Samuel klein Casas BahiaSamuel klein Casas Bahia
Samuel klein Casas Bahia
Vanderlei Junior
 
Casas Bahia x Ponto Frio
Casas Bahia x Ponto FrioCasas Bahia x Ponto Frio
Casas Bahia x Ponto Frio
Kalinde_Machado
 
Tim apresentação
Tim apresentaçãoTim apresentação
Tim apresentação
Isadora S. Ferraz
 
Desafio profissional ped3
Desafio profissional ped3Desafio profissional ped3
Desafio profissional ped3
Jéssica Da Cruz Seno
 
Matemática financeira e cálculos de tesouraria
Matemática financeira e cálculos de tesourariaMatemática financeira e cálculos de tesouraria
Matemática financeira e cálculos de tesouraria
eduardo olbera ferrer
 
Apostila Palermo
Apostila PalermoApostila Palermo
Apostila Palermo
Paola Trebbi
 
Descrição de processo 01
Descrição de processo 01Descrição de processo 01
Descrição de processo 01
Jonathan
 
Trabalho Acadêmico Análise de mercado
Trabalho Acadêmico Análise de mercadoTrabalho Acadêmico Análise de mercado
Trabalho Acadêmico Análise de mercado
Raquel Kwok Pereira
 
Apresentação Pão de Açúcar
Apresentação Pão de AçúcarApresentação Pão de Açúcar
Apresentação Pão de Açúcar
Pedro Abreu
 
Trabalho ..
Trabalho ..Trabalho ..
Planejamento e identificação das necessidades de informação: proposta de três...
Planejamento e identificação das necessidades de informação: proposta de três...Planejamento e identificação das necessidades de informação: proposta de três...
Planejamento e identificação das necessidades de informação: proposta de três...
Maria Carolina Carlos Pinto da Silva
 
Aula de reforço de Power Point
Aula de reforço de Power Point Aula de reforço de Power Point
Aula de reforço de Power Point
Daniel da Silva
 
Telefonia Móvel no Brasil - Análise Estratégica
Telefonia Móvel no Brasil - Análise EstratégicaTelefonia Móvel no Brasil - Análise Estratégica
Telefonia Móvel no Brasil - Análise Estratégica
Aurivan
 
Modelo para elaboração de trabalho acadêmico
Modelo para elaboração de trabalho acadêmicoModelo para elaboração de trabalho acadêmico
Modelo para elaboração de trabalho acadêmico
Jeová Corrêa
 
Logística Empresarial Transportes
Logística Empresarial TransportesLogística Empresarial Transportes
Logística Empresarial Transportes
WeNova Consulting
 
Gunnebo Gateway - Prevenção de Perdas (Edição 1 - Ano 2009)
Gunnebo Gateway - Prevenção de Perdas (Edição 1 - Ano 2009) Gunnebo Gateway - Prevenção de Perdas (Edição 1 - Ano 2009)
Gunnebo Gateway - Prevenção de Perdas (Edição 1 - Ano 2009)
Gunnebo Brasil
 
A operação típica de um centro de distribuição para e-commerce e os desafios ...
A operação típica de um centro de distribuição para e-commerce e os desafios ...A operação típica de um centro de distribuição para e-commerce e os desafios ...
A operação típica de um centro de distribuição para e-commerce e os desafios ...
E-Commerce Brasil
 

Destaque (20)

Apresentacao casas bahia
Apresentacao casas bahiaApresentacao casas bahia
Apresentacao casas bahia
 
Fusão Casas Bahia e Ponto frio
Fusão Casas Bahia e Ponto frioFusão Casas Bahia e Ponto frio
Fusão Casas Bahia e Ponto frio
 
Young Planners 2004 - Casas Bahia - Laura Chiavone
Young Planners 2004 - Casas Bahia - Laura ChiavoneYoung Planners 2004 - Casas Bahia - Laura Chiavone
Young Planners 2004 - Casas Bahia - Laura Chiavone
 
Samuel klein Casas Bahia
Samuel klein Casas BahiaSamuel klein Casas Bahia
Samuel klein Casas Bahia
 
Casas Bahia x Ponto Frio
Casas Bahia x Ponto FrioCasas Bahia x Ponto Frio
Casas Bahia x Ponto Frio
 
Tim apresentação
Tim apresentaçãoTim apresentação
Tim apresentação
 
Desafio profissional ped3
Desafio profissional ped3Desafio profissional ped3
Desafio profissional ped3
 
Matemática financeira e cálculos de tesouraria
Matemática financeira e cálculos de tesourariaMatemática financeira e cálculos de tesouraria
Matemática financeira e cálculos de tesouraria
 
Apostila Palermo
Apostila PalermoApostila Palermo
Apostila Palermo
 
Descrição de processo 01
Descrição de processo 01Descrição de processo 01
Descrição de processo 01
 
Trabalho Acadêmico Análise de mercado
Trabalho Acadêmico Análise de mercadoTrabalho Acadêmico Análise de mercado
Trabalho Acadêmico Análise de mercado
 
Apresentação Pão de Açúcar
Apresentação Pão de AçúcarApresentação Pão de Açúcar
Apresentação Pão de Açúcar
 
Trabalho ..
Trabalho ..Trabalho ..
Trabalho ..
 
