SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 12
Baixar para ler offline
sistema
agroflorestal
M
EIO AMBIENTE
Nº 06
Em uma sala de aula
na zona rural... Bom dia,
professor!
Hoje vamos falar
sobre o futuro
do planeta!
E é isso mesmo, Manu!
Vamos ver como
produzir alimentos
sem agredir o meio
ambiente.
Ah, já sei!
quem só tira
da terra acaba
ficando sem
nada....
E a forma de
lidar com a terra
é fundamental!
Por isso, é
importante
aprender
desde cedo.
Hoje vamos falar de
uma forma diferente de
produzir: o Sistema
Agroflorestal, o SAF.
SAF? Nunca ouvi
falar... Como é
isso professor?
O SAF combina o plantio
de árvores e culturas
agrícolas, com ou sem a
presença de animais,
em uma mesma área e ao
mesmo tempo.
Professor,
meu pai só
planta café...
O senhor disse
que iríamos
estudar
agricultura
e pecuária!
Bom dia!
Muito bem,
Bernardo!
Os produtores
rurais são muito
importantes na
preservação
do planeta.
Pois é, Henrique! O
nome disso é
monocultura!!!
Ah,
professor,
então o SAF
imita a
natureza!
Legal! lá,
na nossa
propriedade
tem saf!
Podemos
ser do seu
grupo,
Bernardo?
eh, ahn...?
claro!
claro!
É isso aí Manu! vocês vão
aprender mais fazendo um
trabalho sobre a importância
do saf e como implantá-lo.
Professor, nas
nossas terras
plantamos café
com banana.
Legal, Heitor! Isso é consórcio de
culturas! O SAF é bem diferente
da monocultura e mais completo
que o consórcio.
por ser um sistema, O SAF integra
diferentes cultivos agrícolas,
animais e espécies florestais com
a terra, a água e o ar.
Muito bem! É para
o trabalho da
escola, não é?Pai, a turma
veio conhecer
nosso SAF!
Aqui produzimos banana,
mandioca, milho e palmito...
tudo junto com as árvores.
O SAF dá abrigo e comida
para os animais e mantém a
cadeia alimentar e o meio
ambiente equilibrados.
Ah, entendi! A
joaninha come
os pulgões que
podem causar
prejuízos à
lavoura.
ASSIM vocês não
precisam usar
veneno e a produção
é mais saudável,
certo?
E os pássaros e
pequenos animais
ajudam na polinização
e transportam as
sementes, aumentando
o número de plantas.
Olha as
borboletas,
Henrique!
Olha os
macacos!
Com essa variedade de
culturas e de árvores
aparecem muitos Bichos
diferentes por aqui!.
QUE LEGAL!!
ISSO É
BIODIVERSIDADE!
Com isso, aparecem menos
pragas e doenças.
É!!!
No outro dia...
Agora observem uma
coisa importante: no
SAF o solo está
sempre protegido!
O terreno está sempre coberto pelas
árvores e outras plantas. As folhas e
os galhos que caem formam uma
camada de matéria orgânica (húmus).
O húmus fertiliza o
solo, melhorando a
qualidade das plantas.
A adubação acontece
naturalmente.
É um ciclo muito
importante!
a vegetação ajuda a infiltrar a água da chuva
no solo e, assim, alimenta as nascentes
e mantém o terreno úmido.
É mesmo! Não
chove há muito
tempo e a terra
ainda está úmida...
Mas chegar até aqui
deve levar muito tempo,
não é, seu Antônio?
É verdade! Comecei
a plantar aqui
antes do Bernardo
nascer.
Como
assim???
E é importante saber que
em todas as etapas do
processo, desde a escolha
das espécies, o plantio...
...o manejo e até
a comercialização,
sempre contamos
com a ajuda de um
técnico!
E como o senhor
escolheu o que
plantar para
fazer o SAF?
Não existe receita. Usamos
as espécies disponíveis, as
mais comuns e as adaptadas
na região.
Ah, já sei!
Cada caso é
um caso...
Isso mesmo! temos que
pensar no consumo da família
e na venda dos produtos.
meu pai sempre fala
que não adianta
plantar se não tiver
quem compre.
é verdade... Aqui
sempre estamos
vendendo alguma
coisa...
E o palmito,
seu Antônio?
Adoro salada...
Demorou um
pouquinho mais! Mas até
hoje continuamos
colhendo...
No início,
colhemos feijão,
milho e maracujá.
Depois, mandioca,
mamão, cana
e banana...
Como podem ver, no
SAF a gente combina o
plantio de árvores nativas com
culturas agrícolas diferentes.
E ainda temos os animais...
É... O que
mais tem aqui
é árvore!
iSSO MESMO!
Aqui as árvores
estão presentes
até na pecuária.
produzindo
madeira e
criando gado ao
mesmo tempo!
Vamos ver?
Nós temos várias
espécies de árvores:
as de crescimento
rápido atendem,
por exemplo,
à necessidade
de lenha...
Bem que o
professor
falou que as
árvores criam
o microclima (*).
É mesmo! Por
isso aqui é tão
fresquinho.
...E as que
demoram mais a
crescer A gente
pode vender a
madeira.
Como se
fosse uma
poupança,
não é?
Como
assim?
Variação do padrão climático em determinado local, em decorrência
de condições físicas específicas, como a topografia, a vegetação e o solo.
*
Nossa! e essas
