SlideShare uma empresa Scribd logo
Pra.Cynthia Sales
"Que maravilha será ver nossas
crianças firmadas na doutrina da
redenção por Cristo! Se forem
prevenidas contra falsos evangelhos
dessa era perversa, e ensinadas a
firmar-se na rocha eterna da obra
consumada de cristo, podemos
esperar que a próxima geração
venha a manter a fé e que será
melhor do que a de seus pais."
Charles Spurgeon
INTRODUÇÃO
Para quem deseja ser um bom professor para o Ministério Infantil
em uma escola bíblica dominical ou líder do Ministério Infantil
eficaz é muito importante que se busque desenvolver habilidades
para esse propósito através de capacitação apropriada afim de
que este professor tenha segurança para lidar com crianças
detentoras de personalidades diferentes em situações inesperadas.
Mas por onde começar? Ao lidar com crianças todo professor e
líder assume uma responsabilidade espiritual que necessita ser
trabalhada, assim como a busca em desenvolver e aprimorar
habilidades dentro do ministério infantil da igreja, tornando-se
assim uma grande ferramenta de DEUS na vida dos pequeninos
O QUE É UM MINISTÉRIO?
Do latim ministeriu: Função de servidor;
Religião: sacerdócio;
Figurado: função nobre.
O Ministério Bíblico é um ofício dado por Deus a homens e mulheres
que se dispõem a fazer a sua obra. Na Bíblia Sagrada podemos
encontrar várias pessoas que foram chamadas e capacitadas por
Deus para um determinado ministério, como Moisés, Arão, Débora,
Davi e Asafe e entre outros.
A palavra ministério, literalmente significa ofício, cargo e função.
No entanto, quando usado na bíblia, reflete o sentido de servir a
Deus e aos homens, conforme as diretrizes e os mandamentos
divinos.
O QUE É MORDOMIA?
Texto base: Gn 2:15
Mordomia é administrar, cuidar com amor, daquilo que
DEUS nos dá;
Como o proprietário de todas as coisas no universo.
Deus deu ao homem a responsabilidade de tudo o que
ali havia. Deus sempre nos dá o melhor, mas também
nos dá a responsabilidade de cuidarmos daquilo que
Ele nos deu. Somos mordomos dEle.
QUAL É A VISÃO DO MINISTERIO INFANTIL?
Quando falamos sobre ministério com crianças, pensamos
diretamente nas crianças e o famoso trabalho na "salinha" , e não
imaginamos da proporção que é um MINISTÉRIO INFANTIL. Não
podemos deixar de pensar que se trata de uma organização que
vai além das quatro paredes da igreja, que tem propósitos,
objetivos e uma linda missão. Ministério com crianças não pode
ser levado apenas como uma ocupação ou uma forma simples de
ajudar a igreja, mas trabalhar com crianças precisa ter chamado
compromisso, seriedade e excelência no que faz.(Excelência é
fazer o melhor, dentro do seu alcance)
A ideia de que as crianças fazem parte da igreja como membros do
corpo é recente. O ministério infantil no Brasil despertou faz pouco
tempo, mas ainda tem muito para fazer. Antigamente partia do
pressuposto que as crianças davam trabalho e que atrapalhavam o
culto, então era necessário um lugar para elas permanecerem no
momento quando seus pais estavam sendo alimentados pela
Palavra de Deus. O ministério com crianças era pautado em
brincadeiras recreativas ou pinturas de desenhos bíblicos. Os
voluntários ficavam responsáveis pelo cuidar, pouco se falavam em
capacitação de ministério que levariam ao desenvolvimento
espiritual das crianças. Aos poucos estamos vendo mudanças
mediante o ministério com crianças no Brasil.
