SlideShare uma empresa Scribd logo




BIOLOGIA.
Núcleo, divisão celular e reprodução

 Núcleo: numero .       
 E a estrutura presente nas células que e
Responsável pelo controle das funções
celulares.
 Anucleadas:
sem o núcleo.
 A maioria das células são
mononucleadas:
Apresenta apenas um núcleo.
 Binucleadas: Com dois núcleo.
 Multinucleadas: com
vários núcleo.
Núcleo, divisão celular e reprodução

                              
 Núcleo: formas.
 O núcleo geralmente e arredondado, de maneira geral o
  formato do núcleo e relativo a célula.
                                           Os núcleos de células cúbicas e
                                           esféricas, normalmente são esféricos.
                                           Nas células pavimentosas são mais
                                           achatados, e nas prismáticas são mais
                                           longos.
composição núcleo.
                   
O núcleo e constituído pela carioteca nu-
cleo-plasma, pela cromatina e pelo nucleico.
 Carioteca: E formada por duas membrana
 justapostas, que apresentam poros, em
cada poro há um complexo de proteínas que
 regulam a entrada e saída de substancia do
núcleo.
 Nucleoplasma e cromatina: E consti-
tuído basicamente de substancias
 dissolvidas na água, onde no
interior do núcleo preenchido
 por cariolinfa ou nucleoplasma
 fluido gelatinoso semelhante
 ou citosol.
Composição do núcleo.
              
 Cromatina: formada basicamente por dois tipos básicos: a heterocromatina que
corresponde a região mais corada, pois os filamentos
estão condensando, o outro e eucromatina, que
corresponde a região menos corada pois os
 filamentos estão menos condensados, e o
local onde os gemes estão ativos.

Nucleico: e constituída basicamente por
RNA ribossomos e proteína, a associação
do RNAr com proteínas formaram os graus
ribonucleicas-proteínas que comporão os
ribossomos.
Divisão celular.
                
 A divisão celular consiste
 em dois processo, a mitose
e meiose
 Mitose: Uma celular da
Origem a duas outras células
 com o mesmo numero de
 cromossomos da inicial,
tipo de divisão celular que
 e realiza
do na reprodução assexuada.
Meiose: Uma célula da origem a
 quatro novas células com metade
 do numero de cromossomos
da célula inicial.
 As células pode ser diploide ou
diploides de acordo com o numero
 de cromossomos
As células diploides possuem pares
 de cromossomos homológico e são
 representado por 2n.
 As celular haploides possuem
 apenas um dos cromossomos
representado por n.
Ciclo celular.
 O ciclo celular dividido em:
Interfase.
                                
 A interfase INTÉRFASE:
é composta por três fases:
• G1: intensa atividade
 metabólica (síntese de
proteínas, enzimas, RNA
e também de
organelas celulares).
• S: replicação de DNA.
 A cromatina passa a ser constituída por duas
cromátides, unidos por um centrômero.
• G2: Nesta fase dá-se a síntese de biomoléculas
necessárias à mitose e crescimento celular e duplicação
 dos centríolos.
Na mitose em que a celular se dividem em duas partes,
 ela passa por quatro fase a Prófase, metáfase, anáfase, e telófase.
Câncer.

 O câncer.
                                    
 A base biológica do Câncer esta fundamentada na
 perda da capacidade normal da celular se dividir, com
Isso as células cancerianas não param de se multiplicar.
Vários fatos podem desencadear essa capacidade de
Divisão.
O que pode causar o Câncer?
O Câncer pode se cousa pelas infeções vitais, vírus
(HPV), da
Hepatite B, radiação, alguns produtos químico e
derivados
do tabaco.