árvores não
atrapalham o pasto,
seu Antônio?
Claro que não!
Elas formam pequenas ilhas
de vegetação que dão sombra
e conforto para o gado.
E também podem
funcionar como
cercas vivas.
Agora vamos
conhecer outra
fonte de alimento e
renda que temos no
SAF. é ali atrás...
É, mas todos vão
ter que colocar
roupa especial...
Graças à biodiversidade do
SAF, temos muitas flores
que atraem as abelhas.
ainda há a vantagem da apicultura
ocupar pouco espaço, aumentando
nossa renda com baixo investimento.
aqui tem de
tudo mesmo,
hein?
E ainda criamos as galinhas soltas!
assim elas comem os insetos
que, se não forem controlados,
podem virar pragas.
Além disso,
não gastamos
com adubo e
agrotóxico.
mas, Seu Antônio,
o SAF ocupa toda
a área, não é?
e vocês
economizam no
supermercado
porque produzem
o próprio
alimento.
sim, tudo está
interligado e o saf
não é uma parte. ele
integra toda a
propriedade.
como vimos, dá
para produzir
alimentos
saudáveis, plantar
muitas árvores e
manter o ambiente
em equilíbrio
E agora vamos voltar
porque a Marisa preparou o
almoço com toda a riqueza
da nossa produção!!
oba!!!
Mas o senhor
acha que
produzir assim
dá dinheiro
suficiente
como na
monocultura?
Com certeza,
Henrique! Com a
monocultura,
quando o preço
cai, ficamos em
situação difícil.
já com o saf,
não corremos
esse risco.
mARQUE AS SETE DIFERENÇAS ENTRE OS DOIS DESENHOS, que mostram
A DIVERSIFICAÇÃO DE CULTURA Do sAF dA propriedade de antônio.
Escreva as formas de
produção usadas pelos
agricultores em cada
figura ao lado
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _
a-MONOCULTURA
b-CONSÓRCIO
c-SISTEMAAGROFLORESTAL
A B C
_ _ _ _ _ _ _ _ _ __ _ _ _ _ _ _ _ _ _
SISTEMAS AGROFLORESTAIS (SAF)
PRINCIPAIS VANTAGENS
AMBIENTAIS
n Solo: As árvores presentes no sistema agroflorestal são responsáveis pela formação de serrapilheira
(deposição de folhas e materiais diversos), que é fundamental no retorno da matéria orgânica para
o solo. O fluxo de nutrientes solo-planta-solo beneficia tanto as árvores como as culturas agrícolas.
A adubação ocorre naturalmente, não sendo necessário o uso de insumos químicos.
n Água: Nos sistemas agroflorestais, as árvores ajudam a aumentar a capacidade de infiltração da
água da chuva no solo. As folhas e materiais orgânicos que cobrem o solo contribuem para a ma-
nutenção e armazenamento da água disponível na propriedade.
n Fauna: A diversidade de plantas presentes nas áreas de SAF contribuem para alimentação e abrigo
da fauna local. É comum o reaparecimento de animais silvestres, especialmente aves.
ECONÔMICOS
n Diversificação da produção: A produção simultânea de mais de um produto proporciona maior fle-
xibilidade em relação às oscilações do mercado e não deixa o orçamento familiar dependente de
apenas uma cultura.
n Poupança verde: A produção de madeira a partir das árvores que compõem o SAF constituem uma
poupança a médio e longo prazo.
SOCIAIS
n Segurança alimentar: Os sistemas agroflorestais são importantes para o abastecimento da família,
garantindo a segurança alimentar devido a diversidade de produtos oferecidos durante todo o ano.
n Alimentação saudável: O processo de produção de alimentos nos SAF ocorre sem a necessidade
de utilização de insumos químicos e, portanto, em bases agroecológicas, proporcionando uma
alimentação saudável.
n Trabalho e renda para a mulher rural: Os sistemas agroflorestais representam uma importante al-
ternativa de trabalho e renda para as mulheres devido a possibilidade de beneficiamento dos seus
diversos produtos (artesanato, geleias, compotas ,etc)
Incaper
Série Meio Ambiente 06
ISSN 1519-2059 - 1A
EDIÇÃO - Tiragem: 10.000 - Março de 2010
Equipe técnica
Maria da Penha Padovan, José Braz Venturim,
Fabiana Gomes Ruas, Miguel Ângelo Aguiar
Projeto gráfico, roteiro, texto, ilustrações e arte-finalização
ás Comunicação Ltda / (27) 3347.0163 - 3347.2499 - as@ascomunicacao.com.br
Nãoagredimosanatureza
Utilizamospapelreciclado
Incaper
Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural
Rua Afonso Sarlo, 160, Bento Ferreira, Vitória, ES CEP: 29.052-010 Caixa Postal: 391
teleFone (27): 3137-9888 / dcm@incaper.es.gov.br - www.incaper.es.gov.br
IEMA
Instituto ESTADUAL DE MEIO AMBIENTE E RECURSOS HÍDRICOS
Projeto CORREDORES ECOLÓGICOS
BR 262, KM 0, S/N, JARDIM AMÉRICA, PORTO VELHO, CARIACICA, ES CEP: 29.140-500
Fone (27): 3136-3476 - CORREDORESECOLOGICOS@IEMA.ES.GOV.BR www.IEMA.es.gov.br
realização
O Projeto Corredores Ecológicos é uma parceria entre:

