SlideShare uma empresa Scribd logo
Avaliação de História
Nome:____________________________________ Turma: _______
1 – Assinale a opção que apresenta os autores das obras, O Príncipe (1513) e O Leviatã
(1651), respectivamente:
a) Nicolau Maquiavel e Thomas Hobbes.
b) Jaques Bossuet e Nicolau Maquiavel.
c) Thomas Hobbes e Jaques Bossuet.
d) Jean Bodin e Nicolau Maquiavel.
2 – Todas as opções a seguir apresentam características dos Estados Modernos europeus,
exceto:
a) Liberalismo político e econômico.
b) Centralização do poder.
c) Unificação dos territórios.
d) Padronização de pesos e medidas.
3 – A teoria do direito divino dos reis, defendida pelo bispo Jaques Bossuet, argumentava
que:
a) O direito do povo ao voto era sagrado, incluindo os camponeses e os artesãos.
b) A figura do monarca era divina, escolhida por Deus para governar.
c) Afirmava que a soberania popular era divina e dela emanava o poder do rei.
d) Deus e o Rei eram um só, por isso o Monarca não poderia ser contrariado.
4 - “O trono real não é o trono de um homem, mas o trono do próprio Deus. [...] Três
razões fazem ver que este governo [o da monarquia hereditária] é o melhor. A primeira é
que é o mais natural e se perpetua por si próprio [...] A segunda razão [...] é que esse
governo é o que interessa mais na conservação do Estado e dos poderes que o constituem:
o príncipe, que trabalha para seu estado, trabalha para seus filhos, e o amor que tem pelo
seu reino, confundindo com o que tem por sua família, torna-se-lhe natural [...]. A terceira
razão tira-se da dignidade das casas reais [...]. A inveja, que se tem naturalmente daqueles
que estão acima de nós, torna-se aqui em amor e respeito; os próprios grandes obedecem
sem repugnância a uma família que sempre viram como superior e à qual se não conhece
outra que a possa igualar.”
As ideias presentes no texto acima podem ser associadas à qual teórico?
a) Jacques Bossuet, teórico do absolutismo francês que divergia da Teoria do Contrato
Social.
b) Nicolau Maquiavel, italiano que defendia valores como virtude e fortuna para a
manutenção do poder do príncipe.
c) Thomas Hobbes, inglês que defendia que a sociedade civil deveria se organizar
politicamente para sair do estado de natureza, associada à guerra.
d) Hugo Grotius, que preconizava a existência de um Estado forte para controlar a
sociedade civil.
5 - “Daqui nasce um dilema: é melhor ser amado que temido, ou o inverso? Respondo
que seria preferível ser ambas as coisas, mas, como é muito difícil conciliá-las, parece-
me muito mais seguro ser temido do que amado, se só se pode ser uma delas [...]”
MAQUIAVEL, N. O príncipe. Ed. Europa-América, 1976. p. 89.
A respeito do pensamento político de Maquiavel, é correto afirmar que:
a) Mantinha uma nítida vinculação entre a política e os princípios morais do cristianismo.
b) Apresentava uma clara defesa da representação popular e dos ideais democráticos.
c) Servia de Base para a ofensiva da Igreja em confronto com os poderes civis na Itália.
d) Sustentava que o objetivo de um governante era a conquista e a manutenção do poder.
e) Censurava qualquer tipo de ação violenta por parte dos governantes contra seus súditos.
6 - A pintura retrata os príncipes Fernando, do reino de Aragão, e Isabel, de Castela, em
1469. Ela também revela uma estratégia bastante utilizada pelas casas reais europeias,
que foi...
a) Alianças por meio de parcerias entre os reinos.
b) A união de famílias diferentes por meio do matrimônio.
c) A valorização das figuras reais pela representação artística.
d) A aproximação dos monarcas com os líderes religiosos.
“é um conceito histórico que se refere à forma de governo em que o poder é centralizado
na figura do monarca, que o transmite hereditariamente. Esse sistema foi específico da
Europa nos séculos XVI a XVII.” (SILVA, K. V.; SILVA M. H. Dicionário de conceitos
históricos. São Paulo: Contexto, 2005. p. 11).
Leia o trecho acima e responda as perguntas 7 e 8.
7 – O texto define que tipo de governo?
a) Parlamentarismo.
b) República.
c) Absolutismo.
d) Democracia.
8 – Segundo o texto, como ocorria a transição do poder nesse regime de governo?
a) Por meio de eleições diretas com a participação popular.
b) Por eleições indiretas, isto é, pela escolha dos nobres.
c) O filho do soberano ocupava o trono após a morte de seu pai.
d) Não havia eleições, pois o governante era escolhido pela Igreja.

