SlideShare uma empresa Scribd logo
Aula 4 de 4 Versão Aluno
Bandeirantes
Você já ouviu falar nos Bandeirantes? Este nome pode soar bem familiar, aliás, temos uma grande
rodovia com esse nome e alguns nomes de bandeirantes também compõem nomes de ruas, avenidas e
rodovias, por todo o país, como exemplo, temos: Raposo Tavares, Borba Gato, Anhanguera, Fernão
Dias.
Mas afinal, quem eram os bandeirantes?
Por que os nomes deles estão em todos os
lugares? Qual a relação deles conosco?
Vamos descobrir!
Bandeirantes
Para começar, as bandeiras e entradas foram fatores de extrema importância para a colonização do
interior do Brasil.
Durante o final do século XVI e início do século XVII surgiram as Bandeiras, que tinham por objetivo
capturar indígenas para o trabalho e descobrir minas de metais preciosos. Os Bandeirantes eram os
portugueses responsáveis por este trabalho.
A região do sertão paulista era caminho entre as minas de Mato Grosso e a saída das Bandeiras, que
subia pelo rio Tietê, dando origem a várias cidades que hoje conhecemos como Porto Feliz – SP (
fundanda em 1797) e Franca - SP (fundada em 1804).
O início do século XVII é também o momento em que se estabeleceram os primeiros contatos entre
colonos europeus e as etnias do planalto paulista. A ocupação do interior paulista foi resultado de um
conjunto de questões associadas à colonização portuguesa na América. Conforme novas terras foram
sendo descobertas, elas eram ocupadas, evitando a invasão de colonizadores de outros países.
A ocupação intensiva do sertão paulista aconteceu a partir do avanço das fronteiras agrícolas,
especialmente a partir do cultivo do café.
Assim, no século XIX surgem propriedades e construções. As fazendas e sua estruturação (que indica
hierarquias sociais, políticas e econômicas em seu interior) também foram importantes, além de um
sistema de estradas de ferro, estações, galpões e tudo o mais relacionado ao transporte e à estocagem do
café.
Também derivado do ciclo do café ocorreu a imigração europeia, além da importação de vários bens da
Europa na época: louças, roupas, etc.
As estradas de ferro ajudaram a
povoar muitas regiões do estado
de São Paulo. Alguém na sua
família chegou a sua cidade de
trem?
Históricos
Fragmento de louça
Como vimos anteriormente, chamamos de sítios históricos aqueles que
possuem vestígios materiais que datam da época posterior a chegada dos
colonizadores no Brasil. Nesses sítios, foram encontrados abundantes
fragmentos de materiais construtivos (telha capa e canal, tijolos e reboco),
abundantes fragmentos de cerâmica comum, faiança, alguma porcelana,
alguns vidros e alguns objetos metálicos oxidados (alfaias agrícolas e
outros).
Fragmento de metal
Agora que você já aprendeu sobre arqueologia, história e patrimônio
histórico cultural da região em que vive, seja também um pesquisador e
sempre busque saber mais! Você pode dividir suas pesquisas conosco no
nosso blog:
www.documentoculturalaestiete.com
Contamos com você!
Ficha Técnica
Coordenação Geral
L.D. Dra. Erika M. Robrahn-González –
Arqueóloga, Antropóloga e Historiadora
Coordenação de Educação Patrimonial
Ma. Marian Helen da S. G. Rodrigues
Arqueóloga, Literata e Psicopedagoga
Jorlan Oliveira - Conservação de Acervos
Chief Culture Officer
Me. Gerson Levi Lazzaris, MA– Antropólogo e
Arqueólogo.
Desenvolvimento de Conteúdo e Revisão
Ana Claudia Fragoso – Arqueóloga
Camila Gobbo - Historiadora
Carmem M. Brugnera – Pedagoga
Larissa Castro – Historiadora
Lucas Bernalli – Geografo
Ma. Marian Helen da S.G. Rodrigues -
Arqueóloga
Vanessa Caldeirão - Arqueóloga
Cleber Mendonça – Bacharel em Letras
Gestão Socioambiental
Alexandre Silva - Antropólogo
Editoração
Eduardo Staudt – Gestor de Marketing e Produtos
Leonardo Scauri - Analista de Marketing

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Bacia do Rio Tietê - Aula 4 - Versão Aluno

Bacia do Rio Grande Aula 4 Versão Professor
Bacia do Rio Grande Aula 4 Versão ProfessorBacia do Rio Grande Aula 4 Versão Professor
Bacia do Rio Grande Aula 4 Versão Professor
Erika Marion Robrahn-González
 
