SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 76
Brasil - Uma República Federativa
Porque República ?
Porque Federativa ?
BRASIL (República Federativa Presidencialista Democrática
de Direito) : porque o chefe de Estado é um presidente
eleito pelo povo para um mandato de 4 anos, com direito a
uma reeleição e obedece a uma Constituição Federal;
Brasão das Armas da
República
ORGANIZAÇÃO POLÍTICO-ADMINISTRATIVA
FORMAS DE GOVERNO
 É a maneira como se dá a instituição do poder na sociedade e como se
dá a relação entre governantes e governados. Quem deve exercer o
poder e como este se exerce.
 Basicamente são as Repúblicas (todos exercem o poder) e as
Autocracias (Monarquia, Ditadura, Teocracia) (só um exerce o poder).
D Pedro II Dilma
Rousseff
FORMA DE ESTADO
 É o modo de exercício do poder político em função do território. Pode
ser federativo, confederativo, etc.
 O Brasil adota como forma de Estado a Federação, ou seja, o modo
de distribuição geográfica do poder político se dá com a formação de
entidades autônomas, as 27 Unidades Federativas.
 FEDERAÇÃO : Resulta da união de várias Unidades Federativas ( 26
estados mas o Distrito Federal) em torno de um governo central e
obedecendo a Constituição Federal
SISTEMAS DE GOVERNO
No PRESIDENCIALISMO, temos a unicidade da chefia. O Presidente tem em
suas mãos tanto a chefia de Estado quanto a chefia de governo.
No PARLAMENTARISMO, temos uma dualidade de chefia. Existe uma pessoa
como o chefe de Estado e outra como chefe de governo
 Existem basicamente dois sistemas de governo: o presidencialismo e o
parlamentarismo.
REGIMES POLÍTICOS
É a forma pela qual se dá a “regência” das decisões políticas do Estado.
Podem ser democrático, autoritário ou totalitário.
A DEMOCRACIA MISTA OU SEMIDIRETA foi escolhida como o REGIME
POLÍTICO brasileiro, assim, quem é responsável por reger a política
brasileira é O POVO, o detentor do poder, que direciona as ações do
governo de duas formas:
1- DIRETA, ATRAVÉS DO USO DO PLEBISCITO, REFERENDO E DA
INICIATIVA
POPULAR, OU
2- INDIRETA, ATRAVÉS DOS REPRESENTANTES ELEITOS PELO PRÓPRIO
POVO.
O Estado democrático de direito é um conceito que designa qualquer Estado
que se aplica a garantir o respeito das liberdades civis, ou seja, o respeito
pelos direitos humanos e pelas garantias fundamentais, através do
estabelecimento de uma proteção jurídica. Em um estado de direito, as
próprias autoridades políticas estão sujeitas ao respeito das regras de direito.
 FOrma de GOverno: República (FOGO)
 Forma de Estado: FEderação
 SIstema de Governo: PreSIdencialista
 REgime Político: Democracia (REDE)
RESUMO
TRIPARTIÇÃO FUNCIONAL DO PODER:
Divisão do Poder (2013)
O art. 1º da Constituição Federal, ao afirmar que “a (I) República (II) Federativa do
Brasil (...) constitui-se em (III) Estado Democrático de Direito”, definiu,
respectivamente, os seguintes aspectos do Estado brasileiro:
(A) sistema político, forma de Estado e forma de governo.
(B) forma de governo, sistema político e sistema jurídico.
(C)forma de governo, forma de Estado e regime de governo.
(D)sistema político, forma de Estado e sistema jurídico.
(E) forma de governo, sistema jurídico e sistema político.
Novas Unidades Federativas
Atualmente estão em
tramitação, em diferentes
estágios, propostas para
a criação de nada menos
do que 18 novos estados
brasileiros e 3 novos
territórios federais, o
que deixaria nossa
República Federativa do
Brasil com um total de
48 UFs e um novo
aspecto visual, como
demonstrado no mapa ao
lado:
Podem ser criados por
plebiscito (povo) ou lei
complementar (legislativo)
Onde está o Brasil no Mapa Mundi?
O Mapa está correto?
Símbolos Nacionais
HINO
NACIONAL
SELO
NACIONAL
BANDEIRA
NACIONAL
ARMAS
NACIONAIS
Ouviram do
Ipiranga ...
 Em cerimônias, eventos esportivos, documentos importantes e
localidades oficiais, esses símbolos representam o Brasil - por isso,
devem ser respeitados por todos os cidadãos.
 São os símbolos nacionais que nos identificam como nação,
como pessoas que compartilham uma mesma terra e uma mesma
língua.
N
A
Ç
Ã
O
E
S
T
A
D
O
A Bandeira na nossa História
De quem é essa terra ? Quem somos nós ?
Quando dizemos que o Brasil foi descoberto em 22 de abril de 1500 estamos
falando da presença européia em terras brasileiras. Mas e os povos que
viviam aqui antes e seus descendentes?
O artigo 231 da Constituição Brasileira reconhece aos índios "...os direitos
originários sobre as terras que tradicionalmente ocupam". Os índios, porém, não
são proprietários da terra, são usufrutuários. As terras indígenas são patrimônio da
União, a quem compete demarca-las e protegê-las. Alguns setores da sociedade
alegam que "é muita terra para pouco índio". Tais terras são constantemente
invadidas e índios são exterminados.
Genocídio e Aculturação Indígena
PINDORAMA - IBIRAPITANGA
O nome dado pelos índios ao Brasil antes do descobrimento era Pindorama
(terra das palmeiras ) e o páu-brasil era chamado de Ibirapitanga (madeira
cor de brasa )
A palavra Brasil ou BREZIL vem de uma lenda celta (hoje Inglaterra e Irlanda)
e significava terra dos afortunados ou da Felicidade.
Brasis – Seu Jorge
Tem um Brasil que é próspero
outro não muda
Um Brasil que investe
outro que suga
um de sunga
outro de gravata
tem um que faz amor
e tem o outro que mata
Brasil do ouro, Brasil da prata
Brasil do Balacouchê, da mulata
Tem o Brasil que é lindo
outro que fede
o Brasil que dá
é igualzinho ao que pede
Pede paz, saúde, trabalho e dinheiro
Pede pelas crianças do país inteiro
Tem um Brasil que soca
outro que apanha
um Brasil que saca
outro que chuta
Perde e ganha, sobe e desce
Vai à luta, bate bola
porém não vai a escola
Brasil de cobre, Brasil de lata
(2x)
É negro, é branco, é nissei
é verde, é índio peladão
é mameluco, é cafuzo, é confusão
(2x)
Oh Pindorama quero seu Porto Seguro
Suas palmeiras, suas pêras, seu café
suas riquezas, praias, cachoeiras
quero ver o seu povo de cabeça em pé
Dimensões do Território Brasileiro
5º maior país do mundo ( com 8.511.965 Km2 )
3º maior país da América
1º maior país da América do Sul
EUA: 9.372.614 km²
ALASCA: 1 481 347 km²
HAWAÍ: 40.337 km²
EUA sem ALASCA:
7.891.267 km²
BRASIL:
8.547.403 km²
BRASIL x População
BRASIL – Língua Oficial
 Quando os portugueses chegaram ao Brasil por volta de 1500 d.C.
falavam-se mais de 1300 línguas indígenas;
 Com o passar do tempo (extermínio dos grupos indígenas e aculturação
dos que sobreviveram e seus descendentes) a língua portuguesa foi
imposta como idioma oficial no Brasil
 AMÉRICA: Brasil
 EUROPA: Portugal
 ÁFRICA: Angola;
Moçambique; São Tomé e
Príncipe; Ilhas de Cabo
Verde e Guiné Bissau;
 ÁSIA: Timor Leste; Macau
(China)
DIVISÃO POLÍTICA DO BRASIL
UM Estado
COM 27 Unidades
Federativas e
26 estados
4.319 Km
Europa no Brasil
Maior x Menor estado
AMAZONAS
1.564.445 Km2
SERGIPE
21.994 Km2
A
B
C D
Qual é a distância maior, latitudinal ou longitudinal ?
De A – B ?
De C – D ?
OBS : A Latitude do Brasil permite a ele
possuir diversos tipos climáticos. ( 7% no
hemisfério norte e 93% no hemisfério sul )
A Longitude do Brasil permite a
ele ter 4 fusos horários, todos atrasados
em relação a GMT.
Brasil – Posição Latitudinal
(Univale) Com base no mapa mundi a seguir e em seus conhecimentos prévios assinale
a alternativa que corresponde de forma correta a todos os hemisférios que o Brasil tem
ao menos parte, de suas terras:
a) Meridional, Oriental e Setentrional.
b) Setentrional, Meridional e Oriental.
c) Meridional, Setentrional e Ocidental.
d) Oriental e Ocidental.
e) Meridional e Oriental.
O litoral mais extenso é o da Bahia ( 932 Km) e
o menor é o do Piauí.
Vantagens e Desvantagens
Vantagens no Tamanho : riquezas naturais e
minerais, diversidade cultural, diversidade de
agricultura
Desvantagens no Tamanho : controle das
fronteiras, (tráfico de drogas, de armas, de mulheres e
crianças; furtos e roubos de veículos; crimes contra a
fauna e a flora, como a exploração ilegal de madeira e
a biopirataria.) governabilidade, distancias percorridas.
Controle das Fronteiras
Limites x Fronteira?
A fronteira é uma faixa que define os limites geográficos do país; uma
zona de encontro de culturas, marco que separa soberanias;
A globalização aumentou as áreas de influências das fronteiras.
No Brasil, a rigor:
A) fronteiras são as delimitações dos países,
B) divisas são as delimitações dos estados,
C) limites são as delimitações dos municípios.
Existem 3 tipos de fronteira:
a) Terrestre (faixa de 150 Km)
b) Marítima (faixa de 33 Km)
c) Aérea terrestre (8.511.965 km²) 20.000.000 km²
marítimo (11.488.035 km²)
Limites são linhas que separam 2 territórios e fronteiras são faixas com
larguras estabelecidas por acordos legais entre os envolvidos .
Qual é a maior
fronteira?
Terrestre ou Marítima ?
15.719 km
7.408 km
23.127 km de fronteiras
A fronteira terrestre no Brasil possui
150 quilômetros de largura e 15.719 km
