SlideShare uma empresa Scribd logo
Professor Luciano Morato
Capitulo 01 - Sistemas
Objetivos do Capítulo
• Após o estudo desta unidade você será capaz
de:
• Perceber as organizações como sistemas;
• Identificar nas organizações as características
inerentes a todos os sistemas;
• Conhecer o papel que um administrador tem
nesse contexto.
Seção 1: Conceituando Sistemas
“Não faz sentido aprender a lidar com um
computador, sem que haja objetivos a serem
alcançados, tais como informações para a tomada
de decisões organizacionais.”
• Mas para que seriam tomadas decisões?
• De que forma os setores de uma organização
podem influenciar uns aos outros?
• As organizações podem ser enxergadas como
sistemas? Em que isso influencia a administração
das informações e das tecnologias?
Seção 1: Conceituando Sistemas
• É interessante pensar no conceito de sistema. Essa
palavra é utilizada nos mais diversos contextos, tais
como na astronomia, ao falar do sistema solar, na
engenharia ao falar de sistema elétrico, hidráulico ou
viário, ou mesmo na medicina, ao falar em sistema
respiratório ou digestivo.
• Em todos os casos, sua compreensão deve ser no
sentido de um conjunto de partes interagentes e
interdependentes, que formam um todo unitário com
determinado objetivo e efetuam determinada função.
Seção 2 - Características dos Sistemas em Geral
• Subsistema é cada uma das partes que compõem
o sistema, constituindo por sua vez um sistema
completo que possui em seu interior sistemas
ainda menores.
• “O sistema de informação é um subsistema do
‘sistema empresa’, e dentro da mesma linha de
raciocínio pode-se concluir que seja composto de
um conjunto de subsistemas de informação, por
definição, interdependentes. Assim, pode-se
pensar em subsistemas de orçamento, de
custos, de contabilidade etc.,
Seção 2 - Características dos Sistemas
em Geral
• Sistemas abertos e fechados - interferências
externas.
• “Para que um negócio sobreviva e
prospere, 100% do sistema deve ser funcional
e ter responsabilidade. Um avião, por
exemplo, é um sistema composto de sistemas.
Se um avião decolar e, digamos, o sistema de
combustível falhar, geralmente acontece uma
queda. “
Seção 2 - Características dos Sistemas
em Geral
• A informática como um todo, dentro de uma
organização, também pode ser considerada como um
sistema, mais conhecido como sistema de informações;
• O sistema de informações é composto por diversos
subsistemas, que são os equipamentos (hardware), os
programas (software), os dados e informações que
circulam (dataware), e as pessoas que fazem com que
todo esse aparato funcione (peopleware).
• Se algum desses elementos estiver defeituoso, todo o
sistema poderá enfrentar problemas, e inclusive o
sistema no qual está inserido (a organização), que
depende da confiabilidade das informações.
Seção 2 - Características dos Sistemas
em Geral
• Entropia positiva (ruim), que consiste na tendência à
desordem e destruição, o que se concretiza se não for
empreendido um esforço específico para a sua
manutenção e fortalecimento.
• Entropia negativa ou homeostase (bom) ou seja, a
manutenção do sistema em boas condições de
operação, em equilíbrio, para que possa resistir às
provas impostas ao longo do tempo, tanto pelos
concorrentes, como por toda uma conjuntura que se
configura como um grande desafio.
Seção 2 - Características dos Sistemas em Geral
Ambiente
Objetivos
Entradas Processamento Saídas
Feedback
Seção 3- Eficiência e Eficácia de um Sistema
• A eficiência trata-se da maneira como se fazer as coisas, se
preocupando com os meios, minimizando os recursos utilizados e
ausentando os desperdícios.
• Já a eficácia trata-se do que fazer, se preocupando com os fins e
com a maximização de objetivos, escolhendo os objetivos mais
apropriados.
“Um exemplo: Em uma sala um ventilador ventila o ambiente por completo
gerando a satisfação daqueles que estão no ambiente a um custo de R$ 5,00 de
energia por hora.
Em outra sala de mesmas dimensões um ventilador ventila o ambiente por
completo gerando a mesma satisfação daqueles que estão no ambiente a um
custo de R$ 2,00 de energia por hora.
Podemos observar que ambos cumprem bem o seu papel de ventilar, porém o
primeiro a um custo 150% mais caro que o segundo. Concluímos que o
ventilador do primeiro exemplo é eficaz em sua tarefa, mas o segundo é
eficiente por minimizar os custos cumprindo o mesmo papel.”
Capitulo 01   sistemas