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a AVALIAÇÃO ESTADOS MODERNOS

Crise no império romano
Crise no império romanoCrise no império romano
Crise no império romano
Eduardo Mariño Rial
 
Absolutismo lista (1)
Absolutismo lista (1)Absolutismo lista (1)
Absolutismo lista (1)
Jackson Cândido
 
Prova de história geral 3 ano setembro
Prova de história  geral   3 ano  setembroProva de história  geral   3 ano  setembro
Prova de história geral 3 ano setembro
Francisco Antonio Machado Araujo
 
Revisão 1º ano
Revisão 1º anoRevisão 1º ano
Revisão 1º ano
isabelaguiar2010
 
Revisão 1º ano
Revisão 1º anoRevisão 1º ano
Revisão 1º ano
profisabelaguiar
 
Atividades Iluminismo
Atividades   IluminismoAtividades   Iluminismo
Atividades Iluminismo
Eduardo Mariño Rial
 
Simuladão de história para o paebes 9º ano
Simuladão de história para o paebes 9º anoSimuladão de história para o paebes 9º ano
Simuladão de história para o paebes 9º ano
Merigrei
 
Live Bernoulli Absolutismo
Live  Bernoulli Absolutismo Live  Bernoulli Absolutismo
Live Bernoulli Absolutismo
CarlosNazar1
 
Absolutismo monárquico
Absolutismo monárquicoAbsolutismo monárquico
Absolutismo monárquico
Pedro Paulo de Vasconcellos
 
Historia exercicios idade_moderna_absolutismo
Historia exercicios idade_moderna_absolutismoHistoria exercicios idade_moderna_absolutismo
Historia exercicios idade_moderna_absolutismo
Cesar Silva
 
Td 7 história i
Td 7   história iTd 7   história i
Td 7 história i
MatheusMesquitaMelo
 
Ufg 2
Ufg 2 Ufg 2
Ufg
Ufg Ufg
Ufg 2 (3)
Ufg 2 (3)Ufg 2 (3)
QUESTÕES DE HISTÓRIA PARA TRABALHAR COM 2º ano
QUESTÕES DE HISTÓRIA PARA TRABALHAR COM 2º anoQUESTÕES DE HISTÓRIA PARA TRABALHAR COM 2º ano
QUESTÕES DE HISTÓRIA PARA TRABALHAR COM 2º ano
ananiasdoamaral
 
PROVA DE HISTÓRIA 2ano
PROVA DE HISTÓRIA 2anoPROVA DE HISTÓRIA 2ano
PROVA DE HISTÓRIA 2ano
ananiasdoamaral
 
Avaliação filosofia 1o_bimestre_2oano_2012
Avaliação filosofia 1o_bimestre_2oano_2012Avaliação filosofia 1o_bimestre_2oano_2012
Avaliação filosofia 1o_bimestre_2oano_2012
Rafael Oliveira
 
Absolutismo
AbsolutismoAbsolutismo
Absolutismo
PROFºWILTONREIS
 
Absolutismo
AbsolutismoAbsolutismo
Absolutismo
PROFºWILTONREIS
 
Exercicios sobre o iluminismo
Exercicios sobre o iluminismoExercicios sobre o iluminismo
Exercicios sobre o iluminismo
Thais Ribeiro
 

Semelhante a AVALIAÇÃO ESTADOS MODERNOS (20)

Crise no império romano
Crise no império romanoCrise no império romano
Crise no império romano
 
Absolutismo lista (1)
Absolutismo lista (1)Absolutismo lista (1)
Absolutismo lista (1)
 
Prova de história geral 3 ano setembro
Prova de história  geral   3 ano  setembroProva de história  geral   3 ano  setembro
Prova de história geral 3 ano setembro
 
Revisão 1º ano
Revisão 1º anoRevisão 1º ano
Revisão 1º ano
 
Revisão 1º ano
Revisão 1º anoRevisão 1º ano
Revisão 1º ano
 
Atividades Iluminismo
Atividades   IluminismoAtividades   Iluminismo
Atividades Iluminismo
 
Simuladão de história para o paebes 9º ano
Simuladão de história para o paebes 9º anoSimuladão de história para o paebes 9º ano
Simuladão de história para o paebes 9º ano
 