Mitoses anormais e aceleradas podem originar tumores malignos
(Neoplasia/Câncer). Muitos tipos de câncer não têm causas conhecidas e
outros estão associados a drogas, radiação e certos vírus.
Mitose em células
                     animais
                        
   Embora a mitose seja dividida em quatro fases: prófase, metáfase, anáfase e telófase, mas o
resultado da separação da célula final e d citocinese.
 No inicio da prófase os cromossomos formam duas
cromáticas-irmãs unidos pelo centrômero; O núcleo
 vai se tomar menos evidente ate desaparecer, pois cessa
 a transição de RNAr. No citoplasma cada celular se organza
 no seu próprio arranjo radial de micro túbulos. Cada
centrossomo crescem, determino-o afastamento do
centro da célula indo cada parte do núcleo e do
citoplasma par os polos da célula.
 •Na metáfase começa logo após a ruptura da
 carioteca, e não deixa um limite físico entre o
 núcleo e o citoplasma; nesta fase os microtubulos
 de fibra polar unem-se ou cinetócoros formando a
 fibra cromossômica, com essa união possibilito o
deslocamento do cromossomos em direção equatorial
da célula.
A anáfase se inicia com a separação dos
centrômeros, permitindo a separação
completa das duas cromátides-irmã
de cada cromossomo, os cromossomos
 são puxados pelas fibra do fuso par
os polos opostos da célula, processo
que que as fibras cromossômicas sofrem
despolimerização na região do cinetócoros
 por ações de enzimas.
 Telófase ultima fase da mitose,
 os cromossomos sofrem descondensarão
e desaparecem: a carioteca e o núcleo são
 reorganizados. Com a divisão completa
 as células passam a chamar de citocinese.
Mitose em células
         vegetais.
             
 Mitose.
 Não há centríolos (mitose
 acêntrica),Formação de fibras
 do áster (mitose
anastral), a citocinese
 e centrifuga (dentro ou fora)
em função da grande resistência
da parede celular.
Meiose
                    
 A meiose garante a existência da fase haploide no
  ciclo de vida da diploide restabelecida por meio da
  fecundação, após a fecundação (meiose inicia ou
  ciótica); no meio do ciclo (meiose intermediaria ou
  esporotica); no final(meiose final ou gamética).
Meiose I e II: esta dividida entre a prófase I e II, metáfase I e II, anáfase I e II, e
a telófase I e II.
Na prófase I: E dividida em cinco subfase consecutiva, processo descrito pelo
interfase antes da célula entra em mitose.
A metáfase I os cromossomos e algumas fibras polares que apos o
rompimento da carioteca, ocupam a região correspondente ou núcleo.
Anáfase I e caraterizada pelo deslocamento dos cromossomos para os polos
opostos da célula.
Telófase I os cromossomos desespiralizam-se a carioteca e núcleo se
reorganizam e ocorre a citocinese.
Meiose.
                        
 As células da haploides formadas pela meiose I sofre uma
  segunda divisão que e a Meiose II, ou segunda divisão
  meiótica. As fases da meiose II são: a prófase II, metáfase
  II, anáfase II, e a telófase II.
 Prófase II; Os cromossomos espiralaram-se. Centríolos
  duplicam, carioteca e núcleo desaparecem, fibras polares
  passam a ocupar a região correspondente ao núcleo. Os
  cromossomos unem-se com cinetócoros.
 Metáfase II díades no equador celular.
 Anáfase II os centrômeros separam-se e cada cromátide-irmã
  de uma díade e puxando para o polo da célula.
 Telófase II e citocinese: cromossomos-irmãos nos polos da
  célula, fibra do fuso desaparecem e a carioteca e o núcleo se
  reorganizam.
A divisão celular das bactérias.
                         
Nas células procariontes não há citoesqueleto pois a
divisão celular e mais simples, não ocorre a mitose, a
divisão se inicia com alongamento da célula e
duplicação de DNA, o alongamento da célula e ocorre
imaginação da membrana plasmática na região
mediana separando as duas células-filhas.
REPRODUÇÃO
         
O que é reprodução?

Qual a importância da reprodução?

 Quais são os tipos de Reprodução?
Como       ocorre      a    reprodução
das espécies?
O que é Reprodução?
         
    É o mecanismo em que um ou dois indivíduos
originam novos indivíduos, contribuindo para a
perpetuação da espécie.
Tipos de reprodução
            
Reprodução Assexuada– um único
indivíduo origina outros, sem que haja troca de
material genético entre células especiais de
reprodução.