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Analise e Projeto de Sistemas
Analise e Projeto de SistemasAnalise e Projeto de Sistemas
Analise e Projeto de Sistemas
Victor Mateus Espindula
 
Modelagem de dados
Modelagem de dadosModelagem de dados
Modelagem de dados
Manuella Veroni
 
Sistemas de informação 1
Sistemas de informação 1Sistemas de informação 1
Sistemas de informação 1
celsocarriel
 
Teste2
Teste2Teste2
Teste2
Marco Coelho
 
Tecnologia e turismo - Sistemas de informação
Tecnologia e turismo - Sistemas de informaçãoTecnologia e turismo - Sistemas de informação
Tecnologia e turismo - Sistemas de informação
Mauro Pereira
 
Sist informação Gerencial
Sist informação GerencialSist informação Gerencial
Sist informação Gerencial
Zenóbio Smz
 
Apostila principios-de-sistemas-de-informacao
Apostila principios-de-sistemas-de-informacaoApostila principios-de-sistemas-de-informacao
Apostila principios-de-sistemas-de-informacao
Marcia Abrahim
 
Sistemas Transacionais, Gerenciais e Estratégicos
Sistemas Transacionais, Gerenciais e EstratégicosSistemas Transacionais, Gerenciais e Estratégicos
Sistemas Transacionais, Gerenciais e Estratégicos
Claudio Barbosa
 
Conceitos Iniciais de Sistemas da Informação
Conceitos Iniciais de Sistemas da InformaçãoConceitos Iniciais de Sistemas da Informação
Conceitos Iniciais de Sistemas da Informação
carllos.souza
 
Teste
TesteTeste
Tipos de Sistemas de Informação Resumo
Tipos de Sistemas de Informação ResumoTipos de Sistemas de Informação Resumo
Tipos de Sistemas de Informação Resumo
Robson Santos
 
Aula 1 Analise e Projeto
Aula 1   Analise e ProjetoAula 1   Analise e Projeto
Aula 1 Analise e Projeto
Sergio Silva
 
Unidade 1 conceito de sistemas e organização
Unidade 1   conceito de sistemas e organizaçãoUnidade 1   conceito de sistemas e organização
Unidade 1 conceito de sistemas e organização
Daniel Moura
 
Aula 3 Sistemas de Informação - Tipos de SI
Aula 3 Sistemas de Informação - Tipos de SIAula 3 Sistemas de Informação - Tipos de SI
Aula 3 Sistemas de Informação - Tipos de SI
Daniel Brandão
 
Aula 1 - Sistema de Informação
Aula 1 - Sistema de InformaçãoAula 1 - Sistema de Informação
Aula 1 - Sistema de Informação
Claudio Henrique Brito
 
Sistemas operativos ficha formativa nº2
Sistemas operativos   ficha formativa nº2Sistemas operativos   ficha formativa nº2
Sistemas operativos ficha formativa nº2
teacherpereira
 
Fundamentos de Sistemas de Informacao - Aula 1
Fundamentos de Sistemas de Informacao - Aula 1Fundamentos de Sistemas de Informacao - Aula 1
Fundamentos de Sistemas de Informacao - Aula 1
Ismar Silveira
 
Engenharia de Resiliência - Características Essenciais da Resiliência
Engenharia de Resiliência - Características Essenciais da ResiliênciaEngenharia de Resiliência - Características Essenciais da Resiliência
Engenharia de Resiliência - Características Essenciais da Resiliência
Avelino Ferreira Gomes Filho
 
O Sistema de informação
O Sistema de informaçãoO Sistema de informação
O Sistema de informação
Filipe Simão Kembo
 
Capitulo2 eb extra
Capitulo2 eb extraCapitulo2 eb extra
Capitulo2 eb extra
producaoaudiovisualunip
 

Mais procurados (20)