Planejamento e identificação das necessidades de informação: proposta de três...
Planejamento e identificação das necessidades de informação: proposta de três...Planejamento e identificação das necessidades de informação: proposta de três...
Planejamento e identificação das necessidades de informação: proposta de três...
 
Aula de reforço de Power Point
Aula de reforço de Power Point Aula de reforço de Power Point
Aula de reforço de Power Point
 
Telefonia Móvel no Brasil - Análise Estratégica
Telefonia Móvel no Brasil - Análise EstratégicaTelefonia Móvel no Brasil - Análise Estratégica
Telefonia Móvel no Brasil - Análise Estratégica
 
Modelo para elaboração de trabalho acadêmico
Modelo para elaboração de trabalho acadêmicoModelo para elaboração de trabalho acadêmico
Modelo para elaboração de trabalho acadêmico
 
Logística Empresarial Transportes
Logística Empresarial TransportesLogística Empresarial Transportes
Logística Empresarial Transportes
 
Gunnebo Gateway - Prevenção de Perdas (Edição 1 - Ano 2009)
Gunnebo Gateway - Prevenção de Perdas (Edição 1 - Ano 2009) Gunnebo Gateway - Prevenção de Perdas (Edição 1 - Ano 2009)
Gunnebo Gateway - Prevenção de Perdas (Edição 1 - Ano 2009)
 
A operação típica de um centro de distribuição para e-commerce e os desafios ...
A operação típica de um centro de distribuição para e-commerce e os desafios ...A operação típica de um centro de distribuição para e-commerce e os desafios ...
A operação típica de um centro de distribuição para e-commerce e os desafios ...
 

Semelhante a T.I.G - Casas bahia a empresa

Clipping Dezembro 1
Clipping Dezembro 1Clipping Dezembro 1
Clipping Dezembro 1
Ricardo Pastore
 
Clipping abril 2010 4
Clipping abril 2010 4Clipping abril 2010 4
Clipping abril 2010 4
Ricardo Pastore
 
Clipping Dezembro 2
Clipping Dezembro 2Clipping Dezembro 2
Clipping Dezembro 2
Ricardo Pastore
 
27_08_2012
27_08_201227_08_2012
27_08_2012
Ricardo Pastore
 
Brasil Canadá - vide Página 3 - Administração de Ativos
Brasil Canadá - vide Página 3 - Administração de AtivosBrasil Canadá - vide Página 3 - Administração de Ativos
Brasil Canadá - vide Página 3 - Administração de Ativos
Ronaldo Bezerra
 
Clipping do Varejo 22112011
Clipping do Varejo 22112011Clipping do Varejo 22112011
Clipping do Varejo 22112011
Ricardo Pastore
 
14_05_2012
14_05_201214_05_2012
14_05_2012
Ricardo Pastore
 
Clipping Outubro 3
Clipping Outubro 3Clipping Outubro 3
Clipping Outubro 3
Ricardo Pastore
 
Clipping do Varejo 08082011
Clipping do Varejo 08082011Clipping do Varejo 08082011
Clipping do Varejo 08082011
Ricardo Pastore
 
Logística magazine luiza
Logística magazine luizaLogística magazine luiza
Logística magazine luiza
Angélica Ramos Dantas Luiz
 
Gestão da Inovação | Cielo
Gestão da Inovação | CieloGestão da Inovação | Cielo
Gestão da Inovação | Cielo
Thatyane Fernandes
 
Clipping Abril 2010 1
Clipping Abril 2010 1Clipping Abril 2010 1
Clipping Abril 2010 1
Ricardo Pastore
 
Clipping do Varejo
Clipping do VarejoClipping do Varejo
Clipping do Varejo
Ricardo Pastore
 
Marketing de relacionamento/SIM_case bompreço (by Bruno Trindade)
Marketing de relacionamento/SIM_case bompreço (by Bruno Trindade)Marketing de relacionamento/SIM_case bompreço (by Bruno Trindade)
Marketing de relacionamento/SIM_case bompreço (by Bruno Trindade)
Bruno Trindade
 