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Introducao agroecologia
Introducao agroecologiaIntroducao agroecologia
Introducao agroecologiaelisandraca
 
Plano de aula - Plantas medicinais
Plano de aula - Plantas medicinaisPlano de aula - Plantas medicinais
Plano de aula - Plantas medicinaisLucianaOliveira403
 
"Restauração de Pastagens Degradadas e Sistemas de Integração Lavoura-Pecuári...
"Restauração de Pastagens Degradadas e Sistemas de Integração Lavoura-Pecuári..."Restauração de Pastagens Degradadas e Sistemas de Integração Lavoura-Pecuári...
"Restauração de Pastagens Degradadas e Sistemas de Integração Lavoura-Pecuári...UNDP Policy Centre
 
A necessidade de sistemas agrícolas sustentáveis
A necessidade de sistemas agrícolas sustentáveisA necessidade de sistemas agrícolas sustentáveis
A necessidade de sistemas agrícolas sustentáveisigor-oliveira
 
Aula politicas publicas e desenvolvimento rural
Aula politicas publicas e desenvolvimento ruralAula politicas publicas e desenvolvimento rural
Aula politicas publicas e desenvolvimento ruralCris Godoy
 
Sistemas Agroflorestais
Sistemas AgroflorestaisSistemas Agroflorestais
Sistemas Agroflorestaiscineone
 
Catálogo de forrageiras recomendadas pela Embrapa
Catálogo de forrageiras recomendadas pela EmbrapaCatálogo de forrageiras recomendadas pela Embrapa
Catálogo de forrageiras recomendadas pela EmbrapaRural Pecuária
 

Mais procurados (20)

Agricultura familiar iica
Agricultura familiar   iicaAgricultura familiar   iica
Agricultura familiar iica
 
Bioma Caatinga
Bioma CaatingaBioma Caatinga
Bioma Caatinga
 
Colheita e Pós Colheita de Banana
Colheita e Pós Colheita de BananaColheita e Pós Colheita de Banana
Colheita e Pós Colheita de Banana
 
Introducao agroecologia
Introducao agroecologiaIntroducao agroecologia
Introducao agroecologia
 
Plano de aula - Plantas medicinais
Plano de aula - Plantas medicinaisPlano de aula - Plantas medicinais
Plano de aula - Plantas medicinais
 
"Restauração de Pastagens Degradadas e Sistemas de Integração Lavoura-Pecuári...
"Restauração de Pastagens Degradadas e Sistemas de Integração Lavoura-Pecuári..."Restauração de Pastagens Degradadas e Sistemas de Integração Lavoura-Pecuári...
"Restauração de Pastagens Degradadas e Sistemas de Integração Lavoura-Pecuári...
 
A necessidade de sistemas agrícolas sustentáveis
A necessidade de sistemas agrícolas sustentáveisA necessidade de sistemas agrícolas sustentáveis
A necessidade de sistemas agrícolas sustentáveis
 
Silvicultura
SilviculturaSilvicultura
Silvicultura
 
Aula politicas publicas e desenvolvimento rural
Aula politicas publicas e desenvolvimento ruralAula politicas publicas e desenvolvimento rural
Aula politicas publicas e desenvolvimento rural
 
Horta didática na escola 01
Horta didática na escola 01Horta didática na escola 01
Horta didática na escola 01
 
Sistema agrosilvipastoril
Sistema agrosilvipastorilSistema agrosilvipastoril
Sistema agrosilvipastoril
 
Manguezal
ManguezalManguezal
Manguezal
 
Sistemas Agroflorestais
Sistemas AgroflorestaisSistemas Agroflorestais
Sistemas Agroflorestais
 
Campo e Cidade
Campo e CidadeCampo e Cidade
Campo e Cidade
 
Forragicultura aula1
Forragicultura aula1Forragicultura aula1
Forragicultura aula1
 
Sistemas agroflorestais
Sistemas agroflorestaisSistemas agroflorestais
Sistemas agroflorestais
 
Agricultura mundial
Agricultura mundialAgricultura mundial
Agricultura mundial
 
Ecofisiologia de plantas forrageiras
Ecofisiologia de plantas forrageirasEcofisiologia de plantas forrageiras
Ecofisiologia de plantas forrageiras
 
Caatinga
CaatingaCaatinga
Caatinga
 
Catálogo de forrageiras recomendadas pela Embrapa
Catálogo de forrageiras recomendadas pela EmbrapaCatálogo de forrageiras recomendadas pela Embrapa
Catálogo de forrageiras recomendadas pela Embrapa
 

Destaque

Sistema agroflorestal andré rocha
Sistema agroflorestal andré rochaSistema agroflorestal andré rocha
Sistema agroflorestal andré rochaMESTRADOAMBIENTAL
 
Agroecologia, Saberes e Práticas - Um guia rápido para desenvolver a agroeco...
Agroecologia, Saberes e Práticas - Um guia rápido para desenvolver a agroeco...Agroecologia, Saberes e Práticas - Um guia rápido para desenvolver a agroeco...
Agroecologia, Saberes e Práticas - Um guia rápido para desenvolver a agroeco...Cepagro
 
Coleção Saber na Prática - Vol. 2, Certificação Participativa
Coleção Saber na Prática - Vol. 2, Certificação ParticipativaColeção Saber na Prática - Vol. 2, Certificação Participativa
Coleção Saber na Prática - Vol. 2, Certificação ParticipativaCepagro
 
Apostila Do Educador Agroflorestal Arboreto
Apostila Do Educador Agroflorestal ArboretoApostila Do Educador Agroflorestal Arboreto
Apostila Do Educador Agroflorestal ArboretoFlávia Cremonesi
 
CURSO BÁSICO DE HISTÓRIA EM QUADRINHOS aula02
CURSO BÁSICO DE HISTÓRIA EM QUADRINHOS aula02CURSO BÁSICO DE HISTÓRIA EM QUADRINHOS aula02
CURSO BÁSICO DE HISTÓRIA EM QUADRINHOS aula02wanick correa
 
SENAR Minas: Cursos de Artesanato
SENAR Minas: Cursos de ArtesanatoSENAR Minas: Cursos de Artesanato
SENAR Minas: Cursos de ArtesanatoSistema Faemg
 
Certificado de Conclusão - Curso de Meio Ambiente (CNA/SENAR)
Certificado de Conclusão - Curso de Meio Ambiente (CNA/SENAR)Certificado de Conclusão - Curso de Meio Ambiente (CNA/SENAR)
Certificado de Conclusão - Curso de Meio Ambiente (CNA/SENAR)Renata Araújo
 
Seminario Estadual de Agricultura Urbana - programação
Seminario Estadual de Agricultura Urbana - programaçãoSeminario Estadual de Agricultura Urbana - programação
Seminario Estadual de Agricultura Urbana - programaçãoCepagro
 
“Rede Ecovida e a Certificação Participativa no litoral catarinense”
“Rede Ecovida e a Certificação Participativa no litoral catarinense” “Rede Ecovida e a Certificação Participativa no litoral catarinense”
“Rede Ecovida e a Certificação Participativa no litoral catarinense” Cepagro
 