Analise e Projeto de Sistemas
Analise e Projeto de SistemasAnalise e Projeto de Sistemas
Analise e Projeto de Sistemas
 
Modelagem de dados
Modelagem de dadosModelagem de dados
Modelagem de dados
 
Sistemas de informação 1
Sistemas de informação 1Sistemas de informação 1
Sistemas de informação 1
 
Teste2
Teste2Teste2
Teste2
 
Tecnologia e turismo - Sistemas de informação
Tecnologia e turismo - Sistemas de informaçãoTecnologia e turismo - Sistemas de informação
Tecnologia e turismo - Sistemas de informação
 
Sist informação Gerencial
Sist informação GerencialSist informação Gerencial
Sist informação Gerencial
 
Apostila principios-de-sistemas-de-informacao
Apostila principios-de-sistemas-de-informacaoApostila principios-de-sistemas-de-informacao
Apostila principios-de-sistemas-de-informacao
 
Sistemas Transacionais, Gerenciais e Estratégicos
Sistemas Transacionais, Gerenciais e EstratégicosSistemas Transacionais, Gerenciais e Estratégicos
Sistemas Transacionais, Gerenciais e Estratégicos
 
Conceitos Iniciais de Sistemas da Informação
Conceitos Iniciais de Sistemas da InformaçãoConceitos Iniciais de Sistemas da Informação
Conceitos Iniciais de Sistemas da Informação
 
Teste
TesteTeste
Teste
 
Tipos de Sistemas de Informação Resumo
Tipos de Sistemas de Informação ResumoTipos de Sistemas de Informação Resumo
Tipos de Sistemas de Informação Resumo
 
Aula 1 Analise e Projeto
Aula 1   Analise e ProjetoAula 1   Analise e Projeto
Aula 1 Analise e Projeto
 
Unidade 1 conceito de sistemas e organização
Unidade 1   conceito de sistemas e organizaçãoUnidade 1   conceito de sistemas e organização
Unidade 1 conceito de sistemas e organização
 
Aula 3 Sistemas de Informação - Tipos de SI
Aula 3 Sistemas de Informação - Tipos de SIAula 3 Sistemas de Informação - Tipos de SI
Aula 3 Sistemas de Informação - Tipos de SI
 
Aula 1 - Sistema de Informação
Aula 1 - Sistema de InformaçãoAula 1 - Sistema de Informação
Aula 1 - Sistema de Informação
 
Sistemas operativos ficha formativa nº2
Sistemas operativos   ficha formativa nº2Sistemas operativos   ficha formativa nº2
Sistemas operativos ficha formativa nº2
 
Fundamentos de Sistemas de Informacao - Aula 1
Fundamentos de Sistemas de Informacao - Aula 1Fundamentos de Sistemas de Informacao - Aula 1
Fundamentos de Sistemas de Informacao - Aula 1
 
Engenharia de Resiliência - Características Essenciais da Resiliência
Engenharia de Resiliência - Características Essenciais da ResiliênciaEngenharia de Resiliência - Características Essenciais da Resiliência
Engenharia de Resiliência - Características Essenciais da Resiliência
 
O Sistema de informação
O Sistema de informaçãoO Sistema de informação
O Sistema de informação
 
Capitulo2 eb extra
Capitulo2 eb extraCapitulo2 eb extra
Capitulo2 eb extra
 

Destaque

Consultoria empresarial
Consultoria empresarialConsultoria empresarial
Consultoria empresarial
Luciano Morato
 
Excelência em Gestão (Indicadores Desempenho)
Excelência em Gestão (Indicadores Desempenho)Excelência em Gestão (Indicadores Desempenho)
Excelência em Gestão (Indicadores Desempenho)
FabricioFalcao.com
 
Passo a passo para definir Indicadores
Passo a passo para definir IndicadoresPasso a passo para definir Indicadores
Passo a passo para definir Indicadores
Felipe Goulart
 
Aula 1 Introdução à Gestão Financeira 06.04.2011
Aula 1   Introdução à Gestão Financeira 06.04.2011Aula 1   Introdução à Gestão Financeira 06.04.2011
Aula 1 Introdução à Gestão Financeira 06.04.2011
Rafael Gonçalves
 