 Reprodução Sexuada–       mecanismo em que
normalmente dois organismos originam um novo
indivíduo com troca de material genético entre
células especiais de reprodução, denominadas
Gametas.
Tipos de reprodução
         
Reprodução Assexuada
Cissiparidade;
Esporulação;
Gemiparidade ou Brotamento;
Estrobilação;
Regeneração;
Propagação Vegetativa.
Reprodução Assexuada.
                         
 Cissiparidade (fissão binária, bipartição, divisão
  simples) – um organismo simples divide-se em duas
  partes geneticamente iguais, que passarão a
  constituir novos indivíduos.

 É verificada em geral em bactérias, algas unicelulares
  e protozoários.
Cissiparidade
     
Reprodução Assexuada .

                     
   Esporulação – fissão múltipla – o núcleo
    celular se divide sucessivamente, e cada
    núcleo filho, juntamente com uma parte do
    citoplasma, origina um esporo. Quando
    liberado da célula que originou, poderá
    formar um novo indivíduo.

 Ocorre em bactérias,      fungos,   algas   e
  protozoários.
Esporulação
    
Reprodução Assexuada.
                     
 Gemiparidade ou Brotamento - quando
  o     organismo    emite   lentamente    um
  “broto”, que cresce, formando um novo
  indivíduo. Os indivíduos que “brotam”
  podem se destacar do organismo parental e
  viver isoladamente ou manter-se agregado a
  ele, constituindo uma colônia.
 Ocorre                em               certas
  bactérias, protozoários, fungos, poríferos e
  celenterados.
Gemiparidade ou Brotamento
           
Reprodução Assexuada.

 Estrobilação    -
                        em
                     ocorre       algumas espécies de
 celenterados,  no    qual    o    pólipo    se  divide
 transversalmente em discos, formando um indivíduo
 semelhante a um estróbilo (ou pinha), originando várias
 medusas.
Estrobilação
    
Reprodução Assexuada ou
          Agâmica
                   
 Regeneração - quando parte do individuo
 é cortado gerando um novo ser. Cortando o
 braço de uma estrela-do-mar, verifica-se que
 o animal regenera o braço cortado, podendo
 reconstituir um novo organismo. Observa-se
 também em planárias.
Regeneração
    
Tipos de reprodução
          
Reprodução Sexuada - mecanismo em
que normalmente dois organismos originam
um novo indivíduo com troca de material
genético    entre    células    especiais  de
reprodução, denominadas Gametas.
 Destaca-se dois fenômenos que permite uma
certa variabilidade entre os descendentes.
Meiose
Fecundação
MEIOSE
 Uma célula diploide (2n) origina quatro células haploides (n), sendo
  comum a ocorrência de crossig-over ou permutação.
                               
FECUNDAÇÃO
 Mecanismo que permite reconstituir o número normal de
  cromossomos da espécie.

                             
Unidade escolar celestino filho
              
 Criados pelos alunas: Brena aliete,Bianca
  de Paula, Mª de Jesus, Mª dos Humildes e
  pelos alunos: Francielsom Vieira, Henrique
  Felipe.
Obrigado
   

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Núcleo celular
Núcleo celularNúcleo celular
Núcleo celular
César Milani
 
Meiose
MeioseMeiose
Heranca ligada sexo
Heranca ligada sexoHeranca ligada sexo
Heranca ligada sexo
Iuri Fretta Wiggers
 
Células
CélulasCélulas
Células
Killer Max
 
Núcleo celular
Núcleo celularNúcleo celular
Núcleo celular
Silvana Sanches
 
Evolução biológica
Evolução biológicaEvolução biológica
Evolução biológica
César Milani
 
Núcleo celular
Núcleo celularNúcleo celular
Núcleo celular
MARCIAMP
 
Divisão celular
Divisão celularDivisão celular
Divisão celular
Gabriel Mendes de Almeida
 
Citoplasma e organelas
Citoplasma e organelasCitoplasma e organelas
Citoplasma e organelas
profatatiana
 
Classificação biológica
Classificação biológicaClassificação biológica
Classificação biológica
Elisa Margarita Orlandi
 
Heranca e sexo
Heranca e sexoHeranca e sexo
Heranca e sexo
URCA
 
Aulão a origem da vida
Aulão a origem da vidaAulão a origem da vida
Aulão a origem da vida
César Milani
 