Brasil Canadá - vide Página 2 - SC no Brasil
Brasil Canadá - vide Página 2 - SC no BrasilBrasil Canadá - vide Página 2 - SC no Brasil
Brasil Canadá - vide Página 2 - SC no Brasil
Ronaldo Bezerra
 
Colombo
ColomboColombo
Clipping do Varejo 29082011
Clipping do Varejo 29082011Clipping do Varejo 29082011
Clipping do Varejo 29082011
Ricardo Pastore
 
12_03_2012
12_03_201212_03_2012
12_03_2012
Ricardo Pastore
 
Gestão da Inovação | Cielo
Gestão da Inovação | CieloGestão da Inovação | Cielo
Gestão da Inovação | Cielo
Thatyane Fernandes
 
13_02_2012
13_02_201213_02_2012
13_02_2012
Ricardo Pastore
 

Semelhante a T.I.G - Casas bahia a empresa (20)

Clipping Dezembro 1
Clipping Dezembro 1Clipping Dezembro 1
Clipping Dezembro 1
 
Clipping abril 2010 4
Clipping abril 2010 4Clipping abril 2010 4
Clipping abril 2010 4
 
Clipping Dezembro 2
Clipping Dezembro 2Clipping Dezembro 2
Clipping Dezembro 2
 
27_08_2012
27_08_201227_08_2012
27_08_2012
 
Brasil Canadá - vide Página 3 - Administração de Ativos
Brasil Canadá - vide Página 3 - Administração de AtivosBrasil Canadá - vide Página 3 - Administração de Ativos
Brasil Canadá - vide Página 3 - Administração de Ativos
 
Clipping do Varejo 22112011
Clipping do Varejo 22112011Clipping do Varejo 22112011
Clipping do Varejo 22112011
 
14_05_2012
14_05_201214_05_2012
14_05_2012
 
Clipping Outubro 3
Clipping Outubro 3Clipping Outubro 3
Clipping Outubro 3
 
Clipping do Varejo 08082011
Clipping do Varejo 08082011Clipping do Varejo 08082011
Clipping do Varejo 08082011
 
Logística magazine luiza
Logística magazine luizaLogística magazine luiza
Logística magazine luiza
 
Gestão da Inovação | Cielo
Gestão da Inovação | CieloGestão da Inovação | Cielo
Gestão da Inovação | Cielo
 
Clipping Abril 2010 1
Clipping Abril 2010 1Clipping Abril 2010 1
Clipping Abril 2010 1
 
Clipping do Varejo
Clipping do VarejoClipping do Varejo
Clipping do Varejo
 
Marketing de relacionamento/SIM_case bompreço (by Bruno Trindade)
Marketing de relacionamento/SIM_case bompreço (by Bruno Trindade)Marketing de relacionamento/SIM_case bompreço (by Bruno Trindade)
Marketing de relacionamento/SIM_case bompreço (by Bruno Trindade)
 
Brasil Canadá - vide Página 2 - SC no Brasil
Brasil Canadá - vide Página 2 - SC no BrasilBrasil Canadá - vide Página 2 - SC no Brasil
Brasil Canadá - vide Página 2 - SC no Brasil
 
Colombo
ColomboColombo
Colombo
 
Clipping do Varejo 29082011
Clipping do Varejo 29082011Clipping do Varejo 29082011
Clipping do Varejo 29082011
 
12_03_2012
12_03_201212_03_2012
12_03_2012
 
Gestão da Inovação | Cielo
Gestão da Inovação | CieloGestão da Inovação | Cielo
Gestão da Inovação | Cielo
 
13_02_2012
13_02_201213_02_2012
13_02_2012
 

Mais de João Silva

Trabalho Interdisciplinar de Grupo - Logística
Trabalho Interdisciplinar de Grupo - LogísticaTrabalho Interdisciplinar de Grupo - Logística
Trabalho Interdisciplinar de Grupo - Logística
João Silva
 
Gestão Pública
Gestão PúblicaGestão Pública
Gestão Pública
João Silva
 
Extra supermercado
Extra supermercadoExtra supermercado
Extra supermercado
João Silva
 
Apresentação 3 periodo
Apresentação 3 periodoApresentação 3 periodo
Apresentação 3 periodo
João Silva
 
T.I.G - Administração - Matutino - sábado
T.I.G - Administração - Matutino - sábadoT.I.G - Administração - Matutino - sábado
T.I.G - Administração - Matutino - sábado
João Silva
 
T.I.G - Gestão em Marketing
T.I.G - Gestão em MarketingT.I.G - Gestão em Marketing
T.I.G - Gestão em Marketing
João Silva
 