de comprimento.
A partir desse limite é considerada área
de soberania e segurança nacional, e
nela é proibido construir pontes,
estradas internacionais, campos de
pouso ou indústrias e entrar sem
autorização prévia do governo federal.
Dos 570 municípios localizados nessa
faixa, 120 estão exatamente na linha
que separa nosso território dos países
vizinhos.
BRASIL
Fronteira Terrestre
B
R
A
S
I
L
P
A
R
A
G
U
A
I
Tabela 1: A Faixa de Fronteira na América do Sul
País Faixa de Fronteira Instrumento Legal
Argentina Não tem Constituição de 1994
Bolívia 50 km Constituição de 1967, reformada em 1994
Brasil 150 km Constituição de 1988
Chile Não tem Constituição de 1980, reformada em 2001
Colômbia Não especifica largura Constituição de 1991, reformada em 1997
Equador Não especifica largura Constituição de 1998
Guiana Não tem Constituição de 1980, reformada em 1996
Guiana Francesa* Sem dados Sem dados
Paraguai Não tem Constituição de 1992
Peru 50 km Constituição de 1993
Suriname Não tem Constituição de 1987, reformada em 1992
Uruguai Não tem Constituição de 1997
Venezuela Não especifica largura Constituição de 1999
AS FRONTEIRAS E OS LIMITES SÃO
DEFINIÇÕES PERMANENTES?
BRASIL x Fronteira
Faz fronteira com 10 países :
1- Argentina
2- Uruguai
3- Paraguai
4- Bolívia
5- Peru
6- Colômbia
7-Venezuela
8- Guiana (Inglesa)
9- Suriname (Guiana Holandesa)
10- Guiana Francesa
Não faz fronteira :
No continente: Chile e Equador
No Oceano: Trinidad e Tobago
Maior x Menor Fronteira
Suriname - 593 km
Bolívia - 3.423 km
O Brasil representa quase metade
da superfície do subcontinente da
América do Sul
BRASIL
Fronteira Marítima
''Do total do nosso comércio exterior,
95% é feito pelo oceano atlântico
Mar Territorial: 12 milhas. (22 Km) LEI Nº 8.617, DE 1993.
ZEE: de 12 milhas as 200 milhas (370 Km) – Amazônia Azul
CONVENÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS DE 1982;
Nova Área (LEPLAC) : além das 200 milhas ( 1 milha = 1852m)
Águas Internacionais
ONU amplia fronteira marítima do Brasil em 712 mil km2
Desde abril de 2007, os livros didáticos estão autorizados a ensinar que o Brasil tem exatos
12,712 milhões de quilômetros quadrados, e não apenas os 8,5 milhões de km2
informados a todas as gerações de estudantes. A Organização das Nações Unidas (ONU)
deu sinal verde para o País incorporar, para além das 200 milhas náuticas, mais 712 mil
km2 de extensão da chamada plataforma continental.
BRASIL - Fronteira Aérea
Órgão responsável pelo
controle aéreo
terrestre (8.511.965 km²)
marítimo (11.488.035 km²)
20.000.000 km²Aérea
O SIVAM é um sistema de radares aéreos que controla o espaço aéreo da Amazônia
SISFRON x SISGAAz
Sistema de
Gerenciamento
da Amazônia
Azul (SISGAAz)
Sisfron: Sistema
Integrado de
Monitoramento
de Fronteiras
SISFRON x SISGAAz
Sistema
Integrado de
Monitoramento
de Fronteiras
(SISFRON)
Sistema de
Gerenciamento
da Amazônia
Azul (SISGAAz)
LEI DO ABATE (Lei Nº 9.614/98)
Legislação de 1998 permite atirar em aviões na região de fronteira
desde 2004.
FAB perseguiu monomotor carregado com 176 kg de cocaína em
Rondônia no dia 06/03/2009.
Transporte Aéreo no Brasil
BRASIL
Fronteira Subterrânea
A SOBERANIA DE UM PAÍS TAMBÉM SE
ESTENDE AO SUBSOLO.
TOSOS OS RECUROS MINERAIS E
NATURAIS QUE EXISTIREM NO
SUBSOLO SÃO DO ESTADO BRASILEIRO.
A EXPLORAÇÃO DESSAS JAZIDAS SÓ
PODE SER REALIZADA MEDIANTE
AUTORIZAÇÃO FEDERAL
BRASIL – Pontos Extremos
Monte Caburaí e Oiapoque (litoral)
Arroio Chuí
Ponta do Seixas
Serra da
Contamana
GEOGRAFIA DO BRASIL
PONTOS EXTREMOS
NORTE / RR (Venezuela / Guianas)
LESTE / AP (Oceano)OESTE / AC (Peru)
SUL / RS (Uruguai )
EXTREMO SUL - PARTICULARIDADES
BRASIL
URUGUAI
CHUÍ
ATLÃNTICO
GEOGRAFIA DO BRASIL
PONTOS EXTREMOS
NORTE / RR (Venezuela / Guianas)
LESTE / PB (Oceano)OESTE / AC (Peru)
SUL / RS (Uruguai )
EXTREMO LESTE - PARTICULARIDADES
Ponta seixas (PB)
EXTREMO LESTE - PARTICULARIDADES
“Onde o sol chega primeiro no Brasil !”
EXTREMO LESTE – PARTICULARIDADES
• É o ponto mais oriental...
• Fácil acesso (terra / mar)
• Farol histórico (defesa)
• Forte de Ponta Seixas
• É nossa menor longitude
(em relação ao meridiano GMT)
GEOGRAFIA DO BRASIL
PONTOS EXTREMOS
NORTE / RR (Venezuela / Guianas)
LESTE / AP (Oceano)OESTE / AC (Peru)
SUL / RS (Uruguai )
EXTREMO OESTE – PARTICULARIDADES
Nascentes rio
MOA (AC) na
Serra Contamana
Região escarpada, distante muitas horas da urbanização...
EXTREMO OESTE – PARTICULARIDADES
BRASILPERU
• O rio MOA despenca da
Serra da Contamana e migra
por desfiladeiros e cannyons
entre o PERU e o BRASIL...
• Águas turvas...
• “Voadeiras”...
• MOA e JURUÁ são
nomes regionais...
BRASIL – Fusos Horários
Quantos fusos horários tem o Brasil ?
FUSOS HORÁRIOS NO BRASIL
O primeiro fuso horário brasileiro encontra-se duas horas atrasado em relação
ao Meridiano de Greenwich e uma hora adiantado em relação ao horário de
Brasília.
Hora Oficial é de Brasília (GMT-3)
O fuso de referência é o 45ºW
Devido à grande extensão longitudinal (leste-oeste), o Brasil apresenta mais de
1 fuso horário em seu território.
 Até 1913, o país contava apenas com um
fuso horário. (concentração populacional
maior somente ao longo da região
litorânea)
 Em 1913 passamos a ter 4 fusos horários
 De 2008 a 2013 o horário do Acre (GMT-5)
e parte do Amazonas foi integrado ao fuso
(GMT-4) e passamos a ter 3 fusos.
 Em 2013 voltamos a ter 4 fusos depois de
um referendo no Acre.
até 23 de abril 2008 2008-2013
(2016)
(Uel 2009 - modificado) Recentemente (2008), o governo federal reduziu de
quatro para três o número de fusos horários existentes no país. Com base nos
conhecimentos sobre fusos horários no Brasil, é correto afirmar que os estados
atingidos pela mudança foram:
a) Pará, Mato Grosso e Amapá, que passaram de 2 para 1 hora a menos de
diferença em relação a Brasília, em todos os seus municípios.
b) Amazonas, Mato Grosso e Roraima, que passaram a ter a mesma hora de
Brasília, em todos os seus municípios.
c) Acre e a parte ocidental do Amazonas, que passaram para 1 hora a menos de
diferença em relação a Brasília e Pará, estado que passou a ter a mesma hora da
capital do país.
d) Acre, Roraima e Amapá, que passaram de 2 para 1 hora de diferença em
relação a Brasília.
e) Pará, Mato Grosso e Amapá, que passaram de 1 para 2 horas a mais de
diferença em relação a Brasília, em todos os seus municípios.
(Ufpel 2008) Devido à necessidade de adequação das transmissões de TV aos
diferentes fusos horários vigentes no país, em função da classificação indicativa
dos programas, foi sancionado em 24/04/2008 projeto de lei que altera os fusos
horários no Brasil. Com a medida se iguala o horário do Acre e do Amazonas
com o adiantamento de uma hora no fuso dos municípios que tinham duas
horas de atraso em relação à Brasília. O Pará terá seu fuso igualado ao da
capital do país. Observe a figura a seguir. A partir da nova definição dos fusos
horários no Brasil, é correto afirmar que um programa de televisão exibido em
Brasília às 15h local será visto:
a) Em Manaus às 16h local, devido ao fato
de que o fuso horário de Manaus está à
leste de Greenwich.
b) Em Rio Branco às 14h local,
considerando que essa cidade estará um
fuso horário legal à oeste de Brasília.
c) Em São Paulo no mesmo horário local,
porque ambas as cidades estarão no
mesmo paralelo.
d) Em Porto Alegre no mesmo horário
local, apesar de o Rio Grande do Sul estar
em outro fuso horário legal.
BRASIL – Horário de Verão
É adotado em vários
países como forma de
economizar energia
nos meses de verão e
diminuir o pico de
tensão da rede .
Verão: Dias mais
longos que noites
Horário de Pico : das
18h ás 21h
Economia : de 4% a 5%
ONS: Operador
Nacional do Sistema
O Brasil é o único país equatorial que adota
o horário de verão. No entanto isso só
ocorre em função da grande extensão
latitudinal (norte-sul) do país
Nos últimos anos o Brasil tem economizado de 5% a 6% de energia no período do
horário especial. Parece pouco. No entanto trata-se de uma economia que se
manifesta nas regiões de maior concentração populacional (Sudeste, Sul e Centro-
Oeste) com mais de 120 milhões de habitantes, o que aumenta a importância dessa
economia.
(UFJF) O horário de verão foi sugerido por Benjamin
Franklin, em 1784. Atualmente é adotado por vários
países, inclusive o Brasil. Com relação à adoção do
horário de verão no Brasil, marque a alternativa
INCORRETA:
(A) Para a maior parte dos estados das regiões Norte e
Nordeste a adoção do horário de verão é ineficiente
devido à proximidade da linha do equador.
(B) A adoção do horário de verão promove economia no
consumo de combustíveis.
(C) O horário de verão proporciona a redistribuição dos
horários em que a energia é mais consumida, evitando os
blackouts.
(D) Para evitar transtornos à população, ele é fixado
somente no período e nas regiões em que o Sol nasce
antes das 6h30min
Brasil   construção do espaço