QUAIS SÃO OS PILARES PARA UM
MINISTÉRIO INFANTIL COM EXCELÊNCIA?
VISÃO
CHAMADO
OBEDIÊNCIA
PREPARO
Para um ministério ter excelência, é necessário estar
bem alicerçado. E a nossa base é a IGREJA.
BASE
Serve de apoio
De princípio
De fundamento
Para uma boa estrutura a BASE, A IGREJA deve estar
firmada na ROCHA que é CRISTO JESUS.
Lucas 6.48 "É semelhante ao homem que edificou uma
casa, e cavou, e abriu bem fundo, e pôs os alicerces
sobre a rocha; e, vindo a enchente, bateu com ímpeto a
corrente naquela casa, e não pôde abalar, porque
estava fundada sobre a rocha".
AS ESTATÍSTICAS DO MINISTÉRIO
INFANTIL E SUA SERIEDADE.
Segundo dados da APEC(Aliança Pró
Evangelização das Crianças), na América Latina
mais da metade da população tem menos de 16
anos de idade e este fato representa uma grande
RESPONSABILIDADE para o cristão cujo dever e
privilégio é ministrar as novas gerações.
Segue a porcentagem de conversão
de acordo com a idade:
1% Antes dos 4 anos
85% Entre 4 à 14 anos
10% Entre 15 e 30 anos
4% Depois dos 30 anos.
Sabemos que grande parte das crianças de hoje não estão recebendo
ensinamento saudável que é necessário em sua formação moral e
espiritual para a vida que tem diante de si e da sociedade pelo
contrário, recebem ensinamentos da televisão, redes sociais e do amigos
o que traz, na maioria da vezes uma influência negativa. Por isso
precisamos aproveitar o acesso que temos as crianças para conduzi-las
a uma vida pautada na Palavra de Deus. Jesus sempre deu uma grande
importância às crianças. Na Bíblia podemos encontrar várias passagens
onde com seu próprio exemplo Jesus nos ensinou sobre a tarefa de
ministrar as crianças.
QUAL O PROPÓSITO DO MINISTÉRIO
INFANTIL?
Levar a criança o conhecimento sobre Deus e como se
relacionar com Ele. Isso envolve coisas próprias como:
transformação, adorar a Deus e se relacionar com Ele de
forma pessoal, saber qual a vontade dEle através da Bíblia,
ensinar a criança ser parte ativa da igreja e da comunidade
como um todo, aprendendo a se relacionar uns com os
outros, evangelizar e assumir responsabilidades. A criança
tem que receber treinamento para a vida, ministério e
relacionar-se bem com a sua família.
REQUISITOS E RESPONSABILIDADES DO
MINISTRO DE CRIANÇAS
Ter um relacionamento pessoal com Deus;
1.
Dedicar tempo para crescimento espiritual e conhecimento sobre a
Palavra de Deus, oração e jejum;
2.
Está comprometido com a visão da igreja local;
3.
Ser submissa a liderança da igreja e ministério;
4.
Ter bom relacionamento com todas as crianças, pais e familiares;
5.
Ter responsabilidades sempre avisando com antecedência caso
precise se ausentar;
6.
Ser pontual.
7.
REQUISITOS DE UM PESCADOR DE
CRIANÇAS
1° Princípios- (tudo que norteia nossa vida). Os princípios estabelecidos estão
sendo quebrados. Precisamos encucar nas nossas crianças os princípios
bíblicos que estão na Palavra de Deus. Princípios e valores estabelecidos por
Deus.
1.
Exemplo- Nós como líderes devemos ser exemplo. "Palavras convencem,
exemplos arrastam".
2.
3° Santificação- (Santidade)-Seja santo porque eu sou Santo. Precisamos ser
santo(separado)buscar o Senhor. Nosso corpo é templo do Espírito Santo.
3.
4° Criatividade- Nós somos filhos do Autor da Criação. Deus vai te usar e
abençoar com aquilo que você sabe fazer. Mas precisa fazer!
4.
5° Amor- O amor não consistem em palavras mais em atitudes. Amar não é