Sistemas agroflorestais em espaços protegidos
Sistemas agroflorestais em espaços protegidosSistemas agroflorestais em espaços protegidos
Sistemas agroflorestais em espaços protegidosGeraldo Henrique
 
Regulamento especifico futebol de 7 paralímpico
Regulamento especifico futebol de 7 paralímpicoRegulamento especifico futebol de 7 paralímpico
Regulamento especifico futebol de 7 paralímpicoSérgio Amaral
 
Certificado senar de reginaldo
Certificado senar de reginaldoCertificado senar de reginaldo
Certificado senar de reginaldoReginaldo Alves
 
"As implicações da lei da agricultura orgânica no atual processo de certficaç...
"As implicações da lei da agricultura orgânica no atual processo de certficaç..."As implicações da lei da agricultura orgânica no atual processo de certficaç...
"As implicações da lei da agricultura orgânica no atual processo de certficaç...Cepagro
 
Manejo local de agrobiodiversidade: conservação e geração de diversidade de m...
Manejo local de agrobiodiversidade: conservação e geração de diversidade de m...Manejo local de agrobiodiversidade: conservação e geração de diversidade de m...
Manejo local de agrobiodiversidade: conservação e geração de diversidade de m...Cepagro
 

Destaque (20)

Sistema agroflorestal andré rocha
Sistema agroflorestal andré rochaSistema agroflorestal andré rocha
Sistema agroflorestal andré rocha
 
Apostila agroflorestas
Apostila agroflorestasApostila agroflorestas
Apostila agroflorestas
 
Agricultura Orgânica - Tecnologia de produção de alimentos saudáveis
Agricultura Orgânica - Tecnologia de produção de alimentos saudáveisAgricultura Orgânica - Tecnologia de produção de alimentos saudáveis
Agricultura Orgânica - Tecnologia de produção de alimentos saudáveis
 
Agroecologia, Saberes e Práticas - Um guia rápido para desenvolver a agroeco...
Agroecologia, Saberes e Práticas - Um guia rápido para desenvolver a agroeco...Agroecologia, Saberes e Práticas - Um guia rápido para desenvolver a agroeco...
Agroecologia, Saberes e Práticas - Um guia rápido para desenvolver a agroeco...
 
Coleção Saber na Prática - Vol. 2, Certificação Participativa
Coleção Saber na Prática - Vol. 2, Certificação ParticipativaColeção Saber na Prática - Vol. 2, Certificação Participativa
Coleção Saber na Prática - Vol. 2, Certificação Participativa
 
Apostila Do Educador Agroflorestal Arboreto
Apostila Do Educador Agroflorestal ArboretoApostila Do Educador Agroflorestal Arboreto
Apostila Do Educador Agroflorestal Arboreto
 
CURSO BÁSICO DE HISTÓRIA EM QUADRINHOS aula02
CURSO BÁSICO DE HISTÓRIA EM QUADRINHOS aula02CURSO BÁSICO DE HISTÓRIA EM QUADRINHOS aula02
CURSO BÁSICO DE HISTÓRIA EM QUADRINHOS aula02
 
SENAR Minas: Cursos de Artesanato
SENAR Minas: Cursos de ArtesanatoSENAR Minas: Cursos de Artesanato
SENAR Minas: Cursos de Artesanato
 
Certificado de Conclusão - Curso de Meio Ambiente (CNA/SENAR)
Certificado de Conclusão - Curso de Meio Ambiente (CNA/SENAR)Certificado de Conclusão - Curso de Meio Ambiente (CNA/SENAR)
Certificado de Conclusão - Curso de Meio Ambiente (CNA/SENAR)
 
Seminario Estadual de Agricultura Urbana - programação
Seminario Estadual de Agricultura Urbana - programaçãoSeminario Estadual de Agricultura Urbana - programação
Seminario Estadual de Agricultura Urbana - programação
 
Resenha 44º CBEEF
Resenha 44º CBEEFResenha 44º CBEEF
Resenha 44º CBEEF
 
“Rede Ecovida e a Certificação Participativa no litoral catarinense”
“Rede Ecovida e a Certificação Participativa no litoral catarinense” “Rede Ecovida e a Certificação Participativa no litoral catarinense”
“Rede Ecovida e a Certificação Participativa no litoral catarinense”
 
Sistemas agroflorestais em espaços protegidos
Sistemas agroflorestais em espaços protegidosSistemas agroflorestais em espaços protegidos
Sistemas agroflorestais em espaços protegidos
 
Regulamento especifico futebol de 7 paralímpico
Regulamento especifico futebol de 7 paralímpicoRegulamento especifico futebol de 7 paralímpico
Regulamento especifico futebol de 7 paralímpico
 
Cartilha Manejo Apropriado de Água
Cartilha Manejo Apropriado de ÁguaCartilha Manejo Apropriado de Água
Cartilha Manejo Apropriado de Água
 
8 insetos que podem devorar sua horta orgânica
8 insetos que podem devorar sua horta orgânica8 insetos que podem devorar sua horta orgânica
8 insetos que podem devorar sua horta orgânica
 
Certificado senar de reginaldo
Certificado senar de reginaldoCertificado senar de reginaldo
Certificado senar de reginaldo
 
"As implicações da lei da agricultura orgânica no atual processo de certficaç...
"As implicações da lei da agricultura orgânica no atual processo de certficaç..."As implicações da lei da agricultura orgânica no atual processo de certficaç...
"As implicações da lei da agricultura orgânica no atual processo de certficaç...
 
Como obter certificação orgânica
Como obter certificação orgânicaComo obter certificação orgânica
Como obter certificação orgânica
 
Manejo local de agrobiodiversidade: conservação e geração de diversidade de m...
Manejo local de agrobiodiversidade: conservação e geração de diversidade de m...Manejo local de agrobiodiversidade: conservação e geração de diversidade de m...
Manejo local de agrobiodiversidade: conservação e geração de diversidade de m...
 