T.I.G Gestão em Logística.
T.I.G Gestão em Logística.T.I.G Gestão em Logística.
T.I.G Gestão em Logística.
João Silva
 
T.I.G Gestão Pública
T.I.G Gestão PúblicaT.I.G Gestão Pública
T.I.G Gestão Pública
João Silva
 
T.I.G - Gestão Ambiental
T.I.G - Gestão AmbientalT.I.G - Gestão Ambiental
T.I.G - Gestão Ambiental
João Silva
 
Processos Gerenciais - Trabalho Interdisciplinar de Grupo
Processos Gerenciais - Trabalho Interdisciplinar de GrupoProcessos Gerenciais - Trabalho Interdisciplinar de Grupo
Processos Gerenciais - Trabalho Interdisciplinar de Grupo
João Silva
 
Trabalho de Contabilidade na Gestão Pública
Trabalho de Contabilidade na Gestão PúblicaTrabalho de Contabilidade na Gestão Pública
Trabalho de Contabilidade na Gestão Pública
João Silva
 
Contabilidade no setor público
Contabilidade no setor públicoContabilidade no setor público
Contabilidade no setor público
João Silva
 
Slides T.I.G coca cola formato atualizado
Slides  T.I.G coca cola formato atualizado Slides  T.I.G coca cola formato atualizado
Slides T.I.G coca cola formato atualizado
João Silva
 
Dliramodas
DliramodasDliramodas
Dliramodas
João Silva
 
Trabalho T.I.G barriga ok
Trabalho T.I.G barriga okTrabalho T.I.G barriga ok
Trabalho T.I.G barriga ok
João Silva
 
Excelência em gestão pública portifólio unopar (1)
Excelência em gestão pública   portifólio unopar (1)Excelência em gestão pública   portifólio unopar (1)
Excelência em gestão pública portifólio unopar (1)
João Silva
 
Excelência em gestão pública portifólio unopar
Excelência em gestão pública   portifólio unoparExcelência em gestão pública   portifólio unopar
Excelência em gestão pública portifólio unopar
João Silva
 
Slide atividade interdisciplinar em grupo
Slide   atividade interdisciplinar em grupoSlide   atividade interdisciplinar em grupo
Slide atividade interdisciplinar em grupo
João Silva
 
T.I.G
T.I.GT.I.G
Apresentação unopar cópia
Apresentação unopar   cópiaApresentação unopar   cópia
Apresentação unopar cópia
João Silva
 

Mais de João Silva (20)

Trabalho Interdisciplinar de Grupo - Logística
Trabalho Interdisciplinar de Grupo - LogísticaTrabalho Interdisciplinar de Grupo - Logística
Trabalho Interdisciplinar de Grupo - Logística
 
Gestão Pública
Gestão PúblicaGestão Pública
Gestão Pública
 
Extra supermercado
Extra supermercadoExtra supermercado
Extra supermercado
 
Apresentação 3 periodo
Apresentação 3 periodoApresentação 3 periodo
Apresentação 3 periodo
 
T.I.G - Administração - Matutino - sábado
T.I.G - Administração - Matutino - sábadoT.I.G - Administração - Matutino - sábado
T.I.G - Administração - Matutino - sábado
 
T.I.G - Gestão em Marketing
T.I.G - Gestão em MarketingT.I.G - Gestão em Marketing
T.I.G - Gestão em Marketing
 
T.I.G Gestão em Logística.
T.I.G Gestão em Logística.T.I.G Gestão em Logística.
T.I.G Gestão em Logística.
 
T.I.G Gestão Pública
T.I.G Gestão PúblicaT.I.G Gestão Pública
T.I.G Gestão Pública
 
T.I.G - Gestão Ambiental
T.I.G - Gestão AmbientalT.I.G - Gestão Ambiental
T.I.G - Gestão Ambiental
 
Processos Gerenciais - Trabalho Interdisciplinar de Grupo
Processos Gerenciais - Trabalho Interdisciplinar de GrupoProcessos Gerenciais - Trabalho Interdisciplinar de Grupo
Processos Gerenciais - Trabalho Interdisciplinar de Grupo
 
Trabalho de Contabilidade na Gestão Pública
Trabalho de Contabilidade na Gestão PúblicaTrabalho de Contabilidade na Gestão Pública
Trabalho de Contabilidade na Gestão Pública
 
Contabilidade no setor público
Contabilidade no setor públicoContabilidade no setor público
Contabilidade no setor público
 
Slides T.I.G coca cola formato atualizado
Slides  T.I.G coca cola formato atualizado Slides  T.I.G coca cola formato atualizado
Slides T.I.G coca cola formato atualizado
 