fácil, é renunciar e demostrar. O maior amor é Jesus.
5.
Dedicação- Se Deus te deu um ministério se dedique. Ser dedicado é ir além das
suas forças. Não faça relaxadamente.
1.
7° Oração- Não tem como ter uma vida com Deus se tiver uma vida de oração e
intimidade(conversar com Deus) orar pedindo estratégia e ajuda.
2.
8° RESPONSABILIDADE- Ser responsável e ter comprometimento. Faça a obra do
Senhor com temor e verdade, levando a sério as coisas de Deus. Jeremias 48.10
Maldito o que faz com negligência o trabalho do Senhor! Maldito aquele que
impede a sua espada de derramar sangue!
3.
1Co.15.58 "Portanto, meus amados irmãos, sede firmes, inabaláveis e sempre
abundantes na obra do Senhor, sabendo que, no Senhor, o vosso trabalho não é
vão".
Cl.3.32, 24 "Tudo quando fizerdes, fazei-o de todo coração, como para o Senhor e
não para homens, cientes de que recebereis do Senhor a recompensa da herança.
A Cristo, o Senhor, é que estais servindo".
LEVANDO A CRIANÇA À CRISTO
Levar uma criança à Cristo é mais do que uma responsabilidade, é um
mandamento do Senhor.... "Ide por todo mundo e pregai o evangelho a
toda criatura". Podemos levar a criança à Cristo em qualquer lugar e a
qualquer hora: Em nosso lar, na classe de crianças, nas células, viajando,
na praia ou na rua; onde quer que façamos o trabalho, há certos passos
que devemos seguir para que a criança entenda aquilo que está
fazendo, a fim de ela realmente nascer na família de Deus e ter certeza
de ser salva desde aquele momento.
Observações gerais: Devemos recordar sempre que quem converte uma
pessoa não é o professor e sim o Espírito Santo de Deus.
Passos a seguir ao levar uma vida a
Cristo:
Mostre-lhes sua necessidade da salvação(Rm.3:23;pois todos pecaram e estão destituídos da
glória de Deus.) (Is.53.6 Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas; cada um se desviava
pelo seu caminho; mas o Senhor fez cair sobre ele a iniqüidade de nós todos).
1.
Aponte-lhes o caminho da salvação - Cristo, o filho de Deus, crucificado em nosso lugar, ressurreto
dos mortos (I Co.15:3,4 Porque primeiramente vos entreguei o que também recebi: que Cristo
morreu por nossos pecados, segundo as Escrituras, E que foi sepultado, e que ressuscitou ao
terceiro dia, segundo as Escrituras.)
2.
Leve-a receber o presente da salvação(Jo.1:12 Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o
poder de serem feitos filhos de Deus, aos que crêem no seu nome) ( Ef.2:8, 9 Pois vocês são salvos
pela graça, por meio da fé, e isto não vem de vocês, é dom de Deus; não por obras, para que
ninguém se glorie.)
3.
Mostre-lhe pela Bíblia, que, tendo recebido Cristo como Salvador, agora tem a salvação(Jo.3:36
Aquele que crê no Filho tem a vida eterna; mas aquele que não crê no Filho não verá a vida, mas
a ira de Deus sobre ele permanece. )
4.
PLANO DA SALVAÇÃO
O plano da Salvação deve ser para toda
criança que ainda não recebeu Jesus. Mesmo
depois da conversão a criança deve estar
sempre ouvindo sobre o Plano da Salvação(de
preferência em todo estudo se introduza alguns
deles, ou todos se for possível) todos se for
possível)
Lembrete:" Um bom professor é aquele que
possui um largo conhecimento bíblico, emprega
bem as regras da homilética, porém depende
extremamente da direção do Espírito Santo, para
ensinar com graça, poder, sabedoria e unção".
Pr. Fernando Henrique Portugal.