Semelhante a Cartilha agrofloresta

ComoCultivarAlimentosPlantandoFlorestasweb.pdf
ComoCultivarAlimentosPlantandoFlorestasweb.pdfComoCultivarAlimentosPlantandoFlorestasweb.pdf
ComoCultivarAlimentosPlantandoFlorestasweb.pdfJssicaGontijo3
 
Trabalho Gestão ambiental
Trabalho Gestão ambientalTrabalho Gestão ambiental
Trabalho Gestão ambientalpaulosergiok5
 
Agricultura Orgânica e Certificação - Canal com o Produtor
Agricultura Orgânica e Certificação - Canal com o ProdutorAgricultura Orgânica e Certificação - Canal com o Produtor
Agricultura Orgânica e Certificação - Canal com o ProdutorIdesam
 
Potenciais de crescimento da silvicultura, agrossilvicultura e competitividad...
Potenciais de crescimento da silvicultura, agrossilvicultura e competitividad...Potenciais de crescimento da silvicultura, agrossilvicultura e competitividad...
Potenciais de crescimento da silvicultura, agrossilvicultura e competitividad...Instituto Besc
 
Agroecologia por uma agricultura sustentável e lucrativa
Agroecologia por uma agricultura sustentável e lucrativaAgroecologia por uma agricultura sustentável e lucrativa
Agroecologia por uma agricultura sustentável e lucrativaReichard Felipe Kampmann
 
plantando do jeito certo,curso de pantio sem "grotóx"
plantando do jeito certo,curso de pantio sem "grotóx"plantando do jeito certo,curso de pantio sem "grotóx"
plantando do jeito certo,curso de pantio sem "grotóx"Bruno Da Montanha
 
A bananeira BRS conquista em sistema Agroflorestal regenerativo
A bananeira BRS conquista em sistema Agroflorestal regenerativoA bananeira BRS conquista em sistema Agroflorestal regenerativo
A bananeira BRS conquista em sistema Agroflorestal regenerativoRural Pecuária
 
Apresentação boletim
Apresentação boletimApresentação boletim
Apresentação boletimAnderson Gallo
 
Uma palmeira exótica no cenário brasileiro - o coqueiro gigante. Vol.I
Uma palmeira exótica no cenário brasileiro - o coqueiro gigante. Vol.IUma palmeira exótica no cenário brasileiro - o coqueiro gigante. Vol.I
Uma palmeira exótica no cenário brasileiro - o coqueiro gigante. Vol.ILiliam Da Paixão
 
Sistemas agroflorestais em espaços protegidos
Sistemas agroflorestais em espaços protegidosSistemas agroflorestais em espaços protegidos
Sistemas agroflorestais em espaços protegidosGeraldo Henrique
 
Banco de proteina para ração animal
Banco de proteina para ração animalBanco de proteina para ração animal
Banco de proteina para ração animalLenildo Araujo
 
Page1 13-134
Page1 13-134Page1 13-134
Page1 13-134mvezzone
 
Cartilha -adubacão_orgânica
Cartilha  -adubacão_orgânicaCartilha  -adubacão_orgânica
Cartilha -adubacão_orgânicaFlavio Meireles
 
Apresentação Irene Cardoso cba agroecologia 2013
Apresentação Irene Cardoso   cba agroecologia 2013Apresentação Irene Cardoso   cba agroecologia 2013
Apresentação Irene Cardoso cba agroecologia 2013Agroecologia
 
Agricultura ecológica príncipios básicos 2010
Agricultura ecológica   príncipios básicos 2010Agricultura ecológica   príncipios básicos 2010
Agricultura ecológica príncipios básicos 2010Edson Talarico
 
Cartilha agricultura ecologica
Cartilha agricultura ecologicaCartilha agricultura ecologica
Cartilha agricultura ecologicaLenildo Araujo
 
Cartilha agricultura ecologica
Cartilha agricultura ecologicaCartilha agricultura ecologica
Cartilha agricultura ecologicagimalucelli_bio
 

Semelhante a Cartilha agrofloresta (20)

ComoCultivarAlimentosPlantandoFlorestasweb.pdf
ComoCultivarAlimentosPlantandoFlorestasweb.pdfComoCultivarAlimentosPlantandoFlorestasweb.pdf
ComoCultivarAlimentosPlantandoFlorestasweb.pdf
 
Conservação do solo
Conservação do soloConservação do solo
Conservação do solo
 
Trabalho Gestão ambiental
Trabalho Gestão ambientalTrabalho Gestão ambiental
Trabalho Gestão ambiental
 
Agricultura Orgânica e Certificação - Canal com o Produtor
Agricultura Orgânica e Certificação - Canal com o ProdutorAgricultura Orgânica e Certificação - Canal com o Produtor
Agricultura Orgânica e Certificação - Canal com o Produtor
 
Potenciais de crescimento da silvicultura, agrossilvicultura e competitividad...
Potenciais de crescimento da silvicultura, agrossilvicultura e competitividad...Potenciais de crescimento da silvicultura, agrossilvicultura e competitividad...
Potenciais de crescimento da silvicultura, agrossilvicultura e competitividad...
 