Live Bernoulli Absolutismo
Live  Bernoulli Absolutismo Live  Bernoulli Absolutismo
Live Bernoulli Absolutismo
 
Absolutismo monárquico
Absolutismo monárquicoAbsolutismo monárquico
Absolutismo monárquico
 
Historia exercicios idade_moderna_absolutismo
Historia exercicios idade_moderna_absolutismoHistoria exercicios idade_moderna_absolutismo
Historia exercicios idade_moderna_absolutismo
 
Td 7 história i
Td 7   história iTd 7   história i
Td 7 história i
 
Ufg 2
Ufg 2 Ufg 2
Ufg 2
 
Ufg
Ufg Ufg
Ufg
 
Ufg 2 (3)
Ufg 2 (3)Ufg 2 (3)
Ufg 2 (3)
 
QUESTÕES DE HISTÓRIA PARA TRABALHAR COM 2º ano
QUESTÕES DE HISTÓRIA PARA TRABALHAR COM 2º anoQUESTÕES DE HISTÓRIA PARA TRABALHAR COM 2º ano
QUESTÕES DE HISTÓRIA PARA TRABALHAR COM 2º ano
 
PROVA DE HISTÓRIA 2ano
PROVA DE HISTÓRIA 2anoPROVA DE HISTÓRIA 2ano
PROVA DE HISTÓRIA 2ano
 
Avaliação filosofia 1o_bimestre_2oano_2012
Avaliação filosofia 1o_bimestre_2oano_2012Avaliação filosofia 1o_bimestre_2oano_2012
Avaliação filosofia 1o_bimestre_2oano_2012
 
Absolutismo
AbsolutismoAbsolutismo
Absolutismo
 
Absolutismo
AbsolutismoAbsolutismo
Absolutismo
 
Exercicios sobre o iluminismo
Exercicios sobre o iluminismoExercicios sobre o iluminismo
Exercicios sobre o iluminismo
 

Mais de Acrópole - História & Educação

Unificação da Itália e a formação da Alemanha
Unificação da Itália e a formação da AlemanhaUnificação da Itália e a formação da Alemanha
Unificação da Itália e a formação da Alemanha
Acrópole - História & Educação
 
Aula sobre o Imperialismo Europeu no século XIX
Aula sobre o Imperialismo Europeu no século XIXAula sobre o Imperialismo Europeu no século XIX
Aula sobre o Imperialismo Europeu no século XIX
Acrópole - História & Educação
 
REVISÃO 3º ANO ENSINO MÉDIO
REVISÃO 3º ANO ENSINO MÉDIOREVISÃO 3º ANO ENSINO MÉDIO
REVISÃO 3º ANO ENSINO MÉDIO
Acrópole - História & Educação
 
AVALIAÇÃO INDEPENDÊNCIA E I REINADO NO BRASIL
AVALIAÇÃO INDEPENDÊNCIA E I REINADO NO BRASILAVALIAÇÃO INDEPENDÊNCIA E I REINADO NO BRASIL
AVALIAÇÃO INDEPENDÊNCIA E I REINADO NO BRASIL
Acrópole - História & Educação
 
AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA EJA
AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA EJAAVALIAÇÃO DE HISTÓRIA EJA
AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA EJA
Acrópole - História & Educação
 
A Formação dos Estados Nacionais Europeus
A Formação dos Estados Nacionais EuropeusA Formação dos Estados Nacionais Europeus
A Formação dos Estados Nacionais Europeus
Acrópole - História & Educação
 
Prova de História 7º Ano - Renascimento Cultural
Prova de História 7º Ano  - Renascimento CulturalProva de História 7º Ano  - Renascimento Cultural
Prova de História 7º Ano - Renascimento Cultural
Acrópole - História & Educação
 
Prova de História: Revolução Inglesa
Prova de História: Revolução InglesaProva de História: Revolução Inglesa
Prova de História: Revolução Inglesa
Acrópole - História & Educação
 
Exercícios sobre as ideologias do século XIX
Exercícios sobre as ideologias do século XIXExercícios sobre as ideologias do século XIX
Exercícios sobre as ideologias do século XIX
Acrópole - História & Educação
 
AVALIAÇÃO INDEPENDÊNCIA DOS EUA
AVALIAÇÃO INDEPENDÊNCIA DOS EUAAVALIAÇÃO INDEPENDÊNCIA DOS EUA
AVALIAÇÃO INDEPENDÊNCIA DOS EUA
Acrópole - História & Educação
 