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a CAPACITAÇÃO MINISTÉRIO INFANTIL.pptx_20240413_005855_0000.pdf

Departamento infantil
Departamento infantilDepartamento infantil
Departamento infantil
Priscla Silva
 
LBJ LIÇÃO 2 - O real proposito da Igreja
LBJ LIÇÃO 2 - O real proposito da IgrejaLBJ LIÇÃO 2 - O real proposito da Igreja
LBJ LIÇÃO 2 - O real proposito da Igreja
boasnovassena
 
Seminário - A Escola Dominical e a Família
Seminário - A Escola Dominical e a FamíliaSeminário - A Escola Dominical e a Família
Seminário - A Escola Dominical e a Família
Sergio Silva
 
Educaocrist responsabimidadedospais-lio08paraestudonaebd-130519153102-phpapp01
Educaocrist responsabimidadedospais-lio08paraestudonaebd-130519153102-phpapp01Educaocrist responsabimidadedospais-lio08paraestudonaebd-130519153102-phpapp01
Educaocrist responsabimidadedospais-lio08paraestudonaebd-130519153102-phpapp01
Maria Da Penha Pereira
 
CURSO TÓPICOS TIA GÊ KIDSs.pdf
CURSO TÓPICOS TIA GÊ KIDSs.pdfCURSO TÓPICOS TIA GÊ KIDSs.pdf
CURSO TÓPICOS TIA GÊ KIDSs.pdf
CristynaAnderson
 
Lição 13 - A perseverança do discípulo de Jesus Cristo
Lição 13 - A perseverança do discípulo de Jesus CristoLição 13 - A perseverança do discípulo de Jesus Cristo
Lição 13 - A perseverança do discípulo de Jesus Cristo
Éder Tomé
 
2013 - 2 tri - lição 8 - educação cristã, responsabilidade dos pais
2013 - 2 tri - lição 8 - educação cristã, responsabilidade dos pais2013 - 2 tri - lição 8 - educação cristã, responsabilidade dos pais
2013 - 2 tri - lição 8 - educação cristã, responsabilidade dos pais
Natalino das Neves Neves
 
Educação cristã, responsabilidade dos pais
Educação cristã, responsabilidade dos paisEducação cristã, responsabilidade dos pais
Educação cristã, responsabilidade dos pais
Vivaldo Linhares
 
Apostila bem vindos à betlehem
Apostila bem vindos à betlehemApostila bem vindos à betlehem
Apostila bem vindos à betlehem
Paulo De Tarso Fernandes
 
G12 Estudos e Reflexoes sobre o movimento.
G12 Estudos e Reflexoes sobre o movimento.G12 Estudos e Reflexoes sobre o movimento.
G12 Estudos e Reflexoes sobre o movimento.
Carlos Alberto Monteiro
 
Amadurecimento cristão
Amadurecimento cristãoAmadurecimento cristão
Amadurecimento cristão
Instituto Teológico Gamaliel
 
Grupo Adoração e Vida
Grupo Adoração e VidaGrupo Adoração e Vida
Grupo Adoração e Vida
Grupo Adv Jovem
 
Dna a visão da igreja obpc
Dna a visão da igreja obpcDna a visão da igreja obpc
Livrinho encontros de preparação batismo
Livrinho encontros de preparação batismoLivrinho encontros de preparação batismo
Livrinho encontros de preparação batismo
torrasko
 
Seminário como ensinar crianças na igreja - marisa
Seminário   como ensinar crianças na igreja - marisaSeminário   como ensinar crianças na igreja - marisa
Seminário como ensinar crianças na igreja - marisa
Sergio Silva
 
Expositor Cristão - Fevereiro de 2014
Expositor Cristão - Fevereiro de 2014Expositor Cristão - Fevereiro de 2014
Expositor Cristão - Fevereiro de 2014
Paulo Dias Nogueira
 
Aula reposição 5,6,7
Aula reposição 5,6,7Aula reposição 5,6,7
Aula reposição 5,6,7
Paulo Mattos
 
Bimba kids teen - 22-09-2013
Bimba kids teen - 22-09-2013Bimba kids teen - 22-09-2013
Bimba kids teen - 22-09-2013
Regina Lissone
 
Jornal ha esperença 13 final.corrigido
Jornal ha esperença 13 final.corrigidoJornal ha esperença 13 final.corrigido
Jornal ha esperença 13 final.corrigido
Edson Rodrigues
 
Lição 8
Lição 8Lição 8
Lição 8
Silas Rodrigues
 

Semelhante a CAPACITAÇÃO MINISTÉRIO INFANTIL.pptx_20240413_005855_0000.pdf (20)

Departamento infantil
Departamento infantilDepartamento infantil
Departamento infantil
 
LBJ LIÇÃO 2 - O real proposito da Igreja
LBJ LIÇÃO 2 - O real proposito da IgrejaLBJ LIÇÃO 2 - O real proposito da Igreja
LBJ LIÇÃO 2 - O real proposito da Igreja
 
Seminário - A Escola Dominical e a Família
Seminário - A Escola Dominical e a FamíliaSeminário - A Escola Dominical e a Família
Seminário - A Escola Dominical e a Família
 
Educaocrist responsabimidadedospais-lio08paraestudonaebd-130519153102-phpapp01
Educaocrist responsabimidadedospais-lio08paraestudonaebd-130519153102-phpapp01Educaocrist responsabimidadedospais-lio08paraestudonaebd-130519153102-phpapp01
Educaocrist responsabimidadedospais-lio08paraestudonaebd-130519153102-phpapp01
 