KPI Indicadores de Desempenho Financeiro
KPI Indicadores de Desempenho FinanceiroKPI Indicadores de Desempenho Financeiro
KPI Indicadores de Desempenho Financeiro
Luciano Morato
 
Criação e Gestão de Indicadores de Processos
Criação e Gestão de Indicadores de ProcessosCriação e Gestão de Indicadores de Processos
Criação e Gestão de Indicadores de Processos
Stratec Informática
 

Destaque (6)

Consultoria empresarial
Consultoria empresarialConsultoria empresarial
Consultoria empresarial
 
Excelência em Gestão (Indicadores Desempenho)
Excelência em Gestão (Indicadores Desempenho)Excelência em Gestão (Indicadores Desempenho)
Excelência em Gestão (Indicadores Desempenho)
 
Passo a passo para definir Indicadores
Passo a passo para definir IndicadoresPasso a passo para definir Indicadores
Passo a passo para definir Indicadores
 
Aula 1 Introdução à Gestão Financeira 06.04.2011
Aula 1   Introdução à Gestão Financeira 06.04.2011Aula 1   Introdução à Gestão Financeira 06.04.2011
Aula 1 Introdução à Gestão Financeira 06.04.2011
 
KPI Indicadores de Desempenho Financeiro
KPI Indicadores de Desempenho FinanceiroKPI Indicadores de Desempenho Financeiro
KPI Indicadores de Desempenho Financeiro
 
Criação e Gestão de Indicadores de Processos
Criação e Gestão de Indicadores de ProcessosCriação e Gestão de Indicadores de Processos
Criação e Gestão de Indicadores de Processos
 

Semelhante a Capitulo 01 sistemas

Sistema de informação nas Empresas
Sistema de informação nas EmpresasSistema de informação nas Empresas
Sistema de informação nas Empresas
Diolene Sampaio
 
Aula15
Aula15Aula15
Unidade i organização e conceito de sistemas
Unidade i   organização e conceito de sistemasUnidade i   organização e conceito de sistemas
Unidade i organização e conceito de sistemas
Mirelle Sampaio
 
Aula1 e aula2 - Analise e Projeto de Sistemas
Aula1 e aula2 - Analise e Projeto de SistemasAula1 e aula2 - Analise e Projeto de Sistemas
Aula1 e aula2 - Analise e Projeto de Sistemas
Gustavo Gonzalez
 
Aula 2 conceitos básicos
Aula 2 conceitos básicosAula 2 conceitos básicos
Aula 2 conceitos básicos
Adolfo Martins
 
Teoria Geral de Sistemas e Cibernética
Teoria Geral de Sistemas e CibernéticaTeoria Geral de Sistemas e Cibernética
Teoria Geral de Sistemas e Cibernética
UerjFundamentosDaAdministracao2013_1
 
TGS_aulas.ppt
TGS_aulas.pptTGS_aulas.ppt
TGS_aulas.ppt
AirtonRovaron
 
Introdução à Análise de Sistemas
Introdução à Análise de SistemasIntrodução à Análise de Sistemas
Introdução à Análise de Sistemas
Nécio de Lima Veras
 
analise de projeto de sistema - curso técnico em informatica
analise de projeto de sistema - curso técnico em informaticaanalise de projeto de sistema - curso técnico em informatica
analise de projeto de sistema - curso técnico em informatica
RicaelSpirandeliRoch
 
3 apostila __tipologia_dos_si
3 apostila __tipologia_dos_si3 apostila __tipologia_dos_si
3 apostila __tipologia_dos_si
Junior Marcos Alves
 
Trabalho Sistemas de Informação
Trabalho Sistemas de InformaçãoTrabalho Sistemas de Informação
Trabalho Sistemas de Informação
leospack
 
Aula 01 – aps
Aula 01 – apsAula 01 – aps
Aula 01 – aps
Mariana Oliveira Santos
 
Analise - Aula 1
Analise - Aula 1Analise - Aula 1
Analise - Aula 1
Kelvin Wesley
 
Capitulo2 eb
Capitulo2 ebCapitulo2 eb
Teoria geral-de-sistemas
Teoria geral-de-sistemasTeoria geral-de-sistemas
Teoria geral-de-sistemas
Itália Camolesi
 