Avaliação República Democrática no Brasil
Avaliação República Democrática no Brasil Avaliação República Democrática no Brasil
Avaliação República Democrática no Brasil
Acrópole - História & Educação
 
AVALIAÇÃO HISTÓRIA REVOLUÇÕES SOCIALISTAS
AVALIAÇÃO HISTÓRIA REVOLUÇÕES SOCIALISTASAVALIAÇÃO HISTÓRIA REVOLUÇÕES SOCIALISTAS
AVALIAÇÃO HISTÓRIA REVOLUÇÕES SOCIALISTAS
Acrópole - História & Educação
 
AVALIAÇÃO 1º ANO ENSINO MÉDIO - BAIXA IDADE MÉDIA
AVALIAÇÃO 1º ANO ENSINO MÉDIO - BAIXA IDADE MÉDIAAVALIAÇÃO 1º ANO ENSINO MÉDIO - BAIXA IDADE MÉDIA
AVALIAÇÃO 1º ANO ENSINO MÉDIO - BAIXA IDADE MÉDIA
Acrópole - História & Educação
 
AVALIAÇÃO 6º ANO - Roma Antiga
AVALIAÇÃO 6º ANO - Roma AntigaAVALIAÇÃO 6º ANO - Roma Antiga
AVALIAÇÃO 6º ANO - Roma Antiga
Acrópole - História & Educação
 
Panfleto de Educação Fiscal
Panfleto de Educação FiscalPanfleto de Educação Fiscal
Panfleto de Educação Fiscal
Acrópole - História & Educação
 
Avaliação de História
Avaliação de HistóriaAvaliação de História
Avaliação de História
Acrópole - História & Educação
 
QUESTÕES DE VESTIBULAR: INDEPENDÊNCIA NAS AMÉRICAS
QUESTÕES DE VESTIBULAR: INDEPENDÊNCIA NAS AMÉRICASQUESTÕES DE VESTIBULAR: INDEPENDÊNCIA NAS AMÉRICAS
QUESTÕES DE VESTIBULAR: INDEPENDÊNCIA NAS AMÉRICAS
Acrópole - História & Educação
 
AVALIAÇÃO INDEPENDÊNCIA E I REINADO NO BRASIL
AVALIAÇÃO INDEPENDÊNCIA E I REINADO NO BRASILAVALIAÇÃO INDEPENDÊNCIA E I REINADO NO BRASIL
AVALIAÇÃO INDEPENDÊNCIA E I REINADO NO BRASIL
Acrópole - História & Educação
 
AVALIAÇÃO EDUCAÇÃO PARA JOVENS E ADULTOS
AVALIAÇÃO EDUCAÇÃO PARA JOVENS E ADULTOS AVALIAÇÃO EDUCAÇÃO PARA JOVENS E ADULTOS
AVALIAÇÃO EDUCAÇÃO PARA JOVENS E ADULTOS
Acrópole - História & Educação
 
A guerra fria
A guerra friaA guerra fria

Mais de Acrópole - História & Educação (20)

Unificação da Itália e a formação da Alemanha
Unificação da Itália e a formação da AlemanhaUnificação da Itália e a formação da Alemanha
Unificação da Itália e a formação da Alemanha
 
Aula sobre o Imperialismo Europeu no século XIX
Aula sobre o Imperialismo Europeu no século XIXAula sobre o Imperialismo Europeu no século XIX
Aula sobre o Imperialismo Europeu no século XIX
 
REVISÃO 3º ANO ENSINO MÉDIO
REVISÃO 3º ANO ENSINO MÉDIOREVISÃO 3º ANO ENSINO MÉDIO
REVISÃO 3º ANO ENSINO MÉDIO
 
AVALIAÇÃO INDEPENDÊNCIA E I REINADO NO BRASIL
AVALIAÇÃO INDEPENDÊNCIA E I REINADO NO BRASILAVALIAÇÃO INDEPENDÊNCIA E I REINADO NO BRASIL
AVALIAÇÃO INDEPENDÊNCIA E I REINADO NO BRASIL
 
AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA EJA
AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA EJAAVALIAÇÃO DE HISTÓRIA EJA
AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA EJA
 
A Formação dos Estados Nacionais Europeus
A Formação dos Estados Nacionais EuropeusA Formação dos Estados Nacionais Europeus
A Formação dos Estados Nacionais Europeus
 