CURSO TÓPICOS TIA GÊ KIDSs.pdf
CURSO TÓPICOS TIA GÊ KIDSs.pdfCURSO TÓPICOS TIA GÊ KIDSs.pdf
CURSO TÓPICOS TIA GÊ KIDSs.pdf
 
Lição 13 - A perseverança do discípulo de Jesus Cristo
Lição 13 - A perseverança do discípulo de Jesus CristoLição 13 - A perseverança do discípulo de Jesus Cristo
Lição 13 - A perseverança do discípulo de Jesus Cristo
 
2013 - 2 tri - lição 8 - educação cristã, responsabilidade dos pais
2013 - 2 tri - lição 8 - educação cristã, responsabilidade dos pais2013 - 2 tri - lição 8 - educação cristã, responsabilidade dos pais
2013 - 2 tri - lição 8 - educação cristã, responsabilidade dos pais
 
Educação cristã, responsabilidade dos pais
Educação cristã, responsabilidade dos paisEducação cristã, responsabilidade dos pais
Educação cristã, responsabilidade dos pais
 
Apostila bem vindos à betlehem
Apostila bem vindos à betlehemApostila bem vindos à betlehem
Apostila bem vindos à betlehem
 
G12 Estudos e Reflexoes sobre o movimento.
G12 Estudos e Reflexoes sobre o movimento.G12 Estudos e Reflexoes sobre o movimento.
G12 Estudos e Reflexoes sobre o movimento.
 
Amadurecimento cristão
Amadurecimento cristãoAmadurecimento cristão
Amadurecimento cristão
 
Grupo Adoração e Vida
Grupo Adoração e VidaGrupo Adoração e Vida
Grupo Adoração e Vida
 
Dna a visão da igreja obpc
Dna a visão da igreja obpcDna a visão da igreja obpc
Dna a visão da igreja obpc
 
Livrinho encontros de preparação batismo
Livrinho encontros de preparação batismoLivrinho encontros de preparação batismo
Livrinho encontros de preparação batismo
 
Seminário como ensinar crianças na igreja - marisa
Seminário   como ensinar crianças na igreja - marisaSeminário   como ensinar crianças na igreja - marisa
Seminário como ensinar crianças na igreja - marisa
 
Expositor Cristão - Fevereiro de 2014
Expositor Cristão - Fevereiro de 2014Expositor Cristão - Fevereiro de 2014
Expositor Cristão - Fevereiro de 2014
 
Aula reposição 5,6,7
Aula reposição 5,6,7Aula reposição 5,6,7
Aula reposição 5,6,7
 
Bimba kids teen - 22-09-2013
Bimba kids teen - 22-09-2013Bimba kids teen - 22-09-2013
Bimba kids teen - 22-09-2013
 
Jornal ha esperença 13 final.corrigido
Jornal ha esperença 13 final.corrigidoJornal ha esperença 13 final.corrigido
Jornal ha esperença 13 final.corrigido
 
Lição 8
Lição 8Lição 8
Lição 8
 

Último

2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
PIB Penha
 
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptxO MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
valneirocha
 
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyugcontrole-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
AntonioMugiba
 
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
Rogério Augusto Ayres de Araujo
 
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
Nilson Almeida
 
Especialidade Arqueologia Bíblica.pptx
Especialidade  Arqueologia  Bíblica.pptxEspecialidade  Arqueologia  Bíblica.pptx
Especialidade Arqueologia Bíblica.pptx
AlexandreJr7
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Celso Napoleon
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
AndreyCamarini
 
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
PIB Penha
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - RevidesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Ricardo Azevedo
 
7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...
7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...
7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...
PIB Penha
 
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
PIB Penha
 
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
PIB Penha
 
grabovoi apostila.pdf FORMA CORRETA DE UTILIZAÇÃO
grabovoi apostila.pdf  FORMA CORRETA DE UTILIZAÇÃOgrabovoi apostila.pdf  FORMA CORRETA DE UTILIZAÇÃO
grabovoi apostila.pdf FORMA CORRETA DE UTILIZAÇÃO
luartfelt
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Celso Napoleon
 
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptxBatismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
nadeclarice
 