Dliramodas
DliramodasDliramodas
Dliramodas
 
Trabalho T.I.G barriga ok
Trabalho T.I.G barriga okTrabalho T.I.G barriga ok
Trabalho T.I.G barriga ok
 
Excelência em gestão pública portifólio unopar (1)
Excelência em gestão pública   portifólio unopar (1)Excelência em gestão pública   portifólio unopar (1)
Excelência em gestão pública portifólio unopar (1)
 
Excelência em gestão pública portifólio unopar
Excelência em gestão pública   portifólio unoparExcelência em gestão pública   portifólio unopar
Excelência em gestão pública portifólio unopar
 
Slide atividade interdisciplinar em grupo
Slide   atividade interdisciplinar em grupoSlide   atividade interdisciplinar em grupo
Slide atividade interdisciplinar em grupo
 
T.I.G
T.I.GT.I.G
T.I.G
 
Apresentação unopar cópia
Apresentação unopar   cópiaApresentação unopar   cópia
Apresentação unopar cópia
 

Último

Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...
Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...
Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...
Luana Neres
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
AdrianoMontagna1
 
Unificação da Itália e a formação da Alemanha
Unificação da Itália e a formação da AlemanhaUnificação da Itália e a formação da Alemanha
Unificação da Itália e a formação da Alemanha
Acrópole - História & Educação
 
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmenteeducação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
DeuzinhaAzevedo
 
proposta curricular ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...
proposta curricular  ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...proposta curricular  ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...
proposta curricular ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...
Escola Municipal Jesus Cristo
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
analuisasesso
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
1000a
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
Mary Alvarenga
 
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Mary Alvarenga
 
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manualUFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
Manuais Formação
 
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e ZCaça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
Mary Alvarenga
 
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdfthe_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
CarinaSoto12
 
Memorial do convento slides- português 2023
Memorial do convento slides- português 2023Memorial do convento slides- português 2023
Memorial do convento slides- português 2023
MatildeBrites
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
ReinaldoSouza57
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
ValdineyRodriguesBez1
 
PROPOSTA CURRICULAR EDUCACAO FISICA.docx
PROPOSTA CURRICULAR  EDUCACAO FISICA.docxPROPOSTA CURRICULAR  EDUCACAO FISICA.docx
PROPOSTA CURRICULAR EDUCACAO FISICA.docx
Escola Municipal Jesus Cristo
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...
LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...
LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...
ssuser701e2b
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
sthefanydesr
 

Último (20)

Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...
Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...
Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
 
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
 
Unificação da Itália e a formação da Alemanha
Unificação da Itália e a formação da AlemanhaUnificação da Itália e a formação da Alemanha
Unificação da Itália e a formação da Alemanha
 
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmenteeducação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
 
proposta curricular ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...
proposta curricular  ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...proposta curricular  ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...
proposta curricular ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
 
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
 
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manualUFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
 
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e ZCaça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
 
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdfthe_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
 
Memorial do convento slides- português 2023
Memorial do convento slides- português 2023Memorial do convento slides- português 2023
Memorial do convento slides- português 2023
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
 
PROPOSTA CURRICULAR EDUCACAO FISICA.docx
PROPOSTA CURRICULAR  EDUCACAO FISICA.docxPROPOSTA CURRICULAR  EDUCACAO FISICA.docx
PROPOSTA CURRICULAR EDUCACAO FISICA.docx
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...
LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...
LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
 