Polialelia alelos multiplos - pelagem de coelhos
Polialelia   alelos multiplos - pelagem de coelhosPolialelia   alelos multiplos - pelagem de coelhos
Polialelia alelos multiplos - pelagem de coelhos
Elaine
 
Introdução a genetica
Introdução a geneticaIntrodução a genetica
Introdução a genetica
UERGS
 
2 - Teorias evolucionistas
2 - Teorias evolucionistas2 - Teorias evolucionistas
2 - Teorias evolucionistas
Ana Castro
 
II. 1 As células
II. 1 As célulasII. 1 As células
II. 1 As células
Rebeca Vale
 
Níveis de organização dos seres vivos
Níveis de organização dos seres vivosNíveis de organização dos seres vivos
Níveis de organização dos seres vivos
Fatima Comiotto
 
Apresentação bactérias
Apresentação bactériasApresentação bactérias
Apresentação bactérias
Fernanda Marinho
 
Vírus
VírusVírus
Vírus
profatatiana
 
Aula 8 ciclo celular mitose e meiose
Aula 8   ciclo celular mitose e meioseAula 8   ciclo celular mitose e meiose
Aula 8 ciclo celular mitose e meiose
MARCIAMP
 

Mais procurados (20)

Núcleo celular
Núcleo celularNúcleo celular
Núcleo celular
 
Meiose
MeioseMeiose
Meiose
 
Heranca ligada sexo
Heranca ligada sexoHeranca ligada sexo
Heranca ligada sexo
 
Células
CélulasCélulas
Células
 
Núcleo celular
Núcleo celularNúcleo celular
Núcleo celular
 
Evolução biológica
Evolução biológicaEvolução biológica
Evolução biológica
 
Núcleo celular
Núcleo celularNúcleo celular
Núcleo celular
 
Divisão celular
Divisão celularDivisão celular
Divisão celular
 
Citoplasma e organelas
Citoplasma e organelasCitoplasma e organelas
Citoplasma e organelas
 
Classificação biológica
Classificação biológicaClassificação biológica
Classificação biológica
 
Heranca e sexo
Heranca e sexoHeranca e sexo
Heranca e sexo
 
Aulão a origem da vida
Aulão a origem da vidaAulão a origem da vida
Aulão a origem da vida
 
Polialelia alelos multiplos - pelagem de coelhos
Polialelia   alelos multiplos - pelagem de coelhosPolialelia   alelos multiplos - pelagem de coelhos
Polialelia alelos multiplos - pelagem de coelhos
 
Introdução a genetica
Introdução a geneticaIntrodução a genetica
Introdução a genetica
 
2 - Teorias evolucionistas
2 - Teorias evolucionistas2 - Teorias evolucionistas
2 - Teorias evolucionistas
 
II. 1 As células
II. 1 As célulasII. 1 As células
II. 1 As células
 
Níveis de organização dos seres vivos
Níveis de organização dos seres vivosNíveis de organização dos seres vivos
Níveis de organização dos seres vivos
 
Apresentação bactérias
Apresentação bactériasApresentação bactérias
Apresentação bactérias
 
Vírus
VírusVírus
Vírus
 
Aula 8 ciclo celular mitose e meiose
Aula 8   ciclo celular mitose e meioseAula 8   ciclo celular mitose e meiose
Aula 8 ciclo celular mitose e meiose
 

Destaque

Núcleo FIJ
Núcleo FIJNúcleo FIJ
Núcleo FIJ
Dalu Barreto
 
Núcleo interfásico e mitose
Núcleo interfásico e mitoseNúcleo interfásico e mitose
Núcleo interfásico e mitose
Larissa Yamazaki
 
Bases cromossomicas da hereditariedade
Bases cromossomicas da hereditariedadeBases cromossomicas da hereditariedade
Bases cromossomicas da hereditariedade
eebniltonkucker
 
Aula divisão celular
Aula divisão celularAula divisão celular
Aula divisão celular
Marcia Bantim
 
Cromossomos
CromossomosCromossomos
Cromossomos
Messias Chaves
 
Núcleo celular
Núcleo celularNúcleo celular
Núcleo celular
CCMbiologia
 
Mitose Meiose
Mitose MeioseMitose Meiose
Mitose Meiose
guesta61019
 

Destaque (7)