Lição 11 - Avivamento e a Missão da Igreja.pptx
Lição 11 -  Avivamento e a Missão da Igreja.pptxLição 11 -  Avivamento e a Missão da Igreja.pptx
Lição 11 - Avivamento e a Missão da Igreja.pptx
LaerciodeSouzaSilva1
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
AlailzaSoares1
 
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
PIB Penha
 
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
Marta Gomes
 

Último (20)

2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
 
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptxO MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
 
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyugcontrole-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
 
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
 
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
 
Especialidade Arqueologia Bíblica.pptx
Especialidade  Arqueologia  Bíblica.pptxEspecialidade  Arqueologia  Bíblica.pptx
Especialidade Arqueologia Bíblica.pptx
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
 
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - RevidesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
 
7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...
7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...
7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...
 
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
 
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
 
grabovoi apostila.pdf FORMA CORRETA DE UTILIZAÇÃO
grabovoi apostila.pdf  FORMA CORRETA DE UTILIZAÇÃOgrabovoi apostila.pdf  FORMA CORRETA DE UTILIZAÇÃO
grabovoi apostila.pdf FORMA CORRETA DE UTILIZAÇÃO
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptxBatismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
 
Lição 11 - Avivamento e a Missão da Igreja.pptx
Lição 11 -  Avivamento e a Missão da Igreja.pptxLição 11 -  Avivamento e a Missão da Igreja.pptx
Lição 11 - Avivamento e a Missão da Igreja.pptx
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
 