Histriadeportugal 100521111158-phpapp01
Histriadeportugal 100521111158-phpapp01Histriadeportugal 100521111158-phpapp01
Histriadeportugal 100521111158-phpapp01
Carolina Magalhães
 
Histriadeportugal 100521111158-phpapp01
Histriadeportugal 100521111158-phpapp01Histriadeportugal 100521111158-phpapp01
Histriadeportugal 100521111158-phpapp01
Carolina Magalhães
 
Leituras da cidade: história e memória de Salto
Leituras da cidade: história e memória de SaltoLeituras da cidade: história e memória de Salto
Leituras da cidade: história e memória de Salto
Elton Zanoni
 
Projeto História Viva Serro
Projeto História Viva SerroProjeto História Viva Serro
Projeto História Viva Serro
Sabrina Soares
 
Ulrico_Schmidl no Brasil Quinhentista - Kloster & Sommer - soc Hans Staden -...
Ulrico_Schmidl no Brasil Quinhentista -  Kloster & Sommer - soc Hans Staden -...Ulrico_Schmidl no Brasil Quinhentista -  Kloster & Sommer - soc Hans Staden -...
Ulrico_Schmidl no Brasil Quinhentista - Kloster & Sommer - soc Hans Staden -...
Miguel Penteado
 
Revista Metropolis
Revista MetropolisRevista Metropolis
Revista Metropolis
Jaqueline Leal
 
Povoamento do Município de Ermo, SC
Povoamento do Município de Ermo, SCPovoamento do Município de Ermo, SC
Povoamento do Município de Ermo, SC
Brenner Cardoso
 
Rio de sangue parte i
Rio de sangue parte iRio de sangue parte i
Rio de sangue parte i
Ana Paula
 
Contexto Histórico do Bairro do Itaim Bibi, SP
Contexto Histórico do Bairro do Itaim Bibi, SPContexto Histórico do Bairro do Itaim Bibi, SP
Contexto Histórico do Bairro do Itaim Bibi, SP
Erika Marion Robrahn-González
 
Genealogia paulistana vol1
Genealogia paulistana vol1Genealogia paulistana vol1
Genealogia paulistana vol1
Alessandro Ricardo Aparício
 
Origem dos generos musicais
Origem dos generos musicaisOrigem dos generos musicais
Origem dos generos musicais
Eralda Cruz
 
Artigo pra7
Artigo pra7Artigo pra7
Artigo pra7
Gisele Laura Haddad
 
História da Arte no Brasil
História da Arte no BrasilHistória da Arte no Brasil
História da Arte no Brasil
CLEBER LUIS DAMACENO
 
3315
33153315
11 arte brasileira 2020
11 arte brasileira 202011 arte brasileira 2020
11 arte brasileira 2020
CLEBER LUIS DAMACENO
 
Ppt formação de portugal e dinastias
Ppt formação de portugal e dinastiasPpt formação de portugal e dinastias
Ppt formação de portugal e dinastias
Ministry of Education (Brazil)
 
História de portugal
História  de portugal   História  de portugal
História de portugal
Ministério da Educação
 
Aula 6 arte brasileira-2020
Aula 6 arte brasileira-2020Aula 6 arte brasileira-2020
Aula 6 arte brasileira-2020
CLEBER LUIS DAMACENO
 
A Música em Ribeirão Preto
A Música em Ribeirão PretoA Música em Ribeirão Preto
A Música em Ribeirão Preto
Gisele Laura Haddad
 

Semelhante a Bacia do Rio Tietê - Aula 4 - Versão Aluno (20)

Bacia do Rio Grande Aula 4 Versão Professor
Bacia do Rio Grande Aula 4 Versão ProfessorBacia do Rio Grande Aula 4 Versão Professor
Bacia do Rio Grande Aula 4 Versão Professor
 
Histriadeportugal 100521111158-phpapp01
Histriadeportugal 100521111158-phpapp01Histriadeportugal 100521111158-phpapp01
Histriadeportugal 100521111158-phpapp01
 
Histriadeportugal 100521111158-phpapp01
Histriadeportugal 100521111158-phpapp01Histriadeportugal 100521111158-phpapp01
Histriadeportugal 100521111158-phpapp01
 
Leituras da cidade: história e memória de Salto
Leituras da cidade: história e memória de SaltoLeituras da cidade: história e memória de Salto
Leituras da cidade: história e memória de Salto
 
Projeto História Viva Serro
Projeto História Viva SerroProjeto História Viva Serro
Projeto História Viva Serro
 
Ulrico_Schmidl no Brasil Quinhentista - Kloster & Sommer - soc Hans Staden -...
Ulrico_Schmidl no Brasil Quinhentista -  Kloster & Sommer - soc Hans Staden -...Ulrico_Schmidl no Brasil Quinhentista -  Kloster & Sommer - soc Hans Staden -...
Ulrico_Schmidl no Brasil Quinhentista - Kloster & Sommer - soc Hans Staden -...
 