T.I.G - Casas bahia a empresa

  • 1. ANDRÉA BATISTA VILLELA FERNANDES JALBAS ALLAN SOARES DA GAMA RODRIGO BARBOSA DA SILVA THIAGO GOMES DE AZEVEDO GEORGE ALBERTO FERREIRA DOS SANTOS GLAUCIO ARAUJO DE AGUIAR TRABALHO INTERDISCIPLINAR DE GRUPO GERENCIAMENTO LOGÍSTICO E SUAS PARTICULARIDADES Orientador/Tutor: Prof. João Carlos de Melo Silva
  • 2.
  • 3.
  • 5. IINNTTRROODDUUÇÇÃÃOO  A empresa tem gestão familiar, e não abre mão disso; apesar de ser considerada ultrapassada, este tipo de gestão tem dado certo na empresa, apesar dos percalços ocorridos durante a sua existência.  Em 1997, durante um período de crise, a empresa, enfrentando problemas de liquidez e desconfiança dos agentes do mercado (bancos e fornecedores), foi obrigada a efetuar algumas correções em sua rota, revisando o giro dos estoques de 60 para 45 dias, fechando lojas deficitárias, e demitindo mais de 2.000 funcionários. Isto causou um clima de desconfiança no mercado, que passou a questionar o endividamento e os números apresentados pela empresa, chegando alguns bancos a fechar as portas para a companhia.
  • 6.  Com uma estrutura extremamente fechada, o seu fundador, pela primeira vez, se viu obrigado a abrir a empresa para uma auditoria externa. Segundo especialistas, o seu crescimento, com a aquisição de diversas empresas, neste período foi construído em cima de dívidas, o que não era visto com bons olhos pelos seus credores. Esta abertura, na verdade, ocorreu por orientação do Unibanco, que alguns meses depois coordenou uma operação de lançamento de debêntures no valor de US$ 250 milhões, que foram recomprados pela empresa num prazo de dois anos.
  • 7.  Apesar deste pequeno detalhe, a empresa continuou apostando na sua fórmula de sucesso, que se concentra em vender para a população de baixa renda, com 85% das vendas financiadas. A empresa procura ser sempre fiel às suas tradições e não desvia o foco do que realmente interessa, que é vender em grandes quantidades e a preços competitivos com fartura de crédito a população de baixa renda.  A marca Casas Bahia, constantemente citada em pesquisas de lembrança de marca como a mais presente na mente dos brasileiros, abrange, por dia, cerca 54.1 milhões de domicílios com TV, anunciando em sete emissoras de TV aberta e, também, em 11 canais por assinatura. Além disso, complementam e reforçam o seu plano de mídia outras 548 emissoras de rádio, 116 jornais e diversas modalidades de mídia.
  • 8. HHIISSTTÓÓRRIIAA  Com US$ 6 mil no bolso, Samuel comprou uma casa e uma charrete. Com a ajuda de um conhecido que transitava bem pelo comércio do Bom Retiro, reduto dos imigrantes judeus e árabes na década de 50, adquiriu uma carteira de 200 clientes e mercadorias – roupas de cama, mesa e banho. De porta em porta, começou a mascatear pelas ruas de São Caetano do Sul. Quando alguém dizia que não podia pagar, Samuel logo lhe oferecia condições: ficar com o produto e pagar em prestações, tudo no crediário.
  • 9. OO IInniicciioo  Cinco anos depois, em 1957, já tinha capital suficiente para dar mais um passo em direção ao futuro. Comprou sua primeira loja, no centro de São Caetano do Sul, que chamou de “Casa Bahia” em homenagem aos imigrantes nordestinos que haviam se deslocado para a região em busca de trabalho na indústria automobilística.
  • 10. SSaammuueell KKlleeiinn  A rede segue a cartilha de seu fundador, Samuel Klein. Sua empresa não segue tendências e modismos. Está focada na arte de comprar e vender e se dedicar ao cliente proporcionando aos seus consumidores atuais qualidade de serviços, presteza na concessão de crédito e assistência contínua no pós venda.
  • 11.
  • 12. VALORES - Humildade, Disciplina, Equilíbrio Emocional, Garra e Determinação e Eficiência. VISÃO - Ser uma empresa de atuação e reconhecimento internacional que atenda às necessidades de todas as classes sociais nos mercados em que atuamos, com eficiência e rentabilidade, contribuindo para o crescimento do Brasil. MISSÃO - Realizar o sonho dos nossos fregueses proporcionando a melhor experiência de compra, com um modelo de gestão focado na solidez do negócio, no respeito e na dedicação total aos nossos clientes, colaboradores, fornecedores e parceiros
  • 13. OO ssllooggaann  Na Casas Bahia, o slogan "Dedicação Total a Você" se aplica aos dois lados: clientes e também colaboradores. A rede tem investido na implementação de Centros de Convivência voltados ao bem estar do colaborador que incluem refeitórios, academia de ginástica, lanchonetes, centro de reabilitação física, bibliotecas, entre outros espaços de relaxamento e convívio.