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
 
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
 

CAPACITAÇÃO MINISTÉRIO INFANTIL.pptx_20240413_005855_0000.pdf

  • 2. "Que maravilha será ver nossas crianças firmadas na doutrina da redenção por Cristo! Se forem prevenidas contra falsos evangelhos dessa era perversa, e ensinadas a firmar-se na rocha eterna da obra consumada de cristo, podemos esperar que a próxima geração venha a manter a fé e que será melhor do que a de seus pais." Charles Spurgeon
  • 3. INTRODUÇÃO Para quem deseja ser um bom professor para o Ministério Infantil em uma escola bíblica dominical ou líder do Ministério Infantil eficaz é muito importante que se busque desenvolver habilidades para esse propósito através de capacitação apropriada afim de que este professor tenha segurança para lidar com crianças detentoras de personalidades diferentes em situações inesperadas. Mas por onde começar? Ao lidar com crianças todo professor e líder assume uma responsabilidade espiritual que necessita ser trabalhada, assim como a busca em desenvolver e aprimorar habilidades dentro do ministério infantil da igreja, tornando-se assim uma grande ferramenta de DEUS na vida dos pequeninos
  • 4. O QUE É UM MINISTÉRIO? Do latim ministeriu: Função de servidor; Religião: sacerdócio; Figurado: função nobre. O Ministério Bíblico é um ofício dado por Deus a homens e mulheres que se dispõem a fazer a sua obra. Na Bíblia Sagrada podemos encontrar várias pessoas que foram chamadas e capacitadas por Deus para um determinado ministério, como Moisés, Arão, Débora, Davi e Asafe e entre outros. A palavra ministério, literalmente significa ofício, cargo e função. No entanto, quando usado na bíblia, reflete o sentido de servir a Deus e aos homens, conforme as diretrizes e os mandamentos divinos.
  • 5. O QUE É MORDOMIA? Texto base: Gn 2:15 Mordomia é administrar, cuidar com amor, daquilo que DEUS nos dá; Como o proprietário de todas as coisas no universo. Deus deu ao homem a responsabilidade de tudo o que ali havia. Deus sempre nos dá o melhor, mas também nos dá a responsabilidade de cuidarmos daquilo que Ele nos deu. Somos mordomos dEle.
  • 6. QUAL É A VISÃO DO MINISTERIO INFANTIL? Quando falamos sobre ministério com crianças, pensamos diretamente nas crianças e o famoso trabalho na "salinha" , e não imaginamos da proporção que é um MINISTÉRIO INFANTIL. Não podemos deixar de pensar que se trata de uma organização que vai além das quatro paredes da igreja, que tem propósitos, objetivos e uma linda missão. Ministério com crianças não pode ser levado apenas como uma ocupação ou uma forma simples de ajudar a igreja, mas trabalhar com crianças precisa ter chamado compromisso, seriedade e excelência no que faz.(Excelência é fazer o melhor, dentro do seu alcance)
  • 7. A ideia de que as crianças fazem parte da igreja como membros do corpo é recente. O ministério infantil no Brasil despertou faz pouco tempo, mas ainda tem muito para fazer. Antigamente partia do pressuposto que as crianças davam trabalho e que atrapalhavam o culto, então era necessário um lugar para elas permanecerem no momento quando seus pais estavam sendo alimentados pela Palavra de Deus. O ministério com crianças era pautado em brincadeiras recreativas ou pinturas de desenhos bíblicos. Os voluntários ficavam responsáveis pelo cuidar, pouco se falavam em capacitação de ministério que levariam ao desenvolvimento espiritual das crianças. Aos poucos estamos vendo mudanças mediante o ministério com crianças no Brasil.
  • 8. QUAIS SÃO OS PILARES PARA UM MINISTÉRIO INFANTIL COM EXCELÊNCIA? VISÃO CHAMADO OBEDIÊNCIA PREPARO
  • 9. Para um ministério ter excelência, é necessário estar bem alicerçado. E a nossa base é a IGREJA. BASE Serve de apoio De princípio De fundamento
  • 10. Para uma boa estrutura a BASE, A IGREJA deve estar firmada na ROCHA que é CRISTO JESUS. Lucas 6.48 "É semelhante ao homem que edificou uma casa, e cavou, e abriu bem fundo, e pôs os alicerces sobre a rocha; e, vindo a enchente, bateu com ímpeto a corrente naquela casa, e não pôde abalar, porque estava fundada sobre a rocha".
  • 11. AS ESTATÍSTICAS DO MINISTÉRIO INFANTIL E SUA SERIEDADE. Segundo dados da APEC(Aliança Pró Evangelização das Crianças), na América Latina mais da metade da população tem menos de 16 anos de idade e este fato representa uma grande RESPONSABILIDADE para o cristão cujo dever e privilégio é ministrar as novas gerações.
  • 12. Segue a porcentagem de conversão de acordo com a idade: 1% Antes dos 4 anos 85% Entre 4 à 14 anos 10% Entre 15 e 30 anos 4% Depois dos 30 anos.
  • 13. Sabemos que grande parte das crianças de hoje não estão recebendo ensinamento saudável que é necessário em sua formação moral e espiritual para a vida que tem diante de si e da sociedade pelo contrário, recebem ensinamentos da televisão, redes sociais e do amigos o que traz, na maioria da vezes uma influência negativa. Por isso precisamos aproveitar o acesso que temos as crianças para conduzi-las a uma vida pautada na Palavra de Deus. Jesus sempre deu uma grande importância às crianças. Na Bíblia podemos encontrar várias passagens onde com seu próprio exemplo Jesus nos ensinou sobre a tarefa de ministrar as crianças.