Revista Metropolis
Revista MetropolisRevista Metropolis
Revista Metropolis
 
Povoamento do Município de Ermo, SC
Povoamento do Município de Ermo, SCPovoamento do Município de Ermo, SC
Povoamento do Município de Ermo, SC
 
Rio de sangue parte i
Rio de sangue parte iRio de sangue parte i
Rio de sangue parte i
 
Contexto Histórico do Bairro do Itaim Bibi, SP
Contexto Histórico do Bairro do Itaim Bibi, SPContexto Histórico do Bairro do Itaim Bibi, SP
Contexto Histórico do Bairro do Itaim Bibi, SP
 
Genealogia paulistana vol1
Genealogia paulistana vol1Genealogia paulistana vol1
Genealogia paulistana vol1
 
Origem dos generos musicais
Origem dos generos musicaisOrigem dos generos musicais
Origem dos generos musicais
 
Artigo pra7
Artigo pra7Artigo pra7
Artigo pra7
 
História da Arte no Brasil
História da Arte no BrasilHistória da Arte no Brasil
História da Arte no Brasil
 
3315
33153315
3315
 
11 arte brasileira 2020
11 arte brasileira 202011 arte brasileira 2020
11 arte brasileira 2020
 
Ppt formação de portugal e dinastias
Ppt formação de portugal e dinastiasPpt formação de portugal e dinastias
Ppt formação de portugal e dinastias
 
História de portugal
História  de portugal   História  de portugal
História de portugal
 
Aula 6 arte brasileira-2020
Aula 6 arte brasileira-2020Aula 6 arte brasileira-2020
Aula 6 arte brasileira-2020
 
A Música em Ribeirão Preto
A Música em Ribeirão PretoA Música em Ribeirão Preto
A Música em Ribeirão Preto
 

Mais de Erika Marion Robrahn-González

Apresentação do Workshop Colaborativo com Professores - Eduardo Staudt
Apresentação do Workshop Colaborativo com Professores - Eduardo StaudtApresentação do Workshop Colaborativo com Professores - Eduardo Staudt
Apresentação do Workshop Colaborativo com Professores - Eduardo Staudt
Erika Marion Robrahn-González
 
Apresentação do Workshop Colaborativo com Professores - Felipe Sobral
Apresentação do Workshop Colaborativo com Professores - Felipe SobralApresentação do Workshop Colaborativo com Professores - Felipe Sobral
Apresentação do Workshop Colaborativo com Professores - Felipe Sobral
Erika Marion Robrahn-González
 
Apresentação do Workshop Colaborativo com Professores - Marrian Rodrigues
Apresentação do Workshop Colaborativo com Professores - Marrian RodriguesApresentação do Workshop Colaborativo com Professores - Marrian Rodrigues
Apresentação do Workshop Colaborativo com Professores - Marrian Rodrigues
Erika Marion Robrahn-González
 
Apresentação do Workshop Colaborativo com Professores - Erika González
Apresentação do Workshop Colaborativo com Professores - Erika GonzálezApresentação do Workshop Colaborativo com Professores - Erika González
Apresentação do Workshop Colaborativo com Professores - Erika González
Erika Marion Robrahn-González
 
Aula Didática Completa - Programa de Porto Maravilha
Aula Didática Completa - Programa de Porto MaravilhaAula Didática Completa - Programa de Porto Maravilha
Aula Didática Completa - Programa de Porto Maravilha
Erika Marion Robrahn-González
 
Métodos de pesquisa em patrimônio cultural - Projeto Aripuanã
Métodos de pesquisa em patrimônio cultural - Projeto AripuanãMétodos de pesquisa em patrimônio cultural - Projeto Aripuanã
Métodos de pesquisa em patrimônio cultural - Projeto Aripuanã
Erika Marion Robrahn-González
 