Agroecologia por uma agricultura sustentável e lucrativa
Agroecologia por uma agricultura sustentável e lucrativaAgroecologia por uma agricultura sustentável e lucrativa
Agroecologia por uma agricultura sustentável e lucrativa
 
plantando do jeito certo,curso de pantio sem "grotóx"
plantando do jeito certo,curso de pantio sem "grotóx"plantando do jeito certo,curso de pantio sem "grotóx"
plantando do jeito certo,curso de pantio sem "grotóx"
 
A bananeira BRS conquista em sistema Agroflorestal regenerativo
A bananeira BRS conquista em sistema Agroflorestal regenerativoA bananeira BRS conquista em sistema Agroflorestal regenerativo
A bananeira BRS conquista em sistema Agroflorestal regenerativo
 
Apresentação boletim
Apresentação boletimApresentação boletim
Apresentação boletim
 
Uma palmeira exótica no cenário brasileiro - o coqueiro gigante. Vol.I
Uma palmeira exótica no cenário brasileiro - o coqueiro gigante. Vol.IUma palmeira exótica no cenário brasileiro - o coqueiro gigante. Vol.I
Uma palmeira exótica no cenário brasileiro - o coqueiro gigante. Vol.I
 
Sistemas agroflorestais em espaços protegidos
Sistemas agroflorestais em espaços protegidosSistemas agroflorestais em espaços protegidos
Sistemas agroflorestais em espaços protegidos
 
Banco de proteina para ração animal
Banco de proteina para ração animalBanco de proteina para ração animal
Banco de proteina para ração animal
 
Page1 13-134
Page1 13-134Page1 13-134
Page1 13-134
 
Cartilha -adubacão_orgânica
Cartilha  -adubacão_orgânicaCartilha  -adubacão_orgânica
Cartilha -adubacão_orgânica
 
Apresentação Irene Cardoso cba agroecologia 2013
Apresentação Irene Cardoso   cba agroecologia 2013Apresentação Irene Cardoso   cba agroecologia 2013
Apresentação Irene Cardoso cba agroecologia 2013
 
A importância dos solos
A importância dos solosA importância dos solos
A importância dos solos
 
Cartilha agricultura ecologica
Cartilha agricultura ecologicaCartilha agricultura ecologica
Cartilha agricultura ecologica
 
Agricultura ecológica príncipios básicos 2010
Agricultura ecológica   príncipios básicos 2010Agricultura ecológica   príncipios básicos 2010
Agricultura ecológica príncipios básicos 2010
 
Cartilha agricultura ecologica
Cartilha agricultura ecologicaCartilha agricultura ecologica
Cartilha agricultura ecologica
 
Cartilha agricultura ecologica
Cartilha agricultura ecologicaCartilha agricultura ecologica
Cartilha agricultura ecologica
 

Mais de Vida Agroecologia - Agricultura do Futuro (10)

Cartilha controle pragas
Cartilha controle pragasCartilha controle pragas
Cartilha controle pragas
 
Cartilha adubacao
Cartilha adubacaoCartilha adubacao
Cartilha adubacao
 
Cartilha adequacao ambiental
Cartilha adequacao ambientalCartilha adequacao ambiental
Cartilha adequacao ambiental
 
Cartilha reserva_legal
Cartilha reserva_legalCartilha reserva_legal
Cartilha reserva_legal
 
Proteção das nascentes:
Proteção das nascentes:Proteção das nascentes:
Proteção das nascentes:
 
Ce cartilha agroecologia_3edicao
Ce cartilha agroecologia_3edicaoCe cartilha agroecologia_3edicao
Ce cartilha agroecologia_3edicao
 
Aprendar a identificar os amigos naturais do agricultor agroecológico
 Aprendar a identificar os amigos naturais do agricultor agroecológico Aprendar a identificar os amigos naturais do agricultor agroecológico
Aprendar a identificar os amigos naturais do agricultor agroecológico
 
Palestra manejo ecológico do solo
Palestra manejo ecológico do soloPalestra manejo ecológico do solo
Palestra manejo ecológico do solo
 
Como usar o controle biologico na agricultura orgânica
Como usar o controle biologico na agricultura orgânicaComo usar o controle biologico na agricultura orgânica
Como usar o controle biologico na agricultura orgânica
 
5 beneficios do uso de adubos verdes na agricultura organica
5 beneficios do uso de adubos verdes na agricultura organica5 beneficios do uso de adubos verdes na agricultura organica
5 beneficios do uso de adubos verdes na agricultura organica
 

Último

Época Realista y la obra de Madame Bovary.
Época Realista y la obra de Madame Bovary.Época Realista y la obra de Madame Bovary.
Época Realista y la obra de Madame Bovary.keislayyovera123
 
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)Mary Alvarenga
 
Aula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologia
Aula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologiaAula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologia
Aula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologiaaulasgege
 
Regência Nominal e Verbal português .pdf
Regência Nominal e Verbal português .pdfRegência Nominal e Verbal português .pdf
Regência Nominal e Verbal português .pdfmirandadudu08
 
“Sobrou pra mim” - Conto de Ruth Rocha.pptx
“Sobrou pra mim” - Conto de Ruth Rocha.pptx“Sobrou pra mim” - Conto de Ruth Rocha.pptx
“Sobrou pra mim” - Conto de Ruth Rocha.pptxthaisamaral9365923
 
Pedologia- Geografia - Geologia - aula_01.pptx
Pedologia- Geografia - Geologia - aula_01.pptxPedologia- Geografia - Geologia - aula_01.pptx
Pedologia- Geografia - Geologia - aula_01.pptxleandropereira983288
 
Lírica Camoniana- A mudança na lírica de Camões.pptx
Lírica Camoniana- A mudança na lírica de Camões.pptxLírica Camoniana- A mudança na lírica de Camões.pptx
Lírica Camoniana- A mudança na lírica de Camões.pptxfabiolalopesmartins1
 
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfUFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfManuais Formação
 
Bullying - Atividade com caça- palavras
Bullying   - Atividade com  caça- palavrasBullying   - Atividade com  caça- palavras
Bullying - Atividade com caça- palavrasMary Alvarenga
 
Slides 1 - O gênero textual entrevista.pptx
Slides 1 - O gênero textual entrevista.pptxSlides 1 - O gênero textual entrevista.pptx
Slides 1 - O gênero textual entrevista.pptxSilvana Silva
 
Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.
Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.
Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.Susana Stoffel
 
A Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das MãesA Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das MãesMary Alvarenga
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Centro Jacques Delors
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxIsabellaGomes58
 
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdfJorge Andrade
 
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptxA experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptxfabiolalopesmartins1
 
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalGerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalJacqueline Cerqueira
 
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresLilianPiola
 

Último (20)

Época Realista y la obra de Madame Bovary.
Época Realista y la obra de Madame Bovary.Época Realista y la obra de Madame Bovary.
Época Realista y la obra de Madame Bovary.
 