  • 14. QUAL O PROPÓSITO DO MINISTÉRIO INFANTIL? Levar a criança o conhecimento sobre Deus e como se relacionar com Ele. Isso envolve coisas próprias como: transformação, adorar a Deus e se relacionar com Ele de forma pessoal, saber qual a vontade dEle através da Bíblia, ensinar a criança ser parte ativa da igreja e da comunidade como um todo, aprendendo a se relacionar uns com os outros, evangelizar e assumir responsabilidades. A criança tem que receber treinamento para a vida, ministério e relacionar-se bem com a sua família.
  • 15. REQUISITOS E RESPONSABILIDADES DO MINISTRO DE CRIANÇAS Ter um relacionamento pessoal com Deus; 1. Dedicar tempo para crescimento espiritual e conhecimento sobre a Palavra de Deus, oração e jejum; 2. Está comprometido com a visão da igreja local; 3. Ser submissa a liderança da igreja e ministério; 4. Ter bom relacionamento com todas as crianças, pais e familiares; 5. Ter responsabilidades sempre avisando com antecedência caso precise se ausentar; 6. Ser pontual. 7.
  • 16. REQUISITOS DE UM PESCADOR DE CRIANÇAS 1° Princípios- (tudo que norteia nossa vida). Os princípios estabelecidos estão sendo quebrados. Precisamos encucar nas nossas crianças os princípios bíblicos que estão na Palavra de Deus. Princípios e valores estabelecidos por Deus. 1. Exemplo- Nós como líderes devemos ser exemplo. "Palavras convencem, exemplos arrastam". 2. 3° Santificação- (Santidade)-Seja santo porque eu sou Santo. Precisamos ser santo(separado)buscar o Senhor. Nosso corpo é templo do Espírito Santo. 3. 4° Criatividade- Nós somos filhos do Autor da Criação. Deus vai te usar e abençoar com aquilo que você sabe fazer. Mas precisa fazer! 4. 5° Amor- O amor não consistem em palavras mais em atitudes. Amar não é fácil, é renunciar e demostrar. O maior amor é Jesus. 5.
  • 17. Dedicação- Se Deus te deu um ministério se dedique. Ser dedicado é ir além das suas forças. Não faça relaxadamente. 1. 7° Oração- Não tem como ter uma vida com Deus se tiver uma vida de oração e intimidade(conversar com Deus) orar pedindo estratégia e ajuda. 2. 8° RESPONSABILIDADE- Ser responsável e ter comprometimento. Faça a obra do Senhor com temor e verdade, levando a sério as coisas de Deus. Jeremias 48.10 Maldito o que faz com negligência o trabalho do Senhor! Maldito aquele que impede a sua espada de derramar sangue! 3. 1Co.15.58 "Portanto, meus amados irmãos, sede firmes, inabaláveis e sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que, no Senhor, o vosso trabalho não é vão". Cl.3.32, 24 "Tudo quando fizerdes, fazei-o de todo coração, como para o Senhor e não para homens, cientes de que recebereis do Senhor a recompensa da herança. A Cristo, o Senhor, é que estais servindo".
  • 18. LEVANDO A CRIANÇA À CRISTO Levar uma criança à Cristo é mais do que uma responsabilidade, é um mandamento do Senhor.... "Ide por todo mundo e pregai o evangelho a toda criatura". Podemos levar a criança à Cristo em qualquer lugar e a qualquer hora: Em nosso lar, na classe de crianças, nas células, viajando, na praia ou na rua; onde quer que façamos o trabalho, há certos passos que devemos seguir para que a criança entenda aquilo que está fazendo, a fim de ela realmente nascer na família de Deus e ter certeza de ser salva desde aquele momento. Observações gerais: Devemos recordar sempre que quem converte uma pessoa não é o professor e sim o Espírito Santo de Deus.
  • 19. Passos a seguir ao levar uma vida a Cristo: Mostre-lhes sua necessidade da salvação(Rm.3:23;pois todos pecaram e estão destituídos da glória de Deus.) (Is.53.6 Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas; cada um se desviava pelo seu caminho; mas o Senhor fez cair sobre ele a iniqüidade de nós todos). 1. Aponte-lhes o caminho da salvação - Cristo, o filho de Deus, crucificado em nosso lugar, ressurreto dos mortos (I Co.15:3,4 Porque primeiramente vos entreguei o que também recebi: que Cristo morreu por nossos pecados, segundo as Escrituras, E que foi sepultado, e que ressuscitou ao terceiro dia, segundo as Escrituras.) 2. Leve-a receber o presente da salvação(Jo.1:12 Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que crêem no seu nome) ( Ef.2:8, 9 Pois vocês são salvos pela graça, por meio da fé, e isto não vem de vocês, é dom de Deus; não por obras, para que ninguém se glorie.) 3. Mostre-lhe pela Bíblia, que, tendo recebido Cristo como Salvador, agora tem a salvação(Jo.3:36 Aquele que crê no Filho tem a vida eterna; mas aquele que não crê no Filho não verá a vida, mas a ira de Deus sobre ele permanece. ) 4.
  • 20. PLANO DA SALVAÇÃO O plano da Salvação deve ser para toda criança que ainda não recebeu Jesus. Mesmo depois da conversão a criança deve estar sempre ouvindo sobre o Plano da Salvação(de preferência em todo estudo se introduza alguns deles, ou todos se for possível) todos se for possível) Lembrete:" Um bom professor é aquele que possui um largo conhecimento bíblico, emprega bem as regras da homilética, porém depende extremamente da direção do Espírito Santo, para ensinar com graça, poder, sabedoria e unção". Pr. Fernando Henrique Portugal.