Patrimônio cultural - Projeto Aripuanã
Patrimônio cultural -  Projeto AripuanãPatrimônio cultural -  Projeto Aripuanã
Patrimônio cultural - Projeto Aripuanã
Erika Marion Robrahn-González
 
Métodos de estudo arqueológico - Projeto Aripuanã
Métodos de estudo arqueológico - Projeto AripuanãMétodos de estudo arqueológico - Projeto Aripuanã
Métodos de estudo arqueológico - Projeto Aripuanã
Erika Marion Robrahn-González
 
O que é arqueologia - Projeto Aripuanã
O que é arqueologia - Projeto AripuanãO que é arqueologia - Projeto Aripuanã
O que é arqueologia - Projeto Aripuanã
Erika Marion Robrahn-González
 
Cartilha Patrimonial PCH´s do Rio Juruena
Cartilha Patrimonial PCH´s do Rio JuruenaCartilha Patrimonial PCH´s do Rio Juruena
Cartilha Patrimonial PCH´s do Rio Juruena
Erika Marion Robrahn-González
 
Cartilha Patrimonial Aqwa Corporate
Cartilha Patrimonial Aqwa CorporateCartilha Patrimonial Aqwa Corporate
Cartilha Patrimonial Aqwa Corporate
Erika Marion Robrahn-González
 
Cartilha Patrimonial Seropédica
Cartilha Patrimonial SeropédicaCartilha Patrimonial Seropédica
Cartilha Patrimonial Seropédica
Erika Marion Robrahn-González
 
Cartilha Patrimonial PCH Bocaiúva
Cartilha Patrimonial PCH BocaiúvaCartilha Patrimonial PCH Bocaiúva
Cartilha Patrimonial PCH Bocaiúva
Erika Marion Robrahn-González
 
Cartilha Patrimonial da Baía de Santos
Cartilha Patrimonial da Baía de SantosCartilha Patrimonial da Baía de Santos
Cartilha Patrimonial da Baía de Santos
Erika Marion Robrahn-González
 
Cartilha Patrimonial do Metropolitano de São Paulo
Cartilha Patrimonial do Metropolitano de São PauloCartilha Patrimonial do Metropolitano de São Paulo
Cartilha Patrimonial do Metropolitano de São Paulo
Erika Marion Robrahn-González
 
Cartilha Patrimonial do Programa Embraport, Santos, SP
Cartilha Patrimonial do Programa Embraport, Santos, SPCartilha Patrimonial do Programa Embraport, Santos, SP
Cartilha Patrimonial do Programa Embraport, Santos, SP
Erika Marion Robrahn-González
 
Bacia do Rio Tietê - Aula 3 - Versão Professor
Bacia do Rio Tietê -  Aula 3 - Versão ProfessorBacia do Rio Tietê -  Aula 3 - Versão Professor
Bacia do Rio Tietê - Aula 3 - Versão Professor
Erika Marion Robrahn-González
 
Bacia do Rio Tietê - Aula 3 - Versão Aluno
Bacia do Rio Tietê -  Aula 3 - Versão AlunoBacia do Rio Tietê -  Aula 3 - Versão Aluno
Bacia do Rio Tietê - Aula 3 - Versão Aluno
Erika Marion Robrahn-González
 
Bacia do Rio Tietê - Aula 2 - Versão Professor
Bacia do Rio Tietê -  Aula 2 - Versão ProfessorBacia do Rio Tietê -  Aula 2 - Versão Professor
Bacia do Rio Tietê - Aula 2 - Versão Professor
Erika Marion Robrahn-González
 
Bacia do Rio Tietê - Aula 2 - Versão Aluno
Bacia do Rio Tietê -  Aula 2 - Versão AlunoBacia do Rio Tietê -  Aula 2 - Versão Aluno
Bacia do Rio Tietê - Aula 2 - Versão Aluno
Erika Marion Robrahn-González
 

Mais de Erika Marion Robrahn-González (20)

Apresentação do Workshop Colaborativo com Professores - Eduardo Staudt
Apresentação do Workshop Colaborativo com Professores - Eduardo StaudtApresentação do Workshop Colaborativo com Professores - Eduardo Staudt
Apresentação do Workshop Colaborativo com Professores - Eduardo Staudt
 
Apresentação do Workshop Colaborativo com Professores - Felipe Sobral
Apresentação do Workshop Colaborativo com Professores - Felipe SobralApresentação do Workshop Colaborativo com Professores - Felipe Sobral
Apresentação do Workshop Colaborativo com Professores - Felipe Sobral
 