Prova de História 7º Ano - Renascimento Cultural
Prova de História 7º Ano  - Renascimento CulturalProva de História 7º Ano  - Renascimento Cultural
Prova de História 7º Ano - Renascimento Cultural
 
Prova de História: Revolução Inglesa
Prova de História: Revolução InglesaProva de História: Revolução Inglesa
Prova de História: Revolução Inglesa
 
Exercícios sobre as ideologias do século XIX
Exercícios sobre as ideologias do século XIXExercícios sobre as ideologias do século XIX
Exercícios sobre as ideologias do século XIX
 
AVALIAÇÃO INDEPENDÊNCIA DOS EUA
AVALIAÇÃO INDEPENDÊNCIA DOS EUAAVALIAÇÃO INDEPENDÊNCIA DOS EUA
AVALIAÇÃO INDEPENDÊNCIA DOS EUA
 
Avaliação República Democrática no Brasil
Avaliação República Democrática no Brasil Avaliação República Democrática no Brasil
Avaliação República Democrática no Brasil
 
AVALIAÇÃO HISTÓRIA REVOLUÇÕES SOCIALISTAS
AVALIAÇÃO HISTÓRIA REVOLUÇÕES SOCIALISTASAVALIAÇÃO HISTÓRIA REVOLUÇÕES SOCIALISTAS
AVALIAÇÃO HISTÓRIA REVOLUÇÕES SOCIALISTAS
 
AVALIAÇÃO 1º ANO ENSINO MÉDIO - BAIXA IDADE MÉDIA
AVALIAÇÃO 1º ANO ENSINO MÉDIO - BAIXA IDADE MÉDIAAVALIAÇÃO 1º ANO ENSINO MÉDIO - BAIXA IDADE MÉDIA
AVALIAÇÃO 1º ANO ENSINO MÉDIO - BAIXA IDADE MÉDIA
 
AVALIAÇÃO 6º ANO - Roma Antiga
AVALIAÇÃO 6º ANO - Roma AntigaAVALIAÇÃO 6º ANO - Roma Antiga
AVALIAÇÃO 6º ANO - Roma Antiga
 
Panfleto de Educação Fiscal
Panfleto de Educação FiscalPanfleto de Educação Fiscal
Panfleto de Educação Fiscal
 
Avaliação de História
Avaliação de HistóriaAvaliação de História
Avaliação de História
 
QUESTÕES DE VESTIBULAR: INDEPENDÊNCIA NAS AMÉRICAS
QUESTÕES DE VESTIBULAR: INDEPENDÊNCIA NAS AMÉRICASQUESTÕES DE VESTIBULAR: INDEPENDÊNCIA NAS AMÉRICAS
QUESTÕES DE VESTIBULAR: INDEPENDÊNCIA NAS AMÉRICAS
 
AVALIAÇÃO INDEPENDÊNCIA E I REINADO NO BRASIL
AVALIAÇÃO INDEPENDÊNCIA E I REINADO NO BRASILAVALIAÇÃO INDEPENDÊNCIA E I REINADO NO BRASIL
AVALIAÇÃO INDEPENDÊNCIA E I REINADO NO BRASIL
 
AVALIAÇÃO EDUCAÇÃO PARA JOVENS E ADULTOS
AVALIAÇÃO EDUCAÇÃO PARA JOVENS E ADULTOS AVALIAÇÃO EDUCAÇÃO PARA JOVENS E ADULTOS
AVALIAÇÃO EDUCAÇÃO PARA JOVENS E ADULTOS
 
A guerra fria
A guerra friaA guerra fria
A guerra fria
 

Último

UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
ConservoConstrues
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
geiseortiz1
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
AntonioAngeloNeves
 
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
AlessandraRibas7
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
Manuais Formação
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Nertan Dias
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
TiagoLouro8
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
AlineOliveira625820
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
vitorreissouzasilva
 
LITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.ppt
LITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.pptLITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.ppt
LITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.ppt
EdimaresSilvestre
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdfCD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
Manuais Formação
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 

Último (20)

UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
 
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
 
LITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.ppt
LITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.pptLITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.ppt
LITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.ppt
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
 
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdfCD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 