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
 
Aula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologia
Aula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologiaAula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologia
Aula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologia
 
Regência Nominal e Verbal português .pdf
Regência Nominal e Verbal português .pdfRegência Nominal e Verbal português .pdf
Regência Nominal e Verbal português .pdf
 
“Sobrou pra mim” - Conto de Ruth Rocha.pptx
“Sobrou pra mim” - Conto de Ruth Rocha.pptx“Sobrou pra mim” - Conto de Ruth Rocha.pptx
“Sobrou pra mim” - Conto de Ruth Rocha.pptx
 
Pedologia- Geografia - Geologia - aula_01.pptx
Pedologia- Geografia - Geologia - aula_01.pptxPedologia- Geografia - Geologia - aula_01.pptx
Pedologia- Geografia - Geologia - aula_01.pptx
 
Lírica Camoniana- A mudança na lírica de Camões.pptx
Lírica Camoniana- A mudança na lírica de Camões.pptxLírica Camoniana- A mudança na lírica de Camões.pptx
Lírica Camoniana- A mudança na lírica de Camões.pptx
 
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfUFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
 
Bullying - Atividade com caça- palavras
Bullying   - Atividade com  caça- palavrasBullying   - Atividade com  caça- palavras
Bullying - Atividade com caça- palavras
 
Slides 1 - O gênero textual entrevista.pptx
Slides 1 - O gênero textual entrevista.pptxSlides 1 - O gênero textual entrevista.pptx
Slides 1 - O gênero textual entrevista.pptx
 
Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.
Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.
Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.
 
A Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das MãesA Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
 
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
 
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
 
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptxA experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
 
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalGerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
 