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CIDADANIA- DEMOCRACIA- PARTICIPAÇÃO CIDADÃ - Prof. ...
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CIDADANIA- DEMOCRACIA- PARTICIPAÇÃO CIDADÃ - Prof. ...AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CIDADANIA- DEMOCRACIA- PARTICIPAÇÃO CIDADÃ - Prof. ...
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CIDADANIA- DEMOCRACIA- PARTICIPAÇÃO CIDADÃ - Prof. ...Prof. Noe Assunção
 
Diversidade Cultural
Diversidade CulturalDiversidade Cultural
Diversidade CulturalPaula Melo
 
Independência do Brasil e da Bahia
Independência do Brasil e da BahiaIndependência do Brasil e da Bahia
Independência do Brasil e da BahiaAulas de História
 
Politicas publicas atividade interdisciplinar portugues, geografia, ensino ...
Politicas publicas   atividade interdisciplinar portugues, geografia, ensino ...Politicas publicas   atividade interdisciplinar portugues, geografia, ensino ...
Politicas publicas atividade interdisciplinar portugues, geografia, ensino ...Atividades Diversas Cláudia
 
HISTÓRIA | 2ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13CHS104) D1/D4
HISTÓRIA | 2ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13CHS104) D1/D4HISTÓRIA | 2ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13CHS104) D1/D4
HISTÓRIA | 2ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13CHS104) D1/D4GernciadeProduodeMat
 
Diversidade cultural
Diversidade culturalDiversidade cultural
Diversidade culturalPaula Tomaz
 
Slide GlobalizaçãO
Slide GlobalizaçãOSlide GlobalizaçãO
Slide GlobalizaçãOrsaloes
 
Política, poder e Estado
Política, poder e EstadoPolítica, poder e Estado
Política, poder e EstadoMary Alvarenga
 
Desigualdade segregação espacial 1
Desigualdade segregação espacial 1Desigualdade segregação espacial 1
Desigualdade segregação espacial 1orlandoguedess
 
Organizações internacionais mundiais
Organizações internacionais mundiaisOrganizações internacionais mundiais
Organizações internacionais mundiaisJane Mary Lima Castro
 
Globalização, desigualdade e conflitos sociais
Globalização, desigualdade e conflitos sociaisGlobalização, desigualdade e conflitos sociais
Globalização, desigualdade e conflitos sociaisADILSON RIBEIRO DE ARAUJO
 
Atividades de sociologia interpretação de textos e charges
Atividades de sociologia interpretação de textos e chargesAtividades de sociologia interpretação de textos e charges
Atividades de sociologia interpretação de textos e chargesAtividades Diversas Cláudia
 
Slides da aula de Sociologia (Luciano) sobre Divisão Social do Trabalho
Slides da aula de Sociologia (Luciano) sobre Divisão Social do TrabalhoSlides da aula de Sociologia (Luciano) sobre Divisão Social do Trabalho
Slides da aula de Sociologia (Luciano) sobre Divisão Social do TrabalhoTurma Olímpica
 
Exercícios de Etnocentrismo - Antropologia
Exercícios de Etnocentrismo - AntropologiaExercícios de Etnocentrismo - Antropologia
Exercícios de Etnocentrismo - AntropologiaPsicologia_2015
 

Mais procurados (20)

AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CIDADANIA- DEMOCRACIA- PARTICIPAÇÃO CIDADÃ - Prof. ...
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CIDADANIA- DEMOCRACIA- PARTICIPAÇÃO CIDADÃ - Prof. ...AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CIDADANIA- DEMOCRACIA- PARTICIPAÇÃO CIDADÃ - Prof. ...
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CIDADANIA- DEMOCRACIA- PARTICIPAÇÃO CIDADÃ - Prof. ...
 
Prova de sociologia eo gabarito (1)
Prova de sociologia eo gabarito (1)Prova de sociologia eo gabarito (1)
Prova de sociologia eo gabarito (1)
 
01 - O que é Sociologia
01 - O que é Sociologia01 - O que é Sociologia
01 - O que é Sociologia
 
Diversidade Cultural
Diversidade CulturalDiversidade Cultural
Diversidade Cultural
 
Exercícios de geografia - Regionalização Mundial - 8º ano do E.F.2
Exercícios de geografia - Regionalização Mundial - 8º ano do E.F.2Exercícios de geografia - Regionalização Mundial - 8º ano do E.F.2
Exercícios de geografia - Regionalização Mundial - 8º ano do E.F.2
 
Independência do Brasil e da Bahia
Independência do Brasil e da BahiaIndependência do Brasil e da Bahia
Independência do Brasil e da Bahia
 
Politicas publicas atividade interdisciplinar portugues, geografia, ensino ...
Politicas publicas   atividade interdisciplinar portugues, geografia, ensino ...Politicas publicas   atividade interdisciplinar portugues, geografia, ensino ...
Politicas publicas atividade interdisciplinar portugues, geografia, ensino ...
 
Atividades filosofia mito
Atividades filosofia mitoAtividades filosofia mito
Atividades filosofia mito
 
HISTÓRIA | 2ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13CHS104) D1/D4
HISTÓRIA | 2ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13CHS104) D1/D4HISTÓRIA | 2ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13CHS104) D1/D4
HISTÓRIA | 2ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13CHS104) D1/D4
 
Diversidade cultural
Diversidade culturalDiversidade cultural
Diversidade cultural
 
GLOBALIZAÇÃO
GLOBALIZAÇÃOGLOBALIZAÇÃO
GLOBALIZAÇÃO
 
Slide GlobalizaçãO
Slide GlobalizaçãOSlide GlobalizaçãO
Slide GlobalizaçãO
 
Tópico 3 cidadania e direitos sociais
Tópico 3 cidadania e direitos sociaisTópico 3 cidadania e direitos sociais
Tópico 3 cidadania e direitos sociais
 
Política, poder e Estado
Política, poder e EstadoPolítica, poder e Estado
Política, poder e Estado
 
Desigualdade segregação espacial 1
Desigualdade segregação espacial 1Desigualdade segregação espacial 1
Desigualdade segregação espacial 1
 
Organizações internacionais mundiais
Organizações internacionais mundiaisOrganizações internacionais mundiais
Organizações internacionais mundiais
 
Globalização, desigualdade e conflitos sociais
Globalização, desigualdade e conflitos sociaisGlobalização, desigualdade e conflitos sociais
Globalização, desigualdade e conflitos sociais
 
Atividades de sociologia interpretação de textos e charges
Atividades de sociologia interpretação de textos e chargesAtividades de sociologia interpretação de textos e charges
Atividades de sociologia interpretação de textos e charges
 
Slides da aula de Sociologia (Luciano) sobre Divisão Social do Trabalho
Slides da aula de Sociologia (Luciano) sobre Divisão Social do TrabalhoSlides da aula de Sociologia (Luciano) sobre Divisão Social do Trabalho
Slides da aula de Sociologia (Luciano) sobre Divisão Social do Trabalho
 
Exercícios de Etnocentrismo - Antropologia
Exercícios de Etnocentrismo - AntropologiaExercícios de Etnocentrismo - Antropologia
Exercícios de Etnocentrismo - Antropologia
 

Destaque

Urbanização - Aula 2 (A Histórias da Cidade, suas Funções e seu Planejamento )
Urbanização - Aula 2 (A Histórias da Cidade, suas Funções e seu Planejamento )Urbanização - Aula 2 (A Histórias da Cidade, suas Funções e seu Planejamento )
Urbanização - Aula 2 (A Histórias da Cidade, suas Funções e seu Planejamento )Luciano Pessanha
 
Urbanização - Aula 1 (Conceitos e Problemas)
Urbanização - Aula 1 (Conceitos e Problemas)Urbanização - Aula 1 (Conceitos e Problemas)
Urbanização - Aula 1 (Conceitos e Problemas)Luciano Pessanha
 
Europa quadro socioeconomico
Europa   quadro socioeconomicoEuropa   quadro socioeconomico
Europa quadro socioeconomicoLuciano Pessanha
 
Tipos de Aglomeração Urbana (Urbanização - Aula 3)
Tipos de Aglomeração Urbana (Urbanização - Aula 3)Tipos de Aglomeração Urbana (Urbanização - Aula 3)
Tipos de Aglomeração Urbana (Urbanização - Aula 3)Luciano Pessanha
 
Conceitos geográficos
Conceitos geográficosConceitos geográficos
Conceitos geográficosProfessor
 
Industrialização brasileira alterações no espaço
Industrialização brasileira   alterações no espaçoIndustrialização brasileira   alterações no espaço
Industrialização brasileira alterações no espaçoLuciano Pessanha
 
Escala geografica x cartografica aula 3
Escala geografica x cartografica   aula 3Escala geografica x cartografica   aula 3
Escala geografica x cartografica aula 3Luciano Pessanha
 
Registros em terras de fronteiras, margens de rio e terras devolutas
Registros em terras de fronteiras, margens de rio e terras devolutasRegistros em terras de fronteiras, margens de rio e terras devolutas
Registros em terras de fronteiras, margens de rio e terras devolutasIRIB
 
áSia Quadro Economico E Humano Aula
áSia   Quadro Economico E Humano   AulaáSia   Quadro Economico E Humano   Aula
áSia Quadro Economico E Humano AulaLuciano Pessanha
 
Conjuntos numéricos versão mini
Conjuntos numéricos   versão miniConjuntos numéricos   versão mini
Conjuntos numéricos versão miniLuciano Pessanha
 

Destaque (20)

Blocos econômicos
Blocos econômicosBlocos econômicos
Blocos econômicos
 
Urbanização - Aula 2 (A Histórias da Cidade, suas Funções e seu Planejamento )
Urbanização - Aula 2 (A Histórias da Cidade, suas Funções e seu Planejamento )Urbanização - Aula 2 (A Histórias da Cidade, suas Funções e seu Planejamento )
Urbanização - Aula 2 (A Histórias da Cidade, suas Funções e seu Planejamento )
 
Urbanização - Aula 1 (Conceitos e Problemas)
Urbanização - Aula 1 (Conceitos e Problemas)Urbanização - Aula 1 (Conceitos e Problemas)
Urbanização - Aula 1 (Conceitos e Problemas)
 
População Brasileira
População BrasileiraPopulação Brasileira
População Brasileira
 
Africa quadro natural
Africa   quadro naturalAfrica   quadro natural
Africa quadro natural
 
Guerra fria
Guerra friaGuerra fria
Guerra fria
 
Europa quadro socioeconomico
Europa   quadro socioeconomicoEuropa   quadro socioeconomico
Europa quadro socioeconomico
 
Tipos de Aglomeração Urbana (Urbanização - Aula 3)
Tipos de Aglomeração Urbana (Urbanização - Aula 3)Tipos de Aglomeração Urbana (Urbanização - Aula 3)
Tipos de Aglomeração Urbana (Urbanização - Aula 3)
 
Conceitos geográficos
Conceitos geográficosConceitos geográficos
Conceitos geográficos
 