Núcleo FIJ
Núcleo FIJNúcleo FIJ
Núcleo FIJ
 
Núcleo interfásico e mitose
Núcleo interfásico e mitoseNúcleo interfásico e mitose
Núcleo interfásico e mitose
 
Bases cromossomicas da hereditariedade
Bases cromossomicas da hereditariedadeBases cromossomicas da hereditariedade
Bases cromossomicas da hereditariedade
 
Aula divisão celular
Aula divisão celularAula divisão celular
Aula divisão celular
 
Cromossomos
CromossomosCromossomos
Cromossomos
 
Núcleo celular
Núcleo celularNúcleo celular
Núcleo celular
 
Mitose Meiose
Mitose MeioseMitose Meiose
Mitose Meiose
 

Semelhante a Biologia, núcleo e divisão celular.

Núcleo e rep celular
Núcleo e rep celularNúcleo e rep celular
Núcleo e rep celular
paulogrillo
 
Divisão celular
Divisão celularDivisão celular
Divisão celular
Gabriel de Oliveira
 
Divisão celular - Mitose e Meiose
Divisão celular - Mitose e MeioseDivisão celular - Mitose e Meiose
Divisão celular - Mitose e Meiose
Victor Hugo
 
A CéLula
A CéLulaA CéLula
A CéLula
Fabianez
 
Nucleo e divisao celular
Nucleo e divisao celularNucleo e divisao celular
Núcleo e divisão celular
Núcleo e divisão celularNúcleo e divisão celular
Núcleo e divisão celular
Maria Jose Queiroz
 
Divisao celular
Divisao celular Divisao celular
Divisao celular
Renata de Castro
 
Apostila divisão celular - UFF
Apostila divisão celular - UFFApostila divisão celular - UFF
Apostila divisão celular - UFF
Guellity Marcel
 
Ciclo celular
Ciclo celularCiclo celular
Ciclo celular
margaridabt
 
Conceitos basicos de Genetica - aula 3a.ppt
Conceitos basicos de Genetica - aula 3a.pptConceitos basicos de Genetica - aula 3a.ppt
Conceitos basicos de Genetica - aula 3a.ppt
ElizangelaDeSouzaAra
 
(2) Divisão celular
(2) Divisão celular(2) Divisão celular
(2) Divisão celular
Hugo Martins
 
Grupo 1
Grupo 1Grupo 1
Grupo 1
Taina16
 
2ª Aula Núcleo
2ª Aula Núcleo2ª Aula Núcleo
2ª Aula Núcleo
Flávia Albuquerque
 
Divisão celular
Divisão celularDivisão celular
Divisao mitose
Divisao mitoseDivisao mitose
Divisao mitose
Silvana Sellman
 
04 divisão celular mitose e meiose
04 divisão celular   mitose e meiose04 divisão celular   mitose e meiose
04 divisão celular mitose e meiose
ManuhSilva
 
Aula -divisao-celular-mitose-e-meiose.pptx
Aula -divisao-celular-mitose-e-meiose.pptxAula -divisao-celular-mitose-e-meiose.pptx
Aula -divisao-celular-mitose-e-meiose.pptx
NalbertoMartins1
 
Divisão celular
Divisão celularDivisão celular
Divisão celular
Alessandra Firmino
 
Núcleo interfásico e mitose
Núcleo interfásico e mitoseNúcleo interfásico e mitose
Núcleo interfásico e mitose
Larissa Yamazaki
 
Divisão celular
Divisão celularDivisão celular
Divisão celular
Yana Sofia
 

Semelhante a Biologia, núcleo e divisão celular. (20)

Núcleo e rep celular
Núcleo e rep celularNúcleo e rep celular
Núcleo e rep celular
 
Divisão celular
Divisão celularDivisão celular
Divisão celular
 
Divisão celular - Mitose e Meiose
Divisão celular - Mitose e MeioseDivisão celular - Mitose e Meiose
Divisão celular - Mitose e Meiose
 