3apostilatipologiadossi 120301170032-phpapp02
3apostilatipologiadossi 120301170032-phpapp023apostilatipologiadossi 120301170032-phpapp02
3apostilatipologiadossi 120301170032-phpapp02
antonio carlos medeiros
 
AdministraçãO ErgonôMica Segunda Parte
AdministraçãO ErgonôMica Segunda ParteAdministraçãO ErgonôMica Segunda Parte
AdministraçãO ErgonôMica Segunda Parte
JoseSimas
 
Trabalho SI Vítor Flores
Trabalho SI Vítor FloresTrabalho SI Vítor Flores
Trabalho SI Vítor Flores
Vítor Flores
 
Sistemas operacionais
Sistemas operacionaisSistemas operacionais
Sistemas operacionais
Cleyton Stefanello
 
Evolução do processo administrativo
Evolução do processo administrativoEvolução do processo administrativo
Evolução do processo administrativo
Sandra Rocha
 

Semelhante a Capitulo 01 sistemas (20)

Sistema de informação nas Empresas
Sistema de informação nas EmpresasSistema de informação nas Empresas
Sistema de informação nas Empresas
 
Aula15
Aula15Aula15
Aula15
 
Unidade i organização e conceito de sistemas
Unidade i   organização e conceito de sistemasUnidade i   organização e conceito de sistemas
Unidade i organização e conceito de sistemas
 
Aula1 e aula2 - Analise e Projeto de Sistemas
Aula1 e aula2 - Analise e Projeto de SistemasAula1 e aula2 - Analise e Projeto de Sistemas
Aula1 e aula2 - Analise e Projeto de Sistemas
 
Aula 2 conceitos básicos
Aula 2 conceitos básicosAula 2 conceitos básicos
Aula 2 conceitos básicos
 
Teoria Geral de Sistemas e Cibernética
Teoria Geral de Sistemas e CibernéticaTeoria Geral de Sistemas e Cibernética
Teoria Geral de Sistemas e Cibernética
 
TGS_aulas.ppt
TGS_aulas.pptTGS_aulas.ppt
TGS_aulas.ppt
 
Introdução à Análise de Sistemas
Introdução à Análise de SistemasIntrodução à Análise de Sistemas
Introdução à Análise de Sistemas
 
analise de projeto de sistema - curso técnico em informatica
analise de projeto de sistema - curso técnico em informaticaanalise de projeto de sistema - curso técnico em informatica
analise de projeto de sistema - curso técnico em informatica
 
3 apostila __tipologia_dos_si
3 apostila __tipologia_dos_si3 apostila __tipologia_dos_si
3 apostila __tipologia_dos_si
 
Trabalho Sistemas de Informação
Trabalho Sistemas de InformaçãoTrabalho Sistemas de Informação
Trabalho Sistemas de Informação
 
Aula 01 – aps
Aula 01 – apsAula 01 – aps
Aula 01 – aps
 
Analise - Aula 1
Analise - Aula 1Analise - Aula 1
Analise - Aula 1
 
Capitulo2 eb
Capitulo2 ebCapitulo2 eb
Capitulo2 eb
 
Teoria geral-de-sistemas
Teoria geral-de-sistemasTeoria geral-de-sistemas
Teoria geral-de-sistemas
 
3apostilatipologiadossi 120301170032-phpapp02
3apostilatipologiadossi 120301170032-phpapp023apostilatipologiadossi 120301170032-phpapp02
3apostilatipologiadossi 120301170032-phpapp02
 
AdministraçãO ErgonôMica Segunda Parte
AdministraçãO ErgonôMica Segunda ParteAdministraçãO ErgonôMica Segunda Parte
AdministraçãO ErgonôMica Segunda Parte
 
Trabalho SI Vítor Flores
Trabalho SI Vítor FloresTrabalho SI Vítor Flores
Trabalho SI Vítor Flores
 
Sistemas operacionais
Sistemas operacionaisSistemas operacionais
Sistemas operacionais
 
Evolução do processo administrativo
Evolução do processo administrativoEvolução do processo administrativo
Evolução do processo administrativo
 