Apresentação do Workshop Colaborativo com Professores - Marrian Rodrigues
Apresentação do Workshop Colaborativo com Professores - Marrian RodriguesApresentação do Workshop Colaborativo com Professores - Marrian Rodrigues
Apresentação do Workshop Colaborativo com Professores - Marrian Rodrigues
 
Apresentação do Workshop Colaborativo com Professores - Erika González
Apresentação do Workshop Colaborativo com Professores - Erika GonzálezApresentação do Workshop Colaborativo com Professores - Erika González
Apresentação do Workshop Colaborativo com Professores - Erika González
 
Aula Didática Completa - Programa de Porto Maravilha
Aula Didática Completa - Programa de Porto MaravilhaAula Didática Completa - Programa de Porto Maravilha
Aula Didática Completa - Programa de Porto Maravilha
 
Métodos de pesquisa em patrimônio cultural - Projeto Aripuanã
Métodos de pesquisa em patrimônio cultural - Projeto AripuanãMétodos de pesquisa em patrimônio cultural - Projeto Aripuanã
Métodos de pesquisa em patrimônio cultural - Projeto Aripuanã
 
Patrimônio cultural - Projeto Aripuanã
Patrimônio cultural -  Projeto AripuanãPatrimônio cultural -  Projeto Aripuanã
Patrimônio cultural - Projeto Aripuanã
 
Métodos de estudo arqueológico - Projeto Aripuanã
Métodos de estudo arqueológico - Projeto AripuanãMétodos de estudo arqueológico - Projeto Aripuanã
Métodos de estudo arqueológico - Projeto Aripuanã
 
O que é arqueologia - Projeto Aripuanã
O que é arqueologia - Projeto AripuanãO que é arqueologia - Projeto Aripuanã
O que é arqueologia - Projeto Aripuanã
 
Cartilha Patrimonial PCH´s do Rio Juruena
Cartilha Patrimonial PCH´s do Rio JuruenaCartilha Patrimonial PCH´s do Rio Juruena
Cartilha Patrimonial PCH´s do Rio Juruena
 
Cartilha Patrimonial Aqwa Corporate
Cartilha Patrimonial Aqwa CorporateCartilha Patrimonial Aqwa Corporate
Cartilha Patrimonial Aqwa Corporate
 
Cartilha Patrimonial Seropédica
Cartilha Patrimonial SeropédicaCartilha Patrimonial Seropédica
Cartilha Patrimonial Seropédica
 
Cartilha Patrimonial PCH Bocaiúva
Cartilha Patrimonial PCH BocaiúvaCartilha Patrimonial PCH Bocaiúva
Cartilha Patrimonial PCH Bocaiúva
 
Cartilha Patrimonial da Baía de Santos
Cartilha Patrimonial da Baía de SantosCartilha Patrimonial da Baía de Santos
Cartilha Patrimonial da Baía de Santos
 
Cartilha Patrimonial do Metropolitano de São Paulo
Cartilha Patrimonial do Metropolitano de São PauloCartilha Patrimonial do Metropolitano de São Paulo
Cartilha Patrimonial do Metropolitano de São Paulo
 
Cartilha Patrimonial do Programa Embraport, Santos, SP
Cartilha Patrimonial do Programa Embraport, Santos, SPCartilha Patrimonial do Programa Embraport, Santos, SP
Cartilha Patrimonial do Programa Embraport, Santos, SP
 
Bacia do Rio Tietê - Aula 3 - Versão Professor
Bacia do Rio Tietê -  Aula 3 - Versão ProfessorBacia do Rio Tietê -  Aula 3 - Versão Professor
Bacia do Rio Tietê - Aula 3 - Versão Professor
 
Bacia do Rio Tietê - Aula 3 - Versão Aluno
Bacia do Rio Tietê -  Aula 3 - Versão AlunoBacia do Rio Tietê -  Aula 3 - Versão Aluno
Bacia do Rio Tietê - Aula 3 - Versão Aluno
 
Bacia do Rio Tietê - Aula 2 - Versão Professor
Bacia do Rio Tietê -  Aula 2 - Versão ProfessorBacia do Rio Tietê -  Aula 2 - Versão Professor
Bacia do Rio Tietê - Aula 2 - Versão Professor
 
Bacia do Rio Tietê - Aula 2 - Versão Aluno
Bacia do Rio Tietê -  Aula 2 - Versão AlunoBacia do Rio Tietê -  Aula 2 - Versão Aluno
Bacia do Rio Tietê - Aula 2 - Versão Aluno
 