A CéLula
A CéLulaA CéLula
A CéLula
 
Nucleo e divisao celular
Nucleo e divisao celularNucleo e divisao celular
Nucleo e divisao celular
 
Núcleo e divisão celular
Núcleo e divisão celularNúcleo e divisão celular
Núcleo e divisão celular
 
Divisao celular
Divisao celular Divisao celular
Divisao celular
 
Apostila divisão celular - UFF
Apostila divisão celular - UFFApostila divisão celular - UFF
Apostila divisão celular - UFF
 
Ciclo celular
Ciclo celularCiclo celular
Ciclo celular
 
Conceitos basicos de Genetica - aula 3a.ppt
Conceitos basicos de Genetica - aula 3a.pptConceitos basicos de Genetica - aula 3a.ppt
Conceitos basicos de Genetica - aula 3a.ppt
 
(2) Divisão celular
(2) Divisão celular(2) Divisão celular
(2) Divisão celular
 
Grupo 1
Grupo 1Grupo 1
Grupo 1
 
2ª Aula Núcleo
2ª Aula Núcleo2ª Aula Núcleo
2ª Aula Núcleo
 
Divisão celular
Divisão celularDivisão celular
Divisão celular
 
Divisao mitose
Divisao mitoseDivisao mitose
Divisao mitose
 
04 divisão celular mitose e meiose
04 divisão celular   mitose e meiose04 divisão celular   mitose e meiose
04 divisão celular mitose e meiose
 
Aula -divisao-celular-mitose-e-meiose.pptx
Aula -divisao-celular-mitose-e-meiose.pptxAula -divisao-celular-mitose-e-meiose.pptx
Aula -divisao-celular-mitose-e-meiose.pptx
 
Divisão celular
Divisão celularDivisão celular
Divisão celular
 
Núcleo interfásico e mitose
Núcleo interfásico e mitoseNúcleo interfásico e mitose
Núcleo interfásico e mitose
 
Divisão celular
Divisão celularDivisão celular
Divisão celular
 

Último

Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
vinibolado86
 
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIAAPRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
karinenobre2033
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdfAULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
SthafaniHussin1
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 

Último (20)

Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
 
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIAAPRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdfAULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 

Biologia, núcleo e divisão celular.