Capitulo 01 sistemas

  • 2. Objetivos do Capítulo • Após o estudo desta unidade você será capaz de: • Perceber as organizações como sistemas; • Identificar nas organizações as características inerentes a todos os sistemas; • Conhecer o papel que um administrador tem nesse contexto.
  • 3. Seção 1: Conceituando Sistemas “Não faz sentido aprender a lidar com um computador, sem que haja objetivos a serem alcançados, tais como informações para a tomada de decisões organizacionais.” • Mas para que seriam tomadas decisões? • De que forma os setores de uma organização podem influenciar uns aos outros? • As organizações podem ser enxergadas como sistemas? Em que isso influencia a administração das informações e das tecnologias?
  • 4. Seção 1: Conceituando Sistemas • É interessante pensar no conceito de sistema. Essa palavra é utilizada nos mais diversos contextos, tais como na astronomia, ao falar do sistema solar, na engenharia ao falar de sistema elétrico, hidráulico ou viário, ou mesmo na medicina, ao falar em sistema respiratório ou digestivo. • Em todos os casos, sua compreensão deve ser no sentido de um conjunto de partes interagentes e interdependentes, que formam um todo unitário com determinado objetivo e efetuam determinada função.
  • 5.
  • 6. Seção 2 - Características dos Sistemas em Geral • Subsistema é cada uma das partes que compõem o sistema, constituindo por sua vez um sistema completo que possui em seu interior sistemas ainda menores. • “O sistema de informação é um subsistema do ‘sistema empresa’, e dentro da mesma linha de raciocínio pode-se concluir que seja composto de um conjunto de subsistemas de informação, por definição, interdependentes. Assim, pode-se pensar em subsistemas de orçamento, de custos, de contabilidade etc.,
  • 7.
  • 8. Seção 2 - Características dos Sistemas em Geral • Sistemas abertos e fechados - interferências externas. • “Para que um negócio sobreviva e prospere, 100% do sistema deve ser funcional e ter responsabilidade. Um avião, por exemplo, é um sistema composto de sistemas. Se um avião decolar e, digamos, o sistema de combustível falhar, geralmente acontece uma queda. “
  • 9. Seção 2 - Características dos Sistemas em Geral • A informática como um todo, dentro de uma organização, também pode ser considerada como um sistema, mais conhecido como sistema de informações; • O sistema de informações é composto por diversos subsistemas, que são os equipamentos (hardware), os programas (software), os dados e informações que circulam (dataware), e as pessoas que fazem com que todo esse aparato funcione (peopleware). • Se algum desses elementos estiver defeituoso, todo o sistema poderá enfrentar problemas, e inclusive o sistema no qual está inserido (a organização), que depende da confiabilidade das informações.
  • 10.
  • 11. Seção 2 - Características dos Sistemas em Geral • Entropia positiva (ruim), que consiste na tendência à desordem e destruição, o que se concretiza se não for empreendido um esforço específico para a sua manutenção e fortalecimento. • Entropia negativa ou homeostase (bom) ou seja, a manutenção do sistema em boas condições de operação, em equilíbrio, para que possa resistir às provas impostas ao longo do tempo, tanto pelos concorrentes, como por toda uma conjuntura que se configura como um grande desafio.
  • 12. Seção 2 - Características dos Sistemas em Geral Ambiente Objetivos Entradas Processamento Saídas Feedback
  • 13. Seção 3- Eficiência e Eficácia de um Sistema • A eficiência trata-se da maneira como se fazer as coisas, se preocupando com os meios, minimizando os recursos utilizados e ausentando os desperdícios. • Já a eficácia trata-se do que fazer, se preocupando com os fins e com a maximização de objetivos, escolhendo os objetivos mais apropriados. “Um exemplo: Em uma sala um ventilador ventila o ambiente por completo gerando a satisfação daqueles que estão no ambiente a um custo de R$ 5,00 de energia por hora. Em outra sala de mesmas dimensões um ventilador ventila o ambiente por completo gerando a mesma satisfação daqueles que estão no ambiente a um custo de R$ 2,00 de energia por hora. Podemos observar que ambos cumprem bem o seu papel de ventilar, porém o primeiro a um custo 150% mais caro que o segundo. Concluímos que o ventilador do primeiro exemplo é eficaz em sua tarefa, mas o segundo é eficiente por minimizar os custos cumprindo o mesmo papel.”