  • 14. CCrreesscciimmeennttoo  A Casas Bahia multiplicou, em pouco mais de uma década, suas 250 filiais para as mais de 500 atuais e figura entre as 250 maiores empresas de varejo no mundo, segundo o estudo "Poderosos Globais do Varejo", conduzido pela consultoria Deloitte Touch que, há mais de 10 anos mapeia o ranking mundial do setor. A rede ocupa a 131ª posição.
  • 15. Modelo de negócios  A habilidade para entender as necessidades emocionais e os hábitos de compra dos clientes de baixa renda e a capacidade de viabilizar o sonho de consumo por meio do acesso ao crédito resultaram em um modelo de negócios único no que diz respeito ao varejo. Segundo Prahalad em seu livro "The Fortune at the Botton of the Pyramid"; "A Casas Bahia prova minha tese a respeito da importância e da rentável oportunidade de mercado existente na base da pirâmide de renda".
  • 16. LLooggííssttiiccaa  Quando se trata de logística, os números da Casas Bahia impressionam: frota com quase 3000 veículos no total, sendo mais de 2,4 mil caminhões, e mais de 8 milhões de m3 de área de armazenagem total. Essa grandiosa engrenagem contribui para a fidelização dos clientes, garante a entrega dos produtos e permite a continuidade do processo de expansão da rede no país. Hoje, a empresa realiza cerca de 1,3 milhão de entregas/mês, nos meses de pico. Em 2011, a frota de veículos pesados rodou mais de 99,6 milhões de quilômetros para entregar produtos aos clientes, abastecer lojas e depósitos.
  • 17. EEssttrraattééggiiaa ddee ddiissttrriibbuuiiççããoo  Com 300 mil m² de área construída, o CD de Jundiaí é o 2º maior do mundo. Os depósitos de Duque de Caxias (RJ), Ribeirão Preto (SP), Betim (MG), São Bernardo do Campo (SP), São José dos Pinhais (PR), Campo Grande (MS) e Camaçari (BA) possuem, respectivamente, 180 mil, 40 mil, 21 mil, 96 mil, 70 mil, 12 mil e 69 mil m², todos de área construída.  Além dos centros de distribuição, a rede possui 06 entrepostos, localizados em: Paraná, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Distrito Federal e Santa Catarina. Esses entrepostos recebem os produtos dos CDs que depois são redistribuídos em caminhões médios para entrega aos clientes. Hoje, a capacidade total de armazenagem da Casas Bahia nos seus depósitos é de 8,3 milhões de m³.
  • 18.
  • 19. FFrroottaa PPrróópprriiaa  Para garantir a entrega dos produtos aos clientes no prazo máximo de 48 horas, a Casas Bahia não terceiriza sua frota. A rede conta com mais de 2500 veículos pesados próprios que, em 2009, percorreram mais de 120 milhões de quilômetros. Em datas comemorativas, como Dia das Mães e Natal, por exemplo, esse número chega ao volume de 1,2 milhão de entregas/ mês.
  • 20.
  • 21. TTeeccnnoollooggiiaa ddee ppoonnttaa  A Casas Bahia também é benchmark em tecnologia da informação no varejo. As instalações do Centro de Tecnologia da empresa, localizado no complexo da matriz, em São Caetano do Sul, têm classificação de disponibilidade nível 3, de acordo com o IBM Real Estate Engineering Group, ou classificação Tier III pelos critérios do Uptime Institute, que significa garantir operação 24 horas/dia, em sete dias da semana e 365 dias no ano, ou seja, disponibilidade de 99,99% ao processamento de dados da rede. Toda a gestão da empresa é feita em tempo real por meio de um programa desenvolvido especialmente pela Casas Bahia para monitoramento de vendas, faturamento, produtos, reposições de mercadorias, controle de entregas, entre outras atividades.
  • 22. RRFFIIDD  Além disso, uma nova tecnologia - entre outros grandes projetos - está sendo implantada na rede: o RFID: sistema de gerenciamento/controle de estoque via radio freqüência em todas as lojas e depósitos da rede.
  • 23. FFUUSSÃÃOO CCAASSAASS BBAAHHIIAA EE PPÃÃOO DDEE AAÇÇÚÚCCAARR  Um novo acordo de fusão, no dia 2 de julho de 2010, entre os grupos Pão de açúcar e Casas Bahia, sendo assim, com o novo acordo, o novo grupo formado passa a se chamar de Nova Casas Bahia, onde a captação de recursos ficará por parte da Globex, controladora da rede Ponto Frio. Para o novo acordo, que durou cerca de 4 meses de duração se consolidar, foi preciso injetar, cerca de R$ 689 milhões por parte do grupo do então, chefe de conselho da empresa Abílio Diniz.
  • 24. • • TOTALMENTE FOCADA EM E-COMMERCE A Nova Pontocom é uma empresa brasileira de comércio eletrônico, criada a partir da associação entre Grupo Pão de Açúcar e Casas Bahia. Totalmente focada em e-commerce, a empresa possui em seu portfólio as operações online de grandes marcas do varejo nacional: CasasBahia.com.br, Extra.com.br, Pontofrio.com, Barateiro.com e Partiu Viagens. Além de atuar com soluções B2B, com a consultoria de e - Plataforma, e com a operação de Pontofrio Atacado.
  • 25. PPaarrcceerriiaa BBaarrttiirraa  Fundada em 11 de maio de 1962 em São Bernardo do Campo, cidade do Grande ABC, em São Paulo, a Bartira passou a integrar o Grupo Casas Bahia em 1981, com a missão de tornar-se a maior e melhor indústria de móveis do Brasil. A expansão do mercado nacional levou a Bartira a construir uma nova unidade no ABC, na cidade de Ribeirão Pires, inaugurada em 1985. Nesta época, a fábrica ampliou suas instalações e passou a contar com um processo de automação parcial da produção.
  • 26. BBaarrttiirraa eemm nnúúmmeerrooss  Produção mensal de mais de 100 mil dormitórios; 180 mil módulos de cozinha e 30 mil estantes e racks  o volume de chapas de madeira utilizados em 1 ano atinge mais de 26 milhões de m2, o equivalente a quase 200 estádios do Maracanã  mensalmente, mais de 1200 carretas seguem para os Centros de Distribuição da rede carregadas com os móveis Bartira  produção anual de 4 milhões de itens  149 mil m2 de área construída  mais de 2 mil colaboradores
  • 27. AA mmaaiioorr iinnddúússttrriiaa  Já em 2003, a Bartira tornou-se a maior indústria de móveis da América Latina, com a inauguração da planta de São Caetano do Sul. Em uma área fabril de 110 mil m2, equipamentos importados e totalmente automatizada, com linhas robotizadas de embalagens, a capacidade de produção passou a ser ininterrupta, 24 horas por dia, com 3 turnos de trabalho.
  • 28. EEmmpprreessaa AAmmiiggaa ddoo PPllaanneettaa  A Indústria de móveis Bartira é uma empresa ecologicamente correta: toda a madeira utilizada para a fabricação de móveis possui o selo do FSC (Conselho de Manejo Florestal), certificação que adota padrões ambientais internacionalmente reconhecidos e que atesta que a madeira utilizada foi retirada de forma ambientalmente correta. Além disso, a fábrica utiliza cantoneiras biodegradáveis para embalagens dos móveis (redução de 50% do valor da embalagem).
  • 29. RREECCOONNHHEECCIIMMEENNTTOO IINNTTEERRNNAACCIIOONNAALL No país há mais de meio século, a Casas Bahia é apontada por pesquisadores da Michigan Business School como benchmark no mercado da baixa renda. Trata-se de um caso sem similar no varejo mundial. Segundo um dos mais respeitados especialistas em termos de estratégia do mundo, o indiano C.K. Prahalad, em seu livro “The Fortune at the Botton of the Pyramid”, a Casas Bahia teve habilidade para entender as necessidades emocionais e os hábitos de compra dos clientes de baixa renda e capacidade de viabilizar o sonho de consumo por meio de acesso facilitado ao crédito.
  • 31. Fatores Positivos Fatores Negativos Forças Fraquezas • Maior rede de móveis, eletrônicos e eletrodomésticos do Brasil. • Mais de 500 filiais espalhadas pelo país. • Experiência de compra e foco no atendimento ao cliente. • Cartão de crédito próprio da rede. • Amplo portifólio de produtos e serviços financeiros competitivos. • Localização estratégica nos principais centros de consumo no pais e elevada abrangência logística. • Tradição no mercado, sólida reputação e amplo reconhecimento da marca. • Instabilidade no ambiente interno. • As vendas dependem em grande parte de seus programas de propaganda e marketing. • Baixos salários. • Grande parcela de suas lojas são regidas por contratos de locação. • Necessidades de estoque gigantescos. Oportunidades Ameaças • Expansão da rede na região do nordeste. • Fusão com o grupo pão de açúcar. • Aumento do crédito pessoal. • Parceria com empresas de crédito. • Redução da taxa de desemprego. • Política governamental de inserção social. • Tendência de crescimento do setor. • Popularização do cartão de credito. • Oscilação da taxa de juros e de desemprego. • Concorrências significativas nos diversos canais de vendas. • Há um número restrito de fornecedores no Brasil. • Redução do poder de compra do consumidor. Negócio/Assunto: Casas Bahia Data: 11/11/2014 Análise de SWOT
  • 32. CCOONNCCLLUUSSÃÃOO  Desta forma pode-se concluir com esta pesquisa ,que na contramão das modernas técnicas de gestão, e diante de dados consistentes quanto á perpetuação das empresas familiares no Brasil, a Casas Bahia pode ser considerada um marco no varejo brasileiro.Com uma fórmula bastante simples e auxiliada por fatores econômicos positivos num mercado cada vez maior, consegue crescer e manter-se lucrativa sem perder o foco, arrebatando uma quantidade cada vez maior de novos consumidores.