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
 

Cartilha agrofloresta

  • 2. Em uma sala de aula na zona rural... Bom dia, professor! Hoje vamos falar sobre o futuro do planeta! E é isso mesmo, Manu! Vamos ver como produzir alimentos sem agredir o meio ambiente. Ah, já sei! quem só tira da terra acaba ficando sem nada.... E a forma de lidar com a terra é fundamental! Por isso, é importante aprender desde cedo. Hoje vamos falar de uma forma diferente de produzir: o Sistema Agroflorestal, o SAF. SAF? Nunca ouvi falar... Como é isso professor? O SAF combina o plantio de árvores e culturas agrícolas, com ou sem a presença de animais, em uma mesma área e ao mesmo tempo. Professor, meu pai só planta café... O senhor disse que iríamos estudar agricultura e pecuária! Bom dia! Muito bem, Bernardo! Os produtores rurais são muito importantes na preservação do planeta.
  • 3. Pois é, Henrique! O nome disso é monocultura!!! Ah, professor, então o SAF imita a natureza! Legal! lá, na nossa propriedade tem saf! Podemos ser do seu grupo, Bernardo? eh, ahn...? claro! claro! É isso aí Manu! vocês vão aprender mais fazendo um trabalho sobre a importância do saf e como implantá-lo. Professor, nas nossas terras plantamos café com banana. Legal, Heitor! Isso é consórcio de culturas! O SAF é bem diferente da monocultura e mais completo que o consórcio. por ser um sistema, O SAF integra diferentes cultivos agrícolas, animais e espécies florestais com a terra, a água e o ar.
  • 4. Muito bem! É para o trabalho da escola, não é?Pai, a turma veio conhecer nosso SAF! Aqui produzimos banana, mandioca, milho e palmito... tudo junto com as árvores. O SAF dá abrigo e comida para os animais e mantém a cadeia alimentar e o meio ambiente equilibrados. Ah, entendi! A joaninha come os pulgões que podem causar prejuízos à lavoura. ASSIM vocês não precisam usar veneno e a produção é mais saudável, certo? E os pássaros e pequenos animais ajudam na polinização e transportam as sementes, aumentando o número de plantas. Olha as borboletas, Henrique! Olha os macacos! Com essa variedade de culturas e de árvores aparecem muitos Bichos diferentes por aqui!. QUE LEGAL!! ISSO É BIODIVERSIDADE! Com isso, aparecem menos pragas e doenças. É!!! No outro dia...
  • 5. Agora observem uma coisa importante: no SAF o solo está sempre protegido! O terreno está sempre coberto pelas árvores e outras plantas. As folhas e os galhos que caem formam uma camada de matéria orgânica (húmus). O húmus fertiliza o solo, melhorando a qualidade das plantas. A adubação acontece naturalmente. É um ciclo muito importante! a vegetação ajuda a infiltrar a água da chuva no solo e, assim, alimenta as nascentes e mantém o terreno úmido. É mesmo! Não chove há muito tempo e a terra ainda está úmida... Mas chegar até aqui deve levar muito tempo, não é, seu Antônio? É verdade! Comecei a plantar aqui antes do Bernardo nascer. Como assim??? E é importante saber que em todas as etapas do processo, desde a escolha das espécies, o plantio... ...o manejo e até a comercialização, sempre contamos com a ajuda de um técnico!
  • 6. E como o senhor escolheu o que plantar para fazer o SAF? Não existe receita. Usamos as espécies disponíveis, as mais comuns e as adaptadas na região. Ah, já sei! Cada caso é um caso... Isso mesmo! temos que pensar no consumo da família e na venda dos produtos. meu pai sempre fala que não adianta plantar se não tiver quem compre. é verdade... Aqui sempre estamos vendendo alguma coisa... E o palmito, seu Antônio? Adoro salada... Demorou um pouquinho mais! Mas até hoje continuamos colhendo... No início, colhemos feijão, milho e maracujá. Depois, mandioca, mamão, cana e banana...
  • 7. Como podem ver, no SAF a gente combina o plantio de árvores nativas com culturas agrícolas diferentes. E ainda temos os animais... É... O que mais tem aqui é árvore! iSSO MESMO! Aqui as árvores estão presentes até na pecuária. produzindo madeira e criando gado ao mesmo tempo! Vamos ver? Nós temos várias espécies de árvores: as de crescimento rápido atendem, por exemplo, à necessidade de lenha... Bem que o professor falou que as árvores criam o microclima (*). É mesmo! Por isso aqui é tão fresquinho. ...E as que demoram mais a crescer A gente pode vender a madeira. Como se fosse uma poupança, não é? Como assim? Variação do padrão climático em determinado local, em decorrência de condições físicas específicas, como a topografia, a vegetação e o solo. *
  • 8. Nossa! e essas árvores não atrapalham o pasto, seu Antônio? Claro que não! Elas formam pequenas ilhas de vegetação que dão sombra e conforto para o gado. E também podem funcionar como cercas vivas. Agora vamos conhecer outra fonte de alimento e renda que temos no SAF. é ali atrás... É, mas todos vão ter que colocar roupa especial... Graças à biodiversidade do SAF, temos muitas flores que atraem as abelhas. ainda há a vantagem da apicultura ocupar pouco espaço, aumentando nossa renda com baixo investimento. aqui tem de tudo mesmo, hein? E ainda criamos as galinhas soltas! assim elas comem os insetos que, se não forem controlados, podem virar pragas.
  • 9. Além disso, não gastamos com adubo e agrotóxico. mas, Seu Antônio, o SAF ocupa toda a área, não é? e vocês economizam no supermercado porque produzem o próprio alimento. sim, tudo está interligado e o saf não é uma parte. ele integra toda a propriedade. como vimos, dá para produzir alimentos saudáveis, plantar muitas árvores e manter o ambiente em equilíbrio E agora vamos voltar porque a Marisa preparou o almoço com toda a riqueza da nossa produção!! oba!!! Mas o senhor acha que produzir assim dá dinheiro suficiente como na monocultura? Com certeza, Henrique! Com a monocultura, quando o preço cai, ficamos em situação difícil. já com o saf, não corremos esse risco.
  • 10. mARQUE AS SETE DIFERENÇAS ENTRE OS DOIS DESENHOS, que mostram A DIVERSIFICAÇÃO DE CULTURA Do sAF dA propriedade de antônio. Escreva as formas de produção usadas pelos agricultores em cada figura ao lado _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ a-MONOCULTURA b-CONSÓRCIO c-SISTEMAAGROFLORESTAL A B C _ _ _ _ _ _ _ _ _ __ _ _ _ _ _ _ _ _ _
  • 11. SISTEMAS AGROFLORESTAIS (SAF) PRINCIPAIS VANTAGENS AMBIENTAIS n Solo: As árvores presentes no sistema agroflorestal são responsáveis pela formação de serrapilheira (deposição de folhas e materiais diversos), que é fundamental no retorno da matéria orgânica para o solo. O fluxo de nutrientes solo-planta-solo beneficia tanto as árvores como as culturas agrícolas. A adubação ocorre naturalmente, não sendo necessário o uso de insumos químicos. n Água: Nos sistemas agroflorestais, as árvores ajudam a aumentar a capacidade de infiltração da água da chuva no solo. As folhas e materiais orgânicos que cobrem o solo contribuem para a ma- nutenção e armazenamento da água disponível na propriedade. n Fauna: A diversidade de plantas presentes nas áreas de SAF contribuem para alimentação e abrigo da fauna local. É comum o reaparecimento de animais silvestres, especialmente aves. ECONÔMICOS n Diversificação da produção: A produção simultânea de mais de um produto proporciona maior fle- xibilidade em relação às oscilações do mercado e não deixa o orçamento familiar dependente de apenas uma cultura. n Poupança verde: A produção de madeira a partir das árvores que compõem o SAF constituem uma poupança a médio e longo prazo. SOCIAIS n Segurança alimentar: Os sistemas agroflorestais são importantes para o abastecimento da família, garantindo a segurança alimentar devido a diversidade de produtos oferecidos durante todo o ano. n Alimentação saudável: O processo de produção de alimentos nos SAF ocorre sem a necessidade de utilização de insumos químicos e, portanto, em bases agroecológicas, proporcionando uma alimentação saudável. n Trabalho e renda para a mulher rural: Os sistemas agroflorestais representam uma importante al- ternativa de trabalho e renda para as mulheres devido a possibilidade de beneficiamento dos seus diversos produtos (artesanato, geleias, compotas ,etc)
  • 12. Incaper Série Meio Ambiente 06 ISSN 1519-2059 - 1A EDIÇÃO - Tiragem: 10.000 - Março de 2010 Equipe técnica Maria da Penha Padovan, José Braz Venturim, Fabiana Gomes Ruas, Miguel Ângelo Aguiar Projeto gráfico, roteiro, texto, ilustrações e arte-finalização ás Comunicação Ltda / (27) 3347.0163 - 3347.2499 - as@ascomunicacao.com.br Nãoagredimosanatureza Utilizamospapelreciclado Incaper Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural Rua Afonso Sarlo, 160, Bento Ferreira, Vitória, ES CEP: 29.052-010 Caixa Postal: 391 teleFone (27): 3137-9888 / dcm@incaper.es.gov.br - www.incaper.es.gov.br IEMA Instituto ESTADUAL DE MEIO AMBIENTE E RECURSOS HÍDRICOS Projeto CORREDORES ECOLÓGICOS BR 262, KM 0, S/N, JARDIM AMÉRICA, PORTO VELHO, CARIACICA, ES CEP: 29.140-500 Fone (27): 3136-3476 - CORREDORESECOLOGICOS@IEMA.ES.GOV.BR www.IEMA.es.gov.br realização O Projeto Corredores Ecológicos é uma parceria entre: