SlideShare uma empresa Scribd logo
Quanto ao programa para o
dia 14 de abril já está defi-
nido.
Resta-nos desejar os maio-
res sucessos às alunas
Mariana, Marta e Inês.
No dia 19 de janeiro reali-
zou-se a Prova de Escola, a
primeira fase do Concurso
Nacional de Leitura (CNL).
Dos 39 alunos inscritos,
compareceram 30. Estes
alunos do 3º ciclo tiveram
de responder a 50 perguntas
de escolha múltipla sobre as
três obras, previamente
selecionadas.
As alunas Mariana Carva-
lho, Marta Garrido e Inês
Santos, do 7ºA, foram as
que obtiveram melhor clas-
sificação, ficando assim
ficaram apuradas para a
fase distrital.
Esta 2ª fase do CNL consis-
te na realização de provas
públicas organizadas e rea-
lizadas pelas Bibliotecas
Municipais designadas pela
Direção-Geral do Livro, dos
Arquivos e das Bibliotecas,
DGLAB.
No distrito de Santarém, a
prova vai realizar-se na
Biblioteca Municipal Lau-
reano Santos, em Rio Maior
no dia 14 de abril.
As obras a serem lidas, ao
nível do 3º ciclo, são duas:
Trash—Os Rapazes do Lixo
de Andy Mulligan
A Lua de Joana, Maria
Teresa M. Gonzalez
E n t r e l i v r o s e l e i t u r a s
Concurso Nacional de Leitura
várias áreas curriculares.
- Reforçar a componente
lúdica na aprendizagem das
várias áreas curriculares.
- Promover o convívio entre
alunos e professores.
Após as eliminatórias reali-
zadas em cada turma, os
campeões e vice-campeões,
num total de 311 alunos,
defrontaram-se a fim de ser
selecionado um campeão e
um vice-campeão por ano
de escolaridade em cada
campeonato, jogando-se
num total de 40 campeona-
tos. O SuperTmatik é um
concurso que pretende:
- Fomentar o interesse pelas
B o l e t i m I n f o r m a t i v o n º 2 d a
B i b l i o t e c a E s c o l a r d a E s c o l a B á s i c a d e A l e x a n d r e H e r c u l a n o
Campeonatos SuperTmatik
Nesta edição:
3º Encontro Apren-
der em Partilha
2-3
Dia da Internet Mais
Segura
4
4ºEncontro Apren-
der em Partilha
4-5
Encontro com Antó-
nio Torrado
6-7
Semana da Leitura 8
A Arca do Tesouro 8-9
Noite da poesia 10
Dia Mundial do
Teatro
11
Dia Mundial da
Saúde Oral
11
Atividades para o
próximo período
12
Março de 2015
Boletim
Informativo 2
3ºEncontro Aprender em Partilha: “Há
muito, muito tempo…”
“Há muito, muito tempo…” - Partilha
do Departamento do 1º Ciclo
Ao longo do ano, a BE tem
vindo a organizar Encontros de
docentes de diferentes grupos
disciplinares para partilha de
experiências de ensino/
aprendizagem.
No dia 21 de janeiro, foi mais
um desses Encontros, cuja
temática foram as estratégias
utilizadas pelos docentes para
abordarem o passado histórico.
Assim, o título escolhido para
este Encontro foi “Há muito,
muito tempo…”. A abertura do
Encontro foi feita pela Senhora
Diretora do Agrupamento de
Escolas, a Professora Margari-
da da Franca.
“Há muito, muito tempo…” - Partilha
do Departamento do Pré -Escolar
- comemoração de dias histó-
ricos de forma lúdica;
- conhecer atividades locais e
culturais.
(…)
Na sua apresentação, a
docente Aurélia Gaivoto
referiu algumas estratégias
utilizadas no pré-escolar para
uma abordagem ao passado:
património histórico-
cultural.:
- representações históricas;
- visitas a castelos e palá-
cios;
O 3ºencontro também contou
com a participação do Depar-
tamento do 1ºCiclo que se
fez representar pela docente
Maria do Céu Ferro. Esta
docente partilhou uma expe-
riência pessoal vivida na sua
turma do 4º ano de escolari-
dade.
A abordagem à História de
Portugal, fez-se, assim, atra-
vés de pesquisas que servi-
ram de base à expressão
escrita, nomeadamente na
construção do texto dramáti-
co e na utilização da segunda
pessoal do plural nas formas
verbais.
Posteriormente, o texto dra-
mático foi representado para
a comunidade educativa.
E n t r e l i v r o s e l e i t u r a s
P á g i n a 2
O conhecimento e a relação com o
mundo social e físico supõe formas
de expressão e de comunicação
que apelam para diferentes
sistemas de representação
simbólica que se integram na área
de Expressão e Comunicação, in
Orientações Curriculares para a
Educação Pré-Escolar, ME
Espaço de divulgação do
3ºEncontro Aprender em Parti-
lha: “Há muito, muito tempo…”
Na biblioteca, uma exposição
de livros ligados à História de
Portugal
“Há muito, muito tempo…” - Partilha
de Ana Margarida Martinho
No encerramento do 3ºEncontro
“aprender em Partilha” esteve a
Drª Ana Margarida Martinho,
técnica superior da Direção
Geral do Património Cultural
que exerce funções no Mosteiro
de Santa Maria de Alcobaça.
Ana Margarida Martinho é auto-
ra da obra Mosteiro de Santa
Maria de Alcobaça Contributos
para a história do restauro da
Igreja e da Sacristia Nova (1850
–1960), pelo que a sua participa-
ção neste 3º Encontro pretendeu
apresentar a história de conser-
vação e restauro do Mosteiro de
Santa Maria de Alcobaça, um
monumento classificado como
Património da Humanidade, pela
UNESCO, em 1989.
“Há muito, muito tempo…” - Partilha do
Departamento de Ciências Sociais e Humanas
O Departamento de Ciências
Sociais e Humanas, ao nível
do 2ºCiclo, fez-se representar
pela docente Luísa Barbosa
que indicou as várias ativida-
des realizadas com a finali-
dade de aproximar os alunos
ao património da cidade.
Assim, foi organizada uma
visita guiada ao centro histó-
rico de Santarém. Foi anteci-
pada com a construção de um
guião e, após a visita, os
alunos foram desafiados a
realizarem um trabalho com
os quais se montou uma
exposição denominada “Da
pedra dos castelo ao ouro do
barroco”.
Ao nível do 3º ciclo, a pro-
fessora Amélia Rodrigues
defendeu que o ensino de
História “com qualidade” se
encontra cada vez mais nas
propostas curriculares de
articulação de modo a evitar-
“Há muito, muito tempo…” - Uma
experiência com um curso vocacional
http://www.storyboardthat.com
A docente Teresa Pacheco
começou por nos apresentar as
linhas que têm norteado a sua
prática pedagógica nas aulas de
História no curso vocacional
onde leciona: evitar momentos
expositivos, manter os alunos
sempre a trabalhar, trabalhar em
grupo, exigir “produtos finais”
no prazo estabelecido, escolher
programas fáceis, divertidos e
criativos, assim como diversifi-
car os programas.
Também apresen-
tou algumas ferra-
mentas digitais,
como , por exem-
plo, a de constru-
ção de banda dese-
nhada.
P á g i n a 3B o l e t i m I n f o r m a t i v o 2
A Biblioteca Escolar é uma
plataforma de saberes, de trabalho
e de inovação que se constrói e se
reinventa diariamente em cada
escola. O seu sucesso resulta dos
esforços de todos, e todos estamos
convocados para a procura
conjunta de um percurso
colaborativo que conjuga
continuidade e mudança, in
http://www.rbe.min-
edu.pt/np4/789.html
Alguns dos trabalhos expostos alusi-
vos à visita guiada ao centro histó-
rico de Santarém
-se uma visão fragmentada e
estanque das várias áreas do
saber.
Foi partindo desta convicção
que alguns docentes desen-
volveram um projeto de arti-
culação entre as disciplinas
de Educação Visual, Histó-
ria, Espanhol, Francês e
Inglês. No final realizou-se
uma
exposi-
ção.
Para ficar a conhecer um pou-
co sobre Alexandre Hercula-
no, clique na imagem e abra a
hiperligação
Comemoração do Dia da Internet
Mais Segura—11 de fevereiro
“Aprendendo com Arte” - Partilha do
Departamento do Pré -Escolar
Em articulação com a BE, os
alunos do 8ºC, orientados
pela docente Helena Andra-
de, dinamizaram uma sessão
de exploração de jogos edu-
cativos no site da SeguraNet.
Assim, os seus colegas do
8ºA testaram os conhecimen-
tos de forma divertida, no
âmbito da utilização da Inter-
net: Youtube, sites falsos e o
prishing, vírus e cracker.
No final da sessão, momento
para refletir sobre alguns
vídeos visualizados.
“Aprendendo com Arte” - 4º Encontro
“Aprender em Partilha”
momento de partilha.No dia 26 de fevereiro foi mais
um Encontro “Aprender em
Partilha”, este denominado
“Aprendendo com Arte” que
teve por objetivo abordar as
práticas pedagógicas facilita-
doras na área da expressão
plástica.
Na abertura do Encontro , a
Dr.ª Clara Brito fez um enqua-
dramento histórico do Ensino
Artístico (Artes Visuais). De
seguida, abordou o lugar da
Arte na metodologia de ensino
-aprendizagem e terminou com
referência à Cultura Visual, no
âmbito da imagem da arte nos
manuais escolares.
Foi uma viagem pelo tempo e
pela arte, um excelente
se cultural, conhecem-se artistas
locais. Com estas estratégias,
pretende-se contactar com a arte,
com os seus processos e com os
seus criadores e vivenciar a
experiência artística através da
aprecia-
ção,
criação e
execu-
ção.
A Coordenadora do Departa-
mento do Pré-Escolar, a docente
Rosa Montez, apresentou as
formas como o conhecimento
cultural e artístico é integrado
nas atividades de Expressão
Plástica do Jardim-de-Infância.
A docente começou por lembrar
que, segundo as Orientações
Curriculares para a Educação
Pré-Escolar, “ os contactos com
a pintura, a escultura, etc. consti-
tuem momentos privilegiados de
acesso à arte e à cultura que se
traduzem por um enriquecimen-
to da criança, ampliando o seu
conhecimento do mundo e
desenvolvendo o sentido estéti-
co”. Assim, apreciam-se obras
de artistas, fazem-se visitas a
exposições de arte, visitam-se
museus e outros sítios de interes-
E n t r e l i v r o s e l e i t u r a s
P á g i n a 4
Os professores
bibliotecários asseguram
na escola (…) as
atividades (…) de
desenvolvimento das
literacias e de formação de
leitores, RBE
Para ler o guia Educação e
os Novos Media, basta clicar
na imagem e abrir a hiperli-
gação
Momento de partilha do
Departamento do Pré-Escolar
no Encontro “Aprendendo
com Arte”
Antes de saírem, receberam
um desdobrável informativo
sobre os cuidados a ter na
utilização do facebook.
“Aprendendo com Arte —Partilha do
Departamento de Expressões (3ºCiclo)
O enquadramento histórico
da época vivida por cada
pintor foi feito na discipli-
na de História e as biogra-
fias dos vários pintores
foram escritas em portu-
guês, inglês, francês e
espanhol.
A representar o 3ºCiclo do
Departamento de Expressões
esteve a docente Catarina
Godinho que apresentou um
percurso didático-pedagógico
concretizado através do envol-
vimento de diferentes discipli-
nas: Educação Visual, Histó-
ria, Português, Francês, Espa-
nhol e Inglês.
Quanto ao percurso realizado foi o
seguinte:
1. Educação Visual—trabalho de
pesquisa (correntes de pintura, pin-
tores); escolha de imagens; amplia-
ção de imagens; desenho a grafite, a
cor (luz/sombra; mistura e fusão de
cores: meios e materiais de expres-
são (lápis de pastel de óleo, esfumi-
nhos).
“Aprendendo com Arte” - Partilha do
Departamento do 1º Ciclo
- Articula-se com a Matemáti-
ca e constroem-se sólidos geo-
métricos.
Constroem-se máscaras.
- Inventam-se novos objetos
utilizando materiais ou objetos
recuperados.
Ao nível do 1ºCiclo, foi repre-
sentado pela docente Filomena
Cardoso que partilhou algumas
estratégias utilizadas no âmbito
da Expressão Plástica.
Assim, esta área surge em articu-
lação com as diferentes áreas
disciplinares.
- Interpretam-se ilustrações de
capas de livros para antecipar
conteúdos de histórias.
- Ilustram-se textos/poemas
ouvidos ou lidos.
- Constroem-se vasinhos para
a germinação de sementes.
- Constroem-se instrumentos
musicais.
Constroem-se fantoches com
recurso a diferentes materiais e
desperdícios.
“Aprendendo com Arte —Partilha do
Departamento de Expressões (2ºCiclo)
imagens.
Para visualizar o ppt, basta
clicar na imagem e abrir a
hiperligação.
O docente Luís Alberto Silva
representou o Departamento
de Expressões ao nível do
2ºCiclo.
Este docente valorizou a
utilização das TIC na disci-
plina de Educação Visual e
apresentou alguns exemplos
de trabalhos realizados com
o PAINT, como, por exem-
plo, a criação de padrões.
Este programa é um acessó-
rio do sistema operativo do
Windows, sendo um softwa-
re utilizado para a criação de
desenhos simples e edição de
P á g i n a 5B o l e t i m I n f o r m a t i v o 2
A manipulação e experiência com
os materiais, com as formas e com
as cores permite que, a partir de
descobertas sensoriais, as crian-
ças desenvolvam formas pessoais
de expressar o seu mundo interior
e de representar a realidade.
Programa de Expressões Artísti-
cas e Físico-Motoras do Ensino
Básico—1º Ciclo, DGE
Exposição no Hotel Santarém com
algumas das obras realizadas no
âmbito do projeto apresentado pela
docente Catarina Godinho
Para ficar a conhecer alguns
pintores portugueses, basta
clicar na imagem e abrir a
hiperligação
Visita de António Torrado —os
preparativos
Exposição Temática — António Torrado
assuntos sobre os quais gos-
tariam de fazer uma pesquisa
em livros da biblioteca.
Seguiu-se, então, um segun-
do momento na biblioteca,
onde se identificaram as sec-
ções onde iriam buscar livros
para a sua pesquisa: China
(geografia/cultura/história) ,
Lua, cotovia, teatro, signifi-
cado de palavras.
O Encontro com o escritor
António Torrado estava mar-
cado para o dia 26 de feve-
reiro, pelo que algumas tur-
mas do 5ºano (B,C, D e E)
receberam a visita da profes-
sora bibliotecária que lhes
leu o início do conto “A
Cerejeira da Lua”, extraído
do conto A Cerejeira da Lua
e outras histórias chinesas..
Numa segun-
da aula, a
professora
bibliotecária
leu o conto
completo.
Durante a leitura dialogou-se
sobre a ação e registaram-se
todas as palavras desconheci-
das. Além desse registo,
identificaram-se alguns
Atelier de Pintura—”A Cerejeira da Lua”
Na véspera de recebermos
António Torrado, alguns
alunos do 5ºF revelaram os
seus dotes artísticos a pintar
elementos do conto “A Cere-
jeira da Lua”.
os livros existentes de Antó-
nio Torra-
do na
nossa
biblioteca.
Para que todos ficassem a
conhecer um pouco melhor o
escritor António Torrado,
construímos uma apresenta-
ção digital sobre a sua vida
que esteve a passar, no refei-
tório, ao longo da semana.
Também montámos uma
pequena exposição nas
Escadas de acesso à bibliote-
ca com um magnífico retrato
pintado
pela docen-
te Júlia
Pereira e na
nossa mesa
temática
expusemos
E n t r e l i v r o s e l e i t u r a s
P á g i n a 6
Momento da atividade “À
Descoberta da BE”, desenvol-
vida a partir do conto “A
Cerejeira da Lua”
Para ficar a conhecer António
Torrado, basta clicar na ima-
gem e abrir a hiperligação
Para ficar a conhecer a biblio-
grafia de António Torrado,
basta clicar na imagem e abrir
a hiperligação
À conversa com António Torrado
gráfica e videográfica, foi da
responsabilidade de dois
alunos do V82, orientados
pelo docente Sérgio Coelho.
Seguiram-se poemas e histó-
rias lidas por António Torra-
do.
Mas não foi só, os alunos
tiveram oportunidade de
questionar o escritor sobre a
sua vida e obra.
Por fim, a sessão de autógra-
fos...momentos deliciosos de
diálogo constante entre Antó-
nio Torrado e todos os que
lhe pediram uma dedicatória.
Quanto à reportagem foto-
Encontro com António Torrado
nho.
A meio da exposição...uma
interrupção...a porta do auditó-
rio estava aberta e uma sala
cheia à sua espera. Ficou feli-
císsimo…
Chegava, finalmente, o dia 26
de fevereiro, pelo que cinco
turmas do 2º Ciclo aguarda-
vam, no auditório, com grande
ansiedade a chegada de Antó-
nio Torrado.
A Ana e o João, alunos do
Voc81, receberam o escritor e
convidaram-no para tomar um
café e comer uma fatia de
bolo, carinhosamente prepara-
do sob a orientação do forma-
dor António Palmeiro.
António Torrado subiu as
escadas para a biblioteca, mas
a meio da escadaria parou
para admirar o seu retrato pin-
tado pela docente Júlia Pereira.
Após tecer alguns elogios,
continuou a subir as esca-
das...chegou ao primeiro andar
e deixou-se encantar pelas
cores da Exposição “Traçados
Geométricos”, com obras dos
alunos do 7ºAno das turmas A,
B, D e do TVA, orientados
pela docente Catarina Godi-
Apresentação da dramatização “A Cerejeira da
Lua”
Foi um espetáculo muito
apreciado e elogiado.
António Torrado foi convida-
do a sentar-se para assistir à
apresentação da dramatiza-
ção “A Cerejeira da Lua” da
turma V61, orientados pelo
docente Joaquim Montez. A
locução foi feita pela aluna
Leonor Lopes do 5ºC.
P á g i n a 7B o l e t i m I n f o r m a t i v o 2
A Direção-Geral do Livro,
dos Arquivos e das
Bibliotecas promove projetos
e ações de difusão do livro e
promoção da leitura, em
parceria com diversas
entidades públicas e privadas.
O auditório da EB de Alexandre
Herculano no dia do Encontro com o
escritor António Torrado.
Página inicial do sítio da Direção-
Geral do Livro, dos Arquivos e das
Bibliotecas. É um espaço que mere-
ce a nossa visita.
Semana da Leitura – Palavras do Mundo
Dinamização da Hora do Conto A Arca do
Tesouro—JI da Quinta da Anacoreta
cio de uma cidadania cons-
ciente e participativa.
De 10 a 20 de março come-
morou-se a 9ª edição da
Semana da Leitura. Ao longo
de dez dias, docentes, não
docentes, alunos e seus
encarregados de educação
foram convidados a conviver
com palavras do mundo,
poemas e obras de autores
portugueses.
Comemoraram-se Dias Mun-
diais (Árvore, Poesia, Saúde
Oral e Teatro) e o Dia do
Livro Português e, através de
vários elementos decorativos
e de diferentes desafios, ape-
lámos à leitura.
Centrada no mote “Palavras
do Mundo”, mobilizámo-nos
para que os momentos de
convívio com a leitura fos-
sem relevantes para o exercí-
Dinamização da Hora do Conto A Arca do
Tesouro—EB/JI de Fontaínhas
A Arca do Tesouro, da autoria
de Alice Vieira, foi o conto
escolhido para ser lido ao lon-
go da Semana da Leitura.
O primeiro estabelecimento a
receber a professora bibliote-
cária foi o de Fontaínhas.
As crianças do JI ouviram a
história da Maria que não
gostava da chuva, do vento,
das tar-
des escu-
ras e das
manhãs
geladas.
Em cada sala foi deixada uma
arca do tesouro para que as
crianças controlem os seus senti-
mentos: digam para lá as pala-
vras feias que não devem dizer
aos outros quando estão zanga-
dos com eles e depositem lá em
suporte de papel as palavras /
imagens que gostam de ouvir /
ver quando estão tristes.
E n t r e l i v r o s e l e i t u r a s
P á g i n a 8
Para conhecer um pouco deste
belíssimo conto, basta clicar na
imagem e abrir a hiperligação.
Regulamento do Concurso
Palavras do Mundo em Cartaz
(Para ficar a conhecê-lo, basta
clicar na imagem)
Para ficar a conhecer melhor a
escritora Alice Vieira, basta
clicar na imagem e abrir a
hiperligação
As duas turmas do 1º ciclo
também ouviram a história.
Dinamização da Hora do Conto A Arca do
Tesouro— EB de Alexandre Herculano
-nas dentro do sobrescrito.A Arca do Tesouro chegou à EB
de Alexandre Herculano, mais
especificamente, à Unidade de
Apoio à Multideficiência e às
turmas do 5ºE e 6ºA e C.
Ao longo da leitura do conto, foi
relatada a história da Maria que
se insurgia contra o dia a dia
comandado pelas pressas dos
adultos e das suas dúvidas
perante frases ditas pela mãe.
A Arca do Tesouro é uma belís-
sima obra literária, com texto de
Alice Vieira e ilustração de João
Fazenda, que serviu de base para
a obra musical Um pequeno
conto musical de Eurico Carra-
patoso.
No final da leitura do conto, os
alunos construíram um sobres-
crito em origami. Também
escreveram as palavras e frases
que gostam de ouvir e colocaram
Dinamização da Hora do Conto A Arca do
Tesouro—JI do Choupal
A professora bibliotecária
continuou a sua viagem e foi
visitar as crianças do Jardim
de Infância de Choupal.
Como a Maria, também as
crianças quiseram colocar
tesouros na sua caixa . Então,
pintaram coloridos corações
e colocaram-nos na caixa
azul. Assim, quando estive-
rem tristes, podem ir à sua
caixa do tesouro e ver os
corações alegres e felizes e
ficarão muito melhores.
Dinamização da Hora do Conto A Arca do
Tesouro—EB de Salvador (AEC)
À Hora de Expressão Dramá-
tica, integrada nas AEC, os
alunos receberam a Hora do
Conto e ouviram a história da
Maria que se habituou a ter
sempre por perto a sua arca
do tesouro.
Quanto aos alunos da EB de
Salvador, aprenderam a fazer
um sobrescrito para coloca-
rem o seu tesouro.
P á g i n a 9B o l e t i m I n f o r m a t i v o 2
O livro é o ser mais paciente
do mundo. Espera por um
leitor a vida inteira.
António Mota
Revista Blimunda, edição de março
de 2015
(Para a ler, basta clicar na imagem)
Para ver a apresentação digital com
os trabalhos feitos no JI de Choupal,
basta clicar na imagem e abrir a
hiperligação.
Palavras e Poemas à Solta na EB de Alexandre
Herculano
Palavras e Poemas à solta na EB de Alexandre
Herculano– Dia da Árvore
Desafiámos os alunos para a
leitura de enigmas e posterior
apresentação de uma solu-
ção.
Na EB de Alexandre Hercu-
lano, as palavras e os poemas
deram um colorido diferente.
Nas escadas de acesso à
Biblioteca, escreveu-se o
poema “Viajar pela leitura”
de Clarice Pacheco.
Os alunos do 9ºA pintaram
um mural de palavras.
Palavras e Poemas à Solta na EB de Alexandre
Herculano–Refeitório
No refeitório passou uma
apresentação digital com
poemas.
À sobremesa serviu-se poesia
e pensamentos sobre a leitu-
ra.
Algumas plantas ficaram
mais atrativas com as folhas
poéticas que lhe nasceram.
Um pinheiro servir de inspiração
ao professor Gustavo Faria …
E n t r e l i v r o s e l e i t u r a s
P á g i n a 1 0
Cartaz de divulgação da
Semana da Leitura, da autoria
da docente Ana Bela Pereira
O poema pendurado na árvore
despertou a curiosidade dos
alunos que ali passavam
Comemoração do Dia Mundial da Saúde Oral
sobre esta temática e peque-
nos marcadores com a indi-
cação da quantidade de açú-
car de cada alimento.
No dia 20 de março come-
morou-se o Dia Mundial da
Saúde Oral, pelo que colocá-
mos na Biblioteca cartazes
informativos sobre os cuida-
dos a ter com a alimentação e
a higiene oral, alguns livros
Comemoração do Dia Mundial da Poesia
de Luísa Ducla
Soares, lido por
um grupo de alu-
nos de Salvador.
Os alunos da EB
de São Domingos recitaram
poemas de José Jorge Letria e os
alunos da EB de Fontaínhas
recitaram poemas de Matilde
Rosa Araújo.
Tivemos, igualmente, a partici-
pação do aluno que venceu o
concurso “Faça lá um
poema”, ao nível do
2º ciclo.
Ao longo de várias semanas, os
alunos do 2º ano das Escolas
Básicas de São Domingos, Fon-
taínhas e Salvador prepararam
nas suas aulas de Oferta Com-
plementar a apresentação de
poemas de diferentes autores
portugueses. Daí terem sido
convidados para participarem na
Noite da Poesia realizada na EB
de Alexandre Herculano no dia
18 de março. Foram, igualmente,
convidados todos os alunos do
2º e 3º ciclos.
Ao chagarem ao auditório, os
mais pequenos deli-
raram com as letras
que se encontravam
no chão.
Com o auditório
repleto de pais e familiares de
alguns alunos do 1º e 2º ciclos,
mergulhámos na poesia.
Assim, começámos por ouvir o
poema “Plantar uma floresta”,
Comemoração do Dia Mundial do Teatro
e à EB/JI de Vale de Santa-
rém.
No âmbito da Semana da
Leitura e numa antecipação
da comemoração do Dia
Mundial do Teatro, levámos
o Teatrinho de Santarém,
com a peça “Bacalhau à Brás
e Arroz de Pato” à EB de
Salvador;
à EB/JI de Fontaínhas
P á g i n a 1 1B o l e t i m I n f o r m a t i v o 2
O Dia Mundial da Água foi lembra-
do com a divulgação de uma cartaz
informativo.
Os pais e professores também
quiseram dar o seu contributo
com a leitura de poemas.
O encerramento da Noite da Poesia
foi feito com um poema lido pela
Senhora Diretora Margarida da
Franca
Projetos
Encontros “Aprender em
Partilha”: 5º Encontro—
”Ler a Natureza”.
Projeto de Voluntariado
Implementação do Referen-
cial “Aprender com a Biblio-
teca Escolar”.
Passeio Cultural a Sintra
O Boletim Informativo Entre Livros e Leituras pretende divul-
gar as atividades realizadas pela Equipa da Biblioteca Escolar
da Escola Básica de Alexandre Herculano.
Assim, promovemos a articulação das atividades da BE com os
objetivos do PE, incentivámos a leitura, desenvolvemos ativida-
des de enriquecimento curricular, assim como promovemos
uma gestão eficaz e eficiente da BE.
Este Boletim, difundido apenas em suporte digital, é divulgado
via e-mail e no blogue da BE, no final de cada período letivo.
Atividades relevantes no 3º período
Ao longo do 3º período, as
atividades mais relevantes a
serem desenvolvidas pela
Equipa da BE estão divididas
em três grandes polos:
Comemorações
Dia Mundial do Livro e dos
Direitos de Autor
Dia da Família
Concursos
Top Leitor
À descoberta de autores e de
livros
Cartaz “Dia Mundial do
Livro e dos Direitos de
Autor”
“Palavras do Mundo em
cartaz”
Concurso Nacional de Leitura
SuperTmatik—final online
ESTAMOS NA WEB
http://aeahbiblioteca.blogspot.pt/
Quinta do Mergulhão
Senhora da Guia
2005-075
Santarém
Tel: 243 309 420
Fax: 243 309 426
Correio eletrónico:
secretaria@ae-aherculano.pt
E n t r e L i v r o s e
L e i t u r a s
B i b l i o t e c a E s c o l a r d a
E s c o l a B á s i c a d e
A l e x a n d r e H e r c u l a n o
Para conhecer o Referencial Apren-
der com a Biblioteca Escolar, basta
clicar na imagem
Boletim informativo2 2014_2015

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Sala de tecnologia i consulesa
Sala de tecnologia i consulesaSala de tecnologia i consulesa
Sala de tecnologia i consulesa
teacheranaclaudia
 
Boletim informativo9 2016_2017
Boletim informativo9 2016_2017Boletim informativo9 2016_2017
Boletim informativo9 2016_2017
Risoleta Montez
 
17463213 cartografia
17463213 cartografia17463213 cartografia
17463213 cartografia
Carla Sena
 
Boletim informativo12
Boletim informativo12Boletim informativo12
Boletim informativo12
Risoleta Montez
 
Teatro p
Teatro pTeatro p
Teatro p
Erica Frau
 
O ENSINO DA XILOGRAVURA PARA ALUNOS DO 7º ANO NA ESCOLA NÂNZIO MAGALHÃES EM F...
O ENSINO DA XILOGRAVURA PARA ALUNOS DO 7º ANO NA ESCOLA NÂNZIO MAGALHÃES EM F...O ENSINO DA XILOGRAVURA PARA ALUNOS DO 7º ANO NA ESCOLA NÂNZIO MAGALHÃES EM F...
O ENSINO DA XILOGRAVURA PARA ALUNOS DO 7º ANO NA ESCOLA NÂNZIO MAGALHÃES EM F...
Vis-UAB
 
I Seminário Bibliotecas na Prática
I Seminário Bibliotecas na PráticaI Seminário Bibliotecas na Prática
I Seminário Bibliotecas na Prática
Gisele Lima
 
Concurso nacional de leitura
Concurso nacional de leituraConcurso nacional de leitura
Concurso nacional de leitura
Bibliotecas Escolares Gil Eanes
 
Otm. conteudos programaticos artes_ef_01_a_09_ano_curvas
Otm. conteudos programaticos artes_ef_01_a_09_ano_curvasOtm. conteudos programaticos artes_ef_01_a_09_ano_curvas
Otm. conteudos programaticos artes_ef_01_a_09_ano_curvas
elannialins
 
Portfolio PROETI CARLOS CHAGAS
Portfolio PROETI CARLOS CHAGASPortfolio PROETI CARLOS CHAGAS
Portfolio PROETI CARLOS CHAGAS
equipente
 
Agenda abril 2011
Agenda abril 2011Agenda abril 2011
Agenda abril 2011
Maria Da Graça Oliveira
 
Jornal 2 (1)
Jornal 2 (1)Jornal 2 (1)
Jornal 2 (1)
arcbeantero
 
Correio popular : 03/09
Correio popular : 03/09Correio popular : 03/09
Correio popular : 03/09
Gisele Flavia Gi
 
Projeto lendoetecendoscebias
Projeto lendoetecendoscebiasProjeto lendoetecendoscebias
Projeto lendoetecendoscebias
robertafantin
 
Um lugar de Encontro Fevereiro 2011
Um lugar de Encontro Fevereiro 2011Um lugar de Encontro Fevereiro 2011
Um lugar de Encontro Fevereiro 2011
hernâni duarte maria
 
Eliane e tania
Eliane e taniaEliane e tania
Eliane e tania
Tamiris santos rodrigues
 
Teoria e prática : registro das atividades desenvolvidas na escola
Teoria e prática : registro das atividades desenvolvidas na escolaTeoria e prática : registro das atividades desenvolvidas na escola
Teoria e prática : registro das atividades desenvolvidas na escola
Sebastiana-Gomes
 
Projeto a arte de ler e as práticas relaciondas à literatura, investigações a...
Projeto a arte de ler e as práticas relaciondas à literatura, investigações a...Projeto a arte de ler e as práticas relaciondas à literatura, investigações a...
Projeto a arte de ler e as práticas relaciondas à literatura, investigações a...
pibiduergsmontenegro
 
A Gravura no Ensino Fundamental em Sena Madureira-AC Modificando a visão em a...
A Gravura no Ensino Fundamental em Sena Madureira-AC Modificando a visão em a...A Gravura no Ensino Fundamental em Sena Madureira-AC Modificando a visão em a...
A Gravura no Ensino Fundamental em Sena Madureira-AC Modificando a visão em a...
Vis-UAB
 
Projeto Lendo e Tecendo - EBIAS
Projeto Lendo e Tecendo - EBIASProjeto Lendo e Tecendo - EBIAS
Projeto Lendo e Tecendo - EBIAS
robertafantin
 

Mais procurados (20)

Sala de tecnologia i consulesa
Sala de tecnologia i consulesaSala de tecnologia i consulesa
Sala de tecnologia i consulesa
 
Boletim informativo9 2016_2017
Boletim informativo9 2016_2017Boletim informativo9 2016_2017
Boletim informativo9 2016_2017
 
17463213 cartografia
17463213 cartografia17463213 cartografia
17463213 cartografia
 
Boletim informativo12
Boletim informativo12Boletim informativo12
Boletim informativo12
 
Teatro p
Teatro pTeatro p
Teatro p
 
O ENSINO DA XILOGRAVURA PARA ALUNOS DO 7º ANO NA ESCOLA NÂNZIO MAGALHÃES EM F...
O ENSINO DA XILOGRAVURA PARA ALUNOS DO 7º ANO NA ESCOLA NÂNZIO MAGALHÃES EM F...O ENSINO DA XILOGRAVURA PARA ALUNOS DO 7º ANO NA ESCOLA NÂNZIO MAGALHÃES EM F...
O ENSINO DA XILOGRAVURA PARA ALUNOS DO 7º ANO NA ESCOLA NÂNZIO MAGALHÃES EM F...
 
I Seminário Bibliotecas na Prática
I Seminário Bibliotecas na PráticaI Seminário Bibliotecas na Prática
I Seminário Bibliotecas na Prática
 
Concurso nacional de leitura
Concurso nacional de leituraConcurso nacional de leitura
Concurso nacional de leitura
 
Otm. conteudos programaticos artes_ef_01_a_09_ano_curvas
Otm. conteudos programaticos artes_ef_01_a_09_ano_curvasOtm. conteudos programaticos artes_ef_01_a_09_ano_curvas
Otm. conteudos programaticos artes_ef_01_a_09_ano_curvas
 
Portfolio PROETI CARLOS CHAGAS
Portfolio PROETI CARLOS CHAGASPortfolio PROETI CARLOS CHAGAS
Portfolio PROETI CARLOS CHAGAS
 
Agenda abril 2011
Agenda abril 2011Agenda abril 2011
Agenda abril 2011
 
Jornal 2 (1)
Jornal 2 (1)Jornal 2 (1)
Jornal 2 (1)
 
Correio popular : 03/09
Correio popular : 03/09Correio popular : 03/09
Correio popular : 03/09
 
Projeto lendoetecendoscebias
Projeto lendoetecendoscebiasProjeto lendoetecendoscebias
Projeto lendoetecendoscebias
 
Um lugar de Encontro Fevereiro 2011
Um lugar de Encontro Fevereiro 2011Um lugar de Encontro Fevereiro 2011
Um lugar de Encontro Fevereiro 2011
 
Eliane e tania
Eliane e taniaEliane e tania
Eliane e tania
 
Teoria e prática : registro das atividades desenvolvidas na escola
Teoria e prática : registro das atividades desenvolvidas na escolaTeoria e prática : registro das atividades desenvolvidas na escola
Teoria e prática : registro das atividades desenvolvidas na escola
 
Projeto a arte de ler e as práticas relaciondas à literatura, investigações a...
Projeto a arte de ler e as práticas relaciondas à literatura, investigações a...Projeto a arte de ler e as práticas relaciondas à literatura, investigações a...
Projeto a arte de ler e as práticas relaciondas à literatura, investigações a...
 
A Gravura no Ensino Fundamental em Sena Madureira-AC Modificando a visão em a...
A Gravura no Ensino Fundamental em Sena Madureira-AC Modificando a visão em a...A Gravura no Ensino Fundamental em Sena Madureira-AC Modificando a visão em a...
A Gravura no Ensino Fundamental em Sena Madureira-AC Modificando a visão em a...
 
Projeto Lendo e Tecendo - EBIAS
Projeto Lendo e Tecendo - EBIASProjeto Lendo e Tecendo - EBIAS
Projeto Lendo e Tecendo - EBIAS
 

Destaque

Diari del 4 d'octubre de 2013
Diari del 4 d'octubre de 2013Diari del 4 d'octubre de 2013
Diari del 4 d'octubre de 2013
diarimes
 
Fidiferentes
FidiferentesFidiferentes
Fidiferentes
Susana Fieiro
 
Конкурс школьников и учащейся молодёжи Москвы на лучшее описание семейных ре...
Конкурс школьников и учащейся молодёжи Москвы  на лучшее описание семейных ре...Конкурс школьников и учащейся молодёжи Москвы  на лучшее описание семейных ре...
Конкурс школьников и учащейся молодёжи Москвы на лучшее описание семейных ре...
Olga Silova
 
Ти потрібен країні!
Ти потрібен країні!Ти потрібен країні!
Ти потрібен країні!
Yakymets
 
Energy saving in cooling towers by using variable frequency drives
Energy saving in cooling towers by using variable frequency drivesEnergy saving in cooling towers by using variable frequency drives
Energy saving in cooling towers by using variable frequency drives
IAEME Publication
 
Chapter5 part1 2
Chapter5 part1 2Chapter5 part1 2
Chapter5 part1 2
Ptato Ok
 
Feria de la ciencia dia 2
Feria de la ciencia dia 2Feria de la ciencia dia 2
Feria de la ciencia dia 2
Roberto Marín
 
Regulamento palavrasdomundoemcartaz sl2015
Regulamento palavrasdomundoemcartaz sl2015Regulamento palavrasdomundoemcartaz sl2015
Regulamento palavrasdomundoemcartaz sl2015
Risoleta Montez
 
๑๔ภาคผนวก๓นโยบายและจุดเน้นการดำเนินงาน สำนักงาน กศน ๕๗
๑๔ภาคผนวก๓นโยบายและจุดเน้นการดำเนินงาน สำนักงาน กศน ๕๗๑๔ภาคผนวก๓นโยบายและจุดเน้นการดำเนินงาน สำนักงาน กศน ๕๗
๑๔ภาคผนวก๓นโยบายและจุดเน้นการดำเนินงาน สำนักงาน กศน ๕๗
สัจจา จันทรวิเชียร
 
Luis emilio velutini fotos de viajes galardonadas
Luis emilio velutini fotos de viajes galardonadasLuis emilio velutini fotos de viajes galardonadas
Luis emilio velutini fotos de viajes galardonadas
Luis Emilio Velutini
 
Welcome to the library - BSc Veterinary Nursing
Welcome to the library - BSc Veterinary NursingWelcome to the library - BSc Veterinary Nursing
Welcome to the library - BSc Veterinary Nursing
JoWilson13
 
Pierluisi le responde a los navieros
Pierluisi le responde a los navierosPierluisi le responde a los navieros
Pierluisi le responde a los navieros
CoxAlomar2012
 
Cuadernos de actividades manual maltrato
Cuadernos de actividades manual maltratoCuadernos de actividades manual maltrato
Cuadernos de actividades manual maltrato
anabg16
 
ICom Institucional 2013
ICom Institucional 2013ICom Institucional 2013
Impactos fiscais
Impactos fiscaisImpactos fiscais
Impactos fiscais
mvvf1972
 
A construção do território brasileiro 6 o início da ocupação
A construção do território brasileiro 6 o início da ocupaçãoA construção do território brasileiro 6 o início da ocupação
A construção do território brasileiro 6 o início da ocupação
Carlos Roberto de Oliveira
 
Turismo receptivo 2011
Turismo receptivo 2011Turismo receptivo 2011
Turismo receptivo 2011
Omar Vite
 
BS Móvil 2011
BS Móvil 2011BS Móvil 2011
BS Móvil 2011
Banco Sabadell
 
Felix Murbach: «Die zehn Schritte des Kampagnen-Managements»
Felix Murbach: «Die zehn Schritte des Kampagnen-Managements»Felix Murbach: «Die zehn Schritte des Kampagnen-Managements»
Felix Murbach: «Die zehn Schritte des Kampagnen-Managements»
Digicomp Academy AG
 
Pesquisa emprego e desemprego RMR out 2013
Pesquisa emprego  e desemprego RMR out 2013Pesquisa emprego  e desemprego RMR out 2013
Pesquisa emprego e desemprego RMR out 2013
Jornal do Commercio
 

Destaque (20)

Diari del 4 d'octubre de 2013
Diari del 4 d'octubre de 2013Diari del 4 d'octubre de 2013
Diari del 4 d'octubre de 2013
 
Fidiferentes
FidiferentesFidiferentes
Fidiferentes
 
Конкурс школьников и учащейся молодёжи Москвы на лучшее описание семейных ре...
Конкурс школьников и учащейся молодёжи Москвы  на лучшее описание семейных ре...Конкурс школьников и учащейся молодёжи Москвы  на лучшее описание семейных ре...
Конкурс школьников и учащейся молодёжи Москвы на лучшее описание семейных ре...
 
Ти потрібен країні!
Ти потрібен країні!Ти потрібен країні!
Ти потрібен країні!
 
Energy saving in cooling towers by using variable frequency drives
Energy saving in cooling towers by using variable frequency drivesEnergy saving in cooling towers by using variable frequency drives
Energy saving in cooling towers by using variable frequency drives
 
Chapter5 part1 2
Chapter5 part1 2Chapter5 part1 2
Chapter5 part1 2
 
Feria de la ciencia dia 2
Feria de la ciencia dia 2Feria de la ciencia dia 2
Feria de la ciencia dia 2
 
Regulamento palavrasdomundoemcartaz sl2015
Regulamento palavrasdomundoemcartaz sl2015Regulamento palavrasdomundoemcartaz sl2015
Regulamento palavrasdomundoemcartaz sl2015
 
๑๔ภาคผนวก๓นโยบายและจุดเน้นการดำเนินงาน สำนักงาน กศน ๕๗
๑๔ภาคผนวก๓นโยบายและจุดเน้นการดำเนินงาน สำนักงาน กศน ๕๗๑๔ภาคผนวก๓นโยบายและจุดเน้นการดำเนินงาน สำนักงาน กศน ๕๗
๑๔ภาคผนวก๓นโยบายและจุดเน้นการดำเนินงาน สำนักงาน กศน ๕๗
 
Luis emilio velutini fotos de viajes galardonadas
Luis emilio velutini fotos de viajes galardonadasLuis emilio velutini fotos de viajes galardonadas
Luis emilio velutini fotos de viajes galardonadas
 
Welcome to the library - BSc Veterinary Nursing
Welcome to the library - BSc Veterinary NursingWelcome to the library - BSc Veterinary Nursing
Welcome to the library - BSc Veterinary Nursing
 
Pierluisi le responde a los navieros
Pierluisi le responde a los navierosPierluisi le responde a los navieros
Pierluisi le responde a los navieros
 
Cuadernos de actividades manual maltrato
Cuadernos de actividades manual maltratoCuadernos de actividades manual maltrato
Cuadernos de actividades manual maltrato
 
ICom Institucional 2013
ICom Institucional 2013ICom Institucional 2013
ICom Institucional 2013
 
Impactos fiscais
Impactos fiscaisImpactos fiscais
Impactos fiscais
 
A construção do território brasileiro 6 o início da ocupação
A construção do território brasileiro 6 o início da ocupaçãoA construção do território brasileiro 6 o início da ocupação
A construção do território brasileiro 6 o início da ocupação
 
Turismo receptivo 2011
Turismo receptivo 2011Turismo receptivo 2011
Turismo receptivo 2011
 
BS Móvil 2011
BS Móvil 2011BS Móvil 2011
BS Móvil 2011
 
Felix Murbach: «Die zehn Schritte des Kampagnen-Managements»
Felix Murbach: «Die zehn Schritte des Kampagnen-Managements»Felix Murbach: «Die zehn Schritte des Kampagnen-Managements»
Felix Murbach: «Die zehn Schritte des Kampagnen-Managements»
 
Pesquisa emprego e desemprego RMR out 2013
Pesquisa emprego  e desemprego RMR out 2013Pesquisa emprego  e desemprego RMR out 2013
Pesquisa emprego e desemprego RMR out 2013
 

Semelhante a Boletim informativo2 2014_2015

6ªnewsletter abr15
6ªnewsletter abr156ªnewsletter abr15
6ªnewsletter abr15
BE123AEN
 
Abril2017
Abril2017Abril2017
Abril2017
beaescd
 
5 plano-de-melhoria-2019-2020
5 plano-de-melhoria-2019-20205 plano-de-melhoria-2019-2020
5 plano-de-melhoria-2019-2020
antoniojosetavares
 
Newsletter abril jun 2017
Newsletter abril jun 2017Newsletter abril jun 2017
Newsletter abril jun 2017
Artur Dagge
 
Boletim informativo11
Boletim informativo11Boletim informativo11
Boletim informativo11
Risoleta Montez
 
07 relatório be alex.herc. avaliação 2º período
07 relatório be alex.herc.   avaliação 2º período07 relatório be alex.herc.   avaliação 2º período
07 relatório be alex.herc. avaliação 2º período
Risoleta Montez
 
TRABALHANDO O FOLCLORE NA EDUCAÇÃO INFANTIL
TRABALHANDO O  FOLCLORE NA EDUCAÇÃO INFANTILTRABALHANDO O  FOLCLORE NA EDUCAÇÃO INFANTIL
TRABALHANDO O FOLCLORE NA EDUCAÇÃO INFANTIL
Fernando Pissuto
 
Boletim Informativo 2
Boletim Informativo 2Boletim Informativo 2
Boletim Informativo-Outubro2013
Boletim Informativo-Outubro2013Boletim Informativo-Outubro2013
Boletim Informativo-Outubro2013
bibliotecasjuliomartins
 
Projeto jogo & ensino de história
Projeto jogo & ensino de históriaProjeto jogo & ensino de história
Projeto jogo & ensino de história
Acrópole - História & Educação
 
Boletim informativo2 2013_2014
Boletim informativo2 2013_2014Boletim informativo2 2013_2014
Boletim informativo2 2013_2014
Risoleta Montez
 
Modelo de resumo
Modelo de resumoModelo de resumo
Modelo de resumo
PotenzaWD
 
Da escola ao museu das comunicações Cristina Weber
Da escola ao museu das comunicações Cristina WeberDa escola ao museu das comunicações Cristina Weber
Da escola ao museu das comunicações Cristina Weber
João Lima
 
Abril2017
Abril2017Abril2017
Abril2017
beaescd
 
Correio da paz out nov 2013
Correio da paz out nov 2013Correio da paz out nov 2013
Correio da paz out nov 2013
Amorim Albert
 
Portugal emag democratic_values
Portugal emag democratic_valuesPortugal emag democratic_values
Portugal emag democratic_values
Isabel Anjo
 
14 relatório bibliotecas_escolares_2ºperíodo
14 relatório bibliotecas_escolares_2ºperíodo14 relatório bibliotecas_escolares_2ºperíodo
14 relatório bibliotecas_escolares_2ºperíodo
Risoleta Montez
 
Da escola ao museu das comunicações Cristina Weber
Da escola ao museu das comunicações Cristina WeberDa escola ao museu das comunicações Cristina Weber
Da escola ao museu das comunicações Cristina Weber
João Lima
 
12ª mssfi preenchida
12ª mssfi preenchida12ª mssfi preenchida
12ª mssfi preenchida
SEMECDIEDETEF
 
Bmp serviços educativos 13 14
Bmp serviços educativos 13 14Bmp serviços educativos 13 14
Bmp serviços educativos 13 14
IsabelPereira2010
 

Semelhante a Boletim informativo2 2014_2015 (20)

6ªnewsletter abr15
6ªnewsletter abr156ªnewsletter abr15
6ªnewsletter abr15
 
Abril2017
Abril2017Abril2017
Abril2017
 
5 plano-de-melhoria-2019-2020
5 plano-de-melhoria-2019-20205 plano-de-melhoria-2019-2020
5 plano-de-melhoria-2019-2020
 
Newsletter abril jun 2017
Newsletter abril jun 2017Newsletter abril jun 2017
Newsletter abril jun 2017
 
Boletim informativo11
Boletim informativo11Boletim informativo11
Boletim informativo11
 
07 relatório be alex.herc. avaliação 2º período
07 relatório be alex.herc.   avaliação 2º período07 relatório be alex.herc.   avaliação 2º período
07 relatório be alex.herc. avaliação 2º período
 
TRABALHANDO O FOLCLORE NA EDUCAÇÃO INFANTIL
TRABALHANDO O  FOLCLORE NA EDUCAÇÃO INFANTILTRABALHANDO O  FOLCLORE NA EDUCAÇÃO INFANTIL
TRABALHANDO O FOLCLORE NA EDUCAÇÃO INFANTIL
 
Boletim Informativo 2
Boletim Informativo 2Boletim Informativo 2
Boletim Informativo 2
 
Boletim Informativo-Outubro2013
Boletim Informativo-Outubro2013Boletim Informativo-Outubro2013
Boletim Informativo-Outubro2013
 
Projeto jogo & ensino de história
Projeto jogo & ensino de históriaProjeto jogo & ensino de história
Projeto jogo & ensino de história
 
Boletim informativo2 2013_2014
Boletim informativo2 2013_2014Boletim informativo2 2013_2014
Boletim informativo2 2013_2014
 
Modelo de resumo
Modelo de resumoModelo de resumo
Modelo de resumo
 
Da escola ao museu das comunicações Cristina Weber
Da escola ao museu das comunicações Cristina WeberDa escola ao museu das comunicações Cristina Weber
Da escola ao museu das comunicações Cristina Weber
 
Abril2017
Abril2017Abril2017
Abril2017
 
Correio da paz out nov 2013
Correio da paz out nov 2013Correio da paz out nov 2013
Correio da paz out nov 2013
 
Portugal emag democratic_values
Portugal emag democratic_valuesPortugal emag democratic_values
Portugal emag democratic_values
 
14 relatório bibliotecas_escolares_2ºperíodo
14 relatório bibliotecas_escolares_2ºperíodo14 relatório bibliotecas_escolares_2ºperíodo
14 relatório bibliotecas_escolares_2ºperíodo
 
Da escola ao museu das comunicações Cristina Weber
Da escola ao museu das comunicações Cristina WeberDa escola ao museu das comunicações Cristina Weber
Da escola ao museu das comunicações Cristina Weber
 
12ª mssfi preenchida
12ª mssfi preenchida12ª mssfi preenchida
12ª mssfi preenchida
 
Bmp serviços educativos 13 14
Bmp serviços educativos 13 14Bmp serviços educativos 13 14
Bmp serviços educativos 13 14
 

Mais de Risoleta Montez

Regulamento flu poema
Regulamento flu poemaRegulamento flu poema
Regulamento flu poema
Risoleta Montez
 
Como fazer... pesquisas na internet
Como fazer... pesquisas na internetComo fazer... pesquisas na internet
Como fazer... pesquisas na internet
Risoleta Montez
 
Regulamento 2019 ajudaris
Regulamento 2019 ajudarisRegulamento 2019 ajudaris
Regulamento 2019 ajudaris
Risoleta Montez
 
Nl dia professor18
Nl dia professor18Nl dia professor18
Nl dia professor18
Risoleta Montez
 
Oc 1 tic_1
Oc 1 tic_1Oc 1 tic_1
Oc 1 tic_1
Risoleta Montez
 
Nós e a internet
Nós e a internetNós e a internet
Nós e a internet
Risoleta Montez
 
14 relatório bibliotecas_escolares_1ºperíodo
14 relatório bibliotecas_escolares_1ºperíodo14 relatório bibliotecas_escolares_1ºperíodo
14 relatório bibliotecas_escolares_1ºperíodo
Risoleta Montez
 
Boletim informativo10
Boletim informativo10Boletim informativo10
Boletim informativo10
Risoleta Montez
 
Regulamento 2018
Regulamento 2018Regulamento 2018
Regulamento 2018
Risoleta Montez
 
M joao neves_mostradocumental_alteracoesclimaticas
M joao neves_mostradocumental_alteracoesclimaticasM joao neves_mostradocumental_alteracoesclimaticas
M joao neves_mostradocumental_alteracoesclimaticas
Risoleta Montez
 
Mostra documental
Mostra documentalMostra documental
Mostra documental
Risoleta Montez
 
Paa bibliotecas escolares 2017 2018
Paa bibliotecas escolares 2017 2018Paa bibliotecas escolares 2017 2018
Paa bibliotecas escolares 2017 2018
Risoleta Montez
 
Oficina de ilustração
Oficina de ilustraçãoOficina de ilustração
Oficina de ilustração
Risoleta Montez
 
Oficina de escrita
Oficina de escritaOficina de escrita
Oficina de escrita
Risoleta Montez
 
14 relatório bibliotecas_escolares_3_p_16. 17
14 relatório bibliotecas_escolares_3_p_16. 1714 relatório bibliotecas_escolares_3_p_16. 17
14 relatório bibliotecas_escolares_3_p_16. 17
Risoleta Montez
 
14 relatório bibliotecas_escolares_2_p_16. 17
14 relatório bibliotecas_escolares_2_p_16. 1714 relatório bibliotecas_escolares_2_p_16. 17
14 relatório bibliotecas_escolares_2_p_16. 17
Risoleta Montez
 
Boletim informativo8
Boletim informativo8Boletim informativo8
Boletim informativo8
Risoleta Montez
 
Regulamento 2ªfase
Regulamento 2ªfaseRegulamento 2ªfase
Regulamento 2ªfase
Risoleta Montez
 
Horário
HorárioHorário
Horário
Risoleta Montez
 
O sobreiro e_a_cortiça
O sobreiro e_a_cortiçaO sobreiro e_a_cortiça
O sobreiro e_a_cortiça
Risoleta Montez
 

Mais de Risoleta Montez (20)

Regulamento flu poema
Regulamento flu poemaRegulamento flu poema
Regulamento flu poema
 
Como fazer... pesquisas na internet
Como fazer... pesquisas na internetComo fazer... pesquisas na internet
Como fazer... pesquisas na internet
 
Regulamento 2019 ajudaris
Regulamento 2019 ajudarisRegulamento 2019 ajudaris
Regulamento 2019 ajudaris
 
Nl dia professor18
Nl dia professor18Nl dia professor18
Nl dia professor18
 
Oc 1 tic_1
Oc 1 tic_1Oc 1 tic_1
Oc 1 tic_1
 
Nós e a internet
Nós e a internetNós e a internet
Nós e a internet
 
14 relatório bibliotecas_escolares_1ºperíodo
14 relatório bibliotecas_escolares_1ºperíodo14 relatório bibliotecas_escolares_1ºperíodo
14 relatório bibliotecas_escolares_1ºperíodo
 
Boletim informativo10
Boletim informativo10Boletim informativo10
Boletim informativo10
 
Regulamento 2018
Regulamento 2018Regulamento 2018
Regulamento 2018
 
M joao neves_mostradocumental_alteracoesclimaticas
M joao neves_mostradocumental_alteracoesclimaticasM joao neves_mostradocumental_alteracoesclimaticas
M joao neves_mostradocumental_alteracoesclimaticas
 
Mostra documental
Mostra documentalMostra documental
Mostra documental
 
Paa bibliotecas escolares 2017 2018
Paa bibliotecas escolares 2017 2018Paa bibliotecas escolares 2017 2018
Paa bibliotecas escolares 2017 2018
 
Oficina de ilustração
Oficina de ilustraçãoOficina de ilustração
Oficina de ilustração
 
Oficina de escrita
Oficina de escritaOficina de escrita
Oficina de escrita
 
14 relatório bibliotecas_escolares_3_p_16. 17
14 relatório bibliotecas_escolares_3_p_16. 1714 relatório bibliotecas_escolares_3_p_16. 17
14 relatório bibliotecas_escolares_3_p_16. 17
 
14 relatório bibliotecas_escolares_2_p_16. 17
14 relatório bibliotecas_escolares_2_p_16. 1714 relatório bibliotecas_escolares_2_p_16. 17
14 relatório bibliotecas_escolares_2_p_16. 17
 
Boletim informativo8
Boletim informativo8Boletim informativo8
Boletim informativo8
 
Regulamento 2ªfase
Regulamento 2ªfaseRegulamento 2ªfase
Regulamento 2ªfase
 
Horário
HorárioHorário
Horário
 
O sobreiro e_a_cortiça
O sobreiro e_a_cortiçaO sobreiro e_a_cortiça
O sobreiro e_a_cortiça
 

Último

Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Falcão Brasil
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
Sandra Pratas
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptxVOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
mailabueno45
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
Falcão Brasil
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
Manuais Formação
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
portaladministradores
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdfLivro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
CarolineSaback2
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Falcão Brasil
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 

Último (20)

Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptxVOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdfLivro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 

Boletim informativo2 2014_2015

  • 1. Quanto ao programa para o dia 14 de abril já está defi- nido. Resta-nos desejar os maio- res sucessos às alunas Mariana, Marta e Inês. No dia 19 de janeiro reali- zou-se a Prova de Escola, a primeira fase do Concurso Nacional de Leitura (CNL). Dos 39 alunos inscritos, compareceram 30. Estes alunos do 3º ciclo tiveram de responder a 50 perguntas de escolha múltipla sobre as três obras, previamente selecionadas. As alunas Mariana Carva- lho, Marta Garrido e Inês Santos, do 7ºA, foram as que obtiveram melhor clas- sificação, ficando assim ficaram apuradas para a fase distrital. Esta 2ª fase do CNL consis- te na realização de provas públicas organizadas e rea- lizadas pelas Bibliotecas Municipais designadas pela Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas, DGLAB. No distrito de Santarém, a prova vai realizar-se na Biblioteca Municipal Lau- reano Santos, em Rio Maior no dia 14 de abril. As obras a serem lidas, ao nível do 3º ciclo, são duas: Trash—Os Rapazes do Lixo de Andy Mulligan A Lua de Joana, Maria Teresa M. Gonzalez E n t r e l i v r o s e l e i t u r a s Concurso Nacional de Leitura várias áreas curriculares. - Reforçar a componente lúdica na aprendizagem das várias áreas curriculares. - Promover o convívio entre alunos e professores. Após as eliminatórias reali- zadas em cada turma, os campeões e vice-campeões, num total de 311 alunos, defrontaram-se a fim de ser selecionado um campeão e um vice-campeão por ano de escolaridade em cada campeonato, jogando-se num total de 40 campeona- tos. O SuperTmatik é um concurso que pretende: - Fomentar o interesse pelas B o l e t i m I n f o r m a t i v o n º 2 d a B i b l i o t e c a E s c o l a r d a E s c o l a B á s i c a d e A l e x a n d r e H e r c u l a n o Campeonatos SuperTmatik Nesta edição: 3º Encontro Apren- der em Partilha 2-3 Dia da Internet Mais Segura 4 4ºEncontro Apren- der em Partilha 4-5 Encontro com Antó- nio Torrado 6-7 Semana da Leitura 8 A Arca do Tesouro 8-9 Noite da poesia 10 Dia Mundial do Teatro 11 Dia Mundial da Saúde Oral 11 Atividades para o próximo período 12 Março de 2015 Boletim Informativo 2
  • 2. 3ºEncontro Aprender em Partilha: “Há muito, muito tempo…” “Há muito, muito tempo…” - Partilha do Departamento do 1º Ciclo Ao longo do ano, a BE tem vindo a organizar Encontros de docentes de diferentes grupos disciplinares para partilha de experiências de ensino/ aprendizagem. No dia 21 de janeiro, foi mais um desses Encontros, cuja temática foram as estratégias utilizadas pelos docentes para abordarem o passado histórico. Assim, o título escolhido para este Encontro foi “Há muito, muito tempo…”. A abertura do Encontro foi feita pela Senhora Diretora do Agrupamento de Escolas, a Professora Margari- da da Franca. “Há muito, muito tempo…” - Partilha do Departamento do Pré -Escolar - comemoração de dias histó- ricos de forma lúdica; - conhecer atividades locais e culturais. (…) Na sua apresentação, a docente Aurélia Gaivoto referiu algumas estratégias utilizadas no pré-escolar para uma abordagem ao passado: património histórico- cultural.: - representações históricas; - visitas a castelos e palá- cios; O 3ºencontro também contou com a participação do Depar- tamento do 1ºCiclo que se fez representar pela docente Maria do Céu Ferro. Esta docente partilhou uma expe- riência pessoal vivida na sua turma do 4º ano de escolari- dade. A abordagem à História de Portugal, fez-se, assim, atra- vés de pesquisas que servi- ram de base à expressão escrita, nomeadamente na construção do texto dramáti- co e na utilização da segunda pessoal do plural nas formas verbais. Posteriormente, o texto dra- mático foi representado para a comunidade educativa. E n t r e l i v r o s e l e i t u r a s P á g i n a 2 O conhecimento e a relação com o mundo social e físico supõe formas de expressão e de comunicação que apelam para diferentes sistemas de representação simbólica que se integram na área de Expressão e Comunicação, in Orientações Curriculares para a Educação Pré-Escolar, ME Espaço de divulgação do 3ºEncontro Aprender em Parti- lha: “Há muito, muito tempo…” Na biblioteca, uma exposição de livros ligados à História de Portugal
  • 3. “Há muito, muito tempo…” - Partilha de Ana Margarida Martinho No encerramento do 3ºEncontro “aprender em Partilha” esteve a Drª Ana Margarida Martinho, técnica superior da Direção Geral do Património Cultural que exerce funções no Mosteiro de Santa Maria de Alcobaça. Ana Margarida Martinho é auto- ra da obra Mosteiro de Santa Maria de Alcobaça Contributos para a história do restauro da Igreja e da Sacristia Nova (1850 –1960), pelo que a sua participa- ção neste 3º Encontro pretendeu apresentar a história de conser- vação e restauro do Mosteiro de Santa Maria de Alcobaça, um monumento classificado como Património da Humanidade, pela UNESCO, em 1989. “Há muito, muito tempo…” - Partilha do Departamento de Ciências Sociais e Humanas O Departamento de Ciências Sociais e Humanas, ao nível do 2ºCiclo, fez-se representar pela docente Luísa Barbosa que indicou as várias ativida- des realizadas com a finali- dade de aproximar os alunos ao património da cidade. Assim, foi organizada uma visita guiada ao centro histó- rico de Santarém. Foi anteci- pada com a construção de um guião e, após a visita, os alunos foram desafiados a realizarem um trabalho com os quais se montou uma exposição denominada “Da pedra dos castelo ao ouro do barroco”. Ao nível do 3º ciclo, a pro- fessora Amélia Rodrigues defendeu que o ensino de História “com qualidade” se encontra cada vez mais nas propostas curriculares de articulação de modo a evitar- “Há muito, muito tempo…” - Uma experiência com um curso vocacional http://www.storyboardthat.com A docente Teresa Pacheco começou por nos apresentar as linhas que têm norteado a sua prática pedagógica nas aulas de História no curso vocacional onde leciona: evitar momentos expositivos, manter os alunos sempre a trabalhar, trabalhar em grupo, exigir “produtos finais” no prazo estabelecido, escolher programas fáceis, divertidos e criativos, assim como diversifi- car os programas. Também apresen- tou algumas ferra- mentas digitais, como , por exem- plo, a de constru- ção de banda dese- nhada. P á g i n a 3B o l e t i m I n f o r m a t i v o 2 A Biblioteca Escolar é uma plataforma de saberes, de trabalho e de inovação que se constrói e se reinventa diariamente em cada escola. O seu sucesso resulta dos esforços de todos, e todos estamos convocados para a procura conjunta de um percurso colaborativo que conjuga continuidade e mudança, in http://www.rbe.min- edu.pt/np4/789.html Alguns dos trabalhos expostos alusi- vos à visita guiada ao centro histó- rico de Santarém -se uma visão fragmentada e estanque das várias áreas do saber. Foi partindo desta convicção que alguns docentes desen- volveram um projeto de arti- culação entre as disciplinas de Educação Visual, Histó- ria, Espanhol, Francês e Inglês. No final realizou-se uma exposi- ção. Para ficar a conhecer um pou- co sobre Alexandre Hercula- no, clique na imagem e abra a hiperligação
  • 4. Comemoração do Dia da Internet Mais Segura—11 de fevereiro “Aprendendo com Arte” - Partilha do Departamento do Pré -Escolar Em articulação com a BE, os alunos do 8ºC, orientados pela docente Helena Andra- de, dinamizaram uma sessão de exploração de jogos edu- cativos no site da SeguraNet. Assim, os seus colegas do 8ºA testaram os conhecimen- tos de forma divertida, no âmbito da utilização da Inter- net: Youtube, sites falsos e o prishing, vírus e cracker. No final da sessão, momento para refletir sobre alguns vídeos visualizados. “Aprendendo com Arte” - 4º Encontro “Aprender em Partilha” momento de partilha.No dia 26 de fevereiro foi mais um Encontro “Aprender em Partilha”, este denominado “Aprendendo com Arte” que teve por objetivo abordar as práticas pedagógicas facilita- doras na área da expressão plástica. Na abertura do Encontro , a Dr.ª Clara Brito fez um enqua- dramento histórico do Ensino Artístico (Artes Visuais). De seguida, abordou o lugar da Arte na metodologia de ensino -aprendizagem e terminou com referência à Cultura Visual, no âmbito da imagem da arte nos manuais escolares. Foi uma viagem pelo tempo e pela arte, um excelente se cultural, conhecem-se artistas locais. Com estas estratégias, pretende-se contactar com a arte, com os seus processos e com os seus criadores e vivenciar a experiência artística através da aprecia- ção, criação e execu- ção. A Coordenadora do Departa- mento do Pré-Escolar, a docente Rosa Montez, apresentou as formas como o conhecimento cultural e artístico é integrado nas atividades de Expressão Plástica do Jardim-de-Infância. A docente começou por lembrar que, segundo as Orientações Curriculares para a Educação Pré-Escolar, “ os contactos com a pintura, a escultura, etc. consti- tuem momentos privilegiados de acesso à arte e à cultura que se traduzem por um enriquecimen- to da criança, ampliando o seu conhecimento do mundo e desenvolvendo o sentido estéti- co”. Assim, apreciam-se obras de artistas, fazem-se visitas a exposições de arte, visitam-se museus e outros sítios de interes- E n t r e l i v r o s e l e i t u r a s P á g i n a 4 Os professores bibliotecários asseguram na escola (…) as atividades (…) de desenvolvimento das literacias e de formação de leitores, RBE Para ler o guia Educação e os Novos Media, basta clicar na imagem e abrir a hiperli- gação Momento de partilha do Departamento do Pré-Escolar no Encontro “Aprendendo com Arte” Antes de saírem, receberam um desdobrável informativo sobre os cuidados a ter na utilização do facebook.
  • 5. “Aprendendo com Arte —Partilha do Departamento de Expressões (3ºCiclo) O enquadramento histórico da época vivida por cada pintor foi feito na discipli- na de História e as biogra- fias dos vários pintores foram escritas em portu- guês, inglês, francês e espanhol. A representar o 3ºCiclo do Departamento de Expressões esteve a docente Catarina Godinho que apresentou um percurso didático-pedagógico concretizado através do envol- vimento de diferentes discipli- nas: Educação Visual, Histó- ria, Português, Francês, Espa- nhol e Inglês. Quanto ao percurso realizado foi o seguinte: 1. Educação Visual—trabalho de pesquisa (correntes de pintura, pin- tores); escolha de imagens; amplia- ção de imagens; desenho a grafite, a cor (luz/sombra; mistura e fusão de cores: meios e materiais de expres- são (lápis de pastel de óleo, esfumi- nhos). “Aprendendo com Arte” - Partilha do Departamento do 1º Ciclo - Articula-se com a Matemáti- ca e constroem-se sólidos geo- métricos. Constroem-se máscaras. - Inventam-se novos objetos utilizando materiais ou objetos recuperados. Ao nível do 1ºCiclo, foi repre- sentado pela docente Filomena Cardoso que partilhou algumas estratégias utilizadas no âmbito da Expressão Plástica. Assim, esta área surge em articu- lação com as diferentes áreas disciplinares. - Interpretam-se ilustrações de capas de livros para antecipar conteúdos de histórias. - Ilustram-se textos/poemas ouvidos ou lidos. - Constroem-se vasinhos para a germinação de sementes. - Constroem-se instrumentos musicais. Constroem-se fantoches com recurso a diferentes materiais e desperdícios. “Aprendendo com Arte —Partilha do Departamento de Expressões (2ºCiclo) imagens. Para visualizar o ppt, basta clicar na imagem e abrir a hiperligação. O docente Luís Alberto Silva representou o Departamento de Expressões ao nível do 2ºCiclo. Este docente valorizou a utilização das TIC na disci- plina de Educação Visual e apresentou alguns exemplos de trabalhos realizados com o PAINT, como, por exem- plo, a criação de padrões. Este programa é um acessó- rio do sistema operativo do Windows, sendo um softwa- re utilizado para a criação de desenhos simples e edição de P á g i n a 5B o l e t i m I n f o r m a t i v o 2 A manipulação e experiência com os materiais, com as formas e com as cores permite que, a partir de descobertas sensoriais, as crian- ças desenvolvam formas pessoais de expressar o seu mundo interior e de representar a realidade. Programa de Expressões Artísti- cas e Físico-Motoras do Ensino Básico—1º Ciclo, DGE Exposição no Hotel Santarém com algumas das obras realizadas no âmbito do projeto apresentado pela docente Catarina Godinho Para ficar a conhecer alguns pintores portugueses, basta clicar na imagem e abrir a hiperligação
  • 6. Visita de António Torrado —os preparativos Exposição Temática — António Torrado assuntos sobre os quais gos- tariam de fazer uma pesquisa em livros da biblioteca. Seguiu-se, então, um segun- do momento na biblioteca, onde se identificaram as sec- ções onde iriam buscar livros para a sua pesquisa: China (geografia/cultura/história) , Lua, cotovia, teatro, signifi- cado de palavras. O Encontro com o escritor António Torrado estava mar- cado para o dia 26 de feve- reiro, pelo que algumas tur- mas do 5ºano (B,C, D e E) receberam a visita da profes- sora bibliotecária que lhes leu o início do conto “A Cerejeira da Lua”, extraído do conto A Cerejeira da Lua e outras histórias chinesas.. Numa segun- da aula, a professora bibliotecária leu o conto completo. Durante a leitura dialogou-se sobre a ação e registaram-se todas as palavras desconheci- das. Além desse registo, identificaram-se alguns Atelier de Pintura—”A Cerejeira da Lua” Na véspera de recebermos António Torrado, alguns alunos do 5ºF revelaram os seus dotes artísticos a pintar elementos do conto “A Cere- jeira da Lua”. os livros existentes de Antó- nio Torra- do na nossa biblioteca. Para que todos ficassem a conhecer um pouco melhor o escritor António Torrado, construímos uma apresenta- ção digital sobre a sua vida que esteve a passar, no refei- tório, ao longo da semana. Também montámos uma pequena exposição nas Escadas de acesso à bibliote- ca com um magnífico retrato pintado pela docen- te Júlia Pereira e na nossa mesa temática expusemos E n t r e l i v r o s e l e i t u r a s P á g i n a 6 Momento da atividade “À Descoberta da BE”, desenvol- vida a partir do conto “A Cerejeira da Lua” Para ficar a conhecer António Torrado, basta clicar na ima- gem e abrir a hiperligação Para ficar a conhecer a biblio- grafia de António Torrado, basta clicar na imagem e abrir a hiperligação
  • 7. À conversa com António Torrado gráfica e videográfica, foi da responsabilidade de dois alunos do V82, orientados pelo docente Sérgio Coelho. Seguiram-se poemas e histó- rias lidas por António Torra- do. Mas não foi só, os alunos tiveram oportunidade de questionar o escritor sobre a sua vida e obra. Por fim, a sessão de autógra- fos...momentos deliciosos de diálogo constante entre Antó- nio Torrado e todos os que lhe pediram uma dedicatória. Quanto à reportagem foto- Encontro com António Torrado nho. A meio da exposição...uma interrupção...a porta do auditó- rio estava aberta e uma sala cheia à sua espera. Ficou feli- císsimo… Chegava, finalmente, o dia 26 de fevereiro, pelo que cinco turmas do 2º Ciclo aguarda- vam, no auditório, com grande ansiedade a chegada de Antó- nio Torrado. A Ana e o João, alunos do Voc81, receberam o escritor e convidaram-no para tomar um café e comer uma fatia de bolo, carinhosamente prepara- do sob a orientação do forma- dor António Palmeiro. António Torrado subiu as escadas para a biblioteca, mas a meio da escadaria parou para admirar o seu retrato pin- tado pela docente Júlia Pereira. Após tecer alguns elogios, continuou a subir as esca- das...chegou ao primeiro andar e deixou-se encantar pelas cores da Exposição “Traçados Geométricos”, com obras dos alunos do 7ºAno das turmas A, B, D e do TVA, orientados pela docente Catarina Godi- Apresentação da dramatização “A Cerejeira da Lua” Foi um espetáculo muito apreciado e elogiado. António Torrado foi convida- do a sentar-se para assistir à apresentação da dramatiza- ção “A Cerejeira da Lua” da turma V61, orientados pelo docente Joaquim Montez. A locução foi feita pela aluna Leonor Lopes do 5ºC. P á g i n a 7B o l e t i m I n f o r m a t i v o 2 A Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas promove projetos e ações de difusão do livro e promoção da leitura, em parceria com diversas entidades públicas e privadas. O auditório da EB de Alexandre Herculano no dia do Encontro com o escritor António Torrado. Página inicial do sítio da Direção- Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas. É um espaço que mere- ce a nossa visita.
  • 8. Semana da Leitura – Palavras do Mundo Dinamização da Hora do Conto A Arca do Tesouro—JI da Quinta da Anacoreta cio de uma cidadania cons- ciente e participativa. De 10 a 20 de março come- morou-se a 9ª edição da Semana da Leitura. Ao longo de dez dias, docentes, não docentes, alunos e seus encarregados de educação foram convidados a conviver com palavras do mundo, poemas e obras de autores portugueses. Comemoraram-se Dias Mun- diais (Árvore, Poesia, Saúde Oral e Teatro) e o Dia do Livro Português e, através de vários elementos decorativos e de diferentes desafios, ape- lámos à leitura. Centrada no mote “Palavras do Mundo”, mobilizámo-nos para que os momentos de convívio com a leitura fos- sem relevantes para o exercí- Dinamização da Hora do Conto A Arca do Tesouro—EB/JI de Fontaínhas A Arca do Tesouro, da autoria de Alice Vieira, foi o conto escolhido para ser lido ao lon- go da Semana da Leitura. O primeiro estabelecimento a receber a professora bibliote- cária foi o de Fontaínhas. As crianças do JI ouviram a história da Maria que não gostava da chuva, do vento, das tar- des escu- ras e das manhãs geladas. Em cada sala foi deixada uma arca do tesouro para que as crianças controlem os seus senti- mentos: digam para lá as pala- vras feias que não devem dizer aos outros quando estão zanga- dos com eles e depositem lá em suporte de papel as palavras / imagens que gostam de ouvir / ver quando estão tristes. E n t r e l i v r o s e l e i t u r a s P á g i n a 8 Para conhecer um pouco deste belíssimo conto, basta clicar na imagem e abrir a hiperligação. Regulamento do Concurso Palavras do Mundo em Cartaz (Para ficar a conhecê-lo, basta clicar na imagem) Para ficar a conhecer melhor a escritora Alice Vieira, basta clicar na imagem e abrir a hiperligação As duas turmas do 1º ciclo também ouviram a história.
  • 9. Dinamização da Hora do Conto A Arca do Tesouro— EB de Alexandre Herculano -nas dentro do sobrescrito.A Arca do Tesouro chegou à EB de Alexandre Herculano, mais especificamente, à Unidade de Apoio à Multideficiência e às turmas do 5ºE e 6ºA e C. Ao longo da leitura do conto, foi relatada a história da Maria que se insurgia contra o dia a dia comandado pelas pressas dos adultos e das suas dúvidas perante frases ditas pela mãe. A Arca do Tesouro é uma belís- sima obra literária, com texto de Alice Vieira e ilustração de João Fazenda, que serviu de base para a obra musical Um pequeno conto musical de Eurico Carra- patoso. No final da leitura do conto, os alunos construíram um sobres- crito em origami. Também escreveram as palavras e frases que gostam de ouvir e colocaram Dinamização da Hora do Conto A Arca do Tesouro—JI do Choupal A professora bibliotecária continuou a sua viagem e foi visitar as crianças do Jardim de Infância de Choupal. Como a Maria, também as crianças quiseram colocar tesouros na sua caixa . Então, pintaram coloridos corações e colocaram-nos na caixa azul. Assim, quando estive- rem tristes, podem ir à sua caixa do tesouro e ver os corações alegres e felizes e ficarão muito melhores. Dinamização da Hora do Conto A Arca do Tesouro—EB de Salvador (AEC) À Hora de Expressão Dramá- tica, integrada nas AEC, os alunos receberam a Hora do Conto e ouviram a história da Maria que se habituou a ter sempre por perto a sua arca do tesouro. Quanto aos alunos da EB de Salvador, aprenderam a fazer um sobrescrito para coloca- rem o seu tesouro. P á g i n a 9B o l e t i m I n f o r m a t i v o 2 O livro é o ser mais paciente do mundo. Espera por um leitor a vida inteira. António Mota Revista Blimunda, edição de março de 2015 (Para a ler, basta clicar na imagem) Para ver a apresentação digital com os trabalhos feitos no JI de Choupal, basta clicar na imagem e abrir a hiperligação.
  • 10. Palavras e Poemas à Solta na EB de Alexandre Herculano Palavras e Poemas à solta na EB de Alexandre Herculano– Dia da Árvore Desafiámos os alunos para a leitura de enigmas e posterior apresentação de uma solu- ção. Na EB de Alexandre Hercu- lano, as palavras e os poemas deram um colorido diferente. Nas escadas de acesso à Biblioteca, escreveu-se o poema “Viajar pela leitura” de Clarice Pacheco. Os alunos do 9ºA pintaram um mural de palavras. Palavras e Poemas à Solta na EB de Alexandre Herculano–Refeitório No refeitório passou uma apresentação digital com poemas. À sobremesa serviu-se poesia e pensamentos sobre a leitu- ra. Algumas plantas ficaram mais atrativas com as folhas poéticas que lhe nasceram. Um pinheiro servir de inspiração ao professor Gustavo Faria … E n t r e l i v r o s e l e i t u r a s P á g i n a 1 0 Cartaz de divulgação da Semana da Leitura, da autoria da docente Ana Bela Pereira O poema pendurado na árvore despertou a curiosidade dos alunos que ali passavam
  • 11. Comemoração do Dia Mundial da Saúde Oral sobre esta temática e peque- nos marcadores com a indi- cação da quantidade de açú- car de cada alimento. No dia 20 de março come- morou-se o Dia Mundial da Saúde Oral, pelo que colocá- mos na Biblioteca cartazes informativos sobre os cuida- dos a ter com a alimentação e a higiene oral, alguns livros Comemoração do Dia Mundial da Poesia de Luísa Ducla Soares, lido por um grupo de alu- nos de Salvador. Os alunos da EB de São Domingos recitaram poemas de José Jorge Letria e os alunos da EB de Fontaínhas recitaram poemas de Matilde Rosa Araújo. Tivemos, igualmente, a partici- pação do aluno que venceu o concurso “Faça lá um poema”, ao nível do 2º ciclo. Ao longo de várias semanas, os alunos do 2º ano das Escolas Básicas de São Domingos, Fon- taínhas e Salvador prepararam nas suas aulas de Oferta Com- plementar a apresentação de poemas de diferentes autores portugueses. Daí terem sido convidados para participarem na Noite da Poesia realizada na EB de Alexandre Herculano no dia 18 de março. Foram, igualmente, convidados todos os alunos do 2º e 3º ciclos. Ao chagarem ao auditório, os mais pequenos deli- raram com as letras que se encontravam no chão. Com o auditório repleto de pais e familiares de alguns alunos do 1º e 2º ciclos, mergulhámos na poesia. Assim, começámos por ouvir o poema “Plantar uma floresta”, Comemoração do Dia Mundial do Teatro e à EB/JI de Vale de Santa- rém. No âmbito da Semana da Leitura e numa antecipação da comemoração do Dia Mundial do Teatro, levámos o Teatrinho de Santarém, com a peça “Bacalhau à Brás e Arroz de Pato” à EB de Salvador; à EB/JI de Fontaínhas P á g i n a 1 1B o l e t i m I n f o r m a t i v o 2 O Dia Mundial da Água foi lembra- do com a divulgação de uma cartaz informativo. Os pais e professores também quiseram dar o seu contributo com a leitura de poemas. O encerramento da Noite da Poesia foi feito com um poema lido pela Senhora Diretora Margarida da Franca
  • 12. Projetos Encontros “Aprender em Partilha”: 5º Encontro— ”Ler a Natureza”. Projeto de Voluntariado Implementação do Referen- cial “Aprender com a Biblio- teca Escolar”. Passeio Cultural a Sintra O Boletim Informativo Entre Livros e Leituras pretende divul- gar as atividades realizadas pela Equipa da Biblioteca Escolar da Escola Básica de Alexandre Herculano. Assim, promovemos a articulação das atividades da BE com os objetivos do PE, incentivámos a leitura, desenvolvemos ativida- des de enriquecimento curricular, assim como promovemos uma gestão eficaz e eficiente da BE. Este Boletim, difundido apenas em suporte digital, é divulgado via e-mail e no blogue da BE, no final de cada período letivo. Atividades relevantes no 3º período Ao longo do 3º período, as atividades mais relevantes a serem desenvolvidas pela Equipa da BE estão divididas em três grandes polos: Comemorações Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor Dia da Família Concursos Top Leitor À descoberta de autores e de livros Cartaz “Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor” “Palavras do Mundo em cartaz” Concurso Nacional de Leitura SuperTmatik—final online ESTAMOS NA WEB http://aeahbiblioteca.blogspot.pt/ Quinta do Mergulhão Senhora da Guia 2005-075 Santarém Tel: 243 309 420 Fax: 243 309 426 Correio eletrónico: secretaria@ae-aherculano.pt E n t r e L i v r o s e L e i t u r a s B i b l i o t e c a E s c o l a r d a E s c o l a B á s i c a d e A l e x a n d r e H e r c u l a n o Para conhecer o Referencial Apren- der com a Biblioteca Escolar, basta clicar na imagem