Industrialização brasileira alterações no espaço
Industrialização brasileira   alterações no espaçoIndustrialização brasileira   alterações no espaço
Industrialização brasileira alterações no espaço
 
Migrações no brasil
Migrações no brasilMigrações no brasil
Migrações no brasil
 
Escala geografica x cartografica aula 3
Escala geografica x cartografica   aula 3Escala geografica x cartografica   aula 3
Escala geografica x cartografica aula 3
 
Introdução A Geografia
Introdução A GeografiaIntrodução A Geografia
Introdução A Geografia
 
Conceitos Da Geografia
Conceitos Da GeografiaConceitos Da Geografia
Conceitos Da Geografia
 
Registros em terras de fronteiras, margens de rio e terras devolutas
Registros em terras de fronteiras, margens de rio e terras devolutasRegistros em terras de fronteiras, margens de rio e terras devolutas
Registros em terras de fronteiras, margens de rio e terras devolutas
 
Transportes No Brasil
Transportes No BrasilTransportes No Brasil
Transportes No Brasil
 
Canadá
CanadáCanadá
Canadá
 
Africa quadro humano
Africa   quadro humanoAfrica   quadro humano
Africa quadro humano
 
áSia Quadro Economico E Humano Aula
áSia   Quadro Economico E Humano   AulaáSia   Quadro Economico E Humano   Aula
áSia Quadro Economico E Humano Aula
 
Conjuntos numéricos versão mini
Conjuntos numéricos   versão miniConjuntos numéricos   versão mini
Conjuntos numéricos versão mini
 

Semelhante a Brasil construção do espaço

Brasil construção do espaço
Brasil   construção do espaçoBrasil   construção do espaço
Brasil construção do espaçoLuciano Pessanha
 
Conceitos -estado_2_anosgeooooo
Conceitos  -estado_2_anosgeoooooConceitos  -estado_2_anosgeooooo
Conceitos -estado_2_anosgeoooooIsabella Silva
 
Demetrio geografia td brasil cidadania e representatividade
Demetrio geografia td brasil cidadania e representatividadeDemetrio geografia td brasil cidadania e representatividade
Demetrio geografia td brasil cidadania e representatividadeDeto - Geografia
 
Patrulha Eleitoral_Capacitacao.pptx democracia
Patrulha Eleitoral_Capacitacao.pptx democraciaPatrulha Eleitoral_Capacitacao.pptx democracia
Patrulha Eleitoral_Capacitacao.pptx democraciaDelmiraAraujoNeco
 
Trabalho de Redação
Trabalho de Redação Trabalho de Redação
Trabalho de Redação Wendell Paim
 
Brasil país gigante pela própria natureza
Brasil país  gigante pela própria naturezaBrasil país  gigante pela própria natureza
Brasil país gigante pela própria naturezaSalageo Cristina
 
O Estado e a Constituição
O Estado e a ConstituiçãoO Estado e a Constituição
O Estado e a ConstituiçãoPaulo Alexandre
 
O Estado, a leis e os DHs
O Estado, a leis e os DHsO Estado, a leis e os DHs
O Estado, a leis e os DHsPaulo Alexandre
 
Simulado geral de constitucional com gabarito comentado pelo prof. major estr...
Simulado geral de constitucional com gabarito comentado pelo prof. major estr...Simulado geral de constitucional com gabarito comentado pelo prof. major estr...
Simulado geral de constitucional com gabarito comentado pelo prof. major estr...Estrela Cursos e Concursos Online
 
O Brasil No Mundo E NoçõEs BáSicas De Geologia Final
O Brasil No Mundo E NoçõEs BáSicas De Geologia FinalO Brasil No Mundo E NoçõEs BáSicas De Geologia Final
O Brasil No Mundo E NoçõEs BáSicas De Geologia FinalProfMario De Mori
 
ESTADO, PAÍS, NAÇÃO E OUTROS CONCEITOS DA GEOGRAFIA
ESTADO, PAÍS, NAÇÃO E OUTROS CONCEITOS DA GEOGRAFIAESTADO, PAÍS, NAÇÃO E OUTROS CONCEITOS DA GEOGRAFIA
ESTADO, PAÍS, NAÇÃO E OUTROS CONCEITOS DA GEOGRAFIAVanessaTamires
 

Semelhante a Brasil construção do espaço (20)

Brasil construção do espaço
Brasil   construção do espaçoBrasil   construção do espaço
Brasil construção do espaço
 
Conceitos - estado
Conceitos - estadoConceitos - estado
Conceitos - estado
 
Conceitos -estado_2_anosgeooooo
Conceitos  -estado_2_anosgeoooooConceitos  -estado_2_anosgeooooo
Conceitos -estado_2_anosgeooooo
 
Demetrio geografia td brasil cidadania e representatividade
Demetrio geografia td brasil cidadania e representatividadeDemetrio geografia td brasil cidadania e representatividade
Demetrio geografia td brasil cidadania e representatividade
 
3_serie_geo.pptx
3_serie_geo.pptx3_serie_geo.pptx
3_serie_geo.pptx
 
Patrulha Eleitoral_Capacitacao.pptx democracia
Patrulha Eleitoral_Capacitacao.pptx democraciaPatrulha Eleitoral_Capacitacao.pptx democracia
Patrulha Eleitoral_Capacitacao.pptx democracia
 
Trabalho de Redação
Trabalho de Redação Trabalho de Redação
Trabalho de Redação
 
Brasil país gigante pela própria natureza
Brasil país  gigante pela própria naturezaBrasil país  gigante pela própria natureza
Brasil país gigante pela própria natureza
 
As Constituições do Brasil
As Constituições do BrasilAs Constituições do Brasil
As Constituições do Brasil
 
O brasil
O brasilO brasil
O brasil
 
O brasil
O brasilO brasil
O brasil
 
O brasil
O brasilO brasil
O brasil
 
Trabalho Final
Trabalho FinalTrabalho Final
Trabalho Final
 
Trabalho final
Trabalho finalTrabalho final
Trabalho final
 
Geografia
GeografiaGeografia
Geografia
 
O Estado e a Constituição
O Estado e a ConstituiçãoO Estado e a Constituição
O Estado e a Constituição
 
O Estado, a leis e os DHs
O Estado, a leis e os DHsO Estado, a leis e os DHs
O Estado, a leis e os DHs
 
Simulado geral de constitucional com gabarito comentado pelo prof. major estr...
Simulado geral de constitucional com gabarito comentado pelo prof. major estr...Simulado geral de constitucional com gabarito comentado pelo prof. major estr...
Simulado geral de constitucional com gabarito comentado pelo prof. major estr...
 
O Brasil No Mundo E NoçõEs BáSicas De Geologia Final
O Brasil No Mundo E NoçõEs BáSicas De Geologia FinalO Brasil No Mundo E NoçõEs BáSicas De Geologia Final
O Brasil No Mundo E NoçõEs BáSicas De Geologia Final
 
ESTADO, PAÍS, NAÇÃO E OUTROS CONCEITOS DA GEOGRAFIA
ESTADO, PAÍS, NAÇÃO E OUTROS CONCEITOS DA GEOGRAFIAESTADO, PAÍS, NAÇÃO E OUTROS CONCEITOS DA GEOGRAFIA
ESTADO, PAÍS, NAÇÃO E OUTROS CONCEITOS DA GEOGRAFIA
 

Mais de Luciano Pessanha

Asia quadro humano e economico
Asia   quadro humano e economicoAsia   quadro humano e economico
Asia quadro humano e economicoLuciano Pessanha
 
áSia localização e quadro natural final
áSia   localização e quadro natural finaláSia   localização e quadro natural final
áSia localização e quadro natural finalLuciano Pessanha
 
Documentos cartográficos conceitos e representações
Documentos  cartográficos   conceitos e representaçõesDocumentos  cartográficos   conceitos e representações
Documentos cartográficos conceitos e representaçõesLuciano Pessanha
 
Orientação no espaço localização
Orientação no espaço   localizaçãoOrientação no espaço   localização
Orientação no espaço localizaçãoLuciano Pessanha
 
O continente americano localização
O continente americano   localizaçãoO continente americano   localização
O continente americano localizaçãoLuciano Pessanha
 