  • 2. Núcleo, divisão celular e reprodução  Núcleo: numero .   E a estrutura presente nas células que e Responsável pelo controle das funções celulares.  Anucleadas: sem o núcleo.  A maioria das células são mononucleadas: Apresenta apenas um núcleo.  Binucleadas: Com dois núcleo.  Multinucleadas: com vários núcleo.
  • 3. Núcleo, divisão celular e reprodução   Núcleo: formas.  O núcleo geralmente e arredondado, de maneira geral o formato do núcleo e relativo a célula. Os núcleos de células cúbicas e esféricas, normalmente são esféricos. Nas células pavimentosas são mais achatados, e nas prismáticas são mais longos.
  • 4. composição núcleo.  O núcleo e constituído pela carioteca nu- cleo-plasma, pela cromatina e pelo nucleico.  Carioteca: E formada por duas membrana justapostas, que apresentam poros, em cada poro há um complexo de proteínas que regulam a entrada e saída de substancia do núcleo.  Nucleoplasma e cromatina: E consti- tuído basicamente de substancias dissolvidas na água, onde no interior do núcleo preenchido por cariolinfa ou nucleoplasma fluido gelatinoso semelhante ou citosol.
  • 5. Composição do núcleo.  Cromatina: formada basicamente por dois tipos básicos: a heterocromatina que corresponde a região mais corada, pois os filamentos estão condensando, o outro e eucromatina, que corresponde a região menos corada pois os filamentos estão menos condensados, e o local onde os gemes estão ativos. Nucleico: e constituída basicamente por RNA ribossomos e proteína, a associação do RNAr com proteínas formaram os graus ribonucleicas-proteínas que comporão os ribossomos.
  • 6. Divisão celular.   A divisão celular consiste em dois processo, a mitose e meiose  Mitose: Uma celular da Origem a duas outras células com o mesmo numero de cromossomos da inicial, tipo de divisão celular que e realiza do na reprodução assexuada.
  • 7. Meiose: Uma célula da origem a quatro novas células com metade do numero de cromossomos da célula inicial. As células pode ser diploide ou diploides de acordo com o numero de cromossomos As células diploides possuem pares de cromossomos homológico e são representado por 2n. As celular haploides possuem apenas um dos cromossomos representado por n.
  • 8. Ciclo celular.  O ciclo celular dividido em: Interfase.   A interfase INTÉRFASE: é composta por três fases: • G1: intensa atividade metabólica (síntese de proteínas, enzimas, RNA e também de organelas celulares). • S: replicação de DNA. A cromatina passa a ser constituída por duas cromátides, unidos por um centrômero. • G2: Nesta fase dá-se a síntese de biomoléculas necessárias à mitose e crescimento celular e duplicação dos centríolos. Na mitose em que a celular se dividem em duas partes, ela passa por quatro fase a Prófase, metáfase, anáfase, e telófase.
  • 9. Câncer.  O câncer.   A base biológica do Câncer esta fundamentada na perda da capacidade normal da celular se dividir, com Isso as células cancerianas não param de se multiplicar. Vários fatos podem desencadear essa capacidade de Divisão. O que pode causar o Câncer? O Câncer pode se cousa pelas infeções vitais, vírus (HPV), da Hepatite B, radiação, alguns produtos químico e derivados do tabaco. Mitoses anormais e aceleradas podem originar tumores malignos (Neoplasia/Câncer). Muitos tipos de câncer não têm causas conhecidas e outros estão associados a drogas, radiação e certos vírus.
  • 10. Mitose em células animais  Embora a mitose seja dividida em quatro fases: prófase, metáfase, anáfase e telófase, mas o resultado da separação da célula final e d citocinese.  No inicio da prófase os cromossomos formam duas cromáticas-irmãs unidos pelo centrômero; O núcleo vai se tomar menos evidente ate desaparecer, pois cessa a transição de RNAr. No citoplasma cada celular se organza no seu próprio arranjo radial de micro túbulos. Cada centrossomo crescem, determino-o afastamento do centro da célula indo cada parte do núcleo e do citoplasma par os polos da célula.  •Na metáfase começa logo após a ruptura da carioteca, e não deixa um limite físico entre o núcleo e o citoplasma; nesta fase os microtubulos de fibra polar unem-se ou cinetócoros formando a fibra cromossômica, com essa união possibilito o deslocamento do cromossomos em direção equatorial da célula.
  • 11. A anáfase se inicia com a separação dos centrômeros, permitindo a separação completa das duas cromátides-irmã de cada cromossomo, os cromossomos são puxados pelas fibra do fuso par os polos opostos da célula, processo que que as fibras cromossômicas sofrem despolimerização na região do cinetócoros por ações de enzimas. Telófase ultima fase da mitose, os cromossomos sofrem descondensarão e desaparecem: a carioteca e o núcleo são reorganizados. Com a divisão completa as células passam a chamar de citocinese.
  • 12. Mitose em células vegetais.   Mitose.  Não há centríolos (mitose  acêntrica),Formação de fibras  do áster (mitose anastral), a citocinese e centrifuga (dentro ou fora) em função da grande resistência da parede celular.