Último

Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdfAdaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
CamilaSouza544051
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
portaladministradores
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
Falcão Brasil
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Falcão Brasil
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdfLivro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
CarolineSaback2
 
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptxA Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
tamirissousa11
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Falcão Brasil
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Falcão Brasil
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 

Último (20)

Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdfAdaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdfLivro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
 
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptxA Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 

Bacia do Rio Tietê - Aula 4 - Versão Aluno

  • 1. Aula 4 de 4 Versão Aluno
  • 2. Bandeirantes Você já ouviu falar nos Bandeirantes? Este nome pode soar bem familiar, aliás, temos uma grande rodovia com esse nome e alguns nomes de bandeirantes também compõem nomes de ruas, avenidas e rodovias, por todo o país, como exemplo, temos: Raposo Tavares, Borba Gato, Anhanguera, Fernão Dias. Mas afinal, quem eram os bandeirantes? Por que os nomes deles estão em todos os lugares? Qual a relação deles conosco? Vamos descobrir!
  • 3. Bandeirantes Para começar, as bandeiras e entradas foram fatores de extrema importância para a colonização do interior do Brasil. Durante o final do século XVI e início do século XVII surgiram as Bandeiras, que tinham por objetivo capturar indígenas para o trabalho e descobrir minas de metais preciosos. Os Bandeirantes eram os portugueses responsáveis por este trabalho. A região do sertão paulista era caminho entre as minas de Mato Grosso e a saída das Bandeiras, que subia pelo rio Tietê, dando origem a várias cidades que hoje conhecemos como Porto Feliz – SP ( fundanda em 1797) e Franca - SP (fundada em 1804).
  • 4. O início do século XVII é também o momento em que se estabeleceram os primeiros contatos entre colonos europeus e as etnias do planalto paulista. A ocupação do interior paulista foi resultado de um conjunto de questões associadas à colonização portuguesa na América. Conforme novas terras foram sendo descobertas, elas eram ocupadas, evitando a invasão de colonizadores de outros países.
  • 5. A ocupação intensiva do sertão paulista aconteceu a partir do avanço das fronteiras agrícolas, especialmente a partir do cultivo do café. Assim, no século XIX surgem propriedades e construções. As fazendas e sua estruturação (que indica hierarquias sociais, políticas e econômicas em seu interior) também foram importantes, além de um sistema de estradas de ferro, estações, galpões e tudo o mais relacionado ao transporte e à estocagem do café. Também derivado do ciclo do café ocorreu a imigração europeia, além da importação de vários bens da Europa na época: louças, roupas, etc. As estradas de ferro ajudaram a povoar muitas regiões do estado de São Paulo. Alguém na sua família chegou a sua cidade de trem?
  • 6. Históricos Fragmento de louça Como vimos anteriormente, chamamos de sítios históricos aqueles que possuem vestígios materiais que datam da época posterior a chegada dos colonizadores no Brasil. Nesses sítios, foram encontrados abundantes fragmentos de materiais construtivos (telha capa e canal, tijolos e reboco), abundantes fragmentos de cerâmica comum, faiança, alguma porcelana, alguns vidros e alguns objetos metálicos oxidados (alfaias agrícolas e outros). Fragmento de metal Agora que você já aprendeu sobre arqueologia, história e patrimônio histórico cultural da região em que vive, seja também um pesquisador e sempre busque saber mais! Você pode dividir suas pesquisas conosco no nosso blog: www.documentoculturalaestiete.com Contamos com você!
  • 7. Ficha Técnica Coordenação Geral L.D. Dra. Erika M. Robrahn-González – Arqueóloga, Antropóloga e Historiadora Coordenação de Educação Patrimonial Ma. Marian Helen da S. G. Rodrigues Arqueóloga, Literata e Psicopedagoga Jorlan Oliveira - Conservação de Acervos Chief Culture Officer Me. Gerson Levi Lazzaris, MA– Antropólogo e Arqueólogo. Desenvolvimento de Conteúdo e Revisão Ana Claudia Fragoso – Arqueóloga Camila Gobbo - Historiadora Carmem M. Brugnera – Pedagoga Larissa Castro – Historiadora Lucas Bernalli – Geografo Ma. Marian Helen da S.G. Rodrigues - Arqueóloga Vanessa Caldeirão - Arqueóloga Cleber Mendonça – Bacharel em Letras Gestão Socioambiental Alexandre Silva - Antropólogo Editoração Eduardo Staudt – Gestor de Marketing e Produtos Leonardo Scauri - Analista de Marketing