Sistemas Economicos E Sociais
Sistemas Economicos E SociaisSistemas Economicos E Sociais
Sistemas Economicos E SociaisLuciano Pessanha
 
Formação Territorial Do Brasil
Formação Territorial Do BrasilFormação Territorial Do Brasil
Formação Territorial Do BrasilLuciano Pessanha
 
ConstruçãO Do EspaçO Brasileiro
ConstruçãO Do EspaçO BrasileiroConstruçãO Do EspaçO Brasileiro
ConstruçãO Do EspaçO BrasileiroLuciano Pessanha
 

Mais de Luciano Pessanha (16)

TEORIA DE CONJUNTOS
TEORIA DE CONJUNTOS TEORIA DE CONJUNTOS
TEORIA DE CONJUNTOS
 
Asia quadro humano e economico
Asia   quadro humano e economicoAsia   quadro humano e economico
Asia quadro humano e economico
 
México
MéxicoMéxico
México
 
áSia localização e quadro natural final
áSia   localização e quadro natural finaláSia   localização e quadro natural final
áSia localização e quadro natural final
 
Eua aula 1
Eua   aula 1Eua   aula 1
Eua aula 1
 
Transporte no brasil
Transporte no brasilTransporte no brasil
Transporte no brasil
 
Documentos cartográficos conceitos e representações
Documentos  cartográficos   conceitos e representaçõesDocumentos  cartográficos   conceitos e representações
Documentos cartográficos conceitos e representações
 
Orientação no espaço localização
Orientação no espaço   localizaçãoOrientação no espaço   localização
Orientação no espaço localização
 
O continente americano localização
O continente americano   localizaçãoO continente americano   localização
O continente americano localização
 
Universo
UniversoUniverso
Universo
 
Sistemas Economicos E Sociais
Sistemas Economicos E SociaisSistemas Economicos E Sociais
Sistemas Economicos E Sociais
 
Coordenadas Geograficas
Coordenadas GeograficasCoordenadas Geograficas
Coordenadas Geograficas
 
Europa LocalizaçãO
Europa   LocalizaçãOEuropa   LocalizaçãO
Europa LocalizaçãO
 
Formação Territorial Do Brasil
Formação Territorial Do BrasilFormação Territorial Do Brasil
Formação Territorial Do Brasil
 
ConstruçãO Do EspaçO Brasileiro
ConstruçãO Do EspaçO BrasileiroConstruçãO Do EspaçO Brasileiro
ConstruçãO Do EspaçO Brasileiro
 
Africa Quadro Natural
Africa   Quadro NaturalAfrica   Quadro Natural
Africa Quadro Natural
 

Último

o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfCarolineNunes80
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoIlda Bicacro
 
Insegurança nunca mais tem afeta pessoas
Insegurança nunca mais tem afeta pessoasInsegurança nunca mais tem afeta pessoas
Insegurança nunca mais tem afeta pessoasdiegosouzalira10
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxIlda Bicacro
 
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfMarcianaClaudioClaud
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisIlda Bicacro
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...azulassessoria9
 
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasPeça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasBibliotecaViatodos
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxCarolineWaitman
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfKelly Mendes
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"Ilda Bicacro
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorialNeuroppIsnayaLciaMar
 
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdfApostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdflbgsouza
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxIlda Bicacro
 
Projeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.docProjeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.docCarolineWaitman
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosFernanda Ledesma
 

Último (20)

o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
Insegurança nunca mais tem afeta pessoas
Insegurança nunca mais tem afeta pessoasInsegurança nunca mais tem afeta pessoas
Insegurança nunca mais tem afeta pessoas
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasPeça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdfApostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
Projeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.docProjeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.doc
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 

Brasil construção do espaço

  • 1.
  • 2. Brasil - Uma República Federativa Porque República ? Porque Federativa ?
  • 3. BRASIL (República Federativa Presidencialista Democrática de Direito) : porque o chefe de Estado é um presidente eleito pelo povo para um mandato de 4 anos, com direito a uma reeleição e obedece a uma Constituição Federal; Brasão das Armas da República ORGANIZAÇÃO POLÍTICO-ADMINISTRATIVA
  • 4. FORMAS DE GOVERNO  É a maneira como se dá a instituição do poder na sociedade e como se dá a relação entre governantes e governados. Quem deve exercer o poder e como este se exerce.  Basicamente são as Repúblicas (todos exercem o poder) e as Autocracias (Monarquia, Ditadura, Teocracia) (só um exerce o poder). D Pedro II Dilma Rousseff
  • 5. FORMA DE ESTADO  É o modo de exercício do poder político em função do território. Pode ser federativo, confederativo, etc.  O Brasil adota como forma de Estado a Federação, ou seja, o modo de distribuição geográfica do poder político se dá com a formação de entidades autônomas, as 27 Unidades Federativas.  FEDERAÇÃO : Resulta da união de várias Unidades Federativas ( 26 estados mas o Distrito Federal) em torno de um governo central e obedecendo a Constituição Federal
  • 6. SISTEMAS DE GOVERNO No PRESIDENCIALISMO, temos a unicidade da chefia. O Presidente tem em suas mãos tanto a chefia de Estado quanto a chefia de governo. No PARLAMENTARISMO, temos uma dualidade de chefia. Existe uma pessoa como o chefe de Estado e outra como chefe de governo  Existem basicamente dois sistemas de governo: o presidencialismo e o parlamentarismo.
  • 7. REGIMES POLÍTICOS É a forma pela qual se dá a “regência” das decisões políticas do Estado. Podem ser democrático, autoritário ou totalitário. A DEMOCRACIA MISTA OU SEMIDIRETA foi escolhida como o REGIME POLÍTICO brasileiro, assim, quem é responsável por reger a política brasileira é O POVO, o detentor do poder, que direciona as ações do governo de duas formas: 1- DIRETA, ATRAVÉS DO USO DO PLEBISCITO, REFERENDO E DA INICIATIVA POPULAR, OU 2- INDIRETA, ATRAVÉS DOS REPRESENTANTES ELEITOS PELO PRÓPRIO POVO. O Estado democrático de direito é um conceito que designa qualquer Estado que se aplica a garantir o respeito das liberdades civis, ou seja, o respeito pelos direitos humanos e pelas garantias fundamentais, através do estabelecimento de uma proteção jurídica. Em um estado de direito, as próprias autoridades políticas estão sujeitas ao respeito das regras de direito.
  • 8.  FOrma de GOverno: República (FOGO)  Forma de Estado: FEderação  SIstema de Governo: PreSIdencialista  REgime Político: Democracia (REDE) RESUMO
  • 11. O art. 1º da Constituição Federal, ao afirmar que “a (I) República (II) Federativa do Brasil (...) constitui-se em (III) Estado Democrático de Direito”, definiu, respectivamente, os seguintes aspectos do Estado brasileiro: (A) sistema político, forma de Estado e forma de governo. (B) forma de governo, sistema político e sistema jurídico. (C)forma de governo, forma de Estado e regime de governo. (D)sistema político, forma de Estado e sistema jurídico. (E) forma de governo, sistema jurídico e sistema político.
  • 12. Novas Unidades Federativas Atualmente estão em tramitação, em diferentes estágios, propostas para a criação de nada menos do que 18 novos estados brasileiros e 3 novos territórios federais, o que deixaria nossa República Federativa do Brasil com um total de 48 UFs e um novo aspecto visual, como demonstrado no mapa ao lado: Podem ser criados por plebiscito (povo) ou lei complementar (legislativo)
  • 13. Onde está o Brasil no Mapa Mundi?
  • 14.
  • 15. O Mapa está correto?
  • 16. Símbolos Nacionais HINO NACIONAL SELO NACIONAL BANDEIRA NACIONAL ARMAS NACIONAIS Ouviram do Ipiranga ...  Em cerimônias, eventos esportivos, documentos importantes e localidades oficiais, esses símbolos representam o Brasil - por isso, devem ser respeitados por todos os cidadãos.  São os símbolos nacionais que nos identificam como nação, como pessoas que compartilham uma mesma terra e uma mesma língua.
  • 18. A Bandeira na nossa História
  • 19. De quem é essa terra ? Quem somos nós ? Quando dizemos que o Brasil foi descoberto em 22 de abril de 1500 estamos falando da presença européia em terras brasileiras. Mas e os povos que viviam aqui antes e seus descendentes? O artigo 231 da Constituição Brasileira reconhece aos índios "...os direitos originários sobre as terras que tradicionalmente ocupam". Os índios, porém, não são proprietários da terra, são usufrutuários. As terras indígenas são patrimônio da União, a quem compete demarca-las e protegê-las. Alguns setores da sociedade alegam que "é muita terra para pouco índio". Tais terras são constantemente invadidas e índios são exterminados.
  • 21.
  • 22. PINDORAMA - IBIRAPITANGA O nome dado pelos índios ao Brasil antes do descobrimento era Pindorama (terra das palmeiras ) e o páu-brasil era chamado de Ibirapitanga (madeira cor de brasa ) A palavra Brasil ou BREZIL vem de uma lenda celta (hoje Inglaterra e Irlanda) e significava terra dos afortunados ou da Felicidade.
  • 23. Brasis – Seu Jorge Tem um Brasil que é próspero outro não muda Um Brasil que investe outro que suga um de sunga outro de gravata tem um que faz amor e tem o outro que mata Brasil do ouro, Brasil da prata Brasil do Balacouchê, da mulata Tem o Brasil que é lindo outro que fede o Brasil que dá é igualzinho ao que pede Pede paz, saúde, trabalho e dinheiro Pede pelas crianças do país inteiro Tem um Brasil que soca outro que apanha um Brasil que saca outro que chuta Perde e ganha, sobe e desce Vai à luta, bate bola porém não vai a escola Brasil de cobre, Brasil de lata (2x) É negro, é branco, é nissei é verde, é índio peladão é mameluco, é cafuzo, é confusão (2x) Oh Pindorama quero seu Porto Seguro Suas palmeiras, suas pêras, seu café suas riquezas, praias, cachoeiras quero ver o seu povo de cabeça em pé
  • 24. Dimensões do Território Brasileiro 5º maior país do mundo ( com 8.511.965 Km2 ) 3º maior país da América 1º maior país da América do Sul EUA: 9.372.614 km² ALASCA: 1 481 347 km² HAWAÍ: 40.337 km² EUA sem ALASCA: 7.891.267 km² BRASIL: 8.547.403 km²
  • 26. BRASIL – Língua Oficial  Quando os portugueses chegaram ao Brasil por volta de 1500 d.C. falavam-se mais de 1300 línguas indígenas;  Com o passar do tempo (extermínio dos grupos indígenas e aculturação dos que sobreviveram e seus descendentes) a língua portuguesa foi imposta como idioma oficial no Brasil  AMÉRICA: Brasil  EUROPA: Portugal  ÁFRICA: Angola; Moçambique; São Tomé e Príncipe; Ilhas de Cabo Verde e Guiné Bissau;  ÁSIA: Timor Leste; Macau (China)
  • 27.
  • 28. DIVISÃO POLÍTICA DO BRASIL UM Estado COM 27 Unidades Federativas e 26 estados 4.319 Km
  • 30. Maior x Menor estado AMAZONAS 1.564.445 Km2 SERGIPE 21.994 Km2
  • 31. A B C D Qual é a distância maior, latitudinal ou longitudinal ? De A – B ? De C – D ? OBS : A Latitude do Brasil permite a ele possuir diversos tipos climáticos. ( 7% no hemisfério norte e 93% no hemisfério sul ) A Longitude do Brasil permite a ele ter 4 fusos horários, todos atrasados em relação a GMT.
  • 32. Brasil – Posição Latitudinal
  • 33. (Univale) Com base no mapa mundi a seguir e em seus conhecimentos prévios assinale a alternativa que corresponde de forma correta a todos os hemisférios que o Brasil tem ao menos parte, de suas terras: a) Meridional, Oriental e Setentrional. b) Setentrional, Meridional e Oriental. c) Meridional, Setentrional e Ocidental. d) Oriental e Ocidental. e) Meridional e Oriental.
  • 34. O litoral mais extenso é o da Bahia ( 932 Km) e o menor é o do Piauí.
  • 35. Vantagens e Desvantagens Vantagens no Tamanho : riquezas naturais e minerais, diversidade cultural, diversidade de agricultura Desvantagens no Tamanho : controle das fronteiras, (tráfico de drogas, de armas, de mulheres e crianças; furtos e roubos de veículos; crimes contra a fauna e a flora, como a exploração ilegal de madeira e a biopirataria.) governabilidade, distancias percorridas.
  • 37. Limites x Fronteira? A fronteira é uma faixa que define os limites geográficos do país; uma zona de encontro de culturas, marco que separa soberanias; A globalização aumentou as áreas de influências das fronteiras. No Brasil, a rigor: A) fronteiras são as delimitações dos países, B) divisas são as delimitações dos estados, C) limites são as delimitações dos municípios. Existem 3 tipos de fronteira: a) Terrestre (faixa de 150 Km) b) Marítima (faixa de 33 Km) c) Aérea terrestre (8.511.965 km²) 20.000.000 km² marítimo (11.488.035 km²) Limites são linhas que separam 2 territórios e fronteiras são faixas com larguras estabelecidas por acordos legais entre os envolvidos .
  • 38.
  • 39. Qual é a maior fronteira? Terrestre ou Marítima ? 15.719 km 7.408 km 23.127 km de fronteiras
  • 40. A fronteira terrestre no Brasil possui 150 quilômetros de largura e 15.719 km de comprimento. A partir desse limite é considerada área de soberania e segurança nacional, e nela é proibido construir pontes, estradas internacionais, campos de pouso ou indústrias e entrar sem autorização prévia do governo federal. Dos 570 municípios localizados nessa faixa, 120 estão exatamente na linha que separa nosso território dos países vizinhos. BRASIL Fronteira Terrestre
  • 42. Tabela 1: A Faixa de Fronteira na América do Sul País Faixa de Fronteira Instrumento Legal Argentina Não tem Constituição de 1994 Bolívia 50 km Constituição de 1967, reformada em 1994 Brasil 150 km Constituição de 1988 Chile Não tem Constituição de 1980, reformada em 2001 Colômbia Não especifica largura Constituição de 1991, reformada em 1997 Equador Não especifica largura Constituição de 1998 Guiana Não tem Constituição de 1980, reformada em 1996 Guiana Francesa* Sem dados Sem dados Paraguai Não tem Constituição de 1992 Peru 50 km Constituição de 1993 Suriname Não tem Constituição de 1987, reformada em 1992 Uruguai Não tem Constituição de 1997 Venezuela Não especifica largura Constituição de 1999 AS FRONTEIRAS E OS LIMITES SÃO DEFINIÇÕES PERMANENTES?
  • 43. BRASIL x Fronteira Faz fronteira com 10 países : 1- Argentina 2- Uruguai 3- Paraguai 4- Bolívia 5- Peru 6- Colômbia 7-Venezuela 8- Guiana (Inglesa) 9- Suriname (Guiana Holandesa) 10- Guiana Francesa Não faz fronteira : No continente: Chile e Equador No Oceano: Trinidad e Tobago
  • 44. Maior x Menor Fronteira Suriname - 593 km Bolívia - 3.423 km O Brasil representa quase metade da superfície do subcontinente da América do Sul
  • 45. BRASIL Fronteira Marítima ''Do total do nosso comércio exterior, 95% é feito pelo oceano atlântico Mar Territorial: 12 milhas. (22 Km) LEI Nº 8.617, DE 1993. ZEE: de 12 milhas as 200 milhas (370 Km) – Amazônia Azul CONVENÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS DE 1982; Nova Área (LEPLAC) : além das 200 milhas ( 1 milha = 1852m) Águas Internacionais ONU amplia fronteira marítima do Brasil em 712 mil km2 Desde abril de 2007, os livros didáticos estão autorizados a ensinar que o Brasil tem exatos 12,712 milhões de quilômetros quadrados, e não apenas os 8,5 milhões de km2 informados a todas as gerações de estudantes. A Organização das Nações Unidas (ONU) deu sinal verde para o País incorporar, para além das 200 milhas náuticas, mais 712 mil km2 de extensão da chamada plataforma continental.
  • 46. BRASIL - Fronteira Aérea Órgão responsável pelo controle aéreo terrestre (8.511.965 km²) marítimo (11.488.035 km²) 20.000.000 km²Aérea O SIVAM é um sistema de radares aéreos que controla o espaço aéreo da Amazônia
  • 47.
  • 48. SISFRON x SISGAAz Sistema de Gerenciamento da Amazônia Azul (SISGAAz) Sisfron: Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras
  • 49. SISFRON x SISGAAz Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras (SISFRON) Sistema de Gerenciamento da Amazônia Azul (SISGAAz)
  • 50. LEI DO ABATE (Lei Nº 9.614/98) Legislação de 1998 permite atirar em aviões na região de fronteira desde 2004. FAB perseguiu monomotor carregado com 176 kg de cocaína em Rondônia no dia 06/03/2009.
  • 52. BRASIL Fronteira Subterrânea A SOBERANIA DE UM PAÍS TAMBÉM SE ESTENDE AO SUBSOLO. TOSOS OS RECUROS MINERAIS E NATURAIS QUE EXISTIREM NO SUBSOLO SÃO DO ESTADO BRASILEIRO. A EXPLORAÇÃO DESSAS JAZIDAS SÓ PODE SER REALIZADA MEDIANTE AUTORIZAÇÃO FEDERAL
  • 53. BRASIL – Pontos Extremos Monte Caburaí e Oiapoque (litoral) Arroio Chuí Ponta do Seixas Serra da Contamana
  • 54.
  • 55. GEOGRAFIA DO BRASIL PONTOS EXTREMOS NORTE / RR (Venezuela / Guianas) LESTE / AP (Oceano)OESTE / AC (Peru) SUL / RS (Uruguai )
  • 56.
  • 57. EXTREMO SUL - PARTICULARIDADES BRASIL URUGUAI CHUÍ ATLÃNTICO
  • 58. GEOGRAFIA DO BRASIL PONTOS EXTREMOS NORTE / RR (Venezuela / Guianas) LESTE / PB (Oceano)OESTE / AC (Peru) SUL / RS (Uruguai )
  • 59.
  • 60. EXTREMO LESTE - PARTICULARIDADES Ponta seixas (PB)
  • 61. EXTREMO LESTE - PARTICULARIDADES “Onde o sol chega primeiro no Brasil !”
  • 62. EXTREMO LESTE – PARTICULARIDADES • É o ponto mais oriental... • Fácil acesso (terra / mar) • Farol histórico (defesa) • Forte de Ponta Seixas • É nossa menor longitude (em relação ao meridiano GMT)
  • 63. GEOGRAFIA DO BRASIL PONTOS EXTREMOS NORTE / RR (Venezuela / Guianas) LESTE / AP (Oceano)OESTE / AC (Peru) SUL / RS (Uruguai )
  • 64.
  • 65. EXTREMO OESTE – PARTICULARIDADES Nascentes rio MOA (AC) na Serra Contamana Região escarpada, distante muitas horas da urbanização...
  • 66. EXTREMO OESTE – PARTICULARIDADES BRASILPERU • O rio MOA despenca da Serra da Contamana e migra por desfiladeiros e cannyons entre o PERU e o BRASIL... • Águas turvas... • “Voadeiras”... • MOA e JURUÁ são nomes regionais...
  • 67. BRASIL – Fusos Horários Quantos fusos horários tem o Brasil ?
  • 68. FUSOS HORÁRIOS NO BRASIL O primeiro fuso horário brasileiro encontra-se duas horas atrasado em relação ao Meridiano de Greenwich e uma hora adiantado em relação ao horário de Brasília. Hora Oficial é de Brasília (GMT-3) O fuso de referência é o 45ºW Devido à grande extensão longitudinal (leste-oeste), o Brasil apresenta mais de 1 fuso horário em seu território.  Até 1913, o país contava apenas com um fuso horário. (concentração populacional maior somente ao longo da região litorânea)  Em 1913 passamos a ter 4 fusos horários  De 2008 a 2013 o horário do Acre (GMT-5) e parte do Amazonas foi integrado ao fuso (GMT-4) e passamos a ter 3 fusos.  Em 2013 voltamos a ter 4 fusos depois de um referendo no Acre.
  • 69. até 23 de abril 2008 2008-2013
  • 71. (Uel 2009 - modificado) Recentemente (2008), o governo federal reduziu de quatro para três o número de fusos horários existentes no país. Com base nos conhecimentos sobre fusos horários no Brasil, é correto afirmar que os estados atingidos pela mudança foram: a) Pará, Mato Grosso e Amapá, que passaram de 2 para 1 hora a menos de diferença em relação a Brasília, em todos os seus municípios. b) Amazonas, Mato Grosso e Roraima, que passaram a ter a mesma hora de Brasília, em todos os seus municípios. c) Acre e a parte ocidental do Amazonas, que passaram para 1 hora a menos de diferença em relação a Brasília e Pará, estado que passou a ter a mesma hora da capital do país. d) Acre, Roraima e Amapá, que passaram de 2 para 1 hora de diferença em relação a Brasília. e) Pará, Mato Grosso e Amapá, que passaram de 1 para 2 horas a mais de diferença em relação a Brasília, em todos os seus municípios.
  • 72. (Ufpel 2008) Devido à necessidade de adequação das transmissões de TV aos diferentes fusos horários vigentes no país, em função da classificação indicativa dos programas, foi sancionado em 24/04/2008 projeto de lei que altera os fusos horários no Brasil. Com a medida se iguala o horário do Acre e do Amazonas com o adiantamento de uma hora no fuso dos municípios que tinham duas horas de atraso em relação à Brasília. O Pará terá seu fuso igualado ao da capital do país. Observe a figura a seguir. A partir da nova definição dos fusos horários no Brasil, é correto afirmar que um programa de televisão exibido em Brasília às 15h local será visto: a) Em Manaus às 16h local, devido ao fato de que o fuso horário de Manaus está à leste de Greenwich. b) Em Rio Branco às 14h local, considerando que essa cidade estará um fuso horário legal à oeste de Brasília. c) Em São Paulo no mesmo horário local, porque ambas as cidades estarão no mesmo paralelo. d) Em Porto Alegre no mesmo horário local, apesar de o Rio Grande do Sul estar em outro fuso horário legal.
  • 73. BRASIL – Horário de Verão É adotado em vários países como forma de economizar energia nos meses de verão e diminuir o pico de tensão da rede . Verão: Dias mais longos que noites Horário de Pico : das 18h ás 21h Economia : de 4% a 5% ONS: Operador Nacional do Sistema O Brasil é o único país equatorial que adota o horário de verão. No entanto isso só ocorre em função da grande extensão latitudinal (norte-sul) do país
  • 74. Nos últimos anos o Brasil tem economizado de 5% a 6% de energia no período do horário especial. Parece pouco. No entanto trata-se de uma economia que se manifesta nas regiões de maior concentração populacional (Sudeste, Sul e Centro- Oeste) com mais de 120 milhões de habitantes, o que aumenta a importância dessa economia.
  • 75. (UFJF) O horário de verão foi sugerido por Benjamin Franklin, em 1784. Atualmente é adotado por vários países, inclusive o Brasil. Com relação à adoção do horário de verão no Brasil, marque a alternativa INCORRETA: (A) Para a maior parte dos estados das regiões Norte e Nordeste a adoção do horário de verão é ineficiente devido à proximidade da linha do equador. (B) A adoção do horário de verão promove economia no consumo de combustíveis. (C) O horário de verão proporciona a redistribuição dos horários em que a energia é mais consumida, evitando os blackouts. (D) Para evitar transtornos à população, ele é fixado somente no período e nas regiões em que o Sol nasce antes das 6h30min