  • 13. Meiose   A meiose garante a existência da fase haploide no ciclo de vida da diploide restabelecida por meio da fecundação, após a fecundação (meiose inicia ou ciótica); no meio do ciclo (meiose intermediaria ou esporotica); no final(meiose final ou gamética).
  • 14. Meiose I e II: esta dividida entre a prófase I e II, metáfase I e II, anáfase I e II, e a telófase I e II. Na prófase I: E dividida em cinco subfase consecutiva, processo descrito pelo interfase antes da célula entra em mitose. A metáfase I os cromossomos e algumas fibras polares que apos o rompimento da carioteca, ocupam a região correspondente ou núcleo. Anáfase I e caraterizada pelo deslocamento dos cromossomos para os polos opostos da célula. Telófase I os cromossomos desespiralizam-se a carioteca e núcleo se reorganizam e ocorre a citocinese.
  • 15. Meiose.   As células da haploides formadas pela meiose I sofre uma segunda divisão que e a Meiose II, ou segunda divisão meiótica. As fases da meiose II são: a prófase II, metáfase II, anáfase II, e a telófase II.  Prófase II; Os cromossomos espiralaram-se. Centríolos duplicam, carioteca e núcleo desaparecem, fibras polares passam a ocupar a região correspondente ao núcleo. Os cromossomos unem-se com cinetócoros.  Metáfase II díades no equador celular.  Anáfase II os centrômeros separam-se e cada cromátide-irmã de uma díade e puxando para o polo da célula.  Telófase II e citocinese: cromossomos-irmãos nos polos da célula, fibra do fuso desaparecem e a carioteca e o núcleo se reorganizam.
  • 16. A divisão celular das bactérias.  Nas células procariontes não há citoesqueleto pois a divisão celular e mais simples, não ocorre a mitose, a divisão se inicia com alongamento da célula e duplicação de DNA, o alongamento da célula e ocorre imaginação da membrana plasmática na região mediana separando as duas células-filhas.
  • 17. REPRODUÇÃO  O que é reprodução? Qual a importância da reprodução? Quais são os tipos de Reprodução? Como ocorre a reprodução das espécies?
  • 18. O que é Reprodução?  É o mecanismo em que um ou dois indivíduos originam novos indivíduos, contribuindo para a perpetuação da espécie.
  • 19. Tipos de reprodução  Reprodução Assexuada– um único indivíduo origina outros, sem que haja troca de material genético entre células especiais de reprodução. Reprodução Sexuada– mecanismo em que normalmente dois organismos originam um novo indivíduo com troca de material genético entre células especiais de reprodução, denominadas Gametas.
  • 20. Tipos de reprodução  Reprodução Assexuada Cissiparidade; Esporulação; Gemiparidade ou Brotamento; Estrobilação; Regeneração; Propagação Vegetativa.
  • 21. Reprodução Assexuada.   Cissiparidade (fissão binária, bipartição, divisão simples) – um organismo simples divide-se em duas partes geneticamente iguais, que passarão a constituir novos indivíduos.  É verificada em geral em bactérias, algas unicelulares e protozoários.
  • 23. Reprodução Assexuada .   Esporulação – fissão múltipla – o núcleo celular se divide sucessivamente, e cada núcleo filho, juntamente com uma parte do citoplasma, origina um esporo. Quando liberado da célula que originou, poderá formar um novo indivíduo.  Ocorre em bactérias, fungos, algas e protozoários.
  • 25. Reprodução Assexuada.   Gemiparidade ou Brotamento - quando o organismo emite lentamente um “broto”, que cresce, formando um novo indivíduo. Os indivíduos que “brotam” podem se destacar do organismo parental e viver isoladamente ou manter-se agregado a ele, constituindo uma colônia.  Ocorre em certas bactérias, protozoários, fungos, poríferos e celenterados.
  • 27. Reprodução Assexuada.  Estrobilação - em ocorre algumas espécies de celenterados, no qual o pólipo se divide transversalmente em discos, formando um indivíduo semelhante a um estróbilo (ou pinha), originando várias medusas.
  • 29. Reprodução Assexuada ou Agâmica   Regeneração - quando parte do individuo é cortado gerando um novo ser. Cortando o braço de uma estrela-do-mar, verifica-se que o animal regenera o braço cortado, podendo reconstituir um novo organismo. Observa-se também em planárias.
  • 31. Tipos de reprodução  Reprodução Sexuada - mecanismo em que normalmente dois organismos originam um novo indivíduo com troca de material genético entre células especiais de reprodução, denominadas Gametas. Destaca-se dois fenômenos que permite uma certa variabilidade entre os descendentes. Meiose Fecundação
  • 32. MEIOSE  Uma célula diploide (2n) origina quatro células haploides (n), sendo comum a ocorrência de crossig-over ou permutação. 
  • 33. FECUNDAÇÃO  Mecanismo que permite reconstituir o número normal de cromossomos da espécie. 
  • 34.
  • 35. Unidade escolar celestino filho   Criados pelos alunas: Brena aliete,Bianca de Paula, Mª de Jesus, Mª dos Humildes e pelos alunos: Francielsom Vieira, Henrique Felipe.
  • 36. Obrigado