AVALIAÇÃO ESTADOS MODERNOS

  • 1. Avaliação de História Nome:____________________________________ Turma: _______ 1 – Assinale a opção que apresenta os autores das obras, O Príncipe (1513) e O Leviatã (1651), respectivamente: a) Nicolau Maquiavel e Thomas Hobbes. b) Jaques Bossuet e Nicolau Maquiavel. c) Thomas Hobbes e Jaques Bossuet. d) Jean Bodin e Nicolau Maquiavel. 2 – Todas as opções a seguir apresentam características dos Estados Modernos europeus, exceto: a) Liberalismo político e econômico. b) Centralização do poder. c) Unificação dos territórios. d) Padronização de pesos e medidas. 3 – A teoria do direito divino dos reis, defendida pelo bispo Jaques Bossuet, argumentava que: a) O direito do povo ao voto era sagrado, incluindo os camponeses e os artesãos. b) A figura do monarca era divina, escolhida por Deus para governar. c) Afirmava que a soberania popular era divina e dela emanava o poder do rei. d) Deus e o Rei eram um só, por isso o Monarca não poderia ser contrariado. 4 - “O trono real não é o trono de um homem, mas o trono do próprio Deus. [...] Três razões fazem ver que este governo [o da monarquia hereditária] é o melhor. A primeira é que é o mais natural e se perpetua por si próprio [...] A segunda razão [...] é que esse governo é o que interessa mais na conservação do Estado e dos poderes que o constituem: o príncipe, que trabalha para seu estado, trabalha para seus filhos, e o amor que tem pelo seu reino, confundindo com o que tem por sua família, torna-se-lhe natural [...]. A terceira razão tira-se da dignidade das casas reais [...]. A inveja, que se tem naturalmente daqueles que estão acima de nós, torna-se aqui em amor e respeito; os próprios grandes obedecem sem repugnância a uma família que sempre viram como superior e à qual se não conhece outra que a possa igualar.” As ideias presentes no texto acima podem ser associadas à qual teórico? a) Jacques Bossuet, teórico do absolutismo francês que divergia da Teoria do Contrato Social. b) Nicolau Maquiavel, italiano que defendia valores como virtude e fortuna para a manutenção do poder do príncipe. c) Thomas Hobbes, inglês que defendia que a sociedade civil deveria se organizar politicamente para sair do estado de natureza, associada à guerra. d) Hugo Grotius, que preconizava a existência de um Estado forte para controlar a sociedade civil.
  • 2. 5 - “Daqui nasce um dilema: é melhor ser amado que temido, ou o inverso? Respondo que seria preferível ser ambas as coisas, mas, como é muito difícil conciliá-las, parece- me muito mais seguro ser temido do que amado, se só se pode ser uma delas [...]” MAQUIAVEL, N. O príncipe. Ed. Europa-América, 1976. p. 89. A respeito do pensamento político de Maquiavel, é correto afirmar que: a) Mantinha uma nítida vinculação entre a política e os princípios morais do cristianismo. b) Apresentava uma clara defesa da representação popular e dos ideais democráticos. c) Servia de Base para a ofensiva da Igreja em confronto com os poderes civis na Itália. d) Sustentava que o objetivo de um governante era a conquista e a manutenção do poder. e) Censurava qualquer tipo de ação violenta por parte dos governantes contra seus súditos. 6 - A pintura retrata os príncipes Fernando, do reino de Aragão, e Isabel, de Castela, em 1469. Ela também revela uma estratégia bastante utilizada pelas casas reais europeias, que foi... a) Alianças por meio de parcerias entre os reinos. b) A união de famílias diferentes por meio do matrimônio. c) A valorização das figuras reais pela representação artística. d) A aproximação dos monarcas com os líderes religiosos. “é um conceito histórico que se refere à forma de governo em que o poder é centralizado na figura do monarca, que o transmite hereditariamente. Esse sistema foi específico da Europa nos séculos XVI a XVII.” (SILVA, K. V.; SILVA M. H. Dicionário de conceitos históricos. São Paulo: Contexto, 2005. p. 11). Leia o trecho acima e responda as perguntas 7 e 8. 7 – O texto define que tipo de governo? a) Parlamentarismo. b) República. c) Absolutismo. d) Democracia. 8 – Segundo o texto, como ocorria a transição do poder nesse regime de governo? a) Por meio de eleições diretas com a participação popular. b) Por eleições indiretas, isto é, pela escolha dos nobres. c) O filho do soberano ocupava o trono após a morte de seu pai. d) Não havia eleições, pois o governante era escolhido pela Igreja.